Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter Página do 

Programa João Carlos Amaral Entrevista Canal no youtube Clique e 

envie-nos seu e-mail Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter
___________________________


___________________________
Clique para conhecer
___________________________


__________________________


__________________________

__________________________

__________________________


______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer
______________________________

Sinapro MG
______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer



+ Categorias

  • Todos (15398)
  • POLÍTICA (5929)
  • GERAL (2057)
  • ARTIGOS (285)
  • ENTREVISTAS (35)
  • ECONOMIA (3754)
  • GENTE (1210)
  • TURISMO (842)

  • + Links
    + Arquivos

    Fevereiro, 2006
    Março, 2006
    Abril, 2006
    Maio, 2006
    Junho, 2006
    Setembro, 2006
    Julho, 2006
    Agosto, 2006
    Novembro, 2006
    Outubro, 2006
    Janeiro, 2007
    Dezembro, 2006
    Fevereiro, 2007
    Março, 2007
    Abril, 2007
    Maio, 2007
    Outubro, 2007
    Junho, 2007
    Julho, 2007
    Agosto, 2007
    Setembro, 2007
    Dezembro, 2007
    Novembro, 2007
    Janeiro, 2008
    Maio, 2008
    Fevereiro, 2008
    Março, 2008
    Julho, 2008
    Abril, 2008
    Junho, 2008
    Setembro, 2008
    Agosto, 2008
    Outubro, 2008
    Novembro, 2008
    Dezembro, 2008
    Janeiro, 2009
    Fevereiro, 2009
    Março, 2009
    Abril, 2009
    Maio, 2009
    Junho, 2009
    Julho, 2009
    Agosto, 2009
    Setembro, 2009
    Outubro, 2009
    Novembro, 2009
    Dezembro, 2009
    Novembro, 2012
    Janeiro, 2010
    Fevereiro, 2010
    Março, 2010
    Abril, 2010
    Maio, 2010
    Junho, 2010
    Julho, 2010
    Agosto, 2010
    Setembro, 2010
    Outubro, 2010
    Novembro, 2010
    Fevereiro, 2011
    Março, 2011
    Abril, 2011
    Maio, 2011
    Junho, 2011
    Julho, 2011
    Agosto, 2011
    Setembro, 2011
    Outubro, 2011
    Novembro, 2011
    Dezembro, 2011
    Janeiro, 2012
    Fevereiro, 2012
    Março, 2012
    Abril, 2012
    Maio, 2012
    Junho, 2012
    Julho, 2012
    Agosto, 2012
    Setembro, 2012
    Outubro, 2012
    Dezembro, 2012
    Agosto, 2015
    Janeiro, 2013
    Fevereiro, 2013
    Março, 2013
    Abril, 2013
    Maio, 2013
    Setembro, 2015
    Junho, 2013
    Julho, 2013
    Agosto, 2013
    Setembro, 2013
    Julho, 2016
    Outubro, 2013
    Novembro, 2013
    Dezembro, 2013
    Janeiro, 2014
    Fevereiro, 2014
    Março, 2014
    Abril, 2014
    Maio, 2014
    Junho, 2014
    Julho, 2014
    Agosto, 2014
    Setembro, 2014
    Outubro, 2014
    Novembro, 2014
    Dezembro, 2014
    Janeiro, 2015
    Fevereiro, 2015
    Março, 2015
    Abril, 2015
    Maio, 2015
    Junho, 2015
    Julho, 2015
    Outubro, 2015
    Novembro, 2015
    Dezembro, 2015
    Janeiro, 2016
    Fevereiro, 2016
    Março, 2016
    Abril, 2016
    Maio, 2016
    Junho, 2016
    Agosto, 2016
    Setembro, 2016
    Outubro, 2016
    Novembro, 2016
    Dezembro, 2016
    Janeiro, 2017
    Fevereiro, 2017
    Março, 2017
    Abril, 2017
    Maio, 2017
    Junho, 2017
    Julho, 2017
    Agosto, 2017
    Setembro, 2017



    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 31, 2007

    IMAGENS QUE FICAM de 2007. Do governador de Minas, Aécio Neves, que fez 47 anos. Ele é um dos ilustres leitores de nosso BLOG DE NOTÍCIAS. Desejo a ele um FELIZ 2008. E 2010? Esperamos (eu e muita gente), que ele seja candidato a Palácio do Planalto!

    Aqui relembro a frase: " o tempo é o senhor da razão". Mas não custa dar uma mãozinha, trabalhando, planejando, sonhando com a cabeça, mas com os pés no chão. E mais, " quem sabe faz hora, não espera acontecer", não se cansa de repetir a gravação de Geraldo Vandré, ídolo dos Festivais da Record nos anos 60.

    EM TEMPO - do arquivo da série UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS: abaixo, este BLOGUEIRO e o governador Aécio Neves, que conheço desde os tempos, que eu era Repórter Político da Rede Globo e ele secretário particular de seu avô, o então governador de Minas, Tancredo Neves.

                             


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 31, 2007

    IMAGENS QUE FICAM de 2007. Em Brasília: fomos recebidos pelo nosso amigo o ministro das Comunicações, senador Hélio Costa, do PMDB de Minas. Conversamos e muito sobre comunicação, nosso BLOG DE NOTÍCIAS, que o ministro confere diuariamente e, é claro, política mineira. Ele não será candidato a prefeito de BH. Mas é pré-candidato a governador de Minas, em 2010, pelo PMDB. A propósito vale ler a entrevista que o senador Hélio Costa deu ontem, domingo, dia 30, ao jornal Estado de Minas. EM TEMPO: desejo ao casal, meu amigo Hélio Costa/Ana Catarina, que passa o reveillon em Barbacena, um FELIZ 2008... e milhões de VOTOS em 2010!






                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 31, 2007

    IMAGENS QUE FICAM de 2007. Da solenidade de entrega do Mérito Legislativo no Palácio da Revolução Liberal em Barbacena. A foto é do barbacenaonline.

     
    Da esquerda para a direita:
     o casal Cláudia/ desembargador Reinaldo Ximenes;
    o jornalista Lindolfo Paoliello
    (que está em Vila Velha, aonde passa o revellion com os casais,
     Expedito Euzébio da Silva/Kátia; Zé Milton Bittencourt/Beatriz),
    e o advogado Carlos Alberto Penna.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 31, 2007

    IMAGENS QUE FICAM de 2007. O almoço no belíssimo apartamento do advogado da Usiminas no Espírito Santo, Zé Milton Bittencourt e Beatriz - realizado em homenagem ao vice-presidente da Corte Interamericana de Direitos Humanos da ONU na Guatemala, Antônio Augusto Cançado Trindade (forte concorrente a juiz da Corte Internacional de Haia). No almoço preparado por Bia - à base de moqueca de siri mole e muquena de banana - inesquecíveis - estavam o advogado Expedito Euzébio da Silva e Kátia; minha mulher, a decoradorta Cida Amaral e minha filha, Natália, universitária de Engenharia Ambiental na Fumec, em BH; Zélia, mulher do meu primo, o desembargador do Tribunal Federal do Rio de Janeiro, Luiz Antônio Soares - vizinhos de Zé Milton. E o jurista Cançado Trindade e sua mulher, a simpática colombiana Carmela. Confira as fotos que nosso BLOG DE NOTÍCIAS republica como uma homenagem especial aos amigos e amigas que participaram do almoço no apê do Zé Milton, lá na Praia da Costa em Vila Velha, Espírito Santo, há um ano. Desejo a eles e ao meu amigo, o jornalista Lindilfo Paoliello, que não estava lá em janeiro de 2007 - mas que desta vez não resistiu. Está com com o casal dr. Expedito/Kátia, Zé Milton/Bia para saudar o ANO NOVO da varanda do apê do Zé MIlton, que se abre para o belíssimo oceano atlântico - numa das mais belas vistas que conheço (CONFIRA AS FOTOS abaixo). Desejamos um ANO NOVO de muito SUCESSO!


               
          Zé Milton e Beatriz.


    Da esquerda para a direita:
    o juiz Antônio Augusto Cançado
    Trindade, o homenageado, e o
    anfitrião, advogado da Usiminas 
    no Espírito Santo, José Milton
    Bittencourt. Os dois são da "turma
    ministro Sálvio de Figueiredo
    Teixeira" formada pela 
    Faculdadede Direito da UFMG
    em 1971.

     










                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 30, 2007

    Concurso público! Presidente da Assembléia de Minas, deputado Alberto Pinto Coelho, abre o maior concurso já feito para preencher cargos no Parlamento Mineiro. São 221 vagas.

     

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 30, 2007

    ATENÇÃO! Assembléia de Minas abre 221 vagas para nível médio e superior. Salário inicial do nível médio (com 93 vagas) é de R$ 2.111,66. E para o nível superior (128 vagas) é de R$ 3.981,89. Vale conferir!

    A Assembléia Legislativa de Minas Gerais promoverá, em 2008, concurso público para o preenchimento de 93 vagas para cargos de nível médio e de 128 vagas para cargos de nível superior de escolaridade. O edital foi publicado no Minas Gerais/Diário do Legislativo deste sábado (29/12/07). Este é o maior concurso já realizado pela Casa e, segundo o presidente da ALMG, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), vai contribuir para suprir as necessidades do quadro de pessoal - que ele enfatiza já ser altamente qualificado.
    As inscrições serão feitas apenas pela internet, das 9 horas do dia 11/2/08 às 19 horas do dia 22/2/08, no endereço eletrônico www.fundep.br/concursos, da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep), da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), responsável pela organização do concurso. O valor da inscrição para os candidatos às vagas de nível médio é R$ 42 e para os candidatos às vagas de nível superior, R$ 79. O padrão de vencimento dos cargos de nível médio é o VL-31 (R$ 2.111,66) e dos de nível superior, VL-44 (R$ 3.981,89). São 9 as especialidades de nível médio e 39 as especialidades/áreas de seleção de nível superior, além do cargo de procurador (leia abaixo).
    O edital traz todas as informações sobre inscrições, qualificação exigida do candidato, sugestão de bibliografia e dinâmica das provas, bem como orientações para isentos do pagamento da taxa de inscrição e para portadores de deficiência. Ele pode ser consultado no diário oficial Minas Gerais/Diário do Legislativo (disponível no endereço eletrônico www.almg.gov.br, da Assembléia de Minas, nas opções Atividade parlamentar/Diário do Legislativo) ou no endereço eletrônico www.fundep.br/concursos.
    Todas as instruções, comunicações e convocações relativas ao concurso serão publicadas no Diário do Legislativo e divulgadas no endereço eletrônico da Fundep. O telefone da Central de Atendimento da fundação é o (31) 3409-6827.
    Candidato deverá escolher área de seleção ao se inscrever
    No ato da inscrição, o candidato já terá que escolher a área de seleção. É preciso ler atentamente o requerimento eletrônico de inscrição, pois não será possível retificar as informações depois de confirmadas. Será permitida a inscrição para dois cargos de diferentes níveis de escolaridade. Fica vedada a inscrição para mais de um cargo de mesmo nível de escolaridade e para mais de uma especialidade/área de seleção do mesmo cargo.
    Ao se preencher o requerimento eletrônico de inscrição, será exigido do candidato, entre outras informações: o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF); o número de um documento oficial de identidade (com fotografia), com a respectiva indicação da entidade expedidora; e a indicação do cargo/especialidade/área de seleção a que vai concorrer.
    A data, a hora e o local da primeira ou da única prova, conforme o caso, constarão do comprovante definitivo de inscrição - que o candidato receberá, via Correios, no endereço informado no requerimento eletrônico de inscrição. O documento de identidade (com fotografia) indicado no comprovante será o mesmo que o candidato deverá apresentar na data da realização de cada prova.
    A descrição das atribuições dos cargos e das especialidades constam da Resolução 5.310, de 2007 (que pode ser consultada no site da Assembléia, nas opções Legislação/Legislação mineira).
    Especialidades/cargo

    Nível médio:

    * Técnico de Apoio Legislativo

    * Técnico em Edificações

    * Técnico em Eletrônica

    * Técnico em Eletrotécnica

    * Técnico em Enfermagem

    * Técnico em Mecânica

    * Técnico em Telecomunicações

    * Técnico Gráfico

    * Policial Legislativo (masculino)

    * Policial Legislativo (feminino).

    Nível superior:

    Nível superior:

    Nível superior:

    * Analista de Projetos Educacionais

    * Analista de Recursos Humanos

    * Analista de Sistemas (com as seguintes áreas de seleção: Desenvolvimento de Sistemas, Administração de Rede e Suporte Técnico)

    * Arquiteto

    * Arquivista

    * Assistente Social

    * Bibliotecário

    * Consultor Administrativo

    * Consultor em Direito (com as seguintes áreas de seleção: Direito Constitucional e Administrativo; e Direito Tributário)

    * Consultor Legislativo (com as seguintes áreas de seleção: Gestão Pública; Finanças Públicas; Desenvolvimento Econômico; Meio Ambiente e Agropecuária; Saúde Pública; Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia, Desporto e Lazer; Desenvolvimento Social e Defesa Social)

    * Consultor do Processo Legislativo

    * Engenheiro Civil

    * Engenheiro de Telecomunicações

    * Engenheiro Eletricista

    * Engenheiro Mecânico

    * Historiador

    * Jornalista (com as seguintes áreas de seleção: Assessor de Imprensa; Editor de Texto de TV; Produtor de TV; Repórter de Rádio; Repórter de TV)

    * Médico

    * Médico Cardiologista

    * Médico do Trabalho

    * Procurador

    * Programador Visual (com as seguintes áreas de atuação: programador visual/designer e webdesigner)

    * Psicólogo

    * Redator-revisor

    * Relações Públicas

    * Taquígrafo.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 30, 2007

    Imagens de 2007 em Juiz de Fora. Os registros são da coluna do nosso amigo César Romero da Tribuna de Minas.


    Kaká Guilhermino, Juracy Neves
    e Margarida Salomão

    Jovino e Marta Reis

    Paulo Ely e Regina Pereira

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 29, 2007

    VIA VERDE. Em 2007 foi dada a largada para o projeto VIA VERDE, o maior projeto turístico do município de Desterro do Mello - fica a 200 kms de BH e 32 de Barbacena - no caminho do meio da Estrada Real. O circuito de 14 kms fica nos penhascos das Serra da Conceição, a cerca de 1.300 metros de altitude. A natureza é exuberante. Os turista ecológicos poderão praticar rapel, vôo de paragleider, fazer caminhadas e de bicicleta. O secretário de Meio Ambiente do governo Aécio Neves doou 10 mil árvores frutíferas ao longo do trajeto da VIA VERDE. Cinco mil deleas já foram plantadas.


    Deputado Agostinho Patrus Filho,
    o prefeito de Desterro do Mello, Ruy Fernandes,
    o secretário de Meio Ambiente de Minas, José Carlos de Carvalho
    e o presidente da Feam, José Claudio Junqueira.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 29, 2007

    FIEMG faz balanço de 2007. Presidente ROBSON ANDRADE diz que o ano foi positivo. Para ele a economia mineira vai crescer mais que a média nacional. PIB mineiro deverá ficar 5,6% em 2007 e 4,8% em 2008. Leia detalhes da entrevista do presidente da FIEMG.

    O ano de 2007 foi bom para a economia, na avaliação do Sistema Fiemg. O Produto Interno Bruto (PIB) do País deverá crescer em torno de 5,2% em 2007, enquanto em Minas Gerais, os indicadores de produção da economia superaram a média nacional. As previsões da entidade apontam para um crescimento do PIB mineiro de 5,6% em 2007 e 4,8% em 2008.

    O presidente da Fiemg, Robson Braga de Andrade, fez um balanço da economia mineira neste exercício e falou das perspectivas do setor produtivo para 2008. "Minas tem uma indústria diversificada e vigorosa, que apresentou um crescimento na taxa de emprego, no consumo e na massa salarial, que refletiu no crescimento dos investimentos," afirmou Andrade. Já para 2008, a Fiemg trabalha com a projeção mais conservadora de 4,5 de crescimento do PIB do país.
     

    De acordo com dados do Governo do Estado, investimentos públicos e privados de mais de R$ 150 bilhões foram anunciados para período de 2003 a 2010. A produção física industrial de Minas, medida pelo IBGE, acumula, até outubro, crescimento de 8,6%. No mesmo período, a expansão nacional foi de 5,9%. Os maiores crescimentos ocorreram no setor de máquinas e equipamentos (21,8%), veículos automotores (21,3%) e extrativo mineral (10,5%).
     

    Entretanto, a Fiemg não afasta a presença de ameaças e riscos, "que recomendam cautela e exigem ações para que o Brasil possa superar o principal desafio que enfrentará em 2008" – o de assegurar a sustentabilidade do crescimento. "Os grandes desafios para o próximo ano são a redução dos gastos públicos e a aceleração dos investimentos em infra-estrutura, ambos cruciais para que o País supere gargalos e assegure que o ciclo de crescimento que se inicia seja duradouro e vigoroso", enfatizou Andrade. Com a extinção da CPMF, a Fiemg espera que o governo promova um forte ajuste, que, obrigatoriamente, implica em redução dos gastos públicos
     

    A escassez de energia elétrica é outro temor do empresariado para os próximos três anos. "O risco é elevado, em um momento de grandes investimentos de expansão da indústria", alertou Andrade. 
     

    Minas Gerais deverá encerrar 2007 com a maior taxa de crescimento da produção física industrial do País. O faturamento da indústria de transformação mineira cresceu 8,8% entre janeiro e outubro de 2007, na comparação com igual período do ano passado; na indústria brasileira, o crescimento médio foi de 4,9%. Considerando a indústria extrativa mineral, o faturamento médio da indústria mineira foi de 8,9%. Os maiores crescimentos entre janeiro e outubro de 2007 foram nos setores de material de transportes (34,4%), calçados (21,5%), bebidas (19,4%), celulose, papel e papelão (17,5%), extrativo mineral (11,0%). O crescimento no faturamento do setor de metalurgia foi de 7,8%.
     

    O emprego da indústria de transformação de Minas Gerais, até outubro, aumentou 7,4%, na comparação com os 10 meses iniciais de 2006. Na indústria brasileira, no mesmo período, a expansão foi de 3,7%. Considerando a indústria extrativa mineral, a elevação foi de 7,6%. Os setores da indústria com maiores taxas de crescimento no emprego foram mecânica (24,2%), material de transportes (20,3%), extrativo mineral (11,2%) e bebidas (10,0%).
    No período de janeiro/novembro de 2007, as exportações mineiras cresceram 17,3%, em comparação com o mesmo período de 2006; para o País, o crescimento foi de 16,1%. De janeiro a novembro, as exportações mineiras somaram US$ 16,83 bilhões. As maiores taxas de crescimento nas exportações, até novembro de 2007, foram observadas nos setores de couros (79,0%), celulose, papel e papelão (34,8%), minério de ferro (31,4%), pedras preciosas e ouro (24,0%) e instrumentos de precisão e médicos
    (20,7%). "A pauta de exportações de Minas está mudando, apresentando maior valor tecnológico agregado. Exportamos minério de boa qualidade, mas 34% da pauta exportadora deste ano são de manufaturados", ressaltou Andrade.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 29, 2007

    O COLÍRIO deste sábado é um presente em dose tripla. E vem sabe de onde? Isso mesmo! Da coluna do meu fraterno amigo César Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.







     






    Thaís Lamin Leal, Alba Gomes e
    Stael Naya Camargo: confraternização
    de final de ano na Churrasqueira


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 29, 2007

    A IMAGEM mais importante do ano - como exemplo de convivência política - pelo bem comum, entre adversários. O ministro das Comunicações,senador Hélio Costa, do PMDB, e o prefeito de Barbacena, Martim Andrada do PSDB, dialogam embusca de dar à cidade a oportunidade de ouro da Inclusão digital. A foto é da coluna do meu amigo José Antônio Lopes - o Jal - do barbacenaonline. Parabéns aos dois, deste repórter político - foi da Rede Globo por mais de 15 anos - com mais de 20 anos de janela.








    O ministro das Comunicações, senador Hélio Costa,
    falando com o prefeito Martim Andrada
    sobre a parceria do governo Lula
     na implantação do projeto Barbacena Digital,
     com a participação do professor Américo Tristão,
     coordenador geral do projeto


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 28, 2007

    Nosso BLOG DE NOTÍCIAS agradece os cumprimentos do amigo barbacenense Roberto Bedran. Ele é um dos nossos mais de 600 mil leitores espalhados pelo planeta. Um abraço!

    Parabéns. Tenho acompanhado e apreciado.
    Continue sempre com esta capacidade.
    Aproveito para lhe desejar e aos seus, Feliz Natal e Prospéro Ano Novo, com muita saúde, paz, harmonia, alegria e muito sucesso.
    Abraços
    Roberto Bedran



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 28, 2007

    DE OLHO na nova licitação dos ônibus na capital mineira em 2008. Concessão pula de 10 para 20 anos e quem vai9 contratar é a própria prefeitura. Confira detalhes!







    Projeto de licitação
    do transporte coletivo
    prevê mais segurança
    e conforto para passageiros



    O projeto com os critérios para a licitação do transporte coletivo de Belo Horizonte, prevista para o início de 2008, foi apresentado nesta quinta-feira, dia 27, pela Prefeitura em audiência pública no auditório da Procuradoria Geral do Município. As regras propostas têm o objetivo de assegurar equilíbrio financeiro ao sistema, mais segurança e conforto aos passageiros, inclusive com o aumento das linhas de ônibus, e normas mais claras para o reajuste tarifário.
    A comissão formada para elaborar a proposta vai receber, até o dia 21 de janeiro , sugestões da população, assegurando a participação da sociedade na construção do novo modelo. A Prefeitura pretende publicar o edital da licitação até o próximo mês de fevereiro. O atual contrato, assinado em 1998, vence em julho de 2008 e a expectativa é que o novo sistema comece a operar tão logo se encerre o contrato vigente.
    O tempo de vigência da concessão aumenta de 10 para 20 anos e o contratante passa a ser o próprio Município, conforme lei autorizativa já aprovada pela Câmara Municipal.
    De acordo com os novos critérios, a licitação será dividida em quatro redes de transportes, correspondentes a contratos a serem disputados por empresas ou consórcios de empresas. A capital é dividida em quatro grandes áreas: Rede 1 (avenida Antônio Carlos  Venda Nova e Pampulha), Rede 2 (avenidas Cristiano Machado e Silviano Brandão  Norte, Nordeste e Leste), Rede 3 (avenida Amazonas  Barreiro e Oeste) e Rede 4 (rua Padre Eustáquio e avenida Pedro II  Noroeste).
    Novas regras
    A média atual de passageiros pagantes é de 1 milhão e 460 mil usuários por dia útil. Com a licitação, o número de veículos da frota vai aumentar dos atuais 2.823 , distribuídos entre 266 linhas e 43 empresas, para 3.048 veículos. As condições para a prestação do serviço vão incluir ainda a definição de uma quantidade de passageiros por metro quadrado para evitar a superlotação. Essa regra será fiscalizada por meio de um sistema inteligente, como apontou o presidente da BHTrans, Ricardo Mendanha , que vai exigir das empresas a instalação, nos coletivos, de equipamentos eletrônicos como GPS, bilhetagem eletrônica e contador de passageiros, entre outros.
    Entre as principais alterações estão o modo de remuneração do sistema e o planejamento do reajuste tarifário. De acordo com Mendanha, os critérios para o reajuste serão baseados em uma fórmula, estabelecida previamente no contrato, que vai levar em conta parâmetros predefinidos. É como no caso do telefone e da conta de luz. A tarifa vai variar de acordo com índices que dependem do aumento de combustível, aumento de preço de veículo e o INPC, que vão definir o valor de maneira automática, explicou .
    A forma de remuneração passará a ser calculada pelo número de passageiros transportados e não por quilômetro rodado, como é hoje. A empresa terá que investir e planejar seu serviço de forma mais racional e eficiente, porque a remuneração já estará determinada , ressaltou o procurador-geral do Município, Marco Antônio Rezende, lembrando que não haverá mais a câmara de compensação tarifária. Ele salientou que o novo modelo está concebido de forma que não haja déficit, com o estabelecimento de mecanismos de equilíbrio econômico e financeiro do contrato em virtude de situações não previstas e a criação de um fundo privado composto por receita das próprias empresas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 28, 2007

    O COLÍRIO desta sexta-feira vem mais uma vez da coluna do César Romero da Tribuna de Minas.


    Mariana Trindade, bela presença na
    festa de Natal do Privilège

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 28, 2007

    Atenção! Governador Aécio Neves sanciona PACOTE TRIBUTÁRIO.









                                                     Estado tem pacote fiscal
                                                  que reduz ICMS de 93 produtos

     

    O governador Aécio Neves sancionou parcialmente, nesta quinta-feira (27), o projeto de lei que promove alterações no sistema tributário do Estado por meio de reduções do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de 93 produtos. Entre eles, materiais de construção e de escritório, produtos hospitalares, energia elétrica para irrigação, escolas e hospitais, além de iogurtes e produtos derivados do leite e o álcool combustível. A expectativa do governo estadual é de que a redução beneficie o consumidor por meio da queda no preço final dos produtos.
    Para estimular a aquisição de produtos dentro do próprio Estado, a nova legislação iguala a tributação interna à interestadual dos produtos adquiridos por grandes consumidores, como construtoras, escritórios, hospitais e poder público. A redução é de 18% para 12%. A mesma redução foi concedida para a indústria da cachaça e aguardente de cana nas operações realizadas por associação ou cooperativa da agricultura familiar.
    Atendendo a antiga reivindicação do setor produtivo, o ICMS aplicado sobre o álcool combustível na operação entre a usina e o distribuidor está sendo reduzido de 25% para 12%. No setor de alimentação, a redução dos impostos atinge produtos como iogurte, leite fermentado e bebida láctea, com a queda da alíquota de 18% para 7%.
    No caso da energia elétrica, a redução do ICMS acontece na utilização para irrigação noturna com o propósito de estimular a atividade agrícola (de 12% para 7%) e na energia utilizada pelas instituições públicas de ensino superior e dos hospitais públicos universitários (de 18% para 6%). Parcelamento de débitos
    A nova legislação institui o Programa de Parcelamento Especial de Crédito Tributário, concedendo descontos para pagamento de débitos relativos ao ICMS vencidos até 31 de outubro de 2007. As reduções das multas são de 90% para pagamento à vista. Para os débitos parcelados, variam de 88% a 50%. Os juros serão reduzidos entre 40% e 70% também de acordo com a modalidade do pagamento, à vista ou parcelado. O benefício está condicionado ao pagamento da primeira parcela ou parcela única até 31 de março de 2008.
    Isenção de taxas e restituição de IPVA para carro roubado
    Nos serviços prestados via Internet pela Secretaria de Estado da Fazenda, o cidadão será, a partir de agora, beneficiado com a isenção da taxa para obtenção da Certidão Negativa de Débito (CND), antes no valor de R$ 25,62. A emissão pela internet sem nenhum custo também valerá para os atos processuais de intimação e apresentação de recurso junto à Fazenda, dando celeridade ao processo tributário administrativo.
    A taxa cobrada para emissão de segunda via do Certificado de Licenciamento de Veículo – CRLV está sendo reduzida de R$ 51,65 para R$ 14,50. No caso de furto ou roubo de veículo, o proprietário será restituído do IPVA pago e o veículo roubado ficará isento da taxa de licenciamento.
    A lei sancionada pelo governador garante ainda isenção total a algumas operações como as aquisições internas de veículos, realizadas por município para a operacionalização de Conselho Tutelar Municipal, antes tarifadas em 12%. Também estão isentas do imposto as prestações de serviço de transporte intermunicipal de carga efetuado por balsa (era de 18%).
    Agricultura Familiar e saúde
    O novo sistema fiscal dispensa a tributação entre associado ou cooperado e as respectivas associações e cooperativas, como medida para estimular o escoamento da produção dos produtores de agricultura familiar e produtores artesanais.
    Na área da saúde, a tributação nas operações com bolsa de sangue, glicosímetros destinados ao monitoramento da glicemia capilar e importação de produtos médicos hospitalares sem similar nacional têm uma redução de 18% para 12% na alíquota cobrada.
    Compensação
    Para cumprir o que estabelece a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) - de que concessão de benefício fiscal e perda de receita precisam vir acompanhadas de nova fonte de arrecadação - o Estado propôs medidas para cobrir o impacto na receita provocado pela redução das alíquotas, estimada em R$ 74 milhões.
    A lei altera de 18% para 25% a alíquota do serviço de transmissão de dados por telefonia (internet), igualando a tributação do setor ao percentual já cobrado nos outros estados. A medida corrige ainda uma distorção que havia no mercado mineiro causada pela prática de duas alíquotas diferentes para a internet via cabo e a internet via telefone. A partir agora a alíquota sobre o mesmo serviço é unificada.
    Altera também a alíquota do ICMS nas operações com solvente não destinado a industrialização para 25% (vinte e cinco por cento), como forma de combater a adulteração de combustíveis.
    Vetos
    O projeto de lei de autoria do Executivo foi aprovado pela Assembléia Legislativa. Por orientação da Secretaria de Estado da Fazenda, duas emendas apresentadas pelo Legislativo ao projeto original foram vetadas pelo governador por serem inconstitucionais: o parágrafo 61 do artigo 12, que autorizava o Executivo a reduzir para até 3% a carga tributária nas operações internas com gás natural veicular, gasolina e álcool para fins carburantes destinados a cooperativas de táxis; e o artigo 8º que previa anistia de multas para infrações à legislação florestal ocorridas até o dia 31 de outubro de 2007. Esses pontos foram vetados por não apresentarem medida compensatória da receita e por contrariarem o interesse público.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 27, 2007

    HOJE, 17 horas, na sede da Academia Mineira de Letras, aqui em BH.

    TV DIGITAL em Minas nasce nesta quinta-feira pelas mãos do ministro Hélio Costa.
    Ele enviou telegrama ao nosso BLOG DE NOTÍCIAS.


    Em primeira mão. TV DIGITAL chega a Minas. O ministro das Comunicações, senador Hélio Costa, vai autorizar quinta-feira, dia 27 de dezembro, às 17 horas, em solenidade na Academia Mineira de Letras o funcionamento em caráter experimental a TV DIGITAL em Minas.
    Na solenidade o ministro Hélio Costa vai autorizar as TVs Abertas - Globo, Band, Record, Rede TV e TV Alterosa - todas chamadas de "cabeças de rede", a começarem a implantar o sistema de transmissão digital.
    As consignações serão para a transmissão em caráter experimental.
    O começo prá valer da transmissão digital em Minas, será a partir do final de janeiro, começo de fevereiro de 2008.
    Anote na sua agenda!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 27, 2007

    De olho no IPTU do ano que vem em Beagá.








                                                                     IPTU 2008
                                                         tem alíquotas e desconto
                                                          mantidos pela Prefeitura


    A Prefeitura divulgou os critérios de cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para 2008. Não haverá aumento de alíquota e o desconto oferecido este ano, de 7%, será mantido para quem pagar o imposto à vista ou antecipar no mínimo duas parcelas até o dia 15 de janeiro. Desde 1999, não há alteração nas alíquotas, que continuarão variando de 0,8% a 3% para imóveis residenciais, não-residenciais e não-edificados (lotes vagos). A antecipação vai gerar economia também com a taxa de expediente, que é cobrada pela emissão das guias. O prazo para o pagamento sem desconto é o dia 17 de janeiro e as demais parcelas vencerão no dia 15 de cada mês.
    As informações foram dadas em entrevista coletiva concedida pelo secretário municipal de Finanças, José Afonso Bicalho, e pela secretária-adjunta de Arrecadação, Silvana Andrade. De acordo com Bicalho, o contribuinte que optar por adiantar o pagamento vai garantir uma economia significativa.
    "Quem quiser aplicar o dinheiro e pagar parcelado o IPTU tem que obter uma rentabilidade de 18% (em aplicações financeiras ), o que sabemos que não há no mercado. Mantemos os 7% para incentivar as pessoas a pagarem à vista", explicou. Em 2007, 42% dos contribuintes fizeram a opção pela quitação integral com desconto.
    Para 2008, os valores do imposto serão corrigidos pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-E) de 2007 - correção da inflação do período -, no percentual de 4,36 %. No próximo ano, estarão isentos do pagamento 80.000 contribuintes, o que equivale a uma renúncia fiscal por parte da Prefeitura de R$ 29 milhões. No total, estão previstos 674.730 lançamentos do imposto, com valor estimado de R$ 592 milhões, incluindo também a Taxa de Coleta de Resíduos (TCR), a Contribuição para o Custeio da Iluminação Pública (lotes vagos) e a Taxa de Fiscalização de Aparelhos de Transporte (TFAT).
    As guias já podem ser impressas pela internet a partir do dia 29 de dezembro, próximo sábado, no site www.fazenda.pbh.gov.br/iptu e começam a chegar no endereço dos contribuintes no dia 3 de janeiro.
    O prazo para a apresentação de reclamações relativas ao IPTU vai de 2 de janeiro a 1º de fevereiro nos postos de atendimento, onde o contribuinte pode ainda esclarecer dúvidas e solicitar a emissão de guias. O endereço dos postos e impressão de segunda via, entre outros serviços, estão disponíveis também no site .


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 27, 2007

    Balanço e formação de mão de obra qualificada. Presidente da AMIP, Antônio de Pádua destaca ano positivo para as 6 mil e 500 padarias espalhadas por toda Minas Gerais, que empregam hoje cerca de 220 mil profissionais. As informaçlões são do site da fiemg.com.br

    O segmento industrial mineiro da panificação encerra o ano em grande estilo. O Sindicato e a Associação Mineira da Indústria da Panificação (Amipão), em parceria com o Sistema Fiemg, através do Centro de Formação Profissional “Américo René Giannetti” (unidade do Senai-MG) promoveu, na sede da Fiemg, em Belo Horizonte, a solenidade de formatura dos alunos de vários cursos da área. O evento foi patrocinado pela empresa Moinhos Vera Cruz, com apoio do Sebrae-MG.
    No total, 62 alunos receberam os certificados de conclusão dos cursos de Panificação e Confeitaria – Panifieros turmas XX, XXI e XXII; Auxiliar em Panificação e Confeitaria; e Panificação Companheiros do Dever. Além disso, a ocasião serviu para homenagear algumas padarias, em reconhecimento aos seus desempenhos na linha dos produtos “speciale pães de Minas”. O presidente do Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Panificação e Confeitaria e de Massas Alimentícias e Biscoitos/MG, Luiz Carlos Caio Xavier Carneiro, assinalou: “Sabemos o quanto é importante a qualificação dos profissionais para o crescimento das empresas e do setor e, em conseqüência, para o desenvolvimento de produtos com melhor qualidade”.
    O segmento da panificação e confeitaria, um dos mais atuantes da economia nacional, abriga, somente em Minas Gerais, 6,5 mil padarias, que contabilizam cerca de 220 mil empregos diretos e indiretos e faturam algo em torno de R$4 bilhões anuais. Os números foram revelados pelo presidente da Associação dos Panificadores mineiros (Amip), Antônio de Pádua Moreira, para quem “a qualificação dos nossos profissionais é sinal de credibilidade para o nosso setor”. O diretor-regional do Senai-MG, Alexandre Magno Leão, ressaltou o valor das parcerias em projetos de profissionalização. “É com parcerias como esta, com responsabiliades compartilhadas, que melhoraremos a educação neste país”, disse. Falando para os formandos, o gerente do Senai/Américo René Giannetti, Adilson Raimundo de Souza, destacou: “Vocês estão preparados para a caminhada profissional, vão superar barreiras com os conhecimentos adquiridos no Senai”.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 26, 2007

    Poderoso vice-presidente de Assusntos Governamentais da COCA COLA no Brasil, o mineiro Jack Corrêa está em BH. Estive com ele hopje no BH Shopping. Estava cheio de sacolas, bem no clima de fim de ano.

    Sempre simpático, Jack Corrêa,  não se esqueceu do nosso tempo de Minas - ele no cerimonial do governador Francelino. Eu repórter político da Rede Globo.
    E aí, Jack, continua lá na Coca Cola, em Brasília? Ele respondeu brincando, com seu jeito de "nós mineiros": é. Não deu prá arrumar outro emprego.
    Eu respondí: e precisa melhor? Ele abriu um sorriso, concordando!
    E emendou: estou fazendo 55 anos e não vejo a hora de me aposentar! Eu emendei: aí você vai poder fazer o que você mais gosta, não é? Gosto do que faço, e muito, concluiu.
    Quando lhe dei meu cartão empresarial ele foi generoso: " Socorro, Estou na TV", leu. O nome é ótimo. Sempre tem alguém lá em Brasília dizendo: preciso aprender a dar entrevista.
    Eu emendei: recomende meu media trainning. Ele sorriu positivamente. Nos depedimos.
    Desejei Feliz 2008!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 26, 2007

    Da série: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Medalha Teófilo Otoni é entregue ao deputado federal do PDT mineiro, Ademir Camilo.


    Da esquerda para a direita: o deputado Getúlio Neiga,PMDB,  
    um dos criadores da Medalha Teófilo Otoni;
    o homenageado, deputado Ademir Camilo,PDT-MG
    e o deputado Alberto Pinto Coelho,PP,  
    presidente da Assembléia de Minas
     e parceiro de Getúlio Neiva na criação da Comenda.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 26, 2007

    DE OLHO NO IPTU de 2007, em BH. Desconto será de 7% para quem pagar à vista.







                                                          Prefeitura mantém 
                                                         alíquotas e desconto 
                                                           para o IPTU 2008

    A Prefeitura, pelo oitavo ano consecutivo, mantém inalteradas as alíquotas do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) que continuarão variando, em 2008, de 0,8% a 3,0% para imóveis residenciais, não-residenciais e não-edificados (lotes vagos). O desconto será de 7%, mesmo percentual deste ano, para o pagamento integral ou a antecipação de no mínimo duas parcelas até o dia 15 de janeiro. Quem fizer o pagamento antecipado também vai economizar com a taxa de expediente, que é cobrada pela emissão das guias . O prazo para o pagamento sem desconto é o dia 17 de janeiro e as demais parcelas vencerão no dia 15 de cada mês.
    Os valores do imposto serão corrigidos pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-E) (correção da inflação do período) de 2007, no percentual de 4,36%. Em 2008 , estarão isentos do pagamento 80.000 contribuintes. No total, estão previstos 674 .730 lançamentos do imposto. O valor total estimado para esses lançamentos é de R $ 592 milhões, incluindo também a Taxa de Coleta de Resíduos (TCR), a Contribuição para o Custeio da Iluminação Pública (Lotes vagos) e a Taxa de Fiscalização de Aparelhos de Transporte (TFAT).
    As guias já estarão disponíveis pela internet no dia 29 de dezembro, no site www .fazenda.pbh.gov.br/iptu e começam a chegar no endereço dos contribuintes a partir do dia 3 de janeiro. O prazo para a apresentação de reclamações relativas ao IPTU começa no dia 2 de janeiro e vai até o dia 1º de fevereiro nos postos de atendimento . Além disso, nos postos o contribuinte poderá solicitar a emissão de 2ª via do IPTU 2008, emissão de guia da Dívida Ativa, alteração de endereço de correspondência, esclarecer dúvidas quanto ao lançamento e pedir revisão dos valores cobrados. Emissão de segunda via e outras informações podem ser obtidas também no site.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 26, 2007

    BALANÇO do ANO na Assembléia de Minas. Em 2007 várias leis IMPORTANTES FORAM APROVADAS NO FINAL DO ANO. Confira!



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 26, 2007

    Confira! AS LEIS que mexem no seu bolso, na sua vida, no seu dia-a-dia. O texto é GRANDE, mas vale a pena!











                                                            Leis de 2007 têm regras
                                                                para meio ambiente, 
                                                          setor público e segurança

    Os deputados estaduais produziram novas leis sobre meio ambiente, saúde, segurança, regras para a administração pública e direitos dos cidadãos, em 2007. O balanço das atividades da Assembléia Legislativa de Minas Gerais revela que, apesar da pequena margem constitucional que têm para legislar, os parlamentares conseguiram aprovar normas que interferem no dia-a-dia da administração pública e têm reflexos positivos para o cidadão, de forma direta ou indireta.
    Vale lembrar que o poder de legislar dos Estados-membros foi encolhendo ao longo do tempo e das Constituições. Além disso, assuntos relacionados à administração pública, orçamentos e tributos estaduais são matérias de competência privativa do chefe do Executivo. Saúde e educação também são temas com restrições para a atuação dos deputados. Tudo isso acaba afunilando as possibilidades de escolhas dos parlamentares. Apesar disso, há resultados para mostrar.
    Segurança do cidadão - Um dos exemplos é a Lei 16.975 (ex-PL 139/07, do deputado Sargento Rodrigues, do PDT), que obriga os bancos a manterem vigilância ostensiva pelo período integral de atendimento ao público e a instalarem dispositivos de segurança nas agências, postos de serviço e quiosques dos caixas eletrônicos instalados no Estado. Até então, a legislação (Lei 12.971, de 1998) obrigava apenas a instalação de dispositivos de segurança nas agências e postos de serviços. A nova norma acrescenta, ainda, alarme sonoro aos equipamentos que cada unidade de atendimento deverá possuir. Esse alarme será acionado pelo usuário em caso de emergência.
    Também do deputado Sargento Rodrigues, o PL 700/07 estabelece normas de segurança para a carga e descarga de valores em estabelecimentos financeiros. O projeto determina que essa operação será feita obrigatoriamente em local protegido e apropriado no interior do estabelecimento, ficando proibida em via pública. Os estabelecimentos financeiros terão 180 dias para se adequar e, se infringirem a futura norma, ficarão sujeitos a multa de 35 mil Ufemgs (R$ 59.780,00), assim como as empresas de transporte de valores infratoras. Cabe recurso ao órgão competente. Esse projeto ainda será remetido à análise do governador, que poderá transformá-lo em lei ou vetá-lo.
    Violência - Outra ação parlamentar positiva está contida na Lei 16.835 (ex-PL 20/07, do deputado Eros Biondini, do PHS), que modifica a Lei 13.188, de 1999, que dispõe sobre a proteção, o auxílio e a assistência às vítimas de violência. A nova norma acrescenta a oferta de assistência social e psicológica à vítima entre as atribuições do Estado. O Executivo deverá fazer, ainda, o levantamento estatístico dos casos de violência que discrimine seu tipo e forma, bem como manter banco de dados atualizado.
    Olhos - Já a Lei 17.078 (ex-PL 350/07, do deputado Doutor Viana, do DEM) determina que o Sistema Único de Saúde (SUS) garantirá a realização, por médico oftalmologista, de exame oftalmológico completo em crianças entre 7 e 10 anos. A nova lei alterou a Lei 16.672, também deste ano, que obriga o teste do reflexo vermelho em recém-nascidos. Esse teste, de fácil aplicação e baixo custo, indica a existência de infecções, tumores, catarata e outras patologias.
    Drogas - A Lei 16.834 (ex-PL 26/07, do deputado Ivair Nogueira, do PMDB) determina que o Estado produzirá e distribuirá filme educativo sobre as conseqüências do uso indevido de drogas. O filme será exibido nas salas de cinema no início de cada sessão. A nova lei determina que o infrator estará sujeito ao pagamento de multa, no valor entre 100 e 1 mil Unidades Fiscais do Estado de Minas Gerais (Ufemgs) - R$ 170,8 e R$ 1.708,00 -, na forma discriminada pelo Executivo em regulamento específico. Da aplicação da pena de multa caberá recurso à autoridade competente, em cinco dias, com efeito suspensivo. Essa nova lei modifica outra, a 11.544, de 1994.
    Também buscando a conscientização das pessoas contra o uso de drogas, a Lei 16.941, de 2007 (ex-PL 635/07, dos deputados Weliton Prado, do PT, e Vanderlei Jangrossi, do PP) obriga a afixação, nas boates e casas noturnas, em local visível, de cartazes alertando para os riscos decorrentes do uso de drogas. O infrator estará sujeito ao pagamento de multa de 100 Ufemgs.

                                                        Defesa do meio ambiente
                                                              inspirou novas leis

                                                        Defesa do meio ambiente
                                                              inspirou novas leis

                                                        Defesa do meio ambiente
                                                              inspirou novas leis

    Os deputados mineiros também conseguiram introduzir mudanças importantes nas leis ambientais. Seguem os exemplos:
    * Lei 17.039 (ex-PL 347/07, do deputado Doutor Viana, do DEM), que obriga a realização de auditorias ambientais periódicas, com intervalo máximo de dois anos, pelas empresas ou atividades de elevado potencial poluidor, entre elas as refinarias, siderúrgicas, indústrias químicas e metalúrgicas e as instalações de processamento e de disposição final de resíduos tóxicos ou perigosos. Até então, a Lei 10.627, de 1992, estabelecia o prazo máximo de três anos.
    * Lei 16.908 (ex-PL 68/07, do deputado Paulo Guedes, do PT), que altera a Lei 15.910, de 2005, que dispõe sobre o Fundo de Recuperação e Desenvolvimento Sustentável das Bacias Hidrográficas do Estado (Fhidro). A nova lei possibilita que os custos de execução de programas, projetos e empreendimentos de proteção e melhoria de recursos hídricos aprovados pelos comitês de bacias hidrográficas sejam financiados a fundo perdido. Até então, os recursos eram liberados mediante reembolso. Em 2007, o fundo tem recursos de R$ 60 milhões, originados de royalties pagos pelas usinas hidrelétricas.
    * Lei 17.107 (ex-PL 469/07, do deputado Gustavo Corrêa, do DEM), que destina madeira apreendida para a habitação popular. Essa nova lei altera outra, a 14.309, de 2002, e determina que, esgotados os prazos para recurso, os produtos e subprodutos florestais apreendidos pela fiscalização serão destinados preferencialmente a programas de construção de habitações populares desenvolvidos pelo poder público. Até então, a lei previa apenas a alienação, destruição ou inutilização, quando fosse o caso; e a doação pela autoridade ambiental competente, mediante avaliação, a instituições científicas, hospitalares, penais, militares ou públicas.
    * Lei 17.110 (ex-PL 370/07, do deputado Dalmo Ribeiro Silva, do PSDB), que institui o marco legal, em Minas, para o reconhecimento de localidade como estância climática ou hidromineral. A localidade deverá ter infra-estrutura mínima de hotéis e lazer, além de áreas verdes, serviço médico e plano diretor municipal. A lei também lista os critérios técnicos para o reconhecimento oficial das estâncias minerais, como estudos climatológicos e análises que comprovem a pureza das águas minerais. A nova norma reconhece como estâncias climáticas Monte Verde, distrito de Camanducaia, e a cidade de Maria da Fé.
                                                               Projetos aprovados
                                                       e novas leis criam obrigações
                                                        para a administração pública

    Os deputados aprovaram, em 2007, projetos que impõem regras para a administração pública, inclusive para o atendimento da população. Exemplo é o PL 457/07, da deputada Ana Maria Resende (PSDB), com tramitação concluída, que cria a notificação compulsória da violência contra o idoso (pessoa com idade igual ou superior a 60 anos) e a comissão de monitoramento da violência contra o idoso. Ela será remetida ao governador, que poderá transformá-la em lei ou vetá-la.
    Segundo o projeto, a notificação deverá ser efetivada por estabelecimento público ou privado de serviço de saúde que prestar atendimento à vítima de violência ou maus tratos. A notificação conterá a identificação do paciente e do acompanhante, o motivo do atendimento e o diagnóstico. Ela será preenchida em formulário oficial, em três vias, das quais uma será mantida em arquivo de violência contra o idoso, no estabelecimento de saúde; outra encaminhada à Delegacia Especializada de Crimes contra o Idoso e a terceira entregue ao idoso ou acompanhante. Os dados do arquivo são confidenciais. Quem descumprir a futura lei estará sujeito a advertência e multa. O Executivo é que indicará, em regulamento, o órgão ou entidade responsável por aplicar a futura lei.
    Portador de deficiência - Outro projeto aprovado em redação final, mas que ainda será remetido à sanção do governador, é o PL 64/07, do deputado Gilberto Abramo (PMDB). Ele determina a destinação preferencial, a pessoas com deficiência, de 12% das unidades dos programas de construção de habitações populares financiados pelo poder público ou que tenham recurso orçamentário do Estado. O projeto lista os critérios para exercício do direito de preferência e o caminho para pleitear o benefício.
    Presos - A Lei 16.940 (ex-PL 328/07, do deputado Zé Maia, do PSDB) determina que, na contratação de obras e de serviços pela administração pública, serão reservados para sentenciados até 5% do total das vagas existentes. Será dada preferência àqueles que cumpram pena na localidade em que se desenvolva a atividade contratada; que apresentem melhores indicadores com relação à aptidão, habilitação, experiência, disciplina, responsabilidade e ao grau de periculosidade, apurados pelo poder público e registrados em cadastro próprio. A lei modifica as normas de execução penal.
    Aposentadoria de policial - Em 2007, a Assembléia promulgou a Emenda à Constituição 77/07 (ex-PEC 3/07, do deputado Sargento Rodrigues, do PDT), abrindo caminho para a concessão de aposentadoria especial aos policiais civis. A Emenda determinou que lei complementar estabeleceria os critérios para conceder aposentadoria aos policiais que têm atividade de risco ou que seja exercida sob condições que prejudiquem a saúde ou a integridade física. Já a Lei Complementar 98 (ex-PLC 20/07, do governador) permitiu que os policiais se aposentem após 30 anos de contribuição, independentemente da idade, desde que contem pelo menos 20 anos de efetivo exercício. Hoje, a aposentadoria é com 35 anos.
    As duas proposições atendem a uma reivindicação antiga dos policiais civis - que, desde 1998, quando foi sancionada a reforma previdenciária, estão impedidos de se aposentar aos 30 anos de contribuição, como fazem policiais militares e bombeiros militares. A Emenda à Constituição Federal 47, de 2005, possibilitou que leis complementares estaduais tratassem da aposentadoria especial. Serão beneficiados de imediato 1.515 servidores, que poderão requerer aposentadoria.
    Controle de doenças no meio rural - Outra norma de autoria parlamentar produzida em 2007 é a 16.938 (ex-PL 153/07, do deputado Dalmo Ribeiro Silva, do PSDB), que institui a política estadual de controle e erradicação da anemia infecciosa eqüina (AIE). Entre as determinações da nova lei, está a exigência da apresentação do documento sanitário de trânsito animal e do atestado de exame oficial negativo da doença no trânsito intermunicipal dos cavalos. Também é exigida, para a participação dos animais em eventos pecuários, o porte dessa documentação. O projeto estabelece multas como penalidades, com diferentes hipóteses de aplicação.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 24, 2007

    O Colírio desta segunda-feira é Internacional. E vem da coluna do César Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.


    Um espetáculo! Assim pode ser definida
    Yaëla Vonk, bailarina holandesa sensação
    do último verão em Ibiza, que há dez dias chegou ao Brasil contratada para a próxima
    temporada do Privilége Búzios. Nesta segunda, ela promete arrasar na festa de Natal de encerramento da programação 2007 do Privilège JF

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 24, 2007

    De olho nas ações do governo Aécio Neves.









    Governo entrega em Nova Lima casa 12 mil do Lares Geraes

     









       

    Divulgação

    O saneamento das finanças do Estado, mediante o Choque de Gestão nos dois primeiros anos do mandato do governador Aécio Neves, foi apontado pelo vice-governador Antonio Augusto Junho Anastásia como o instrumento que viabilizou e garantiu o sucesso do Programa Lares – Habitação Popular, que já assegurou até agora, em 157 municípios mineiros, a construção de 16.444 casas, das quais 12.047  já entregues.


    “O que assistimos, aqui, se tornou vitorioso em todas as regiões mineiras. Fato é que hoje estamos entregando, em Nova Lima, a décima segunda milésima casa popular do programa”, afirmou, destacando a importância das parcerias estabelecidas com prefeituras municipais e órgãos do governo federal, como o Ministério das Cidades, para o êxito da iniciativa do Governo de Minas.


    A manifestação foi feita por Anastasia, nesta sexta-feira (21), durante a inauguração do Conjunto Habitacional Paulo Gaetani, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, com 75 casas. O vice-governador entregou a Maria Elizabete da Costa a chave da casa nº 12.000 do programa, quando ressaltou a riqueza da trajetória profissional e humana do engenheiro Paulo Gaetani, pioneiro da habitação em Minas, que foi alvo da homenagem prestada pelo Governo do Estado ao dar o seu nome ao novo conjunto de Nova Lima.


    “É uma homenagem singela e modesta, como convém aos mineiros. É o reconhecimento, porém, do esforço de um mineiro que sempre se empenhou pela questão da casa própria e pelo atendimento com moradias dignas e de qualidade às nossas famílias.”, acrescentou. Gaetani, já falecido, exerceu a atividade de Delegado Regional do BNH – Banco Nacional da Habitação, por mais de duas décadas.


    O presidente da Cohab, Teodoro Alves Lamounier, após fazer um balanço sobre os efeitos sociais do Programa Lares – Habitação Popular no Estado, creditou o sucesso do mesmo à decisão do governador Aécio Neves  em combater o déficit habitacional crônico, com uma política consistente. “Sem alarde, mas de modo persistente, o Governo de Minas continuará entregando milhares de casas até 2010. Isso mostra que o atual Governo não quer apenas propagar suas realizações. Quer, sim, apresentar resultados concretos aos mineiros que nele depositam confiança e esperança.”


    O prefeito de Nova Lima, Carlos Roberto Rodrigues, também fez referências elogiosas ao programa do Governo de Minas, destacando os efeitos positivos da parceria estabelecida com os municípios. Ele classificou Paulo Gaetani como um grande mineiro que se incorporará à história da sua cidade.


