Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter Página do 

Programa João Carlos Amaral Entrevista Canal no youtube Clique e 

envie-nos seu e-mail Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter
___________________________


___________________________
Clique para conhecer
___________________________


__________________________


__________________________

__________________________


______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer
______________________________

Sinapro MG
______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer



+ Categorias

  • Todos (16267)
  • POLTICA (5929)
  • GERAL (2057)
  • ARTIGOS (285)
  • ENTREVISTAS (36)
  • ECONOMIA (3754)
  • GENTE (1210)
  • TURISMO (842)

  • + Links
    + Arquivos

    Fevereiro, 2006
    Maro, 2006
    Abril, 2006
    Maio, 2006
    Junho, 2006
    Setembro, 2006
    Julho, 2006
    Agosto, 2006
    Novembro, 2006
    Outubro, 2006
    Janeiro, 2007
    Dezembro, 2006
    Fevereiro, 2007
    Maro, 2007
    Abril, 2007
    Maio, 2007
    Outubro, 2007
    Junho, 2007
    Julho, 2007
    Agosto, 2007
    Setembro, 2007
    Dezembro, 2007
    Novembro, 2007
    Janeiro, 2008
    Maio, 2008
    Fevereiro, 2008
    Maro, 2008
    Julho, 2008
    Abril, 2008
    Junho, 2008
    Setembro, 2008
    Agosto, 2008
    Outubro, 2008
    Novembro, 2008
    Dezembro, 2008
    Janeiro, 2009
    Fevereiro, 2009
    Maro, 2009
    Abril, 2009
    Maio, 2009
    Junho, 2009
    Julho, 2009
    Agosto, 2009
    Setembro, 2009
    Outubro, 2009
    Novembro, 2009
    Dezembro, 2009
    Novembro, 2012
    Janeiro, 2010
    Fevereiro, 2010
    Maro, 2010
    Abril, 2010
    Maio, 2010
    Junho, 2010
    Julho, 2010
    Agosto, 2010
    Setembro, 2010
    Outubro, 2010
    Novembro, 2010
    Fevereiro, 2011
    Maro, 2011
    Abril, 2011
    Maio, 2011
    Junho, 2011
    Julho, 2011
    Agosto, 2011
    Setembro, 2011
    Outubro, 2011
    Novembro, 2011
    Dezembro, 2011
    Janeiro, 2012
    Fevereiro, 2012
    Maro, 2012
    Abril, 2012
    Maio, 2012
    Junho, 2012
    Julho, 2012
    Agosto, 2012
    Setembro, 2012
    Outubro, 2012
    Dezembro, 2012
    Agosto, 2015
    Janeiro, 2013
    Fevereiro, 2013
    Maro, 2013
    Abril, 2013
    Maio, 2013
    Setembro, 2015
    Junho, 2013
    Julho, 2013
    Agosto, 2013
    Setembro, 2013
    Julho, 2016
    Outubro, 2013
    Novembro, 2013
    Dezembro, 2013
    Janeiro, 2014
    Fevereiro, 2014
    Maro, 2014
    Abril, 2014
    Maio, 2014
    Junho, 2014
    Julho, 2014
    Agosto, 2014
    Setembro, 2014
    Outubro, 2014
    Novembro, 2014
    Dezembro, 2014
    Janeiro, 2015
    Fevereiro, 2015
    Maro, 2015
    Abril, 2015
    Maio, 2015
    Junho, 2015
    Julho, 2015
    Outubro, 2015
    Novembro, 2015
    Dezembro, 2015
    Janeiro, 2016
    Fevereiro, 2016
    Maro, 2016
    Abril, 2016
    Maio, 2016
    Junho, 2016
    Agosto, 2016
    Setembro, 2016
    Outubro, 2016
    Novembro, 2016
    Dezembro, 2016
    Janeiro, 2017
    Fevereiro, 2017
    Maro, 2017
    Abril, 2017
    Maio, 2017
    Junho, 2017
    Julho, 2017
    Agosto, 2017
    Setembro, 2017
    Outubro, 2017
    Novembro, 2017
    Dezembro, 2017
    Janeiro, 2018
    Fevereiro, 2018
    Maro, 2018
    Abril, 2018
    Maio, 2018
    Junho, 2018
    Julho, 2018
    Agosto, 2018
    Setembro, 2018
    Outubro, 2018
    Novembro, 2018
    Dezembro, 2018
    Janeiro, 2019
    Fevereiro, 2019
    Maro, 2019
    Abril, 2019
    Maio, 2019
    Junho, 2019



    _______________________________________________________________
    .

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 29, 2010

    Da srie:UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS.

                                                           Alencar "revive" a sua infncia...

                                                         

    O vice-presidente da Repblica, Jos Alencar, no conteve as lgrimas durante cerimnia em sua homenagem na Cmara dos Deputados. Alencar ficou emocionado ao lembrar das dificuldades enfrentadas em sua juventude e ao falar dos seus pais.
    Ele lembrou de quando trabalhava como balconista em uma loja de tecidos "ganhando 300 mil ris e pagando 220 mil em moradia".
    Segundo ele, os 80 mil ris que sobravam ainda eram suficientes para dar um presente para a me todos os meses. "Mesmo que fosse uma caixa com trs sabonetes", contou.
    Ao final de seu discurso, durante a sesso solene em sua homenagem na Cmara dos Deputados, Jos Alencar falou sobre o cncer no intestino - drama que ele enfrenta h 13 anos. O vice-presidente voltou a se emocionar, dizendo que no teme a morte.
    "Se for para eu encontrar o papai e a mame, eu quero morrer agora", exaltou, emocionado. O plenrio da Cmara estava cheio como h muito no se via. Muitos deputados no seguraram as lgrimas durante o discurso de Jos Alencar.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 29, 2010

    Motivadora, atualizada e criativa: um show de conhecimento. Foi o resultado da palestra que o executivo financeiro Fernando Lehmann - um dos mais importantes executivos do segmento do pas - fez a convite do Instituto Brasileiro de Executivos Financeiros em BH. Foi ontem noite no Auditrio Amadeus na capital mineira. Ele veio a convite do presidente do IBEF, economista Carlos Alberto Teixeira de Oliveira. LEHMANN disse que so exemplos de eficincia e resultados os Conselhos de Administrao criados pelo PREV do Banco do Brasil -na rea estatal - e da Localiza em nvel privado - s para destacar dois exemplos. Disse que a governaa corporativa veio para ficar e vem sendo cada vez mais implantada nas empresas. Os desafios so grandes, mas preciso ousar e quebrar a burocracia dos conselhos, que devem ser proativos, questionadores e fonte de idias que alavanquem as empresas. Agradou em cheio a seleta platia de player de empresas como Usiminas e Embratel que lotaram o auditrio. Eu estava l. Dou nota 1000.

                                                    
    Fernando Managing Partner da Fesa para a prtica de consultoria em busca e seleo de executivos para as indstrias de Energia, Industrial, Petrleo & Gs e Infra-Estrutura. responsvel tambm pelas atividades de Consultoria em Gesto do Capital Humano. Atravs da associao da Fesa com a IIC Partners, conduz projetos em mais de 60 centros empresariais no mundo inteiro.  
    Durante 10 anos foi Consultor Snior e Vice Presidente das subsidirias brasileiras da Korn Ferry International e Heidrick & Struggles. Anteriormente, foi consultor e scio da empresa de consultoria de gesto e investimentos Gesto Servios Ltda durante 6 anos.
    Atuou como um dos principais executivos da subsidiria para comrcio internacional da Petrobrs durante quase 10 anos. Liderou diversos projetos de exportao de servios de engenharia e bens de capital para mais de 30 pases. Foi Diretor-Gerente em Cingapura, responsvel por todas as operaes comerciais com commodities e servios de engenharia, em pases asiticos, Austrlia e Nova Zelndia. Foi o Cnsul-Geral Honorrio de Cingapura no Brasil por oito anos consecutivos.
    Atuou durante 7 anos no Grupo Siemens, em projetos nas reas de transporte, energia, petrleo & gs, saneamento, portos e telecomunicaes, baseado no Brasil e, posteriormente, na Alemanha.  


                                              
                                                                       O anfitrio: 
                                         economista Carlos Alberto Teixeira de Oliveira, 
                                                    marcou um belo tento ao trazer 
                                          o competente e dinmico executivo financeiro 
                                                 Fernando Lehmann capital mineira.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 29, 2010

    O PT faz prvias- no prximo domingo, dia 2 de maio - para escolher entre Patrus e Pimentel quem ser candidato ao governo de Minas. J o senador Hlio Costa acelera fundo rumo ao interior de Minas - seguindo a nossa sugesto e de muitos outros que conhecem um pouco o que fazer poltica nas Minas Gerais - visitando amanh. sexta-feira duas cidades do sul de Minas. Lavras e Santo Antonio do Amparo, terra do ex-governador Hlio Garcia. T de olho !!!

                              
                                                     
    LAVRAS

    10h30 Participa da solenidade de Inaugurao das novas instalaes Agncia dos Correios com Banco Postal, a convite da Direo Regional da ECT/MG e da Prefeitura Municipal de Lavras
    End: Rua Raul Soares, 159 - Centro
    11H30 Reunio com lideranas do PMDB

                                                              SANTO ANTNIO DO AMPARO -

     14h00 - Participa da solenidade de Inaugurao das novas instalaes Agncia dos Correios com Banco Postal, a convite da  Direo Regional da ECT/MG e da Prefeitura   Municipal de Santo Antnio do Amparo
    End: Rua Antnio Martins Filho, 30 - Centro
     15h00 Retorno para Belo Horizonte

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 29, 2010

    Em Palcio: governador Anastasia recebe o gestor do Ncleo do Cncer em Barbacena, vereador Amarlio de Andrade. Ser quarta-feira dia 5 de maio no Palcio Tiradentes da Cidade Administrativa Tancredo Neves.


    O governador Anastasia
    vai receber o projeto de construo
    do Hospital do Cncer de Barbacena.
    O terreno de mais de 6 mil metros quadrado
     j foi doadopelo advogado Claudio Mota.
    O investimento do governo de Minas
      - promessa feita eplo atual governador
    - dever ser de cerca de 8 milhes de reais.
    O governador vai receber o vereador Amarlio de Andrade
     em audincia
     junto com a equipe de voluntrios
    do Ncleo do Cncer Mrio Penna de Barbacena,
    que tem como presidente o mdico Jlio Csar Andrade,
    alm do veterano mdico barbacenense, dr. Eloy Dutra Cmara.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 29, 2010

    Parceria para a COPA 2014.


    Governo e Prefeitura adotam estratgia  para implantar projetos da Copa 2014 em BH


    O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, e o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, apresentam, nesta quinta-feira (29), o Planejamento Estratgico Integrado para a Copa 2014. Elaborado em conjunto pelo Estado e pela administrao municipal, o documento rene projetos nas reas de infraestrutura esportiva, mobilidade, turismo e hotelaria, comunicao e marketing, entre outras, que sero implantados na capital mineira antes da realizao do Mundial.
    O planejamento integrado detalha os responsveis por cada projeto (Estado, Prefeitura ou ambos), alm de estabelecer mecanismos de controle e verificao para cada uma das metas propostas. Com o planejamento estratgico, Governo do Estado e Prefeitura asseguram o cumprimento das exigncias e do cronograma de obras e investimentos em Belo Horizonte firmado junto FIFA (Federao Internacional de Futebol e Associados).
    Servio:
    Evento: Lanamento do Planejamento Estratgico Integrado para a Copa 2014
    Local: Auditrio do BDMG, rua da Bahia, n 1600, Belo Horizonte
    Data: 29/04/2010
    Horrio: 10 horas



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 28, 2010

    HABITAO em Montes Claros, norte de Minas...









                                                             Prefeitura investe R$ 9,5 milhes
                                                               em novo conjunto habitacional




    Com investimentos superiores a R$ 9,5 milhes, liberados pelo Governo Federal, atravs do Programa de Acelerao do Crescimento (PAC), a Prefeitura de Montes Claros deu incio construo das primeiras 305 casas no Conjunto Habitacional Novo Castelo Branco, localizado na zona norte da cidade.
    O PAC administrado pelo Ministrio das Cidades, e as obras so executadas pela Empresa Municipal de Servios, Obras e Urbanizao (Esurb).
    Ao todo, sero construdas 443 novas moradias, num empreendimento viabilizado pela administrao municipal. Os imveis sero doados famlias de baixa renda moradoras em reas de risco, debaixo da linha de alta tenso de energia eltrica, que abastece as indstrias situadas no Distrito Industrial.
    O presidente da Esurb, Marcos Maia, destaca a importncia da implantao do novo conjunto habitacional, levando-se em conta o investimento da Prefeitura e Governo Federal no sentido de melhorar a qualidade de vida de centenas de famlias que h anos vivem numa rea sem infra-estrutura e em residncias que no oferecem condies dignas de sobrevivncia.

    Marcos Maia destaca que para este ano, a implantao do Conjunto Habitacional Novo Castelo Branco se constitui no maior empreendimento que a Esurb est implementando, envolvendo 270 operrios, alm de uma equipe de tcnicos constituda por engenheiros e profissionais de diversas reas.
    Os recursos liberados pelo Governo Federal esto sendo administrados pela Caixa Econmica Federal (CEF). medida que as obras so executadas, o dinheiro liberado para pagamento das despesas com a compra de materiais e pagamento dos operrios.
    As casas tero reas iniciais de 36 metros quadrados. Posteriormente, as moradias podero ser ampliadas, dependendo do interesse e da necessidade das famlias que recebero terrenos com rea total de 150 metros quadrados. Cada casa ter dois quartos, sala, cozinha e rea de servio.


    De acordo com o projeto assinado pela Prefeitura e o Ministrio das Cidades, alm das moradias, a Esurb tambm ser a responsvel pela implantao de toda a infra-estrutura do novo Conjunto Habitacional. Ou seja, ao concluir as obras previstas para serem executadas em nove meses, o Novo Castelo Branco j ter ruas pavimentadas, redes de gua, luz, esgoto e drenagem.
    "Trata-se de um projeto pblico inovador em Montes Claros, pois possibilitar s famlias moradias dignas e um local totalmente estruturado, em condies de receber, entre outros benefcios, o trfego de nibus que compem a linha de transporte coletivo urbano", frisou o presidente da Esurb.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 28, 2010

    Primeiro passo...

                                                      Aprovado em 1 turno projeto de lei
                                                               que cria cargos no TJMG
    O Projeto de Lei (PL) 3.501/09, do Tribunal de Justia de Minas Gerais (TJMG), que cria 54 cargos de provimento em comisso na Secretaria daquele rgo, foi aprovado em 1 turno pelo Plenrio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais na Reunio Extraordinria da noite desta tera-feira (27/4/10). Aps a votao, cinco deputados foram tribuna para manifestar sua satisfao com a aprovao da matria: Durval ngelo (PT), Domingos Svio (PSDB), Carlin Moura (PCdoB), Weliton Prado (PT) e Dlio Malheiros (PV).
    Dos 54 cargos criados, 50 so de recrutamento amplo e os demais de recrutamento limitado. O objetivo do projeto, segundo o TJMG, viabilizar a instalao de duas novas cmaras de julgamento, necessrias devido ao aumento constante da demanda processual. De acordo com o projeto, 30 cargos so de assessor judicirio (recrutamento amplo), dois de gerente de cartrio (recrutamento limitado), dois de escrevente (recrutamento limitado) e 20 de assistente judicirio (recrutamento amplo). Os 10 cargos de desembargador necessrios para o funcionamento das cmaras esto previstos na Lei Complementar 105, de 2008.
    Em relao ao projeto original, foram feitas duas modificaes, propostas pela Comisso de Constituio e Justia. Foi suprimido o artigo 2 do projeto, que determinava que o provimento dos cargos criados seria condicionado disponibilidade de recursos oramentrios e financeiros. Esse dispositivo foi considerado desnecessrio porque o artigo 21 da Lei de Responsabilidade Fiscal j determina que nulo o ato que provoque aumento de despesa com pessoal e no atenda s exigncias constitucionais. A segunda mudana acrescenta dispositivo para adequao da Lei 16.465, de 2007, que trata do quadro dos cargos de provimento em comisso da secretaria do TJMG.
    Segundo dados de agosto de 2009, encaminhados Assembleia pelo tribunal, a repercusso financeira anual com despesa de pessoal necessria para a criao das duas novas cmaras ser de R$ 5.272.521,48, o que est em conformidade com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Este valor refere-se ao impacto decorrente da criao dos cargos. O impacto financeiro anual da proposio corresponde a cerca de 0,02% da Receita Corrente Lquida (RCL) do Estado, com base no relatrio de gesto fiscal relativo a 2009. Com a aprovao do projeto, o comprometimento da RCL subir para cerca de 5,31%, ficando abaixo do limite de 6% e inferior, tambm, ao limite prudencial, estimado em 5,7%.
     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 27, 2010

    Responsabilidade social !!! SEU TROCO doado nos CORREIOS vai salvar vtimas de cncer em Minas!!!


                                          Clientes de mais de 40 agncias dos Correios em Minas
                                                     podem doar troco ao Instituto Mrio Penna

                                 
                                      Cssio Resende, superintendente do Instituto Mrio Penna

                                   
                                          Fernando Miranda, diretor dos Correios em Minas.

                Os clientes das agncias dos Correios em Minas Gerais j contam com mais uma novidade no campo da responsabilidade social. Eles podem destinar seus respectivos trocos ao Instituto Mrio Penna, referncia nacional no tratamento de cncer.
    O convnio entre as instituies, formalizado no final do ms de maro, j est em operao em 41 agncias com Banco Postal no Estado.
    At o momento, so 29 unidades na Regio Metropolitana de Belo Horizonte - capital, Contagem e Nova Lima - e 12 no interior mineiro - Barbacena, Divinpolis, Governador Valadares, Juiz de Fora, Manhuau, Montes Claros, Pouso Alegre, Sete Lagoas, Tefilo Otoni, Uberaba, Uberlndia e Varginha.        
    Ao adquirir um produto ou servio nas agncias credenciadas, o cliente ser questionado pelo atendente se deseja destinar o troco da transao ao Instituto Mrio Penna. Em caso afirmativo, o referido valor ser depositado na conta bancria do Instituto e o cliente receber um comprovante, em que consta tal doao. Vale ressaltar que pode ser doada qualquer quantia, no havendo valores estipulados. 
    A responsabilidade social tem ditado, nos ltimos anos, as aes desenvolvidas pelos Correios em Minas. A empresa entende que, atualmente, os clientes no esto focados apenas em aspectos financeiros ao adquirirem um bem ou servio, mas se a instituio que comercializa tal produto est envolvida em aes de sustentabilidade.                                                                                        

                                                                     Instituto Mrio Penna 
    O Instituto Mrio Penna tem como misso promover a sade por meio da assistncia, do ensino e da pesquisa, com nfase em oncologia, visando melhoria da qualidade de vida, com responsabilidade social e filantrpica.
    A instituio busca na sensibilidade humana a fora para seguir em frente. Se, no incio, o trabalho baseava-se em algumas pessoas, que comearam a visitar os doentes e sair s ruas, com um lbum de fotos dos pacientes, procurando ajuda para salvar vidas, hoje ela referncia nacional no tratamento oncolgico.
    O Instituto Mrio Penna conta atualmente com uma casa de apoio e dois hospitais.                                                                                                                                                                              Fonte: www.mariopenna.org.br  
    Agncias dos Correios credenciadas (at 26/04)
     Barbacena 
     - Rua Jos Bonifcio, 23 - Centro  
     Belo Horizonte
     - Rua Rio de Janeiro, 234 - Centro
     - Avenida Miguel Perrela, 43 - Castelo
     - Avenida Amazonas, 3790 - Barroca
     - Praa Duque de Caxias, 143, Loja 3 - Santa Tereza
     - Avenida Brasil, 67 - Santa Efignia
     - Rua Alberto Cintra, 379 - Unio
     - Avenida Sinfrnio Brochado, 550 - Barreiro
     - Rua Ouro Preto, 350/356 - Barro Preto
     - BH Shopping - Rodovia BR-356, 3049, Loja 17 - Belvedere
     - Avenida Antnio Carlos, 8151 - Pampulha
     - Rua Gois, 77 - Centro
     - Avenida Francisco Sales, 898 - Loja 18 - Santa Efignia
     - Anel Rodovirio Celso Mello Azevedo, 20901, Bloco 02 - Universitrio
     - Avenida Paran, 477 - Centro
     - Avenida Presidente Carlos Luz, 126 - Pedro II
     - Avenida Afonso Pena, 1270 - Centro
     - Rua Pernambuco, 1322 - Savassi
     - Shopping Cidade - Rua Rio de Janeiro, 910 - Piso GG, Lojas 19/20 - Centro
     - Shopping Del Rey - Avenida Presidente Carlos Luz, 3001, Loja 1147 - Caiara
     - Avenida Padre Pedro Pinto, 780 - Venda Nova
     - Via Shopping Barreiro - Avenida Afonso Vaz de Melo, 640, Lojas 404/407 - Barreiro 
     Contagem
     - Ceasa - Rodovia BR-040, Km 688, Pavilho T, Loja 17 - Guanabara
     - Rua Santa Maria, 714, Loja 02 - Pedra Azul
     - Rua VP-1, 1655 - Nova Contagem
     - Avenida Cardeal Eugnio Pacelli, 1801 - Cidade Industrial
     - Rua Oleoduto, 318 - Petrolndia 
     Divinpolis
     - Avenida Antnio Olmpio de Morais, 687 - Centro 
     Governador Valadares 
     - Avenida Minas Gerais, 110 - Centro 
     Juiz de Fora 
     - Rua Marechal Deodoro, 470 - Centro 
     Manhuau 
     - Praa Quinze de Novembro, 405 - Centro
     Montes Claros 
     - Praa Dr. Chaves, 149 - Centro 
     Nova Lima 
     - Rodovia MG 30, 8625 - Vale do Sereno 
     - Rua Melo Viana, 80 - Centro 
     - Rua Santa Cruz, 110 - Centro 
     Pouso Alegre 
     - Rua Adolfo Olinto, 281 - Centro 
     Sete Lagoas 
     - Rua Major Campos, 202 - Centro 
     Tefilo Otoni 
     - Praa Tiradentes, 221 - Centro 
     Uberaba 
     - Praa Henrique Von Krugger, 33 - Centro
    Uberlndia  - Avenida Getlio Vargas, 299 - Centro 
     Varginha  - Praa Quintino Bocaiva, 124 - Centro 

                                         


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 27, 2010

    Fala governador!!!







    Descrio : Evento: Simpsio Setor Energtico
    Local: Uberlndia - MG
    Data: 26-04-10

       

                                                                                   Assuntos: 
                                                                          Visita a Uberlndia,
                                                                            Atos de governo,
                                                                       greve dos professores,
                                                                              Eleies 2010, 
                                                                          Projeto Ficha Limpa


                                                                       Agenda em Uberlndia

    Em primeiro lugar, a visita se deve a este encontro, aqui na Federao das Indstrias, para tratar de assuntos do acar e do lcool, so assuntos importantes no Tringulo e para Minas. Mas a visita tem por objetivo primordial acompanhar a noite de inaugurao da nova expanso do shopping Center, a convite dos empresrios, do prefeito Odelmo, que representa, de maneira muito clara, a expanso econmica de Uberlndia e do Tringulo Mineiro.
    E quais foram as principais aes do senhor neste primeiro ms de mandato como governador?
    Diversas. Ento bom lembrar que, como eu estou governador de nove meses, at o final do ano, nosso objetivo fundamental dar sempre um clima de tranquilidade a continuidade aos programas desenvolvidos pelo governo Acio Neves. E assim temos feito, tanto no campo poltico, quanto no campo administrativo, e das polticas pblicas. E, felizmente, nas viagens que temos feito tanto no campo nacional, Braslia, como no interior do Estado, observado que de fato as coisas esto andando positivamente em Mina Gerais.
    Governador, o senhor assumiu o cargo e j enfrentou um grande problema, que a greve dos professores. Em outras entrevistas, o senhor j at disso que, em virtude do reajuste que o governo j fez, impossvel conceder outro reajuste. O que pode acontecer com esses professores que esto mantendo a greve?
    Bem, ns j colocamos isso de maneira muito clara e at muito tranquila. Ns cumprimos integralmente a legislao federal atual no que se refere ao piso salarial, na forma que o Supremo Tribunal Federal decidiu em publicao no ano passado. Concedemos um reajuste de 10% para todos os servidores. S na Educao, a despesa nesse exerccio de 2010 para a Educao, foram cerca de R$ 400 milhes. Os servidores administrativos da Educao, que tinham uma defasagem maior, receberam equiparao com servidores do Planejamento, como solicitavam. E, os professores, ns temos uma greve parcial. A Secretaria de Educao informa que cerca de 8% das escolas esto atingidas por esse movimento. E ns j explicamos que, em primeiro lugar, no h recursos oramentrios e nem, na lei de responsabilidade fiscal, limite que permita novos aumentos. E mais do que isso, pela lei eleitoral, a partir do dia 6 de abril, j passados, ns no podemos conceder reajustes. E pela lei de responsabilidade fiscal, a partir do prximo dia 30 de abril tambm no se pode conceder mais reajuste. Isso notrio e fato sabido. Ento, de fato, quando essas reivindicaes existem, os impedimentos oramentrios, financeiros e legais de prazo, eu volto a indagar da natureza do movimento, mas cada qual adota o seu procedimento. A Secretaria da Educao est verificando exatamente aqueles que so faltosos e ter que haver reposio no futuro, naturalmente. Os alunos no ficaro prejudicados.
    O PMDB ofereceu vaga para vice do PDT, o PT tambm vai ter candidato. Isso deve favorecer o senhor nas eleies?
    Tenho dito sempre que ns estamos organizando o nosso campo, estamos organizando o nosso lado, as foras polticas que apoiam a liderana de Acio Neves em Minas Gerais, apoiam o meu nome como candidato reeleio, de diversos partidos, e muitas lideranas polticas. E a oposio, naturalmente, no caminho dela e no seu dever, est tentando tambm se articular. Isso faz parte do jogo democrtico. Estamos muito tranquilos com a receptividade do nosso nome, com a fora poltica que estamos recebendo, e vamos aguardar as definies tambm por parte da oposio, de acordo com o que eles acharem conveniente, para iniciarmos a partir de julho, a sim, a campanha com os debates, as propostas, aquilo que consideramos mais adequado, e vamos ver quem os mineiros consideram em melhores condies para governar o Estado e dar continuidade obra realizada pelo governador Acio Neves nesses ltimos anos.
    J tem uma data para anunciar o candidato a vice-governador?
    Essa data vai se dar no ms de junho, quando se dar as convenes. Vrios nomes tm sido cogitados, todos de excepcional qualidade, mas ns sabemos que o vice sair de um arco poltico das alianas que esto sendo feitas, dos diversos partidos que vo nos apoiar. Devemos aguardar um pouco, que isso vai se dar numa deciso conjunta dos partidos polticos no ms de junho.

