Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter Página do 

Programa João Carlos Amaral Entrevista Canal no youtube Clique e 

envie-nos seu e-mail Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter
___________________________


___________________________
Clique para conhecer
___________________________


__________________________


__________________________

__________________________


______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer
______________________________

Sinapro MG
______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer



+ Categorias

  • Todos (16300)
  • POLTICA (5929)
  • GERAL (2057)
  • ARTIGOS (285)
  • ENTREVISTAS (36)
  • ECONOMIA (3754)
  • GENTE (1210)
  • TURISMO (842)

  • + Links
    + Arquivos

    Fevereiro, 2006
    Maro, 2006
    Abril, 2006
    Maio, 2006
    Junho, 2006
    Setembro, 2006
    Julho, 2006
    Agosto, 2006
    Novembro, 2006
    Outubro, 2006
    Janeiro, 2007
    Dezembro, 2006
    Fevereiro, 2007
    Maro, 2007
    Abril, 2007
    Maio, 2007
    Outubro, 2007
    Junho, 2007
    Julho, 2007
    Agosto, 2007
    Setembro, 2007
    Dezembro, 2007
    Novembro, 2007
    Janeiro, 2008
    Maio, 2008
    Fevereiro, 2008
    Maro, 2008
    Julho, 2008
    Abril, 2008
    Junho, 2008
    Setembro, 2008
    Agosto, 2008
    Outubro, 2008
    Novembro, 2008
    Dezembro, 2008
    Janeiro, 2009
    Fevereiro, 2009
    Maro, 2009
    Abril, 2009
    Maio, 2009
    Junho, 2009
    Julho, 2009
    Agosto, 2009
    Setembro, 2009
    Outubro, 2009
    Novembro, 2009
    Dezembro, 2009
    Novembro, 2012
    Janeiro, 2010
    Fevereiro, 2010
    Maro, 2010
    Abril, 2010
    Maio, 2010
    Junho, 2010
    Julho, 2010
    Agosto, 2010
    Setembro, 2010
    Outubro, 2010
    Novembro, 2010
    Fevereiro, 2011
    Maro, 2011
    Abril, 2011
    Maio, 2011
    Junho, 2011
    Julho, 2011
    Agosto, 2011
    Setembro, 2011
    Outubro, 2011
    Novembro, 2011
    Dezembro, 2011
    Janeiro, 2012
    Fevereiro, 2012
    Maro, 2012
    Abril, 2012
    Maio, 2012
    Junho, 2012
    Julho, 2012
    Agosto, 2012
    Setembro, 2012
    Outubro, 2012
    Dezembro, 2012
    Agosto, 2015
    Janeiro, 2013
    Fevereiro, 2013
    Maro, 2013
    Abril, 2013
    Maio, 2013
    Setembro, 2015
    Junho, 2013
    Julho, 2013
    Agosto, 2013
    Setembro, 2013
    Julho, 2016
    Outubro, 2013
    Novembro, 2013
    Dezembro, 2013
    Janeiro, 2014
    Fevereiro, 2014
    Maro, 2014
    Abril, 2014
    Maio, 2014
    Junho, 2014
    Julho, 2014
    Agosto, 2014
    Setembro, 2014
    Outubro, 2014
    Novembro, 2014
    Dezembro, 2014
    Janeiro, 2015
    Fevereiro, 2015
    Maro, 2015
    Abril, 2015
    Maio, 2015
    Junho, 2015
    Julho, 2015
    Outubro, 2015
    Novembro, 2015
    Dezembro, 2015
    Janeiro, 2016
    Fevereiro, 2016
    Maro, 2016
    Abril, 2016
    Maio, 2016
    Junho, 2016
    Agosto, 2016
    Setembro, 2016
    Outubro, 2016
    Novembro, 2016
    Dezembro, 2016
    Janeiro, 2017
    Fevereiro, 2017
    Maro, 2017
    Abril, 2017
    Maio, 2017
    Junho, 2017
    Julho, 2017
    Agosto, 2017
    Setembro, 2017
    Outubro, 2017
    Novembro, 2017
    Dezembro, 2017
    Janeiro, 2018
    Fevereiro, 2018
    Maro, 2018
    Abril, 2018
    Maio, 2018
    Junho, 2018
    Julho, 2018
    Agosto, 2018
    Setembro, 2018
    Outubro, 2018
    Novembro, 2018
    Dezembro, 2018
    Janeiro, 2019
    Fevereiro, 2019
    Maro, 2019
    Abril, 2019
    Maio, 2019
    Junho, 2019
    Julho, 2019




    .

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 31, 2008

    INFLUENTE E OUSADO!!! O Ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa, do PMDB mineiro, est em destaque entre os 100 brasileiros mais influentes de 2008, segundo a "REVISTA ISTO " - nas bancas e na internet neste ltimo dia do ano. O ministro Hlio Costa est na revista na categoria OUSADOS, por causa da implantao da TV DIGITAL e por ter dado o sinal verde para criar a "Supertele Brasileira", com a compra da Brasil Telecom pela OI...




    Da esquerda para a direita: Altivo de Oliveira, diretor regional da Embratel em Minas,
    o ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa,
    (uma das 100 Personalidades Brasileiras mais Influentes de 2008 - categoria OUSADOS) 
    segundo a Revista ISTO ,  JCA e Vladimir Bicalho,
    em noite de lanamento do nosso DVD curso "Socorro, Estou na TV"
    no Espao Cultural do jornal ESTADO DE MINAS,
    aqui em Belo Horizonte, em setembro deste ano. 



    "O ministro das Comunicaes, Hlio Costa, o candidato natural do PMDB para disputar o governo mineiro em 2010 e vem trabalhando para isso. Teve uma atuao de destaque nas eleies municipais em Belo Horizonte, apoiando um candidato que quase desbancou a robusta aliana local entre PSDB e PT, e agora flerta com o governador Acio Neves (PSDB) com vista eleio presidencial.
    frente do Ministrio das Comunicaes, Costa liderou a implantao da TV digital, deu sinal verde para a criao de uma "supertele" brasileira, com a compra da Brasil Telecom (BrT) pela Oi, e expandiu o uso da terceira gerao da telefonia mvel (3G).
    Em 2009, quer implantar 12 mil pontos de conexo de banda larga em escolas e comunidades carentes. No ser suficiente para toda a demanda, mas o ano pode virar um marco na incluso digital " texto da revista ISTO .


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 31, 2008

    Destaque no nosso BLOG DE NOTCIAS em 2008.

    Lanamento de nosso DVD Curso "Socorro, Estou na TV"
    ganha espao na mdia de Juiz de Fora.
    No caderno Especial de Csar Romero na Tribuna de Minas.
     




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 31, 2008

    Governo Acio Neves investe em Aeroportos do Interior.












    Arquivo
     




    O Governo de Minas investiu R$ 54 milhes em 2008 no Programa Aeroporturio de Minas. At junho de 2009, outros R$ 70 milhes devero ser investidos. O objetivo impulsionar a aviao regional e a economia do Estado.










                                                                            Aeroportos mineiros 
                                                 receberam R$ 54 milhes em 2008

     

    Com o objetivo de impulsionar a aviao regional e sub-regional e impulsionar a economia das diversas regies do Estado, o Governo de Minas, em 2008, investiu R$ 54 milhes no Programa Aeroporturio de Minas Gerais (Proaero), gerenciado pela Secretaria de Estado de Transportes e Obras Pblicas (Setop). At junho de 2009, outros R$ 70 milhes devero ser investidos.
    Os investimentos foram destinados para construo, melhorias e reformas dos aeroportos, que incluem ampliaes e melhorias na pista de pouso e decolagem, taxiway e ptio de aeronaves, terraplenagem, drenagem, restaurao e pavimentao, implantao dos sistemas de sinalizao diurna e noturna, construo de terminal de passageiros, seo de contra-incndio, entre outros.
    Neste ano, foram feitas intervenes nos aeroportos de Governador Valadares, Ub, Regional da Zona da Mata, Arax, Frutal, Guanhes, Oliveira e Ituiutaba. J esto concludas as obras dos aeroportos de Frutal, Guanhes, Arax e Oliveira.
    Esto sendo licitadas as obras referentes aos aeroportos de Capelinha, Guaxup, Ouro Fino, Lavras, Cludio, Divinpolis, Curvelo, Piumhi e Passos.
    "A melhoria dos aeroportos regionais reflete diretamente na economia local, no turismo e no transporte de passageiros, beneficiando o intercmbio entre os grandes centros consumidores e os plos produtores, completando a ligao regio atravs da malha rodoviria", analisou o secretrio da Setop, Fuad Noman.
    Para o subsecretrio de Transportes, Fabrcio Torres Sampaio, o programa deve uniformizar a qualidade do atendimento dos aeroportos locais e regionais em Minas. "Os projetos de engenharia esto voltados para a pavimentao e melhorias da pista, implantao de balizamento noturno e construo de terminal de passageiros; com o objetivo de oferecer ao Estado uma infra-estrutura em aeroportos capaz de atender a diferentes demandas tursticas, comerciais e industriais", falou.At 2011 todos os aeroportos que fazem parte do Proaero tero suas obras iniciadas.

                                                                          Meta

    A mdia anual de investimentos do Proaero na reforma, ampliao e adequao dos aeroportos de R$ 65 milhes, com recursos dos governos estadual e federal. Em Minas, dos 151 aeroportos cadastrados para atendimento pblico, 32 sero selecionados pelo Programa para, at 2011, estarem adequados como aeroportos regionais e, assim, realizarem atendimentos a rotas comerciais e de carga.
    Junto com a melhoria da operao e a implantao dos aeroportos regionais, realizada a melhoria da malha rodoviria com o objetivo de facilitar o acesso aos terminais aeroporturios. As rodovias esto sendo restauradas em aes paralelas e a partir de programas especficos do setor rodovirio.
    A implantao dos aeroportos regionais refletir na economia local, no turismo e no transporte de passageiros. Na rea econmica, a melhoria da rede de aeroportos estaduais, em operao 24 horas, dever beneficiar o intercmbio entre os grandes centros consumidores e os plos produtores, completando a ligao regio, por meio da malha rodoviria. At agora, o Proaero j beneficiou diretamente 14 municpios, com investimentos da ordem de R$ 100 milhes.
    Em 2007 foram licitadas as obras nos aeroportos de Frutal, Oliveira, Ub e Governador Valadares com recursos investidos pelo Estado da ordem de R$ 45 milhes, sendo que os dois primeiros j esto com as obras concludas e os outros dois esto com as obras em andamento. Em 2006 foram investidos R$ 71milhes na ampliao e melhorias de cinco aeroportos: So Joo Del Rey, Diamantina, Manhuau, Iturama e Ituiutaba. Esto contratados projetos de Engenharia Aeroporturia de 82 aeroportos, cujas obras esto programadas, dentro do programa Proaero, para os anos de 2009, 2010 e 2011.

                                                                          Programa

    O Proaero visa dotar o Estado com uma rede de aeroportos de pequeno e mdio porte, objetivando impulsionar a aviao regional e sub-regional, melhorando as condies de transporte de carga e passageiros. Atualmente, Minas Gerais possui uma rede de 151 aeroportos pblicos, sendo 45 com pista pavimentada e operao visual diurna e 25 com operao visual noturna. Os outros 81 contam com pistas no pavimentadas.
    Outro objetivo a reduo da distncia mdia da sede de um municpio, por meio de rodovia pavimentada, a um aeroporto. A meta do Proaero, at 2011, com a concluso das obras previstas no Programa, ter 92% dos municpios mineiros localizados a uma distncia mdia de 80 quilmetros de um aeroporto pblico com funcionamento diurno e noturno. Em 2011, sero 160 aeroportos pblicos em operao.
    Segundo Noman, Minas passa por um processo de crescimento e os aeroportos facilitam e ampliam o acesso ao turismo, educao, sade e agronegcio. "Com os investimentos, melhoramos os aspectos econmicos do Estado aproximando as regies, alm de acompanhar o crescimento da aviao regional, interligando tanto o Estado, quanto seu entorno", finalizou.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 30, 2008

    A prefeita que entra - Danuza Bias Fortes, PMDB - e prefeito que sai - Martim Andrada, PSDB. Agradeo convite para a posse dia 1 de janeiro. Sucesso primeira prefeita de Barbacena, terra de Hlio Costa, Bias, Andradas... Foto e texto do nosso amigo o colunista rik Terzi, do barbacenanews.

                                                        

    Transio de Governo: Em mais uma demonstrao de maturidade poltica, o prefeito Martim Andrada, empreendeu uma transio de governo tranqila, transparente, pautada na concrdia, no respeito e na cordialidade. Na foto, Danuza Bias Fortes Carneiro e Martim Andrada em recente evento: a inaugurao da sede da Associao dos Municpios da Microrregio da Mantiqueira AMMA

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 30, 2008

    QUATRO novos deputados tomam posse dia 5 na Assemblia de Minas. Confira!

    Sero empossados nesta segunda-feira (5/1/09), s 11 horas, em solenidade realizada no Salo Nobre da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, os quatro suplentes que assumem as vagas deixadas pelos parlamentares vitoriosos nas eleies municipais de 2008. Assumem o mandato Carlos Gomes (PT), Maria Tereza Lara (PT), Adelmo Carneiro Leo (PT) e Tenente Lcio (PDT). Eles substituem, respectivamente, Roberto Carvalho (PT), Luiz Tadeu Leite (PMDB), Elisa Costa (PT) e Paulo Cesar (PDT).
    O presidente da Assemblia Legislativa, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), conduzir a cerimnia; e o 1-secretrio, deputado Dinis Pinheiro (PSDB), far a leitura dos termos de posse. Estes documentos sero assinados pelos empossados, que tambm prestaro o compromisso de cumprir e defender a Constituio e as leis do Estado.
    Nas eleies municipais de 2008, a deputada Elisa Costa foi eleita prefeita de Governador Valadares (Rio Doce). O deputado Luiz Tadeu Leite (PMDB) conquistou a prefeitura de Montes Claros, no Norte de Minas, e Roberto Carvalho (PT) elegeu-se vice-prefeito de Belo Horizonte, na chapa de Mrcio Lacerda (PSB). Os trs parlamentares integravam a coligao "A Fora do Povo", que elegeu 18 candidatos a deputados estaduais do PT e do PMDB nas eleies de 2006.
    O primeiro, o terceiro e o quarto suplentes da coligao so, respectivamente, Carlos Gomes, Maria Tereza Lara e Adelmo Carneiro Leo. Todos j exerceram mandato na Assemblia. O segundo suplente da mesma coligao, Pblio Chaves (PMDB), foi eleito prefeito de Ituiutaba e abriu mo da vaga no Legislativo. O deputado Paulo Cesar, por sua vez, foi eleito prefeito de Nova Serrana (Centro-Oeste).

                                                                          Carlos Gomes

    Nascido na cidade de Jequeri, na Zona da Mata, Carlos Gomes foi deputado estadual na 15 Legislatura (2003 a 2007), pelo PT, no perodo entre 4/1/05 a 31/1/07, ocupando vaga aberta pelo afastamento de Chico Simes. formado em Cincias Contbeis, Administrao de Empresas e Cincias Econmicas e especialista em Contabilidade Geral e em Planejamento Estratgico, ambos pela PUC Minas. Foi professor adjunto do Departamento de Cincias Contbeis da PUC. tambm especializado em Percia Criminal Contbil pela Academia Nacional de Polcia do Distrito Federal.
    Na Prefeitura de Belo Horizonte, foi secretrio municipal de Governo, secretrio adjunto de Governo e diretor financeiro da Superintendncia de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), em administraes passadas. Antes de seu retorno Assemblia, ocupava o cargo de vice-presidente de Gesto de Pessoas da Caixa Econmica Federal.

                                                                         Maria Tereza Lara

    Pedagoga formada pela UFMG, Maria Tereza Lara possui especializao em Administrao Escolar. At 2008, ocupava cargo de diretora tcnico-operacional das Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S/A (Ceasa Minas). Nascida em Esmeraldas, na Regio Central do Estado, Maria Tereza foi vereadora na Cmara Municipal de Betim, entre 1993 e 1998. Atuou ainda como secretria municipal de Educao em Betim, entre 1976 e 1981.
    Foi deputada estadual por duas legislaturas. Na 14 Legislatura (1999/2003), atuou em dois perodos: de 3/2/99 a 16/4/2000, ocupando vaga aberta pelo afastamento de Svio Souza Cruz; e de 17/4/2000 a 18/6/2000, ocupando vaga aberta pelo afastamento de Adelmo Carneiro Leo. Tambm exerceu mandato na 15 Legislatura (2003/2007), quando ocupou cargo efetivo.

                                                                        Adelmo Carneiro Leo

    Antes de seu retorno Assemblia, Adelmo Carneiro Leo ocupava, desde 31 de julho de 2008, o cargo de superintendente regional do Instituto Nacional de Colonizao e Reforma Agrria (Incra/MG). Nascido em Itapagipe, no Tringulo Mineiro, foi deputado estadual por quatro legislaturas. Foram elas: a 12 Legislatura (1991/1995); a 13 (1995/1999) - no perodo de 3/1/97 a 31/1/99, ocupando vaga aberta pelo afastamento de Almir Paraca; a 14 (1999/2003) - tendo se afastado no perodo de 23/3/2000 a 18/6/2000, quando ocupou cargo de secretrio de Estado de Sade; e a 15 Legislatura.
    mdico e doutor em Cincias pela Universidade de So Paulo (USP). Licenciou-se como professor da Faculdade de Medicina do Tringulo Mineiro em 1991 para assumir a primeira cadeira na Assemblia. De abril a julho de 2008, integrou a Assessoria Especial da Secretaria-Geral da Presidncia da Repblica.

                                                                        Tenente Lcio

    Srgio Lcio de Almeida, ou Tenente Lcio, natural de Uberlndia. formado em Estudos Sociais pela antiga Abracec e foi oficial do Exrcito Brasileiro no perodo de janeiro de 1981 a janeiro de 1990, servindo em Jata (GO) e Uberlndia. Antes de assumir a vaga na Assemblia, era vereador na Cmara Municipal daquela cidade, em seu quarto mandato.
    Assumiu seu primeiro mandato como vereador em 1993, sendo reeleito desde ento. Licenciou-se em duas ocasies para exercer a funo de secretrio municipal de Esportes. Foi vice-presidente da Cmara em 2002. No ano seguinte, foi eleito presidente daquela Casa Legislativa, sendo reeleito em 2004. Na eleio para deputado estadual, em 2006, ele se candidatou pelo PDT e recebeu 34.394 votos, tornando-se o primeiro suplente do partido.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 30, 2008

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. O lder do PSDB na Assemblia de Minas, nosso amigo o deputado Luiz Humberto Carneiro, de Uberlndia, feliz da vida com a reeleio do prefeito Odelmo Leo. Nota pinada do BLOG do nosso amigo Hugueney Bisneto, o mais influente de Uberlndia, capital do Tringulo.




    Nos sales da cidade


    Deputado Estadual Luiz Humberto Carneiro e Secretrio de Desenvolvimento Municipal Dilson Dalpiaz Dias.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 30, 2008

    CHUVAS em Minas.









                                   Governador visita reas atingidas em Ponte Nova e Muria

     









    Antnio Pedro/Imprensa MG

    O governador Acio Neves visitou nesta segunda-feira (29) os municpios de Ponte Nova e Muria, na Zona da Mata, fortemente atingidos pelas chuvas que caem no Estado. No incio da tarde, ele caminhou pela avenida Custdio Silva, no centro histrico de Ponte Nova, nos trechos atingidos pela inundao do rio Piranga. Vrias lojas e prdios residenciais foram danificados e esto sendo monitorados pela Defesa Civil estadual. O municpio tem 490 desabrigados, 4.070 desalojados e 44.000 pessoas atingidas.
    Em seguida, Acio Neves foi a Muria, onde 200 famlias encontram-se desabrigadas. Ele visitou o bairro aeroporto, o mais atingido por deslizamentos e onde duas crianas morreram soterradas na sexta-feira passada. Ainda no aeroporto, o governador conversou com Mrcia Aparecida de Oliveira e Paulo Gomes da Silva, avs das crianas que morreram. Eles tiveram soterrada a casa onde moravam. Acio Neves tambm se encontrou com Rayssa de Souza Ferreira, de sete anos de idade, que tambm estava na casa e sobreviveu ao desabamento.
    Durante a visita, o governador garantiu assistncia prioritria famlia e afirmou que, assim como os outros desabrigados no Estado, eles devero ser atendidos pela Companhia de Habitao de Minas Gerais (Cohab) por meio de convnio a ser firmado com as prefeituras. Em todo Estado, 53 municpios esto em situao de emergncia e 92 afetados pelas chuvas.
    Parceria com municpios e socorro s vtimas
    O governador Acio Neves garantiu que ainda em janeiro o Governo de Minas ir assinar convnios com as prefeituras das cidades mais atingidas pelas chuvas no Estado, dando incio s obras de recuperao desses municpios.
    "Neste primeiro momento, o Estado tem apoiado com cestas bsicas, com mantimentos, com colches e cobertores, mas cada prefeito dever fazer um relatrio e um pr-projeto dos principais danos causados pelas chuvas para que o Estado possa, ainda no ms de janeiro, celebrar convnios com as cidades mais atingidas para recuper-las", destacou, em entrevista no aeroporto de Muria, acompanhado pelo prefeito reeleito Jos Braz.
    O governador destacou ainda que o Governo de Minas tem recursos suficientes para atender todas as demandas relativas s chuvas e fez um balano das medidas anunciadas para atender especialmente os municpios que j decretaram estado de emergncia.
    "Adiei o pagamento das contas de luz e gua de todas essas cidades, por um prazo inicial de 60 dias. Alm disso, abrimos junto ao Banco de Desenvolvimento do Estado (BDMG), uma linha de crdito subsidiado com juros de 6% ao ano, com carncia de seis meses para iniciar o pagamento, para aqueles que tiveram problema no seu comrcio e precisam repor seu estoque ou recuperar suas lojas", explicou.
    O benefcio do adiamento das contas de gua e luz vlido para as cidades que esto nas reas de concesso da Cemig e da Copasa.
    Alerta para novas chuvas
    Na Regio Metropolitana de Belo Horizonte, j choveu 720 mm, volume 120% a mais do que o normal para esta poca do ano.  Na Zona da Mata j choveu 170% a mais (650mm) e na regio Oeste 60% a mais (540 mm).
    O governador Acio Neves aproveitou a sua visita s cidades da Zona da Mata para alertar a populao sobre a possibilidade de fortes chuvas nos prximos dias.
    "Estamos fazendo agora um trabalho preventivo, de alerta s famlias e s pessoas j que ainda temos previso de mais chuva. importante, sobretudo, para aqueles que vivem em reas de risco que atendam s orientaes da Defesa Civil, seja municipal ou estadual. Como o solo est muito atingido, j est encharcado, podero haver novos desabamentos com vtimas. Ento, preciso que haja uma ao preventiva dos rgos municipais e estaduais e a colaborao dos cidados", afirmou o governador.
    Quadro da Defesa Civil do Estado sobre as chuvas em Minas Gerais at 28/12:
     - Em todo o Estado: 92 cidades foram atingidas pelas chuvas.
     - 53 cidades decretaram situao de emergncia;
     - 18 mortos;
     - 5.995 desabrigados;
     - 56.668 desalojados;
     - 295 pessoas feridas;
     - 20.783 casas danificadas;
     - 289 casas destrudas;
    Distribudos pela Defesa Civil:
     - 98 toneladas de alimentos;
     - 6.045 colches;
     - 5.330 cobertores;
     - 86 rolos de lonas;
     - 349 quilos de roupas;
     - 1.100 telhas de alimento;
     - 1.400 caixas de copos d`gua Copasa.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 30, 2008

    Prefeito eleito de BH, Mrcio Lacerda anuncia secretariado. E junto com Pimentel vai pedir anistia poltica ao governo federal. Os dois liutaram contra a ditadura militar no Brasil, h 40 anos. Nota vem do site Gesto Pblica.