    O deputado federal e ex-prefeito de Nova Lima, Vítor Penido (DEM-MG), por sua vez, destacou a importância do trabalho social que a Cohab vem promovendo durante toda a sua existência, referindo-se ao seu presidente, Teodoro Alves Lamounier, como um homem compromissado com o desenvolvimento de nosso Estado.


    Participaram ainda da solenidade os representantes da família Gaetani, Sérgio e Ítalo, os diretores da Cohab, Valter Teixeira, Paulo Sérgio Martins, Eduardo Braz e José Antônio Cintra.


    Plantio de árvores


    Ainda nesta sexta-feira, o vice-governador participou do plantio de 300 árvores no Parque Estadual Serra do Rola Moça, em Nova Lima. A iniciativa da Associação Mineira de Defesa do Meio Ambiente (Amda) pretende melhorar a qualidade do ar na região. “O Governo de Minas tem se empenhado no sentido de encontrar um equilíbrio entre as necessidades da vida moderna e a preservação do meio ambiente”, disse Anastasia.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 21, 2007

    Em primeira mão. TV DIGITAL chega a Minas. O ministro das Comunicações, senador Hélio Costa, vai autorizar quinta-feira, dia 27 de dezembro, às 17 horas, em solenidade na Academia Mineira de Letras o funcionamento em caráter experimental a TV DIGITAL em Minas.

    Na solenidade o ministro Hélio Costa vai autorizar as TVs Abertas - Globo, Band, Record, Rede TV e TV Alterosa - todas chamadas de "cabeças de rede", a começarem a implantar o sistema de transmissão digital.
    As consignações serão para a transmissão em caráter experimental.
    O começo prá valer da transmissão digital em Minas, será a partir do final de janeiro, começo de fevereiro de 2008.
    Anote na sua agenda!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 21, 2007

    Da série: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. O Brigadeiro do Ar, Alvani Adão da Silva, comandante da Escola Preparatória de Cadetes do Ar de Barbacena - ele é mineiro de Senhora dos Remédios - e o ministro das Comunicações, senador Hélio Costa, se encontraram recentemente em Barbacena, durante diplomação de professores da Rede Municipal no projeto de Inclusão Digital que o ministro desenvolve em todo o país. (A foto é do site barbacenaonline).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 21, 2007

    A FOTO E O FATO! PBH investe 1 milhão de reais na construção de dois Centros de Saúde: um no bairro Santa Inês e outro no Mariano de Abreu - neste foram feitas obras de ampliação.







                            Prefeitura inaugura obras de centros de saúde na Leste

    A Prefeitura inaugurou a nova sede do Centro de Saúde Santa Inês e as obras de reforma e ampliação do Centro de Saúde Mariano de Abreu, na região Leste. Ao todo, foram investidos mais de R$ 1 milhão nas duas obras. "Com a nova unidade na Pampulha completamos 145 centros de saúde em Belo Horizonte. As novas unidades vêm melhorar as condições de trabalho e também o atendimento à população", destacou o secretário Municipal de Saúde, Helvécio Magalhães.

    O novo prédio do Centro de Saúde Santa Inês é obra do Orçamento Participativo e vai beneficiar mais de 13 mil pessoas do bairro e entorno. Com investimentos de aproximadamente R$ 945 mil , a unidade possui 11 consultórios, leitos de observação, salas de coleta de exames laboratoriais, sala de higienização, sala de reuniões, sala para a equipe de zoonoses , farmácia e consultório de enfermagem.

    As obras de reforma do Centro de Saúde Mariano de Abreu ampliaram a cobertura para 16 mil pessoas. A unidade ganhou três novos consultórios, contabilizando 11 no total, sala de reunião, sala de curativos , sala de observação e dois banheiros externos e um interno. O centro opera com cinco equipes de PSF (Programa de Saúde da Família), cada uma delas com médico, enfermeiro , dois auxiliares de enfermagem e quatro agentes comunitários de saúde. Além destes profissionais, o centro conta ainda com pediatra, ginecologista, homeopata e atendimento odontológico. Foram investidos R$ 160 mil nas intervenções.

    Durante as inaugurações , a secretária de Administração Regional Leste, Dalva Stela, também lembrou que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região está em reforma e deve ser entregue à população no início do próximo ano. Com investimentos de mais de R$ 640 mil, o número de leitos de observação de adultos vai passar de oito para 14, a recepção será ampliada, o prédio terá elevador, sala de classificação de risco e nova sala de emergência.

    Atendimento ampliado
    No mês passado, a Prefeitura também inaugurou as novas sedes dos Centros de Saúde Pompéia e São José Operário e entregou as obras de reforma e ampliação do Centro de Saúde Alto Vera Cruz, todas na região Leste. Os empreendimentos somaram recursos de mais de R$ 2 milhões. Segundo o secretário Municipal de Saúde, as obras ampliam o atendimento e garantem a qualidade dos serviços. Além disso, as intervenções garantem mais segurança e infra-estrutura aos usuários e servidores.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 21, 2007

    Pulso firme com sensilidade política e fair play. Foi a química usada pelo experiente deputado Alberto Pinto, presidente do Parlamento Mineiro, na condução das sessões de votação - a última na quinta-feira, durou mais de 12 horas - dos projetos no plenário JK. Ele colocou em prática sua filosofia de como lidar com as pessoas - saber ouvir, ponderar e decidir. Mais uma vez me lembrei de um episódio ocorrido no plenário, tempos atrás. Na tribuna estava o ex-deputado e hoje prefeito de Poços de Caldas, Sebastião Navarro Vieira - um ótimo orador. O deputado Alberto Pinto Coelhjo pediu aparte. E para expressar o mais alto respeito que ele tem pelo parlamento, ele indagou: " o sr. sabe porquê os rios correm para o mar? E emendou: " é porque o mar teve a humildade de se colocar abaixo do nível dos rios". Ele se referia à submissão que todos os parlamentares têm que ter diante de uma DECISÃO soberana do plenário. É para pensar na cama!



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 21, 2007

    Medalha Teófilo Otoni é entregue pelo presidente da Assembléia Alberto Pinto Coelho, ao deputado federal Ademir Camilo, do PDT de Minas. A entrega foi feita em nome do governador Aécio Neves.

    O presidente da Assembléia Legislativa de Minas Gerais, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), entregou, nesta sexta-feira (21/12/07), no Salão Nobre da Assembléia Legislativa de Minas Gerais, a Medalha Teófilo Otoni, ao deputado Federal Ademir Camilo (PDT/MG). A comenda foi criada em 2007, por meio da Lei 16.920, originária de projeto de lei de autoria do presidente da ALMG, e do deputado e ex-prefeito da cidade de Teófilo Otoni, deputado Getúlio Neiva (PMDB). A medalha tem como objetivo homenagear pessoas e instituições que contribuíram para o desenvolvimento político, cultural, econômico e social das regiões norte-nordeste de Minas Gerais, Vales do Jequitinhonha e do Mucuri, e Norte de Minas.
    De acordo com a lei, a comenda é concedida, anualmente, pelo governador do Estado, em cerimônia realizada no dia 27 de novembro, data de nascimento de Teófilo Benedito Otoni, alternadamente, nos municípios do Serro e de Teófilo Otoni. A primeira solenidade foi realizada na cidade do Serro, região Central, conforme determina a legislação. Ademir Carmilo não pôde comparecer à solenidade e, por isso, foi condecorado na data de hoje. "Por delegação do governador Aécio Neves, entreguei ao deputado federal a comenda, que foi criada no bicentenário de nascimento de Teófilo Otoni, um homem de grande espírito público", comentou Alberto Pinto Coelho. O deputado Getúlio Neiva também participou da homenagem.
    Em conversa com o deputado federal, o presidente da ALMG destacou a aprovação de projetos importantes, em 2007, como o orçamento para o próximo ano em que o Estado garantiu recursos da ordem R$ 9 bilhões, "algo inimaginável há cinco anos atrás, quando o Estado tinha, ao contrário, um défcit primário de R$ 2,5 bilhões". Outro projeto destacado pelo deputado Alberto Pinto Coelho foi o PL 1.879/07, do governador, que autoriza o Executivo a fazer empréstimo com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), até o limite correspondente a R$ 1,9 bilhão. "Vivemos um momento virtuoso no Estado, e o Parlamento tem dado sua contribuição efetiva para o desenvolvimento e a melhoria da qualidade de vida dos mineiros", finalizou.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 21, 2007

    A FOTO e o FATO! A ARTE DA NEGOCIAÇÃO foi intensamente executada pelo líder do governo Aécio Neves, deputado Maurí Torres, nas votações de final de ano.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 21, 2007

    Vale conferir o BALANÇO final dos trabalhos da Assembléia Legislativa este ano de 2007. Foi votado o orçamento do governo Aécio Neves de 35 bilhões - com uma previsão de investimentos em obras de 5 bilhões de reais. Confira!

    Na última semana de trabalhos da Assembléia Legislativa de Minas Gerais (18 a 21/12/07) antes do recesso de final de ano, que vai de 21 de dezembro a 31 de janeiro, foi concluída a tramitação de 40 projetos. As proposições foram aprovadas em redação final, os projetos serão remetidos à sanção do governador dentro de 10 dias.
    O presidente Alberto Pinto Coelho (PP) fez um balanço dos trabalhos da Assembléia em 2007, no encerramento da sessão legislativa. Na avaliação dele, o saldo é positivo. "Temos a consciência do dever cumprido e de honrarmos o mandato parlamentar", destacou, referindo-se, entre outras ações, à atuação das comissões permanentes, aos eventos institucionais e às audiências com a participação dos diversos segmentos da sociedade e de especialistas. "Essas pessoas deram sua contribuição para gerar o conhecimento e a convicção nos parlamentares, a fim de que pudessem votar", lembrou, referindo-se, entre outros, a projetos que tramitaram em 2007 e que aperfeiçoaram políticas públicas.
    Os PLs 1.616 e 1.615/07, ambos do governador, que contêm, respectivamente, o Orçamento do Estado para 2008 e o Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG) para o período de 2008/2011 foram aprovados na última reunião do ano.
    Orçamento - O Projeto de Lei Orçamentária estima a receita em R$35.590.405.599, e fixa a despesa em igual montante. Nos termos do artigo 5º, inciso I, da Lei de Responsabilidade Fiscal, a programação deverá ser compatível com a meta de superávit primário constante no Anexo de Metas Fiscais da Lei de Diretrizes Orçamentárias, estimada em R$ 2,374 bilhões. Dos R$ 35,590 bilhões de receita previstos para 2008, apenas 47,76%, ou R$ 16,999 bilhões, são recursos livres ordinários do Estado. "O orçamento de Minas Gerais é de R$ 35 bilhões, e o de São Paulo é de quase R$ 100 bilhões. Nós teremos investimentos de R$ 9 bilhões, incluindo o Estado e empresas controladas, enquanto São Paulo investirá cerca de R$ 11 bilhões. Isso demonstra uma eficiência muito maior do governo de Minas", afirmou o relator do orçamento, deputado Zé Maia (PSDB).
    O relator recomendou a aprovação de 332 emendas parlamentares ao projeto, sendo 317 delas de autoria dos deputados, e outras 14 da Comissão de Participação Popular, que consolidaram sugestões de entidades da sociedade civil. O deputado Zé Maia apresentou ainda outras 48 emendas em seu relatório, e subemendas que incorporaram propostas de 55 emendas parlamentares, que ficaram prejudicadas. Outras 380 emendas parlamentares tiveram recomendação pela rejeição, enquanto cinco propostas foram retiradas pelos próprios autores.
    PPAG - O projeto de lei do Plano Plurianual de Ação Governamental 2008-2011, em consonância com o artigo 154 da Constituição do Estado, contém a operacionalização, em programas e ações, da estratégia delineada no Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI), cuja atualização, para o período 2007-2023, tramitou na Assembléia no 1º semestre. A proposta foi transformada na Lei 17.007, de 28/9/2007. O projeto do PPAG apresenta, então, as diretrizes, objetivos, indicadores, programas, ações e metas da administração pública estadual para o período 2008-2011.
    Conforme o disposto na atualização do PMDI, o modelo de gestão estratégica do Estado delimita 11 áreas de resultados, que se pretende atingir por meio da implementação dos programas previstos pelo PPAG. A proposta foi encaminhada pelo governo do Estado à Assembléia em 25 de setembro.
    Regionalização - Dentro da diretriz implantada pela Assembléia de interiorizar suas ações, a discussão do PPAG, neste ano, incluiu quatro etapas regionais, com audiências em Araçuaí (Jequitinhonha), Frutal (Triângulo), Juiz de Fora (Zona da Mata) e Belo Horizonte, em outubro e novembro. Ao final foram totalizadas 529 propostas de iniciativa popular, produzidas pelos 975 inscritos no processo. No mesmo dia, as propostas foram apresentadas ao governador Aécio Neves, e mais tarde examinadas no âmbito das comissões de Participação Popular e de Fiscalização Financeira e Orçamentária.
    Em seu parecer, o deputado Lafayette de Andrada (PSDB) recomendou a aprovação, sem alterações, de 29 emendas de parlamentares e da Comissão de Participação Popular ao PPAG. O relator também apresentou outras 57 emendas e subemendas que incorporaram, com alterações, as propostas de outras 196 emendas parlamentares. Com isso, essas emendas ficaram prejudicadas. O relator recomendou ainda, em seu parecer, a rejeição de 151 emendas parlamentares.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 21, 2007

    PARA LER E PENSAR! Nosso BLOG DE NOTÍCIAS recebeu uma avaliação feita pelo Administrador de Empresas, José Aparecido Ribeiro sobre a FALTA DE OBRAS ESTRUTURANTES em BH. Ele afirma que são necessárias quase 70 obras estruturais em nossa capital, para melhorar o tráfego, que chega hoje a 1 milhão de veículo. Confira!



    José Aparecido Ribeiro é Administrador de Empresas.
    Foi presidente da ABIH em Minas.



    A necessidade de pelo menos 67 obras estruturais em BH é visível e salta aos olhos de qualquer pessoa que anda pela cidade. Sabemos, no entanto, que tais obras não sairão do papel por falta de recursos e sobretudo por vontade política e incapacidade de articulações no plano federal e estadual.

    Contrariando o fato de que nunca BH contou com um cenário tão positivo em Brasília. O Prefeito é do PT, o Vice Presidente é de BH, os Senadores de Minas já foram Prefeitos e são de BH, 5 ministérios são ocupadas por Mineiros Belo-horizontinos e um sem número de deputados e cargos de alto escalão são de Belo Horizonte.
    Um deles inclusive, o ex-prefeito Patrus Anania é um possível candidato a sucessão.

    A cidade não recebe obras estruturais há mais de 30 anos e a Linha Verde, que é muito bem vinda, chegou com 22 anos de atraso.
    Ainda bem que chegou, mas não será a salvação da cidade que está mergulhada no caos do transito.

    Estamos ouvindo um "zum zum zum" de rodízio e tem muitas pessoas aceitando isto como algo palpável. O que é um verdadeiro absurdo e um atestado de incompetência da Prefeitura e sobretudo da BH Trans, que se tornou o órgão mais antipáticos que se tem notícias no Brasil.

    Ontem, por volta de 21H, atravessei a cidade entre os bairros de Lourdes e o Hotel Ouro Minas e levei, pasmem, uma hora e cinqüenta minutos no trajeto.

    Acredite, não havia nenhum agente da BH Trans e da PM neste percurso. Só no centro, na Av Afonso Pena entre o Othon e o Hotel Financial, eu fiquei 55 minutos.

    A falta de um plano de contingência por parte da BH Trans e de todos os órgão envolvidos no assunto salta aos olhos da mesma maneira que a falta de obras definitivas para a cidade.
    A Prefeitura tem feito um trabalho brilhante na reorganização do centro e nos aglomerados, reforma de praças e canteiros, mas esta pecando mortalmente na Zona Sul e no seu entorno quando deixa de realizar as obras estruturais que irão minimizar o caos que se abateu sobre esta região.

    Não somos tão grandes assim, a cidade foi mal planejada, o número de carros aumentou, mas existem soluções se existisse um depto de engenharia de tráfego que priorizasse mais a inteligência e menos a multa com o objetivo meramente arrecadatório.
    Operar o trânsito de uma cidade com hum milhão de veículos precisa de "cunhão" e gente qualificada, bem remunerada e capaz de interferir nele criativamente e diuturnamente. Não só de 7H as 19H, como tem sido feito pela BH Trans.


    José Aparecido Ribeiro

    Administrador

    Belo Horizonte/MG


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 20, 2007

    CURIOSIDADE que merece registro. EM UBERABA no Triângulo Mineiro, nasce as RÃ-TOURO com 6 patas. Mutação genética e/ou influências ambientais. Os cientistas estão queimando as pestanas. Fica o registro!




    Universidade de Uberaba/Divulgação

    A rã-touro nascida com seis patas
     possui dois dos membros adicionais
     localizados junto com a pata direita


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 20, 2007

    Da série: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Só hoje foram quase 12 horas seguidas de reunião sob a liderança do deputado Alberto Pinto Coelho, do PP, presidente do Parlamento Mineiro. O recesso vai até o final de janeiro. Fica o registro!



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 20, 2007

    EM PRIMEIRA MÃO!. Acaba de ser aprovado o orçamento de 2008. São 20h e 30 minutos, aqui em BH.

    O orçamento é de 35 bilhões de reais. Deste total, 5 bilhões serão investidos de acordo com emedas ao PPAG colhidas em todo o Estado.
    Com a votação do orçamento, a Assembléia acaba de entrar em recesso, voltando no primeiro dia útil de fevereiro de 2008.
    FELIZ NATAL!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 20, 2007

    O DIA DO ATLETICANO, agora é lei! Será DIA 25 DE MARÇO. O projeto do deputado Gustavo Valadares, do DEM (filho do presidente do Atlético, Ziza Valadares) foi aprovado pelo pelnário às 16h e 35 minutos, por unanimidade. Nenhum deputado cruzeirense se manifestou!

    O parlamentar do Democratas, disse que a data - 25 de março - é a data de fundação do Clube Atlético Mineiro, agora, por lei, O DIA DO ATLETICANO.
    Pano rápido!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 20, 2007

    QUANTO SOMOS em BH e em Minas? Com a palavra o IBGE.

    A população de Belo Horizonte é de 2 milhões 461 mil e 937 habitantes.
    Também de acordo com o IBGE, a população do Estado de Minas Gerais é de 19 milhões  261mil  816 habitantes.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 20, 2007

    Ponto Final nas especulações. Prefeitura de BH divulga nota oficial " desmentindo categoricamente, que o prefeito Fernando Pimentel tenha recebido qualquer convite ou sondagem para ocupar o cargo de ministro da Fazenda agora ou futuramente" Já em Brasília, o presidente Lula se assustou com pergunta, feita pela mídia, sobre a possível saída do ministro Guido Mantega. " O quê? O Mantega? Seria a mesma coisa se o Corinthians tivesse ganho do Grêmio de cinco a zero e tirasse o técnico. Ele permance, é meu amigo e companheiro há trinta anos", disse o presidente Lula. Leia abaixo a NOTA OFICIAL da PBH.

                                                                NOTA OFICIAL na íntegra:
    "A Prefeitura de Belo Horizonte desmente categoricamente que o prefeito Fernando Pimentel tenha recebido qualquer convite ou sondagem para ocupar o cargo de ministro da Fazenda agora ou futuramente.
    A bem-sucedida política econômica implementada pelo ministro Guido Mantega, de quem Pimentel é amigo e companheiro de partido há mais de 20 anos, tem irrestrito apoio do prefeito. Fernando Pimentel esteve em Brasília esta semana em reunião na Casa Civil e no Ministério da Fazenda exclusivamente para tratar de investimentos do PAC em Belo Horizonte.
    Portanto, as notícias que têm sido veiculadas pela imprensa não têm qualquer fundamento.
    Assessoria de Comunicação Social/
         20 de dezembro de 2007".


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 20, 2007

    Boa notícia para os juizforanos. O município está entre as 50 cidades mais ricas do País. O PIB de JF é de 5 bilhões e 250 milhões de reais. A notícia é machete hoje na Tribuna de Minas de JF, do nosso amigo o empresário, médico e filósofo Juracy Neves.

                                                   PIB de Juiz de Fora sobe
                                    5 posições no ranking nacional

    Juiz de Fora ganhou cinco posições no ranking nacional e é 57ª cidade mais rica do país. Os dados, divulgados ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), são referentes a 2005.
    No estado, o município conquistou uma posição no ranking e subiu para a quinta posição, com o maior PIB de Minas.
    O PIB juizforano é de R$ 5,25 bilhões, 24% a mais que o verificado em 2004. Na separação por ramo de atividade, o setor de serviços responde pela maior fatia, com R$ 3,18 bilhões, à frente da indústria, com R$ 1,2 bilhões.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 20, 2007

    Da série: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. O executivo de hotelaria, José Aparecido Ribeiro, está PHD - Por Hora Disponível - no mercado. Recomendo ao empresariado convidá-lo para uma conversa olho no olho. O Zé é um dos mais completos profissionais da hotelaria, com uma ampla network, construída ao longo dos últimos anos com passagem vitoriosa pela Rede Othon em Beagá, Arco Hotelaria e Merit Plaza, só para citar alguns. Foi ele o mentor intelectual, com visão de futuro, na propecção, implantação e administração gerencial dos hotéis da Arco em Ipatinga, Uberlândia e Macaé. Fica o registro! É uma questão de justiça, de reconhecer um grande talento e um ótimo caráter!.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 20, 2007

    Trinta projetos na pauta da última reunião de trabalho da Assembléia Legislativa de 2007. Você pode acompanhar pela TV e pela Internet tudo o que está acontecendo, neste momento, no plenário presidente JK.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 20, 2007

    Prossegue a reunião de encerramento dos trabalhos legislativos de 2007. Dos 30 projetos na pauta - cinco foram votados e aprovados. Entre eles o que autoriza o governo Aécio Neves a contratar empréstimo com o Banco Mundial no valor de 1 bilhão e 900 milhões de reais. A previsão é de que a votação do Orçamento para 2008 do governo estadual será no final desta tarde. Neste momento (são quase 14 horas), está em discussão para votação o PPAG - Plano Plurianual de Ação Governamental - que destina cerca de 5 bilhões de reais do orçamento nos próximos 4 anos.

    Os deputados estão reunidos em Plenário desde as 9 horas de hoje (20). Cinco projetos já foram votados, entre eles, em 2o turno, o PL 755/07, do deputado Vanderlei Miranda (PMDB), que modifica regras de qualificação e funcionamento das organizações da sociedade civil de interesse público (Oscips).
    No momento, os parlamentares estão discutindo, em turno único, o PL 1.615/07, do governador, que dispõe sobre o Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG).
    Já foram votados os seguintes PLs do governador: 1.676/07, que autoriza o Tribunal de Justiça Militar a abrir crédito suplementar; 1.584/07, que altera lei que trata do imposto sobre herança;
    1.879/07, que autoriza o Executivo a contratar operação de crédito com o Bird; e 598/07, que altera lei que autoriza o Poder Executivo a contratar operação de crédito com o Banco Interamericano de Desenvolvimento, destinada à execução do Programa de Eletrificação Rural.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 20, 2007

    HORA DE BALANÇO. Chegamos a mais de MEIO MILHÃO DE ACESSOS! E nosso BLOG DE NOTÍCIAS a cada dia recebe mais LEITORES ILUSTRES. O prefeito de BH, Fernando Pimentel; a jornalista Nereide Beirão, chefe da Assessoria de Comunicação da PBH; o ministro das Comunicações, senador Hélio Costa; o diretor regional dos Correios em Minas, Fernando Miranda; o advogado José Artur Filardi, chefe de gabinete do ministro Hélio Costa; o presidente dos Correios, Carlos Henrique Custódio; o advogado Expedito Euzébio da Silva, o jornalista Lindolfo Paoliello; o diretor-geral do DER, José Élcio Montezi; o economista Celso Castilho, ex-secretário de Meio Ambiente no governo Itamar Franco e hoje secretário-executivo do Comitê de Desenvolvimento da Baía de Ilha Grande - leia-se VALE do Rio Doce; o diretor-geral de Energia da VALE, Henrique Di Lello Filho; o diretor de Meio Ambiente da Anglogold Ashanti, Willer Pós; o advogado Décio Freire; o ex-secretário de Assuntos Internacionais, Carlos Orsini; o administrador de Empresas e ex-presidente da ABIH-MG, José Aparecido Ribeiro; o gerente de Relações Insttucionais da VALE em Minas, Ricardo Castilho, além de deputados, prefeitos, vereadores, como Amarílio de Andrade e o prefeito de Barbacena, Martin Andrada. E empresários, como Teodomiro Diniz Camargos, presidente da Câmara da Indústria da Construção Civil da Fiemg; o presidente do SINAPRO-MG, Juliano Sales; o ex-superintendente do Banco do Brasil em Minas, Wagner Gomes; o colunistra César Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora; o ex-diretor do Banco de Crédito Real, Paulo Ely; o empresário Venildo Lima, de Nanuque; o presidente do SINPAPEL, Antônio Eduardo Baggio...e o GOVERNADOR DE MINAS, AÉCIO NEVES. Fica o registro. E o agradecimento a VOCÊ, que também nos prestigia com o acesso ao nosso BLOG DE NOTÍCIAS. Sinta-se citado! FELIZ NATAL!



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 20, 2007

    Da série: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Abaixo um flash durante a campanha de Geraldo Alkimin à presidência da República. A mulher dele, Lú Alkmin, esteve em BH e junto com a mãe do governador Aécio Neves, Inêz Maria, visitou a sede da AURA - Associação de Apoio a crianças com câncer - aqui na capital mineira. A foto é do arquivo do nosso BLOG DE NOTÍCIAS.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 20, 2007

    Ex-presidente da ANAC, Milton Zuanazi, foi a personalidade que mais chamou a atenção - ele procurou ficar discreto - na solenidade de lançamento do Programa de Turismo de Minas, para 2008, ontem no Minacentro, aqui em BH.

    Ele estava acompanhando - como assessor - a secretária de Turismo de Minas Érika Drumond. Pelo jeito vai ficar boa parte do tempo aqui entre nós no assesoramento do projeto, considerado pelo trade turístico bem elaborado.
    Um dos participantes nos disse que "se a secretária de Turismo conseguir fazer uma terço do que está no papel, já será um grande sucesso".
    É um projeto tão bom que foi aprovado por unanimidade por quem entendo do riscado, do turismo.
    Pano rápido!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 20, 2007

    Será agora pela manhã a VOTAÇÃO do Orçamento do governo Aécio Neves, para 2008. O valor é de 35 bilhões de reais. O PACOTE TRIBUTÁRIO do governador já está aprovado. Reduz o ICMS para vários produtos, como materiais de construção, dentre outros. Já a emenda do deputado André Quintão, do PT, que previa a redução do ICMS de 25% para 18% no preço do álcool nas bombas de combustível foi derrotada. Com a votação do Orçamento 2008 agora cedo, a Assembléia de Minas entra em recesso. Volta no primeiro dia útil de fevereiro de 2008. A foto abaixo é do plenário presidente JK no Palácio da Inconfidência, sede do Parlamento Mineiro. Da esquerda para a direita esão os deputados Vanderlei Miranda, do PMDB e Alberto Pinto Coelho, do PP, presidente da Assembléia de Minas.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 20, 2007

    Atenção! ENTENDA O QUE SÃO e COMO FUNCIONAM os BLOGS. Uma boa fonte, que recomendo, é o livro "BLOG", do advogado e blogueiro norte-americano HUG HEWITT. Comprei o meu lá na Livraria Siciliano do Diamond Mall.

    Os BLOGS são um fenômeno que a cada dia chamam a atenção no mundo todo pela velocidade e pela diversidade de informações que coloca na rede mundial de computação.
    O assunto é hoje tema da área acadêmica. Nosso BLOG DE NOTÍCIAS chamou a atenção do curso de jornalismo da Estácio de Sá, aqui em BH.
    A estudante Juliana Fernandes nos mandou uma série de perguntas, sobre nossa visão sobre os Blogs, para um trabalho acadêmico da turma dela. Aproveitamos e publicamos a entrevista, aqui no nosso BLOG.


    Existem discussões sobre os blogs no sentido de que todos que possuem um blog podem se tornar "jornalistas" no processo de divulgação de informações. Qual sua opinião sobre isso?

    JCAmaral: Olha, acredito que ter um BLOG não significa que o cidadão ou a cidadã tenha uma formação jornalística, esteja preparado para redigir tecnicamente uma notícia - que responda aos principios de Kipling - quem, quando, onde,como e por quê? Mas é claro que um blogueiro tem à mão uma ferramenta que democratiza o fluxo de informação, que deve ser livre e responsável. Como afirma a pergunta "jornalistas" - entre aspas - ah, isso quem tem blog acaba parecendo ser, já que redige informações, embora não possa ser registrado na Delegacia do Trabalho, como um jornalista, que tenha se formado em uma Faculdade como vocês estão fazendo em breve e nós já fizemos há muito tempo. É bom destacar: na verdade quem tem um Blog não é jornalista e sim blogueiro, uma nova função que nasce com o surgimento da blogosfera. Mas virar jornalista só passando por uma Faculdade, é claro.

    Você acredita que a prática dos blogs jornalísticos vai substituir o jornalismo tradicional?

    RJCAmaral:  A curto prazo não. Mas à medida que as novas gerações da internet forem surgindo, mais e mais, o café da manhã das famílias será à frente de um notebook ligado em um ou mais sites de notícias. Com isso, o jornlismo tradicional terá que oferecer esta opção do jornalismo eletrônico, já que o de papel, vai ficando defasado, estático, com notícias de ontem, enquanto a internet tem a notícia do momento em que acontece.

    E um fenômeno já está ocorrendo: jornalista com bom nível de informação e contando com um blog de notícias vem ocupando um espaço independente, que assusta a mídia tradicional e que encanta um público leitor crescente na rede mundial de computação.

    Recomendo: vocês que estão quase se formando fiquem atentos. Não há reserva de mercado na internet. Façam seus blogs, escrevam e busquem seus públicos. É moderno e é uma forma de contrapor sua posição de joranlista com o do blogueiro, que se for competente vai ter um público fiel, que poderia ser o seu, formado em jornalismo.


    Você criou um blogs que possui categorias, ou seja você posta matérias sobre varias editorias. Você faz todas as matérias? Como são seus critérios para definição das pautas?

    JCAmaral: Nosso BLOG DE NOTÍCIAS tem seis editorias - política, economia, gente, entrevistas, artigos e geral. Não faço  todas as matérias e sim, edito o material que está na rede, que está em outros sites como do governo do estado, dos poderes legislativo e judiciário. Recebo artigos especiais de profissionais que fazem parte de minha network e notícias enviadas por E-mail por diversas fontes. A pauta defino de acordo com a filosofia de nosso blog, que é de NOTÍCIAS. Com isso, dou todas as informações, que num critério jornalístico - importância social, política econômica - ajudem ao(a) leitora do BLOG a pensar o mundo, os fatos do momento e tirar sua conclusão. O segredo está na velocidade da informação que publico no nosso BLOG DE NOTÍCIAS. Por exemplo: abro meu notebook e edito onde estiver a notícias que consigo levantar. A grande maioria da mídia tradicional só vai dar a notícias - quando dá -  no jornal de papel do dia seguinte. Costumo dizer: se o mundo acabar, os jornais do dia seguinte(?) não vão dar o fato. Já os blogs darão - em tempo real - todos os detalhes. Pensem nisso!


    Em sua opinião, quais a vantagens do blogs como ferramenta jornalística? E as desvantagens?

    JCAmaral: A principal vantagem é a velocidade com que você poder redigir uma notícia e/ou publicar uma foto, editar um vídeo. A segunda é que você pode empreender - ou seja, ser seu próprio patrão. Ter seu "jornal" na internet a um custo operacional muito baixo. Você poder virar um "nanoempresário da blogosfera". Mas recomendo que faça um plano de negócios, tenha tempo disponível para atualizar seu blog 24 horas por dia. Afinal a blogosfera é um buraco negro que suga toda e qualquer informação que passa por perto.

    A desvantagem: é que a cobrança é interminável. O leitor de um BLOG quer renovação constante, atualização das notícias minuto a minuto. Quem não atualiza perde o leitor. Portanto, ser blogueiro exige empenho full time. Outra desvantagem é a dificuldade é captação de anúncios para mater o BLOG e torná-lo rentável, já que deve ser um empreendimento jornalístico como na mídia tradicional.

    RECOMENDO adquirir o livro BLOG do advogado, radialista e blogueiro americano Hugh Hewitt, para entender um pouco mais a revolução que está em efervecência no mundo da comunicação. Eu já comprei. Lí. E o tenho sempre em mãos para me motivar e orientar como agir na blogosfera. 

    "A internet está transformando o jornalismo não só nas suas práticas cotidianas, mas também na sua natureza, isto é, naquilo que se entende por jornalismo", Antonio Fidalgo.

    Gostaria que você comentasse essa afirmação.

    JCAmaral: É claro que o mundo hoje é outro. O jornalismo tradicional foi concebido para um tipo de tecnologia, que nem de longe, chega perto do arsenal que temos no mundo da internet. Isto está deixando a mídia tradicional em pânico. Está perdendo a hegemonia, num palavra, o controle da informação. Saimos do mundo da comunicação de massa, para a comunicação do um a um, do indivíduo. E a ferramenta internet permite que cada um possa se expressar através, por exemplo de um BLOG - que é disponibilizado pelos provedores a custo baixo e com extrema eficiência. Temos hoje uma área de edição eletrônica de fácil acesso, bastando ter um login e uma senha. É uma revolução na comunicação mundial que ainda vai render muita análise e transfo0rmar para sempre a maneira como se faz jornalismo. Para nossa profissão vejo o fato como positivo, já que se tivermos iniciativa e criatividade, podemos ter nosso próprio jornal eletrônico independente na internet. Mãos à obra, como fizemos há pouco mais de um ano: criamos o nosso BLOG DE NOTÍCIAS, trabalhamos fukll time nele e já conquistamos quase 400 mil acessos. E estamos crescendo.

    É este o novo mundo do jornalismo. Quem não se adaptar, vai morrer profissionalmente!


    A internet não cria barreiras para nenhum tipo de informação, abordagem ou mesmo opinião. Diante disso, muitas pessoas que possuem blogs fazem deles grandes diários. Há também alguns jornalistas que aproveitam os blogs como colunas, onde predominam a opinião. Nessa visão, falando em termos de ética jornalística, pode se dizer que as matérias não ficam comprometidas quando a credibilidade?

    JCAamaral: Primeiro é bom lembar que a palavra blog é nova - na verdade surgiu do termo weblog usado como diário pelos pesquisadores e professores do Vale do Silício nos EUA a partir de 1999. Log, na verdade, era o diário de bordo do capitão do navio, o registro dia a dia do que ocorre na vida de cada um. Só que agora o diário está na rede mundial à disposição de quem se identifique ou acredite no que está lendo.

    A questão da ética permeia tudo. E quando o leitor do BLOG percebe que está sendo enganado ele simplesmente deleta de sua lista de favoritos o "genial BLOG". É a punição cabal para quem abusa da paciência, aliás, abusa da inteligência do leitor. E é bom destacar ainda que na internet só navega quem tem um nível sócio-econômico e social, um poder aquisitivo elevado, que lhe permite ter várias fontes de notícias e de opiniões. Outro detalhe: não se esqueçam que ao escrever em seus BLOGS, sendo joranalista ou não, o indivíduo tem responsabilidade ética e jurídica, já que poderá estar gerando provas contra sim mesmo. Tudo poder ser usado depois por quem se julgar ofendido nos tribunais. Mas, a maior punição mesmo é quando o blogueiro percebe que sua maravilhosa audiência se evaporou. Como? É bom lembrar que quem tem blog recebe o serviço diário de estatística com os números de acessos ou da falta deles, de onde vem o acesso, tempo de duração, de que região do País ou do mundo. Portanto, quem violar a ética estara no limbro, mais cedo ou mais tarde. Hoje cada vez mais cedo!

    O que você acha dos grandes portais estarem chancelando os jornalistas blogueiros?

    JCAmaral: Acho ótimo! Isto mostra que nossa categoria está conquistando um outro universo, que vem da rede mundial de computação. Que as empresas, nem todas é claro, estão aproveitando a oportunidade de ter em seus quadros profissionais bem informados, com características individuais, com informantes que confiam neles e os abastecem de informações vitais, que mantèm o nível de comunicação de seus blogs, sem as amarras das empresas.
    Outra coisa: ao invés de ter um blogueiro como concorrente - veja o caso do jornalista Ricardo Noblat: ele tinha um BLOG no Ig, com credibilidade conquistada ao longo de sua carreira nos grandes jornais do País. O que o jornal O Globo fez? Levou o Noblat para o jornal como atração para seus leitores.

    EM TEMPO: espero e estou articulando para que algum jornal, aqui de Minas, faça um parceria com nosso BLOG DE NOTÍCIAS, o www.joaocarlosamral.com.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 20, 2007

    PREÇOS ABUSIVOS nas lanchonetes do Aeroporto, em Confins.

    Deputado estadual Alencar da Silveira Jr. do PDT mineiro, protestou hoje do plenário contra o que ele chamou de " preço abusivo cobrado pelos produtos vendidos no Aeroporto Internacional Tancredo Neves em Confins".
    Segundo o deputado Alencar da Silveira, ele fez uma consulta à Infraero sobre a situação dos preços abusivos cobrados nas lanchonetes do Aeroporto de Confins. A Infraero respondeu que o problema é dos Procons estaduais e não da Infraero.
    Com isso, Alencar da Silveira, encaminhou solicitação ao Procon Mineiro para fiscalizar e aplicar a lei contra os donos da lanchonete no Aeroporto de Confins.
    Segundo o deputado, um suco em caixinha, que custa 1,80 nos bares e lanchonetes é vendido a 5,50 em Confins. Uma coca-cola custa 2,50. E o passageiros só tem dois caminhos: pagar o preço cobrado ou ficar sem beber o suco e/ou refrigerante.
    O deputado Alencar da Silveira pediu providência da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembléia de Minas, presidida pelo deputado Délio Malheiros do PV.
    E mais: como vice-presidente da UNALE - União Nacional dos Legislativos Estaduais - o deputado recomendou que os 26 Estados e o Distrito Federal acionem os Procons em seus Estados para apertar a fiscalização nas lanchonetes e bares nos Aeroportos de todo o país - que segundo ele, estão cobrando preços abusivos.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 19, 2007

    PRESENTE DE NATAL da FIAT para MINAS. Esta você SÓ VAI LER nos jornais de amanhã! Minas recebe uma mega-injeção de recursos na área automobilística. São 5 bilhões de reais até 2010. Com isso a FIAT AUTOMÓVEIS será expandida em Betim, passando de 700 mil, para 800 mil carros por ano. Na foto baixo é clara a satisfação do governador Aécio Neves na assinatura do protocolo de intenções com o presidente da FIAT, Cledorvino Belini. Confira as informações que vieram do site www.mg.gov.br









                                                                Minas Gerais recebe R$ 5 bilhões 
                                                                em investimentos
                                                                do Grupo Fiat

     









       

    Wellington Pedro/Imprensa MG

    O governador Aécio Neves e o presidente da Fiat do Brasil, Cledorvino Belini, assinaram, nesta quarta-feira (19), no Palácio da Liberdade, Protocolo de Intenções para a realização dos investimentos de R$ 5 bilhões que o grupo italiano pretende fazer em Minas Gerais até 2010. O pacote de investimentos inclui expansão da Fiat Automóveis, que terá a produção aumentada de 700 mil para 800 mil unidades por ano, implantação de uma usina de peças automotivas e a expansão de outras unidades do grupo no Estado.

    "Estamos coroando o melhor ano se olharmos do ponto de vista de investimentos em Minas Gerais em todos os tempos. Este investimento é o maior do grupo no mundo. A planta de Minas Gerais sediada em Betim, que já era a de mais produtividade, passa a ser a maior planta do grupo. Estamos encerrando este ano com um investimento anunciado que permite que Minas ouse buscar a liderança na indústria do setor automotivo", disse o governador, em seu pronunciamento.
    Entre as ações previstas pelo Grupo Fiat está a instalação em Minas Gerais de laboratórios de inteligência. Segundo o governador, isso fará com que o centro das decisões da empresa se firme nas unidades mineiras.
    "Os laboratórios que estão sendo aqui implementados permitirão que algumas ações que dependiam ainda da matriz, de decisões fora do Estado, possam ser tomadas no futuro em Minas. Esses laboratórios de segurança do tráfego, que estarão sendo implementados aqui, darão, além de todo o aumento de produção que teremos, uma certa independência a esta planta. Esse protocolo que estamos assinando é um marco definitivo na posição de Minas como já o segundo, mas quem sabe, dentro de pouco tempo, o mais importante pólo automotivo do país", declarou Aécio Neves. Empregos
    Os investimentos da Fiat deverão gerar 5,6 mil empregos diretos e 20,4 mil empregos indiretos. Os projetos serão desenvolvidos nas seis empresas do grupo no Estado – Fiat Automóveis, Iveco, FTP Powertrain Technologies, CNH e Magneti Marelli, com expansões, e a Teksid, com uma nova unidade produtiva. Os investimentos de R$ 5 bilhões em Minas fazem parte do plano de investimento do Grupo, no total de R$ 6,4 bilhões no Mercosul, no período de 2008 a 2010.
    "A Fiat está fazendo investimento em praticamente todas as atividades em que ela está presente aqui no Brasil e, principalmente, em Minas. Você pode fazer os investimentos nos mais variados lugares, em São Paulo ou em outros estados. A preferência por Minas é pela parceria que temos já, há 31 anos, com o Estado. Até antes da Fiat Automóveis, a parceria com a fábrica de tratores, em 1972, que primeiro foi Fiat, depois Fiatallis e hoje é CNH", disse o presidente da Fiat do Brasil, Cledorvino Belini, em entrevista.
    Investimentos recordes
    Com os investimentos anunciados esta semana, do Grupo Fiat e da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Minas contabiliza R$ 159 bilhões de investimentos privados e públicos, anunciados entre 2003 e 2007. São 1.767 projetos com execução prevista até 2012, e geração de 305 mil empregos diretos. Os principais investimentos estão sendo feitos nos setores de agronegócios, eletroeletrônica, comércio, serviços e indústria química. Somente em 2007, foram anunciados 527 novos projetos que somam R$ 48,4 bilhões de investimentos.
    Acredito que nenhum outro estado brasileiro anunciou números tão consistentes. Isso significa que há hoje uma avaliação diferenciada dos grandes investidores em relação ao Estado de Minas. Isso se dá, obviamente pelas características naturais do nosso Estado, pelo crescimento da economia nacional, mas em particular também pelo planejamento em curso no Estado de Minas Gerais.
    O investidor quando olha, buscando alcançar o futuro, além das nossas montanhas, ele percebe que há um planejamento no Estado que foca não apenas o próximo ano, mas foca o próximo quadriênio, buscando alcançar o ano de 2023", disse Aécio Neves.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 19, 2007

    Prefeito de BH, Fernando Pimentel, destaca o modelo de Gestão Compartilhada, no balanço do ano. Disse o prefeito de Beagá: " eu tenho usado muito este termo para qualificar o que fazemos em Belo Horizonte e não devemos abrir mão disso, que é o eixo principal da nossa atividade. O fato de ter pessoas de filiações partidárias diferentes, de concepções políticas diferentes e de diversas áreas compartilhando o mesmo projeto é O RETRATO DO NOSSO SUCESSO".









                                                   Prefeito aponta os rumos 
                                                do desenvolvimento da cidade 
                                                          na última reunião
                                                      de secretariado do ano

    O prefeito Fernando Pimentel fez a última reunião do ano com secretários e assessores da Prefeitura , em que destacou as principais características assumidas pela administração municipal e que diferenciam Belo Horizonte de outras cidades no cenário nacional. O primeiro deles foi o modelo de gestão compartilhada. "Eu tenho usado muito este termo para qualificar o que fazemos em Belo Horizonte e não devemos abrir mão disso, que é o eixo principal da nossa atividade. O fato de ter pessoas de filiações partidárias diferentes, de concepções políticas diferentes e de diversas áreas compartilhando o mesmo projeto é o retrato do nosso sucesso", afirmou.
    O segundo ponto destacado pelo prefeito foi o contexto nacional. "O Brasil está vivendo um momento histórico sem precedentes. Estamos dando um salto econômico com distribuição de renda , aumento no acesso à cultura, acesso à educação e saúde de qualidade, em um quadro democrático. Na década de 30 houve crescimento econômico acelerado, sem distribuição de renda e em um quadro que não era democrático", explicou Pimentel.
    O prefeito concluiu a reunião salientando que a administração compartilhada e o momento histórico vivido pelo Brasil possibilitam dar um grande passo no desenvolvimento de Belo Horizonte: o de projetar a cidade para o futuro. "Belo Horizonte atravessou todo século 20 do jeito que conseguiu, sem planejamento organizado nem criação de um espírito que estamos implantando que é de enfrentarmos juntos os novos desafios .
    A forma de promover este desenvolvimento nós já começamos a construir que é andar um pouco à frente no salto de desenvolvimento dado pelo País. Um bom exemplo é o Programa de Aceleração do Crescimento que já é realidade em Belo Horizonte porque tínhamos projetos e uma prefeitura saneada, pronta para receber os recursos e executar as obras. Hoje podemos dizer que Belo Horizonte está bem preparada e está dando este salto melhor do que outras cidades", finalizou Pimentel.
    Reunião com vereadores
    O prefeito recebeu os vereadores de Belo Horizonte em café de confraternização. Durante o encontro, o presidente da Câmara Municipal Totó Teixeira lembrou a importância da capital no cenário nacional e conclamou os vereadores a "votar alguns projetos de suma importância para a cidade, para que a gente possa encerar o ano com o papel cumprido". Também participaram da reunião os secretários municipais e o vice-prefeito Ronaldo Vasconcellos.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 19, 2007

    Recebemos mensagem de NATAL do conselheiro empresarial, WAGNER GOMES, que foi Superintedente do Banco do Brasil em Minas. É um belo POEMA DE NATAL de Fernando Pessoa. Agradecemos e retribuimos os votos de Feliz Natal.

    Uma vez mais, FELIZ NATAL e um ANO NOVO  
    repleto de realizações, com muita alegria, fé, amor e amizade.



    Poema de Natal
    ( Fernando Pessoa)

    Natal... Na província neva.

    Nos lares aconchegados,

    Um sentimento conserva

    Os sentimentos passados.


    Coração oposto ao mundo,

    Como a família é verdade !

    Meu pensamento é profundo,

    Estou só e sonho saudade.


    E como é branca de graça

    A paisagem que não sei,

    Vista de trás da vidraça

    Do lar que nunca terei !



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 19, 2007

    EM PRIMEIRA MÃO! Criada a ASDEK - Associação dos Engenheiros Formados pela Kennedy - tendo à frente a consultora, Suzely Ortênzio.

    A Faculdade de Engenharia Kennedy é uma das mais conceituadas de Minas. Lá se formaram , dentre outros, o deputado estadual Fábio Avelar, do PSC, ex-diretor da Copasa.
    E segundo Suzely Ortênzio hoje são centenas de engenheiros espalhados pelo país, formados pela Kennedy, que a partir de agora serão contactados pela ASDEK.
    A idéia é também criar um órgão de comunicação da ASDEK - um jornal.
    E nós sugerimos criar atmbém um site na Internet para facilitar a circulação de informações de interesse dos engenheiros.
    Depois darei mais detalhes sobre a ASDEK.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 19, 2007

    BOA NOTÍCIA para quem tem TV por assinatura. CONSUMIDORES poderão suspender a assinatura num período de 30 a 120 dias. Operadoras têm 180 dias para se adaptarem! Ministro das Comunicações, senador Hélio Costa disse: " acredito que com esse regulamento os principais problemas dos assinantes das TVs Pagas sejam solucionados".

    Clientes de TV paga
    vão ter direito
    ao ponto adicional
    sem pagar nada


    Outras mudanças também vão beneficiar o consumidor, como a suspensão do serviço durante as férias

    Os usuários não precisarão mais pagar pela programação de um ponto extra dos serviços de TV por assinatura. A prestadora do serviço só poderá cobrar pela instalação do ponto adicional. É o que prevê o regulamento de proteção e defesa dos direitos dos assinantes desses serviços, que entra em vigor a partir de junho de 2008. O regulamento foi publicado este mês no Diário Oficial da União e dá um prazo de 180 dias para que os prestadores dos serviços se adaptem às novas regras.
     "Acredito que com esse regulamento os principais problemas dos assinantes das TV's pagas sejam solucionados" – destaca o ministro das Comunicações, Hélio Costa.
    De acordo com o regulamento, deve haver, no contrato, a previsão de preço, índices e periodicidade de reajuste; a possibilidade de suspensão do serviço a pedido do usuário de 30 a 60 dias por ano; e um prazo de cinco dias para as empresas responderem as reclamações e dúvidas feitas por call centers, e de dez dias se a reclamação for por correspondência.
    Os assinantes dos 28,6 milhões de domicílios brasileiros atendidos por TV por Assinatura também serão beneficiados com: 1) atendimento ao público de 9h às 20 horas; 2) ligação gratuita para reclamações (para tratar de outros assuntos, o valor cobrado deverá ser de uma ligação local); 3) direito de suspender a assinatura num período de 30 a 120 dias sem ônus.
    O regulamento ainda garante ao assinante que qualquer alteração no valor cobrado, diferentemente do valor contratado, seja informado ao cliente e aceito por ele para que possa vigorar. Além disso, se o cliente ficar sem o serviço a partir de 30 minutos, o valor deve ser abatido na mensalidade.


     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 19, 2007

    Agora à noite continuam as votações no plenário da Assembléia Legisltiva de Minas. O PACOTE TRIBUTÁRIO do governador Aécio Neves foi aprovado. O Orçamento do Estado - de 35 milhões de reais - será votado amanhâ cedo.

    O Plenário da Assembléia Legislativa de Minas Gerais aprovou mais seis proposições na Reunião Extraordinária da manhã desta quarta-feira (19/12/07). Entre elas, em 1º turno, o Projeto de Lei (PL) 1.805/07, do governador, que cria a Assessoria Técnico-Consultiva na estrutura da Secretaria de Estado de Governo, além de cargos na Fundação João Pinheiro e em outras secretarias.
    Também foi aprovado, mas em 2º turno, o Projeto de Resolução (PRE) 1.887/07, da Mesa da Assembléia, que dispõe sobre as especialidades e as atribuições dos cargos efetivos da Secretaria da ALMG (leia abaixo). A reunião foi encerrada depois de vários deputados usarem a tribuna, inclusive para comentar a aprovação do pacote tributário do governo, na noite de terça (18).
    O PL 1.805/07 foi aprovado na forma do substitutivo nº 1, da Comissão de Administração Pública, que o analisará em 2º turno antes da proposição voltar ao Plenário. Originalmente, o projeto criava a Assessoria Técnico-Consultiva na estrutura da Secretaria de Governo e 12 cargos de provimento em comissão. Essa assessoria terá como função preparar textos de decretos e de projetos do governo a serem enviados à Assembléia, bem como a fundamentação das razões de vetos. Na Comissão de Administração Pública, o projeto recebeu um substitutivo, incluindo várias modificações encaminhadas pelo governador.
    Entre as modificações, destacam-se: nova sistemática para a distribuição dos cargos em comissão; criação de 45 cargos, sendo 30 de recrutamento amplo, com nível de doutorado, na Fundação João Pinheiro (FJP), que serão extintos em 31/1/2011; 13 cargos na Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; 2 cargos na Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag); extinção de 157 cargos do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) e sua transformação em 260 funções; remanejamento de 19 cargos da Assessoria Técnica Legislativa, hoje existentes na Advocacia-Geral do Estado (AGE), para a Secretaria de Estado de Governo. O projeto original alterava a Lei Delegada 124, de 2007; o substitutivo passou a alterar as Leis Delegadas 91, 124, 174 e 175, todas também deste ano.
    Ao comentar o PL 1.805/07, a líder do PT, deputada Elisa Costa, questionou o porquê da criação de 30 cargos de recrutamento amplo, com nível de doutorado, na Fundação João Pinheiro e lembrou que eles serão extintos no fim do governo Aécio Neves. Esses cargos, de gestor de ensino e pesquisa e com remuneração de R$ 7 mil, têm salário maior do que o recebido por servidores da fundação, segundo ela. Emenda apresentada pelo PT estabelecia que os cargos deveriam ser do quadro de carreira, a fim de reconhecer o trabalho desenvolvido pelos servidores da fundação. Segundo o que foi aprovado pelo Plenário, haverá uma pré-qualificação dos candidatos, a ser detalhada em regulamento. A proposta aprovada faz parte de uma estratégia de reestruturação da FJP.
    Assembléia - O Plenário também aprovou, em 2º turno, o PRE 1.887/07, da Mesa da Assembléia, que estabelece as especialidades, atribuições, exigências de escolaridade e de formação específica dos cargos de provimento efetivo da Secretaria da ALMG. A proposição foi aprovada na forma do substitutivo nº 1, da Mesa. O projeto também transforma, cria e extingue cargos. Em 1º turno, foram feitas modificações ao texto original como as exigências relativas à escolaridade dos cargos de arquivista e consultor em direito. Também foram suprimidos artigos que criavam funções gratificadas de gerente-geral e de nível superior.
    A Mesa da Assembléia destaca que a especialização profissional é exigência do mundo contemporâneo, em que as demandas da sociedade se fazem cada vez mais complexas e específicas. "Não só no setor privado, mas principalmente no setor público, deve-se buscar a adoção dos mais modernos instrumentos de gestão, capazes de melhorar o desempenho da ação estatal", enfatiza o parecer para 2º turno. Na avaliação da Mesa, o projeto contribuirá para imprimir um salto de qualidade na prestação dos serviços do Poder Legislativo.
    O projeto faz ainda adequação na carreira, alterando-se o posicionamento de alguns padrões de vencimento nas classes das carreiras instituídas pela Lei 15.014, de 2004, e pela Resolução 5.214, de 2003.
    Imóveis - O Plenário também aprovou dois projetos de doação e reversão de imóvel, em 1º turno: o PL 817/07, do deputado Gustavo Valadares (DEM), que autoriza o Executivo a reverter imóvel ao Conselho Central Nossa Senhora da Piedade de Caeté da Sociedade São Vicente de Paulo; e o PL 1.817/07, do deputado Sebastião Costa (PPS), que autoriza o Executivo a doar a Manhuaçu imóvel que especifica, para construção de um posto de saúde.
    Terras devolutas - Também foram aprovados, em 1º turno, dois projetos de resolução, da Comissão de Política Agropecuária e Agroindustrial, que aprovam a alienação de terras devolutas: os PREs 1.413/07 e 1.724/07. O primeiro aprova a legitimação de 32 porções de terras devolutas rurais situadas em Indaiabira, Montezuma, Rio Pardo de Minas, Santo Antônio do Retiro e Vargem Grande do Rio Pardo. O segundo aprova a alienação de 20 glebas situadas nesses municípios.