    Na prxima quarta, o senhor participa aqui em Uberlndia de uma outra reunio. O senhor acredita que nessa reunio pode ser negociada uma possvel coligao com o prprio PMDB?
    Na prxima quarta-feira, a sim, ns estaremos aqui num evento de natureza poltica, para tratar de questes de ordem poltica, com a presena do governador Serra, e essas negociaes permanecem sempre abertas. Aqui em Minas Gerais, ns aprendemos isso com os nossos antepassados, e com a prpria histria poltica de Minas, que aqui h sempre ambiente para o dilogo. Claro que nas eleies existem os adversrios, mas isso no significa que eles so inimigos. Ento o dilogo, a cordialidade, a cortesia, a educao, a civilidade devem prevalecer. Ento, temos dilogo com todos esses partidos. E esses dilogos so feitos pelos presidentes dos partidos. No nosso caso, que o PSDB, pelo deputado Nrcio Rodrigues; pelo PP, o deputado Alberto Pinto Coelho; pelo DEM, o deputado Carlos Melles; pelo PTB, o deputado Dilzon Melo; pelo PPS, pelo Paulo Elisirio, ou seja, so os lderes partidrios que conduzem essas tratativas, que vo continuar permanentemente porque acreditamos que o dilogo o caminho mais adequado. E no momento final, quando o dilogo se terminar, de uma forma ou de outra, a sim, sero postas as candidaturas.
    Mas caso haja uma negociao de uma possvel coligao o senhor abriria mo da candidatura como cabea de chapa para assumir uma vice-candidatura?
    sempre bom lembrar que, no meu caso, s posso ser candidato a governador em razo da legislao eleitoral. A legislao eleitoral me permite somente candidatar reeleio. No posso ser candidato a nenhum outro cargo. E nessa altura, j temos uma situao posta dessas foras polticas que nos apoiam. Ento acho que as portas esto sempre abertas para o dilogo, mas vamos ver, no momento adequado, quais seriam as posies mais corretas. Acredito que esse dilogo ainda vai ter um pouco de, vamos dizer assim, emoes at o ms de junho. natural que at o ms de junho ns tenhamos emoes, o que bom. Para a poltica bom. bom para a imprensa que vai ter sempre matria a ser noticiada e bom para ns tambm para nos levar sempre na imaginao, no debate e nos estimular no dilogo poltico.
    Sobre a estrada de Campo Florido. O ento governador Acio Neves prometeu o inicio das obras. Tem uma data? uma reivindicao da comunidade local.
    E uma reivindicao mais do que justa. Naquele dia assinamos o edital de licitao, est correndo prazo. A minha ideia voltar aqui a Uberlndia no ms de maio para dar a ordem do incio das obras e, pessoalmente, estar l juntamente com o prefeito Odelmo Leo, juntamente com o prefeito de Campo Florido para assistirmos o incio dessas obras que devem se dar, calculo que, nos ltimos dias de maio, que o tempo da licitao, que de 45 dias.
    Est em negociao no Congresso o projeto ficha limpa. O senhor a favor ou contra esse projeto?
    Sou a favor. Sou a favor, acredito que os polticos devem ter, de fato, uma condio de idoneidade, autoridade moral para se colocarem para a sociedade. Acho que isso, na verdade, o mnimo que se deve esperar, pessoas que tenham condies apresentar. Claro que no ser a mera denncia. O projeto tem que ser feito de maneira a proteger as lideranas, os candidatos de ataques e evidentemente de procedimentos que sejam, que no haja defesa. Mas como o projeto vai ser discutido, acredito que, aquela pessoa que j est condenada pelo tribunal, cumprindo pena, a, de fato, sou da teoria de devemos sempre caminhar para pessoas que sejam idneas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 27, 2010

    Expresso Cidadania:uma universidade livre de poltica abrerta em todo o Estado para os jovenes. Inciiativa pioneira da Assemblia de Minas.

                                                                     
      Alberto Pinto Coelho,presidente da Assemblia Mineira.

       Mais de 11 mil jovens
     j participaram do Expresso Cidadania 2010

    O Expresso Cidadania 2010, projeto da Assembleia Legislativa de Minas Gerais que visa a despertar a conscincia poltica dos jovens, j atingiu 11.520 estudantes de escolas pblicas mineiras e aprendizes da Associao Profissionalizante do Menor (Assprom), at a tarde desta segunda-feira (26/4/10). A caravana que partiu de Barbacena em 4 de maro, passou por Varginha, Campo Belo, Patrocnio, Ituiutaba, Una, Pirapora, Janaba, Muria, Caratinga, Almenara, Araua e Betim, antes de desembarcar na Capital, na ltima sexta-feira (23). Durante as 71 sesses do projeto j realizadas, 3.394 estudantes de 16 e 17 anos fizeram o ttulo de eleitor.
    Em Belo Horizonte, as atividades continuam na manh desta tera-feira (27), das 9 s 11 horas, com 150 alunos da Escola Estadual Pedro Alcntara, de Ribeiro das Neves e 60 aprendizes da Assprom. O evento ser no Espao Democrtico Jos Aparecido de Oliveira, na ALMG (Praa Carlos Chagas, sem nmero, bairro Santo Agostinho, em Belo Horizonte). 

       Projeto tem palestras, esquete teatral e oficinas
    Cada sesso do projeto comea com palestras do apresentador do Expresso Cidadania, o ator Marcos Frota, do professor da Escola do Legislativo da ALMG Lo Noronha e de um representante do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), parceiro da Assembleia na iniciativa. Eles procuram incentivar os estudantes a refletir sobre a necessidade de participar da vida poltica de sua comunidade, da cidade, do Estado e do Pas. Em seguida, os estudantes assistem a um esquete teatral sobre a importncia da democracia.
    Na segunda parte do evento, eles participam de oficinas de expresso corporal, som, imagem e elaborao de textos, alm de atuar no painel Caleidoscpio, no qual se envolvem num debate sobre duas propostas relacionadas ao meio ambiente e escolhem, por meio do voto na urna eletrnica, aquela que consideram melhor. uma forma de provocar a reflexo acerca dos problemas ambientais e colocar os novos eleitores em contato com a urna de votao.
    O alistamento eleitoral de jovens uma das principais atividades do projeto. Em cada cidade, o TRE-MG monta estandes nos quais os estudantes de 16 e 17 anos podem tirar o ttulo. Nessa faixa etria, o voto facultativo, mas o Expresso busca estimul-los a participar da vida poltica desde cedo. Quem tem 15 anos tambm pode se alistar, desde que complete 16 at 3 de outubro, data do primeiro turno das eleies de 2010.
    Os adolescentes tiveram o direito de votar pela primeira vez em 1989. Naquele ano, foram registrados 3,5 milhes de eleitores menores de 18 anos em todo o Pas, sendo 420.060 em Minas. Desde ento, os nmeros oscilam sem atingir os ndices de participao registrados em 1989. Em dezembro de 2009, de acordo com dados do TSE, estavam cadastrados em Minas Gerais 160.864 eleitores com 16 ou 17 anos, 21% a menos que em janeiro de 2008. Atualmente, essa faixa etria representa 1,14% do total do eleitorado mineiro.
    Projeto premiado - Esta a segunda edio do projeto, realizado pela primeira vez em 2008, quando conquistou a etapa nacional do Prmio Aberje (Associao Brasileira de Comunicao Empresarial), na categoria "Eventos Especiais".
    A Secretaria de Estado da Educao tambm parceira da ALMG no Expresso Cidadania. A iniciativa tem, ainda, o apoio da Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude, Ministrio Pblico Estadual, Fiemg, Prefeitura de Belo Horizonte, MTV Minas e entidades do movimento estudantil.
    Mais informaes no Expresso Virtual (www.almg.gov.br/expresso).

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 26, 2010

    Posse hoje... 17 horas.

    Novo desembargador - juiz Nelson Missias de Moraes - toma posse hoje s 17 horas. Ser no Auditrio ministro Carlos Fulgncio da Cunha Peixoto, rua Gois, 229, centro de BH. Tambm ser empossado como desembargador o juiz Flvio Batista Leite.
    Estaremos l.




    Nelson Missias,ex-presidente da Amagis 
    ser empossado hoje hoje novo desembargador em Minas.
    Ao fundo o sucessor de Messias na Amagis, juiz Bruno Terra.

    Parabns ao novo desembargador Nelson Messias,
    que fez um slido trabalho na Amagis.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 26, 2010

    Questo de FEELING.




                                                                                                  FEELING
                                                                                           refora a criao.







    Para atender a crescente demanda dos clientes, a Feeling ampliou a sua equipe de criao com dois diretores de arte e um redator da nova safra de talentos.
    O redator o Saul Gervsio, formado em publicidade pela Universidade Estcio de S, que trabalhou por mais de trs anos na Agencia Dez, onde atendeu  clientes como Capicilin, Tecidos Santanense, Mostra de Cinema de Tiradentes, Cine OP-Mostra de Cinema de Ouro Preto, Mostra Cine BH, entre outros.
    Andr Luiz Carvalho Diretor de Arte formado em publicidade pela UNI-BH, com mais de quatro anos de experincia nas agncias Faz e New, onde atendeu contas como Pitgoras, FIEMG, Governo de Minas, Microcity, entre outras. Andr tem como hobby a fotografia e conta com um belo trabalho que a Feeling pretende divulgar para o mercado.
    Eduardo Amaral, formado pela UNI-BH, Diretor de Arte com cinco anos de mercado, tendo passado pela Vitria Comunicao e Big Grandes Idias, com trabalhos para
    clientes como Prefeitura de BH, SENAC, Vallourec Manesmann e Prefeituras de Nova Lima, Ipatinga e Juiz de Fora.

    Saul Gervsio, Eduardo Amaral, Andr Luiz Carvalho
    Saul Gervsio, Eduardo Amaral, Andr Luiz Carvalho

     



                                                     Feeling e Ad.C , juntas: sinergia para crescer







    Fredh Guedes, Chris Cabral, Marcus Vinicius, Carmem Santiago
    Fredh Guedes, Chris Cabral, Marcus Vinicius, Carmem Santiago
    A consolidao e a convergncia esto intensificando a concretizao de operaes de Parcerias, Fuses & Aquisies, consideradas ferramentas poderosas para o crescimento acelerado das empresas. Esse o discurso adotado pela Feeling e Ad.C Comunicao, que juntaram seus esforos e suas estruturas, partindo para uma nova fase de suas histrias e assumindo um posicionamento agressivo de conquista de mercado.
    A Ad.C com 12 anos de mercado, tendo frente Carmem Santiago, tem em seu portiflio um histrico baseado na comunicao corporativa, consolidada em trabalhos desenvolvidos para clientes como AngloGold Ashanti, Associao Mineira de Municpios, Vianna Jias, Grupo Unitas, o Spa Vanessa de Oliveira, dentre outros.
    A Feeling, reaberta h 7 meses, reconhecida por sua expertise em varejo. Neste curto perodo de tempo, a agncia conquistou mais de um cliente por ms e dobrou a sua equipe de profissionais.  Hoje atende a Ingleza,  Grupo Nacional,  Info2, Max Computadores, Multimdia, Construtora Diniz Carmargos, Caf Fino Gro, Gran Viver Urbanismo, Cultura Inglesa, Riclan, Naked, RKM Engenharia, dentre outros.
    Feeling Comunicao ser o nico nome utilizado nessa unio, que tem como objetivo conquistar novos mercados a partir da soma de experincias. A agncia cresce tambm em estrutura fsica: agora ocupa dois andares, com mais de 500m.
    Para os clientes o maior benefcio dessa unio uma estrutura de atendimento mais produtiva e ampla, agilidade nas respostas e solues mais efetivas.
    Dentro do planejamento estratgico a Feeling pretende crescer 50%, ainda este ano.
     



                                                     Feeling. Uma agncia que sabe trabalhar varejo.








    Criar para varejo requer uma grande agilidade da agncia. A Feeling uma agncia de tem o varejo no seu DNA, tanto que atendeu a Ricardo Eletro por muitos anos e lanou o tema que fez a empresa se destacar da concorrncia: "aqui voc fala com o dono".
    Atualmente, a Feeling atende a Info2, Multimdia e Max Computadores, que fazem parte da maior rede de informtica do Brasil, o Grupo Nacional. E tem tambm a Gran Viver Urbanismo, que de um outro segmento de varejo: o imobilirio, j que a empresa trabalha com o parcelamento de solo em diversas cidades de Minas.
    Para que tudo fique pronto a tempo e a hora a Feeling mantm uma linha direta com o cliente e uma "equipe de planto" pronta para receber o pedido de trabalho (PIT) e transform-lo em uma pea atrativa e vendedora em tempo recorde.
    "Varejo conta gostosa de atender porque voc faz em um dia, no dia seguinte est na mdia e o cliente d o retorno se funcionou ou no" diz Fredh Guedes, Diretor de Criao e um dos autores da nova campanha da Multimdia.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 26, 2010

    BIG emplaca campanha para a Embrapa. Nota saiu na coluna Arte Final do jornal Estado de Minas do ltimo domingo.

    Arte final

    Cincia para a Vida.
    Primeira ao da Big para a Embrapa























    Maria Silvrio/divulgao
    Equipe teve como desafio entregar o trabalho em curto espao de tempo, sem abrir mo da qualidade


    Voc j comeu uva sem sementes? J viu algodo natural de diversas cores? Tem dvida se o feijo mais nutritivo engorda? Essas perguntas fazem parte da primeira ao desenvolvida pela Big Grandes Idias para a Embrapa, divulgando o Cincia para a Vida, tradicional evento realizado a cada dois anos pela Empresa Brasileira de Agropecuria, conta conquistada recentemente pela agncia mineira.

    Sade O objetivo mostrar os resultados e inovaes advindos das pesquisas agropecurias e ressaltar como elas tornam a vida dos brasileiros mais saudvel, afirma Paulo lvares, diretor de criao da Big. Desenvolvida em parceria com a McCann, a campanha conta com hotsite, anncios, vt, cartazes, balano social, relatrio de gesto e folheteria, entre outras mdias.
    Roberto Bastianetto, diretor da Big e responsvel pelo atendimento da conta, explica que um dos grandes destaques o Avatar da Cincia, viral disponibilizado no site em que qualquer pessoa monta o seu pesquisador com caractersticas prprias e ajuda a divulgar o evento por meio de redes sociais ou e-mail.

    O publicitrio ressalta que um dos grandes desafios da agncia foi desenvolver a campanha em curto tempo. Comeamos a atender a Embrapa em maro. Tivemos menos de um ms para conhecer o cliente e entregar todo o trabalho, que conta com quase 30 peas. Isso s foi possvel pelo esforo da grande equipe que temos, que se desdobrou e conseguiu entregar tudo dentro do prazo previsto, explica.

    O Cincia para a Vida faz parte do calendrio de Braslia e movimenta todos os setores da sociedade. Nesta stima edio, homenageia os 50 anos da capital federal e os 150 anos do Ministrio da Agricultura, Pecuria e Abastecimento, rgo do qual a Embrapa faz parte. A exposio, que vai at 2 de maio, vai oferecer, gratuitamente, palestras, debates e oficinas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 26, 2010

    Palestra MINAS DE NEGCIOS - evento vai movimentar Baro de Cocais dias 28 e 29 de abril. www.adebac.org.br * A iniciqativa do seminrio da UNIPAC e da Prefeitura de Baro de Cocais - segundo nos informa o professor Jos Francisco Vidigal da UNIPAC.

    O Minas de Negcios desponta como um dos eventos mais promissores da regio e foi desenvolvido com o intuito de fortalecer as relaes de negcios e viabilizar o canal de comunicao entre grandes empresas, poder pblico, empresrios locais e regionais atravs do fomento de novos negcios, empreendedorismo e sustentabilidade.
    Promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Econmico da Prefeitura Municipal de Baro de Cocais em parceria com a ADEBAC - Associao de Desenvolvimento Sustentvel de Baro de Cocais, Rede que Vale (Um Projeto da Fundao Vale e Rede Cidad), Emater, SENAI, Unipac, C:M Consultoria de Marketing e All Produes.
    De acordo com as organizadoras do evento a consolidao deste movimento representa um importante passo para o fortalecimento da cadeia produtiva local e regional ao estimular o acesso a informaes e estratgias de negcios das empresas envolvidas.
    O espao do MINAS DE NEGCIOS ser instalado nas dependncias do Esporte Clube Jabaquara e ter um auditrio com capacidade para 500 cadeiras totalmente equipado, sala de imprensa, sala para rodadas de negcios, stands das empresas, restaurante e estacionamento.
    A infraestrutura do evento foi elaborada de forma a proporcionar conforto e facilidade para os participantes, contando com espao gourmet, estacionamento, atividades laborais entre as palestras.
    O evento encontra-se em sua fase mais dinmica, "Novas empresas sinalizam interesse em participao. O projeto inicial era composto de 20 stands, fechamos o projeto com 32 stands de empresas de segmentos e nichos de mercado diversificados. O MINAS DE NEGCIOS j extrapolou as barreiras da regio", diz Lidiane Oliveira, Gerente da Adebac.
    O Projeto conta com a participao de mais de 30 empresas. Segundo a Sra. Sueli Mouro, secretria de Desenvolvimento Econmico, negcios j esto sendo gerados na cidade em virtude do evento, o que vai de encontro aos resultados esperados.

    Programao
    Data: 28 de Abril
    08:00                           
    Cadastramento e Abertura dos Stands
    09:00 Incio das Apresentaes
    09:10 Abertura: Sra. Sueli Mouro Coordenadora do Evento
    Sr. Geraldo Abade das Dores - Prefeito Municipal
    Sr. Jesimiel Macedo - Comandante Polcia Militar 
    10:10 Posto H7: Sr. Mauro Sartori - Empresrio
    Tema: Empreendedorismo
    11:00 Msol: Dr. Valter Oliveira - Diretor
    Tema: Importncia da Minerao na Comunidade e Capacitao Profissional 
    12:00 s 14:00 Almoo
    14:00 Funcesi: Professor Henrique Duarte de Carvalho
    Tema: O Papel das Microempresas na diversificao econmica dos municpios
    14:50 Sebrae: Andreia Ribeiro- Analista
    Tema: Primeiros Passos do Empreendedor
    16:10 a 16:40 Coffee break
    17:30 Unipac:  Reitor Bonifcio Andrada
    Tema:Minerao, Educao e Desenvolvimento Sustentvel 
    18:30 FIEMG Regional Vale do Ao:  Vice Presidente Luciano Jos de  Arajo
    Tema: Crescimento econmico 
    19:00 Palestra Magna:  Vale - Professor Paulo Haddad
    21:00 Atrao cultural "Projeto Luthier"
    Data: 29 de Abril de 2010 quarta-feira
    08:00 Cadastramento e Abertura dos Stands
    09:00 Incio das Atividades
    09:20 SICOOB  CREDIMEPI: Jacson Guerra Arajo Diretor Presidente
    Tema: Cooperativismo como agente de Desenvolvimento e Sustentabilidade do Mdio Piracicaba
    10:10 Vale: Julio Yamacita Gerente Geral das Minas Centrais
    Tema: Vale - Transformando Recursos Minerais em Desenvolvimento
    11:00 Vale: Ricardo Luiz Gerente do Programa Inove Centro de Servios Compartilhados Brasil
    Tema: Programa Inove
    12:00 s 14:00 Almoo
    14:00 STCP Engenharia e Projetos: Dra. Dbora Lemos: Consultora de Projetos
    Tema: Servios Ambientais como Estratgia para o Desenvolvimento Sustentvel Recuperao de reas Degradadas
    as 14:50 AngloGold Ashanti: Vanderli Silva Corra Gerente de Suprimentos 
    Tema:Encontro com Fornecedores Baro de Cocais Falando um pouco sobre a AngloGold Ashanti, seus Projetos e Como fazer parte do Vendor List da empresa
    16:10 a 16:40 Coffee Break
    16:30 Vale: Joaquim Toledo Gerente Geral de Planejamento e Desenvolvimento          
    Tema: Diagnstico Scio Econmico Regional
    17:20 FIEMG - Regional Vale do Ao: Mauricio Echeverri  Gmez Coordenador do Ncleo de Meio Ambiente
    Tema: Produo mais Limpa
    18:00 Palestra de Encerramento SINDIEXTRA
     
    A participao no evento gratuita e as inscries para as palestras so limitadas e devero ser realizadas no site da ADEBAC: www.adebac.org.br pelos telefones 31 3837 2427 ou 31 3837 3390.
    Informaes e Cadastramento para Imprensa
    Andreza Freitas andrezafreitas@redecidada.org.br
    31 3837-2427
    Lidiane S. Castro Oliveira Gonalves / Gerente Administrativo
    Adebac
    Praa Monsenhor Gerardo Magela Pereira, 316 - Centro
    Baro de Cocais MG.
    T.: (31) 3837-2427 C.: (31) 9755-1663 


                                                                         REGISTRO

                                   Foto arquivo
                                  
                                         O professor da Unipac, Jos Francisco Vidigal da Silveira
                                              - que est a frente do Seminrio em Baro de Cocais
                                                             em parceria com a Prefeitura de l
                                                                   (MINAS DE NEGCIOS)
                                                       - o conselhero do TCMG, Toninho Andrade
                                     e Carlos Alberto, em solenidade no Tribunal de Contas de Minas 
                                                              na posse do conselheiro Andarada, h 4 anos.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 26, 2010

    Em agosto...

                                                        Assembleia realizar frum tcnico
                                                        sobre segurana pblica em agosto

    A Assembleia Legislativa de Minas Gerais realizar, no perodo de 11 a 13 de agosto, um frum tcnico sobre segurana pblica. O objetivo avaliar as polticas pblicas existentes nessa rea e as propostas apresentadas Comisso de Segurana Pblica da ALMG nas diversas audincias realizadas no interior do Estado. Desde o ano passado, a comisso est visitando cada cidade sede de Regio Integrada de Segurana Pblica (Risp), alm de outros municpios, para fazer um diagnstico dos problemas vividos no Estado. Nesta sexta-feira (23/4/10), foi realizada na Assembleia a primeira reunio preparatria do frum, com representantes de vrias entidades.
    O deputado Joo Leite (PSDB), presidente da Comisso de Segurana Pblica, informou que a comisso j fez dez visitas e far ainda outras sete: em Curvelo, nesta tera-feira (27/4), Contagem, Divinpolis, Vespasiano, Lavras, Betim e Belo Horizonte. Ao final de cada debate, segundo ele, o corpo tcnico da Assembleia elabora um relatrio da regio. "No frum, queremos tratar desses problemas e, ao final, teremos um documento com subsdios para a anlise de leis oramentrias e elaborao do Plano Plurianual de Ao Governamental", afirmou.
    As audincias da comisso sero consideradas a fase de interiorizao do frum. E o evento em agosto, a plenria final, quando haver palestras, debates de grupos de trabalho e votao de propostas. Joo Leite pediu aos participantes a seleo de temas e enumerou os que a comisso constatou como mais evidentes no interior, com destaque para o uso de drogas e sua relao com crimes diversos. O deputado adiantou que a abordagem de todos os temas ser feita de forma intersetorial, envolvendo, no caso das drogas, por exemplo, a preveno, a represso e o tratamento. Outras sugestes tambm foram apresentadas. A prxima reunio preparatria ser feita na sexta-feira (30), s 9h30, no Plenarinho I da ALMG.
    Presenas - Participaram da reunio, alm de servidores de vrias reas tcnicas da ALMG, representantes dos gabinetes dos deputados Rmulo Veneroso (PV), Tenente Lcio (PDT) e da deputada Maria Tereza Lara (PT), todos membros da comisso, e do deputado Durval ngelo (PT), que preside a Comisso de Direitos Humanos. Tambm enviaram representantes o Sindicato dos Delegados de Polcia (Sindepo-Minas), Associao dos Delegados de Polcia Civil (Adepolc-MG), Corpo de Bombeiros, Superintendncia da Polcia Federal em Minas, Fecomrcio Minas, Federao da Agricultura e Pecuria (Faemg), Fundao Joo Pinheiro, Associao e Federao de Comunidades Teraputicas, Conselho de Pastores e Secretarias de Estado de Desenvolvimento Social e Esportes e Juventude.
     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 24, 2010

    Luz vermelha est acesa...

                                                    Cimento sobe quase 4,5% em abril,
                                                          constata Procon Assembleia

    Pesquisa do Procon Assembleia realizada no dia 22 de abril, em 53 depsitos de seis regies de Belo Horizonte, constatou aumento de 4,48% nos preos mdios do cimento entre maro e abril. De acordo com o levantamento mensal, todos os nove produtos pesquisados subiram de preo no perodo.
    Os produtos que registraram maior percentual de aumento foram, nesta ordem: Cau CPIII 32, com 6,60%; Cau CPIII 40, com 5,73%; Ciminas CPII 32 (Grupo Holcim), com 5,29%; Tupi CPII 32, com 4,90%; Liz CPII 32 (Grupo Soeicom), com 4,64%; e Campeo CPIII 40 (Grupo Lafarge), com 4,08%.
    De acordo com a pesquisa do Procon Assembleia, o maior preo cobrado pelo saco de 50 quilos foi de R$21,00 pelo cimento Lis CP II 32, em depsito no bairro So Salvador (Regio Noroeste de Belo Horizonte). J o menor preo foi verificado em depsito no bairro Vera Cruz (Regio Leste): R$ 16,40 pelo tipo CP III 32 das marcas Campeo e Cau.
    Mais informaes sobre a pesquisa podem ser obtidas no site da Assembleia: www.almg.gov.br/procon. Ou tambm atravs do e-mail procon.pesquisa@almg.gov.br e pelo telefone (31) 3253-5500.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 24, 2010

    Corrida pelo Palcio da Liberdade. Senador Hlio Costa no est parado...


                                               
                                                

                                                        Hlio Costa com Clsio Andrade:
    "O prazo (9 de maio) na verdade no existe"O pr-candidato ao governo de Minas Gerais pelo PMDB, senador Hlio Costa, tentou nesta segunda-feira (19) amenizar o clima blico entre seu partido e o PT estadual ao afirmar que no existe prazo para o entendimento com os petistas para compor a chapa rumo ao Palcio Tiradentes.

    Mas apesar de diminuir o tom do discurso, ele deixou claro que esto a todo vapor as articulaes para sua campanha. Anunciou o nome do coordenador: o prefeito de Uberaba, Anderson Adauto (PMDB). E at prometeu uma das duas vagas de candidato ao Senado ao presidente estadual do PR, Clsio Andrade.
    Quatro dias aps ter declarado que iria esperar pela legenda do presidente Luiz Incio Lula da Silva somente at o dia 9 de maio, Costa agora promete que far todo o esforo para consolidar uma aliana, independentemente do estabelecimento de datas.
    "O prazo na verdade no existe. Ele muito mais imposto pelas foras adversrias do que por ns. Porque ns vamos estar juntos. uma questo de saber l na frente como que vamos compor esta aliana", declarou. Na ltima quinta-feira, o peemdebista havia ameaado travar uma batalha com o PT. Isto porque os petistas rechaaram o acordo feito entre as cpulas dos dois partidos que colocaria Costa na cabea de chapa.
    Hoje, o senador afirmou que foram os petistas que apresentaram cronograma para o entendimento. "Existe um cronograma, no prazo. Prazo ns damos como imposio e no estamos fazendo imposio nenhuma. Existe na realidade um cronograma em que o prprio PT entende que seria vivel cumprir dentro de uma proposta de entendimento com o PMDB", afirmou. O PT mineiro quer emplacar o ex-prefeito Fernando Pimentel ou o ex-ministro Patrus Ananias na cabea de chapa para o governo de Minas. O PMDB tem o senador como pr-candidato.
    Costa se reuniu com Clsio Andrade. "Foi confirmado aqui: ele candidato a governador. Est definido pelo PMDB", afirmou Andrade aps o almoo com o senador. "Sou pr-candidato ao Senado e isso um ponto importante que nosso senador coloca: uma das vagas desta coligao seria do PR", completou. Costa confirmou a inteno e disse ainda que a outra vaga poderia ser oferecida ao PT.  Na reunio, compareceram Anderson Adauto e o tesoureiro do PMDB, Clio Mazoni.
    Costa fez questo de deixar claro que, caso naufrague o acordo com o PT, os responsveis sero os petistas. "Estamos fazendo o maior esforo possvel, sem intransigncia, sem imposies, para termos um candidato nico das foras que apoiam o presidente Lula. Tambm fique muito claro que, se lamentavelmente falharmos em nossa tentativa, ns mantemos a nossa candidatura", reiterou.
    O ex-ministro das Comunicaes tambm afirmou que apoia a candidatura presidencial da ex-ministra Dilma Rousseff (PT). Na semana passada, Costa chegou a ameaar a aliana nacional com o PT, caso no se viabilize candidato ao Governo de Minas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 24, 2010

    Fala governador !!!