                                                                  


    Aps 40 anos, a dupla Fernando Pimentel e Mrcio Lacerda, respectivamente atual e futuro prefeitos de Belo Horizonte, vo pedir ao governo federal anistia poltica. Quem contou sobre a deciso foi o Lacerda que disse ter sido convencido a fazer o pedido por colegas e afirmou querer apenas o pedido formal de desculpas do Estado. De acordo com o Ministrio Pblico, o pas j anistiou 25 mil pessoas e indenizou dez mil. Em Minas, segundo o Conselho de Diretos Humanos, dos 949 pedidos, 189 ainda esto pendentes.
    Lacerda anunciou nesta segunda-feira (29) os integrantes do primeiro escalo de seu governo. O PT ter menos espao na nova administrao, mas mesmo assim ficar com a maior parte dos cargos e com secretarias centrais, como a de finanas, planejamento e educao. O PSDB vai assumir pastas como a de sade e a Sudecap, assim como a regional Pampulha. O PPS, o PV e o PSB tambm tero cadeiras no primeiro escalo.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 29, 2008

    EM BH atrao parte rvore de Natal na Lagoa da Pampulha. Confira notcia pinada do site www.fernandopimentel.com.br

     

    Pampulha iluminada
    com rvore de Natal flutuante



    Uma grande festa marcou a inaugurao da rvore de Natal flutuante da Lagoa da Pampulha. A atrao, acesa pelo prefeito Fernando Pimentel, proporciona cidade um clima natalino iluminado. Com o tema "Natal, Famlia e Magia", a decorao aborda a unio das pessoas na magia de Natal.  

    "Pelo segundo ano apreciamos a rvore de Natal da Lagoa da Pampulha. Espero que este espetculo se repita todos os meses de dezembro. A rvore j est incorporada ao calendrio de festividades do aniversrio de Belo Horizonte", afirmou Pimentel.  

    Durante a festa, o pblico tambm pde apreciar a queima de fogos e assistir apresentao da Orquestra Asas de Minas, da Aeronutica, e ao show de pop-rock do grupo mineiro Skank. Ainda foi entregue aos belo-horizontinos mais um espao de recreao e lazer: a Praa da Pampulha 

    Apoiada sobre 27 flutuadores navais, a rvore de Natal tem 60 metros de altura, 30 metros de dimetro e pesa 300 toneladas. A decorao revestida por 22,5 mil clusters de leds (diodos emissores de luz) e coberta por um tecido impresso especial de algodo e nylon, em uma verso mais brilhante e luminosa.  

    O projeto da rvore tem a assinatura da empresa PontoPlus e realizado pela Prefeitura com patrocnio do Banco Mercantil do Brasil. O enfeite montado em 2007 conquistou, este ano, o prmio de Inovao Tecnolgica em Outdoor durante a Infocomm, feira de tecnologia realizada em Las Vegas, Estados Unidos.


     




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 29, 2008

    Sociedade do Barbacena. O casamento de Karina Leite - sobrinha do nosso amigo Z Artur Filardi, chefe de gabinete do ministro Hlio Costa - e Roberto Guimares Junior, foi registradopela nossa amiga, a colunista Ruth Esteves. Presente na cerimnia de casamento o casal Ana Catarina/senador Hlio Costa,ministro das Comunicaes.

    Aconteceu...
    O casamento de Karina e Roberto


    Os noivos Karina Leite Miranda e Roberto Guimares Jnior


    Os noivos ladeados pela av Henriqueta Miranda, pelo tio Jos Artur Filardi Leite, a me da noiva Eliane Filardi, os pais do noivo Avelina e Roberto Guimares, a av Maria Jos Filardi e as daminhas Sofia e Clo


    A pequena Maria Angelina nos braos de seus tios Caio e Maria Fernanda Miranda


    Maria Elisa, Daniel Miranda com seus amigos de Campinas, Rodrigo e Thas Vilarinho Peres


    Eliane Filardi com suas eternas amigas Edna Camilo Ede, Jane Moreira, Elizabeth Camilo Ede, Ana Braga e Elza Camilo Ede


    Os casais Odcio e Helosa Reis, Ana Catarina e Hlio Costa


    Jos Artur Filardi acompanhado dos amigos vindos especialmente para a cerimnia: Elge Werneck, Nelsinho Santos, Mrcio Xavier e Frederico Csar Silva Melo


    Rodrigo Pascoal e Marina Leite Miranda



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 29, 2008

    Governo de Minas sanciona lei que garante abono aos inativos...

    Duas novas leis de interesse do funcionalismo pblico estadual foram publicadas no dirio oficial Minas Gerais da ltima quarta-feira (24/12/08). A Lei 17.953 concede, em dezembro de 2008, abono de R$ 300,00 aos servidores inativos civis e militares do Executivo que ganham at R$ 1 mil por ms. Aos que recebem acima desse limite, o prmio de 30% do salrio.
    Segundo a nova norma, o benefcio ser pago de uma nica vez e no se incorpora aos proventos. J a Lei 17.951 reajusta em 15% os vencimentos dos advogados autrquicos, de forma escalonada, a partir de 1/1/09, 1/7/09 e 1/1/10. Ambas as leis, originadas de projetos do governador, foram sancionadas no dia 23.
    Tambm foi sancionada no dia 23 a Lei 17.950, originada de projeto da deputada Ana Maria Resende (PSDB), que penaliza o notrio ou registrador que no afixar nas dependncias do cartrio, em local visvel, cartazes informando sobre os atos que so sujeitos gratuidade. A legislao prev a iseno do pagamento de emolumentos referentes ao registro civil das pessoas naturais queles que so reconhecidamente pobres.
    A penalidade multa que varia de R$ 750,00 a R$ 7,5 mil, a ser imposta pelo corregedor-geral de Justia ou pelo juiz do foro, mediante processo administrativo, garantida ampla defesa, conforme determina norma de 2004.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 29, 2008

    Estragos das chuvas em Minas.









                                   Estado anuncia novas medidas de apoio aos municpios

     









       

    Omar Freire/Imprensa MG

    O governador Acio Neves anunciou, nesta tera-feira (23), a prorrogao do vencimento das contas de energia eltrica, gua e esgoto para a populao dos 43 municpios que decretaram estado de emergncia em decorrncia das chuvas e que esto nas reas de concesso da Cemig e da Copasa. 

    Todos os municpios que esto com o estado de emergncia publicado tero o adiamento das suas contas deferido pelo governo e j detalhado pela Cemig e pela Copasa, at no mximo segunda-feira, dia 29, mas eu antecipo dizendo que as contas de janeiro e fevereiro sero adiadas por 60 dias. Portanto, esse pagamento s comear a ocorrer a partir de maro e, mesmo assim, de forma parcelada para que tambm no se transforme em um impacto muito grande na vida dos cidados, sejam pessoas fsicas ou representantes de pessoas jurdicas, afirmou o governador, em entrevista.

    Acio Neves tambm anunciou a criao do Programa Emergencial de Socorro a Empresas e Cooperativas com Empreendimentos Afetados por Chuvas Intensas (Fundese Solidrio), com o objetivo de viabilizar apoio financeiro a micro, pequenas e mdias empresas e cooperativas para a reparao de danos causados por chuvas e inundaes.

    Essa linha de crdito comear com R$ 30 milhes, podendo chegar at R$ 50 milhes, com carncia de at seis meses para o incio do pagamento, que ocorrer em at trs anos e com juros altamente subsidiados de apenas 6% ao ano, sem qualquer outra correo, sem qualquer outro indexador. Os valores devero no ultrapassar, por empresa, R$ 180 mil, para que a gente possa estar com o foco maior exatamente nas pequenas empresas, no pequeno comrcio que teve sua loja inundada, perdeu estoque, capacidade de comercializao, explicou o governador.

    O programa ser executado em 2009 atravs da dotao oramentria do Fundese Geraminas. Os recursos podero ser usados para investimentos e cobertura de gastos com a reparao de danos causados pelas chuvas intensas e inundaes. O financiamento tambm ser concedido para a realizao de investimentos fixos e de recomposio de capital de giro para cobrir gastos com fornecedores, funcionrios, material de consumo e pagamento de impostos e taxas.

    Os pedidos de financiamento devem ser encaminhados ao BDMG. O prazo para pedidos de financiamento se encerra em 30 de abril de 2009 e prazo final para contratao dos recursos de 31 de julho do mesmo ano.


    Alerta


    Acio Neves tambm alertou para a previso meteorolgica de fortes chuvas nos prximos dias nas regies da Zona da Mata, Tringulo Mineiro, Oeste Sul do Estado. absolutamente fundamental que todos estejam em alerta. A Defesa Civil est em contato direto com cada um dos prefeitos dessas cidades para que a ao da prefeitura seja coordenada com a ao do Governo do Estado, desde a transferncia de famlias que esto em reas de risco at mesmo aes de socorro, de resgate sempre que necessrio. Portanto, devemos passar esse final de ano em absoluto alerta aqui em Minas Gerais, afirmou o governador.

    O Governo de Minas est monitorando as regies j prejudicadas e tambm aquelas onde h previso de chuvas fortes nos prximos dias.Vocs esto acompanhando cidades como Ponte Nova, que tiveram danos extraordinrios. Para l est sendo montado um planejamento especial. Vamos aguardar um pouco as aes que esto sendo feitas. possvel at que, nos prximos dias, eu faa uma visita regio, mas a idia que o Estado e as prefeituras municipais, as entidades organizadas de cada uma dessas cidades estejam mobilizadas para o enfrentamento dessas inundaes, afirmou Acio Neves.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 28, 2008

    BLOG. O nosso est prximo de completar 3 anos. So quase 5 mil posta - notas, comentrios, artigos, fotos... - publicados ao longo deste quase mil dias. Entre nossos leitores - para nossa honra - esto o ministro Hlio Costa, o governador de Minas, Acio Neves, o ministro da Corte Internacional de Justia de Haia, Antnio Augusto Canado Trindade, o vice-governador Antnio Anastasia, o advogado Expedito Euzbio da Silva e Adauto de Souza, o colunista Csar Romero, o consultor Paulo Ely Brs Pereira, o chefe de gabinete do ministro Hlio Costa, Z Arthur Filardi, o diretor regional dos Correios,em Minas, Fernando Miranda, o presidente do CCBE, economista Celso Castilho ( leia-se VALE), Ricardo Castilho da MMX, Willer Ps, diretor da Anglo Ferrous, Henrique Di Lello ( leia-se gerncia geral de Energia da Vale),o diretor-regional da Embratel, Altivo Oliveira, o colunista de Uberlndia, Hugueney Bisneto, o editor de livros jurdicos - leia-se Editora Del Rey - Arnando Oliveira, o administrador de Empresas, Z Aparecido Ribeiuro, o consultor financeiro Wagner Gomes, colaborador de nosso BLOG com seus brilhantes artigos, alm de VOC que nos l neste momento e os cerca de 10 mil internautas que nos acessam diariamente. Hoje recebemo E-mail da pasicloga Elisabeth Merelim, a quem agradecemos os votos de feliz natal e pelo acesso dirio ao nosso BLOG DE NOTCIAS. Desejo aos nossos leitores e leitoras Feliz ANO de 2009. E que continuem a nos ler!!! EM TEMPO: vale conferir algumnas fotos de nossos (as) ilustres leitores(as).




     
     
     
     
     



    Senhor Joo Carlos Amaral,

    momento de confraternizao, entre famlia e amigos. Tambm extensivos as pessoas que admiramos, seja pela inteligncia, pela capacidade de liderana, pela forma altrusta de conduzir a vida e relacionar-se com os outros, pela representao na sociedade.

    Ento depois que conheci seu Blog jornalstico, mesmo no sendo da rea, fiquei familiarizada. Gostei e de forma mais assdua frenquento seu Blog, at porque as matrias que circulam por l, so interessantes, do meu interesse.

    com mesmo entusiasmo que desejo ao senhor e toda sua equipe de trabalho, um timo Natal, cheio de graa e que a entrada do novo ano seja comemorado com alegria, deliciosos brindes, o melhor da gastronmia, e o principal junto aos melhores amigos, na troca de sinceros desejos de sucesso, sade, amor, e paz. Esses so os meus votos!
    Elisabeth Merelim - Psicloga
    Juiz de Fora Minas Gerais.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 28, 2008

    Reencontrei no restaurante Ginos IL Candelabro, em Barbacena, meu velho amigo de Rdio Barbacena e Correio da Serra, o radialista Z Maria da Silva -hoje ele um dos mais destacados radialistas em Divinpolis, regio centro-oeste de Minas, aonde conhecido como GARCIA Jr. Mas l no Gino`s estavamos ns : o Z Maria, a mulher dele a simptica e sempre bela Sara e a filha Aline, o nosso amigo Nilo, o colega de TV Cmara de BH, Kemil Acib, o colunista Erick Terzi e minha mulher a decoradora Cida Amaral, assistindo ao show de alta qualidade "TRIBUTO AOS ANOS 70", banda comandada pelo publicitrio e expert em bateria, Cssio Nzio e o excelente msico e cantor Valmir Leporate. Um show que reuniu o melhor do ANOS 70. A foto do Z Maria "Garcia Jr", vem do site barbacenaonline.



    O radialista Z Maria da Silva - um craque do microfone - com quem trabalhei no incio de carreira na Rdio Barbacena - onde tambm comeou carreira o jovem Hlio Costa, ex-Fantstico da Rede Globo, hoje senador da Repblica, ministro das Comunicaes e pr-candidato a governador de Minas.

    O Z Maria uma figura mpar - bem-humorado, cheio de causos, criativo e ousado ao microfone.
    Ainda me lembro: ele me disse no meu primeiro dia de radialista l na Rdio Barbacena:
    olha Rodrigues Amaral - era este meu nome artstico dado pelos saudosos Barbosa Silva e Adauto Machado - preste ateno!

    A vida do radialista tem trs fases:
    Na primeira voc paga para trabalhar.
    Na segunda eles lhe pagam para trabalhar.
    E na terceira fase "voc paga para no trabalhar".

     Estou pensando nisso h anos!!!

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 28, 2008

    INCLUSO DIGITAL.Mineiramente - trabalhando pesado e com metas - o ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa, vem dia-a-dia implantando o projeto que est revolucionando o pas na ERA DA INETRNET: o acesso gratuito das comunidades ao curso bsico de informtica nos TELECENTROS. O ministro j intalou os Telecentos em 96,2% dos 5.354 municpios do pas.

     
    Nota: Ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa,
    que passou as festas de Natal com a famlia em sua terra Barbacena,
    recebeu verdadeira romaria de lideranas e amigos
    para longas conversas polticas no stio da sogra dele,
    a simptica Ramanita Xavier, que fica prximo Cabana da Mantiqueira.
    Eu falei com o ministro, meu amigo, por telefone, na vspera de Natal.
    Fiquei devendo uma visita.







    Coordenadores dos telecentros de
    todo o pas recebem capacitao


    Ministrio das Comunicaes j instalou espaos para uso gratuito da internet em 96,2% dos municpios brasileiros


    O municpio de Silveira Martins, no Rio Grande do Sul, um dos 5.354 municpios que se inscreveram no programa de Incluso Digital do Ministrio das Comunicaes e foi beneficiado com um kit telecentro. O telecentro j est em funcionamento, oferecendo curso bsico de introduo informtica gratuitamente para toda a comunidade. A primeira turma capacitou 40 pessoas e j existe uma fila de espera com 320 inscritos. De acordo com o prefeito do municpio, Clemor Antonio Balen, cerca de 60 pessoas passam pelo telecentro diariamente.

    A meta do ministrio de instalar pelo menos um telecentro em cada um dos 5.564 municpios brasileiros est cada vez mais perto de ser atingida. Pelo menos um telecentro j foi instalado nos 5.354 municpios que aderiram ao programa Telecentro Comunitrio. O ministrio continuar cadastrando as prefeituras no programa at atingir adeso total.

    Alm de instalar telecentros em todos os municpios, o MC tambm investe na capacitao das pessoas que vo trabalhar nesses espaos. Em outubro foi realizada uma capacitao para os professores dos Centros Federais de Educao Tecnolgica (Cefet). Agora no ms de dezembro, esses professores vo capacitar todos os coordenadores dos telecentros do pas. Cada coordenador ser convidado pelo Cefet mais prximo do seu municpio.

    Kit telecentro
    O MC j licitou um nmero de kits suficiente para atender a todos os municpios brasileiros. Cada kit possui: 01 servidor de informtica, 10 computadores, 01 central de monitoramento com cmera de vdeo de segurana, 01 roteador wireless, 11 estabilizadores, 01 impressora a laser, 01 projetor multimdia (data show), 21 cadeiras, 01 mesa do professor, 11 mesas para computador, 01 mesa para impressora e 01 armrio baixo.

    Cada telecentro tambm contar com acesso internet, em alta velocidade, para uso gratuito da comunidade.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 28, 2008

    FIM DA polmica!!! COPASA vai poder contratar pretadoras de servios. Projeto aprovado pela Assemblia de Minas foi sancionado pelo governador Acio Neves e publicado no Minas Gerais.

    Foi sancionada e publicada no Minas Gerais desta tera-feira (23/12/08) a Lei 17.945, de 2008, que altera a Lei 6.084, de 1973, que dispe sobre a Companhia Mineira de guas e Esgotos (Comag). A nova norma, originada do PL 2.164/08, de autoria do governador, que tramitou este ano na Assemblia Legislativa de Minas Gerais, tem como objetivo adotar medidas de interesse pblico que facilitem o trabalho da Copasa no que se refere ao saneamento bsico do Estado.
    Entre as mudanas previstas, destaca-se a possibilidade de a empresa "utilizar recursos e pessoal prprios ou de terceiros".
    Outra mudana proposta permite que a Copasa participe minoritariamente de outras empresas com objetivos sociais semelhantes ou correlatos, mediante a aprovao de seu conselho de administrao. Pelo texto na norma, a Copasa poder contratar prestadora de servio ou executora de obras a qual no tenha como objeto social a prestao de servios de saneamento. A lei inclui ainda procedimentos a serem adotados pela Copasa.
    Outras mudanas se referem autorizao para ampliar a participao da Copasa em outras sociedades (mudando o artigo 3 da Lei 13.633); contrair emprstimo ou financiamento com instituio financeira ou agncia de fomento, nacional ou internacional; propor desapropriaes; promover encampao de servios; receber doaes e subvenes; atuar no Brasil e no exterior; firmar convnio, formar consrcio ou outra forma de parceria; entre outras. A nova norma entra em vigor na data de sua publicao.

    Polmica na ALMG - No Parlamento, o projeto foi um dos que gerou debates mais intensos entre os deputados. Representantes do PT e PCdoB criticaram dispositivo que permite Copasa associar-se a outras empresas para prestao de servios de abastecimento de gua e de esgotamento sanitrio. Em debate realizado durante a aprovao do projeto, os deputados Carlin Moura (PCdoB) e Padre Joo (PT) criticaram ainda a abertura de capital da estatal e disseram que a participao em sociedades pode sujeitar a Copasa a assumir dbitos de empresas particulares que forem atingidas por crise econmica, a exemplo do que ocorreu com as montadoras norte-americanas de veculos. O contraponto foi feito pelo deputado Ademir Lucas (PSDB), segundo quem a abertura de capital necessria para ampliar a captao de recursos. Ele tambm ressaltou que o Estado continuar a ser o controlador da Copasa. No Parlamento, o projeto foi um dos que gerou debates mais intensos entre os deputados. Representantes do PT e PCdoB criticaram dispositivo que permite Copasa associar-se a outras empresas para prestao de servios de abastecimento de gua e de esgotamento sanitrio. Em debate realizado durante a aprovao do projeto, os deputados Carlin Moura (PCdoB) e Padre Joo (PT) criticaram ainda a abertura de capital da estatal e disseram que a participao em sociedades pode sujeitar a Copasa a assumir dbitos de empresas particulares que forem atingidas por crise econmica, a exemplo do que ocorreu com as montadoras norte-americanas de veculos. O contraponto foi feito pelo deputado Ademir Lucas (PSDB), segundo quem a abertura de capital necessria para ampliar a captao de recursos. Ele tambm ressaltou que o Estado continuar a ser o controlador da Copasa.





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 28, 2008

    "Academia Rio Branco" - que rene QUEM QUEM da socidade de Juiz de Fora, como polticos, empresrios, advogados, mdicos, executivos e profissionais liberais - em tempos de confraternizao de Fim de Ano. Matria pinada da coluna do Csar Romero da Tribuna de Minas.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 28, 2008

    Assemblia de Minas aprova Fundo Habitacional para os militares minerios.

