Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter Página do 

Programa João Carlos Amaral Entrevista Canal no youtube Clique e 

envie-nos seu e-mail Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter
___________________________


___________________________
Clique para conhecer
___________________________


__________________________


__________________________

__________________________


______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer
______________________________

Sinapro MG
______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer



+ Categorias

  • Todos (16267)
  • POLTICA (5929)
  • GERAL (2057)
  • ARTIGOS (285)
  • ENTREVISTAS (36)
  • ECONOMIA (3754)
  • GENTE (1210)
  • TURISMO (842)

  • + Links
    + Arquivos

    Fevereiro, 2006
    Maro, 2006
    Abril, 2006
    Maio, 2006
    Junho, 2006
    Setembro, 2006
    Julho, 2006
    Agosto, 2006
    Novembro, 2006
    Outubro, 2006
    Janeiro, 2007
    Dezembro, 2006
    Fevereiro, 2007
    Maro, 2007
    Abril, 2007
    Maio, 2007
    Outubro, 2007
    Junho, 2007
    Julho, 2007
    Agosto, 2007
    Setembro, 2007
    Dezembro, 2007
    Novembro, 2007
    Janeiro, 2008
    Maio, 2008
    Fevereiro, 2008
    Maro, 2008
    Julho, 2008
    Abril, 2008
    Junho, 2008
    Setembro, 2008
    Agosto, 2008
    Outubro, 2008
    Novembro, 2008
    Dezembro, 2008
    Janeiro, 2009
    Fevereiro, 2009
    Maro, 2009
    Abril, 2009
    Maio, 2009
    Junho, 2009
    Julho, 2009
    Agosto, 2009
    Setembro, 2009
    Outubro, 2009
    Novembro, 2009
    Dezembro, 2009
    Novembro, 2012
    Janeiro, 2010
    Fevereiro, 2010
    Maro, 2010
    Abril, 2010
    Maio, 2010
    Junho, 2010
    Julho, 2010
    Agosto, 2010
    Setembro, 2010
    Outubro, 2010
    Novembro, 2010
    Fevereiro, 2011
    Maro, 2011
    Abril, 2011
    Maio, 2011
    Junho, 2011
    Julho, 2011
    Agosto, 2011
    Setembro, 2011
    Outubro, 2011
    Novembro, 2011
    Dezembro, 2011
    Janeiro, 2012
    Fevereiro, 2012
    Maro, 2012
    Abril, 2012
    Maio, 2012
    Junho, 2012
    Julho, 2012
    Agosto, 2012
    Setembro, 2012
    Outubro, 2012
    Dezembro, 2012
    Agosto, 2015
    Janeiro, 2013
    Fevereiro, 2013
    Maro, 2013
    Abril, 2013
    Maio, 2013
    Setembro, 2015
    Junho, 2013
    Julho, 2013
    Agosto, 2013
    Setembro, 2013
    Julho, 2016
    Outubro, 2013
    Novembro, 2013
    Dezembro, 2013
    Janeiro, 2014
    Fevereiro, 2014
    Maro, 2014
    Abril, 2014
    Maio, 2014
    Junho, 2014
    Julho, 2014
    Agosto, 2014
    Setembro, 2014
    Outubro, 2014
    Novembro, 2014
    Dezembro, 2014
    Janeiro, 2015
    Fevereiro, 2015
    Maro, 2015
    Abril, 2015
    Maio, 2015
    Junho, 2015
    Julho, 2015
    Outubro, 2015
    Novembro, 2015
    Dezembro, 2015
    Janeiro, 2016
    Fevereiro, 2016
    Maro, 2016
    Abril, 2016
    Maio, 2016
    Junho, 2016
    Agosto, 2016
    Setembro, 2016
    Outubro, 2016
    Novembro, 2016
    Dezembro, 2016
    Janeiro, 2017
    Fevereiro, 2017
    Maro, 2017
    Abril, 2017
    Maio, 2017
    Junho, 2017
    Julho, 2017
    Agosto, 2017
    Setembro, 2017
    Outubro, 2017
    Novembro, 2017
    Dezembro, 2017
    Janeiro, 2018
    Fevereiro, 2018
    Maro, 2018
    Abril, 2018
    Maio, 2018
    Junho, 2018
    Julho, 2018
    Agosto, 2018
    Setembro, 2018
    Outubro, 2018
    Novembro, 2018
    Dezembro, 2018
    Janeiro, 2019
    Fevereiro, 2019
    Maro, 2019
    Abril, 2019
    Maio, 2019
    Junho, 2019



    _______________________________________________________________
    .

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 30, 2007

    EM Diamantina.

                        Estamos em Diamantina, tomando um banho de histria, nossa autntica histria - com Chica da Silva, comendador Joo Fernandes, belssimas igrejas, museus e muita serenata. Hoje, s 9 da noite, vamos assistir e perticipar - tomando um bom vinho - a famosa VESPERATA, organizada pela agncia de turismo, a Saint Germain, pilotaada pelo competente empresrio Vander Dias. Depois eu conto tudo e mostro as fotos.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 28, 2007

    VESPERATA EM DIAMANTINA no feriado. L vamos ns - este blogeiro e minha mulher, a decoradora Cida Amaral e o casal, advogado Ktia e Expedito Euzbio da Silva e mais 18 casais, que partem agora pela manh do Terminal Turstico JK, aqui em BH, com destino a Diamantina.

                         O passeio turstico-cultural coordenado pelo dr. Expedito Euzbio da Silva, que contratou uma das melhoresd agcias de Turismo de Minas - a Saint Germain. A agncia programou O PROJETO SAINT GERMAIN com o objetivo de apresentar, alm da riqueza do acervo histrico, cultural e arquitetnico de DIAMANTINA - emoldurada pela  luminosidade da Serra dos Cristais - a musicalidade atravs de corais, grupos folclricos e seresteiros, bandas e orquestras, que do cres fulgurantes s igrejas, ruas e ladeiras do antigop Arraial do Tejuco, desde o sculo XVIII.

                         Desta vez, a Saint Germain caprichou - iniciou o projeto em 2001 - e vai nos brindar com Serenata de Rua, Arte Instrumental, Arte Mida, Diamante Musical, VESPERATA ESPECIAL - que este
    blogueiro nunca teve a oportunidade de ver e ouvir - e o Concerto dentro da Gruta do Salitre, espetculo apresentado em ocasies especiais e para autoridades pblicas e agora - para nosso deleite - ser com exclusividade para os clientes SAINT GERMAIN. Enfim , a fora do turismo cultural em plena carga.
                         Aguarem a cobertura completa do nosso BLOG DE NOTCIAS!










                                                 UM POUCO DA SAINT GERMAIN:
     Atuante no mercado h 06 anos, a SAINT GERMAIN TURISMO tem se destacado na elaborao de roteiros tursticos para atender uma clientela exigente, aliando o lazer com a garantia de segurana, comodidade e excelncia nos servios prestados.
    Com uma poltica voltada para o turismo interno: Tiradentes, So Joo del Rey, Monte Verde, Campos do Jordo/SP, Conservatria/RJ, guas de Lindia/SP, destacamos Diamantina/MG com o espetculo musical da VESPERATA (Calendrio Oficial) e a VESPERATA ESPECIAL (exclusividade Saint Germain Turismo), em sua 8 edio - (28.04 a 01.05.2007) com 6 eventos musicais, enaltecendo a beleza, a cultura e musicalidade de Diamantina, roteiro este, pelo qual a SAINT GERMAIN recebeu no ano de 2003, o Prmio de Consagrao Pblica como EMPREENDEDOR DO TURISMO, pela nossa atuao em prol do desenvolvimento socio-econmico e cultural de Diamantina.
    Trabalhamos com todas as cias. areas nacionais/internacionais, seguros de assistncia de viagem, locao de veculos, reserva de hotis e operadoras areas e terrestres - nacionais e internacionais. Mantemos convnios com algumas associaes, clubes, entidades de classes, com uma poltica de descontos significativos para aquisio de produtos tursticos.
    Com uma vasta experincia em roteiros culturais : A Bela e a Fera, Chicago, O Fantasma da pera e Cirque Du Soleil - ( So Paulo e Rio de Janeiro ), elaboramos o roteiro de acordo com a necessidade e sugestes de grupos, enfim, qualquer que seja sua opo de lazer, embarque conosco nesta viagem.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 27, 2007

    Ministro das Comunicaes amplia a incluso digital em Minas. Estar, nesta sexta-feira noite, em PEDRO LEOPOLDO na regio metropolitana de BH.

    Hlio Costa inaugura telecentro em Pedro Leopoldo


     O ministro das Comunicaes, Hlio Costa, inaugura nesta sexta-feira, s 19h30m, (27/04), um telecentro instalado no Lar Solidrio de Pedro Leopoldo, em Minas Gerais.

     Telecentro

    O telecentro um ponto onde h computadores disponveis para uso gratuito da comunidade. A conexo internet feita em banda larga (alta velocidade), o que viabiliza a recepo de programas de TV educacionais e de telemedicina, realizao de cursos profissionalizantes, treinamento de professores, entre outros.

     DATA: 27/04/2007

    HORRIO: 19h30

    LOCAL: Rua Esprito Santo, 790 Distrito Lagoa de Santo Antnio Pedro Leopoldo (MG)

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 27, 2007

    MONTES CLAROS norte de Minas. Vice-governador e governador em exerccio de Minas, Antnio Augusto Anastasia, inagura maior fbrica do mundo de produo de insulina a dinamarquesa NORDISK. Um investimento de 200 milhes de dlares.











                         Fbrica gera 735 novos empregos diretos no Norte de Minas

     









    Wellington Pedro/Imprensa MG

    O governador em exerccio Antonio Augusto Anastasia participou, nesta quinta-feira (26), ao lado do presidente da Repblica em exerccio, Jos Alencar, da inaugurao da nova unidade da fbrica de insulina da Novo Nordisk Produo Farmacutica do Brasil, localizada no Distrito Industrial de Montes Claros, no Norte de Minas. A empresa dinamarquesa detm a mais avanada tecnologia de produo de insulina do mundo e investiu R$ 600 milhes na ampliao da fbrica instalada em Minas, que gerar 735 novos empregos. A planta representa o maior investimento j feito pela indstria farmacutica no pas.


    Em seu pronunciamento, o governador em exerccio defendeu a consolidao das parcerias entre os vrios nveis de governo e a iniciativa privada como fundamental para a atrao de investimentos que tragam mais crescimento econmico e social para a populao. Ele afirmou que o empenho do governador Acio Neves nesse sentido possibilitou a Minas Gerais entrar em uma nova era de desenvolvimento.


    A inaugurao desta grande unidade representa, juntamente com diversos outros empreendimentos industriais, agropecurios, na rea de servios, na rea acadmica, universitria, ou seja, em todos os setores das atividades humanas, um marco, um novo tempo em que vive o Estado de Minas Gerais. Temos realizado, de fato, o acompanhamento de um crescimento significativo da atividade produtiva do Estado, disse Anastasia.


    O governador em exerccio afirmou que a nova unidade contribuir para impulsionar a economia de Minas e principalmente da regio Norte do Estado, gerando mais emprego, renda e desenvolvimento social. Ele ressaltou tambm a importncia da Novo Nordisk como lder mundial no tratamento da diabetes.


    A inaugurao dessa grande unidade industrial no s gerar muitos empregos, mas, mais do que isto, permitir a melhoria da sade de muitas pessoas no s no Brasil, mas em todo o mundo. Basta um evento como este para reforar sempre o empenho de cada um de ns, no s cidados brasileiros, mas cidados mineiros em prol do progresso de nossa terra, destacou o governador em exerccio.


    Mais emprego


    O presidente mundial da Novo Nordisk, Lars Rabien, ressaltou que a empresa pretende duplicar o nmero de funcionrios com um total de 735 postos de trabalho criados at o final deste ano, o que implicar no crescimento da produo. A expectativa de que a nova unidade atinja a capacidade de produo de 200 milhes de cpsulas de insulina/ano at 2012, antecipou Lars Rabien.


    Cerca de 95% da produo da fbrica de Montes Claros ser exportado para outros pases. No ano passado, o faturamento da planta da empresa no municpio alcanou os R$ 170,4 milhes


    Tecnologia de ponta


    Montes Claros a nica cidade da Amrica Latina a contar com profissionais com experincia na produo de insulina. O governador em exerccio lembrou que a qualificao especializada da mo-de-obra local confere ao municpio e ao Brasil uma posio de destaque no cenrio global.


    Os senhores trabalhadores esto, no seu dia a dia, na sua labuta diria se empenhando, no s para sua atividade profissional, mas mais do que isso, os senhores esto com o seu trabalho, com a tecnologia que aplicam, com o capital humano que agregam valor essa indstria sediada em Montes Claros, salvando vidas no Brasil, esto salvando vidas no mundo, afirmou Anastasia.


    Nova era de crescimento


    A ampliao da fbrica da Novo Nordisk um reflexo das aes que o Governo do Estado vem desenvolvendo para atrair um nmero cada vez maior de indstrias e empresas com capacidade de dinamizar a economia mineira. O volume de investimentos pblicos e privados anunciados para serem executados at 2011 j supera os R$ 120 bilhes. So negcios que devero gerar 220 mil novos postos de trabalho em Minas.


    Do total de investimentos anunciados, R$ 3,17 bilhes sero consolidados no Norte de Minas, com gerao de 4.271 empregos. Entre os novos negcios, destaca-se tambm a usina de biodiesel da Petrobras a ser construda em Montes Claros, com investimento previsto de US$ 40 milhes. A usina ter uma produo estimada de 50 milhes de litros/ano, com contratao de 25 mil funcionrios.


    Lder no mercado


    A solenidade de inaugurao da nova fbrica tambm trouxe a Minas Gerais o primeiro-ministro da Dinamarca, Anders Rasmussen.  Ele destacou que a entrada em operao da nova unidade fabril estreitar os laos entre o Brasil e a Dinamarca.


    A Novo Nordisk a nica produtora de insulina do Brasil e a maior do setor na Amrica Latina. lder mundial no combate ao diabetes, desde a sua fundao, em 1923. Lidera tambm a produo de hormnio do crescimento, medicamentos para reposio hormonal e coagulao.


    A empresa tem mais de 22 mil funcionrios em 79 pases. No Brasil, a Novo Nordisk est presente desde o incio dos anos 90 e consolidou sua presena em 2002, com a aquisio da Biobrs, empresa mineira fabricante de insulina.


    Estiveram tambm presentes os ministros de Relaes Institucionais, Walfrido dos Mares Guias; das Comunicaes, Hlio Costa; o vice-presidente da Novo Nordisk Montes Claros, Marcelo Zuculim; o prefeito de Montes Claros, Athos Avelino; o presidente da Federao das Indstrias de Minas Gerais (Fiemg), Robson Andrade, o presidente do Sindicato dos Empregados das Indstrias Qumicas e Farmacuticas do Norte de Minas, Osmar Pereira Azevedo; o senador Eduardo Azeredo; deputados federais e estaduais.

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 26, 2007

    JUIZFORANO doutor em SADE COLETIVA. o mdico e deputado Sebastio Helvcio do PDT. Ele pesquisou a evoluo dos investimentos pblicos em sade desde a promulgao da Constituio de 1989. O deputado foi aprovado com NOTA 10 na defesa da tese de doutorado que teve como tema " Sstoles e Distoles no Finaciamento da Sade em Minas Gerais".s

                                O deputado Sebastio Helvcio, nosso amigo, desde os tempos em ramos reprter dos Dirios Associados e Rede Globo de Juiz de Fora, levou cinco anos de intenso trabalho de pesquisa. Analisou o impacto da Emenda Constitucional n 29 - que prev a vonculao dos gastos com sade ao PIB - no correspondeu s expectativas iniciais entre os anos 2000 e 2005. Pela menda - segundo o novo doutor em Sade pela UFRJ - que ainda no foi regulamentada, a Unio deveria investir em sade a sua despesa empenhada em 1999, mais 5%, completanda partir da com a variao nominal do PIB dos Estados, de 7%, em 200 a 12% em 2004 de sua arrecadao, e os muncipios de 7%, em 200, a 15%, em 2004.

                                 Ainda de acordo com o deputado Sebatio Helvcio urgente reivindicara oficializao da medida, atravs de projeto de lei complementar no Congresso Nacional. Ele tambm sustenta a ncessidade de se criar uma conta nacional e uma conta estadual de sade, para aperfeioar os mecanismos de controle de gastos.
                                 
                                 TESE PARA O MINISTRO DA SADE LER COM ATENO:
                                Quem deu a sugesto foi o professor da UERJ, George Kornis - que foi da banca de mestres que avaliou a tese de doutorado do deputado Sebastio Helvcio. Segundo o professor Kornis a recom,endao " pela profundidade e pela seriedade, a pesquisa poderia se transformar em um MANUAL para OS PREFEITOS e VEREADORES de todo o Estado". J a orientadora da tese do deputado, a professora Sulamis Dain, completou; " somente um mdico com conhecimento jurdico e poltico da situao poderia entender a repercusso de uma pesquisa acadmica desse porte. O trabalho dele um instrumento do PACTO em DEFESA do SUS". 
                                
                                 EM TEMPO:
                                 O deputado Sebastio Helvcio, por sua vez, ficou muito satisfeito com o resultado obtido - nota 10 com louvor pela tese de doutorado. Disse ele: " foi muito gratificante unir a experincia acadmica com a legislativa em prol de um tema to importante, ainda mais contando com uma banca formada por profissionais e pesquisadores entre os mais renomados do Pas em Sade Coletiva. Ganha o Programa em Sade Coletiva, a UERJ, a UFJF e tod o Estado de Minas Gerais" - concluiu.
                                 VOTOS DESTE BLOGUEIRO:
                                 Desejamos mais sucesso ainda ao nosso amigo, deputado Sebastio Helvcio, um mestre na arte da poltica e do relacionamento humano. Parabns pela aprovao com nota 10. Voc merece 1000!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 26, 2007

    Ministro das Comunicaes est agora pela manh em MONTES CLAROS no norte de Minas. Participa da inagurao da Nodisk, a maior fbrica de insulina do Planeta. Inevestimento de 200 milhes de dlares. Inaugurao ser s 11 da manh no Distrito Industrial de Montes Claros.

                            Hlio Costa participa de inaugurao 
                                     de
    fbrica em Montes Claros
     
                            

    A cerimnia de inaugurao da Unidade Industrial Novo Nordisk, em Montes Claros, nesta quinta-feira (26/04), contar com a presena do senador e ministro das Comunicaes, Hlio Costa.

     A fbrica j est funcionando em fase de validao e a maior fbrica de insulina da Amrica Latina. A empresa, com sede na Dinamarca, investiu 200 milhes de dlares no projeto, que o maior projeto da Novo Nordisk. A empresa optou por levar a fbrica para Montes Claros por ter encontrado naquela cidade mo-de-obra mais capacitada que em outros estados brasileiros.

     A fbrica, que tinha 390 empregados em 2003, agora conta com 735 empregados e, durante a construo da nova unidade, criou 2,2 mil empregos indiretos.

     A cerimnia est marcada para as 11 horas, no Distrito Industrial de Montes Claros, e contar com a presena do Vice- Presidente da Repblica, Jos de Alencar, e do Primeiro Ministro da Dinamarca.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 25, 2007

    Lanada na Assemblia de Minas a FRENTE PARLAMENTAR EM DEFESA DA SADE. O coordenador o deputado Hely Tarqunio.Confira os detalhes!

                      Frente Parlamentar vai lutar por recursos para a Sade Pblica

    Deflagrar um grande movimento para obter a regulamentao da Emenda 29 Constituio Federal e assim assegurar o financiamento da sade pblica, a partir de Minas, a ambio da Frente Parlamentar em Defesa da Sade, lanada na tarde desta quarta-feira (25/4/07) no Teatro da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, com assinaturas de mais de trinta deputados. Dos dez deputados mdicos da Assemblia, sete estavam presentes ao evento: Carlos Pimenta (PDT), Carlos Mosconi (PSDB), Hely Tarqnio (PV), Sebastio Helvcio (PDT), Doutor Rinaldo (PSB), Doutor Viana (DEM) e Fahim Sawan (PSDB).

    Carlos Pimenta disse que a Frente ter maior mobilidade que a Comisso de Sade para discutir grandes temas, como a regulamentao da Emenda 29 para tornar claro o custeio da sade pblica no Brasil. "A Unio no cumpre o papel de investir sua parte. O presidente Lula est pedindo a prorrogao da vigncia da CPMF por mais quatro anos, e lembramos que os bilhes ali arrecadados se destinavam originalmente Sade. Enquanto em Minas o governo investe R$ 176 milhes no ProHosp, o governo federal repassa apenas R$ 200 milhes para o pas todo", denunciou.

    Hely Tarqnio, escolhido coordenador da Frente, agradeceu o privilgio e recordou a criao do SUS na Constituinte de 1988, atribuindo mritos ao deputado Mosconi, "que ajudou a escrever a bela pgina da Sade Pblica na Constituio e tambm foi o autor da Emenda 29, que desejamos ver regulamentada". Tarqnio disse que o Brasil estava emergindo de uma ditadura que havia negado os direitos bsicos ao cidado durante muito tempo e, por essa razo, o constituinte tentou resgatar a utopia do direito universal sade. Acrescentou que a CPMF arrecada R$ 32 bilhes por ano, e esse dinheiro lanado no Caixa nico. "Enquanto isso temos 60 mil pessoas com a AIH na mo sem conseguir atendimento".

    Pas de indigentes, sem cidadania e sem direitos

    O presidente da Comisso de Sade, deputado Carlos Mosconi lembrou que o ex-ministro Adib Jatene se desgastou muito para obter a aprovao da CPMF e, quando no conseguiu vincul-la Sade, demitiu-se no dia seguinte. Recordou que, antes da Constituio, a Sade era totalmente desorganizada. O Inamps, que tinha 130 mil funcionrios, no pertencia ao Ministrio da Sade, mas ao da Previdncia. A transferncia se deu no apagar das luzes do Governo Sarney. Mosconi lembrou que s tinha acesso sade pelo Inamps o portador de Carteira de Trabalho, naquilo que o deputado Sebastio Helvcio chama de "pensamento bismarckiano". Os restantes eram considerados indigentes.

    "O Brasil era um pas de indigentes, sem cidadania, sem direito a nada. Foi preciso acabar com o Inamps para o SUS sobreviver. Foi uma grande vitria a incluso do Sistema nico na Constituio. No entanto, faltou um dispositivo que assegurasse financiamento para o SUS. S a Educao conseguiu esse objetivo. O paradoxo que observo esse: a Educao tem financiamento, mas no tem poltica. A Sade tem poltica, mas no tem financiamento", disse Mosconi, sublinhando que a soluo para o problema exclusivamente poltica.

    O deputado Sebastio Helvcio, que acaba de obter o ttulo de doutor em Sade Coletiva, opinou que, se os ventos neoliberais que hoje varrem o Congresso estivessem presentes em 1988, o Sistema nico de Sade jamais seria includo na Constituio, e revelou que a Constituio Estadual mineira de 1989 foi a primeira do pas a inserir protees sociais. "No artigo 158, nossos constituintes estipularam que o gasto em sade teria que ser equivalente aos de transporte e obras virias, que costumeiramente ficam com 10% do oramento. Foi a maneira encontrada para burlar a proibio de vinculao de receitas", lembrou o deputado.

    Gastos das trs esferas em sade esto em declnio

    Helvcio informou ainda que entrou nesta quarta-feira com um projeto de lei criando a Conta Estadual da Sade, que espera tornar-se um embrio mineiro para uma Conta Nacional que inclua gastos privados e gastos pblicos em equilbrio para o atendimento populao. Disse que a Inglaterra gasta 7,8% do seu PIB com Sade, e que o Brasil gasta o mesmo percentual, sendo 50% da Unio, 26% dos municpios e 24% dos estados.

    Adiantou dados de sua tese de doutorado - aprovada na ltima sexta-feira com nota mxima e louvor pela banca da UERJ e da UFJF - segundo os quais os gastos da Unio, dos Estados e do conjunto dos 853 municpios mineiros com sade vm encolhendo ano aps ano desde 1995. "Foram furtados da Sade nada menos que R$ 9,9 bilhes. Essa uma grave assimetria federativa que precisa ser corrigida politicamente".

    O deputado Doutor Rinaldo tambm se integrou ao movimento pela regulamentao da Emenda 29, e pediu a expanso do Programa de Sade da Famlia (PSF). Exemplificou que em Belo Horizonte e Vrzea da Palma o PSF est 100% implantado. Mas em sua cidade, Divinpolis, apenas 20% da populao atendida.

    A secretria-adjunta de Sade de Belo Horizonte, Maria do Carmo, revelou a grande expectativa da comunidade pela regulamentao da Emenda 29, com o aporte de recursos que permitiro aumentar o acesso e a qualificao do atendimento. E o promotor de Justia Antnio Joaquim Fernandes Neto discorreu sobre a "judicializao da Sade", reconhecendo que o foco tem sido excessivo no indivduo e escasso no aspecto coletivo.

    Estiveram presentes ao evento, alm dos j citados, os deputados Fbio Avelar (PSC), Wander Borges (PSB), Paulo Cesar (PDT), Domingos Svio (PSDB) e a deputada Glucia Brando (PPS). Compuseram a mesa tambm o presidente da Associao Mdica de Minas Gerais, Jos Carlos Colares e o ex-deputado Kemil Kumaira, secretrio de Relaes Institucionais da Copasa-MG.





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 25, 2007

    Repercusso da Inaugurao da Galeria de Juzes de Direito em IBI - Alto Paranaba, perto de Arax. Abaixo nota que recebemos do brilhante advogado Expedito Euzbio da Silva, ex-juiz aposentado, homenageado em Ibi.

                                                    
                                                       Dr. Expedito Euzbio da Silva,
                                                            ex-Juiz de Direito de Ibi, 
                                              no momento em que inaugurava a foto dele
                                                            na Galeria de ex-juzes
                                                   no Frum de Ibi no Alto Paranaba.

    Meu caro JOO CARLOS AMARAL:


    Parabns pela notcia da solenidade de inaugurao da galeria dos ex-Juzes de Ibi.

    Gostaria de fazer  apenas uma retificao: foram homenageados dezesseis (16) ex-Juzes de Ibi (8 compareceram), sendo que quatro deles chegaram a Desembargador do TJMG: SLVIO DE MORAIS LEMOS, ABEL MACHADO DE MIRANDA, JOS ANTONINO BAA BORGES e MRIO LCIO CARREIRA MACHADO (atual 3 Vice-Presidente do TJMG).


    Os demais Juzes homenageados so:


    Expedito Euzbio da Silva

    Hlio Bandeira de Melo

    Boanerges Lemos da Silva  

    Newton Miranda de Oliveira

    Mrcio Antnio Ernesto Correia

    Mauro Jos de Souza

    Fabiano Rubinger de Queiroz

    Carlos Borges

    Reinaldo Portanova

    Roberto das Graas Silva

    Lcio Eduardo de Brito e

    Jos Ricardo dos Santos de Freitas Vras. 



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 25, 2007

    DE OLHO NA VIAGEM QUE O GOVERNADOR DE MINAS FAZ AOS EUA. Primeiros resultados: vem a a implantao de um CENTRO de INTELIGNCIA e ESTUDOS para a utilizao do lcool combustvel. O dinheiro est garantido pelo BID - Banco Interamericano de Desenvolvimento, com sede em Washington. REPERCUSSO EM MINAS: agora pouco falei com o empresrio LUIZ CUSTDIO COTTA MARTINS, presidente do Sindicato do Acar e do lcool, e ele nos disse quea vitria do governador Acio Neves junto ao BID vem num timo momento para o setor sucroalcooleiro, j que Minas o Estado que mais cresce, anualmente, na produo de cana-de-acar - mais que o dobro que o restante do Pas. Outro ponto destacado pelo presidente do SINDACAR: o Centro de Excelncia significa tambm a chegada de novas tecnologias, que sero incorporadas ao nosso saber cientfico, ampliando o conhecimento dos nossos tcnicos, o que certamente vai influenciar no aumento produtividade do nosso setor sucroalcooleiro - concluiu Luiz Custdio Cotta Martins, presidente do SINDACAR.









                            Minas Gerais ser sede de centro de inteligncia do etanol

     











    Eddie Arrossi
     

    Minas Gerais dever ser o estado brasileiro que sediar um centro inteligncia e estudos para a utilizao do etanol combustvel (lcool) com apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A informao foi confirmada, nes tera-feira (24), em reunio entre o governador Acio Neves e o presidente da instiuio, Luis Alberto Moreno (foto). Eles tambm discutiram sobre a ampliao do programa de apoio aos artesos do Vale do Jequitinhonha e os investimentos previstos do BID na implantao do sinal de telefonia celular em 100% dos municps do Estado.
    "O presidente Moreno considera que Minas o Estado que deve receber investimentos para a consolidao do centro de bioenergia. Saio daqui muito animado com isso. H uma ateno enorme em relao ao Brasil, no apenas dos Estados Unidos, mas do mundo. Muitos pases esto envolvidos com discusses internas do ponto de vista da utilizao de combustvel alternativo, em especial do etanol. O nosso papel no apenas exportar, de construir a inteligncia dos combustveis alternativos. Esse o nosso esforo e queremos sair na frente nesse projeto e o BID comprou a idia", declarou o governador Acio Neves, em entrevista, na sede do BID em Washington, nos Estados Unidos.
    A reunio de trabalho teve duas horas de durao e contou com a presena dos secretrios de Estado de Cincia e Tecnologia, Alberto Portugal, e de Desenvolvimento Econmico, Mrcio Lacerda, alm do presidente do Grupo Estratgico de Fomento (GEF), Wilson Brumer.
    A opo por Minas foi respaldada pelo consultor da rea de bionergia do BID, David Rothkope. "Minas o nico estado onde h possibilidade de expanso da produo de etanol no Brasil e por isso, 'e o mais apropriado para abrigar o centro de inteligncia e estudos para a utilizao do combustvel", disse o consultor do banco.
    "Para criar o centro de inteligncia do etanol preciso unir as instncias acadmicas iniciativa privada, e um governo decidido a fazer isso. Minas rene tudo isso e o caminho para a manuteno da liderana brasileira nesse setor", afirmou o consultor da rea de bionergia do BID. Segundo David Rothkope, "se o Brasil no se preparar, poder perder a liderana que hoje o pas ocupa em relao ao restante do mundo".

    Localizao
    O governador Acio Neves declarou que a inteno do Governo de Minas que o centro de inteligncia e estudos sobre o etanol seja construdo prximo ao Aeroporto Industrial Tancredo Neves (Confins), no vetor norte da Regio Metropolitana de Belo Horizonte.
    "Hoje, a prioridade absoluta do Governo de Minas planejar o futuro neste setor. Minha preocupao no nem espalhar novas usinas no Estado. Como existem em outras partes do mundo alguns centros inteligentes em determinadas reas especficas, ns queremos consolidar esses centros em Minas", afirmou o governador.
    Nas prximas semanas, uma equipe tcnica do BID dever vir a capital mineira iniciar os estudos para o desenvolvimento do projeto. O BID anunciou no ms passado a criao de um fundo de investimento para financiar projetos de biocombustveis, que sirva tambm para estimular o desenvolvimento do mercado de etanol. O investimento na implantao do centro de inteligncia e estudos do etanol em Minas seria a primeira ao do BID, com recursos desse fundo.

    Jequitinhonha e telefonia celular
    Durante a reunio, Acio Neves apresentou detalhes do projeto para a criao de uma rede de produo e comercializao do artesanato mineiro, com recursos do Fundo Multilateral de Investimentos (Funim) do BID, no valor de US$ 3 milhes. O objetivo aumentar a renda dos produtores mineiros, principalmente nos vales do Jequitinhonha, Mucuri e Norte de Minas. Uma misso do BID esteve recentemente em Minas avaliando esse projeto.
    O governador tambm apresentou ao presidente do BID o andamento de projetos do Governo de Minas, que tm participao da entidade. O programa Minas Comunica, que possibilitar levar o servio de telefonia celular a 100% do Estado, at outubro de 2008, conta com financiamento de US$ 50 milhes do BID. O governador mostrou a Luis Alberto Moreno que o programa j est em andamento.

    Agenda
    A reunio no BID foi a primeira da agenda de trabalho do governador nos Estados Unidos. At a prxima segunda-feira (30/04) ele ter encontros com empresrios e dirigentes de instituies financeiras e participar do Frum de Desenvolvimento Sustentvel de 2007, em Nova Iorque.
    Na sexta-feira (27), Acio Neves estar em Nova Iorque para uma reunio promovida pelo Americas Society/Council of the Americas entre empresrios, banqueiros e governadores de vrios estados brasileiros. Cada governador ir apresentar os principais atrativos, dados macroeconmicos e possibilidades para investimentos em seus estados.
    O ltimo compromisso do governador nos estados ser na segunda-feira (30), quando ele participa do Frum de Desenvolvimento Sustentvel de 2007, em Nova Iorque. O evento est sendo promovido pela Associao das Naes Unidas-Brasil (Anubra).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 25, 2007

    LEITOR atento do nosso BLOG DE NOTCIAS, o economista CELSO CASTLHO, secretrio-executivo do Comit de Desenvolvimento Sustentvel da Baa de Ilha Grande ( sede no Rio de Janeiro), nos envia E-mail, corrigindo informao dada por ns na cobertura do 21 de abril em Ouro Preto. Errei na legenda da foto onde esto os secretrios Maurcio Campos e Danilo de Castro. Eu tinha escrito que o secretrio de Defesa Social era o Cunha Peixoto. claro que no . Maurcio Campos. Fica a correo. Obrigado ao Celso Castilho, que agiu como um BOM COPY DESK. Continue atento Celso e nos corrija. Uma abrao do amigo de sempre!

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Os secretrios de Defesa Social, Maurcio Campos e de Governo, Danilo de Castro, duas personalidades que registramos no Palanque de Autoridades do 21 de Abril em Ouro Preto. Danilo de Castro nosso amigo dos tempos em ns ramos reprter de ecopnomia e poltica dos Dirios Associados em Juiz de Fora ( Dirio Mercantil) e ele, Superintendete Regional da Caixa Econmica Federal l na Manchester Mineira. De l para c cultivamos nossa amizade.


    .







                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 25, 2007

    REELEITA diretoria do CEPPO - Centro de Crnistas Polticos de Minas Gerais - presidido pelo jornalista e escritor Carlos Lindenberg, chefe de redao do jornal Hoje em Dia.






    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. O CEPPO - Centro de Cronistas Polticos e Parlamentares de Minas Gerais - se reuniu e , por unanimidade, reelegeu sua diretoria, encabeada pelo jornalista Carlos Lindenberg. Ficou decidido ainda, que a partir de agora vedada a reeleio de seus diretores. ( S que o mandato, a partir de agora, ser de 4 anos). A diretoria reeleita formada: Carlos Lindenberg, chefe de redao do jornal Hoje em Dia (presidente); Joo Carlos Amaral, ncora da TV Assemblia e programa Economia e Negcios da Fiemg ( vice-presidente); Mrcio Dotti, diretor de jornalismo da Rdio Itatiaia ( secretrio); Luiz Carlos Bernardes, apresentador do jornal da Rede Bandeirantes Minas ( sub-secretrio); Eduardo de vila, Assessor de Imprensa ( Tesoureiro) e Valria Rodrigues, Agncia de Comunicao ( sub-tesoureira). Suplentes da diretoria: Lcio Braga, editor-chefe do Jornal Correio da Serra, de Barbacena e Fbio Reis da Rdio 7 Colinas de Uberaba. Ainda reeleitos para o Conselho Fiscal do CEPPO: Cristiano Melo, proprietrio do Jornal do Par, de Par de Minas; Suely Cotta, reprter da Rdio CBN e Maurcio Reis da Fundao Estrada Real.















                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 24, 2007

    Nosso BLOG DE NOTCIAS ultrapassa a marca de 150 MIL ACESSOS. Obrigado por acreditar no nosso trabalho!

























    Posts:
     1.499

    Rascunhos:
     9

    Comentrios:
     46.806

    Visitas nicas:
     151.143

    Pageviews:
     154.692


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 24, 2007

    A VEZ DA ECONOMIA DO INTERIOR DE MINAS. Nova Usina de Ao dos grupos Vallourec e Sumitomo, em JECEABA, no Campo das Vertentes representa um investimento de 1 bilho e 600 milhes de dlares na economia mineira.









                               Acio destaca criao de novo plo siderrgico em Minas

     









    Wellington Pedro/Imprensa MG

    O governador Acio Neves afirmou, que a usina de ao dos grupos Vallourec e Sumitomo, que ser instalada em Jeceaba, no Campo das Vertentes, criar um novo plo siderrgico em Minas Gerais, consolidando a presena do setor no interior do Estado. Durante a assinatura de protocolo de intenes para o investimento de US$ 1,6 bilho da multinacional, no Palcio da Liberdade, Acio Neves garantiu ao presidente do Grupo Vallourec, Pierre Verluca, que o Governo de Minas criar toda a infra-estrutura necessria para a instalao da usina e para o escoamento da produo, que chegar a um milho de toneladas por ano em 2010, quando a planta estiver operando com plena capacidade.


    No momento em que assumimos alguns compromissos, seja na desapropriao da rea, a qual ser transformada num grande parque industrial, no momento em que assumimos compromissos de garantir tambm, do ponto de vista da logstica, acesso rea do empreendimento, estamos construindo, na verdade, um grande projeto de desenvolvimento regional. assim que ns o vemos, disse Acio Neves, em seu pronunciamento.


    Segundo o governador, a nova usina colocar Minas Gerais de forma definitiva como player na reconstruo do setor siderrgico em todo o mundo. Atualmente, o Estado j possui outros cinco plos siderrgicos em Belo Horizonte, Joo Monlevade, Ipatinga, Ouro Branco e Juiz de Fora.


    Estamos falando num grande projeto de desenvolvimento para uma regio que conheo profundamente, e esse investimento aps estudos que foram feitos, admitindo outras possibilidades e outros destinos, certamente permitem a Minas reproduzir aquilo que j vnhamos fazendo anteriormente, agora complementados pela ousadia deste investimento. possvel, sim, termos investimento no campo siderrgico eficientes e extremamente competitivos fora do litoral do pas, declarou o governador Acio Neves.


    A nova usina da Vallourec contribuir para o desenvolvimento de diversos municpios vizinhos a Jeceaba, como So Brs do Suau, Lagoa Dourada, Conselheiro Lafaiete e Congonhas, cuja populao somada ultrapassa os 200 mil habitantes.


    Distrito Industrial


    As obras de terraplanagem do terreno que abrigar a usina comeam em 60 dias. A usina ser montada em um distrito industrial de 11,9 milhes de metros quadrados, que j dispe de um gasoduto da Companhia de Gs Natural de Minas Gerais (Gasmig). A desapropriao da rea ser feita pela Companhia de Desenvolvimento Econmico de Minas Gerais (Codemig).


    Atravs da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Pblicas (Setop), o Governo de Minas viabilizar o acesso ao Distrito Industrial por meio das vias existentes (duplicao do trecho at Jeceaba) - BR-383 e da MG-155.


    Juntos, vamos trabalhar, inclusive, para que possamos construir no entorno dessa planta um grande arranjo produtivo, com atrao de fornecedores e de outros parceiros para o nosso territrio com esse mesmo esprito de parceria e de profissionalismo, disse o governador.


    Localizao estratgica


    A escolha da instalao desse projeto em Minas, segundo o presidente do Grupo Vallourec, Pierre Verluca, se deve proximidade dos fornecedores de matria-prima (ferro, principal insumo para a produo de ao), qualidade da mo-de-obra e boa localizao geogrfica. Esse protocolo fruto de laos de total confiana entre o Estado de Minas Gerais e a Vallourec, afirmou.


    A usina da Vallourec em Jeceaba est a 50 quilmetros da Mina Pau Branco jazida de minrio do grupo e prxima Ferrovia do Ao, estrada que leva minrio da regio Central de Minas ao litoral do Rio de Janeiro.


    Mo-de-obra


    O presidente do Conselho de Administrao da V&M do Brasil, Marco Antnio Castello Branco, afirmou que a inteno da Vallourec priorizar a mo-de-obra da regio de Jeceaba. Durante a fase de construo da planta sero criados 4 mil postos de trabalho e mais 2 mil empregos diretos aps o incio de operao.


    Vamos dar prioridade mo-de-obra da regio e tambm aos fornecedores nacionais. Isso certamente trar um impacto positivo significativo em toda a regio, possivelmente atraindo novos investimentos, disse Castello Branco.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 23, 2007

    Inaugurao de Galeria com fotos de ex-juzes de IBI - Alto Paranaba, perto de Arax - movimenta meio jurdico mineiro. Para AMPLIAR, CLICK na FOTO.

    Em IBI inaugurada galeria de ex-juzes. A solenidade reuniu o mundo forense da comarca.Estiveram presentes, segundo o advogado Expedito Euzbio da Silva, um dos homenageados com seu retrato ianugurado na galeria ilustre, o presidente do Tribunal de Justia de Minas, desembargador Orlando Ado de Carvalho. E os desembargadores, Joaquim Herculano ( vice-presidente e Corregedor do TRE-MG), Afrnio Vilela, Marcelo Rodrigues, Nilo Nvio Lacerda, Eulina do Carmo Santos Almeida, Jos Antonino Baa Borges ( ex-juiz de Ibi, homenageado), Abel Machado de Miranda( tambm ex-juiz da comarca, homenageado) , Unias Silva, Generoso Filho, Otvio de Abreu Portes e Osmando Almeida.
     
    Na solenidade foram homenageados,seis juzes, que passaram pela Comarca de Ibi e que prestigiaram a solenidade: Expedito Euzbio da Silva, Roberto das Graas Silva, Fabiano Rubinger de Queiroz, Lcio Eduardo de Brito, Jos Ricardo dos Santos Freitas Vras e Boanerges Lemos da Silva. Registramos tambm as presenas  da juiza de Direito da Comarca de Ibi, Flvia Generoso de Matos, que organizou o evento; a promotora de Justia de Ibi, Brbara Prette Nunes; Gisela Resende Vilela, assessora da Corregedoria de Justia de Minas Gerais; o prefeito de Ibi, Paulo Jos da Silva;a vice-prefeita de Ibi, Enisa Maybe Pereira de Resende.