                                            

                                                                           Assuntos: 
                                                              Importncia do Supremo, 
                                                                morosidade da Justia,
                                                                  reforma do judicirio,
                                                                superlotao carcerria,
                                                            agenda de viagens em Minas

    Qual a importncia dessa posse de hoje?
    Bem, o Supremo Tribunal Federal, naturalmente, representa a cpula do Poder Judicirio. um rgo de suma importncia, eu acho que muito relevante que todos ns estejamos aqui para representar os mineiros, e naturalmente, os governadores dos outros estados tambm, as autoridades, para fazer essa reverncia ao Poder Judicirio. E, como eu disse ontem, no meu caso, em especial, at por ser professor de Direito e demonstrar um respeito sempre muito grande ao nosso Poder Judicirio. Ento, estou aqui para cumprimentar a todos, e, mais uma vez, a nossa grande representante, a ministra Crmen Lcia.
    Governador, como resolver essa questo da morosidade da Justia, que um problema?
    A morosidade da Justia uma demanda que existe na sociedade h sculos, no estou dizendo nem h dcadas, h sculos. Temos essa demanda e a necessidade dessa agilidade. Que, alis, j melhorou muito com a questo da informtica, dos processos eletrnicos, j h um avano. Mas, de fato, ainda um processo demorado. Temos hoje, no Brasil, milhes de processos em andamento em todas as justias especializadas, do Trabalho, Eleitoral, Penal. Civil. Ento, de fato, uma questo muito delicada e me parece que a soluo definitiva s viria quando fizssemos uma profunda reforma, uma reforma processual. claro que cada um tem uma opinio sobre a matria, mas me parece que uma reforma processual mais profunda, reduzindo o nmero de recursos, tornando os procedimentos mais rpidos, isso naturalmente iria agilizar. Mas, por outro lado, muitos alegam que isso iria poderia tambm fragilizar um pouco a plenitude dos direitos. Ento uma matria extremamente polmica, talvez das mais polmicas que podem existir, a reforma do Judicirio.
    E a smula vinculante?
    Ela j est adiantando bastante. Pelos nmeros que eu vejo, j h um ponto muito favorvel. Porque a smula vinculante significa, de maneira muito simples, que o mesmo processo que j foi julgado de um modo pelo Supremo, para qu ter novos custos, nova despesa para processos que j sabemos o resultado? Ento, claro, isso um processo que facilita. E, alis, no tem s no Brasil, mas em todos os pases civilizados do mundo.
    Como resolver esse problema de cadeias superlotadas em todo o pas, a smula vinculante no pode ajudar?
    No, a eu acho que no questo da smula vinculante. Eu acho que a temos que fazer, em primeiro lugar, investimentos sempre, permanentes, na construo de unidades regionais, que tm que ser melhoradas no Brasil como um todo. Temos de ter fontes alternativas de penas. Aquelas pessoas que no oferecem periculosidade, sabemos tambm que difcil identificar isso, ns temos de permitir que eles cumpram penas alternativas, muitas delas pagando em dinheiro. E, por outro lado, temos tambm a necessidade de termos, no caso de Minas Gerais, uma experincia muito exitosa, as chamadas APACs. Eu acho que todos em Minas conhecem esse modelo, que comeou em Itana, j tem em vrias cidades mineiras, uma bela parceria do Governo do Estado com o Poder Judicirio e tambm com o Ministrio Pblico, onde a sociedade participa do cumprimento da pena, por meio daquelas pessoas que foram ali condenadas. Ento, so alternativas que estamos criando, e que est, a meu juzo, melhorando o sistema penitencirio brasileiro. Ento, so alternativas que estamos criando e que est, a meu juzo, melhorando o sistema penitencirio brasileiro.
    Progresso de pena para crimes hediondos. O que o senhor acha?
    Acho que o crime hediondo, pela sua natureza, naturalmente, a pena tem que ser mais rigorosa. Agora, caber legislao identificar como ela dever ser cumprida. Acabamos de assistir um caso muito dramtico, evidentemente objeto de grande debate, e que de demonstra que aquelas pessoas, que como disse, oferecem perigo sociedade, essas no podem conviver com a sociedade.
    Governador, em um congresso da ONU em Salvador na semana passada, o Ministrio da Justia cobrou uma posio mais forte dos estados nessa questo dos presdios superlotado. At porque a ONU est cobrando do Brasil. Minas Gerais j teve problemas de cadeias superlotadas, de rebelies. O que o estado pode fazer para suprir essa demanda que cada vez mais alta no Brasil inteiro.
    Minas Gerais hoje o estado que mais gasta dados do Governo Federal em segurana pblica em relao a seu oramento. Quando o governo Acio se iniciou, no incio de 2003, tnhamos cerca de 5.000 vagas no sistema penitencirio, hoje temos quase 30 mil vagas. Essas 25 mil vagas a mais foram criadas exclusivamente com recursos do Governo do Estado. Durante esses anos, lamentavelmente, no recebemos nem um centavo do Governo Federal. O Fundo Penitencirio Nacional, que se encontra bloqueado pelo Governo Federal, poderia ser desbloqueado para permitir que os estados; no estou dizendo s Minas; todos os estados recebessem recursos. Ento estou achando que de fato chegada a hora do Governo Federal participar mais ativamente da poltica penitenciria nacional ao invs de s ficar fazendo cobranas, mas tambm participando das solues. Conversei recentemente com o ministro da Justia que, alis, um ministro de altssima qualidade, servidor de carreira do Ministrio, e ele me disse estar muito empenhado junto equipe econmica do Governo Federal para desconfidenciar o fundo e naturalmente fazer essas parcerias que so importantes.
    Por que est bloqueado?
    Isso j h muitos anos. uma questo de poltica econmica do Governo Federal e a depender do Governo Federal. Mas os estados esto cumprindo sua parte com os seus recursos. Mas claro que, hoje, a segurana pblica no mais limitada ao Estado, tambm problema do municpio, do Governo Federal e da sociedade como todo e o Governo Federal, portanto, tem uma parcela importante tambm de responsabilidade nesse tema.
    Qual a agenda do senhor na semana que vem? Vrias viagens?
    Vrias viagens. Temos viagens ao Tringulo, ao Sudoeste e ao Sul de Minas, depois voltamos a Uberaba para a festa do Zebu. Na verdade vamos fazer algumas inauguraes. Portanto, estamos trabalhando e correndo Minas Gerais como o dever do governador do Estado.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 24, 2010

    Feijoada Invertida. Neste sbado de 12 s 17 horas no delicioso Restaurante MATUSALM na Pampulha, aqui em BH.


    Osas e Matusalm os mgicos da cozinha.
    www.restaurantematusalm.com.br

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 24, 2010

    O entrevistado do meu programa na REDE SUPER, neste domingo, o professor de Oratria Luiz Claudio Genvites. Confira!!!







     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 24, 2010

    P na estrada. Senador Hlio Costa, neste sbado em Caxambu, sul de Minas.


                                              

    CAXAMBU

    09h00 - Chegada no Campo de Futebol Craque.

    10h00 - Entrega do Ttulo de Cidado Honorrio

    A seguir:            

    Reunio Regional do PMDB

    Local: Hotel Place           

    End   : Rua Dr. Viotti, 567

    Centro



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 21, 2010

    Nos 50 anos de Braslia...

                   

    Ministro Jos Artur
    recebe condecorao
    Ordem do Mrito Braslia   
      

    A condecorao no grau de Gr-Cruz,
    que ser entregue
    pelo governador Rogrio Rosso

    Braslia O ministro das Comunicaes, Jos Artur Filardi, recebe s 10h30 desta quarta-feira 21, no Museu da Repblica, a condecorao Ordem do Mrito Braslia, no grau de Gr-Cruz, que ser entregue pelo governador do Distrito Federal, Rogrio Rosso, por ocasio das comemoraes dos 50 anos da capital federal.
    A proposta de homenagear o ministro Jos Artur, das Comunicaes, partiu do Conselho da Ordem do Mrito como reconhecimento aos servios prestados populao do Distrito Federal. O ministro Jos Artur ocupou por mais de quatro anos a Chefia de Gabinete na gesto do ento ministro, hoje senador Hlio Costa.

    Juntamente com o ministro Jos Artur, tambm ser condecorado o presidente dos Correios, Carlos Henrique Custdio, bem como outras 48 personalidades que vo receber a comenda, criada h 31 anos, tornando-se a mais importante do governo do Distrito Federal. Desta feita, a condecorao em homenagem ao cinquentenrio de Braslia.
    Na oportunidade, os Correios vo lanar no Museu da Repblica uma coleo com seis selos e cinco cartes postais em comemorao aos 50 anos da capital federal. A tiragem dos selos ser de 1,02 milhes e de 15 mil cartes-postais.
    Os selos vm com temtica "Braslia, sonho e realidade" e retratam importantes locais e pontos tursticos da cidade como o Memorial JK, o monumento Dois Candangos, a Catedral, a Igrejinha, o Palcio da Alvorada e o Congresso Nacional.
    Da mesma forma com relao aos cinco cartes-postais, que trazem imagens em homenagem ao Congresso Nacional, a Ponte JK, a Catedral, o Palcio do Planalto e o Memorial JK.
    Os Correios ainda fazem no Memorial JK, s 17h, como parte do cinquentenrio de Braslia, o lanamento de uma coleo de selos postais especiais dedicada aos filatelistas. Chama-se mala filatlica, que depois de adquirida pelos colecionadores percorrer as cidades de Jata (GO), Diamantina (MG), Belo Horizonte (MG) e Rio de Janeiro (RJ), que tm relao direta com a histria da capital federal e do presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, fundador da cidade. Depois os filatelistas recebero a coleo de volta.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 21, 2010

    CORREIOS nos 50 anos de Braslia.

    Correios homenageia Braslia
    com uma srie de selos e cartes

                                           
    Os Correios marcaro presena no aniversrio de 50 anos de Braslia com o lanamento, no dia 21 de abril, s 10h30, no Museu da Repblica, de uma srie de selos e de cartes-postais intitulada "Braslia Sonho e Realidade Monumentos e Arquitetura". Na ocasio, o presidente dos Correios, Carlos Henrique Custdio,  ser agraciado com a Medalha Comemorativa do Evento e com a Ordem do Mrito Braslia, maior condecorao do GDF concedida em reconhecimento aos servios prestados ao povo e ao governo do Distrito Federal.

    A srie de selos e os cartes-postais que sero lanados destacam os principais monumentos da cidade: o Memorial JK, os Dois Candangos, a Catedral, a Igrejinha, o Palcio da Alvorada e o Congresso Nacional. As imagens so reprodues de obras da artista plstica Jlia dos Santos Baptista e retratam os monumentos de forma estilizada, com cores vibrantes, tpicas da paisagem local, como o ocre do cerrado, as diferentes nuances do vermelho, o azul do cu e o cinza do concreto armado. As obras reproduzidas nos seis selos so:  "Memorial JK", "Dois Candangos no Cerrado", "Catedral de Renda de Braslia", "Igrejinha", "Alvorada Braslia" e "Congresso e Ip Amarelo". Os cinco cartes-postais retratam a Ponte JK, o Memorial JK, a Catedral de Braslia, o Palcio do Planalto e o Congresso Nacional.

    A tiragem ser de 1,02 milho de selos, com valor facial de 1 Porte da Carta Comercial (R$ 1,05)  e 15 mil cartes-postais, com o preo de venda de R$ 1,00 a unidade. Os produtos podero ser adquiridos nas Agncias dos Correios, na loja virtual dos Correios (www.correios.com.br/correiosonline) ou pela Agncia de Vendas a Distncia, no Rio de Janeiro, pelo e-mail centralvendas@correios.com.br .

            Outro lanamento dos Correios em comemorao aos 50 anos de Braslia ocorrer, tambm, no dia 21 de abril, s 17h, no Memorial JK, especialmente dedicado aos colecionadores de selos de todo o Brasil. Trata-se da Mala Filatlica "Braslia Sonho e Realidade", que vincula as comemoraes do aniversrio da cidade histria de seu fundador, Juscelino Kubitschek de Oliveira. A Mala Filatlica   um produto customizado, direcionado a colecionadores, que consiste na montagem de peas filatlicas (envelopes, cartes-postais, fotografia ou outro suporte selado com as emisses da Srie de selos de Braslia), transporte,  obliterao e devoluo das peas circuladas em um percurso definido.  A Mala Filatlica "Braslia Sonho e Realidade" percorrer as cidades de Braslia (DF), Diamantina(MG), Belo Horizonte (MG), Jata (GO) e  Rio de Janeiro (RJ), locais que so marcos na histria de vida do ex-presidente da Repblica. Do Rio de Janeiro a Mala Filatlica retornar a Braslia, de onde o material circulado ser encaminhado aos seus proprietrios.

            A Mala Filatlica ser lanada em duas verses: a completa, que compreende um envelope de 1 Dia de Circulao, seis selos da emisso Braslia,  Sonho e Realidade, um carimbo de 1 Dia de Circulao (Braslia/DF) e cinco Carimbos Comemorativos (exclusivos), ao preo de R$ 20,00 cada. A outra verso a Mala simples, com  um envelope de 1 dia de circulao, um selo da emisso Braslia, Sonho e Realidade (escolha do cliente), um carimbo de 1 Dia de Circulao (Braslia/DF) e cinco Carimbos Comemorativos (exclusivos), que custar R$ 15,00 cada.

           A data para recebimento dos pedidos at 20 de abril. A partir do dia 21 de abril a Mala Filatlica comear seu percurso, com encerramento em 7 de maio e a devoluo aos clientes comear em 21 de maio. Os pedidos podero ser feitos via Correios, pelo endereo Mala Filatlica "Braslia, Sonho e Realidade" - Agncia Filatlica de Braslia - DF - Edifcio Sede da ECT Trreo CEP 70002-900 - Braslia DF, pelo telefone (61) 3327-4151  ou  pelo e-mail: bsbacfilatelica@correios.com.br .


     



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 20, 2010

    OS 50 anos de Braslia. * CONGADEIROS de Minas vo invadir a Praa dos Trs Poderes, amanh, em Braslia. Sero quase 1700 congadeiros de todas as regies do Estado, que esto a caminho da capital federal para se juntarem s comemoraes dos 50 anos que nasceu de um sonho arrojado de JK e se concretizou nos traos do genial Niemeyer. Estarei l como mestre de cerimnias a convite do promoteur de eventos culturais YCO. Quem est frente do feito a Ong mineira "TERRA VERDE".





    H 50 ANOS: os sonhadores
    que colocaram a mo na massa, transformando sonhos em realidade:
    Oscar Niemeiyer; Israel Pinheiro no centro da foto ao lado de Lcio Costa 
    o presidente JK examinando o projeto da futura capital - Braslia.
    Detalhe: no canto esquerdo da foto a maquete do Palcio do Planalto. 



    Quase 1700 congadeiros mineiros 
    vo fazer a festa de quem for assistir
    s comemoraes dos 50 anos de Braslia
    nesta quarta-feira, 21 de abril.
    Mais de 40 nibus e 6 hotis esto mobilizados para receber os tradicionais congadeiros
    que vieram de todas as regies de nosso Estado.
    O palco estar emoldurado por dois imensos pains com as figuras de JK e Niemeyer.
    Eu estarei animando a festa ao microfone.
    Vai ser inesquecvel!!!


    Vale conferir matria sobre a CONGADA MINEIRA,
    que saiu na Revista RAIZ.



    E-mail








    Por Revista RAIZ.
    27 de abril de 2009

    A congadeira Adriana Braga explica a Congada mineira ao Portal RAIZ.


    Por Thereza Dantas
    Fotos divulgao


    O Brasil tem diversas manifestaes populares.  Religiosas, profanas, histricas ou adaptadas, o que importa que muitos mestres mantm com deciso frrea essas manifestaes vivas. Fonte de referncias para criadores, na nossa msica, nas artes plsticas, na literatura, essas manifestaes esto retratadas. O curioso quando artistas estrangeiros, talvez pela novidade, com certeza pela beleza, constroem um mural de 15 metros de largura X 5 metros de altura para congelar no tempo uma manifestao to popular quanto o Congado. o caso dos artistas norte-americano John Ahearn e o porto-riquenho Rigoberto Torres. Convidados a conhecer o Museu Inhotim, situado na cidade Brumadinho, em Minas Gerais, os dois escultores trataram de deixar dois enormes painis. O "Abre a Porta" (2006) conta a pequena histria do Congado mineiro e o outro painel "Rodoviria de Brumadinho" (2005), mostra as pessoas do regio viajando tranquilamente em um transporte coletivo.

    No painel "Abre a porta", as figuras saem tridimensionalmente do quadro e podemos observar um personagem, uma mulher vestindo farda branca e usando um chapu cheio de fitas coloridas de cetim. A mulher Adriana Regina Braga Silva, 33 anos, trs filhos, congadeira de Sap, descendente de quilombolas que hoje a primeira capit da Congada. Essa figura que mantm a tradio viva e inspirao para dois artistas estrangeiros, trabalha em Inhotim em um quiosque de lanches no meio de um pequeno lago, cercada das plantas e esculturas do lugar, servindo seus pes de queijo e cafs. Adriana uma figura de sorriso largo e respostas diretas. Na nossa conversa Adriana nos explica algumas diferenas importantes de sua Congada, sobre seu povoado e sua descendncia quilombola.

    O que a Congada?
    A Congada uma manifestao cultural e religiosa de influncia africana celebrada em algumas regies do Brasil. Vindo da frica, inspirando-se no Cortejo aos Reis Congos que era uma expresso de agradecimento do povo aos seus governantes. O cortejo trata basicamente de trs temas: a vida de So Benedito, o encontro de Nossa Senhora do Rosrio e a representao da luta de Carlos Magno contra as invases mouras. So as Irmandades Negras que mantm essas tradies, os moambiques, os congados e as cavalhadas que enchem de cor as ruas e praas das cidades de Minas Gerais, Esprito Santo, So Paulo e Gois. Adriana conhece essas tradies e explica algumas diferenas importantes de sua Congada na entrevista que concedeu a sombra de uma das rvores do Museu Inhotim.




    Portal RAIZ.: Adriana, o que eu quero saber de voc sobre o congado, da tua famlia, da tua participao nesse congado. Como que voc chegou ali no ponto de usar a farda?

    Adriana Regina Braga Silva: O congado a minha famlia. Eu acredito em Deus, a depois nos meus filhos, e depois no congado. E acontece o seguinte o nosso congado passado de gerao em gerao, de famlia para famlia...

    Portal RAIZ.: Passa de pai para filho?
    Adriana Regina Braga Silva: Isso. Antigamente l em Sap, era s o moambique. Ento meu tio Cot fundou o congado. Essa uma diferena, o moambique e o congado chama-se congadA

    Portal RAIZ.: Pois , eu conheo como congada.
    Adriana Regina Braga Silva: Isso mesmo, o nome desse cortejo de moambique e congado congadA. Eu danava moambique desde pequena, naquela poca a gente podia bater a caixa (instrumento de percusso). A meu tio Cot fundou o congado eu fui pra danar congado. Os mais velhos foram morrendo e aqueles que ficaram falaram pra gente "Olha vocs no podem deixar nossa tradio acabar". Esse tio antes de morrer brincou comigo. Ele falou que eu danava e que sabia cantar...

    Portal RAIZ.: A Congada tem uma hierarquia?
    Adriana Regina Braga Silva: Cada um tem seu cargo...

    Portal RAIZ.: E qual a sua patente?
    Adriana Regina Braga Silva: Mau tio Cot me chamou para cantar no meio, gostou do que ouviu e falou: " vc vai continuar aqui no meio cantando, a partir de hoje voc capit!"

    Portal RAIZ.: comum ter mulheres como capit?
    Adriana Regina Braga Silva: raro. Em vrias festas nos chamam na hora da missa, os capites e normalmente eu sou a nica mulher no meio dos homens do moambique. Meu marido primeiro capito...

    Portal RAIZ.: Qual a diferena do moambique para o congado?
    Adriana Regina Braga Silva: Primeiro o congado dana mais ligeiro, o moambique mais tranqilo e ele leva a coroa e o congado puxa todo o moambique. Ele sempre anda mais rpido...

    Portal RAIZ.: Ento os dois so muito parecidos?
    Adriana Regina Braga Silva: Isso, s que o congado sempre vai mais pra frente. Ento, na poca eu era stima capit, e hoje eu sou primeira capit. Pois assim, se falece algum a vai subindo o degrau; e hoje eu sou primeira capit.

    Portal RAIZ.: E como foi a sua participao no painel "Abre a Porta" que fica no Museu Inhotim?
    Adriana Regina Braga Silva: Foi uma loucura, eu no queria participar no..

    Portal RAIZ.: Mas voc gostou do resultado do painel?
    Adriana Regina Braga Silva: Eu amei. Porque atravs do Museu Inhotim a gente viu a importncia que a gente tem. Hoje eu me sinto importante, vou falar a verdade. L em Sap, no temos nada disso, porque ningum abria as portas pra ns na nossa cidade. Hoje a gente est aqui trabalhando, tem bastante gente nossa aqui.

    Portal RAIZ.: Como a comunidade de Sap?
    Adriana Regina Braga Silva: Ns somos remanescentes do quilombo, Sap um povoadinho. A histria l a seguinte, foi um negro, escravo que ganhou um pedao de terra e foi construindo a famlia dele, foi crescendo e foi crescendo...

    Portal RAIZ.: E tambm foi chegando gente?
    Adriana Regina Braga Silva: No, s a famlia.

    Portal RAIZ.: Ento como so os casamentos?
    Adriana Regina Braga Silva: Primo com primo. Eu e meu marido somos primos.

    Portal RAIZ.: E difcil ter casamentos fora da comunidade?
    Adriana Regina Braga Silva: A minha irm foi pra Belo Horizonte e encontrou algum. A minha me casada com meu pai e so primos, primo de primeiro grau da minha av e segundo da minha me, tudo perto. E assim vai indo. E tem uma famlia branca.

    Portal RAIZ.: Que vem de onde? Chegou l como?
    Adriana Regina Braga Silva: No, de colgio, a foi pra l, arrumou um pedao de terreno e os filhos deles casaram com as mulheres l de Sap que so todas negras, a fica aquela mistura, caf com leite e vai indo.

    Portal RAIZ.: E quando se festeja a congada?
    Adriana Regina Braga Silva: A nossa se comemora no dia 25 de maio

    Portal RAIZ.: Todo ms de maio, ou todo dia 25 do ms?
    Adriana Regina Braga Silva: A gente comea em maio vai at janeiro, a a gente pra em fevereiro e maro por causa da quaresma porque a gente no pode bater as caixas. Elas ficam encostadas, no pode nem cantar as musicas do congado.

    Portal RAIZ.: Voc poderia  cantar uma letra que goste da Congada?
    Adriana Regina Braga Silva: Tem muitas. Falar ou cantar? Falar. Quando a gente v a coroa de longe, a gente fica numa empolgao. Meu menino Maurlio vai receber a coroa, na hora que a gente v a coroa, a f to grande que ele s quer cantar com a coroa! A gente senta e canta assim "eu vi, eu vi, eu vi a coroa dourada" a eu bato o tamborim... Mas tem vrios moambiques aqui em Minas, uns falam de um jeito outros de outro mas na verdade querem dizer uma coisa s.

    Portal RAIZ.: Como assim ?
    Adriana Regina Braga Silva: Por exemplo eu falo pai xang, uns falam "bate o tambor", mas no fundo, a msica num ritmo mas as pessoas trocam as palavras.

    Portal RAIZ.: Tem quantas congadas aqui na regio?
    Adriana Regina Braga Silva: Aqui na regio deve ter uns 10 mais ou menos.

    Portal RAIZ.: Dia 25 de maio o encontro de vrios congadeiros?
    Adriana Regina Braga Silva: Dia 25 de maio, por exemplo, vem vrias Congadas de Belo Horizonte, e faz aquela unio...

    Portal RAIZ.: Qual a importncia do Congado para voc, Adriana?
    Adriana Regina Braga Silva: Pra mim tem grande importncia.  Eu acho que pelo congado eu consegui muita coisa, por exemplo, esse emprego. Se no fosse atravs do congado eu no estaria aqui, vocs no iriam me conhecer. Estaria l em Sap, dentro de Minas entendeu. E a minha f to grande que tudo que eu quero, assim na medida do possvel eu consigo. Tudo que Deus v junto com So Benedito, que ele nosso guia l n?, as amizades, tudo que ele v, ele v e fala assim : " Adriana isso aqui seu, est na hora de voc pegar o que seu",  a eu vou e confio.

    O painel "Abre a Porta" pode ser visto no site oficial do Museu de Inhotim.

     A transcrio dessa entrevista foi feita gentilmente por Mariana Dantas.




     

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 20, 2010

    Por dentro da cabea do novo secretrio de CULTURA de Minas, jornalista Washington Melo. FALA SECRETRIO!!!

                                                       
                                                                               Assuntos:
                                                                        Circuito Cultural,
                                                                                desafios,
                                                                   acesso e interiorizao

    Secretrio, eu queria que o senhor falasse sobre o Circuito Cultural.
    Olha, o Circuito Cultural representa, talvez, a maior iniciativa que o Governo adota para a preservao dos valores mais importantes na rea de Cultura de Minas. A coordenao do Circuito est entregue ao Estevo Fiza, que o secretrio-adjunto. Todos os prazos esto sendo cumpridos rigorosamente. O apoio empresarial foi fundamental e continua sendo fundamental e o Circuito representa esse resgate, com um lado positivo muito importante, que a soma dos esforos de governo, preservando seus valores, e de recursos da iniciativa privada, estimulando essa preservao. Ento, o Circuito uma grande obra, uma grande realizao e, eu diria at, que uma obra para orgulhar a ns mineiros, no s o governo mineiro. Ns, mineiros, deveramos nos orgulhar de ter o Circuito Cultural na Praa e em volta da Praa da Liberdade.
    E quando que comea j a funcionar?
    Olha, eu, assumindo agora, no vou te dizer a data. Mas, prometo que, em 24 horas, a gente pode acertar com o Estevo, podemos confirmar as datas todas previstas, mas esto todos os prazos sendo cumpridos rigorosamente e vamos entregar, como j entregamos uma parte, dentro do programado, j com todos os compromissos assumidos.
    E o desafio da Secretaria, agora, que o senhor est assumindo, a Cultura do Estado?
    Olha, eu confesso que a Secretaria um grande desafio. Da a razo de eu ter parabenizado o dr. Nascimento, a secretria Eleonora e o Paulo Brant pelo trabalho que realizaram. Ento, agora, a nossa misso dar sequncia a esse trabalho, e, principalmente, buscarmos muita audincia com quem produtor cultural, quem parceiro, quem financiador, quem tcnico, quem planejador, quem especialista, porque a arma que vamos usar exatamente o que o governador ressaltou: harmonia. Vamos somar todos os esforos e a equipe muito boa. Minas Gerais tem muito potencial, e vamos tentar buscar mais colaboraes e contribuies, visitando o interior do Estado para cada vez atrair mais produes e iniciativa culturais e artsticas para a Secretaria de Cultura.
    Sobre o consumo e a produo da cultura, como permitir maior acesso do povo a essa Cultura?
    Olha, eu vou repetir aqui o que eu falei. Um padre amigo meu que me telefonou dando parabns, me disse o seguinte: no se esquea que quem faz a cultura, quem cria a cultura, povo. E quem aprecia a cultura a elite. Eu no sou to radical nessa definio, mas ela muito significativa. Porque o que ns precisamos cada vez criar condies para estimular mais, e mais e mais, as manifestaes culturais e artsticas no Estado, no Belo Horizonte, no rea metropolitana, no uma regio, no Estado. O mineiro criativo desde que nasce, e conseguir despertar, estimular e reunir isso a misso da Secretaria. E a o grande desafio no Estado que tem a quantidade de municpios que temos, e uma regio metropolitana to vibrante.
    E interiorizar tambm importante?
    Olha, interiorizar o mais importante. O momento agora e o caminho o interior. Ento, precisamos atrair os 853 municpios a se manifestarem perante os outros todos municpios, inclusive Belo Horizonte.
    A gente tem um trabalho legal aqui na cidade, quanto tem durante uns dois, trs meses, tudo a preo de R$ 10, R$ 5, R$ 2, e no Estado a gente no v isso. possvel levar essa cultura para as pessoas no interior com baixo custo?
    Olha, eu vou dizer, eu no sei se essa proposta, essa lembrana sua, nova. Mas, se for novidade, eu acho que ela deve ser perseguida, discutida e estimulada. Porque se voc pode contar com patrocinadores, e se possvel estimular mais patrocinadores, quem tem que ser beneficiado a sociedade, o cidado, o que quer cultura, quem consome a cultura. Ento, quanto mais facilitarmos o acesso, mais estaremos fazendo com que todos recebamos a cultura oferecida. A iniciativa da prefeitura louvvel, o Estado deve estar junto, mas se no est, estaremos.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 20, 2010

    Presidente da Assemblia de Minas : agenda cheia.

    Presidente participa da troca da chefia do Gabinete Militar
    O presidente da ALMG, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), participou na segunda-feira (12/4) da posse do novo chefe do Gabinete Militar do governador, coronel PM Lus Carlos Dias Martins. Cabe ao rgo gerir a segurana governamental e as aes de defesa civil no Estado. Tambm compareceram ao evento os deputados Lafayette de Andrada (PSDB), Tiago Ulisses (PV), Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), Gustavo Corra (DEM) e Marcus Pestana (PSDB). O governador Antonio Augusto Anastasia foi representado pelo secretrio de Estado de Governo, Danilo de Castro. Veja mais fotos e vdeo

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 20, 2010

    Centenrio de Tancredo...