    Foi publicada no Minas Gerais desta tera-feira (23/12/08) a Lei 17.949, de 2008, que cria o Fundo de Apoio Habitacional aos Militares do Estado de Minas Gerais (Fahmemg). A norma, derivada do Projeto de Lei (PL) 2.921/08, de autoria do governador, foi aprovada na Assemblia Legislativa de Minas Gerais em meados de dezembro de 2008.
    O objetivo da lei conceder financiamentos para assistncia habitacional aos segurados do Instituto de Previdncia dos Servidores Militares (IPSM) e seus pensionistas. A nova norma permitir que sejam repassados ao IPSM mais R$ 760,3 milhes, a serem pagos em 360 parcelas sucessivas e mensais, acrescidas de juros de 6% ao ano.
    O agente financeiro ser o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e o rgo gestor e agente executor ser o IPSM, o que se mostra em consonncia com a Lei Complementar 91, de 2006.
    Ainda em conformidade com a lei, a norma prev as funes e objetivos do fundo e sua forma de operao, alm dos requisitos para a concesso de financiamento e liberao de recursos. O texto traz a origem dos recursos que compem o fundo; a indicao dos seus beneficirios, acompanhada de especificao, quando houver; a contrapartida a ser exigida de beneficirio para o recebimento de recursos; e as diretrizes referentes s sanes aplicveis aos beneficirios dos recursos, nos casos de irregularidades por eles praticadas, as quais sero detalhadas em regulamento.
    Tambm so previstas as normas para o redirecionamento parcial de recursos do fundo para o Tesouro Estadual, quando for o caso, e as regras relativas sua extino.
    ALMG - No Parlamento o projeto sofreu alteraes propostas pelos deputados. Entre elas, est a determinao de que tero prioridade para contratao de financiamento com recursos do fundo os policiais e bombeiros militares que tenham, em funo do local onde residam, sua vida ou as de seus familiares em situao de risco.
    Outra alterao importante proposta pelos parlamentares foi a supresso de dispositivos que previam como requisitos para a concesso de financiamentos com recursos do fundo a indicao de que o interessado possui outro imvel; e outros requisitos, a critrio do grupo coordenador, por deciso unnime.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 24, 2008

    POLTICA em Barbacena est mudando de mos... a vez de uma mulher na Prefeitura - Danuza Bias Fortes. E de um petista na vice - o ex-deputado Edson Resende. Nota vem do site barbacenaonline






                          Prefeita eleita, vice e vereadores so diplomados







                                                     MICHELLE BARBOSA - Editoria Poltica - 22/12/08 - 07h30
     
















    Vicente Pacelli


    A prefeita eleita Danuza Bias Fortes (PMDB) e seu vice, Edson Rezende, exibem os diplomas



    O Salo do Tribunal do Jri do Frum Mendes Pimentel foi palco, no dia 18, da cerimnia de diplomao dos eleitos em Barbacena. Presidida pelo juiz titular da 23 Zona Eleitoral, Marcos Andrade, a solenidade contou com dezenas de familiares e amigos que foram prestigiar o evento. Danuza Bias Fortes (PMDB) e Edson Rezende (PT), prefeita e vice-prefeito, respectivamente, alm dos 11 vereadores eleitos e reeleitos, receberam os diplomas como parte do rito da Justia Eleitoral.

    Danuza Bias Fortes falou sobre a expectativa de assumir a cadeira do Executivo como a primeira mulher a comandar o destino da cidade. Ela assegura que "vai honrar todos os ideais que foram encaminhados durante a campanha, nos quais o povo acreditou". Ainda antes do Natal, a prefeita deve divulgar os nomes das pessoas que vo compor o seu governo.
    Veja mais fotos >>>


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 23, 2008

    PACTO CONTRA A CRISE. Conversa do presidente Lula, o governador Acio Neves e outros governadores ser em janeiro. Confira detalhes!!! Foto do site oficial do governo de Minas.











          Governadores e Unio
            se renem para discutir crise mundial



       


    O governador Acio Neves anunciou que o presidente da Repblica, Luiz Incio Lula da Silva, se reunir em janeiro com alguns governadores de Estado para traar medidas conjuntas para minimizar o efeito da crise mundial na economia brasileira. O anncio foi feito nesta tera-feira (23), no Rio de Janeiro, aps solenidade de assinatura de acordos entre o presidente Lula e o presidente da Frana, Nicolas Sarkozy.
    "O presidente da Repblica me disse agora h pouco que pretende conversar, j em janeiro, com um grupo de governadores de Estado, talvez nem todos, mas onde as economias estejam sentindo mais os impactos da crise, para examinarmos algumas medidas conjuntas, inclusive do mbito fiscal, do governo federal com os governos estaduais. Obviamente, isso poder se estender a todos os governadores, mas ele achou mais prudente, no primeiro momento, fazer uma reunio com quatro, cinco, seis governadores", disse Acio Neves, em entrevista.
    Segundo ele, o objetivo traar medidas conjuntas entre o governo federal e os estados para otimizar os esforos de apoio ao setor produtivo brasileiro.
    "Uma idia inicial muito positiva porque acabamos dispersando um pouco nossos esforos e o governo federal toma uma srie de medidas sem conversa com os estados. E por mais positiva que elas sejam, elas podem no ser otimizadas. Queremos conjugar esforos. Vamos examinar medidas que podem ser tomadas conjuntamente no campo fiscal por estados e pelo governo federal", afirmou.
    Acio Neves citou a comercializao de carros usados como exemplo de setor a ser priorizado na busca de solues por parte dos estados e do governo federal. "Cito um como exemplo: a comercializao de carros usados. O crdito tem sido extremamente escasso para esse segmento. Vamos discutir com o governo federal qual a forma de atuarmos conjuntamente para que possamos restabelecer o crdito para esse setor importante da economia e assim como para outros setores", disse.

                                                                 Medidas em Minas

    Acio Neves tambm lembrou que Minas Gerais foi o primeiro estado a tomar medidas pontuais para minimizar o efeito da crise econmica no setor produtivo. Entre as medidas tomadas pelo Governo de Minas, esto o alongamento de pagamento do Imposto sobre Circulao de Mercadorias e Servios (ICMS) e criao de linhas de crditos.
    "Jamais escondemos a gravidade da crise. Minas foi o primeiro Estado a tomar medidas de alongamento do pagamento de ICMS, abertura de linha de crdito para diversos setores que foram mais atingidos. Temos a cadeia do setor siderrgico que muito densa em Minas Gerais. Portanto, quando o setor mineral sofre, a siderurgia sofre, o setor automotivo tambm sofre. Estamos fazendo, do ponto de vista do Estado, o que necessrio", disse o governador.

     







    Comentrios

    #1. Elisabeth Merelim
    Se nos momentos de calmaria, faz-se necessrio o dilogo e a participao - estado e unio. O que falar agora diante do quadro da crise financeira.
    No tempo de medidas unilaterais, sem ouvir os gestores dos estados, com suas peculiares situaes emergenciais, no trato de repasses de recursos e medidas na direo de absover o mximo do impacto da crise nos diversos setores da economia.
    O Presidente Lula deve conversar com os governadores e juntos avaliarem, planejarem e executarem, no tocante aos repasses de recursos da Unio e as medidas a serem tomadas. Como disse o Governador de Minas Acio, otimizando esforos, e completo no os desperdiando pois so preciosos para o desenvolvimento do Brasil.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 22, 2008

    A BIG GRANDES IDIAS - agncia que atende a Prefeitura de BH com competncia e criatividade - faz Festa de Fim de Ano, nesta tera-feira,dia 23, partir de 19 horas. Ser no mezzanino do KRUG BIER no Belvedere - perto da sede da BIG. Abaixo os big shots que comandam a BIG - a prpria imagem do sucesso da agncia, que fecha 2008 com sucesso total. Fomos convidados para Festa de amanh, pelo Paulo lvares - o boa praa Paulo e estaremos l no KUG para abraar todos da agncia e seus convidados e convidadas.


    Ricardo Fantoni, Wagner , Mrio Ribeiro, Paulo lvares e Roberto Bastianeto
     - o quinteto que comanda a BIG Grandes Idias.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 22, 2008

    TRIBUNAL DE JUSTIA de Minas vai investir em obras de 28 comarcas do interior do Estado... notcia vem do site oficial do TJ.

                                                                 TJMG investir R$ 257,5 mi em obras

    Rossana Souza COLETIVA - O desembargador Srgio Resende anunciou para jornalistas o programa de investimentos do TJMG para 2009
    COLETIVA - O desembargador Srgio Resende anunciou para jornalistas o programa de investimentos do TJMG para 2009

    O Tribunal de Justia de Minas Gerais (TJMG) lana hoje, 19 de dezembro, o seu programa de investimentos em obras para o perodo de 2009/2013. Sero concludas obras j em andamento e iniciadas outras reformas e construes de prdios em 28 comarcas, o que corresponde a 10% das comarcas instaladas no Estado, totalizando um investimento de R$ 257,5 milhes. A melhoria da infra-estrutura da Justia de 1 Instncia prioridade da administrao do presidente do TJMG, desembargador Srgio Antnio de Resende. Alm dessas obras, sero instaladas 16 varas e uma comarca no interior de Minas. No total sero atendidas 40 comarcas das 295 existentes.

    Ao longo de 2009, haver ainda investimentos em informtica, visando otimizar a estrutura e a capacidade de atendimento atuais do Judicirio mineiro. Todas essas aes tm como objetivo ampliar a prestao jurisdicional, cuja demanda cresce cerca de 10% ao ano. Em busca de uma estrutura mais eficiente, o Tribunal procura aumentar a arrecadao dos recursos prprios e reduzir constantemente suas despesas, principalmente de custeio, para possibilitar mais investimentos. 

                                                                      Planejamento de obras

    A partir de uma viso do saldo disponvel para investimento, foi feito um cronograma de obras e reformas para os prximos cinco anos. Esse planejamento visa garantir que as obras iniciadas sejam concludas nos prazos estabelecidos. Foi contemplada, ainda, no planejamento, uma reserva operacional para obras emergenciais ou eventuais que possam se tornar necessrias ao longo do perodo, com vistas ao melhor funcionamento do TJMG.
    Cinco obras j esto em execuo e sero finalizadas em 2009, entre elas a construo do novo Frum de So Joo del Rei. Outros 31 investimentos sero iniciados em 2009, 11 de construo e 20 de reforma. importante destacar que novas obras podero ser iniciadas em 2010, aps avaliao da execuo do que foi planejado para 2009 e de nova estimativa das receitas.
    Em 2008, h as seguintes obras em execuo, nas comarcas: Barbacena (reforma e instalao de rede eltrica, Betim (cercamento dos terrenos), Ouro Fino (reforma e ampliao do frum), So Joo Del Rei (construo do novo frum), Uberlndia (reforma parcial, segurana, acessibilidade), com trmino previsto para 2009.
    Para o incio de 2009, constam do planejamento as obras a serem construdas: Aucena (incio da licitao em junho de 2009, trmino da obra em 2010), Bicas (incio da licitao junho de 2008, trmino da obra previsto para 2010), Carmo do Cajuru (incio da licitao abril de 2009, trmino da obra previsto para 2010), Conselheiro Lafaiete (incio da licitao maio de 2009, trmino da obra previsto para 2011),
    Leopoldina (incio da licitao junho de 2009, trmino da obra previsto para 2011), Pouso Alegre (incio da licitao dezembro de 2008, trmino da obra previsto para 2010), Santa Luzia (incio da licitao janeiro de 2009, trmino da obra previsto para 2011), Taiobeiras (incio da licitao maio de 2009, trmino da obra previsto para 2010), Ub (incio da licitao maro de 2009, trmino da obra previsto para 2011), Uberaba (incio da licitao maro de 2009, trmino da obra previsto para 2012) e Uberlndia (incio da licitao julho de 2009, trmino da obra previsto para 2013).
    H, ainda, obras de reforma com incio em 2009, em Belo Horizonte, Centro Operacional (incio em novembro de 2008 e trmino previsto para 2009), Diretoria Administrativa (incio em novembro de 2008 e trmino previsto para 2009), Reformas para locao (incio em fevereiro de 2009 e trmino previsto para 2009), Galpo 1 (incio em abril de 2009 e trmino previsto para 2009), Galpo 2 (incio em abril de 2009 e trmino previsto para 2010), Juizado da Infncia (incio em janeiro de 2008 e trmino previsto para 2009).
    Em Contagem, Juizados Especiais, (incio em setembro de 2008 e trmino previsto para 2009), Frutal, reforma emergencial da cobertura (incio em julho de 2008 e trmino previsto para 2009) e ampliao (incio em outubro de 2009 e trmino previsto para 2011), Ibi, (incio em novembro de 2009 e trmino previsto para 2010),
    Januria, (incio em outubro de 2008 e trmino previsto para 2009), Lambari (incio em outubro de 2009 e trmino previsto para 2010), Monte Azul (incio em janeiro de 2009 e trmino previsto para 2009), Nova Era, (incio em maio de 2009 e trmino previsto para 2009),
    Oliveira (incio em fevereiro de 2009 e trmino previsto para 2010), Paraguau (incio em fevereiro de 2009 e trmino previsto para 2009), Sacramento (incio em fevereiro de 2009 e trmino previsto para 2010), Santa Brbara (incio em dezembro de 2009 e trmino previsto para 2010), Virginpolis (incio em janeiro de 2009 e trmino previsto para 2010) e outros reparos em diversas comarcas a partir de maro de 2009. 


                                                                  Instalao de varas e comarcas

    Em 2009, sero instaladas varas nas comarcas de Abre Campo, Alfenas, Arcos, Braslia de Minas, Capelinha, Coronel Fabriciano, Curvelo, Frutal, Igarap, Ipatinga, Itana, Lavras, Manga, Muria, Nova Serrana e Patrocnio. Haver tambm a instalao de uma nova comarca em So Joo do Paraso, no norte de Minas, municpio que atualmente pertence comarca de Rio Pardo de Minas.
    A instalao de varas, em muitas comarcas, condio para a melhoria da prestao jurisdicional, tendo em vista o aumento da demanda processual. Para definir as comarcas que necessitam de instalao de novas varas, o presidente do Tribunal solicitou estudo rea tcnica, que observou os seguintes critrios: ndice de movimentao processual, combinado com a existncia de penitenciria na comarca; espao fsico disponvel no Frum; existncia de quadro legal de servidores previsto para a comarca. Com base nesses critrios e considerando os limites definidos na proposta oramentria de 2009, o presidente aprovou a instalao de 16 varas em todo o Estado, cabendo Corte Superior do Tribunal de Justia determinar a instalao, observando-se os procedimentos cabveis.

                                                        Encontros Administrativos Regionalizados

    A partir de janeiro, o presidente Srgio Resende e sua equipe realizaro encontros administrativos regionalizados, reunindo magistrados e escrives para divulgao do planejamento estratgico da gesto atual, que tem trs grandes objetivos institucionais: 1) a agilizao da prestao jurisdicional das 1 e 2 Instncias; 2) a otimizao da gesto administrativa e econmico-financeira do Poder Judicirio; 3) o fomento a aes e projetos de responsabilidade social e scio-ambiental. Alm disso, o presidente deseja conhecer a situao das comarcas, os problemas existentes, as dificuldades enfrentadas, ouvir de cada juiz e de cada servidor as solues para se obter cada vez mais uma prestao jurisdicional clere e eficiente.
    O presidente dever ressaltar, nesses encontros, as dificuldades oramentrias por que passa a instituio, numa tentativa de envolver toda a magistratura e servidores em aes que reduzam as despesas de custeio, conforme as diretrizes do Governo do Estado, a fim de que o Poder Judicirio possa manter a sua capacidade de investimento frente ao crescente aumento da demanda jurisdicional.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 22, 2008

    Minas ganha novo desembargador. o procurador de Justia, o capixaba Jlio Czar Gutierrez Vieira Baptista. Ele foi empossado pelo presidente do TJ, desembargador Srgio Resende.

                                        CERIMNIA - Jlio Guttierrez  empossado pelo presidente Srgio Resende
                                             Desembargador Jlio Guttierrez empossado
                                                           pelo presidente Srgio Resende

    "Ocupar o cargo de desembargador do Tribunal de Justia de Minas Gerais , acima de tudo, uma grande honra. Corte que teve e tem, em seus quadros, nomes que dignificam a magistratura nacional. A satisfao ganha vulto diante do fato de ser egresso do Ministrio Pblico mineiro". Essa a expectativa de Jlio Cezar Guttierrez Vieira Baptista que tomou posse, hoje, dia 19 de dezembro. Jlio Cezar Guttierrez ir ocupar vaga deixada pelo desembargador Hyparco de Vasconcelos Immesi e compor a 4 Cmara Criminal do Tribunal de Justia de Minas Gerais (TJMG).
    Na cerimnia de posse, o presidente do TJMG, desembargador Srgio Resende, falou da carreira jurdica que "exige dedicao constante, pressupe abnegao e fora. Por isso, quando se atinge mais um degrau importante da carreira, sempre nos lembramos de todos aqueles que estiveram do nosso lado, com atitudes e palavras de estmulo, compreenso e esperana".
    O desembargador Jlio Guttierrez falou da grande honra que trabalhar com magistrados de larga experincia. "O meu desejo que Deus continue me iluminando todos os dias e me dando foras, na tentativa de minorar as injustias", declarou o magistrado.
    Natural de Vitria, Esprito Santo, Jlio Guttierrez ingressou no Ministrio Pblico, em 1990, exercendo suas atividades nas comarcas de Rio Vermelho, guas Formosas e Tefilo Otoni. Em 1991, foi promovido para comarca de Belo Horizonte e atuou na Promotoria de Justia de Defesa do Consumidor e junto 3 Vara de Fazenda Pblica Estadual. No binio 1994/1995, exerceu as funes de promotor de Justia assessor do Corregedor-Geral do Ministrio Pblico.
    Em 1998, foi promovido por antigidade ao cargo de procurador de Justia, atuando na 2 Cmara Cvel do Tribunal de Alada, na 3 Cmara Cvel, na 2 Cmara Criminal e na Corte Superior do TJMG.
    Estiveram presentes na cerimnia o 2 vice-presidente do TJMG, desembargador Reynaldo Ximenes Carneiro; o vice-corregedor-geral de Justia, Antnio Marcos Alvim Soares; o ex-presidente do TJMG, desembargador Jos Fernandes Filho;
    o procurador-geral de Justia, Alceu Jos Torres Marques; a vice-presidente administrativo do Tribunal Regional do Trabalho (TRT - 3 Regio), Maria Lcia Cardoso de Magalhes, representando o presidente do TRT, Paulo Roberto Sifuentes Costa;
    o juiz de direito da Vara de Execues Criminais, Herbert Carneiro, representando o presidente da Associao dos Magistrados Mineiros (Amagis), juiz Nelson Missias de Morais; o desembargador Elpdio Donizetti, presidente da Associao Nacional dos Magistrados Estaduais (Anamages).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 21, 2008

    TRANSPES...empresa mineira atendida pela Multitexto do competente Schubert Arajo - movimenta mercado de carga com novo conceito.








                  Transpesminas rene convidados especiais no    Imperador para comunicar novo posicionamento estratgico

    Empresa ganha nova marca, passa a se chamar Transpes, verticaliza atuao e transforma-se num transportador multimodal



    Com 42 anos de mercado e ocupando a confortvel posio de ser uma das trs maiores empresas de transportes especiais do Mercosul, a Transpesminas, com sede administrativa em Belo Horizonte, reuniu, na ltima tera-feira, 18, no Imperador, clientes, fornecedores, imprensa e funcionrios, quando apresentou ao mercado o seu novo posicionamento estratgico.

    A Transpesminas ganhou uma nova marca. Passou a se chamar Tanspes. E deixou de ser uma simples transportadora de cargas pesadas e especiais para se transformar em um transportador multimodal (atuando em terra, no ar, no mar ou nos trilhos, para qualquer lugar, com capacidade ampliada para atender qualquer demanda, por maior que seja o desafio da carga a ser transportada. A empresa abriu tambm um novo escritrio, em So Paulo, onde j atua h vrios anos. Os nmeros da empresa do a real dimenso do seu tamanho e capacidade operacional: so 20 mil embarques/ano; 25 milhes de quilmetros percorridos e 800 mil toneladas transportadas anualmente.

    Criada pelo espanhol Tarsicio Gonzalez, a Transpesminas acaba de passar por um bem sucedido processo sucessrio, deixando de ser uma empresa familiar para transformar-se numa grande corporao, administrada por executivos de primeira linha. frente da empresa esto os diretores (Foto)Alfonso Gonzalez, diretor Comercial e de Logstica; Tarsia Gonzalez, diretora Administrativa Financeira; e Sandro Gonzalez, diretor-presidente.

    Entre os grandes clientes da Transpesminas esto a Vale, Gerdau, Fiat, Andrade Gutierrez, Usiminas, Camargo Corra, Petrobrs, entre vrias outras empresas lderes de mercado em seus respectivos segmentos. Cerca de 350 pessoas, entre CEOs, diretores de grandes empresas privadas e estatais, gerentes de operaes e compras, mundo oficial e imprensa marcaram presena e brindaram este novo momento da empresa.

    Crise

    "O momento exige cautela, mas no hora de nos amedrontarmos nem nos acovardarmos. Crise representa oportunidade, um bom momento para descobrirmos novas formas de fazer as coisas que antes fazamos de maneira sempre igual. Esta no ser a primeira crise enfrentada pela empresa e, provavelmente, no ser a ltima. Esperamos fazer de mais esta crise uma bem sucedida experincia de crescimento", afirmou otimista o recm-empossado diretor-presidente da Transpes, Sandro Gonzalez, filho do fundador da empresa, em seu discurso, ao lembrar emocionado que a empresa nasceu na dcada de 60, idealizada pelo pai na bolia de um caminho.

    Imigrante espanhol cria um imprio logstico a partir de um caminho

    O imigrante espanhol Tarsicio Gonzalez chegou ao Brasil, no Rio de Janeiro, no incio da dcada de 60, depois de ter sido convocado pelo seu pas para lutar na Guerra da Coria. Ele trocou a Espanha pelo Brasil e as armas por um velho caminho ingls da marca Leyland, financiado a duras penas por um tio que j morava no Brasil.

    A grande oportunidade para o jovem imigrante espanhol surgiu com o incio da construo de Braslia pelo ento presidente Juscelino Kubitscheck. No havia estradas para o Planalto Central e as dificuldades para se transportar as cargas para a futura capital eram enormes. Poucos caminhoneiros na poca aceitavam o desafio. Tarsicio Gonzalez foi um deles. Um dos primeiros tratores que chegaram regio foi transportado por ele. Durante os primeiros cinco anos, enquanto pagava o financiamento do caminho ao tio, o espanhol dormiu na bolia do prprio caminho para economizar dinheiro com moradia.

    Certo dia o presidente JK sugeriu ao caminhoneiro que cortasse o caminho e fizesse dele um cavalo mecnico e comprasse uma carreta para que aumentasse assim a sua capacidade de carga. "O Brasil agora vai ressuscitar, acredite em mim", disse-lhe o presidente. Tarsicio Gonzalez acreditou e apostou no sonho.

    Hoje, 42 anos depois, a Transpes uma gigante do setor que emprega mais de 400 funcionrios diretos, possui 380 equipamentos, entre caminhes, cavalos mecnicos, emplilhadeiras, guindastes, prticos hidrulicos e semi-reboques. Em 2007, a Transpes transportou 800 mil toneladas de cargas, realizou 20 mil embarques e percorreu 25 milhes de quilmetros no pas e no Mercosul. Somente no ano passado foram investidos R$ 20 milhes em novos equipamentos.

    Entre os grandes clientes da empresa esto marcas lderes de mercado como Vale, Gerdau, Fiat Automveis, Aominas, Andrade Gutierrez, Usiminas, Camargo Corra e Petrobrs.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 21, 2008

    Nada como um belo COLRIO para este domingo - sem chuva - em nossa BH. E vem de JF - do portiflio do Csar Romero da Tribuna de Minas.


    Regiane Mello Werneck
    em um ensaio fotogrfico
    especial de Carmelita Lavorato

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 21, 2008

    Sai prestigiado. Prefeito de JF, Jos Eduardo Arajo - aniversariando - ganhou jantar prestigiado no Ftima Buffet. Registro do colunista Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Dezembro 20, 2008

    TRAGDIA...em Minas.