                                    Deputados comentam aprovação do pacote tributário
    Na reunião, alguns deputados comentaram a aprovação do pacote tributário contido no PL 1.585/07, do governador, que prevê redução de ICMS sobre vários produtos e também anistia fiscal. O deputado Antônio Júlio (PMDB) fez várias críticas à proposição, afirmando que ela beneficia basicamente as empresas, em detrimento do Estado. O parlamentar questionou a quitação "pura e simples" de todos os débitos com mais de cinco anos e também a quitação das dívidas já em processo de parcelamento. "Essa é uma semana de glória para o empresariado", comentou, apesar de ponderar que o Estado tem tido excesso de rigor na fiscalização e na tributação. Ele também lembrou que, durante a tramitação, o PL 1.585/07 sofreu mudanças por pressão dos deputados, a fim de evitar retrocessos. Exemplo citado foi a proposta de modificar a regra tributária para o setor de laticínios - abortada depois pelo governo, segundo o parlamentar.
    O deputado Antônio Júlio foi aparteado, entre outros, pelo líder da bancada, deputado Adalclever Lopes, que o elogiou; e pelo deputado Luiz Tadeu Leite (PMDB), que também questionou a "mão generosa do Estado". "Quando a esmola é muita, o pobre desconfia", enfatizou Tadeu Leite, dizendo ser preciso desconfiar da benevolência governamental.
    O deputado Weliton Prado (PT) e a deputada Elisa Costa emendaram as críticas, afirmando que o projeto aprovado é uma colcha de retalhos. Na opinião de Prado, a proposição mereceria mais estudos e não poderia ser votada neste momento. Para a líder do PT, o projeto tem problemas na concepção e não deveria se restringir a "dar uma resposta à guerra fiscal". Na avaliação dela, as desonerações aprovadas pela Assembléia acabam beneficiando o capital e retirando recursos dos municípios. Como ponto positivo, o deputado Weliton Prado destacou a redução do ICMS de 18% para 6% na energia elétrica para universidades.
    A deputada Elisa Costa lamentou, ainda, a não prorrogação da cobrança da CPMF, definida pelo Senado. Na avaliação da parlamentar, essa é uma derrota "de todos", sendo a decisão prejudicial à área da saúde. Ela reivindicou que, por conta do fim da contribuição, o governo federal não faça cortes nas políticas sociais. Ao comentar a fala da parlamentar, o deputado Rêmolo Aloise (PSDB) denunciou o desvio de recursos da CPMF, que teriam de ser destinados à saúde. Disse, ainda, que o PL 1.585/07 é "matéria vencida" e admitiu que "poucos conhecem o que foi votado".
    Além do pacote tributário, o deputado Antônio Júlio fez denúncias contra a Cemig, questionando concorrência que teria beneficiado empresa de fora do Estado, em detrimento de companhias mineiras. Ele informou que daria detalhes desta e de outras denúncias na reunião de Plenário desta tarde. "Ninguém acompanha o que se passa lá", enfatizou, ao se referir à Cemig.





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 19, 2007

    Da série: UMA VOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Votações de Fim de Ano na Assembléia de Minas. Presidente Alberto Pinto Coelho comanda as sessões em três turnos - reuniões em plenário pela manhã, tarde e noite. O Pacote Tributário já está aprovado beneficiando diversos setores empresariais com redução de ICMS e anistia fiscal. O Orçamento para 2008 - de 35 bilhões de reais - deverá ser votado hoje à noite. Encerramento dos trabalhos do Parlamento Mineiro sertá amanhã, provavelmente pela manhã.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 19, 2007

    Boa notícia para o empresariado mineiro. Assembléia legislativa aprovou o Pacote Tributário do governador Aécio Neves. Confira os detalhes deta e de outras matérias aprovadas neste final de ano no plenário presidente JK. Entre elas também, a matéria do Tribvunal de Contas de Minas. As informações são do site (almg.com.br).

    O Plenário da Assembléia Legislativa de Minas Gerais aprovou, em turno único, durante a Reunião Extraordinária de Plenário da noite desta terça-feira (18/12/07), o Projeto de Lei (PL) 1.585/07, de autoria do governador, que modifica a Lei 6.763, de 1975, que consolida a legislação tributária do Estado.
    O chamado "pacote tributário" foi aprovado na forma do substitutivo no 4, apresentado pelo relator das emendas de Plenário, deputado Jayro Lessa (DEM), com as emendas nos 115, 118 e 135. As emendas nos 116, 117, 119 a 134 e 136 a 141 foram rejeitadas. Com a aprovação do substitutivo no 4, ficaram prejudicados os substitutivos nos 1 e 2, ambos apresentados pelo deputado Irani Barbosa (PSDB), e no 3, da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (FFO).
    O projeto propõe alterações que se referem à autorização para o Poder Executivo reduzir a carga tributária relativa ao ICMS devido nas operações com diversas mercadorias, entre elas materiais de construção, equipamentos, aparelhos e materiais elétricos, iogurtes, leite fermentado, suprimentos de informática, caneta esferográfica, bucha vegetal, mercadorias destinadas a órgãos públicos, hospitais, clínicas e assemelhados. A proposição inclui reduções de alíquotas diversas que deverão acarretar um diminuição de R$ 74,01 milhões na receita anual do Estado, perda que será compensada, no mesmo projeto, pelo aumento da alíquota relativa à prestações de serviços de comunicação e às operações com solvente, no valor de R$ 74,16 milhões.
    A proposição altera ainda as Leis 14.937, de 2003, que dispõe sobre o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA); 12.733, de 1997, que dispõe sobre a concessão de incentivos fiscais com o objetivo de estimular a realização de projetos culturais no Estado; e 16.318, de 2006, que dispõe sobre a concessão de desconto para pagamento de crédito tributário inscrito em dívida ativa com o objetivo de estimular a realização de projetos desportivos no Estado. Revoga ainda a Lei 13.470, de 2000, e o artigo 10o da Lei 14.066, de 2001, que dispõe sobre a proteção dos consumidores de combustíveis.
    Durante a tramitação, as emendas nos 14 a 46, 48, 49, 53 a 63, 66 a 87, 89 a 114, 116, 117, 119 a 134 e 136 a 141 e as subemendas no 1 às emendas 1, 2, 4 6 e 13 receberam parecer pela rejeição. Com a aprovação do substituto no 4, ficaram prejudicados os substitutivos nos 1, 2 e 3, o projeto original e as emendas nos 1 a 14, 47, 64, 65, 88, 115, 118 e 135, apresentadas pelas Comissões de Constituição e Justiça (CCJ), FFO e pelos parlamentares em Plenário. A pedido da deputada Elisa Costa (PT), foram votadas 13 emendas destacadas, com parecer pela rejeição, mas todas foram rejeitadas pela maioria dos parlamentares, em sistema de votação nominal, com utilização do painel eletrônico.
    Entre as emendas acatadas pelo relator, fica autorizado o Poder Executivo a reduzir para 12% a carga tributária nas operações de energia elétrica destinadas a atividades de irrigação desenvolvidas por produtores rurais; reduzir para 0% a carga tributária nas operações internas promovidas por estabelecimento industrial, até 2008, com tanques isotérmicos rodoviários para transporte de leite e tanque resfriador de leite, destinado ao seu armazenamento; reduzir para 0% o ICMS nas aquisições internas de automóvel novo de passageiro de fabricação nacional, destinados à operacionalização de conselho tutelar municipal; reduzir para 6% a carga tributária nas operações de energia elétrica destinadas às instituições públicas de ensino superior.
    Outras alterações do projeto são as autorizações para o Governo do Estado reduzir para 18% a carga tributária nas prestações de serviços de comunicação, exceto telefonia, destinados às universidades públicas; isentar o ICMS relativo à parcela da subvenção da tarifa de energia elétrica no fornecimento a consumidores enquadrados na "subclasse residencial de baixa renda"; e reduzir para até 3% a carga tributária nas operações internas com gás natural veicular, gasolina e álcool para fins carburantes, com destino a cooperativas de táxis para uso por seus cooperados.
    O projeto também autoriza o Governo do Estado a realizar parcelamento de débitos fiscais relacionados com o ICM e o ICMS, suas multas e demais acréscimos legais, vencidos até 31 de outubro de 2007, constituídos ou não, inscritos ou não em dívida ativa, inclusive ajuizados, nos termos dos Convênios ICMS nºs 51, de 18 de abril de 2007, e 107, de 10 de setembro de 2007.
    O débito consolidado poderá ser pago à vista, com 90% de redução de multas, 70% de redução de juros, em duas parcelas iguais e sucessivas, 88% de redução de multas, 68% de redução de juros; em três parcelas iguais e sucessivas, com 86% de redução de multas e 66% de redução de juros; em quatro parcelas iguais e sucessivas, com 84% de redução de multas e 64% de redução de juros; em cinco ou em até 180 parcelas iguais e sucessivas, com redução de 50% das multas punitivas e moratórias e 40% dos demais acréscimos e encargos.
    O projeto agora será encaminhado para a sanção do governador.
    Inovação tecnológica, taxa ambiental e imposto da herança
    O PL 30/07, de autoria do governador, que dispõe sobre a inovação tecnológica e as parcerias estratégicas entre as instituições oficiais de ensino e pesquisa e a iniciativa privada para o desenvolvimento de tecnologias inovadoras, foi aprovado em 1o turno, na forma do substitutivo no 3, apresentado pela Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia.
    O projeto tem como objetivo incentivar a inovação tecnológica no Estado e abre a possibilidade de pesquisadores de instituições estatais se licenciarem para desenvolver pesquisas em empresas privadas. Além disso, prevê também a possibilidade de compartilhamento das instalações das instituições oficiais com entidades sem fins lucrativos e empresas privadas, entre outras ações.
    O substitutivo no 3 promoveu aperfeiçoamentos técnicos no projeto. As emendas 1 e 6 foram rejeitadas e as emendas 2 a 5 ficaram prejudicadas com a aprovação do substitutivo. Todas essas emendas foram apresentadas em Plenário e tratavam da retirada de dispositivos considerados desnecessários à matéria. O projeto, agora, será enviado à Comissão de Educação para apreciação em 2o turno, antes de ser novamente votado em Plenário.
    Também foi aprovado em 1o turno o PL 1.583/07, do governador, que altera a Lei 14.940, de 2003, que institui o Cadastro Técnico Estadual de Atividades Potencialmente Poluidoras ou Utilizadoras de Recursos Ambientais e a Taxa de Controle e Fiscalização Ambiental do Estado.
    A proposição foi aprovada na forma do substitutivo no 1, apresentado pela FFO, que não altera o conteúdo do projeto, mas dá nova redação à proposição, com o objetivo de vincular os parâmetros de classificação de empresa à legislação federal, possibilitando que eles sejam automaticamente alterados sem a necessidade do Poder Executivo apresentar novo projeto quando da sua alteração no âmbito federal.
    Um dos objetivos do projeto é ajustar os valores da receita bruta das micro e pequenas empresas ao disposto na Lei Complementar Federal 123, de 2006, que institui o Estatuto Nacional da Micro e Pequena Empresa. O PL 1.583/07 iguala as faixas de classificação das empresas do Estado à classificação federal, que considera a receita bruta anual. A requerimento do deputado Sávio Souza Cruz (PMDB), aprovado durante a reunião, o projeto será encaminhado à Comissão de Meio Ambiente e Recursos Naturais, para apreciação em 2o turno, antes de enviada à FFO.
    O Plenário aprovou, também em 1o turno, o PL 1.584/07, do governador, que dispõe sobre o Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITCD). O objetivo é ajustar a Lei 11.441, de 2007, que altera dispositivos do Código de Processo Civil, dispondo sobre a separação, o divórcio, o inventário e a partilha extrajudiciais.
    O projeto foi aprovado na forma do substitutivo no 3, da FFO, que incorporou sugestões de quatro emendas apresentadas em Plenário - e prejudicadas com a aprovação do substitutivo -, e outras modificações sugeridas pelos parlamentares. No que diz respeito à isenção relativa à transmissão causa mortis, por exemplo, objeto de três das quatro emendas, a nova proposta pretende elevar para 40 mil Ufemgs o valor do imóvel residencial a ser beneficiado com a isenção, que alcança também fração ideal desse imóvel, permitindo que o monte partilhável contenha outros bens móveis. O projeto foi encaminhado para a apreciação da FFO em 2o turno.
    Projetos do Tribunal de Contas também são aprovados
    O Projeto de Lei Complementar (PLC) 34/07, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), foi aprovado em 1o turno. O objetivo da proposição, que reorganiza o tribunal, é dar mais agilidade à tramitação de processos e adequar o funcionamento do TCE à sistemática implementada pela Emenda à Constituição Estadual 78, de 2007, que abre a possibilidade para que o órgão seja dividido em câmaras a serem renovadas periodicamente.
    O projeto também altera a estrutura organizacional do tribunal, que será integrada pela Auditoria, pelo Ministério Público junto ao órgão, pelo Tribunal Pleno, pelas câmaras, pela Presidência e Vice-presidência, pela Corregedoria, pela Ouvidoria e pela Escola de Contas e Capacitação Professor Pedro Aleixo, além dos Serviços Auxiliares. O projeto foi aprovado pelo sistema nominal, com 39 votos a favor e um contra, com 14 emendas apresentadas pela CCJ, oito da Comissão de Administração Pública e 21 da FFO. Foram rejeitadas ainda quatro emendas da CCJ.
    As emendas incluem, por exemplo, a determinação de que compete ao presidente do tribunal, além de publicar, também assinar o Relatório de Gestão Fiscal exigido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, a definição de critérios para a indicação de auditores e procuradores do Ministério Público, quando da indicação para ocupar a vaga de conselheiro, e o acréscimo de duas competências às atribuições de auditor, no que tange à substituição de conselheiro no caso de vacância para compor quórum das sessões.
    Outro exemplo de modificação trazida pelas emendas é o acréscimo de atribuições do Tribunal Pleno para deliberar acerca de processos administrativos disciplinares envolvendo membros do órgão. O projeto, agora, será encaminhado à Comissão de Administração Pública para apreciação em 2o turno.
    Ainda sobre o TCE, foi aprovado em 1o turno o PL 1.760/07, de autoria do tribunal, que dispõe sobre o Quadro de Cargos dos Serviços Auxiliares da Secretaria do órgão. O projeto cria cargos de provimento efetivo e de provimento em comissão de recrutamento restrito a servidores efetivos. A matéria transforma, ainda, o cargo de diretor tesoureiro em cargo de diretor adjunto e promove a extinção do cargo de supervisor V.
    A proposta visa à adequação do quadro de pessoal à necessidade de implantação da nova sistemática de funcionamento dos órgãos do tribunal, notadamente das câmaras, em decorrência da Emenda à Constituição do Estado 78, de 2007. A emenda remeteu para a lei a definição das Câmaras do Tribunal e suas respectivas competências. A proposição foi aprovada na forma do substitutivo no 1, da CCJ, que aprimora sua técnica legislativa, e agora será encaminhada à Comissão de Administração Pública, para apreciação em 2o turno, antes de retornar ao Plenário para votação.
    Empréstimos internacionais e reajuste do Iepha
    O Plenário aprovou, também em 1o turno, o PL 1.879/07, do governador, que autoriza o Poder Executivo a contratar operação de crédito com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), para financiar programas nas áreas de resultado contempladas pelo Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado, como rede de cidades e serviços, defesa social e redução da pobreza e inclusão produtiva; em projetos estruturadores previstos no Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG) no período de 2008 a 2011; e para a quitação de dívidas. A proposição foi aprovada com a emenda no 1, da FFO, que retirou do texto a possibilidade de utilização de recursos do Fundo de Participação dos Municípios como contragarantia à União. O projeto agora retorna à FFO para apreciação em 2o turno.
    Também foi aprovado em 1o turno o PL 598/07, do governador, que altera a Lei 15.522, de 2005, que autoriza o Poder Executivo a contratar operação de crédito com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), destinada à execução do Programa de Eletrificação Rural do Noroeste do Estado (Pronoroeste). O empréstimo teria como objetivo ressarcir a Cemig Distribuição S.A. pelos gastos com a execução do Pronoroeste, num total de US$ 10 milhões. Além disso, o projeto designa a subsidiária como agente executor do programa, atendendo a determinação do governo federal. A proposição foi aprovada na forma do substitutivo no 1, da CCJ, que faz alterações formais no texto, sem modificar seu conteúdo, e agora será encaminhada à FFO para apreciação em 2o turno.
    Outro projeto aprovado em 1o turno é o PL 1.876/07, do governador, que reajusta os valores das tabelas de vencimento básico das carreiras do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha). O projeto, que foi aprovado na forma original, modifica ainda os critérios de cálculo do Adicional de Desempenho (ADE). Segundo a matéria, os reajustes são diferenciados para cada cargo, com variação média de 13,62%. A proposição ainda cria cargos de provimento em comissão e funções gratificadas, com o objetivo de adequar o número de cargos e de funções da estrutura organizacional do Iepha. A proposição agora será encaminhada para a Comissão de Administração Pública para apreciação em 2o turno.
    Outros projetos aprovados em 1o turno
    * PL 18/07, do deputado Eros Biondini (PHS), que obriga o fornecimento gratuito de veículos motorizados para facilitar a locomoção de deficientes físicos e idosos. O projeto foi aprovado na forma do substitutivo no 1, da CCJ, que teve como objetivo garantir a oferta gratuita de "qualquer veículo que facilite a locomoção" dos idosos e deficientes em edifícios públicos. Com a alteração, o projeto muda a Lei 11.666, de 1994, que tornou obrigatória a oferta de cadeiras de rodas em edifícios públicos. A proposição agora será encaminhada para a Comissão do Trabalho, da Previdência e da Ação Social, para apreciação em 2o turno.
    * PL 56/07, do deputado Weliton Prado (PT), que cria o Programa Estadual de Produção Alimentar em Pequenas Propriedades, foi aprovado na forma do substitutivo no 2, da Comissão de Política Agropecuária e Agroindustrial, que incluiu entre as incumbências do Estado a realização de programas tecnicamente orientados de produção de sementes com o envolvimento dos agricultores beneficiados. O projeto tem como objetivo prover o pequeno produtor e o agricultor familiar de sementes melhoradas de alta qualidade e, assim, proporcionar o aumento da produção de renda, bem como evitar o êxodo rural. A proposição, agora, será encaminhada para a Comissão de Política Agropecuária e Agroindustrial para apreciação em 2o turno.
    * PL 389/07, do deputado Antônio Júlio (PMDB), que torna obrigatório o oferecimento de cardápios em braille nos restaurantes e bares do Estado. O projeto foi aprovado com as emendas 1, da CCJ; e 2, da Comissão do Trabalho, da Previdência e da Ação Social. A primeira emenda suprime do artigo 2o do projeto o prazo para que o Poder Executivo regulamente a matéria, por se tratar de ingerência indevida nas atividades desse poder, e estabelece multas para os estabelecimentos que não cumprirem a norma; e a segunda emenda apenas aperfeiçoou a redação da proposição. O projeto, agora, será encaminhada à Comissão do Trabalho.
    * PL 641/07, do deputado Paulo Guedes (PT), que foi aprovado em 1o turno, dispõe sobre a reserva de vaga para pessoas deficientes em estágio em órgão das administrações públicas direta e indireta do Estado. O objetivo é assegurar 5% das vagas para os deficientes. O projeto foi aprovado na forma do substitutivo no 1, da CCJ, que tornou facultativa a reserva de vagas. A futura norma alteraria, então, a Lei 12.079, de 1996, que regulamenta o estágio no serviço público. Agora a matéria será encaminhada à Comissão de Administração Pública.
    * PL 700/07, do deputado Sargento Rodrigues (PDT), que estabelece normas de segurança para carga e descarga de valores em estabelecimentos financeiros. O projeto proíbe as operações de carga e descarga em vias públicas - elas deverão ser feitas em locais protegidos no interior dos estabelecimentos. O projeto foi aprovado com as emendas no 1 e 2, da CCJ. A emenda no 1 retira a atribuição de competências para órgãos do Executivo, o que contraria o princípio de autonomia dos poderes; e a emenda no 2 suprime a previsão de regulamentação da futura lei no prazo de 90 dias. O projeto será encaminhado para a Comissão de Segurança Pública para apreciação em 2o turno.
    * O PL 1.770/07, do governador, foi aprovado no sistema nominal, com 44 votos a favor e nenhum contra. O projeto altera a Lei Delegada 123, de 2007, que dispõe sobre a estrutura orgânica da Secretaria de Estado da Fazenda; a Lei Delegada 174, de 2007, que dispõe sobre o Grupo de Direção e Assessoramento do Quadro Geral de cargos de provimento em comissão a as funções gratificadas da administração direta do Poder Executivo; e Lei Delegada 175, de 2007, que dispõe sobre o Grupo de Direção e Assessoramento do Quadro Geral de Cargos de Provimento em Comissão e funções gratificadas da administração autárquica e fundacional do Poder Executivo.
    Entre as mudanças propostas pelo projeto, está a criação de três novas Superintendências Regionais da Fazenda. O projeto foi aprovado com as emendas nos 1 a 5, da CCJ; e 6, da Comissão de Administração Pública. A emenda no 1 faz uma correção no texto original porque os vice-diretores do Colégio Tiradentes estavam incluídos erroneamente no quadro de cargos de provimento em comissão do Estado. As emendas nos 2 a 5 também fazem alterações formais, sem interferir no conteúdo do texto. A emenda no 6 tem o objetivo de manter a regra para a fixação do quantitativo chamado de FGD-unitário para cada órgão do Poder Executivo, que o projeto pretendia extinguir. O PL 1.770/07 agora será encaminhado à Comissão de Administração Pública para apreciação em 2o turno.
    * PL 1.854/07, do governador, que altera as Leis 11.730, de 1994; 15.301, de 2004; 15.470, de 2005; e 15.961, também de 2005. A matéria dispõe sobre pontos relativos à remuneração do servidor público do Poder Executivo e sobre retificações específicas na legislação de pessoal. Dessa forma, a proposição altera várias leis que tratam de política remuneratória de servidor do Executivo e cria a Gratificação de Escolaridade, Desempenho e Produtividade Individual e Institucional (Gedama). De acordo com o projeto, a Gedama será atribuída mensalmente aos servidores em efetivo exercício, mediante pontuação aferida com base na escolaridade, tempo de serviço e avaliação de desempenho individual.
    A matéria foi aprovada na forma do substitutivo no 1, da CCJ, com a emenda no 1, da FFO. O substitutivo adequou o projeto à forma regimentalmente prevista para sua tramitação, tendo sido desmembrado para que artigo que trata da utilização de recursos do Fundo de Recuperação, Proteção e Desenvolvimento Sustentável das Bacias Hidrográficas (Fhidro) passe a constituir uma nova proposição. Além disso, incorporou norma relativa à alteração da Lei 15.467, de 2005, que trata das atribuições dos cargos das carreiras do Grupo de Atividade de Cultura. A emenda no 1 suprime o artigo 4o e o anexo II do projeto, que dispunham sobre a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. O projeto agora será encaminhado à Comissão de Administração Pública para apreciação em 2o turno.
    Projetos aprovados em 2o turno
    Foi aprovado em 2o turno o PL 1.414/07, do governador, que altera o artigo 1o da Lei 12.688, de 1997, que exclui da doação à Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte algumas áreas do prédio do Cardiominas e transfere para o Ipsemg. O projeto foi aprovado na forma do vencido em 1o turno, com as emendas 1 a 3, apresentadas pela FFO. O projeto altera a Lei 15.779, de 2005, para mudar os pavimentos do edifício a serem destinados ao Ipsemg.
    As transferências serão feitas mediante o pagamento dos valores proporcionais às áreas recebidas em relação ao valor total contratado para as obras de construção do edifício. As emendas alteram a redação da matéria e tratam de novo nome para o ambulatório do Ipsemg e da revogação de reservas de garagem para o mesmo órgão no prédio. O projeto, agora, será encaminhado para a sanção do governador.
    Doação de imóveis - Também em 2o turno, foi aprovado o PL 524/07, do deputado Dinis Pinheiro (PSDB), que autoriza o Poder Executivo a doar ao município de Jequeri imóvel com área de 232,07 m2, para construção da sede da Câmara Municipal. A proposição foi aprovada na forma do vencido em 1o turno. O projeto será enviado à sanção do governador.
    Foi aprovado também em 2o turno o PL 1.404/07, do deputado Mauri Torres (PSDB), que autoriza o Executivo a doar ao município de Nova Era imóvel com área de 1.396 m2, a fim de construir palco fixo para a realização de eventos culturais. A proposição foi aprovada na forma do vencido em 1o turno. O projeto será enviado para a sanção do governador.







                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 19, 2007

    O COLÍRIO desta quarta-feira, vem mais uma vez, da coluna do nosso amigo César Romero, colunista da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.


    Silvia Cruz sorrindo para os ‘flashes’
    no Privilège Evolution

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 19, 2007

    Balanço da Secretaria de Esportes e Juventude, pilotada pelo deputado Gustavo Correia, do Democratas.



    Programas da Secretaria de Estado de Esporte e da Juventude superam metas em 2007


    As ações do Programa Estruturador Minas Olímpica e dos demais programas da Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude, gerenciados pela Subsecretaria de Políticas Antidrogas e pela Coordenadoria Especial da Juventude, superaram todas as metas estabelecias para 2007. A avaliação foi feita ontem pelo secretário Gustavo Corrêa, em coletiva à imprensa. "2007 foi um ano positivo. Conseguimos, e superamos, todas as metas acordadas com o governo do Estado", afirmou o secretário, prevendo nova superação de metas em 2008.
    Gustavo Corrêa destacou a grande participação de escolas e alunos nos Minas Olímpica Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG) e no Minas Olímpica Jogos do Interior de Minas (JIMI), em 2007, quando as metas estabelecidas para a participação superaram as metas previstas para 2008. "O próximo ano é um ano que promete. Se em 2007 superamos metas, em 2008 também teremos que superá-las".
    O secretário destacou ainda a grande participação de crianças e adolescentes n o Programa Minas Olímpica Nova Geração, que, este ano, "atendeu a mais de 31 mil jovens de 237 municípios" com ações educatias de inclusão social.
    Gustavo Corrêa destacou ainda as ações da Subsecretaria de Políticas Antidrogas. "Todas elas mereceram amplo reconhecimento da sociedade", afirmou, lembrando que Minas Gerais "foi o primeiro Estado a ter uma estrutura orgânica e uma política pública sobre drogas" e a manter uma Rede Complementar de Suporte Social na Atenção ao Dependente Químico".
    O programa, executado em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde e Secretaria de Estado de Defesa Social, tem por objetivo estabelecer uma rede de cooperação com entidades e grupos da sociedade civil que desenvolvam projetos na área de prevenção, tratamento e reinserção social de usuários de dependentes de álcool e outras drogas.
    Gustavo Corrêa frisou ainda as ações previstas no Programa Minas Jovem Protagonistas, gerenciado pela Coordenadoria Especial da Juventude e que envolverá, em 2008, mais de 37 mil jovens em 11 projetos. "A Secretaria enviará ao Fórum Internacional de Jovens Lideranças cerca de 10 mil jovens, envolverá cinco mil jovens com a realização das Conferências Municipais e Regionais de Políticas Públicas de Juventude e atenderá a dois mil jovens no Centro de Referência da Juventude Minas Gerais", explicou o secretário.
    Copa 2014
    Gustavo Corrêa revelou ainda que a Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude abrirá, em breve, licitação para a aquisição de dois telões de 200 metros quadrados para a colocação no Mineirão. A iniciativa, segundo ele, faz parte do processo de modernização do Complexo Mineirão-Mineirinho para receber jogos da Copa do Mundo de 2014.
    Apesar da iniciativa ser exigência da Fifa, segundo ele, "a compra dos telões e a modernização do Mineirão e do Mineirnho já estavam previstos e serão realizados mesmo que Belo Horizonte não venha a sediar jogos da Copa". As obras, segundo ele, terão início após o jogo Brasil X Argentina, pelas eliminatórias da Copa do Mundo 2010, previsto para 18 de junho de 2008.
    Gustavo Corrêa também manifestou a convicção de que a capital mineira estará entre as cidades escolhidas para sediar os jogos. "Não dá para garantir, mas Belo Horizonte tem 99,99% de chances de estar entre as cidades escolhidas", avaliou o secretário, destacando que a ações já desenvolvidas pelo governo do Estado de Minas Gerais mereceram já elogios do ministro do Esporte, Orlando Silva.
    Segundo o secretário, em recente contato em Brasília, o ministro afirmou que Minas Gerais é o Estado que tem se mostrado mais ágil no processo de modernização de seu estádio de futebol para receber as partidas da Copa do Mundo de 2014.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 19, 2007

    Danos Ambientais. Moradores de Mário Campos foram à Comissão de Meio Ambiente reclamar de mineradora, que segundo eles, está causando danos ambientais na região.

    Moradores de Mário Campos, Região Metropolitana de Belo Horizonte, demonstraram insatisfação com o comportamento da empresa Mineral do Brasil que atua na região e reclamaram dos danos ambientais causados pela exploração de minério de ferro.
    Em audiência pública realizada hoje (19), pela Comissão de Meio Ambiente, representantes da comunidade pediram compensações ambientais e respeito pela empresa.
    Diante das denúncias dos danos ambientais, como rachaduras em casas, tráfego intenso de carretas, poluição atmosférica pela poeira da extração das minas, o Ministério Público, representado pela promotora de Ibirité, Janaine Brandão Silveira, sugeriu nova audiência, para que a seja apresentado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), à empresa.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 18, 2007

    Assembléia rejeita emenda do deputado André Quintão, do PT e outros, que reduzia o ICMS do álcool combustível na bomba de 18% para 12%.

    A emenda foi ao projeto do governador Aécio Neves que reduziu o ICMS de vários produtos, como materiais de construção, entre outros.
    A redução aprovada foi só para o ICMS das usinas para os distribuidores.
    Na bomba o motorista vai continuar a pagar 25% de ICMS quando abastecer seu carro.
    Mas o Sincicato do Açúcar e Álcool de Minas, presidido por Luiz Custódio Cotta Martins vai continuar na estratégia de sensibilizar o governo - secretaria da Fazenda  - a reduzir o ICMS do álcool combustivel em 2008.
    Pano rápido!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 18, 2007

    Mudança no Ministério do presidente Lula? Um forte boato corria agora à noite, no plenário da Assembléia de Minas. O prefeito de BH, economista Fernando Pimetel, teria sido convidado pelo presidente Lula para o lugar de Guido Mantega no Ministério da Fazenda.

    A informação de bastidores é comentada pelos parlamentares do PT. Conversei agora a pouco com o deputado André Quintão.
    Ele disse: " não temos confirmação.Mas se for convidado, é claro, que o prefeito Pimentel vai aceitar. Não é convite. É uma convocação, partido do presidente com grande aceitação da opinião pública.
    Pimentel assumiria o Ministério da Fazenda e deixando para o PT decidir a sucessão na capital".
    Se isto ocorer, quem vai assumir e conduzir portante a sua própria sucessão na PBH, será o vice prefeito Ronaldo Vasconcelos, que não é do PT e sim do Partido verde.
    Que coisa hein!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 18, 2007

    Prefeito de BH, Fernando Pimentel foi hoje à Brasília aonde ouviu que estão mantidos os recursos do PAC - Plano de Aceleração Econômica - com 141 milhões e 700 mil reais. Dinheiro para urbanizar a Vila São José e o Conjunto Taquaril, dentro do programa VILA VIVA.








                                                   Prefeito Fernando Pimentel
                                                acerta com Ministério da Fazenda
                                                a liberação de recursos para obras


    O prefeito Fernando Pimentel obteve nesta terça-feira, dia 18, em Brasília, a garantia de que as obras de Belo Horizonte financiadas com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) não sofrerão prejuízos em função do veto à prorrogação da CPMF . A destinação de verbas para projetos importantes da capital foi tratada em reunião do prefeito com o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Machado. O objetivo foi assegurar que recursos do PAC e aqueles destinados à duplicação da Avenida Antônio Carlos sejam mantidos, mesmo com o veto.
    Belo Horizonte foi o primeiro município brasileiro a assinar ordens de serviço para obras financiadas com recursos do PAC, no valor de R$ R$ 141,7 milhões, que serão investidos na urbanização da Vila São José e Conjunto Taquaril, dentro do programa Vila Viva. Ao todo, são R$ 360 milhões , do Governo Federal, para a urbanização de vilas e favelas, saneamento básico e habitação , além de outros projetos desenvolvidos em parceria com o Governo do Estado e prefeituras .
    De acordo com o prefeito, esses investimentos serão mantidos. "Nós tivemos a garantia do presidente Lula de que ele não vai permitir nenhum prejuízo às obras do PAC", afirmou. A maior preocupação, salientou Pimentel, é com a ameaça de suspensão dos R$ 20 bilhões destinados às emendas coletivas para todos os municípios, já que entre elas estão os recursos para a duplicação da Avenida Antônio Carlos. "Em hipótese alguma, a obra vai ser interrompida. O que nós queremos é garantir os recursos federais. Essa é uma obra muito importante e que tem o impacto muito positivo para a cidade", disse.
    Nelson Machado afirmou que o Ministério da Fazenda está avaliando uma série de alternativas para que os municípios não sejam prejudicados, principalmente aqueles que têm obras e projetos em andamento. O secretário -executivo aguarda a chegada do ministro da Fazenda, Guido Mantega, para divulgar as medidas que serão adotadas pelo Governo Federal para minimizar os impactos nas contas públicas após o fim da CPMF. Mantega está em Montevidéu, no Uruguai, acompanhando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 18, 2007

    Governador Aécio Neves libera 21 milhões de reais e linha de crédito do BDMG no valor de 40 milhões. É a reação oficial contra a Seca que castiga o norte de Minas e os vales do Jequitinhonha e Mucuri. Leia os detalhes.











                                             Estado anuncia ações contra a seca
                                                   e para desenvolver semi-árido

     











    Omar Freire/Imprensa MG
     

    O governador Aécio Neves anunciou, nesta terça-feira (18), a liberação de R$ 21 milhões em novas medidas para combater os efeitos da seca na região Norte do Estado e nos vales do Jequitinhonha e do Mucuri. Ele também anunciou a abertura de duas novas linhas de crédito de financiamento pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), no valor total de R$ 40 milhões, para atender especificamente produtores rurais atingidos pela estiagem prolongada e também o comércio e a indústria da região.
    O governador determinou ainda que a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) apresente, no prazo máximo de uma semana, projeto para reduzir o preço da tarifa de energia paga pelos consumidores que dependem de poços artesianos. O anúncio foi feito durante reunião de trabalho, no Palácio da Liberdade, que contou com a participação do vice-governador, Antonio Augusto Anastasia, secretários de Estado, presidentes de diversos órgãos estatais, de representantes da bancada de deputados do Norte de Minas, e do prefeito de Patis, Walmir Morais, presidente da Associação dos Municípios da Área Mineira da Adene (Amams).
    "O objetivo dessa reunião é responder, de forma muito clara, no limite da capacidade do Estado, às dificuldades da população atingida pela seca, sobretudo, da população rural. Esse é mais um desafio que buscaremos enfrentar com articulação, com planejamento e, obviamente, com a liberação de recursos. São medidas que dão continuidade ao esforço que o Governo de Minas já vem fazendo para minimizar os danos dessa estiagem", disse Aécio Neves, em seu pronunciamento.
    Abastecimento de água
    Do total de R$ 21 milhões anunciados, R$ 5 milhões serão para a compra de 5 mil caixas d'água, com capacidade para armazenar 5 mil litros e equipada com tampa própria para a coleta de água pluvial. Para este ano, já está autorizada a aquisição de mil caixas d'água. As 4 mil restantes serão compradas no primeiro semestre de 2008, antes da temporada de estiagem. As distribuição das unidades será feita pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa).
    Serão ainda liberados R$ 3 milhões para financiar projetos de abastecimento de água comunitário que vão beneficiar 4.500 famílias. Esses sistemas incluem encanamentos, conjunto de moto-bombas, reservatórios e hidrômetros. A comunidade participa com a mão-de-obra e gestão de todo o sistema. 
    Através da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas (Emater-MG), serão destinados R$ 5 milhões para a compra de sementes de feijão, sorgo e de pintainhas e ração como incremento da agricultura e avicultura das cidades mais castigadas pela seca.
    "São cerca de R$ 20 milhões que nós estamos já disponibilizando para a região, seja para a aquisição de 5 mil caixas d águas, uma demanda importante da população atingida, recursos para que a Emater possa disponibilizar sementes de feijão, de sorgo, também investimentos na avicultura da região para a recuperação das perdas que ocorreram. Alguns projetos também para ligações de água com equipamentos que faltam a diversas comunidade, em torno de mais de R$ 3 milhões", afirmou o governador, em entrevista.
    Barragens
    Recursos de R$ 8 milhões serão destinados à compra de patrulha mecanizada ambiental, usada na construção de pequenas barragens de contenção. O mapeamento e definição dos locais onde as barragens serão construídas ficarão sob a responsabilidade da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.
    "Além dessas medidas que vêm na direção do que foi demandado, estamos, inclusive, com uma aquisição de uma patrulha mecanizada de cerca de R$ 8 milhões para construção de pequenos barramentos na região. A partir de um levantamento que está sendo feito pela Secretaria de Meio Ambiente, teremos condições de fazer rapidamente inúmeros investimentos inclusive para contenção de água para o período da estiagem", ressaltou o governador.
    Linha de crédito
    O governador determinou a abertura imediata de duas linhas de financiamento pelo BDMG. Uma delas, no valor de R$ 20 milhões, atenderá produtores rurais, por meio de suas cooperativas de crédito. Cada produtor poderá financiar até R$ 10 mil e o prazo para pagamento foi fixado em 24 meses.
    A outra linha de financiamento, também no valor de R$ 20 milhões, será dirigida ao comércio e à indústria, que poderão contratar crédito individual até o valor máximo de R$ 180 mil.
    Energia mais barata
    Aécio Neves afirmou que ainda este ano quer anunciar tarifas de energia diferenciadas e mais baratas para os consumidores que dependem de poços artesianos. Ele determinou ao presidente da Cemig, Djalma Morais, que o projeto nesse sentido esteja concluído em uma semana e fixou que o preço a ser pago seja reduzido em, pelo menos, 25%.
    "Determinei à Cemig que me apresente ainda neste ano, portanto, na próxima semana, um conjunto de medidas internas que possa desonerar, que possam diminuir o custo da tarifa, sobretudo dos consumidores que utilizam os poços artesianos da região. Portanto, teremos, além dessas medidas que totalizam R$ 20 milhões, um conjunto de outras medidas na área da tarifa de energia que pretendo anunciar ainda este ano", disse o governador.
    Participaram da reunião os secretários de Estado de Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri e Norte de Minas, Elbe Brandão; de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Dilzon Melo; de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Gilman Viana e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, José Carlos Carvalho. E ainda os presidentes da Emater, José Silva; da Ruralminas, Paulo Bregunci Tadeu Barreto; da Copasa, Márcio Nunes e da Cemig, Djalma Morais. 
    Veja no anexo informações para a editoria de Arte.
     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 18, 2007

    Morre o professor UBIRAJARA BERTOLETTI, um brilhante advogado barbacenense e um ativista político que marcou a história do PMDB de Barbacena. Como executivo ele foi presidente da COHAB nos governos de Tancredo Neves e Hélio Garcia. Lamentamos sua morte. O corpo de Bertoletti foi enterrado em Barbacena, sua cidade natal.

    Bertoletti, como era conhecido, era um homem afável, inquieto, inteligente e ousado. Como vereador em Barbacena foi sempre combativo contra a ditadura militar. Advogado brilhante, tinha o dom da palavra. Culto e requintado no vestir e nos gestos, tinha um olhar profundo sobre o seu tempo, os valores, as pessoas com que lidava.
    Trabalhei com ele na COHB. Fui seu Assessor de Relações Públicas. Conversavámos e muito sobre política, filosofia, arte e cultura contemporânea. Aprendí muito!
    Trabalhávamos, à época, no antigo prédio da COHAB na av.Francisco Sales, em Santa Efigência, aonde está hoje o Tribunal de Alçada, desde o governo de Newton Cardoso. 
    Sempre que ia a Barbacena - encontrava o Bertoletti próximo do Jardim do centro. Conversávamos, relembrávamos a época da Cohab, nossas conversas sobre a política. Sempre agradável a conversa com ele. Era um grande ser humano.
    Lamentavelmente ele morreu de forma trágica. Atropelado, aqui em BH, por uma moto.
    Poderia ser eu, você, qualquer um de nós, que vivemos numa cidade como Beagá - trânsito entupido de carros e aonde as motos surgem velozes, imprevisíveis, como que saídas do nada.
    Foi numa dessas que o nosso Ubirajara Bertoletti perdeu a vida.
    Lamentamos e enviamos daqui do nosso BLOG DE NOTÍCIAS nossos pêsames à mulher Ediléia e à filha do casal Marcela.
                        


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 18, 2007

    ARTIGO ESPECIAL. Foi enviado ao nosso BLOG DE NOTÍCIAS pelo executivo WAGNER GOMES, que foi superintendente do Banco do Brasil em Minas. Hoje ele é conselheiro empresarial, e dos bons. Vale ler o artigo dele - que poderia ter o título "TROCANCO EM MIÚDOS". Confira!


                                                    Economia: Investment grade X Speculation Grade

                                                                               Wagner Gomes

    Quando se olha o noticiário econômico, nota-se o emprego de uma linguagem técnica e rebuscada, para explicar um movimento relativamente fácil, que os economistas teimam em torná-lo de difícil compreensão. Afinal o que representa essa classificação e qual a razão de sua importância?

    O chamado grau de investimento é o reconhecimento, por parte de agências de classificação de risco de crédito (Moody's, Standard & Poor's e Fitch, são as principais), de que um país tem probabilidade baixa de não honrar sua dívida pública. Basicamente, as agências classificam os diferentes ativos em duas classes de riscos: grau de investimento e grau de especulação.

    Enquanto no primeiro o risco de crédito é muito baixo ou inexistente, no segundo, estão confinados os países em que existe um maior risco de crédito, com maior probabilidade de não honrarem seus compromissos. Para complicar esse entendimento, denominam essa incapacidade (o popular beiço ou calote) pelo pomposo nome de "default".


    Qualquer país considerado como detentor de grau de investimento é portador de credibilidade, o que facilita, e muito, a captação de recursos de longo prazo a custos baixos, no mercado internacional de capitais. É como se fora um premio concedido aos países que primam pela condução de uma política econômica responsável. A possibilidade de que essa classificação seja concedida ao Brasil, no curto prazo, tem provocado uma onda de euforia no mercado interno.

    Estamos, de fato, muito próximo de alcançar essa classificação, já que todos os indicadores de solvência têm apresentado melhoria sensível nos últimos anos (trajetória cadente de endividamento, elevação das reservas internacionais, melhora na composição do endividamento, etc.).

    Com a recente revisão da metodologia de cálculo do PIB essa percepção se evidencia, ao constatarmos
    uma alteração em todas as variáveis que eram expressas como percentagem desse valor. Com essa nova metodologia, no caso da dívida pública, a razão dívida/PIB de 2006 – que estava em 50%, recuou para perto de 45%.

    Esse fato fez com que representantes do governo, economistas e agências de classificação de risco, visualizassem um patamar mais baixo de endividamento, tornando o País quase apto a atingir algo conhecido no mercado financeiro internacional como "Status de Investiment Grade".

    Parece-me, no entanto, que esqueceram algumas deficiências históricas que ainda precisam ser superadas. A precariedade das contas públicas, que ainda dependem muito da muleta continua do aumento das receitas, via impostos, sem o menor sinal de que exista uma política consistente de contenção de gastos, se torna o primeiro dos gargalos.

    Setores cruciais de nossa economia se ressentem de um enxoval regulatório que possa impulsionar investimentos em rodovias, ferrovias e setor elétrico, cruciais para alavancar nossa infra-estrutura. E o que dizer da nossa justiça, lenta, sonolenta e paquidérmica? Tudo isso é reconhecido pelo próprio Governo Federal que gastou apenas 3,5% dos recursos previstos para investimentos em infra-estrutura, seja em transportes ou energia.

    Recentemente, o Presidente da Vale do Rio Doce, Roger Agnelli afirmou que a partir de 2011 faltarão recursos energéticos suficientes para qualquer projeto de expansão em nossa economia. Comparativamente, os custos com transporte e logística, em nosso País, equivalem a 12,75% do PIB contra 8,20% dos EUA. Outra comparação angustiante: 60% de nossa carga transportada é rodoviária, contra 26% nos EUA. E o que mais preocupa é que a idade média de nossa frota de caminhões é de vinte anos.

    Enquanto o Brasil investiu, nos dois últimos anos US$ 3,6 bilhões para ampliar e/ou recuperar suas rodovias, a China está investindo US$ 70 bilhões de 2006 a 2008. O sistema portuário, também precisa, urgentemente, além de se profissionalizar e desenvolver anticorpos que impeçam nomeações políticas no setor, resolver, de uma vez por todas, os seus problemas no que tange à precariedade dos acessos rodoviários e ferroviários.

    Para que tudo ocorra, sem sobressaltos, reformas vitais nas áreas política e tributária, se implementadas, poderão agregar condições que nos conduzirão, em futuro não muito distante, ao grupo das seis maiores economias mundiais.

    Ainda poderíamos agregar alguns passivos sociais, principalmente na área da educação, que deveriam fazer parte de uma verdadeira revolução silenciosa, para realmente nos sentirmos cidadãos que caminham para o primeiro mundo
    . Independente de que venha o reconhecimento de nosso grau de investimento, e ele virá em 2008, há que se tratar com a devida importância todas essas questões, para que o imenso sacrifício a nós imposto, desde o Plano Real, possa ter compensado chegar-se a tal estágio em nossa economia.

    Somente assim, conseguiremos armar uma equação capaz de pavimentar um desenvolvimento sustentado em bases sólidas, com projetos de longo prazo, que nos viabilizará como uma grande potência.
    Basicamente, as agências classificam os diferentes ativos em duas classes de riscos: grau de investimento e grau de especulação.

    Enquanto no primeiro o risco de crédito é muito baixo ou inexistente, no segundo, estão confinados os países em que existe um maior risco de crédito, com maior probabilidade de não honrarem seus compromissos. Para complicar esse entendimento, denominam essa incapacidade (o popular beiço ou calote) pelo pomposo nome de "default".


    Qualquer país considerado como detentor de grau de investimento é portador de credibilidade, o que facilita, e muito, a captação de recursos de longo prazo a custos baixos, no mercado internacional de capitais. É como se fora um premio concedido aos países que primam pela condução de uma política econômica responsável. A possibilidade de que essa classificação seja concedida ao Brasil, no curto prazo, tem provocado uma onda de euforia no mercado interno.

    Estamos, de fato, muito próximo de alcançar essa classificação, já que todos os indicadores de solvência têm apresentado melhoria sensível nos últimos anos (trajetória cadente de endividamento, elevação das reservas internacionais, melhora na composição do endividamento, etc.).

    Com a recente revisão da metodologia de cálculo do PIB essa percepção se evidencia, ao constatarmos
    uma alteração em todas as variáveis que eram expressas como percentagem desse valor. Com essa nova metodologia, no caso da dívida pública, a razão dívida/PIB de 2006 – que estava em 50%, recuou para perto de 45%.

    Esse fato fez com que representantes do governo, economistas e agências de classificação de risco, visualizassem um patamar mais baixo de endividamento, tornando o País quase apto a atingir algo conhecido no mercado financeiro internacional como "Status de Investiment Grade".
     
    Parece-me, no entanto, que esqueceram algumas deficiências históricas que ainda precisam ser superadas. A precariedade das contas públicas, que ainda dependem muito da muleta continua do aumento das receitas, via impostos, sem o menor sinal de que exista uma política consistente de contenção de gastos, se torna o primeiro dos gargalos.

    Setores cruciais de nossa economia se ressentem de um enxoval regulatório que possa impulsionar investimentos em rodovias, ferrovias e setor elétrico, cruciais para alavancar nossa infra-estrutura. E o que dizer da nossa justiça, lenta, sonolenta e paquidérmica? Tudo isso é reconhecido pelo próprio Governo Federal que gastou apenas 3,5% dos recursos previstos para investimentos em infra-estrutura, seja em transportes ou energia.

    Recentemente, o Presidente da Vale do Rio Doce, Roger Agnelli afirmou que a partir de 2011 faltarão recursos energéticos suficientes para qualquer projeto de expansão em nossa economia. Comparativamente, os custos com transporte e logística, em nosso País, equivalem a 12,75% do PIB contra 8,20% dos EUA. Outra comparação angustiante: 60% de nossa carga transportada é rodoviária, contra 26% nos EUA. E o que mais preocupa é que a idade média de nossa frota de caminhões é de vinte anos.

    Enquanto o Brasil investiu, nos dois últimos anos US$ 3,6 bilhões para ampliar e/ou recuperar suas rodovias, a China está investindo US$ 70 bilhões de 2006 a 2008. O sistema portuário, também precisa, urgentemente, além de se profissionalizar e desenvolver anticorpos que impeçam nomeações políticas no setor, resolver, de uma vez por todas, os seus problemas no que tange à precariedade dos acessos rodoviários e ferroviários.

    Para que tudo ocorra, sem sobressaltos, reformas vitais nas áreas política e tributária, se implementadas, poderão agregar condições que nos conduzirão, em futuro não muito distante, ao grupo das seis maiores economias mundiais.

    Ainda poderíamos agregar alguns passivos sociais, principalmente na área da educação, que deveriam fazer parte de uma verdadeira revolução silenciosa, para realmente nos sentirmos cidadãos que caminham para o primeiro mundo
    . Independente de que venha o reconhecimento de nosso grau de investimento, e ele virá em 2008, há que se tratar com a devida importância todas essas questões, para que o imenso sacrifício a nós imposto, desde o Plano Real, possa ter compensado chegar-se a tal estágio em nossa economia.

    Somente assim, conseguiremos armar uma equação capaz de pavimentar um desenvolvimento sustentado em bases sólidas, com projetos de longo prazo, que nos viabilizará como uma grande potência.
    Basicamente, as agências classificam os diferentes ativos em duas classes de riscos: grau de investimento e grau de especulação.

    Enquanto no primeiro o risco de crédito é muito baixo ou inexistente, no segundo, estão confinados os países em que existe um maior risco de crédito, com maior probabilidade de não honrarem seus compromissos. Para complicar esse entendimento, denominam essa incapacidade (o popular beiço ou calote) pelo pomposo nome de "default".


    Qualquer país considerado como detentor de grau de investimento é portador de credibilidade, o que facilita, e muito, a captação de recursos de longo prazo a custos baixos, no mercado internacional de capitais. É como se fora um premio concedido aos países que primam pela condução de uma política econômica responsável. A possibilidade de que essa classificação seja concedida ao Brasil, no curto prazo, tem provocado uma onda de euforia no mercado interno.

    Estamos, de fato, muito próximo de alcançar essa classificação, já que todos os indicadores de solvência têm apresentado melhoria sensível nos últimos anos (trajetória cadente de endividamento, elevação das reservas internacionais, melhora na composição do endividamento, etc.).

    Com a recente revisão da metodologia de cálculo do PIB essa percepção se evidencia, ao constatarmos
    uma alteração em todas as variáveis que eram expressas como percentagem desse valor. Com essa nova metodologia, no caso da dívida pública, a razão dívida/PIB de 2006 – que estava em 50%, recuou para perto de 45%.

    Esse fato fez com que representantes do governo, economistas e agências de classificação de risco, visualizassem um patamar mais baixo de endividamento, tornando o País quase apto a atingir algo conhecido no mercado financeiro internacional como "Status de Investiment Grade".
     
    Parece-me, no entanto, que esqueceram algumas deficiências históricas que ainda precisam ser superadas. A precariedade das contas públicas, que ainda dependem muito da muleta continua do aumento das receitas, via impostos, sem o menor sinal de que exista uma política consistente de contenção de gastos, se torna o primeiro dos gargalos.

    Setores cruciais de nossa economia se ressentem de um enxoval regulatório que possa impulsionar investimentos em rodovias, ferrovias e setor elétrico, cruciais para alavancar nossa infra-estrutura. E o que dizer da nossa justiça, lenta, sonolenta e paquidérmica? Tudo isso é reconhecido pelo próprio Governo Federal que gastou apenas 3,5% dos recursos previstos para investimentos em infra-estrutura, seja em transportes ou energia.