    Registramos ainda as presenas: do prefeito de Campos Altos, Geraldo Barbosa;  prefeito de Pratinha, Jos Joaquim;  presidente da Cmara Municipal de Ibi, Alonso Bartho Mendes de Carvalho;  engenheiro ngelo Gasparino Sorratini, gerente da Fbrica da Nestl em Ibi e o coronel PM, Ernest Soares, comandante do Batalho de Arax.













                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 23, 2007

    CINLIFE - um outro ngulo de ver a vida e navegar no Espao e Tempo, com conforto e sade fsica e mentalo. Assim pode ser definido o conceito aplicado pelo renomado mdico EDUARDO PINHO TAVARES no novo espao criado por ele para a sede da sua moderna Clnica CLINLIFE ( ex-IGEP). A CLINLIFE tem sua matriz, aqui em Belo Horizonte, agora, na rua Martin de Carvalho, 382, bairro Santo Agostinho. Vale fazer um tour por l.

                        

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 23, 2007

    Para colocar na sua AGENDA. Dias 3, (HOJE) e 4 de maio no Othon Place, aqui em Belo Horizonte.

    MINAS SEDIA TERCEIRA EDIO DO CONGRESSO MINEIRO DE COMUNICAO AMBIENTAL
    A Nova Gerao de Indicadores
    de Sustentabilidade e  Responsabilidade Social
    nas corporaes sero temas de destaque do evento,
    que ser o primeiro evento de Minas neutro em CO2


    Belo Horizonte, 04 de abril de 2007. Pelo terceiro ano consecutivo, Belo Horizonte ser o centro de encontros de grandes especialistas das reas de Comunicao, Indicadores de Sustentabilidade e Responsabilidade Social Corporativa.  Acontece nos dias 3 e 4 de maio, no Hotel Othon Palace, em Belo Horizonte, o III Congresso Mineiro de Comunicao Ambiental.


    Com patrocnio da Petrobras e organizao da Ambiente Global Comunicao, Eventos & Sustentabilidade, o III Congresso Mineiro de Comunicao Ambiental busca oferecer aos profissionais das reas ligadas ao Meio ambiente e Responsabilidade Social, o contato e a prtica das mais modernas ferramentas de comunicao scio-ambiental e de responsabilidade social, como a metodologia Apell, do Pnuma, as normas NBR 14.063, AS 16001 e SA 8000.


    Entre os objetivos do evento esto: apresentar as principais novidades relacionadas estratgia e ao planejamento de comunicao socioambiental, levando em considerao os princpios da sustentabilidade; apresentar a nova gerao de indicadores de sustentabilidade e especialmente o modelo G3 do GRI; apresentar casos prticos de empresa que caminham rumo sustentabilidade; mostrar alguns dos principais diferenciais que do excelncia s empresas na rea de sustentabilidade, principalmente s empresas brasileiras que hoje fazem parte do ndice de Sustentabilidade Empresarial do Bovespa e tratar sobre a comunicao social em obras de dutos, destacando as oportunidades e as necessidades de mercado para a formao de profissionais.


    Entre os convidados para o evento esto: Arlindo Philippi Junior, Gilberto Felisberto Vasconcelos,  Antonio Lago, Jos Walter Bautista Vidal, Hiran Firmino, Nelmara Arbex , Ricardo Nogueira, Roberto Gonzalez, Roberto Pompeu, Andrea Viali,  entre outros.


    O III Congresso Mineiro de Comunicao Ambiental organizado pela Ambiente Global Comunicao, Eventos & Sustentabilidade, patrocinado pela Petrobras e apoiado pela Maxpress, Intercom, Cebds Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentvel, Associao Brasileira de Relaes Pblicas, Abracom Associao Brasileira das Agncias de Comunicao, Cmara de Comrcio e Indstria Brasil-Alemanha e Apimec. Inscries e informaes podem ser obtidas por meio do telefone: (11) 5017-4565 e 5017-4342, ou pelo site www.ambienteglobal.com.br

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 23, 2007

    Vem a a TV Assemblia em sinal aberto. Presidente do Parlamento Mineiro, deputado Alberto Pinto Coelho, j deu o start para a solenidade prevista para 16h30m ( no dia 10 de maio) no Salo Nobre, com transmisso ao vivo pela TV Assemblia para mais de 250 municpios mineiros pelo sistema cabo e UHF. O ministro Hlio Costa esperado tambm para uma entrevista ao Programa Mundo Poltico, que vai ao ar s 22h30m. Confira detalhes.

    10 de maio de 2007.UM DIA HISTRICO para o Parlamento Mineiro. Ministro Hlio Costa marcou para dia 10 de maio sua vinda a BH, para assinar portaria autorizando a TV Assemblia a transmitir sua programao pelo SISTEMA ABERTO, pelo canal 31 Educativo.

                                       
                          A solenidade que est sendo preparada pela Assemblia de Minas ser s 16h30m, dia 10 de maio, no Salo Nobre do Palcio da Inconfidncia. O ato, que ser presidido pelo deputado Alberto Pinto Coelho, presidente da Assemblia, tem um significado fundamental para a histria da TV Assemblia, que hoje atinge quase 300 municpios mineiros pelo sistema UHF e pelo cabo.
                      
                         Com a autorizao do ministro das Comunicaes Hlio Costa, a TV Assemblia vai atingir seu pleno objetivo: informar o que os parlamentares - 77 deputados e deputados - eto realizando em favor dos quase 20 milhes de mineiros e mineiras e discutir todos os temas de interesse  da populao, via TV, j que os eventos so transmitidos AO VIVO - sem edio ou qualquer corte. 

                         No caso de Belo Horizonte, que s recebe o sinal da TV Assemblia, os cerca de 2 milhes e meio de pessoas, que moram aqui na capital, podero sintonizar no canal 31 e captar a programao da emissora legislativa que comea s 7 da manh vaio atr as duas da madrugadas do dia seguinte, de domingo a domingo.

                         Nota 10 deste BLOG DE NOTCIAS para o mininistro Hlio Costa pela deciso de dar a Minas um canal aberto de TV Legislativa.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Abril 22, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Minas reconheceu o talento da apresentadora da REDE GLOBO MINAS, a jornalista carioca, que durante muitos anos trabalhou na Globo do Rio de Janeiro, Isabela Scalabrini,. Ela recebeu ontem, 21 de abril , a mais alta condecorao do nosso Estado - a MEDALHA DA INCONFIDNCIA. Isabela, sempre simptica, estava acompanhada da me e da filha, felizes com o reconhecimento pblico de Minas ao trabalho e contribuio que ela como jornalista de TV, d na conscientizao das mineiras e mineiras, brasileiras e brasileiros sobre nossa realidade poltica, social, econmica e cultural atravs do MGTV, o Jornal Nacional, Jornal Hoje, Jornalda Globo , Bom Minas e Bom Dia Brasil. Conversamos com ela e sua mes, que j foi cantora de programas de auditrio da Rdio Inconfidncia, aqui em Belo Horizonte e que no perde um programa aonde a filha Isabela aparece. uma simpatia! Parabns a Isabela pela Medalha da Inconfidncia. Nossa categoria - jornalistas de TV - foi muito bem representada.Estamos orgulhosos pela oportunidade de poder registrar, aqui no nosso BLOG DE NOTCIAS , a condecorao da jornalista Isabela Scalabrini em Ouro Preto. PARA AMPLIAR: CLICK na FOTO!








    PERFIL da jornalista,
    que colhemos na pgina da Globo.com na Internet.
    A jornalista, carioca de Copacabana, se formou na Faculdade Hlio Alonso , no Rio de Janeiro. Reprter da Globo desde 1980, ela foi contratada depois de um estgio remunerado de um ano. Comeou na apurao indo em seguida para o Departamento de Esportes. Fez coberturas internacionais como a Copa do Mundo de Futebol no Mxico, em 86, as Olimpadas de Los Angeles (EUA) em 84 e Seul (Coria) em 88, alm de muitos campeonatos mundiais de Vlei e Basquete. Apresentou o Globo Esporte e o Esporte Espetacular na dcada de 80.
    Em 1992, trocou o esporte pela editoria geral. Em 1997, foi transferida para a Globo Minas. Isabela foi uma das primeiras mulheres a cobrir esporte na Globo, durante muitos anos. Ela admite ter enfrentado algum preconceito, na cobertura de futebol, por exemplo, mas nunca foi desrespeitada. A jornalista costuma dizer que o nico espao que no conquistou no mundo esportivo foi o vestirio. Atualmente, Isabela edita e apresenta o MGTV 1 Edio e faz reportagens de rua.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Abril 22, 2007

    O correspondente da Revista VEJA, em Minas, jornalista JOS EDWARD LIMA foi um dos profissionais de imprensa recenhecidos por Minas no 21 de abril em Ouro Preto. Ele recebeu a Medalha da Inconfidncia, a maior e mais significativa comenda do Estado, que repreentar simbolcamente o sacrifcio de TIRADENTES pela nossa Liberdade. Parabns ao nosso cloega de profisso. Desejo-lhe todo o suceeso do mundo!




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Abril 22, 2007

    O Cnsul Honorrio do Canad em Minas, o renomado oftalmologista, dr. Ricardo Guimares foi homenageado com a Medalha da Inconfidncia, este ano. Na primeira foto abaixo ele est ao lado do desembargador Orlando Ado, presidente do Tribunal de Contas de Minas. Na segunda foto, o casal dr. Ricardo e a mulher dele, dra. Mrcia Guimares com o casal Maria Suely Baliza, reitora do UNI-BH - que tambm recebeu a Medalha da Inconfidncia - logo depois da solenidade na Praa Tiradentes, em Ouro Preto. Parabns dr. Ricardo!


    COMENTRIO:
    vindo diretamente pelo E-mail
    do nosso BLOG DE NOTCIAS,
     feito, agora a pouco, (s 12horas e 25minutos),
     pelo dr. Ricardo Guimares,
    do Hospital de Olhos:

    Muito obrigado pela ateno e destaque.
    Voc est de parabns pelo blog.
    Sugiro colocar setas de navegao para dias anteriores sem ter que entrar no histrico permitindo a leitura como pginas.
    RESPOSTA deste Blogueiro: sua sugesto j foi levada ao nosso webdesigner, o Analista de Sistemas, Jlio Csar Amaral, coincidentemente, meu filho.

    Abracos,
    Ricardo Guimaraes
    Hospital de Olhos
    e Cnsul Honorrio do Canad em Minas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Abril 22, 2007

    O renomado mdico e vice-reitor da UNIMONTES, dr. Joo Canela, mineiro de Montes Claros no norte de Minas, foi homenageado no 21 de abril em Ouro Preto com a Medalha da Inconfidncia. Com o homenageado, sua mulher Olvia Canela e os cinco filhos do casal - o mdico Geovani, o gelogo Joo Henrique, a advogfada Ana Paula, a estudante Maria Helena e a universitria de Publicidade e Propaganda Luza Canela. Foi uma oportunidade de uma rpida conversa com o dr. Joo Canela, que v, pela ltima vez, h 25 anos, em 1982, l em Varzelndia. Eu reprter da Globo cobrindo uma intoxicao de eleitores, que comeram, sem saber claro, uma farofa com agrotxico e que foram atendidos, devido ao grande nmero de casos (mais de 400), em barrracas improvisadas na rua do Hospital lotado. E o dr.Joo era o coordenador do atendimento aos doentes. S o v, de novo, nesse 21 de abril em Ouro Preto. Eu, agora como um nanoempresrio da rea de comunicao e e blogueiro e ncora da TV Assemblia e do Programa da Fiemg na Rede Minas, "Economia e Negcios" e o dr. Joo Canela, como vice-reitor da Unimontes. Fiquei feliz em rev-lo. Combinamos uma visita nossa a Montes Claros para colocar a conversa em dia, tudo regado com um bom vinho, arroz com pequ, aquela carne de sol l de Montes Claros, imbatvel. Espero que seja em breve. E, parabns, dr. Joo Canela pela Medalha da Inconfidncia, o sr. bem a merece pelos seus mritos como mdico, intelectual e grande ser humano.






                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Abril 22, 2007

    O nosso amigo, o advogado Dcio Freire, foi uma das personalidades que receberam a Medalha da Inconfidncia, este ano. Parabns!


    O governador Acio Neves cumprimenta o renomado advogado mineiro, Dcio Freire, a quem entregou a Medalha da Inconfidncia, ontem em Ouro Preto.
     
    Alis, quero registrar que neste 21 de abril, o governador Acio Neves, inovou e agradou em cheio os agraciados e agraciadas, quando depois da condecorao percorreu todas as alas dos agraciados para apertar a mo de cada um, como se v nesta imagem do telo colocado na Praa Tiradentes, ao lado do Palanque Oficial, montado em frente ao Museu da Inconfidncia, em Ouro Preto.

    COMENTRIO
    Enviado pelo advogado DCIO FREIRE:

    Obrigado Joo, pelo carinho e parabns pela competncia e agilidade, dignas de um profissional que tem o diferencial que o credencia no mercado moderno e competitivo.

    Abraos,

    Dcio Freire


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Abril 22, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Os secretrios de Defesa Social, Maurcio Campos e de Governo, Danilo de Castro, duas personalidades que registramos no Palanque de Autoridades do 21 de Abril em Ouro Preto. Danilo de Castro nosso amigo dos tempos em ns ramos reprter de ecopnomia e poltica dos Dirios Associados em Juiz de Fora ( Dirio Mercantil) e ele, Superintendete Regional da Caixa Econmica Federal l na Manchester Mineira. De l para c cultivamos nossa amizade.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Abril 22, 2007

    O 21 de abril em OURO PRETO. Um das personalidades que receberam a Medalha da Inconfidncia das mos do governador de Minas, Acio Neves, foi o desembargador Carlos Alberto Dutra Cintra, ex-presidente do Tribunal de Justia da BAHIA ( 2002-2004). Com ele vieram a Minas vrios amigos e amigas - advogados, juristas, desembargadores,jornalistas de renome na Bahia - que na foto abaixo, feita por este BLOGUEIRO, em Ouro Preto, aparecem compartilhando o raro momento cvico em tributo liberdade, representado pela figura maior do nosso TIRADENTES.



    O desembargador Carlos Alberto Dutra Cintra com o desembargador Orlando Ado, presidente do Tribunal de Justia de Minas e o renomado mdico oftalmologista mineiro, dr. Ricaro Guimares na Praa Tiradentes em Ourro Preto, logo aps, receber a Medalha da Inconfidncia.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Abril 22, 2007

    O presidente do SINPAPEL - Sindicato da Indstria de Celulose, Papel e Papelo de Minas, empresrio ANTNIO EDUARDO BAGGIO, leia-se IMBALLAGGIO, recebeu a Medalha da Inconfidncia, no 21 de abril em Ouro Preto. Na primeira foto abaixo, ele aparece no telo, recebendo a condecorao. Na segunda foto, o irmo dele, o renomado psicanlista Marco Aurlio Baggio, que foi prestigiar o irmo.

            

    Da esquerda para a direita: Jair Franco, amigo do homenageado e o casal Bruna Baggio e Gustavo Baggio, filho do presidente do Sinpapel, Antnio Eduardo Baggio.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Abril 22, 2007

    O mdico Agostinho Patrus e sua mulher a dermatologista Orcanda Patrus foram personalidades que compareceram solenidade do 21 de abril deste ano em Ouro Preto. O "padrinho" como chamado e chama os amigos, ex-presidente da Assemblia Legislativa de Minas e ex-secretrio de Obras do governador Acio Neves. Preferiu no se candidatar, mas elegeu seu filho, o administrador de empresas, e dos bons, Agostinho Patrus Filho, com mais de 90 mil votos, pelo PV. Este bloguerio, hoje ncora da TV Assemblia, foi levado para trabalhar no parlamento pelo deputado Agostinho Patrus. Ele nos disse: olha, Joo Carlos, a nosas TV vai crescer. Precisamos da sua experincia, do seu conhecimento dos polticos e da poltica. Venha trabalhar conosco. Topei. Ele contratou nossa empresa a Stand-up Consultoria e l estamos, felizes, gratificados com o trabalho de cobertura ao vivo do plenrio. Sou grato ao deputado Agostinho Patrus, eternamente, nosso "padrinho". EM TEMPO: foi ele, quem, a nosso pedido, incluiu no 1 lote do Proacesso, o asfaltamento da estrada de 32 kms, que liga Barbacena, no Campo das Vertentes - a DESTERRO DO MELO, na Zona da Mata. Estrada concluda recentemente pela Cadar Engenharia dos nossos amigos, os empresrios Emir e Lcio Cadar. E que ser inaugura pelo governador Acio Neves em junho deste ano.


    O casal deputado e mdico, Agostinho Patrus e a dermatologista Orcanda Patrus e a decoradora Cida Amaral no 21 de abril em Ouro Preto.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Abril 22, 2007

    O 21 ABRIL EM OURO PRETO. Confira as fotos, que fizemos l. CLICK na foto para AMPLI-LA!

























                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 21, 2007

    QUE LOUCURA! Mais uma vez, pelo segundo ano, Barbacena no Alto da Serra da Mantiqueira abriu s mentes mais evoludas seu FESTIVAL DA LOUCURA. Uma idia muito loucura e genial do inquieto, criativo e ousado secretrio de Turismo de Barbacena, RALF JUSTINO ( aquele que criou o Festival GastroNmico de Tiradentes. preciso dizer mais? Vale o registro em nosso BLOG DE NOTCIAS do texto e fotos do meu amigo, o colunista Idinando Borges do site www.barbacenaonline.com.br ( Confira)





    Festival da Loucura 2007
    Sucesso absoluto a segunda e consagradora edio do Festival da Loucura de Barbacena. Tanto na parte cientfica vivas a Dr. Jairo Furtado Toledo, Dr. Marco Aurlio Bernardes de Carvalho e equipes , quanto na parte cultural vivas a Ralph Justino e Flvio Borges, respectivamente, presidente e vice presidente da Cenatur, e todo o staff de produo do festival. Parabenizo especialmente o prefeito municipal Martim Andrada por apostar em um evento que informa, diverte, discute e tira o vu que sempre envolveu a doena mental de uma maneira muito respeitosa, colocando Barbacena como centro pensante do tema. Nos flashes:
                                                             



































    Juliane e Cludio Prenassi,
    Ondina e Martim Andrada

    Luciana e Lafayette Andrada, Toninho Branco (prefeito de Bzios), Jairo Furtado, Valria e Flvio Dani Franco



    Jos Augusto Penna Naves, Marcos Arajo, Antnio Carlos Andrada, Ricardo Esprito Santo
    e Elton Lima

    Flvio Borges e Ralph Justino



    Alzira e dila Kilson Cardoso Gomes, Mrcio Bianchetti e Antonieta Kilson Borges de Medeiros

    Marcelo Dias e Andr Borgo do Tulha Du Chef



    Ralph Justino, a cantora Mylena e Cristina Marandola, assessora de comunicao da FHEMIG/BH

    Grasielle Cantarutti e Carlos Machado, ator/modelo convidado para o desfile da Ospcio



    Lcia e Mrio Amaral, Joo Carvalho

    Raquel Dornellas e rico Pissolati





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 21, 2007

    Boa opo como alternativa mesmice dos outros canais, os abertos, com raras exees, recomendo ligar na TV Assemblia. Em BH, cabo, canal 11. No interior no UHF, canais mais alto - Barbacena, por exemplo o 58 UHF. Confira!











    Via Justia

    O programa desta semana discute o Foro Especial e as propostas de mudanas na lei. Participam do programa o ex-presidente da Amagis e atual vice-presidente da Associao dos Magistrados Brasileiros, Doorgal Gustavo de Andrada e o procurador Edson Baeta, vice-presidente da Associao Mineira do Ministrio Publico. O Via Justia vai ao ar  domingo, s 19h.









    Sala de Imprensa


    A coordenadora estadual de jovens da Fetaemg, Maria Alves de Souza fala sobre a participao das trabalhadoras rurais no espao do poder e na formulao de polticas pblicas. Tambm participam do programa as jornalistas Soraia Fideles, da Rdio UFMG Educativa e Miriam Fernandes da Emater Minas. O Sala de Imprensa vai ao ar  sbado, s 21h, e domingo, s 8h30 e s 18h.










    Comisses em Destaque

    Veja o resumo de todas as reunies de Comisses dessa semana: audincias no interior, votao de pareceres e discusso de assuntos de interesse do cidado. O novo programa da TV Assemblia estria neste sbado, s 15h15, com reapresentao, domingo, s 8h.









    Assemblia Debate


    No programa desta semana sero discutidas as alternativas para tirar o produtor rural da crise que atravessa o setor nos ltimos anos e recuperar a renda dos agricultores. Participam da rodada de discusso o presidente da Faemg, Roberto Simes e os deputados Antnio Carlos Arantes, do PSC, Getlio Neiva, do PMDB e Padre Joo, do PT. O Assemblia Debate vai ao ar neste sbado, s 22h30, e domingo, s 13h.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 21, 2007

    UM TRIBUTO LIBERDADE, em Ouro Preto. A figura de Tiradentes pairou sobre as mentes.











                        Niemeyer e tributo liberdade marcam Semana da Inconfidncia

     





     












    Omar Freire/Imprensa MG
     





    Cerimnia de encerramento foi marcada por um clima de muita emoo e homenagens ao arquiteto Oscar Niemeyer. Cerca de 10 mil pessoas acompanharam a solenidade na Praa Tiradentes, em Ouro Preto.

        











    Carlos Alberto/Imprensa MG
     

    A cerimnia de encerramento da Semana da Inconfidncia, em Ouro Preto, neste sbado (21), foi marcada por um clima de muita emoo e homenagens ao arquiteto Oscar Niemeyer. Cerca de 10 mil pessoas acompanharam a solenidade na Praa Tiradentes, que foi palco de uma indita leitura dramtica sobre o julgamento e sentena de morte de Tiradentes, em um tributo liberdade.
    Em seu pronunciamento, o governador Acio Neves destacou a importncia de Oscar Niemeyer na histria recente do pas. Segundo ele, o arquiteto, que completar 100 anos em dezembro, representa um dos maiores smbolos brasileiros de patriotismo e coerncia com seus ideais.
    "Ele o grande artista, que desenha poemas em ao e concreto, mas tambm o patriota solidrio, o homem coerente com os ideais de sua juventude, o inigualvel amigo, o excepcional ser humano que - no obstante o agnosticismo intelectual - verdadeiro militante cristo em sua vida pessoal", disse Acio Neves.
    E completou: "Niemeyer mais do que arquiteto. A arquitetura no a nica nem a mais importante expresso de sua personalidade. A melhor definio de Oscar a que se trata de um homem na significao mais forte do que ser verdadeiramente ser um homem".

    Niemeyer e Minas
    O governador disse acreditar que foi em Minas Gerais que Niemeyer teve inspirao para a principal marca de sua obra. "Creio que foi em nosso Estado que Oscar descobriu a imponncia da curva, ao extarsiar-se com as linhas ondulantes das serranias e o serpenteio convexo de nossos vales".
    Acio Neves lembrou que a convivncia de Oscar Niemeyer com os mineiros comeou cedo, na dcada de 30, quando o arquiteto passou a se integrar ao grupo do Ministro Gustavo Capanema e participar do projeto do Ministrio da Educao, no Rio de Janeiro.
    O governador relembrou que um dos momentos de maior proximidade do arquiteto com os mineiros aconteceu com o convite do ento prefeito de Belo Horizonte Juscelino Kubitschek, em 1943, para que ele projetasse o Complexo Arquitetnico da Pampulha. O projeto marcou o incio da arquitetura moderna, que tambm foi consagrada mundialmente por Niemeyer com a concepo arquitetnica de Braslia, em 1960.
    "Na Igreja de So Francisco, o mais belo dos edifcios ali construdo, os ngulos costumeiros foram amolgados nas curvas atrevidas, que faziam reverncia ao barroco, mas avanavam na ousadia criadora", definiu o governador, lembrando que Niemeyer, na ocasio, convidou o pintor Cndido Portinari para participar do projeto. Portinari tambm foi um dos homenageados em Ouro Preto.
    Como orador oficial da cerimnia, Niemeyer foi representado pelo jornalista Roberto D'Avila, que fez a leitura da mensagem do arquiteto. "Minas um dos mais importantes trechos da minha vida e os mineiros se encontram entre meus amigos queridos. Relembro, com respeito, grandes amigos como Juscelino e Capanema, Tancredo Neves, Darci Ribeiro e Rodrigo de Mello Franco".
    Acompanhado do presidente da Cmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia, o governador depositou flores no monumento a Tiradentes e fez a entrega da Medalha da Inconfidncia. Neste ano, 233 personalidades foram agraciadas, entre elas, o ministro da Educao, Fernando Haddad, os governadores de Gois, Alcides Rodrigues (PP), Sergipe, Marcelo Deda (PT), e Paraba, Cssio Cunha Lima (PSDB), e o presidente da Confederao Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e arcebispo de Salvador, Dom Geraldo Majella.
    Tributo liberdade
    Os ideais da Revoluo Francesa e da Inconfidncia Mineira inspiraram o tributo feito liberdade, durante a solenidade em Ouro Preto. A decorao da Praa Tiradentes chamava a ateno pela referncia ao movimento libertrio francs que levou os inconfidentes mineiros a lutar pela independncia do Brasil no sculo XIX. De um lado, um monumental painel instalado em frente da Escola de Minas com uma imagem do pintor francs Delacroix sobre a Revoluo Francesa. Do alto das sacadas dos casares, bandeiras de Minas Gerais flamulavam mostrando a fora do Estado que iniciou o movimento para acabar com a dominao portuguesa e criar um pas livre.
    Apresentada nas sacadas do Centro Cultural e Turstico de Ouro Preto, a leitura dramtica do texto do julgamento e condenao de Tiradentes emocionou a todos que estavam na Praa. A atriz Walderez de Barros leu o auto da sentena de Tiradentes, quando foi condenado pela ousadia em incitar ideais de repblica.
    A atriz mineira Beth Coelho, representando Tiradentes, fez a defesa do inconfidente que lutou at o ltimo minuto de sua vida e pelos ideais de liberdade. Os atores do Grupo Galpo, Teuda Bara, Rodolfo Vaz e Fernanda Viana foram os acusadores do mrtir.
    As leituras foram alternadas por apresentao musical conduzida pela cantora Babaya que abriu cantando o samba Exaltao a Tiradentes, de Mano Dcio da Viola. Ela encerrou a leitura dramtica, dirigida por Gabriel Vilela, cantando a msica Corao Civil, de Milton Nascimento.
    Pacto federativo
    Ainda durante o seu discurso, o governador Acio Neves defendeu um novo pacto federativo."Precisamos restaurar as razes e os pilares do pacto federativo nacional. O Brasil no se libertar de suas amarras se primeiro no se libertar do vcio do centralismo. Tenho procurado, na prtica, professar, em nome de Minas, a necessidade de uma nova ordem, que restabelea os princpios mais bsicos da repartio dos recursos pblicos e sua destinao. Enquanto no nos for possvel dispor da parcela justa dos impostos gerados pelo trabalho de todos, o pas continuar com as terrveis desigualdades regionais, que se traduzem, dramaticamente, nas desigualdades sociais", disse Acio Neves.
    Ele lembrou que a idia do federalismo era presente na Inconfidncia Mineira. "Os lderes da frustrada revoluo libertadora se inspiravam no sistema norte-americano e pretendiam que cada uma das capitanias brasileiras, uma vez constitudo o Estado nacional, pudesse ser senhora das prprias riquezas sem deixar de contribuir com sua solidariedade com os demais brasileiros".
     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 20, 2007

    DANDO ASAS AO INTERIOR DE MINAS. Nesta sexta-feira foi a vez da Incluso Area de Manhua na Zona da Mata Mineira. Confira os detalhes, que vieram do site www.mg.gov.br









                             Governador Acio Neves inaugura aeroporto em Manhuau












    Omar Freire/Imprensa MG
     





    Governo de Minas investiu R$ 4,6 milhes dos R$ 8,6 milhes aplicados no aeroporto, que conta com pista pavimentada de 1.170 metros, balizamento noturno, ptio para aeronave e terminal de passageiros.

        
                                                                              
     











    Omar Freire/Imprensa MG
     

    O governador Acio Neves inaugurou, nesta sexta-feira (20), em companhia do vice-presidente da Repblica, Jos Alencar, o Aeroporto Regional de Manhuau, na Zona da Mata, a 290 quilmetros de Belo Horizonte. O aeroporto faz parte do Programa de Acessos Aerovirios (Proaero) do Governo do Estado, que busca criar estrutura aeroporturia para que todos os municpios mineiros tenham acesso a um aeroporto num raio mximo de 100 quilmetros. O Governo de Minas investiu R$ 4,6 milhes dos R$ 8,6 milhes aplicados no aeroporto de Manhuau. O restante foi de responsabilidade do governo federal.

    Recepcionado por mais de 2,5 mil moradores da regio (foto), deputados estaduais e federais, e 25 prefeitos de cidades da Zona da Mata, o governador ressaltou que o Proaero faz parte dos 50 projetos estruturadores do Governo de Minas, que visam diminuir as desigualdades regionais e levar desenvolvimento social e gerao de emprego para todas as regies do Estado.
    "So vrios grandes projetos estruturadores que permitiro a Minas, por muitos anos, vir a ser o Estado brasileiro que mais cresce, mais gera empregos. Minas avana para ter no prximo ano todas as comunidades urbanas e propriedades rurais ligadas com energia eltrica, num grande projeto em parceria com o presidente Lula e o vice-presidente Jos Alencar. Estamos avanando para deixar at o fim desse mandato todas as cidades mineiras ligadas por asfalto. H poucos dias lanamos o mais ousado projeto de telefonia celular j feito no Pas e at o final do prximo ano ligar cada uma das cidades que no tinha telefonia celular. Na rea de saneamento bsico, a Copasa est fazendo investimentos que jamais foram feitos em mais de 20 anos nesse Estado", afirmou Acio Neves, em entrevista.

    Gesto
    O governador lembrou que recentemente o Banco Mundial, sediado em Washington, convidou o Governo de Minas a fazer uma apresentao para dirigentes de todo o mundo, mostrando o modelo de gesto do Estado.
    "Hoje, no livro do banco, nosso modelo relacionado como aquele que deve ser seguido no apenas pelos Estados brasileiros, mas para todos os Estados federados de todos os pases do mundo. Minas Gerais virou uma referncia de gesto eficiente. E somente a gesto eficiente, que possibilitou o equilbrio das contas pblicas, permite que estejamos fazendo investimentos como esse aqui hoje em Manhuau, nas nossas estradas, na nossa sade, na educao, na segurana pblica, num volume que jamais foi feito. Administrar isso, pessoas talentosas, transparncia, tica e responsabilidade", afirmou.

    Parcerias
    O governador tambm destacou a parceria com o governo federal na obra do Aeroporto Regional de Manhuau. Segundo ele, a busca por parcerias tem sido a marca do Governo do Estado e tem ajudado o Estado a crescer na gerao de emprego e renda para a populao.
    "Construmos um projeto para que Manhuau tivesse esse sonho atendido. Parceria a marca deste governo. S com as parcerias com as comunidades, com a prefeitura municipal, com o governo federal, que vamos conseguir o grande projeto que fazer de Minas Gerais o Estado brasileiro que mais cresce e mais empregos gera", disse Acio Neves.

    Z ALENCAR:
    O vice-presidente Jos Alencar tambm falou sobre a importncia do empreendimento para o desenvolvimento da regio. "Cresci em Caratinga e fui por muitos anos comerciante nessa regio. Sei o quanto importante o aeroporto para o desenvolvimento econmico. Esse aeroporto tem vrias mos, mas a principal para a realizao dessa obra, alm do prprio presidente Lula, de Acio Neves. No s pela parceria, mas pela sua vontade, Acio foi figura decisiva para a realizao dessa obra", afirmou o vice-presidente, durante discurso.
    Construdo na dcada de 50, o antigo aeroporto de Manhuau era, at pouco tempo, um pequeno campo de pouso de terra. Agora, recuperado e rebatizado de Elias Breder (empresrio e entusiasta da aviao, falecido em 2004), o aeroporto conta com pista pavimentada de 1.170 metros, balizamento noturno, ptio de 4 mil metros quadrados para aeronave, terminal de passageiros e capacidade para receber aeronaves com capacidade de at 60 passageiros.

    Proaero
    Por meio do Proaero, o Estado est investindo na ampliao, modernizao e revitalizao dos 151 aeroportos pblicos de Minas, sendo 45 com pistas pavimentadas e balizamento diurno, 25 com pistas pavimentadas e de uso noturno e 81 sem pista pavimentada. O Proaero um dos sub-programas do projeto estruturador do Estado "Insero Competitiva das Empresas no Mercado Internacional".

    Em 2006 foram investidos R$ 75,8 milhes na construo e recuperao de seis aeroportos Manhuau, Iturama, Ituiutaba, Diamantina, Aeroporto Regional da Zona da Mata (Juiz de Fora) e So Joo del-Rei. Os recursos do Tesouro do Estado representam 60% do total investido (R$ 45,5 milhes) e os 40% restantes (R$ 30,3 milhes) vieram de convnios com o Comando da Aeronutica, por meio do Programa Federal de Auxlio de Aeroportos (Profaa).

    At 2010 esto previstos investimentos de R$ 240 milhes, a serem aplicados na construo, recuperao e manuteno de aeroportos. Esto programadas obras em 25 aeroportos, entre eles os de Ub, Itabira, Baro de Cocais e Ponte Nova.

    A meta do Governo de Minas revitalizar os 151 aeroportos e construir mais 12 at 2010. Com a concluso do programa, a Rede Aeroporturia Estadual ser composta por 163 aeroportos, sendo 35 pavimentados operando visuais diurnos, 72 pavimentados com balizamento noturno operando 24 horas e 56 no pavimentados operando diurno.

    Decola Minas
    O aeroporto de Manhuau tambm integra o programa Decola Minas, criado pela Secretaria de Estado de Turismo, que pretende ampliar as rotas areas que ligam os principais destinos tursticos de Minas aos grandes centros emissores de turistas, como Rio de Janeiro, So Paulo, Vitria e Braslia. O aeroporto de Manhuau foi projetado para atender no s a cidade, como toda a regio, que alm da produo de caf, se destaca pela proximidade do Parque Nacional do Capara.

    Alm de impulsionar o turismo, o acesso ao transporte aerovirio vai proporcionar melhores condies nas reas de sade (ambulncia area, MG Transplantes), segurana pblica, combate a incndios, transporte de valores e empresas privadas instaladas no interior do Estado.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 20, 2007

    O ex- presidente do Tribunal de Justia da Bahia, desembargador Dutra Cintra est em Belo Hirizonte. Segue agora noite para Ouro Preto, aonde vai receber amanh, a Medalha da Inconfidncia das mos do governador de Minas, Acio Neves.

                         O desembargador Carlos Alberto Dutra Cintra saboreou nesta sexta-feira, pratos da gastronomia uruguaia da gostosa Parrilla Del Mercado, no bairro Cruzeiro, um point frequentado na capital mineira, por personalidades do mundo empresarial, jornalstico, bancrio, jurdico e poltico, onde se destaca o prprio governador Acio Neves, que esteve l no almoo da sexta passada. 

                         O grupo de juristas da Bahia, foi levado Parrilla Del Mercado, pelo deputado federal mineiro, Fbio Ramalho popularmente conhecido como "Fabinho Liderana" ( ex-prefeito de Malacacheta) e o advogado Ciro Soares, primo do atual Procurador Geral de Justia de Minas, Jarbas Soares. No almoo, que se estendeu at s cinco da tarde, regado a um bom vinho e scotch, temperado por um bom papo sobre poltica, amenidades e curiosidades das culturas de Minas e da Bahia, s terminou por volta das cinco da tarde, quando o grupo retornou para o Mercury Hotel, de onde mais tarde partiu em vans para Ouro Preto.

                          O public relations do grupo, encabeado pelo desembargador Dutra Cintra, o brilhante advogado Hlio Lima, formado na FADOM, de Divinpolis, centro-oeste de Minas e que hoje advoga em Porto Seguro, na Bahia. E carinhosamente chamado pelo seu amigo e colega Ciro Soares de "REI DE PORTO SEGURO". Um marketeiro de fazer imagem a este BLOGUEIRO.
                         Pelo menos por uma cinco vezes, em uma hora, passou ligaes feitas por amigos do homenageado com a Medalha da Inconfidncia, desembargador Dutra Cintra. Em cada uma o desembargador agradeceu as manfiestaes de carinho dos amigos da Bahia, parabenizando-o pela maior comenda de Minas, que ele recebe amanh em Ouro Preto.

                           QUEM O DESEMBARGADOR DUTRA CINTRA:
                           baiano de IPIR, que fica no incio da Chapada Diamantina. egresso do Ministrio Pblico, onde foi por duas vezes, Procurador Geral. Foi eleito presidente do Tribunal de Justia da Bahia,(2002-2004), segundo ele, numa acirrada disputa com o candidato, poca, apoiado pelo poderoso ACM, o desembargador Amadiz Barreto. Venceu por 18 votos a 10.

                           Foi indicado para receber a Medalha da Inconfidncia por dois grandes amigos dele, aqui em Minas, o desembargador Orlando Ado de Carvalho, presidente do Tribunal de Justia de Minas e o Procurador Geral de Justia, Jarbas Soares Junior. Segundo o desembargador Dutra Cintra " foi um gesto de benevolncia deles terem me indicado. Porisso dedico eles a homenagem que Minas me presta com a Medalha da Inconfidncia" - destacou o desembargador baiano.

                           SIGNICADO DA MEDALHA PARA O DESEMBAGADOR:
                           "O ato renova o meu amor pela LIBERADE", disse ele, emocionado. Alm disso, refora o elo de ligao entre os Tribunais de Minas e da Bahia, concluiu.

                           COM MINAS NA MEMRIA E NO CORAO:
                           O desembargador Carlos Alberto Dutra Cintra disse com exclusividade ao nosso BLOG DE NOTCIAS, que tem timas recordaes de BH e se lembra com carinho do nosso maior smbolo da oftlamologia no Pas e no mundo: o professor Wilton Rocha. Ele nos contou que ficou em 1979, uns quinze dias em Beag, acompanhando o pai dele, o saudoso ANFILFILO DE OLIVEIRA CINTRA, que veio se consultor com o dr. Wilton Rocha, de catarata.

                            O mdico os recebeu no consultrio, ainda no Hospital das Clnicas ( ele ainda no havia constuido o Hospital Hilton Rocha, nas Mangabeiras, disse o desembargador). Carismtico e sempre muito gentil, o dr. Wilton Rocha disse ao pai do desembargador, para amenizar o clima: olha o senhor - se referindo a ANFILFILO - tem um nome estranho, nunca foi esquec-lo. E emendou:  glaucoma o que o senhor tem, mas quero estudar um pouco mais o seu caso. Volte em quinze dias. Ele voltou e foi operado, com sucesso, pelo dr. Wilton. Sou lhe grato!

                            EM TEMPO: quero aqui parabenizar o desembargador Dutra Cintra pela homenagem de nosso Estado, entregando-lhe nossa mais siginificativa comenda A Medalha Tiradentes e cumpriment-lo pelo esprito com que ele recebe a horaria mineira; " o ato renova meu amor pela LIBERDADE!"

                            FIQUE LIGADO: amanh estarei em Ouro Preto para abraar os meus amigos agraciados com a Medalha da Inconfidncia e fotografar tudo para o nosso BLOG DE NOTCIAS. Aguardem!
                            
                           

                         


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 20, 2007

    Cnsul Honorrio do CANAD, em Belo Horizonte, Ricardo Guimares, est entre as personalidades que recebem amanh, em Ouro Preto, a Medalha da Inconfidncia. Parabns!


                                         
                                       Da esquerda para a direita, o jornalista Srgio Moreira,
                                 presidente da Abrajet/MG e o cnsul honorrio do Canad,
                                   em Belo Horizonte, Ricardo Guimares, que recebe amanh,
                                             em Ouro Preto a Medalha da Inconfidncia. 



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 20, 2007

    Aumento para servidores da rea de SEGURANA PBLICA ser de 33,1%, dividido em 3 parcelas. Projeto j est na Assemblia e vai receber muitas emendas, principalmente do deputado sargento Rodrigues do PDT, que quer antecipar de setembro para maio a primeira parcela do reajuste. Confira todos os detalhes!









                            Governo de Minas concede reajuste s foras de segurana

     


    O governador Acio Neves em Belo Horizonte, reajuste de 33,1% para todos os servidores da rea de segurana pblica do Estado (policiais militares e civis, bombeiros e agentes penitencirios). O aumento at trs vezes maior que a inflao projetada pelo governo federal para os prximos trs anos, que deve variar entre 8% e 14%. Nos quatro ltimos anos, os policiais mineiros tiveram 33,39% de aumento nos salrios, enquanto a inflao acumulada de 2003 a 2006, medida pelo ndice de Preo ao Consumidor Amplo (IPCA), foi de apenas 28,2%.

    Depois de se reunir com o comando das foras de segurana do Estado, o governador apresentou o ndice de reajuste para a categoria. Acio Neves explicou que o aumento est dentro dos limites oramentrios do Estado e faz parte do esforo do Governo de Minas para valorizar o honroso trabalho dos policiais que cuidam da segurana da populao.

    O aumento ser concedido em trs parcelas cumulativas, de 10% cada, sendo a primeira referente ao ms de setembro de 2007. As seguintes esto planejadas para os meses de setembro de 2008 e 2009. Com o reajuste, o impacto previsto na folha de pagamento do Estado ser da ordem de R$ 1,1 bilho em trs anos.