                                                          Governo garante aes 
                                                 para combate aos danos das chuvas

     









    Omar Freire/Imprensa MG

    O governador Acio Neves garantiu nesta sexta-feira (19) que o Governo de Minas tem recursos disponveis para todas as aes de atendimento populao atingida pela chuva e de preveno para evitar maiores danos nos prximos meses. Em reunio de trabalho, no hangar do governo, para avaliar as conseqncias das chuvas nos ltimos dias, o governador determinou que todas as equipes do Governo trabalhem de forma articulada, inclusive com as prefeituras, para amenizar e prevenir os efeitos da chuva.
    "Minas, hoje, est de luto pelas mortes em razo das ltimas chuvas, mas, ao mesmo tempo, de prontido e preparada para, com instrumentos disponveis do Estado, enfrent-las, em relao ao que j ocorreu, mas tambm de forma preventiva, em relao ao que pode ainda ocorrer", afirmou, em entrevista.
    Durante a reunio, o governador recebeu informaes sobre a situao nas cidades mais afetadas com relao ao fornecimento de gua, situao das rodovias, atendimento populao desabrigada e desalojada, e aes de sade. At a manh desta sexta-feira, 73 cidades do Estado foram afetadas de forma relevantes, 41 delas j com situao de emergncia solicitada.
    Acio Neves determinou ateno especial para o restabelecimento do fornecimento de gua, aes de preveno de doenas que surgem depois das enchentes e recuperao das estradas. "Quero afirmar que no faltam recursos no Estado para o socorro, no primeiro momento, e para a recuperao dos estragos, em pontes que foram avariadas, e alguns acessos que foram interrompidos", garantiu.
    Mobilizao
    Acio Neves garantiu que o efetivo do Corpo de Bombeiros e a Polcia Militar continuaro atuando nas reas mais atingidas, inclusive com o uso de seis helicpteros que faro a avaliao dos estragos e atuaro para socorrer as vtimas e transferir as famlias que esto em reas de risco. 
    Com relao ao fornecimento de gua, o governador garantiu que rapidamente a situao ser regularizada na maioria das cidades. Ele determinou que o presidente da Copasa, Mrcio Nunes, acompanhe diretamente o atendimento as cidades com o abastecimento interrompido, como o caso de Divinpolis, no Centro-Oeste e Cataguases, na Zona da Mata.
    "A nossa expectativa, a partir do que est sendo feito especialmente em Divinpolis, que a partir de amanh (sbado) tarde, j estejamos restabelecendo o abastecimento de gua populao. Em Cataguases, esperamos que nesta madrugada j possa estar sendo restabelecido o fornecimento tambm de gua e, em outras cidades como Belo Vale, Conceio do Par e Congonhas, a nossa expectativa de que, ainda neste final de semana, tambm, esse fornecimento possa estar sendo garantido", afirmou.
    Preveno a doenas
    O governador tambm fez um alerta sobre a importncia da preveno de doenas, aps as chuvas. Ele lembrou que esse perodo do ano o mais propcio para a proliferao de doenas como a dengue e a leishmaniose e alertou sobre a necessidade da populao participar da mobilizao.
    "Estamos com reas inundadas, alagadas, propcias proliferao do mosquito da dengue, e muito importante que todos se mobilizem a partir das escolas, da comunidade, nos municpios, fiscalizando tambm esta ao", destacou.
    Acio Neves tambm anunciou que a Secretaria de Sade j prepara trs milhes de cartilhas com orientaes populao sobre os cuidados em relao s doenas relacionadas aos perodos chuvosos.
    "Sabemos que o efeito mais grave ps-enchente so as doenas que dela advm. A Secretaria de Sade est lanando uma cartilha pedaggica, orientando as famlias, os cidados, como agir em relao aos alimentos que so consumidos na sua residncia, como agir no seu cotidiano para evitar doenas que possam advir. Temos j de forma tambm pedaggica, orientado os municpios como agir, mas fundamental que o cidado tambm haja em sua prpria defesa", disse.
    Barragens
    O governador tambm anunciou que a Secretaria de Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros e Cemig j esto trabalhando para controlar as vazantes e as capacidades de armazenamento das barragens no Estado. A preocupao tanto nas barragens de rejeitos das minerados quanto nas reservas das hidreltricas da Cemig.
    "A orientao para que no momento de estiagem das chuvas haja uma reduo do volume de presso dessas barragens, feita de forma coordenada, com comunicao s regies que recebero parte dessas guas, mas sempre no limite, para no criar qualquer problema para essas regies. O objetivo diminuir essa presso, para que na eventualidade de novas chuvas ns no tenhamos qualquer risco de desastre", explicou o governador.
    Aps a reunio, o governador seguiu de helicptero para Divinpolis, onde foi avaliar in loco os danos causados pelas fortes chuvas e enchentes na cidade do Centro-Oeste do Estado.
    "Pretendo descer em Divinpolis onde 80% da populao est sem abastecimento de gua. Apesar de a Copasa estar fornecendo gua potvel, isso no suficiente para a demanda da populao. E a nossa expectativa, a partir do que est sendo feito de que em Divinpolis, a partir de amanh tarde, j estejamos restabelecendo o abastecimento de gua populao", disse Acio Neves.
    Participaram da reunio o vice-governador Antonio Anastasia, os secretrios de Transporte e Obras Pblicas, Fuad Noman, de Sade, Marcus Pestana, o presidente da Copasa, Mrcio Nunes, o coordenador da Defesa Civil, coronel Eduardo Mendes de Souza, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Gilvan Almeida S e o diretor do DER, Jos lcio Monteze.







                             Comentrios

    #1. Elisabeth Merelim
    Assim como o povo mineiro foi solidrio com nossos irmos catarinenses nas tragdias das chuvas por l, igualmente teremos pronto atendimento ao povo mineiro vtimas das guas das chuvas e enchentes dos rios. Iremos aos postos de recolhimento ceder tudo que nos for possvel. Estamos juntos nas aes do governo de Minas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Dezembro 20, 2008

    LOUCURA...

    Livro retrata a tragdia humana  do Hospital Colnia de Barbacena

    Lanamento foi ontem, dia 19, em BH, na 3 Jornada da Incluso da Pessoa Com Deficincia

    Um retrato no esquecido do que era o Hospital Colnia de Barbacena no incio dos anos sessenta e um convite reflexo sobre a sade mental no Brasil. Este um dos pontos de destaque do livro "Colnia uma tragdia silenciosa", que ser lanado no dia 19 de dezembro, sexta-feira, em Belo Horizonte. O evento integra a 3 Jornada de Incluso da Pessoa com Deficincia vitria pela arte", que acontece em Belo Horizonte, no Palcio das Artes, entre os dias 19 e 21 deste ms. A jornada tem o apoio do Governo de Minas, da Fundao Clvis Salgado, do Unicirco e do Sistema nico de Sade SUS. O livro, lanado pela Editora Autntica, contou em sua publicao com o apoio da Secretaria de Estado da Sade.

    A obra, que tem como editor o artista grfico Edson Brando e a participao do psiquiatra Jairo Furtado Toledo, um dos responsveis pela reformulao do Centro Hospital Psiquitrico de Barbacena Fhemig, revela o trabalho do fotgrafo Luiz Alfredo Ferreira, atualmente residindo em Niteri, que esteve em Barbacena no ano de 1961 realizando uma reportagem para a sucursal de Belo Horizonte da revista O Cruzeiro. O acervo de fotos foi adquirido pela Fundao Municipal de Cultura "Professor Agenor Soares de Moura" e representa um documento bsico na historiografia barbacenense.

    Segundo Jairo Toledo, a obra, juntamente com o Memorial das Rosas, resgata e dignifica uma parte da histria do Hospital Colnia de Barbacena. Para dson Brando, as imagens do fotgrafo Luiz Alfredo dispensam as palavras e mostram com preciso o lado humano de uma tragdia e de uma concepo superada do tratamento dos portadores de sofrimento mental. Alm das fotos, o livro traz textos de personalidades como o jornalista Hiram Firmino, o compositor Fernando Brant e o cineasta Helvcio Ratton, que situam o leitor sobre a poca e as circunstncias em que a reportagem foi feita .

    A programao da jornada ser inaugurada na sexta-feira, s 14h00, no Palcio das Artes, com a abertura do Espao Sensorial de Superao e Galeria do Abrao. O lanamento do livro acontece s 15h00. Alm de palestras e a exibio de vdeos, o evento contar com o lanamento dos livros "Superao atravs da Msica", do maestro Joo Carlos Martins, 20), a apresentao do bal Quebra Nozes (com a Companhia de Bal de Cegos e a participao de Ana Botafogo), ambos no dia 20, e o show de encerramento com Herbert Vianna e os Paralamas do Sucesso, com a participao de Gilberto Gil e Fernanda Takai.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Dezembro 20, 2008

    POLTICA. Corrida pelo Palcio da Liberdade. Repercute - entre os parlamentares estaduais - sugesto do nome do presidente da Assemblia de Minas,deputado Alberto Pinto Coelho (PP), para pr-candidato a governador em 2010. O presidente Alberto Pinto Coelho agradeceu o apoio. "As inmeras manifestaes de expressivas lideranas desta Casa levam-nos, no mnimo, a uma profunda reflexo, e antes de tudo, representam para ns o reconforto pelo reconhecimento e pela dedicao frente desta nobre misso de presidir o Parlamento mineiro".



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Dezembro 20, 2008

    Sucesso Estadual. Corrida pelo Palcio da Liberdade... Deputado Dinis Pinheiro, PSDB, e Gil Pereira, PP, lanaram o nome dopresidente da Assemblia de Minas,deputado Alberto Pinto Coelho Confira detalhes., PP,como pr-candidato a governador de Minas em 2010.

    Lanado como pr-candidato ao Governo do Estado em 2010 pelos deputados Dinis Pinheiro (PSDB) e Gil Pereira (PP) no Plenrio na quinta-feira (18), o presidente da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), foi alvo de novas manifestaes de apoio ao seu nome. Durante a Reunio Extraordinria desta sexta-feira (19/12/08), deputados presentes votao do Oramento do Estado e do PPAG, da situao oposio, se revezaram nas manifestaes de apoio.

    O deputado Durval ngelo (PT) iniciou as declaraes de apoio a Alberto Pinto Coelho afirmando que isto significa uma homenagem prpria Casa. "Pensar em um governador de Minas Gerais que tenha sido deputado e presidente do Legislativo uma valorizao muito grande deste Poder. um nome prprio, correto, no precisamos de nome melhor", acrescentou o parlamentar petista.

    Lembrando o aval do deputado Dinis Pinheiro, o mais votado no Estado, e de Gil Pereira, representando o Norte de Minas, Durval ngelo enfatizou que dessa forma o presidente da Assemblia estaria contemplado em praticamente todas as regies do Estado. Destacando a importncia do nome do prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, tambm como outro nome importante para o Governo do Estado, Durval ngelo acrescentou: "dentro do prprio PT, o deputado Alberto Pinto Coelho reconhecido. Seria um timo governador para Minas Gerais". Tambm do PT, o deputado Andr Quinto reconheceu as qualidades do presidente da ALMG, destacando, contudo, os demais nomes postos, como os dos ministros Patrus Ananias e Hlio Costa.

    Weliton Prado, tambm do PT, disse que Alberto Pinto Coelho entrar para a histria da Assemblia pela serenidade e tranqilidade na conduo dos trabalhos. "Sem dvida nenhuma, ele uma das grandes lideranas do nosso Estado e est apto a assumir qualquer cargo."

    Parlamentares de todos os partidos se manifestam

    Outras bancadas se manifestaram, como a do PDT, por meio dos deputados Sargento Rodrigues e Alencar da Silveira Jr. O primeiro lembrou que Alberto Pinto Coelho merece no apenas respeito e admirao, mas tambm apoio. "Referendamos tambm o nome dele como pr-candidato ao governo de Minas Gerais" E disse que Alberto Pinto Coelho tem se colocado como a grande liderana estadual e nacional, pelo trabalho desenvolvido no Colegiado dos Presidentes das Assemblias Legislativas.

    O deputado Alencar da Silveira Jr. disse que Minas o nico Estado que no teve um governador oriundo do legislativo estadual. "Conhecemos colegas deputados de outros Estados que hoje so governadores, como o Marcelo, de Tocantins, o Cid, do Cear; assim como no Rio de Janeiro".

    A capacidade de liderana e conciliao foi outro atributo destacado por parlamentares como Jayro Lessa, Leonardo Moreira e Maria Lcia Mendona, do DEM. "Quero trazer, em nome do Democratas, o nosso apoio integral possvel candidatura de Alberto Pinto Coelho ao Governo do Estado. Esta Casa nunca teve oportunidade de lanar um candidato ao governo ou mesmo a vice-governador pela Assemblia. Agora temos a oportunidade de faz-lo", enfatizou Lessa.

    "Tenho certeza absoluta de que o timoneiro, ou seja, aquele que conduz e realmente nos representa, tem todas as condies de disputar, no mbito do Governo do Estado, uma cadeira que lhe possa ser justa", afirmou Maria Lcia Mendona. Segundo Leonardo Moreira, o lanamento do nome de Alberto Pinto Coelho no foi novidade. "Ns, que temos acesso ao Sul de Minas, Zona da Mata, ao Vale do Rio Doce, ao Vale do Jequitinhonha, ao Vale do Mucuri, sabemos que o nome de Alberto Pinto Coelho traduz para os mineiros a competncia, a seriedade e a responsabilidade no trato com a coisa pblica".

    Outros deputados que se manifestarem foram Fbio Avelar (PSC), Ivair Nogueira (PMDB), Fahim Sawan (PSDB), Domingos Svio (PSDB), Lafayette de Andrada (PSDB), Luiz Humberto Carneiro (PSDB), Pinduca Ferreira (PP), Dalmo Ribeiro Silva PSDB) e Carlos Mosconi (PSDB), todos enfatizando a retido de conduta e capacidade de articulao de Alberto Pinto Coelho na conduo da Mesa da Assemblia. Para Fbio Avelar, o presidente da ALMG pode ser o nome de consenso entre os diversos partidos.

    O deputado Ivair Nogueira (PMDB) ainda lembrou que na poca da eleio para a Prefeitura de Belo Horizonte, o nome de Alberto Pinto Coelho foi cogitado. "Mas naquele momento, por um gesto de grandeza, ele acabou abrindo mo de uma indicao de continuar no processo de disputa". J Fahim Sawan disse que se manifestava em nome de Uberaba e de outras 12 cidades cujos prefeitos estiveram aqui recentemente fazendo uma visita ALMG e que puderam conhec-lo pessoalmente. "Naquele momento, lembraram que o senhor seria um grande candidato a governador do Estado", concluiu.

    O lder do Bloco Social Democrata, deputado Luiz Humberto Carneiro (PSDB), lembrou a honradez e o respeito do presidente. O deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSDB) afirmou que o Sul de Minas ficaria honrado em ter como governador o deputado Alberto Pinto Coelho, lembrando a "reeleio inequvoca para presidente do Parlamento Mineiro, com uma das mais expressivas adeses dos parlamentares, que consagram sua vida pela retido, dignidade e porte de homem pblico". J Pinduca Ferreira (PP) lembrou que o lanamento da candidatura do presidente da ALMG foi um momento de inspirao do deputado Dinis Pinheiro.

    O deputado Domingos Svio (PSDB) disse que Minas est preparada para oferecer grandes nomes ao Brasil. "Alm de sua trajetria pessoal e poltica brilhante e exemplar, o deputado Alberto Pinto Coelho transita bem no PT, nos partidos democratas e no meu PSDB. , portanto, uma liderana que merece de todos ns no s o respeito, mas a seriedade com relao a essa propositura", disse. Ainda se manifestaram os deputados Vanderlei Jangrossi (PP), Juarez Tvora (PV), Joo Leite (PSDB) e a deputada Glcia Brando (PPS).

    Agradecimento - O presidente Alberto Pinto Coelho agradeceu o apoio. "As inmeras manifestaes de expressivas lideranas desta Casa levam-nos, no mnimo, a uma profunda reflexo, e antes de tudo, representam para ns o reconforto pelo reconhecimento e pela dedicao frente desta nobre misso de presidir o Parlamento mineiro".O presidente Alberto Pinto Coelho agradeceu o apoio. "As inmeras manifestaes de expressivas lideranas desta Casa levam-nos, no mnimo, a uma profunda reflexo, e antes de tudo, representam para ns o reconforto pelo reconhecimento e pela dedicao frente desta nobre misso de presidir o Parlamento mineiro".



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Dezembro 20, 2008

    Convnio Estado/UFJF garante Centro de Pesquisa em Juiz de Fora.

    Em reunio no Instituto Estadual de Florestas (IEF),aqui em mil, dos R$ 2 milhes previstos, para a construo da primeira etapa do grande Centro de Pesquisa nas reas de botnica e meio ambiente. Segundo o reitor Henrique Dutra, as obras deste centro cientfico ambiental devem iniciar em fevereiro prximo.
    Para o Deputado Lafayette Andrada, "esse convnio materializa o esforo do Estado, no sentido da conservao da Mata do Krambeck como rea de preservao ambiental, que uma antiga reivindicao do povo de Juiz de Fora", afirma. A Mata do Krambeck fica em uma rea de 291,9 hectares de mata contnua, conectada ainda a outros fragmentos remanescentes de importncia scio-ambiental, que sero preservados e estudados com a implantao do Centro de Pesquisa Cientfica.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 19, 2008

    O COLRIO de hoje vem do BLOG do Hugueney Bisneto de Uberlndia.





    Charme no Society

    A beleza de Jnia Gontijo Andrade da Cunha, em foto de Mauro Marques para o HBlog.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 19, 2008

    Cenas da ltima reunio de trabalho de 2008 no plenrio da Assemblia Legislativa de Minas. PPAG e Oramento foram aprovados garantindo os recursos para investimentos do governo Acio Neves em 2009. Foi uma manh e comeo de tarde de muita movimentao no plenrio presidente JK.

      
      
      



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 19, 2008

    Encerrados - s 14h20m - os trabalhos na Assemblia Legislativa de Minas. O recesso vai at 31 de janeiro. Foram aprovados na ltima reunio do ano, o PPAG e o Oramento para 2009 no montante de quase 39 bilhes de reais. Sero investidos 11 bilhes de reais em obras. 85% dos recursos do oramento viro do ICMS.







    Com a aprovao do PL 2.786/08, que contm o Oramento do Estado para 2009, hoje (19), o presidente da Assemblia de Minas, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), declarou o encerramento dos trabalhos legislativos deste ano.
    Na mesma reunio, os deputados aprovaram o PL 2.785/08, do governador, que trata da reviso do Plano Plurianual de Ao Governamental (PPAG) 2008/2011, e outros trs projetos, alm de vrias proposies na fase de redao final.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 18, 2008

    Esforo Concentrado limpa pauta da Assemblia de Minas, antes do recesso. S faltam ser votados o Oramento e o PPAG - votao marcada para esta sexta-feira.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 18, 2008

    Cercadinho e ICMS Solidrio - so dois dos projetos aprovados neste final de ano pela Assemblia de Minas. Confira os outros projetos j aprovados. Amanh sero votados o Oramento e i o PPAG. Notcia vem do site oficial da Assemblia Legislativa. Confira detalhes!

    Depois de uma hora suspensa para entendimentos, a Reunio Extraordinria de Plenrio desta quinta-feira (18/12/08) foi retomada para anlise dos 21 projetos constantes na pauta. Dezenove proposies foram aprovadas - 13 em 2 turno, trs em 1 turno e duas em turno nico - entre elas, em 2 turno, o Projeto de Lei (PL) 2.880/08, que altera a rea da estao ecolgica do Cercadinho (modifica a Lei 15.979, de 2006); e em 1 turno, o PL 1.444/07, do governador, que adequa a rea de proteo especial da Carste Lagoa Santa.

    Outras proposies aprovadas em 2 turno foram os PLs 637/08, que cria o ICMS Solidrio; 2.921/08, que cria o Fundo de Apoio Habitacional aos Militares do Estado; 2.939/08, que institui a Gratificao Complementar de Produtividade na carreira da Advocacia Pblica do Estado; alm do Projeto de Lei Complementar (PLC) 46/08, que trata do mandato do procurador-geral do Ministrio Pblico junto ao Tribunal de Contas. Os projetos aprovados em 2 turno e em turno nico precisam ser aprovados em redao final antes de serem remetidos sano do governador. Os aprovados em 1 turno ainda tramitaro em 2 turno.

    Em entrevista imprensa, o presidente da ALMG, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), adiantou que o encerramento dos trabalhos deve acontecer na manh desta sexta-feira (19), com a aprovao dos projetos que tratam do Oramento do Estado para 2009 e da reviso do Plano Plurianual de Ao Governamental (PPAG).




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 18, 2008

    Deputado Zz Perrella, do PSDB, presidente - pela 3 vez - do CRUZEIRO. Prometeu muito trabalho. Estivemos l na sede campestre na posse dele na noite de quinta-feira. Posse muita prestigiada. Notcia completa - assinada por lvaro Castro - vem do site oficial do Cruzeiro.