    Wellington Pedro/Imprensa MG
    Exposio Centenrio Tancredo Neves, no Rio de Janeiro (RJ)
    Exposio Centenrio Tancredo Neves, no Rio de Janeiro (RJ)



    RIO DE JANEIRO (19/04/10) - O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, participou, nesta segunda-feira (19), no Museu Histrico Nacional, no Rio de Janeiro (RJ), da abertura da exposio Centenrio Tancredo Neves. A mostra retrata a trajetria do ex-presidente desde a infncia, em So Joo del-Rei, at a sua morte, antes de tomar posse na Presidncia da Repblica.
    Aps visitar a exposio, que integra as comemoraes dos 100 anos do ex-presidente, o governador destacou a importncia da mostra para resgatar a histria de Tancredo Neves, um dos principais protagonistas do processo de redemocratizao do Brasil.Essa exposio vai mostrar para o Brasil, aqui da capital cultural do pas, um pouco das tradies de Minas Gerais, mas, sobretudo, a histria de um homem que foi protagonista dos mais importantes momentos da histria brasileira, afirmou o governador.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 19, 2010

    SERRA em BH foi convidado e aceitou convite do ex-governador Acio Neves para vir a BH. Acio teve sua primeira apario pblica depois de renunciar ao cargo de governador para disputar o senado por Minas. UM DETALHE: Acio est de barba ( confira na foto da matria de hoje do jornal HOJE EM DIA).



    cristiano couto


    serra_aecio


    Serra citou o ex-presidente Tancredo Neves, elogiou o ex-governador Acio Neves




    O candidato presidencial do PSDB e ex-governador de So Paulo, Jos Serra, descartou nesta segunda-feira (19), em Belo Horizonte, combinaes de seu nome e candidatura com a de outros partidos que no o seu. "Na poltica, eu sou monogmico. Dilmasia parece nome de doena", disse ele para contestar a dobradinha eleitoral entre sua rival, a presidencivel do PT, Dilma Rousseff, e o candidato a governador de Minas dos tucanos: o atual governador Antonio Anastasia.

     "No tem nada disso", disse ele, convencido de que ter o apoio explcito do ex-governador Acio Neves (PSDB), de Anastasia e de seus aliados. Ele fez um governo extraordinrio. O Acio assina em baixo que a gente pode mais, disse o ex-governador paulista, lembrando seu slogan de pr-campanha.
    Ainda em sua primeira entrevista, Serra citou o ex-presidente Tancredo Neves, elogiou o ex-governador Acio Neves e defendeu obras para o Estado ao qual chamou de o mais de desenvolvido do pas. O tucano lana, nesta segunda, em BH, sua pr-campanha rumo ao Palcio do Planalto.
    Pela manh, ele concedeu entrevista rdio Itatiaia. Em seguida, foi para um evento na Federao das Indstrias de Minas Gerais. Na entrevista, Serra chegou a citar que teve uma namorada mineira ao responder que no um poltico com foco em So Paulo.  Sou um poltico nacional. Eu apreendi fazer poltica em Minas quando estava no movimento estudantil. Eu tinha uma namorada aqui. Sou um poltico que nasceu em So Paulo. Minas comigo vai estar no corao e na cabea.
    O candidato tucano aproveitou uma pergunta sobre a manuteno ou no do Programa de  Acelerao do Crescimento (PAC) para criticar o atual governo, defender mais obras em Minas Gerais e exaltar a condio de Estado desenvolvimentista.O PAC uma lista de obras. A gente tem de definir, tocar e fazer. Em Minas, [o PAC] no avanou nos ltimos anos, disse Serra. Minas o estado mais desenvolvido do Brasil. Vamos fazer a estrada que falta para ligar ao Vale do Ao. O metr de Belo Horizonte.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 19, 2010

    Ministro das Comunicaes,Jos Artur Filardi, vai assinar portaria para que 170 aprovados no Concurso Pblico possam tomar posse. Previso de serem empossados em maio.

                            
                                                                                                                                     
    Braslia Os 170 candidatos aprovados em concurso pblico do ministrio das Comunicaes devero tomar posse at o final de maio. Essa a expectativa da coordenadora de Gesto de Pessoas, Zuleide Guerra, ao explicar a portaria do ministrio do Planejamento, publicada no Dirio Oficial da Unio desta quinta-feira 15, a qual autoriza a nomeao dos novos funcionrios.
    Segundo
    a coordenadora Zuleide Guerra, depois da autorizao do ministrio do Planejamento, em que aprova a contratao dos novos servidores, o passo seguinte a publicao de uma portaria, assinada pelo ministro das Comunicaes, Jos Artur Filardi Leite, em que nomeia os 170 candidatos que foram aprovados no concurso pblico realizado no domingo 13 de dezembro de 2009. "A partir da publicao dessa portaria, os candidatos tm 30 dias para tomar posse", explica a Coordenadora.
    O MC tambm trabalha com a expectativa de que os aprovados para trabalharem na sede do ministrio em Braslia tomem posse no mesmo dia, para em seguida acontecer o mesmo ato nas quatro outras delegacias dos estados de So Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Santa Catarina.
    As 170 vagas foram divididas para os cargos de administrador com 11 concursados aprovados, arquivista com 10, um bibliotecrio, 11 contadores, 13 economistas, 57 analistas tcnico-
    administrativo, 2 psiclogos, 5 tcnicos em comunicao social, 51 agentes administrativos e 9 tcnicos em contabilidade.
    O salrio para a categoria de nvel intermedirio de R$ 2.067,30, para nvel superior de R$ 2.643,28, que sero acrescidos com vale alimentao e vale transporte.

    Eider Moraes/Assessoria de Comunicao Social
    Ministrio das Comunicaes
    55 61 3311
    -6587
    imprensa@mc.gov.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 19, 2010

    Ex-governador de So Paulo, pr candidato do PSDB presidncia da Repblica vem a Minas nesta segunda-feira. Agenda cheia. s 11 da manh vai FIEMG e ser recebido pelo novo presidente da entidade, empresrio Olavo Machado Jr, nova diretoria e empresrios de diversos ramos insdustriais, que iro ouvir o que tem a dizer Serra. Semana passada foi a vez da pr-candidata Dilma Roussef do PT - que fez palestra para o empresariado mineiro na FIEMG.


                         
                                                       Pr-candidato do PSDB, Jos Serra,
                                                            capa de VEJA desta semana,
                                                  fala a empresrios na FIEMG,aqui em BH.
                                                                  Hoje, s 11 da manh.
                                                   Estaremos l cobrindo para nosso BLOG.
                                                                            Aguardem.

                                                      O dia de Serra, nesta segunda,em BH:
    Em Belo Horizonte, Serra ir se reunir com empresrios na FIEMG, s 11h00, onde participa de um almoo e, logo aps, de uma coletiva com a Imprensa. 
    tarde, Jos Serra marcar presena em evento do PPS, no Hotel Mercury. O partido est organizando um Seminrio chamado Nova Economia Economia Verde.
    Depois deste compromisso, a agenda prev um encontro de natureza poltica que reunir cerca de 300 lideranas, prefeitos, deputados federais e estaduais de todo o estado.
    Os partidos aliados ainda pretendem organizar a visita de Jos Serra a outras regies do estado, incluindo as cidades de Montes Claros (norte), Uberlndia e Uberaba (Tringulo), Governador Valadares (leste), Juiz de Fora (Zona da Mata) e Poos de Caldas (sul do estado), cidades estratgicas por terem grandes eleitorados.
    Fonte: com informaes: deputado Narcio Rodrigues, presidente do PSDB de Minas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Abril 18, 2010

    Fala governador Anastasia!!!

                                                                              

                                                                         Assuntos:
                                                                  Abertura da feira,
                                                                             Ipsemg, 
                                                             indstria da panificao,
                                                                        Eleies 2010

    Importncia de Minas receber um evento como esse de hoje?
    Primeiro, todo grande evento importante para recebermos. Ns temos equipamentos, Minas Gerais se esfora muito para ser um centro de destino turstico, Belo Horizonte em especial e eu fico feliz de termos um evento, ainda mais de um assunto que to delicioso para todos ns. O que seria a vida sem o po e a sua indstria da panificao. Ento com muita satisfao que estou aqui para cumprimentar, nessa feira de alimentos e a feira nacional de confeitaria, sorveteria e panificao.
    Governador, como que fica o governo com essa deciso do Supremo em relao aos 3,5% do Ipsemg?
    Fica exatamente como estamos. O Ipsemg no deixa de ser um grande plano de sade. Houve uma deciso, que o Ipsemg, desde a sua criao dcadas atrs, o Ipsemg tem essa natureza compulsria. Antigamente, a contribuio era uma s, ela servia tanto para a Previdncia quanto para a assistncia sade e, assim, sempre se manteve o Ipsemg. Em 2002, houve uma lei que separou. Dividiu um percentual para a Previdncia, que passou a ser do tesouro do Estado, um Fundo criado, e tambm um percentual para a sade pblica, para a sade do Ipsemg, dos servidores. E agora, com essa deciso, em razo dessa lei de 2002, vamos continuar como estamos: para aqueles que continuarem contribuindo voluntariamente a partir de agora, o Ipsemg vai continuar funcionando normalmente, atendendo. Agora, aqueles que acharem que no querem, vo sair e naturalmente no sero mais assistidos pelo Ipsemg. Mas eu acredito que os funcionrios, na sua esmagadora maioria vo continuar, at porque nos ltimos anos a Justia j vinha dando ganho de causa a aqueles que queriam se desligar e o nmero no alto. Ento, eu acredito que o Ipsemg a despeito das suas dificuldades que existam, que so bem menores hoje do que no passado e temos  nmeros e demonstraes disso, o Ipsemg vai continuar prestando o seu servio e vai continuar atendendo os servidores pblicos do estado.
    No corre o risco de piorar a qualidade em funo de menos arrecadao?
    No, no porque naturalmente se houver qualquer dificuldade o Tesouro do Estado vai suportar, no vamos ter queda. O que pode acontecer haver uma diminuio do nmero de pessoas assistidas. Sob esse aspecto pode ter uma diminuio do afluxo, mas volto a insistir que uma expectativa, uma impresso. Eu acredito que no vamos ter grandes alteraes no nmero de segurados do Ipsemg.
    O senhor j tem nmeros?
    No, devemos aguardar primeiro a publicao do acrdo, qual o termo usado na deciso, como vo ser esses preparativos, os procedimentos para ento termos nmeros mais apurados.
    Mais um ato do Proacesso que o senhor assinou, com isso completa-se tudo, fica faltando s aqueles seis trechos do governo federal?
    Ficam faltando seis trechos do governo federal e dois trechos que esto autorizados , mas que tem uma pendncia ambiental, um no sul de Minas e outro na regio central, um do Ibama e outro do Instituto Chico Mendes, mas estamos providenciando para que ocorra logo. Todos os demais trechos ou esto concludos, j 148 ou esto em obras, fora os federais.
    O senhor vai estar com Jos Serra em qual momento aqui ou vai acompanh-lo o tempo todo na segunda-feira, como est a sua agenda poltica?
    minha pretenso na segunda-feira estar na Federao das Indstrias, que um evento com os empresrios e depois tarde no evento que vamos ter a com o governador Serra.
    Governador com relao indstria, os panificadores esto mostrando que a panificao em Minas Gerais teve um crescimento maior do que a mdia em faturamento do pas. Isso diz respeito tambm a investimentos em tecnologia e como fica em Minas Gerais, indstria para este ano o que o governo prev a?
    Ns estamos prevendo um crescimento favorvel. Tivemos o ano passado uma queda no s em Minas, mas no Brasil todo.  Esses nmeros da indstria da panificao demonstram de como ns conseguimos reagir e estamos conseguindo subir acima da mdia nacional e claro que a indstria da panificao no ano passado, um ano de crise, sofreu menos porque se trata de um imediato consumo, que o po e toda a sua cadeia produtiva. Ento, eu acredito que neste ano com a recuperao econmica que estamos vivendo aqui, em Minas, desde o ms de outubro, vamos ter nmeros muito bons em 2010. E essa indstria alimentcia como um todo e da panificao em especial certamente tero nmeros ainda melhores para apresentar no final do ano.
    Existe j uma expectativa no papel, na ponta do lpis?
    No gosto de falar em expectativa. Eu vi que tivemos um crescimento de 13% que foi muito bom no ano passado. Vamos crescer mais do que isso, certamente. At porque h um crescimento da mdia remuneratria, da renda das pessoas em Minas Gerais e isso reflete na sua alimentao.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Abril 18, 2010

    Senador Hlio Costa recebeu Ttulo de Cidado de Ouro Preto, neste domingo. A Sesso Solene no casaro histrico aonde funciona a Cmara de Ouro Preto, foi presidida pelo vereador Jlio Bernardo, do PPS. Presentes: o prefeito de Ouro Preto, ngelo Osvaldo; o deputado estadual Ivair Nogueira, que representou o presidente estadual do PMDB mineiro; o ex-prefeito de Lagoa Santa, Genesco Aparecido; Slvio Grossi ( o av dele o deputado ltimo de Carvalho, foi o criador do Dia da Inconfidncia Mineira, o tradicional 21 de abril em Ouro Preto); a mulher do senador Hlio Costa, Ana Catarina com os filhos Daniel e Gabriel; Nelsinho Santos e os presidentes do PMDB Jovem; o ex-deputado e ex-presidente da Eletrobrs Alusio Vasconcellos; o empresrio Fabio Jr, a mulher dele e os dois filhos do casal; o vice-prefeito de Ouro Preto, vereadores e representantes de movimentos voluntrios...Depois dou mais detalhes.


    O prefeito de Ouro Preto ngelo Osvaldo,
    JCA que cobriu a solenidade para nosso BLOG
     e o senador Hlio Costa, o mais novo ouropretano.

     
    O vereador Jlio Bernardo, do PPS, presidente da Cmara de OuroPreto.

    Vale conferir a matria publicada hoje
      no jornal O Tempo, aqui de BH:

    O senador Hlio Costa (PMDB) deu pistas de que o preferido das cpulas do PT e do PMDB para encabear a chapa da base aliada do presidente Lula ao governo de Minas. Em visita a Ouro Preto, onde foi homenageado ontem pela Cmara de Vereadores, Hlio Costa defendeu o palanque nico e disse estar animado com o rumo das conversas que tem tido com o presidente Lula e com outros petistas na busca de um entendimento.

    "Eu no posso revelar as confidncias do presidente a mim, mas posso dizer que todas as vezes que converso com ele (presidente Lula), volto para casa muito mais feliz", disse o pr-candidato peemedebista. As cpulas nacionais dos dois partidos j teriam consenso em torno do nome de Costa, com o deputado federal Virglio Guimares como nome petista para a vaga de vice.
    O acordo seria para evitar que um racha entre os partidos prejudique o palanque no Estado da pr-candidata do PT ao Palcio do Planalto, Dilma Rousseff, e fortalea a candidatura da oposio no segundo maior colgio eleitoral do pas.

    "O palanque em Minas tem que ser nico. o nico caminho para a vitria. Estou confiante de que vamos chegar a essa definio e, se Deus quiser, ter um governador do PMDB para abrir as portas de Minas ao progresso", disse.

    Sobre a realizao das prvias no PT mineiro entre Patrus Ananias e Fernando Pimentel, o senador lanou um alerta aos petistas. "Eles sabem o que esto fazendo. Espero que a prvia contribua para fortalecer o que o presidente Lula quer que palanque nico em Minas. Nunca fizemos qualquer exigncia, mas colocamos que a definio do candidato da aliana deva ser decidida de forma inteligente pelas pesquisas", afirmou.

    Admitindo estar em pr-campanha pelo Estado, visitando os municpios do interior, Hlio Costa advertiu que a demora na definio do candidato da aliana traga prejuzo campanha, mas que isso em nada beneficia a oposio. "O importante que se tome a deciso certa, mesmo que isso demore mais e que isso possa prejudicar o andamento da campanha. Mas isso no quer dizer que a oposio esteja ganhando espao", disse. O impasse deve ser resolvido entre os dias 9 e 12 de maio, conforme definido pelas cpulas dos partidos em reunio na semana passada em Braslia.

    Homenagem aos 30 anos do PMDB.

                                                         Pr-candidato imita petista

    Ao lado da famlia e acompanhado de lideres polticos estaduais, o senador Hlio Costa recebeu ontem da Cmara de Vereadores o ttulo de cidado honorrio de Ouro Preto. Ele tambm participou das comemoraes dos 30 anos de fundao do PMDB. O municpio foi escolhido para sediar o evento por evocar as bandeiras dos inconfidentes e por ter sido o local de fundao do partido em Minas, em 18 de abril de 1980.

    A exemplo do que havia feito a pr-candidata petista Presidncia da Repblica, Dilma Rousseff, em visita a Ouro Preto h 15 dias, aps a cerimnia na Cmara de Vereadores, Hlio Costa seguiu para a praa Tiradentes, onde discursou para os correligionrios e em seguida visitou o Museu da Inconfidncia, onde depositou uma coroa de flores no Panteo dos Inconfidentes.

    Esta semana em especial, por ser a semana da Inconfidncia, deveramos lembrar os 30 anos do surgimento do PMDB em ato que comeou aqui. O PMDB a mais importante organizao poltica de Minas, est em todos os municpios, e certamente com a ajuda do povo mineiro teremos um governador do PMDB, disse Hlio Costa, ao lado do tambm peemedebista prefeito de Ouro Preto, Angelo Oswaldo.

    H exatos 30 anos, personalidades polticas como Ulysses Guimares, Teotnio Vilela, Itamar Franco, Miguel Arraes, Jarbas Vasconcelos, compareceram ao comcio que fundou o PMDB de Minas na cidade de Ouro Preto.

    Na poca, o partido estava organizado em 12 Estados Rio Grande do Sul, Paran, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Gois, Paraba, Pernambuco, Cear, Rio Grande do Norte, Par e Acre e no ento Territrio de Rondnia. Hoje o PMDB o maior partido poltico do pas, com 2 milhes de filiados. (DC)

    Publicado em: 19/04/2010


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Abril 18, 2010

    Presidente da Academia Mineira de Letras, Murilo Badar teve alta mdica. J est em casa recuperado de uma pneumonia. Veja nota que recebemos doleitor,ojornalista,poeta escritor Petrnio Souza. Fiquei feliz com a notcia da recuperao do nosso amigo,ex-senador Murilo Badar.

    Meu caro Joo, segue, abaixo, uma sugesto de nota para a sua prestigiada coluna.

    Com a admirao e o apreo, do leitor horrio, Petrnio Souza

                                           
                                                                            Murilo Badar,
                                                   presidente da Academia Mineira de Letras
    J est em casa, recuperado, o ex-ministro e ex-senador Murilo Badar, atual presidente da Academia Mineira de Letras.
    Internado na madrugado de tera-feira passada, com pneumonia, Badar deixou o hospital na quinta-feira, por algumas horas, com autorizao mdica, para participar do lanamento de seu livro sobre o ex-ministro Bilac Pinto, intitulado "Bilac Pinto, o homem que salvou a repblica".
    No final da manh deste domingo, Murilo Badar recebeu alta mdica. 


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Abril 18, 2010

    Mais uma pesquisa na corrida pela sucesso do presidente Lula. Segundo o Instituto Datafolha o tucano Serra est na frente da ex-ministra Dilma.Confira!!!

                                                 

    O Instituto Datafolha em pesquisa divulgada ontem, revelou que o pr-candidato do PSDB Presidncia da Repblica, Jos Serra, tem 10% a mais das intenes de voto do que a candidata petista Dilma Rouseff. Os nmeros revelam que 48% dos entrevistados tem inteno de votar em Serra enquanto 38% preferem Dilma. 
    A pesquisa indicou ainda que Marina Silva (PV) ficou pela primeira vez frente de Ciro Gomes (PSB), com 10% das intenes de voto contra 9%. No cenrio sem Ciro, Serra vai a 42%, Dilma sobe para 30% e Marina 12%.
    Em simulao de segundo turno, Serra tem 50% e Dilma 40%.
    O Datafolha ouviu 2.600 pessoas entre os dias 15 e 16 de abril em 144 municpios do pas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 16, 2010

    Novo presidente da poderosa FIEMG.

    Novo presidente da FIEMG ser confirmado HOHE, sexta,em eleio na sede da entidade em BH. O empresrio OLAVO MACHADO Jr. - h 32 anos participando da FIEMG candidato nico sucesso de Robson Andrade que vai para a CNI em Braslia. Olavo nos deu entrevista EXCLUSIVA no ltimo domingo no meu programa "Joo Carlos Amaral Entrevista" na Rede Super. Ele est preparadsssimo para dirigir a FIEMG .Desejo sucesso!!!



    Olavo Machado Jr.
    ser confirmado na votao
    dos 136 sindicatos patronais,
    amanh, sexta feita na eleio
    em chapa nica na sede da FIEMG, HOJE, aqui em BH.
    O resultado da votao ser divulgado s 18 horas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 16, 2010

    "Cho de Minas"...

                                               Francelino Pereira. Ex-governador de Minas lana 
                                  nesta sexta-feira, noite no Automvel Clube de Montes Claros
                                                          o livro dele "CHO DE MINAS".

                               

                                                                         "Cho de Minas": 
                                                              vida poltica, paixes e livros.
                                                 Ex-governador de Minas, Fancelino Pereira

    Francelino Pereira, ex-governador de Minas e muito ligado a M. Claros, estar na cidade, na HOJE, sexta-feira, dia 16, para participar, s 20 horas, no Automvel Clube, do lanamento do livro "O cho de Minas", em que personagem central.
    Haver o lanamento do livro, sesso de autgrafos e coquetel, numa promoo da Academia Montes-clarense de Letras, presidida pela escritora Yvonne Silveira.
    O livro dos escritores e jornalistas mineiros Kao Martins, Paulinho Assuno e Sebastio Martins, e relata fatos da vida poltica, das paixes e dos livros de Francelino Pereira.
    Montes Claros ser a terceira cidade a receber Francelino no lanamento do livro, depois de Belo Horizonte eTeresina, no Piau, estado onde nasceu o ex-governador.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 15, 2010

    Tadeu d choque de gesto na Prefeitura de Montes Claros. Quem nos enviou as informaes foi Fabiano Fagundes, assessor da prefeitura de MOC.

                                                            
                          

                                                                  CHOQUE DE GESTO:         
                                                  Meta economizar R$ 20 milhes em um ano
                                                  e reverter os recursos em obras comunidade

    Lanado na manh desta segunda-feira, 12, no auditrio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), bairro Ibituruna, o Programa Administrao Eficiente, que visa proporcionar um choque de gesto na Prefeitura de Montes Claros. A meta economizar cerca de R$ 20 milhes junto aos cofres pblicos, durante o primeiro ano da adoo da medida. O Programa ser desenvolvido pelo Instituto de Desenvolvimento Gerencial (INDG), conhecido nacionalmente e que atua no Governo de Minas Gerais.
    Para alcanar sucesso, o programa visa envolver, principalmente os servidores municipais, que sero capacitados e valorizados, a fim de que a Prefeitura passe a gastar menos, evitando desperdcios e custos desnecessrios e, ao mesmo tempo, realizando um trabalho mais eficiente e que atenda aos reais anseios da sociedade montes-clarense, tanto na cidade quanto na zona rural. Numa primeira etapa, 300 funcionrios de todas as secretarias da Prefeitura sero capacitados para o Programa, a ser ampliado gradativamente, visando um corte de gastos desnecessrios da ordem de 20 por cento. Os recursos economizados sero revertidos em obras, programas e servios essenciais.
    A proposta de choque de gesto em Montes Claros foi apresentada ao prefeito Luiz Tadeu Leite e ao secretariado no ms de novembro do ano passado, pelos representantes do INDG. Em dezembro, foi feito um diagnstico da situao no municpio, com realizao de entrevistas com 55 integrantes da atual administrao. Em janeiro, secretrios e assessores da Prefeitura acompanharam trabalho semelhante em outras cidades, numa visita de dois dias, da surgindo a deciso final de adotar o sistema em Montes Claros.
    O trabalho consistir em trs mdulos mentais. O primeiro, tem objetivo de alterar toda a rotina diria da Prefeitura, fazendo com que tanto os gestores quanto os servidores se conscientizem da necessidade de acabar com o desperdcio e aumentar a produtividade.
    O segundo envolve o comando do Executivo, a Secretaria de Administrao e o INDG, (prefeito, gestor e conselho tcnico), visando sempre analisar os trabalhos e os resultados que esto sendo alcanados a cada etapa. O terceiro mdulo compreendido pelo mtodo do Programa, que chega aos resultados positivos, conferindo toda a contabilidade da Prefeitura, verificando o que, na prtica, vem ocorrendo.
    O consultor-scio do INDG, Raimundo Godoy Castro Filho destacou a importncia do Choque de Gesto em Montes Claros e citou que os principais desafios sero vencer os problemas e conseguir resultados positivos com economia para os cofres pblicos e melhor atendimento s demandas sociais. "O nosso instituto j trabalha no Brasil e no Exterior, sempre alcanando os resultados esperados, que so conseguidos graas a estratgias diversas e participao de todos os envolvidos no Programa", afirmou Raimundo Godoy, lembrando que as economias devero ser feitas em todos os setores, sem a perda da qualidade dos servios. "Nossa meta economizar R$ 20 milhes em 12 meses. Entretanto, metade deste valor, ou seja, R$ 10 milhes, deve ser apresentada em 6 meses, para eficincia do choque de gesto", finalizou.
    O prefeito Luiz Tadeu Leite conclamou o apoio de todos os detentores de cargos de confiana e principalmente dos servidores da Prefeitura de Montes Claros, para que o Programa Administrao Eficiente seja um sucesso. " certo que administraes esto cada vez mais se modernizando e j no so como antes. E em todas prefeituras existem desperdcios.
    Por isso, estamos adotando este programa, visando um moderno choque de gesto, que certamente trar resultados no s para nossa administrao, mas para os prximos dez anos", afirmou o prefeito Luiz Tadeu Leite, lembrando que o objetivo economizar e, ao mesmo tempo, melhorar a qualidade da prestao de servios junto comunidade como um todo.
    A solenidade de lanamento do Programa contou com expressiva participao de representantes da Prefeitura, bem como de entidades e rgos de Montes Claros. O auditrio da OAB ficou lotado e entre os representantes, diretores da Associao Comercial e Industrial (ACI), Cmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Comando Regional da Polcia Militar (CRP), Associao das Empresas do Distrito Industrial (Assedi), membros de associaes comunitrias, e outros, que destacaram apoio medida que est sendo adotada pelo municpio de Montes Claros.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 15, 2010

    Ponto de Vista. a vista olhada de um ponto!!!

                                                               
                                                                                                 O Minuano das Gerais

                                                                                                        Wagner Gomes

    O minuano, vento frio e seco que penetra no Brasil pelo Rio Grande do Sul, atinge o Paran e Santa Catarina, pode chegar aos estados da Amaznia e do Nordeste. Ele gela os ossos e entra pelas frestas das janelas, mesmo fechadas.  
    As pessoas precisam de muitas roupas de abrigo, e dobrar uma esquina, quando vem o minuano, originalmente uma tribo indgena j extinta, composta de ndios guerreiros e grandes cavaleiros nmades.  
    Pois nas asas desse vento que surge a candidatura Dilma Roussef, quem sabe, como se fora um arqutipo do inconsciente coletivo que se pode materializar como uma conscincia coletiva do velho PT, repleto de ideologias transmitidas pela cultura e linguagem do lulismo que se forma acima do partido. Quando se esmaecia na memria um tempo poltico que gerava fatos assombrosos, hoje banalizados, a tendncia que se formava era a de que o Presidente Lula pautava o pas. A as coisas comeam a se movimentar em outra direo. O judicirio reage s crticas do Presidente que, acuado, desdisse, irritado, o que dissera sobre as multas que levou ao promover a candidatura da ex-ministra Dilma. Sua candidata comea, ruidosamente, a campanha por Minas e, ao depositar flores no tmulo de Tancredo, faz aflorar a postura do PT que expulsou de seus quadros os deputados que nele votaram para assumir a Presidncia em 1985.
    Ao tentar reviver um movimento, em Minas reconhecido por Lulcio, e estimular que seus conterrneos adotem processo semelhante, cunhou a expresso Anastadilma, rechaada pelo atual governador, professor Anastasia, que, prontamente, bradou aos quatro ventos: "Minas Serra". Vida que segue, at que, refutando todos os factoides que o fariam cruzar os braos no processo sucessrio, ressurge Acio Neves na conveno do PSDB e, como que incorporando seu av Tancredo Neves, rouba a cena naquele encontro, com apotetica entrada, seguida da apresentao de uma retrica retumbante. Desmentindo falsas premissas, recoloca a histria em seu trilho, ao lembrar que o Brasil no foi descoberto em 2003 e, enfaticamente, afirma em alto e bom tom que vai ficar ao lado de Serra, para onde ele, Acio, for convocado. Seria a senha para aceitar, definitivamente, ser o candidato a vice? Em breve descobriremos.
    Foi dada a largada para a corrida sucessria, e a oposio encontrou o seu mote. Por trs dessa ameaa "quanto mais mentira os adversrios disserem sobre ns, mais verdades diremos sobres eles"
    - existe um tom conciliatrio do candidato Jos Serra ao, tambm, dizer: "o Brasil no tem dono e no se pode jogar pobres contra ricos".
    Vai ser preciso que o minuano se adapte melhor velha brisa das gerais, para se tornar um real contraponto poltica do caf com leite, ora ressuscitada. A urgncia de nossas mudanas, vitais para que, de fato, nos modernizemos, requer que um dos candidatos adote a bandeira de uma verdadeira reforma poltica, sem sombra de dvidas a me de todas as reformas de que precisamos. Sem ela, todo o resto alegoria e adereo, e o Brasil fica como se fora um estafermo.