    "Jamais em um perodo de governo houve tantos investimentos no apenas na estrutura, mas no resgate de direitos, de distores que existiam na categoria, como neste governo. No h nenhum outro estado brasileiro que vem fazendo tantos investimentos em segurana pblica como Minas Gerais. Aqui em Minas, as pessoas sabem que os compromissos que o governo assume, ele os honra. E para continuarmos fazendo, temos de assumir compromissos no limite das condies do Estado de honr-los", afirmou o governador durante entrega de viaturas para o Corpo de Bombeiros na semana passada.

    Estado que mais investe
    Minas Gerais o Estado brasileiro que mais investe em segurana pblica (13,06% em relao ao Oramento do Estado). At o final do ano passado, o Governo do Estado investiu mais de R$ 700 milhes na rea de segurana pblica, tanto para readequar a infra-estrutura das corporaes, quanto para melhorar as condies de trabalho dos policiais. Enquanto isso, os investimentos do Governo Federal em Minas foram apenas R$ 55,3 milhes de 2003 a 2006.
    Em funo dos investimentos realizados, o Estado possibilitou importantes melhorias no policiamento ostensivo, realizado pelos policiais militares, nas investigaes de responsabilidade dos policiais civis, no combate a incndios realizado pelos bombeiros e na guarda das unidades prisionais, a cargo dos agentes penitencirios.

    O resultado desses investimentos reflete na reduo dos ndices de criminalidade registrados em todo o Estado. Segundo pesquisa realizada pela Fundao Joo Pinheiro, com base em dados da Polcia Militar, Minas obteve queda de 10,36% nos crimes violentos no ano passado, em relao a 2005. Na Regio Metropolitana de Belo Horizonte, onde residem 25% da populao do Estado, a taxa de crimes violentos caiu 16,64% em comparao ao mesmo perodo. Em Belo Horizonte, foi registrada uma reduo significativa de 17,51% em 2006 em comparao a 2005. De 2003 a 2006, a queda foi de 14,85% em todo o Estado.
    Conquistas histricas

    Ao longo dos ltimos quatro anos, o Governo do Estado atendeu a reivindicaes histricas dos policiais, o que representou importantes ganhos salariais e de qualidade de vida e de trabalho dos policiais. O Estado adotou a promoo automtica para as carreiras da Polcia Militar e Bombeiros. Entre 2003 e 2006, quase 10 mil policiais militares receberam promoes por merecimento ou por tempo de servio. At o final de 2010, um total de 18 mil policiais ser contemplado. Com a implantao do plano de carreira da Polcia Civil, 4.250 policiais civis foram promovidos nos ltimos quatro anos.

    Outra importante conquista para os policiais foi a criao, em fevereiro de 2006, do abono fardamento de R$ 533,56 pago a cada ano para policiais militares, bombeiros, policiais civis e agentes penitencirios para aquisio de uniformes, vestimentas e fardas. O governador Acio Neves autorizou o pagamento do abono deste ano para a folha de pagamento de abril a ser quitada no 5 dia til de maio. O investimento anual de R$ 32 milhes e beneficia 60 mil servidores.
    O Governo do Estado tambm restabeleceu o pagamento do trintenrio, benefcio concedido aos policiais militares que tm mais de trinta anos no servio pblico. Para reforar o efetivo das corporaes, o Governo do Estado tambm autorizou o ingresso de 7.864 novos servidores para as trs foras de segurana do estado: Polcia Militar, Polcia Civil e Corpo de Bombeiros. Ainda criou a Guarda Penitenciria, com cerca de 8 mil homens, disponibilizando os policiais antes ocupados na guarda de presos para suas reais funes.

    Novas viaturas e armamentos
    Os investimentos em viaturas e armamentos tambm permitiram um grande salto nas condies de trabalho dos policiais. Entre 2003 e 2006, o Governo do Estado adquiriu 4.700 novas viaturas para todas as foras de segurana do Estado (polcias Civil e Militar e Corpo de Bombeiros). A frota atual do Estado de 11.656 veculos. O Governo do Estado tambm investiu na renovao dos equipamentos de uso dos policiais como armamento, rdios de comunicao e coletes prova de bala.

    A Polcia Militar recebeu 7.930 novas viaturas e 5.749 novos policiais. Hoje o efetivo de 40.914 e at o final de 2007, dever ser de 51 mil servidores. A Polcia Civil conta hoje com 1.639 novos policiais o que permitiu ao efetivo da corporao chegar a 9.616 policiais. Somente em 2006, o Governo do Estado investiu na Polcia Civil aproximadamente R$ 11 milhes para compra de viaturas, armamento, munio, mobilirio e equipamentos.
     
    O Corpo de Bombeiros recebeu, ao longo dos ltimos quatro anos, investimentos histricos. O Governo do Estado disponibilizou para a corporao R$ 88,3 milhes, destinados aquisio de viaturas, modernos equipamentos e melhoria da infra-estrutura da corporao. Duplicou o nmero de viaturas que passou de 421 viaturas para 863 veculos e aumentou em torno de 36% na abertura de novas unidades fracionais para o Corpo de Bombeiros, passando de 33 unidades para 45 unidades. Com isso, o atendimento dos bombeiros populao melhorou em todo o Estado. Hoje, a corporao tem condies de atender 100% dos municpios mineiros. Em 2007, esto previstas a criao de outras 13 unidades.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 20, 2007

    Medalha da Inconfidncia. Amanh, em Ouro Preto, ser um dia muito especial para o empresrio Antnio Eduardo Baggio, da Imballaggio e presidente do SINPAPEL - Sindicato da Indstria de Celulose, Papel e Papelo de Minas. Ele vai receber das mos do governador Acio Neves a Medalha da Inconfidncia. Parabns ao amigo Baggio, grande incentivador da criao do nosso BLOG DE NOTCIAS. Estaremos l em Ouro Preto para abra-lo!

                           

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 20, 2007

    Amanh, em OURO PRETO, a entrega da Medalha da Inconfidncia. frente o governador Acio Neves.

                         Um dos agraciados ser o mdico de Montes Claros, Joo Canela, vice-reitor da Unimontes. Ele segue agora de manh com a famlia para Ouro Preto. Vai aproveitar bem o deslocamento de mais de 500 kms, entre a cidade dele Montes Claros, no norte de Minas e Ouro Preto. Chega de vspera para curtir os monumentos, museus e restaurantes da histrica Vila Rica.
    Parabns ao dr. Joo Canela pela Medalha da Inconfidncia, um justo reconhecimento pela trabalho social e profissional que ele desenvolve h dcadas no norte de Minas. Montes Claros e Varzelndia, principalmente.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 19, 2007

    ARTIGO ESPECIAL (sobre os tempos que fui reprter poltico da Rede Globo).

                                               MEMRIAS DE UM REPRTER DE TV.
    Assistindo o programa gratuito do PMDB, pela TV, junto com o governador Tancredo Neves e dona Risoleta, no Palcio das Mangabeiras.


                                Voc j teve o privilgio de assistir TV, com nada mais, nada menos, que o dr. Tancredo Neves e sua simptica mulher a saudosa dona Risoleta? E sendo servido de salgadinhos e suco de laranja por ela? Se voc for parente ou amigo ntimo do casal no vale responder: sim! Pois  este reprter, agora tambm um blogueiro, teve este privilgio. Foi assim:
    noite fria, vento forte. 1984. Tancredo de olho no Colgio Eleitoral. Nosso diretor de jornalismo na Rede Globo Minas, Lauro Diniz, acertou com o J.D.Vital, chefe da Assessoria de Comunicao do governador Tancredo Neves, para que ns pudssemos produzir uma reportagem durante o Programa Nacional, gratuito, do PMDB em rede nacional, com o governador assistindo o programa.

                                L fomos ns. Eu e a equipe da Globo. O cinegrafista Alpio Martins, cmera no ombro, jeito discreto, mas atento a todos os gestos e reaes do dr. Tancredo. S que o governador pediu para que deixssemos para o final da transmiso da TV para fazermos as imagens e ento gravar a entrevista. claro que a contragosto, concordei. No havia outro jeito. Comea o programa. O saudodo deputado Ulysses Guimares, ancora o programa.  Aparece em cena no final e cada pronunciamento colhido pela equipe de TV do PMDB.  Dr. Ulysses iniciava cada aparrio com a palavra NO. No a esta poltica econmica, No ao Colgio Eleitoral, No ao regime militar e, assim foi durante os 60 minutos de programa televisivo. No, No, No...

                                 Dona Risoleta entra e sai a cada momento reabastecendo nossos pratinhos de salgadinhos e suco de laranja. Eu observo o ento governador Tancredo Neves. Ele coava a orellha, ora a direita, ora a esquerda. Acaricia o nariz, no fala nada. S resmunga. Eu espero. V que ele estava incomodado com a linha desenvolvida pelo programa do PMDB na TV. Olho para meu relgio. Ser que vai dar tempo para gravar a entrevista e mandar pelo satlite para o Jornal da Globo, no Rio? Olha, naquele tempo no havia ainda o celular, E-mail. ( penso hoje, como conseguia viver sem eles). 

                                Acaba o programa. Nos levantamos. Eu indago: vamos gravar dr. Tancredo?  A luz acesa, cmera ligada, microfone em ao. Mas o governador se atencipa e diz no vou gravar entrevista sobre este assunto. Por favor desligue o equipamento. Desligamos. A o dr. Tancredo disse: NO VOU GRAVAR  NENHUM COMENTRIO, EM SINAL DE PROTESTO, PORQUE NENHUM PEMEDEBISTA MINEIRO TEVE  ESPAO NO PROGRAMA. Obrigado meu filho, e boa noite.
                                 Mas, governador... E ele emendou: foi um prazer ter a sua companhia e de sua equipe e repetiu polidamente: boa noite para todos! Respond: boa noite! E voltei redao da Rede Globo. Sem a reportagem. Foi um " furo" ao contrrio.

                                 Assim era ele, o dr.Tancredo. Tinha a exata medida do momento de falar  e de se calar! Afinal, ns como reprter poltico, sabamos que o governador habilidosamente conduzia um processo de transio delicadssimo, que passaria pelo Colgio Eleitoral, aonde mais  tarde ele derrotou Paulo Maluf. Qualquer fala, gesto, aparentemente simples que fosse, poderia criar obstculo intransponvel, ainda mais num canal de TV como a Globo, lder de audincia. Na verdade, o adversrio dele, dr. Tancredo, era o prprio dr. Ulysses, o Sr. Diretas. Tancredo preferiu se calar. No por medo, mas por estratgia, hoje compreendendo!
                                Comentrio: se fosse hoje eu colocaria tudo no meu BLOG. S que estvamos em 1984. Ou seja, 22 anos atrs... que blog, que tecnologia, que nada.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 19, 2007

    PRESTGIO do novo Ministro de Relaes Institucionais. Crise financeira dos produtores rurais de Minas leva ao ministro Walfrido dos Mares Guia pela Comisso de Poltica Agropecuria.

                         Vale registrar os primeiros passos do ministro de Relaes Institucionais do governo Lula, o mineiro Walfrido dos Mares Guia. Esta semana ele recebeu membros da Comisso de Poltica Agropecuria da Assemblia de Minas, em Braslia, para ouvir as reclamaes da classe dos produtores rurais mineiros, com a corda no pescoo por causa, e principalmente, das dvidas com os bancos oficiais. 
                          Os deputados Antonio Carlos Arantes e Padre Joo, dentre outros, destacaram ao ASSEMBLIA DEBATE da TV Assemblia, que est no ar, que gostaram do perfil do ministro Walfrido. Ouviu e decidiu de cara: se empenhar junto a toda poderosa ministra da Casa Civil, Dilma Roussef para que as reivindicaes dos produtores rurais cheguem s reas de deciso do governo federal, entre elas o Ministrio da Agricultura, o ltimo na lista de uma deciso de grande monta, que o problema dos produtores rurais.
                         Uma nova reunio ser marcada em breve.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 19, 2007

    Nosso BLOG DE NOTCIAS atinge nesta quinta-feira, quase 140 mil ACESSOS,dados fornecidos pelo nosso provedor ( www.terra.com.br ) Agradeo sua participao. E entre as personalidades que colocaram nosso BLOG nos favoritos para leitura diria destacamos e agradecemos ao deputado Luiz Tadeu Leite, do PMDB de Montes Claros, que tambm tem um site interessante na iNTERNET, ( O minaslivre.com) Outro que confere nosso BLOG DE NOTCIAS o governador de Minas, Acio Neves, que conheo desde os tempos dele como secretrio particular de seu av o governador de Minas (1983), Tancredo Neves e ns, reprter poltico da TV Globo.











    Estatsticas




















    Gerais

    Estatsticas relacionadas aos posts e visitas.


    Posts:
    1472

    Rascunhos:
    30

    Comentrios:
    43075

    Visitas:
    nicas: 137149 Pageviews: 140623







    Comentrios

    #1. Dalmar Pimenta - (dalmar@dpimentaadvogados.adv.br)
    Caro Joo Carlos, Parabns! Continue assim e em breve chegaremos aos 200.000 acessos.
    Abraos.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 19, 2007

    Para voc AMANTE DO VINHO, como eu. Confira a dica,desta quinta-feira. Vem da Casa do Porto, aqui em BH.

    Prezados Clientes e Amigos,


    Seguem abaixo informaes de um novo vinho importado pela Casa do Porto:




    ERASMO




    Erasmo Reserva 2004

    Via Caliboro

    R$ 99,00 gf

    Preo promocional de Lanamento no Brasil R$ 79,00 gf.  Maximo 12 gfs. por cliente, entrega, final de Abril 2007.

    Mais uma grande descoberta da Casa do Porto.


     


     

    Localizado em  " Secano "  do Vale Do Maule ( no existe irrigao nenhuma  como na maioria das vincolas do Chile), de propriedade do Conde Marone Cinzano proprietrio tambm de Col de Orcia na Toscana .   um tpico corte bordals,  Cabernet Sauvignon 70% merlot 20 % e 10% Cabernet Franc com 12 meses em Carvalho , pessoalmente o melhor corte bordals clssico , somente comparvel a Almaviva 2003 ( na qualidade, no preo 1/3  do preo ) , "um grande,um clssico " se produz somente 3.000 caixas por ano e no futuro levar sangiovese em seu corte.

    Descrio do Vinho Sommelier Ariel Perez .

    A famlia tambm   proprietria do Premium Noemia - 100% Malbec da Patagnia na Argentina , tambm de preo elevado

    R$ 400,00 .

    Localizado em  " Secano "  do Vale Do Maule ( no existe irrigao nenhuma  como na maioria das vincolas do Chile), de propriedade do Conde Marone Cinzano proprietrio tambm de Col de Orcia na Toscana .   um tpico corte bordals,  Cabernet Sauvignon 70% merlot 20 % e 10% Cabernet Franc com 12 meses em Carvalho , pessoalmente o melhor corte bordals clssico , somente comparvel a Almaviva 2003 ( na qualidade, no preo 1/3  do preo ) , "um grande,um clssico " se produz somente 3.000 caixas por ano e no futuro levar sangiovese em seu corte.

    Descrio do Vinho Sommelier Ariel Perez .

    A famlia tambm   proprietria do Premium Noemia - 100% Malbec da Patagnia na Argentina , tambm de preo elevado

    R$ 400,00 .

    Localizado em  " Secano "  do Vale Do Maule ( no existe irrigao nenhuma  como na maioria das vincolas do Chile), de propriedade do Conde Marone Cinzano proprietrio tambm de Col de Orcia na Toscana .   um tpico corte bordals,  Cabernet Sauvignon 70% merlot 20 % e 10% Cabernet Franc com 12 meses em Carvalho , pessoalmente o melhor corte bordals clssico , somente comparvel a Almaviva 2003 ( na qualidade, no preo 1/3  do preo ) , "um grande,um clssico " se produz somente 3.000 caixas por ano e no futuro levar sangiovese em seu corte.

    Descrio do Vinho Sommelier Ariel Perez .

    A famlia tambm   proprietria do Premium Noemia - 100% Malbec da Patagnia na Argentina , tambm de preo elevado

    R$ 400,00 .

           No Guia  de Patrcio Tapia ( Descorchados 2007) ganhou como MELHOR ASSEMBLAGE concorrendo com Almaviva 2003 ( 93 pontos R$ 450,00) e Neyen de Apalta 2004 ( 93 pontos R$ 360,00) Clos Apalta 2004 92 pontos

           Disponvel para Belo Horizonte apenas  288 gfs ( 24 cxs de 12)

    No perca essa super oportunidade de compra!!


     
     Haroldo F. Quinto


    Vendas

    Casa do Porto Vinhos Finos

    Belo Horizonte - MG

    Fone 55 31 3286-7077 Cel 31-9768-2644


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 19, 2007

    ASSUNTO POLMICO: a dvida de Minas com o governo federal entra na pauta do Parlamento Mineiro. Ainda vai dar muito pano pr manga. Com a palavra o governo Lula.

                       Deputados cobram renegociao da dvida estadual com a Unio

    A necessidade de promover uma renegociao dos juros cobrados pelo governo federal e da forma de pagamento das dvidas estaduais foi um consenso entre os parlamentares que participaram da reunio da Comisso de Fiscalizao Financeira e Oramentria da Assemblia Legislativa de Minas Gerais. Os parlamentares ouviram os tcnicos da Secretaria da Fazenda (SEF) e da Secretaria de Planejamento e Gesto (Seplag) sobre o cumprimento das metas fiscais do Estado referentes aos quadrimestres de 2006. Os tcnicos informaram que Minas Gerais desembolsou R$ 2,4 bilhes para pagamento de juros e amortizao da dvida consolidada lquida do Estado, que hoje est no montante de R$ 48 bilhes. Os deputados questionaram que o valor em 2005 era de R$ 45 bilhes e que, mesmo com o pagamento de R$ 2,4 bilhes no ano seguinte, a dvida cresceu mais R$ 3 bilhes, ou seja 5,5%.

    De acordo com o assessor da Secretaria Adjunta da SEF, Eduardo Antnio Codo Santos, os juros praticados para pagamento da dvida so de 6% ao ano, alm de 0,5% ao ms, e que a idia do Estado cobrar do governo federal a reviso do endividamento estadual e dos juros aplicados. Para o presidente da comisso, deputado Z Maia (PSDB), esta a taxa mais cara do mundo. "Cobrar 6% de juros dos Estados um barbaridade, um escndalo. Dessa forma, o governo federal se coloca em relao aos estados como um grande agiota", afirmou.

    O deputado Lafayette de Andrada (PSDB) ressaltou que os juros da dvida deveriam acompanhar a queda de juros dos ltimos trs anos. Para o deputado Sebastio Helvcio (PDT), as regras de endividamento dos Estados nos anos 90 eram vantajosas, naquela poca, para recuperao destes entes federados, mas que hoje a conjuntura diferente e deve ser reavaliada. O deputado Antnio Jlio (PMDB) se mostrou indignado diante do fato de que, mesmo o Estado aumentando sua arrecadao e pagando parte da dvida, o restante incorporado ao passivo da dvida, aumentando o valor final do dbito. "Temos que renegociar esta dvida", afirmou.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 19, 2007

    RUMO CERTO.











                            Acio Neves anuncia programa de qualificao para jovens

     









       

    Wellington Pedro/Imprensa MG

    O governador Acio Neves anunciou  a implantao de novo programa voltado para a educao e formao profissional dos jovens mineiros, com o objetivo de garantir a eles maiores oportunidades de acesso ao primeiro emprego. O Programa de Formao e Treinamento em Tecnologia da Informao, desenvolvido numa parceria do Governo do Estado com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e com a IBM Brasil, atender 3 mil jovens no Estado.

    Na solenidade de assinatura do Termo de Cooperao Tcnica (foto), realizada no Palcio da Liberdade, o governador afirmou que o programa qualificar e fornecer ferramentas para os jovens entrarem no mercado de trabalho e tambm contribuir para o desenvolvimento econmico do Estado. O governador lembrou que o setor de tecnologia da informao um dos que mais cresce no mundo.

    "A IBM, maior empresa de tecnologia da informao do mundo, proporcionar a centenas de jovens mineiros, a partir dessa parceria tambm com a Universidade Federal, a qualificao, seja na lngua inglesa, seja na informtica especificamente", disse o governador, em seu pronunciamento. E completou: "Todos sabemos que o mundo caminha numa velocidade cada vez maior para se dividir em duas partes: aqueles que detm conhecimento e aqueles, do outro lado, que deles sero dependentes. O que pretendemos que em Minas possamos ser detentores da informao, da tecnologia."  

    O curso

    O programa atender 3 mil jovens mineiros que tenham concludo o ensino mdio e tenham conhecimento de ingls. Em sua primeira etapa, o programa beneficiar 500 jovens da Regio Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Desse total, 320 tero estgio garantido na IBM.

    Segundo o reitor da UFMG, Ronaldo Pena, a previso de que comece a ser desenvolvido no prximo ms. O curso ser coordenado e ministrado pela universidade e ter dois mdulos um de fundamentos de tecnologia da informao e outro de ingls tcnico. Concluda esta fase, os alunos selecionados ingressam no mdulo avanado em Tecnologia da Informao.

    De acordo com o presidente da IBM Brasil, Rogrio Oliveira, os jovens selecionados iniciam treinamento em ferramentas especficas utilizadas pela IBM, em cursos ministrados pela prpria empresa. "A idia que esses 320 jovens selecionados comecem um processo de estgio na IBM, onde a gente vai complementar essa educao com todo o ferramental tecnolgico, envolvendo produtos, metodologias e processos, que tem um carter globalizado e provavelmente eles vo participar desse esforo da IBM Brasil na rea de exportao de servios", disse o executivo.

    Poupana Jovem

    Acio Neves afirmou que a proposta que o curso de formao e treinamento atenda tambm, nos prximos anos, participantes do Poupana Jovem, programa lanado pelo Governo do Estado no incio deste ano e que atender 50 mil jovens mineiros do ensino mdio das escolas estaduais at 2009.

    "Gostaria que esse programa pudesse acolher alguns dos jovens que estaro participando de um outro tambm ousado programa lanado pelo Governo do Estado, que o Poupana Jovem, que permitir a uma nova gerao de mineiros, sobretudo de baixa renda, vivendo em regies de maior risco social, com maior vulnerabilidade, em outras de menores Indicadores de Desenvolvimento Humano, uma oportunidade nova na vida. Que no seja apenas a pequena misso de concluir o ensino secundrio. muito pouco. A IBM, atravs do acesso que poder dar a esses jovens, em especial, mais vulnerveis a todo tipo de cooptao indesejvel", afirmou o governador.

    Os participantes do Poupana Jovem tero acompanhamento do rendimento escolar, alm de auxlio financeiro no valor de R$ 3 mil ao final do curso. Para participar, o aluno dever ter freqncia regular em sala de aula, bom desempenho escolar, integrar-se a um dos programas comunitrios mantidos pelo Estado, participar de oficinas e cursos extracurriculares, e evitar envolvimento com atos criminosos. Na sua primeira etapa, o Poupana Jovem atender os cinco mil alunos do ensino da rede estadual de Ribeiro das Neves, na RMBH.

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 19, 2007

    Cofres Cheios: pelo terceiro ano concecutivo governo de Minas registra supervit. ICMS o responsvel pelo desempenho positivo.

                     Nmeros apontam trajetria crescente de arrecadao do Estado

    Durante a reunio, a superintendente da Central de Contadoria Geral da SEF, Maria da Conceio Barros de Rezende, apresentou os indicadores oramentrios e fiscais do Estado no ano de 2006. Segundo ela, o resultado oramentrio fiscal apresentou um supervit de R$ 88 milhes e que "foi o terceiro ano consecutivo que o governo conseguiu este supervit". Destacou ainda que a arrecadao de ICMS foi o principal fator que levou ao crescimento positivo da receita corrente lquida. Em 2006, esta receita atingiu R$ 22 bilhes, sendo que R$ 16 bilhes foram obtidos com arrecadao do ICMS. Maria da Conceio Rezende destacou que, em 2003, o faturamento com ICMS era de R$ 10,8 bilhes.

    Em relao s despesas com pessoal, a superintendente da SEF apresentou os seguintes nmeros: o Executivo responsvel por 44,58; o Legislativo com 2,22%; o Judicirio com 5,06% e o Ministrio Pblico com 1,84%, totalizando 53,7% da receita com gastos com pessoal, sem ultrapassar o limite permitido de 60%.

    Sade - Sobre a aplicao de recursos no setor de educao, Maria da Conceio Barros de Rezende destacou que R$ 4,9 bilhes foram investidos em 2006, correspondendo a 30,19% do limite estabelecido na receita resultante de impostos e transferncias federais. Em 2003, este valor era de R$ 2,8 bilhes. Sobre a aplicao de recursos no setor de educao, Maria da Conceio Barros de Rezende destacou que R$ 4,9 bilhes foram investidos em 2006, correspondendo a 30,19% do limite estabelecido na receita resultante de impostos e transferncias federais. Em 2003, este valor era de R$ 2,8 bilhes.

    Na rea de sade, foram aplicados R$ 2,17 bilhes em 2006, representando 13,2% do limite estabelecido na receita resultante de impostos e transferncias federais. Em 2003 foi aplicado R$ 1,09 bilho. De acordo com o secretrio-adjunto da Seplag, Bernardo Tavares de Almeida, esses indicadores apresentam uma evoluo positiva e consistente dos indicadores e que o ajuste fiscal acompanha a elevao da qualidade do servio e ampliao de investimentos no Estado.

    Neste sentido, o deputado Sebastio Helvcio questionou os nmeros relacionados sade ao indagar qual era o valor destinado Copasa e se a SEF faz um acompanhamento do que destinado companhia de saneamento. Segundo a superintendente da SEF, dos R$ 2,17 bilhes aplicados em sade, R$ 807 milhes foram para a Copasa e que feito um acompanhamento sistemtico desses recursos, "que vo contribuir para a sade da populao". Sebastio Helvcio questionou ainda os valores destinados segurana pblica e educao, o que ficou de ser esclarecido posteriormente pelos tcnicos.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 19, 2007

    Aao Parlamentrar no Interior de Minas. Desta vez no norte de Minas. Reunio ser s 14h30 destea quinta-feira, em Montes Claros. frente o deputado Paulo Guedes, do PT de Manga.

                                Comisso vai a Montes Claros debater energia solar

    Deputados que integram a Comisso de Assuntos Municipais e Regionalizao da Assemblia Legislativa de Minas Gerais viajam a Montes Claros hoje a fim de discutir problemas envolvendo a implantao do Programa Luz para Todos no Norte de Minas. De acordo com o deputado Paulo Guedes (PT), autor do requerimento pela realizao da reunio, a principal questo a insatisfao de famlias que receberam apenas painis voltaicos para aproveitamento da energia solar, ao invs do fornecimento normal de energia eltrica, por cabos. "A energia solar atende muito precariamente. A placa fornecida s garante energia para trs lmpadas e duas horas de televiso", afirmou o parlamentar.

    A reunio em Montes Claros est programada para 14h30. Segundo Paulo Guedes, h outros problemas a serem discutidos, como atrasos e as dificuldades no atendimento s famlias cadastradas, mas o ponto principal mesmo a energia solar. O governo mineiro e a Cemig, de acordo com o deputado, optaram pela instalao de painis de energia solar em locais isolados, como as ilhas do rio So Francisco, onde difcil e caro levar o cabeamento eltrico. "A distncia no pode ser justificativa, pois o governo federal repassou dinheiro para que a energia fosse levada a todos os lugares", declarou Guedes. A principal queixa das famlias que a energia gerada pelos painis no suficiente para sustentar uma geladeira, ou um motor para bombas d'gua, por exemplo. A principal regio onde os painis esto sendo instalados o Mdio So Francisco. "A previso que sero instaladas 2 mil placas. So 2 mil famlias atendidas precariamente", afirmou o parlamentar.

    Esto convidados a participar da reunio o prefeito de Montes Claros, Athos Avelino; o diretor-presidente da Cemig, Djalma Bastos de Morais; o diretor regional da Construtora Norberto Odebrecht S.A., Srgio Lus Neves; o coordenador do Programa Luz para Todos, Marclio Magalhes de Souza; presidente da Associao dos Municpios da rea Mineira da Sudene (Amams), Valmir Morais de S; o presidente da Associao de Vereadores da rea Mineira da Sudene (Avams), Abelard Carlos Pimenta; o coordenador do Programa Luz para Todos na regio de Montes Claros, Renato Lopes Santos de Carvalho; o coordenador do Programa Luz para Todos na regio do Alto Rio Pardo, Carlos Gomes Cardoso; o coordenador do Programa Luz para Todos na regio do Mdio So Francisco, Padre Joo Delo; e o coordenador do Programa Luz para Todos na Regio Noroeste de Minas, Geraldo Martins (Padre Preguinho).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 19, 2007

    Incluso digital chega ao nordeste pelo Telecentro do Ministrio das Comunicaes.

    Comunidades de Pernambuco divulgam a cultura local pela internet



    Ministro Hlio Costa apia programas para estimular a produo cultural brasileira

      O Programa Gesac (Governo Eletrnico Servio de Atendimento ao Cidado), do Ministrio das Comunicaes, promove de 16 a 20 de abril a Oficina de Conhecimentos Livres dos telecentros do Coep (Comit de Entidades no Combate a Fome e pela Vida), em Bezerros (PE).

     Atualmente, o Coep possui seis telecentros no estado, conectados internet banda larga pelo Gesac, localizados em comunidades rurais, com baixo ndice de IDH (ndice de Desenvolvimento Humano). Essas comunidades tm nos pontos de presena do Gesac uma das principais vias de comunicao e uso dos servios pblicos on line.

     Alm de proporcionar uma maior aproximao entre os 18 representantes dos pontos de presena do Coep, as oficinas tm o objetivo de estimular a formao de rede solidria e de troca de conhecimentos, ampliando as condies para produzir e difundir a cultura local, por meio da criao de pginas na internet que sirvam como referncia para o assentamento e para o ponto de presena. Atravs da pgina, pretende-se ainda publicar a histria e o modo de vida das comunidades rurais.

     As oficinas, realizadas na Associao dos Pequenos Produtores dos Stios Boi Torto e Ramada, vo abordar: incluso digital, gesto do ponto Gesac e uso do software livre para montar, configurar e instalar redes e computadores, produzir contedos para a pgina e navegar na internet.

     



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 18, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS.









                        Ministro Temporo elogia as polticas de sade do Governo de Minas

     









       

    Wellington Pedro/Imprensa MG

    O governador Acio Neves se reuniu, nesta quarta-feira (18), no Palcio da Liberdade, com o ministro da Sade, Jos Gomes Temporo (foto). O ministro elogiou as polticas que esto sendo desenvolvidas na sade em Minas. Ele destacou a sintonia existente entre a Secretaria de Estado de Sade e as administraes municipais.

    "Aqui em Minas h uma grande sintonia, h uma grande afinidade entre o Governo do Estado e o trabalho com os secretrios municipais, particularmente na capital. E o Estado e municpios esto usando tambm abordagens inovadoras, solues institucionais inovadoras para resolver os problemas de ateno populao. Conversamos essas estratgias inovadoras que Minas vem encontrando na rea da sade, como os consrcios intermunicipais e com os novos desenhos institucionais", destacou Temporo.

    Segundo o ministro, ele e o governador debateram sobre maneiras de implantar um trabalho conjunto entre a Secretaria da Sade e o Ministrio. O secretrio de Estado da Sade, Marcus Pestana, tambm participou do encontro. A Secretaria da Sade tem feito investimentos em consrcios municipais, o que permite reduo de custos e regionalizao do atendimento.

    Segundo o ministro, ele discutiu com o governador outros temas como a assistncia sade em reas violentas e o desenvolvimento de polticas para evitar a gravidez na adolescncia. "Conversamos tambm sobre a preocupao com a questo do lcool como um problema de sade publica, relacionado violncia e aos acidentes de trnsito", afirmou.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 18, 2007

    Greve dos defensores pblicos: eles ocuparam, nesta quarta-feira, as galerias da Assemblia. Todos os parlamentares que ocuparam os microfones - independente de partido - se declararam a favor das reivindicaes da categoria que atende quem no tem dinheiro para pagar advogado. Mas a greve prossegue e entra, amanh, no 70 dia. Os representantes do governo estudam, uma contraproposta, que apuramos, poder vir em forma de subsdio. Os defensores querem piso de 10 mil reais. Hoje de 4 mil. Onde estar a sada? Na foto abaixo, da esquerda para a direita, os deputados Domingos Svio, PSDB e Padre Joo Carlos, do PT. Mais atrs o deputado vanderlei Miranda, do PMDB no plenrio presidente JK, reunio ordinria de quarta-feira tarde.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 18, 2007

    ECONOMIA. Vale conferir notcia que vem do site www.fiemg.com.br






                                  Empresrios do vesturio vo a Braslia, amanh, dia 19, cobrar aes do Congresso Nacional

    Cerca de 300 representantes do setor industrial de confeco, vesturio e txtil, de vrias regies do Brasil, vo promover uma grande manifestao no Salo Nobre da Cmara dos Deputados, em Braslia, nesta quarta-feira, 18 de abril, para expor os desafios e oportunidades daqueles segmentos. Durante o ato, acontecer a entrega de proposta de projeto de lei, elaborado pela Associao Brasileira da Indstria Txtil e de Confeco (ABIT), que cria um imposto Simples para desonerar toda a cadeia produtiva. De acordo com o empresrio mineiro Flvio Roscoe Nogueira, um dos lderes do movimento, a inteno "alertar os parlamentares sobre a necessidade de desobstruir os gargalos e garantir os empregos".
    Presidente do Sindicato das Indstrias Txteis de Malhas no Estado de Minas Gerais (Sindimalhas) e vice-presidente da Fiemg, Flvio Roscoe informou que, durante a mobilizao, tambm ser entregue aos parlamentares um documento contendo uma radiografia do setor, com informaes sobre a sua importncia para a economia, potencialidades e capacidade de gerao de empregos. Nele, a ABIT sugere a implantao de medidas de combate ao comrcio desleal e a criao de condies equnimes de competitividade. Roscoe acrescentou que est previsto at um desfile temtico coordenado pelo estilista mineiro Ronaldo Fraga, responsvel pela apresentao de roupas e calados de indstrias mineiras na ltima mostra da So Paulo Fashion Week.
    O ato, que envolver empresrios e trabalhadores, uma continuidade do movimento "Emprega Brasil-Mobilizao Nacional do Setor Txtil e Vesturio", iniciado em setembro do ano passado com o objetivo de defender, junto s autoridades competentes, a sobrevivncia deste que um dos mais segmentos mais afetados pela valorizao do cmbio e o conseqente aumento das importaes. No ano passado, mais de 100 mil empregos foram eliminados e, depois de cinco anos consecutivos de supervits, o setor fechou sua balana comercial com saldo negativo. De acordo com projees da ABIT, caso nada seja feito, pode-se chegar ao final de 2007 com a perda de 280 mil postos de trabalho.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 18, 2007

    De olho nas mudanas no projeto Micro Geraes. As propostas so do deputado Alencar da Silveira, do PDT.

                                       PL que altera Micro Geraes recebe parecer favorvel em Comisso

    O deputado Vanderlei Miranda (PMDB), presidente da Comisso de Turismo, Indstria, Comrcio e Cooperativismo da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, deu parecer favorvel em 1 turno ao Projeto de Lei 93/07, do deputado Alencar da Silveira Jr. O projeto busca favorecer, com os benefcios do Micro Geraes (Programa de Fomento ao Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais), empresas desmembradas at o fim do ano 2000. Trata-se de uma alterao na redao do inciso II do artigo 10 da Lei 13.437/99, que beneficiava empresas transformadas at 31 de dezembro de 1996. O parecer foi aprovado na reunio ordinria, realizada na tarde desta quarta-feira (18/4/07).

    Foram aprovados tambm trs requerimentos de realizao de audincias pblicas. O deputado Zez Perrela (PSDB) quer debater os impactos da realizao de uma Copa do Mundo no Brasil, j que o pas candidato a abrigar o certame de 2014. A deputada Ceclia Ferramenta (PT) quer discutir os impactos ambientais e socioeconmicos sobre a populao do Vale do Ao apresentados pelo projeto de expanso do parque siderrgico da Usiminas, no valor de R$ 5 bilhes.

    Por sua vez, o deputado Eros Biondini (PHS) pediu uma alterao na lista de convidados do seu requerimento de audincia pblica destinada a discutir o papel da mdia no desenvolvimento do turismo. Alm da Rede Minas, da Rede Globo de Televiso, da emissora Cano Nova, do jornal Turismo de Minas e da TV Assemblia, o deputado quer tambm a incluso da Rede Super. Biondini relatou os resultados da sua participao no 21 Frum Estadual de Turismo, realizado no Pico da Bandeira.

    Vanderlei Miranda informou que a Comisso trabalhar em conjunto com a Frente Parlamentar do Cooperativismo, a pedido do deputado Domingos Svio (PSDB) e atendendo a recomendao do presidente Alberto Pinto Coelho (PSDB).

    Foram aprovados ainda seis requerimentos de votos de congratulaes e aplausos. Do deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), ao ex-ministro Paulo Paiva; do deputado Leonardo Moreira (DEM), nova diretoria da Ampaq; do deputado Doutor Viana (DEM), ao Sindiextra, e Cia. Cedro Cachoeira; do deputado Jayro Lessa (DEM), ao novo vice-presidente da Federaminas.

    Presenas: Deputados Vanderlei Miranda (PMDB), presidente; Ceclia Ferramenta (PT) e Eros Biondini (PHS).: Deputados Vanderlei Miranda (PMDB), presidente; Ceclia Ferramenta (PT) e Eros Biondini (PHS).

    Presenas: Deputados Vanderlei Miranda (PMDB), presidente; Ceclia Ferramenta (PT) e Eros Biondini (PHS).: Deputados Vanderlei Miranda (PMDB), presidente; Ceclia Ferramenta (PT) e Eros Biondini (PHS).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 18, 2007

    GOVERNADOR DE MINAS VAI VIAJAR AOS EUA. Governador Acio Neves - que na foto abaixo est ao lado do presidente da Assemblia de Minas, deputado Alberto Pinto Coelho no lanamento do programa de etelefonia celular em todo o Estado - viaja dia 23 de abril para os Estados Unidos. O governador tem uma agenda poltica e econmica que vai at dia 1 de maio. A mensagem do governdor,comunicando a viagem aos EUA ao Parlamento Mineiro, acaba de ser lida ( 14h27m) pelo deputado Domingos Svio do PSDB.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 18, 2007

    FESTIVAL DA LOUCURA, pelo segundo ano, d um choque de gesto nas mentes dos barbacenenses e, principalmente dos turistas, que foram a Barbacena. Confira a cobertura do site www.barbacenaonline.com.br






                                           Coisa de Doido







                                                                                      J. RENALDO





    O II Festival da Loucura levou vrias pessoas Praa da Estao desde seu incio na quinta-feira, 12, com vrios eventos, mesas redondas e shows no palco central. Pra comear, a cantora juizforana, Myllena e seu primeiro CD independente, "Melhor pra mim", que ficou em primeiro lugar nas principais rdios de sua cidade. Na sexta foi a vez do ex-tit, Arnaldo Antunes por falar nisso, cuidado ao fazer este comentrio pois durante o show o pblico pedia: "Toca Tits!!" No demorou muito para que Arnaldo se irritasse e soltasse o verbo: "Eu sa da banda h quase 15 anos. Se vocs querem ouvir Tits, vo a um show deles", disse o cantor.













     
    J. Reinaldo



    Turistas que tiveram a oportunidade de visitar o centro da cidade durante o Festival da Loucura deram nota dez para a decorao no centro da cidade, "muito fashion", disse um jovem nascido no Rio de Janeiro. Depois de vrios comentrios, a concluso: "Coisa de Doido!"

    Algumas performances foram
    realmente muito loucas

    No sbado, Moska, ex-Paulinho, ex-ator, ex-Garganta Profunda, ex-Inimigos do Rei, apresentou sua "obra", sem forar a barra. "Tudo novo de novo" nos ensina que nenhuma metamorfose acontece sem dor.

    J no domingo, encerrando o evento, resgatando e mantendo sempre viva a obra de Renato Russo, pensador dos tempos modernos, Deivid Nusi (Renato Russo Cover), realizou um grande show, com a maior fidelidade de visual, de som e de performance.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 18, 2007

    Vale dar aqui no nosso BLOG DE NOTCIAS registro que vem do jornal Tribuna de Minas, do nosso amigo, o mdico, filsofo e empresrio de mo cheia, Juracy Neves. Confira!

    Obras na Votorantim
    vo criar 1.500 empregos

    A Votorantim Metais investir um total de R$ 668 milhes na planta de Juiz de Fora para a construo da primeira fbrica de polimetlicos do pas. Ontem, a empresa anunciou aporte de R$ 383 milhes para a segunda fase do projeto, que prev a instalao de uma unidade de produo de chumbo metlico, liga de prata com ouro e polipropileno. Durante o pico das obras, sero criados cerca de 1.500 empregos.
    Wellington Pedro/Imprensa MG 17/04/07



    Em BH:
    Carlos Ermrio de Moraes
    (segundo, esquerda) anuncia
    investimento a Acio e Bejani.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 18, 2007

    TELEFONIA CELULAR vai chegar a 2 milhes e meio de mineiros e mineiras, que moram em 412 municpios, aonde o celular no pega. Investimento do governo estadual ser de 180 milhes de reais. As operdoras i, Claro e Telemig celular vo implantar o sistema a partir de agora indo at outubro de 2008.