                                                                 Zez Perrella toma posse
                                                           como novo presidente do Cruzeiro

     
                                                   

    Em solenidade de gala realizada no Salo de Festas da Sede Campestre do Cruzeiro Esporte Clube, tomaram posse, na noite desta quarta-feira, a nova Diretoria Executiva do Clube, presidida por Zez Perrella, o novo Conselho Deliberativo e o novo Conselho Fiscal, que sero responsveis pela administrao do trinio 2009/2010/2011.
    Zez assume novamente a cadeira de presidente aps deixar o cargo ao fim de 2002, para dar lugar a seu irmo Alvimar de Oliveira Costa, que repetiu o gesto, seis anos mais tarde. Sob o comando dos irmos, o Cruzeiro conquistou 21 ttulos entre os quais, uma Libertadores, um Brasileiro, trs Copas do Brasil, dentre outros.
     "O Cruzeiro sempre fez campanhas vitoriosas e no pode ser diferente. Meu sonho ganhar de novo a Libertadores, o Brasileiro, vamos trabalhar para isso", afirmou Zez Perrella.
    "Tenho certeza que vai ser o maior sucesso, o Zez tem uma vasta experincia como presidente, dirigente esportivo. extremamente visionrio, empreendedor, enxerga longe, conhece muito de futebol, muito bem relacionado. Tenho certeza que o Cruzeiro vai continuar sendo um clube vencedor", completou Alvimar de Oliveira Costa.
    A solenidade de posse contou com autoridades do executivo, legislativo e judicirio mineiro. A festa teve incio com a execuo do Hino Nacional Brasileiro. Depois foram empossados os 220 conselheiros efetivos e 110 suplentes. Dentre os membros da mesa, o presidente da OAB-MG Raimundo Cndido Pires, Csar Masci, ex-presidente do Clube, e Frederico Pacheco Medeiros, secretrio-adjunto de governo de Acio Neves.
    Na seqncia, foi prestada uma longa e emocionante homenagem a Alvimar de Oliveira Costa, com a exibio de um vdeo produzido pelo departamento de marketing do Cruzeiro, que contou com a presena de diretores, funcionrios, torcedores e familiares. Em seguida, uma homenagem da Cabofriense, clube parceiro do Cruzeiro.
    Zez Perrella, que assume a presidncia de fato em janeiro de 2009 prometeu muito trabalho e dedicao ao Cruzeiro.
    "Prometo muito trabalho, disposio, muito compromisso com o Cruzeiro, como ns sempre tivemos e torcer para que a gente consiga muito sucesso nesse ano que vem. Trabalho no vai faltar, o torcedor pode contar com isso", disse.
    Alvimar de Oliveira Costa deixa o Clube com conquistas dentro e fora de campo. Sob sua gesto, o Clube cresceu em termos patrimoniais com a inaugurao da moderna Sede Administrativa, situada no Barro Preto, alm de crescimento na rea comunicacional, com a TV Cruzeiro. Alm disso, importantes facilidades para a china azul foram implantadas, com a criao do Carto Cinco Estrelas e do Carto Papa Filas, oferecendo mais comodidade na aquisio de entradas para os jogos.
    Alm disso, foi sob sua gesto que o Cruzeiro conquistou um de seus mais importantes ttulos, a Trplice Coroa de 2003, que hoje estampa o smbolo oficial do Clube, na forma de uma coroa dourada. Por tantas conquistas, Alvimar destacou a importncia dos profissionais que, em conjunto, foram responsveis por essa grandiosa administrao
    "No fiz nada sozinho, importante a gente frisar. Com o Zez do meu lado, me ajudando sempre, (Eduardo) Maluf, Benecy (Queiroz), Guilherme Mendes na diretoria de comunicao. um trabalho que envolve todas essas pessoas, Valdir Barbosa, nosso diretor de futebol internacional. O Futebol um esporte coletivo e a administrao tem que ser coletiva. Voc tem que estar cercado de grandes profissionais e isso o Cruzeiro sempre fez com muita competncia. Saio com o sentimento de dever cumprido", salientou.
    A solenidade terminou com o discurso de Zez Perrella e a troca simblica de lugares entre os presidentes executivos e do Conselho Deliberativo. Aps, foi servido um coquetel para os diversos convidados que lotaram o salo.

                                                            Confira aqui a composio
                                                              da nova diretoria celeste
                                                              e a nova Mesa Diretora

    Presidente: Zez Perrella
    1 Vice-presidente: Gilvan de Pinho Tavares
    2 Vice-presidente: Biagio Francesco Peluso
    Conselho deliberativo e fiscal
    Presidente: Hermnio Francisco Lemos
    Vice-presidente: Wanderley Salgado de Paiva
    1 Secretrio: Wilmer Santa Luzia Mendes
    2 Secretrio: Celso Tolentino Filho
    Membros efetivos do Conselho Fiscal: Ansio Ciscotto Filho, Jos Galvo Silveira e Wagner Antnio Pires de S
    Suplentes do Conselho Fiscal: Geraldo Luiz Brinatti, Jos Odilon de Pina Neto e Vicente Silveira da Silva
    Conquistas das administraes de Zez Perrella e Alvimar de Oliveira Costa
    Zez Perrella (1995-2002)
    Taa Libertadores 1997; Recopa 1998; Copa Ouro 1998; Copa Master 1995; Copa do Brasil 1996 e 2000; Copa Sul Minas 2001 e 2002; Copa Centro Oeste 1999; Campeonato Mineiro 1996, 1997, 1998; Supercampeonato Mineiro 2002; Copa dos Campees Mineiros 1999
    Alvimar de Oliveira Costa (2003-2008)
    Campeonato Brasileiro 2003; Copa do Brasil 2003, Campeonato Mineiro 2003, 2004, 2006 e 2008


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 18, 2008

    COLETIVA do presidente reeleito da Assemblia de Minas, deputado Alberto Pinto Coelho. Votao final amanh, dia 19, sexta-feira. Depois vem o recesso parlamentar. Os parlamentares voltam no primeiro dia ltimo de fevereiro de 2009.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 18, 2008

    Primeiras aes do novo secretrio de Desenvolvimento Social de Minas, deputado AGOSTINHO PATRS FILHO. Ele est ampliando o programa "menina dos olhos" do governador Acio Neves: o PROGRAMA POUPANA JOVEM. Confira detalhes!











                                            Sedese anuncia expanso de programas
                                                                   e aes para 2009

     









    Lcia Sebe/Secom MG

    O secretrio de Estado de Desenvolvimento Social, Agostinho Patrus Filho, anunciou nesta quinta-feira (18) a expanso de programas e aes da Sedese para 2009.  Uma das novidades ser a ampliao do Programa Poupana Jovem para os municpios de Juiz de Fora, Sabar, Montes Claros e Tefilo Otoni. Com isso, mais 17 mil alunos devem ser beneficiados, totalizando cerca de 30 mil jovens atendidos.  Sero destinados mais de R$ 44 milhes para o programa, desenvolvido atualmente em Esmeraldas, Ibirit, Governador Valadares e Ribeiro das Neves.

    O Poupana Jovem um Programa Estruturador do Governo de Minas, destinado aos estudantes do ensino mdio da rede pblica estadual. Os alunos contam com atividades extracurriculares e culturais, alm de cursos de qualificao profissional. Em contrapartida, recebem uma poupana no valor de R$ 3 mil, a ser sacada aps a concluso do curso. A meta beneficiar 50 mil jovens mineiros at 2010.  Os municpios so escolhidos com base no baixo ndice de Desenvolvimento Humano (IDH), na taxa de evaso escolar e nos ndices de criminalidade. 
    A ampliao do Programa Travessia tambm foi destacada. O Travessia, atualmente desenvolvido em Ribeiro das Neves, Setubinha, Franciscpolis, Jampruca e Governador Valadares, ser expandido para mais 33 municpios, com investimentos de R$ 184 milhes, dos quais R$ 155 milhes em recursos articulados e  R$ 29 milhes do prprio programa. " determinao do governador Acio Neves levar os programas para um nmero cada vez maior de pessoas. Com isso, ampliaremos os bons resultados atingidos neste ano", ressaltou o secretrio  Agostinho Patrus Filho durante a entrevista coletiva.

                                                                          Resultados

    O secretrio apresentou tambm dados atuais da campanha Proteja Nossas Crianas, lanada em maio deste ano e que tem como objetivo sensibilizar a populao sobre a importncia das denncias feitas ao Disque Direitos Humanos (0800-31-1119). At novembro deste ano, o servio recebeu 2.597 denncias de crimes contra criana e adolescente: mdia de 236 por ms, desempenho 49% superior ao atingido em 2007, quando 1.895 denncias foram feitas: mdia de 157 por ms.  Negligncia e abandono (851) e violncia fsica intrafamiliar (919) foram os crimes mais denunciados neste ano.

                                                                         Usina do Trabalho

    O Projeto Usina do Trabalho objetiva melhorar a qualidade de vida de comunidades carentes e inserir pessoas desempregadas no mercado de trabalho. Ao todo, o projeto ofertou 16.530 vagas em cursos de qualificao para trabalhadores de 94 municpios de vrias regies do Estado.
    O diferencial da qualificao oferecida pelo Usina do Trabalho o encaminhamento dos formandos para as vagas disponveis no mercado. Isso ocorre porque os cursos so elaborados de acordo com demandas prvias das empresas. De acordo com o subsecretrio de Trabalho, Emprego e Renda, Antnio Amabile, o projeto superou a meta inicial de beneficiar seis mil pessoas, atendendo mais de 16 mil. O objetivo para o prximo ano dobrar o nmero de municpios atendidos.
    Na rea da assistncia social, o secretrio Patrus Filho destacou ainda o pioneirismo de Minas na execuo das aes de implementao do Sistema nico de Assistncia Social (Suas). O Suas organiza, estrutura e posiciona, no mbito de um nico sistema, todos os servios de assistncia social. Os Centros de Referncia de Assistncia Social (Cras) so unidades integrantes do Suas. Minas foi o primeiro estado brasileiro a destinar recursos oramentrios para implantao dos Cras.
    Atualmente, so 649 centros em 519 municpios, dos quais 368 recebem co-financiamento do tesouro estadual. O objetivo para os prximos anos garantir pelo menos um Cras em cada um dos 853 municpios do Estado.
    Os centros atendem famlias em vulnerabilidade social que so encaminhadas rede de proteo do municpio, como creches, escolas, postos de sade e centros de convivncia. So tambm direcionadas para cursos profissionalizantes e recebem apoio na recuperao de dependncia qumica. 
    Mais uma ao de destaque na Assistncia Social o desenvolvimento do Sistema de Informao e Monitoramento (SIM). Ele fortalece a gesto e o controle social, sendo um avano na busca da transparncia na gesto pblica e da democratizao do acesso s informaes e conhecimento que so produzidos no processo de implementao de polticas pblicas.
    Aes voltadas para pessoas com deficincia, direitos humanos, crianas e adolescentes, e mulheres e na rea da assistncia social tambm foram destacadas durante a coletiva.

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 18, 2008

    MAIS 7.343 Vereradores. Proposta de Emenda Constituio Federal aprovada no plenrio do Senado federal. Foi hoje de madrugada. Com isso, municpios com at 15 mil habitantes tero 9 vereadores. Detalhes na matria do site do Senado (www.senado.gov.br)

                                                                  Plenrio aprova PEC dos Vereadores
                                                                       e regularizao de 57 municpios

    Sesso iniciada ontem pela manh se prolongou pela madrugada de hoje, quando os senadores ainda discutiam o projeto do Executivo que institui o Fundo Soberano. Suplentes de vereadores de todo o pas lotaram as galerias para acompanhar a votao de proposta que ser promulgada hoje







    Em sesso que se prolongou pela madrugada, senadores examinaram matrias consideradas polmicas, como a PEC dos Vereadores e o Fundo Soberano
    O Plenrio do Senado aprovou na madrugada de hoje, depois de longa discusso, a Proposta de Emenda Constituio (PEC) 20/08, que cria 24 faixas para o nmero de vereadores de acordo com a populao dos municpios. Os municpios com at 15 mil habitantes tero nove vereadores, enquanto os municpios com mais de 8 milhes de moradores tero 55 vereadores. Os limites de gastos das cmaras de vereadores no foram modificados e um artigo prev que a mudana valer para os vereadores que tomaro posse no prximo ms. Com as mudanas, haver mais 7.343 vereadores no pas.

    A proposta de emenda Constituio foi aprovada depois de um acordo de lderes que permitiu a realizao de sesses extraordinrias seguidas, contando prazos de votao PEC precisa ser discutida por cinco sesses, em primeiro turno, e por trs, em segundo turno. A emenda ser promulgada pelo Congresso ainda hoje, entrando em vigor imediatamente.

    Toda a discusso foi realizada com as galerias do Plenrio do Senado lotadas de suplentes de vereadores, que estavam em Braslia desde o incio da semana para a votao. O senador Aloizio Mercadante (PT-SP) tentou convencer os senadores a aprovar uma emenda ao projeto que proibia as cmaras de aumentar seus gastos em 2009, comparando-se com 2008. Se fosse votado, no entanto, o projeto teria de retornar ao exame dos deputados, para anlise da mudana. A sugesto de Mercadante no chegou a ser examinada.
    Os senadores concordaram com parecer apresentado por Csar Borges (PR-BA) a uma proposta aprovada pelos deputados, mas com a supresso de um artigo que constava no projeto que chegou da Cmara. Existe entendimento de que supresso no significa alterao de contedo, desde que a proposta no seja desfigurada. Csar Borges transformar o artigo suprimido em uma nova emenda constitucional, que passar a tramitar imediatamente.
    O artigo suprimido e transformado em novo projeto (conhecido como "proposta de emenda Constituio paralela") modifica os percentuais das receitas municipais que se pode destinar s cmaras de vereadores.
    O senador Csar Borges ponderou que decidiu sugerir a supresso por entender que os percentuais que constavam do projeto reduziam substancialmente os gastos de uma parte dos municpios com seus vereadores, chegando a inviabilizar o funcionamento de muitas cmaras municipais. Afirmou anda que o artigo suprimido menciona valores em reais.
    Com o tempo, por causa da inflao, os gastos das cmaras acabariam alterados, mesmo sem acrscimo de populao. Com a "emenda paralela", o Congresso far nova discusso sobre tais percentuais.
                                                                             Regularizao

    Os senadores aprovaram, tambm em dois turnos, projeto que visa regularizar a situao de 57 municpios criados a partir de setembro de 1996. Trata-se de proposta de emenda Constituio (PEC 12A/04) que confirma a criao, a fuso e a incorporao daqueles municpios.
    A proposio havia sido acatada em janeiro de 2006 pelo Senado e enviada Cmara dos Deputados, onde foi votada no dia 3 deste ms, na forma de substitutivo. A PEC acrescenta artigo ao Ato das Disposies Constitucionais Transitrias.
    O relator da matria na Comisso de Justia, Eduardo Azeredo (PSDB-MG), explicou que a Emenda Constitucional 15, de 1996, imps restries criao de cidades, mas, mesmo assim, elas continuaram a ser criadas, sem o amparo da Constituio. Esses municpios, acrescentou o parlamentar, chegaram a realizar eleies e dar posse a prefeitos e vereadores. Mas correm o risco de retroceder condio de distrito caso a matria no seja definitivamente aprovada este ano.

                                                                               Ateno!!!

                                                     MESA DA CMARA BARRA PROJETO
                                                              APROVADO PELO SENADO

    Os deputados entenderam que as alteraes realizadas pelos Senadores na PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que ampliou dos atuais 51.924 para 59.267 --acrscimo de 7.343-- o nmero de cadeiras nas Cmaras Municipais de todo o pas desconfiguraram o texto e, portanto, decidiram que no vo assinar a matria impedindo que ela seja levada promulgao pelo Congresso.
    Com a deciso da Mesa, a PEC ser devolvida ao Senado e o presidente da Cmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), deve solicitar ao presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), que em seguida repasse a PEC aprovada pelos senadores para a anlise da Cmara.

    Os deputados entenderam que as alteraes realizadas pelos Senadores na PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que ampliou dos atuais 51.924 para 59.267 --acrscimo de 7.343-- o nmero de cadeiras nas Cmaras Municipais de todo o pas desconfiguraram o texto e, portanto, decidiram que no vo assinar a matria impedindo que ela seja levada promulgao pelo Congresso.
    Com a deciso da Mesa, a PEC ser devolvida ao Senado e o presidente da Cmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), deve solicitar ao presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), que em seguida repasse a PEC aprovada pelos senadores para a anlise da Cmara.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 18, 2008

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Pinado da coluna do0Csar Romero da Tribuna de Minas de juiz de Fora.


    O vereador Eduardo Novy (com Sonia),
    Marcelo Machado, Malu e Kak
    Guilhermino no Spazio Design

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 17, 2008

    ICMS SOLIDRIO. Depois de 7 anos na Assemblia, finalmente o projeto do deputado Dinis Pinheiro ser aprovado em segundo turno. S que ao invs de 69 milhes, sero 9 milhes, para serem distribudos aos 734 municpios mais pobres de Minas. E o repasse s em 2011. O deputado Getlio Neiva, do PMDB, que coordenou os entendimentos parlamentares, disse " que uma esmola, mas bem-vinda, dada asituao dos municpios pobres de Minas". Ele prometeu continuar batalhando para ampliar o ICMS para os mais pobres dos 853 municpios de Minas.

      


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 17, 2008

    Oramento do governo Acio Neves para 2009 ser votado na quinta-feira.

    Ficou para esta quinta (18) a anlise, pela Comisso de Fiscalizao Financeira e Oramentria ampliada com membros das comisses permanentes, dos PLs 2.785/08 (reviso anual do Plano Plurianual de Ao Governamental - PPAG) e 2.786/08 (contm o Oramento do Estado para 2009). A comisso convocou reunies para 9h30, 15 horas e 20h30. Isso porque os relatores dos dois projetos distriburam avulsos de seus pareceres na tarde desta quarta (17), adiando a discusso dos mesmos. A reunio que havia sido marcada para as 22h45 desta quarta foi desconvocada. O relator do Oramento o presidente da comisso, deputado Z Maia (PSDB). J o relator da reviso do PPAG o deputado Lafayette de Andrada (PSDB), que retirou o parecer que havia apresentado na tera (16). Os projetos tramitam em turno nico.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 17, 2008

    Acaba de ser aprovado pela Assemblia Legislativa - 19h15m - o projeto do governo Acio Neves, criando a Agncia de Desenvolvimento da Regio Metropolitana de BH.

    O Plenrio aprovou vrios projetos na reunio da tarde desta quarta (17), que se estendeu por horas. Um deles, em 2 turno, foi o PLC 28/07, do governador (cria a Agncia de Desenvolvimento da Regio Metropolitana).
    Ele foi aprovado na forma do substitutivo n 1 ao vencido (aprovado) no 1 turno, e ainda com trs emendas apresentadas em Plenrio. Do texto aprovado, porm, foi rejeitado o artigo 18 (trata de transporte metropolitano).
    Pelo menos outros 20 projetos foram votados, como, em 2 turno, o 116/07 (contratao de consrcios pblicos) e o 2.701/08 (protesto de aluguis e taxas de condomnio atrasado).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 17, 2008

    Pinado do BLOG do nosso amigo de Uberlndia, Hugueney Bisneto. O casamento do cantor Alexandre Pires & Sara na capital do Tringulo Mineiro. O evento estar na edio da revista CARAS da prxima semana, garante o bem informado HB.


    CASAMENTO




    Quero dar os parabns ao cerimonial e a toda organizao do casamento de meus amigos Sara & Alexandre Pires e dizer aos meu queridos internautas de que eu atendi ao pedido da organizao e no levei digital e nem mesmo celular - mas uns e outros levaram sim e esto me enviando fotos para postar pra vcs. A decorao da recepo estava toda em preto-branco-vermelho; a banda Rod Hanna embalou os convidados com muito flash-back; o buffet e servio do Center Convention estava impecvel (como sempre) - familiares e amigos/todos muito felizes com a recepo. Por conta do tempo; muitos convidados-celebridades no conseguiram chegar portanto o Guilherme estava sem o Santiago; o Luiz Claudio sem o Giuliano - mas o cantor Daniel estava l e o Bruno sem o Marrone mas com a Mariane. A mesa de doces foi um espetculo parte......


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 17, 2008

    HOJE.

    Novo presidente do CRUZEIRO, deputado estadual Zez Perrella,
    assume HOJE dia 17, s 20 horas, na sede Campestre
    - bairro Santa Amlia na regio da Pampulha, aqui em BH.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 17, 2008

    Da srie: AS APARNCIAS ENGANAM. Corrida pela Presidncia da Repblica em 2010. Governador Acio Neves foi taxativo: no ser vice do governador de SP, Z Serra. E vai comear a correr o pas, a partir do primeiro semestre de 2009.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 17, 2008

    Aprovados em 1 turno os projetos do Cercadinho - autoriza a construo de uma ala para Nova Lima,em frente ao BH Shopping - e o de ICMS Solidrio. Hoje os dois projetos voltam pauta em plenrio para ltima votao.

    O projeto que viabiliza a construo da ala de interligao rodoviria entre a regio Centro-Sul de Belo Horizonte e o municpio de Nova Lima foi aprovado em 1 turno na Reunio Ordinria de Plenrio desta tera-feira (16/12/08). Ele o Projeto de Lei (PL) 2.880/08, dos deputados Adalclever Lopes e Gilberto Abramo, ambos do PMDB, que desafeta rea da Estao Ecolgica do Cercadinho.
    Tambm foi aprovado em 1 turno o PL 637/07, do deputado Dinis Pinheiro (PSDB), que modifica os critrios de distribuio da parcela do ICMS a ser repassada aos municpios mineiros (conhecido como ICMS Solidrio) e o Projeto de Lei Complementar (PLC) 28/08, do governador, que cria a Agncia de Desenvolvimento da Regio Metropolitana de Belo Horizonte (Agncia RMBH). Outros seis projetos tambm foram aprovados, trs deles em 2 turno.
    Cercadinho - O PL 2.880/08 foi aprovado na forma do substitutivo n 2, com a subemenda n 1. Segundo ela, fica sujeito a licenciamento ambiental no mbito do Estado todo empreendimento residencial, comercial ou industrial que, em funo de sua construo, instalao ou ampliao, possa provocar significativo aumento do fluxo de veculos no sistema virio do entorno da Estao Ecolgica do Cercadinho. O objetivo do PL 2.880/08 facilitar a circulao de veculos na regio Centro-Sul de Belo Horizonte e o acesso a Nova Lima. Ele modifica a Lei 15.979, de 2006, que criou a Estao Ecolgica do Cercadinho.
    O substitutivo aprovado probe qualquer outra construo, inclusive estruturas de apoio ao trfego, tais como postos policiais fixos ou postos de gasolina, restaurantes, lanchonetes, lojas de convenincia e outras na rea autorizada para construo das pistas de trfego da ala viria e de seus acessos.
    O texto tambm traz informao oficial do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transporte (Dnit), que prev a utilizao de uma rea de 125,4 m da estao ecolgica. Ainda foi estabelecido que a obra s ter licena de operao depois de efetuado o plantio com espcimes de porte arbreo para recomposio da cobertura vegetal da rea utilizada e as de seu entorno no interior da estao ecolgica.

    Agncia RMBH - O PLC 28/08 foi aprovado em 1 turno com 40 votos, na forma do substitutivo n 2, da Comisso de Assuntos Municipais. Entidade de direito pblico, na forma de autarquia territorial e especial, a Agncia RMBH ser dotada de autonomia administrativa e financeira. Segundo o projeto, a agncia ficar vinculada Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional e Poltica Urbana (Sedru), que oferecer apoio logstico at que a estrutura a ser formada lhe assegure condies de pleno funcionamento.
    Entre as atribuies da Agncia RMBH, est a responsabilidade por se articular com os municpios, prestando-lhes apoio tcnico, em especial em poltica habitacional e na reviso de seus planos diretores. Dever criar e manter banco de dados atualizados, necessrios ao planejamento e elaborao dos programas a serem desenvolvidos. O substitutivo n 2 incorporou sugestes apresentadas por parlamentares e pelo Poder Executivo, fruto de entendimentos entre o vice-governador Antnio Anastasia e prefeitos da RMBH. As emendas votadas, ns 2 a 22, foram rejeitadas.
    - O PLC 28/08 foi aprovado em 1 turno com 40 votos, na forma do substitutivo n 2, da Comisso de Assuntos Municipais. Entidade de direito pblico, na forma de autarquia territorial e especial, a Agncia RMBH ser dotada de autonomia administrativa e financeira. Segundo o projeto, a agncia ficar vinculada Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional e Poltica Urbana (Sedru), que oferecer apoio logstico at que a estrutura a ser formada lhe assegure condies de pleno funcionamento.
    Entre as atribuies da Agncia RMBH, est a responsabilidade por se articular com os municpios, prestando-lhes apoio tcnico, em especial em poltica habitacional e na reviso de seus planos diretores. Dever criar e manter banco de dados atualizados, necessrios ao planejamento e elaborao dos programas a serem desenvolvidos. O substitutivo n 2 incorporou sugestes apresentadas por parlamentares e pelo Poder Executivo, fruto de entendimentos entre o vice-governador Antnio Anastasia e prefeitos da RMBH. As emendas votadas, ns 2 a 22, foram rejeitadas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 17, 2008

    A BELA mineira de BH, LEE DICRISTIAN gravou seu primeiro DVD. Foi no Chevrolet Hall, aqui na capital. Foi SUCESSO total,segundo o jornalista Schubert Arajo, da Multitexto,que cuida da comunicao e marketing da bela e talentosa cantora POP. Agora, seus fs aguardam o DVD ansiosamente.