    Recentemente, o Presidente da Vale do Rio Doce, Roger Agnelli afirmou que a partir de 2011 faltarão recursos energéticos suficientes para qualquer projeto de expansão em nossa economia. Comparativamente, os custos com transporte e logística, em nosso País, equivalem a 12,75% do PIB contra 8,20% dos EUA. Outra comparação angustiante: 60% de nossa carga transportada é rodoviária, contra 26% nos EUA. E o que mais preocupa é que a idade média de nossa frota de caminhões é de vinte anos.

    Enquanto o Brasil investiu, nos dois últimos anos US$ 3,6 bilhões para ampliar e/ou recuperar suas rodovias, a China está investindo US$ 70 bilhões de 2006 a 2008. O sistema portuário, também precisa, urgentemente, além de se profissionalizar e desenvolver anticorpos que impeçam nomeações políticas no setor, resolver, de uma vez por todas, os seus problemas no que tange à precariedade dos acessos rodoviários e ferroviários.

    Para que tudo ocorra, sem sobressaltos, reformas vitais nas áreas política e tributária, se implementadas, poderão agregar condições que nos conduzirão, em futuro não muito distante, ao grupo das seis maiores economias mundiais.

    Ainda poderíamos agregar alguns passivos sociais, principalmente na área da educação, que deveriam fazer parte de uma verdadeira revolução silenciosa, para realmente nos sentirmos cidadãos que caminham para o primeiro mundo
    . Independente de que venha o reconhecimento de nosso grau de investimento, e ele virá em 2008, há que se tratar com a devida importância todas essas questões, para que o imenso sacrifício a nós imposto, desde o Plano Real, possa ter compensado chegar-se a tal estágio em nossa economia.

    Somente assim, conseguiremos armar uma equação capaz de pavimentar um desenvolvimento sustentado em bases sólidas, com projetos de longo prazo, que nos viabilizará como uma grande potência.
    Basicamente, as agências classificam os diferentes ativos em duas classes de riscos: grau de investimento e grau de especulação.

    Enquanto no primeiro o risco de crédito é muito baixo ou inexistente, no segundo, estão confinados os países em que existe um maior risco de crédito, com maior probabilidade de não honrarem seus compromissos. Para complicar esse entendimento, denominam essa incapacidade (o popular beiço ou calote) pelo pomposo nome de "default".


    Qualquer país considerado como detentor de grau de investimento é portador de credibilidade, o que facilita, e muito, a captação de recursos de longo prazo a custos baixos, no mercado internacional de capitais. É como se fora um premio concedido aos países que primam pela condução de uma política econômica responsável. A possibilidade de que essa classificação seja concedida ao Brasil, no curto prazo, tem provocado uma onda de euforia no mercado interno.

    Estamos, de fato, muito próximo de alcançar essa classificação, já que todos os indicadores de solvência têm apresentado melhoria sensível nos últimos anos (trajetória cadente de endividamento, elevação das reservas internacionais, melhora na composição do endividamento, etc.).

    Com a recente revisão da metodologia de cálculo do PIB essa percepção se evidencia, ao constatarmos
    uma alteração em todas as variáveis que eram expressas como percentagem desse valor. Com essa nova metodologia, no caso da dívida pública, a razão dívida/PIB de 2006 – que estava em 50%, recuou para perto de 45%.

    Esse fato fez com que representantes do governo, economistas e agências de classificação de risco, visualizassem um patamar mais baixo de endividamento, tornando o País quase apto a atingir algo conhecido no mercado financeiro internacional como "Status de Investiment Grade".
     
    Parece-me, no entanto, que esqueceram algumas deficiências históricas que ainda precisam ser superadas. A precariedade das contas públicas, que ainda dependem muito da muleta continua do aumento das receitas, via impostos, sem o menor sinal de que exista uma política consistente de contenção de gastos, se torna o primeiro dos gargalos.

    Setores cruciais de nossa economia se ressentem de um enxoval regulatório que possa impulsionar investimentos em rodovias, ferrovias e setor elétrico, cruciais para alavancar nossa infra-estrutura. E o que dizer da nossa justiça, lenta, sonolenta e paquidérmica? Tudo isso é reconhecido pelo próprio Governo Federal que gastou apenas 3,5% dos recursos previstos para investimentos em infra-estrutura, seja em transportes ou energia.

    Recentemente, o Presidente da Vale do Rio Doce, Roger Agnelli afirmou que a partir de 2011 faltarão recursos energéticos suficientes para qualquer projeto de expansão em nossa economia. Comparativamente, os custos com transporte e logística, em nosso País, equivalem a 12,75% do PIB contra 8,20% dos EUA. Outra comparação angustiante: 60% de nossa carga transportada é rodoviária, contra 26% nos EUA. E o que mais preocupa é que a idade média de nossa frota de caminhões é de vinte anos.

    Enquanto o Brasil investiu, nos dois últimos anos US$ 3,6 bilhões para ampliar e/ou recuperar suas rodovias, a China está investindo US$ 70 bilhões de 2006 a 2008. O sistema portuário, também precisa, urgentemente, além de se profissionalizar e desenvolver anticorpos que impeçam nomeações políticas no setor, resolver, de uma vez por todas, os seus problemas no que tange à precariedade dos acessos rodoviários e ferroviários.

    Para que tudo ocorra, sem sobressaltos, reformas vitais nas áreas política e tributária, se implementadas, poderão agregar condições que nos conduzirão, em futuro não muito distante, ao grupo das seis maiores economias mundiais.

    Ainda poderíamos agregar alguns passivos sociais, principalmente na área da educação, que deveriam fazer parte de uma verdadeira revolução silenciosa, para realmente nos sentirmos cidadãos que caminham para o primeiro mundo
    . Independente de que venha o reconhecimento de nosso grau de investimento, e ele virá em 2008, há que se tratar com a devida importância todas essas questões, para que o imenso sacrifício a nós imposto, desde o Plano Real, possa ter compensado chegar-se a tal estágio em nossa economia.

    Somente assim, conseguiremos armar uma equação capaz de pavimentar um desenvolvimento sustentado em bases sólidas, com projetos de longo prazo, que nos viabilizará como uma grande potência.
    Basicamente, as agências classificam os diferentes ativos em duas classes de riscos: grau de investimento e grau de especulação.

    Enquanto no primeiro o risco de crédito é muito baixo ou inexistente, no segundo, estão confinados os países em que existe um maior risco de crédito, com maior probabilidade de não honrarem seus compromissos. Para complicar esse entendimento, denominam essa incapacidade (o popular beiço ou calote) pelo pomposo nome de "default".


    Qualquer país considerado como detentor de grau de investimento é portador de credibilidade, o que facilita, e muito, a captação de recursos de longo prazo a custos baixos, no mercado internacional de capitais. É como se fora um premio concedido aos países que primam pela condução de uma política econômica responsável. A possibilidade de que essa classificação seja concedida ao Brasil, no curto prazo, tem provocado uma onda de euforia no mercado interno.

    Estamos, de fato, muito próximo de alcançar essa classificação, já que todos os indicadores de solvência têm apresentado melhoria sensível nos últimos anos (trajetória cadente de endividamento, elevação das reservas internacionais, melhora na composição do endividamento, etc.).

    Com a recente revisão da metodologia de cálculo do PIB essa percepção se evidencia, ao constatarmos
    uma alteração em todas as variáveis que eram expressas como percentagem desse valor. Com essa nova metodologia, no caso da dívida pública, a razão dívida/PIB de 2006 – que estava em 50%, recuou para perto de 45%.

    Esse fato fez com que representantes do governo, economistas e agências de classificação de risco, visualizassem um patamar mais baixo de endividamento, tornando o País quase apto a atingir algo conhecido no mercado financeiro internacional como "Status de Investiment Grade".
     
    Parece-me, no entanto, que esqueceram algumas deficiências históricas que ainda precisam ser superadas. A precariedade das contas públicas, que ainda dependem muito da muleta continua do aumento das receitas, via impostos, sem o menor sinal de que exista uma política consistente de contenção de gastos, se torna o primeiro dos gargalos.

    Setores cruciais de nossa economia se ressentem de um enxoval regulatório que possa impulsionar investimentos em rodovias, ferrovias e setor elétrico, cruciais para alavancar nossa infra-estrutura. E o que dizer da nossa justiça, lenta, sonolenta e paquidérmica? Tudo isso é reconhecido pelo próprio Governo Federal que gastou apenas 3,5% dos recursos previstos para investimentos em infra-estrutura, seja em transportes ou energia.

    Recentemente, o Presidente da Vale do Rio Doce, Roger Agnelli afirmou que a partir de 2011 faltarão recursos energéticos suficientes para qualquer projeto de expansão em nossa economia. Comparativamente, os custos com transporte e logística, em nosso País, equivalem a 12,75% do PIB contra 8,20% dos EUA. Outra comparação angustiante: 60% de nossa carga transportada é rodoviária, contra 26% nos EUA. E o que mais preocupa é que a idade média de nossa frota de caminhões é de vinte anos.

    Enquanto o Brasil investiu, nos dois últimos anos US$ 3,6 bilhões para ampliar e/ou recuperar suas rodovias, a China está investindo US$ 70 bilhões de 2006 a 2008. O sistema portuário, também precisa, urgentemente, além de se profissionalizar e desenvolver anticorpos que impeçam nomeações políticas no setor, resolver, de uma vez por todas, os seus problemas no que tange à precariedade dos acessos rodoviários e ferroviários.

    Para que tudo ocorra, sem sobressaltos, reformas vitais nas áreas política e tributária, se implementadas, poderão agregar condições que nos conduzirão, em futuro não muito distante, ao grupo das seis maiores economias mundiais.

    Ainda poderíamos agregar alguns passivos sociais, principalmente na área da educação, que deveriam fazer parte de uma verdadeira revolução silenciosa, para realmente nos sentirmos cidadãos que caminham para o primeiro mundo
    . Independente de que venha o reconhecimento de nosso grau de investimento, e ele virá em 2008, há que se tratar com a devida importância todas essas questões, para que o imenso sacrifício a nós imposto, desde o Plano Real, possa ter compensado chegar-se a tal estágio em nossa economia.

    Somente assim, conseguiremos armar uma equação capaz de pavimentar um desenvolvimento sustentado em bases sólidas, com projetos de longo prazo, que nos viabilizará como uma grande potência.
    Basicamente, as agências classificam os diferentes ativos em duas classes de riscos: grau de investimento e grau de especulação.

    Enquanto no primeiro o risco de crédito é muito baixo ou inexistente, no segundo, estão confinados os países em que existe um maior risco de crédito, com maior probabilidade de não honrarem seus compromissos. Para complicar esse entendimento, denominam essa incapacidade (o popular beiço ou calote) pelo pomposo nome de "default".


    Qualquer país considerado como detentor de grau de investimento é portador de credibilidade, o que facilita, e muito, a captação de recursos de longo prazo a custos baixos, no mercado internacional de capitais. É como se fora um premio concedido aos países que primam pela condução de uma política econômica responsável. A possibilidade de que essa classificação seja concedida ao Brasil, no curto prazo, tem provocado uma onda de euforia no mercado interno.

    Estamos, de fato, muito próximo de alcançar essa classificação, já que todos os indicadores de solvência têm apresentado melhoria sensível nos últimos anos (trajetória cadente de endividamento, elevação das reservas internacionais, melhora na composição do endividamento, etc.).

    Com a recente revisão da metodologia de cálculo do PIB essa percepção se evidencia, ao constatarmos
    uma alteração em todas as variáveis que eram expressas como percentagem desse valor. Com essa nova metodologia, no caso da dívida pública, a razão dívida/PIB de 2006 – que estava em 50%, recuou para perto de 45%.

    Esse fato fez com que representantes do governo, economistas e agências de classificação de risco, visualizassem um patamar mais baixo de endividamento, tornando o País quase apto a atingir algo conhecido no mercado financeiro internacional como "Status de Investiment Grade".
     
    Parece-me, no entanto, que esqueceram algumas deficiências históricas que ainda precisam ser superadas. A precariedade das contas públicas, que ainda dependem muito da muleta continua do aumento das receitas, via impostos, sem o menor sinal de que exista uma política consistente de contenção de gastos, se torna o primeiro dos gargalos.

    Setores cruciais de nossa economia se ressentem de um enxoval regulatório que possa impulsionar investimentos em rodovias, ferrovias e setor elétrico, cruciais para alavancar nossa infra-estrutura. E o que dizer da nossa justiça, lenta, sonolenta e paquidérmica? Tudo isso é reconhecido pelo próprio Governo Federal que gastou apenas 3,5% dos recursos previstos para investimentos em infra-estrutura, seja em transportes ou energia.

    Recentemente, o Presidente da Vale do Rio Doce, Roger Agnelli afirmou que a partir de 2011 faltarão recursos energéticos suficientes para qualquer projeto de expansão em nossa economia. Comparativamente, os custos com transporte e logística, em nosso País, equivalem a 12,75% do PIB contra 8,20% dos EUA. Outra comparação angustiante: 60% de nossa carga transportada é rodoviária, contra 26% nos EUA. E o que mais preocupa é que a idade média de nossa frota de caminhões é de vinte anos.

    Enquanto o Brasil investiu, nos dois últimos anos US$ 3,6 bilhões para ampliar e/ou recuperar suas rodovias, a China está investindo US$ 70 bilhões de 2006 a 2008. O sistema portuário, também precisa, urgentemente, além de se profissionalizar e desenvolver anticorpos que impeçam nomeações políticas no setor, resolver, de uma vez por todas, os seus problemas no que tange à precariedade dos acessos rodoviários e ferroviários.

    Para que tudo ocorra, sem sobressaltos, reformas vitais nas áreas política e tributária, se implementadas, poderão agregar condições que nos conduzirão, em futuro não muito distante, ao grupo das seis maiores economias mundiais.

    Ainda poderíamos agregar alguns passivos sociais, principalmente na área da educação, que deveriam fazer parte de uma verdadeira revolução silenciosa, para realmente nos sentirmos cidadãos que caminham para o primeiro mundo
    . Independente de que venha o reconhecimento de nosso grau de investimento, e ele virá em 2008, há que se tratar com a devida importância todas essas questões, para que o imenso sacrifício a nós imposto, desde o Plano Real, possa ter compensado chegar-se a tal estágio em nossa economia.

    Somente assim, conseguiremos armar uma equação capaz de pavimentar um desenvolvimento sustentado em bases sólidas, com projetos de longo prazo, que nos viabilizará como uma grande potência.
    Basicamente, as agências classificam os diferentes ativos em duas classes de riscos: grau de investimento e grau de especulação.

    Enquanto no primeiro o risco de crédito é muito baixo ou inexistente, no segundo, estão confinados os países em que existe um maior risco de crédito, com maior probabilidade de não honrarem seus compromissos. Para complicar esse entendimento, denominam essa incapacidade (o popular beiço ou calote) pelo pomposo nome de "default".


    Qualquer país considerado como detentor de grau de investimento é portador de credibilidade, o que facilita, e muito, a captação de recursos de longo prazo a custos baixos, no mercado internacional de capitais. É como se fora um premio concedido aos países que primam pela condução de uma política econômica responsável. A possibilidade de que essa classificação seja concedida ao Brasil, no curto prazo, tem provocado uma onda de euforia no mercado interno.

    Estamos, de fato, muito próximo de alcançar essa classificação, já que todos os indicadores de solvência têm apresentado melhoria sensível nos últimos anos (trajetória cadente de endividamento, elevação das reservas internacionais, melhora na composição do endividamento, etc.).

    Com a recente revisão da metodologia de cálculo do PIB essa percepção se evidencia, ao constatarmos
    uma alteração em todas as variáveis que eram expressas como percentagem desse valor. Com essa nova metodologia, no caso da dívida pública, a razão dívida/PIB de 2006 – que estava em 50%, recuou para perto de 45%.

    Esse fato fez com que representantes do governo, economistas e agências de classificação de risco, visualizassem um patamar mais baixo de endividamento, tornando o País quase apto a atingir algo conhecido no mercado financeiro internacional como "Status de Investiment Grade".
     
    Parece-me, no entanto, que esqueceram algumas deficiências históricas que ainda precisam ser superadas. A precariedade das contas públicas, que ainda dependem muito da muleta continua do aumento das receitas, via impostos, sem o menor sinal de que exista uma política consistente de contenção de gastos, se torna o primeiro dos gargalos.

    Setores cruciais de nossa economia se ressentem de um enxoval regulatório que possa impulsionar investimentos em rodovias, ferrovias e setor elétrico, cruciais para alavancar nossa infra-estrutura. E o que dizer da nossa justiça, lenta, sonolenta e paquidérmica? Tudo isso é reconhecido pelo próprio Governo Federal que gastou apenas 3,5% dos recursos previstos para investimentos em infra-estrutura, seja em transportes ou energia.

    Recentemente, o Presidente da Vale do Rio Doce, Roger Agnelli afirmou que a partir de 2011 faltarão recursos energéticos suficientes para qualquer projeto de expansão em nossa economia. Comparativamente, os custos com transporte e logística, em nosso País, equivalem a 12,75% do PIB contra 8,20% dos EUA. Outra comparação angustiante: 60% de nossa carga transportada é rodoviária, contra 26% nos EUA. E o que mais preocupa é que a idade média de nossa frota de caminhões é de vinte anos.

    Enquanto o Brasil investiu, nos dois últimos anos US$ 3,6 bilhões para ampliar e/ou recuperar suas rodovias, a China está investindo US$ 70 bilhões de 2006 a 2008. O sistema portuário, também precisa, urgentemente, além de se profissionalizar e desenvolver anticorpos que impeçam nomeações políticas no setor, resolver, de uma vez por todas, os seus problemas no que tange à precariedade dos acessos rodoviários e ferroviários.

    Para que tudo ocorra, sem sobressaltos, reformas vitais nas áreas política e tributária, se implementadas, poderão agregar condições que nos conduzirão, em futuro não muito distante, ao grupo das seis maiores economias mundiais.

    Ainda poderíamos agregar alguns passivos sociais, principalmente na área da educação, que deveriam fazer parte de uma verdadeira revolução silenciosa, para realmente nos sentirmos cidadãos que caminham para o primeiro mundo
    . Independente de que venha o reconhecimento de nosso grau de investimento, e ele virá em 2008, há que se tratar com a devida importância todas essas questões, para que o imenso sacrifício a nós imposto, desde o Plano Real, possa ter compensado chegar-se a tal estágio em nossa economia.

    Somente assim, conseguiremos armar uma equação capaz de pavimentar um desenvolvimento sustentado em bases sólidas, com projetos de longo prazo, que nos viabilizará como uma grande potência.
    Basicamente, as agências classificam os diferentes ativos em duas classes de riscos: grau de investimento e grau de especulação.

    Enquanto no primeiro o risco de crédito é muito baixo ou inexistente, no segundo, estão confinados os países em que existe um maior risco de crédito, com maior probabilidade de não honrarem seus compromissos. Para complicar esse entendimento, denominam essa incapacidade (o popular beiço ou calote) pelo pomposo nome de "default".


    Qualquer país considerado como detentor de grau de investimento é portador de credibilidade, o que facilita, e muito, a captação de recursos de longo prazo a custos baixos, no mercado internacional de capitais. É como se fora um premio concedido aos países que primam pela condução de uma política econômica responsável. A possibilidade de que essa classificação seja concedida ao Brasil, no curto prazo, tem provocado uma onda de euforia no mercado interno.

    Estamos, de fato, muito próximo de alcançar essa classificação, já que todos os indicadores de solvência têm apresentado melhoria sensível nos últimos anos (trajetória cadente de endividamento, elevação das reservas internacionais, melhora na composição do endividamento, etc.).

    Com a recente revisão da metodologia de cálculo do PIB essa percepção se evidencia, ao constatarmos
    uma alteração em todas as variáveis que eram expressas como percentagem desse valor. Com essa nova metodologia, no caso da dívida pública, a razão dívida/PIB de 2006 – que estava em 50%, recuou para perto de 45%.

    Esse fato fez com que representantes do governo, economistas e agências de classificação de risco, visualizassem um patamar mais baixo de endividamento, tornando o País quase apto a atingir algo conhecido no mercado financeiro internacional como "Status de Investiment Grade".
     
    Parece-me, no entanto, que esqueceram algumas deficiências históricas que ainda precisam ser superadas. A precariedade das contas públicas, que ainda dependem muito da muleta continua do aumento das receitas, via impostos, sem o menor sinal de que exista uma política consistente de contenção de gastos, se torna o primeiro dos gargalos.

    Setores cruciais de nossa economia se ressentem de um enxoval regulatório que possa impulsionar investimentos em rodovias, ferrovias e setor elétrico, cruciais para alavancar nossa infra-estrutura. E o que dizer da nossa justiça, lenta, sonolenta e paquidérmica? Tudo isso é reconhecido pelo próprio Governo Federal que gastou apenas 3,5% dos recursos previstos para investimentos em infra-estrutura, seja em transportes ou energia.

    Recentemente, o Presidente da Vale do Rio Doce, Roger Agnelli afirmou que a partir de 2011 faltarão recursos energéticos suficientes para qualquer projeto de expansão em nossa economia. Comparativamente, os custos com transporte e logística, em nosso País, equivalem a 12,75% do PIB contra 8,20% dos EUA. Outra comparação angustiante: 60% de nossa carga transportada é rodoviária, contra 26% nos EUA. E o que mais preocupa é que a idade média de nossa frota de caminhões é de vinte anos.

    Enquanto o Brasil investiu, nos dois últimos anos US$ 3,6 bilhões para ampliar e/ou recuperar suas rodovias, a China está investindo US$ 70 bilhões de 2006 a 2008. O sistema portuário, também precisa, urgentemente, além de se profissionalizar e desenvolver anticorpos que impeçam nomeações políticas no setor, resolver, de uma vez por todas, os seus problemas no que tange à precariedade dos acessos rodoviários e ferroviários.

    Para que tudo ocorra, sem sobressaltos, reformas vitais nas áreas política e tributária, se implementadas, poderão agregar condições que nos conduzirão, em futuro não muito distante, ao grupo das seis maiores economias mundiais.

    Ainda poderíamos agregar alguns passivos sociais, principalmente na área da educação, que deveriam fazer parte de uma verdadeira revolução silenciosa, para realmente nos sentirmos cidadãos que caminham para o primeiro mundo
    . Independente de que venha o reconhecimento de nosso grau de investimento, e ele virá em 2008, há que se tratar com a devida importância todas essas questões, para que o imenso sacrifício a nós imposto, desde o Plano Real, possa ter compensado chegar-se a tal estágio em nossa economia.

    Somente assim, conseguiremos armar uma equação capaz de pavimentar um desenvolvimento sustentado em bases sólidas, com projetos de longo prazo, que nos viabilizará como uma grande potência.
    Basicamente, as agências classificam os diferentes ativos em duas classes de riscos: grau de investimento e grau de especulação.

    Enquanto no primeiro o risco de crédito é muito baixo ou inexistente, no segundo, estão confinados os países em que existe um maior risco de crédito, com maior probabilidade de não honrarem seus compromissos. Para complicar esse entendimento, denominam essa incapacidade (o popular beiço ou calote) pelo pomposo nome de "default".


    Qualquer país considerado como detentor de grau de investimento é portador de credibilidade, o que facilita, e muito, a captação de recursos de longo prazo a custos baixos, no mercado internacional de capitais. É como se fora um premio concedido aos países que primam pela condução de uma política econômica responsável. A possibilidade de que essa classificação seja concedida ao Brasil, no curto prazo, tem provocado uma onda de euforia no mercado interno.

    Estamos, de fato, muito próximo de alcançar essa classificação, já que todos os indicadores de solvência têm apresentado melhoria sensível nos últimos anos (trajetória cadente de endividamento, elevação das reservas internacionais, melhora na composição do endividamento, etc.).

    Com a recente revisão da metodologia de cálculo do PIB essa percepção se evidencia, ao constatarmos
    uma alteração em todas as variáveis que eram expressas como percentagem desse valor. Com essa nova metodologia, no caso da dívida pública, a razão dívida/PIB de 2006 – que estava em 50%, recuou para perto de 45%.

    Esse fato fez com que representantes do governo, economistas e agências de classificação de risco, visualizassem um patamar mais baixo de endividamento, tornando o País quase apto a atingir algo conhecido no mercado financeiro internacional como "Status de Investiment Grade".
     
    Parece-me, no entanto, que esqueceram algumas deficiências históricas que ainda precisam ser superadas. A precariedade das contas públicas, que ainda dependem muito da muleta continua do aumento das receitas, via impostos, sem o menor sinal de que exista uma política consistente de contenção de gastos, se torna o primeiro dos gargalos.

    Setores cruciais de nossa economia se ressentem de um enxoval regulatório que possa impulsionar investimentos em rodovias, ferrovias e setor elétrico, cruciais para alavancar nossa infra-estrutura. E o que dizer da nossa justiça, lenta, sonolenta e paquidérmica? Tudo isso é reconhecido pelo próprio Governo Federal que gastou apenas 3,5% dos recursos previstos para investimentos em infra-estrutura, seja em transportes ou energia.

    Recentemente, o Presidente da Vale do Rio Doce, Roger Agnelli afirmou que a partir de 2011 faltarão recursos energéticos suficientes para qualquer projeto de expansão em nossa economia. Comparativamente, os custos com transporte e logística, em nosso País, equivalem a 12,75% do PIB contra 8,20% dos EUA. Outra comparação angustiante: 60% de nossa carga transportada é rodoviária, contra 26% nos EUA. E o que mais preocupa é que a idade média de nossa frota de caminhões é de vinte anos.

    Enquanto o Brasil investiu, nos dois últimos anos US$ 3,6 bilhões para ampliar e/ou recuperar suas rodovias, a China está investindo US$ 70 bilhões de 2006 a 2008. O sistema portuário, também precisa, urgentemente, além de se profissionalizar e desenvolver anticorpos que impeçam nomeações políticas no setor, resolver, de uma vez por todas, os seus problemas no que tange à precariedade dos acessos rodoviários e ferroviários.

    Para que tudo ocorra, sem sobressaltos, reformas vitais nas áreas política e tributária, se implementadas, poderão agregar condições que nos conduzirão, em futuro não muito distante, ao grupo das seis maiores economias mundiais.

    Ainda poderíamos agregar alguns passivos sociais, principalmente na área da educação, que deveriam fazer parte de uma verdadeira revolução silenciosa, para realmente nos sentirmos cidadãos que caminham para o primeiro mundo
    . Independente de que venha o reconhecimento de nosso grau de investimento, e ele virá em 2008, há que se tratar com a devida importância todas essas questões, para que o imenso sacrifício a nós imposto, desde o Plano Real, possa ter compensado chegar-se a tal estágio em nossa economia.

    Somente assim, conseguiremos armar uma equação capaz de pavimentar um desenvolvimento sustentado em bases sólidas, com projetos de longo prazo, que nos viabilizará como uma grande potência.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 18, 2007

    Deputado estadual Alencar da Silveira Jr. do PDT mineiro, protestou hoje do plenário contra o que ele chamou de " preço abusivo cobrado pelos produtos vendidos no Aeroporto Internacional Tancredo Neves em Confins".

    Segundo o deputado Alencar da Silveira, ele fez uma consulta à Infraero sobre a situação dos preços abusivos cobrados nas lanchonetes do Aeroporto de Confins. A Infraero respondeu que o problema é dos Procons estaduais e não da Infraero.
    Com isso, Alencar da Silveira, encaminhou solicitação ao Procon Mineiro para fiscalizar e aplicar a lei contra os donos da lanchonete no Aeroporto de Confins.
    Segundo o deputado, um suco em caixinha, que custa 1,80 nos bares e lanchonetes é vendido a 5,50 em Confins. Uma coca-cola custa 2,50. E o passageiros só tem dois caminhos: pagar o preço cobrado ou ficar sem beber o suco e/ou refrigerante.
    O deputado Alencar da Silveira pediu providência da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembléia de Minas, presidida pelo deputado Délio Malheiros do PV.
    E mais: como vice-presidente da UNALE - União Nacional dos Legislativos Estaduais - o deputado recomendou que os 26 Estados e o Distrito Federal acionem os Procons em seus Estados para apertar a fiscalização nas lanchonetes e bares nos Aeroportos de todo o país - que segundo ele, estão cobrando preços abusivos.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 18, 2007

    Da série: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Licenciamento Ambiental em Minas. Assunto preocupa deputados e deputadas estaduais, que pressionados pelo produtores e empresas, cobram medidas da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. O secretário José Carlos de Carvalho falou sobre o assunto na Comissão de Meio Ambiente, presidida pelo deputado Sávio Souza Cruz, do PMDB.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 18, 2007

    Luta contra o Diabetes 1 mobiliza Assembléia de Minas. Iniciativa do deputado Dinis Pinheiro, PSDB - 1º secretário da ALMG - lotou o plenário JK.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 18, 2007

    Pacote Tributário do governo do Estado - reduz alíquotas de ICMS - está n pauta das reuniões da Assembléia Legislativa a partir de hoje à tarde.

    Está na pauta das reuniões de Plenário de hoje (18) o Projeto de Lei (PL) 1.585/07, do governador, que compõe o pacote tributário, reduzindo alíquotas do ICMS e alterando valores de taxas. O projeto está na faixa constitucional - ou seja, tem prioridade na votação sobre as demais matérias. Além dele, outras 24 proposições estão na pauta.
    O Plenário terá reuniões à tarde, às 14 horas, e à noite, às 20 horas. A reunião extraordinária da manhã chegou a ser suspensa para entendimentos, mas foi encerrada sem votações.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 18, 2007

    Usiminas - primeira siderúrgica das Américas - recebeu homenagem especial do Parlamento Mineiro. A Reunião Especial foi na noite de segunda-feira no plenário presidente Jk, com transmissão ao vivo pela TV Assembléia e pela Internet. Confira detalhes!

    Os 45 anos de existência da Usiminas, na cidade de Ipatinga, no Vale do Aço, foram comemorados durante Reunião Especial, realizada na noite desta segunda-feira (17/12/07), no Plenário da Assembléia Legislativa de Minas Gerais. O evento foi solicitado pelo 1º-vice-presidente da ALMG, deputado Doutor Viana (DEM), e pela deputada Cecília Ferramenta (PT). As Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais S/A foram criadas no dia 25 de abril de 1956, durante o governo Kubitscheck, por meio de uma parceria entre os governos de Minas Gerais, Federal e do Japão.
    A deputada Cecília Ferramenta lembrou o nome do fundador e primeiro presidente da empresa, Amaro Lanari, e enfatizou a contribuição japonesa na construção da Usiminas, por meio do conhecimento tecnológico e da cultura "de forma harmoniosa, dedicada e cuidadosa". Na opinião dela, a prefeitura de Ipatinga e a empresa sempre mantiveram um relacionamento harmonioso e maduro, o que proporcionou grandes obras para a cidade. Para a deputada, os investimentos anunciados para aos próximos anos demonstram o comprometimento dos administradores e a confiança no potencial econômico, social e financeiro da região.
    Rinaldo Campos Soares, presidente da Usiminas há 17 anos e funcionário há 36 anos, afirmou que a empresa foi considerada, entre 2002 e 2006, a quinta empresa do mundo e a primeira do Brasil em retorno de lucro para seus acionistas. Destacou também a inclusão da empresa na lista das dez melhores marcas brasileiras, segundo pesquisa da empresa de consultoria estratégica Interbrand. Soares enfatizou que, em 2007, a Usiminas foi a primeira siderúrgica das américas, e a terceira do mundo a ser incluída no Índice Dow Jones de Sustentabilidade, "um dos mais seletos rankings destinados à aferição da solidez e do compromisso socioamibental das empresas de grande porte". E, por fim, anunciou o investimento de recursos de cerca de U$ 5 bilhões, na usina de Ipatinga, em novos projetos, para os próximos anos.
    O 1º vice-presidente da ALMG, deputado Doutor Viana (DEM), lembrou que o Vale do Aço é a segunda região metropolitana do Estado, possui baixo índice de analfabetismo e capacidade total de abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto. Ele destacou que a Usiminas, primeira grande estatal brasileira a ser privatizada, é, atualmente, o maior complexo siderúrgico de aços planos da América Latina e um dos maiores do mundo. Recebeu, recentemente, da Associação dos Profissionais de Investimentos do Mercado de Capitais, o prêmio de melhor companhia de capital aberto. "A empresa consegue aliar o investimento na qualidade de vida e na capacitação dos funcionários e colaboradores e uma governança altamente transparente, que atende plenamente às expectativa de seus acionistas", finalizou.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 17, 2007

    Um encontro de juizforanos em Barbacena na inauguração do Supermercado BAHAMAS.




    O empresáreio Jovivo Campos (leia-se Bahamas),
    Antônio Duarte Pereira - procurador da Justiça Militar,
     em Juiz de Fora
    e o advogado, José Lúcio Fernandes.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 17, 2007

    Prefeito de BH, Fernando Pimentel, lançou hoje o VALE -CULTURA. Foi durante Café da Manhã com sevidores da Rede Municipal de Educação no Mercado da Lagoinha. O Vale-Cultura - iniciativa inédita no país - vem no contexto do reajuste dado pelo prefeito para os professores e demais funcionários da Educação Municipal - que variou de 26% a 54%.







                                                   Prefeitura lança vale-cultura 
                                              para educadores da rede municipal

    O prefeito Fernando Pimentel lançou o vale-cultura e a terceira edição do Prêmio Paulo Freire , durante café da manhã de confraternização com diretores, vice-diretores e servidores da Rede Municipal de Educação, no Mercado da Lagoinha. O vale-cultura é uma iniciativa pioneira no país e integra a Lei 9.465/07, que acaba de estabelecer reajuste salarial entre 26% e 54% para professores e demais servidores da educação municipal.
    Os vales-cultura possibilitam a aquisição de livros, revistas, CDs e DVDs sobre assuntos técnicos e/ou especializados, além do ingresso para peças teatrais, espetáculos de música e dança, cinema e outras manifestações artísticas. Os vales estão disponíveis nas escolas a partir de hoje. Na página da Prefeitura na internet, encontra-se a lista de estabelecimentos conveniados. A Prefeitura vai investir R$ 607 mil anualmente na distribuição dos vales-cultura a professores, pedagogos e educadores infantis . Cada um terá direito a um carnê no valor de R$ 50,00 distribuídos em 10 talões.

    O prefeito Fernando Pimentel explicou que o vale só pode ser aplicado em produtos culturais , como livros, assinaturas de revistas de conteúdo didático-pedagógico, CDs, DVDs . "Então, é um pouco uma gentileza, uma delicadeza que a Prefeitura faz com os trabalhadores da rede municipal de ensino, que tem esse conteúdo: incentivá-los a consumir produtos culturais, porque para eles é fundamental, para sua formação, para o seu aperfeiçoamento, para sua qualificação, que sempre consumam esse tipo de produto e estejam sempre preparados para transmitir essa boa formação aos nossos alunos" , disse.

    Melhoria da qualidade do ensino

    Durante o café da manhã preparado pelos profissionais da Escola Nicola Calicchio, responsável pelo programa Pão-Escola, o prefeito destacou ainda os avanços da Educação ao longo do ano e fez um balanço do momento que a área está vivendo. "A caminhada da Educação em Belo Horizonte tem acumulado progressivamente resultados positivos, fruto de muito trabalho , dedicação e empenho", afirmou. Ele lembrou que alguns desafios já foram vencidos , como o da garantia das vagas e das boas condições físicas das escolas, e que agora está enfrentando o desafio da qualidade. "O que hoje a sociedade cobra das escolas é que ela prepare os alunos para os desafios do mundo contemporâneo. Eu acho que Belo Horizonte já pode começar a se orgulhar, pois temos iniciativas importantes nessa área, como o programa Escola Integrada, as 49 Umeis já funcionando e outras sete sendo construídas, entre outros", salientou.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 17, 2007

    Dinheiro para área social. Secretário de Desenvolvimento Social do governo Aécio Neves, deputado federal Custódio Mattos fez o anúncio nesta segunda-feira, aqui em BH. Só o Sistema Único de Assistência Social (SUAS), o Poupança Jovem e o Travessia vão receber em 2008, cerca de 80 milhões de reais.









                                                         Desenvolvimento Social vai investir
                                                          R$ 125 milhões em 2008

     









    José Carlos Paiva/Secom MG

    As políticas públicas voltadas para o desenvolvimento social, em 2008, receberão R$125 milhões em recursos. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (17), pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Custódio Mattos, ao destacar as realizações da pasta em 2007 e as metas para o próximo ano. A verba destinada para 2008 supera o valor previsto para 2007, período que apresentou resultados significativos para a melhoria da condição de vida da população mineira.

    Os projetos voltados para crianças, jovens e adolescentes terão prioridade, afirmou o secretário Custódio Mattos. Além disso, a Implantação do Sistema Único de Assistência Social (Suas), o Poupança Jovem e o Travessia, que são considerados Programas Estruturadores do Governo, terão investimento superior a R$ 80 milhões. "Estamos seguindo as diretrizes do governador do Estado, Aécio Neves, que afirmou a importância de mudar a política social em Minas, com a garantia de diminuir as desigualdades. Devemos sempre trabalhar em integração com os programas nacionais e nos preocupando com as famílias de baixa renda e em situação de vulnerabilidade", explicou Custódio Mattos.
    O secretário aproveitou a oportunidade para reforçar o fato de que não é apenas a Assistência Social que colabora com o desenvolvimento da população. A articulação entre os vários setores do Governo é encarada como a forma de alcançar as melhorias pretendidas. "A saúde e a educação também entram com estratégias mais agressivas a fim de tornar Minas um Estado exemplar e pioneiro. É essa união que garante o sucesso das ações", disse.
    Ainda de acordo com o secretário, Minas Gerais é o Estado que mais cresce na composição de políticas públicas. Isso reflete positivamente na vida dos cidadãos. "A Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), por exemplo, tem o menor índice de desemprego do país, algo em torno de 11%. Esse é o resultado do investimento na qualificação profissional que melhora a inserção e a colocação no mercado de trabalho. Capacitado o profissional colabora com a diminuição da falta de emprego e com o aumento da geração de renda", afirmou Mattos.
    Estruturadores
    Custódio Mattos enfatizou a execução dos Programas Estruturadores da Sedese. Ele afirmou, por exemplo, que Minas Gerais é um Estado pioneiro no processo de instauração das medidas previstas pelo Sistema Único de Assistência Social (Suas). "Fomos chamados pelo Governo a atravessar fronteiras e servir de exemplo. Para isso, nos tornamos o primeiro Estado a assinar o Pacto de Aperfeiçoamento do Suas e, também, a co-financiar a implantação dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras)", disse o secretário que anunciou, para março do ano que vem, a capacitação de gestores municipais do Suas com o objetivo de treinar, monitorar e avaliar o trabalho que vem sendo executado.
    Interligado à ação dos Cras, na assistência e facilitação de acesso da população às políticas públicas, o secretário citou os dados levantados por meio da pesquisa sobre crianças em situação de rua e trabalho infantil. O aumento de casos desse tipo levou o Estado a preparar um investimento da ordem de R$ 5 milhões para o financiamento dos Planos Municipais de combate a situações de violência e abandono que envolvem as crianças e os adolescentes de Minas. "Ouvimos 3300 crianças nas 20 maiores cidades do Estado, mais o município de Almenara. Constatamos a necessidade de planos municipais que atuem em rede a fim de garantir a erradicação do trabalho infantil e a retomada dos vínculos familiares", afirmou.
    Ainda na vertente dos Projetos Estruturadores, destacou-se o progressivo investimento feito no Programa Poupança Jovem. Inédito no país, o Poupança se destina a estudantes do ensino médio da rede pública estadual e busca atender a 50 mil jovens mineiros até 2010. Os jovens vão contar com acompanhamento do rendimento escolar, atividades extracurriculares e cursos profissionalizantes. Em contrapartida, o Governo de Minas vai oferecer uma poupança no valor de R$ 3 mil a ser sacada após a conclusão do ensino médio. Em 2007, 25 escolas, do município de Ribeirão das Neves, receberam os pilares do projeto que contou com um investimento de R$ 7 milhões e beneficiou 3871 alunos . Em 2008, 16600 estudantes serão atendidos, com expansão para as cidades de Esmeraldas, na região Central do Estado, Governador Valadares, no Leste de Minas e Ibirité (RMBH). A previsão é que a verba destinada nessa etapa seja de R$ 33 milhões. Em 2010, o programa deve investir 100 milhões.
    Fechando a lista de Estruturadores da Sedese, o Programa Travessia foi concebido e preparado em 2007, para execução em 2008. Uma verba de R$ 30 milhões está reservada para esse projeto, sendo que desse total R$ 20 milhões se destinam à execução de ações de saneamento, habitação e moradia, saúde, organização social e educação enquanto os R$ 10 milhões restantes são para o Usina de Trabalho. Essa iniciativa pretende promover a geração de trabalho e renda, formação profissional e intermediação de mão-de-obra nos municípios assistidos pelo Travessia. Foram escolhidas pelo baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), pelas altas taxas de violência e pobreza, as cidades de Ribeirão das Neves (RMBH), Governador Valadares e Jampruca, no Leste de Minas, Franciscópolis e Setubinha, cidade com menor IDH de Minas Gerais, no vale do Mucuri.
    No evento, foi anunciada também a formalização de uma campanha em mídia de massa para conscientização em prol da erradicação da exploração e do abuso de crianças e adolescentes. O secretário destacou a importância do trabalho da subsecretaria de Direitos Humanos, com a realização de blitze educativas, bem como a capacitação dada aos conselhos e sua integração ao Sistema de Informação para a Infância e Adolescência (Sipia). "A exploração de criança e adolescentes é um problema não apenas do Governo, mas de toda a sociedade. Por isso é fundamental que espalhemos essa questão a fim de combater com todas as forças a expansão de casos desse tipo", finalizou o secretário de Desenvolvimento Social, Custódio Mattos.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 17, 2007

    Associação de Diabetes Infantil pede isenção de impostos sobre produtos Diet. O apelo foi feito no plenário da Assembléia de Minas hoje à tarde durante o Ciclo de Debates, organizado pelo deputado Dinis Pinheiro, PSDB, primeiro secretário da Assembléia. Confira os detalhes que vieram do site www.almg.gov.br

    Isenção de impostos para produtos diet, distribuição dos produtos na periferia, adequação da merenda oferecida e vendida nas escolas e inclusão de disciplina sobre educação alimentar no currículo escolar. Essas foram algumas das propostas apresentadas pela presidente da Associação de Diabetes Infantil, Maria Aparecida Marques, na Assembléia Legislativa de Minas Gerais. Ela foi uma das palestrantes do debate público que a Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia e Informática promoveu nesta segunda-feira (17/12/07), no Plenário.
    O Debate Público Alimentação escolar e os cuidados com a dieta das crianças com diabetes tipo 1 foi solicitado pelo 1º-secretário da ALMG, deputado Dinis Pinheiro (PSDB). Quem presidiu o debate foi o deputado Carlin Moura (PCdoB). Também estiveram presentes os deputados João Leite (PSDB), Délio Malheiros (PV), Fahim Sawan (PSDB), Gustavo Valadares (DEM), Vanderlei Jangrossi (PP) e Maria Lúcia Mendonça (DEM).
    "Será que a sociedade sabe o que representa uma criança com diabetes? Quais as necessidades dessas crianças?", esses foram alguns dos questionamentos do deputado Dinis Pinheiro, que lembrou a tramitação do Projeto de Lei (PL) 1.613/07, de sua autoria, que dispõe sobre a política pública de prevenção e controle do diabetes em crianças e adolescentes matriculados nas escolas da rede pública e privada de ensino. Apresentado depois da realização de uma audiência pública sobre o tema, o PL aguarda parecer da Comissão de Constituição e Justiça.
    O deputado Délio Malheiros informou que também apresentou um projeto, o PL 898/07, que dispõe sobre a comercialização de lanches e bebidas em escolas no Estado. Segundo o projeto, a comercialização de lanches e bebidas nas escolas públicas e privadas em Minas Gerais devem obedecer aos padrões de qualidade nutricional indispensáveis à saúde dos alunos e à prevenção da obesidade infantil. Ele também veda a comercialização nas escolas de produtos como frituras, pães e salgados com massa folhada, biscoitos recheados, balas, pirulitos e gomas de mascar, bebidas artificiais e salgadinhos industrializados. O PL aguarda designação de relator de 1º turno, na Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária. "As crianças adquirem esses produtos sem saber o mal que eles fazem", afirmou.
    Durante a fase de palestras, o depoimento de Érica Maiara Ferreira da Fonseca, 16 anos, emocionou os presentes. Em conseqüência do diabetes, ela ficou em coma durante 27 dias. "Só Deus para dar forças. Se eu tivesse dó de mim, já teria morrido. Não tenho condição de fazer o que a médica pede. Muitos remédios são comprados, porque o posto não fornece", comentou. "Eu comia a merenda da escola sem saber que fazia mal. Peço às crianças para se cuidarem desde pequenas." Érica tem diabetes desde 4 anos.
    Merenda escolar é muito calórica e tem baixo valor nutricional
    A presidente da Associação de Diabetes Infantil, Maria Aparecida Marques, além de apresentar as propostas para combater o aumento da doença e para melhorar a qualidade de vida das crianças com diabetes, questionou a falta de investimento em pesquisas na área. Ela também lembrou que os produtos diet são exageradamente caros e sugeriu incluí-los na lista de insumos da farmácia popular. "Na periferia, só se encontra adoçante líquido. Sem opções, e com o alto valor dos produtos, o doente acaba consumindo produtos com açúcar, o que piora o quadro de sua doença", disse. Para ela, uma das conseqüências é um maior gasto do Estado com saúde e o melhor seria atuar na prevenção. Ela lembrou que uma das vitórias ocorreu depois da realização da audiência pública na ALMG, no dia 6 de junho deste ano. "Antes, a agulha da seringa fornecida para aplicação da insulina era a mesma entregue aos adultos. Agora, passou de 12,7 mm para 8 mm. Foram 7 milhões de seringas trocadas", contou.
    O avanço do diabetes tipo 1 entre as crianças foi o tema abordado pelo médico endocrinologista e presidente da Associação Brasileira de Diabetes, doutor Levimar Rocha Araújo, que tem diabetes. Ele apresentou dados da doença. "No Brasil, são mais de 6 milhões de diabéticos", informou. O médico pediu a atenção dos pais. "Excesso de peso na infância é um sinal de que toda a família precisa de novos hábitos". Ele fez algumas sugestões de merenda saudável para as crianças: frutas, leite desnatado com biscoito salgado, pão integral com carne e suco natural, vitaminas de leite com fruta e sopa de legumes com frango, por exemplo.
    Os sintomas mais comuns entre as crianças diabéticas são vontade de urinar diversas vezes, fome e sede freqüentes, perda de peso, fraqueza, fadiga, nervosismo, mudanças de humor, náuseas e vômitos. Apesar de diversos avanços da medicina nessa área, principalmente com a utilização de células-tronco, a doença ainda não tem cura.
    O diabetes tipo 1 é mais comum em crianças e adolescentes. É uma doença auto-imune, que se caracteriza pela destruição progressiva das células do pâncreas, levando a uma deficiência absoluta de insulina. O diabetes tipo 2 é conhecido também como diabetes do idoso ou diabetes do obeso. É o tipo mais comum, sendo responsável por 90% dos casos da doença. Há presença de insulina, porém, ela não age de forma adequada, o que ocasiona a elevação dos níveis glicêmicos e complicações decorrentes. Com isso, no início do tratamento, os pacientes são tratados apenas com dieta, atividade física e hipoglicemiantes orais. Porém, em um estágio mais avançado, esse paciente pode também vir a necessitar do uso da insulina.
    Atenção básica da Secretaria da Saúde é insuficiente
    Fernanda Santos Pereira, da Secretaria de Estado de Saúde, disse que o tratamento com medicamentos precisa ser acompanhado pelo uso de dietéticos e por exercícios físicos. A Secretaria elaborou um protocolo de atendimento que garante insumos e medicamentos, incluindo duas tiras de teste por dia e insulina, agulhas, lancetas, etc. Ela discorreu também sobre os procedimentos para diagnosticar e cadastrar o paciente, habilitando-o aos benefícios.
    A exposição de Fernanda foi criticada por Maria Aparecida Marques, para quem só o número de quatro tiras diárias e insulina ultra-rápida poderiam ser incluídos num conceito de atenção integral. Da platéia, inúmeras pessoas criticaram o excesso de burocracia que antecede o cadastramento, provocando muitas mortes antes que o atendimento seja autorizado.
    O desempenho da Secretaria de Estado da Educação no tema é ainda mais deficiente a julgar pelo depoimento da nutricionista Valéria Monteiro de Jesus, a única nutricionista daquela Pasta que atende 1,8 milhão de crianças e adolescentes em quase 4 mil escolas. Ela disse que o Programa de Alimentação Escolar recebe do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) apenas R$ 0,22 por aluno/dia, com o intuito de assegurar pelo menos 350 calorias e 9 g de proteínas diárias. "No início, o problema era a desnutrição dos meninos, e a orientação era de aporte de energia e alimentos calóricos. Desde 2006 tentamos uma revisão de cardápios, incluindo frutas e vegetais, mas o dinheiro não é suficiente", disse Valéria.
    Marlene Machado Porto, membro do Conselho Estadual de Educação, disse que muitos meninos vão à escola em busca primeiro do alimento, depois do ensino, e que a assistência deve chegar a todos que necessitam, da forma que necessitam. Ela informou que vários municípios já estão adotando o princípio da dieta nas cantinas e sustentou que o repasse do Estado é suficiente para uma alimentação saudável. Portanto, não seria preciso ter "barzinho" dentro das escolas.
    Por sua vez, o representante da Secretaria de Desenvolvimento Social, Ivan Ferreira da Silva, fez algumas provocações: pediu a capacitação das cantineiras para alterar os cardápios e atuarem como agentes nutricionais. Propôs também que a escola saia de seus muros e faça conscientização do baleiro que fica na porta da escola e da mercearia da esquina. Sugeriu também propagandas duras do Ministério da Saúde contra os alimentos prejudiciais, como se faz contra o tabaco.
    Apenas 30% das escolas dão atenção a aluno diabético
    Abertos os debates, vários participantes questionaram aspectos específicos do diabetes infantil, lamentaram mortes prematuras de parentes e vizinhos e reclamaram da burocracia do sistema público de saúde e do desconhecimento de muitos profissionais de saúde acerca do diabetes. A professora Gláucia se identificou como diabética e pesquisadora, revelando que só 30% das escolas da Regional Pampulha consideram que o aluno diabético precisa de atenção especial.
    No encerramento, o deputado Dinis Pinheiro revelou que o Governo de Minas gastava apenas R$ 300 milhões anuais com a saúde, mas que o governador Aécio Neves tinha conseguido elevar esse montante para R$ 1,5 bilhão. Pinheiro criticou a atuação das lideranças do seu próprio partido, o PSDB, no Senado, contra a CPMF. "O senador Arthur Virgílio foi revanchista. Sou a favor da diminuição de impostos para o contribuinte brasileiro, mas gostaria muito que a Saúde recebesse os R$ 40 bilhões da CPMF", afirmou.
    Requerimentos: Os três deputados presentes à Mesa, Maria Lúcia Mendonça (DEM), Carlin Moura (PCdoB) e Délio Malheiros, assinaram vários requerimentos, pedindo a designação de nutricionistas para atender as escolas; para que os insulino-dependentes recebam quatro fitas de teste por dia; que seja feita a aferição dos glicosímetros; que a Secretaria da Educação estabeleça uma Instrução Normativa para que os docentes saibam cuidar de alunos diabéticos; e que as notas taquigráficas sejam enviadas à Secretarias da Educação, da Saúde e ao Conselho de Alimentação Escolar.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 17, 2007

    Nosso BLOG DE NOTÍCIAS recebeu cartão de NATAL da Assessora de Comunicação do Siamig/Sindaçúcar, Mônica Santos. São os votos do Sindicato, presidido pelo empresário LUIZ CUSTÓDIO COTTA MARTINS, que dividimos com você que nos acessou durante todo o ano. Feliz Natal!



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 17, 2007

    Desempenho do governo Aécio Neves. Pinçado da Coluna Carlos Lindemberg do Jornal HOJE EM DIA, escrita nesta segunda-feira, pelo editor de política ORION TEIXEIRA.

                                                                       Recorde de Aécio
    O governador Aécio Neves segue batendo recordes. Em 2003, a aprovação de seu Governo estava na casa dos 70%.
    Desde o final de 2004 para cá, ou seja, há três anos, tem mais de 80% das aprovações.
    Na última quinta, reuniu o secretariado e, em vez de passar pitos, comemorou resultados.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 17, 2007

    Barbacena ganha mais um opção: um Hipermercado do grupo BAHAMAS de Juiz de Fora, do nosso amigo Jovino Campos. Confira as fotos do barbacenaonline do encontro-almoço no Automóvel Clube, logo depois da inauguração do Supermercado na Praça da Estação Ferroviária, aonde foi durante anos a Concessionária Chevrolet dos Irmãos Oliveira.

    Desde sexta-feira, dia 7, o Supermercado Bahamas está com suas portas abertas aos consumidores de Barbacena e região. Vamos conhecê-lo, no final desta semana, quando estaremos em Barbacena para as Festas de Natal.

