                                  Governo implanta telefonia celular em 100% dos municpios

     









    Wellington Pedro/Imprensa MG

    O governador Acio Neves e os dirigentes das operadoras de celular Oi, Claro e Telemig Celular assinaram, nesta tera-feira (17), no Palcio da Liberdade (foto), o contrato de prestao de servios que garantir a cobertura da telefonia celular e transmisso de dados em 100% dos municpios de Minas Gerais. At outubro de 2008, os 412 municpios que atualmente no contam com esses servios, e uma populao de 2,5 milhes de pessoas sero beneficiados pelo Programa de Universalizao do Acesso a Servios de Telecomunicaes de Minas Gerais (Minas Comunica).
    O governador destacou que o processo de implantao do Minas Comunica se tornou a primeira Parceria Pblico-Privada (PPP) do pas na rea de telefonia mvel. Ele destacou a transparncia do leilo que definiu as operadoras participantes do programa.
    "Cada uma das operadoras teve a oportunidade de apresentar vrios lances para que o resultado ali se confirmasse no mesmo instante, na presena de todos com transparncia e eficincia. Esse contrato um marco na histria de Minas Gerais. Construmos um programa que s foi possvel porque o Estado adquiriu as condies de fazer esse investimento, houve um leilo pblico presencial e trs operadoras sero parceiras do Governo do Estado. a primeira PPP (Parceria-Pblico-Privada) de telefonia do Brasil, se no do mundo", disse o governador em entrevista.
    As operadoras contam com financiamento do Fundo de Universalizao do Acesso a Servios de Telecomunicao em Minas Gerais (Fundomic), criado especificamente para dar suporte financeiro ao programa Minas Comunica, com recursos do Tesouro Estadual e Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O governo destinou R$ 180 milhes ao Fundomic, mas o modelo adotado na licitao dos lotes, onde venceriam aqueles que demandassem menor quantidade de recursos do fundo, garantiu uma economia de R$ 16,5 milhes. As propostas vencedoras totalizaram R$ 163,5 milhes.
    A Oi ficou com o lote 1, composto por 151 municpios das regies do Vale do Mucuri, Jequitinhonha, Rio Doce e Centro-Oeste, com cdigos de rea 33 e 37. A Telemig Celular vai levar sua rede rea do lote 2, correspondente a 134 municpios dos cdigos 34, 35 e 38 regies Sul, Norte, Noroeste e Tringulo. J o lote 3, da Claro, abrange 127 municpios das regies Central e Zona da Mata, cdigos 31 e 32.
    Implantao antecipada
    A partir da assinatura do contrato, as empresas tero prazo de 18 meses para concluso da implantao das redes. Em pelo menos 10% dos municpios, os servios estaro implantados at o fim deste ano, conforme prev o cronograma.
    O governador informou que uma das operadoras adiantou que pretende concluir a instalao da rede na sua rea de responsabilidade at o fim deste ano, antes do prazo estabelecido em contrato, que de 18 meses.
    "Poderemos ter, j no incio do ano que vem, antecipados esses investimentos. Acredito que as outras operadoras tambm tero interesse em antecipar os investimentos e que, at meados do ano que vem, possamos ter todos os municpios de Minas ligados com telefonia celular. Estou muito feliz, porque foi uma engenharia difcil no princpio, uma enorme construo que deu certo", afirmou Acio Neves.
    Primeiras ligaes
    Durante a cerimnia de assinatura do contrato, que contou com a presena de 340 prefeitos de todas as regies do Estado, o governador telefonou para celulares habilitados em trs cidades beneficiadas pelo Minas Comunica. A primeira ligao foi feita para o prefeito da cidade de Conceio das Pedras, no Sul do Estado, Sebastio Edicsio Raimundo, que estava reunido com a populao na praa da cidade.
    "Prefeito, voc est simbolizando a parceria com a Telemig Celular, o primeiro dos cerca de 130 municpios que em um ano e meio, tenho certeza, tero o servio de celular. Falando com Conceio das Pedras estou falando a todos os municpios mineiros que vo receber esse benefcio", disse o governador durante a ligao feita ao prefeito.
    O governador tambm ligou para o prefeito da cidade de Vargem Bonita, no Centro-Oeste de Minas, Llis Jorge da Silva, por meio da rede da Oi; e o vereador e lder do PSDB na Cmara, Acio da Silva, do municpio de Prados (Campo das Vertentes), atendido pela operadora Claro.
    "Temos duplo motivo para comemorar. Nossa cidade est includa no prximo lote de obras do Proacesso e agora chega o celular. Duas conquistas importantes para o desenvolvimento do municpio", disse o prefeito de Conceio das Pedras, Sebastio Edicssio Raimundo (PSDB).
    Parceria
    O presidente da Claro, Joo Cox, ao falar sobre o programa de expanso da empresa nos 127 municpios das regies Central e Zona da Mata que fazem parte da rea de atendimento da operadora por meio do Minas Comunica, ressaltou a importncia da telefonia celular para o desenvolvimento econmico das cidades.
    "Minas estabelece um marco na histria do Brasil. comum observar que naqueles locais onde o celular se instala, h crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), porque ele gera negcios", afirmou o presidente da Claro.
    O presidente da Telemig Celular, Andr Machado Matrobuono, lamentou no ter conseguido vencer a licitao dos trs lotes licitados para a expanso do servio. Segundo ele, esse tipo de parceria entre a iniciativa privada e o Estado fundamental para o crescimento de Minas.
    "Infelizmente no levamos todos os lotes, como gostaramos, mas quero parabenizar o Governo de Minas pela parceria entre o setor pblico e iniciativa privada. Essa parceria era estritamente necessria e o que viabilizou esse projeto sem os quais as operadoras, por pernas prprias, no conseguiriam atingir", disse Matrobuono.
    100% de cobertura
    O Minas Comunica colocar o Estado no topo do ranking de penetrao do servio de telefonia mvel nos estados brasileiros. Atualmente, apenas Distrito Federal e Rio de Janeiro tm cobertura de celular em 100% do seu territrio. Minas Gerais est em 18 lugar nessa lista, com cobertura em apenas 52% dos 853 municpios. A mdia nacional de cobertura nos Estados 59%.
    Junto com o Proacesso, que est levando o asfalto aos municpios mineiros que no possuem ligaes pavimentadas, e o Fundomaq, que est renovando a frota de mquinas e equipamentos das prefeituras, o Minas Comunica um importante instrumento para a melhoria da infra-estrutura do Estado e reduo das desigualdades regionais.
    Por meio do Proacesso, o Governo de Minas j pavimentou 1.235 quilmetros de estradas, com 55 acessos j includos. No incio deste ms o governador Acio Neves anunciou a implantao da terceira etapa do programa, com a pavimentao de 820,5 quilmetros, em 34 trechos.
    O Fundomaq a linha de financiamento do programa Mquinas para o Desenvolvimento, criado pelo Governo do Estado para ajudar os municpios a modernizar a frota de mquinas e veculos. O programa j atendeu 716 municpios, com a entrega de 1.238 mquinas e veculos, beneficiando uma populao estimada em 13 milhes de pessoas.
    Veja nos arquivos anexos os mapas dos lotes contratados e Governador faz as primeiras ligaes do Minas Comunica.
     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 18, 2007

    Defensores Pblicos mineiros chegam hoje aos 69 dias de greve.

                       Deputados manifestam apoio aos defensores pblicos em greve

    Os deputados Carlin Moura (PCdoB), Luiz Tadeu Leite (PMDB) e Durval ngelo e Weliton Prado, ambos do PT, cobraram do governo do Estado uma soluo para a greve dos defensores pblicos, que j dura 68 dias. Na Reunio Ordinria desta tera-feira (17/04/07), os profissionais voltaram a encher as galerias do Plenrio com cartazes e faixas com reivindicaes, chamando a ateno dos parlamentares. "Os que no tm dinheiro para pagar um advogado so os que mais esto sofrendo com a situao. A cobrana dos defensores justa; eles esto cobrando o que lhes de direito", afirmou Weliton Prado. J Luiz Tadeu Leite lembrou que a situao salarial de outras carreiras j foi definida, menos a dos defensores. "Pensei que esse impasse fosse resolvido em poucos dias, mas no aconteceu. O Ministrio Pblico j resolveu suas questes salariais, o Judicirio tambm, s falta a Defensoria", lamentou.

    Comisso especial - Na reunio desta tera, foram designados os integrantes da Comisso Especial para o Estudo da Ateno Pessoa com Transtorno Mental, Deficincia Mental ou Autismo. Pelo Bloco Social Democrata (BSD), participaro dos trabalhos os deputados Clio Moreira (PSDB) e Walter Tosta (PMN) como efetivos, alm de Eros Biondini (PHS) e Joo Leite (PSDB), suplentes. Pelo DEM, Maria Lcia Mendona (efetiva) e Ruy Muniz (suplente). Pelo PMDB, Vanderlei Miranda (efetivo) e Adalclever Lopes (suplente). Pelo PT, Andr Quinto (efetivo) e Padre Joo (suplente). Na reunio desta tera, foram designados os integrantes da Comisso Especial para o Estudo da Ateno Pessoa com Transtorno Mental, Deficincia Mental ou Autismo. Pelo Bloco Social Democrata (BSD), participaro dos trabalhos os deputados Clio Moreira (PSDB) e Walter Tosta (PMN) como efetivos, alm de Eros Biondini (PHS) e Joo Leite (PSDB), suplentes. Pelo DEM, Maria Lcia Mendona (efetiva) e Ruy Muniz (suplente). Pelo PMDB, Vanderlei Miranda (efetivo) e Adalclever Lopes (suplente). Pelo PT, Andr Quinto (efetivo) e Padre Joo (suplente).

    Mensagem - A Presidncia recebeu mensagem do governador Acio Neves contendo emenda ao Projeto de Lei (PL) 597/07, que altera a Lei 16.190, de 2006, com o objetivo de aperfeioar a redao do pargrafo 6 do artigo 12. A emenda muda o artigo 2 do PL para que seus efeitos retroajam a 1 de abril de 2007. A Lei 16.190, de 2006 estabelece as tabelas de vencimento bsico das carreiras de Tcnico Fazendrio de Administrao e Finanas e de Analista Fazendrio de Administrao e Finanas, alm de definir os cargos que fazem jus Gratificao de Estmulo Produo Individual a Ttulo de Conta-Reserva (GEPI). A Presidncia recebeu mensagem do governador Acio Neves contendo emenda ao Projeto de Lei (PL) 597/07, que altera a Lei 16.190, de 2006, com o objetivo de aperfeioar a redao do pargrafo 6 do artigo 12. A emenda muda o artigo 2 do PL para que seus efeitos retroajam a 1 de abril de 2007. A Lei 16.190, de 2006 estabelece as tabelas de vencimento bsico das carreiras de Tcnico Fazendrio de Administrao e Finanas e de Analista Fazendrio de Administrao e Finanas, alm de definir os cargos que fazem jus Gratificao de Estmulo Produo Individual a Ttulo de Conta-Reserva (GEPI).

    Requerimentos - Os deputados aprovaram requerimento da Comisso de Sade, solicitando aos prefeitos das cidades que abrigam plos macrorregionais de sade informaes sobre os gastos dos respectivos municpios com hospitais integrantes da rede SUS.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 17, 2007

    Os 40 anos do MDB. Uma noite de gala, militncia e discursos inflamados no pelnrio presidente JK, em Belo Horizonte. O ex-deputado Tarcsio Delgado, ex-secretrio-geral do MDB/PMDB deu o tom, em seu emocianado discurso em plenrio: " Enfrentando ces e canhes, Ulysses Guimares percorreu todo o Pas como anti-candidato numa eleio que sabia que no iria acontecer. Estudantes e trabalhadores hostilizam o MDB, dizendo que nossa luta dentro das instituies apoiava a ditadura. Em 1974, aqui nesta Assemblia lotada, numa homenagem ao prof. Edgar da Matta Machado, que tivera um filho morto recentemente nos pores da ditadura, o MDB afinal recebeu o reconhecimento dessas categorias mais combativas e comeou a virada pela liberdade e pela democracia. SEM LIBERDADE, O HOMEM NO HOMEM" - concluiu Tarcsio Delgado

                         Plenrio comemora 40 anos do MDB com lanamento de livro

    Com discursos inflamados lembrando o papel cumprido pelos polticos que se abstiveram do extremismo da luta armada, mas combateram a ditadura militar brasileira dentro da via institucional, foram comemorados os 40 anos de fundao do Movimento Democrtico Brasileiro (MDB). A solenidade foi realizada na noite desta segunda-feira (16/4/07) no Plenrio da Assemblia, servindo tambm para o lanamento do livro "A Histria de um Rebelde", escrito pelo ex-deputado e ex-prefeito de Juiz de Fora Tarcsio Delgado, um dos peemedebistas histricos.

    "Enfrentando ces e canhes, Ulysses Guimares percorreu todo o Pas como anti-candidato numa eleio que sabia que no iria acontecer. Estudantes e trabalhadores hostilizavam o MDB, dizendo que nossa luta dentro das instituies apoiava a ditadura. Em 1974, aqui nesta Assemblia lotada numa homenagem ao professor Edgar da Matta-Machado, que tivera um filho morto recentemente nos pores da ditadura, o MDB afinal recebeu o reconhecimento dessas categorias mais combativas, e comeou a virada pela liberdade e pela democracia. Sem liberdade, o homem no homem", discursou Delgado.

    Itamar Jos de Oliveira, 1 secretrio do PMDB-MG, citou todos os pemedebistas histricos de Minas e os componentes da primeira bancada do partido na Assemblia. Para ele, Tarcsio Delgado " um modelo de fidelidade partidria, um poeta, sonhador, pregador e quixotesco. Seu livro uma obra definitiva para a memria do PMDB".

    O secretrio-geral do PMDB Nacional, deputado federal Mauro Lopes, tambm lembrou os anos de chumbo, em que muitos militantes verteram sangue em nome da democracia. Disse que tem orgulho de pertencer a um partido tradicional, que tem a maior bancada, j fez inmeros governadores e senadores, embora ainda no tenha um presidente da Repblica.

    MDB deu origem ao PMDB, PP, PDT e PSDB

    O presidente da Assemblia, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), lembrou que o MDB foi criado pelo Ato Institucional n, 2 em 1966, mas que seu registro definitivo data de 23/4/67. Salientou o papel do partido na redemocratizao do Pas, com destaque na luta pela anistia. "Com a liberdade partidria, o MDB deu origem ao PMDB e a lideranas importantes que fundaram o PP, o PDT e o PSDB. Tarcsio Delgado pertence a esse grupo dos autnticos que constituem a memria viva dessa jornada pela liberdade e pela democracia", afirmou Pinto Coelho.

    Presenas - Alm dos citados, compuseram a Mesa o secretrio-geral do PMDB mineiro, Fernando Diniz; os ex-senadores Ronan Tito e Alfredo Campos; o representante da 4 Diviso do Exrcito, coronel Evandro Bartolomey Vidal; o vice-prefeito de BH, Ronaldo Vasconcellos; o vereador de Belo Horizonte Geraldo Flix; o prefeito de Ipatinga, Sebastio Quinto; o ex-presidente do PMDB-MG, Joaquim Melo Freire; o ex-presidente da Assemblia, Gensio Bernardino; a representante do PMDB Mulher, Aparecida Moura; o presidente do PMDB Jovem Nacional, Jos Roberto Paixo Lages; e o deputado Adalclever Lopes, tesoureiro do PMDB e autor do requerimento da homenagem. O evento teve ainda nmeros musicais apresentados pela Orquestra Luz e Arte, com o Hino Nacional e canes de Milton Nascimento. Alm dos citados, compuseram a Mesa o secretrio-geral do PMDB mineiro, Fernando Diniz; os ex-senadores Ronan Tito e Alfredo Campos; o representante da 4 Diviso do Exrcito, coronel Evandro Bartolomey Vidal; o vice-prefeito de BH, Ronaldo Vasconcellos; o vereador de Belo Horizonte Geraldo Flix; o prefeito de Ipatinga, Sebastio Quinto; o ex-presidente do PMDB-MG, Joaquim Melo Freire; o ex-presidente da Assemblia, Gensio Bernardino; a representante do PMDB Mulher, Aparecida Moura; o presidente do PMDB Jovem Nacional, Jos Roberto Paixo Lages; e o deputado Adalclever Lopes, tesoureiro do PMDB e autor do requerimento da homenagem. O evento teve ainda nmeros musicais apresentados pela Orquestra Luz e Arte, com o Hino Nacional e canes de Milton Nascimento.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 17, 2007

    Giramos pelo Interior de Minas, ministrando a palestra "Socorro, Estou na TV". Foi muito gratificante! O registro veio da pgina da Unipac na Internet.

                       Joo Carlos Amaral ministra palestra na UNIPAC/Barbacena


    No dia 29 de maro, no anfiteatro do Campus Magnus, os alunos do curso de Comunicao Social participaram de uma palestra com o jornalista Joo Carlos Amaral.
    Com o ttulo SOCORRO!!! Estou na TV, a palestra ressaltou a importncia da imagem pessoal tanto do entrevistado como do entrevistador, foram analisadas atitudes como entonao de voz, forma de comunicao, gesticulao, trajes apropriados, enfim detalhes  fundamentais para  a projeo da auto-imagem. Foi exibido um vdeo  onde aconteceu uma interao entre o palestrante e as situaes apresentadas, podendo a platia perceber, observar e diagnosticar pontos importantes que fazem parte da postura frente as cmeras.


    No final, Joo Carlos Amaral promoveu uma interao com os alunos abrindo espao para perguntas, sanando dvidas e expondo situaes divergentes entre rdio e TV, mostrando o diferencial da mdia e como ela deve ser utilizada.
    Joo Carlos Amaral ex reprter poltico da rede Globo e atual ncora da TV Assemblia.

    Ana Carolina Cobucci

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 17, 2007

    Resultado da proibio da venda de bebidas alcolicas nos jogos de futbel no Estdio Magalhes Pinto, aqui em Belo Horizonte.









                              Mineiro registra queda de 71% nas ocorrncias policiais

     











    Lucia Sebe/Imprensa MG
     

    O nmero de ocorrncias policiais registradas no Mineiro, no primeiro trimestre deste ano, teve reduo de 71,15% com relao ao mesmo perodo do ano passado. O levantamento estatstico, divulgado nesta tera-feira (17), foi realizado pela Comisso de Monitoramento da Violncia em Eventos Esportivos e Culturais (Comoveec). De acordo com o superintendente de Avaliao e Qualidade da Atuao do Sistema de Defesa Social, Jos Francisco da Silva, a reduo drstica do nmero de ocorrncias durante os jogos da primeira fase do Campeonato Mineiro pode ser atribuda proibio de venda de bebidas alcolicas no estdio, medida adotada desde dezembro de 2006.

    "Alm da reduo significativa do nmero de ocorrncias policiais, a proibio da venda de bebidas alcolicas no Mineiro fez com que aumentasse o nmero de mulheres e crianas no estdio. Hoje assistimos volta das famlias ao Mineiro e isso gera, fundamentalmente, uma maior sensao de segurana", analisou o superintendente.

    A Polcia Militar, responsvel pelo registro das ocorrncias no Mineiro, tambm aprova a proibio da venda de bebidas alcolicas e garante que, aps a medida, o nmero de ocorrncias registradas fora do estdio tambm sofreu uma grande reduo. "No entramos no mrito de avaliar se a proibio da venda de bebidas a medida mais ou menos acertada. O que podemos dizer que, em termos de segurana pblica, o resultado inquestionvel e altamente positivo", afirmou o tenente-coronel Samuel Gonalves Ferreira, comandante do Batalho de Polcia de Eventos (BPE).

    Para os prximos meses, a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) estuda a implementao de outras unidades da Comoveec em cidades-plo do interior de Minas Gerais. Atualmente, a comisso composta por representantes da Seds, das polcias Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros, alm de membros do poder judicirio, do Ministrio Pblico e da sociedade civil organizada.


     Reduo

    O levantamento de ocorrncias feito pela Comoveec foi divulgado ao final de uma reunio da comisso (foto). De acordo com os dados da PM, crimes como "provocao de tumulto/conduta inconveniente" tiveram reduo de 100% no primeiro trimestre de 2007, com relao ao mesmo perodo de 2006. Por sua vez, as ocorrncias de "leses corporais" e "vias de fato/agresso" tiveram reduo de 66,67% entre o campeonato passado e o atual.

    A tabela do arquivo em anexo ilustra o comparativo de registro de ocorrncias no interior do estdio Mineiro nos primeiros trimestres de 2006 e 2007.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 17, 2007

    10 de maio de 2007.UM DIA HISTRICO para o Parlamento Mineiro. Ministro Hlio Costa marcou para dia 10 de maio sua vinda a BH, para assinar portaria autorizando a TV Assemblia a transmitir sua programao pelo SISTEMA ABERTO, pelo canal 31 Educativo.

                                       
                          A solenidade que est sendo preparada pela Assemblia de Minas ser s 16h30m, dia 10 de maio, no Salo Nobre do Palcio da Inconfidncia. O ato, que ser presidido pelo deputado Alberto Pinto Coelho, presidente da Assemblia, tem um significado fundamental para a histria da TV Assemblia, que hoje atinge quase 300 municpios mineiros pelo sistema UHF e pelo cabo.
                      
                         Com a autorizao do ministro das Comunicaes Hlio Costa, a TV Assemblia vai atingir seu pleno objetivo: informar o que os parlamentares - 77 deputados e deputados - eto realizando em favor dos quase 20 milhes de mineiros e mineiras e discutir todos os temas de interesse  da populao, via TV, j que os eventos so transmitidos AO VIVO - sem edio ou qualquer corte. 

                         No caso de Belo Horizonte, que s recebe o sinal da TV Assemblia, os cerca de 2 milhes e meio de pessoas, que moram aqui na capital, podero sintonizar no canal 31 e captar a programao da emissora legislativa que comea s 7 da manh vaio atr as duas da madrugadas do dia seguinte, de domingo a domingo.

                         Nota 10 deste BLOG DE NOTCIAS para o mininistro Hlio Costa pela deciso de dar a Minas um canal aberto de TV Legislativa.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 17, 2007

    "A histria de um rebelde" - do ex-deputado, ex-secretrio-geral do PMDB nacional e ex-prefeito de Juiz de Fora, Tarcsio Delgado, lanou na Assemblia Legislativa, resgata a histria do MDB, fundado em 1966, para aglutinar as foras de oposio ao Regime Militar. A obra de flego, reunindo os fatos mais importantes do MDB nos ltimos 40 anos. No livro personalidade histricos como Tancredo Neves, Teotnio Vilela, dr.Ulusses Guimares, Jorge Ferraz, Joaquim de Melo Freire, Ronan Tito, Aiton Soares, apenas para cita alguns dos centenas de polticos que trabalharam pela democracia, atravs do MDB. UMA COBRANA DESTE BLOGUEIRO: o autor, nosso amigo, Tarcsio Delgado deveria ter colocado as fotos histricas das aes dos personagens do MDB, como aquela do senador Teotnio Vilela cerca por soldados e ces numa manifestao pelas Diretas J. Fica a cobrana. Quem ler o livro vai sentir a falta das fotografias. A foto abaixo o fotgrafo Guilherme Bergamini, da Assemblia Legislativa de Minas.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 17, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. A foto da Assessoria de Comunicao da Assemblia Legislativa emblemtica da participao dos mineiros nos 40 anos do MDB, hoje PMDB. A Reunio Especial foi no plenrio JK, em Belo Horizonte. Na foto abaixo da esquerda para a direita: o vererador Geraldo Flix, o homem do chapu, o ex-senador Ronan Tito, o representante da 4 iviso de Exrcito, coronel Bartolomei, o deputado federal Mauro Lopes, secretrio-geral do PMDB Nacional, o presidente da Assemblia de Minas, deputado Alberto Pinto Coelho, o deputado federal Fernando Diniz, presidente do PMDB Mineiro, o ex-senador Alfredo Campos, o vice-prefeito de BH, Ronaldo Vasconcellos, o ex-deputado Tarcsio Delgado, o ex-presidente da Assemblia, Gensio Bernardino ( todos da velha guarda do MDB).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 17, 2007

    Insegurana: apenas 187 das 1.128 casas lotrias em Minas so atendidas por carros-forte. A informao vem do site www.almg.gov.br Confira os detalhes da reunio da Comisso de Seguranas do Parlamento Mineiro.











                                    Lotricos denunciam insegurana no transporte de valores no Estado

    O Sindicato dos Lotricos do Estado pediu Comisso de Segurana Pblica da Assemblia Legislativa de Minas Gerais apoio no processo de ampliao do sistema de transporte de valores nos estabelecimentos do setor no Estado. Segundo o presidente da entidade, Jos Mrio Moreira da Silva, apenas 187 das 1.128 casas lotricas de Minas so atendidas por carros-forte, e que nesses locais houve uma reduo de 60% no nmero de assaltos e roubos. A reunio, realizada nesta tera-feira (17/4/07), foi solicitada a requerimento do deputado Sargento Rodrigues (PDT), e recebeu tambm representantes da Caixa Econmica Federal, Polcia Militar, Polcia Civil, Ministrio Pblico e Sindicato dos Vigilantes de Minas Gerais.

    De acordo com Jos Mrio, a situao crtica, uma vez que os servios bancrios realizados pelas casas lotricas tm aumentado e, com isso, esses estabelecimentos so cada vez mais alvo da ao de assaltantes. Os dados do sindicato apontam que 70% dos clientes procuram as lotricas para pagamento de contas e apenas 12% freqentam as lojas para fazer apostas. Segundo ele, responsabilidade da Caixa Econmica Federal zelar pela segurana do transporte desses valores. "Esse volume grande de dinheiro, que atrai os bandidos, nem nosso. Acho injusto que ns paguemos por essa insegurana. Estamos realmente apavorados", reclamou.

    Jos Mrio Moreira da Silva solicitou que a comisso interferisse junto Caixa Econmica Federal, para que a liberao de recursos da verba de segurana para casas lotricas (1% da arrecadao com jogos) seja proporcional ao que o Estado arrecada. Minas Gerais ocupa o 2 lugar no ranking de arrecadao nacional, com 22% do total, atrs apenas de So Paulo, que arrecada 40%, segundo informao do Sindicato dos Lotricos, confirmada pelo representante da CEF, Dimas Lamounier. O deputado Sargento Rodrigues informou que apresentar requerimento na prxima reunio da comisso, para pedir informaes CEF sobre esta verba, seus percentuais e forma de aplicao.

    O representante da Polcia Militar, tenente-coronel Robson Campos, concordou que a situao preocupante, mas apontou dados que mostram reduo no nmero de assaltos a lotricas no Estado. De acordo com ele, as ocorrncias em Minas caram de 497, em 2003, para 129 em 2006. Em Belo Horizonte, os nmeros mostram a reduo de 295, em 2003, para 44 em 2006. "Acreditamos que a soluo passa pela integrao das polcias, dos lotricos e da comunidade. Se conseguirmos desenvolver um plano amplo de segurana poderemos melhorar a preveno e o poder de resposta aos assaltos a estabelecimentos lotricos," disse. "A curto prazo a soluo utpica, mas o resultado j comea a aparecer. J sabemos o que fazer e como fazer, mas precisamos ainda de recursos e maturidade nessa rede de articulao", completou. A representante do Ministrio Pblico, Cssia Virgnia, concordou com o tenente-coronel sobre a importncia da integrao dos interessados e ressaltou ainda a necessidade da capacitao dos vigilantes e policiais militares neste processo.

    Caixa afirma no haver negligncia

    Caixa afirma no haver negligncia

    Os deputados Sargento Rodrigues e Dlio Malheiros (PV) afirmaram que a responsabilidade pelo transporte de valores da Caixa Econmica Federal. Segundo eles, os bancos transferiram para as agncias lotricas as operaes de menor rentabilidade e no fornecem a segurana necessria aos servidores e cidados. "As lotricas hoje so verdadeiros bancos, que trabalham com o que no d lucro. O sistema bancrio deve rever essa situao, pois a corda est arrebentando para o lado do mais fraco", disse Dlio Malheiros.

    O superintendente da Caixa em Minas, Dimas Wagner Lamounier, disse que no h negligncia da instituio nesse caso. Segundo ele, a parceria do banco com o sindicato tem evoludo e que a universalizao do sistema de transporte de valores dificultada pelo custo de contratao das empresas de segurana. Ele sugere aos lotricos que se articulem e procurem se instalar em locais de menor incidncia, tais como shoppings centers e galerias comerciais. "A Caixa no foge responsabilidade, mas h uma srie de outras aes, que no somente o transporte contratado de valores, que vm dando resultado. Se a situao ainda no a ideal, no por desinteresse da Caixa", afirmou.

    Os deputados Luiz Tadeu Leite (PMDB) e Paulo Csar (PDT) tambm consideram ser praticamente impossvel atender toda a rede de lotricas do Estado. Para Luiz Tadeu, o problema um reflexo da deficincia da segurana pblica no Estado e no Pas. Segundo ele, a responsabilidade no pode ser atribuda somente aos bancos, mas ao poder pblico. "Temos que fazer um apelo aos governos estadual e federal. preciso que se desenvolvam melhores polticas pblicas para que se tenham solues efetivas. O problema no dos bancos, de segurana pblica", concluiu.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 17, 2007

    Ministros Hlio Costa, das Comunicaes e Srgio Resende de Cincia e Tecnologia, alm de Hlio Graciosa do CNPq se unem no Projeto de Convergncia Tecnolgica. Produtos genuinamente brasileiros para redes ticas de alta velocidade.

    Empresas brasileiras vo receber transferncia de tecnologias desenvolvidas no projeto GIGA

     Seis empresas nacionais foram selecionadas para produzir equipamentos para redes pticas de alta velocidade com tecnologias desenvolvidas pelo CPqD

      Os ministros das Comunicaes, Hlio Costa, da Cincia e Tecnologia, Srgio Rezende, e o presidente do CPqD (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicaes), Hlio Graciosa, oficializam,o processo de transferncia de tecnologias desenvolvidas pelo Projeto GIGA (Projeto de convergncia tecnolgica de redes IP e redes pticas de alta velocidade) para seis empresas brasileiras.

     "Estamos fazendo todos os convnios e acordos possveis para desenvolver a tecnologia nacional", afirmou Hlio Costa.

     A cerimnia, no auditrio do Ministrio das Comunicaes, em Braslia, com a participao dos presidentes das empresas que iro produzir equipamentos com as tecnologias desenvolvidas pelo CPqD.

     A seleo das empresas baseou-se na avaliao de capacidade tcnica, desempenho financeiro e modelo de gesto. Empresas que j produziam sistemas pticos e outras que esto apostando fortemente neste mercado, tambm foram consideradas.

     A transferncia de tecnologia vai permitir s empresas selecionadas condies de oferecerem equipamentos extremamente avanados s operadoras de telecomunicaes, proporcionando a evoluo das redes pticas no pas.

     GIGA

    O projeto GIGA, financiado pelo Funttel (Fundo para Desenvolvimento Tecnolgico das Telecomunicaes) e apoiado pela Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), uma parceria entre o CPqD e a RNP (Rede Nacional de Ensino e Pesquisa) e conta com uma plataforma de teste, a Rede GIGA, que conecta cerca de 20 instituies brasileiras numa distncia de 750 km.

     Com investimento de R$ 55 milhes, o projeto compreende a pesquisa e o desenvolvimento de uma rede de alta capacidade de trfego, flexibilidade e qualidade de transmisso em tempo real, utilizando-se das redes IP e WDM. A tecnologia desenvolvida vai beneficiar, e muito, os servios de telemedicina, teleducao, entretenimento e estudos de prospeco de petrleo, entre outros.





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 17, 2007

    De olho nos cinemas, em Minas. E nos teatros, claro.

                    Comisso de Defesa do Consumidor discutir Estatuto do Cinfilo

    A Comisso de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Assemblia Legislativa de Minas Gerais ir promover nesta quinta-feira (19/4/07), s 9 horas, no Plenarinho III, um debate sobre o Projeto de Lei 685/07, de autoria do deputado Dlio Malheiros, que institui o Estatuto do Cinfilo. O debate ser feito a requerimento do prprio autor. Apesar do nome, o estatuto tambm regulamenta a prestao de servio pelos teatros. De acordo com Malheiros, o objetivo do projeto garantir os direitos dos espectadores sem prejudicar exibidores de cinema, administradores de teatros ou produtores de espetculos.

    Entre as garantias previstas no projeto em tramitao na Assemblia, esto a proibio de mudanas de ltima hora na programao das salas; limitao das propagandas exibidas antes de cada filme e controle rigoroso da utilizao de celulares em salas de cinema. "A lei tambm ser uma garantia para o prestador do servio", argumentou Dlio Malheiros. Um exemplo, segundo ele, o caso dos celulares. Apesar de os administradores de cinemas e teatros j recomendarem ao pblico o desligamento de celulares, hoje no h qualquer norma que determine isso. A nova lei garantir aos administradores das salas o direito de retirar as pessoas que insistirem em utilizar aparelhos telefnicos durante os espetculos.

    Propaganda - O texto atual limita a dez minutos o tempo para exibio de trailers e cinco minutos para propagandas. "Concordamos com o argumento de que so coisas diferentes. Alm disso, o novo formato impede que todos os 15 minutos que antecedem o filme sejam utilizados com publicidade", ponderou Dlio Malheiros. Para evitar abusos, a entrada de policiais e demais servidores que tenham direito de acesso ao interior das salas sem pagar ingresso observar novas regras. O profissional dever preencher um breve cadastro detalhando o objetivo do servio. Tal medida j adotada por algumas salas, como o Cine Humberto Mauro. - O texto atual limita a dez minutos o tempo para exibio de trailers e cinco minutos para propagandas. "Concordamos com o argumento de que so coisas diferentes. Alm disso, o novo formato impede que todos os 15 minutos que antecedem o filme sejam utilizados com publicidade", ponderou Dlio Malheiros. Para evitar abusos, a entrada de policiais e demais servidores que tenham direito de acesso ao interior das salas sem pagar ingresso observar novas regras. O profissional dever preencher um breve cadastro detalhando o objetivo do servio. Tal medida j adotada por algumas salas, como o Cine Humberto Mauro.

    Esto convidados a participar do debate o assessor da Diretoria do Audiovisual da Secretaria de Estado da Cultura, Daniel de Queiroz Soares; o presidente do Sindicato das Empresas Cinematogrficas Exibidoras de Cinema de Belo Horizonte, Contagem e Betim, Pedro Olivotto; o presidente do Sindicato dos Produtores de Artes Cnicas de Minas Gerais (Sinparc), Rmulo Duque de Azevedo; e o diretor da Marco Produes, Marco Antnio Simo Amaral Reis.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 17, 2007

    COLRIO DE TERA para voc. Em tempos de Minas no top do MISS BRASIL, com Nathlia Guimares, nascida em Juiz de Fora, vale conferir as fotos que vieram da coluna de Csar Romero, conterrneo da Miss Brasil, do jornal Tribuna de Minas. Uma beleza.















                    
    Valtencir Fvero, Nathlia e
    a tia Glorinha Moreira

    Nathlia e Maysa Fernandes





    A Miss Brasil 2007
    Nathlia Guimares
     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 16, 2007

    mineiro o coordenador do COMIT DO LCOOL da ABAG. o empresrio LUIZ CUSTDIO COTTA MARTINS, presidente do SIAMIG - Sindicato da Indstria do lcool de Minas.

                                O coordenador do Comit do lcool da ABAG, criado recentemente pela entidade, Luiz Custdio Cotta Martins, disse que vai fazer um trabalho conjunto com todos os sindicatos no Pas em busca de uma sinergia entre o setor sucroalcooleiro com a Associao.
    Outro assunto de interesse dos produtores de lcool em Minas. Luiz Custdio informou que o presidente da Fiemg, Robson Andrade esteve com o vice-governador Antonio Anstasia para tratar da principal reivindicao do setor - a reduo do ICMS do lcool em Minas de 25% para 12%. O vice-governador disse ao presidente da Fiemg, que vai tratar do assunto esta semana com o governador Acio Neves
                                  
                                


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 16, 2007

    HABEMUS NOVO SECRETRIO de Estado de Desenvolvimento Econmico. o empresrio MRCIO LACERDA.

                                O anncio do nome do novo secretrio, Mrcio Lacerda, que vai para a vaga aberta com a sada de Wilson Brumer - que voltou iniciativa privada, no Conselho da Usiminas - foi feito pelo governador Acio Neves, nesta segunda-feira. O governador disse que o maior desafio do novo secretrio de Desenvolvimento Econmico de Minas, Mrcio Lacerda :
    " continuar o processo de atrao de novos investimentos privados para Minas e criar polticas pblicas para agregar valor aos produtos fabricados no Estado". A posse ainda no est marcada.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 16, 2007

    Buracos com os dias contados em Minas. Sero recuperados quase 2 mil kms de ESTRADAS ESTADUAIS.. Confira!









                                Acio libera R$ 228 milhes para recuperao de rodovias

     











    Wellington Pedro/Imprensa MG
     


    O governador Acio Neves autorizou, nesta segunda-feira (16), no Palcio da Liberdade, a liberao de  R$ 228 milhes destinados recuperao de 1.986 quilmetros de rodovias estaduais at o final deste ano. Ao todo, sero reformadas 134 trechos de estradas em todas as regies do Estado, beneficiando diretamente 160 municpios. Os recursos integram a segunda etapa do Programa de Recuperao e Manuteno Rodoviria do Estado de Minas Gerais (ProMG), um dos 50 projetos estruturadores do Estado. Desde que foi criado em 2003, o programa j recuperou 8.500 quilmetros de estradas com investimento de R$ 382,5 milhes.
    "Anunciamos um conjunto de investimentos extremamente expressivos que possibilitaro a recuperao de 2 mil quilmetros de rodovias estaduais em Minas. Hoje um dia de muita alegria porque o Governo avana em uma velocidade muito grande e em muitas reas de responsabilidade do Estado, os investimentos esto sendo feitos e o planejamento realizado", afirmou o governador, em seu pronunciamento.
    Acio Neves ressaltou a importncia do ProMG para o desenvolvimento do Estado, j que o programa tem garantido a conservao das rodovias mineiras e melhorado o acesso e a mobilidade da populao em vrias regies. Segundo ele, os investimentos na rea de transportes no Estado so histricos e s foram possveis em funo de um planejamento eficiente, o que garantiu os recursos para a realizao das obras. De toda a malha rodoviria pavimentada de Minas Gerais, num total de 23.750 quilmetros, cerca de 15.700 quilmetros esto sob jurisdio estadual, o que corresponde a 66% das rodovias que cortam o Estado.
    "Todos os investimentos autorizados tm recursos garantidos para sua efetivao, no apenas para o incio, mas para a concluso das obras. O ProMG um programa de altssima extenso territorial porque est distribudo por todas as regies do Estado e preciso que estejamos sempre dando exemplos de que, de forma descentralizada, a eficincia e os resultados so muito maiores", afirmou o governador.
    Gesto inovadora
    Os investimentos anunciados sero destinados recuperao de estradas includas nos trs sub-programas ProMG Funcional, ProMG Pleno, e o ProMG Estrada Real, que est sendo criado para melhorar as condies de trfego das rodovias que cortam o circuito turstico Estrada Real. Os recursos so provenientes do Tesouro Estadual (R$ 54 milhes), do imposto dos combustveis - Cide (R$ 142 milhes ) e de operaes de crdito junto ao Banco Mundial Bird (R$ 32 milhes).
    O secretrio de Estado de Transportes e Obras Pblicas, Fuad Noman, afirmou que os investimentos autorizados sero responsveis por intervenes em 30% da malha viria estadual. "Nossa expectativa que, mantido esse ritmo, vamos chegar ao final deste mandato, com um volume expressivo de estradas recuperadas de forma definitiva. No estamos fazendo operao tapa-buraco, no estamos fazendo remendo, estamos fazendo recuperao", disse o secretrio.
    Por meio do ProMG Pleno, sero investidos R$ 101,5 milhes, recursos da Cide, para recuperar 1.233 quilmetros em cinco Coordenadorias Regionais (CRG) e atender diretamente 110 municpios. O programa foi criado no ano passado nas CRGs de Belo Horizonte e Formiga e, agora, o governador autoriza o incio do processo de licitao para a ampliao do programa a 16 CRG Oliveira, 24 CRG Passos, 3 CRG - Par de Minas.
    O ProMG Pleno inovou o sistema de gerenciamento de rodovias estaduais. O programa prev a recuperao e conservao de estradas estaduais por um perodo de quatro anos. A empresa vencedora do contrato de licitao executa os servios iniciais em todo o segmento da estrada e assume a manuteno da via por quatro anos, garantindo a boa trafegabilidade, com pista em bom estado e boa sinalizao, para dar segurana aos usurios. A experincia bem sucedida nas CRGs de Belo Horizonte e Formiga levou o Governo do Estado a ampliar o programa para as outras regionais.
    Desenvolvimento do turismo
    Para melhorar a infra-estrutura rodoviria dos municpios inseridos no circuito Estrada Real, e atrair cada vez mais turistas, o Governo do Estado investir R$ 67,3 milhes na recuperao de 388 quilmetros de estradas. Sero contemplados municpios nas regies Central, Sul de Minas e Zona da Mata. As obras, que sero iniciadas imediatamente, beneficiaro diretamente 25 municpios. Os recursos so originados de financiamento por meio do Bird (R$ 31,8 milhes) e da Cide (R$ 35,4 milhes).
    O Governo do Estado tambm investir R$ 58,4 milhes na recuperao de 365 quilmetros dentro do ProMG Funcional. O programa vem sendo implantado desde 2003 e j recuperou 8.500 quilmetros de estradas. No ProMG Funcional, a empresa contratada, por meio de licitao, faz apenas a recuperao da rodovia. A conservao realizada pelo DER-MG com equipamentos e recursos humanos prprios ou por servio terceirizado. As obras beneficiaro diretamente 22 municpios e tero incio imediato com recursos do Tesouro do Estado (R$53,6 milhes) e da Cide (R$ 4,8 milhes).
    Contemplado com o programa ProMG Estrada Real, o prefeito de Diogo de Vasconcelos, Joo Antunes Duarte, no teve como esconder a satisfao. O pequeno municpio da Regio Central est no Circuito Estrada Real e sua economia depende dos turistas que vo conhecer as cachoeiras, o artesanato e uma pequena reserva de Mata Atlntica. " Nosso municpio pobre, no temos indstrias. O turismo, artesanato, as nossas cachoeiras, so a nossa redeno", disse o prefeito.
    O prefeito de Cludio, na regio Centro-Oeste, Adalberto Rodrigues da Fonseca, comemorou o anncio da recuperao da MG-260 at o trecho da BR-381. Segundo ele, a recuperao da estrada ser de fundamental importncia para garantir o escoamento da produo local. "Ns precisamos de estradas em boas condies para garantir o escoamento da nossa produo local", afirmou.
    Veja em anexo as tabelas com os trechos beneficiados na segunda etapa do ProMG.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 16, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. O presidente dos Correios, Carlos Henrique Custdio acaba de retornar da Costa Rica, aonde assinou termo de cooperao com os Correios de l, para levar o know how brasileiro quele pas, j que o Brasil referncia mundial neste segmento. Os detalhes do termo de cooperao ns vamos publicar aqui no nosso BLOG DE NOTCIAS, em breve. Foi o que combinamos agora a pouco com o presidente dos Correios, Carlos Henrique Custdio, pelo telefone. Aguardem!