    Aos 21 anos e com trs CDs j gravados, com participao, inclusive, de Srgio Reis, Lee Dicristian gravou seu primeiro DVD ao vivo, no Chevrolet Hall, dia 10 de dezembro



    Jovem, bonita, talentosa, obstinada e perfeccionista. Apesar de reunir todos esses atributos e saber que eles so o passaporte para uma carreira vitoriosa, a mineira de Belo Horizonte Lee Dicristian, de apenas 21 anos, humilde o bastante para ter conscincia que construir uma carreira demanda tempo, dedicao, pacincia e, principalmente, muito trabalho.



    No ltimo dia 10 de dezembro, no Chevrolet Hall, Lee DiCristian deu mais um passo importante nesta trajetria: gravou, ao vivo, o primeiro DVD da sua carreira, durante mega show que contou com produo, direo e msicos de primeira linha do cenrio nacional.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 17, 2008

    Cai criminalidade em Minas - anuncia o governador de Minas, Acio Neves.










    Minas Gerais tem novo registro
    de queda da criminalidade


     

    O governador Acio Neves anunciou, nesta tera-feira (16), indicadores preliminares da criminalidade em Minas em 2008 que apontam para queda histrica na violncia em vrias regies do Estado. Nos meses de janeiro a novembro deste ano, o ndice de Criminalidade Violenta (ICV) caiu 20,66% se comparado com os mesmos meses do de 2007. Nesse perodo, houve ainda queda na taxa de homicdios (10,68%) e de roubos (21,04%), em todo o Estado. Pelo quinto ano consecutivo, Minas registra reduo nos crimes violentos que incluem homicdios, seqestros, roubos e estupros. Os ndices so inferiores aos registrados no ano de 2000.

    "So indicadores ainda preliminares, mas extremamente expressivos de queda de criminalidade praticamente em todas as suas regies. Nos meses de janeiro a novembro deste ano, comparados com o mesmo perodo do ano passado, a reduo foi em torno de 20,66%. Voltamos a ter indicadores de criminalidade menores dos que os alcanados no ano de 2000, h oito anos, com uma populao bem menor do que a atual", afirmou o governador, em entrevista, aps participar do Caf Parlamentar na sede da Associao Comercial de Minas.

    Em onze meses deste ano, foram registradas 320,21 ocorrncias por grupos de 100 mil habitantes, ao contrrio do ano passado que registrou 403,6 ocorrncias nos mesmos meses. O nmero atual de crimes violentos por grupo de 100 mil habitantes est abaixo do registrado em 2000 (331 ocorrncias), quando a populao mineira era bem inferior. H oito anos, Minas tinha 17,89 milhes de habitantes e, hoje, conta com 19,91 milhes de habitantes.

    Nos ltimos seis anos, a maior incidncia de crimes violentos foi registrada ao final de 2003, com 506,71 ocorrncias por grupos de 100 mil habitantes, no total dos 12 meses. Desde ento, Minas registra quedas sucessivas de crimes violentos em todo o Estado.

    "So indicadores que me do a satisfao de perceber que, mesmo sendo ainda extremamente grave a questo da violncia no Brasil, mas tambm Minas Gerais, encontramos um caminho correto. Terminamos esse ano com um resultado histrico e que deve ser avaliado por todos", disse Acio Neves.

    Belo Horizonte e interior

    Em Belo Horizonte, o ndice de crimes violentos caiu 19,55% de janeiro a novembro, reforando uma tendncia de queda apresentada nos trs primeiros trimestres deste ano. No interior, a queda foi ainda maior em outros quatro municpios com destaque para Montes Claros, no Norte de Minas, que apresentou queda histrica de 37,97%, seguido de Contagem (19,67%), Uberlndia (29,68%) e Uberaba (31,16%).

    A queda considervel do ICV em Montes Claros ocorreu em razo da intensificao dos investimentos do Estado em segurana pblica no municpio, incluindo o reaparelhamento das corporaes, ampliao do sistema prisional, alm de aes preventivas como a implantao do ncleo do Fica Vivo! e instalao do sistema de monitoramento por cmeras.

    "Queria chamar a ateno para a queda extremamente expressiva que obtivemos eu chamarei de histrica em regies que eram problema para ns, desde o incio do Governo. Em Montes Claros, tivemos um trabalho de articulao, de aumento de efetivo, de equipamentos. At um helicptero baseamos em Montes Claros. Depois, as principais cidades com ndices decrescentes foram Contagem, Uberlndia e Uberaba. Cito a ltima como exemplo porque ali tambm tivemos problemas gravssimos nos ltimos dois anos. Portanto, voltamos a ter uma queda homognea em todas as principais regies do Estado", afirmou.

    Homicdios em queda

    A taxa de homicdios consumados apresenta tendncia de queda nos trs primeiros trimestres em dados que sero consolidados no Anurio de Informaes Criminais. Em Belo Horizonte, a reduo da taxa de homicdios consumados foi de 19,19%, considerando os dados da Diviso de Crimes Contra a Vida, a partir do nmero de vtimas de homicdios. De janeiro a novembro deste ano, foram registradas 755 ocorrncias, contra 924 ocorrncias no mesmo perodo de 2007.

    Os municpios que apresentaram maiores quedas no registro de homicdios foram Ribeiro das Neves (52,54%), Contagem (22,22%), Uberlndia (18,27%) e Santa Luzia (15%), dados calculados a partir da taxa de registro de ocorrncias.

    Os dados divulgados foram contabilizados pelo Centro Integrado de Informaes de Defesa Social (Cinds) a partir do registro de ocorrncias policiais do Armazm de Dados da Polcia Militar e do nmero de vtimas de homicdios registrados na Diviso de Crimes Contra a Vida (DCCV). Esses dados ainda sero analisados e consolidados, juntamente com o levantamento do ms de dezembro, pelo Ncleo de Estudos em Segurana Pblica da Fundao Joo Pinheiro (Nesp/FJP) e inseridos no Boletim de Informaes Criminais de Minas Gerais.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 17, 2008

    Olha o COLRIO desta quarta-feira chuvosa em BH. Vem da coluna do Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.


    Martina Leal e Luciana Cadinelli
    na festa Bananinha, no La Rocca

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 16, 2008

    FUNDO HABITACIONAL para os militares mineiros. Projeto do governador Acio Neves foi discutido na Comisso de segurana Pblica da Assemblia Legislativa - presidida pelo deputado sargento Rodrigues, do PDT.

     
     
     
     

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 16, 2008

    CRISE INTERNACIONAL batendo na VALE em Minas. Demisses na VALE. Sindicato vai fazer paralisao dia 8 de janeiro em Itabira, como forma de protesto. Deputados estaduais estiveram n em reunio com os trabalhadores na Cmara de Itabiora e vo marcar audincia com o governador Acio Neves - para discutir as demisses que esto sendo feitas pela VALE em Minas. Confira os detalhes.

    Com o objetivo de protestar contra as demisses feitas pela Vale e pelas empresas que prestam servios para a mineradora, em virtude da crise econmica mundial, o Sindicato dos Trabalhadores na Indstria da Extrao do Ferro e Metais Bsicos (Metabase) anunciou, nesta tera-feira (16/12/08), a realizao de uma paralisao envolvendo toda a populao do municpio de Itabira no dia 8 de janeiro de 2009. Representantes do sindicato participaram de audincia pblica das Comisses do Trabalho, da Previdncia e da Ao Social e de Assuntos Municipais e Regionalizao da Assemblia Legislativa de Minas Gerais e falaram que 1.500 trabalhadores j foram demitidos na cidade. Na reunio, que foi acompanhada por mais de 200 pessoas que lotaram o Plenrio da Cmara Municipal de Itabira, os parlamentares anunciaram que vo agendar um encontro com o governador do Estado para tentar negociar uma soluo para a crise.

    O presidente do Sindicato Metabase, Paulo Soares de Souza, afirmou que, com a crise econmica, a Vale reduziu em 50% a sua produo de minrio de ferro, de 120 mil para 60 mil toneladas, sendo que as duas minas de Itabira foram fechadas. Segundo ele, o plano de ajustes anunciado pela empresa vai demitir 9 mil trabalhadores da Vale e 25 mil das empresas que prestam servios a mineradora. "Ao longo de 11 anos, a Vale lucrou cerca de US$ 80 bilhes e so os trabalhadores que vo pagar pela crise?", questionou.

    Paulo Soares de Souza disse ainda que a empresa anunciou que possui uma reserva de US$ 15 bilhes para enfrentar a crise. "Mesmo com todo esse dinheiro necessrio demitir os trabalhadores? Esse dinheiro poderia garantir o salrio de todos os trabalhadores durante 10 anos", destacou. O presidente do Sindicato Metabase afirmou ainda que, mesmo com a crise, o lucro estimado da empresa para esta ano de US$ 25 bilhes. Ele lembrou que a Vale nasceu h cerca de 60 anos em Itabira e que a populao do municpio, atravs do seu trabalho, diretamente responsvel pela crescimento da empresa. Paulo Soares ainda cobrou que Governo Federal se manifeste contra o fechamento das minas e as demisses. Segundo ele, o Governo Federal possui aes da Vale que lhe do direito de veto sobre determinadas decises da empresa, como o fechamento de minas.

    Dependncia - Na audincia pblica, representantes do poder pblico de Itabira e da sociedade civil tambm mostraram preocupao com as demisses. O prefeito do municpio, Joo Izael Querino Coelho, lembrou que atualmente a economia da cidade muito dependente da Vale e que as demisses tero um impacto negativo muito grande. Segundo ele, devido a crise econmica, a arrecadao do municpio para o prximo ano ter uma reduo de 20%, o que equivale a cerca de R$ 30 milhes. Na audincia pblica, representantes do poder pblico de Itabira e da sociedade civil tambm mostraram preocupao com as demisses. O prefeito do municpio, Joo Izael Querino Coelho, lembrou que atualmente a economia da cidade muito dependente da Vale e que as demisses tero um impacto negativo muito grande. Segundo ele, devido a crise econmica, a arrecadao do municpio para o prximo ano ter uma reduo de 20%, o que equivale a cerca de R$ 30 milhes.

    J o presidente da Associao Comercial e Industrial de Servios e Agropecuria de Itabira, Reginaldo Calixto Oliveira, defendeu que o municpio procure encontrar uma soluo para a situao, atravs da diversificao de suas atividades econmicas. "Ns fizemos um levantamento de quais produtos e servios so importados pelo municpio e podemos incentivar o desenvolvimento dessas atividades", afirmou. O presidente da Cmara de Dirigentes Lojistas de Itabira, Maurcio Henrique Martins, fez um alerta de que as conseqncias das demisses j comearam a ser sentidas no comrcio. Segundo ele, neste ano, praticamente no foram feitas contrataes temporrias para o Natal, sendo que normalmente eram contratadas cerca de 3 mil pessoas nesse perodo.

    Sindiextra defende negociao entre empresa e trabalhadores

    O assessor do Sindicato da Indstria Mineral (Sindiextra), Wilson Starling Jnior, defendeu que a Vale e os sindicatos procurem negociar uma soluo intermediria para as demisses, que atenda aos dois lados. Ele falou que a situao muito sria, especialmente para o setor mineral. Segundo ele, no mundo inteiro, 25 mil pessoas j foram demitidas no setor.

    "Neste momento, ningum est comprando os produtos do setor mineral, o que no d liquidez ao patrimnio das empresas", afirmou. Wilson Starling disse ainda que necessrio que a Vale leve em considerao a importncia que seu corpo tcnico, em especial, os trabalhadores de Itabira, que tiveram participao na construo do seu patrimnio, mas preciso compreender que, diante da crise, a empresa precisa necessariamente fazer alguns ajustes.

    O autor do requerimento para realizao da reunio e vice-presidente da Comisso de Assuntos Municipais, deputado Ronaldo Magalhes (PSDB), defendeu que a empresa espere um pouco antes de realizar as demisses. Ele lembrou que a Vale teve grandes lucros nos ltimos anos, diante do aumento do preo do minrio de ferro e do aumento das exportaes, e que, portanto, teria como suportar a crise durante algum tempo antes de fazer as demisses. Ronaldo Magalhes afirmou ainda que j entrou em contato com os diretores da empresa na tentativa de encontrar uma soluo. Ele solicitou ainda ao representante do Sindiextra que leve Vale a necessidade de os trabalhadores serem ouvidos.

    Reunio com o governador - O deputado Carlin Moura (PCdoB) tambm disse que os lucros obtidos pela Vale nos ltimos anos tm como garantir a manuteno dos empregos dos trabalhadores. Carlin Moura defendeu ainda que seja marcado em carter emergencial um encontro entre empresa, sindicato, parlamentares e governador para encontrar uma soluo para as demisses. O deputado sugeriu ainda a possibilidade de que seja criada uma Frente Parlamentar em Defesa do Emprego e dos Municpios Mineradores e condenou a ausncia na audincia pblica de representantes da Vale e do Governo do Estado. O deputado Carlin Moura (PCdoB) tambm disse que os lucros obtidos pela Vale nos ltimos anos tm como garantir a manuteno dos empregos dos trabalhadores. Carlin Moura defendeu ainda que seja marcado em carter emergencial um encontro entre empresa, sindicato, parlamentares e governador para encontrar uma soluo para as demisses. O deputado sugeriu ainda a possibilidade de que seja criada uma Frente Parlamentar em Defesa do Emprego e dos Municpios Mineradores e condenou a ausncia na audincia pblica de representantes da Vale e do Governo do Estado.

    A presidente da Comisso do Trabalho, deputada Rosngela Reis (PV), afirmou que, em reunio realizada pela comisso no ltimo dia 3 de dezembro, em que foram debatidos os efeitos da crise econmica em Minas Gerias, j foi aprovado requerimento solicitando a realizao de reunio entre os parlamentares e o governador para debater o assunto. Rosngela Reis tambm lamentou a ausncia de representantes da Vale na audincia pblica e afirmou que ir participar da paralisao em Itabira agendada para o dia 8 de janeiro. J o deputado Antnio Carlos Arantes (PSC) afirmou que a crise j est atingindo a economia do Estado e que o trabalhador no pode pagar sozinho por ela.

    Presenas - Deputada Rosngela Reis (PV), presidente da Comisso do Trabalho; deputados Ronaldo Magalhes (PSDB), vice-presidente da Comisso de Assuntos Municipais; Antnio Carlos Arantes (PSC) e Carlin Moura (PcdoB); e, alm dos convidados j citados, o presidente da Cmara Municipal de Itabira, vereador Jos Celso de Assis; o vice-prefeito Roberto Ferreira Chaves; a diretora-presidente da Interassociao dos Amigos de Bairros de Itabira, Mnica Aparecida Reis Silva; e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodovirios do municpio, Ccio Francisco Cota. Deputada Rosngela Reis (PV), presidente da Comisso do Trabalho; deputados Ronaldo Magalhes (PSDB), vice-presidente da Comisso de Assuntos Municipais; Antnio Carlos Arantes (PSC) e Carlin Moura (PcdoB); e, alm dos convidados j citados, o presidente da Cmara Municipal de Itabira, vereador Jos Celso de Assis; o vice-prefeito Roberto Ferreira Chaves; a diretora-presidente da Interassociao dos Amigos de Bairros de Itabira, Mnica Aparecida Reis Silva; e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodovirios do municpio, Ccio Francisco Cota.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 16, 2008

    Aprovado em 1 turno o projeto do CERCADINHO - que autoriza a construo de uma ala e um tnel na Reserva Ecolgica que fica em frente ao BH Shopping, sada para o Rio. A obra de mais de 50 milhes de reais vai desafogar o trfego na regio do Belvedere e acesso aos condomnios de Nova Lima. O projeto volta plenrio, amanh, para votao em 2 e ltimo turno no plenrio da Assemblia de Minas.

    O Plenrio da ALMG aprovou na tarde de hoje (16) o PL 2.880/08, dos deputados Adalclever Lopes e Gilberto Abramo, ambos do PMDB. O projeto desafeta rea da Estao Ecolgica do Cercadinho para execuo das obras de infra-estrutura de interligao e acesso entre a BR-356 e a MG-030, para facilitar a circulao de veculos na regio Centro-Sul de Belo Horizonte e o acesso ao municpio de Nova Lima. A proposta foi aprovada na forma do substitutivo n 2 e com a subemenda n 1. A subemenda determina que construes s fora do limite da Reserva Ecolgica e com a aprovao dos rgos ambientais do Estado.

                                                                     ICMS Solidrio.
    Os parlamentares tambm aprovaram o PL 637/07, do deputado Dinis Pinheiro (PSDB), que dispe sobre o ICMS Solidrio.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 16, 2008

    Na Assemblia de Minas ESFORO CONCENTRADO para limpar a pauta, semana que vem. Entre os projetos, a criao da Agncia Metropolitana e o Oramento do governo Acio Neves, para 2009, de quase 39 bilhes de reais. Reunies Extras comeam na segunda-feira, convocadas pelo presidente, deputado Alberto Pinto Coelho, que fez um balano sobre os trabalhos de 2008.

     
     





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 16, 2008

    ABONO para os servdores INATIVOS foi um dos vrios projetos aprovados hoje - tera-feira - pela Assemblia Legislativa de Minas, que faz esforo concentrado para limpar a pauta antes do recesso de janeiro. CONFIRA OS DETALHES!!!

    O Plenrio aprovou 12 projetos na manh desta tera-feira (16/12/08). Em 2 turno, de autoria do governador, foram aprovados os PLs 2.877/08 (que concede abono a servidores inativos do Executivo), 2.164/08 (altera atribuies da Copasa), 2.394/08 (formas de extino de crdito tributrio), 2.574/08 (aporte de recursos para Fundo de Arrendamento Residencial) e 2.788/08 (alienao de bens e direitos da extinta MinasCaixa), alm de trs que concedem reajustes para servidores (2.922, 2.923 e 2.925/08). Tambm foram aprovados os PLs 1.949/07 (gratuidade de servios notariais), 2.833/08 (ADE para Ministrio Pblico), 37/07 (Poltica Estadual de Juventude) e 1.499/07 (declarao de patrimnio histrico).

    O PL 2.877/08 foi aprovado na forma do vencido em 1 turno. Por meio dele, o governador concede, no ms de dezembro de 2008, R$ 300 de abono aos servidores inativos civis e militares que ganham at R$ 1 mil por ms. Aos que recebem acima desse limite, o prmio de 30% do salrio. O benefcio ser pago de uma nica vez. O abono no se incorpora aos proventos nem constitui base de clculo para pagamento de qualquer vantagem ou desconto.

    Servidores j podem receber reajustes

    Trs projetos do governador que tratam de reajustes salariais foram a provados em 2 turno. O PL 2.922/08 reajusta o vencimento bsico da carreira de advogado autrquico. De acordo com a proposio, os reajustes tero vigncia a partir de 1 de janeiro de 2009, 1 de julho de 2009 e 1 de janeiro de 2010, o que representar um aumento de 15% nos vencimentos. A proposta foi aprovada na forma vencido em 1 turno.

    O PL 2.923/08 institui a Gratificao de Desempenho da Carreira de Professor de Educao Superior e promove reajustes nas carreiras de professor de educao superior (7% retroativo a 1 de outubro de 2008); analista universitrio, analista universitrio da sade, tcnico universitrio e tcnico universitrio da sade (13% retroativo a 1 de julho de 2008); e auxiliar administrativo universitrio (9% retroativo a 1 de julho de 2008). Entre outras medidas, o projeto ainda eleva para 40% o adicional dos portadores do ttulo de mestre ou de doutor da carreira de professor de educao superior, que atualmente so de 20% e 35%, respectivamente. Ele foi aprovado na forma do vencido em 1o turno.

    E o PL 2.925/08 reajusta os vencimentos dos servidores do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) e a Bolsa de Atividades Especiais da Fundao Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig). Os reajustes propostos para o Ipem so de 8,8% para auxiliar de servios operacionais e auxiliar de gesto, metrologia e qualidade; 8,7% para agente fiscal de gesto, metrologia e qualidade; e 20% para analista de gesto, metrologia e qualidade. Os reajustes so retroativos a 1 de setembro de 2008. Para a bolsa da Fhemig, que paga s pessoas que tm ou tiveram hansenase e auxiliam no tratamento de portadores da doena nos hospitais e colnias, o reajuste ser de 8%. O projeto foi aprovado na forma do vencido em 1 turno, com a emenda n 1 apresentada pela Comisso de Fiscalizao Financeira e Oramentria (FFO). A emenda altera o artigo 2, que trata do reajuste de 8% da bolsa da Fhemig.

    Outro projeto que beneficia servidores, desta vez do Ministrio Pblico, o PL 2.833/08, do procurador-geral de Justia. Ele institui o Adicional de Desempenho (ADE) para os servidores do rgo que cumprirem o estgio probatrio e obtiverem resultado satisfatrio no nmero necessrio de avaliaes de desempenho individuais (70% dos pontos distribudos). O pagamento do ADE ser retroativo a partir da data em que forem cumpridos os requisitos necessrios, e ser incorporado remunerao para fins de aposentadoria e penso.

    Servios de cartrios - Foi aprovado em 2 turno o PL 1.949/07, da deputada Ana Maria Resende (PSDB), que acrescenta um inciso ao artigo 30 da Lei 15.424, de 2004, que trata dos servios praticados pelos servios notariais e de registro, com o objetivo de penalizar o notrio ou registrador que no afixar, nas dependncias do cartrio, em local visvel, cartazes informando sobre os atos que so sujeitos gratuidade. O projeto foi aprovado na forma do vencido em 1 turno.

    Copasa ter mudanas em suas atribuies

    O Plenrio aprovou, ainda em 2 turno, o PL 2.164/08, do governador, que inclui procedimentos a serem adotados pela Copasa e autoriza a contratao de empresas para a realizao de servios. Originalmente, o projeto muda a Lei 13.663, de 2000, e estabelece que na execuo de suas atividades a companhia poder usar recursos e pessoal prprios ou de terceiros. O projeto foi aprovado na forma do vencido em 1 turno, com a emenda n 1, apresentada pela Comisso de Administrao Pblica.

    O projeto determina que a empresa poder contratar prestadora de servio ou executora de obras que no tenha como objeto social a prestao de servios de saneamento; participar em outras sociedades; contrair emprstimo ou financiamento com instituio financeira ou agncia de fomento nacional ou internacional; propor desapropriaes; promover encampao de servios; receber doaes e subvenes; atuar no Brasil e no exterior; firmar convnios e formar consrcios. No decorrer da discusso no Plenrio, foram apresentadas as emendas ns 2 e 3 pelos deputados Gilberto Abramo (PMDB) e Irani Barbosa (PSDB), que foram apreciadas sem parecer. Ambas foram rejeitadas.