    Isabel Lopes, esposa do diretor do Bahamas, Paulo Roberto, com a juíza Maria Aparecida Consentino

    Dr. Jovino Campos, diretor do Bahamas, o empresário Carlos Eduardo (Cauê) e Dr. Paulo Roberto Lopes, também diretor da empresa



    Dr. Jovino Campos ao lado do Procurador da Justiça Militar, Antônio Duarte Pereira e de José Lúcio Fernandes

    Dr. Jovino Campos e o empresário do ramo imobiliário de Juiz de Fora, Fernando Davi


    Dr. Aroldo Vargas (SIA ), Dra. Fabíola Ladeira, o advogado da empresa,
    Rodrigo Fenelon e o contador da empresa, Geraldo Magela da Silva











    O representante da empresa Albaruska, Sr. Gomes, o diretor Paulo Roberto e o representante comercial, Sr. Amâncio

    O gerente de Marketing do Bahamas, Nelson


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 17, 2007

    Tributo à Memória do Professor Fernando Duque Estrada, que morreu em Barbacena, quinta-feira, dia 13 de dezembro. Barbacena perde um grande educador, o brilhante intelectual e uma figura humana da melhor qualidade. Um humanista de mão cheia. Afável e atento ao seu tempo. Foi destacado advogado, professor e membro da Academia Brabacenense de Letras e Instituto Histórico e Geográfico de Barbacena, presidido pelo advogado Carlos Alberto Penna. Nossos pêsames à família do prof. Duque Estrada. Na foto abaixo, em agosto de 2006, quando ele foi homenageado com a Medalha do Mérito Legislativo em solenidade no Palácio da Revolução Liberal.


    Da esquerda para a direita: o vererador João das Sementes
     e o saudoso professor Fernando Duque Estrada.
     Foto do barbacenaonline tirada na solenidade
    do Mérito Legislativo na Câmara Municipal de Barbacena.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 17, 2007

    GIRO PELO INTERIOR. Inclusão Digital em Barbacena - terra do ministro e senador Hélio Costa. Cento e setenta e sete professores municipais foram diplomados. As informações são do barbacenaonline.com.br






    Ministro Hélio Costa entrega diploma para professores da rede municipal de ensino que concluíram os cursos do Programa de Inclusão Digital


















    O Ministro das Comunicações, Senador Hélio Costa, esteve em Barbacena na última sexta-feira (14), para solenidade de diplomação de 177 professores da rede municipal de ensino, que participaram dos cursos oferecidos pelo Programa de Inclusão Digital.
    O programa chamado "Barbacena Digital", do Ministério das Comunicações, traz investimentos de R$4,2 milhões disponibilizados pelo Governo Federal.

    Frederico Ede












    Os professores receberam os diplomas das mãos do Ministro Hélio Costa, que na oportunidade assinou o termo que possibilitará, a partir de março do próximo ano, a implantação do sistema de internet banda larga sem fio na cidade atendendo todas as 34 escolas do município através de Telecentros que serão instalados com computadores doados pelo governo federal. Serão cerca de 340 computadores.
    O ministro fez um pronunciamento de aproximadamente vinte minutos onde falou dos dois principais programas do governo federal no ministério das comunicações. O primeiro deles foi implantação da TV digital no Brasil, que já aconteceu no último dia 02, em são Paulo. O governo federal projetou R$ 68 milhões em investimentos para implantação da TV digital no país.








    Em seguida, o Ministro destacou o segundo projeto prioritário do Ministério das Comunicações, que é levar internet banda larga de alta velocidade e sem fio a todas as 142 mil escolas públicas do país em um prazo máximo de três anos. O projeto já aconteceu em Tiradentes, em Barbacena e, segundo Hélio Costa, já está pronto para ser aplicado em Belo Horizonte a partir do ano que vêm.
    Um dos grandes momentos do discurso foi quando o Ministro disse que Barbacena já licitou, através do Ministério das Comunicações, a aquisição de 500 laptops que serão doados aos alunos da rede pública municipal de ensino. A exemplo do que ocorreu na manhã de sexta-feira (14), em Tiradentes, quando o Ministério das Comunicações disponibilizou 1.600 computadores para cada um dos alunos daquela cidade, Barbacena também será agraciada, num primeiro momento com 500 laptops, que já estão sendo providenciados através de licitação, pelo Ministério das Comunicações.









                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 17, 2007

    HORA DE BALANÇO. Secretária Extraordinária para o Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri e Norte de Minas, deputada Elbe Brandão, deu entrevista sobre as metas atingidas no combate à probreza em Minas. Ela usou a modernidade - deu entrevista via videoconferência.









                                                         Combate à Pobreza Rural
                                                   beneficia 51 mil famílias em 2007

     









    José Carlos Paiva/Secom MG

    A secretária Extraordinária para Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri e Norte de Minas (Sedvan), Elbe Brandão, divulgou nesta sexta-feira (14), em Belo Horizonte, os resultados dos principais programas de governo da secretaria e as metas para a região em 2008.  Por meio de videoconferência, as cidades de Montes Claros, Diamantina e Teófilo Otoni acompanharam a entrevista.


    Em 2007, foram aplicados R$ 112,6 milhões em recursos na região, beneficiando 600 mil pessoas. Entre as ações, estão projetos para combate à pobreza rural que já investiu, somente este ano, cerca de R$ 40 milhões beneficiando 51,2 mil famílias. Até o momento, 870 projetos foram aprovados, superando a meta estabelecida que era de 800, até o fim do ano. 
    A secretária Elbe Brandão destacou a decisão acertada do Governo de Minas de trazer para a pauta o desenvolvimento das regiões Norte e Nordeste de Minas, antes esquecidas, e de garantir as pré-condições para este desenvolvimento (água, energia, estradas, telecomunicações). Além disso, listou algumas ações “multisetoriais” que vem sendo implementadas, em conjunto com as secretarias temáticas do Estado, e a rede de parcerias formadas pelo sistema Sedvan/Idene, com destaque para a sociedade civil organizada, que vem possibilitando a formação do capital social das regiões atendidas.
    Os programas e projetos do sistema Sedvan/Idene foram apresentados pela secretária, com destaque para os números e resultados. Entre eles, o Cidadão Nota Dez, que já atendeu 200 mil alunos e alfabetizou 86 mil dos 460 mil analfabetos do Norte e Nordeste de Minas nos últimos quatro anos; o Leite pela Vida que distribui, diariamente,150 mil litros de leite na região; e o Cidadão.Net – que já instalou 112 Telecentros Comunitários, incluindo no mundo digital, cerca de 20 mil jovens, 6 mil só em 2007.
    “É uma satisfação perceber que os recursos que vêm sendo aplicados na região têm promovido melhorias na vida das pessoas e, mais do que isso, a organização da sociedade em busca das suas demandas e da sustentabilidade dos projetos implementados”, afirmou Elbe Brandão. Outras ações como crédito subsidiado para infra-estrutura produtiva e social; promoção da saúde bucal, aquisição e distribuição de produtos alimentícios; incremento da agricultura familiar, apoio ao desenvolvimento do turismo e artesanato da região promovem o desenvolvimento da região.
    PCPR e Projeto Estruturador
    O Projeto de Combate à Pobreza Rural em Minas Gerais (PCPR/MG) visa apoiar investimentos comunitários, não-reembolsáveis, de natureza produtiva, social e de infra-estrutura básica, das comunidades rurais dos 188 municípios das regiões Norte, Jequitinhonha e Mucuri. Serão contemplados cerca de 1.800 projetos produtivos e atendidas 93 mil famílias. Os investimentos são de US$ 35 milhões, em parceria com o Banco Mundial, de um total previsto de US$ 70 milhões, e só em 2007, já foram assinados 870 convênios, totalizando um investimento de R$ 41,6 milhões beneficiando 51,2 mil famílias, superando a meta de 800 projetos estabelecida para o final do ano. No acumulado 2006/2007 foram assinados 971 convênios, no valor de R$ 45,8 milhões, beneficiando 56,3 mil famílias.
    O Projeto Estruturador - Desenvolvimento da Produção Local e Acesso a Mercados, desenvolvido nos 188 municípios da secretaria, tem como objetivo o desenvolvimento sustentável e de inclusão da produção local para o aumento da produtividade no campo. A ênfase é a formação profissional, promoção do empreendedorismo e identificação e acesso a mercados, com vistas à melhoria da qualidade de vida da região. Os investimentos previstos, até 2011, são de R$ 13,8 milhões, somente do Tesouro Estadual.
    Agricultura Familiar
    Nesta segunda-feira (17), serão entregues, 60,5 toneladas de sementes de mamona, pinhão manso e amendoim, oleaginosas usadas na produção do biodiesel que vão beneficiar, os cerca de 2 mil pequenos agricultores, já capacitados pelo programa Biodiesel a partir da Agricultura Familiar – Bioagrifam. A entrega será realizada na sede do Idene, em Montes Claros, às 10h.
    O programa visa à implantação de núcleos de usinas de processamento de sementes de oleaginosas para extração de óleo para produção de biodiesel. O principal objetivo da capacitação é a implementação de ações visando organizar, qualificar, fortalecer e promover a inclusão social de agricultores familiares para produção de óleo para a indústria de biodiesel em suas terras.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 17, 2007

    HOJE, 14hs,na Assembléia de Minas. Debate sobre o DIABETES TIPO 1, que atinge 6 milhões de crianças e adolescentes no Brasil. Acompanhe AO VIVO pela TV Assembléia e pela Internet ( TV Assembléia ao vivo). É só entrar no site www.almg.gov.br


    O diabetes tipo 1, que afeta crianças e adolescentes, será tema de um Debate Público que a Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia e Informática da Assembléia Legislativa de Minas Gerais promove na próxima segunda-feira (17/12/07), às 14 horas, no Plenário. O evento, intitulado Alimentação escolar e os cuidados com a dieta das crianças com diabetes tipo 1, foi solicitado pelo 1º-secretário da ALMG, deputado Dinis Pinheiro (PSDB). Segundo o parlamentar, seus objetivos são traçar um diagnóstico da doença em Minas e discutir propostas preventivas e terapêuticas no sentido de melhorar a qualidade de vida das crianças diabéticas.
    A iniciativa, de acordo com Dinis Pinheiro, ressalta mais uma vez o papel de vanguarda da Assembléia Legislativa como incentivadora do debate a respeito dos temas mais relevantes para a sociedade. Nesse sentido, pretende-se também fazer uma rica discussão a respeito da importância da alimentação nas escolas.
    Doença atinge 6 milhões de brasileiros
    A incidência do diabetes varia muito no mundo. No Brasil, estima-se que ela ataca 6 milhões de pessoas, sendo que 10% desse total são do tipo 1. Segundo informações do Instituto da Criança com Diabetes, 7,8 novos casos são registrados por ano para cada grupo de 100 mil habitantes com menos de 20 anos de idade no País. Nos Estados Unidos, o índice sobe para 9,4 para cada 100 mil pessoas.
    De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), a doença se caracteriza pela destruição das células do corpo humano que produzem insulina. Isso acontece porque o organismo as identifica como corpos estranhos e as ataca. O resultado é que a criança deixa de produzir ou produz uma quantidade muito pequena de insulina, substância fundamental para o metabolismo do açúcar. Sem a insulina, a glicose não consegue chegar até as células, que precisam dela para queimar e transformá-la em energia. Altas taxas de glicose acumulada no sangue, ainda segundo a SBD, podem com o tempo provocar cegueira, problemas renais e até cardíacos.
    Os sintomas mais comuns entre as crianças diabéticas são vontade de urinar diversas vezes, fome e sede freqüentes, perda de peso, fraqueza, fadiga, nervosismo, mudanças de humor, náuseas e vômitos. Apesar de diversos avanços da medicina nessa área, principalmente com a utilização de células-tronco, a doença ainda não tem cura.
    Programação
    14 horas - Abertura
    Deputado Deiró Marra - presidente da Comissão de Educação
    Deputado Dinis Pinheiro - autor do requerimento para o debate público
    14h30 - Palestras
    O programa de alimentação escolar e o controle do diabetes tipo 1
    Palestrante: professora Valéria Monteiro de Jesus - assessora da Diretoria de Suprimento Escolar da Secretaria de Estado de Educação, representando a secretária de Estado de Educação
    Política estadual de saúde para atendimento a crianças com diabetes tipo 1
    Palestrante: Dra. Fernanda Santos Pereira - especialista em política e gestão de saúde, representando o Secretário de Estado de Saúde
    O avanço do diabetes tipo 1 entre as crianças
    Palestrante: Dr. Levimar Rocha Araújo - médico endocrinologista, presidente da Associação Brasileira de Diabetes
    Educação Alimentar nas Escolas
    Palestrante: Maria Aparecida Marques - presidente da Associação de Diabetes Infantil
    Debatedores
    - Dr. Ivan Ferreira da Silva - superintendente de Políticas para a Criança e o Adolescente, representando o secretário de Estado de Desenvolvimento Social
    - Professor Januzzi de Souza Reis - conselheiro estadual de Educação
    16 horas - Debates
    17 horas - Encerramento


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 17, 2007

    Notícia pinçada do site pbh.gov.br (TRIBUTO A NIEMEYER). O gênio que fez 100 anos no final de semana, dia 15.







                       Belo Horizonte rende suas homenagens ao centenário de Niemeyer

    Apaixonados pela arquitetura no mundo todo celebram neste sábado os cem anos de um dos maiores expoentes dessa arte no século XX. Oscar Niemeyer tem mostrado que prefere continuar com os olhos voltados para o futuro, mas reserva um lugar especial na lembrança para seu primeiro grande projeto. Belo Horizonte, por sua vez, faz questão de lembrar que foi aqui, na Pampulha, que o arquiteto revelou do que era capaz. Por isso, nesse sábado, a Prefeitura inaugura uma nova exposição para homenagear quem deixou na cidade a marca da história e a mania de olhar sempre para frente.

    Inventar e Viver na Casa do Baile

    A Casa do Baile abriu a mostra "Inventar e Viver: Oscar Niemeyer em Belo Horizonte", neste sobre o valor cultural da arquitetura de Niemeyer na capital mineira. Três aspectos do processo de produção da arquitetura - idealização, materialização e apropriação - fundamentam a leitura da obra por meio de textos, fotos e objetos, configurando um percurso que vai da invenção à vida, da imaginação à realidade em vários tempos da cidade. A apresentação das obras se organiza numa perspectiva que permite identificar contradições e tensões existentes entre o projeto do arquiteto, sua materialização na construção edificada e sua apropriação pelos moradores, usuários, cidadãos e pela própria "cidade-cenário".

    Publicação traz história da ocupação

    O Museu Histórico Abílio Barreto (MHAB) editou o livro "Pampulha Múltipla", que tem como tema o Acervo Operacional da Pampulha. A publicação , que também será lançada neste sábado, na Casa do Baile, aborda as múltiplas faces da região, do século XIX ao século XXI, começando com a ocupação até 1950, passando pela ruptura e expansão (1954 a 79) até chegar à Pampulha na Metrópole. O livro também aborda o lugar dos acervos operacionais na reformulação do MHAB.

    Bordando as obras de um gênio

    Na sede do Museu Histórico, a mostra "Bordando as obras de um gênio" traz trabalhos da bordadeira Agrineldia Anglides Briel Alves, que relê, em ponto cruz sobre tela, as principais obras do arquiteto modernista no Brasil. A exposição pode ser vista até março. A celebração do centenário de Niemeyer também integra as comemorações dos 110 anos de Belo Horizonte.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 17, 2007

    DO OUTRO LADO DO ESPELHO. Quem noticia também vira notícia. O FATO e AS FOTOS são da coluna do nosso amigo César Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 16, 2007

    Política. EM PRIMEIRA MÃO! Uma contadora na disputa pela Prefeitura de Nanuque. É Emília Meireles Lima, uma DINÂMICA E POPULAR PROFESSORA UNIVERSITÁRIA que vai encarar as tradicionais forças políticas do município.

    A professora Emília Meireles Lima - delegada do Conselho Regional de Contabilidade em Nanuque - é pré-candidata pelo PRP- ao mais alto cargo executivo do município, que fica na região leste de Minas, fazendo fronteira com a Bahia e o Espírito Santo.
    Casada com o empresário da área de terraplenagem e sinalização de estradas, Venildo Lima - compadre do ministro das Comunicações, senador Hélio Costa - Emília sempre foi cabo eleitoral dos fortes nas campanhas do senador ao governo de Minas, por duas vezes, para deputado federal e na última disputa pelo senado da República.
    Emília, sempre discreta, mas de temperamento forte, sempre agiu com eficiência na profissão de contadora, professora universitária e como mãe de três filhos - Danilo, que é formado em Administração de Empresas, Mariana, que se forma  em DIREITO, dia 21 de dezembro, sexta-feira. E Natália, estudante de Direito na Universo, aqui em Beagá.
    Agora, pela primeira vez - sempre agiu nos bastidores apoiando o marido dela Venildo Lima - Emília vai para as ruas pedir votos para ela ser prefeita de Nanuque. Escolheu a sigla do PRP(Partido Republicano Progressista).
    Fica o registro e o desejo de milhares de VOTOS na urna para a candidata Emília Meireles Lima.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 16, 2007

    GIRO PELO INTERIOR. Em Barbacena um casamento de alto estilo no sofisticado restaurante TULHA DO CHEF. O registro é deIdinando Borges do barbacenaonline, especial para nosso BLOG DE NOTÍCIAS.

                      Edson Puiati e Tatiane Cristina Franco


    Tatiane Franco e Edson Puiati e o bolo com a simbologia Chef,
    obra de Roni Peterson (detalhe) do Hotel Grogotó

    Acostumado ao glamour dos salões, o renomado chef Edson Puiati, homem de origem simples, mas aplicado, dedicado e consagrado como referência em gastronomia na maior escola de hotelaria no Brasil, o Senac, viveu uma grande emoção. Já passava do meio dia, do dia cinco, no rústico e elegante Tulha Du Chef, onde é sócio de André Borgo, em meio aos poucos familiares, colegas do Senac, ele recebeu a bonita Tatiane Cristina Franco. Uma menina! Linda, distinta e dona de uma elegância fulgurante. Fariam bonito em qualquer salão nobre! Ao som de "Ave Maria", disseram "sim" e se emocionaram com as palavras da Juíza de Paz, Rosária Conceição de Paula. Num primeiro momento, ficaram assustados em transmitir emoções nas fotos, captadas pelo competente José Celso Lima. Neste momento, um bom amigo lembrou que: chorar é sinal de verdade, demonstração de que Tudo vale a pena quando a alma não é pequena.(Fernando Pessoa).













    Maria da Glória e Walter Puiati


    Os irmãos Puiati:
    Edson e Wellington












    Ângelo e Cidinha Moraes Neto
    com a filha, padrinhos

    Jonathan Puiati e
    Tatiane Cristina Franco

    Após a cerimônia, cercada de emoções, coquetel comandado pelo eficiente maître Anderson Fábio dos Santos e um lauto almoço com o requinte da casa. Bolo de noivos, bonito e saborosíssimo, confecção do talentoso Roni Peterson – chef no Hotel Grogotó, e agora uma revelação em pâtissier. Nos brindes, vieram todos, o sócio André Borgo – um dos solteiros mais cobiçados da cidade, os funcionários e a família num alegre brinde de alegria, felicidades e uma grande aventura à dois. A viagem de núpcias foi na Ilha de Marajó, a maior ilha fluviomarinha do mundo. A cidade de Belém situa-se a Sudeste do canal que separa a ilha do continente. Terra de búfalos e de sertanejos.


    Os noivos com André Borgo


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 16, 2007

    O COLÍRIO deste domingo vem dacoluna do nosso amigo César Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.


    Poliana Maia
    curtindo a noite do Privilège


    Fernanda Pedrosa fazendo
    pose para os 'flashes'
     na festa Ultra, no La Rocca


    Deise Braga


    Larissa Marinho


    Angélica Castro

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 15, 2007

    Assista hoje - às 22h30m - na TV Assembléia o programa ASSEMBLÉIA DEBATE. Tema: o Sistema Carcerário. No cabo, em BH, pela NET o canal é o 11. No Interior: cabo e UHF. No planeta: pela INTERNET. É só entrar no site www.almg.gov.br ( click no ícone à direita de sua tela do computador no ícone TV ASSEMBLÉIA AO VIVO).










                                           Assembléia Debate


    A violação dos direitos humanos em presídios do país e as alternativas para resolver o problema estão em discussão esta semana. Participam do programa os deputados Durval Ângelo, do PT, Sargento Rodrigues, do PDT, Clarissa Duarte, da Pastoral Carcerária e José Francisco da Silva, da Secretaria de Defesa Social. O Assembléia Debate vai ao ar neste sábado, às 22h30, domingo, às 13h, e segunda, às 23h.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 15, 2007

    BLOG, BLOG, BLOG - um fenômeno em comunicação em TEMPO REAL. Confira detalhes!

    Nosso BLOG DE NOTÍCIAS chega hoje a 500 MIL acessos.
    E virou referência no meio universitário.
    Abaixo a entrevista que demos
     para o trabalho de estudantes
    do curso de jornalismo
     da Faculdade Estácio de Sá de BH.
     Confira!


    Oi João Carlos, 
    S
    ou estudante do 8º período de Jornalismo pela Faculdade Estácio de Sá de Belo Horizonte e estou fazendo minha Monografia em parceria com a minha amiga Laila Pimenta.

    O nosso tema é:
    Blog, novo gênero jornalístico,
    Estudo de Caso do Blog do Jornalista Noblat.

    Através do professor Evaldo Magalhães, conhecemos o seu blog e gostamos muito. Por isso estamos te enviando um questionário com 6 perguntas (em anexo) para o desenvolvimento do nosso trabalho que deverá estar pronto no dia 20/11/07.  

    Se for possível respondê-las, ficaríamos imensamente gratas. No seu aguardo, > Andréia Bastos

                                                                            A ENTREVISTA:

     Na sua opinião, quais características um blog deve ter para ser considerado um blog de gênero jornalístico?

    JCA - A primeira coisa, é ser atualizado no mínimo cinco, dez, vinte... vezes todos os dias. E com novidades. Em tempo real. Instantaneidade é o grande segredo para manter o leitor e/ou leitora da Blogosfera atualizado sobre os fatos, que a editoria do BLOG avaliar, que vão acrescentar informação para seus leitores espalhados pela web.

    Como o BLOG é focado na imagem de credibilidade do jornalista/blogueiro o fundamental é usar o método jornalístico de apurar os fatos, com critério, checando as fontes com empenho e com velocidade - que é o combustível de qualquer Blog - usado para sair na frente da mídia tradicional, sempre mais lenta, limitada à impressão em papel.

    Portanto, para ser considerado um blog de gênero jornalístico, ele tem que acrescentar à credibilidade de quem escrever e a velocidade com quem posta as informações, um fator importantíssimo: se basear em FATOS, já que o jornalismo é uma atividade profissional que transforma - ou deveria - em notícias o que realmente acontece.

    Aí, na nossa avaliação, o que é veiculdado no BLOG, que possa ser considerado gênero jornalístico, tem que girar no que estabelece objetivamente o sistema de Kipling, na hora de redigir, ou dar uma notícia pelo rádio, pela TV, pela web, responder às famosas perguntas: quem, quando, onde, como e por quê?

     O que o blog jornalístico tem a acrescentar para os leitores de webjornais?

    JCA - O Blog jornalístico tem que acrescentar a angulação particular da apuração que o blogueiro fez de um determinado fato. Ele leva para seu blog, portanto para seu leitor, a informação em primeira mão, em tempo real. O que na maioria das vezes, aliás quase sempre, os webjornais não fazem.

    Primeiro porque o blogueiro trabalha independente da linha editorial dos webjornais. Veicula e assume a responsabilidade individual pelas informações que veicula na blogosfera. Dar a novidade apurada com suas fontes, construídas ao longo de anos de atuação no ramo jornalístico.

    Enfim: usa sua credibilidade para comunicar os fatos a seus leitores, sempre fiéis. Esses leitores só mantêem o acesso ao blog se perceber que eles encontam lá um outro ângulo dos fatos, a novidade passada no mesmo momento em ocorre. Isto é possível, porque nós blogueiros andamos sempre colados aos nossos notebooks, nossas máquinas modernas que dão acessos imediato à Internet, não importa o local onde estivermos.

    Os Blogs estão se tornando tão importantes, que muitos jornais e principalmente WEbjornais, estão contratando jornalistas blogueiros para escrever em suas páginas na rede ( veja os casos do jornalistas Noblat, Josias de Souza...).

     Como fica a questão da imparcialidade na publicação de notícias no Blog?

    JCA - A imparcialidade só é possível se o blogueiro conseguir - é a maior tarefa de qualquer bom repórter - apurar os fatos com rigor para só depois transformá-los em notícia. E um dos métodos que uso para ser imparcial é me apegar aos fatos sempre. Só dar a notícias depois de apurar se a fonte não está nos usando como veículo para passar assuntos de seu interesse pessoal ou empresarial.

    É claro que não possível evitar que algum tipo de proveito seja tirado de uma informação.Mas, o fundamental é que ela tenha o objetivo social, melhore o nível de informação de quem a ler, ouvir ou ver. E sabe qual é a punição quando algum comunicador erra, intencional ou não? É simples: perde a credibilidade, perde acessos ao seu blog e com o tempo... desaparece ou vira fantasma da web - sem acessos, sem credibilidade. Pensem nisso!

     O que te levou a fazer um blog?

    JCA - Percebí que a ferramenta eletrônica - afinal o Blog nos fornece um editor eletrônico ágil e de fácil uso - faria com que eu, jornalista que está no mercado a mais de 25 anos, tivesse um espaço de comunicação adequado à chamada economia do conhecimento. E sem precisar estar ligado a nenhum contrato de trabalho, a nehuma linha editorial de nenhuma empresa. Sem horário para escrever, sem submeter meu matrial jornalístico a ninguém. Só à minha consciência profissional e aos meus leitores. É bom lembar que isto não quer dizer revolta contra o chamado sistema. E sim, uma rara oportunidade de enfrentar um novo desafio, uma nova forma de comunicação, que está na ferramenta internet.

    Com isso, posso levar para meu BLOG as informações que não tinha aonde publicar, já que não sou funcionário de nenhum veículo, de nenhuma mídia tradicional. Sou hoje um "nanoempresário da blogosfera". Chique, não é mesmo! Olha, e tem mais: para fugir da armadilha tentadora de ficar escrevendo editoriais, artigos revoltados contra isto ou aquilo, estabelecí no meu plano de negócios, que meu blog seria um BLOG DE NOTÍCIAS, ou seja, focado nos fatos e tentando sempre, redigir ou publicar notícias que respondam aos princípios do bom jornalismo: quem, quando, onde, como e por quê?

    E tem dado certo: em 1 ano e 8 meses de blog, atualizado diariamente no mínimo dez vezes, estou com mais de 500 MIL ACESSOS. E já tenho cinco parcerias - banners empresariais - que investem em nosso BLOG apostando no alcance, na credibilidade que construimos, desde que trabalhamos como repórter político e apresentador do MGT e Bom Dia Minas na Rede Globo, até nosso trabalho como âncora do Programa Economia e Negócios, da FIEMG, na Rede Minas e nosso trabalho como âncora da TV Assembléia Legislativa de Minas, com quem temos um contrato empresarial, baseado no CNPJ e não no CPF.

     Há um blog jornalístico que você sempre acompanha? Qual?

    JCA - Mais de um, é claro. O do Josias de Souza da Folha de SP, do Noblat do Jornal O Globo, o do Claudio Humberto.

     Qual a sua opinião sobre o Blog do Noblat?
    JCA - É a melhor possível. Ele foi o meu guru, sem eu o conhecer pessoalmente. O blog dele foi minha referência para criar o meu BLOG DE NOTÍCIAS. Afinal, Noblat é um notável jornalista, um excelente repórter, um empreendedor que pela primeira vez ousou ser independente, usando a maior ferramenta da web que um comunicador poderia ter em mãos - o BLOG.

    Bem, é isso!
    Olha, obrigado pela oportunidade de colaborar com o trabalho acadêmico de vocês. Espero que tenha sido útil aos objetivos traçados pela turma de futuros colegas jornalistas. Lembarndo que todos vocês chegarão ao mercado de trabalho com a oportunidade de usar as novas ferramentas da web, entre elas, o BLOG. Acredito que muitos de vocês serão meus colegas na BLOGOSFERA. Como eu, vão virar "nanoempresários da blogosfera".
    E, obrigado pelos elogios ao nosso BLOG DE NOTÍCIAS. Por favor, continuem acessá-lo e o RECOMENDE para seus amigos e amigas, amplie minha audiência.
    Desejos-lhes SUCESSO!
    Um abraço do "noempresário blogueiro",
    João Carlos Amaral.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 15, 2007

    INCLUSÃO NATALINA. Até dia 18 você pode participar adotando uma cartinha de crinaça carente. Iniciativa dos CORREIOS, pilotado em Minas pelo nosso amigo Fernando Miranda. LEIA!

    Cerca de 40 mil cartas para Papai Noel ainda precisam de padrinhos  


     Projeto de Responsabilidade Social dos Correios prorroga para dia 18 prazo para adoção de cartas  


     Quem ainda não adotou uma cartinha destinada ao Papai Noel pode procurar os postos de apadrinhamento dos Correios, na capital e no interior do Estado, até a próxima terça-feira (18)Das mais de 110 mil* correspondências que chegaram ao Projeto, cerca de 40 mil ainda esperam por padrinhos. De acordo com o diretor dos Correios em Minas Gerais, Fernando Miranda, a prorrogação do prazo visa atender a um número maior de pedidos. "A meta é superar o percentual de atendimento alcançado no ano passado, que foi de 86%", destaca. Além do prazo estendido, em Belo Horizonte, o Núcleo do Projeto (Avenida Paraná, 477) e a agência Central dos Correios (Avenida Afonso Pena, 1270) funcionam neste sábado (15), de 9h às 12h, disponibilizando cartas aos interessados. No interior de Minas, os interessados devem buscar informações na agência Central dos Correios da cidade.

    Projeto vai à Praça da Liberdade neste domingo (16)

    Neste domingo (16), o Projeto Papai Noel dos Correios irá disponibilizar ao público, na Praça da Liberdade, cartas de crianças que ainda esperam por padrinhos. A ação busca facilitar o processo de apadrinhamento e será realizada de 8h às 12h.

    Postos de apadrinhamento

    Belo Horizonte e Região Metropolitana

    - Núcleo do Projeto: avenida Paraná, 477, sobreloja, Centro;

    - Agência Central: avenida Afonso Pena, 1270, Centro;

    - Agência Parque Industrial: avenida Cardeal Eugênio Pacelli, 1801, Contagem.

    - Agência Central: avenida Afonso Pena, 1270, Centro;

    - Agência Parque Industrial: avenida Cardeal Eugênio Pacelli, 1801, Contagem.

    - Agência Central: avenida Afonso Pena, 1270, Centro;

    - Agência Parque Industrial: avenida Cardeal Eugênio Pacelli, 1801, Contagem.

    Interior do Estado

    - Barbacena: rua Dr. José Bonifácio23, Centro (32) 3693-8905

    - Divinópolis: avenida Antônio Olimpo de Morais, 687, Centro (37) 3222-1766

    - Governador Valadares: avenida Minas Gerais, 110, Centro (33) 3272-7373

    - Juiz de Fora: rua Marechal Deodoro470, Centro (32) 3690-5713

    - Montes Claros: praça Dr. Chaves, 149, Centro (38) 3214-3944

    - Ponte Nova: rua Caetano Marinho, 226, Centro (31) 3881-5272

    - Pouso Alegre: rua Adolfo Olinto, 281, Centro (35) 3693-1301

    - Sete Lagoas: rua Major Campos, 202, Centro (31) 3773-8940

    - Teófilo Otoni: praça Tiradentes, 221, Centro (33) 3523-4601

    - Uberaba: praça Henrique Kruger, 33, Centro (34) 3321-8133

    - Uberlândia: avenida Getúlio Vargas, 299, Centro (34) 3231-7705

    - Varginha: praça Quintino Bocaiúva, 124, Centro (35) 3690-1423 

    - Barbacena: rua Dr. José Bonifácio23, Centro (32) 3693-8905

    - Divinópolis: avenida Antônio Olimpo de Morais, 687, Centro (37) 3222-1766


    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 15, 2007

    GIRO PELO INTERIOR. Em Barbacena, ontem, sexta-feira, teve uma noite especial. Nosso amigo, Cássio Nézio - dublê de publicitário, comerciante ( é dono da elegante loja Polo in the Box no Plaza Center Shopping ) e um grande baterista - junto com Walmir Leporate e banda fez show de músicas dos anos 70 no Gino´s Il Candelabro. Foi um grande show do grupo "TRIBUTO AOS ANOS 70". Cássio é o último da esquera para a direita, de boné. Mais uma vez perdí o show. Da próxima, juro que vou, viu Cássio!


    A formação do grupo "Tributo aos Anos 70"

    Foi ontem, no Ginos Il Candelabro o Tributo aos anos 70, um evento bem elaborado com músicas da década, interpretadas pela banda de Walmir Leporate e Cásio Nézio.
    A idéia de realizar o evento surgiu do encontro entre os dois músicos, que pensaram em levar ao público - tanto a geração que viveu aquele momento e as influências da efervescência da época que ficou marcada pelo surgimento da dance music, do movimento punk, do rock progressivo, do hard rock, vertentes que popularizaram o gênero e influenciaram os movimentos musicais das décadas seguintes.

    No repertório, nomes como: Jimi Hendrix, Bob Dylan, Peter Frampton, Carole King, Renaissance, Carly Simon, The Band e outros estarão presentes, além dos clássicos grupos da década: Rolling Stones, Pink Floyd, Gênesis, Creedence, América e Beatles.A banda é formada por Walmir Leporate (piano e vocal), Pedro Leporate (baixo), Pollyanna Maciel (vocal, violão e flauta), Fernanda Martins (vocal e teclado) e Cássio Nézio (bateria). Além do sucesso da primeira edição, o evento visa homenagear o fundador do famoso restaurante italiano, Gino Calvi, com a canção italiana, Dulcíssima Maira, canção da Banda Premiata, também dos anos 70. O show está marcado para às 22 horas e leva a assinatura na ficha técnica de Glória Produção Cultural e apoio de: Pólo in the Box, Barbosa e Cia, Sucesso FM e Net Rosas.

    PONTO FINAL: Há dez anos, as tarifas bancárias cobriam 20% da folha de pagamento dos funcionários, que já ganhavam e continuam ganhando pouco. Hoje, as mais de 150 tarifas, cobrem a folha total e há uma folga de 20%. Segundo as agências especializadas, este ano, até novembro as tarifas já renderam aos banqueiros 41 bilhões. E, o brasileiro ainda acha que o banco é seu amigo. E, para completar, a taxa básica de juros do Banco Central, continua sendo uma das maiores do mundo, mesmo com todas as promessas do Sr. Silva. Que tal?

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 15, 2007

    HOJE, sábado, Oscar Niemeyr está completando 100 anos de idade. BAÚ DA MEMÓRIA: as fotos abaixo são inéditas. UM GÊNIO na Feijoada do Cabelin, em JF. Foi há 10 anos. Quem levou o arquiteto OSCAR NIEMEYER à mais famosa feijoada de Minas, foram os saudosos José de Castro Ferreira e o embaixador Zé Aparecido de Oliveira. Vale conferir as fotos históricas do arquivo do nosso amigo, o colunista César Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.


    A última vez que Oscar Niemeyer
     esteve em Juiz de Fora foi em 1997,
     para prestigiar a Feijoada CR, no Clube Bom Pastor.


    Oscar Niemeryer em Juiz de Fora integrando
    o grupo de convidados do Rio, organizado
    por José de Castro Ferreira
     e José Aparecido de Oliveira,
    que incluía ainda outros famosos
     como Ziraldo, Gerardo Mello Mourão e
    Carlos Niemeyer,
    especialmente para prestigiar
     a Feijoada CR em 1997.


    Oscar Niemeryer e Jean Kamil







    Comentários

    #1. Cesar - (cesaromero@terra.com.br)
    Valeu João Carlos pela divulgação da coluna.
    Mais uma demonstração de sua amizade e reconhecimento profissional.
    Grande braço,
    Kabelim



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 14, 2007

    USIMINAS faz 45 anos e ganha Reunião Especial no plenário presdiente JK. A reunião que será transmitida AO VIVO pela TV Assembléia pelo sistema de cabo, UHF e Internet, foi solicitada pelo deputado dr. Vaina, do DEM, primeiro vice-presidente do Parlamento Mineiro.


    Assembléia Legislativa de Minas Gerais vai homenagear, na próxima segunda-feira (17/12/07), durante reunião especial no Plenário, os 45 anos de existência da Usiminas na cidade de Ipatinga. A reunião foi solicitada pelo 1º-vice-presidente da ALMG, deputado Doutor Viana (DEM), e pela deputada Cecília Ferramenta (PT).
    As Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais S/A foram criadas no dia 25 de abril de 1956, durante o governo Kubitscheck, no antigo Horto de Nossa Senhora, um pequeno vilarejo, com aproximadamente 60 casas e 300 habitantes, a atual Ipatinga.
    Dois anos depois, em 1958, a Usiminas passou a contar com investimentos do Governo de Minas Gerais, do Governo Federal e do Japão. A parceria proporcionou também um intercâmbio entre funcionários para cursos e estágios nos dois países. A primeira equipe formada pela Usiminas foi enviada ao Japão em setembro de 1958, composta por 10 engenheiros.
    No final de 2005, o Sistema Usiminas lançou as bases do seu Plano de Desenvolvimento - Visão 2015, com o objetivo de expandir a produção e modernizar as suas usinas. Segundo a empresa, em 2007 foi realizado o maior investimento da siderurgia brasileira, US$ 8,4 bilhões, consolidando a sua liderança no mercado interno.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 14, 2007

    O COLÍRIO desta sexta-feira vem, mais uma vez, da coluna do nosso amigo César Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.


    A cantora MylLena,
    que lança seu segundo CD,
    amanhã, no La Rocca,
    e vai dividir o palco
    com Emmerson Nogueira,
     é a convidada desta sexta,
     às 19h30,
    no “Programa CR”,
    na TVE. O decorador
    Wagno Gaudio
    também participa
     do programa.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 14, 2007

    Da teoria para a prática. Governador Aécio Neves vai implementar projetos aprovados em 2007. Segundo ele Minas inaugurou um novo modelo de gestão. Confira detalhes!









                                                                Governo apresenta metas
                                                       dos projetos estruturadores para 2008

     









       

    Wellington Pedro/Imprensa MG

    O Governo de Minas anunciou, nesta quinta-feira (13), durante a VIII Reunião Gerencial, o Plano de Ações que será implementado em 2008 e os resultados dos 54 Projetos Estruturadores em 2007. O governador Aécio Neves fez a abertura da reunião, no auditório do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), e destacou que para 2008 serão feitos, com recursos do Tesouro do Estado e das estatais mineiras, investimentos de R$ 9 bilhões nas áreas de educação, saúde, segurança, rodovias, meio ambiente, modernização administrativa, ciência e tecnologia, turismo, saneamento, geração de empregos, qualificação de jovens e programas sociais.


    “Minas inaugurou um modelo de gestão em que o governante e as organizações são avaliados pela capacidade de melhorar indicadores econômicos e sociais sem onerar adicionalmente a sociedade, rompendo a lógica atual de comparar o desempenho em determinada área pelo volume de gastos. Para 2008, já temos metas para os indicadores de cada área de resultado, bem como o planejamento detalhado dos projetos estruturadores”, destacou o governador, em seu discurso.


    Metas


    Entre as metas definidas como prioridades pelo governador para 2008 estão a elevação dos níveis de aprendizagem dos alunos das escolas estaduais; a transformação do sistema de saúde mineiro como a melhor rede de medicina preventiva, de urgência e emergência do país e a consolidação da imagem de Minas como Estado desburocratizado e com um setor produtivo dinâmico.


    “Na Região Metropolitana de Belo Horizonte vamos efetivar os equipamentos urbanos necessários para sua inserção definitiva como metrópole nacional e internacional, dando ênfase no Aeroporto Internacional Tancredo Neves e na melhoria de nossa capacidade hoteleira”, explicou. O governador disse ainda que o Governo de Minas vai manter a política de Parcerias Público Privadas (PPP), principalmente na manutenção das rodovias.


    No setor de transportes e obras públicas, segundo o governador, os investimentos previstos são de R$ 1,8 bilhão para 2008, com instrumentos de gestão que irão garantir a qualidade do gasto e o cumprimento das metas. Na área de segurança pública, a meta é dar continuidade ao declínio dos indicadores de violência.


    “Em 2008, sobretudo com os investimentos que nós teremos, do Tesouro com as estatais, de R$ 9 bilhões, acredito que teremos condições de alcançar metas ainda mais ousadas. A avaliação que fazemos hoje é que, em inúmeras áreas, como a qualidade da educação, a interiorização da saúde, os investimentos em infra-estrutura rodoviária, em especial, e na segurança pública, avanços concretos ocorreram”, disse o governador em entrevista.


    Cidadão


    De acordo com o governador, Minas tem avançado como nunca ocorreu em sua história, de forma planejada, tendo como referência o cidadão. “Nunca, em nenhum um só instante, perdemos esse norte, esse referencial. Vamos continuar assim. Fazendo mais com menos. Decidindo com austeridade e responsabilidade. Contendo despesas e qualificando os gastos públicos, para aumentar sempre nossa capacidade de investimentos e assim, investir mais nas pessoas, na população. Mas também governando com sensibilidade, para priorizar o processo de desenvolvimento como um todo, sem deixar ninguém fora dele, em especial aqueles que mais precisam e os que menos têm”, disse durante seu discurso de abertura da Reunião Gerencial.


    O governador lembrou que foi graças ao Choque de Gestão, que organizou as finanças do Estado, que hoje o governo tem conseguido recursos para investir. “Nunca podemos nos esquecer que o equilíbrio fiscal foi a condição para a ampliação dos investimentos mais estratégicos para Minas, que se realizam por meio dos Projetos Estruturadores”, afirmou.


    Controle de metas


    Durante a solenidade, o governador assinou o Painel de Controle dos Compromissos para 2008, documento para monitoramento das metas estabelecidas para cada um dos 54 projetos estruturadores.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 13, 2007

    Da série: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Na entrda do plenário da Assembléia de Minas os líderes do PMDB, PSB buscam exercer o diálogo com o líder do governo, deputado Maurí Torres, em tempo de conclusão dos trabalhos de 2007. Na pauta, além do orçamento de 2008 do governo Aécio Neves - de 35 bilhões de reais - o projeto que dá anistia fiscal e reduz alíquotas de ICMS. Da esquerda para a direita: o deputado Adalclever Lopes, líder da bancada do PMDB; Vander Borges, líder do PSB; o líder do governo Maurí Torres(PSDB); Lafayette de Andrada (PSDB), que se destaca na defesa dos projetos do governo Aécio Neves, articulando com seus pares no Parlamento Mineiro e Ronaldo Magalhães, também do PSDB.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 13, 2007

    Da série: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. O ex-deputado estadual LUIZ CARLOS GAMBOGI, o mais novo membro do Conselho de Defesa Social, representando a OAB de Minas.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 13, 2007

    Assembléia de Minas aprova o nome do ex-deputado LUIZ CARLOS GAMBOGI para representante da OAB no Conselho de Defesa Social. A indicação foi do governador Aécio Neves.

    Foi aprovado parecer pela indicação do advogado Luis Carlos Balbino Gambogi como representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) na composição do Conselho de Defesa Social. Ele foi sabatinado pela Comissão Especial destinada a analisar sua indicação, em reunião na tarde desta quarta-feira (12/12/07). O relatório aprovado foi apresentado pelo deputado Durval Ângelo (PT), que considerou que o indicado respondeu satisfatoriamente a todas as questões colocadas e que possui vasto conhecimento acerca dos assuntos necessários ao cumprimento da função. "Vejo com muita alegria uma pessoa com seu currículo acadêmico e vida pública, indicado como candidato ao Conselho", elogiou o relator.
    Gambogi disse que defenderá, no Conselho, priorizar a disseminação da consciência cidadã, despertando nas pessoas a responsabilidade nas questões de segurança. Para ele, é importante envolver as escolas e os professores nesse trabalho.
    A atuação do advogado também seguirá a defesa de se aplicar medidas socioeducativas para substituir a prisão dos delinqüentes. "Elas podem ser mais baratas e mais eficazes", justificou. Segundo Gambogi, para reduzir a criminalidade, é preciso, ainda, que o Judiciário evite ações protelatórias de punição da elite que, em sua opinião, tem responsabilidade social e deve, sempre, ser exemplo para as pessoas. "Na medida em que é mau exemplo, a elite afrouxa as relações sociais e contribui para consolidar a cultura de que se pode fazer tudo, pois não há punição".
    Gambogi elogiou a atuação das Associações de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac), instituições que promovem a ressocialização dos presos, mas acredita que apenas os magistrados com formação humana e não somente técnica conseguem incentivar esse tipo de medida. Defendeu melhor qualificação dos profissionais que trabalham na área de segurança pública, a substituição das audiências presenciais por videoconferência como forma de reduzir gastos com o deslocamento do preso, e adoção do uso da tornozeleira eletrônica em presos liberados ainda em cumprimento de penas, para reduzir a superlotação das instituições prisionais no Estado. "No Brasil, temos que começar a fazer contas para reduzir gastos. O País tem um débito social muito grande com os mais pobres e é preciso economizar para poder investir mais recursos em educação, saúde e políticas públicas sociais".
    Reconhecimento - Os deputados que sabatinaram Luis Carlos Balbino Gambogi elogiaram o advogado. O presidente da comissão, deputado João Leite (PSDB) ressaltou o trabalho desenvolvido por ele na luta pela consolidação da democracia no País. Luiz Tadeu Leite (PMDB) lembrou a trajetória política do advogado no PMDB, partido pelo qual foi deputado estadual (1986 a 1990) e candidato a vice-governador na chapa de Ronan Tito, em 1990.
    Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-MG), Gambogi é mestre e doutor em Filosofia do Direito, professor da Fumec e presidente da Comissão de Assuntos Legislativos da OAB-MG. Foi chefe de gabinete da Secretaria de Estado de Educação e secretário-adjunto de Trabalho e Ação Social, no governo de Tancredo Neves. Fundou e é membro do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente.
    Presenças: Deputados João Leite (PSDB), presidente; Durval Ângelo (PT), relator; Luiz Tadeu Leite (PMDB) e Gláucia Brandão (PPS).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 13, 2007

    Em tempos de balanço anual. A honra que tivemos em receber a Medalha do Mérito Legislativo de Barbacena no Palácio da Revolução Liberal.


    O secretário de Indústria e Comércio de Barbacena, Flávio Dani,
    o prefeito Martin Andrada
     e JCAmaral.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 13, 2007

    TERREMOTO no norte de Minas. Governo estadual, através da COHAH, aonde serão construídas casas para os desabrigados no povoado de Caraíbas - Itacarambi - norte de Minas.









                                                              Definida primeira área
                                                             para reconstruir casas 
                                                                     em Itacarambi

     

    A escolha do bairro São José para a reconstrução das casas, em Itacarambi, foi acertada, nesta quarta-feira (12), após reunião do técnico enviado à cidade pela Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab-MG), arquiteto-urbanista Cláudio Beleza, com os pesquisadores do Departamento de Sismologia da Universidade de Brasília e com representantes da Prefeitura do município, que é proprietária da área. Em seguida, a alternativa foi apresentada aos moradores de Caraíbas, que concordaram em passar a morar em novo local, desistindo de retornar ao distrito por causa do risco de novos tremores.
    O bairro São José foi definido como área para a implantação das moradias, mas a Prefeitura de Itacarambi está em entendimentos com a Agropecuária Colonial para adquirir uma área contígua, de modo a comportar todo o conjunto. As casas a serem construídas deverão ser do padrão adotado no Programa Lares – Habitação Popular, cujo projeto já está pronto e pode receber com facilidade alguma adaptação, como o reforço da fundação, se for necessário.  
    Sondagem
    Nesta quinta-feira (13), a Companhia também já começou a elaborar o orçamento do custo de construção e implantação das 76 casas. E nesta sexta (14), o diretor de Desenvolvimento e Construção da Cohab, engenheiro José Antônio Cintra, receberá o relatório minucioso do técnico enviado ao local. Atendendo determinação do governador Aécio Neves, o presidente da Companhia, Teodoro Alves Lamounier, orientou a empresa a dar máxima prioridade e celeridade ao atendimento dos moradores de Caraíbas. 
    Nos próximos dias, será iniciada a sondagem do subsolo e o levantamento topográfico preliminar do Bairro São José, escolhido no município de Itacarambi para receber as casas que serão construídas pelo Governo de Minas, por meio da Cohab, para abrigar as vítimas do tremor de terra ocorrido no distrito de Caraíbas.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 13, 2007

    ESFORÇO CONCENTRADO NA ASSEMBLÉIA DE MINAS. Presidente Alberto Pinto Coelho estabelece com o Colégio de Líderes quais os projetos serão colocados na pauta votação até dia 20. Confira os detalhes da matéria que veio do www.almg.gov.br

    O presidente da Assembléia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Alberto Pinto Coelho (PP), anunciou nesta quinta-feira (13/12/07), após reunião com o Colégio de Líderes da Casa, que será feito um esforço concentrado para concluir a votação de todos os projetos prioritários até o dia 20 de dezembro. A partir de terça-feira (18), a perspectiva é de convocação de reuniões extraordinárias em todas as manhãs e noites, até a conclusão dos trabalhos. Durante a reunião desta tarde, o líder do Governo, deputado Mauri Torres (PSDB), entregou ao presidente uma lista de 17 projetos prioritários. Até o início da próxima semana, esta pauta mínima deverá ser ampliada com proposições de interesse de cada bancada.
    Dos 17 projetos de lei, 15 são de autoria do governador, mais o PL 755/07, do deputado Vanderlei Miranda (PMDB), que dispõe sobre as organizações da sociedade civil de interesse público (Oscips); e o PL 1.760/07, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que cria cargos no quadro dos Serviços Auxiliares da Secretaria do órgão. O presidente da Assembléia disse não acreditar que seja necessário estender as votações para além do dia 20. "Naturalmente, quando chegar próximo ao dia 20, nós mesmos, junto com a Mesa Diretora e o Colégio de Líderes, faremos um balanço. Se necessário for, estudaremos a extensão dos trabalhos por mais alguns dias. Mas tudo leva a crer, e faremos todo o esforço no sentido de até o dia 20 podermos encerrar os trabalhos", declarou Alberto Pinto Coelho.
    Projeto do ICMS demanda entendimento
    Está na lista prioritária o PL 1.585/07, que modifica a legislação tributária do Estado, alterando alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para diversos produtos. De todas as propostas em tramitação, é a que vem demandando maior entendimento. Em reunião de Plenário ocorrida na última quarta-feira (12), o PL 1.585/07 recebeu 50 emendas de parlamentares. O relator do projeto, deputado Jayro Lessa (DEM), afirmou que metade das emendas são matéria vencida, e foram rejeitadas de pronto. Na reunião com o presidente, ele se comprometeu a analisar as demais 25 até segunda-feira (17). A intenção é votar a proposta em Plenário na terça-feira (18).
    O presidente Alberto Pinto Coelho defendeu a aprovação da proposta. "Há uma disposição firme do Parlamento de buscar uma solução, um entendimento, para que possamos sair daqui com a aprovação deste projeto, que é muito importante para Minas Gerais", declarou o presidente. Ainda que devam ocorrer ao menos seis reuniões extraordinárias de Plenário na próxima semana, os parlamentares não receberão remuneração extra em função disso. A razão é que a lei limita o pagamento a oito reuniões extraordinárias mensais. Como a nona reunião aconteceu nesta quinta (13), o limite já foi alcançado.
    Conheça a lista de projetos priorizados pelo governo:
    PL 30/07
    - Dispõe sobre a política estadual de incentivo à inovação tecnológica, e visa estimular a criação de ambientes especializados e cooperativos de pesquisa, capacitando as empresas mineiras e estabelecendo mecanismos para a rápida conversão dos resultados das pesquisas em processos geradores de capital.
    PL 598/07 - Regulariza o ressarcimento da Cemig Distribuição S.A. por gastos com a execução do Programa de Eletrificação Rural do Noroeste do Estado (Pronoroeste) até o limite de US$ 10 milhões, por meio de alteração da Lei 15.552, de 2005, que autoriza o Poder Executivo a contratar operação de crédito com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), destinada à execução do programa.
    PL 755/07 - De autoria do deputado Vanderlei Miranda (PMDB), altera regras de qualificação e funcionamento das organizações da sociedade civil de interesse público (oscips). O substitutivo do projeto inclui propostas originárias do PL 1.582/07, de autoria do governador, que foi anexado ao PL 755/07, por tratar do mesmo tema.
    PL 1.584/07 - Muda a Lei 14.941, de 2003, no que trata do Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITCD), como hipóteses de incidência, definição de alíquotas e de isenção. O objetivo é ajustar a lei estadual à Lei Federal 11.441, de 2007.
    PL 1.585/07 - Altera a Lei 6.763, de 1975, que consolida a legislação tributária do Estado, fazendo alterações relativas a taxas e ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). O projeto autoriza o Poder Executivo a reduzir a carga tributária de materiais elétricos e de construção, iogurtes, leites fermentados e produtos destinados a órgãos públicos e hospitais, entre outros pontos.
    PL 1.615/07 - Estabelece o Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG) para o período 2008-2011.
    PL 1.616/07 - Dispõe sobre o Orçamento do Estado para 2008, estimando a receita e fixando a despesa em R$ 35,59 bilhões.
    PL 1.676/07 - Autoriza o Tribunal de Justiça Militar a suplementar seu orçamento para 2007 em até 5%, o que equivale a R$ 1.324.247,00.
    PL 1.677/07 - Altera a legislação relativa ao Acordo de Resultados e ao Prêmio por Produtividade no âmbito do Poder Executivo. Esses mecanismos são decorrentes da Reforma do Estado feita no texto da Constituição da República, por meio da Emenda Constitucional 19, de 1998. Foi motivo de divergência e deve ficar para 2008.
    PL 1.737/07 - Autoriza o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) a abrir suplementação de R$ 141.971.144,65 - valor elevado para R$ 161.971.144,65 por meio de emenda do governador.
    PL 1.738/07 - Autoriza a abertura de crédito suplementar ao Orçamento do Estado em favor do Ministério Público, no valor de R$ 47.628.862,12.
    PL 1.760/07 - De autoria do TCE) cria 39 cargos no quadro dos Serviços Auxiliares da Secretaria desta instituição.
    PL 1.770/07 - Altera as Leis Delegadas 120, 123, 174 e 175, de 2007, e a Lei 11.456, de 1994. As mudanças propostas afetam, entre outros órgãos, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, a Secretaria de Estado de Fazenda e a Junta Comercial do Estado de Minas Gerais, além do Grupo de Direção e Assessoramento do Quadro Geral de cargos de provimento em comissão. A proposta também restabelece os valores da Vantagem Temporária Incorporável (VTI), instituída pela Lei 15.787, de 2005, para alguns cargos de comissão.
    PL 1.805/07 - Altera Lei Delegada 124/07, criando a Assessoria Técnico-Consultiva na estrutura da Secretaria de Estado de Governo.
    PL 1.854/07 - Altera várias leis delegadas que tratam da política remuneratória de servidor público do Poder Executivo. Entre outros pontos, o projeto cria a Gratificação de Escolaridade, Desempenho e Produtividade Individual e Institucional (Gedama), possibilita a ampliação da jornada de trabalho de servidores da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) e disciplina, em seu artigo 12, a utilização de recursos do Fundo de Recuperação, Proteção e Desenvolvimento Sustentável das Bacias Hidrográficas (Fhidro).
    PL 1.876/07 - Reajusta os valores das tabelas de vencimento básico das carreiras do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha). O mesmo projeto também altera dispositivos da Lei 14.693, de 2003, que institui o Adicional de Desempenho (ADE) no Poder Executivo.
    PL 1.879/07 - Autoriza o Poder Executivo a contratar operação de crédito com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), no valor correspondente a um máximo de R$ 1,9 bilhão. De acordo com o projeto, o recurso deverá ser investido nos programas previstos no Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI) ou utilizado na amortização da dívida estadual.
    Análise adiada - Algumas proposições legislativas já foram definitivamente descartadas da pauta de final de ano, e só devem votadas em 2008. Algumas propostas de autoria do governador que estão nessa situação são o PL 1.583/07, que cria a Taxa de Controle e Fiscalização Ambiental; o PLC 35/07, que permite a quitação da dívida do Estado com o Ipsemg; o PL 1.269/07, que institui a Política Estadual de Resíduos Sólidos; o PL 596/07, que institui o monitoramento eletrônico do transporte e do consumo de carvão vegetal em Minas; o PL 1.416/07, que cria o Conselho Estadual de Saneamento Básico (Cesb). Também está adiada para 2008 a análise do PLC 34/07, do TCE, que modifica a Lei Orgânica dessa instituição.