                                                     
                                                      Da esquerda para a direita: o advogado Jos Artur Filardi, chefe de gabinete do ministro das Comunicaes, Hlio Costa e o presidente dos CORREIOS, Carlos Henrique Custdio, um mineiro nascido em Paraispolis e funcionrio de carreira da Caixa Econmica Federal, que leva sua ampla experincia para os Correios. Uma acertada escolha do ministro Hlio Costa.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 16, 2007

    A MAIS BELA DO PAS. Uma Mineira a nova Miss BRASIL 2007. Politizada ela encantou o jri e a platia presentes ao concurso transmitido pela Rede Bandeirantes no sbado noite. A nova miss, Natlia Guimares, 22 anos, destacou na mini entrevista, respondendo a uma pergunta de uma das juradas, que em Minas, o governador Acio Neves vem fazendo um trabalho correto, que deveria ser seguido pelos polticos em todo o Pas. UM DETALHE: o colunista Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora, foi o primeiro a ter OLHO CLNICO e a escrever, h dois meses, que a juizforana Natlia Guimares, conterrnea dele, tinha tudo para ser a nova Miss Brasil 2007. No deu outra, para felicidade de todos ns mineiros e mineiras. Parabns a Natlia Guimares. E que ela conquiste agora o MIss Universo. SUCESSO!

    Joo Pedro Sampaio/ Band

    Miss Esprito Santo , Jakeline Soares, e Miss Minas Gerais,                    
                                                            Natlia Guimares,
    a nova MISS BRASIL 2007.
    "A Miss Minas Gerais uma das mais experientes na carreira de modelo dentre as candidatas do concurso deste ano. Natlia Guimares j trabalhou em Nova Iorque, para onde pretende voltar aps o evento do Miss Brasil 2007. Moradora da capital Belo Horizonte, aos 22 anos ela est sexto perodo de arquitetura na faculdade. A mineira foi a primeira brasileira a vencer o concurso Top Model of the World, concorrendo com 63 candidatas do mundo todo. Ela ficou em primeiro lugar. A Miss Minas Gerais tem 1,75m de altura, 90cm de busto, 60cm de cintura e 93cm de quadril."
    Perfil veio do site www.band.com.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 16, 2007

    Segurana Pblica. Deputado Sargento Rodrigues do PDT quer ouvir donos de casa lotricas e autoridades.

                       Segurana nas casas lotricas tema de reunio nesta tera (17)

    Expandir o servio de recolhimento de valores por carros-fortes nas casas lotricas para aumentar a segurana nesses locais. Este o objetivo do debate que a Comisso de Segurana Pblica da Assemblia Legislativa de Minas Gerais promove nesta tera-feira (17/4/07), s 8h45, no Plenarinho III, a requerimento do seu presidente, deputado Sargento Rodrigues (PDT). Segundo o parlamentar, alm de debater as garantias de segurana para os lotricos e usurios, a reunio tem o propsito de discutir a legislao vigente.

    Na justificativa do seu requerimento, Sargento Rodrigues destaca que os produtos oferecidos pelas lotricas em convnio com a Caixa Econmica Federal registraram, nos ltimos anos, aumento considervel das transaes realizadas, tornando os estabelecimentos alvos constates de aes criminosas. O parlamentar lembrou ainda que, em 2001, foi registrada em Belo Horizonte a morte de Sandra Gomes, proprietria da casa lotrica "Ponto da Sorte", situada no Shopping Norte.

    Foram convidados para a reunio a superintendente regional da Polcia Federal em Minas Gerais, Snia Estela de Melo; o coordenador do Centro de Apoio Operacional de Combate ao Crime Organizado e Investigao Criminal, procurador de Justia Andr Estvo; o chefe da Polcia Civil, Marco Antnio Monteiro de Castro; o comandante-geral da Polcia Militar, coronel Hlio dos Santos Jnior; o superintendente de Negcios da Caixa Econmica Federal, Dimas Wagner Lamounier; o presidente do Sindicato dos Lotricos de Minas Gerais, Jos Mrio Moreira da Silva; e um representante do Sindicato dos Empregados de Empresas de Segurana e Vigilncia de Minas Gerais

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 16, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PAVRAS. Assunto: asfaltamento do Proacesso ( j concludo pela Cadar Engenharia) de Barbacena para Desterro do Melo - que fica a 200 kms de BH, 32 de Barbacena, no Caminho do Meio da Estrada Real.

    FAZENDO BEM FEITO

    Inaugurao da estrada do Melo: um sonho de quase um sculo vira realidade com o governador Acio Neves.
    Em conversa com assessores do governador, Acio Neves, o prefeito de Desterro do Melo, Rui Barbosa Amaral Fernandes anunciou a preparao das solenidades para inaugurao da obra de pavimentao da MG 265, que interliga o seu Municpio BR 040. O prefeito aguarda confirmao de data para receber Acio e realizar as solenidades ainda no primeiro semestre deste ano.



    O prefeito de Desterro do Melo, Rui Fernandes,
    o prefeito de Alto Rio Doce, Wilson Gonalves,
    Wilsinho" e o secretrio de governo de Minas,
    ex-deputado federal Danilo de Castro.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 16, 2007

    Ministro Hlio Costa: mais 194 localidades em 20 Estados tero Rdios Comunitrias.

                              Ministrio das Comunicaes publica novo
                            aviso de habilitao para rdios comunitrias
     


    Quase 200 localidades em todo o Brasil foram selecionadas,
    incluindo comunidades indgenas e quilombolas

    O Ministrio das Comunicaes publicou no Dirio Oficial da Unio, nesta tera-feira  aviso de habilitao para 194 localidades situadas em 20 estados do pas. Os interessados tm prazo de 45 dias para apresentar a documentao necessria para concorrer ao processo de seleo.
     
    Em parceria indita entre os ministrios das Comunicaes e de Minas e Energia, as 194 reas selecionadas para receber as novas rdios tambm so atendidas pelo programa 'Luz para Todos'. "Essa parceria tem o objetivo de ampliar a democratizao da mdia, levando as novas rdios para as comunidades atendidas pelo programa, como as quilombolas, indgenas e assentamentos rurais", afirmou o ministro das Comunicaes, Hlio Costa.
     
    No processo de avaliao dessas localidades, tambm participaram a Secretaria Especial de Polticas de Promoo da Igualdade Racial (SEPPIR), a Eletrobrs e as concessionrias de energia que cobrem as regies. A chegada da energia eltrica complementada com a implementao de rdios comunitrias, parte das iniciativas do Governo Federal em oferecer instrumentos de desenvolvimento, cidadania e de democratizao dos meios de comunicao.
     
    Os procedimentos obrigatrios para concorrer rdio comunitria esto disponveis no site
    www.mc.gov.br.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 16, 2007

    Da srie: QUEM TEM BLOG informa primeiro seus leitores e leitoras. A est um exemplo, um "case" para pensar. O nosso BLOG DE NOTCIAS foi o nico a registrar o fato, que diz muito da personalidade do nosso governador Acio Neves. Que d um verdadeiro "choque de gesto" no comportamento de muitos polticos, que preferem se fechar em copas, em seus palcios e gabinetes, a ter que circular entre os simples mortais. Fica o registro.

    De SURPRESA o governador ACIO NEVES esteve sexta-feira almoando no restaurante uruguaio, Parilla do Mercado, que fica no Mercado Distrital do bairro Cruzeiro, aqui em Belo Horizonte. Conversamos rapidamente com ele. Eu disse: como que vai governador? Eu s o vejo pela mdia. Bem humorado e afvel ele respodeu: eu tambm s o vejo pela TV, Joo!

                         A tarde sexta-feira estava de sol. A Parrilla do Mercado no estava lotada por volta das trs horas. O governador chegou acompanhado da ex-mulher, Adria Falco e de mais quatro amigos. Estava de camisa social, mangas arregaadas. Ao entrar parou cumprimentou o deputado Estadual, Gustavo Correia, do DEM, que estava com um grupo de amigos.

                        Nos viu - eu, o diplomata da ONU, Carlos Alberto Penna e o advogado, ex-juiz aposentado, Expedito Euzbio da Silva - que almovamos numa mesa prxima da que o governador se sentou com seus amigos. Nos cumprimentou. Fui at a mesa dele para uma rpida conversa. Afinal, ningum estava al a trabalho.
     
                        Falei que o nosso BLOG DE NOTCIAS est chegando aos 130 mil acessos. Ele se admirou e gostou de ouvir sobre nosso sucesso ( claro que graas a vocs que acessam nosso Blog todo dia). O governador, que conheo por dever de ofcio - ele secretrio do ento governador Tancredo Neves, seu av e eu reprter poltico da Rede Globo, acabamos ficamos amigos e de l para c j se passaram 25 anos.
                       Depois do almoo nos despedimos, ficamos de conversar em Palcio, semana que vem.

                       LIO QUE FICA:
                       Ao invs de se fechar em Palcio, como se fosse um deus intocvel, o governador Acio Neves circula por BH, prestigia os restaurantes, aproveita para como qualquer mortal para degustar um bom bife parrileiro, como fez no Parrilla do Mercado, nessa sexta-feira.Conversa com as pessoas. Vive a vida e governa Minas com criatividade, ousadia e competncia. como diz o nosso grande compositor Milton Nascimento: "o artista ( o poltico tambm dizemos ns),  deve ir aonde o povo est".



    FOTO ARQUIVO do nosso BLOG DE NOTCIAS,
    publicada na coluna do nosso amigo o colunista
    Csar Romero do jornal Tribuna de Minas
    de Juiz de Fora.






                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 16, 2007

    " HISTRIA DE UM REBELDE" - ser lanado hoje, segunda-feira, na Assemblia Legislativa de Minas, pelo ex-prefeito de Juiz de Fora, um histrico pemedebista mineiro, o ex-deputado TARCSIO DELGADO. Ser na Reunio Especial, em homenagem aos 40 anos do PMDB, fundado em 24 de maro de 1966, como aglutinador das foras de oposio ao governo militar.

                                              MDB ser homenageado em Plenrio

    A Assemblia legislativa de Minas Gerais vai comemorar os 40 anos de fundao do Movimento Democrtico Brasileiro (MDB), atual PMDB, em Reunio Especial no Plenrio, nesta segunda-feira (16/4/07), s 20 horas. Durante a solenidade, haver o lanamento do livro "A Histria de um Rebelde", de autoria do ex-deputado estadual e federal, Tarcsio Delgado. A homenagem foi requerida pela bancada do PMDB do Legislativo.

    De acordo com o 2 vice-presidente da Assemblia Legislativa, deputado Jos Henrique (PMDB), a homenagem aos 40 anos do MDB "representa muito para poltica do nosso pas, pois um movimento que pretende resgatar a redemocratizao, progressista, e que de certa forma, conseguiu alcanar seu objetivo", destacou o deputado. Para ele, o Movimento Democrtico Brasileiro, durante todo esse o perodo da sua histria, tem contribudo para a poltica nacional.

    Histria - O MDB foi criado em 24 de maro de 1966, como aglutinador das foras de oposio ao governo militar. Pouco antes, em 27 de outubro de 1965, havia sido decretado o Ato Institucional n 2, que extinguia os partidos polticos e estabelecia eleies indiretas para presidente da Repblica. Em fevereiro de 1966, decretou-se o Ato Institucional n. 3, estabelecendo eleies indiretas, tambm, para governador. Nesse contexto que se tornou possvel a formao dos dois partidos no regime militar: a Aliana Renovadora Nacional (Arena), que apoiava o governo, e o Movimento Democrtico Brasileiro (MDB), oposicionista. O MDB foi criado em 24 de maro de 1966, como aglutinador das foras de oposio ao governo militar. Pouco antes, em 27 de outubro de 1965, havia sido decretado o Ato Institucional n 2, que extinguia os partidos polticos e estabelecia eleies indiretas para presidente da Repblica. Em fevereiro de 1966, decretou-se o Ato Institucional n. 3, estabelecendo eleies indiretas, tambm, para governador. Nesse contexto que se tornou possvel a formao dos dois partidos no regime militar: a Aliana Renovadora Nacional (Arena), que apoiava o governo, e o Movimento Democrtico Brasileiro (MDB), oposicionista.

    Histria - O MDB foi criado em 24 de maro de 1966, como aglutinador das foras de oposio ao governo militar. Pouco antes, em 27 de outubro de 1965, havia sido decretado o Ato Institucional n 2, que extinguia os partidos polticos e estabelecia eleies indiretas para presidente da Repblica. Em fevereiro de 1966, decretou-se o Ato Institucional n. 3, estabelecendo eleies indiretas, tambm, para governador. Nesse contexto que se tornou possvel a formao dos dois partidos no regime militar: a Aliana Renovadora Nacional (Arena), que apoiava o governo, e o Movimento Democrtico Brasileiro (MDB), oposicionista. O MDB foi criado em 24 de maro de 1966, como aglutinador das foras de oposio ao governo militar. Pouco antes, em 27 de outubro de 1965, havia sido decretado o Ato Institucional n 2, que extinguia os partidos polticos e estabelecia eleies indiretas para presidente da Repblica. Em fevereiro de 1966, decretou-se o Ato Institucional n. 3, estabelecendo eleies indiretas, tambm, para governador. Nesse contexto que se tornou possvel a formao dos dois partidos no regime militar: a Aliana Renovadora Nacional (Arena), que apoiava o governo, e o Movimento Democrtico Brasileiro (MDB), oposicionista.

    No dia 15 de janeiro de 1980, durante reunio na Cmara dos Deputados, senadores, deputados e outros integrantes do MDB fundarem o PMDB - Partido do Movimento Democrtico Brasileiro, tendo como primeiro presidente o deputado Ulysses Guimares. Em 8 de junho de 1981, foi publicado no Dirio da Justia o registro definitivo do PMDB.

    Lanamento - O livro "A Histria de um Rebelde" conta a historia do antigo MDB e de seu sucessor, o PMDB, ao longo de 40 anos, nos quais esto registrados os principais acontecimentos polticos do Brasil contemporneo, como a renncia do ex-presidente Jnio Quadros. O autor, ex-prefeito de Juiz de Fora e ex-lder do PMDB na Cmara dos Deputados , ao mesmo tempo, protagonista e cronista de um perodo marcado pela luta contra o regime autoritrio e pela redemocratizao do Pas, atravs da Constituio Democrtica de 1988. O livro "A Histria de um Rebelde" conta a historia do antigo MDB e de seu sucessor, o PMDB, ao longo de 40 anos, nos quais esto registrados os principais acontecimentos polticos do Brasil contemporneo, como a renncia do ex-presidente Jnio Quadros. O autor, ex-prefeito de Juiz de Fora e ex-lder do PMDB na Cmara dos Deputados , ao mesmo tempo, protagonista e cronista de um perodo marcado pela luta contra o regime autoritrio e pela redemocratizao do Pas, atravs da Constituio Democrtica de 1988.

    Lanamento - O livro "A Histria de um Rebelde" conta a historia do antigo MDB e de seu sucessor, o PMDB, ao longo de 40 anos, nos quais esto registrados os principais acontecimentos polticos do Brasil contemporneo, como a renncia do ex-presidente Jnio Quadros. O autor, ex-prefeito de Juiz de Fora e ex-lder do PMDB na Cmara dos Deputados , ao mesmo tempo, protagonista e cronista de um perodo marcado pela luta contra o regime autoritrio e pela redemocratizao do Pas, atravs da Constituio Democrtica de 1988. O livro "A Histria de um Rebelde" conta a historia do antigo MDB e de seu sucessor, o PMDB, ao longo de 40 anos, nos quais esto registrados os principais acontecimentos polticos do Brasil contemporneo, como a renncia do ex-presidente Jnio Quadros. O autor, ex-prefeito de Juiz de Fora e ex-lder do PMDB na Cmara dos Deputados , ao mesmo tempo, protagonista e cronista de um perodo marcado pela luta contra o regime autoritrio e pela redemocratizao do Pas, atravs da Constituio Democrtica de 1988.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 16, 2007

    Para ler e PENSAR.











     

    LIVRO SOBRE RESERVA EXTRATIVISTA


    O livro "Reserva extrativista- mais vida neste cho", de autoria do Pe. Joo Drickx, holands que desenvolve seu trabalho pastoral na periferia de Belm do Par, relata a luta e as conquistas dos seringueiros da regio, com destaque para a trajetria de Chico Mendes. O texto um convite reflexo sobre a questo ambiental, tema da campanha da fraternidade 2007.

    O livro "Reserva extrativista" est venda na Paulinas Livraria: rua Curitiba, 870 - Belo Horizonte.
    Telefone: (31) 3224-2832.

    Assessoria de Comunicao
    Arquidiocese de Belo Horizonte
    http://www.arquidiocesebh.org.br



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Abril 15, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. O deputado Chico Uejo do PSB, de So Gotardo ( o pai dele prefeito do municpio pela terceira vez), troca idias com o secretriuo de Estado de Agricultura de Minas, nosso amigo Gilman Viana na aberura da SUPERAGRO 2007 e 47 Expo Agropecuria, aqui em BH. DETALHE: o deputado CHICO UEJO, que fez conosoco recentemente o curso media trainning "SOCORRO, ESTOU NA TV", nos disse, que antes de se candidatar e se eleger deputado estadual, administrou por mais de cinco anos uma fazenda da famlia dele perto de Braslia. Chico Uejo, de apenas 27 anos, tem como hobby um esporte bem arrojado: tracking. Sempre que d tempo ele pega sua moto e sai pela trilhas de Minas, principalmente pela trilhas da regio dele, o Alto Paranaba e o Tringulo Mineiro.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Abril 15, 2007

    CENSO AGROPECURIO. Coletiva na sede do IBGE, rua Oliveira,523, bairro Cruzeiro, aqui em Beag. Amanh, segunda-feira, s10h30.









                                  Censo Agropecurio vai traar perfil do setor no Estado

     

    O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuria e Abastecimento, e o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica) promovem nesta segunda-feira (16), s 10h30, em Belo Horizonte, uma entrevista coletiva sobre o lanamento do Censo Agropecurio 2007. O Censo Agropecurio ir levantar informaes nos 853 municpios mineiros para traar um perfil da produo agrcola e pecuria do Estado.


    A pesquisa vai mostrar quantos estabelecimentos rurais existem em Minas, alm de traar um retrato da infra-estrutura no campo, identificar o nmero de pessoas ocupadas no meio rural, o perfil dessa ocupao e quais so as prticas e manejos utilizados (tcnicas agrcolas, uso de agrotxicos, de irrigao etc.). O censo tambm ir abordar temas inditos como a destinao final de embalagens de agrotxicos, agricultura orgnica e uso de sementes transgnicas. O ltimo Censo Agropecurio foi realizado em 1996.


    Durante a coletiva, tambm ser lanada a pesquisa de Contagem da Populao, que recensear todos os moradores residentes nos domiclios dos municpios com at 170 mil habitantes e far a atualizao das projees de populao, para definir a distribuio dos recursos do Fundo de Participao dos Municpios (FPM).


    Participam da entrevista o secretrio de Estado de Agricultura, Pecuria e Abastecimento de Minas Gerais, Gilman Viana Rodrigues, representando o Governo do Estado, e a chefe do IBGE em Minas Gerais, Maria Antnia Esteves da Silva. O evento ser realizado na sede do IBGE em Minas Gerais - Rua Oliveira, 523 Cruzeiro.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 14, 2007

    Notcias do nosso Desterro do Melo - cidade que fica a 200 kms de Bh e 32 de Barbacena - no caminho do meio da Estrada Real.





















    ASFALTAMENTO DESTERRO DO MELO - ALTO RIO DOCE

    FAZENDO BEM FEITO
    O governador Acio Neves anunciou na ltima segunda-feira, 09, a terceria etapa do Proacesso, programa do Governo de Minas destinado a assegurar acesso asfltico a municpios que s possuem estradas de terra. Em solenidade no auditrio da Biblioteca Pblica Luiz de Bessa, na Capital, com a presena de prefeitos e parlamentares dos 34 municpios contemplados nessa nova fase do Proacesso, o governador garantiu que as obras em todos os trechos comearo at julho prximo.
    "Esse investimento fruto do esforo da construo de uma nova Minas Gerais, que recuperou credibilidade para voltar a acessar mecanismos de financiamentos internacionais", disse o governador.
    O Proacesso, nessa etapa, vai pavimentar 820,5 quilmetros de rodovias, com investimento de R$ 400 milhes, em recursos do Tesouro do Estado, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Banco Japons de Cooperao Internacional (JBIC).
    "Em Minas no se comea obra sem recursos garantidos. Portanto, as obras sero iniciadas em julho e concludas sem paralisao."
    Desde o lanamento do ProAcesso, em 2004, at maro de 2007, foram pavimentados 1.235 quilmetros, com 55 acessos j concludos. Com a terceira etapa, 119 municpios esto sendo beneficiados, com um investimento total de R$ 1,03 bilho. No segundo semestre deste ano sero licitados mais 40 trechos.
    O objetivo do Proacesso assegurar maior qualidade de vida populao e desenvolvimento aos municpios atendidos.

    Parceria
    Representando os 34 municpios contemplados pelo Proacesso, o prefeito de Alto Rio Doce, Dr. Wilson Teixeira Gonalves, agradeceu o empenho do Governo de Minas em levar o desenvolvimento s pequenas cidades do interior.
    "Os diversos programas mostram que a parceria com os municpios deixou de ser um simples jogo de palavras, para se tornar efetiva. O programa Mquinas para o Desenvolvimento propiciou a mais de 700 municpios renovar sua frota de mquinas e equipamentos, as aes do Sade em Casa e a distribuio de ambulncias certamente esto contribuindo para salvar vidas, e hoje estamos aqui participando de mais um outro benefcio ao sofrido povo do interior de Minas", disse o prefeito.
    O Proacesso tem como objetivo asfaltar 224 acessos rodovirios totalizando 5.600 quilmetros de extenso de rodovias, beneficiando diretamente 1,5 milho de habitantes. Dos municpios a serem atendidos pelo programa, 70% esto concentrados na regio Norte, Vale do Mucuri, Zona da Mata, Rio Doce e Vale do Jequitinhonha. A rea de abrangncia do Proacesso formada por pequenos municpios, dos quais 88% com populao menor que 10 mil habitantes. Destes municpios, 97% tm o IDH (ndice de Desenvolvimento Humano) inferior ao ndice mdio de Minas Gerais.

    FAZENDO BEM FEITO
    Inaugurao
    Em conversa com assessores do governador, o prefeito de Desterro do Melo anunciou a preparao das solenidades para inaugurao da obra de pavimentao da MG 265, que interliga o seu Municpio BR 040. O prefeito aguarda confirmao de data para receber Acio e realizar as solenidades ainda no primeiro semestre deste ano.

    FAZENDO BEM FEITO
    Inaugurao
    Em conversa com assessores do governador, o prefeito de Desterro do Melo anunciou a preparao das solenidades para inaugurao da obra de pavimentao da MG 265, que interliga o seu Municpio BR 040. O prefeito aguarda confirmao de data para receber Acio e realizar as solenidades ainda no primeiro semestre deste ano.







    O ADEUS AO AMIGO CHICO
    FAZENDO BEM FEITO

    Desterro do Melo se despediu, no ltimo sbado, 07, de seu to estimado filho, Francisco Gustavo da Costa, popularmente conhecido pelos seus inmeros amigos como Chico Castorina.
    Comerciante tradicional, Chico tambm exerceu cargos nos poderes Legislativo - como vereador - e Executivo, sendo vice prefeito por dois mandatos.
    Vitimado por um enfarto fulminante, Castorina faleceu na manh da sexta-feira, 06, deixando triste e saudosa a sua legio de amigos.






    NOVA BIBLIOTECA

    FAZENDO BEM FEITO
    Esto intensificadas as obras de construo do prdio que servir como nova sede para a Biblioteca Escolar e Comunitria Coronel Argentino Madeira, na Alameda Dom Oscar de Oliveira. Com as bases prontas, a obra que teve incio no ltimo ms de maro vem substituir o antigo local onde funcionava a biblioteca pblica, em pssimo estado de conservao, inadequado para o armazenamento do acervo literrio e desconfortvel para a utilizao dos seus usurios.
    O espao em construo integra o Centro Cultural, que ser composto tambm pelo local onde funcionam atualmente as reparties do Governo Municipal. Alm de ampla rea para estudo coletivo e individualizado a nova biblioteca vai ter ainda sala de multimdia, centro de informtica, com computadores acessando a rede mundial e sala para exposio de trabalhos, exposies e mostras.
    O Governo Municipal estima inaugurar o espao em novembro de 2007.




    CLARO INICIA PROJETO NA CIDADE

    FAZENDO BEM FEITO
    Na ltima quinta-feira, 12, engenheiros da operadora de telefonia mvel Claro, responsvel pela instalao do servio em 127 municpios mineiros iniciou em Desterro do Melo o processo de implementao da torre de envio de ondas para o funcionamento dos aparelhos de celular no permetro urbano. Os tcnicos visitaram tambm as torres de micoondas no alto da Serra da Conceio, onde a empresa ir instalar a central de envio de sinal para os municpios da regio. Na cidade, o melhor local para a montagem da torre est sendo estudado pela equipe.
    Em conversa com a diretoria da empresa, em seu escritrio na capital Belo Horizonte, fomos informados que a Claro pretende inaugurar todo o sistema de telefonia mvel em Desterro do Melo - uma das primeiras cidades de seu lote - em agosto deste ano.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 14, 2007

    Aes do Consrcio Capim Branco Energia no Tringulo Mineiro aonde constriu e colocou em oprao as Usinas Hidreltrica Capim Branco 1 e 2, gerando 450 megawatts. Um investimento de cerca de 1 bilho de reais.

    CCBE lana projeto Jovens Em Ao



     




     
    O CCBE - Consrcio Capim Branco Energia lanou o projeto Jovens Em Ao, inicialmente voltado para crianas e jovens do Assentamento Olhos Dgua. O projeto tem o objetivo de promover e reforar a boa convivncia e adaptao dos menores que vivem naquela comunidade. Para isso o projeto prev o desenvolvimento de atividades recreativas, de socializao e de orientao, que sero realizadas quinzenalmente e de forma intercalada. Queremos oferecer a eles orientao sobre temas diversos, em especial sobre questes comportamentais. Para que o objetivo seja alcanado preciso proporcionar-lhes motivao. preciso haver integrao. Essa a proposta do projeto, explica Christiane Leite Gomes, assistente social do PAS - Plano de Assistncia Social do CCBE.

    O lanamento aconteceu na tarde de ontem (13) em rea cedida por um dos moradores do Olhos Dgua e foi marcado por uma gincana recreativa, supervisionada pelo professor Leandro e que reuniu crianas e adolescentes com idade entre dois e 14 anos.

    Com esprito esportivo, meio a muita alegria e descontrao os competidores, divididos em dois grupos, pintaram o sete em um adaptado Paint Ball, realizado com bales cheios de tinta. Ao final da gincana, dividida em trs etapas, perdedores e vencedores foram premiados com caixas de chocolate. Na avaliao dos organizadores a iniciativa superou as expectativas.



     

    Do Assentamento

    O assentamento Olhos Dgua, localizado no municpio de Uberlndia, composto por doze lotes, com casas e benfeitorias e que, a ttulo de compensao, foram doados pelo CCBE famlias de no proprietrios que moravam e/ou trabalhavam em reas de terceiros atingidas pelos reservatrios das Hidreltricas de Capim Branco I e de Capim Branco II. Alm dos imveis, as famlias beneficiadas receberam tambm cestas bsicas, kit moblia, sementes, insumos, implementos e assistncia tcnica para o desenvolvimento das atividades agropecurias.  Cursos diversos de qualificao e requalificao de mo-de-obra, visando a gerao de renda tambm so oferecidos atravs de parcerias firmadas com o SINE, SENAC E SESI.    



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 14, 2007

    Recomendo na TV Assemblia, neste fim de semana,




    :: Assista hoje










    Via Justia


    O programa desta semana discute a Proposta de Emenda Constitucional do Senado que modifica os critrios para pagamento de precatrios. Participam do programa o juiz da Central de Conciliao de Precatrios do Tribunal de Justia de Minas, Ramom Tacio de Oliveira, e o procurador Ronaldo Maurilio Cheib, chefe da Procuradoria do Tesouro, Precatrios e Trabalho do Estado de Minas Gerais. O Via Justia vai ao ar nesta sexta, s 23h, sbado, s 16h20, e domingo, s 19h.









    Sala de Imprensa



    A professora da Faculdade de Direito da UFMG, Fabiana de Menezes Soares vai falar sobre a legstica, que estuda o aprimoramento no processo de elaborao das leis. Tambm participam do programa os jornalistas Orion Teixeira, editor de poltica do jornal Hoje em Dia e Adriana Freitas , da Assessoria de Comunicao da ALMG. O Sala de Imprensa vai ao ar nesta sexta, 0h10, sbado, s 21h, e domingo, s 18h.










    Memria e Poder


    O programa desta semana traz o testemunho de Cllia Lara Barcellos, me de Maria Auxiliadora Lara Barcellos, a guerrilheira e militante Dora, da VAR-Palmares. Presa em 1969 e exilada em 1971 no Chile, Dora morreu na Alemanha, em 1976, aos 31 anos. No depoimento, Cllia Barcelos narra a curta vida da filha, seus ideais e os valores que ela defendeu. O programa Memria e Poder vai ao ar neste sbado, s 20h, e domingo, s 15h30.









    Assemblia Debate



    O mandato eletivo de deputados e vereadores pertence ao partido ou a coligao e no ao candidato eleito. A medida um primeiro passo para a fidelidade partidria. Isto o que est em discusso no programa desta semana com a participao do desembargador Jos Nepomuceno, do especialista em Direito Eleitoral, Mauro Bomfim, do jornalista poltico, Carlos Lindemberg e do deputado Durval ngelo, do PT. O Assemblia Debate vai ao ar neste sbado, s 22h30, e domingo, s 13h e s 20h.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 13, 2007

    DE olho no retrovisor da histria, mas sem tirar os olhos do parabrisas e acelerando fundo na estrada dos fatos que marcaram a vida poltica de Minas e do Pas nos ltimos anos. o livro do jornalista Carlos Lindemberg, que recomendamos.

    "QUASE HISTRIA", livro do jornalista Carlos Lindemberg, diretor de redao do jornal HOJE EM DIA, de BH, e presidente do CEPPO - Centro de Cronistas Polticos de Minas, foi a grande atrao do comeo da semana no Palcio das Artes. Reuniu polticos, empresrios, intelectuais, jornalistas, enfim, Quem Quem em Minas. O governador Acio Neves e o ex-governador Itamar Franco prestigiaram o lanamento. O livro "QUASE HISTRIA", rene dezenas de artigos escritos por Carlos Lindemberg sobrea poltica mineira e nacional. Uma anlise do dia-a-dia da poltica com P maisculo feita em Minas. Detalhe: na nossa avaliao, foi modstia de mineiro, l de Montes Claros, o Lindemberg ter colocado o ttulo de Quase Histria. Na verdade, pura histria poltica. Um registro da histria no momento em que acontece, como destacou o prprio governador Acio Neves na entrevista dada TV Assemblia. Parabns Lindemberg, nosso amigo dos tempos da Rede Globo Minas, quando ele, chefe de redao nos ligou l em Desterro do Melo nos convidando ( ele e o Lauro Diniz) para sermos reprter poltico em BH. E ainda tenho a honra de ser seu vice, na direo do CEPPO. A obra, editada pelo Armazm de Idias, do competente editor , escritor e jornalista Andr Carvalho, merece figurar na cabeceira de quem quer pensar a poltica de Minas e do Pas com seriedade, detalhamento e viso crtica. No percam!


    Carlos Lindemberg, o pressidente da Assemblia, deputado Alberto Pinto Coelho. Mais atrs, o deputado Mauri Torres, ex-presidente do Parlamento Mineiro e atual lder do governo Acio Neves na Assemblia e o jornalista Paulo Csar de Oliveira, ao fundo.

     
     

      
    email: lindberg@hojeemdia.com.br
    Nome: carlos Lindenberg
    phone_no: 31.32368163
    What_you_think_about_me: Joo, obrigado.Foi como sempre muito generoso. Abraos




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 13, 2007

    REVISTA ENCONTRO, edio de abril, do jornalista Paulo Csar de Oliveira, est excelente, como sempre. Leitura indispensvel! Os 50 mil exemplares esto nas principais bancas do eixo Belo Horizonte-Rio-SP e Braslia.









    O editor-chefe da Revista Encontro, PCO, entre sua mulher Luza Lanna( esquerda da foto) e Eunice Impelizieri. Foto de Mrcio Bertola, feita no Palcio das Artes em BH, na festa dos Melhores jornal do Hoje em Dia.




























      SEXO NO
    PAREDO
     
      REPORTAGEM DA CAPA  






     





      Por que uns querem demais, outros nem tanto e alguns de jeito nenhum  
     






      A ex-big brother Fani: dois meses sem sexo na casa do BBB e momentos de crise  











      BRASIL









      OLHA O APAGO
    A PARTIR DE 2009 PODE FALTAR ENERGIA PARA O BRASIL CRESCER
     






       COMPORTAMENTO









      BLOGS E REALITY SHOWS
    A FAMA, MESMO FUGAZ, ATRAI MUITA GENTE
     











       ESPECIAL









      ESPECIAL IMPUNIDADE
    O QUE A SOCIEDADE PODE
    FAZER CONTRA ESTE MAL?

     






        GRIFE









      OUTONO-INVERNO
    CONFIRA O QUENTE DA ESTAO
     











       NEGCIOS









      FRMULA CERTA
    COMO A NATURE DERME SE TORNOU UMA DAS MAIORES FARMCIAS DE MANIPULAO DE MINAS
     






        SADE









      SAI GRIPE
    POUCA GENTE SABE, MAS A VACINA CONTRA A GRIPE TAMBM RECOMENDADA PARA AS CRIANAS
     


















     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 13, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Lanamento da SUPERAGRO 200&: 47 Exposio Agropecuria e 10 EXPCACHAA na FAEMG - Federao da Agricvultura, em Beag. Da esquerda para a direita: o secretrio da Agricultura, Gilman Viana, o deputado Antonio Carlos Arantes, da Comisso de Pltica Agropecuria da Assemblia de Minas e o deputado sr. Vianna, primeiro vice-presidente do Parlamento Mineiro.

        







              







    Comentrios

    #1. Wessery Zago - (jornalistawesseryzago@hotmail.com)
    Caro Amigo Joo;
    com imensa alegria que venho parabeniz-lo pelo excelente trabalho jornalstico que vem desempenhando. Como colega de profisso sei bem das dificuldades em se manter tico, ntegro e imparcial. Parabns meu amigo. Felicidades.

    Wessery Zago
    Jornalista
    Diretor Geral da Agncia WZ Notcias e Jornal ltimA PALAVRA.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 13, 2007

    Uma incrvel estria sobre a sorte de um homem, que escapou de morrer no World Trade Center, em Nova York, no fatdico 11 de setembro de 2001. A estria nos foi enviada pelo competente advogado dr. EXPEDITO EUZBIO DA SILVA. para LER uma vez e PENSAR a vida toda!

      No ms de agosto de 2001, Mosh (nome fictcio), um bem sucedido empresrio
    >judeu, viajou para Israel a negcios. Na quinta feira, dia nove, entre uma

    >reunio e outra, o empresrio aproveitou para ir fazer um lanche rpido em
    >uma pizzaria na esquina das ruas Yafo e Mlech George, no centro de
    >Jerusalm. O estabelecimento estava superlotado.
    >
     Logo ao entrar na pizzaria, Mosh percebeu que teria que esperar muito
    >tempo numa enorme fila, se realmente desejasse comer alguma coisa - mas ele
    >no dispunha de tanto tempo. Indeciso e impaciente, ps-se a ziguezaguear
    >por perto do balco de pedidos, esperando que alguma soluo casse do cu.
    >Percebendo a angstia do estrangeiro, um israelense perguntou-lhe se
    >eleaceitaria entrar na fila na sua frente. Mais do que agradecido, Mosh
    >aceitou. Fez seu pedido, comeu rapidamente e saiu em direo sua prxima
    >reunio.
    >
    > Menos de dois minutos aps ter sado, ele ouviu um estrondo
    >aterrorizador. Assustado, perguntou a um rapaz que vinha pelo mesmo caminho
    >que ele acabara de percorrer o que acontecera. O jovem disse que um
    >homem-bomba acabara de detonar uma bomba na pizzaria Sbarro`s. Mosh ficou
    >branco. Por apenas dois minutos ele escapara do atentado. Imediatamente
    >lembrou do homem israelense que lhe oferecera o lugar na fila. Certamente
    >ele ainda estava na pizzaria. Aquele sujeito salvara a sua vida e agora
    >poderia estar morto.
    >
    > Atemorizado, correu para o local do atentado para verificar se aquele
    >homem necessitava de ajuda, mas encontrou uma situao catica no local. A
    >Jihad Islmica enchera a bomba do suicida com milhares de pregos para
    >aumentar seu poder destrutivo. Alm do terrorista, de vinte e trs anos,
    >outras dezoito pessoas morreram,sendo seis crianas. Cerca de outras
    >noventa pessoas ficaram ferida, algumas em condies crticas. As cadeiras
    >do restaurante estavam espalhadas pela calada. Pessoas gritavam e
    >acotovelavam-se na rua, algumas em pnico, outras tentando ajudar de alguma
    >forma. Entre feridos e mortos estendidos pelo cho, vtimas ensangentadas
    >eram socorridas por policiais e voluntrios. Uma mulher com um beb coberto
    >de sangue implorava por ajuda. Um dispositivo adicional j estava sendo
    >desmontado pelo exrcito.
    >
    > Mosh procurou seu "salvador" entre as sirenes sem fim, mas no
    > conseguiu encontr-lo. Ele decidiu que tentaria de todas as formas saber
    >o que acontecera com o israelense que lhe salvara a vida. Mosh estava vivo
    >por causa dele. Precisava saber o que acontecera, se ele precisava de
    >alguma ajuda e, acima de tudo, agradecer-lhe por sua vida. O senso de
    >gratido fez com que esquecesse da importante reunio que o aguardava. Ele
    >comeou a percorrer os hospitais da regio, para onde tinham sido levados
    >os feridos no atentado. Finalmente encontrou o israelense num leito de um
    >dos hospitais. Ele estava ferido, mas no corria risco de vida. Mosh
    >conversou com o filho daquele homem, que j estava acompanhando seu pai, e
    >contou tudo o que acontecera. Disse que faria tudo que fosse preciso por
    >ele. Que estava extremamente grato quele homem e que lhe devia sua vida.
    >Depois de alguns momentos, Mosh se despediu do rapaz e deixou seu carto
    >com ele. Caso seu pai necessitasse de qualquer tipo de ajuda, o jovem no
    >deveria hesitar em comunic-lo.
    >
    > Quase um ms depois, Mosh recebeu um telefonema em seu escritrio em
    >Nova Iorque daquele rapaz, contando que seu pai precisava de uma operao
    >de emergncia em Boston, Massachussets. Mosh no hesitou. Arrumou tudo
    >para que a cirurgia fosse realizada dentro de poucos dias. Alm disso, fez
    >questo de ir pessoalmente receber e acompanhar seu amigo em Boston, que
    >fica a uma hora de avio de Nova Iorque. Talvez outra pessoa no tivesse
    >feito tantos esforos apenas pelo senso de gratido. Outra pessoa poderia
    >ter dito "Afinal, ele no teve inteno de salvar a minha vida: apenas me
    >ofereceu um lugar na fila ". Mas no Mosh. Ele se sentia profundamente
    >grato, mesmo um ms aps o atentado. E ele sabia como retribuir um favor.
    >Naquela manh de tera-feira, Mosh foi pessoalmente acompanhar seu amigo e
    >deixou de ir trabalhar. Sendo assim, pouco antes das nove horas da manh,
    >naquele dia onze de setembro de 2001, Mosh no estava no seu escritrio no
    >101 andar do World Trade
    > Center Twin Towers.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 13, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. O deputado Sargento Rodrigues do PDT entrega documento com pedido de melhoria salarial das Polcias ao governador Acio Neves. O deputado saiu otimista do encontro. Segundo ele, o governador vai estudar pedido e dar reajuste para o funcionalismo em breve.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 13, 2007

    UFA! Chega o fim do sufoco. Boa nova vem da Mercedes em Juiz de Fora na Zona da Mata Mineira.











                              Fbrica da Mercedes comea a produzir novo modelo em JF

     











    Omar Freire/Imprensa MG
     


    Divulgao

    Valor no divulgado: o Classe C Sports Coup produzido no municpio ser destinado ao mercado europeu

    O governador Acio Neves recebeu, a garantia da direo da Daimler-Chrysler de que a empresa vai produzir, em Juiz de Fora, o modelo Mercedes-Benz Classe C Sports Coup. O primeiro carro j sair da linha de montagem no prximo dia 20. Durante reunio no Palcio da Liberdade, o presidente da Daimler-Chrysler, Gero Hermann, e o vice-presidente, Jackson Schneider, garantiram ao governador que todos os atuais 1.100 empregos sero mantidos.