     

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 15, 2010

    Vale vai investir mais de 600 milhes de reais em Caratinga.

    Divulgao
    Assinatura de protocolo entre o Estado e a Parques do Vale
                     Assinatura de protocolo entre o Estado e a Parques do Vale

    Vale vai investir mais de 600 milhes de reais em Caratinga.Investimentos no valor de R$ 620 milhes sero feitos no municpio de Caratinga, no Vale do Rio Doce, at 2028, para implantar um grande projeto imobilirio, contemplando um parque tecnolgico, um distrito industrial, um centro comercial e condomnios residenciais para as classes A, B e C.
    Conforme previsto no protocolo assinado com o Governo de Minas, no final da tarde desta quarta-feira (14), o investimento ser realizado pela Parques do Vale Loteamento e Empreendimentos Imobilirios Ltda., pertencente a holding Egesur, a principal acionista da Egesa Engenharia S.A, uma das mais importantes empresas do setor de construo pesada.
    "No h na regio um investimento que possua o mesmo conceito e magnitude dessa empreitada, que proporcionar ampla gerao de emprego e renda, um objetivo que vem sendo perseguido e incentivado pelo Governo de Minas como pilar para o desenvolvimento mineiro", enfatizou o secretrio de Estado de Desenvolvimento Econmico, Sergio Barroso.
    Com a implantao, devem ser criados 2.700 empregos diretos e outros 2.700 indiretos. Anualmente, o faturamento previsto de R$ 65,4 milhes, perfazendo um total de R$ 719,4 milhes at 2021.
    Segundo o cronograma, o projeto deve ser iniciado em julho deste ano e o comeo das operaes est previsto para janeiro de 2011. O empreendimento imobilirio ocupar uma nica gleba de cinco milhes de metros quadrados. Sero destinados 127 lotes, o equivalente a 430 mil metros quadrados, ao distrito industrial, j o parque tecnolgico ocupar 190 mil metros quadrados (46 lotes). Outros 186 lotes (470 mil metros quadrados) devem abrigar o centro comercial.
    "H potencial para instalao de empresas do setor de logstica de distribuio no local, alm do distrito industrial ser estruturado para receber fornecedores de grandes companhias do setor siderrgico com unidades na regio, como Usiminas e ArcelorMittal Inox Brasil", explicou Joo Olyntho Ferraz Neto, gerente de Empreendimentos Imobilirios da Egesa.
    Os condomnios residenciais para populao das classes A, B e C sero sediados na maior rea de 1,9 milho de metros quadrados o mesmo que 2.150 lotes. Do total de 500 hectares destinados s moradias, 50 hectares foram reservados para atender a projetos sociais de casas populares. Quando todo o empreendimento for consolidado, ele ter capacidade para abrigar aproximadamente 46 mil pessoas.
    De acordo com Adalberto Otvio Campos, diretor da Egesa, o grupo de acionistas j possua o desejo de investir no setor imobilirio e identificou nesse empreendimento uma oportunidade atraente, combinando custo adequado e a possibilidade de reunir em uma nica rea negcios diferenciados.
    Localizado em um ponto estratgico, o espao ser posicionado prximo ao centro do Colar Metropolitano do Vale do Ao, que integrado por 26 cidades Timteo, Coronel Fabriciano, Ipatinga, Caratinga, Belo Oriente, entre outras , que totalizam aproximadamente 600 mil habitantes.
    O empreendimento conta com o projeto urbanstico finalizado e os projetos ambientais devidamente protocolados na Superintendncia Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel de Minas Gerais (Supram). J os projetos executivos esto em fase de concluso.
    A empresa
    A Parques do Vale Loteamento e Empreendimentos Imobilirios Ltda. constitui sociedade empresria limitada de propsito especfico, tendo por objeto desenvolver um loteamento, nos termos da Lei n 6.766/79, bem como eventuais empreendimentos imobilirios, nos termos da Lei n 4.591/64, em imvel localizado no municpio de Caratinga.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 15, 2010

    Recomendo ler o melhor jornal de economia de Minas. Tradioque comeou a 77anos.

    LEIA NA EDIO DE HOJE NO DIRIO DO COMRCIO



    Varejo em Minas cresce pelo 10 ms consecutivo


    Pesquisa do IBGE revela que as vendas do comrcio varejista mineiro registraram expanso de 10,9% em fevereiro ante igual ms do ano anterior. O desempenho positivo pode ser atribudo ao aumento da massa salarial ao longo dos ltimos meses, alm das medidas de reduo do IPI para a linha branca, automveis, materiais de construo e mveis.





    EPE nega ameaa de faltar energia nos prximos anos


    Oferta deve atender maior demanda industrial. LEONARDO FRANCIA. A oferta atual de energia no Brasil suficiente para sustentar o crescimento da indstria nacional nos prximos anos, estimado pelo governo federal para 2010 entre 5% e 6%. De acordo com estudo da Empresa de Pesquisa Energtica (EPE), at 2014, o pas vai gerar um excedente mdio de 5 mil megawatts/hora ao ano, volume capaz de suprir sucessivos aumentos de demanda. "Dos pontos de vista estrutural e conjuntural, a oferta no ser ...





    Hidrovia do So Francisco ter aportes de R$ 426 mi


    As obras de revitalizao da Hidrovia do So Francisco, entre Pirapora (Norte de Minas) e Juazeiro (BA), e Petrolina (PE) devem receber aportes da ordem de R$ 426 milhes entre 2011 e 2014. O projeto do corredor logstico foi includo na segunda etapa do PAC 2.





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 15, 2010

    Governador Anastasia vira hoje, cidado de Contagem.

                                         

    O governador Antonio Anastasia (PSDB) recebe hoje, s 19 horas, na Cmara Municipal de Contagem, o ttulo de Cidado Honorrio, pelas aes desenvolvidas em prol do progresso e desenvolvimento da cidade. A iniciativa da homenagem partiu do vereador Ivayr Soalheiro (PSB).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 14, 2010

    Hlio Costa vai receber o Ttulo de Cidado Honorrio de Ouro Preto. Solenidade ser domingo, dia 18, s 14 horas na Cmara de Ouro Preto. Confira!!!

                                                                
                                          
    18 de abril de 2010 Domingo

    Ouro Preto - MG

    14h00  -    Senador Hlio Costa recebe o Ttulo de Cidado Honorrio de

    Ouro Preto

    Local: Cmara Municipal

    Endereo: Praa  Tiradentes, n 41

     15h30 -      Solenidade em comemorao aos 30 anos de fundao do PMDB Nacional,  mineiro e municipal.

    Local: Praa Tiradentes

    16h30 -      Colocao de Coroa de flores  no Pantheon dos  Inconfidentes.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 14, 2010

    Sensus. Pesquisa aponta empate tcnico entre Dilma e Serra.

                                              
                     Foto arquivo google.

    Pesquisa eleitoral divulgada nesta tera-feira aponta empate tcnico entre os pr-candidatos presidncia da Repblica Dilma Rousseff (PT) e Jos Serra (PSDB).
    O tucano aparece com 32,7% das intenes de voto, contra 32,4% da petista.
    O levantamento foi feito pedido do Sindicato dos Trabalhadores nas Indstrias de Construo Pesada de So Paulo, pela Sensus Consultoria e Pesquisa.
    O deputado Ciro Gomes, do PSB, ficou com 10,1% das intenes de voto,
    enquanto a senadora Marina Silva, do PV, com 8,1% da preferncia do eleitorado.
    O percentual de votos brancos e nulos foi de 7,7%, outros 9,1% no souberam ou no responderam.
    A margem de erro de 2,2 pontos percentuais. Sucesso. Levantamento da Sensus revela crescimento de cinco pontos percentuais da pr-candidata petista


                                                     

    Contratante e registro na Justia levam contestao da sondagem


    Pesquisa Sensus encomendada pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indstrias de Construo Pesada de So Paulo (Sintrapav), divulgada ontem, aponta empate tcnico na corrida presidencial entre Jos Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT). Enquanto o tucano aparece com 32,7%, a petista tem 32,3%. Esse o resultado mais apertado j obtido.
    De acordo com a sondagem, o deputado Ciro Gomes (PSB) recebeu 10,1% das intenes de voto e a senadora Marina Silva (PV), 8,1%.
    Em outro levantamento realizado pelo mesmo instituto, divulgado em fevereiro, mas encomendado pela Confederao Nacional dos Transportes (CNT), o pr-candidato tucano recebia 33,2% da preferncia do eleitorado contra 27,8% da ex-ministra da Casa Civil. Com isso, a diferena que era de 5,4 pontos percentuais, caiu para 0,4 ponto.
    J num cenrio sem Ciro Gomes, Serra aparece com 36,8% e Dilma com 34%. Marina teria 10,6%.
    Na principal simulao de segundo turno, 
    com os dois provveis candidatos mais fortes,
    Serra aparece com 41,7%
    Dilma, com 39,7% das intenes.
    O Sensus tambm realizou a pesquisa espontnea, na qual no so apresentados os nomes dos candidatos ao entrevistado. Dilma aparece em primeiro nesse quesito, mencionada por 16%. O presidente Lula, que no ser candidato nas prximas eleies, tem 15,3%. Serra aparece em terceiro, com 13,6%. Marina tem 2,5% e Ciro, 1,6%.
    O levantamento questionou ainda a rejeio do eleitor aos pr-candidatos. Marina Silva primeira e no receberia voto de 30,7% dos entrevistados. A taxa de rejeio de Serra de 28,1%, a de Ciro, de 27,9% e a de Dilma, de 26,3%.
    Reportagem publicada no sbado pela "Folha de S. Paulo" mostrou que, no registro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), constava outro contratante: o Sindicato de Trabalhadores em Concessionrias de Rodovias (Sindecrep) de So Paulo, que no a encomendou. A Sensus afirmou se tratar de um erro, corrigido em seguida.
    A contratao da pesquisa foi questionada ontem. O Sintrapav filiado Fora Sindical, responsvel pela divulgao dos nmeros. O presidente da Fora o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT), cujo partido apoia Dilma Rousseff.
    Alm disso, ontem, no banco de dados do TSE, constava um pedido de impugnao da pesquisa. Segundo a Corte, tratava-se de uma contestao do PRTB, que ser analisada por um ministro, mas isso no impediria sua divulgao.

    A pesquisa Sensus entrevistou 2.000 pessoas entre 5 e 9 de abril em 24 Estados.
    A margem de erro de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.
    Ela est registrada no TSE com o nmero 7594/2010.





    REJEIO:

    Dilma: - 26,3%

    Serra: - 28,1%

    Ciro: - 27,9%

    Marina:  -30,7%



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 14, 2010

    Embroglio mineira!!!

    PT ter prvias dias 2 de maio para decidir entre Patrus e Pimentel. At l como disse o deputado federal Virglio Guimares: " o PT gosta de fortes emoes". Alis falando em Virglio - que conheo de meus tempos de reprter poltico da Globo - se registrou como pr-candidato ao senado. O deputado estadual Welinton Prado tambm.

    Sempre me perguntam, ansiosamente: O PT ter candidato prprio ou vai apoiar o senador Hlio Costa? Como reprter no sei responder. Simplesmente no tenho os fatos definitivos que saem sempre da equao, quem, como, quando, onde, por que?
    O resto especulao para encher coluna de jornal, de blogs... no entro nessa seara.
    A vantagem que ningum tem a resposta. S com o tempo - que vai de hoje at 2 de maio - que teremos uma viso das manobras de bastodores no imenso tabuleiro de xadrez, aonde todos jogam freneticamente.
    Se der Patrus, h quem  diga, fica menos difcil um acordo com Hlio Costa do PMDB. Afinal, Patrus deixou o ministriuo a pedido do presidente Lula para equilibrar o jogo, aonde Pimentel achava que estava s e senhor do PT mineiro para ser candidato a governador.
    Na minha tica, cabe ao senador Hlio Costa ficar calado - sem aceitar provocaode qualquer ordem - mas acompanhando os movimentos do PT sem se encantar com o canto da sereia dos outros partidos - como o PDT - quer indicar o nome do vice, o deputado federal Mrio Hering de Juiz de Fora.
    Aqui sugiro ao senador Hlio Costa que relembre o que o velho Tancredo:
    " poltica para profissional".
    Olha: se o senador continua a liderar as pesquisas tem mais que no ficar paralisado: continar a visitar o interior de Minas, procurando os "cumpanheiros" do PMDB.
    O prprio senador numa entrevista que gravei com ele para Rede Globo -muitos anos - logo depois de vencer a conveno do PMDB numa disputa com o deputado Getlio Neiva disse:
    "nossa vitria vem da fora que vem do interior".
    Tenho dito!!!

                                                                              Da srie:
                                                     UMA FOTO VALE POR MILPALAVRAS


                                    


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 14, 2010

    Fala governador Anastasia!!!










                                                     Cria Metropolitana Belo Horizonte
                                Entrevista do governador Antonio Anastasia para a Radio Itatiaia

                                                        
                                                                             Assunto :
                                                                
    visita ao Dom Walmor,
                                                         eleies 2010, segurana pblica
                                                       e greve dos servidores da educao

    Descrio :
    Evento: Encontro com Dom Walmor
    Local: Cria Metropolitana Belo Horizonte
    Data: 09-04-10


    Primeiramente, esta a primeira visita oficial ao Dom Walmor?

    Sim, a primeira visita oficial como governador a Dom Walmor. Eu tenho feito visitas oficiais, estou fazendo diversas. Acho que faz parte da questo institucional e o Palcio Cristo Rei, sede do nosso arcebispo, vizinho ao Palcio da Liberdade, merece de pronta a visita do governador de Minas. Ento, estou fazendo esta visita com muito orgulho e honra e tambm de respeito de todos mineiros ao nosso arcebispo.

    Voltando questo famosa do Dilmasia ou Anastadilma, alis, qual que o Senhor prefere: Dilmasia ou Anastadilma?
    Eu j disse que no nenhuma coisa, nem outra. Ontem mesmo, em Braslia, muito me indagavam sobre o pronunciamento da ministra Dilma, que foi dado na nossa sempre muito ouvida Rdio Itatiaia, com grande repercusso nacional, e eu explicava que, em primeiro lugar, ns ficamos orgulhosos e satisfeitos porque todo elogio ns ficamos satisfeitos e ela reconheceu o exemplo que foi o governo Acio Neves. Mas ns no temos cogitao desse tipo de expresso ou de realidade aqui. Ao contrrio, ns vamos trabalhar firmes, j estamos fazendo, dentro do que permite a legislao, a favor do nosso candidato que ser o governador Jos Serra, e, evidentemente, mostrar as conquistas que nosso partido, o PSDB, e seus partidos aliados fizeram no s em Minas como no Brasil, mostrar as qualidade do governador Serra e eu tenho a convico de que, em Minas Gerais, ns teremos uma situao muito favorvel a essas nossas candidaturas. Ento, claro, que essas questes eleitorais elas vo agudizar a partir do segundo semestre, quando os debates vo acontecer, as ideias viro tona, os candidatos vo expor com mais liberdade quais so as suas propostas, os seus programas e, agora, uma fase um pouco de especulao, talvez por isso mesmo surjam essas ideias um pouco inadequadas talvez.

    Gostou do Serrlio?
    Tambm volto a dizer o mesmo caso. Eu acho que vamos ter aqui, de maneira muito clara e deixar isso claro populao, que ns temos candidato a presidente que o governador Serra e a minha candidatura minha reeleio, ento, portanto, esse que ser o grande esforo da nossa base poltica que muito expressiva e majoritria em Minas Gerais.

    Governador, o que fazer para dar segurana para que a populao desses bairros do toque de recolher acredite na polcia? Que tipo de atitude o Senhor pretende tomar se continuar esse toque de recolher l? Que preocupao isso est trazendo para o Senhor?
    uma preocupao grande. Eu, na quarta-feira, despachei longamente com o secretrio Moacir, com o comandante coronel Renato, e determinamos aes mais enrgicas possveis porque intolervel que, de fato, isso ocorra, ainda mais em razo que os nossos nveis de segurana pblica melhoraram muito. Ento, nos dias de hoje isso inconcebvel. Ontem noite, o coronel Renato me comunicou que ia fazer ao, que est em curso. Pela manh, ao vivo pela prpria Rdio Itatiaia, eu escutava o que estava acontecendo l naquele bairro. Ele me relatou que ontem o juiz deferiu diversos mandados de busca, at mandados de priso. H um trabalho prvio de inteligncia para identificar a fonte dessas ameaas, que j foi feito. Eu voltarei a ter uma nova reunio segunda-feira pela manh com a chefia das polcias para fazer um balano disso e, eu acredito, que ns devemos ter, fundamentalmente, a participao do cidado.

    Hoje mesmo, pela manh, na prpria Rdio Itatiaia, o coronel Renato, e o Dr. Marco Antonio, em longa entrevista que eu ouvi, demonstraram de modo muito claro que a presena do Estado efetiva e ns temos condio de dar segurana. Agora, claro que segurana pblica um compromisso de todos. Ento fundamental que o cidado de bem ele participe. Se ele tem os seus temores, e isso faz parte, pode ser que tenha, ela pode usar o disk-denncia.

    Ele vai num telefone pblico qualquer, at longe de sua casa, se for o caso, e no h nenhuma identificao, e dar informao porque isso que fundamental: o cidado de bem colaborar com as foras pblicas, colaborar com as polcias, de maneira reservada, para que ns tenhamos a informao porque a polcia hoje no mais uma polcia de fora, de brutalidade. A ao policial, tanto civil quanto militar, uma ao de conhecimento, de inteligncia, de informao e no podemos tolerar que o nosso cidado de bem ele fique merc de ameaas de criminosos. Ento, o poder pblico vai continuar agindo e eu determinei ao comando agir de forma exemplar para no permitir ou que isso permanea e que venha ocorrer novamente para demonstrar que o poder pblico confere e d segurana, claro, ao nosso cidado.

    Porque j h um medo do cidado mineiro de ter que cortar o mal pela raiz pra gente no se transformar num Rio de Janeiro.

    claro e estamos completamente distantes dessa realidade. Os indicadores nossos de violncia so completamente distintos do estado do Rio de Janeiro. A efetividade das nossas polcias completamente distinta. Temos hoje um aparato policial muito aplaudido e modelo no Brasil e os nossos indicadores melhoraram muito nos ltimos anos e vocs so testemunhas disso.

    Ento no podemos deixar que um episdio menor como esse lance essa dvida e lance o descrdito. Agora, o que temos, eu conversava at por coincidncia com Dom Walmor nessa visita, ns estamos enfrentando o mal sculo, que a questo das drogas. A questo das drogas, hoje, est presente no s nas cidades grandes, mas tambm nas cidades pequenas, uma questo de segurana, mas tambm de educao, de sade pblica, de estrutura familiar e se no combatemos, de maneira muito violenta quando falo ns no s o poder pblico, mas tambm a sociedade, as famlias, todos , a questo das drogas, ficaremos no futuro sempre merc disso porque ns estamos, lamentavelmente, enfrentando uma guerra que significar o futuro da nossa sociedade.
    Ento, por isso, o empenho do governo. E eu fao, aqui, um apelo a toda sociedade, ao cidado de bem que colabore. Temos um sistema extremamente eficiente de Disk-denncia que para receber informaes. Ns estamos trabalhando duro, mas precisamos da colaborao da sociedade.

    Apesar dos 10%, os servidores da rede estadual esto em greve.
    Essa greve, eu volto a dizer, no vimos ainda a repercusso, os desdobramentos. Eu conversava ontem com a secretria Vanessa, que me deu um quadro, vamos conversar hoje novamente, mas essa greve uma greve estranha porque concedemos o reajuste, eles tm uma solicitao, eu digo sempre que sempre justa, que todo pedido de aumento positivo.

    Mas j estamos praticamente com impossibilidade legal de conceder reajuste em razo da legislao eleitoral. J concedemos, at em valor superior ao piso remuneratrio que o prprio Supremo definiu que .

    Hoje pela manh tambm, eu escutava o presidente do sindicato e temos, na realidade, o seguinte, volto a esclarecer o que eu j disse aqui tambm pela prpria Rdio Itatiaia. Temos uma legislao que determina um valor de remunerao e aqui uma distino importante que as pessoas tm que saber entre o piso e a remunerao.

    O Supremo Tribunal Federal entendeu, atravs de um voto do ministro Joaquim Barbosa, que entende-se como piso a remunerao paga ao servidor. Ento, para 40 horas seria hoje era R$ 950, houve uma pequena correo para R$ 1.040, me parece, para 40 horas. Pagamos para 24 horas, 24 e no 40, R$ 935.

    Ento, est perfeitamente enquadrado dentro dos critrios. Agora, claro, que gostaramos de pagar mais, mas, alm disso, temos os limites da Responsabilidade Fiscal, onde j estamos no limite, como tambm os valores oramentrios.

    Ento, eu acredito que deve haver essa compreenso do governo conceder um reajuste no valor de 10%, inflao de dois anos somados, a inflao hoje no passa de 3,4% ao ano. Sabemos que ainda temos dificuldades e necessidade de aumentar esses valores, mas um dado, de fato, da realidade.

    O governador Acio tem uma frase muito positiva que conceder o aumento muito bom, mas que temos que ter a responsabilidade de conseguir pagar o reajuste.

    Ento, acredito que os professores tenham acompanhado. Tenho viajado pelo Estado inteiro, naturalmente tenho visto como ns melhoramos o sistema de ensino no Estado. A educao de Minas est muito bem, mas vamos continuar nos esforando para resolvermos a questo.

    Mas essa greve parece que tem, ento, essa estranheza, volto a dizer, em razo dessas circunstncias, da legislao eleitoral, da legislao de responsabilidade e do j cumprimento que temos de acordo com a deciso do Supremo Tribunal Federal, do piso remuneratrio.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 13, 2010

    SPATIFULLUS arranca na frente!!! Sintoniazao com a tendncia do momento econmico.

    Spatifilus vai expandir marca.
    Quer ter 42 lojas at setembro.




                                           Empresa adota novo layout em seus pontos de venda 
                                                            e reinaugura loja do BH Shopping
    A grife mineira de calados femininos Spatifilus, lder em seu segmento em Minas Gerais, com 36 anos de mercado, presente em mais de 2.500 pontos multimarcas em todo o Brasil e exportando para vrios pases, decidiu apostar todas as fichas no sistema de franchising. A empresa quer expandir em ritmo exponencial o nmero de lojas franqueadas saltando dos atuais seis pontos de venda para 25 novas franquias somente em Minas Gerais at setembro deste ano. Hoje a Spatifilus tem nove lojas prprias nos principais shoppings de Belo Horizonte e oito pontos franqueados nas cidades de Barbacena (1), Conselheiro Lafaiete (2), Governador Valadares (1), Ipatinga (1), Timteo (1), Sete Lagoas (1) e a recm-inaugurada loja em Divinpolis, aberta no ltimo dia 27 de maro.
    Marca Spatifilus chega a novas capitais
    Nesta nova etapa, a Spatifilus passa a expandir sua atuao em nvel nacional por meio do sistema de franquia, colocando sua marca prpria nas principais capitais brasileiras. At ento, os calados da grife eram comercializados em nvel nacional atravs de lojas multimarcas. No ltimo dia 5, a Spatifilus colocou sua bandeira em Macei, (AL), e no prximo dia 22 chegar a Vitria (ES). Os dois novos pontos so franqueados. Alm desses dois novos mercados, a Spatifilus tambm j est com prospeces avanadas em Recife (PE) e Braslia, participou de feira de franchising em So Paulo, onde tambm prospectou clientes, e abrir em outubro prximo sua primeira loja franqueada no Estado do Rio de Janeiro, na cidade de So Gonalo.
    "Lanamos a franquia Spatifilus, na verdade, h seis anos. Testamos nosso modelo ao longo desse tempo e obtivemos cem por cento de retorno em termos de satisfao e resultados dos nossos primeiros franqueados. A prova disso que nossa primeira franqueada j est partindo para a quarta loja, e o segundo franqueado, em menos de trs anos, j possui trs lojas", comemora Gilson Xavier de Oliveira, scio e diretor-presidente da empresa. "Agora podemos avanar de forma madura e consciente", assegura o empresrio.
    Investimentos
    O investimento na franquia Spatifilus a partir de R$ 150 mil para lojas de rua e R$ 85 mil em lojas de shoppings. O faturamento mdio mensal de um loja Spatifilus na capital de R$ 120 mil, enquanto o de uma loja do interior gira em torno de R$ 75 mil. A rentabilidade lquida mnima de 13% e o retorno do investimento se d, em mdia, entre 24 e 36 meses. Historicamente, porm, segundo a empresa, este retorno tem sido alcanado em menos de 18 meses, sendo que um franqueado j conseguiu superar esta mdia, obtendo o investimento de volta em menos de um ano.
    Diferencial competitivo
    Segundo Gilson Oliveira, um grande diferencial da franquia o fato de a Spatifilus possuir indstria prpria, "que no segmento de moda nos permite reagir de forma rpida quanto produo, podendo atender s demandas dos nossos franqueados".
    Lojas em BH ganham novo layout
    A Spatifilus est investindo tambm na revitalizao das suas nove lojas prprias na capital mineira. O novo padro visual e arquitetnico dos pontos de venda visam ao conforto e bem estar do cliente, melhor circulao interna, melhor acesso aos produtos e iluminao mais adequada.
    A arquiteta Renata Malachias Tavares, responsvel pelo projeto, detalha a sua concepo.
    "Procuramos modernizar a imagem da loja, adequando-a qualidade dos produtos. O foco do projeto foi sempre o de proporcionar o bem estar e conforto do cliente, sua fcil circulao pelos diversos espaos da loja, alm de surpreend-lo pelo novo, que instiga seu olhar.
    O novo conceito das lojas Spatifilus busca tornar os produtos mais acessveis aos clientes. A rea de exposio cresceu na profundidade, mantendo-se uma altura limite, para que tudo possa ser acessado. Na arquitetura da loja Spatifilus, procuramos trabalhar uma linguagem aconchegante e bastante contempornea, com uma paleta de cores partindo do branco indo at o cinza, com alguns poucos elementos mais escuros pontuando a loja. Solues contemporneas - como a estampa grfica do fechamento do mezanino, vidro pintado no balco e prateleiras de vidro com o suporte embutido - aparecem junto a materiais clssicos, durveis e atemporais, como o granito e o couro natural. A iluminao tambm foi minuciosamente estudada, para destacar os produtos, reproduzindo fielmente suas cores. Na rea de experimentao, optamos por iluminao mais confortvel para o cliente, reduzindo as possibilidades de ofuscamento.
    O layout da loja divide sua rea em exposio (vitrine e expositores internos), experimentao (bancos e espelhos) e atendimento (balco), deixando um vazio central, para permitir a melhor circulao e acesso aos produtos. Volumetricamente trabalhamos amplido na entrada da loja, criada pelo p direito duplo. O fechamento do mezanino decomposto em volumes diferentes, criando movimento e destacando o elemento grfico central.
    O que mais destaca no novo projeto que a loja ficou mais limpa, clara e contempornea", conclui a arquiteta.
    Ficha Tcnica:
    rea total da loja: 75m2.
    Tempo mdio de obra por loja: 1 ms.
    Arquitetos responsveis:
    Renata Malachias Tavares
    Denise Marques Bahia
    Eduardo Mascarenhas Santos
    Os arquitetos trabalham com projetos de arquitetura residencial, comercial e de interiores. So parceiros da Spatifilus calados desde o ano de 2001, j tendo executado projetos para mais de 20 lojas da marca.
    Spatifilus cria 20 linhas para a coleo Outono-Inverno 2010 ousando em termos de cores e materiais
    Ousadia e bom gosto marcam a coleo Outono-Inverno 2010 da grife mineira de calados Spatifilus. A marca criou 20 linhas para esta coleo, que foram apresentadas com exclusivida na ltima edio da Couromoda, em So Paulo, em janeiro. A proposta bsica oferecer conforto e praticidade mulher no dia-a-dia, sem abrir mo da informao de moda e estar antenada com as ltimas tendncias, sempre com muito bom gosto e elegncia.
    Para fugir um pouco da sobriedade exagerada que prevalece nas colees de inverno, a grife mineira brincou com as cores. Utilizou o vermelho intenso, sozinho ou combinando com outras cores, tons claros, como os azuis, ou ainda com variaes de caf chegando ao preto, em couros como Piton, em estampas tipo lagarto, vernizes e metalizados (cristais, taxas, strasses) e flores nos detalhes para "iluminar" as colees.
    Nas estruturas, bicos redondos, meia pata, plataformas e flats (rasteiras) confortveis e prticas, adornadas com taxas e flores. Alm das botas montarias, de salto 6,5, mais grosso, botas cow boy repaginadas, com taxas e bordados, em couro pton, at botas sofisticadas, em salto 11.
    "A moda hoje muito verstil e permite combinaes e experincias, em termos de cores e materiais, antes inimaginveis. A preocupao da Spatifilus foi oferecer um mix bastante variado, sem perder de vista sua identidade enquanto marca, voltada para calados prticos, que atendam a mulher no dia-a-dia, oferecendo conforto em sintonia com bom gosto e design, contemplando uma ampla faixa de pblico, desde mulheres muito jovens at jovens senhoras, na faixa dos 35, 40 anos", explica a estilista da marca, Solange de Almeida, ex-proprietria da Engenho.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 12, 2010

    Poltica de boa vizinhana. Diretroria da ANATEL, em Braslia, fez visita de cortesia ao novo ministro das Comunicaes, o advogado Jos Artur Filardi.