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 13, 2007

    NO MUNDO DA PROPAGANDA MINEIRA. Flashes do Jantar da Propaganda - promovido pelo SINAPRO - nos salões do Hotel Mercure, aqui em BH.


                       João Salles da BAND, Fernando Campos da SOLUTION e Emanuel Carneiro da Rádio Itatiaia.


    Gilberto Siqueira, da PUB PUBLISHER e diretor financeiro do SINAPRO, Paulo César de Oliveira, homenageado da noite pela excelente revista ENCONTRO e Hélvécio Flores da 18 Comunicação.


    Luiz Carlos Costa recebendo homenagem pelo tradicional e influente jornal de Economia, DIÁRIO DO COMÉRCIO e o Fernando Campos da SOLUTION.


    Geraldo Teixeira da Costa recebe diploma de mérito pela TV ALTEROSA. Destaque entregue pelo vice-presidente do SINAPRO, Adolpho Resende.


    Emanuel Carneiro recebe o diploma Personalidades da Propaganda, entregue pelo presidente do SINAPRO, Juliano Sales.


    O publicitário Carlos Morici, ex-Rede Globo e atual assessor especial da presidência da Assembléia Legislativa de Minas; Edson Sabino, diretor comercial da REDE GLOBO MINAS; o deputado Domingos Sávio, PSDB e Líder da Maioria e JCA.


    Encontro de duas gerações da melhor publicidade mineira: Adolpho Resende, vice-presidente do SINAPRO e o pai dele, o consagrado publicitário, Álvaro Resende da RC PROPAGANDA.


    Luiz Carlos Bernardes da TV BAND e Luiz Tito, diretor Comercial do jornal O TEMPO.


    Waldemer Piló, José Amaro, o Zinho, assessor de imprensa da Rede Globo Minas e Renato Bergo.


    Juliano Sales, Alexandre Davis, Almir Sales (pai de Juliano, novo pres. SINAPRO), Wagner Espanha e Adolpho Resende, vice-pres. SINAPRO.

    A presença feminina no jantar do SINAPRO: Araceli Mesquita, Claudia Lopes e Renata Costa.


    Daniel Barros - voz de veludo da locução de comercial em Minas - Márcia Figueiredo e Paula Barbosa.


    Palova Parreiras e Zé Maria Vargas.


    Juliano Sales - novo presidente do SINAPRO - e Zé Maria Vargas, ex-presidente e atual presidente da FENAPRO.

    COMENTÁRIO:
    João, parabéns!!
    Acabei de ver o material que você produziu no evento do Sinapro/MG e tudo está da melhor categoria, como é usual em sua vida e especialmente, neste blog.
    Receba o abraço carinhoso de seu amigo velho e velho amigo,
     Carlos Morici




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 13, 2007

    ANISTIA nos Correios.

     

    Mais 15 ex-funcionários dos Correios
    devem voltar ao trabalho

    Trabalhadores foram demitidos
    há anos por participação em greve

    O Ministério das Comunicações publicou no Diário Oficial da União, desta sexta-feira (07/12), a anistia concedida a mais 15 ex-funcionários da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos).
    Eles foram beneficiados pela Lei 11.282 de 2006 e serão reintegrados aos quadros da empresa com contagem do tempo de serviço, progressão salarial e contribuições previdenciárias acumulados desde a época da demissão.
    A Comissão Especial de Anistia do ministério é responsável por conduzir o processo de declaração da anistia em todo o país. Agora a empresa deve readmitir os funcionários demitidos por participação em movimentos grevistas no período de 4 de março de 1997 a 23 de março de 1998.
    Outros ex-trabalhadores dos Correios que estão na mesma condição e ainda não entraram com o processo para serem readmitidos, podem procurar a comissão especial no telefone/fax (61) 3445 7960.
    Para ver a lista dos anistiados acesse. 
    http://www.mc.gov.br/sites/700/719/00001522.pdf


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 13, 2007

    SERVAS em Ação, tendo à frente Andreia Neves. Benefícios foram para o Hospital Infantil João Paulo II da rede da Fhemig. Confira detalhes.









                               Servas entrega brinquedoteca e sala de cinema a hospital

     









    Lúcia Sebe/Secom MG

    A partir de agora, crianças internadas no Hospital Infantil João Paulo II, da Rede Fhemig, contarão com mais uma terapia para auxiliar na recuperação e na alta médica.  O Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) e o Governo de Minas inauguraram, nesta quarta-feira (12), a Brinquedoteca Estação Alegria, o Cinema Solidário e o apoio recreativo no ambulatório do hospital. 


    A brinquedoteca fica no 3º andar, onde hoje já existe uma sala de recreação. O projeto foi idealizado por Ronaldo Goodson e reproduz uma divertida estação de trem. Os móveis são modulares e podem ser adequados a qualquer espaço dentro das unidades. Com isso, até mesmo as crianças impossibilitadas de saírem dos leitos poderão desfrutar dos benefícios da brinquedoteca, já que a equipe, formada por recreadores, terapeutas ocupacionais e psicólogos (funcionários do HIJPII), poderão ir aos ambulatórios com os brinquedos.


    Para a presidente do Servas, Andrea Neves, a inauguração das unidades “mais do que o apoio para mães e alegria para as crianças, tem ainda o simbolismo maior do gesto de afeto, de mostrar que ninguém está sozinho”. Ela ressalta ainda “o talento e a sensibilidade dos parceiros, marcas da obra, elementos fundamentais da equação da multiplicação, que contribui para construir pontes no sentido de transformar a realidade em Minas Gerais”.


    O novo espaço é equipado com brinquedos didáticos, televisão, DVD, som, materiais educativos, fantoches, livros, revistas e jogos infantis. Assim que foi inaugurada a brinquedoteca, Sthefany da Silva Santos, 5 anos, buscou logo um brinquedo para se divertir. A mãe da criança, a dona de casa Sandra da Silva Santos, 25 anos, contou que a menina está internada no hospital há mais de 20 dias, em função de uma catapora, pneumonia e princípio de derrame. “Acompanho minha filha durante 24 horas. Acho legal ter muitos brinquedos para as crianças. Espero que ajude mesmo na recuperação dela”.


    Cinema Solidário


    Os cerca de 300 acompanhantes que passam o dia na unidade poderão, também, ter um momento de distração, com a instalação do Cinema Solidário, projeto do Servas, em parceria com o Governo de Minas. O projeto vai funcionar no auditório do hospital, próximo à diretoria, e exibirá filmes para crianças internadas, mães e acompanhantes. Os espaços vão funcionar de segunda a sábado das 8h às 18h, com monitoramento de uma terapeuta ocupacional, uma psicóloga e quatro recreadores.


    Todo o material  da brinquedoteca e da sala de cinema será garantido por um grupo de voluntários, que assinaram convênio com o Hospital Infantil, como a Federação Israelita de Minas Gerais e o Governo de Minas. “É uma grande doação, porque brincadeira é coisa muito séria. Além de se divertirem, as crianças, ao freqüentarem o espaço, fazem uma terapia importante para a recuperação Já desenvolvemos várias atividades com as crianças e agora vamos poder intensificá-las”, afirmou a diretora geral do Hospital Infantil João Paulo II, Helena Maciel.


    Expansão


    Essa é a segunda brinquedoteca entregue pelo Servas aos mineiros. A primeira foi instalada na Santa Casa de Belo Horizonte, em outubro deste ano.


    A presidente do Servas, Andrea Neves, afirmou que a brinquedoteca tem que privilegiar hospitais em que haja um número suficiente de crianças internadas. A proposta é que essa experiência se estenda aos hospitais Regional Doutor João Penido, em Juiz de Fora, e Regional Antônio Dias, em Patos de Minas, ambos da Rede Fhemig, ainda no primeiro semestre do próximo ano.


    Andrea Neves agradeceu as empresas parceiras que possibilitaram a realização dos projetos. “A experiência do Servas mostra que essa iniciativa faz muita diferença para as crianças e para as mães. Há crianças que ficam internadas por anos em um hospital. A partir de agora, elas terão uma rotina da brincadeira, o que permitirá desligar um pouco do sofrimento  e da dor”. Ela destacou o importante trabalho desenvolvido pela equipe médica.


    O presidente da Fhemig, Luís Márcio Araújo Ramos, ressaltou que a parceria com o Servas vai possibilitar fortalecer a humanização no atendimento. “Temos no hospital crianças que precisam ficar internadas por alguns dias,  e, com certeza, a brinquedoteca fortalece o aspecto da humanização, já que o ambiente hospitalar não é muito agradável a crianças”.


    Referência infantil


    O Hospital Infantil João Paulo II (antigo CGP) foi criado em 1982, sendo hoje referência estadual em atendimento a crianças com doenças infecto-contagiosas e complexas e em urgência e emergência pediátricas, principalmente para Belo Horizonte e Região Metropolitana. Diariamente, são realizadas de 280 a 300 consultas. A unidade também é referência para internação de média e alta complexidades.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 13, 2007

    Prefeito de Desterro do Mello sai na frente e discute TURISMO REGIONAL. Ele´está desenvolvendo o projeto VIA VERDE - o maior da região daq zona da mata e vertentes. Desterro do Mello fica a 200kms de BH e 32 de Barbacena - no caminho do meio da Estrada Real.

                                                                        TURISMO

    FAZENDO BEM FEITO

    O Município de Desterro do Melo abriu as portas para um Encontro em que foi discutido Turismo local e na região.
    O Encontro contou com a presença do Prefeito Municipal de Desterro do Melo Ruy Barbosa Fernandes acompanhado de sua esposa Edwiges Cavalieri, de turismólogos, prefeitos de municípios vizinhos e pessoas da comunidade local.
    O Prefeito Ruy Barbosa Fernandes em abertura colocou em pauta a importância de um Projeto turístico ressaltando ser o "Turismo hoje", o caminho certo para as políticas públicas. No mesmo foi discutido o Projeto "Bem-vindo cicloturista".
    Destacou-se nas discussões, o Projeto de Articulação do Circuito Turístico Nascente do Rio Doce, apresentado por Reginaldo Carvalho, um circuito na qual engloba municípios de toda a região destinado a desenvolver a atividade turística regional de forma sustentável, por meio da integração contínua dos municípios, consolidando uma identidade regional.
    A apresentação de Jussara, Superintendente de Fomento e Desenvolvimento do Turismo da Secretaria de Estado de Turismo, destacou-se na exposição das discussões em torno da "Identidade Mineira", como construir em métodos técnicos essa identidade, como fazer de Minas um atrativo turístico de grande relevância no país, salientou que para isso é necessário o reconhecimento e capacitação, para fazer de Minas um cenário em destaque nos roteiros turísticos do país e do mundo.
    Finalizou o Encontro Iluska mostrando as potencialidades do município de Desterro do Melo, ressaltando a importância da implantação do Projeto Via Verde no município, de modo a reconhecer Desterro do Melo na identidade de Minas. O Evento durou todo o dia, na parte da manhã foi feita uma visita à Via Verde, à tarde almoço e café colonial, momentos de descontração.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 13, 2007

    Senado acaba de derrubar o IMPOSTO SOBRE O CHEQUE - a famosa CPMF. São 1 e 20 da madrugada.

    Acabou! A CPMF foi derrotada no senado. Foram 45 votos a favor e 34 contra. Mas o governo precisada de 49 votos a favor, já que se tratava de uma emenda constitucional. A oposição comeorou e muito. A situação calou-se!
    Nós gostamos da decisão do senado. O que o governo federal precisa fazer é cortar na carne, nos gastos e não estrangular nós ouitrosm contribuinte que já pagamos uma das mais altas cargas tributárias do planeta.
    Ao governo Lula restou um consolo: segundo a pesquisa CNI/Ibope, o presidente Lula teve sua popularidade emm dezembro a maior de seu governo: pulou de 41 pata 48%. Por hoje é só. Vou dormir. O governo não! Também pudera!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 12, 2007

    Da série: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. No Jantar da Propaganda deste ano - promovido pelo SINAPRO - a Revista ENCONTRO foi destacada. A honraria conquistada pela excelente revista - com tiragem de 50 mil exemplares - foi entregue a seu editor-geral, o jornalista Paulo César de Oliveira. Parabéns. Muito merecido!


    Da esquerda para a direita: o empresário Salvador Ohama - leila-se Lojas KLUS - o diretor-geral da Rádio Itatiaia - tambérm homenageada pelo Sinapro - e o jornalista Paulo César de Oliveira.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 12, 2007

    O livro DIREITO ELEITORAL do doutor em Direito Civil, Procurador Regional Eleitoral e Procurador da República em Minas, será lançado amanhã, quinta-feira, dia 13. Será na Livraria Del Rey - bairro Santo Agostinho - perto do Banco Central. Rua Coelho de Souza, 120. Vale conferir!

                               Lançamento do livro Direito Eleitoral
    O autor José Jairo Gomes, lança nesta quinta - feira, 13 de dezembro, das 19hs às 22hs, o livro Direito Eleitoral, na Livraria Del Rey Santo Agostinho, Rua Coelho de Souza, 120, ao lado do Ed. Wall Street em Belo Horizonte.  
    A
    obra trata do Direito Eleitoral. Essencial à concretização do regime democrático de direito desenhado na Lei Fundamental, da soberania popular, da cidadania e dos direitos políticos, por esse ramo do direito passam toda a organização e o desenvolvimento do certame eleitoral, desde o alistamento e a formação do corpo de eleitores até a proclamação dos resultados e a diplomação dos eleitos. 
    2008 – ISBN 978-85-7308-931-8 / Broch. – 488p. – 17,0x24,0cm – R$ 69,90


                                                     

    José Jairo Gomes é Doutor em Direito Civil pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG.
    É Procurador Regional Eleitoral e Procurador da República em Minas Gerais. Foi Promotor de Justiça de 1993 a 1997.

    Após aprovado em concursos públicos de provas e títulos, foi nomeado: Juiz Federal Substituto no Tribunal Regional Federal – TRF da 3º Região (1996), Juiz Federal Substituto no Tribunal Regional Federal – TRF da 1º Região (1997) e Professor Adjunto da Faculdade de Direito da UFMG (2006).
    O livro pode ser adquirido nas livrarias Del Rey, pelo site www.delreyonline.com.br ou nas melhores livrarias do país.
    Outras Informações:
    Fátima Avelar – Assessoria de Comunicação - (31) 3273 2971
    mktcomunicacao@delreyonline.com.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 12, 2007

    A MINASCON - Feira da Construção - pilotada pelo empresário Teodomiro Diniz Camargos - presidente das Câmara da Indústria da Construção da Construção da FIEMG - amplia leque de expositores para o ano quevem. Serão expositores de mais de 50 setores da cadeia produtiva do setor. São esperadas para 2008 cerca de 20 mil visitantes que virão de todo o Estado para o evento - no período de (16 a 20 de setembro de 2008) no Centro de Feiras e Exposições da Gameleira, aqui em BH. As informações foram enviadas ao nosso BLOG DE NOTÍCIAS pela jornalista Cristiane Araújo.

    Minascon/Expo Construção
    recebe apoio do Governo do Estado


     

    O bom momento que o setor da construção vem vivendo despertou no Governo do Estado o interesse em apoiar, desde já, um grande evento para movimentar o turismo de negócios em Belo Horizonte: a Expo Construção Minas 2008, que reunirá expositores variados de mais de 50 setores da cadeia produtiva do setor e pretende atrair um público de 20 mil visitantes de toda Minas Gerais.

    Ontem, no fim do dia, o secretário de Estado de Governo, Danilo de Castro, se reuniu com o diretor da Fagga Eventos, Antônio Júnior, e com Teodomiro Diniz Camargos, presidente da Câmara da Indústria da Construção da Fiemg, para acertar a participação do governo no projeto.

    A Fagga é uma das maiores empresas do ramo de eventos do país, com mais de 40 anos de atuação. A empresa se uniu à CIC-Fiemg para dar suporte ao Minascon, evento unificado da cadeia produtiva da construção comandado por Diniz Camargos, e vem recebendo a adesão de variados segmentos.

    Já confirmaram presença no Minascon/Expo Construção, a Fenavid - 8ª Feira Nacional do Vidro, Alumínio, Molduras e Cia; o Fonarc – Fórum Nacional de Arquitetura e Construção; o I Salão de Pedras Ornamentais, Mármores e Granitos; o Fórum de Habitação de Interesse Social; Mostra de Casas Populares, dentre outros.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 12, 2007

    HOJE - 12 de dezembro - Belo Horizonte chega aos seus 110 anos. Prefeito Fernando Pimentel, do PT, divulgou mensagem: " gratidão pelas conquistas alcançadas, compromisso para continuar e esperança para renovar as possibilidades de consolidar Belo Horizonte no século XXI como espaço de convivência, solidariedade, caridade, dignidade, ética e cidadania".







    Missa em Ação de Graças 
    abre as comemorações do aniversário da cidade


    Gratidão pelas conquistas alcançadas, compromisso para continuar e esperança para renovar as possibilidades de consolidar Belo Horizonte no século XXI como espaço de convivência, solidariedade , caridade, dignidade, ética e cidadania. Esta a síntese da mensagem que o prefeito Fernando Pimentel dirigiu, emocionado, aos cidadãos belo-horizontinos, aos governos Federal e Estadual, à equipe de governo e servidores, aos vereadores, às empresas e a outras instituições parceiras da cidade, durante a Missa de Ação de Graças pelos 110 anos, que abriu o dia 12 de dezembro na Catedral da Boa Viagem.
    "É uma cidade de esperança que se concretiza a cada momento", comentou o bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte e reitor da PUC Minas, dom Joaquim Giovani Mol, celebrante da cerimônia. "A palavra é de otimismo: Belo Horizonte é uma cidade que merece o povo que tem, merece o poder público que tem, merece as lideranças que tem", analisou.
    O vice-prefeito Ronaldo Vasconcelos, o presidente em exercício da Câmara Municipal , Henrique Braga, alunos da rede pública e servidores também participaram da liturgia , acompanhada pelo coral Madrigal Renascentista.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 12, 2007

    Momentos registrados pelo nosso BLOG DE NOTÍCIAS - que chega a mais de 600 mil acessos - neste ano de 2007. As fotos foram feitas no gabinete do ministro das Comunicações, senador Hélio Costa em Brasília.


    JCA e Carlos Henrique Custódio,
     presidente dos Correios.

     
    JCA, Custódio, pres. Correios
    e o adogado Zé Artur,
    chefe de gabinete
    do ministro Hélio Costa.


    Advogado Zé Artur
    e Carlos Henrique Custódio.

     
    Zé Artur e Custódio.


    JCA e Zé Artur.

     
    JCA e o Assessor de comunicação
    do ministro Hélio Costa,
    o jornalista barbacenense,
    Marcelo Gonçalves.

     
    Marcelo, Custódio e Zé Artur.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 12, 2007

    Da série: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS.


    Da esquerda para a direita:
    o editor jurídico Arnaldo Oliveira
     - leia-se Editora Del Rey -
    o advogado Expedito Euzébio da Silva,
    Ricardo Fiúza e o ministro Adhemar Maciel,
    que lança livro dia 19 de dezembro,
    pela Esditora del Rey,
     com o título "Memórias de um Juiz".


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 12, 2007

    O ex-deputado federal Glauco Terra Pinto Jr. será o novo Diretor Regional da ANVISA em Minas. Ele aguarda o ato do ministro da Saúde. O nome de Glauco Jr. foi indicado pela bancada federal do partido dele, o PMDB.

    A informaçãop, em primeira mão, nos foi passada pelo próprio futuro diretor da Anvisa em Minas, Glauco Terra Pinto, com quem almoçamos  - acompanhado da mulher dele Ana Maria e da filha do casal.
    Também  os pais do ex-deputado, o ex-deputado estadual e atual vice-presidente da Imprensa Oficial, Glauco Terra Pinto e a mulher dele amoçaram  no gostoso e elegante Restaurante VILLA GIANNINA - ex- Villa Chiari - montado há poucos meses ao lado do Palácio da Inconfidência - Assembléia Legislativa de Minas - quase em frente ao Vechio Sogno.
    Quanto ao novo Diretor Regional da Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária - o ex-deputado federal pelo PMDB de Minas, Glauco Jr, ele já exerceu aqui no Estado no governo Lula os cargos de responsável pela Fundação Ncional de Saúde e a Diretoria do Escritório Regional do Ministério da Saúde.
    Parabéns e sucesso a ele na nova diretor regional da Anvisa, cujo ato deverá sair no Diário da União até o final do ano. Fica o registro!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 12, 2007

    Habemos novo presidente do senado federal: é o senador Garibaldi Alves, do rio Grande do Norte, aonde foi governador.

    Ele foi eleito por 70 votos, dos 78 senadores presentes no plenário. Seis senadores votaram contra. Dois se abstiveram e três não compareceram à sessão que acabou a pouco, lá em Brasília.
    Na primeira fila, assistindo à pose de seu sucessor, estava o senador Renan Calheiros, que renunciou ao cargo. Garibaldi Alves assumiu dizendo no discurso de posse que o trabalho dele é recuperar a imagem do senado.
    Já a CPMF deverá ser votada ainda nesta tarde, ou amanhã.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 12, 2007

    Praça da Liberdade vai continuar a ser preservada com verba da iniciativa privada. Nos próximos dois anos A VALE vai investir nela 800 mil reais. Prefeito de BH, Fernando Pimentel assinou convênio com a VALE renovando o convênio de manutenção do nosso cartão postal.








                    Vale renova convênio com a Prefeitura e investe na Praça da Liberdade


    O prefeito Fernando Pimentel assinou a renovação do convênio de manutenção e preservação da Praça da Liberdade com a Vale, empresa que incorporou a MBR, adotante do local há mais de 15 anos. Nos próximos dois anos, a Vale vai investir cerca de R$800 mil na manutenção dos jardins e preservação do estilo arquitetônico da década de 1920, que inclui estátuas, chafarizes, coreto e traçado característico. A primeira intervenção já está em curso e substitui os ciprestes pelos buxinhos (Erythoxylum buxus Peyr ), usados naquele período.
    "É uma alegria para nós, no aniversário de Belo Horizonte, registrar que esta é uma cidade que tem essa parceria com grandes empresas para a manutenção do seu patrimônio", comemorou o prefeito. Ele atribui conquistas como essa ao modelo de gestão adotado pela capital, que permite a solução dos problemas de forma compartilhada com a cidade, com as empresas, com a sociedade, com os outros níveis de governo. "Nós somos uma das melhores cidades do mundo para se viver", concluiu.
    Também participam do convênio o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Ambiental (Iepha) e a Polícia Militar, que passa a contar com a colaboração da Guarda Municipal para garantir a segurança do local. Para o diretor de Ferrosos Sudeste da Vale, Silmar Magalhães Silva, "tanto a Guarda quanto a Polícia Militar são essenciais para o cuidado de uma praça tão bonita e importante para a cidade".


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 12, 2007

    A ANIVERSARIANTE de hoje - 12 de dezembro - é a nossa Beagá! Está fazendo 110 anos! Parabéns!








                       Prefeitura inaugura primeira iluminação especial de Natal nas vilas


    A Prefeitura inaugurou a iluminação de Natal da Praça Sete, no Centro da capital. No mesmo horário , seis vilas e aglomerados da cidade também ganharam decoração especial para as festas de fim de ano, uma iniciativa inédita na história de Belo Horizonte.

    "O objetivo é incluir toda a cidade nas celebrações de Natal. Além disso, é uma maneira de comemorar com todos os moradores o aniversário de 110 anos da capital", explica o vice-coordenador da Comissão de Celebração do Aniversário da Cidade, Flávio Carsalade .

    Dentro do conceito de descentralização, foram montadas árvores iluminadas , de 14 metros de altura, na Pedreira Prado Lopes, na Vila São José, no Morro das Pedras, no Taquaril, no Aglomerado da Serra e na Barragem Santa Lúcia. Várias ruas também receberam iluminação especial, totalizando 85 mil metros de cabos com lâmpadas .

    Nesta quarta-feira, dia 12, a grande expectativa é pela inauguração da iluminação da árvore de Natal da Lagoa da Pampulha, que flutua no espelho d' água perto da Igreja de São Francisco de Assis.

    No coração da cidade, a iluminação da Praça Sete conta com um anjo de 3 metros cercado por 40 strobolights (luzes piscantes). A decoração de Natal da capital reproduz uma revoada de anjos que, como mensageiros de boas novas , parte de pontos arquitetônicos simbólicos da região central em direção à Lagoa da Pampulha, para acender hoje às 19h30, dia do aniversário de Belo Horizonte, uma imensa árvore flutuante. O monumento tem 30 metros de diâmetro e 55 metros de altura, o equivalente a um prédio de 18 andares, em uma área próxima à Igreja de São Francisco de Assis.

    A contagem regressiva para as comemorações dos 110 anos da cidade começou na sexta-feira, dia 7, com a iluminação da Praça da Estação. No sábado, dia 8, foi a vez da Praça da Savassi, na segunda-feira, dia 10, a Praça da Rodoviária ganhou as luzes de Natal, e ontem, véspera do aniversário, a Praça Sete recebeu a decoração. A iluminação de Natal de Belo Horizonte foi toda patrocinada pelas seguintes empresas Banco BMG, Banco Mercantil do Brasil, Unimed BH, Drogaria Araújo, Minas Seguros, V & M do Brasil e Multiplan.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 12, 2007

    O COLÍRIO desta quarta-feira, vem mais uma vez, da coluna do meu amigo César Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.


    Bruna Braga clicada na festa Ultra,
    no La Rocca

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 12, 2007

    Agora é prá valer!. Brasilinha, porjetada pelo gênio Oscar Niemeyer sai da prancheta para entrar para a história . A meta é inaugurar o Centro Adiministrativo dentro de dois anos.









                           Governador anuncia início das obras do Centro Administrativo

     









    Wellington Pedro/Imprensa MG

    As obras do novo Centro Administrativo do Estado de Minas Gerais começam esta semana, com os primeiros serviços de montagem do canteiro de obras e, logo em seguida, os trabalhos de terraplanagem. O anúncio foi feito nesta terça-feira (11), pelo governador Aécio Neves, após visita ao arquiteto Oscar Niemeyer, no Rio de Janeiro. A ordem de serviço para o início das obras foi assinada na segunda-feira (10). O projeto do Centro Administrativo é de Oscar Niemeyer.

    "Quero que em dois anos nós possamos estar com o Oscar Niemeyer novamente em Minas, onde começou grande parte de sua produção que ultrapassou os limites do país e ganhou o mundo. Portanto, é um privilégio poder estar aqui, trazendo a ele um abraço dos mineiros, mas trazendo também essa boa notícia de que a sua nova grande obra, em Minas Gerais, já está em pleno andamento", disse Aécio Neves, em entrevista, após o encontro.

    O Centro Administrativo é um conjunto de edificações, com projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer, a ser erguido no terreno do antigo hipódromo Serra Verde, em uma área de 804 mil m² às margens da Linha Verde, na Região Norte de Belo Horizonte. O conjunto abrigará toda a estrutura da administração direta e indireta, com o Palácio de Governo, as 17 secretarias e demais órgãos estaduais. A proposta é concentrar e melhorar os serviços e reduzir os custos da máquina pública.

    "Estou tendo o privilégio de trazer ao mestre Oscar Niemeyer, às vésperas do seu centenário, aquilo que eu acho que é um presente para nós mineiros, mas também certamente para ele, que tem na obra do Centro Administrativo como uma das grandes realizações dessa sua fase de trabalho", disse o governador.

    O Centro Administrativo do Estado de Minas Gerais é um dos mais complexos projetos de Oscar Niemeyer, que completa 100 anos de vida no próximo dia 15. O projeto traz inovações até mesmo se comparado com o conjunto de obras do arquiteto. O empreendimento terá seis edificações divididas em duas torres de 15 andares, cada uma, que abrigarão as secretarias de Estado e órgãos vinculados. Além disso, terá um prédio de serviços, um Centro de Convivência com lojas e restaurantes, além de um auditório com capacidade para 540 pessoas.

    Desenvolvimento

    O Centro Administrativo é um dos projetos que estão levando mais desenvolvimento ao Vetor Norte da capital. Além do Centro Administrativo, O Governo de Minas está concluindo a Linha Verde, via de trânsito rápido que vai ligar o centro de Belo Horizonte ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves (AITN), e trabalhando pelo aumento do número de vôos e passageiros no AITN e para a concretização do projeto do Aeroporto Industrial e do Rodoanel Norte.

    "Niemeyer está entusiasmadíssimo com o projeto. Segundo ele, foi um grande presente de aniversário que eu trouxe. Falou que no final de janeiro quer ir a Minas ver o início das obras. Foi uma feliz coincidência. O processo licitário se concluiu e nós vamos, em dois anos, estar inaugurando o mais moderno centro administrativo do país, elevando o desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte para o Norte do Estado, que é o caminho adequado", afirmou Aécio Neves. O início das obras do Centro Administrativo deverá gerar três mil novas vagas de trabalho.

    Com o projeto do Centro Administrativo, Belo Horizonte se torna a capital brasileira que mais dispõe de conjuntos de obras de Oscar Niemeyer. Sua obra iniciou-se em Belo Horizonte, em 1940, a pedido do prefeito Juscelino Kubitscheck, com o Conjunto da Pampulha, que inclui a Igreja de São Francisco, Casa do Baile, Cassino e Iate Clube.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 11, 2007

    ARTIGO ESPECIAL enviado ao nosso BLOG DE NOTÍCIAS, pelo conselheiro empresarial, WAGNER GOMES, que foi superintendente do Banco do Brasil em Minas. Ele é mineiro de Montes Claros no norte de Minas e atua, principalmente na consultoria empresarial, em São Paulo. Vale ler o ARTIGO ESPECI(AL escrito poe ele, que bem poderia ser titulado como "Trocando em Miúdos". Confira!

     

    ARTIGO ESPECIAL

         Economia: Investment grade X Speculation Grade




     
                                                                   Wagner Gomes



     



     

    Quando se olha o noticiário econômico, nota-se o emprego de uma linguagem técnica e rebuscada, para explicar um movimento relativamente fácil, que os economistas teimam em torná-lo de difícil compreensão.
    Afinal o que representa essa classificação e qual a razão de sua importância? O chamado grau de investimento é o reconhecimento, por parte de agências de classificação de risco de crédito (Moody’s, Standard & Poor’s e Fitch, são as principais), de que um país tem probabilidade baixa de não honrar sua dívida pública.
    Basicamente, as agências classificam os diferentes ativos em duas classes de riscos: grau de investimento e grau de especulação. Enquanto no primeiro o risco de crédito é muito baixo ou inexistente, no segundo, estão confinados os países em que existe um maior risco de crédito, com maior probabilidade de não honrarem seus compromissos.
    Para complicar esse entendimento, denominam essa incapacidade (o popular beiço ou calote) pelo pomposo nome de “default”.
    Qualquer país considerado como detentor de grau de investimento é portador de credibilidade, o que facilita, e muito, a captação de recursos de longo prazo a custos baixos, no mercado internacional de capitais. É como se fora um premio concedido aos países que primam pela condução de uma política econômica responsável.
    A possibilidade de que essa classificação seja concedida ao Brasil, no curto prazo, tem provocado uma onda de euforia no mercado interno. Estamos, de fato, muito próximo de alcançar essa classificação, já que todos os indicadores de solvência têm apresentado melhoria sensível nos últimos anos (trajetória cadente de endividamento, elevação das reservas internacionais, melhora na composição do endividamento, etc.). Com a recente revisão da metodologia de cálculo do PIB essa percepção se evidencia, ao constatarmos uma alteração em todas as variáveis que eram expressas como percentagem desse valor.
    Com essa nova metodologia, no caso da dívida pública, a razão dívida/PIB de 2006 – que estava em 50%, recuou para perto de 45%. Esse fato fez com que representantes do governo, economistas e agências de classificação de risco, visualizassem um patamar mais baixo de endividamento, tornando o País quase apto a atingir algo conhecido no mercado financeiro internacional como “Status de Investiment Grade”.
    Parece-me, no entanto, que esqueceram algumas deficiências históricas que ainda precisam ser superadas.
    A precariedade das contas públicas, que ainda dependem muito da muleta continua do aumento das receitas, via impostos, sem o menor sinal de que exista uma política consistente de contenção de gastos, se torna o primeiro dos gargalos. Setores cruciais de nossa economia se ressentem de um enxoval regulatório que possa impulsionar investimentos em rodovias, ferrovias e setor elétrico, cruciais para alavancar nossa infra-estrutura.
    E o que dizer da nossa justiça, lenta, sonolenta e paquidérmica? Tudo isso é reconhecido pelo próprio Governo Federal que gastou apenas 3,5% dos recursos previstos para investimentos em infra-estrutura, seja em transportes ou energia. Recentemente, o Presidente da Vale do Rio Doce, Roger Agnelli afirmou que a partir de 2011 faltarão recursos energéticos suficientes para qualquer projeto de expansão em nossa economia. Comparativamente, os custos com transporte e logística, em nosso País, equivalem a 12,75% do PIB contra 8,20% dos EUA. Outra comparação angustiante: 60% de nossa carga transportada é rodoviária, contra 26% nos EUA.
    E o que mais preocupa é que a idade média de nossa frota de caminhões é de vinte anos. Enquanto o Brasil investiu, nos dois últimos anos US$ 3,6 bilhões para ampliar e/ou recuperar suas rodovias, a China está investindo US$ 70 bilhões de 2006 a 2008.
    O sistema portuário, também precisa, urgentemente, além de se profissionalizar e desenvolver anticorpos que impeçam nomeações políticas no setor, resolver, de uma vez por todas, os seus problemas no que tange à precariedade dos acessos rodoviários e ferroviários.
    Para que tudo ocorra, sem sobressaltos, reformas vitais nas áreas política e tributária, se implementadas, poderão agregar condições que nos conduzirão, em futuro não muito distante, ao grupo das seis maiores economias mundiais.
    Ainda poderíamos agregar alguns passivos sociais, principalmente na área da educação, que deveriam fazer parte de uma verdadeira revolução silenciosa, para realmente nos sentirmos cidadãos que caminham para o primeiro mundo
    . Independente de que venha o reconhecimento de nosso grau de investimento, e ele virá em 2008, há que se tratar com a devida importância todas essas questões, para que o imenso sacrifício a nós imposto, desde o Plano Real, possa ter compensado chegar-se a tal estágio em nossa economia.
    Somente assim, conseguiremos armar uma equação capaz de pavimentar um desenvolvimento sustentado em bases sólidas, com projetos de longo prazo, que nos viabilizará como uma grande potência.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 11, 2007

    Novo site na Internet, para quem gosta de carros elegantes da Citröen. A nota vem do nosso amigo Schubert Araújo da Multitexto, que atende a concessionária Chamonix em BH. Confira!

         Citroën lança novo site de imprensa  

    Está no ar o novo site de imprensa da Citroën do Brasil.
    Com vários aperfeiçoamentos técnicos em relação à página anterior, o espaço mantém informações e imagens de produtos.
    Permanece também o canal com os executivos da empresa, além das seções institucional, competições, Centro de Produção de Porto Real (RJ) e história da Citroën.
    A descrição e as imagens dos carros clássicos da marca também estão disponíveis no site.
    O cadastro de usuário e senha passa a ser imediato e automático, bastando preencher os dados para ter acesso ao conteúdo.  Outra novidade é a busca por palavra-chave.  O layout também mudou e tornou-se mais arejado, com fundo claro, usando o cinza e o vermelho nas chamadas, menus e barras.
    O novo site de imprensa da Citroën do Brasil foi desenvolvido pela Rumba Comunicação.
    www.citroen.com.br/imprensa


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 11, 2007

    Cantata de Natal na Assembléia de Minas para comemorar os 110 ANOS DE BH.

    Em comemoração ao aniversário de 110 anos de Belo Horizonte, a Assembléia Legislativa de Minas Gerais promove, nesta quarta-feira (12), um concerto especial, a Cantata de Natal, que contará com a participação de 12 corais de instituições públicas, reunindo 300 vozes. Também participarão do show, a solista Marisa Simões, o pianista Antônio Carlos Magalhães e o Conjunto de Câmara da Orquestra da Polícia Militar. O espetáculo será no Hall das Bandeiras, às 19 horas, quando também será inaugurada a iluminação do prédio da Assembléia. Foram convidadas autoridades dos três poderes, do Ministério Público, de instituições culturais e a comunidade do entorno.
    Participarão da Cantata de Natal os seguintes corais: da AABB, da Assembléia, do Crea-MG, do Fórum Lafayette, do Ministério Público, Libertas (Segov), Vozes da Saúde (Secretaria de Saúde), TI em Canto (Prodemge), Vozes das Gerais (INSS), Vozes de Minas (Correios), Coral Educanto (Secretaria de Educação), Vozes do Hemominas e Coral Educanto (Secretaria da Educação). A regência será alternada por Guilherme Bragança; Arley Ribeiro, Sérgio Canêdo, Vivian Assis, Álvaro Rodrigues, Marco Antônio Drummond, Geraldo Ferreira e Maria Cristina Bello.
    No programa, músicas natalinas tradicionais: Noite feliz, O primeiro Natal, Natal branco, Adeste Fideles, Oh bela noite, Boas festas, Noite azul, Come again, Ó nuit e Anjos santos a cantar.
    Luzes - Para iluminar o prédio da Assembléia, foram usadas 57,6 mil microlâmpadas, 5 projetores de vapor metálico de 600 watts cada e quatro projetores de lâmpadas halógenas, de 300 w. As palmeiras serão rodeadas por microlâmpadas, e a fachada coberta por estrelas e palavras de congratulações formadas pelas pequenas lâmpadas natalinas.
    Para iluminar o prédio da Assembléia, foram usadas 57,6 mil microlâmpadas, 5 projetores de vapor metálico de 600 watts cada e quatro projetores de lâmpadas halógenas, de 300 w.
    Também receberão iluminação especial, pelos projetores, os pilares do Hall das Bandeiras, a escultura de Amílcar de Castro, que retrata o símbolo da Assembléia, e a placa dourada, que traz o emblema da Casa. A iluminação começou a ser montada na sexta-feira (7) e permanecerá até o dia 28. Com projeto e execução da Cemig, foram utilizados dez operários e três encarregados para a finalização do trabalho.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 11, 2007

    Prefeito de Desterro do Mello, advogado Ruy Fernandes, recebe prefeitos da região para debater O TURISMO HOJE. Destero do Mello - que fica a 200 kms de BH e a 32 de Barbacena, no Caminho do meio da Estrada Real - tem hoje um dos maiores projetos de ecoturismo de Minas - A VIA VERDE. Confira detalhes do Encontro de Prefeitos lá no Melo.

    O Município de Desterro do Melo abriu as portas para um Encontro em que foi discutido Turismo local e na região. O Encontro contou com a presença do Prefeito Municipal de Desterro do Melo Ruy Barbosa Fernandes acompanhado de sua esposa Edwiges Cavalieri, de turismólogos, prefeitos de municípios vizinhos e  pessoas da comunidade local. 
    O Prefeito Ruy Barbosa Fernandes em abertura colocou em pauta a importância de um Projeto turístico ressaltando ser o "Turismo hoje", o caminho certo para as políticas públicas.
    No mesmo dia foi discutido o Projeto "Bem-vindo cicloturista". Destacou-se nas discussões, o Projeto de Articulação do Circuito Turístico Nascente do Rio Doce, apresentado por Reginaldo Carvalho, um circuito na qual engloba municípios de toda a região destinado a desenvolver a atividade turística regional de forma sustentável, por meio da integração contínua dos municípios, consolidando uma identidade regional.
    A  apresentação de Jussara, Superintendente de Fomento e Desenvolvimento do Turismo da Secretaria de Estado de Turismo, destacou-se na exposição das discussões em torno da  "Identidade Mineira", como construir em métodos técnicos essa identidade, como fazer de Minas um atrativo turístico de grande relevância no país, salientou que para isso é necessário o reconhecimento e capacitação, para fazer de Minas um cenário em destaque nos roteiros turísticos do país e do mundo.
    Finalizou o Encontro Iluska mostrando as potencialidades do município de Desterro do Melo, ressaltando a importância da implantação do Projeto Via Verde no município, de modo a  reconhecer Desterro do Melo na identidade de Minas.
    O Evento durou todo o dia, na parte da manhã foi feita uma visita à Via Verde, à tarde almoço e café colonial, momentos de descontração.  



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 11, 2007

    Inclusão Empresarial em BH. Prefeito Fernando Pimentel reconhece o trabalho de 11 empresas que contrarram empregados vindos de programas sociais da PBH, como o Bolsa Família e BH CIdadania. Confira detalhes que vieram do site www.pbh.gov.br







                  Prefeitura entrega Selo de Reconhecimento Social a empresas solidárias

    O prefeito Fernando Pimentel entregou, nesta terça-feira, dia 11, o Selo e o Troféu de Reconhecimento Social a dez empresas que, entre outras iniciativas, contrataram trabalhadores vindos dos programas sociais da Prefeitura, como o Bolsa Família e o BH Cidadania.
    No evento , que faz parte das comemorações dos 110 anos de Belo Horizonte, foram premiadas as empresas Honey Bee; Rodoban Segurança e Transporte de Valores Ltda.; Casa & Tinta ; Prest-Ação Ltda; Morini; IPMMI - Hospital Madre Teresa; Buffet Célia Soutto Mayor ; Adservis Multiperfil; Shopping Minascasa e Forno & Pão.
    O Selo Municipal de Reconhecimento Social foi criado em dezembro de 2005, como forma de sensibilizar o empresariado com relação à necessidade de formação de uma rede solidária para minorar os efeitos do desemprego. As dez empresas selecionadas foram responsáveis pela contratação de 147 trabalhadores, de um total de 746 contratações , entre faxineiros, porteiros, atendentes de balcão, garçons, padeiros, caixas, motoristas etc. Todos foram selecionados, treinados e encaminhados pelo Núcleo Integrado de Apoio ao Trabalho (Niat) da Secretaria Municipal de Políticas Sociais e do Sine Barreiro . Outras 27 empresas também foram homenageadas com um Certificado de Menção Honrosa .
    O prefeito Fernando Pimentel destacou que o Selo de Reconhecimento Social representa o que a cidade tem de mais característico. "Belo Horizonte é uma cidade que, em sua origem, recebeu tanta gente vinda de fora, de outros países e de outros estados, que se tornou inevitavelmente uma cidade solidária. Aqui as pessoas tiveram desde o início que se ajudar mutuamente, porque elas vieram para trabalhar em um lugar onde buscariam fazer sua vida, constituir suas relações e suas famílias.
    Por isso Belo Horizonte é uma cidade tão solidária, tão voltada para o voluntariado social. Nós somos, portanto , uma cidade que trabalha e é solidária, características essenciais do Selo de Reconhecimento Social", salientou Pimentel.
    O selo pode ser utilizado nos envelopes, etiquetas, papel timbrado e outros impressos que identifiquem a empresa, assim como em seus anúncios publicitários e propagandas .


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 11, 2007

    GIRO pelo Interior. Audiências públicas com deputados estaduais em Vespasino e Rio Espera.

    Os municípios de Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e Rio Espera recebem, nesta terça-feira (11), visitas de deputados estaduais mineiros.
    O projeto Olhos D'Água, do Movimento Ecológico e Cultural do Vale do Piranga, será tema de uma audiência pública no salão paroquial da Igreja Matriz de Rio Espera, a partir das 10 horas. A reunião foi requerida pelo deputado Fábio Avelar.
    Já a Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas debate, às 14h30, a travessia de pedestres sobre a linha ferroviária que atravessa o município de Vespasiano. Esta reunião foi solicitada pelo deputado Dinis Pinheiro (PSDB).

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 11, 2007

    TREMOR DE TERRAS em Minas. Governador Aécio Neves foi ver de perto o estrago no norte de Minas. Estado de Emergência foi decretado.









                         Governador visita Itacarambi e determina reconstrução das casas

     









    Osvaldo Afonso/Secom MG



    O governador Aécio Neves esteve, nesta segunda-feira (10), na área atingida por um tremor de terra em Caraíbas, localidade de Itacarambi, no Norte do Estado, e prestou solidariedade às famílias vítimas da tragédia. Durante a visita, o governador assinou a homologação do decreto de Estado de Emergência e confirmou que o Governo de Minas construirá novas casas para os moradores atingidos pelo abalo sísmico ocorrido na madrugada deste domingo, que provocou a morte de Jessiane Oliveira Silva, 5 anos, deixou seis pessoas feridas e 380 desabrigadas.

    “Eu já determinei que o próprio Governo do Estado atenda as pessoas tanto agora emergencialmente, como já está fazendo com cestas básicas, enfim garantindo a sobrevivência dessas pessoas em seus alojamentos, como definitivamente dando a elas escritura e posse de novos imóveis”, disse Aécio Neves, em entrevista à Rádio Itatiaia.

    Segundo o governador, o mais importante agora é assegurar medidas para que as famílias retomem suas vidas o mais depressa possível. Ele afirmou que as novas residências serão erguidas com recursos próprios do Estado, sem qualquer ônus para as famílias, em local a ser definido pela Prefeitura de Itacarambi.
    “A minha orientação é a reconstrução das casas, em uma outra localidade, que é o que as famílias estão querendo. O prefeito vai determinar qual é o local mais apropriado e, já a partir da semana que vem, estaremos tomando todos os procedimentos, ainda essa semana, se possível, para que possamos iniciar a construção dessas casas e entregar em condições para que essas famílias vivam com tranqüilidade e superem esse grande trauma”, disse Aécio Neves, em entrevista, ao chegar a Itacarambi.
    Apoio estrutural
    Acompanhado do prefeito de Itacarambi, José Ferreira de Paula, e do secretário executivo da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), tenente-coronel Alexandre Lucas, o governador visitou os desabrigados de Caraíbas, que estão alojados em uma creche na sede do município. Ele também acompanhou pessoalmente a chegada e distribuição das primeiras cestas básicas e cobertores.
    “O Estado vai imediatamente, em parceria com a prefeitura, iniciar nesses próximos dias a reconstrução dessas casas e, enquanto isso, nós vamos dar todo apoio estrutural, com cestas básicas, com conforto, com cobertores, enfim, para que essas famílias que estão abrigadas na creche possam superar esse tempo, até a reconstrução das casas, com um mínimo de conforto”, garantiu Aécio Neves.
    Solidariedade
    Em seguida, o governador seguiu para Caraíbas. No distrito, ele conversou com as famílias atingidas, vistoriou a região e prestou solidariedade a Jesuína Oliveira, avó de Jéssica, a menina morta em conseqüência do tremor.
    “É uma visita de solidariedade. Acho que mais do que o apoio emergencial que o Estado está dando com cestas básicas, com abrigo para essas pessoas, acho que uma palavra de conforto pessoal. Nós estamos aqui na casa, onde faleceu essa criança e nós agora temos que ajudar essas famílias a reconstruir suas vidas”, disse Aécio Neves.
    Monitoramento  
    Ainda em Itacarambi, o governador conversou com geólogos do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), que estão fazendo o monitoramente da região em razão de tremores já registrados anteriormente. O monitoramento vinha sendo conduzido em conjunto com o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), com a participação da prefeitura local. O Governo de Minas não foi acionado para participar do monitoramento.
    De acordo com o chefe do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), professor Lucas Vieira Barros, qualquer  abalo acima de 3 graus nas escala Richter pode ser detectado pelo Observatório, responsável pelo monitoramento em todo o país. 
    “Em maio último foi registrado um abalo de 3,5 graus, sentido pela população. Em função desta ocorrência, o Observatório instalou uma Rede Sismográfica, com seis sismógrafos, no entorno de Caraíbas e fez um levantamento com as pessoas da região para coletar depoimentos sobre as ocorrências”, informou. 
    O professor explicou que “O Brasil está no centro da placa tectônica Sul-Americana, cujas bordas, na região do Chile, estão em constante atrito com a Placa de Nazca. Com a movimentação da placa, a energia liberada pode provocar o tremor”. As primeiras avaliações, informa Barros, apontam para uma falha geológica na região de Caraíbas com extensão que deve variar de 4 a 5 km e propicia o tremor.

    “Eu já determinei que o próprio Governo do Estado atenda as pessoas tanto agora emergencialmente, como já está fazendo com cestas básicas, enfim garantindo a sobrevivência dessas pessoas em seus alojamentos, como definitivamente dando a elas escritura e posse de novos imóveis”, disse Aécio Neves, em entrevista à Rádio Itatiaia.

    Segundo o governador, o mais importante agora é assegurar medidas para que as famílias retomem suas vidas o mais depressa possível. Ele afirmou que as novas residências serão erguidas com recursos próprios do Estado, sem qualquer ônus para as famílias, em local a ser definido pela Prefeitura de Itacarambi.
    “A minha orientação é a reconstrução das casas, em uma outra localidade, que é o que as famílias estão querendo. O prefeito vai determinar qual é o local mais apropriado e, já a partir da semana que vem, estaremos tomando todos os procedimentos, ainda essa semana, se possível, para que possamos iniciar a construção dessas casas e entregar em condições para que essas famílias vivam com tranqüilidade e superem esse grande trauma”, disse Aécio Neves, em entrevista, ao chegar a Itacarambi.
    Apoio estrutural
    Acompanhado do prefeito de Itacarambi, José Ferreira de Paula, e do secretário executivo da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), tenente-coronel Alexandre Lucas, o governador visitou os desabrigados de Caraíbas, que estão alojados em uma creche na sede do município. Ele também acompanhou pessoalmente a chegada e distribuição das primeiras cestas básicas e cobertores.
    “O Estado vai imediatamente, em parceria com a prefeitura, iniciar nesses próximos dias a reconstrução dessas casas e, enquanto isso, nós vamos dar todo apoio estrutural, com cestas básicas, com conforto, com cobertores, enfim, para que essas famílias que estão abrigadas na creche possam superar esse tempo, até a reconstrução das casas, com um mínimo de conforto”, garantiu Aécio Neves.
    Solidariedade
    Em seguida, o governador seguiu para Caraíbas. No distrito, ele conversou com as famílias atingidas, vistoriou a região e prestou solidariedade a Jesuína Oliveira, avó de Jéssica, a menina morta em conseqüência do tremor.
    “É uma visita de solidariedade. Acho que mais do que o apoio emergencial que o Estado está dando com cestas básicas, com abrigo para essas pessoas, acho que uma palavra de conforto pessoal. Nós estamos aqui na casa, onde faleceu essa criança e nós agora temos que ajudar essas famílias a reconstruir suas vidas”, disse Aécio Neves.
    Monitoramento  
    Ainda em Itacarambi, o governador conversou com geólogos do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), que estão fazendo o monitoramente da região em razão de tremores já registrados anteriormente. O monitoramento vinha sendo conduzido em conjunto com o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), com a participação da prefeitura local. O Governo de Minas não foi acionado para participar do monitoramento.
    De acordo com o chefe do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), professor Lucas Vieira Barros, qualquer  abalo acima de 3 graus nas escala Richter pode ser detectado pelo Observatório, responsável pelo monitoramento em todo o país. 
    “Em maio último foi registrado um abalo de 3,5 graus, sentido pela população. Em função desta ocorrência, o Observatório instalou uma Rede Sismográfica, com seis sismógrafos, no entorno de Caraíbas e fez um levantamento com as pessoas da região para coletar depoimentos sobre as ocorrências”, informou. 
    O professor explicou que “O Brasil está no centro da placa tectônica Sul-Americana, cujas bordas, na região do Chile, estão em constante atrito com a Placa de Nazca. Com a movimentação da placa, a energia liberada pode provocar o tremor”. As primeiras avaliações, informa Barros, apontam para uma falha geológica na região de Caraíbas com extensão que deve variar de 4 a 5 km e propicia o tremor.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 11, 2007

    Presidente Nacional de PSC percorre o interior de Minas. Primeiro foi em Barbacena. Lá lançou o nome do vereador Amarílio de Andrade para prefeito. Esta semana foi a Juiz de Fora.