    A emenda n 2 determinava a supresso do inciso I do artigo 3, que autoriza a Copasa a contrair emprstimos; e a n 3 acrescentava artigo para que, em caso de contrao de emprstimos pela Copasa, a empresa estaria condicionada ao cumprimento integral de suas obrigaes contratuais, relativamente ao fornecimento e instalao adequada dos equipamentos referentes a cada nova unidade residencial, comercial ou de uso misto.

    Crditos - Tambm em 2 turno, foi aprovado o PL 2.394/08, do governador, que altera a Lei 14.699, de 2003, que dispe sobre formas de extino e garantias do crdito tributrio, e as Leis 6.763, de 1975; 13.470, de 2000; e 14.062, de 2001. A proposio altera itens do Cadastro Informativo de Inadimplncia em Relao Administrao Pblica do Estado de Minas Gerais (Cadin-MG). O Cadin contm a relao das pessoas fsicas e jurdicas responsveis por obrigaes tributrias com o Fisco, vencidas e no pagas, inscritas em dvida ativa. O objetivo permitir a inscrio no Cadin de dbitos de pequeno valor, nos quais o custo do processo judicial para a execuo fiscal ficaria superior ao dbito a ser cobrado do contribuinte. A inteno favorecer a recuperao desses dbitos pelo Tesouro Estadual. O projeto foi aprovado na forma do vencido em 1 turno.

    Fundo de arrendamento - Foi aprovado em 2o turno o PL 2.574/08, do governador, que autoriza o Estado a colocar recursos oramentrios no Fundo de Arrendamento Residencial, com a finalidade de conceder subsdio populao com renda familiar mensal de at trs salrios mnimos para a aquisio de moradias. Os financiamentos se limitam a 70% do valor do imvel. O projeto, que foi aprovado na forma do vencido em 1 turno, determina que a liberao dos recursos de que trata o caput seja regulamentada em decreto, com indicao de agente financeiro entre os rgos da administrao direta ou indireta do Estado para a emisso de relatrios de desempenho e controle. Foi aprovado em 2o turno o PL 2.574/08, do governador, que autoriza o Estado a colocar recursos oramentrios no Fundo de Arrendamento Residencial, com a finalidade de conceder subsdio populao com renda familiar mensal de at trs salrios mnimos para a aquisio de moradias. Os financiamentos se limitam a 70% do valor do imvel. O projeto, que foi aprovado na forma do vencido em 1 turno, determina que a liberao dos recursos de que trata o caput seja regulamentada em decreto, com indicao de agente financeiro entre os rgos da administrao direta ou indireta do Estado para a emisso de relatrios de desempenho e controle.

    MinasCaixa - O Plenrio aprovou ainda, em 2 turno, o PL 2.788/08, do governador, que altera a Lei 13.439, de 1999, que autoriza o Executivo a negociar e alienar os direitos, crditos e bens imveis da extinta MinasCaixa e os adquiridos nas aes representativas do controle acionrio do Credireal e do Bemge. O objetivo alterar o percentual de desconto sobre o montante do crdito atualizado para 82,5% para pagamentos em at duas parcelas mensais; e mudar os percentuais de desconto para 70% para pagamento vista; 65% para pagamento em at seis parcelas mensais; 60% para pagamento em at doze parcelas mensais. O projeto foi aprovado na forma do vencido em 1 turno.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 16, 2008

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Foto pinada da coluna do Csar Romero, da tribuna de Minas de Juiz de Fora.







    O prefeito de Juiz de Fora, Jos Eduardo Arajo (com Regina) e o presidente da Fiemg Regional Francisco Campolina (com Ins)

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 16, 2008

    POLMICO. Projeto que prev autorizao para que sejam, feitas ala e tnel de acesso a Nova Lima - em frente ao BH Shopping sada para o Rio, est na pauta desta tarde na Assemblia de Minas. Projeto dos deputados Adalclever Lopes e Gilberto Abramo, ambos do PMDB.

    O Projeto de Lei (PL) 2.880/08, dos deputados Adalclever Lopes e Gilberto Abramo, ambos do PMDB, que altera a rea da Estao Ecolgica do Cercadinho, teve parecer sobre quatro emendas de Plenrio aprovado pela Comisso de Meio Ambiente e Recursos Naturais da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, nesta tera-feira (16/12/08).
    O deputado Svio Souza Cruz (PMDB), presidente da comisso e relator, opinou pela rejeio das emendas ns 1 a 4 e pela aprovao da emenda no 5, que apresentou. O projeto, que desafeta rea necessria para a execuo das obras de interseo entre as rodovias BR-356 e MG-030, tramita em regime de urgncia e est pronto, agora, para a votao em Plenrio em 1 turno.
    A emenda no 5 determina que fica sujeito a licenciamento ambiental no mbito do Estado todo empreendimento residencial, comercial ou industrial que, em funo de sua construo, instalao ou ampliao, possa provocar significativo aumento do fluxo de veculos no sistema virio do entorno da Estao Ecolgica do Cercadinho.
    Rejeitadas - O parecer opinou pela rejeio das emendas ns 1 a 4, apresentadas no Plenrio. A emenda n 1, do deputado Irani Barbosa (PSDB), pretende suspender, at a aprovao do Plano Diretor Metropolitano da Regio Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), o licenciamento ambiental de qualquer empreendimento, bem como as anlises de novos parcelamentos do solo, numa faixa de cinco quilmetros para cada lado do eixo central da rodovia MG-030, entre a rodovia BR-356 e o limite do municpio de Nova Lima e Rio Acima.
    A emenda n 2, tambm do deputado Irani Barbosa, determina que qualquer empreendimento comercial, residencial ou de qualquer natureza no Vale dos Cristais, em Nova Lima, dever submeter-se a prvio licenciamento ambiental. A emenda n 4, do deputado Antnio Jlio (PMDB), semelhante s emendas ns 1 e 2, determina restries aprovao de novos empreendimentos situados numa faixa de dois quilmetros de largura, contados do eixo de ligao entre as rodovias mencionadas, pelo perodo de cinco anos.
    Segundo o relator, as emendas tratam de impor critrios para o crescimento urbano da regio onde ser construda a ala de interligao rodoviria, para evitar carga excessiva sobre as rodovias. Para ele, entretanto, impor restries em uma determinada faixa no impede o crescimento em reas alm dos seus limites. "Entendemos que um critrio mais objetivo a exigncia de licenciamento ambiental estadual. Assim, a anlise se estender sobre diversos outros parmetros, conforme descrito na emenda n 5", afirmou.
    Finalmente, a emenda n 3, do deputado Alencar da Silveira Jr. (PDT), determina a construo de barreira fsica em todo o permetro da Estao Ecolgica do Cercadinho. Nesse caso, ficaria preservada a rea necessria s obras virias de que trata o projeto de lei. A implementao dessa medida, ainda de acordo com o relator, traz impactos ambientais negativos, porque o cercamento da rea geraria impacto visual e restringiria a liberdade da fauna local, uma das razes da existncia da unidade de conservao.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 16, 2008

    Sugiro curso de Ps-graduao em Comunicao e Desporto, da Escola de Jornalismo do PORTO, em Portugal. Recebemos o e-mail baixo para divulgao em nosso BLOG DE NOTCIAS. Veio do dr. Manuel Queiroz, coordenador do curso, que fica a 300 kms de Lisboa - no litoral portugus. Detalhe: mostra que nosso BLOG - para nossa satisfao - lido l no Porto. Viva a internet, viva BLOGOSFERA.

    PEDIDO DE DIVULGAO - Curso de Ps-graduao em Comunicao e Desporto
    A Escola de Jornalismo do Porto abriu inscries, at 30 de Dezembro, para a o Curso de Ps-graduao em Comunicao e Desporto, que ter incio em 5 de Janeiro de 2009, sob a coordenao do Dr. Manuel Queiroz.
    Todas as informaes e inscries esto disponveis no site http://www.esj.pt




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 15, 2008

    ARTIGO ESPECIAL enviado ao nosso BLOG DE NOTCIAS pela Assessora de Comunicao da Boriola Consultoria., Tain Senhorini. O artigo "BRASIL: O FALSO PODER DE COMPRAS? - de autoria do consultor financeiro Claudio Boriola. Vale conferir!

                                                            ARTIGO ESPECIAL

                                         BRASIL: O FALSO PODER DE COMPRAS?!

                                                      
                                                           *Claudio Boriola

    O povo brasileiro encontra-se entusiasmado com o seu poder de compras. Em vspera de Natal e Ano Novo, como se estivssemos nos antigos dias de antanho O Dia da Derrama (dia em que, os Bandeirantes, pagavam o dzimo Coroa Portuguesa), e voc, nesta poca, paga ao Sistema Capitalista Selvagem!!! 
     

    Observamos milhares de brasileiros que, como formigas, afluem, s lojas para satisfazerem seus desejos e necessidades de todo um ano de trabalho, como se estivessem a conquistar o topo da montanha e, enfincar nele, a Bandeira da satisfao e da Glria. 
     

    Vem, nesse gesto, o retorno do beijo da esposa, o abrao dos filhos, dos avs e, porque no, entram nessa corrente eletrizante todos os pobres da Nao Brasileira, que sorriem, porque iro presentear, nas Festas de fim de ano amada, inesquecvel, que merece o carinho do chefe da famlia e dos filhos, em derredor.
     

    As cabecinhas brancas, curtidas pelo tempo, hoje, j trazendo, na constituio fsica, as rusgas do passado, o emborcamento provocado pela coluna etc.; ainda que, enxergando pouqussimo, divisam, l no comeo da rua, ou das estradas, seus entes queridos, que se aproximam com um sorriso, nos lbios, dizendo -: Feliz Natal, Papai! Feliz Ano Novo e, os ancios(s), vem, naquele gesto eufrico, a transparncia da filiao, do grau de parentesco e o liame da amizade verdadeira.
    Quanta iluso, em torno destes gestos!  Quantas artimanhas existem, na aquisio desses presentes! 
      

    Descem-se as cortinas e, por de trs delas, existe o Amor dos presenteadores para com os presenteados. 

    Mas, tambm, existe o famigerado drago do comrcio, que hoje, no est representado, no topo das grandes naves, dos grandes barcos, das grandes gaiolas dos antigos Fencios, Egpcios e tampouco Caldeus.
    Hoje, o smbolo desses drages ou deuses da mercadncia, foram convertidos, em grandes lojas, com vidraas transparentes, com mercadorias expostas, com focos de luzes e reflexos, que do ao ambiente a sensao do bem estar e da permanncia dos compradores, nos grandes centros, que se sentem, verdadeiros deuses, no mundo encantado do mercado colorido e, agraciados com as gentis atendentes, vendedoras, lojistas, alm do doce refresco e dos gostosos cafezinhos brasileiro. 
     

    s crianas, balinhas, bolachinhas e bombons. 

    Chega hora da famosa indagao. Quanto custa? Em quantas prestaes?  

    Responde o vendedor.

    - Isto custa uma migalha, que pode ser pago, a perder de vista. Em cinco pagamentos, dez pagamentos, enfim, so tantas formas de pagamentos, quanto capacidade econmica dos donos do comrcio.  

    Pouqussimas prestaes, se ele fraco.  

    Mdias prestaes, se ele um comerciante mediano.  

    Longussimas prestaes, se ele for um comerciante abastado, mas que, quanto maior o parcelamento, maior ser a sua renda, porque no preo esto embutidos os juros famigerados, muito alm de 1% ao ms, como determina a Lei e, na hora de pagar, se houver atraso, no ser de 0,5% (meio por cento) ao ms, mas sim, conforme o potencial econmico, pretendido pelo comerciante, nas vendas feitas, que lhe iro engordar as bissacas.   

    Alm de tudo, falam os patres, atravs dos seus comercirios, que o preo precisa ser naquele montante, porque ele paga luz, gua, contador, aluguel da loja ou ainda, gastou fortunas para fazer seu prdio comercial.  

    Na realidade, quem paga tudo isso, alegado pelo comerciante ou patro, somos ns, os consumidores, que pagamos embutido, nas parcelas, as migalhas trazidas pelas abelhinhas (compradores), todavia, esquecendo-se de que o enxame de abelhas (o povo), composto, um a um, de grandes colaboradores.  

    Alertamos que, os juros legais, no passam de 12% (doze por cento) ao ano, e os juros moratrios, pelo pagamento, fora do prazo avenado, so de 0,5% (meio por cento) ao ms, perfazendo um total anual de 6,0% (seis por cento).  

    Lembrem-se, em todo o caso, as parcelas vencidas, s so pagas embutidos os juros legais e de mora, no mximo, com 2% (dois por cento) ao ano. Isto est, na Lei.  

    Do modo como so cobrados os carns, aps o vencimento, os compradores ou contribuintes, chegam a pagar 120% (cento e vinte por cento) ao ano e, sendo comerciante muito bonzinho, 36% a 60% ao ano, quando, na realidade, o mximo seria de 24% ao ano (2% ao ms), no seu total. Esse modo de agir prprio do Sistema Capitalista famigerado, que vive a engolir os mais fracos, satisfazendo sua ganncia econmica.  

    Outro fator importante, da mercadncia, que, nenhum comerciante compra uma calcinha de mulher, pagando, no mximo, R$0,50. Mas, a pe venda, por R$3,00, no mnimo. Um sapato que paga R$30,00, o pe venda, por R$60,00 e, o que custa R$100,00 posto, venda, por R$200,00, que no jogo das prestaes, mais o embutimento dos juros, chega ao patamar de R$150,00 a R$200,00, no seu final.  

    Amigo consumidor, estamos, em poca de recesso, em virtude da influncia do irresponsvel Sistema Capitalista, que derrama, distribui seus mandos, seus desmandos, seus dlares de guerra, aos pases, menos desenvolvidos, seus devedores ou do terceiro mundo.  

    Vamos ao exemplo. O dlar americano valia, pouco menos de R$3,00; veio abaixando, at menos de R$1,30; agora, com o alarde da economia americana, j est encostando aos R$3,00.  

    Sabe o que aconteceu? - Os americanos, com a segunda moeda, mais forte do Mundo, abusaram deste mesmo Mundo, sob a batuta de um governante tresloucado! No precisa-se dizer o nome, voc sabem-o, muito bem. 

    Veja o que acontece, para ns, do outro lado do Oceano Atlntico e, demais pases, delimitados, por outras guas, por outros mares como o Oceano Pacfico, o Indico, etc.; o Brasil, e demais pases do Mundo, tidos como subdesenvolvidos, ou emergentes, devemos aos americanos, ex-maior potncia econmica Mundial, hoje o Japo. Todavia, os que devem aos Estados Unidos da Amrica do Norte, como ns, pagamo-lhes, em dlar. Eles majoram o dlar e ns e, outros povos, pagamos a conta dos que gastaram, indevidamente, no Vietn, Iraque, recentemente.  

    Fica aqui, a nossa impugnao a tal maneira de agir, do Sistema Capitalista Selvagem, das grandes Potncias Mundiais contra os, economicamente, mais fracos. 

    Observamos que, Brasil, Argentina, Bolvia, Paraguai, Uruguai, Colmbia, Venezuela, os povos Africanos, Indianos, todos ns, "pagamos o pato", de uma forma impositiva e financeira, muito cruel, com a imposio do valor da moeda americana.  Os grandes do G-8, recentemente, o presidente recm eleito, Barack Obama, no exitou, em dizer que, a Nao americana, impe sua moeda nas transaes comerciais, evitando-se o caos econmico Milhes, Bilhes e Trilhes de dlares, so feitos em sua Casa da Moeda.  

    Pergunta-se, sabem por qu? Porque o dlar americano feito nas oficinas do Tesouro Nacional da Amrica do Norte. Logo, fazer o dinheiro de papel para os outros povos endividados, ou menos inteligentes, pagarem tudo o que devem, com base nesse mesmo dlar, uma verdadeira moleza?! Eles fazem, de forma comparativa, os contratos com os outros povos, mas tendo embutida, a alavanca originria de sua prpria moeda. Pagar assim fcil.  

    Voc que brasileiro ou estrangeiro, ao adquirir qualquer produto importado, com a chancela Made In U.S.A., estar contribuindo para pagamento dos nus da guerra, com o pas da moeda, chamada dlar.  

    Concluso?! O ano vindouro, depois dos gastos do Natal, do Ano Novo, do Carnaval e da Pscoa, vir a Recesso, que ser inevitvel.  

    Ao amigo Idoso alertamos ter muito cuidado no gastar com os emprstimos, que lhe so oferecidos, na porta de sua casa! Voc estar cavando sua prpria sepultura econmica e, ter, na certa, srias dores de cabea, com o Cartrio de Protestos e, incluso do seu nome, na lista dos maus pagadores, contribuindo com o aniquilamento do seu crdito e honorabilidade.  

    Aquele foco, de luz multicor, aquele cafezinho, aquele bom trato, aqueles elogios feitos, no dia das compras para as festas, poder pichar sua imagem, como verdadeiro mau pagador, indgno de confiana e de crdito, em geral.  

    Recomendamos, todo cuidado possvel, com o "FALSO PODER DE COMPRAS", com a facilitao das parcelas e, dos juros baixos, supostamente praticados, que so, como "Bombons" na boca das crianas, por fora, chocolate branco ou escuro, por dentro, um gostinho de bolacha ruim, com um acre-doce, envolvente do seu dia-a-dia, com noites mal dormidas e, no poder satisfazer, futuramente, o pedido de seus filhos, de sua esposa, o suprimento de suas prprias necessidades bsicas.

    Tenha calma, pacincia, cuidado, pesquise, porque "Caldo de Galinha", no far mal a ningum, e seu sono, ser mais reparador, sua sade psicolgica e mental, mais suave. Feliz Natal! Feliz Ano Novo! Livrando-se, sempre, desses monstros do comrcio, que podero trazer-lhe, perturbaes mentais, de sade, roubando-lhe a Paz necessria a todo o homem de bem. 
                                                                *Cludio Boriola
                                          Consultor Financeiro, conferencista,
                                          especialsta em economia domstica
                                                   e direitos do consumidor,
                                  autor do Projeto Educao Financeira nas Escolas. 




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 15, 2008

    Novo presidente do CRUZEIRO, deputado estadual Zez Perrella, assume dia 17, 20 horas, na sede Campestre - bairro Santa Amlia na regio da Pampulha, aqui em BH.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 15, 2008

    DE OLHO NO IPTU de BH. Deputado Dlio Malheiros, do PV, presideAudincia Pblica marcada para 14:30, Auditrio da Assemblia Legislativa de Minas. O projeto municipal, mas a Comisso de Defesa do Consumidor que saber detalhes da Prefeitura e da Cmara de BH, j que o projeto polmico.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 15, 2008

    IPTU em Belo Horizonte tema polmica na Comisso de Defesa do Consumidor da Assemblia Legislativa. Pedido de debate foi do president6e da Comisso, deputado Dlio Malheiros do PV. Entre os convidados o prefeito de BH, Fernando Pimentel, autor do projeto e o presidente da Cmara da capital, vereador Tot Teixeira.

    As modificaes no sistema de cobrana do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em Belo Horizonte sero debatidas em reunio conjunta das Comisses de Defesa do Consumidor e do Contribuinte e de Participao Popular da Assemblia Legislativa de Minas Gerais nesta segunda-feira (15/12/08). A reunio, solicitada pelos deputados Joo Leite (PSDB) e Dlio Malheiros (PV), est marcada para as 14h30, no Auditrio.
    As mudanas no IPTU esto previstas no Projeto de Lei 1.891/08, que tramita na Cmara Municipal. De autoria do prefeito Fernando Pimentel, a proposio divide a cidade em zonas, definindo para cada uma delas o valor do metro quadrado que serve de referncia para a cobrana do imposto. A previso da Secretaria Municipal de Finanas de que a arrecadao suba 30% at 2012.
    O deputado Dlio Malheiros quer cobrar explicaes do Executivo municipal. "Nesse momento de crise mundial, em que o valor dos imveis est em queda acentuada, no faz sentido a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) propor um aumento to absurdo no IPTU, que incide justamente sobre o preo da moradia", contesta. Ele tambm critica a pressa da prefeitura para a votao do projeto. "Se o objetivo , de fato, que as novas regras passem a vigorar s em 2010, a PBH no precisaria usar o rolo compressor na Cmara, sem abrir o dilogo com a populao", questiona o deputado, que pretende ouvir as propostas das associaes de bairro durante a audincia pblica.
    As crticas ao reajuste do IPTU so compartilhadas pelo deputado Joo Leite, que acredita que o projeto uma afronta populao. "O IPTU de Belo Horizonte ser o mais caro do Brasil. Alguns imveis sofrero reajuste de at 150%", afirmou o deputado em discurso recente no Plenrio da ALMG. O deputado disse ter sido procurado por representantes da Associao de Moradores da Zona Sul, preocupados com o ndice do reajuste. De acordo com o parlamentar, cerca de 22.800 imveis sero atingidos com reajuste de quase 150%. "Os novos ndices esto apoiados em nmeros do mercado de 2006, mas o cenrio hoje outro. Temos que pensar nos cenrios para 2009, 2010", analisou.
    Convidados - Foram convidados para a reunio o prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel; o presidente da Cmara Municipal, Tot Teixeira; o secretrio municipal de Finanas, Jos Afonso Bicalho Beltro da Silva; o presidente da Cmara do Mercado Imobilirio, Ariano Cavalcanti de Paula; o professor da Faculdade Ibmec, Eduardo Serna Coutinho; o presidente das Associaes da Unio de Bairros da Zona Sul, Marcelo Marinho Franco; os presidentes dos Conselhos Regionais de Economia, Wilson Bencio Siqueira; e de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea-MG), Gilson Queiroz.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 15, 2008

    Estrada de Ferro Central do Brasil faz 150 anos e ganha homenagem do Parlamento Mineiro. Requerimento foi do deputado Joo leite do PSDB - filho e neto de ferrovirios.