    "Essa fbrica ser a nica do mundo a produzir este modelo. algo extremamente importante porque nos d uma segurana e uma confiana muito grande de que ela entra agora em um crculo muito virtuoso", disse o governador, em pronunciamento imprensa.

    Inicialmente, o Classe C Sports Coup ser produzido inteiramente para o mercado externo. A previso de uma produo inicial de 70 a 80 veculos por dia na fbrica de Juiz de Fora. O novo modelo tem duas portas e apresenta alta tecnologia.

    Fornecedores

    O governador tambm destacou que a direo da Daimler-Chrysler pretende trabalhar para que fornecedores de componentes da linha de produo do Classe C Sports Coup se instalem no entorno da fbrica, em Juiz de Fora.

    Atualmente, a empresa importa grande parte dos componentes que utiliza em Minas. Acio Neves determinou que o Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (Indi) auxilie a direo da empresa na atrao de fornecedores para as proximidades da fbrica.

    "J houve uma determinao nossa para que o Indi comece a trabalhar em plenas condies para a atrao desses fornecedores. Isso bom para o Estado e, obviamente, para a empresa que ganha competitividade, se tem componentes fabricados prximos planta, com um custo menor de logstica. uma notcia extremamente importante para os mineiros, de todo o Estado, mais ainda da Zona da Mata, e de Juiz de Fora", destacou Acio Neves.

    Esforo do Estado

    O governador ressaltou ainda que houve um grande esforo do Governo de Minas para que a empresa superasse as dificuldades, que passou recentemente, quando chegou a cancelar a produo, em Juiz de Fora, do modelo Smart. "Foi feito ali um investimento, em 1990 e 1991, com a parceria do Estado, e esses investimentos em um determinado momento estavam sendo jogados fora", comentou Acio Neves.

    Segundo o coordenador do Grupo Estratgico de Fomento (GEF) e ex-secretrio de Desenvolvimento Econmico, Wilson Brumer, apesar da participao do Governo de Minas na retomada da produo em Juiz de Fora, no foi concedido nenhum incentivo fiscal para o novo projeto da Daimler-Chrysler.

    "Tambm para eles era uma questo importante que a planta de Juiz de Fora, considerada dentro do grupo uma das mais modernas, realmente retomasse as suas operaes. Ento, no h nenhum incentivo para esse projeto", explicou Brumer.

    Garantia de empregos

    O presidente do GEF tambm afirmou que Daimler-Chrysler, desde a abertura da planta de Juiz de Fora, tem mantido todos os compromissos assumidos com o Governo do Estado em relao aos empregos gerados. Durante o perodo de inatividade da planta, muitos funcionrios passaram por cursos de qualificao em outras unidades da Daimler-Chrysler.

    "As pessoas foram treinadas, muitas foram enviadas para treinamento na Alemanha, na frica do Sul, onde eles tm plantas tambm. Acho que nesse perodo em que a planta ficou semi-paralisada, ela se tornou mais competitiva sob o ponto de vista de treinamento de pessoas", disse Brumer.

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 13, 2007

    Ministro Hlio Costa: a vez dos pequenos municpios.

                         Setor caladista de Nova Serrana
                               ganha agncia dos Correios
     

     

     Hlio Costa investe em solues postais para estimular o desenvolvimento econmico de pequenos municpios

      O distrito industrial de Nova Serrana (MG) vai ganhar agncia dos Correios com atendimento diferenciado para atender, principalmente, ao setor caladista. A cidade, conhecida como a capital nacional do calado esportivo, tem mais de 850 fbricas e emprega quase 20 mil trabalhadores diretos.

    "Precisamos levar aos pequenos municpios solues postais adequadas para apoiar os empresrios locais em seu esforo empreendedor e estimular o crescimento econmico da regio" ressaltou o ministro das Comunicaes, Hlio Costa.

    A agncia vai atender ao perfil de distribuio do setor atacadista, caracterizado por pequenas quantidades de despachos para vrios destinos no Brasil e no exterior. Para isso, sero disponibilizados servios especiais de encomendas, como o PAC (servio de encomenda econmica para remessa de pacotes de at 30 kg entre os estados, e de at 50 kg entre cidades credenciadas no mbito estadual) para o mercado interno, e os internacionais Exporta Fcil e Importa Fcil, que facilitam o despacho aduaneiro.A unidade dos Correios custou R$ 61,8 mil . A agncia vai funcionar de segunda a sexta-feira, de 10 s 18 horas, beneficiando cerca de 50 mil habitantes do municpio.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 12, 2007

    Nosso BLOG DE NOTCIAS vem cumprindo a meta que estabelecemos de INFORMAR e de levar as pessoas a PENSAR. Hoje, recebemos do nosso amigo, o economista Celso Castilho, um dos maiores experts do Pas em Meio Ambiente ( ele foi secretrio da rea em Minas Gerais no governo Itamar Franco), um E-mail que nos envaidece, mas que aumenta nossa responsabilidade. Ele um dos primeiros leitores do nosso BLOG e nosso incentivador. Em tempo: atingimos hoje a marca de mais de 120 mil acessos. Compartilho o sucesso com cada um e cada uma dos nossos leitores.

    Prezado Joao Carlos Amaral.
    Fora de Belo Horizonte, e algumas vezes do Estado de Minas Gerais, me atualizo das noticias da minha cidade e do meu Estado pelo seu Blog.
    Parabns pela excelncia da notcia e pela qualidade dos comentrios de um jornalista muito atualizado e lcido.
    Celso Castilho de Souza,
    Presidente do CCBE  e Secretrio-Executivo do Conselho de Desenvolvimento Sustentvel da Baa da Ilha Grande.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 12, 2007

    Recomendo: "MEMRIA E PODER" na TV Assemblia, sbado, 20 horas. Canal 11 em Beag, pelo sistema a cabo e UHF no Interior de Minas. Confira!

                                               TV exibe relato de Cllia Barcelos, me de Dora, da VAR-Palmares

    Um emocionante relato pessoal, revelador da poca da ditadura militar; uma homenagem antecipada s mes; um depoimento que registra a histria recente do Pas pela narrativa de quem viveu o perodo. Este o testemunho indito de Cllia Lara Barcellos, me de Maria Auxiliadora Lara Barcellos, a guerrilheira e militante Dora, da VAR-Palmares, que ser exibido neste sbado (14/4/07), s 20 horas, pelo programa Memria e Poder, da TV Assemblia (canal 11 do sistema a cabo, em Belo Horizonte). Presa em 1969 e exilada em 1971 no Chile, Dora morreu na Alemanha, em 1976, aos 31 anos. "Minha filha teve uma vida curta, mas viveu intensamente, viveu mais do que muitos que vivem cem anos", relembra a me.

    No depoimento ao Memria e Poder, Cllia Barcelos narra a curta vida da filha, seus ideais, os valores que ela defendeu. E relembra os anos 60 e 70 da histria brasileira, a ditadura, a luta armada, o engajamento de estudantes na guerrilha, a tortura instituda, a busca dos pais pelos filhos. Trechos de um depoimento da prpria Dora, gravado no Chile aps a deportao, e de outros presos polticos tambm podero ser vistos na entrevista - que ser reprisada no domingo (15), s 15h30; na segunda-feira (16), meia-noite; na tera (17), s 21 horas; e na quarta (18), ao meio-dia.

    Mineira de Antnio Dias, Dora era estudante de medicina na UFMG, marcada pelo tratamento dos doentes em instituies como o Hospital Galba Veloso, e militante do Grupo Vanguarda Armada Revolucionria Palmares, a VAR-Palmares, nos anos de chumbo da ditadura militar. Seu envolvimento com a militncia poltica comeou na poca da faculdade e desde ento seu pai temia as represses que ela poderia sofrer. A resposta de Dora era tambm um questionamento e apelo por mudana: "Pai, enquanto o senhor respira morrem cinco, seis crianas de fome".

    Em 1969, Dora fugiu para o Rio de Janeiro, passando a viver na clandestinidade. Em novembro do mesmo ano, com 24 anos, Dora foi presa com o marido e outro militante. Com eles, foram apreendidos planos contra o ento presidente Mdici. Os trs foram levados pela polcia. E torturados. O amigo militante preso com Dora morreu na mesma noite. Ela e o marido sobreviveram. Em janeiro de 71, Dora foi exilada para o Chile com outros 69 presos polticos, libertados em troca do embaixador suo, que havia sido seqestrado no Brasil pela guerrilha.

    Relatos da ditadura - O Memria e Poder tem carter histrico-documental e registra a histria recente do Pas pela narrativa de vida das pessoas que foram testemunhas do perodo e das relaes de poder na sociedade. O Memria e Poder tem carter histrico-documental e registra a histria recente do Pas pela narrativa de vida das pessoas que foram testemunhas do perodo e das relaes de poder na sociedade.

    Entre aqueles que j falaram ao programa sobre o perodo da ditadura, esto os professores Alusio Pimenta e Eduardo Cisalpino, ex-reitores da UFMG, e Apolo Heringer, tambm da universidade federal; o cineasta Helvcio Ratton; Carmela Pezzutti, me de militantes da VAR-Palmares, tambm presos e torturados; o jornalista Guy de Almeida; o ex-deputado Jos Gomes Pimenta, o Dazinho; alm de Frei Beto.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 12, 2007

    Audincia Pblica da Comisso de Defesa do Consumidor aprova nova idia, dada pelo deputado Fbio Avelar do PSC, sobre fornecimento de gua da Copasa.

                    Hidrmetros individuais seriam soluo ideal para condomnios

    Um projeto de lei apresentado pelos deputados Fbio Avelar (PSC) e Adalclever Lopes (PMDB), disciplinando a instalao de hidrmetros individuais nos condomnios e prdios de apartamentos, foi discutido na tarde desta quarta-feira (11/4/07) em audincia pblica da Comisso de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Assemblia Legislativa de Minas Gerais. A idia recebeu aprovao dos convidados e da platia, que tambm fizeram sugestes para aperfeioamento do projeto. Tambm a instalao de eliminadores de ar nos hidrmetros foi tema de discusso.

    Avelar disse que a inovao vem sendo adotada em outros Estados, e que ser preciso avaliar riscos para adaptao de prdios antigos, nos quais uma tubulao externa s fachadas pode ferir posturas municipais. Ricardo Augusto Simes e Cludio Gomes dos Santos, da Copasa, informaram que a empresa no contrria medida, e que vem estudando os casos pioneiros de Recife e Goinia, que a adotaram como imperativo devido ao racionamento de gua. "Ressaltamos, no entanto, que a motivao da Copasa atender o anseio da populao. No h problema de abastecimento em Minas, como em outros Estados".

    Cludia Jlio, do Crea-MG, disse que a concessionria de abastecimento deveria ser obrigada a instalar os hidrmetros individuais. Reconhece que haveria certo grau de dificuldade em prdios antigos, mas que o Conselho concorda inteiramente com a lei, inclusive porque h desperdcio de 30% de gua nos condomnios. O deputado Lafayette de Andrada (PSDB) falou sobre a questo da justia nos prdios, onde h famlias pequenas que consomem pouco e pagam em dia, e outras maiores, com maior consumo e em atraso com as taxas. "O caso tpico o das coberturas com piscina, em que todos pagam para que poucos usufruam da gua", exemplificou.

    Eliminadores de ar esto em fase final de testes

    O promotor de Defesa do Consumidor, Jos Antnio Baeta de Melo Canado, introduziu um novo tema no debate: a instalao de hidrmetros com eliminadores de ar, para evitar que o consumidor pague gua e receba ar pelo cano. Segundo ele, a UFMG e a Universidade de Alfenas foram credenciadas para realizar testes com diversos aparelhos e dentro de dez dias estariam em condies de oferecer, aos rgos de defesa do consumidor, uma lista dos mais eficientes para divulgao. Para ele, o parmetro de eficincia seria o hidrmetro capaz de eliminar acima de 90% do ar porventura bombeado na tubulao.

    O deputado Dlio Malheiros (PV), presidente da comisso, destacou o reconhecimento, por parte da Copasa, de que poderia haver ar nos canos. "H dez anos lutamos por isso, e a empresa sempre negava", explicou, acrescentando que, com a aprovao da lei, a Copasa passaria a ter uma relao individualizada com o consumidor de cada prdio, e teria tambm que dar manuteno nas caixas d'gua. Malheiros tambm ponderou que, como o preo da gua cresce com as faixas de consumo, haveria tendncia de reduo das contas com a individualizao.

    Fbio Avelar acrescentou que passaria a ser defensor dos eliminadores de ar se fosse provada a sua eficincia, e alertou para o fato de que esse fenmeno ocorre em poucas regies com cotas altimtricas mais elevadas. "Para os locais onde no acontece a entrada de ar, o aparelho seria um gasto intil", avisou.

    O deputado Antnio Jlio (PMDB) assegurou que, em Par de Minas, fato comprovado que os moradores dos locais mais altos pagam mais caro que os das baixadas, dentro do mesmo padro de consumo. Carlin Moura (PCdoB) acrescentou que, na Europa, os medidores so individuais e no h sequer caixas d'gua. Sugeriu que as casas recebessem gua tratada - para beber, cozinhar e tomar banho - e sem tratamento, para lavar carros, caladas e dar descargas.

    Da platia, sndicos de condomnios levantaram suspeitas sobre a eficincia dos eliminadores. O melhor exemplo foi exposto por Srgio Tavares de Oliveira, sndico do condomnio Twin Towers, no bairro Ipiranga. A situao do condomnio era inadministrvel, segundo ele, com alta inadimplncia. H um ano implantaram a individualizao. Com a queda no desperdcio, a economia chegou a 40%.

    Requerimento - Foi aprovado requerimento do deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), de audincia pblica para discutir os critrios de escolha e credenciamento de clnicas especializadas em exames mdicos e aplicao de testes psicolgicos para obteno ou renovao da Carteira Nacional de Habilitao. Foi aprovado requerimento do deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), de audincia pblica para discutir os critrios de escolha e credenciamento de clnicas especializadas em exames mdicos e aplicao de testes psicolgicos para obteno ou renovao da Carteira Nacional de Habilitao.

    Presenas - Deputados Dlio Malheiros (PV), presidente; Antnio Jlio (PMDB), Fbio Avelar (PSC), Carlin Moura (PCdoB) e Lafayette de Andrada (PSDB). Deputados Dlio Malheiros (PV), presidente; Antnio Jlio (PMDB), Fbio Avelar (PSC), Carlin Moura (PCdoB) e Lafayette de Andrada (PSDB).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 12, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Ministro Hlio Costa diz em Audincia Pblica no senado, quais so as prioridades do ministrio das Comunicaes. Incluso Digital, Telecentos, Banco Postal e uma ampla discusso da Comunicao de Massa no Pas, esto entre as prioridades do ministro frente pasta das Comunicaes.






                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 12, 2007

    MARCHA DOS PREFEITOS em Braslia. Deputado Wellinton Prado, do PT, de Uberlndia deu sugestes para o Pacto Federativo. Confira!


    O presidente da Comisso de Assuntos Municipais e Regionalizao da Assemblia, Weliton Prado (PT), participou nesta tera-feira, 10/04, da 10 Marcha Nacional de Prefeitos, em Braslia. O parlamentar manifestou apoio s reivindicaes apresentadas, especialmente, por colocarem novamente em discusso o Pacto Federativo, e sugeuriu pautas de interesse dos municpios para que sejam debatidas tambm com os governos estaduais, especialmente, o de Minas Gerais.

    Creio serem justas e coerentes as propostas apresentadas e que sero debatidas e aprofundadas nesse evento, como a regulamentao do pagamento dos Precatrios; regulamentao da Emenda Constitucional n 29, sobre os servios de sade; o repasse das despesas com transporte escolar da rede estadual aos Municpios; a definio dos pesos diferenciados por alunos, para clculo do FUNDEB; o aumento de 1% do FPM, assegurando a transferncia de R$1,3 bilhes nesse ano para os Municpios brasileiros, destacou.

    Porm, Weliton sugeriu que a discusso tambm seja feita com os governos estaduais. Tanto a Unio, quanto os Estados, passaram a se valer de inmeros mecanismos para repassar aos Municpios diversos servios e obrigaes, que deveriam ser de sua exclusiva competncia. E a populao acaba cobrando dos Prefeitos e Vereadores, por serem os agentes polticos mais prximos dela. Os Municpios no podem continuar assumindo tamanhas atribuies, sem qualquer apoio ou contrapartida dos demais entes federativos, sob pena de comprometerem ainda mais os servios essenciais que a populao necessita, declarou.

    De acordo com dados apurados pelo Instituto Brasileiro de Administrao Municipal IBAM, em 2004, os Municpios gastaram, pelo menos R$6,5 bilhes na execuo de servios e atividades de responsabilidade da Unio e dos Estados. Isso representou 4,46% de tudo que os Municpios arrecadaram no ano. Nas cidades com at 10 mil habitantes, esse montante, representa mais de 10% da arrecadao municipal, ou seja, de cada R$10 reais da receita dos municpios, R$1 real, gasto com servios de responsabilidade da Unio ou do Estado.

    Assim, alm das tarefas constitucionais que cabem aos Municpios, que no so poucas, as Prefeituras tem sido obrigadas a custear, com seus parcos recursos, diversos servios que competem aos Estados:

    fornecem material e a manuteno de prdios estaduais;

    cedem servidores pblicos municipais para manter os servios estaduais, especialmente em escolas estaduais, hospitais, postos de polcia e assistncia rural e social;

    fornecem transporte escolar para os alunos das escolas estaduais;

    mantm o Frum judicial, ainda boa parte dos servios da justia eleitoral, de defesa do consumidor; de juizados especiais, de defensoria pblica;

    custeiam praticamente toda manuteno das polcias civil e militar no interior e ainda investem na compra de equipamentos, viaturas e armamentos.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 12, 2007

    CORPO DE BOMBEIROS ganha reforo de 143 carros em suas 38 unidades espalhadas pelo Estado.









                          Acio entrega novas viaturas para o Corpo de Bombeiros

     









    Wellington Pedro/Imprensa MG

    O governador Acio Neves entregou ao Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG),  um conjunto de 143 viaturas de combate a incndio para atender 38 unidades da corporao em todo o Estado. Entre os veculos, est um dos mais modernos equipamentos utilizados em todo o mundo no combate a incndio, a autoplataforma escada, que tem capacidade para atingir at 54 metros de altura. Com investimento total de R$ 15,1 milhes, recursos arrecadados com a taxa de incndio, o Governo do Estado completa um aumento de 100% no nmero de viaturas do Corpo de Bombeiros, que passou de 421, em 2003, para 863, no incio de 2007.

    Com essas novas viaturas e esse equipamento de ltima gerao, que possibilitar o resgate e aes em um prdio de mais de 20 andares, estamos dobrando o nmero de viaturas que existiam em Minas. Assumimos o governo com cerca de 420 viaturas, muitas delas em estado absolutamente precrio, agora so mais de 860 viaturas e, o que mais importante, distribudas de forma descentralizada. Hoje, so 38 municpios que vo receber essas viaturas, afirmou o governador, em entrevista.

    Acio Neves ressaltou que os investimentos do Governo do Estado na corporao so histricos. Ao longo dos ltimos quatro anos foram repassados R$ 88,3 milhes em investimentos para o Corpo de Bombeiros, sendo R$ 66,8 milhes provenientes da taxa criada em 2004 e R$ 21,5 milhes do Tesouro do Estado. Os recursos foram destinados aquisio de viaturas, equipamentos e melhoria da infra-estrutura da corporao.

    Esses investimentos do ao nosso Corpo de Bombeiros uma estrutura indita na sua histria. Isso valorizar o trabalho dessas pessoas, garantir a segurana das pessoas, dos cidados comuns. Vamos continuar avanando na criao de novas unidades no interior do Estado, disse.

    Descentralizao

    Acio Neves garantiu que o Governo do Estado continuar investindo na corporao para a criao de novas unidades e na aquisio de viaturas. De 2003 a 2006, foram criadas 12 unidades no interior e a previso de que outras 13 sejam criadas ainda este ano.

    As 45 unidades do Corpo de Bombeiros em todo o Estado tm capacidade para atender a todos os municpios mineiros. Os investimentos possibilitaram um aumento do atendimento de resgate feito pela corporao. Em 2003, o CBMMG atendeu, em todo o Estado, cerca de 205 mil ocorrncias e, ao final de 2006, registrou mais de 243 mil ocorrncias.

    Estamos redesenhando o mapa do Estado no que diz respeito atuao do Corpo de Bombeiros, que fundamental para a vida das pessoas. Os investimentos esto sendo feitos de forma tcnica, descentralizada e regionalizada, para que a cidade, mesmo no tendo uma unidade do Corpo de Bombeiros, tenha prxima a ela uma unidade do Corpo de Bombeiros que possa atender a essa ocorrncia, afirmou.

    Equipamento de ltima gerao

    Durante a solenidade, realizada nos jardins do Palcio da Liberdade, o governador participou de demonstrao de funcionamento da autoplataforma escada (foto). Acompanhado do comandante-geral do Corpo de Bombeiros, Jos Honorato Ameno, e do comandante operacional, Cludio Teixeira, o governador subiu a uma altura de 18 metros dentro da cesta de salvamento.
    a primeira vez que o Corpo de Bombeiros recebe uma autoplataforma de ltima gerao. Adquirido por R$ 3,5 milhes, o equipamento essencial para resgate de vtimas em locais elevados e de difcil acesso. Tambm usado em aes de combate a incndio por permitir o lanamento de gua/espuma diretamente sobre as chamas. A autoplataforma atender as ocorrncias de Belo Horizonte, mas poder, eventualmente, ser deslocada para outras cidades.

    Originria da Finlndia, a plataforma pode atingir uma altura de 54 metros, equivalente a um edifcio de 21 andares. O equipamento tem capacidade para lanar 3.850 litros de gua por minuto. Dispe de dois computadores um na cabine de controle e outro na cesta de salvamento, sendo que o ltimo tem ainda uma cmera acoplada para auxiliar a viso de quem est no comando.
    A cesta de salvamento tem capacidade para suportar at 400 quilos.

    Diferentemente da escada Magirus, a autoplataforma formada por braos de ao que se elevam. No entanto, dispe de uma escada extra instalada ao longo dos braos, que serve de alternativa ao resgate das vtimas ou ao trabalho dos bombeiros, quando a plataforma estiver toda elevada.
    Alm da autoplataforma, o Corpo de Bombeiros recebeu 47 unidades de resgate (Sprinter), 22 viaturas de autosalvamento leve (Nissan Frontier), duas viaturas de autosalvamento pesado, 31 viaturas de autopatrulha de vistoria, 29 motos bombeiro de 150cc, duas viaturas de transporte de pessoal administrativo (Astra), cinco autobombas-tanque e quatro jet-ski com reboques.

    O comandante-geral dos Bombeiros destacou os investimentos que o Governo do Estado vem realizado na corporao. Segundo ele, a aquisio de novos equipamentos, aumento de efetivo e melhoria da infra-estrutura do CBMMG refletiro na qualidade de vida de cada cidado mineiro.

    Esses equipamentos vo refletir na vida de todos ns, de cada um dos mineiros. S quem vive ou j viveu alguma situao de emergncia sabe a importncia do equipamento, do imediato e pronto-atendimento das equipes especializadas. A cada dia a qualidade de vida melhora, graas aos diversos investimentos, no s na aquisio de equipamentos, mas tambm na formao dos profissionais, disse o comandante.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 11, 2007

    O deputado GUSTAVO VALADARES, do partido DEMOCRATAS, est cotadssimo para ocupar a vaga de Secretrio de Estado de Esportes e Juventude, aberta com sada do deputado Fahim Sawan, que j retornou Assemblia Legislativa. Outra informao, que nos foi passada agora a pouco (s 20h e 23 minutos) de que o outro Gustavo, o deputado Gustavo Correia, tambm do Democratas, cotado para secretrio, popder ser mesmo o novo presidente do Democratas em Minas (ex-PFL).

                                O nome do deputado Gustavo Valadares, do Democratas, filho do presidente do Atltico, o ex-deputado Ziza Valadares, est cotadssimo para ser o novo secretrio de Esportes e Juventude, porque da coligao PSDB-Democratas-PP, permitindo assim o retorno vaga de deputado estadual do primeiro suplente, Vanderlei Jangrossi, do PP.
    E assim, o Partido Progressista, volta a ser bancada na Assemblia, mantendo a presidncia da Comisso de Poltica Agropecuria ( com o deputado Jangrossi) e demais cargos de suplentes e titulares nas demais 16 Comisses do Parlamento Mineiro.
                                Agora aguardar o governador Acio Neves bater o martelo colocando o deputado Gustavo Valadares na Secretaria de Esportes e Juventude. Vamos aguardar! Com a palavra o governador!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 11, 2007

    Presidente do Sindicato da Indstria do Acar e do lcool de Minas Gerais, LUIZ CUSTDIO COTTA MARTINS d entrevista coletiva e uma boa notcia para economia. Mas Luiz Custdio, mesmo satisfeito com a arrancada da produo, est muito preocupado com o crescimento da safra mineira. que, segundo ele, vo sobrar 480 milhes de litros de lcool em Minas. Ele disse: " caso o Estado contasse com uma alquota de ICMS do lcool hidratado fosse menor, por exemplo 12% ( HOJE de 25%), o preo na bomba ficaria atrativo para o consumidor e poderamos vender mais lcool em todo o Estado".


    MINAS COLHE SAFRA RECORDE DE 37,9 MILHES DE TONELADAS.





    Minas Gerais colher uma safra de 37,9 milhes de toneladas de cana-de-acar em 2007/2008, alta de 31% frente aos 29 milhes de toneladas em 2006/07. A produo de acar saltar de 1,9 milho de tonelada para 2,4 milhes de toneladas em 2007/08. J o lcool sara de um volume de 1,2 bilho de litros para 1,7 bilho de litros. Nos ltimos cinco anos o crescimento da safra mineira de cana situava-se em torno de 3 milhes a 3,5 milhes de toneladas, mas devido expanso das unidades e novos investimentos, o salto na prxima safra chegar a quase 9 milhes de toneladas a mais frente a 2006/07, de acordo com levantamento do Sindicato da Indstria do Acar e do lcool de Minas Gerais (Siamig/Sindacar-MG).

    O mix de produo mineira teve, tambm, uma significativa alterao para a prxima safra com a previso da destinao de 54% da cana para lcool e 46% para acar. Nos anos anteriores, o mix era semelhante para os dois produtos ou meio a meio. Enquanto o Brasil cresce a uma taxa mdia de 8,5% ao ano na produo de cana, nos ltimos cinco anos, Minas Gerais apresenta um crescimento de 19,4%, bem acima tambm do percentual de crescimento de 9,2% da regio Centro-Sul, no mesmo perodo.

    Minas Gerais conta com 29 usinas produtoras: seis j iniciaram a safra deste ano ((Itapagipe, Santa Juliana, Trilcool, Passos, Volta Grande e Delta); mais 11unidades comearo a moer na prxima semana e o restante de 13 unidades no incio de maio, julho e agosto. Quatro novas unidades iniciam a safra este ano: Frutal (Tringulo Mineiro); Senhora da Glria (Regio de Curvelo); Sada Bioenergia (Jaba/Norte de Minas) e Veredas (Joo Pinheiro/Noroeste). At 2012/2013, a previso da implantao de 22 novas unidades no estado, passando para o total de 51 usinas, com investimentos de US$ 3,5 bilhes e gerao de 40 mil novos empregos diretos.

    O presidente do Siamig/Sindacar-MG, Luiz Custdio Cotta Martins, demonstra satisfao e ao mesmo tempo preocupao com o crescimento da safra mineira. Segundo ele, Minas Gerais ter um crescimento surpreendente de 32% na produo de lcool, mas no conta com mercado consumidor. Do total de 1,7 bilho de litros, 1 bilho de hidratado (que vai direto no motor) e o restante de lcool anidro (misturado na proporo de 23% gasolina). Porm, de 1 bilho de lcool hidratado somente 380 milhes de litros ficam em Minas Gerais, 140 milhes iro para exportao, gerando um excedente de 480 milhes de litros. "Caso o estado contasse com uma menor alquota de ICMS do lcool hidratado, hoje em 25%, o preo na bomba ficaria atrativo para o consumidor e poderamos vender mais lcool no estado", afirma.

    J do total da produo de 1,7 bilho de litros de lcool estimados (anidro e hidratado), 350 milhes sero destinados exportao, crescimento de 25% frente aos 280 milhes da safra passada. Luiz Custdio diz que o Brasil tem um grande potencial para a exportao de lcool, porm, somente a partir de 2010, quando os outros pases tero feito um ajuste para incluir o produto na sua matriz energtica. At l, ressalta, o grande mercado de lcool combustvel o interno, com o crescimento da produo e venda de carros flex.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 11, 2007

    CORREIOS completam 772 agncias em Minas Gerais ( o Estado tem 853 municpios). Em todo o pas, os Correios tem 5.795 agncias. O ministro Hlio Costa tem como meta interiorizar os servios postais, principalmente o BANCO POSTAL.




    Ministrio das Comunicaes inaugura agncia dos Correios com Banco Postal em Olhos-D'gua, cidade mineira.

     Levar os servios postais, principalmente o Banco Postal, ao interior do pas meta do ministro Hlio Costa

     O Ministrio das Comunicaes e os Correios inauguraram, nesta quarta-feira (11/04), uma agncia dos correios com servios bancrios na cidade mineira de Olhos-D'gua. Com esta inaugurao, os Correios completam 772 agncias em Minas Gerais e 5.795 no Brasil.  A empresa a nica do pas que est presente em todos os municpios.

     Os cerca de 6 mil habitantes do municpio de Olhos-D'gua passam a contar com um leque amplo de  servios prestados pelos Correios e, em especial, com os servios oferecidos pelo Banco Postal, primeira unidade bancria a se instalar na cidade.

     "Este um servio pblico que representa a popularizao dos servios postais. O Banco Postal a nica agncia bancria existente em milhares de municpios no Brasil, levando mais comodidade para os moradores e estimulando o desenvolvimento econmico", afirmou o ministro das Comunicaes, Hlio Costa.

     O ministro ressaltou que "a abertura da agncia com servios de banco postal na cidade uma forma de incluso social, pois permite a todas camadas da populao acesso abertura de contas, emprstimos, pagamentos, depsitos e saques, entre outros. Alm disso, o horrio de atendimento maior do que o dos bancos convencionais." A agncia de Olhos-D'gua custou R$ 44 mil e vai funcionar de segunda a sexta-feira, de 8 s 12 horas e de 14 s 16 horas.A inaugurao desta agncia faz parte da poltica de modernizao e universalizao dos servios postais conduzida pelo Ministrio das Comunicaes e executada pelos Correios.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 11, 2007

    EM PRIMEIRSSIMA MO: governo Acio Neves vai apresentar contraposta aos defendores pblicos de Minas, em greve h 52 dias, em busca de um piso de 10 mil reais. Hoje esse piso de 4 mil reais.

                                O anncio foi feito no plenrio da Assemblia de Minas, s 16h e 4 minutos, pelo deputado Domingos Svio, do PSDB, que junto com a deputada Rosngela Reis, do PV, esteve com a secretria de Planejamento e Gesto, Renata Vilhena.Segundo o parlamentar o governo est finalizando a contraproposta, que ser leva pela secretria Renata amanh ao governador Acio Neves.
                                 Detalhe: como blogeiro apuramos que a tendncia ( no informao oficial) de que o governo proponha aos defensores pblicos o seguinte: ser criado o chamado subsdio ( que vai incorporar o atual piso de 4 mil reais, mas as vantagens) e no o piso de 10 mil reais, reivindicado pelos defensores em greve. A a pergunta : como o defensor ou defensora vai melhorar o salrio, se eles j recebm piso, mais vantagens? O argumento o seguinte: ao chamado subsdio( que iria substituir o piso,mais as vantagens), ser acrescido os ganhos, quando eles forem promovidos, por exemplo, e/ou quando o governo der um reajuste salarial para o funcionalismo.
                                  Comea amanh, depois que a secretria Renata Vilhena apresentar os nmeros ao governador Acio Neves a negociao efetiva dos defensores pblios em greve h mais de 50 dias. Prevaleceu o dilogo. Agora tempo de negociar,negociar,negociar...


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 11, 2007

    O deputado Fahim Sawan, do PSDB de Uberaba, deixou a Secretaria de Esportes e Juventude. Com isso, perdeu a vaga na Assemblia Legislativa o primeiro suplente da coligao PSDB-PP-Democratas, Vanderlei Jangrossi, do PP. Consequncia: o PP fica s com 4 parlamentares, perdendo assim a condio de bancada e perde ainda a importante presidncia da Comisso de Poltica Agropecuria e Agroindustrial.

                                O assunto foi discutido hoje tarde, em conversa privada, do deputado Gilberto Abramo, do PMDB, com o presidente da Assemblia, deputado Alberto Pinto Coelho, do mesmo partido do suplente Vanderlei Jangrossi, o PP (Partido Progressista). A informao de que o caso ter uma soluo at aprxima sexta-feira. 

                                Cenrio 1:
                                O nome mais lembrado para a vaga de secretrio de Esportes e Juventude o do deputado Zez Perrela, amigo pessoal do governador Acio Neves, que como ele cruzeirense azulzssimo. A mora o perigo: se escolhido o governo estaria sujeito a uma grita dos atleticanos e at, em menor garu, dos americanos. Com isso, a soluo Perrela, vai para a geladeira. Vamos acompanhar.
                                
                                  Cenrio 2:
                                  Em no sendo o deputado Zez Perrela, o outro nome lembrado do deputado Joo Leite,tambm do PSDB, ex-goleiro do Atltico. Voc deve estar perguntando: porque tem ser do PSDB ou do Democratas? O motivo bvio: Vanderlei Jangrossi o primeiro suplente da coligao e para garantir que a bancada do PP tenha cinco parlamentares e assim, permanea com os direitos de bancada, que lhe garante cargos importantes nas comisses, como a presidncia da Comisso de Poltica Agropecuria ( Jangrossi era o presidente at ontem), s h uma sada. O governador colocar no lugar do deputado Fahim Sawan, um deputado da coligao PSDB-PP-Democratas. Se quiser que o PP tenha bancada na Assemblia de Minas.

                                  Cenrio 3:
                                  Outra sada, a mais remota, seria um deputado deixar o seu partido e se filiar ao PP. Mas, a tem um problemo: a deciso do TSE, que atendendo consulta do partido Democratas, decidiu que o mandato do PARTIDO e no do parlamentar. Quem vai se arriscar, depopis desta!

                                  Cenrio 4:
                                  O prprio Vanderlei Jangrossi poderia ir para a secretaria de Esportes, mas a, o PP continuaria tendo s 4 parlamentares, sem direito a formar bancada,etc,etc.
    A mdia falou ainda no nome do deputado Gilberto Abramo, dobradinha de Jangrossi ( ele fez campanha para deputado na capital e Jangrossi no interior, dentro dos eleitores da Igreja Universal do Reino de Deus). Mas, Gilberto Abramo do PMDB, que coligao com o PT. Se ele for para a secretaria de Esportes entra na Assemblia Legislativa o primeiro suplente da coligao PT-PMDB.
                                 Resumindo: o PP continuaria em dificuldade. Sem bancada e sem, consequentemente, a presidncia da Comisso de Poltica Agropecuria e claro, sem nenhum  cargo em qualquer das 17 comisses do Parlamento Mineiro.

                                 Vamos espera a sexta-feira para noticiar aqui no nosso BLOG DE NOTCIAS. Se tivermos informaes ee bastidores daremos, em primeira mo, podes crer!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 11, 2007

    Leopoldo Portela Jr, o novo Defensor Pblico Mineiro, vai HOJE ao Palcio da Liberdade, assumir cargo.

                   Governador Acio Neves d posse ao novo Defensor-Geral de Minas Gerais


    O Governador Acio Neves dar posse ao novo Defensor Pblico-Geral de Minas Gerais, Leopoldo Portela Jnior, nesta quarta-feira, dia 11 de abril, s 17h30.


    Na quinta-feira (12), s 10 horas, ser realizada a sesso solene do Conselho Superior da Defensoria Pblica, onde o novo Defensor Pblico-Geral, entrar em exerccio.


    Leopoldo Portela Jnior foi escolhido pelo governador, atravs da formao da lista trplice decorrente de processo eleitoral da classe realizado no dia 16 de maro de 2007.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 11, 2007

    Ministro Hlio Costa d mais um passo na concretizaoi da incluso da populao no sistema de TV Digital do Pas. Modelo mais simples do conversor, fabricado em Manaus, segundo o ministro, vai custar cerca de 100 reais.

     

    Bancos pblicos vo financiar a compra
    de conversores para TV Digital

     O ministro das Comunicaes, Hlio Costa, afirmou em entrevista coletiva, nesta segunda-feira (09/04), que os bancos pblicos vo financiar a compra de terminais de conversores para a TV Digital.
     
     "No vamos deixar nenhuma regio, nenhum brasileiro sem o acesso TV Digital" garantiu o ministro.
     
    Segundo Hlio Costa, o conversor, que permitir os televisores atuais receberem o sinal digital, certamente ser financiado pelo Banco Popular, Banco do Brasil, Caixa. O ministro afirmou que "os bancos pblicos, da mesma forma que esto financiando os computadores, certamente vo financiar tambm os terminais de acesso TV Digital".
     
    A previso que a partir de junho, os conversores j estaro no mercado, em So Paulo. O ministro explicou que "os terminais de acesso tm aproximadamente 85% a 90% de semelhana, so todos iguais, em qualquer sistema, mas que eles tero que ser nacionalizados, com o tipo ISB, que o tipo de modulao japonesa". Inicialmente, o produto final que vai ser colocado no mercado ser feito no plo industrial de Manaus e deve custar em torno de 100 reais, o modelo mais simples.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 11, 2007

    BOA NOTCIA para pra o Interior de Minas. Confira!









                           BDMG prorroga o prazo de financiamento para o Fundese

     

    O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) prorrogou at 30 de abril o prazo para solicitao de financiamentos para o Fundese Solidrio III. O crdito tem como objetivo viabilizar apoio financeiro, na reparao de danos causados pelas chuvas do ltimo vero, a microempresas, empresas de pequeno e mdio portes e cooperativas nos mais de 200 municpios mineiros em estado de emergncia.


    De acordo com o decreto do governador Acio Neves que instituiu o Programa Emergencial de Socorro a Empresas e Cooperativas Localizadas em Municpios Afetados por Inundaes, o Fundese Solidrio III, foram destinados R$ 10 milhes em recursos para o programa. J foram aprovados seis financiamentos no valor de R$ 282 mil. Outros R$ 2,7 milhes esto em carteira: A meta liberar R$ 2 milhes em abril, afirma o gerente responsvel pelo programa no BDMG, Roberto Emlio de Sena.


    Mais de 30 pedidos vieram de Santa Rita do Sapuca. Na cidade, os empreendedores foram mobilizados pelo Posto Avanado (PA) da Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), regional Pouso Alegre, em parceria com a Associao Comunitria Empresarial do Vale da Eletrnica e Sindicato das Indstrias de Aparelhos Eltricos, Eletrnicos e Similares do Vale da Eletrnica. 


    O responsvel pelo PA, Hugo Csar Barbosa, considera importante a prorrogao do prazo. Ainda temos umas dez empresas que estavam aguardando o Boletim de Ocorrncia, afirma. Empresas de outros municpios como Muria, Mirai e Carlos Chagas tambm j protocolaram pedidos de financiamento.






    O programa


    O programa destinado a investimentos fixos e recomposio do capital de giro para cobrir pagamento de funcionrios, fornecedores, aquisio de insumos, mercadorias para revenda, material de consumo, impostos e taxas. Para fazer a solicitao, as empresas devem acessar o site www.bdmg.mg.gov.br e seguir as instrues na pgina Fundese Solidrio III.


    O valor do financiamento vai de R$ 5 mil a R$ 100 mil, limitado a 20% do faturamento contbil anual ou anualizado do estabelecimento. A contrapartida de 20% do valor total do investimento ou despesa a ser financiada. A taxa de abertura de crdito de 1% do valor financiado e os juros so de 6% ao ano. O prazo para pagamento do emprstimo varia de 24 a 36 meses.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 10, 2007

    DE OLHO na EMBALA MINAS - III Feira Internacional de Embalagem - movimenta o EXPOMINAS, aqui em Belo Horizonte. Um dos idealizadores da Feira o nosso amigo e competente empresrio ANTONIO EDUARDO BAGGIO, presidente do SINPAPEL e dono de uma das mais eficientes empresas do setor de Celululose, Papel e Papelo do Pas, a IMBALLAGGIO.






            

    Embala Minas prev ampliar rea ocupada para 2008

    Feira foi aberta ontem no Expominas com expectativa de girar R$ 350 milhes em negcios

    A abertura da Embala Minas III Feira Internacional de Embalagem, ontem, no Expominas, reafirmou a tendncia de Minas Gerais se tornar um dos principais plos produtores de embalagens do Pas, aumentando sua participao em relao aos R$ 39 bilhes de faturamento do setor. Para os presidentes dos sindicatos dos setores grfico, papeleiro e de plstico, que estiveram reunidos durante a cerimnia de abertura do evento, existe a expectativa de crescimento em toda a cadeia produtiva do segmento. Com isso, j est confirmada a realizao da segunda edio da Embala Minas para o perodo de 8 a 10 de abril de 2008, em uma rea superior ocupada neste ano, equivalente a 5.500 m2 de exposio.

    O encontro, que contou com a presena do secretrio de Desenvolvimento Econmico do Estado de Minas Gerais, Raphael Guimares Andrade, e do presidente da FIEMG (Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais), Robson Braga Andrade; marcou a unio do segmento em prol do desenvolvimento da economia mineira. Sediada pela primeira vez no Estado, a Embala Minas tem previso de movimentar cerca de R$ 350 milhes, consolidando Minas Gerais como centro de gerao de empregos e atraindo investimentos cada vez maiores.