    O presidente do diretório
    do Partido Social Cristão,
    Marcelo Detoni
     e o presidente nacional
    do PSC, Vítor Nósseis

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 10, 2007

    A diretora da DIVAÇO - Concessionária da Volkswagen em Ipatinga - a simpática empresária VÂNIA DIAS, estava neste domingo na Livraria Siciliano no Diamond Mall, aqui em BH. Tivemos o prazer de saber que ela é nossa leitora do BLOG DE NOTÍCIAS. Obrigado Vânia!

    Quem nos apresentou a empresária VÂNIA DIAS, foi meu amigo, o administrador de empresas José Aparecido Ribeiro, que foi presidente da ABIH, em Minas.
    Vânia nos disse que a DIVAÇO foi a primeira concessionária fundada pelo pai dela, Ruy Dias, em 1943.
    E nos deu,em primeira mão a notícia de que ela vai assumir o cargo de vice-presidente da Unibel - Associação que reúne os 28 concessionárias da Volks na Grande BH. O presidente é o empresário Érick Tambasco.
    Desejo sucesso aos dois!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 9, 2007

    POLÍTICA EM BARBACENA. Presidente nacional do PSC, Vítor Nósseis, lança o nome do vereador Amarílio de Andrade a prefeito de Barbacena. Este é um dos destaques da coluna do nosso amigo Idinando Borges do barbacenaonline (OUTRO ASSUNTO: o acontecimento histórico do lançamento da TV DIGITAL no Brasil, capitaneado pelo nosso amigo o ministro das Comunicações, senador HélioCosta. Na sexta-feira, ao assinar convênio de cooperação dos Correios com a Prefeitura de BH, o ministro disse que lá para o mês de Abril, BH terá também sua vez na tecnologia revolucionária da TV DIGITAL).







    Amarílio Andrade e Victor Nósseis

    O vereador Amarílio Andrade recebeu para almoço, em sua residência, o presidente do PSC, Victor Nósseis. No menu, além dos sabores árabes, supervisionado pela talentosa Rosângela Ferreira, uma pesquisa realizada na última semana de novembro e o convite para que Amarílio dispute o cargo majoritário em outubro de 2008. Nósseis fez questão de dar uma entrevista para uma emissora de rádio, quando enalteceu o trabalho do vereador como executivo, vice-prefeito e um legislador nato. Amarílio Andrade, na linha dos velhos políticos não disse sim, muito menos, não. Na despedida, agradeceu a visita cordial e honrosa e disse que sua prioridade é ajudar o Núcleo do Câncer, dirigido pelo seu filho, o médico, Júlio Andrade.








    O Brasil na era digital. Depois de um refinando trabalho técnico, discussões acadêmicas e a escolha do padrão japonês, enfim a Era Digital. A cerimônia, que aconteceu na bela Sala São Paulo, antiga Estação da Luz e foi transmitida em Rede Nacional. Três estrelas brilharam: a ministra Dilma Rousseff, o Presidente Lula e o barbacenense e ministro das Comunicações, Hélio Costa (foto). Jornalistas de seis redes falaram sobre a digitalização das transmissões. Ricardo Boechat (Band), Heródoto Barbeiro (TV Cultura), Willian Waack (Globo), Marcos Hummel (Record), Rodolfo Gamberini (Rede TV!) e Carlos Nascimento (SBT). É lamentável que o conversor custe na faixa de mil reais e até o seu Joaquim conseguir a sua TV digital, muita água vai passar pela ponte.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 8, 2007

    No ritmo dos 110 anos de BH, prefeito Fernando Pimentel - que é o mais novo leitor do nosso BLOG DE NOTÍCIAS - inaugurou a iluminação de Natal da tradicional Praça da Estação. Ao lado a iniciativa privada - leia-se Ricardo Guimarães do Banco BMG.







                  Praça da Estação inaugura percurso das luzes do Natal 2007 da Prefeitura

    O prefeito Fernando Pimentel e o presidente do Banco BMG, Ricardo Guimarães, inauguraram a iluminação de Natal da Praça da Estação, abrindo a seqüência de luzes que a Prefeitura preparou para o Natal deste ano. A decoração da Praça Rui Barbosa é o primeiro ponto a ser iluminado dentro da programação, cujo conceito está numa revoada de anjos que, como mensageiros de boas novas, partem de pontos arquitetônicos simbólicos da região central em direção à Lagoa da Pampulha, onde no dia 12 será inaugurada uma imensa árvore flutuante de 30 metros de diâmetro e 55 metros de altura, o equivalente a um prédio de 18 andares. A decoração da Praça da Estação traz quatro anjos de 15 metros, representando o início da revoada, e uma iluminação subaquática com 72 pontos de luz para colorir o chafariz. Uma iluminação cênica e arquitetônica em toda a fachada frontal valoriza ainda mais o prédio da Estação Central.
    Para o presidente do BMG, que patrocina a iluminação da Praça da Estação, a decoração enobrece e embeleza a cidade. "É muito importante para nós, que somos de Belo Horizonte e que construímos a nossa empresa aqui, ver iniciativas como esta, de uma Prefeitura atuante que cada vez está mais engrandecendo Belo Horizonte. Temos a obrigação de participar, fazer esta parceria e dar este presente para a comunidade", afirmou Ricardo Guimarães . De acordo com o prefeito, a mensagem do Natal é de paz. "Belo Horizonte é uma cidade harmoniosa, pacífica, que quer um futuro em que a gente possa desfrutar a vida plena", disse.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 8, 2007

    De olho na política em Juiz de Fora. Um nome sempre lembrado em todas eleições - um mito - é sempre o ex-prefeito de JF, Tarcísio Delgado. Foto e legenda da coluna de César Romero da Tribuna de Minas.


    Também no Ritz Hotel, Dyle Campello,
    que representou o filho homenageado Ricardo Campello,
     e o ex-prefeito Tarcísio Delgado

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 7, 2007

    O COLÍRIO desta sexta-feira, vem amsi uma vez, da coluna do nosso amigo César Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora. Confira!


    Bárbara Viana Bisaggio comemora
    hoje seus 15 anos

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 7, 2007

    Ministro Hélio Costa HOJE em BH. Confira agenda!

    Hélio Costa oficializa convênios entre Correios e Prefeitura de BH 



    O ministro das Comunicações, Hélio Costa, participa de evento na Prefeitura de Belo Horizonte, na próxima sexta-feira (7), às 14h30, para a assinatura de convênios entre o município e os Correios que visam à criação de uma via pública que faça a ligação da Avenida Suzana ao Anel Rodoviário, na região da Pampulha, além da cessão de espaço da empresa para a realização de atividades do Programa Esporte Esperança, sob a coordenação municipal.


     

    Para a construção da via pública, o convênio prevê a desocupação e desapropriação de imóveis onde deverá ser implementada a ligação da Avenida Suzana ao Anel Rodoviário próximo ao Centro de Cartas e Encomendas dos Correios, situado no Km 21. Compete aos Correios repassar ao município cerca de R$ 1 milhão, para a remoção das famílias, mediante indenização das benfeitorias realizadas e desapropriações de imóveis existentes.

     


     

    O outro convênio a ser assinado destina-se à cessão de espaço físico necessário para a prática de atividades esportivas do Programa Esporte Esperança, que prevê a criação de escolinha de futebol de salão, vôlei, basquete, queimada e outras atividades de iniciação esportiva e de recreação, para crianças e adolescentes de ambos os sexos. O atendimento também será ampliado com atividades de quadra que ofereçam maior oportunidade de acesso ao gênero feminino, bem como a ampliação de ações de vivência e cultura corporal, na comunidade do bairro Universitário.

    Enquanto os Correios disponibilizam o espaço destinado para as práticas esportivas equipadas com vestiário feminino e masculino, bebedouro e local para armazenagem de material técnico destinado ao desenvolvimento do Programa, o município fará toda a gestão administrativa da iniciativa. Para este convênio, os Correios não farão a alocação de recursos financeiros para a prefeitura. 

    Enquanto os Correios disponibilizam o espaço destinado para as práticas esportivas equipadas com vestiário feminino e masculino, bebedouro e local para armazenagem de material técnico destinado ao desenvolvimento do Programa, o município fará toda a gestão administrativa da iniciativa. Para este convênio, os Correios não farão a alocação de recursos financeiros para a prefeitura. 

    Enquanto os Correios disponibilizam o espaço destinado para as práticas esportivas equipadas com vestiário feminino e masculino, bebedouro e local para armazenagem de material técnico destinado ao desenvolvimento do Programa, o município fará toda a gestão administrativa da iniciativa. Para este convênio, os Correios não farão a alocação de recursos financeiros para a prefeitura. 




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 6, 2007

    TV ASSEMBLÉIA na INTERNET BANDA LARGA. É só entrar no www.almg.gov.br ( aí é só clicar no botão "TV AO VIVO" no ícone TV Assembléia. E obrigado pela audiência!

                                          TV Assembléia começa a ser transmitida pela internet nesta 5ª feira






                                                                       TV ao Vivo

    Nesta quinta-feira (6/12/07), o telespectador passa a ter a sua disposição mais um meio para acompanhar a programação da TV Assembléia (TVA). O canal da Assembléia Legislativa de Minas Gerais passa a ser transmitido pela internet, através do botão "TV ao Vivo" no link TV Assembléia, dentro do site www.almg.gov.br. Atualmente, a TV é transmitida por TV a cabo para a Capital e via satélite para o interior do Estado.
    Segundo Marcelo Migueleto, gerente-geral de Sistemas de Informações (GSI), área responsável pela solução tecnológica que viabilizou as transmissões pela homepage, elas serão para os públicos interno e externo. Para o espectador fora da ALMG, o serviço será prestado por uma empresa contratada, de modo a não sobrecarregar a rede interna e a conexão com a internet. Para os servidores do Legislativo, as transmissões se darão a partir do Centro de Processamento de Dados (CPD) da Assembléia. Ainda de acordo com Migueleto, os dois públicos vão acessar exatamente a mesma programação, com a mesma qualidade, só que providos de forma diferente.
    Banda larga - Marcus Vinícius Rocha, da Gerência-Geral de Sistemas de Informações (GSI), disse que a divulgação da TV Assembléia pela internet só se tornou factível com o avanço tecnológico, a partir do momento em que ficou disponível a conexão em banda larga. Segundo Rocha, para transmitir a programação televisiva ao vivo é necessário o recurso de streaming ou mídia contínua, possibilitado pela banda larga. De acordo com ele, essa inovação vai ampliar o alcance da TVA, tornando possível a chamada mídia cruzada. "O site remete para a TV e a TV, para o site; desta forma, uma mídia alimenta o interesse pela outra", define. Rocha explica que a programação será transmitida com uma largura de banda de 110 kbits por segundo, o que torna mais adequado assistir em uma tela menor, para não perder muito na definição de imagem.
    Para o diretor da TV Assembléia, Rodrigo Lucena, as transmissões via internet vão aumentar o alcance da emissora e permitir que as pessoas acompanhem a programação em situações diversas. "É mais uma ferramenta que ajuda a divulgar a TVA, ampliando o conhecimento das pessoas sobre esse veículo e a transparência dos trabalhos legislativos", diz ele. Ainda na avaliação dele, as novas transmissões representam um ganho expressivo para a Assembléia, que estava há algum tempo devendo, de certa forma, a disponibilização dessa nova tecnologia. Ele acrescentou que a TVA vinha recebendo emails constantemente, solicitando a transmissão via internet. "A Assembléia entra em um processo inevitável de convergência de mídias, ainda mais agora, com a televisão digital", arrematou.
    Na opinião do diretor de Comunicação Institucional da Assembléia, Lúcio Perez de Carvalho, a chegada da TV Assembléia à internet representa um grande avanço na direção da democratização da informação. "Hoje, a TVA chega a mais de 200 municípios. Com a transmissão pela rede, a população terá mais uma forma de acompanhar os trabalhos de seus representantes e a TV, por sua vez, poderá expandir o número de seus espectadores". A Diretoria de Comunicação Institucional (DCI) atuou em parceria com a GSI para viabilizar as transmissões da TV Assembléia pela internet.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 6, 2007

    Árvore de NATAL de 55 metros de altura na Pampulha. A árvore tem a altura de um prédio de 18 andares. A monatagem está adiantada. Confira na foto e texto do www.pbh.gov.br







                                                Prefeitura dá mais um passo 
                                            na montagem da árvore de Natal 
                                               da Lagoa da Pampulha em BH 

    A árvore de Natal que a Prefeitura está montando na Lagoa da Pampulha ganhou nesta quinta-feira , dia 6, suas primeiras cores com a colocação de parte do tecido que vai revestir a estrutura de alumínio. Além dos mais de três quilômetros de tecido especial difusor , feito em algodão e nylon, impresso, costurado e instalado sobre a estrutura de alumínio , a árvore também foi coberta com aproximadamente 21.500 clusters, conjuntos de led (diodo emissor de luz) que vão garantir uma iluminação bem diferente da convencional . À noite, o tecido colorido usado na árvore permite a passagem da luz do painel de led montado por detrás dele, exibindo a imagem de anjos. A imensa árvore flutuante tem 30 metros de diâmetro e 55 metros de altura, o que equivale a um prédio de 18 andares.

    A inauguração da iluminação da árvore de Natal será na próxima quarta -feira, dia 12, às 19h30, ao lado da Igreja São Francisco de Assis. Haverá show da Orquestra Asas de Minas (Banda da Aeronáutica) e participação especial da dupla César Menotti e Fabiano.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 6, 2007

    MUITA DISCUSSÃO sobre a polêmica da aplicação de recursos do Estado em saúde na reunião da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária, que aprovou parecer favorável às contas do governador do ano passado. O relator foi o deputado Agostinho Patrus Filho, do Partido Verde.











                                           Contas do governador de 2006 estão prontas para o Plenário

    A Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária da Assembléia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou, nesta quinta-feira (6/12/07), parecer favorável em turno único ao Projeto de Resolução 1.826/07, de autoria dessa mesma Comissão, que aprova as contas do governador do Estado referentes a 2006. Também foram aprovados parecer favorável de 1º turno ao PL 1.524/07, que obriga a disponibilização de bulas em braille nas farmácias, e pareceres de 2º turno a mais dois projetos que autorizam o Estado a doar imóveis que especifica.
    A polêmica sobre o cumprimento, pelo governo do Estado, do mínimo constitucional de gastos com a saúde monopolizou o debate sobre as contas do governador. A líder do PT, deputada Elisa Costa, apresentou a emenda nº 1 ao PRE 1.826/07, que faz uma ressalva aos itens da prestação de contas que se referem ao cumprimento desse mínimo constitucional.
    O relator, deputado Agostinho Patrús Filho (PV), recomendou a aprovação do projeto e a rejeição da emenda nº 1, argumentando que a Emenda 29 à Constituição Federal, aprovada em 2000, que instituiu os percentuais mínimos de investimento em saúde, ainda não foi regulamentada pelo Congresso. Os integrantes da Comissão acataram o relatório, com exceção da deputada Elisa Costa, que votou contrariamente.
    Ao discutir o projeto, a líder do PT ressaltou alguns pontos que foram incluídos pelo governo do Estado na contabilização de gastos com saúde: compra de sementes e mudas de plantas e insumos para a Polícia Militar; passagens para servidores da Secretaria de Estado de Defesa Social e investimentos feitos pela Copasa com recursos provenientes das tarifas cobradas pela empresa à população. "A receita proveniente das tarifas não pertencem ao orçamento fiscal, e não se pode aceitar que ela seja incluída no cálculo do mínimo constitucional", argumentou a deputada.
    O deputado Sebastião Helvécio (PDT) afirmou que as críticas da deputada Elisa aos itens incluídos pelo Estado no cálculo dos investimentos em saúde se baseiam em parâmetros definidos pelo Conselho Nacional de Saúde, que não têm força legislativa. Ele criticou a legislação por impor uma vinculação de receita aos Estados e municípios mas não fazer o mesmo em relação à União. "O governo federal só precisa aplicar em saúde o correspondente à variação do PIB", afirmou o parlamentar.
    O deputado Weliton Prado (PT) lembrou que o Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais já encaminhou solicitação ao governador para que adeqüe os gastos com a saúde aos pressupostos legais. Já o deputado Jayro Lessa (DEM) afirmou que a má gestão de recursos é a maior responsável pelos problemas da saúde no Brasil.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 6, 2007

    O ministro das Comunicações, senador Hélio Costa recebeu em Brasília a mais alta condecoração da Aeronáutica - a Ordem do Mérito Aeronáutico - GRAU GRANDE-OFICIAL. Parabenizamos o nosso amigo barbacenense, que conhece como poucos a EPCAR - Escola Preparatória de Cadetes do Ar de Barbacena. Muito justa e apropriada a homenagem que o ministro-senador recebeu. Ele recebeu também a Medalha "Mérito Santos Dumont".


    Ordem foi criada em 1943
     para homenagear
    personalidades
    que prestam notáveis serviços ao país

    Hélio Costa recebe a Ordem do Mérito Aeronáutico
    O ministro Hélio Costa
    e o comandante da Aeronáutica,
    Tenente-Brigadeiro-doAr,Juniti Saito.
    A entrega da condecoração
     foi em cerimônia fechada
     no Comando da Corporação, em Brasília.

    O ministro das Comunicações, Hélio Costa, recebeu nesta quarta-feira (05/12) a mais importante Comenda da Força Aérea Brasileira, a Ordem do Mérito Aeronáutico, no Grau de Grande-Oficial.
     
    A Ordem foi entregue em cerimônia fechada, no Comando da Aeronáutica, com a presença do Comandante daquela força, Tenente-Brigadeiro-do-Ar Juniti Saito, e do Alto-Comando da corporação.

    A Ordem do Mérito Aeronáutico, criada em 1º de novembro de 1943, é uma distinção concedida a civis e militares que tenham prestado notáveis serviços ao país ou se distinguido no exercício de sua profissão.

    O ministro ainda recebeu a Medalha "Mérito Santos-Dumont", concedida pelo Comandante da Aeronáutica, pelos destacados serviços prestados à Força Aérea Brasileira.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 6, 2007

    NOTÍCIA EXCELENTE para quem tem conta em bancos. A mordida, a partir do último dia de abril do ano que vem, será menor.

    A partir de 30 de abril de 2008, o fornecimento de cartão de débito não será mais cobrado quem tem conta bancária.
    Além disso, todo mês, ele terá direito, de graça, a dez folhas de cheque, dois extratos de conta, realização de até quatro saques, inclusive com cheque, duas transferências entre contas e consultas pela Internet.
    As medidas foram aprovadas nesta quarta-feira pelo Conselho Monetário Nacional. A informação está em toda a mídia nacional hoje. Ufa!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 6, 2007

    Juliano Salles é o novo presidente do Sindicato das Agências de Propaganda de Minas. O vice é Adolpho Resende. Foram homenageados: a Rádio Itatiaia, o jornal Diário do Comércio, a TV Alterosa e a excelente revista ENCONTRO - cinco anos no mercado com mais 50 mil exemplares mensais - do jornalista Paulo César de Oliveira.


    Da esquerda para direita: o ex-presidente José Maria Vargas
     e o novo preidente do Sinapro-MG, Juliano Sales.

    A posse, concorridíssima - quem é quem das agências de propaganda estava lá - foi ontem à noite lá no Hotel Mercure.
    Juliano tem mandato por dois anos - até 2010. E está cheio de planos. Vai aproximar as mais de 100 agências de propaganda de Minas das Faculdades de Comunicação, facilitando a vida das empresas e dos estudantes em busca de estágio.
    Acertamos com ele uma permuta de espaços. Darei o banner do Sindapro no nosso BLOG DE NOTÍCIAS. Ele dará em troca nosso banner na página do Sindapro.
    Vou criar uma seção especial PUBLICIDADE no nosso BLOG para que possamos divulgar todos os acontecimentos e iniciativas do Sinapro - serão publicadas notas sobre o mercado de propaganda,
    os negócios, a movimentação de profissionais, artigos de quem entende do mercado de propaganda.
    Aguardem!!!









     Comentários

    #1. Aline Carvalho - (accricaopubli@yahoo.com.br)
    Boa Tarde,
    É muito bom saber que a publicidade de Minas ganha um novo espaço para divulgar e facilitar o acesso as informações deste mercado.
    Eu como estudante de Publicidade agradeço a sua inicitiva.
    Abraços
    #2. Aline Carvalho - (accriacaopublic@yahoo.com.br)
    Acho uma ótima idéia essa integração do SINDAPRO e faculdades de comunicação. Com certeza facilitará a vida de todos nós estudantes no ingresso ao mercado.
    Parabéns e sucesso aos Srs. Juliano Salles e Adoldo Resende.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 6, 2007

    Primeira mão: o renomado fotógrafo Nélio Rodrigues ( leia-se revista Caras) será o novo editor fotográfico da Revista ENCONTRO, aqui de BH.

    O convite foi feito ontem no Hotel Mercure, pelo editor-chefe da Revista Encontro, Paulo César de Oliveira, durante o jantar de fim de ano do Sindicato das Agências de Propaganda de Minas Gerais.
    Nélio começa como editor de fotografia da Encontro na próxima segunda-feira. Bela escolha do Paulo César. Desejamos sucesso!!!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 5, 2007

    Prefeito de BH e de mais 11 cidades latino-americanas assinaram nesta querta-feira - aqui em Belo Horizonte - um protocolo considerado histórico. O prefeito Fernando Pimentel,PT, afirmou: " pela primeira vez, temos 12 cidades assinando e pactuando entre si o acompanhamento dos Objetivos do Milênio, a busca de práticas públicas, que tornem possível atingir os objetivos, a intenção de intercambiar experiências e práticas, aquilo que está sendo sendo feito entre cada uma das cidades, de forma inteiramente transparente, factível" - disse o prefeito de BH, Fernando Pimentel. Leia detalhe na matéria peinçada do site www.pbh.gov.br







                                            Criação da Rede dos Objetivos do Milênio
                                                 marca encerramento do Metrópoles

    Representantes de 12 cidades latino-americanas assinaram, na Prefeitura, durante o Encontro Metrópoles , o protocolo de intenções para a formação da Rede Latino-Americana para Implantação dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). A criação da rede foi uma iniciativa de Belo Horizonte. Assinaram o protocolo as cidades de Belo Horizonte, Contagem, Belmopan (Belize), Georgetown (Guiana), Leon (México), Paramaribo (Suriname), Rosário (Argentina ), Castries (Santa Lúcia), Cuenca (Equador), Guayaquill (Equador), Quito (Equador ) e Montevidéu (Uruguai), além do representante da ONU.
    Para o prefeito Fernando Pimentel, a assinatura do protocolo é um momento histórico . "Pela primeira vez, temos 12 cidades assinando e pactuando entre si o acompanhamento dos Objetivos do Milênio, a busca de práticas públicas que tornem possível atingir os objetivos, a intenção de intercambiar experiências e práticas, aquilo que está sendo feito entre cada uma das cidades, de forma inteiramente transparente, factível" , disse. Assinaram a declaração do Milênio, que significou um pacto entre os governos para a eliminação da fome e erradicação da extrema pobreza no mundo até 2015.
    São oito os Objetivos do Milênio, com 18 metas relacionadas às temáticas de gênero, saúde, meio ambiente, distribuição de renda, educação, habitação e promoção do desenvolvimento sustentável.
    A Prefeitura de Belo Horizonte, por ser referência internacional no enfrentamento à pobreza e às desigualdades sociais por seu modelo de gestão participativa, foi escolhida pela ONU como uma das sete cidades latino-americanas a participar do projeto-piloto "Localizando os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio".
    A assinatura do acordo para criação da rede marcou o encerramento do Encontro Metrópoles que discutiu em Belo Horizonte experiências para a solução dos grandes problemas urbanos. "O que nós estamos fazendo aqui na tarde de hoje vem como um coroamento daquilo que foi feito nestes dois dias, aquilo que tem sido feito ao longo dos últimos dez, doze anos pelos governo locais, de todos os países do mundo, mas com muita ênfase na América Latina, porque aqui a nossa tradição de solidariedade já existe há muito tempo", concluiu Pimentel.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 5, 2007

    Título de Cidadania Mineira para o ex- deputado Manoel Conegundes. A Reunião Especial foi presidida pelo deputado Alberto Pinto Coelho, presidente do Parlamento Mineiro. Manoel Conegundes é paraibano, nascido em Bananeiras. Foi professor de Matemática na Escola Preparatória de Cadetes do Ar, em Barbacena. Lá foi fundador do PMDB. Se elegeu deputado estadual e nos anos 70 liderou a campanha e a vitória do candidato do PMDB, Lídio Nusca, à Prefeitura de Barbacena, derrotando os dois grupos políticos tradicionais de Barbacena - os Bias e os Andrada. Confira as fotos da entrega do Título de cidadão mineiro ao ex-deputado Manoel Conegundes, concedido pelo governador Aécio Neves, a pedido do deputado Sávio Souza Cruz, do PMDB.

      
      
      
      
      


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 5, 2007

    Globalização. Governo de Minas acerta cooperação com a ONG Green Cross International que vai criar o Programa VERDE MINAS e implantar o Instituto Unesco de Excelência em Águas - o Hidroex.









                                          Aécio assina acordo internacional na área do meio ambiente

     











    Omar Freire/Imprensa MG
     

    O governador Aécio Neves assinou, nesta quarta-feira (5), no Palácio da Liberdade, acordo de cooperação com a organização não-governamental (ONG) Green Cross Internacional com a finalidade de criar o programa Verde Minas e implantar o Instituto Unesco de Excelência em Águas – Hidroex. O acordo também prevê a realização, em Belo Horizonte, em dezembro de 2008, de um dos maiores e mais prestigiados eventos internacionais da área ambiental, o "Diálogos da Terra", que contará com a presença do presidente da Green Cross e ex-presidente da Rússia, Mikahil Gorbachev.
    Para o governador, estas ações e debates vão ao encontro à política ambiental do Governo do Estado, buscando sempre ter nível de excelência no desenvolvimento sustentável em Minas Gerais.
    "Este acordo pode não mudar a realidade dos mineiros, dos brasileiros e de povos de outras partes do mundo, mas pode ter a virtude de abrir caminhos para que nós possamos, mais do que nos discursos, agir de forma coordenada, responsável e urgente para enfrentar este que é o grande desafio da nossa contemporaneidade, que é a questão do desenvolvimento sustentável", afirmou Aécio Neves, em seu pronunciamento.
    Preservação do planeta
    Aécio Neves destacou que a parceria com a ONG e da Unesco na criação do Verde Minas/Instituto Hidroex e a realização do evento Diálogos da Terra permitirá que Minas saia mais uma vez à frente na discussão da preservação do planeta.
    "Minas tem tradição em liderar transformações em momentos importantes para o país. Agora, temos a oportunidade de fazer um evento que definitivamente introduzirá a questão da preservação do planeta entre os governantes e em toda a população. Estaremos empenhados para organizar o maior dos encontros do Diálogos da Terra. Com a realização desse evento, que reunirá em Belo Horizonte as maiores autoridades ambientalistas do planeta, Minas dará mais uma importante contribuição ao enfrentamento desse nosso maior desafio", afirmou o governador.
    A conferência Diálogos da Terra será realizada em Belo Horizonte e deve enfocar a discussão mundial em torno dos recursos hídricos. A iniciativa para a implantação do programa Verde Minas e realização do encontro em Minas é do vice-presidente da Câmara dos Deputados, Nárcio Rodrigues. Durante a solenidade, o deputado apresentou o esboço da logomarca do evento.
    Por meio da parceria com a Green Cross, o Governo de Minas conseguiu implantar o Instituto Unesco de Excelência em Águas (Hidroex), com apoio da Unesco, órgão das Nações Unidas. Com sede em Frutal, no Triângulo Mineiro, o instituto já conta com várias instalações concluídas, entre laboratórios, dormitórios e auditórios.
    Verde Minas
    O programa Verde Minas é uma rede de educação ambiental que prevê a implantação, até 2010, de 30 centros de educação ambiental em todo o Estado, respeitando os biomas característicos das regiões mineiras, bem como o repertório hidrográfico de cada uma delas. A rede utilizará sistema de videoconferências para multiplicar os conhecimentos de defesa ambiental, especialmente valorizando os recursos hídricos.
    Também busca melhorar a capacitação dos agentes ambientais otimizar as ações do Estado na área de meio ambiente, capaz de organizar as iniciativas dispersas nas várias instâncias da administração pública. O programa também tem objetivo de melhorar a qualidade de vida da toda população mineira, a partir de projetos ambientais que possam ganhar sustentabilidade a longo prazo.
    O programa será um desdobramento da Rede de Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs) e será desenvolvido por meio das secretarias de Estado de Ciência e Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad).
    Investimentos
    Ao lado do presidente executivo da Green Cross Internacional, Alexander Likhotal, e do presidente da Green Cross Internacional no Brasil, Celso Claro, Aécio Neves destacou também os investimentos do Governo do Estado na gestão da área ambiental. Nos últimos cinco anos, foram R$ 500 milhões aplicados na preservação das matrizes energéticas, nas áreas de conservação e parques ecológicas, além da descentralização e desburocratização da área administrativa.
    "Há algo novo surgindo a partir de Minas Gerais que certamente será exposto e será uma oportunidade do nosso esforço em garantir a política ambiental eficiente. Temos um compromisso com o futuro do planeta e temos a responsabilidade de ser a caixa d'água deste país", disse.
    Vanguarda nacional
    O presidente da Green Cross Internacional no Brasil afirmou que a parceria permitirá que Minas Gerais seja o primeiro Estado brasileiro na organização e gestão dos recursos naturais, principalmente nas bacias hidrográficas.
    "A ONG desenvolve parcerias com várias instituições das Nações Unidas no que diz respeito à gestão dos recursos hídricos. Vamos cooperar para que Minas tenha suporte técnico para organizar uma gestão adequada dos recursos hídricos, principalmente nas bacias dos rios Paranaíba e Grande e também do rio São Francisco que hoje está em debate no Brasil", disse Celso Claro.
    Participaram da solenidade o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alberto Duque Portugal; o subsecretário de Ensino Superior e coordenador do Verde Minas, Octávio Elísio Alves de Brito, e o deputado federal Nárcio Rodrigues.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 5, 2007

    ARTIGO ESPECIAL enviado ao nosso BLOG DE NOTÍCIAS por Wagner Gomes, que foi superintendente do Banco do Brasil em Minas. Ele é mineiro de Montes Claros no norte de Minas.

                                                                 SUSTENTABILIDADE: UM NOVO TEMPO

                                                                                        Wagner Gomes

    Um termo novo, aliado a uma prática que passa a ser exigida pela consciência de toda a coletividade, começa a eclodir pelos quatro cantos do planeta. Refiro-me ao desafio do crescimento econômico sustentável, cuja prática pode ser entendida como aquela que atende às necessidades da geração atual, sem gerar um passivo ambiental para as gerações que nos sucederem.
    Ou seja, os resíduos resultantes dos processos produtivos devem ser tratados, de tal forma que o ecossistema não sofra uma degradação contínua, como hoje, ainda, vem ocorrendo.
    Se olharmos todo o passado da humanidade, e pudermos visualizar a montanha de lixo produzida, em toda sua plenitude, capaz de gerar, a um só tempo, desastres ecológicos com ameaças à preservação de espécies, degradação do oxigênio via extinção de reservas florestais e poluentes jogados na atmosfera, iremos verificar que o quadro é aterrador.
    O mundo perdeu uma boa oportunidade de dar a importância merecida ao debate desse tema, quando na eleição americana um de seus principais defensores, o ambientalista Al Gore, foi derrotado pelo atual Presidente Bush, cuja irresponsabilidade ambiental beira a raia da loucura. Estimular que esse conceito seja absorvido pelo mundo empresarial e produtivo passa a ser imperioso por parte dos consumidores atentos ao nosso compromisso com o futuro.
    Não se trata de ilusão a formação de uma consciência coletiva, pois de alguma maneira temos que criar situações que modifiquem o ambiente de negócios das empresas. Elas deverão, em um futuro bem próximo, abrir mão da busca desenfreada da lucratividade, para destinar parte do que arrecadam a ações que visem conferir, ao planeta, anticorpos a esse processo degenerativo que o corrói.
    E os reflexos causados por essa irresponsabilidade, ampla e irrestrita, do processo produtivo, já podem ser mensurados. Na capital do poderoso estado de São Paulo, por exemplo, como fruto da poluição do ar, a média de vida já é inferior, em dois anos, à média nacional. Essa mesma consciência coletiva deverá estar atenta no processo eletivo de nossos governantes.
    O grande entrave que hoje se verifica é a falsa premissa que orienta nossos executivos na hora da formulação das estratégias de longo prazo das empresas: "se for adotada uma política de sustentabilidade, que valor poderia vir a ser agregado ao produto"?
    A resposta, de imediato, tende para minimizar o lucro. No entanto, quando o mundo tiver consciência de que se está matando, o boicote aos produtos, frutos de tamanha insensibilidade, provocará grandes falências em organizações poderosas. Interessante notar como as empresas do ramo petroquímico, papel e celulose, siderurgia, dentre outros, já estão a demonstrar o seu engajamento e sua busca de interagir com a população da área em que atuam, visando à melhoria sócio-ambiental.
    Ou alguém duvida que a Vale do Rio Doce existiria, ainda hoje, caso não destinasse à população parte de sua receita em medidas que visaram reverter o estrago que provocou? Portanto, a perenidade das empresas passa pela adoção sistematizada do processo de sustentabilidade.
    O tema é tão importante, e tão atual, que o Oitavo Congresso de Governança Corporativa promovido pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa a ele se dedicou, no período de 12 a 13 de novembro de 2007. E ao participar desse Congresso pude perceber que nossas grandes empresas, ali representadas, começam a ter noção das responsabilidades socioambientais que lhe serão cobradas.
    Ainda que sejam motivadas mais pela conveniência do que pela convicção, acredito que, em breve, essas práticas se tornem corriqueiras em nossas corporações. As empresas, doravante, através de seus Conselhos de Administração, deverão dirigir, para garantir o futuro de seus negócios, esforços no sentido de equilibrar as metas estabelecidas aos impactos causados no meio ambiente, com o fito de minimizar a resistência da sociedade em que atuam.
    Essa postura, mais que um diferencial mercadológico, deverá balizar a estratégia dos negócios. Devemos estar atentos para que esses novos tempos sejam, efetivamente, implantados. E que não nos deixemos enganar pelas falsas aparências, geradas pelo marketing barato de quem tenta se aproveitar dessa nova onda.
    O Professor de Políticas Públicas da Universidade de Columbia, em New York, Geoffrey Heal lança, usando o sentido figurado da clivagem, sua visão categórica e abalizada sobre o tema: "A conservação ambiental, tradicionalmente justificada em base moral e ética, deve ser vista como uma vitória econômica".











    Comentários

    #1. Ana Clarice - (annaclarice@hotmail.com)
    Um artigo muito bem escrito, claro, objetivo, sobre um tema de relevante importância merecendo uma grande divulgação
    #2. Polati - (Antonio Polati)
    Wagner, muito oportuno e importante o seu artigo. Gostei muito. A conscientização de todos é a única opção para revertermos o quadro atual.
    Parabéns,
    Polati
    #3. Armando Simoes - (Armando Simoes)
    Wagner,
    Gostei muito. Na 2a. feira passada, participei no Rio
    de interessante seminário sobre "ecoeficiência" e a
    linha geral foi bem semelhante à do IBGC e à sua.
    Parabéns.
    Abraço.
    Armando Simões#
    4. Erico Furtado - (ecfurtado)
    Caro Wagner,
    Excelente esse seu artigo sobre a questão do crescimento econômico sustentável. Você captou e transmitiu aos seus leitores, de forma clara e precisa, o sentimento que prevaleceu, nos painéis e debates, durante todo o Congresso do IBGC, realizado em São Paulo. Parabéns!
    Abraços, Érico
    #5. Ricardo Salerno - (ricardo.salerno)
    Wagner,
    Parabéns pelo artigo! Além de muito bem escrito, trata de um tema da maior relevância. Outro detalhe importante é que sua abordagem não foi romântica nem catastrófica. Foi objetiva e realista.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 5, 2007

    Atenção prefeitos! FUNDOMAQ pronto para votação no plenário JK da Assembléia de Minas. Projetop é do governador Aécio Neves.

    O Projeto de Lei (PL) 1.807/07, que antecipa a extinção do Fundo Máquinas para o Desenvolvimento (Fundomaq), já pode ser colocado em votação em 2o turno no Plenário da Assembléia Legislativa de Minas Gerais. A proposta recebeu parecer favorável da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária nesta quarta-feira (5/12/07), logo depois de ser votada em 1o turno no Plenário. O relator, deputado Sebastião Helvécio (PDT), apresentou a emenda no 1.
    De autoria do governador, o projeto antecipa para 31 de dezembro de 2007 o prazo de duração do Fundomaq, que financiou a aquisição de máquinas e ônibus pelas prefeituras com recursos do Estado. A operação foi questionada pela Secretaria do Tesouro Nacional, porque teria se configurado um arrendamento mercantil entre Estado e municípios, o que é proibido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.
    Na forma como foi aprovado em 1o turno, o PL 1.807/07 autoriza a criação de um fundo de investimento constituído com recursos do Estado e dos municípios como alternativa para dar continuidade ao Programa Máquinas para o Desenvolvimento. Os recursos desse fundo servirão para financiar a aquisição de máquinas, veículos e equipamentos para obras de infra-estrutura e transportes.
    Os municípios terão a opção de continuarem com as máquinas ou devolvê-las para a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico em perfeitas condições de uso. Se optarem por devolver as máquinas, as prefeituras receberão metade dos valores pagos ao Estado a título de contrapartida financeira. A emenda de 2o turno apresentada pelo relator tem a finalidade de permitir a abertura de crédito especial ao Orçamento do Estado para arcar com os custos da devolução desses valores.
    Projeto de doação de imóvel do Cardiominas recebe emendas
    O PL 1.414/07, do governador, que trata da doação do terreno do antigo Cardiominas à Santa Casa de Belo Horizonte, também recebeu parecer favorável de 2o turno e está pronto para o Plenário. O objetivo do projeto, que altera a Lei 12.688, de 1997, é explicitar as áreas de propriedade da Santa Casa, da Prefeitura de Belo Horizonte e do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg), que compartilham o prédio do extinto Cardiominas, onde funciona o recém-inaugurado Centro Metropolitano de Especialidades Médicas.
    A relatora, deputada Rosângela Reis (PV), apresentou três emendas ao projeto. A emenda no 1 modifica a Lei 15.779, que em 2005 deu mais prazo à Santa Casa para a implantação do Centro de Especialidades Médicas. O objetivo da alteração é explicitar que a cessão do 4o e do 5o andares do prédio para o Ipsemg será onerosa para a autarquia. A emenda no 2 retira a palavra "senador" do nome do ambulatório do Ipsemg - denominado Eduardo Levindo Coelho. Já a emenda no 3 revoga dispositivo da Lei 15.779 que previa reserva de vagas de garagem para o Ipsemg no prédio.
    Outros três projetos de doação de imóveis de autoria do governador receberam pareceres favoráveis e também estão prontos para o Plenário. Em 2o turno, os PLs 408/07 e 1.598/07 beneficiam os municípios de Arinos (Noroeste) e Abaeté (Região Central), respectivamente. O PL 1.806/07, em 1o turno, autoriza doação de terreno de propriedade do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-MG) para a construção do fórum de Conselheiro Lafaiete (Região Central).
    Adiada análise de contas do governador

    O Projeto de Resolução 1.826/07, da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária, que aprova a prestação de contas do governador Aécio Neves relativas ao exercício fiscal de 2006, não foi votado por causa de um pedido de vista da deputada Elisa Costa (PT). O parecer do relator, deputado Agostinho Patrús Filho (PV), é pela aprovação do projeto, por não vislumbrar indícios de malversação de recursos públicos na prestação de contas. Ele avalia que o Estado cumpriu a Emenda à Constituição Federal 29, que determina a aplicação mínima de recursos em ações e serviços de saúde. A deputada Elisa Costa pediu vista porque não concorda com a argumentação do relator nesse ponto específico.
    Os PLs 1.404/07, 1.584/07, 1.745/07 e os PLCs 34/07 e 35/07 foram retirados da pauta da reunião.
    Crédito suplementar do MP - A análise do PL 1.738/07, que autoriza a abertura de crédito suplementar de R$ 46,5 milhões para o Ministério Público, foi adiada para a reunião convocada para as 18 horas desta quarta-feira (5).
    A análise do PL 1.738/07, que autoriza a abertura de crédito suplementar de R$ 46,5 milhões para o Ministério Público, foi adiada para a reunião convocada para as 18 horas desta quarta-feira (5).
    Presenças - Deputados Zé Maia (PSDB), presidente; Jayro Lessa (DEM), vice; Agostinho Patrús Filho (PV), Antônio Júlio (PMDB), Sebastião Helvécio (PDT), Ivair Nogueira (PMDB), Paulo Guedes (PT) e deputadas Elisa Costa (PT) e Rosângela Reis (PV).Deputados Zé Maia (PSDB), presidente; Jayro Lessa (DEM), vice; Agostinho Patrús Filho (PV), Antônio Júlio (PMDB), Sebastião Helvécio (PDT), Ivair Nogueira (PMDB), Paulo Guedes (PT) e deputadas Elisa Costa (PT) e Rosângela Reis (PV).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 5, 2007

    Homenagem a AMANS pelos seus 30 anos de fundação em Montes Claros no norte de Minas. Veja as fotos que vieram do site da www.almg.gov.br ( Afinal UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS).

      
      
      
      

      


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 5, 2007

    Os 30 anos da AMANS. A Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene, foi homenageada em Reunião Especial. O requerimento foi da deputada Ana Maria Rezende, mulher do deputado federal Jairo Athayde, ex-prefeito de Montes Claros. Leia os detalhes.

    Em Reunião Especial de Plenário, os deputados da Assembléia Legislativa de Minas Gerais homenagearam, na noite desta segunda-feira (3/12/07), a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams), pelos seus 30 anos. A solenidade atendeu a requerimento da deputada Ana Maria Resende (PSDB), e contou com a presença de deputados, prefeitos e representantes do Governo do Estado.
    Para a autora do requerimento, a reunião celebra o reconhecimento das lideranças que fizeram o Norte de Minas acontecer. Segundo ela, a homenagem reflete o respeito pela instituição, que luta pelo amor, pelas realizações e pelo desenvolvimento social e econômico, que propiciaram à região destacada melhoria na qualidade de vida de sua população. "O presidente Valmir Morais de Sá segue um programa permanente, previamente traçado e discutido, de desenvolvimento regional. A Amams contribui para a transformação do nosso Estado, principalmente nas áreas de saúde, saneamento, energia e telefonia para todos, e do tão sonhado Pró-Acesso, programa que alimenta as esperanças dos mineiros do Norte", disse.
    Os deputados Luiz Tadeu Leite (PMDB) e Ruy Muniz (DEM), ambos da bancada do Norte de Minas, também se pronunciaram. "Parabéns a todos os mineiros do Norte que caminham juntos, que se esforçam em uma mesma direção. Parabéns a todos os que, como eu, confiam na força agregadora da Amams. Acredito no Norte de Minas, tenho fé em nossa gente, creio que a atual bancada parlamentar do Norte de Minas é capaz de fazer nossa região andar mais depressa em busca da redução das desigualdades e na conquista das oportunidades", afirmou Luiz Tadeu Leite.
    A secretária de Estado Extraordinária para Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha e do Mucuri e do Norte de Minas, Elbe Brandão, disse que os 30 anos da Amams são um momento de celebrar a vida de uma instituição da qual tem orgulho de ser parceira. "Este é um momento de celebração da vida, de uma história e, acima de tudo, da construção não apenas de um discurso, mas da corrente que continuará bravamente no batuque dos nossos tambores, a lutar por uma sociedade mais justa, fraterna, humana e igual", disse.
    O deputado Vanderlei Jangrossi (PP), que presidiu a reunião, e a deputada Ana Maria Resende entregaram placa alusiva às comemorações ao presidente da entidade, o prefeito de Patis, Valmir Morais de Sá. "A data representa para o Norte de Minas o esforço e a união pelo desenvolvimento de uma das regiões mais necessitadas de atenção dos Governos Federal e Estadual. Efetivamente, várias conquistas já podem ser creditadas à luta da Amams, sempre acima de interesses partidários e particulares, tendo como objetivo maior a busca de resultados globais em benefício de todos os municípios que a integram", colocou.
    Amams - Em seu discurso, o presidente Valmir Morais de Sá definiu a instituição como "fruto do sonho de homens públicos empreendedores que enxergaram no conceito de cooperação mútua um ponto de partida para a implementação de ações políticas consistentes, eficazes e duradouras". Com sede em Montes Claros, a Amams participou de forma decisiva em diferentes momentos: da pavimentação das BRs 251 e 135; da construção da ponte sobre o Rio São Francisco em Pedras de Maria da Cruz; da criação da Unimontes; da implantação do Projeto de Irrigação do Jaíba; e da construção da Usina de Irapé.
    Presenças - Deputados Vanderlei Jangrossi (PP), representando o presidente da ALMG, deputado Alberto Pinto Coelho; Luiz Tadeu Leite (PMDB) e Ruy Muniz (DEM) e deputada Ana Maria Resende (PSDB). Também compuseram a mesa o deputado federal Jairo Ataíde; o reitor da Unimontes, Paulo César Gonçalves de Almeida; e o secretário executivo de Defesa Civil, tenente-coronel Alexandre Lucas Alves.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 5, 2007

    Projeto de mudanças no Tribunal de Contas. O relator é o deputado Elmiro Nascimento do Democratas.

                                            Análise da reorganização do Tribunal de Contas ficou para esta tarde
    Ficou para as 18 horas desta quarta-feira (5/12/07) a votação do parecer de 1o turno da Comissão de Administração Pública da Assembléia Legislativa de Minas Gerais sobre o Projeto de Lei Complementar (PLC) 34/07, que dispõe sobre a organização do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG).
    O relator e presidente da comissão, deputado Elmiro Nascimento (DEM), distribuiu avulso do parecer pela aprovação do projeto com as emendas nºs 1 a 9 e 12 a 17, da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ); e 19 a 26, apresentadas. O parlamentar opinou ainda pela rejeição das emendas 10, 11 e 18, da CCJ.
    O objetivo da nova Lei Orgânica é dar maior celeridade à tramitação de processos e adequar o funcionamento do TCE à sistemática implementada pela Emenda à Constituição Estadual 78, de 2007, que abre a possibilidade para que o órgão seja divido em câmaras a serem renovadas periodicamente.
    O projeto também altera a estrutura organizacional do TCE, que será integrada pela Auditoria, pelo Ministério Público junto ao Tribunal, pelo Tribunal Pleno, pelas câmaras, pela Presidência e Vice-Presidência, pela Corregedoria, pela Ouvidoria e pela Escola de Contas e Capacitação Professor Pedro Aleixo, além dos Serviços Auxiliares.
    Outra alteração proposta é a regulamentação da emissão de alerta pelo TCE quando os Poderes se aproximarem do limite de gastos com pessoal da LRF. Além disso, o PLC 34/07 estabelece que os três Poderes, além do Ministério Público e Tribunal de Contas, manterão sistema integrado de controle interno. Outra novidade prevista é a redução para quatro do número de recursos cabíveis contra as decisões do órgão. Outra inovação é a edação para que parentes de até 2o grau ocupem o cargo de conselheiro simultaneamente. O projeto também abre a possibilidade de suspensão de processos licitatórios caso sejam constatadas irregularidades.
    Confira o conteúdo das emendas da Administração Pública
    A emenda nº 19
    dá nova redação ao parágrafo 3o do artigo 3o. Ela estabelece que "o titular de cada Poder, no âmbito estadual e municipal, encaminhará ao Tribunal, em cada exercício, o rol dos responsáveis por dinheiro, bens e valores públicos e outros documentos ou informações consideradas necessárias, na forma estabelecida em atos normativos do Tribunal."
    A emenda nº 20 modifica a redação o inciso XV do artigo 35 do projeto, determinando que compete ao TCE fixar diárias de viagens aos servidores e membros da instituição.
    A emenda nº 21 dá nova redação ao artigo 17 da proposição, estipulando que os conselheiros e auditores terão direito a férias, após um ano de exercício. As férias do conselheiro corresponderão, quanto à duração, às que a Lei Orgânica da Magistratura Nacional assegura aos membros do Poder Judiciário.
    A emenda nº 22 substituiu, no inciso X do artigo 19, que trata da competência do presidente do TCE, o termo "disponibilizar" por "ceder" servidores a outros órgãos, nos termos da legislação em vigor.
    A emenda nº 23 acrescenta ao projeto o artigo 116, renumerando os demais e, ao final dos incisos VIII e IX do artigo 4o, a expressão "para fins do disposto no artigo 116". Este novo artigo determina que a "fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial do Tribunal de Contas será exercida pela Assembléia Legislativa, na forma definida no seu Regimento Interno".
    A emenda nº 24 acrescenta ao artigo 4o do projeto o parágrafo 2o, transformando seu parágrafo único em parágrafo 1o. O parágrafo 2o determina que o TCE deverá, no relatório anual, apresentar análise da evolução dos custos da atividade de controle e da eficiência, eficácia e economicidade desta atividade.
    A emenda nº 25 suprime o inciso II do artigo 35, que trata das competências do tribunal. Este inciso estabelece que cabe ao TCE julgar as contas dos responsáveis pela Assembléia Legislativa, Tribunal de Justiça e Ministério Público.
    A emenda nº 26 suprime o inciso II do artigo 37, que trata das competências das câmaras do TCE. Este inciso estabelece que cabe às câmaras julgar as contas prestadas, anualmente, pelos presidentes de câmaras municipais.
    Alteração nos cargos do Tribunal de Contas passa pela CCJ
    A Comissão de Administração Pública aprovou parecer de 1o turno favorável ao PL 1.760/07, do Tribunal de Contas, que trata do quadro de cargos dos serviços auxiliares da Secretaria do TCE. A proposição altera esse quadro com a criação de cargos de provimento efetivo e de provimento em comissão de recrutamento restrito a servidores efetivos do Tribunal. O projeto transforma, ainda, o cargo de diretor tesoureiro em cargo de diretor adjunto e promove a extinção do cargo de supervisor V.
    O relator, deputado Ademir Lucas (PSDB), opinou pela aprovação da matéria na forma do substitutivo nº 1, da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que aprimorou o projeto em relação à técnica legislativa. O PL 1.760/07 segue agora para análise da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária.
    Requerimentos - Foi aprovado também requerimento do deputado Almir Paraca (PT) solicitando que o PLC 35/07, do governador, seja debatido em audiência pública da comissão. A proposta autoriza o Poder Executivo a quitar dívida com o Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg).
    Outra audiência pública será promovida pela comissão, desta ver para discutir, em conjunto com a Comissão de Meio Ambiente e Recursos Naturais, a atual sistemática sobre licenciamento ambiental, com objetivo de avaliar o grau de eficiência do atual modelo legal. Foi adiado requerimento do deputado Carlin Moura (PCdoB), em que solicita providências quanto aos fatos relatados pelo servidor aposentado do DER, José Delvart Fernandes Murta.
    Os deputados aprovaram ainda três requerimentos que dispensam a apreciação do Plenário da Assembléia.
    Presenças - Deputados Elmiro Nascimento (DEM), presidente; Ademir Lucas (PSDB), vice; André Quintão (PT), Inácio Franco (PV), Ivair Nogueira (PMDB) e Domingos Sávio (PSDB).




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 4, 2007

    Inaugurada a estrada que liga Buritis ao Distrito Federal - um investimento de 8 milhões e 600 mil reais. Deste total o governo de Minas investiu 1 milhão e 700 mil reais. Confira detalhes.