                                                      
                                                                          Foro arquivo:
                                                           JCA, Carlos Henrique Custdio, 
                                                                  presidente dos Correios
                                                        e o novo ministro das Comunicaes,
                                                                         Jos Artur Filardi.

    REGISTRO:
    A visita foi de cortesia. Estiveram com o novo ministro, o advogado barbacenense Z Artur Filardi, que sucessedeu o ex- ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa - que o indicou ao presidente Lula que o nomeou os conselheiros da ANATEL, tendo frente o embaixador Ronaldo Sardenberg - presidente da Anatel - o vice-presidente e conselheiro Antnio Bedran ; a conselheira Emlia Ribeiro, o conselheiro Joo Resende. Somente no pode estar presente na visita ao ministro Z Artur, o conselheiro da Anatel Jarbas Valente, que estava viajando. O ministro Z Artur recebeu os conselheiros da Anatel em seu gabinete e no seu estilo afvel, simptico, agradeceu a todos. O ministro nos disse recentemente que gostou muito da simptica visita dos conselheiros da Anatel. Fica o registro.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 12, 2010

    Em Juiz de Fora - aonde temos um grande nmero de acessos ao nosso BLOG - entre eles o gerente do Victory Bussiness Hotel, Gio Ahmad, uma novidade muscial chama a ateno e que recomendo. Confira detalhes!!!


    O competente e criativo gerente
    do Victory Businesse Hotel de Juiz de Fora,
    Gio Harmad

    Tera Jazz Bacco
    O Bacco Bar & Restaurante vai incrementar ainda mais a sua programao cultural de inverno, a partir deste ms, com o lanamento do Tera Jazz. O projeto ser lanado nesta tera-feirapassando a integrar o calendrio musical do Bacco, sempre s teras-feiras, levando ao pblico, o melhor do Jazz e da Bossa em uma linguagem Cool Jazz.

    O produtor musical do Bacco, Thiago Miranda, convidou o saxofonista Breno Mendona, para abrir o projeto. O Tera Jazz Bacco, alm do mais autntico Jazz, ainda vai brindar os presentes com a terceira dose de whisky inteiramente grtis. Breno Mendona vai se apresentar acompanhado de outro grande msico de Juiz de Fora. A programao cultural do Bacco ainda inclui MPB de qualidade s quintas, sextas e sbados.
     

    Currculo Breno Mendona

    Breno Mendona um msico extremamente experiente e se dedica msica desde os 13 anos de idade, trabalhando em vrias casas noturnas e orquestras de Juiz de Fora. Alm da grande bagagem prtica, Breno ainda se destaca pela precoce formao. Seu currculo inclui certificados como o da Bituca Escola de Msica Popular e ainda prmios como o Jovem Instrumentista BDMG, alm da recente participao em festivais como o Savassi Jazz & Lounge 2009.
    Para 2010, Breno est programando lanar seu primeiro CD pela Lei Murilo Mendes (Lei Municipal de Incentivo Cultura); assim como o produtor musical do Bacco Bar & Restaurante, Thiago Miranda, que atesta a qualidade do trabalho que ser apresentado pelo saxofonista na estria do Tera Jazz Bacco.

    Servio: +55 (32) 3249 1850 | www.victoryhoteis.com


     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 12, 2010

    O que o novo governador de Minas,prof. Antonio Anastasia ao presidente Lula em Braslia, Confira!!! FALA GOVERNADOR!!!







                                          

                                                                           Assuntos
                                                       Encontro com o presidente Lula, 
                                                                       Eleies 2010,
                                                                        Lei antifumo

    Como foi a conversa com o presidente Lula?

    A conversa uma conversa muito amena, amistosa, mas de natureza absolutamente institucional, das relaes entre o Governo de Minas e o Governo Federal, falamos sobre diversos assuntos de obras no Estado, mas o objetivo principal da visita, de uma visita protocolar e republicana, porque acredito que at como critrio de boa educao, o governador do Estado, ao tomar posse, deve visitar os poderes em Braslia e, naturalmente, o chefe de Estado. Ento foi uma visita dessa natureza. O presidente me recebeu de maneira muito amistosa, e a conversa foi, portanto, nesse sentido.
    O senhor chegou a falar de projetos como a questo do metr de Belo Horizonte?
    No entramos em detalhes sobre os projetos. O presidente me relatou alguns projetos que vo haver do programa PAC-2, mas disse que posteriormente os estados esto sendo convidados a discutir com o Governo Federal, mas no entramos em detalhes em nenhum projeto, porque no era esse o objetivo dessa visita. O objetivo da visita, volto a dizer, foi de uma visita de natureza institucional para uma apresentao formal como novo governador de Minas Gerais.
    O que o senhor acha da histria da Andrea Neves, dela ser vice do Serra? Isso procede?
    No acredito muito nessa teoria. Acho que a Andrea Neves tem todas as condies para qualquer candidatura, mas no tenho notcia, no percebo nimo nela de candidatura. No creio que proceda no. Acho que algo fora, pelo menos, da cogitao que me parece plausvel nesse instante.
    E quanto fiscalizao sobre a lei antifumo em Minas?
    uma fiscalizao que importante, porque estamos comeando. uma lei muito inicial, comeou h poucos dias e claro que ela vai se desenvolvendo, inclusive, atravs do cidado que se sentir ofendido pela presena da pessoa que est fumando fora dos padres. Ento, ela vai ser implementada aos poucos no nosso Estado.
    Mas vai enrijecer, ficar mais rigorosa?
    Vai. Primeiro h um processo de orientao e de preveno, e depois, claro, a fiscalizao mais rigorosa pela Vigilncia Sanitria.
    Essa afirmao da ministra Dilma referente a "Dilmasia" e a o Hlio Costa comentando que poderia ser o Hlio Costa e o Acio como uma outra referncia. Isso criou um mal estar no Estado, pode confundir um pouco?
    No. No houve mal estar e volto a dizer o que disse hoje pela manh novamente. Em primeiro lugar, natural que no momento em que o governo elogiado, o governo se sente lisongeado e agradece. A ministra reconheceu os xitos do Governo Acio Neves, reconheceu a conduta pessoal do governador Acio como governador exemplar. Reconheceu, portanto, os xitos das nossas polticas pblicas de toda natureza, quer social, quer de infraestrutura, quer econmica e, por outro lado, essa questo de natureza poltica, evidente que ns temos a cada eleio um quadro, uma realidade distinta. O que pode ter acontecido no passado, certamente no acontecer nessa eleio, neste ano, porque eu tenho a certeza que ns, em Minas, o que natural, vamos trabalhar muito firmes pelo nosso candidato, que o governador Jos Serra e que, tenho certeza, ter um desempenho eleitoral extremamente positivo em nosso Estado. 
    Mas eu volto a dizer: Eu acho que a essa altura, no nosso campo, ns temos que nos preparar no campo das foras que compem o atual Governo de Minas, que segue a orientao poltica do governador Acio Neves, que um grande arco poltico e deixar as questes dos partidos da oposio, a despeito das nossas boas relaes pessoais com todos eles inclusive, hoje mesmo eu fiz uma visita tambm institucional e at de amizade ao vice-presidente Jos Alencar , para o campo das oposies. Vamos nos preocupar, nesse momento, com o nosso lado. Vamos organizar e preparar o nosso lado para a disputa eleitoral do segundo semestre.
    Mas no campo poltico, a presena, a visita da ex-ministra, de alguma forma atrapalha a sintonia do PSDB no Estado?
    No, de forma alguma, no atrapalha nada. Eu disse e tambm repito que eu acho perfeitamente natural que ns tenhamos todos os candidatos, no s a ex-ministra Dilma, mas tambm o ex-governador Serra, a ex-ministra Marina, o deputado Ciro Gomes, eles vo correr o Brasil inteiro. Eles vo no s a Minas como a todos os estados da Federao. Isso faz parte do processo democrtico e a presena dela em Minas Gerais no tem nenhuma vinculao com o nosso lado, com o lado do PSDB e das foras polticas que compem o nosso arco de alianas. Volto a dizer que ns estamos muito serenos e tranquilos, at porque eu acredito, na verdade, que a campanha s vai se agudizar, ela s vai esquentar propriamente a partir do segundo semestre, quando teremos os debates, quando teremos as ideias colocadas e a populao vai passar a ter um acompanhamento mais amide da questo eleitoral do que agora.


    Fonte: Assessoria de Imprensa do Governador


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 12, 2010

    Hoje na Tv Assemblia.

                                                            Mundo Poltico exibe entrevista
                                                              exclusiva com Marina Silva
    O programa Mundo Poltico da TV Assembleia apresenta uma entrevista exclusiva com a senadora Marina Silva, pr-candidata do PV Presidncia da Repblica. Questionada sobre o desafio de convencer um eleitor que est, em sua maioria, satisfeito com a atual situao do Pas, a senadora quer investir em planejamento e fazer do meio ambiente poltica estratgica de governo. Marina Silva responde a questes sobre poltica partidria, alianas nas eleies e alianas de governo, e lana um desafio: preciso repensar as relaes polticas no Pas. O programa vai ao ar nesta  segunda (12), s 8 horas.
     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 10, 2010

    Neste domingo na REDE SUPER: Programa Joo Carlos Amaral Entrevista.

                                                                         Exclusivo!!!
                                        Entrevista com o prximo presidente da poderosa FIEMG
                                                 - Federaodas Indstiras de Minas Gerais -
                                                 empresrio OLAVO MACHADO JUNIOR.

                                                                      Fique atento!!!

                                                                Domingo s 22 horas
                                                          na REDE SUPER, assista!!!



    O prximo presidente da FIEMG,
    OLAVO MACHADO JUNIOR
    candidato nico na eleio da prxima sexta-feira, dia 16, 
      o entrevistado deste domingo
     no meu programa "Joo Carlos Amaral Entrevista"
    na REDE SUPER de TV.
     Em BH cabo pela NET o 23. 
                                                                                    


       Assista neste domingo 22 horas.
    E na  segunda-feira,
    s 13h30m.
    Programa "Joo Carlos Amaral Entrevista".

     

    O "Programa Joo Carlos Amaral Entrevista"
     vai ao ar na TV  REDE SUPER,
    canal 23 da NET,
     todo domingo s 22 horas,
    com reprise s segundas-feiras s 13h30m.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 10, 2010

    Novo ministro das Comunicaes o advogado barbacenense Jos Artur Filardi. Confira o que pensa onono ministro e o senador Hlio Costa que transmitiu o cargo ele.

                                                          Novo ministro das Comunicaes
                                             promete continuidade nas aes de incluso digital    
     

                           

     
                                                          Jos Artur Filardi assume o cargo
                                          e prega ampliao de benefcios das polticas pblicas
                                                                      de telecomunicaes
     
     
    Jos Artur Filardi assume Ministrio das Comunicaes no lugar de Hlio Costa. (Foto: Fabrcio Fernandes/ASCOM/MC)Braslia O novo ministro das Comunicaes, Jos Artur Filardi, assumiu o cargo nesta quarta-feira, 31 de maro, prometendo ampliar os benefcios das polticas pblicas desenvolvidas nos ltimos quatro anos e meio no setor de telecomunicaes. Ele quer dar prioridade s aes na rea social, principalmente os programas de incluso digital, dando continuidade gesto do ex-ministro Hlio Costa. Na prxima segunda-feira, Filardi participa da primeira reunio ministerial do presidente Luiz Incio Lula da Silva com toda a nova equipe.
    "A nossa disposio a de manter o desenvolvimento desta poltica (de incluso social), to necessria em nosso dias, que abre horizontes inesgotveis, principalmente para os jovens, e lutar para aprofund-la ainda mais no caminho seguro do progresso com cidadania e justia social", disse Filardi, em discurso durante a cerimnia de transmisso de cargo, ocorrida no incio da tarde, na sala de reunies de seu gabinete.
    Jos Artur Filardi ocupa o cargo no lugar de Hlio Costa, que reassumiu seu mandato no Senado Federal. Ele era seu chefe de Gabinete. Senador pelo PMDB de Minas Gerais, Hlio Costa deixou o governo para disputar as eleies de outubro. Mineiro de Barbacena, 51 anos, o novo ministro advogado e administrador de empresas, tendo sido secretrio municipal em Barbacena, entre 2001 e 2004, exercendo, posteriormente, o cargo de assessor parlamentar no Senado. Tambm foi juiz classista durante seis anos.
     
    Sintonia
    O tom do discurso conciliador e de continuidade nas aes ministeriais, adotado por Filardi, vai ao encontro das determinaes do prprio presidente da Repblica. Na cerimnia de posse dos novos integrantes do primeiro escalo do governo federal, ocorrida no Palcio do Itamaraty, Lula recomendou aos titulares das pastas que assumiram hoje os cargos que se empenhem para melhorar os projetos j existentes, sem a necessidade de criar novos programas ou aes.
    "Vocs tm nove meses", disse Lula. "Tero esse tempo para construir suas passagens pelo governo. Portanto, tero que trabalhar mais, realizar mais, sem inventar nada de novo." O presidente brincou com os novos ministros: "Espero que vocs coloquem no chinelo os (ministros) que saram". Lula reconheceu os esforos de Hlio Costa no governo, destacando a implantao da TV Digital no Brasil como o carro-chefe de sua gesto frente do Ministrio das Comunicaes.
     
    Correios
    No discurso de transmisso do cargo, Jos Artur Filardi destacou os principais programas a serem aperfeioados nos prximos nove meses: telecentros comunitrios, Banda Larga nas Escolas, TV Digital, Rdio Digital e o projeto de modernizao dos Correios. "Essa proposta de medida provisria, a ser publicada nos prximos dias pela Presidncia da Repblica, vai transformar a ECT em uma moderna empresa de logstica, capaz de competir com qualquer outra do mundo", disse.
    Filardi elogiou Hlio Costa, destacando o "esforo" e o "dinamismo visionrio" do ex-ministro, que aprofundou as relaes do Brasil com os pases vizinhos colocando o sistema de TV Digital nipo-brasileiro como padro sul-americano. "Vamos persistir nessa linha de trabalho", declarou.
    No discurso de despedida, o ex-ministro Hlio Costa elogiou a capacidade de trabalho e empenho profissional do seu antigo colaborador, de quem amigo h muitos anos. "Foi certamente a escolha correta porque, alm de ser uma pessoa sria, muito dedicado", elogiou o senador. "Ele tem uma extraordinria capacidade de se relacionar com as pessoas".
    Hlio Costa fez ainda questo de agradecer aos secretrios de Comunicao Eletrnica, Zilda Beatriz Silva de Campos Abreu, e de Telecomunicaes, Roberto Pinto Martins. Tambm reconheceu os esforos do secretrio-executivo, Fernando Lopes Rodrigues, e saudou os presidentes da Anatel, embaixador Ronaldo Sardenberg, e dos Correios, Carlos Henrique Custdio, pela colaborao. "Atravessamos muitos momentos e quero agradecer a dedicao, a ajuda e a pacincia de todos", disse.
     
                                                      Abaixo, a ntegra do pronunciamento
                                                            do ministro Jos Artur Filardi,
                                                      na cerimnia de transmisso de cargo.

     
                            "Nesses quase cinco anos em que o senador Hlio Costa esteve frente do Ministrio das Comunicaes, o Brasil passou por uma revoluo na rea, com aes que modificaram a estrutura das telecomunicaes no pas e proporcionaram ao povo brasileiro condies reais de incluso na era digital das comunicaes.
                            Este trabalho apresenta hoje nmeros incontestveis de um avano tecnolgico indito, inserindo o Brasil no rol dos pases de maior progresso no setor de telecomunicaes.
                            A TV Digital j realidade em vrias capitais e mais de 10 cidades-plo com uma cobertura que atinge quase 70% da populao brasileira.
                            O projeto Banda Larga nas Escolas est presente em todos os municpios, beneficiando os alunos de 36.146 escolas pblicas urbanas. Em breve, iniciaremos as conexes de todas as escolas rurais.
                            O programa Gesac conta com 10.700 pontos de conexo em todo o pas, beneficiando desde aldeias indgenas a comunidades quilombolas, passando por assentamentos rurais, casas de cultura, bibliotecas e escolas pblicas, entre outros.
                            Nos ltimos anos, foram implantados 6.937 telecentros comunitrios em 5.476 municpios, o que significa dizer que 98% dos municpios brasileiros j possuem um espao pblico de acesso gratuito internet.
                            Esses so apenas alguns exemplos de aes bem sucedidas levadas a efeito pelo Ministrio das Comunicaes nos ltimos quatro anos e meio.
                            Outras aes esto em andamento, como a implantao das rdios comunitrias e a execuo do programa Rdio Digital, j delineado. Tais aes contribuem para a definitiva modernizao do Brasil com incluso digital no estratgico setor de telecomunicaes.
                            Vale lembrar ainda o projeto de modernizao dos Correios, que ir transform-lo em uma moderna empresa de logstica, capaz de competir, em p de igualdade, com qualquer outra do ramo em qualquer parte do mundo.
                            Hoje, pela dimenso alcanada por essas aes, imperioso manter sua continuidade e multiplicar os benefcios que elas podem trazer para todos os brasileiros.
                            Vejo com otimismo um futuro muito promissor para o Brasil, no qual este pas se destacar pelo dinamismo com que, graas ao trabalho e perseverana do ministro Hlio Costa, o governo do presidente Lula vem promovendo a incluso social por intermdio da mais avanada tecnologia da informao posta ao alcance das populaes mais pobres e, at ento, mantidas margem deste conhecimento.
                            A nossa disposio, ao assumir o Ministrio das Comunicaes, a de manter o desenvolvimento desta poltica, to necessria em nosso dias, que abre horizontes inesgotveis, principalmente para os jovens, e lutar para aprofund-la ainda mais no caminho seguro do progresso com cidadania e justia social.
                            Vamos persistir nesta linha de trabalho, valorizando os funcionrios do Ministrio, dando o devido reconhecimento excelncia de seu trabalho e procurando estar altura do esforo e do dinamismo visionrio de Hlio Costa que, de maneira to competente, venceu o desafio de implantar no Brasil um sistema de comunicao que hoje reconhecido por sua superioridade tcnica e que caminha a passos largos para se tornar padro sul-americano em tecnologia de TV Digital.
                           
     
                                                        Abaixo, a ntegra do pronunciamento
                                                                  do senador Hlio Costa,
                                                         na cerimnia de transmisso de cargo.

     
                           "Ns vamos receber o nosso querido companheiro ministro Jos Filardi Leite, com a equipe do Ministrio das Comunicaes que esteve comigo nestes ltimos 4 anos e meio onde ns tivemos a honra de trabalhar no governo do presidente Luiz Incio Lula da Silva e ajudar a promover um dos mais importantes programas de incluso digital das Amricas e no s do Brasil.
     
                           Quando cheguei aqui, a convite do presidente Lula eu trouxe alguns companheiros e assessores, alguns que me acompanham h muito anos, desde a minha investidura inicial no cargo de deputado federal h vinte anos atrs que conseguiram vencer comigo uma srie de batalhas, chegamos ao segundo mandato de deputado federal, depois, ao senado da repblica. E, como senador, a convite do Presidente da Repblica, assumindo o ministrio.
     
                            Eu fiz questo de colocar bem do lado, aqui, como chefe de gabinete do ministro, uma pessoa que no s tem qualidades excepcionais, mas est academicamente preparado. E, sobretudo, porque ele tem uma extraordinria facilidade de se relacionar com todas as pessoas que estiveram ou que passaram por esse ministrio nos ltimos quatro anos.
     
                           Aonde vou eu sempre encontro com um companheiro meu de Congresso Nacional, Senador, deputado, deputado estadual, prefeito, vereadores, entidades polticas que sempre tm uma palavra de elogio pela ateno, pelo carinho e pela pacincia que tem o Jos Artur Filardi ao tratar das coisas aqui, no ministrio, em meu nome e em nome de outros companheiros do ministrio.
     
    Desnecessrio dizer que todos aqueles que estiveram comigo tm uma parte muito importante nas vitrias todas que ns conseguimos.
     
                          Primeiro, com a implantao do plano da Televiso Digital brasileira, que hoje um sucesso em toda a Amrica. O nosso programa de Incluso Digital, como os Telecentros, que chegaram a cada um dos 5.465 municpios brasileiros. O programa Gesac transformado apenas numa ligao via satlite com 3 mil pontos para um sistema de atendimento s regies completamente fora do ente normal de recepo de internet e, hoje, caminhando para 18 mil pontos.
     
                         A preocupao que ns tivemos aqui, neste ministrio, e transformando sempre numa porta aberta paras as pessoas que precisam de necessidades especiais. O Ministrio das Comunicaes o ministrio que mais tem funcionrio com necessidades especiais. Alguns dos nossos melhores funcionrios. Ns desenvolvemos, aqui, programas para atendimento das pessoas que tm essas necessidades especiais.
     
                         Ns tivemos um relacionamento excepcional com a Empresa Brasileira de Correios e Telgrafos, principalmente, atravs do nosso presidente Carlos Henrique, dos seus diretores. Ns acabamos de conversar com o Presidente da Repblica, hoje pela manh, sobre a Medida Provisria que moderniza a Empresa Brasileira de Correios e Telgrafos e o presidente me disse que ela j venceu todas as etapas de discusses na casa civil e ela j est com ele e, a qualquer momento, ele vai poder envi-la para o congresso. Isso a, uma das coisas mais importantes que ns temos fazer nesses prximos nove meses, meu caro ministro Jos Artur. Porque os Correios, ainda esta semana lendo uma publicao especial da Revista Exame, os Correios so o maior empregador, a empresa que mais emprega no Brasil. 116 mil empregados. a segunda empresa em pagamento de salrios, primeiro a Petrobras. uma empresa que tem a responsabilidade de entregar 33 milhes de correspondncias e volumes todos os dias. Nossos carteiros e carteiras, a marca dos Correios, andam por dia o equivalente a 3 voltas em torno da Terra.
     
     
                         Desta empresa, eu tenho o maior orgulho, meu caro presidente, de ter estado ao seu lado, evidentemente, dos nossos diretores trabalhando pela modernizao dos Correios.
     
    Quero fazer um agradecimento especial ao presidente da Anatel, nosso embaixador Ronaldo Sardenberg. Que, evidentemente, pela sua experincia de ex-ministro de Cincia e Tecnologia, de embaixador de carreira, respeitado, mas, sobretudo, pela sua maneira cordial, pela sua ateno, pela sua conduo nos assuntos mais delicados dentro da agncia, ele pde manter com o Ministrio das Comunicaes um relacionamento primoroso onde tanto o Ministrio das Comunicaes, que aquele que determina as polticas pblicas de comunicao, quanto a agncia, que faz a implementao dessas polticas, tiveram um relacionamento, que eu acho que nunca tiveram. Muito obrigado, embaixador, pelo seu trabalho, pelo seu carinho, pela sua ateno.
     
                        Quero, tambm, fazer um agradecimento muito especial ao Marcelo Bechara, que foi o nosso assessor jurdico at quatro semanas atrs, quando ele foi para a Anatel, como procurador na nossa agncia. Eu sugeri o nome do Marcelo ao embaixador Ronaldo Sardenberg porque ele tinha cumprido, aqui, a sua misso com conhecimento profundo que tem das comunicaes e pela agilidade com que sempre conseguiu imprimir a todos os procedimentos que correram no ministrio. Ele, certamente, dar uma grande contribuio, e tenho certeza que dar, agncia, Anatel.
     
                        O Roberto Pinto Martins, que uma dessas extraordinrias cabeas da comunicao, eu conheci quando senador, como relator da Lei de Informtica, no Senado. E eu pedi, ento, poca, ao Ministrio da Cincia e Tecnologia que me enviasse um tcnico que pudesse me ajudar no entendimento, no encaminhamento das diversas aes que, at o momento, ns estvamos tratando. E o Ministrio da Cincia e Tecnologia me enviou o Roberto Pinto Martins. Eu fiquei to impressionado com o conhecimento do Roberto, que no dia em que o Presidente Lula me convidou para ser seu ministro, a primeira pessoa que eu liguei para perguntar se queria vir trabalhar comigo e assumir uma posio de destaque no ministrio, foi o Roberto. Essa maneira gentil, atenciosa, s vezes at, assim, meio sem jeito a gente fala com ele, elogia o Roberto e ele fica corado. Eu quero te agradecer, Roberto, todo apoio que voc me deu nos momentos mais complicados, nas discusses mais intrincadas que ns tivemos que viver aqui.
     
                      Eu tambm fui buscar entre os meus amigos mais ntimos, o responsvel pelo andamento do Ministrio das Comunicaes, pelo dia a dia do ministrio, pela administrao desta extraordinria mquina, que o Ministrio das Comunicaes. E eu fui pedir ao meu amigo Fernando Lopes que assumisse a secretaria geral (secretaria-executiva) no momento em que ns tivemos uma mudana no cargo e eu, realmente, fiquei extremamente contemplado com a vinda do Fernando Lopes porque nunca tivemos a menor dificuldade. Eu, praticamente, passei para ele todas as funes que o ministro normalmente tem junto rea administrativa, porque eu disse a ele que estava envolvido com trs projetos em que eu no podia perder um nico momento que no fosse com a TV Digital, com o nosso plano de Banda Larga nas Escolas e com o nosso de Telecentros. E o Fernando assumiu completamente todas as decises administrativas do ministrio com rigorosa execuo. Muito obrigado, Fernando.
     
                       A Doutora Zilda Beatriz funcionria do Ministrio das Comunicaes pelo menos h 30 anos. Ela no gosta de dizer que 37, mas no mnimo trinta. Porque eu me lembro que, eu ainda era menino pequeno em Barbacena e ela j era do Ministrio das Comunicaes tratando das questes de rdio. E ns tivemos a oportunidade de sempre procurar usar o talento dos funcionrios da casa. E por essa razo, a Dra. Zilda foi convidada a assumir a secretaria que cuida das questes da radiodifuso. Ns modernizamos o setor. Ns conseguimos voltar com as licitaes, que estavam paralisadas pelo Tribunal de Contas por quase quatro anos, conseguimos colocar em dia todo o processo de renovao de outorgas. E, mais incrvel, que apesar de cuidar de todo o processo analgico do ministrio, ns conseguimos fazer todos os projetos da televiso digital. E poder inaugurar a TV Digital em 21 das 27 capitais, preparar o projeto das outras que estaro funcionando at dezembro e mais em 20 cidades plo importantssimas, que j esto no sistema na nossa TV Digital j cobrindo cerca de aproximadamente 65% populao brasileira.
     