    De acordo com o presidente da ABIGRAF MG (Associao das Indstrias Grficas Regional de Minas Gerais), Jacks Ubiratan Bernardes, a expectativa que a produo de embalagens do Estado, que hoje gira em torno de 20% do total produzido pela indstria grfica, contabilize um crescimento notvel a partir da realizao de eventos como a Embala Minas. "A realizao dessa feira vem em convergncia com os anseios do governador Acio Neves, que tem realizado grandes investimentos em busca do desenvolvimento da indstria mineira", afirmou.

    O secretrio Raphael Guimares Andrade reforou a importncia da poltica desenvolvimentista adotada pelo governo. De acordo com ele, Minas Gerais tem se afirmado como um dos mais significativos indutores do crescimento brasileiro. "As aes promovidas em Minas Gerais demonstram o compromisso do governador em fazer com que o Estado ocupe seu espao no setor", declarou.

    Para o presidente da FIEMG (Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais), Robson Braga de Andrade, o encontro uma grande oportunidade para que o segmento se fortalea ainda mais. "A FIEMG tem orgulho de apoiar essa iniciativa, coroada pela juno de trs setores grfico, de papel e plstico - que esto se empenhando fortemente para que Belo Horizonte e Minas Gerais como um todo se transformem em um grande plo produtor de embalagens e impulsionador da economia nacional", declarou.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 10, 2007

    Recomendo acompanhar a coletiva que o presidente do Sindicato da Indstria do Acar e do lcool de Minas ( Siamig/Sindacar), LUIZ CUSTDIO COTTA MARTINS vai dar, amanh, quarta-feira, em BH. Abaixo, confira o convite enviado ao nosso BLOG DE NOTCIAS, pela Assessoria de Imprensa do Sindicato, nossa colega Mnica Santos.

    O Sindicato da Indstria do Acar e do lcool de Minas Gerais (Siamig/Sindacar-MG) convida os jornalistas para uma Coletiva Imprensa sobre a previso da safra 2007/2008 de cana-de-acar, acar e lcool, que indica um dos mais expressivos crescimentos dos ltimos cinco anos, devido expanso das unidades instaladas e aos novos investimentos.

    - Sero tratados, tambm, assuntos sobre: mercado de lcool e acar; gerao de empregos; consumo; tributao e logstica.


    DIA: 11/04/2007 (Quarta-feira)

    HORA: 14h30

    LOCAL : Siamig/Sindacar-MG Avenida do Contorno 4.480, 13 andar
    Bairro Funcionrios/Fone: (31) 3284.5544


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 10, 2007

    Audincia Pblica discute a proibio da venda de bebidas alcolicas durante os jogos de futebeol no Estdio Magalhes Pinto, o Mineiro. Confira os detalhes

                                          Proibio da venda de bebida alcolica no Mineiro divide audincia


    Relatrio apresentado pela Polcia Militar na audincia da Comisso de Segurana Pblica da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, realizada nesta tera-feira (10/4/07), mostra que houve reduo de 71% no nmero de ocorrncias policiais no primeiro trimestre deste ano, em relao ao mesmo perodo do ano passado, em jogos do Mineiro, aps a proibio de venda de bebidas alcolicas no estdio. Mas este dado foi criticado por representantes dos permissionrios de bares e dos ambulantes do Mineiro, do Clube Atltico Mineiro, por deputados e pela Defensoria Pblica de Minas Gerais, que destacaram ser o nmero de ocorrncias policiais maior em outros eventos; e que apesar de este percentual ser alto, o nmero de ocorrncias era pouco significativo - 99 casos em trs meses, para pblico superior a 50 mil torcedores. Alm disso, os vendedores do Mineiro se queixaram da perda de at 80% de suas receitas.

    A recomendao do Ministrio Pblico (MP) de se proibir a venda de bebidas no Mineiro, que se transformou em norma administrativa da Ademg em janeiro passado, foi discutida, a requerimento do deputado Gustavo Valadares (DEM). Os motivos da reunio, segundo o deputado, foram a excluso da Assemblia, "rgo competente para legislar", da medida; os resultados prejudiciais somente a dois clubes e a discriminao com o futebol, j que outros eventos, como os de msica, continuam fora da proibio. Valadares entende que a proibio s poderia ocorrer por meio de lei, extensiva a todos os estdios mineiros, bem como a todos os eventos e depois de ampla discusso.

    A proibio foi regulamentada por Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado dia 20 de maro pelo MP e Ademg, tambm criticada por deputados e pelo presidente do Atltico, Luiz Otvio Ziza Valadares, sob o argumento de desconhecer a medida. Os deputados Gustavo Valadares, Leonardo Moreira (DEM) e Sargento Rodrigues (PDT) criticaram a interferncia daquele rgo no futebol, bem como a ausncia no debate. Ziza Valadares reclamou ainda da diminuio de pblico nos jogos.

    Entre os defensores da proibio, esto as Polcias Militar e Civil e a Ademg, que apesar de reconhecer ter perdido renda (R$ 112 mil por ms) apia a medida em funo da melhoria na segurana pblica, segundo seu presidente, Jos Eustquio Natal. O coordenador do 1 Departamento de Polcia Civil, delegacia do Mineiro, Roberto Neves Silva, disse que depois da proibio no foi registrada nenhuma ocorrncia. Segundo o tenente coronel Samuel Gonalves Ferreira, comandante do Batalho de Polcia de Eventos, a medida se reflete em outras reas da segurana, como o de acidentes com veculos aps as partidas de futebol. E defendeu que a proibio se estenda para outros estdios e eventos, com regulamentao legal, que permita uma atuao efetiva da PM. E contestou a informao de que a proibio da venda de bebida alcolica tenha espantado o pblico. "Houve uma mudana seletiva de pblico, com maior freqncia de mulheres e crianas", acrescentou.

    Proibio vista como interferncia indevida do MP

    Proibio vista como interferncia indevida do MP

    Para o coordenador regional da Defensoria Pblica de Minas Gerais, Marcelo Tadeu de Oliveira, o MP atropelou os trabalhos da Comisso de Monitoramento da Violncia em Eventos Esportivos e Culturais (Comovec), composta por vrias entidades, e que no foi convidada a participar e opinar na deciso sobre a proibio. Ele disse que o foro adequado para tal resoluo a Assemblia. Tambm o representante da Associao dos Feirantes da rea Externa do Mineiro, Ernane Francisco Pereira criticou a falta de consulta Comovec.

    Queixas de desrespeito Assemblia foram feitas tambm pelo deputado Alencar da Silveira Jr (PDT), autor do Projeto de Lei (PL) 310/07 que trata da proibio da venda e do consumo de bebida alcolica nas dependncias dos estdios de futebol e disciplina o transporte de passageiros em dias de jogos. Lembrando que sua iniciativa aconteceu pela primeira vez em 1997, quando o projeto tramitou e depois no foi votado em Plenrio, o deputado destacou que qualquer regulamentao do assunto tem que passar pelo projeto dele. O PL 310 prev a proibio da venda at 20 minutos antes do incio dos jogos e at 20 minutos aps o trmino, nos estdios e no entorno de at 500 metros. Segundo Alencar, esta a forma de atender ao aspecto da segurana e no prejudicar os comerciantes.

    Muitas reclamaes foram feitas em relao ao aspecto restritivo da proibio s nos jogos de futebol e s no Mineiro. Ziza Valadares disse que enquanto em trs meses as ocorrncias de violncia, conforme relatrio da PM, foram 99 casos, "a includos furtos, assaltos, arrastes, que nada tm a ver com bebida, em dois dias de Ax Brasil, houve 106 ocorrncias, com um pblico composto 50% por menores de idade". O representante da Associao dos Feirantes Ernane Francisco Pereira pediu que a proibio seja aliviada, permitindo-se a venda na sada. A entidade congrega 132 feirantes e mais 100 ambulantes.

    Deputados questionam Termo de Ajustamento de Conduta

    Deputados questionam Termo de Ajustamento de Conduta

    O TAC foi considerado unilateral e arbitrrio pelos parlamentares que participaram da reunio. Segundo o deputado Luiz Tadeu Leite (PMDB), a Constituio mostra que qualquer TAC deve ter a anuncia e a assinatura de todos os envolvidos, e que isso no aconteceu no episdio da proibio da venda de bebidas alcolicas no Mineiro. Em concordncia com ele, o deputado Dlio Malheiros (PV) afirmou que o MP, como curador dos consumidores, pode recomendar medidas, mas no agir de forma arbitrria e inconstitucional. Os deputados Antnio Jlio (PMDB) e Carlos Pimenta (PDT) tambm reforaram que a medida no regular, uma vez que os clubes envolvidos, os torcedores e os vendedores de bebida no estdio so contrrios determinao e no assinaram o termo.

    O tenente-coronel Samuel Gonalves Ferreira disse no desconsiderar o impacto social da medida, mas acredita que o Estado possa compensar os vendedores de alguma outra forma. Para ele, se a medida for mantida o efetivo da PM nos dias de jogos dever ser reduzido j no segundo semestre de 2007.

    O presidente da Comisso de Segurana Pblica, deputado Sargento Rodrigues, acredita que os dados apresentados pela corporao sejam confiveis, mas que a ao do MP foi unilateral e que a melhor forma de resolver a questo ser a apreciao do PL 310/07 na ALMG. "S assim poderemos dar voz a todos os envolvidos e lapidarmos essa deciso", concluiu.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 10, 2007

    Em discusso um assunto polmico: a futura Rodoviria de BH. Projeto tir-la do centro para o bairro Calafate.

                                             Comisso discute transferncia da rodoviria de Belo Horizonte

    A construo de um novo terminal rodovirio em Belo Horizonte ser o tema de reunio com convidados da Comisso de Transporte, Comunicao e Obras Pblicas da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, nessa tera-feira (10/4/07), s 14h30. Solicitada pelo deputado Gustavo Valadares (DEM), a reunio acontecer no Auditrio da Assemblia. Segundo o parlamentar, o objetivo avaliar os impactos da transferncia da rodoviria para o bairro Calafate, conforme projeto defendido pela Prefeitura de Belo Horizonte.

    O deputado Gustavo Valadares defende a necessidade de se transferir o terminal rodovirio, hoje localizado no Centro da cidade, mas diz que h dvidas sobre a convenincia do local escolhido, o bairro Calafate. O temor do parlamentar que haja um acmulo de trfego na regio, que hoje j apresenta um fluxo intenso de veculos. A reunio, segundo ele, ser uma oportunidade para todos os rgos envolvidos divulgarem suas avaliaes e estudos sobre o assunto.

    Esto convidados a participar da reunio o prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel; o presidente da Cmara Municipal de Belo horizonte, vereador Tot Teixeira; o representante da Secretaria de Estado de Transporte e Obras Pblicas, Lindemberg Ribeiro Garcia; o diretor-geral do DER, Jos lcio Santos Monteze; e o presidente da Associao Comunitria Prado-Calafate, Jos Renato Barbosa Lopes.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 9, 2007

    Homenagem da Assemblia Legislativa Universidade Federal de So Joo Del Rey. O autor foi o deputado Domingos Svio, do PSDB, nascido em So Tiago, que fica perto de So Joo e que foi prefeito de Divinpolis, na regio centro-oeste de Minas, bem longe de So Joo del Rey.

                              
    A homenagem est sendo realizada, neste momento ( so 20h e 40 minutos) no plenrio presidente JK, sede do Poder
    Legislativo de Minas.  E transmitida AO VIVO pela TV Assemblia para cerca de 300 municpios do Estado. A Universidade Federal de So Joo Del Rey, antiga FUNREI - Fundao de Ensino Superior de So Joo Del Rey - est fazendo 20 anos de atividades. Tem hoje 20 cursos de graduao e 4 mil alunos.E um corpo de 200 professores dos melhores do Pas, segundo destacou em seu discurso o deputado Domingos Svio,do PSDB.

                                O ponto alto da solenidade foi a entrega de uma Placa Comemorativa dos 20 anos da UFSJ, da Assemblia de Minas, ao reitor da Universidade professor Helvcio Luiz Reis. Os deputados dr. Vianna, primeiro vice da Assemblia Legisaltiva e o autor da homenagem, deputado Domingos Svio, entregaram a placa ao reitor.

                                  Destacamos na solenidade as presenas de alunos da Escola de Msica da Universidade. Eles interpretaram o Hino Nacional Brasileiro. Rafael Morais no violoncelo e Jonas Fernando de Souza, no clarinete.

                                E uma novidade: ser instalado um campus da Universidade Federal de So Joo Derl Rey em Divinpolis, que tem na sua regio mais de 1 milho e meio de habitantes e nenhuma Universidade, destacou o deputado Domingos Svio, que j governou Divinpolis.

                                Em nome do nosso BLOG DE NOTCIAS parabenizamos a Universidade Federal de So Joo Del Rey, seus professores, funcionrios e alunos pelos 20 anos de sucesso. Parabns tambm ao governador Acio Neves, que como presidente da Cmara Federal, em Braslia, foi o autor do projeto que transformou a FUNREI em Universidade Federal no governo de Fernando Henrique Cardoso.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 9, 2007

    DE OLHO NAS EMPRESAS MINEIRAS que fazem sucesso.

    TRACBEL - uma Empresa Mineira - que vem conquistando o mundo empresarial do Continente Latino-americano. E reconhecida como uma das maiores distribuidoras de mquinas pesadas e agrcolas do Pis. Sua forte atuao nos segmentos de Minerao, Agricultura, Indstria sucro-alcooleiro e Indstria Madeireira. Um orgulho de ns mineiros! Parabns aos empresrios, nossos amigos, LUIZ GONZAGA MAGALHES ( presidente da TRACBEL) e seu filho LUIZ GUSTAVO ( vice-presidente) pela conquista do Trofu de Qualidade da Volvo.

    EQUIPAMENTOS INDUSTRIAIS

    Tracbel S/A eleita melhor distribuidor de equipamentos Volvo CE da Amrica Latina

    A Tracbel S/A, um dos maiores distribuidores de mquinas agrcolas e equipamentos pesados do Pas, foi eleita pela sexta vez o melhor distribuidor da VOLVO CONSTRUCTION EQUIPMENT na Amrica Latina. Chamada de Crculo de Excelncia Volvo, a premiao que tem apenas sete edies, reuniu mais de 20 distribuidores e 46 pontos de venda da marca em todo o continente.
    "Para a Tracbel, uma premiao muito importante, pois reflete diretamente o reconhecimento do trabalho feito em todos os setores da empresa para garantir a satisfao de nossos clientes", afirma o vice-presidente da empresa, Luiz Gustavo Pereira.
    O Crculo de Excelncia Volvo foi criado pela multinacional Volvo para buscar a melhoria dos processos dos seus distribuidores. A avaliao envolve cinco itens: satisfao geral do cliente; eficincia dos processos administrativos; desempenho do setor de vendas e marketing; eficincia do setor financeiro; e avaliao dos servios de ps-venda. 
     A Tracbel foi avaliada em todos os Estados onde atua Minas Gerais, So Paulo, Rio de Janeiro, Esprito Santo, Par, Amap, Amazonas e Roraima. De acordo com o gerente de marketing da empresa, Igor Rocha, todas as unidades que participaram da avaliao foram muito bem posicionadas.
    "Esse resultado reflexo da preocupao da Tracbel em padronizar os seus procedimentos de trabalho, visando sempre a qualidade de nosso atendimento", explica Rocha. Alm da premiao de Melhor Distribuidor da Amrica Latina, a Tracbel conquistou os prmios de Melhor Identificao Visual, Maior Market Share em Caminhes Articulados e Melhor Desempenho no setor de Peas, demonstrando ainda mais o foco no melhor atendimento aos seus clientes.
    Sobre a Tracbel Fundada em 1967, em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, a Tracbel S/A hoje um dos maiores distribuidoras de mquinas pesadas e agrcolas do Pas, com forte atuao nos segmentos de minerao, agricultura, indstria sucroalcooleiro e indstria madeireira.
    Atualmente, a empresa mineira distribui tratores e colheitadeiras Massey Ferguson; escavadeiras, motoniveladoras, carregadeiras e caminhes articulados Volvo; empilhadeiras Clark; rolos compactadores Dynapac; transmisses automticas Allison; pneus industriais Michelin; equipamentos florestais Ponsse; caminhes rgidos Perlini e equipamentos Sennebogen.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 9, 2007

    TERCEIRA FASE do PROACESSO vai levar asfalto a mais 34 municpios, com as obras comeando at julho e representando um investimento de 400 milhes de reais. Sero asfaltados 820 kms, nesta fase. E o BALANO DO PROACESSO, desde que foi lanado em 2004, at agora, registra que foram asfaltados 1.235 kms beneficiando 55 municpios. Na terceira fase sero sero investidos 1 bilho e 30 milhes de reais beneficiando 119 municpios, ligando-os por asfalto s BRs. Confira!









                                              Governador Acio Neves anuncia nova etapa do Proacesso

     











    Omar Freire/Imprensa MG
     


    O governador Acio Neves anunciou, nesta segunda-feira (9), a terceria etapa do Proacesso, programa do Governo de Minas destinado a assegurar acesso asfltico a municpios que s possuem estradas de terra. Em solenidade no auditrio da Biblioteca Pblica Luiz de Bessa (foto), com a presena de prefeitos e parlamentares dos 34 municpios contemplados nessa nova fase do Proacesso, o governador garantiu que as obras em todos os trechos comearo at julho prximo.

    "Esse investimento fruto do esforo da construo de uma nova Minas Gerais, que recuperou credibilidade para voltar a acessar mecanismos de financiamentos internacionais", disse o governador.

    O Proacesso, nessa etapa, vai pavimentar 820,5 quilmetros de rodovias, com investimento de R$ 400 milhes, em recursos do Tesouro do Estado, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Banco Japons de Cooperao Internacional (JBIC).

    "Em Minas no se comea obra sem recursos garantidos. Portanto, as obras sero iniciadas em julho e concludas sem paralisao."

    Desde o lanamento do Proacesso, em 2004, at maro de 2007, foram pavimentados 1.235 quilmetros, com 55 acessos j concludos. Com a terceira etapa, 119 municpios esto sendo beneficiados, com um investimento total de R$ 1,03 bilho. No segundo semestre deste ano sero licitados mais 40 trechos.

    Os objetivos do Proacesso so assegurar melhor qualidade de vida populao e desenvolvimento aos municpios atendidos.


    Parceria

    Representando os 34 municpios contemplados pelo Proacesso, o prefeito de Alto Rio Doce, Wilson Teixeira Gonalves, agradeceu o empenho do Governo de Minas em levar o desenvolvimento s pequenas cidades do interior.

    "Os diversos programas mostram que a parceria com os municpios deixou de ser um simples jogo de palavras, para se tornar efetiva. O programa Mquinas para o Desenvolvimento propiciou a mais de 700 municpios renovar sua frota de mquinas e equipamentos, as aes do Sade em Casa e a distribuio de ambulncias certamente esto contribuindo para salvar vidas, e hoje estamos aqui participando de mais um outro benefcio ao sofrido povo do interior de Minas", disse o prefeito.

    O Proacesso tem como objetivo asfaltar 224 acessos rodovirios totalizando 5.600 quilmetros de extenso de rodovias, beneficiando diretamente 1,5 milho de habitantes. Dos municpios a serem atendidos pelo programa, 70% esto concentrados na regio Norte, Vale do Mucuri, Zona da Mata, Rio Doce e Vale do Jequitinhonha. A rea de abrangncia do Proacesso formada por pequenos municpios, dos quais 88% com populao menor que 10 mil habitantes. Destes municpios, 97% tm o IDH (ndice de Desenvolvimento Humano) inferior ao ndice mdio de Minas Gerais.

    Alm do Proacesso, o Governo do Estado ainda desenvolve os programas PrMG, de recuperao das rodovias, e o de Obras Emergenciais (temporrio), que visa recuperar estradas e pontes danificadas durante o perodo chuvoso. 



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 9, 2007

    O GRANDE DIA para Alto do Rio Doce - cidade que fica a 253 kms de BH e 53 kms de Barbacena - no caminho do meio da Estrada Real. Governador Acio Neves e o prefeito Wilson Teixeira Gonalves Filho, mdico nosso amigo, assinam no Palcio da Liberdade, aqui em BH, a autorizao para o incio das obras de ASFALTAMENTO da MG-132, que liga Desterro do Melo a Alto Rio Doce. Comea a se concretizar um SONHO de mais de meio sculo!

                                         AUTORIZAO PARA ASFALTAMENTO DA MG 132
                                                SER ASSINADA, HOJE,SEGUNDA-FEIRA.

    FAZENDO BEM FEITO

    Em solenidade no Palcio da Liberdade, sede do Governo Estadual, na Capital, os prefeitos de Desterro do Melo, Ruy Fernandes e Alto Rio Doce, Wilson Teixeira Gonalves Filho, em companhia de demais autoridades da regio recebero do Governador Acio Neves o documento que autoriza, a partir da segunda-feira, 09, o incio das obras de pavimentao dos 22 quilmetros de estrada de terra que interligam os seus municpios , a MG 132. Finalizado em janeiro deste ano, o processo de licitao da obra foi vencido pela empresa Cadar Engenharia, empreiteira que pavimentou o trecho Desterro do Melo - Distrito de Senhora das Dores.
    Aps acompanhar a assinatura da Ordem de Servio, o prefeito Ruy Fernandes e o assessor Victor Hugo Amaral participaro de encontro com o Governador e o Secretrio de Estado Danilo de Castro, onde sero discutidos detalhes da visita de Acio Neves e sua equipe Desterro do Melo para inaugurao das obras de pavimentao da MGT 265, concludas no ltimo ms de maro. O Governador Acio Neves esperado para as festividades no ms de maio.

    Na foto acima, os prefeitos Ruy, Wilson e o Governador Acio, assinando, em 2006, a abertura do processo licitatrio das obras da MG 132.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 9, 2007

    O DESTINO DOS MILHES DE REAIS DO FUST - Fundo de Universalizao dos Servios de Telecomunicaes. Veja o que pensa o ministro Hlio Costa. Com a palavra, agora, o Senado da Repblica!

                                      Hlio Costa apresenta ao Senado 
                             proposta de aplicao dos recursos do Fust


    Recursos vo financiar atendimento de instituies de ensino e de sade, bibliotecas, rgos de segurana pblica, pessoas com deficincias, localidades remotas e de fronteiras

     O ministro das Comunicaes, Hlio Costa, entregou Comisso de Cincia, Tecnologia, Inovao, Comunicao e Informtica (CCT) do Senado, na manh desta a proposta de utilizao dos recursos do Fust (Fundo de Universalizao dos Servios de Telecomunicaes).


    So oito projetos, com um volume para cada um deles. " a primeira vez que o podemos usar os recursos sem problemas jurdicos ou tcnicos. Achamos uma soluo para todos os obstculos. Agora basta a liberao dos recursos para efetivamente aplicarmos os projetos", disse Hlio Costa aos parlamentares.


    Desde a criao do fundo, os cinco ministros que passaram pelo ministrio no conseguiram utilizar o FUST, porque o TCU (Tribunal de Contas da Unio) no aprovava os projetos, sob a alegao que no estavam de acordo comlei. "A soluo foi desenvolvemos as propostas com a participao do TCU. 


    O ministro lembrou ainda que os oito volumes da proposta prevem a utilizao dos recursos do Fust em projetos para a educao, sade, segurana pblica e atendimento a deficientes. O projeto piloto, que vai atender mais de mil instituies de deficientes, est pronto na Anatel (Agncia Nacional de Telecomunicaes) para ser executado.


    A Lei do Fust estabelece que 18% de todos os recursos arrecadados pelo fundo devem ser aplicados na universalizao da telefonia para as escolasAt hoje cerca de 100 mil escolas pblicas que no tm sequer telefone. O projeto de educao do ministrio prev a conexo internet banda larga s 160 mil escolas pblicas em todo o Brasil.


    O ministro tambm apresentou as diretrizes e os programas prioritrios do Ministrio das Comunicaes para os prximos quatro anos, como incluso digital, TV e rdio digital, entre outros.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 9, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Os 70 anos do nosso amigo, o empresrio Ibrahim El Khoury, foi destaque na coluna de Csar Romero do jornal Tribuna de Minas de Juiz de Fora. Confira!

     











    Comentrios do Post ( 1 )
    #1. Cesar Romero - (cesaromero@terra.com.br) [ Deletar ]
    Meu caro Joo Carlos,
    agradeo a publicao da coluna destacando o aniversrio do 'sheik' (e nosso amigo particular)Ibrahim El-Khoury.
    Um grande abrao e at o dia 2 de junho na 15 Feijoada CR - a Feijoada do Pan - reunindo 1.700 convidados no La Rocca, aqui em Juiz de Fora.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 7, 2007

    Em Cabo Frio e Bzios, mas sem perder o contato com a poltica e o Business.

                         Esse blogueiro aproveitou o feriado da Semana Santa e deu um pulo de quase 700 km, que separam BH de Cabo Frio e Bzios no litoral do Rio de Janeiro. Neste momento ( agora so 23h e 30 minutos de sbado, ns estamos escrevendo de uma Lan House, em Bzios, bem pertinho da movimentada e tradicional rua das Pedras. Estamos a caminho da casa mineira, a sofisticada Privilgge de Bzios, filial da Privilgge de Juiz de Fora de nosso amigo Otvio Fagundes ( dos meus temps de reprter da Globo em Juiz de Fora, aonde ele foi meu diretor-geral) e e seu filho o Otvio Fagundes Jr. A noite promete, j que o jogador Romrio esteve aqui ontem e dizem, volta hoje, para esquecer que ainda no chegou ao milsimo gol. A turma do BBB-7 tambm vai estar por aqui. E este blogueiro, com sua cmera digital, vai estar a posto para registrar tudo pra voc que acessa nosso BLOG DE NOTCIAS.

                        EM CABO FRIO
                        J em Cabo Frio, aonde estou hospedado no ap de meu iro, o empresrio barbacenense, Luiz Paulo Amaral, o popular NECA, apelido que coloquei nele, no sei porque, quando ramos crianas l na Volta da Ferradura, perto de Barbacena e do Desterro do Melo, neste sbado encontramos na Praia das Dunas, com o empresrio Jair Barraca, vereador em Barbacena. Com ele recordamos os tempos em que ele era um simples vendedor de mercadorias para meu pai, um comerciante de sucesso, na venda que tinha no caminho entre Barbacena e o Alto Rio Doce, onde o Jair e seu pai, o s Barraca, moravam e comeava uma vida de sucesso empresarial. O Jair hoje o homem forte do transporte coletivo em Barbacena e na regio. E continua fiel a seus velhos am,igos, mostrando que o dinheiro deve ser o escravo de todos ns e no o contrrio.
     
                        Conversei tambm, longamente com o vice-presidente da FIEMG, Cludio Labertucci, presidente do SINDIREPA. Falamos de negcios. Destacamos a viso poltica e empresarial do presidente da FIEMG, Robson Andrade, que atravs da teleconferncia tem dado a oportunidade de uma comunicao em tempo real, cortando custos de deslocamentos desnecessrios dos empresrios do interior, j que tudo feito atravs da teleconferncia - palestras, consultas sobre tributao, etc...

                        Lembrei ao Cludio Labertucci, que outra ferramenta eficiente foi criada pelo dr. Robson Andrade. O programa " Economia e Negcios - um Programa Fiemg", que chega a dois anos e meio no ar na Rede Minas, com quase 250 programas de meia hora, que ns temos o prazer de ancorar, toda tera e quinta-feiras, a uma da tarde, a pedido do gerente de comunicao institucional da Fiemg, o competente jornalista Danilo Andrade. 
                        Depois conto mais da conversa com o boa praa e competente empresrio Cludio Lambertucci. At!
                            
                        


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 7, 2007

    Ministro Hlio Costa e a incluso digital na sade.

                                       

    Projeto prev investimento de R$ 360 milhes do FUST para conectar instituies de sade internet 
     
    Proposta do ministro Hlio Costa conectar
    1,7 mil instituies de sade internet banda larga,
    beneficiando cerca de 20 milhes de pessoas

    Braslia O Ministrio das Comunicaes definiu como uma das prioridades para 2007 levar o acesso s redes de dados em alta velocidade a 1.700 instituies de sade do pas. A proposta de Hlio Costa, elaborada em parceria com o Ministrio da Sade, utilizar R$ 360 milhes dos recursos do Fust (Fundo de Universalizao dos Servios de Telecomunicaes) para conexo de centros de sade, ambulatrios e hospitais.
     
    O projeto vai permitir ao governo a otimizao dos recursos da rea, ampliando os programas PSF (Sade da Famlia) e o PACS (Agentes Comunitrios de Sade) do Ministrio da Sade.
     
    "As pessoas que vivem nos locais de difcil acesso, por exemplo, vo ter os seus exames analisados por um especialista, sem ele precisar se deslocar de sua cidade. Isso vai ajudar a resolver o problema de falta de mdicos no interior e nas periferias das grandes cidades", disse o ministro Hlio Costa.
     
    Com a conexo banda larga, ser possvel acompanhar os pacientes a partir da integrao das instituies pblicas de ensino superior, alm de auxiliar os profissionais que atuam fora dos grandes centros, oferecendo-lhes servios educacionais, como teleducao, e assistencial-formativos, beneficiando um maior nmero da populao que poder contar com profissionais melhor atualizados.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 5, 2007

    CELULAR vai chegar, em breve, a DESTERRO DO MELO - fica a 200 kms de Belo Horizonte e a 32 de Barbacena - no caminho do meio da ESTRADA REAL. O programa de incluso social pela telefonia mvel faz parte da estratgia do governo Acio Neves de levar o CELULAR a todos os 853 municpios de Minas. Hoje faltam 412 para entrar na modernidade da comunicao globalizada.

                                            CELULARES em DESTERRO DO MELLO
                                                  SERO OPERADOS PELA CLARO


    FAZENDO BEM FEITO

    Trs operadoras - Telemig Celular, Claro e Oi - sero as responsveis pela expanso, at outubro de 2008, dos servios de telefonia mvel e transmisso de dados aos 412 municpios mineiros que ainda no tm acesso ao servio. Elas venceram o processo pblico de seleo realizado no dia 22 de maro, dentro do Programa de Universalizao do Acesso aos Servios de Telecomunicaes do Estado de Minas Gerais (Minas Comunica), do Governo do Estado.
    As propostas vencedoras totalizaram R$ 163,5 milhes, representando uma economia de R$ 36,5 milhes em relao aos R$ 200 milhes autorizados pela Assemblia Legislativa de Minas Gerais para criao do Fundo de Universalizao do Acesso a Servios de Telecomunicao em Minas Gerais (Fundomic).
    O lote um, composto por 151 municpios, com os cdigos de rea 33 e 37 (vales do Mucuri, Jequitinhonha, Rio Doce e regio Centro-Oeste), ficar a cargo da Oi, que ofereceu o lance de R$ 54 milhes. A Telemig Celular ganhou o lote dois, com o lance de R$ 55,5 milhes, correspondente a 134 municpios dos cdigos 34, 35 e 38 (Tringulo, Sul, Norte e Noroeste). J a vencedora do lote trs, com o lance de R$ 54 milhes, foi a Claro, que vai implantar a telefonia celular em 127 municpios da regio Central e Zona da Mata, reas 31 e 32.
    As trs empresas vencedoras, que apresentaram propostas para os trs lotes, tero o prazo mximo de 18 meses, a partir da assinatura dos contratos, para a concluso da implantao das redes. Em algumas cidades, os novos usurios j tero acesso aos telefones celulares a partir de outubro deste ano. Esse o prazo para as vencedoras da licitao conclurem os primeiros 10% do cronograma de obras.

    Cronograma
    Com a assinatura do contrato prevista para o incio de abril, so os seguintes os demais prazos para as trs operadoras: at o final de janeiro de 2008, 35%; at o final de abril de 2008, 65%; at julho de 2008, 85% e at outubro de 2008, 100% das cidades mineiras tero telefonia celular.
    O processo licitatrio foi realizado pela Comisso Coordenadora da Seleo Pblica, composta por representantes das Secretarias de Desenvolvimento Econmico, Planejamento e Gesto. O Minas Comunica, iniciativa indita no pas, foi lanado em 22 de setembro de 2006.

    Lote 3
    Acaiaca; Alvorada de Minas; Amparo da Serra; Araai; Araponga; Baldim; Barra Longa; Cachoeira da Prata; Cajuri; Cana; Capela Nova; Caranaba; Carmsia; Casa Grande; Catas Altas da Noruega; Congonhas do Norte; Crucilndia; Desterro de Entre Rios; Diogo de Vasconcelos; Dom Joaquim; Dom Silvrio; Fortuna de Minas; Funilndia; Guaraciaba; Inhauma; Itamb do Mato Dentro; Itaverava; Jaguarau; Jeceaba; Jequitib; Lamim; Marliria; Oratrios; Passabem; Pedra Bonita; Pedra do Anta; Piedade de Ponte Nova; Piedade dos Gerais; Queluzito; Rio Doce; Rio Espera; Rio Manso; Santa Cruz do Escalvado; Santa Margarida; Santana de Pirapama; Santana dos Montes; Santo Antnio do Grama; Santo Antnio do Rio Abaixo; So Jos do Goiabal; So Miguel do Anta; So Sebastio do Rio Preto; Sem-Peixe; Senhora de Oliveira; Sericita; Taquarau de Minas; Alto Capara; Alto Rio Doce; Antnio Prado de Minas; Aracitaba; Arantina; Argirita; Baro do Monte Alto; Belmiro Braga; Bias Fortes; Bocana de Minas; Bom Jardim de Minas; Brs Pires; Caiana; Capara; Chcara; Chiador; Cipotnea; Coimbra; Conceio da Barra de Minas; Coronel Pacheco; Coronel Xavier Chaves; Descoberto; Desterro do Melo; Divinsia; Dores do Turvo; Ervlia; Estrela Dalva; Faria Lemos; Goian; Guarar; Guidoval; Guiricema; Ibertioga; Itamarati de Minas; Liberdade; Marip de Minas; Olaria; Oliveira Fortes; Oriznia; Paiva; Palma; Passa Vinte; Patrocnio do Muria; Pedra Dourada; Pedro Teixeira; Pequeri; Piau; Piedade do Rio Grande; Prados; Presidente Bernardes; Rio Preto; Ritpolis; Rochedo de Minas; Rodeiro; Rosrio da Limeira; Santa Brbara do Monte Verde; Santa Brbara do Tugrio; Santa Rita de Ibitipoca; Santa Rita de Jacutinga; Santana de Cataguases; Santana do Deserto; Santana do Garambeu; Santo Antnio do Aventureiro; So Geraldo; So Sebastio da Vargem Alegre; Senador Cortes; Senador Firmino; Senhora dos Remdios; Silveirnia; Tabuleiro; Tombos; Vieiras.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 5, 2007

    Ao que merece APLAUSO. Restaurador Luiz Esteves, cuida de preservao acervo sacro, histrico, da Matriz de Nossa Senhora da Piedade, em Barbacena. NOTA 10. A notcia vem do site www.barbacenaonline.com.br










    O Atelier Arte e Restaurao, tendo frente o artista plstico e restaurador, Luiz Esteves, executou um projeto de renovao e conservao de imagens do Santurio de Nossa Senhora da Piedade. Foram restabelecidas trs figuras da Semana Santa que exigiam interveno Senhor Bom Jesus dos Passos, Senhor Morto, Senhora das Dores e o quadro da Ressurreio.

    Paulo Lima









    Luiz Esteves e Ricardo Marteleto no
    ofcio de restauro



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 5, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Na foto abaixo, da direita para esquerda, o prefeito de Araguar, Marcos Alvim e o Gerente-geral de Energia, da Cia. Vale do Rio Doce, o competente engenheiro Henrique Di Lello Filho, quando recebia merecida homenagem do municpio de Araguar pela construo das Usinas Hidreltricas de Capim Branco 1 e 2. poca Di Lello era o presidente do Consrcio Capim Branco, que fez as Usinas, investindo cerca de 1 bilho de reais gerando 450 megawatts de energia eltrica, alm de milhares de reais para os cofres de Araguar, Indianpolis e Uberlndia no Tringulo Mineiro.

                   

                                LEIA o E-mail que recebemos do nosso amigo Henrique Di Lello.

    Caro Joo: Parabns pelo blog. Est cada vez melhor. Acho que, guardadas as propores, j d para comparar com o jbonline, primeiro jornal na internet. Grande abrao e saudades, qualquer dia vamos tomar um vinho com o Celso, quem sabe a semana que vem. Boa Pscoa.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 5, 2007

    De olho nas aes do ministro das Comunicaes HLIO COSTA.

     

    Empresas brasileiras vo receber
    transferncia de tecnologia de ponta

     
    Hlio Costa apia pesquisa e
    desenvolvimento da tecnologia nacional

      Os ministros das Comunicaes, Hlio Costa, da Cincia e Tecnologia, Srgio Rezende, e o presidente do CPqD (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicaes), Hlio Graciosa, oficializam, nesta quarta-feira (04/04), o processo de transferncia de tecnologias desenvolvidas pelo Projeto GIGA (Projeto de convergncia tecnolgica de redes IP e redes pticas de alta velocidade) para seis empresas brasileiras.
     
    "Estamos fazendo todos os convnios e acordos possveis para desenvolver a tecnologia nacional", afirmou Hlio Costa.
     
    A cerimnia, marcada para as 11 horas, vai acontecer no auditrio do Ministrio das Comunicaes, em Braslia, com a participao dos presidentes das empresas que iro produzir equipamentos com as tecnologias desenvolvidas pelo CPqD.
     
    A seleo das empresas baseou-se na avaliao de capacidade tcnica, desempenho financeiro e modelo de gesto. Empresas que j produziam sistemas pticos e outras que esto apostando fortemente neste mercado, tambm foram consideradas.
     
    A transferncia de tecnologia vai permitir s empresas selecionadas condies de oferecerem equipamentos extremamente avanados s operadoras de telecomunicaes, proporcionando a evoluo das redes pticas no pas.
     
    GIGA
    O projeto GIGA, financiado pelo Funttel (Fundo para Desenvolvimento Tecnolgico das Telecomunicaes) e apoiado pela Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), uma parceria entre o CPqD e a RNP (Rede Nacional de Ensino e Pesquisa) e conta com uma plataforma de teste, a Rede GIGA, que conecta cerca de 20 instituies brasileiras numa distncia de 750 km.
     
    Com investimento de R$ 55 milhes, o projeto compreende a pesquisa e o desenvolvimento de uma rede de alta capacidade de trfego, flexibilidade e qualidade de transmisso em tempo real, utilizando-se das redes IP e WDM. A tecnologia desenvolvida vai beneficiar, e muito, os servios de telemedicina, teleducao, entretenimento e estudos de prospeco de petrleo, entre outros.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 4, 2007

    Governo do Estado e Drogaria Arajo juntos para beneficiar o HOSPITAL DA BALEIA, aqui em Belo Horizonte. Dos 832 milhes investidos no Hospital, a Drograria Arajo, pilotada pelo empresrio Modesto Arajo, doou 309 mil reais, arrecadados pela campanha da Drograria Arajo em suas lojas espalhadas por toda BH. Confira!









                                                  Governador inaugura novos leitos no Hospital da Baleia

     









    Omar Freire/Imprensa MG

    O governador Acio Neves participou nesta quarta-feira (4) da solenidade de inaugurao das novas instalaes do Hospital da Baleia, em Belo Horizonte (foto). A ampliao do hospital contou com a parceria do Governo de Minas, que investiu R$ 523 mil na obra, possibilitando a abertura de mais 46 leitos populao. A nova Ala 5 da Unidade Baeta Vianna, no bairro Saudade, destinada internao cirrgica e conta com 36 leitos. E o CTI 2, centro ps-operatrio para pacientes que precisam de cuidados intensivos, tem dez leitos. As obras contaram ainda com R$ 309 mil em doaes arrecadadas em campanha realizada pela Drogaria Arajo.

    Desde 2003, o Governo do Estado j repassou um total de R$ 10,8 milhes ao Hospital da Baleia, atravs de convnios e do Pro-Hosp, programa que destina recursos para reformas e modernizao tecnolgica de hospitais que atendem pelo SUS em todo o Estado. Em seu pronunciamento, o governador afirmou que o Hospital da Baleia conquistou respeito da sociedade pelo trabalho eficiente e dedicado que realiza ao longo de 63 anos de atividades.

    "As parcerias s se consolidam quando as partes tm confiana umas nas outras. O Governo do Estado no tem o menor receio, ao contrrio, tem entusiasmo de consolidar novas parcerias a cada ano com o Hospital da Baleia, como as que j consolidamos e que totalizam quase R$ 11 milhes", disse o governador.

    Atendimento humanizado

    O Hospital da Baleia a segunda maior instituio no atendimento a pacientes carentes de Minas Gerais, especialmente da Regio Metropolitana de Belo Horizonte. Cerca dos 90% das mais de 350 mil pessoas que passam pelo hospital todos os anos so usurios do SUS.

    Acio Neves ressaltou a excelncia do hospital na rea de gesto, que resultou no reconhecimento da instituio pelo Ministrio da Sade como referncia no controle de custo. Ele lembrou tambm que o controle da infeco hospitalar 50% abaixo da mdia nacional, mas destacou que um de seus maiores mritos o atendimento humanizado.

    "O Hospital da Baleia fez importantes avanos na rea de gesto, na modernizao tecnolgica, mas o que me chama ateno a humanizao cada vez maior do atendimento", ressaltou Acio Neves.

    Parcerias

    O governador afirmou que o Pro-Hosp, um dos principais programas do governo mineiro na rea da sade, est levando atendimento de qualidade perto de onde as pessoas moram. Atravs do programa, j foram destinados R$ 196 milhes a 120 hospitais de 103 municpios de todas as regies do Estado. Para ele, todo investimento feito pelo Governo de Minas em sade precisa ter o apoio da iniciativa privada e da sociedade para que chegue a resultados concretos na melhoria da qualidade de vida das pessoas.

    "Ns s vamos avanar como precisamos avanar, seja na sade ou em qualquer outra rea de responsabilidade do Estado, mas necessria sociedade mineira e brasileira, se as parcerias se consolidarem cada vez mais", disse o governador.