                                                    Governadores inauguram trecho da BR-030 em Buritis

     









    Wellington Pedro/Imprensa MG


    Com a praça central tomada por mais de 5 mil moradores, o governador Aécio Neves inaugurou, nesta terça-feira (4), na cidade de Buritis, região Noroeste do Estado, a pavimentação de trecho da BR-030 que liga o município de Buritis a Brasília/DF. A obra foi realizada em parceria entre os governos de Minas Gerais, Distrito Federal e Goiás e o Exército Brasileiro.
    O trecho pavimentado tem 27 quilômetros e as obras foram concluídas em seis meses. O investimento total foi de R$ 8,6 milhões, sendo R$ 1,7 milhão do Governo de Minas e R$ 6,9 milhões do Governo do Distrito Federal.
    “Minas hoje vive um processo de desenvolvimento planejado. Os investimentos do ano que vem têm seqüência no ano seguinte e, a partir daí, também no próximo ano. Isso impede que obras sejam interrompidas e dinheiro público seja desperdiçado.
    Portanto, essa obra – compromisso antigo nosso -, em parceria com os governos federal e de Goiás, é mais uma demonstração de que as parcerias quando são construídas e levadas a sério trazem resultados para as pessoas”, disse Aécio Neves, em entrevista, ao lado dos governadores de Goiás, Alcides Rodrigues, e do Distrito Federal, José Roberto Arruda.
    A pavimentação da BR-030 seria de responsabilidade do governo federal, mas os estados de Minas Gerais, Goiás e o Distrito Federal se uniram, com o apoio do Exército, para viabilizar a obra, de grande importância para o desenvolvimento econômico e social da região.
    Cinturão de Segurança
    Aécio Neves destacou também que a parceria entre os governos de Minas, Goiás e Distrito Federal também se estenderão para ações de combate à criminalidade. Ele destacou o programa do Governo de Minas denominado Cinturão de Segurança, que visa ampliar os investimentos nas cidades que fazem divisa com outros estados.
    “Nós temos trabalhado muito na área de segurança pública. Estaremos, inclusive, proximamente – antecipei esse projeto lançando investimentos em vários municípios dessa região no que chamamos Cinturão de Segurança Pública. Algo que está sendo feito em parceria com as polícias de Goiás em especial, mas também do Distrito Federal, no sentido de troca de informações e inteligência da nossa força de segurança. Todo esse projeto do Cinturão terá uma ação prioritária nessa região, exatamente pelo tráfego que aqui existe”, afirmou Aécio Neves.
    Escoamento da produção
    O prefeito de Buritis, Keny Soares Rodrigues, ressaltou a importância que a nova rodovia terá para o escoamento da produção da região do Noroeste de Minas. Antes da pavimentação, o trecho que liga os dois municípios era de estrada de terra e muitos caminhoneiros faziam um desvio de 100 quilômetros, passando pela cidade de Unaí.
    “Estaremos valorizando a nossa produção e facilitando as exportações. Esse é o marco político mais importante da história de Buritis”, afirmou, lembrando que o Governo de Minas está realizando uma série de investimentos na região.
    A pavimentação da rodovia cria um importante corredor de exportação para o Estado, integrando a região a um dos seus maiores centros de consumo e permitindo, em especial, maior agilidade no escoamento da produção de soja.
    O governador Alcides Rodrigues destacou que a pavimentação da BR-030 promove a integração de Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal. “Além disso, traz tranqüilidade para o tráfego e facilita as exportações”, disse. Já José Roberto Arruda lembrou que o desenvolvimento do Centro-Oeste do Brasil e do Noroeste mineiro começou a ser implantado pelo presidente Juscelino Kubitschek, na década de 50.
    Investimentos
    Durante o seu discurso, o governador Aécio Neves lembrou que o Governo de Minas tem realizado uma série de investimentos no Noroeste de Minas. Ele destacou a construção de rodovias e os investimentos em educação, com a implantação da Superintendência de Unaí.
    “Isso vai fortalecer ainda mais a educação em toda a região”, afirmou o governador, ressaltando o grande aporte de recursos na recuperação física das escolas do Noroeste mineiro. Entre 2003 e 2006, foram gastos R$ 5,3 milhões na ampliação e reforma de 39 escolas.
    Eletrificação
    Aécio Neves destacou também o Programa de Eletrificação do Noroeste de Minas Gerais (Projeto Noroeste), um dos 50 projetos estruturadores do Governo do Estado. O programa foi concluído em novembro de 2006 e contou com investimentos de R$ 150 milhões. O conjunto de obras permitiu à Cemig dobrar a capacidade instalada, beneficiando os 19 municípios da região.
    Antes de chegarem ao centro de Buritis, os governadores participaram de uma solenidade na rodovia, próximo ao povoado de Cabeceiras da Mata, na divisa de Minas Gerais com Goiás. Eles foram recebidos pelo chefe da Diretoria de Obras de Cooperação do Exército, general Paulo Komatzu, e pelo comandante do 9º Batalhão de Engenharia de Construção do Exército Brasileiro, coronel Antônio Santos Filho, responsável pelas obras.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 4, 2007

    O Programa Mundo Político da TV Assembléia tem "nova diretora". É a jornalista Rosângela Romão. Ela está há sete anos no programa como produtora. Agora, com muita justiça pelo trabalho excelente que vem desempenhando no dia-a-dia, foi promovida para o honroso cargo de DIRETORA do Mundo Político.

                                Parabéns Rosângela!
    Muito justo, já que este Blogueiro é testemunha do seu empenho, da sua intiligência emocional em lidar com os entrevistados e entrevistadas, que são convidados a participa do Mundo Político, apresentado pelo jornalista Carlo Menezes, de segunda a sexta-feira, sempre às 22h30m.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 4, 2007

    Ministro das Comunicações, senador Hélio Costa, recebeu pedido do deputado Luiz Tadeu Leite, do PMDB de Montes Claros.












    INTERNET GRATIS? TADEU PEDIU PARA MONTES CLAROS : :

    Montes Claros poderá ter Internet gratuita para toda a população, através de um convênio que poderá vir a ser celebrado entre a Prefeitura de Montes Claros e o Ministério das Comunicações. Hoje, o Deputado Luiz Tadeu Leite, através de ofício, reivindicou ao Ministro das Comunicações, o mineiro Hélio Costa (foto abaixo), a celebração do convênio.
    Através do sistema de Internet sem fio, é possível a qualquer cidadão acessar a rede mundial de computadores através do seu computador e esse sistema começa a ser implantado em Belo Horizonte e em algumas outras cidades brasileiras. Mas, segundo informa o Ministério das Comunicações, a intenção é a ampliação da oferta do serviço para todas as cidades brasileiras.
    Tão logo tomou conhecimento do serviço, o Deputado Luiz Tadeu Leite, que é amigo pessoal do Ministro Hélio Costa, comunicou-se com o mesmo, fazendo a solicitação para Montes Claros.
    Tadeu disse que "vai ser muito bom para todos, em especial para uma cidade universitária como a nossa, mas, é claro, depende da prefeitura. Como o convênio é feito com a prefeitura, caberá ao prefeito decidir se quer ou não o notável avanço tecnológico".



    :: O deputado Luiz Tadeu Leite com o Ministro Hélio Costa (aqui usando o cocar dos índios xacriabás, em São João das Missões/MG




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 4, 2007

    Em PRIMEIRA MÃO. O governador Aécio Neves acaba de sancionar a Lei 18.090, de autoria do deputado Dalmo Ribeiro Silva, PSDB de Ouro Fino, sul de Minas, que dá a denominação de RANDOLFO AMARAL, ao trecho da MG-265 ( asfaltada e inagurada em agosto deste ano), que liga Desterro do Mello a Barbacena. O nosso bisavô - meu e do prefeito Ruy Fernandes - foi em 1865, o primeiro chefe político e presidente da Câmara distrital do povoado de Desterro do Melo, que fica a 200 kms de BH e 32 de Barbacena - no Caminho do Meio da Estrada Real - na Zona da Mata de Minas. O patriarca RANDOLFO AMARAL, que agora empresta seu nome à MG-265, foi ainda quem levou - junto com lideranças da região, como o BITICO dono da primeira linha de ônibus Mello-Barbacena - a primeira estrada de terra de Barbacena até o Desterro do Mello. Muito justa a homenagem. Agradecemos em nome da família AMARAL: ao ex-deputado Edson Resende,do PT, que foi o primeiro a apresentar o projeto de denominação da MG-265 de Rodovia Randolfo Amaral, ao deputado Dalmo Ribeiro, do PSDB que o desarquivou - já Edson Resende não se reelegeu - ao diretor-geral do DER, engenheiro José Elcio Montese e ao governador Aécio Neves pela sanção da lei 18.090.

    Na foto baixo estão o prefeito de Desterro do Mello,advogado Ruy Fernandes e o governador Aécio Neves em encontro,no Palácio da Liberdade,  aqui em BH, aonde o prefeito vem constantemente em busca de recursos para seu município.
    SESSÃO RECORDAÇÃO.
    (foto arquivo).
    FAZENDO BEM FEITO Fudomaq - Junho 2006.





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 4, 2007

    Rogério Freitas é o novo presidente do PT em Juiz de Fora. Notícia vem do Painel da Tribuna de Minas de Juiz de Fora. EM TEMPO: para presidente do PT em Minas, dois deputados vão disputar o segundo turno: o deputado estadual Durval Ângelo e o deputado federal Reginaldo Gomes.

    A ex-reitora da Universidade Federal de Juiz de Fora Margarida Salomão foi a grande vencedora da eleição do diretório do PT municipal, realizada no domingo.
    O candidato da chapa "A Juiz de Fora que nós queremos", da qual ela faz parte, Rogério Freitas, conseguiu, por dois votos acima do quórum, se eleger no primeiro turno presidente, na vaga de Chico Oliveira, também do mesmo grupo.
    A vitória ganha mais impacto, pois seu principal concorrente, Carlos Afonso de Almeida (Cafu), tinha apoio do ex-presidente do diretório Martvs das Chagas e do ex-deputado Biel Rocha.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 4, 2007

    De olho nas ações do governo Aécio Neves. Saem números sobre violência em Minas, feita pelo governo do estado em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais. Queda em todo9 o Estado foi de 24,7%. Na Região metropolitana de BH - 45,4%. EM Belo Horizonte queda de 49,51%. Confira dados que vieram do www.gov.mg.br









                                                 Índice de crimes violentos cai 24,7% em Minas Gerais

     











    Omar Freire/Imprensa MG
     

    O Governo de Minas divulgou, nesta segunda-feira (3), os novos indicadores de criminalidade com importante redução na ocorrência de crimes violentos no Estado. De acordo a medição estatística realizada pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (Crisp/ UFMG), verificou-se uma queda de 24,7% no índice de crimes violentos no território mineiro. A maior redução dos crimes violentos foi verificada na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), que registrou queda de 45,4%. A capital mineira, analisada separadamente, acumulou queda ainda mais representativa na violência no período, chegando a 49,51%.
    O estudo foi apresentado durante reunião do governador Aécio Neves com o secretário de Defesa Social, Maurício Campos Júnior, representantes das forças de segurança do Estado e o coordenador do Crisp/UFMG, Cláudio Beato, no Palácio da Liberdade. O levantamento tem como base o número de ocorrências registradas pela Polícia Militar por região do Estado ao longo de 2003 até 2007.
    "Todos os indicadores têm sido favoráveis em relação à redução da criminalidade violenta em Minas Gerais. Percebemos, claramente, que a política de integração e a adoção de uma metodologia de gestão integrada produziu resultado nos lugares onde foi implantada. A idéia, agora, é tornar mais vitalizada a ação e levá-la ao interior com todo o equipamento disponíveis para as polícias locais", afirmou o secretário de Defesa Social, Maurício Campos Junior.
    Desde 2003, o governo reduziu o índice de 394,73 crimes violentos para cada grupo de 100 mil habitantes para 297,30 crimes violentos por 100 mil. Os números comprovam que a política de segurança pública de Minas Gerais tem sido eficaz com importantes resultados na redução nos índices de criminalidade em todo o Estado.
    São considerados crimes violentos os crimes contra o patrimônio (roubos sem a utilização de armar e roubos a mão armada) e crimes contra a pessoa (tentativa de homicídio, homicídios consumados, tentativas de estupros e estupros consumados).
    Cai 50,80% crimes contra o patrimônio em BH
    Belo Horizonte registrou a maior queda na ocorrência de crimes cometidos contra o patrimônio: 50,80%.  Na Região Metropolitana, a redução foi de 48,2 %. Os indicadores apontaram queda de 26,62% em todas as regiões do Estado entre 2003 e 2007.  No início de 2003, havia uma taxa de 337,47 crimes violentos contra o patrimônio por 100 mil habitantes que reduziu para 297,30 por 100 mil em 2007.
    Crimes contra pessoa caem 25,7% na Região Metropolitana
    Os crimes cometidos contra a pessoa também registram quedas representativas no mesmo período. Em todo o Estado, a média de redução foi de 12%. A taxa de crimes violentos contra a pessoa baixou de 56,74 por cem mil habitantes em 2003 para 48,15 por cem mil em 2007. Na Região Metropolitana, a queda foi de 25,7%, com destaque para Belo Horizonte que apresentou redução de 34,66% nos crimes contra o cidadão, resultado das ações ostensivas de policiamento implementadas.
    Metodologia
    Durante a apresentação dos novos indicadores, o secretário de Defesa Social, Maurício Campos, destacou a importância da parceria com o Crisp para dar agilidade na apuração dos dados e na transparência na política de segurança do Estado. Os indicadores estão consolidados no Boletim Semestral da Criminalidade Violenta no Estado de Minas Gerais que, a partir de agora, será disponibilizado à população por meio do site da secretaria na internet.
    "Minas passa por um momento importante, pois todos os indicadores são favoráveis. Agora, com a parceria com o Crisp vamos garantir mais transparência aos indicadores de criminalidade", disse Maurício Campos.
    O secretário também ressaltou a importância dos investimentos do Governo do Estado na área de segurança como fator fundamental para garantir a redução histórica dos índices de criminalidade. Desde 2003, o Governo de Minas já investiu R$ 784 milhões na área de segurança pública. Os investimentos permitiram implantação de programas de prevenção, aumento do contingente policial, capacitação de pessoal, abertura de vagas no sistema prisional e no reaparelhamento e modernização das forças policiais.
    Integração
    O coordenador-geral do Crisp, Cláudio Beato, afirmou que os números positivos são resultados da política agressiva do Governo de Minas. Ele destacou a integração dos trabalhos das forças de segurança estaduais, o que permitiu mais agilidade e eficiência nas ações policiais. "Todas as reduções são muito significativas e são resultado da política mais agressiva de segurança pública", afirmou.
    Para a elaboração dos indicadores, foram considerados os crimes violentos registrados entre 2003 e 2007, a partir das ocorrências feitas pela Polícia Militar em todo o Estado.
    Os dados foram analisados pela Assessoria de Consolidação de Informações e Inteligência da Secretaria de Estado de Defesa Social – ACII/ SEDS em parceria com o Crisp/ UFMG.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 4, 2007

    Cia Vale do Rio Doce ( que nasceu em Minas Gerais), lançou sua nova marca. Mas, quanto VALE a marca da VALE? A marca do google - por exeplo - vale 60 milhões de dólares. EM TEMPO: gostei muito do comercial da Vale sobre sua nova marca. O verde o amarelo foram valorizados com muita percepção de quem criou a marca VALE. Parabéns!

    Logo Vale



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 4, 2007

    Prefeito de BH, Fernando Pimentel, antecipa o 13º salário para os mais de 40 mil funcionários municipais. Vai pagar dia 12, quarta-feira da semana que vem. Com isso vai colocar no mercado 75 milhões de reais, neste final de ano.







    O prefeito Fernando Pimentel anunciou na manhã desta terça-feira, dia 4, a antecipação do pagamento do 13º salário dos mais de 40 mil servidores públicos municipais da administração direta e indireta, aposentados e pensionistas. O pagamento será feito no próximo dia 12, quarta-feira, quando Belo Horizonte comemora seus 110 anos e vai colocar no mercado cerca de R$ 75 milhões. "É uma notícia boa para os funcionários e servidores, eles merecem isso, e é uma notícia boa também para a cidade porque este dinheiro acaba circulando no comércio, gerando vendas e aumento do movimento econômico", salientou. O anúncio foi feito em entrevista coletiva do prefeito durante o encontro Metrópoles, que reúne até amanhã, representantes de diversas cidades do mundo em discussões sobre mobilidade urbana e segurança, entre outros


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 4, 2007

    GIRO pelo Interior de Minas - Juiz de Fora na Zona da Mata. Pinçado da coluna de César Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.


    Luis Roberto Repetto e Miriam Prazeres
    com Marta e Jovino Campos,
    que acaba de inaugurar filial
    do Supermercado Bahamas,
    em Barbacena.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 4, 2007

    Recebemos E-mail do coronel Rômulo Diniz, nosso ex-aluno no curso "Socorro, Estou na TV", que acessou nosso BLOG DE NOTÍCIAS e gostou. Obrigado pela audiência. Foi um prazer receber seu recado!

    Olá, Jornalista/repórter João Carlos Amaral.
    Desde 96, quando tive a honra de fazer o seu excelente curso: "Socorro, estou na TV!",
    aprendi a lhe admirar, pelo seu trabalho, sério, de informações.
    Parabéns.
    Rômulo Berbert Diniz-Coronel PM Aposentado


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 4, 2007

    BARBACENA ganha hoje um Hipermercado de peso: o BAHAMAS, do empresário Jovino Campos - leia-se Bahamas de Juiz de Fora.

    Vale conferir... o encontro de três pesos pesados: do setor de supermercados, Jovino Campos, da Rede Bahamas ( está inaugurando HOJE, ao meio dia, supermercado na Praça da Estação em Barbacena); da área de colunismo social, o competente César Romero do jornal Tribuna de Minas e o renomado advogado Décio Freire, que faz almoço de fim de ano para reunir quem é quem na casa dele no começo de dezembro. A foto abaixo é do arquivo do nosso BLOG DE NOTÍCIAS, feita na Câmara Muncipal de BH, quando Décio Freire - nascido em Boa Esperança, sul de Minas - recebeu o Título de Cidadão Honorário de Beagá. Com justiça!

                                                        Da série: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS.
                                                                                Da esquerda para a direita,
                                                o empresário juizforano do Grupo Bahamas, Jovino Campos,
                                                                                 o colunista César Romero
                                                                     e o renomado advogado Décio Freire. 


               


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 4, 2007

    Os 40 anos do renomado advogado Décio Freire foi o grande acontecimento social deste comecinho de dezembro, aqui em BH. Logo na subida da escada fomos recebidos pelo som do saxofone de José Eymard. O cenário era cinematográfico: a pérgola da piscina da residência do casal Mariane/Décio Freire no Belvedere. Um toldo imenso foi armado para dar conforto aos convidados que circularam pela festa. Menu correto, uísque idem. O sósia do rei Roberto Carlos fez o maior sucesso. Uma banda levou muita gente para pista de dança. Dentre as dezenas de personalidades presentes destacamos: a vereadora Neuzinha Santos, do PT; a socialite carioca Vera Loyola; o deputado federal Rodrigo de Castro, filho do secretário de goveno de Minas, Danilo de Castro; o deputado estadual Bráulio Braz e esposa; o diretor de Meio Ambiente da Anglogold Ashanti, Willer Pós e Katiana; o consultor de meio ambiente, Carlos Orsini; os jornalistas Paulo César de Olioveira, Carlos Lindember, Leopoldo Oliveira e Márcio Fagundes do jornal Hoje em Dia; o colunista Eduardo Almeida Reis do Estado de Minas; o jornalista Walter Freitas; o empresário Lincoln Sabino; os delgados Jairo Lélis e José Fahat; o advogado Marcos Tito, Luiz Tito e a colunista Raquel Faria, Paulo Navarro e Walter Navarro do jornal O Tempo; o presidente da Federaminas, Arthur Lopes Filho; o colunista Marcelo Generoso; a jornalista Lena Brandão; a decoradora Cida Amaral; o ex-deputado Leopoldo Bessone e seus causos políticos interessantes; o empresário Rubens Lessa; o ex-presidente da Cohab, Ubiratan Soares, efim, tanta gente importante que não deu prá anotar todas. Mas, as fotos dizem muito... VALEM POR MIL PALAVRAS. Confira as que fizemos lá na festa do Décio Freire. (CLICK na foto para AMPLIÁ-LA)















     







    Comentários

    #1. Willer Pos - (whpos@hotmail.com)
    Caro, João Carlos
    Foi realmente uma festa memoravel, que só o Decio e familia sabem fazer. Os happy-hours já famosos do Escritorio do Decio Freire são a comprovação disso.
    abraçõs do amigo
    Willer Pos -diretor de Meio Ambiente d da Anglogold Ashanti.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Dezembro 4, 2007

    Ex-deputado estadual Manoel Conegundes - paraibano de Bananeiras - é o mais novo Cidadão Honorário de Minas. O título foi concedido pelo governador Aécio Neves, a pedido do deputado Sávio Souza Cruz, do PMDB. Depois da concorrida solenidade no plenário presidente JK, presidida pelo deputado Alberto Pinto Coelho, presidente da Assembléia de Minas, o novo cidadão mineiro mineiro lançou o livro dele "Conegundes, O Operário da Democracia". Presentes personalidades políticas, da magistratura e muitos amigos e admiradores de Conegundes, que vieram de Barbacena, Alto Rio Doce, Desterro do Mello. Dentre as dezenas de presentes estavam: o brigadeiro do Ar, Alvaní Adão da Siva ( nascido na cidade de Senhora dos Remédios), comandante da EPCAR, aonde Conegundes foi professor por muitos anos; o ex-deputado federal Bias Fortes e sua filha Danuza, presidente da Casemg; o casal Claudia e o desembarbagador Reinaldo Ximenes, que foi juiz em Barbacena; o jornalista Sebastião Nery, que foi colega de estudos de Conegundes; o advogado Carlos Alberto Penna; o prefeito de Desterro do Mello, Ruy Fernandes e sua mulher a decoradora Edwiges Cavalieri; Gilberto Fernandes, irmão do prefeito Ruy Fernandes; Luiz Conegundes, sobrinho do homenageado; o advogado e ex-deputado Marcos Tito, o ex-deputado Genival Tourinho; o vice-prefeito de Contagem, Agostinho Silveira, o presidente do PMDB mineiro, deputado federal Fernando Diniz; o advogado Luiz Mário Pádua; os jornalistas Márcio Fagundes e Walter Freitas, o deputado André Quintão,do PT; Itamar de Oliveira; os barbacenenses Luiz Chaves, Itamar Pinto, Geraldo Faria e o ex-vereador Paulo Araújo; a jornalista Bianca Alves, "ghost writer" do livro de Conegundes; filhas, filho e neto do homeageado... CONFIRA as fotos QUE VALEM POR MIL PALAVRAS.

















                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 3, 2007

    COLAR DO MÉRITO JUDICIÁRIO. Da esquerda para a direita: o desembargador Orlando Adão, presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais; a ministra Ellen Gracie, presidente do Supremo Tribunal Federal e o vice-presidente da República, Zé Alencar. A solenidade foi no auditório do Forum Lafayette, aqui em BH.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 3, 2007

    TV DIGITAL, depois de São Paulo, será vez de BH ano que vem - garante o ministro das Comunicações, senador Hélio Costa. Notícia pinçada do site barbacenaonline.












    Um novo marco na história das telecomunicações no Brasil foi definido ontem (2). O Governo Federal, através do Ministério das Comunicações, lançou a TV digital.

    A nova tecnologia entra em funcionamento em São Paulo e deve começar a ser instalada em Belo Horizonte no ano que vem.

    O sistema vai operar em todo o território nacional até junho de 2013, com previsão de que três anos depois a TV analógica seja definitivamente desativada.

    Divulgação









    Sebastião Damartino,
     Hélio Costa e José Mário
     no lançamento da cartilha da TV Digital, na UNA,
    em Belo Horizonte






    O proprietário da Tecomsat, José Mário, explica que a TV digital oferece melhor qualidade de imagem e de som. "É como se você tivesse uma imagem de DVD e o som de CD, ou seja, é uma imagem limpa sem chuviscos, uma imagem perfeita", esclarece.
    Sebastião Damartino, também proprietário da Tecomsat, diz que a TV Digital não vai mudar nada para as pessoas que têm antena parabólica. "Quando começar a transmissão digital as pessoas continuam a receber os sinais via satélite na parabólica. Além disso, há mais de dois anos já temos funcionando sinal digital nas antenas parabólicas. O que está vindo com a TV digital são os sinais terrestres de antena comum que serão transmitidos em UHF".
    Para ter a transmissão da TV digital, é preciso comprar o conversor, que é um aparelho para ser conectado à televisão. Mas isso é temporário, porque, segundo José Mário, já estão em processo de fabricação televisores com conversor acoplado. Quem tem mais de um televisor em casa vai precisar de um conversor para cada aparelho. "É importante lembrar que um conversor do exterior não poderá ser usado, pois a nossa tecnologia não é igual à dos outros países".
    Quanto à interatividade entre telespectador e emissoras, José Mário explica que vai ser possível "participar de votações e enquetes acessando o controle remoto, escolher a imagem transmitida por câmeras diferente, além de navegar na internet, fazer compras pela televisão e interagir com os bancos".
    As pessoas que ainda tiverem dúvidas podem procurar a Tecomsat, ou acessar o site www.dtv.org.b



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 3, 2007

    BH já tem três zonas de cobertura de Internet SEM FIO. Rodoviária, sede da Prefeitura e Prodabel. Mais seis Parques e Praças começam a ser cobertos pelo "wimax" a partir deste mês, disse o senador Hélio Costa, ministro das Comunicações.

    Belo Horizonte estará completamente coberta
    por internet sem fio no próximo ano




    Ministério das Comunicações investe
    R$ 3,5 milhões no Projeto BH Digital

     Até a metade de 2008, toda a cidade de Belo Horizonte estará conectada à internet banda larga sem fio. O Ministério das Comunicações investiu R$ 3,5 milhões e a prefeitura de Belo Horizonte, cerca de R$ 800 mil.  A previsão inicial é conectar 250 pontos, entre escolas públicas, postos de saúde, hospitais, comunidades carentes, prédios públicos, parques e praças. Com a conclusão do projeto, Belo Horizonte será a primeira metrópole brasileira completamente coberta pela internet.
     
    Belo Horizonte já conta hoje com três zonas de cobertura (hotspots): na rodoviária, no prédio da prefeitura e também na Prodabel, empresa municipal de informática. As tecnologias usadas, como a Wimax, são as mais modernas sem fio atualmente. Seis parques e praças serão cobertos a partir de dezembro, com a "iluminação" da Praça da Liberdade. Os demais pontos serão instalados no próximo ano.
     
    "Qualquer pessoa que chegar aos locais com um computador portátil ou celular do tipo smartphone poderá acessar a internet. Essa é uma iniciativa pioneira que vamos levar a outras capitais do Brasil. O mais importante é a conexão nas escolas públicas e nas dezenas de comunidades carentes da capital",  afirma o ministro Hélio Costa.
     
    Comunidades carentes
     
    Outro importante foco do projeto é a conexão de comunidades como a Vila Cafezal, a primeira a ser coberta pela internet. Ela fica situada no Aglomerado da Serra, uma das maiores favelas de Belo Horizonte, onde vivem milhares de famílias sem condições de pagar mensalmente pela banda larga. Várias pesquisas mostram que a internet ajuda no estudo, na formação profissional e principalmente na educação, contribuindo para evitar que menores se envolvam em crimes. Os computadores serão doados por empresas e instalados pela prefeitura.
     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 3, 2007

    Ministro Hélio Costa lança TV DIGITAL em São Paulo. Primeiros testes foram feitos para o ministro em Brasília. E ontem, domingo, em São Paulo, o ministro, senador Hélio Costa deu entrevista na Rede Bandeirantes - no Canal Livre - esclarecendo tudo sobre a TV Digital.




                                                    TV Digital será transmitida em antenas parabólicas no país inteiro

                                                    TV Bandeirantes e Rede TV realizam teste com sucesso em Brasília


     Com uma tecnologia alternativa já é possível captar o sinal digital por meio das antenas parabólicas em qualquer parte do país, até mesmo numa tribo indígena no meio da Amazônia. O teste foi realizado em Brasília, em apresentação para o ministro das Comunicações, Hélio Costa. 
    O novo sistema desenvolvido pelas emissoras TV Band e Rede TV vai possibilitar a qualquer um que tenha antena parabólica o acesso à TV Digital logo a partir do início das transmissões. Para isso, basta ter o conversor específico, que deve chegar ao mercado ainda em dezembro. 
    "Com esse sistema, quem tem uma parabólica vai poder ter acesso imediato à TV Digital, em qualquer ponto do território nacional", afirmou o presidente da Rede TV, Amilcare Dallevo. A transmissão foi realizada em um aparelho Full HD de 60 polegadas, utilizando a resolução máxima possível de 1920x1080 linhas.  Segundo Amilcare, três empresas já manifestaram interesse em fabricar o conversor. 
    Estima-se que, no Brasil, existam cerca de 20 milhões de residências que utilizam antena parabólica, um público estimado em mais de 50 milhões de pessoas. Com o novo conversor, o sinal digital chegará a todas casas antes mesmo da conclusão do cronograma oficial de implantação da TV Digital em todo o país.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 3, 2007

    AMANS - Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene - faz 30 anos e recebe homenagem do Parlamento Mineiro. A AMANS reúne 92 municípios, aonde moram um milhão e meio de pessoas. A homenagem foi através de requerimento da deputada Ana Maria Resende, do PSDB de Montes Claros.

    Os 30 anos da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams) serão comemorados nesta segunda-feira, às 20 horas, no Plenário da Assembléia Legislativa de Minas Gerais, com uma Reunião Especial. O evento é um requerimento da deputada Ana Maria Resende (PSDB).
    A Amans foi criada no dia 1º de dezembro de 1977 por um grupo de prefeitos, coordenado pelo então prefeito de Montes Claros, Antônio Lafetá Rebelo, que apostava na idéia de unir forças para aumentar o poder de reivindicação dos municípios da região Norte de Minas junto aos governos estadual e federal. Ela surgiu com a participação dos 42 prefeitos da área do Polígono da Seca. Porém, com as emancipações e a adesão de outros municípios, a associação engloba atualmente 92 municípios, que ocupam uma área de 24,5 mil quilômetros quadrados e possuem uma população de mais de 1,5 milhão de habitantes. Com isso, a Amams se tornou a maior associação microrregional do país.
    Foram convidados para o evento, o presidente da Amams, Valmir Morais de Sá, vereadores e prefeitos do Norte de Minas, além de deputados e lideranças políticas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 3, 2007

    Belo Horizonte faz aniversário dia 12. A abertura das homenagens foi feita nesta segunda-feira pelo prefeito Fernando Pimentel. Ao todo serão 10 dias de festas aqui na capital mineira. Uma imensa árvore de Natal, de 55 metros de altura será inaugurada dia 12 na Pampulha, perto da Igreja de São Francisco.







                                Começa a comemoração dos 110 anos de Belo Horizonte

    O prefeito Fernando Pimentel abriu nesta segunda-feira, dia 3, as comemorações dos 110 anos de Belo Horizonte. Cento e oitenta integrantes da Guarda Municipal fizeram um desfile na Praça da Estação, ao som da Banda da Guarda, oficializando a abertura da programação , que segue até o dia 12. O prefeito se disse orgulhoso de abrir a celebração de aniversário num momento em que a cidade conta com tantos programas e intervenções físicas em execução. Como exemplo, ele citou a própria Praça da Estação, que foi revitalizada pela Prefeitura e se tornou um dos principais pontos de convívio da cidade, palco para diversas manifestações artísticas e culturais. "Belo Horizonte é uma cidade que com 110 anos, continua jovem, vigorosa e preparada para construir um futuro de justiça, de solidariedade e de fraternidade. Uma cidade melhor para todos com oportunidades iguais. É o que estamos construindo", afirmou.

    Programação de aniversário

    Serão ao todo dez dias de festa com atividades culturais, de lazer, esporte , música, teatro, cinema e uma bela iluminação natalina que estará presente em vilas e aglomerados em diferentes regiões da cidade. A primeira decoração de Natal a ser inaugurada será a da Praça Rui Barbosa (Praça da Estação), no dia 7. Depois vem a iluminação das praças Diogo de Vasconcelos (Savassi), no dia 8, Rio Branco (Rodoviária ), no dia 10, e Praça Sete, no dia 11, sempre às 19h. No dia 12, aniversário da cidade , moradores e visitantes são convidados para a iluminação da primeira árvores de Natal da Lagoa da Pampulha, com 55 metros de altura, que ficará perto da Igrejinha de São Francisco de Assis.

    Esse ano, a Prefeitura também planejou uma comemoração descentralizada com a inclusão de vilas e aglomerados no projeto de iluminação da cidade. Na Pedreira Prado Lopes, Vila São José, Morro das Pedras, Taquaril, Aglomerado da Serra e Barragem Santa Lúcia serão instaladas árvores de natal de 14 metros de altura.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 3, 2007

    Semana movimentada na Assembléia de Minas. Reuniões que vão tratar da duplicação da BR-381, Parto Anônimo, a situação da saúde no Barreiro aqui em BH, o contrato do governo com o Banco do Brasil para pagar o funcionalismo estadual, só para citar alguns temas. E olha, você poderá assistir os eventos pela TV Assembléia. Em BH, pelo canal a cabo NET 11. Interior cabo e UHF.

    A primeira semana de dezembro, de 3 a 7/12/07, vai ser repleta de reuniões de comissões com convidados, além de três reuniões especiais no Plenário da Assembléia Legislativa de Minas Gerais, homenageando empresas e entidades. Entre os destaques, está uma audiência pública realizada pela Comissão de Saúde, que vai debater o chamado parto anônimo como alternativa ao abandono de recém-nascidos, nesta quarta-feira (5), às 9h15, no Teatro.
    O autor do requerimento, deputado Dinis Pinheiro (PSDB), 1º Secretário da ALMG, lembrou os recentes acontecimentos de abandono de bebês e infanticídio ocorridos em Minas, alguns deles de forma bárbara. De acordo com ele, a sociedade deve oferecer opções que protejam a vida dessas crianças. Ele lembra que alguns países, como França e Itália, contam em seu arcabouço jurídico com a figura do parto anônimo, permitindo que a mãe que não deseja a criança possa dá-la em adoção antes mesmo do parto. Nesse caso, a gestante passa pelo pré-natal e pelo parto sem se identificar, e o bebê é encaminhado à adoção.
    Na terça-feira (4), as comissões de Saúde e de Direitos Humanos fazem reunião conjunta para averiguar as condições de funcionamento do Hospital Júlia Kubitschek, no Barreiro de Cima, na Capital, e debater questões relacionadas à saúde da região. A reunião foi solicitada pelos deputados Durval Ângelo (PT) e Célio Moreira (PSDB) e será às 14 horas no Salão Paroquial Cristo Redentor (av. Menelik de Carvalho, 180, em Belo Horizonte). De acordo com Durval Ângelo, presidente da Direitos Humanos, a idéia é debater o também as condições de atendimento da população. Célio Moreira quer ainda que sejam tratadas as demandas relativas ao hospital, tais como reforma e ampliação dos leitos do CTI, das unidades de emergência e do setor administrativo, e a efetivação dos médicos contratados.
    Também na terça, às 10 horas, no Plenarinho III, a Comissão de Defesa do Consumidor e do Contribuinte discute com convidados o contrato entre o governo estadual e o Banco do Brasil, para transferência da folha de pagamento dos servidores para aquela instituição. A reunião foi solicitada pelos deputados Carlos Pimenta (PDT), Célio Moreira e Délio Malheiros (PV). O presidente da comissão, Délio Malheiros, disse que o objetivo é avaliar os benefícios aos servidores e os eventuais problemas que a mudança pode acarretar para os que recebiam em outros bancos.
    Na quarta, acontecem quatro reuniões
    Além da audiência da Comissão de Saúde para discutir o parto anônimo, na quarta-feira (4) acontecem outras três reuniões com convidados. Às 9h30, no Auditório, será debatida a Lei Complementar 95, de 2007, que promoveu alterações no Estatuto do Pessoal da Polícia Militar de Minas Gerais, pela Comissão de Segurança Pública. O requerimento é do deputado Sargento Rodrigues (PDT), para quem alguns pontos da lei precisam ser aperfeiçoados pelo Comando da PMMG. Sancionada pelo governador em 2007, a Lei Complementar 95 originou-se do Projeto de Lei Complementar (PLC) 86/06, do governador. O PLC foi amplamente discutido na ALMG em 2006, com a participação de representantes da polícia. Na época da aprovação, Sargento Rodrigues afirmou que a lei reduzia significativamente os prazos para evolução na carreira. Mas a aplicação das novas regras não vem beneficiando todas as patentes militares.
    Já às 10 horas, no Plenarinho I, as comissões de Administração Pública e Participação Popular fazem reunião conjunta, a requerimento do deputado André Quintão (PT). O objetivo é discutir o PL 1.582/07, do governador, anexado ao PL 755/07, do deputado Vanderlei Miranda (PMDB), que muda a Lei 14.870, de 2003, que trata da Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). Entre os convidados estão a secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena e representantes do Ministério Público, Prefeitura de Belo Horizonte e de entidades sindicais.
    Também às 10 horas, a Comissão de Meio Ambiente e Recursos Naturais vai a Patos de Minas tratar da implementação de políticas públicas para a pesca no Estado. A reunião, requerida pelo deputado Hely Tarqüínio (PV), será realizada no auditório do Centro Universitário de Patos de Minas (Unipam), localizado à Rua Major Gote, 808 - Centro. Foram convidados autoridades do município, de órgãos do meio ambiente e representantes de pescadores.
    Outro projeto de lei será tema de discussão em audiência pública da Comissão de Turismo, Indústria, Comércio e Cooperativismo na quinta-feira. O PL 555/07, do deputado Sebastião Costa (PPS), que dispõe sobre a política estadual de incentivo a empreendimentos de panificação. A reunião, para a qual foram convidados os secretários de Desenvolvimento Econômico e de Fazenda, será na quinta, às 9h30, no Plenarinho IV. O autor do requerimento é o deputado Eros Biondini (PHS).
    Esse mesmo parlamentar é autor do requerimento por outra reunião na quinta. A Comissão de Participação Popular, debate, às 14h30, a concessão de título de posse aos moradores da Barragem Santa Lúcia, em Belo Horizonte. O encontro será na Escola Estadual Dona Augusta Gonçalves Nogueira, que fica à Rua Copérnico Pinto Coelho, 13, na Barragem. Foram convidados representantes da Câmara e da Prefeitura de Belo Horizonte, do Ministério Público e da Urbel.
    Na sexta-feira (7), a Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas, vai a Lavras, Sul de Minas, discutir a duplicação da rodovia BR-265, do trevo da Fernão Dias (BR-381) ao Distrito Industrial de Lavras. O evento, requerido pelo deputado Gustavo Valadares (DEM), será às 10 horas, na Câmara Municipal de Lavras, à Praça Santo Antônio, 15, Centro. Entre os convidados estão a prefeita da cidade, parlamentares federais e estaduais, além de representantes do DNIT.
    Reuniões especiais - O Plenário será palco de três reuniões especiais na semana. Já na segunda (3), será homenageada a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amans), que está comemorando 30 anos. O requerimento é da deputada Ana Maria Resende (PSDB).
    A RedeSuper de Televisão, que comemora 10 anos de existência e cinco anos que a TV passou a pertencer à Igreja Batista da Lagoinha, será homenageada na quinta-feira, às 20 horas. O requerimento é do deputado Vanderlei Miranda (PMDB), militante dessa congregação religiosa e apresentador de programa na RedeSuper.
    Os dez anos de fundação do Partido Humanista da Solidariedade (PHS) serão comemorados na sexta-feira (7), às 10 horas. Fundamentado na doutrina social-cristã, o PHS foi criado em 1996 com a denominação de Partido da Solidariedade Nacional, foi registrado no dia 20 de março de 1997, e mudou seu nome, para o atual, em 2003. A reunião foi solicitada pelo vice-presidente estadual do PHS/MG, deputado Eros Biondini.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 2, 2007

    Colírio deste domingo: by César Romero da Tribuna de Minas de JF.


     No Shizen, Juliana Altomare,
    Paula Sampaio e Cecília Amaral

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 2, 2007

    NINHO TUCANO tem novo presidente em Minas. Convenção foi em BH recentemente. Pinçado da coluna de César Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.

    O secretário de Desenvolvimento Social de Minas, Custódio Mattos tomou posse como presidente do PSDB em Minas. Com isso, o partido demonstra a confiança que deposita no deputado, atribuindo a ele a grande responsabilidade de conduzir os tucanos nas próximas eleições municipais. A meta é eleger o maior número de prefeitos e vereadores, inclusive em Juiz de Fora, onde lançará candidato próprio. Na foto, Custódio, o deputado Lafayette Andrada (empossado secretário-geral), Silvana Loures (presidente do PSDB Mulher, que vai coordenar as atividades na Zona da Mata) e o governador Aécio Neves.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 1, 2007

    Em primeira mão! Vem aí um livro de memórias do nosso saudoso amigo, o desembargador AYRTON MAIA. O livro fica pronto dia 12. Será lançado - pelo filho dele Francisco Maia - no começou de março no MERCADO CENTRAL, ponto preferido pelo saudoso dr.Ayrton para encontrar os amigos nos finais de semana e prosear e degustar as delícias do nosso famoso Mercado Central. Confira mais detalhes!

    A informação, em primeiram mão, nos foi passada - neste sábado na festa de aniversário do advogado, nosso amigo Décio Freire, pelo filho do dr. Ayrton Maia, o também brilhante advogado Chico Maia. Ele cuida de todos os detalhes do livro.
    Segundo ele, depois que seu pai se aposentou da magistratura, passou a dedicar boa parte de suas tardes a escrever - no computador - causos que ele como juiz vivenciou nas comarcas por onde passou, antes de vir para capital.
    Depois que o dr. Ayrton morreu, seu filho fez uma busca na memória do computador e encontrou lá cerca de 22 textos deixados por ele. Começava aí a se esboçar o livro sobre a figura humana, intelectual e de um humor refinado que foi o dr. Ayrton Maia, com quem eu como repórter político da Globo, lá pelos idos de 84, entrevistava constantemente no TRE. E depois na TV Assembléia. Conversar com o dr. Ayrton era uma delícia.
    Sempre bem humorado, memória afiada, ele nos contava muitos causos engraçados.
    Juizforano, amigo de Acedemia de Comércio, do presidente Itamar Franco, foi escolhido por ele para ser Procurador Geral do Estado. Fez um brilhante trabalho.
    No livro que será lançado, sabe aonde? No MERCADO CENTRAL! Isso mesmo. Era lá que o dr. Ayrton ia todos os finais de semana tomar sua cachacinha, comer sua carninha acompanhada de boa cerveja bem gelada. Tudo temperado pelas conversas com os amigos do peito.
    Melhor lugar não precisava para ser o palco de lançamento do livro do dr.Ayrton Maia.
    Outro detalhe: no livro estão depoimentos de amigos e colegas do dr. Ayrton, como o ex-prersidente Itamar Franco, o advogado Décio Freire e muitos outras personalidades.
    No livro também está um texto escrito pelo padre Wagner Portugal - em agosto de 2006 - que nós publicamos à época da morte do dr. Ayrton Maia, aqui no nosso BLOG DE NOTÍCIAS. 

                                                                                CONFIRA o texto
                                                                                 publicado por nós
                                                                         dia 28 de setembro de 2006.

                                                                            Padre Wagner Portugal

    No dia dezesseis de setembro próximo passado, na Igreja Bom Pastor, por comissão especial do Exmo. e Revmo. Sr. DOM EURICO DOS SANTOS VELOSO, digno e culto Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, presidi a Solene Missa do Sétimo dia pelo sufrágio da alma do saudoso DESEMBARGADOR AIRTON MAIA, ilustre filho de Juiz de Fora. Concelebrou comigo a Santa Missa o Vigário Paroquial da Paróquia Bom Pastor, o caríssimo irmão Padre Elílio de Matos Filho.

    O meu coração se encheu de saudade e de gratidão a Deus pela delicadeza do Senhor Arcebispo, pelo seu gesto tão dedicado e generoso, de me conceder tão nobre missão, de prestar as mais vivas homenagens de gratidão da Igreja Particular de Juiz de Fora à figura maiúscula do homem público e do Magistrado inigualável que foi o DESEMBARGADOR AIRTON MAIA.

    Dizia, ao final da Missa, me dirigindo a viúva, Da. Laura, aos filhos, Dr. Francisco Maia Neto(com quem mantenho os mais vivos laços de amizade pessoal desde os tempos universitários em Belo Horizonte) e a ilustre Desembargadora Claudia Maia, aos demais irmãos, parentes e amigos, destacando-se a significativa presença do Presidente Itamar Franco, de quem o extinto Magistrado foi um dos interlocutores freqüentes e político do primeiro time de seu Governo Estadual; ressaltei que tanto na Magistratura quanto na vida da Igreja a renúncia aos ofícios chega em idade um pouco "jovem" para os parâmetros da "jovialidade" que se alcança nos dias atuais: aos setenta anos para um Magistrado e aos setenta e cinco anos para um Bispo.

    Logo no auge de seu serviço laboral ou ministerial, tanto o Magistrado como o Bispo, experimentados e prontos para darem mais de si tanto para o Estado e para a Igreja são convidados para se retirarem para aquilo que se chama de "merecida" aposentadoria. Sou dos juristas que penso que este dispositivo deveria ser revisto. Para os Magistrados a aposentadoria deveria ser aumentada para setenta e cinco anos e para os Bispos para os oitenta anos, ou seguindo o melhor sistema dos Estados Unidos da América do Norte, no sistema da Suprema Corte, o Juiz, tendo sanidade e disposição morre no ofício. Isso é um tributo à tenacidade e um reconhecimento a tudo o que o Estado e a Igreja receberam da dedicação de seus Magistrados e Pastores.

    Airton Maia foi um homem assim. Viveu a sua vida para a Magistratura. Era um Juiz completo. Em seu tempo de Magistrado em todos os ofícios que ocupou na Magistratura do Estado de Minas Gerais deixou a sua marca de altivez, de competência, de ilimitado conhecimento jurídico e de liderança nata. Um lorde que sabia cativar pela sua presença, pela sua liderança vencedora, de um homem que se impunha não pela arrogância das notas sociais, mas pela competência do conhecimento acumulado nos anos de estudo, de trabalho, de dedicação ao ofício abraço nos albores de sua juventude.
     
    Aposentado por força constitucional foi convocado pelo Governador Itamar Franco, homem de liderança absoluta em nosso País, para gerir a Auditoria Geral do Estado, numa antivisão do que seria o choque de gestão hoje aplicado com competência pelo nosso Governador Aécio Neves e pelo Secretário Antônio Augusto Anastasia. Tudo isso graças ao trabalho abnegado e silencioso de nosso grande homem público que não terá a sua memória jamais apagada dos anais da vida pública de Minas e do Brasil.

    Homens como Airton Maia não morrem. Do céu continuam como luzeiros a iluminar a história da Magistratura e da vida pública de Minas e do Brasil.
    A Igreja de Juiz de Fora e de Minas Gerais muito devem aos pareceres e ao trabalho silencioso de homens da têmpera do Desembargador Airton Maia que junto ao seu inseparável companheiro Desembargador Lúcio Urbano Silva Martins escrevem páginas de ouro que só Deus um dia na comunhão dos santos poderá descrever.
    Como bem escreveu Dom João Bosco Oliver de Faria, Bispo de Patos de Minas acerca de Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida: Dom Luciano foi um livro maravilhoso. Quem leu...leu. Demos graças a Deus. Airton Maia foi um livro maravilhoso. Quem leu...leu. Demos graças a Deus!

    1 comentário                        







    Comentários

    #1. dilza - (dilzaminas@terra.com.br)
    Adorei o texto. Somente hoje pude ler. Conheci o Padre Wagner recentemente e admiro muito sua eloquencia e sabedoria. Parabéns João Carlos Amaral pela notícia

                             

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 1, 2007

    O genial escritor mineiro, lá de Oliveira, OLAVO ROMANO, lança seu livro "ETA MINEIRO...JEITO DE SER". Confira o convite que ele enviou ao nosso BLOG DE NOTÍCIAS.



    Amigos, Amigas:


    Será uma alegria encontrá-los
    no lançamento de meu novo livro,
    dia 6/12, às 19:30 h,
    na Leitura do Pátio Savassi.

    Agradeço se
     puderem repassar
    o convite anexo
     a seus parentes e amigos.

    Afetuoso abraço.

    Olavo Romano.








                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 1, 2007

    Giro pela capital e pelo Exterior ( Bruxelas, Inglaterra, Holanda, França e Bélgica), no registro de nosso amigo Idinando Borges do barbacenaonline;











    Noemi Contijo viveu uma grande emoção, ao inaugurar ao lado de Aécio Neves, o Centro Risoleta Tolentino Neves, anexo ao seu premiado Salão do Encontro. Crédito: Wellington Pedro/Imprensa MG

    Edna Bicalho Veloso com as filhas Mariane e Caroline Veloso Galli na praça principal de Bruxelas no giro de 15 dias pela Holanda, Inglaterra, França e Bélgica


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 1, 2007

    Hoje, sábado, o advogado Décio Freire faz 40 anos. Vai receber, a a partir de duas da tarde na casa dele para um almoço com talheres marcados, um grupos de amigos e amigas para comemorar o Décio 4.0 Estaremos lá.

    O nosso amigo, o advogado Décio Freire,
    foi uma das personalidades
    que receberam a Medalha da Inconfidência, este ano.
     O que demonstra o grande influência e dinamismo
    do advogado mineiro, nascido
    em Boa Esperança no sul de Minas.



    O governador Aécio Neves cumprimenta
    o renomado advogado mineiro, Décio Freire,
     a quem entregou a Medalha da Inconfidência,
    em Ouro Preto.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 1, 2007

    O DIA D é hoje.

    Será hoje SÁBADO, 12 horas, a Festa de Confraternização de fim de ano da Turma de 1971 da Faculdade de Direito da UFMG, turma que tem como patrono o ministro Sálvio de Figueiredo Teixeira, na Churrascaria Ambrósios, aqui em BH. Confira alguns queconfirmaram  que estarão hoje no almoço de confraternização
     
         Da esquera para a direita, o advogado Josué Euzébio da Silva 
       e o advogado Alberto Manna, 
       auditor aposentado do Tribunal de  Contas do Mato Grosso do Sul.
      Manna, que é hoje um próspero fazendeiro da região centro-oeste, estará hoje na Festa da Turma de 1971da Faculdade de Direito da UFMG. Ele veio de Campo Grande para a confraternização com a turma dele, aqui em BH.


          O advogado da Usiminas no Espírito Santo, José Milton Bittencourt - 
                 aí ao lado mulher dele Beatriz (a Bia) - já está em BH para a Festa da Turma de 1971.
    Na segunda foto, o jurista internacional 
    Antônio Augusto Cançado Trindade
          é outro ilustre membro da turma, que certamente estará aqui 
       hoje na Churrascaria Ambrósios.


                     Da esquerda para a direita: dr. Expedito Euzébio da Silva,
                                               organizador da festa,
                               o ministro Sálvio de Figueiredo Teixeira 
                 e a procuradora de Justiça de Minas Gerais, Ruth Lies Scholt.


              O advogado e empresário do ramo de Seguros, Adauto de Souza,
          o prefeito de Ouro Preto Ângelo Oswaldoe Expedito Euzébio da Silva


                           O desembargador Manuel Cândido Rodrigues do TRT,
                                         o advogado Expedito Euzébio da Silva
                             e José Nassif Antunes, Juiz do Trabalho aposentado.


                     O prefeito de Desterro do Mello, advogado Ruy Fernandes.


    Expedito Euzébio da Silva e o desembargador Duarte de Paula do TJ/MG.
    Outra que já  confirmou presença:
    A desembargadora Federal Maria Laura  Franco Lima, vice-presidente do TRT/MG.







    Comentários

    #1. sandro starling - (sbstarling@globo.com)
    Meu amigo, mais uma vez foi bom "pacas" rever os menudos da turma de 71. Abço. Sandro. ET: parabenizar o Dr. Expedito já virou obrigação. O resto é folclore.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 1, 2007

    O COLÍRIO deste sábado, vem mais uma vez, da coluna do nosso amigo César Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.


    Fernanda Fontainha clicada na
    balada do Privilège

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Dezembro 1, 2007

    O DIA V, domingo na Praça da Liberdade, em BH. Correios participam junto com a FIEMG.








    Mobilização em prol da cidadania


    Correios participa das atividades que integram o Dia do Voluntariado












    Quando o assunto é voluntariado e cidadania os empregados dos Correios são um exemplo a ser seguido. Com o encerramento da campanha ComViver Educação 2007, cerca de 10 mil empregados arrecadaram mais de 43 mil itens entre livros e materiais escolares. As primeiras instituições a serem beneficiadas com estes objetos receberão parte do material durante a Feira de Qualidade de Vida da empresa, que acontece no próximo domingo, em Belo Horizonte. Estas atividades fazem parte das ações que integram o Dia V (02/12) - Dia do Voluntariado – coordenado pelo Sistema Fiemg.



     

    O Dia V nasceu para incentivar o maior número possível de pessoas para que exerçam sua cidadania, participando ativamente da construção de um novo mundo, com base nos 8 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODMs). Segundo Rosilane Ribeiro, assessora de Responsabilidade Social dos Correios, os empregados da empresa comemoram esta data contribuindo com dois deles: “educação básica de qualidade para todos” e “qualidade de vida e respeito ao meio ambiente”.



     

    “Com a campanha ComViver Educação 2007 arrecadamos 43.375 itens, entre materiais escolares e livros, atingindo 167% do desafio estabelecido. Já com a Feira de Qualidade de Vida, cujo tema é Meio Ambiente, estamos promovendo ações de educação durante todo o dia junto aos nossos profissionais para elevar o nível de conhecimento relativos à saúde e à qualidade de vida”, destaca a assessora.



     

    Durante o evento, que deve reunir cerca de 800 pessoas, 5 instituições receberão 1100 objetos. Ao longo da próxima semana os demais itens serão doados a entidades que, preferencialmente, contem com a atuação voluntária de profissionais dos Correios.



     

    Mais informações nos telefones: 3222-8337 / 8674-3969



     

    Serviço

    Evento: Feira de Qualidade de Vida – Ação Integrante das Comemorações do Dia V

    Data: 02/12 (Domingo)

    Hora: 9h às 18h – Entrega das doações às 11h.

    Local: Centro de Cartas e Encomendas dos Correios (Anel Rodoviário, Km 21,5, Bairro Universitário, Belo Horizonte).Local: Centro de Cartas e Encomendas dos Correios (Anel Rodoviário, Km 21,5, Bairro Universitário, Belo Horizonte).




     


    Assessoria de Comunicação
    Correios - DR / MG



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________


    Clique para conhecer ___________________________


    ___________________________


    Clique para conhecer

    ___________________________

    Clique para conhecer
    ___________________________

    Clique para conhecer ___________________________

    Clique para conhecer
    ___________________________

    Clique para conhecer

    ______________________________

    Clique para conhecer

    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________

         
     
    Clique e envie-nos 

seu e-mail