                         Eu passo com muito orgulho para o meu companheiro de tantos anos, ministro Jos Artur Filardi, as funes de ministro de Estado das Comunicaes.
     
    Deixo um agradecimento final.
     
                        No poderia deixar de mencionar trs funcionrios do ministrio que foram uma verdadeira sombra nesses quatro anos e meio. Seu Pdua, era o meu segurana, e os dois motoristas, Seu Assis e Seu Airton, que impreterivelmente nunca atrasaram meio minuto. Nem nos meus tempos de TV Globo eu fui to pontual. Mas eu tenho uma imensa gratido pelo trabalho, pela ateno, pelo carinho, a pacincia de estar sempre do meu lado. Em cada momento em que eu saio de uma reunio, de um evento, eu no preciso fazer mais nada. No que eu chego na porta, eu j vejo o Seu Pdua correndo pro carro e abrindo a porta pra mim. Eu, certamente, vou sentir falta disso. Mas no poderia deixar de agradecer ao Seu Pdua, Seu Assis e Seu Airton pelo carinho que tiveram comigo esse tempo todo.
     
                        Eu tenho inmeros amigos aqui dentro do ministrio que eu no poderia deixar de citar, mas se eu tiver que me lembrar de um a um, eu sou um pssimo 'lembrador' de nomes. E, ento, por essa razo, eu vou agradecer como um todo a cada um de vocs que participaram comigo dessa extraordinria aventura que foi estar aqui, no Ministrio das Comunicaes, num momento to importante da comunicao nacional, no instante em que ns fizemos a convergncia na comunicao brasileira.
     
     
                        Patrcia, voc agora vai ter que aprender alguma coisinha com a Ana Catarina porque ele no vai ter mais tempo de passar o fim de semana com voc. Ele no vai poder mais assumir os compromissos de viajar quando quer. Ele no vai poder fazer mais nada a no ser cumprir rigorosamente o que o presidente Lula determinou a ele hoje: ser melhor do que eu. Em nove meses ele tem que nos deixar no chinelo.
     
                       E foi, certamente, a escolha correta, porque, alm de ser uma pessoa sria, competente, com essa famlia bonita que est aqui, esse moo simptico com essas duas meninas lindas que esto ali e a Patrcia, so a famlia do Jos Artur. A coisa mais querida e mais cara para ele, a sua famlia. Isso muito bonito. 
     
                        E eu, como sempre, vou sair daqui de braos com a minha namorada.
                                                              
                                                      Assessoria de Comunicao Social


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 10, 2010

    Senador Hlio Costa,PMDB, tem agenda na Zona da Mata na segunda-feira. Confira!!!






    • 12.04-2010 Segunda-feira

     10h00 Mirai

                   Inaugurao das novas instalaes da Agncia dos 

                       Correios, com Banco Postal de Bicas

                       Endereo:  Rua Dona Ana,  n 90 - Centro

    11h30 -  Bicas

                       Inaugurao das novas instalaes da Agncia dos Correios, com 

                       Banco  Postal de Bicas

                       Endereo: Rua Afonso Alves Pereira, n 45 - Centro



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Abril 10, 2010

    Recomendo o melhor e mais srio jornal de economia de Minas. Confira!!!

    LEIA NA EDIO DE HOJE NO DIRIO DO COMRCIO



    Cenibra retoma investimentos em MG


    A Celulose Nipo-Brasileira S/A (Cenibra) dever desengavetar o projeto para duplicar o complexo industrial instalado em Belo Oriente, na regio do Rio Doce, devido recuperao da economia mundial. A ampliao, adiada pela crise global, que previa investimento de US$ 1,2 bilho, poder receber inverses de US$ 1,8 bilho. " hora de reavaliar este projeto e avaliar as possibilidades desta expanso, que pode ser concretizada por meio de parcerias", afirmou o novo presidente da Cenibra, Paulo Eduardo Rocha Brant.





    Unidade da Mangels ter investimento de R$ 85 mi


    O fabricante de rodas Mangels Industrial S/A far investimento de R$ 85 milhes para ampliar sua capacidade de produo na unidade de Trs Coraes (Sul de Minas).





    Aumenta procura nas entidades em MG


    O aquecimento da economia elevou a demanda por servios prestados por entidades de classe. No Servio de Apoio s Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais (Sebrae-MG), os atendimentos avanaram 79,7% no bimestre, ante igual perodo anterior. Na ACMinas, a procura dobrou na mesma base de comparao.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 9, 2010

    Z Alencar DESISTE de se candidatar a qualquer cargo nas eleies de outubro. Segunda-feira, com a viagem do presidente Lula aos Estados Unidos, o vice Z Alencar - pela legislao eleitoral - fica inelegvel.Ele se antecipou.

                                   

                                        Foi uma deciso pessoal, bem aceita pelo presidente Lula
                                            - afirmou o nossso vice-presidente da Repblica.

    Ele disse, se referindo aosjornalistas: "eu falei para vocs que s me candidataria se estivesse curado do cncer. Eu me sinto curado.
    Um milagre que surpreende os prprios mdicos.
    Mas como eles - por preveno - no suspenderam a quimioterapia ,eu decid no participar da disputa eleitoral.
    No ia ficar bem para mim. Como que eu ia fazer campanha e ter que interromper para fazer quimioterapia
    Eu no fecho com isso,no.
    Portanto, no vou ser candidato a nada, mesmo".

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 9, 2010

    AMAGIS consegue que Tribunal de Justia de Minas crie mais duas Cmaras Criminais, que vo acelerar a justia em nosso Estado.

                                               
                                                      Juiz Bruno Terra, presidente da Amagis,
                                                  j consegue primeira vitria no incio de mndato

    A Corte Superior do Tribunal de Justia de Minas Gerais (TJMG) aprovou nesta quarta-feira, 07, a criao de mais duas cmaras no TJ, ambas criminais. Oportunamente, sero instalados mais 10 cargos de desembargador.
    A medida, que resultar em maior celeridade ao Poder Judicirio do Estado, representa mais uma vitria da Associao dos Magistrados Mineiros (Amagis) e um resultado direto do trabalho da Amagis na Assemblia Legislativa de Minas, empreendido desde 2007 e que culminou na aprovao e sano, em 2008, da nova Lei de Organizao e Diviso Judicirias do Estado (LODJ). O texto original da nova Lei no previa a criao das novas cmaras, e a Associao, em estreita atividade poltica junto ao Legislativo estadual, obteve a incluso da norma que viabilizou a deciso da Corte.

     Novas Cmaras
    A proposta inicial, de relatoria do desembargador Wander Marotta, era a criao de uma cmara cvel e outra criminal no TJMG. Durante a votao realizada em sesso extraordinria, os membros da Corte Superior do Tribunal aprovaram a criao de duas cmaras criminais, com o argumento de que o estoque de servio criminal na 2 instncia merecia a criao de duas e no de apenas uma cmara.
    Mais informaes na Assessoria de Comunicao da Amagis
    (31) 3079-3453 - Bruno Gontijo



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 9, 2010

    Campanha do Insituto Mrio Penna - que tem frente o CEO, Cssio Resende, sucesso!!! www.doepalavras.com.br

                            
                                       Cssio Resende, superintendente do Instituto Mrio Penna
                                                            deu hoje pela manh entrevista 
                                                sobre a campanha www.doepalavras.com.br 
                                                                  Rdio CBN em BH,
                                                                 em sua edio nacional.

    Campanha criada pela RC Propaganda - gratuitamente - para o Instituto Mrio Penna e lanada nesta quinta-feira, no Dia Mundial de Combate ao Cncer, est sendo o maior sucesso.
    Dentre as personalidades que aderiram campanha j enviaram palavras de apoio aos doentes de cncer:
    o apresentador da Rede Globo Luciano Huck
    e a cantora baiana Ivete Sangalo.
    O nmero de mensagens s ontem passou de 5 mil.
    Para voc enviar sua mensagem acesse: www.doepalavras.com.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 9, 2010

    Senadora Marina Silva vem a BH hoje prestigiar posse do novo presidente do PV mineiro, ex-deputado e ex-prefeito de BH, Ronaldo Vasconcelos, secretrio de Meio Ambiente do municpio de BH.


                              
    Nesta sexta-feira, a senadora Marina Silva (PV) estar em Belo Horizonte
    para a posse do novo presidente da executiva estadual do partido, o
    ex-secretrio municipal do Meio Ambiente Ronaldo Vasconcellos.
    Para a coletiva de imprensa, que ser realizada na Sala de Imprensa da
    Assemblia, estaro presentes a senadora e pr-candidata a Presidncia da
    Repblica Marina Silva, o deputado federal e pr-candidato ao governo de
    Minas Jos Fernando, o vereador do Rio de Janeiro e membro da executiva
    nacional Alfredo Sirkis e o novo presidente do PV mineiro Ronaldo
    Vasconcellos.

                                
                                            Ronaldo Vascocelos, novo presidente do PV mineiro.
    s 16hs, haver a solenidade de posse do novo presidente do PV. O evento
    contar com a presena da senadora e outras lideranas do partido no Espao
    Democrtico Jos Aparecido de Oliveira na ALMG.

    Coletiva
    Dia: 09 de abril de 2010
    LOCAL: Sala de Imprensa ALMG
    Horrio: 15hs

    Informaes:
    Fernanda Tavares
    31 9765-9419
    31 3243-7341
    www.xadrezpolitico.com.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 9, 2010

    Hoje em BH.


                                               Selo e carimbo dos Correios homenageiam
                                    os 80 anos do Centro de Preparao de Oficiais da Reserva
                                                                  de Belo Horizonte

                                                  Lanamento das peas filatlicas
                                   acontece nesta sexta-feira (09/04), na capital mineira


    Como parte das comemoraes dos 80 anos do Centro de Preparao de Oficiais da Reserva de Belo Horizonte (CPOR/BH) est o lanamento de selo postal e carimbo comemorativo alusivos data. As peas filatlicas sero lanadas em solenidade nesta sexta-feira (09/04), s 8 horas, na sede do CPOR/BH, localizada na Avenida Marechal Esperidio Rosas, 400, So Francisco, na capital mineira.

    Sobre o CPOR/BH
    O Centro de Preparao de Oficiais da Reserva, na 4 Regio Militar, foi criado em 20 de fevereiro de 1930, na cidade de Juiz de Fora, anexo ao 10 Regimento de Infantaria, sendo o primeiro CPOR de Minas Gerais. No dia 2 de abril do mesmo ano, foi inaugurado o CPOR, em Juiz de Fora, instalado no Ed. Alfndega, em sede provisria, marcando o nascimento da preparao do Oficial da Reserva de 2 Classe em Minas Gerais.
    Em 26 de maio de 1936, houve a mudana do CPOR para Belo Horizonte. Em janeiro de 1976, o CPOR foi desativado, encerrando oficialmente as suas atividades. Na primeira fase de sua existncia, de 1930 a 1976, foram 46 turmas de Aspirantes a Oficial da Reserva de 2 Classe.
    Quatorze anos depois, o CPOR reativado e sua instalao oficial realizada no dia 1 de janeiro de 1989, nas dependncias do Colgio Militar de Belo Horizonte.
    (Fonte: www.cporbh.ensino.eb.br<http://www.cporbh.ensino.eb.br>)

    SERVIO
    Evento: Lanamento de selo postal e carimbo comemorativo dos 80 anos do Centro de Preparao de Oficiais da Reserva de Belo Horizonte
    Data: 09/04/2010
    Horrio: 8h
    Local: Avenida Marechal Esperidio Rosas, 400, So Francisco, Belo Horizonte/MG
    Assessoria de Comunicao
    Correios - DR / MG


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 8, 2010

    Dedo de prosa de ANASTASIA e Lula em Braslia.








                                            Wellington Pedro / Imprensa - MG

                                              Governador Antonio Anastasia se encontra
                                   com o presidente Luiz Incio Lula da Silva, em Braslia

    O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, se reuniu, no final da tarde desta quinta-feira (08/04), em Braslia, com o presidente Luiz Incio Lula da Silva. Eles conversaram sobre o relacionamento do governo federal com o Estado e sobre os projetos de interesse de Minas. O governador tambm esteve no Ministrio da Justia, Congresso Nacional e ao Supremo Tribunal Federal em sua primeira visita oficial aos chefes dos poderes aps assumir o Governo do Estado em 31 de maro.
    "Falamos sobre diversos assuntos de obras no Estado, mas o objetivo principal da visita foi protocolar e republicana, porque acredito que at como critrio de boa educao, o governador do Estado, ao tomar posse, deve visitar os poderes em Braslia e, naturalmente, o chefe de Estado. O presidente me recebeu de maneira muito amistosa, e a conversa foi, portanto, nesse sentido", afirmou o governador em entrevista aps o encontro.
    O governador Antonio Anastasia destacou que, posteriormente, voltar a conversar com o presidente Lula sobre projetos especficos de infraestrutura para Minas Gerais.
    Durante o dia, o governador tambm esteve no Congresso Nacional, onde visitou os gabinetes do presidente nacional do PSDB, senador Sergio Guerra, do presidente do senado, Jos Sarney e do presidente da Cmara dos Deputados, Michel Temer. Ele estava acompanhado de parlamentares de Minas Gerais e de outros estados durante a sua passagem pelo Congresso Nacional.
    Antonio Anastasia encerrou sua viagem por Braslia em encontro com o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes.


    Fonte: Assessoria de Imprensa do Governador


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 8, 2010

    CAMPANHA: www.doepalavras.com.br *"DOE PALAVRAS" - foi a genial criao do Instituto Mrio Penna - para marcar o Dia Mundial de Combate ao Cncer. s voc entrar no site www.doepalavras.com.br e deixar sua doao - uma palavra de carinho para alma de quem luta contra a terrvel doena. O Instuto Mrio Penna - referncia nacional no tratamento do cncer em Belo Horizonte - mantm dois hospitais - o Mrio Penna e o Luxemburgo, alm da Casa de Apoio Beatriz Ferraz. A equipe liderada pelo superintendente do Instituto dr. Cssio Resende



    Cssio Resende:
    s no primeiro dia chegamos a cinco mil mensagens vindas
    de todo o planeta atravs da internet.
    Fomos hoje o oitavo site mais acessado pelo twitter
    com mensagens que nos emocionam
    e trazendo conforto para a alma de quem sofre com o cncer.
    A campanha "Doe Palavras" foi criada pelos talentosos publicitrios
    da RC Propaganda, do consagrado publicitrio lvaro Resende,
    que gratuitamente apoia todas as nossas aes,
    com criaes premiadas aqui e no exterior.
    Como o institucional premiado em Cannes na Frana.
    Portanto, a campanha, "DOE PALAVRAS"
    foi a forma que encontramos de marcar
     o Dia Mundial de Combate ao Cncer, deste ano.
    Fazemos um apelo para que todos participem pela internet
    entrando no site www.doepalavras.com.br
    enviando uma palavra a quem precisa ter um conforto a mais
    na luta contra o cncer.



    O publicitrio lvado Resende,
    ponto de apoio seguro e criativo
    para as campanhas do Instituto Mrio Penna.
    Os vrios comerciais criados, gratuitamente,
    pela agncia dele, a RC Propaganda,
    como a lanada neste Dia Mundial de Combate ao cncer:
    www.doepalvras.com.br
    A Rede Globo a parceira constante e fundamental
    na veiculao gratuita dos comerciais do Mrio Penna.

    DESTAQUE









    Divulgao
    O filme, criado pela RC, est no YouTube e recebe elogios de internautas de todo o pas

    Com trilha sonora assinada pela primeira-dama da Frana, a belssima Carla Bruni, os filmes da campanha Palhao, criada pela RC para o Instituto Mrio Penna, fecharam 2008 como um dos melhores trabalhos desenvolvidos no ano passado, recebendo homenagens, elogios e muita receptividade do pblico.

    Carol Penido, diretora de Criao da agncia, revela que o retorno est surpreendendo as expectativas da equipe que criou a pea, deixando orgulhoso lvaro Resende Costa, presidente da RC. Tanto o filme do palhao quanto o da escada esto tendo uma aceitao muito positiva. As pessoas que viram os VTs comentam e falam de como ficaram sensibilizadas. Isso gera um retorno real para a fundao, tanto em forma de doaes como em retorno de imagem institucional, explica a publicitria.

    No filme, um palhao, como voluntrio, percorre enfermarias e corredores de um hospital, proporcionando alegria aos pacientes. O VT termina com ele tirando a fantasia e, quando sai a peruca, aparece sua cabea raspada um paciente em tratamento de cncer.

    ELOGIOS Carol afirma que os filmes foram disponibilizados na internet (YouTube) e j foram registrados mais de 7 mil acessos. Estamos recebendo pela web posts comentrios espontneos elogiosos vindos de pessoas de todo Brasil. Um fato interessante e curioso, diz ela, que a trilha do filme Voluntrio leva a assinatura da primeira-dama francesa, Carla Bruni (msica Quelq'un m'a dit), e ela esteve recentemente no Brasil. Isso deu ainda um empurrozinho extra para o filme. Principalmente no YouTube, onde o internauta pode ver diversos comentrios sobre a msica, que casou perfeitamente com o filme.

    Em decorrncia do trabalho, eu e o Thales Bahia, diretor dos filmes, fomos homenageados com uma medalha de honra ao mrito pela Fundao Mrio Penna pela nossa pequena contribuio. No ano passado, a mesma homenagem foi prestada ao lvaro, complementa Carol.

    Matria publicada na coluna ARTE FINAL do jornal Estado de Minas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 7, 2010

    Novo secretrio de Cultura de Minas: o jornalista Washington Melo, ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas de Minas. Desejo Sucesso!!!



    http://www.fenaj.org.br/imagens/foto_washington1.jpg


    Washington Melo,

    novo secretrio de Cultura de Minas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Abril 7, 2010

    Andreia Neves - a poderosa irm do ex-governador de Minas Acio Neves - est cotada para ser candidata a vice na chapa do pr-candidato do PSDB presidncia da Repblica, Z Serra. Detlhe: Andreia Neves se deincompatilizou do SERVAS - brao das polticas sociais do governo Acio - estando portanto liberada legalmente para se candidatar a qualquer cargo nas eleies de outubro. Inclusive a vice de Serra. Andreia retorna hoje a a BH, depois de um merecido descano do peso do poder.E encontra o meio poltico agitado pela possibilidade dela ser a vice de Serra. Puxa vida, o ex-governador Magalhes Pinto que estava mesmo certo: "poltica como nuvem. Voc olha e ve uma figura. Olha de novo e j mudou".


                                     
                Foto arquivo:
                  Andreia Neves foi o brao direito do irmo, Acio, no Servas, 
                desenvolvendo importantes projetos sociais em todo o Estado.

    VICE DE SERRA?
    Como experiente reprter poltico apurei os fatos. Tem fundamento, sim. Conversei com a presidente do PSDB mulher em Minas, Aliana Piola - que a coordenadora especial de polticas paras mulheres - e ela nos disse que " o nome de Andreia Neves foi lanado por Nancy Tame mulher do deputado Mendes Tame, presidente do PSDB paulista, na ltima reunio do partido em SP.
    O nome de Andreia Neves foi muito bem recebido, porque a mineira comprovadamente competente e demonstou goto pela poltica nas articulaes de bastidores do ento governador Acio em Minas nos ltimos sete anos". a grande surpresa, positiva, desse morno quadro sucessrio, cozidopor Serra com fogo baixo.

    OUTRA INFORMAO: cerca de 40 mulheres mineiras - todas lderes em suas reas de atuao estaro na comitiva que a presidente do PSDB mulher, Eliana Piola, leva a Braslia dia 10, sbado,  para o lanamento oficial da candidatura de Serra presidncia da Repblica. Ser que Andreia Neves vai estar l? Vamos aguardar.
                                   
     
          O casal Ana Paula/Pimenta da Veiga. 
       Ele um dos fundadores do PSDB nacional, que nasceu em Minas, 
    com o famoso tucano, smbolo criado pelo publicitrio Chico
    Pimenta hoje famoso e competente advogado em Braslia.

    OUTRO NOME MINEIRO  para vice de Serra foi muito comentado na fila de cumprimentos ao nome governador prof. Anastasia, dia 31 no Palcio da Liberdade. O do ex-prefeito de BH,ex-ministro das Comunicaes de Fernando Henrique, o ex-deputado federal Pimenta da Veiga.
    Ele foi levado por Acio ltima reunio do secretrio no Palcio Tiradentes da Cidade Administrativa Tancredo Neves.
    Foi chamado de meu guru por Acio. Participou dademonstrao do balano de sete anos de governo e saiu depois,junto com Acio,para almoar.
    O cardpio: poltica, claro.Menu? E  sobremesa?
    Cabe a ns, jornalistas polticos apurar. Eu estou atento e conversando muito.
    Aguardem!!!

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 6, 2010

    Em ao!!!












                               Omar Freire / Imprensa - MG
                                Governador Anastasia preside primeira reunio com secretariado

                                                 Encontro define aes e metas para 2010
                                                      em cada rea de atuao do governo


    O governador Antonio Anastasia presidiu, nesta segunda-feira (05/04), no Palcio Tiradentes, a primeira reunio com o conjunto dos secretrios de Estado, presidentes de autarquias e empresas estatais desde que assumiu o Governo de Minas, no ltimo dia 31 de maro. No encontro de trabalho foi definido o cronograma de aes e o acompanhamento das metas estabelecidas para 2010 em cada rea de atuao do governo. Governador destacou programas da educao, sade e infra-estrutura.

    Segundo Antonio Anastasia, o objetivo foi avanar em relao a ltima reunio realizada com o secretariado, no dia 25 de maro, quando o ex-governador Acio Neves coordenou o balano dos programas desenvolvidos no perodo entre 2003 e 2009.

    "Vamos dar continuidade plena a aquilo que j estava sendo realizado. Reunimos o secretariado, gerentes das empresas, subsecretrios, representantes das autarquias e fundaes com o objetivo de estabelecer exatamente quais so esses passos de maneira muito objetiva e responsvel, mostrando as questes de ordem oramentria, de ordem financeira, as questes procedimentais, ento foi feita uma reunio bastante prtica com cada rea recebendo mais uma vez as suas metas e as nossas recomendaes de sequncia do trabalho", afirmou o governador, em entrevista.

    Prioridades
    Entre as prioridades fixadas, Anastasia destacou a expanso do Programa de Ensino Profissional (PEP), que no ano passado atendeu quase 100 mil jovens mineiros e at o final de 2010 dever beneficiar 130 mil alunos. Ele tambm citou a consolidao do Pro-Hosp, programa que est destinando recursos para equipar e melhorar a qualidade do atendimento nos hospitais que atendem pelo SUS no Estado.

    "Temos pilares em cada uma das reas. Ns passamos aqui, secretaria por secretaria e demonstramos o que h de mais importante, na educao, na sade, na segurana, no meio ambiente, na cultura. Na educao, por exemplo, temos a questo do Programa de Ensino Profissional", disse o governador. E completou: "Na questo da sade pblica, a questo do nosso Pro-Hosp, que a interiorizao e a regionalizao dos nossos hospitais."

    Outra prioridade a concluso do Proacesso, programa que est ligando por asfalto 224 municpios que ainda no contavam com esse benefcio. Desse total, 145 j esto finalizados. Segundo o secretrio de Estado de Transportes e Obras Pblicas, Fuad Noman, o Proacesso um dos maiores programas sociais do Governo de Minas.

    " um programa que leva para todas as cidades o asfalto e junto com o asfalto o desenvolvimento, melhoria da renda, melhoria da educao. Por isso, ele vitrine, um programa que atinge a plenitude da populao da regio atendida", disse Fuad Noman.

    Gesto de qualidade
    Anastasia afirmou que a gesto pblica de qualidade, marcada pelo planejamento das aes e a destinao correta dos recursos pblicos tambm prioridade do Governo de Minas.

    "Durante esses anos todos, Minas Gerais se marcou por ser um estado muito bem planejado e cujas metas alcanadas foram referendadas pelo Banco Mundial. Tornou-se um caso mundial, um exemplo mundial da boa gesto pblica. Ento, ns vamos dar continuidade a isto e os secretrios esto muito empenhados e motivados", disse ele.

    O governador convocou secretrios, presidentes das estatais e autarquias a seguir desenvolvendo aes e programas que visam melhorar a qualidade de vida dos mineiros com firmeza e responsabilidade.

    "O mais relevante de tudo que foi feito nos ltimos sete anos, de toda revoluo em curso no Estado de Minas Gerais o patrimnio moral, a lisura e a tica que fizeram esse governo ter credibilidade dentro e fora do pas. Vamos continuar trabalhando com firmeza e responsabilidade para concluirmos bem esse ano e mostrarmos para a populao que avanamos muito", disse o governador.

    Recursos garantidos
    De acordo com Anastasia, os recursos para obras e aes a serem desenvolvidas esto garantidos no oramento de 2010. Ele afirmou tambm que todas as aes tero acompanhamento, atravs de reunies peridicas que sero realizadas com o secretariado, para garantir o cumprimento dos prazos estabelecidos.

    "Com referncia ao acompanhamento, peridico, j marquei uma nova reunio para o ms de junho. Vamos fazer essas reunies de trs em trs meses para acompanhar isso. Sem prejuzo das reunies dos comits, que so aqueles grupos menores que reunimos em relao a alguns assuntos. Hoje pela manh mesmo presidi uma reunio de comit e isso vai continuar. Volto a dizer, o chamado gerenciamento intensivo, que marca positivamente o nosso governo", disse Anastasia.


    Fonte: Assessoria de Imprensa do Governador


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 6, 2010

    Novo governador de Minas foi a Paracatu - regio noroeste do Estado.Fala governador Anastasia!!!

                                          

                                                                            Assuntos:
                                                                Integrao de municpios,
                                                                  investimentos em obras 
                                                                           e segurana

    Qual a importncia da integrao dos municpios, como se v aqui no Noroeste?
    Muito importante. Em primeiro lugar porque Minas Gerais o Estado mais municipalista do Brasil somos 853 municpios e de regies muito diversas. Por isso, o associativismo municipal tem muita fora aqui em Minas e lanamos no ano passado um programa, pelo governador Acio Neves, de apoio s associaes. Um programa de R$ 42 milhes. Distribumos recursos para as 42 associaes. E foi um programa muito exitoso. A Aminor uma associao muito atuante. uma regio geograficamente grande, com municpios com grande rea territorial e por isso mesmo at um pouco distantes um do outro, do ponto de vista geogrfico, mas muito prximos na sua cooperao, na sua integrao.  Acho que uma das regies de Minas onde o associativismo mais vibrante. Isso muito positivo. Ento estou aqui para prestigiar a associao, para visitar a inaugurao da nova sede e para ouvir os prefeitos de novas reivindicaes e novos assuntos que devem ser trazidos ao Governo do Estado.
    Entre essas reivindicaes est o asfaltamento da estrada do Entre-Ribeiros, Paracatu e Brasilndia e tambm a ampliao do programa Luz para Todos.
    verdade. Temos a dois programas importantes. A ampliao do programa Luz para Todos est em plena execuo. J estamos na fase trs do programa, um programa fundamental, 77% dos recursos do Estado e 23% da unio federal e um programa muito exitoso porque significa incluso social de pessoas que estavam distante das comodidades da vida moderna. E o outro lado, a questo do chamado link faltante, uma ligao faltante importante, entre Ribeiros, que talvez, uma das regies mais frteis, no s de Minas mais do Brasil, dessa estrada que vai de Paracatu a Brasilndia, j fizemos uma pequena parte, estamos com projeto para fazer o restante e far parte desse nosso programa que vamos lanar, os chamados links faltantes, que so cerca de 100 estradas pelo estado de Minas todos, de ligaes economicamente viveis entre regies. E aqui, a mais relevante, exatamente a estrada chamada de Entre-Ribeiros.
    Foi entregue tambm aqui uma viatura para a patrulha rural. Qual a importncia disso?
    Como disse a pouco, so municpios muito grandes, com uma rea rural muito extensa e tambm uma regio de fronteira. Estamos aqui prximos no s a Gois, Distrito Federal e mesmo a Bahia. Por isso mesmo a rea rural tem que ser muito acompanhada. E um processo. Cada vez mais envolvendo essas patrulhas e melhorando bastante a segurana pblica para os nossos municpios fronteirios.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 6, 2010

    Poltica 3.0 Vale conferir nota publicada hoje pelo bem informado jornalista Paulo Csar de Oliveira, colunista do jornal Hoje em Dia, aqui de BH.