    Responsabilidade social

    Ele destacou a importncia da parceria da Drogaria Arajo, que j destinou um total de R$ 1,5 milho ao Hospital da Baleia por meio de campanha realizada junto populao. Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econmica Aplicada (Ipea) aponta Minas como o Estado com maior nmero de empresas com alguma ao de responsabilidade social.

    "Minas tem avanado muito do ponto de vista da responsabilidade do setor privado, do seu envolvimento nas questes sociais. o Estado brasileiro onde o maior nmero de empresas tem algum envolvimento social seja em relao aos seus funcionrios, seja em relao comunidade", disse o governador.

    Estiveram presentes o secretrio de Estado de Sade, Marcus Pestana; a diretora-presidente da Fundao Benjamin Guimares, Tereza Guimares Paes; o superintendente-geral do Hospital da Baleia, Jorge Delbons; a vice-presidente da Hemominas, Maria Olvia de Castro; e o diretor da Drogaria Arajo, Modesto Arajo.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 4, 2007

    Em Minas,deputados que deixaram seus partidos, comeam a retornar ao NINHO.

                                         Na tarde desta quarta-feira, aqui no plenrio da Assemblia Legislativa de Minas, dois parlamentares comunicaram Mesa Diretora do Parlamento que estavam retornando s siglas pelas quais foram eleitos no final do ano passado. O deputado Juninho Arajo,comunicou que deixou o PSB, para o qual foi h pouco mais de dois meses e voltou ao Partido Republicano Trabalhista Brasileiro, partido no qaual foi eleito por 25.941 votos.

                                         O outro parlamentar, que tambm voltou ao ninho, o deputado Deir Marra, que tambm tinha ido para o PSB e que agora retorna ao partido de origem: o PR - Partido da Repblica, pewlo qual foi eleito com 24.400 votos.

                                          Os dois parlamentares no informaram explicitamente o motivo do retorno,mas segredo de Polichinelo, que o motivo foi deciso do plenrio do TSE - Tribunal Superior Eleitoral - que respondendo consulta do ex-PFL, hoje Democratas - respondeu que o mandato pertence ao PARTIDO e no ao deputado. Com isso, claro, que quem mudou de partido depois das eleies corre o risco mortal de perder o mandato conquistado duramente nas urnas. Ento prevaleceu para os deputados Juninho Arajo e Deir Marra o ditado " seguro morreu de velho".


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 4, 2007

    Sinal Verde para as contas do governador Acio Neves. As de 2004 foram aprovadas por 41 votos sim e 6 no. E hoje pela manh, na Reunio Extraordinria, foi aprovadas tambm as contas do governador de 2005.

                                                              Plenrio aprova contas de Acio relativas a 2004 
    O Projeto de Resoluo (PRE) 2.702/05, que aprova as contas do governador Acio Neves referentes ao exerccio de 2004, recebeu 44 votos favorveis e 6 contra do Plenrio, na Reunio Extraordinria noturna desta tera-feira (3/4/07). O parecer preparado poca pelo ex-deputado Ermano Batista ressalta que as contas do Estado apresentaram um resultado superavitrio em 2004, pela primeira vez desde 1994. Havia previso de dficit de R$ 1,4 bilho, mas o ano terminou com resultado positivo de R$ 90,65 milhes.

    O relator considerou ainda que o Estado cumpriu a meta de supervit primrio fixada na Lei de Diretrizes Oramentrias (LDO); aplicou os valores mnimos constitucionais na manuteno e desenvolvimento do ensino e no ensino fundamental; e observou os limites para as despesas com pessoal fixados pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

    A reunio foi aberta com queixas da oposio quanto s tentativas de tolher-lhe a liberdade de expresso na reunio da tarde. O deputado Andr Quinto (PT) defendeu o direito do deputado Carlin Moura (PCdoB), de fazer intervenes de natureza poltica. Segundo ele, o parlamentar estaria sofrendo censura a cada vez que ocupa a tribuna. Tambm a lder do PT, deputada Elisa Costa, teria sido impedida de falar na reunio ordinria da tarde.

    Depois que o 1-vice-presidente da ALMG, deputado Doutor Viana (DEM), que estava presidindo a reunio, ordenou uma suspenso dos trabalhos por 15 minutos para entendimentos, Andr Quinto anunciou, como porta-voz dos oposicionistas, que no fariam obstruo. O projeto de resoluo foi posto em votao pelo placar eletrnico, sendo aprovado por 44 a 6. A emenda n 1, apresentada pelo Bloco PT/PCdoB, que aprovava as contas com ressalvas aos gastos constitucionais com a Sade e aos repasses devidos Fapemig, teve parecer pela rejeio. Foi votada parte e rejeitada por 39 votos contra 11.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 3, 2007

    DE OLHO NA FIEMG. Exportaes em ritmo de crescimento.






                               Exportaes de Minas cresceram 27,4% no primeiro trimestre.

    As exportaes mineiras continuam apresentando bom desempenho em 2007. No acumulado do trimestre, as vendas subiram 27,4% em relao ao mesmo perodo do ano passado, colocando o estado em segundo lugar no ranking exportador nacional.
    As vendas acumuladas atingiram US$ 4,259 bilhes - 12,6% do total nacional, resultado acima da mdia de 11% que vem sendo registrada pelo estado.
    Os produtos com melhor desempenho foram o minrio de ferro, caf, laminados de ao, acar refinado e acar bruto e carne bovina.
    Em nvel nacional, as vendas cresceram 15,4%, passando a US$ 33,919 bilhes. J as importaes expandiram 25,3%, chegando a US$ 25,221 bilhes, o que resultou em queda no supervit comercial no primeiro trimestre de 2007 sobre o ano anterior.
    As exportaes tiveram melhor desempenho nos mercados do Oriente Mdio, com crescimento de 39%, da Unio Europia e China, que aumentaram 32% e 25%, respectivamente. As vendas para os Estados Unidos subiram apenas 1,5%, o pior resultado entre os principais destinos.
    J as importaes cresceram, em especial, no segmento de bens de consumo (39%), principalmente originrias da China e do Mercosul. As compras de produtos chineses subiram 53%, enquanto as importaes originrias do Mercosul aumentaram 39%.
    O resultado, apesar de positivo, mostra que as exportaes brasileiras esto se concentrando novamente em produtos bsicos cujo crescimento no trimestre deste ano foi de 25,5%. Em contrapartida, os produtos manufaturados tiveram expanso de apenas 13,2%.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 3, 2007

    GRUPO ALGAR, de Uberlndia, vai entrar agora na produo de lcool combustvel. Investimento de 70 milhes de reais.

                                O projeto da ALGAR, de Uberlndia, contruir uma Usina de lcool, com capacidade para esmagar 1 milho de toneladas ao ano. O investimento previsto de 70 milhes de reais. A informao foi dada esta semana mdia, aqui em Belo Horizonte, por um dos executivos e filho do dono do Grupo Algar, famlia Garcia, especializado no ramo de Telecomunicaes, que agora comea a diversificar, de olho no chamado boom do lcool combustvel.
                                bom lembrar, como nos disse outro dia o presidente do Sindicato do A~ucar e do lcool de Minas, empresrio Luiz Custdio Cotta Martins, o Tringulo Mineiro hoje o responsvel por 70% de todo o lcool combustvel produzido em Minas. Posio que se amplia ainda mais agora, com a boa notcia de que o Grupo Algar - uma potncia econmica do ramo de telefonia no Pas - vai investir 70 milhes no setor sucro-alcooleiro.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 3, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Defensores Pblicos, em greve h 50 dias, foram s galerias da Asssemblia Legislativa para pedir apoio para suas reivindicaes. Querem um piso de 10 mil reais. Atualmente o piso de 4 mil reais. Governo estuda pedido.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 3, 2007

    PROJETO do CENTRO ADMINISTRATIVO lanado hoje pelo governador Acio Neves, tem projeto do genial Oscar Niemeyer, vai custar 800 milhes de reais e fica pronto em dezembro de 2009. Ter seis prdios em duas torres de 15 andares onde ficaram as secretarias de Estado o PALCIO DO GOVERNO mineiro. Lembra em seus traos a Esplanada dos Ministrios, em Braslia, construda por outro mineiro, o presidente JK. Confira os detalhes!









                                                 Governador apresenta projeto do Centro Administrativo

     











    Omar Freire/Imprensa MG
     

    O governador Acio Neves apresentou populao de Belo Horizonte, nesta tera-feira (3), o projeto do Centro Administrativo do Estado de Minas Gerais a ser construdo na capital at dezembro de 2009. Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o Centro Administrativo reunir, em um mesmo espao fsico, todas as secretarias de Estado e seus rgos vinculados. O empreendimento ter seis edificaes divididas em duas torres de 15 andares, cada, que abrigaro as secretarias de Estado; o Palcio do Governo com 20 mil metros quadrados construdos e sete pavimentos; um Prdio de Servios, um Centro de Convivncia com lojas e restaurantes, alm de um auditrio com capacidade para 540 pessoas.
    O ousado projeto do Governo de Minas ser construdo numa rea de 800 mil metros quadrados. Desse total, 200 mil metros quadrados sero destinados s edificaes. O projeto prev a construo do maior vo livre em concreto j construdo no mundo, com 150 metros de extenso. Ele estar no Palcio do Governo.
    No vamos ter medo do monumental, nos disse aqui hoje o mestre Niemeyer. Quem tem privilgio de sentar-se na cadeira de governador do Estado de Minas Gerais, sobretudo com o apoio que tivemos nas duas eleies, no tem sequer o direito de pensar pequeno. Ns estamos, na verdade, planejando a Minas Gerais e a nossa capital para os prximos 50 anos, afirmou o governador Acio Neves, em seu pronunciamento.
    A solenidade (foto) reuniu secretrios de Estado, o prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, e o arquiteto Jos Carlos Sussekind, que representou Niemeyer no evento. Um total de 1.500 pessoas foram convidadas para a apresentao. Em seu pronunciamento, o governador destacou que o Centro Administrativo ir consolidar a poltica eficiente de gesto pblica do Governo do Estado, referncia hoje para todos os estados brasileiros.
    A obra, avaliada em R$ 880 milhes, ser implantada pela Companhia de Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais (Codemig) e dar eficincia e agilidade aos servios prestados pela administrao direta do Estado. A previso de que o Centro abrigue 16 mil funcionrios /dia e atenda uma mdia de pblico de 10 mil pessoas/dia.
    Essa obra coroa e consolida, em concreto, todo o sentimento que buscamos dividir com os mineiros, quando lanamos o Choque de Gesto. Queramos dizer que o Estado pode ser eficiente, sendo transparente, e cada vez prestar melhores servios para a populao. Essa obra significa, racionalidade para que possamos continuar sendo exemplo para o Brasil em gesto pblica. Minas vem apresentando, de forma absolutamente ousada, novas aes e novos instrumentos que hoje nos colocam na vanguarda da administrao pblica no Brasil, disse o governador, em seu pronunciamento.

    Vetor Norte
    A transferncia da sede do Governo do Estado para o novo Centro Administrativo tambm mudar todo o processo de desenvolvimento para o Vetor Norte da capital e da Regio Metropolitana. Segundo Acio Neves, o projeto prev toda uma preparao para que a regio possa absorver a futura demanda por servios, comrcios e indstrias.
    Hoje um momento histrico para Belo Horizonte, para a Regio Metropolitana e para toda Minas Gerais. Estamos dando um passo em direo ao futuro. Com a transferncia do Centro Administrativo para esta regio, estamos direcionando o crescimento da capital para onde ela tem que crescer, para a regio Norte. Com todos os cuidados ambientais e urbansticos, estamos trazendo para c no apenas a estrutura do Estado, mas uma srie de novas oportunidades de investimentos privados no seu entorno, de comrcio, de servios, que possibilitaro a essa regio crescer rapidamente, afirmou o governador, em entrevista no local onde ser erguido o Centro Administrativo.

    Implantao e preservao ambiental
    Durante a solenidade, o governador assinou atos essenciais para a implantao do Centro. Alm de autorizar a Codemig a iniciar o processo de licitao, o governador institui o Plano de Governana Ambiental e Urbanstica da Regio Metropolitana de Belo Horizonte. Alm de promover o desenvolvimento sustentvel e o adequado controle do uso e da ocupao do solo da regio, o plano prev a criao dos parques Serra Verde, Sumidouro e o apoio implantao do Parque Linear do Ribeiro do Ona, entre outros estudos para preservao de reas verdes.
    Hoje, estamos determinando, dando a ordem de servio para que possamos iniciar os processos licitatrios, ouvindo a comunidade, marcando para as prximas semanas j a primeira audincia pblica e superando o dilogo com a participao dos vereadores da capital, os lderes comunitrios, com a Assemblia Legislativa, com a igreja, enfim, com todos os movimentos sociais, com as ONGs, que tm um papel ou que compreendam que tm um papel importante para desempenhar nesse projeto, disse Acio Neves, em seu pronunciamento.
    O governador tambm assinou decreto que autoriza convnio entre a Secretaria de Estado de Planejamento e Gesto (Seplag) e a Codemig para realizao de estudos sobre o uso mais adequado dos imveis de propriedade do Estado que sero desocupados com a transferncia dos rgos para o Centro Administrativo.
    Outro decreto autoriza a Codemig a fazer desapropriaes de reas do entorno do Centro Administrativo destinadas a empreendimentos complementares. Acio Neves ainda assinou deliberao que autoriza o Conselho Gestor de Parcerias Pblico-Privadas do Estado de Minas Gerais a elaborar estudos para identificar quais os tipos de investimentos privados que podero ser implantados no entorno do Centro Administrativo.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 3, 2007

    POR ONDE ANDA o ex-vererador e ex-prefeito de BH, Antonio Carlos Carone? Encontrei-me com ele, nesta tera-feira de sol quente em BH. Nos estvamos esperando o semforo para atrvessar a Av. Raja Gabaglia, no bairro Santo Agostinho, al em cima da Trincheira feita pelo ex-prefeito e ex-governador Hlio Garcia. No atravessei. Esperei o Antonio Carlos Carone, para um dedo de prosa, como ns mineiros dizemos. Foi uma conversa afetuosa, inteligente e bem humorada. Vale ser reproduzida e compartilhada com voc que nosso leitor, aqui do nosso BLOG DE NOTCIAS.

                                O ex-vereador, que durante doze anos, defendeu os interesses da populao da capital mineira, nos disse que sua militncia poltica o levou a conhecer como a palma da mo dele, Beag. Porisso, atualmente, sistematizou as informaes e a experincia dele servio do mercado. consultor empresarial, que atende demandas de grupos empresarais por instalao de suas empresas na capital. O consultor Antonio Carlos Carone faz todo o planejamento estratgico - as leis de uso e ocupao do solo, posturas municipais, exigncias das reas de meio ambiente, enfim, abastece  empresas de fora  com um volume fundamental de informaes para fazer seus planos de negcios, antes de adquirirem terrenos e construir ou alugar sedes para suas filiais em BH. 

                                 Na conversa com Carone, em cima da trincheira da Raja Gabaglia sobre a Contorno, prximo ao Ibama e 5 Distrito de Meteorologia, o ex-vereador e que foi prefeito de BH, por sete dias,  (quando Hlio Garcia foi prefeito), lembram-se? Bem, ele nos disse que o pai dele, o ex-prefeito de BH, Jorge Carone, cassado na poca da Revoluo de 64, no perdeu o gosto pela poltica. Passa  a maior parte do tempo em casa, mas de olho no que acontece no meio poltico mineiro e nacional. 

                                Antonio Carlos Carone nos contou um detalhe curioso sobre a vida do Carone pai, quando foi apeado da Prefeitura de BH.  Ele passou a viver da corretagem de imveis e terrenos. E teve a idia de criar, l pras bancas de Venda Nova, CEMITRIO PARA CACHORROS. S que no passou da idia, que no foi em frente. Hoje, penso eu,  um projeto empresarial bastante vivel.

                                 A me lembrei: o que voc faz quando seu cachorro morre? Enterra aonde? E me veio a idia: por que no ter um Cemitrio para Cachorro (a). No nada absurdo, j que hoje em BH j existem centenas de lojas especializadas em cachorros - comida, produtos de beleza, rouopas. Tem at Plano de Sade, criado pelo nosso amigo e parceiro Bruno Bauer,  anunciante do nosso BLOG DE NOTCIAS, logo a em cima direita do nosso BLOG.

                                O DOGLIFE a cada dia, segundo o empresrio Bruno Bauer, vem crescendo, principalmente entre a calsse mdia( mdia e baixa), que tm no Plano de Sade para seus animais (no s cachorros), uma sada boa e barata para garantir a sade deles.

                                No final da conversa de hoje com o ex-vereador Antonio Carlos Carone, de quem sou amigo dos tempos que eu era reprter poltico da Rede Globo, ele disse que hoje um expert em BH - conhece tudo! Todas as leis que regem a ocupao do solo do municpio. E brincou: "no sou o Clio de Castro, mas tambm sou Doutor em BH". E l se foi ele a caminho do Ibama para resolver problemas de seus clientes. Pano rpido!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 3, 2007

    De volta ARISTEU, o CARA!

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Recorte de jornal que receb do meu amigo Antonio Baggio, presidente do Sindicato da Indstria de Papel e Papelo, filiado Fiemg. . Aristeu mesmo O CARA. Vai ser empreendedor e ousado assim l na minha empresa, s! Veja com calma. Cada detalhe. Bom proveito!

     







    Comentrios

    #1. Marcelo Gonalves - (marcelogoncalves@city10.com.br)
    Aristeu vai luta, como todo bom cidado que deseja ganhar a vida honestamente, trabalhando e produzindo. Sujeito criativo, polivalente e ousado, no lhe deve faltar servio.
    Viva o Aristeu!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 3, 2007

    Governador Acio e a "BRASILINHA MINEIRA".









                              Acio faz apresentao do projeto do Centro Administrativo

     

    O governador Acio Neves faz, nesta tera-feira (3), s 10 horas, apresentao pblica do projeto do Centro Administrativo do Estado de Minas Gerais, que ser construdo na regio Norte de Belo Horizonte. Com a implantao do Centro Administrativo, que abrigar todas as secretarias de Estado e diversos rgos pblicos, o Governo de Minas dar mais eficincia prestao do servio pblico. O evento ser realizado no antigo Hipdromo Serra Verde, Belo Horizonte.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 3, 2007

    INCLUSO DIGITAL indgena. frente o ministro Hlio Costa

     

    Ministrio das Comunicaes leva internet
    banda larga a povos da floresta amaznica

    Acordo entre os ministrios das Comunicaes
    e do Meio Ambiente vai beneficiar, inicialmente,
    150 comunidades em 13 estados brasileiros

      Os ministrios das Comunicaes, do Meio Ambiente e a Associao de Cultura e Meio Ambiente firmaram acordo de cooperao para levar, por meio do Programa Gesac (Governo Eletrnico Servio de Atendimento ao Cidado), internet banda larga a comunidades indgenas, quilombolas e outros, que vivem na floresta amaznica.

    Para ns uma honra e uma alegria desenvolver este trabalho junto s comunidades indgenas. O governo federal tem a obrigao de priorizar essas comunidades em todos os seus programas sociais, afirmou o ministro das Comunicaes, Hlio Costa, durante cerimnia de assinatura do acordo, nesta quinta-feira (29/03).

    No se trata simplesmente da chegada de um aparato tecnolgico de comunicao, da insero de valores de dentro para fora das comunidades, mas, sobretudo, a possibilidade de que essas comunidades tambm possam refletir a sua imagem no espelho de outras localidades e de outros lugares, avaliou a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva.

    Para a ministra, a internet e o computador podero ser instrumentos de integrao dos povos da floresta com o Ibama e a Polcia Federal, o que permitir respostas ainda mais geis s demandas requeridas por eles do poder pblico.

    A Associao mais conhecida como Rede dos Povos da Floresta vai atuar junto comunidade local para promover o envolvimento comunitrio visando o uso coletivo e a gesto participativa dos telecentros. O secretrio dos Povos Indgenas, Francisco Pianta, ressaltou que no d para pensar um desenvolvimento isolado. Se as comunidades no tiverem participando, acompanhando, discutindo, se colocando e contribuindo nesse desenvolvimento, o Brasil quem perde.

    Gesac

    O Programa Gesac tem a finalidade de promover a incluso social por meio da incluso digital levando a conexo internet em alta velocidade a todo o pas, principalmente s comunidades situadas em reas isoladas. Atualmente, o programa est presente em 3,3 mil pontos do territrio nacional, incluindo a Ilha de Trindade, Fernando de Noronha, estao Comandante Ferraz (na Antrtica) e regies de fronteiras.

    Inicialmente, o Gesac vai beneficiar cerca de 150 comunidades que vivem em Unidades de Conservao e entorno de 13 estados: Acre, Amap, Amazonas, Mato Grosso, Maranho, Minas Gerais, Par, Paraba, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Bahia, Rondnia e Sergipe.














                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 3, 2007

    DE olho na LINHA VERDE, em Belo Horizonte.









                                Governo de Minas conclui importante obra da Linha Verde

     











    Carlos Alberto/Imprensa MG
     

    Mais uma etapa da Linha Verde foi cumprida nesta segunda-feira (2) com a liberao do trfego de veculos da pista sentido centro-bairro do viaduto da avenida Cristiano Machado sobre a rua Jacu e a avenida Silviano Brando (foto). Segundo o secretrio de Transportes e Obras Pblicas, Fuad Nomam, o viaduto a primeira e mais importante obra da avenida Cristiano Machado. "Ela mostra o esforo do Governo de Minas, que usou recursos integralmente do Tesouro do Estado, de R$ 25 milhes, para essa etapa, e a preocupao do governador Acio Neves com a melhoria da qualidade de vida da populao da capital", afirmou.
    O viaduto uma das seis intervenes que esto em construo ao longo dos doze quilmetros da avenida Cristiano Machado. A primeira pista (sentido bairro-centro) foi liberada no dia da inaugurao do Boulevard Arrudas, em 7 de maro. A construo do viaduto durou 12 meses. Em todas as intervenes na avenida Cristiano Machado, sero investidos R$ 125 milhes, sendo que, at o momento, j foram executados pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) 51,5% das obras previstas.
    Com extenso de 474 metros, o viaduto tem duas pistas com trs faixas em cada sentido para o trfego misto (carros e nibus). Cada pista tem 11,80 metros e, no trecho central do viaduto, a altura mxima chega a 12 metros. A obra chamou a ateno da populao pela grandiosidade das peas de concreto utilizadas na montagem. Foram utilizados 46 pilares, 24 travessas e 180 vigas-pr-moldadas instaladas.
    Ao todo foram consumidos cerca de 13 mil metros cbicos de concreto, o equivalente a 2.300 caminhes betoneiras carregados, e mais 1.821 toneladas de ao. Para a pavimentao do viaduto foram utilizadas mais de duas mil toneladas de asfalto, equivalente a cerca de 170 caminhes, cada um com capacidade para 12 toneladas.
    A Cemig investiu R$ 315 mil no sistema de iluminao com modernos recursos tecnolgicos, rede de distribuio subterrnea, postes de ao, refletores de altssima qualidade e lmpadas de vapor de sdio. O viaduto ter 18 postes de ao de 14 metros e 22 luminrias.

    Fluidez no trfego
    Com a liberao do trnsito nas duas pistas do viaduto, a avenida Cristiano Machado ganhar mais fluidez, eliminando um gargalo de trnsito nos cruzamentos das avenida Silviano Brando e rua Jacu. Alm das condies de trnsito, a obra contribui para a melhoria da qualidade de vida da populao do entorno.
    Com as pistas do viaduto liberadas ao trfego, agora comeam as obras de drenagem e paisagismo no nvel atual da avenida, que devero ser concludas num prazo de 45 a 60 dias.
    Na Cristiano Machado ser mantida a pista exclusiva de nibus e, no mnimo, duas faixas de cada lado. Sero mantidos os movimentos de giro para conexo da rua Jacu e da avenida Silviano Brando, que podero ser semaforizados.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 3, 2007

    Em ao a Comisso de DEFESA DO CONSUMIDOR da Assemblia de Minas. De olho no CARTEL dos POSTOS DE COMBUSTVEIS.

                              Audincia encontra indcios de cartel nos preos da gasolina

    Na noite de 7 para 8 de maro, o consumidor belo-horizontino foi surpreendido com um elevado aumento do preo da gasolina. Postos que vendiam o combustvel por R$ 2,09 passaram para R$ 2,49, sem que houvesse aumento justificado por parte das refinarias da Petrobras. A suspeita de cartelizao da revenda de combustveis provocou uma audincia pblica da Comisso de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, realizada na tarde desta segunda-feira (2/4/07), a requerimento dos deputados Roberto Carvalho (PT) e Dlio Malheiros (PV).

    Malheiros, que preside a comisso, evitou falar em cartelizao, mas exps as dvidas para os convidados, alertando que a burla da concorrncia tipificada como crime, e que os preos muito parecidos que passaram a ser praticados nos principais corredores da Capital levavam suspeita de prtica ilcita. Informou ainda que aquela reunio pretendia ainda levantar casos de adulterao de combustveis, sonegao fiscal e lavagem de dinheiro.

    O deputado Roberto Carvalho (PT) ratificou os pontos de vista do presidente, afirmando que no ocorreu nenhuma crise internacional que justificasse esse aumento indiscriminado e uniforme. Carlos Pimenta (PDT), por sua vez, disse que recebeu inmeras mensagens de eleitores interessados naquela reunio, e que seria importante levar a discusso tambm para o interior, onde se praticam preos muito elevados.

    O peemedebista Antnio Jlio abriu a discusso para a elevada carga de impostos que incide sobre a gasolina. Segundo seus clculos, no preo de um litro vendido a R$ 2,40, os impostos corresponderiam a R$ 1,40. Mesmo assim, disse ele, a gasolina em Belo Horizonte era a mais barata de todo o Estado. Luiz Tadeu Leite, tambm do PMDB, denunciou o fechamento de muitos postos, principalmente no interior, e manifestou interesse em ser informado sobre a composio dos preos ao consumidor. Para ele, combustvel um produto cuja variao no muito grande.

    Pesquisas mostraram aumento sbito dos preos

    Apresentadas as demandas dos deputados, Dlio Malheiros passou a palavra a Feliciano Abreu, diretor executivo do Mercado Mineiro, que revelou uma pesquisa concluda pela empresa com 165 estabelecimentos no dia 7 de maro, mostrando que o menor preo em Belo Horizonte era de R$ 2,099 e o maior R$ 2,569, com mdia de R$ 2,295 e variao de 22,39%. No dia seguinte, o Mercado Mineiro apurou que todos os postos dos grandes corredores tinham majorado os preos para R$ 2,49, nivelando por cima.

    Amauri Artmos da Mata, da Promotoria de Defesa do Consumidor, confirmou a alta com base nos dados do Procon Assemblia, da ANP e do Mercado Mineiro, alm de outras trs pesquisas encomendadas antes e depois do dia 7 de maro. Citou a lei anti-truste para combater irregularidades na relao comercial lesiva ao consumidor, mas lembrou que a comprovao de cartel depende de prova.

    Teresa Clia Pacheco de Melo, da Agncia Nacional do Petrleo, informou que a ANP realiza estudos e diligncias para apurar indcios e subsidiar aes de rgos judiciais. Em Belo Horizonte, a ANP pesquisa 128 postos por semana, e faz anlise das margens. "Se a margem for baixa, no h por que suspeitar de cartel. O que houve em Belo Horizonte foi um aumento de preo seguido por um aumento de margem, de R$ 0,18 a R$ 0,22. H indcios de uma coordenao de preos", afirmou. Tambm Rubem Accioly Pires, do Ministrio da Justia, opinou que "os donos de postos podem estar tentando recuperar a margem de lucro que perderam na guerra de preos".

    Hlvio Rebeschini, diretor do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustveis e Lubrificantes (Sindicom), disse que o mercado de combustveis em Minas no diferente dos demais mercados do Brasil e do exterior, e que seu sindicato se sustentava sobre trs pilares: o bom atendimento ao consumidor, a proteo do investidor e o recolhimento dos impostos. "No temos como interferir em cartelizao", disse ele.

    Notas fiscais demonstram majorao

    O novo presidente da MinasPetro, Srgio de Mattos, informou ao deputado Antnio Jlio que a carga de impostos que incide sobre a gasolina de 43%, composta pela Cide, PIS/Cofins e ICMS, e passou a exibir notas fiscais de venda de combustveis mostrando majorao recente de preos. As da Petrobras aumentavam de R$ 2,01 para R$ 2,16. As da Shell de R$ 2,009 para R$ 2,15. As da Texaco de R$ 1,99 para R$ 2,15, e as da Ypiranga de R$ 2,00 para R$ 2,14. Segundo ele, o lcool anidro teve dois aumentos nesta safra, e a deciso da ANP de proibir a compra de lcool de distribuidoras de outras bandeiras tambm contribuiu para elevar os preos, j que essa prtica correspondia a 25% das compras.

    Ciro Piarro, diretor da MinasPetro, acrescentou que "nos ltimos anos, 120 postos fecharam as portas, deixando 1.440 desempregados. A prtica de preos predatrios, agravada pela lavagem de dinheiro, casos de adulterao de combustveis, esto levando a revenda mineira bancarrota. A soluo abrir a contabilidade dos postos para que todos possam saber o que est ocorrendo". Rebeschini, do Sindicom, tambm foi expressivo: "Durante dois anos um bando de guerreiros lutou em Belo Horizonte, acreditando que s o mais forte restaria".

    O deputado Dlio Malheiros aceitou a oferta de Piarro para abrir a contabilidade dos postos, e pediu a documentao apresentada, especialmente as notas fiscais mostrando majorao de preos, para anlise da comisso.

    Presenas: Deputados Dlio Malheiros (PV), presidente; Carlos Pimenta (PDT), vice-presidente; Antnio Jlio (PMDB), Roberto Carvalho (PT), Luiz Tadeu Leite (PMDB) e Jayro Lessa (DEM).: Deputados Dlio Malheiros (PV), presidente; Carlos Pimenta (PDT), vice-presidente; Antnio Jlio (PMDB), Roberto Carvalho (PT), Luiz Tadeu Leite (PMDB) e Jayro Lessa (DEM).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 3, 2007

    De olho no APAGO DAS ESTRADAS DO SUL DE MINAS.

                     Situao de rodovias do Sul de Minas tema de reunio na tera (3)

    A situao dos trechos de rodovias federais que interligam o Circuito das guas, no Sul de Minas, especialmente a BR-460, ser debatida em audincia pblica da Comisso de Transporte, Comunicao e Obras Pblicas da Assemblia Legislativa de Minas Gerais nesta tera-feira (3/4/07). O deputado que solicitou a reunio, Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), pretende que sejam discutidas tambm as aes necessrias para a recuperao desses trechos. A reunio ser s 14h30, no Auditrio da Assemblia.

    De acordo com o deputado Dalmo Ribeiro Silva, a realizao da audincia uma resposta ao manifesto de representantes da sociedade civil e de autoridades do Circuito das guas encaminhado ao parlamentar em fevereiro deste ano. O documento denuncia o estado de calamidade da BR-460, no trecho que liga o trevo da Rodovia "Vital Brazil", no municpio de Lambari, ao trevo do Km 69, no municpio de So Loureno. O deputado afirma que aproximadamente 3 mil crianas transitam por dia por esse trecho em nibus e veculos que realizam transporte escolar. Ainda segundo o deputado, a estrada via de acesso da populao para o atendimento mdico do hospital de So Loureno, que tem carter regional.

    Os prejuzos econmicos tambm so considerados pelo deputado para solicitar a audincia. Ele informou que a BR-460 a nica via de escoamento da produo agrcola e pecuria de todos os municpios que a margeiam. "Pior ainda o reflexo negativo para a atividade turstica no Circuito das guas, pois a dificuldade de trafegar pela rodovia afugenta grande nmero de turistas, que deixam de desfrutar dos atrativos oferecidos pela regio e, por consequncia, a rede hoteleira e o comrcio local sofrem prejuzos considerveis", continuou Dalmo Ribeiro Silva.

    Foram convidados para a reunio o superintendente da 6 Unit/Dnit, Sebastio de Abreu Ferreira; o promotor da 1 Vara Cvel da Comarca de So Loureno, Pedro Paulo Barreros Aina; os presidentes da Cooperativa Regional Agropecuria de Santa Rita do Sapuca Ltda., Heleno Junqueira Fonseca; da Cooperativa Regional dos Cafeicutores do Vale do Rio Verde Ltda, Ralph de Castro Junqueira; do Sindicato Rural de Carmo de Minas, Lcio Mauro de Castro Junqueira; da Associao dos Produtores de Caf da Mantiqueira, Francisco Antnio Guerra de Castro; da Cooperativa de Crdito Rural do Sul de Minas Ltda., Algnio Ferraz de Castro.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 2, 2007

    Desterro do Melo - cidade que fica a 200 kms de Belo Horizonte e 32 kms de Barbacena - no Caminho do Meio da Estrada Real, se destaca no projeto APROVA BRASIL, ficando em 36 lugar entre 40 mil Escolas de todo o Pais. A notcia foi enviada pelo jornalista e escritor Marcus Tafuri. Confira!

                                                Desterro do Melo destaque na educao



    Desterro do Melo est localizado na regio do Campo das Vertentes e tem 3.200 habitantes. A economia da cidade concentra-se na agropecuria e agora no turismo ecolgico, em especial na Serra da Conceio. O municpio foi destaque no projeto "Aprova Brasil", recebendo o 36 lugar entre 40 mil escolas do pas. Esse fato chamou a ateno da Unicef, que visitar a cidade para entender como se faz educao de qualidade com poucos recursos.


    Em tempo: Desterro do Melo um celeiro reconhecido de mdicos, dentistas, advogados, escritores, engenheiros e jornalistas. Um exemplo: Joo Carlos Amaral, hoje ncora da TV Assemblia e, durante anos, reprter principal da Rede Globo Minas, afirma que seus progresso se deu incio no Melo, ao mergulhar-se na leitura de grandes autores que, j no seu tempo, existiam na biblioteca da pequena cidade


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 2, 2007

    Secretrio da Agricultura de Minas, GILMAN VIANA, frente na luta contra a Febre Aftosa. Reunio amanh, com o ministro ser nesta tera-feira, em Braslia.









                        Secretrios de 16 estados debatem controle da febre aftosa

     

    Secretrios de Agricultura de 16 estados brasileiros e do Distrito Federal se encontram na tera-feira (3), com o ministro da Agricultura, Pecuria e Abastecimento, Reinhold Stephanes, para discutir o controle nacional da febre aftosa. A ida a Braslia, organizada pelo secretrio de Minas Gerais, Gilman Viana Rodrigues, o resultado de um encontro realizado em fevereiro, em Belo Horizonte, que reuniu secretrios e representantes de onze estados para elaborar propostas de controle sanitrio nas fronteiras brasileiras.

    No encontro com o ministro, sete estados de fronteira (Acre, Rondnia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paran, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) vo apresentar as propostas para intensificar o controle da doena na regio do Brasil com Paraguai, e com Argentina e Bolvia. "A defesa sanitria um dos projetos estruturantes mais importantes para o agronegcio nacional. Infelizmente, ela ainda no a ideal aqui no Brasil, no por falta de talento, mas por falta de recursos", afirmou Gilman Viana.

    Cada um dos sete estados vai apresentar seu projeto para a fronteira, com a indicao dos recursos necessrios para intensificao do controle da febre aftosa. "A nossa reivindicao que o Ministrio da Agricultura aprove os projetos, libere a verba necessria para a execuo e supervisione o trabalho proposto pelos estados", informou o secretrio de Minas Gerais.

    Dois outros assuntos, discutidos na reunio de Belo Horizonte, tambm sero levados ao ministro. Um deles o uso do Exrcito para controle do trnsito de animais e produtos na fronteira. " o que chamamos de cordo de vigilncia perceptvel. Se no h agentes sanitrios suficientes para o controle, por que no usar as Foras Armadas?", questionou o secretrio.

    Os secretrios de Agricultura tambm iro pedir que o governo federal, por intermdio do setor diplomtico, intensifique as negociaes com os pases vizinhos para, juntos, se adequarem a todas as normas de vigilncia sanitria. Tambm participaro do encontro os secretrios de So Paulo, Rio de Janeiro, Esprito Santo, Bahia, Gois, Par, Sergipe e Tocantins.

     Status sanitrio

     A mobilizao dos secretrios de Agricultura foi provocada pela suspenso do status de rea livre de febre aftosa de boa parte do territrio brasileiro pela Organizao Internacional de Sade Animal (OIE). A deciso afeta inclusive Minas Gerais, que h 12 anos no registra nenhum caso da doena em seu rebanho. Hoje, apenas Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Rondnia e Acre so considerados reas livres de febre aftosa com vacinao.

    Os estados retirados da classificao de rea livre da aftosa com vacinao no contam atualmente com nenhum outro status e esto expostos ao mercado internacional, que pode tirar proveito da situao, com efeitos negativos para o Brasil. A retirada da classificao de rea livre de febre aftosa ocorreu em 2005, por causa da reincidncia de casos da doena na regio da fronteira do Brasil com o Paraguai, Argentina e Bolvia.

    De acordo com Gilman Viana, "as propostas que vamos apresentar na tera-feira, em Braslia, tero de ter efeito imediato para que o Brasil apresente solues na reunio da OIE, no dia 25 de maio, em Paris, e possa recuperar seu prestgio internacional." 

    A Organizao Internacional de Sade Animal, que conta com mais de 160 pases membros, compila e analisa as informaes relativas s aes de defesa sanitria animal no mundo. obrigatrio que os pases membros lhe informem imediatamente qualquer ocorrncia sanitria constatada em seus territrios. A organizao sistematiza as informaes e as distribui para os demais pases membros. Por isso, fundamental uma vigilncia sanitria permanente em cada pas interessado na comercializao internacional, pois o que a OIE exige se transforma em referncia internacional para o comrcio de produtos de origem animal.  



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 2, 2007

    De olho na denncia de CARTEL dos POSTOS em BH. Audincia Pblica na Comisso de Defesa do Consumidor, ser HOJE s 15 horas na Assemblia Legislativa, plenarinho 4.

                    Comisso vai debater suspeita de cartel em postos de combustvel

    Debater a possvel formao de cartel dos postos de combustvel na revenda de gasolina em Belo Horizonte. Esse o objetivo da audincia pblica da Comisso de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Assemblia Legislativa de Minas Gerais que ser realizada, nesta segunda-feira (2/4/07), s 15 horas, no Plenarinho IV. A realizao da audincia pblica foi solicitada pelo presidente da comisso, deputado Dlio Malheiros (PV).

    De acordo com o parlamentar, a hiptese da prtica de formao de cartel foi levantada pela imprensa em reportagens recentes, diante da constatao de que vrios postos da Capital estariam cobrando preos iguais na venda de gasolina. Pesquisa realizada pela Agncia Nacional do Petrleo (ANP), no ms de maro, em 178 postos de combustvel de Belo Horizonte, demonstrou que 35% deles vendiam o combustvel com valor idntico: R$ 2,499. Ainda segundo a pesquisa, se forem desprezados os milsimos de centavos, o nmero de estabelecimentos com preo igual (R$ 2,49) sobe para 56,7%.

    Convidados - Foram convidados para participar da reunio: a secretria de Direito Econmico do Ministrio da Justia, Mariana Tavares de Araujo; o promotor de Justia de Defesa do Consumidor, Amauri Artmos da Mata; o coordenador do Escritrio Regional da ANP, Joo Ubaldo Coelho Dantas; o presidente da Minaspetro, Srgio de Matos; o gerente de Regulamentao do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustveis e Lubrificantes; o diretor-executivo do Mercado Mineiro, Feliciano Abreu; e o coordenador do Procon Assemblia, Marcelo Rodrigo Barbosa. Foram convidados para participar da reunio: a secretria de Direito Econmico do Ministrio da Justia, Mariana Tavares de Araujo; o promotor de Justia de Defesa do Consumidor, Amauri Artmos da Mata; o coordenador do Escritrio Regional da ANP, Joo Ubaldo Coelho Dantas; o presidente da Minaspetro, Srgio de Matos; o gerente de Regulamentao do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustveis e Lubrificantes; o diretor-executivo do Mercado Mineiro, Feliciano Abreu; e o coordenador do Procon Assemblia, Marcelo Rodrigo Barbosa.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Abril 1, 2007

    Ministro HLIO COSTA em ao.

     

    Ministrio das Comunicaes quer utilizar
    recursos do Fust no combate ao crime

    Projeto de Hlio Costa prev investimento
    de R$ 300 milhes para interligar 14 mil unidades
    de segurana pblica em todo o Brasil

    Braslia O Ministrio das Comunicaes, em parceria com o da Justia, planeja implantar a Plataforma Nacional de Informaes sobre a Justia e Segurana Pblica, como instrumento de apoio ao combate criminalidade.
     
    Temos dois projetos principais para utilizar os recursos do FUST: conectar, internet banda larga, todas as escolas pblicas do Brasil, e tambm fazer o mesmo com todos os rgos de segurana pblica do pas. Tenho certeza de que essa iniciativa vai ajudar a combater o crime no Brasil, afirmou o ministro Hlio Costa.  
     
    O projeto prev a montagem de uma infovia, com estrutura que permitir o acesso em tempo real aos bancos de dados da polcia e do poder judicirio de todo o pas. Esta estrutura tem a capacidade de interligar aproximadamente 14 mil unidades organizacionais dos operadores da justia e de segurana pblica.
     
    O programa vai custar em torno de R$ 310 milhes e a proposta do Ministrio das Comunicaes utilizar os recursos do FUST (Fundo de Universalizao dos Servios de Telecomunicaes). A plataforma servir como suporte tecnolgico aos operadores de justia e de segurana pblica e ter repercusses diretas sobre a eficincia e eficcia das aes de combate criminalidade nas esferas federal, estadual e municipal.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________




    ___________________________


    Clique para conhecer

    ___________________________


    Clique para conhecer

    ______________________________

    Clique para conhecer

    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________

         
     
    Clique e envie-nos 

seu e-mail