                                                                         Anastasia vai
                                                                          s compras

    O governador Antonio Anastasia acabou surpreendendo, na ltima sexta-feira, os consumidores que foram s compras em um dos supermercados da cidade, nas proximidades da Avenida lvares Cabral, em Lourdes.
    De bermudas, tnis e sem seguranas, o governador de Minas fez compras e enfrentou a fila do caixa, como qualquer simples mortal. Reconhecido, e muito cumprimentado, conversou com alguns clientes e saiu tranquilamente carregando suas sacolas de compras.
    No final de semana, o novo governador de Minas percorreu os dois quilmetros da procisso e garantiu que foi um ato de f. Hoje ele faz sua segunda viagem.
    A poltica. Vai a Paracatu participar da solenidade de posse do prefeito Vasco Praa Filho, do PMDB, como presidente da Associao Microrregional do Noroeste. Anistia diz que desde 2007 j percorreu mais de 250 municpios mineiros e que pretende continuar suas viagens.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Abril 6, 2010

    Pesadelo da Toyota continua...

                                      Toyota vai Assembleia explicar falta de recall no Brasil
    Numa segunda tentativa de obter esclarecimentos da Toyota, a Comisso de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Assembleia Legislativa de Minas Gerais realiza audincia pblica na tera-feira (6/4/10). Os deputados querem saber sobre o recall de veculos feito pela montadora nos Estados Unidos, China, Canad e Europa e que no foi estendido ao Brasil. A reunio acontece s 10 horas, no Plenarinho I e foi solicitada pelo deputado Dlio Malheiros (PV).
    A comisso realizou audincia com o mesmo teor no dia 9 de maro, mas a Toyota no compareceu, alegando impossibilidade em relao data e solicitando remarcao da reunio. Naquela ocasio, os deputados ouviram relatos de trs clientes que tiveram problemas com os seus veculos, o Corolla 2009 automtico. Dlio Malheiros apresentou requerimento solicitando ao Ministrio Pblico a abertura de procedimento para apurar a negativa da montadora em fazer o recall no Brasil. Nos demais pases, o recall foi feito em decorrncia de problemas apresentados numa pea do acelerador.
    Convidados: promotor de Justia de Defesa do Consumidor e Coordenador da rea de Produtos, Amauri Artimos da Matta; vice-presidente da Toyota Mercosul, Luiz Carlos Andrade Junior; presidente da Associao Brasileira de Distribuidores Toyota (Abradit), Riguel Chieppe; e os proprietrios de veculos Toyota Maria do Carmo Barros Mello, Patrcia Corra Mourth e Joo Paulo Lopes de Sena.

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Abril 5, 2010

    Mineiro - nascido em Bias Fortes - o executivo PEDRO MATEUS partir de hoje o Diretor Comercial das distribuidoras da Eletrrobrs. Parabns, amigo Pedro. Competncia voc tem comprovada.

      
      Foto arquivo.
      Cidade que leva o nome do ex-governador de Minas Bias Fortes.

                                                           O engenheiro Pedro Matheus
                                                 nasceu na tradiconal e histrica Bias Fortes
                                                 cidade que ele leva consigo - no corao e na mente -
                                                                         por onde passa.
                                                     Bem ao estilo mineiro, como gostamos. 
                                                              No nega, nunca, a origem.

                                                           Texto enviado ao nosso BLOG
                                                     pelo nosso amigo e leitor Pedro Matheus:

    Informo-lhe, em primeira mo, que na hoje segunda-feira estarei sendo eleito, pelo conselho de administrao, Diretor Comercial das Distribuidoras da ELETROBRS. A ELETROBRS, maior empresa de energia eltrica da America Latina, detm a concesso  de seis estados da Federao: Alagoas, Piau, Amazonas, Rondnia, Acre e Roraima.
    Tenho acompanhado pelo seu Blog, que alis da melhor qualidade, o quanto voc tem prestigiado os mineiros da nossa regio, somos muito grato por isso e nos orgulhamos de voc.


     

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Abril 2, 2010

    ARTIGO ESPECIAL. Para LER e REFLETIR!!!

                                                                           
                                               O ESTADISTA

                                    

                                                          Wagner Gomes

                                Um poltico pensa na prxima eleio; 
                      um estadista, na prxima gerao. (
    James Clarke) 

    Lies no lhe faltaram ao longo da vida. Recebeu de seu av o seguinte exemplo: quando Juscelino, desterrado, comeava a subir as escadas do avio que o levaria para o exlio, na poca da ditadura, Tancredo Neves, com o desassombro que sempre teve na vida pblica,  alcanou-o publicamente, levar-lhe o seu abrao de solidariedade.
    Aquele gesto transformou Tancredo no mais hbil dos negociadores que perseguiam, desde ento, a redemocratizao do Brasil. Esse mesmo Tancredo, enxergando em Acio inegveis virtudes polticas, traz o neto para o seu lado e, no dia-a-dia, comea a dar-lhe funes e orientaes polticas que o fizeram percorrer uma trajetria brilhante.
    Com a morte do av, em 21 de abril de 1985, muitos duvidaram do futuro poltico daquela jovem promessa que se materializaria nos estrondosos 236.019 votos com que foi consagrado Deputado Constituinte em 1986.
    E logo de sada mostra sua viso de futuro: foi um dos autores da emenda que instituiu o direito de voto, facultativo, aos jovens que completassem 16 anos. Em 1998 foi reeleito deputado federal, sendo o mais votado do PSDB no pas, e com o maior nmero de votos de Minas Gerais.
    Ao
    incio de 2001, mostrou seu poder de articulao, ao assumir a Presidncia da Cmara, onde tomou uma srie de medidas moralizadoras, trazendo tona o Cdigo de tica e Decoro e o Conselho de tica da Cmara, alm de desengavetar projetos de longos anos, colocando-os em votao, conferindo maior transparncia s atividades do parlamento brasileiro.
    Em 2002 elege-se, folgadamente, Governador de Minas Gerais, sendo reeleito, em 2006, com consagradora votao, fruto do choque de gesto aqui implementado no primeiro mandato.
    Essa trajetria o credencia como a maior revelao poltica do Brasil nos ltimos quarenta anos, sem ter, ao longo da carreira, nenhum questionamento moral ou tico.
    Acio trouxe de volta para a poltica a prtica de produzir notveis peas de oratria, marcadas por uma instigante capacidade de apaixonar e convencer quem o ouve ou l os seus discursos.
    Mas o estilo mineiro tambm apimenta suas falas: sua carta ao presidente do PSDB, renunciando condio de pr-candidato Presidncia da Repblica, seria melhor compreendida a partir de ilaes sobre o que nela no escreveu. Controverso?
    Que nada! Esse o estilo de um estadista que se firma aos olhos da nao e que se transforma no fiel da balana das prximas eleies presidenciais.
    Curiosa essa observao. Ns, que militamos no mundo da imprensa, sacamos hoje que, ao observarmos a cena poltica, deixamos de relatar fatos, para assumirmos uma postura de interpret-los e, ao assim procedermos, separarmos o verdadeiro lder democrtico do Macunama poltico.
    Um bigrafo de Alexander Hamilton - nomeado por George Washington como o primeiro Secretrio do Tesouro Americano - diz que o estadista pratica a poltica da colmeia, ao passo que os "polticos" praticam outra poltica a poltica da abelha. Na primeira, tudo se subordina ao interesse coletivo. Na segunda, tudo se submete ao interesse individual. Hoje, no se pode mais confundir o popular com o populista, o democrtico com o demagogo. O estadista no se vulgariza e no degrada sua liderana.
    Na viso de Mirabeau, por muitos considerado pouco escrupuloso, sem lhe negar a condio de um grande poltico da Histria, o estadista tem intuio e habilidade para unir interesses contrrios, possuindo, ainda, uma perspectiva poltica central, que o faz enxergar o Estado como um instrumento a servio da Nao.
    Creio que Acio Neves assim construiu sua imagem aos olhos dos mineiros, e agora a projeta por todo o Pas. Ele se desincompatibilizou do cargo de Governador das Minas Gerais e... j deixa saudades. Coisa difcil de acontecer, no atual momento poltico brasileiro.
    Talvez por isso, j comeam a circular adesivos pelos carros mineiros com a seguinte inscrio: "Agora ou mais pra frente, Acio para Presidente".
    Vamos ver o que nos reserva o seu futuro poltico. Qualquer que seja ele, respaldado pela sua brilhante administrao em nosso Estado, certamente ter farto apoio de Minas e dos mineiros.


     


     


     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 1, 2010

    Da srie:UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Novo ministro das Comunicaes, advogado Jos Artur Filardi - que antecipei a deciso do presidente Lula, com 12 horas de antecedncia - tem pela frente dar sequncia ao brilhante e inovador trabalho que o senador Hlio Costa implantou no ministrio. Alis, bom destacar a demonstrao de prestgio do senador Hlio Costa, junto ao presidente Lula, conseguindo emplacar o seu chefe de gabinete como seu sucessor. E olha que houve um grande lobby por outros nomes, o que levou um poderoso jornal paulista de circulao nacional a levar uma "barrigada" na edio do dia 31, afirmando que o substituto de Hlio Costa seria outro nome. Nosso BLOG, no entanto, deu em PRIMEIRA MO a nota com o nome do novo ministro Z Artur Filardi. o poder na NOVA MDIA - dos BLOGS na nova realidade globalizada.


    A prova do FURO NACIONAL
    que demos ao divulgar em PRIMEIRA MO
     que o advogado Z ARTUR FILARDI
     seria o novo ministro das Comunicaes.


    Quarta-feira, Maro 31, 2010

    EM PRIMEIRA MO!!! NOVO MINISTRO DAS COMUNICAES. O advogado barbacenenense, JOS ARTUR FILARDI, ser confirmado hoje pela manh, pelo presidente Lula, como o novo ministro das Comunicaes. Vai ocupar a vaga aberta com a volta do senador Hlio Costa ao senado - para concorrer ao governo de Minas.



    O simptico casal Patrcia/Z Arthur Filardi.
    Ele ser agora oficialmente confirmado - hoje de manh -  pelo presidente Lula
    como sucessor do senador Hlio Costa no ministrio das Comunicaes.
    Z Artur foi durante quatro anos, o chefe de gabinete do ministro.
    Advogado competente, afvel nas relaes com todos os que procuraram o ministrio das Comunicaes, fiel escudeiro do senador Hlio Costa,
    seu amigo e conteterrneo de Barbacena,
    Z Artur conhece como ningum o ministrio aonde 
     prestar relevante servio ao governo Lula at 31 de dezembro.
    Parabns e sucesso.
    Comepetncia o sr. tem sobra ministro Jos Artur Filardi.



    Presidente Lula recebe o ministro das comunicaes,
    senador Hlio Costa - no ltimo dia do senador como ministro -
     hoje s 9 da manh - quando vai confirmar a indicao feita pelo senador
    para seu lugar no Ministrio das Comunicaes,
    o advogado Jos Artur Filardi.


     

    FOTO ARQUIVO:
    que fiz na recepo do casamento
    da filha do empresrio Aldemir Tonholo
    na Pousada Pequena Tiradentes.

    Da esquerda para a direita:
    o novo ministro das Comunicaes, Z Artur Filardi e seus amigos,
    os empresrios barbacenenses Adilson Tonholo (leia-se Roselanche)
    e Luiz Paulo NECA Amaral
    (leia-se Lupara Materiais de Construo).

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 1, 2010

    Empossado...

                                                    NOVO GOVERNADOR DE MINAS.
                                           Anastasia foi empossado na Assemblia de Minas.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 1, 2010

    Continuidade...

                                                       Anastasia garante continuidade de gesto 
                                                                  durante posse na ALMG

    Continuar o trabalho de modernizao e inovao desenvolvidos nos sete anos de governo Acio Neves e manter as portas dos Palcios da Liberdade e Tiradentes abertas para os mineiros foram alguns dos compromissos assumidos pelo governador Antonio Augusto Junho Anastasia em seu discurso de posse, na manh desta quarta-feira (31/3/10).
    A solenidade foi realizada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e contou com a presena de cerca de 1,2 mil convidados, entre eles senadores, ex-governadores, deputados estaduais e federais, prefeitos, vereadores, magistrados, empresrios e familiares do novo governador. Os trabalhos foram presididos pelo presidente da ALMG, deputado Alberto Pinto Coelho (PP).
    Anastasia destacou que seu governo dar continuidade ao trabalho desenvolvido por Acio Neves, mantendo como inspirao valores como a liberdade, a transparncia e a Justia. Para isso, o governador disse contar com a parceria do Legislativo. "Conto com a Assembleia para cumprir deveres e avanar ainda mais", afirmou. Ele acrescentou que o apoio da ALMG foi essencial para a "densa e extensa" reforma do Estado, iniciada em 2003, primeiro ano de mandato de Acio Neves.
     
    Segundo o governador, nesse perodo, Minas encontrava-se em uma situao delicada, com vrias prescries impostas e, alm disso, o cenrio nacional era preocupante. "Instalamos ento um regime de absoluta austeridade", afirmou.
    Os resultados, segundo Anastasia, comearam a ser alcanados com a recuperao da arrecadao e da capacidade de investimento do Estado, sendo que, em 2004, foi alcanado o dficit zero. "O saneamento das contas pblicas era apenas o ponto de partida para as mudanas necessrias. Era preciso inovar, construir um novo modelo de Estado que fosse movido por metas e resultados e no apenas pelas obrigaes e deveres do poder pblico", considerou. O governador afirmou ainda que as reformas feitas em Minas Gerais so hoje modelo para a administrao pblica de outros Estados.
    Histria - No seu discurso, Anastasia lembrou um pouco da histria de Minas Gerais. Segundo ele, a liberdade o alicerce do Estado e dela so forjados todos os valores dos mineiros. Ele tambm citou os nomes de alguns dos governadores que o antecederam - entre eles, Rondon Pacheco, Francelino Pereira, Newton Cardoso, Eduardo Azeredo e Itamar Franco, todos presentes - - e alguns dos legados deixados por eles, como o equilbrio oramentrio, a habilidade na prtica poltica, a modernidade e a preocupao com o agronegcio e com a expanso das indstrias. Para Anastasia, Minas Gerais a "sntese da nacionalidade" e no Estado "esto espalhados os desafios e as vocaes de todo o Pas".
    Anastasia encerrou seu discurso dizendo que gostaria de ser, no futuro, reconhecido como um governante que cumpriu sua misso e deixou como marca de seu trabalhado o exemplo de honradez e dedicao causa pblica. Ao final, reafirmou ainda todos os compromissos assumtidos "nas ruas e praas pblicas", acrescentando que h muito trabalho pela frente. "Os compromissos de Acio so os meus compromissos", encerrou. 

                               Presidente da ALMG destaca legado deixado por Acio Neves
    Em seu discurso, o presidente Alberto Pinto Coelho lembrou as obras deixadas nos sete anos de governo por Acio Neves que, segundo ele, fizeram Minas entrar "com o p direito no sculo XXI". Ele citou como exemplos de obras de destaque a Cidade Administrativa, o Circuito Cultural da Praa da Liberdade e a expanso da cobertura asfltica e de telefonia celular em Minas Gerais, todas aes do governo que tiveram, na opinio do presidente, a participao decisiva do novo governador.
    "Garantia da continuidade e do aprimoramento das aes do governo que finda, instala-se o novo governo, que, sob a liderana do professor Antonio Augusto Anastasia, tem antecipadamente afianadas as marcas da responsabilidade, da gesto eficiente, da tica e da probidade, que devero manter Minas na vanguarda da poltica nacional", destacou o parlamentar. Alberto Pinto Coelho afirmou que a capacidade tcnica e poltica de Anastasia so as credenciais que o qualificam para a continuidade do processo de modernizao do Estado.
    O presidente ainda lembrou a trajetria do novo governador antes de sua passagem pelo governo estadual. Entre outras funes exercidas, Anastasia foi assessor da relatoria da Constituio do Estado de 1989, ainda aos 27 anos de idade. "Desde ento, esta Casa vem sendo, orgulhosamente, parceira importante do Executivo na construo de um Estado mais eficiente e democrtico", concluiu.
    A cerimnia - A cerimnia de posse teve incio com a chegada de Anastasia Assembleia pela entrada da Praa Carlos Chagas. Ele passou em revista a Tropa da Polcia Militar de Minas Gerais, ao som da Banda do Corpo de Bombeiros Militar, e foi recebido, ao p da escadaria do Palcio da Inconfidncia, por uma comisso de deputados. Fizeram parte da comisso os deputados da Mesa - exceo do presidente, deputado Alberto Pinto Coelho, e do 1-secretrio, deputado Dinis Pinheiro (PSDB), que ficaram no Plenrio aguardando o governador - e lderes das bancadas partidrias.
    Anastasia seguiu pelo Espao Democrtico Jos Aparecido de Oliveira, onde estavam prefeitos, vice-prefeitos e presidentes de cmaras municipais, passou pelo Salo Nobre e foi conduzido ao Plenrio. A comisso de deputados o acompanhou por o todo percurso. No Plenrio, o governador foi recebido por cadetes da Polcia Militar portando o "Espadim Tiradentes", arma que simboliza a honra e a dignidade do cadete da PM.
    O Hino Nacional foi interpretado pela cantora lrica Maria Lcia Godoy, acompanhada do pianista e maestro Tlio Mouro. Obedecendo a preceito constitucional, o governador Antonio Augusto Junho Anastasia fez a entrega da declarao de bens. Em seguida, foi firmado o compromisso constitucional, com a leitura do termo de posse pelo 1-secretrio, e a assinatura do novo governador.
    No final da solenidade, Maria Lcia Godoy cantou Oh! Minas Gerais, para saudar o novo governador do Estado. Em seguida, Anastasia deixou o Plenrio Juscelino Kubitschek, passando sob uma cpula de oficiais formada por cadetes do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais. Aps a posse no Parlamento mineiro, Anastasia seguiu para o Palcio da Liberdade, onde ser realizada a solenidade de transmisso do cargo.
    Presenas - Tambm fizeram parte da mesa o 1-secretrio, deputado Dinis Pinheiro (PSDB); o presidente do Tribunal de Justia, desembargador Srgio Resende; os senadores Eduardo Azeredo, Elizeu Resende, Francisco Dornelles e Srgio Guerra; o representante da Cmara dos Deputados, deputado Rafael Guerra; o ex-presidente e ex-governador Itamar Franco; o prefeito de Belo Horizonte, Mrcio Lacerda; a presidente da Cmara Municipal de Belo Horizonte, vereadora Luzia Ferreira; o procurador-geral de Justia, Alceu Jos Torres Marques; o secretrio de Estado de Governo, Danilo de Castro; os ex-governadores Francelino Pereira, Newton Cardoso e Rondon Pacheco; o presidente da Associao Mineira dos Municpios, prefeito Jos Milton; o presidente da Associao dos Municpios da Regio Metropolitana de Belo Horizonte, prefeito Rogrio Avelar; e o presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Wanderley Avila.
     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Abril 1, 2010

    ltimo discurso de ACIO no governo de Minas.


                 
                                 Mineiros,
    Contenho a minha emoo, nesta hora em que deixo este Palcio da Liberdade, to carregado de Histria. Levo a conscincia em paz: governei com a razo, mas jamais perdi a emoo. Governei um povo altivo e forte, mas sempre tocado pelo sentimento de fraternidade. Aprendemos aqui, ao escalar estas montanhas, a defender a dignidade e a escolher a liberdade como compromisso, sem esquecer que a vida uma aventura coletiva e solidria. 
    Senhoras e senhores,
    em 2003, ocupei pela primeira vez essa sacada para selar de pblico o meu compromisso com cada um dos mineiros. Em 2007, aqui voltei com a responsabilidade de ter sido o primeiro governador reeleito da histria de Minas.
    Hoje, aqui estou, mais uma vez. E dessa vez, para me despedir de cada um de vocs. Peo licena s autoridades aqui reunidas. Aos prefeitos, secretrios de Estado e dirigentes do nosso governo, aos servidores, aos parlamentares, s personalidades e amigos que vieram de to longe trazer-me seu abrao. Peo licena para dirigir minhas ltimas palavras como governador aos que, nessa praa, representam os mineiros de todas as partes deste maravilhoso Estado.
    Espero que minha voz chegue s casas mais simples, aos sertes e aos vales; aos campos abertos; gente dos rinces do Jequitinhonha, das barrancas do So Francisco, do Mucuri e do Rio Doce; dos altos do Espinhao e da Mantiqueira; dos vastos gerais e dos chapades do Oeste: esses abismos horizontais, na bela definio do filsofo e poeta mineiro Moacir Laterza.
    Aos mineiros das pequenas cidades e dos grandes centros urbanos e de suas periferias, que minha voz possa chegar longe para que eu possa dizer o que h de mais importante a ser dito nesse momento: Obrigado! 
    Obrigado pela solidariedade que nunca me faltou. Obrigado pelo afeto com que sempre fui recebido por onde andei. E pela enorme confiana depositada em minhas mos. Obrigado Minas, muito obrigado! 
    Meus amigos,
    No vou me deter em nenhum balano do nosso governo. Nesta hora final, tenho certeza de que cada um dos mineiros tem a exata dimenso do que juntos fomos capazes de construir, nesta longa jornada de transformaes. Nesses anos sempre nos moveu o sonho comum da conquista da igualdade. Nosso  objetivo sempre foi um s: diminuir a desigualdade entre as pessoas e as diferenas entre as nossas regies.
    Meus amigos, 
    Teria muito a dizer a cada um de vocs sobre as conquistas dos ltimos anos. Mas gostaria de resumir todas elas, em uma que tem para mim - e acredito para todos os mineiros - um significado especial.
    Aqui mesmo desta sacada, no primeiro dia do meu primeiro mandato, pedi licena aos mineiros para dizer que precisvamos resgatar uma dvida histrica de vrias geraes de mineiros do Vale do Jequitinhonha, Mucuri e grande Norte. Com muito orgulho, podemos afirmar que hoje fazemos o triplo do investimento per capita nessas regies, se o compararmos mdia do Estado. 
    E essas regies j esto vivendo um novo e importante ciclo de desenvolvimento. a solidariedade de Minas transformada em ao de governo. o compromisso com a transformao da sociedade feito realidade.
    Para alcanarmos esse nvel exemplar de governana, hoje reconhecido internacionalmente, devemos alguns importantes registros.
    O primeiro deles, ao meu antecessor, governador Itamar Franco. Foi sob sua indiscutvel liderana e seu alto esprito pblico - e com a colaborao permanente do Parlamento - que demos os primeiros passos para realizar a mais densa reforma de Estado do Brasil contemporneo - o "Choque de Gesto", fundamental para conquistarmos os avanos sociais que temos hoje e que juntos sonhamos um dia.
    Devemos aos nossos servidores pblicos e aos gestores do nosso Governo um outro reconhecimento. Tenho convico de que jamais se formou, no Pas, uma equipe to preparada e to consciente de suas responsabilidades quanto a que nesses ltimos anos me acompanharam. A todos vocs - sou muito grato. 
    Fizemos muito, nesse tempo, estou certo. Mas uma obra de governo por mais expressivos que sejam os seus resultados, ser sempre uma obra inconclusa. Para mim, a conquista do desenvolvimento tarefa de todos os dias e de todas as horas. tarefa coletiva e compartilhada. E sempre incompleta. Porque a realidade a ptria do possvel. Por isso, quanto mais fizermos, mais haver para ser feito.
    Senhoras e senhores,
    Acredito que um governo no apenas o que realiza. No apenas o que dizem os discursos dos seus dirigentes. Um governo deve ser analisado e compreendido fundamentalmente por aquilo que ele na sua essncia, pelos valores que inspira sociedade que representa.
    Me dediquei todos os dias  do meu mandato a um silencioso trabalho. Me dediquei  a dar a minha contribuio para  demonstrar que a poltica a mais nobre das atividades humanas, quando exercida com desprendimento e com generosidade. A poltica a realizao prtica da tica.
    Aprendi, com o Presidente Tancredo, que ela tambm a forma mais honrada de exercer a solidariedade. No governei contra ningum. Governei a favor dos mineiros. E agradeo o reconhecimento dos nossos adversrios forma republicana com que conduzimos o estado. Busquei no dilogo e nas parcerias o caminho para a construo das convergncias que nos permitiram avanar tanto em to pouco tempo. No permitimos privilgios.  No vacilamos um s instante, quanto aos nossos princpios e aos valores que herdamos e que nos trouxeram at aqui. 
    Acredito que devemos aos brasileiros um cenrio mais generoso para a ao poltica. A grandeza do Pas que somos convoca-nos superao da lgica do enfrentamento pelo enfrentamento. Da disputa pela disputa. Do poder pelo poder. A poltica no pode ser a casa mesquinha que transforma adversrio em inimigo. No pode ser a casa  da intransigncia, da auto-suficincia e da arrogncia.
    Milton Campos costumava dizer que em Minas sempre haver um palmo de cho limpo em que os homens de bem possam se encontrar. Acredito que deveria ser esse, sempre, o cenrio da ao poltica: homens e mulheres de bem, reunidos sobre o cho limpo do respeito, da coragem e da tica. nisso que acredito. essa a poltica que fao. essa a causa a que tenho dedicado a minha vida.
    Senhoras e Senhores,
    Atendendo a Legislao em vigor, transfiro, neste ato, o Governo de Minas Gerais s mos honradas do vice-governador, agora governador, Antonio Augusto Junho Anastasia. Cumpro essa determinao legal com a mais absoluta confiana e serenidade. Conheo de perto a Inteligncia, a larga experincia,  e a  viso de futuro que ele incorporou aos seus saberes, nesses longos anos dedicados ao servio pblico.
    Todos esses justos elogios sua capacidade no modificaram, no entanto, os hbitos do homem simples, generoso e a sua profunda identidade com os melhores valores de Minas. Investido no cargo, o governador Anastasia leva consigo todos os compromissos que pactuamos nas ruas, com os mineiros. Tenho certeza que ele tambm os cumprir, um a um. Estou certo, governador Antnio Anastsia, que sua gesto manter a mesma ousadia e a mesma coragem que nos guiou, desde o incio e nos trouxe at aqui. 
    Mineiros, 
    Minas mais do que a terra em que nasci. Minas a minha escolha, o meu amparo e a minha esperana. Ao me despedir, nesta hora, gostaria de poder olhar nos olhos de cada um de vocs e dizer: honrei, todos os dias, o mandato de governador do Estado de Minas Gerais concedido a mim, por duas vezes, pela confiana da ampla maioria dos mineiros. Procurei estar altura dessa confiana e dos sonhos de cada um de vocs. Trabalhei com dedicao, movido pela minha profunda solidariedade nossa gente. Dediquei a Minas o que acreditei ser o mais importante: minha lealdade, minha coragem, minha alegria. Mas, sobretudo, o meu respeito e o meu amor. 
    com esta emoo que me despeo de vocs, como governador, para voltar ao meio de todos, como cidado e conterrneo, para os acompanhar e receber o que o destino me reservar. 
    Aos amigos queridos que de todas as partes de Minas e de outros cantos do Brasil aqui esto para nos abraar e compartilhar conosco esses momentos to marcantes. Obrigado, muito obrigado, e levem para suas casas a certeza de que aqui no cho de ferro dessas ruas, pratica-se a poltica com tica, trabalho e o mais importante, com generosidade. 
                                                                              Mineiros,Mantenhamos alto o nosso rosto. Firmes os nossos olhos. Decididos os nossos passos. H poucos dias, quando inaugurava a nova sede do Governo de Minas, encerrei minhas palavras retirando das cordas mais profundas da minha alma o sentimento que me une a Minas e aos mineiros. com este sentimento que me despeo de cada um de vocs, no com um adeus, mas com um at breve, pois: Minas minha causa, minha casa, minha ptria. E aqui, nesse cho, somos todos irmos!



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________




    ___________________________


    Clique para conhecer

    ___________________________


    Clique para conhecer

    ______________________________

    Clique para conhecer

    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________

         
     
    Clique e envie-nos 

seu e-mail