    Os 150 anos de criao da Estrada de Ferro Central do Brasil foram lembrados durante Reunio Especial realizada na noite desta sexta-feira (12/12/08), no Plenrio da Assemblia Legislativa do Estado de Minas Gerais. A reunio foi presidida pelo deputado Vanderlei Jangrossi (PP), que representou o presidente da ALMG, deputado Alberto Pinto Coelho (PP). De acordo com o autor do requerimento que solicitou a reunio, deputado Joo Leite (PSDB), o primeiro trecho da ferrovia, era chamado de Dom Pedro II, e foi inaugurado no dia 29 de maro de 1858, pelo prprio imperador brasileiro. Mas foi em 15 de novembro de 1889, com a proclamao da Repblica, que a ferrovia ganhou o nome de Estrada de Ferro Central do Brasil.
    Joo Leite lembrou que a Central do Brasil se expandiu de tal maneira at que, em 30 de setembro de 1957, com a fundao da Rede Ferroviria Federal S.A (RFFSA), passou a fazer parte do acervo patrimonial da nova empresa, juntamente com mais 19 empresas. Nos anos 90 a RFFSA foi desestatizada e a Central do Brasil passou a ter quatro empresas sucessoras: MRS Logstica; Ferrovia Centro Atlntica; Supervia: e Companhia Paulista de Trens Metropolitanos.
    O parlamentar criticou o atual sistema de transporte que, de acordo com dados do Ministrio dos Transportes, custa ao brasileiro 30 mil vidas por ano, ou seja, uma morte a cada nove minutos, alm de gastos de cerca de R$ 22 bilhes por ano. "Enquanto isso, nas grandes cidades, seus habitantes vo ficando imobilizados , refns do trnsito catico, perdem a liberdade de ir e vir", comentou.
    O ambientalista e presidente da ONG Transporte e Ecologia em Movimento (Trem), Nelson de Mello Dantas, lembrou que a organizao no a nica que tem se empenhado na defesa da memria e do patrimnio ferrovirio nacional e na luta pela retomada do transporte de passageiros. Segundo ele, o empenho dessas organizaes resultou na proteo de vrios patrimnios ferrovirios, mas ainda h muito o que fazer: ainda h vages, armazns, estaes, locomotivas, carros de passageiros, e pontes que esto degradados e abandonados.
    Nelson Dantas destacou tambm que o transporte ferrovirio de passageiros beneficia a sociedade, a cultura, o turismo e a economia, reduz as desigualdades regionais, promovendo a incluso econmica, social e cultural dos cidados. "Seja em percursos de longa ou mdia distncia, ou em grandes centros urbanos, a forma de transporte mais eficaz e ecologicamente correta", observou.".
    O engenheiro ferrovirio e representante da Sociedade Mineira de Engenheiros, Geraldo Dirceu Oliveira, lembrou que todas as naes desenvolvidas do mundo utilizam o trem como transporte de passageiros. Citou como exemplos a Frana e Inglaterra que possuem 50 mil quilmetros de ferrovia, e os Estados Unidos, que tm 400 mil. Geraldo Dirceu Oliveira disse que o transporte ferrovirio o que melhor funciona, e de forma mais barata. Na opinio dele, o servio pblico deve investir no transporte ferrovirio, de maneira que funcione, e que atenda da melhor forma o cidado mineiro.
    Em seu discurso, o deputado Vanderlei Jangrosi (PP) disse que o trem a soluo para as cidades que j apresentam srios problemas de transporte e de trnsito, e um "bom antdoto contra o aquecimento global". Segundo o parlamentar, estudos desenvolvidos na Amrica do Norte revelam que a quantidade mdia de carbono emitida por pessoa, nas grandes cidades que usam o transporte ferrovirio moderno, muito menor que nas demais reas. E finalizou: "pesquisas de viabilidade econmica indicam que Belo Horizonte pode ser a prxima conexo com o futuro trem-bala Rio-So Paulo".



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 15, 2008

    VOTAES de final de ano na Assemblia de Minas. Esforo concentrado comea agora tarde. Confira detalhes!

    A agenda da semana de hoje a 19/12/08(sexta-feira) na Assemblia Legislativa de Minas Gerais ser marcada por intensa atividade tanto nas comisses quanto no Plenrio. Esta a ltima semana antes do incio do recesso parlamentar, que termina no dia 1o de fevereiro de 2009. Antes do recesso, os deputados precisam aprovar matrias importantes que tramitam na Casa, como proposies que tratam do funcionalismo pblico, alm dos Projetos de Lei (PLs) do Oramento 2009 e do Plano Plurianual de Ao Governamental (PPAG) 2008-2011. Alm disso, esto marcadas quatro reunies com convidados nas comisses, sendo uma delas em Itabira.

    A primeira audincia pblica est marcada para segunda-feira (15), s 14h30, no Plenarinho I. A Comisso de Segurana Pblica, atendendo a requerimento de seu presidente, deputado Sargento Rodrigues (PDT), vai promover uma discusso sobre o PL 2.921/08, do governador, que cria o Fundo de Apoio Habitacional aos Militares do Estado. A proposio tem o objetivo de oferecer financiamento para assistncia habitao aos segurados do Instituto de Previdncia dos Servidores Militares (IPSM) e a seus pensionistas.

    Outra reunio com convidados marcada para segunda-feira (15) ser realizada pelas Comisses de Defesa do Consumidor e do Contribuinte e de Participao Popular. Solicitada pelos deputados Joo Leite (PSDB) e Dlio Malheiros (PV), a audincia tem o objetivo de discutir as mudanas no sistema de cobrana do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de Belo Horizonte. A Secretaria Municipal de Finanas prev um crescimento de 30% na arrecadao at 2012. Dlio Malheiros questiona a inteno da prefeitura: "Nesse momento de crise mundial, em que o valor dos imveis est em queda acentuada, no faz sentido a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) propor um aumento to absurdo no IPTU, que incide justamente sobre o preo da moradia." A reunio est marcada para as 14h30, no Auditrio. O prefeito Fernando Pimentel um dos convidados.

    As Comisses do Trabalho, da Previdncia e da Ao Social e de Assuntos Municipais e Regionalizao estaro em Itabira nesta tera-feira (16) para uma reunio conjunta. s 10 horas, na Cmara Municipal, os deputados discutem as demisses ocorridas na Vale e em outras empresas que prestam servio mineradora. A audincia foi requerida pelo deputado Ronaldo Magalhes (PSDB) e tem entre os convidados o secretrio de Estado de Desenvolvimento Econmico, Raphael Andrade, e o diretor de Recursos Humanos da Vale, Marco Dalpozzo.

    Na quinta-feira (18), a Comisso do Trabalho ter outra audincia, desta vez no Plenarinho III. s 9h30, os parlamentares vo ouvir o presidente do Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Gerao de Renda (Ceter), Antnio Eduardo de Noronha Ambile. Eles pretendem obter informaes sobre o trabalho e as aes desenvolvidas pelo Ceter em 2008, a requerimento da deputada Rosngela Reis (PV).

    Aps amplo debate, Oramento 2009 e PPAG sero votados

    Vrios projetos importantes tambm esto na pauta das comisses e do Plenrio nesta semana final. Antes do recesso parlamentar, o Plenrio precisa votar os PLs 2.785/08 (PPAG) e 2.786/08 (Oramento 2009), ambos do governador. O primeiro recebeu 379 emendas, sendo 138 oriundas de sugestes populares e 241 parlamentares, enquanto o projeto do Oramento recebeu 635. Ainda constam como prioridade outros projetos do governador, como o Projeto de Lei Complementar (PLC) 28/07, que cria a Agncia de Desenvolvimento da Regio Metropolitana de Belo Horizonte, e o PL 2.164/08, que amplia as atribuies da Copasa. Os deputados tambm devem votar ainda este ano o PL 637/07, do deputado Dinis Pinheiro (PSDB), que cria o ICMS Solidrio, e proposies que concedem reajustes a vrias carreiras do funcionalismo pblico estadual.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Dezembro 13, 2008

    Ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa e governador Acio Neves acertam estratgia para que a Internet banda larga seja colocada em todos os telecentos instalados em Minas. O ministro das Comunicaes,senador Hlio Costa disse que " sero atendidos quase 500 Telecentos no Estado". Reunio foi no Palcio da Liberdade, aqui em BH.


    Foto arquivo.
    O governador Acio Neves se reuniu, quinta-feira (11), no Palcio da Liberdade, com o ministro das Comunicaes, Hlio Costa. Durante o encontro, ficou acertado que, a partir de janeiro, todos os telecentros existentes em Minas Gerais e que ainda esto sem conexo de internet banda larga, tero a ligao feita pelo Ministrio das Comunicaes.
    "Acabei que acertar com o governador, que os quase 500 Telecentros de Minas tero a conexo banda larga feita pelo Ministrio das Comunicaes. Ao mesmo tempo, o governador deu uma contrapartida importantssima. Ele retirou a cobrana de todos os impostos mineiros, especialmente o ICMS, sobre o custo das ligaes de internet de alta velocidade, feitas pelo Ministrio das Comunicaes", afirmou Hlio Costa, em entrevista.
    Segundo o ministro, a retirada do ICMS vai representar uma economia de 33% nos gastos que o ministrio tem com a ligao de internet em Minas Gerais.
    Os telecentros so unidades da Rede de Formao Profissional Orientada pelo Mercado, um dos Projetos Estruturadores do Estado, adotado como estratgia para a melhoria da qualidade de vida e democratizao da informao. Alm de promover a incluso digital, o telecentro capacita a comunidade para o mercado de trabalho.







                         Comentrios

    #1. Elisabeth Merelim JF
    Essa parceiria entre o Ministrio da Comunicaes e o Estado de Minas, referente ao servio de internet banda larga, firma a incluso digital. Direito do cidado a comunicao. O mundo ficou mais prximo e menor diante da telecomunicao do final do sc. XX e o sc. XXI promete ser o marco da comunicao digital, e estamos falando s do incio dessa nova era. Como pensar em analfabetismo digital? Todos devem compreender e se comunicar por essa via. Seja o Estado somente, ou as parcerias pblico privadas, as responsveis por todo o avano na rea. Esse um dos jogos da democracia. Parabns aos dois Homens pblicos!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Dezembro 13, 2008

    CLIMA DE NATAL na Assemblia de Minas. Luzes foram inauguradas esta semana. Lindssimo o cenrio. Confira!

      


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Dezembro 13, 2008

    POLTICA. Colgio de Lderes da Assemblia de Minas se reune e traar estratgia para votaes deste final de ano. ESFORO CONCENTRADO comea s 14 horas de segunda-feira e s acaba na votao doOramento doGoverno para 2009. Reunies sero pela manh, tarde e noite. Vou ancorar tudo pela TV Assemblia. Se ligue. No cabo em BH, pela NET, canal 11. Na Internet www.almg.gov.br



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Dezembro 13, 2008

    READ MORE... pinei do BLOG donosso amigo Hugueney Bisneto, de Uberlndia. Examine bem e PENSE!!!


    "Leia mais"


    Ler mais um bom conselho que nos d este anncio, ainda por cima de uma forma criativa.








         Comentrios

    #1. Elisabeth Merelim
    Adorei a "tirada", a leitura, algo imprescendvel na vida do Ser.
    No tempos atuais, temos tanto a nosso favor, jornais, livros, revistas, folhetos, ancios, a internet. Eu adoro ler, at os outdoor que ficam nas ruas eu leio. inteligente e criativo o blog que faz uma chamada leitura. Diante do controle remoto da TV e crebro atrofia, a informao muito tendenciosa, mecncia, e j vem "ruminada".
    Quando leio livros do sc. XVII, XVIII ou XIX, fico pensando como o Ser rico interiormente. Hamet, O Mercador de Veneza, so os meus prediletos. Tudo muito certo, ler faz bem a alma!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Dezembro 13, 2008

    O EFEITO MANADA... ou Maria vai com as outras...

    ARTIGO ESPECIAL enviado ao nosso BLOG DE NOTCIAS pelo consultor financeiro Wagner Gomes.

                                                                                      
                                                                        O EFEITO MANADA.

                                                   
                                                                                Wagner Gomes

                                                   "A imprudncia costuma anteceder a calamidade." 
                                                          Appiano de Bello
    O planeta terra est atento aos ndices Dow Jones e Nasdaq que, atravs de suas oscilaes, comandam o sobe e desce das Bolsas de Valores do mundo inteiro.
    Em tempo no muito distante, a mania do pontocom provocou a irracionalidade de se atribuir valor ao que no tinha, como agora ocorreu. Companhias de tecnologia abriam capital na Nasdaq e, da noite para o dia, aquele mercado lhes atribua valores superiores aos das empresas gigantes do capitalismo mundial.
    E j naquela poca, o efeito manada fez com que o ndice Nasdaq ultrapassasse os 5000 pontos ao final do primeiro trimestre de 2.000 para, um ano e meio depois, despencar para menos de 1400 pontos.
    Hoje patina em volta de 2200 ou pouco mais. Esse mercado ilusrio, do faz de conta, esteve novamente na crista da onda. O congresso americano, acuado, aprovou um pacote de ajuda aos irresponsveis, no valor inicial de 850 bilhes de dlares, a Europa injetou U$2 trilhes em sua economia e agora a China anuncia U$586 bilhes para atenuar a desacelerao em seu crescimento. O crdito bancrio, banalizado pela liquidez abundante e por uma poltica monetria frouxa por parte dos americanos, saiu em busca de rentabilidade amparado pelo ambiente falsamente identificado como positivo e tornou-se displicente com o risco. Nesse contexto formou-se o ambiente para uma exagerada avaliao dos ativos e, agora, a exemplo da crise dos pontocom e tantas outras, como a que aconteceu no Japo nos anos 80, tambm provocado por um boom imobilirio, a economia mundial se v abalada.
    E a raiz do problema sempre a mesma: economia globalizada em franco e acelerado crescimento e abundncia de recursos a juros baixos levam os bancos a buscarem maiores rentabilidades.
    Atravs de executivos que se transformam em gnios altamente remunerados, descobrem o ovo de Colombo em negcios mais rentveis, aos quais do o charmoso nome de derivativos, porm com um pecado capital em sua concepo: tornam-se lenientes com o risco.
    O resultado de tudo isso a est. Alguns fatos, porm, j se tornam irreversveis: A Walt Street que conhecemos nunca mais ser a mesma e a falta de crdito internacional reduzir, em muito, o ndice de crescimento da economia nos prximos anos.
    A grande lio extrada da presente crise nos ensina que as aplicaes em aes negociadas nas bolsas devem levar em conta a noo de valor. No podem se submeter s sensaes de euforia ou ao pnico coletivo que subvertem valores e provocam o estouro da boiada, tambm chamado efeito manada.
    A dificuldade de crdito internacional provocar maior remessa de recursos pelas multinacionais aqui instaladas s suas matrizes e a queda nos preos das commodities diminuir o valor de nossas exportaes.
    Esses argumentos esto por a, a rondar o cenrio macroeconmico. O Banco Central, em resposta imediata, flexibilizou os depsitos compulsrios e, atento ao desenrolar da crise, foi acionando um elenco de medidas para minimizar os seus efeitos, incluindo a a abertura de crdito de U$30bilhes pelo FED americano ao nosso BACEN.
    Agora, ao eliminar parte do IPI em automveis, alivia as montadoras. E ao flexibilizar o Imposto de Renda dos assalariados, tenta estimular o consumo. Tambm destina parte de suas reservas para emprstimos diretos s empresas com dvidas em dlar, visando compensar a ausncia de crditos internacionais.
    H quem diga que a indstria brasileira esteja suficientemente capitalizada para sustentar grande parte de seu desenvolvimento, em funo dos R$175 bilhes captados atravs de IPOs nos ltimos dois anos.
    E que o mercado interno, agora vigoroso o suficiente para agentar esse perodo de transio, contribuir para atenuar os efeitos dessa crise no Pas. Pelo sim, pelo no, o BACEN decidiu que no mais remunerar 75% dos depsitos compulsrios.
    Isso na prtica equivale a dizer que se os banqueiros no repassarem esse valor, sob a forma de emprstimos, deixaro de ganhar, no mnimo, o equivalente taxa selic sobre o montante desses recursos.
    Eis a o dilema dos bancos: vale a pena correr o risco nesse ambiente? Essa a razo da seletividade no crdito. Mas bom estar atento aos sinais recebidos da economia mundial: a China que detm 20% da populao mundial -, com o recuo de modestos 2,2%, tem sua primeira queda em exportaes para o resto do mundo, levando-se em considerao o ms de novembro atual sobre o do ano passado. Em contrapartida suas importaes decresceram 17,95% em igual perodo.
    Os Estados Unidos esto em recesso. Na Europa, a Itlia j anuncia, tambm, sua recesso, com o PIB encolhendo 0,9%. No me surpreenderia, nesses tempos de crise, que as partes envolvidas em negcios venham a desenvolver mecanismos que permitam renegociarem contratos j firmados, em funo do desequilbrio econmico financeiro vigente. Afinal, isso o que pretende o Paraguai, com relao a Itaipu.
    E toda empresa tem que estar atenta a pleitos desse tipo, pois, certamente, em futuro no muito distante, sero procuradas por seus clientes e devedores pra viabilizar, sob essa nova tica, uma reviso das bases contratadas.
    Esse o cenrio que se avizinha. De outra forma, o efeito manada seria prenncio de concordatas ou falncias, em massa.
    Como vem, aquela marolinha anunciada pelo nosso Presidente, h poucos meses, ganha contornos inimaginveis, e j se configura como uma ameaa real ao espetculo virtuoso do crescimento que o Pas comeou a vivenciar at o terceiro trimestre deste ano.
    Como diria o Millr Fernandes: "Vocs a que sempre economizaram tanto para os dias piores, podem comear a gastar: os dias piores j chegaram." 
     







                             Comentrios

    #1. rogerio sottili
    Como sempre o ilustre WAGNER Gomes, consegue com poucas e objetivas palavras tocar o ponto, neste caso, sobre a crise mundial. Gostaria de ter lido, em sua anlise, um breve reconhecimento sobre a responsvel poltica adotada com que o Governo enfrenta a crise. Se verdade que o movimento para alm de marolas, tambm verdade que o Brasil est melhor preparado para enfrentar a crise global. Se a poltica econmica do governo Lula fosse a mesma dos governos anteriores, possivelmente estariamos acompanhando as dificuldades "tsunmicas" que os demais paises enfrentam.
    parabns
    rogerio sottili


    Prezado Joo Carlos:


    Olha o nvel dos amigos que mandam mensagem para o seu blog, comentando os meus artigos. Nesse ltimo o Rogrio Sottili, se manifestou. Veja um discurso dele, representando o Ministro dos Direitos Humanos. O Sottili, por sua funo, responde interinamente, pelo ministrio, nas ausencias do titular. , portanto, o Vice-Ministro.

    Grande abrao

    Wagner Gomes.




    Discurso do Dr. Rogrio Sottili
      no lanamento da Seleo Pblica de Projetos 2006


    Discurso proferido por Sua Excelncia o Secretrio Adjunto da Secretaria Especial dos Direitos Humanos, Dr. Rogrio Sottili, na Sesso Solene de Lanamento da Seleo Pblica de Projetos 2006 do Programa PETROBRAS Fome Zero 25 de maio de 2006.

    Senhoras e Senhores, bom-dia.

    1 - Primeiramente, gostaria de agradecer, em nome do Ministro Paulo Vannuchi, o convite para participar do lanamento da Seleo Pblica de Projetos 2006 do Programa PETROBRAS Fome Zero.

    2 - com satisfao que a Secretaria Especial dos Direitos Humanos recebe a notcia de que, mais uma vez, a PETROBRAS lana um edital de apoio a projetos sociais. Isso contribui para o fortalecimento das polticas pblicas de combate misria e fome, de educao e qualificao profissional, de gerao de emprego e renda e de garantia dos direitos da criana e do adolescente.

    3 - Essa iniciativa fundamental no apenas porque contribui diretamente para a melhoria da qualidade de vida da populao brasileira. Mas tambm porque d um importante passo na consolidao e disseminao do conceito de Responsabilidade Social.

    4 - importante ressaltar o quo importante para a Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidncia da Repblica estar presente neste Lanamento.

    5 - Nesses trs anos e meio de governo Lula, a SEDH sempre buscou articular sua poltica de defesa dos Direitos Humanos nas esferas federal, estadual e municipal, alm de organismos e agncias internacionais, universidades e empresas, como a PETROBRAS. O dilogo e a busca do consenso so as caractersticas mais marcantes deste governo. E a colaborao dos mais diferentes setores da sociedade que tem nos ajudado a construir um pas mais justo, para todos.

    6 - E a PETROBRAS sempre foi parceira. Sempre est presente.

    7 - Entre 2002 e 2005 a PETROBRAS aplicou mais de trinta e dois milhes de reais em projetos de garantia dos direitos das crianas e dos adolescentes por meio de doaes ao Fundo Nacional da Criana e do Adolescente.

    8 - Alm disso, desde outubro de 2003, a PETROBRAS mantm o Projeto Siga Bem Criana, que desenvolve aes especficas de combate explorao sexual de crianas e adolescentes e ao trabalho infantil. Aes que so discutidas em conjunto por representantes da rea social da companhia, do Conselho Nacional dos Direitos da Criana e do Adolescente e da Secretaria Especial dos Direitos Humanos.

    9 - Por fim, desde 2004, o Disque-Denncia Nacional de Combate ao Abuso e Explorao Sexual contra Crianas e Adolescentes, conta com o apoio fundamental da PETROBRAS. O servio acolhe denncias de violncia contra crianas e adolescentes, buscando interromper ou evitar a situao de violncia revelada. De maio de 2003 a abril de 2006 a SEDH recebeu e encaminhou mais de 17.000 denncias. Sem o apoio da PETROBRAS, este servio no teria o formato, as dimenses e a importncia que tem hoje.

    10 - O relato do apoio e da parceria da PETROBRAS para com a Secretaria Especial dos Direitos Humanos, alm de fundamental para ns, para a garantia e defesa dos Direitos Humanos, apenas uma das inmeras iniciativas da companhia pelo desenvolvimento do Brasil.

    11 - Ao lanar, pelo terceiro ano consecutivo, a Seleo Pblica de Projetos do Programa PETROBRAS Fome Zero, a empresa, alm de ter conseguido a vitria da auto-suficincia em petrleo em 2006, assume definitivamente a vanguarda na rea de responsabilidade social.

    12 - Por tudo isto quero, em nome do Ministro Paulo Vannuchi, reafirmar a nossa satisfao e disposio de continuarmos juntos nesta grande luta em defesa dos direitos humanos de todos os brasileiros e brasileiras. E quero reafirmar o nosso reconhecimento por todo apoio que temos recebido da PETROBRAS. Muito obrigado.
    Dr. Rogrio Sottili
      

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 12, 2008

    Inaugurado o Espao Democrtico JOS APARECIDO DE OLIVEIRA. Solenidade foi no hall da Assemblia Legislativa de Minas, presidida pelo deputado Alberto Pinto Coelho, presidente do Parlamento. E com a presena do deputado federal Jos Fernando - filho do saudoso ex-embaixador de Z Aparecido. AS FOTOS VALEM POR MIL PALAVRAS.





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 12, 2008

    ENFRENTANDO A CRISE MUNDIAL. Na reunio em Washington, estava o presidente da Cmara Brasileira da Indstria da Construo, o empresrio mineiro Paulo Safady Simo.









             BIRD E BID AMPLIARO ORAMENTO 2009 


    PARA INIBIR EFEITOS DA CRISE

    FIIC e CBIC defendem prioridade 
    para projetos de infra-estrutura


       
    REGISTRO: sempre em defesa dos interesses do segmento da Indstria da Construo, o mineiro Paulo Safady Simo se empenha junto s autoridades pelo crescimento econmico do setor - como nesta reunio com a ministra Dilma Roussef e o presidente Lula, em Braslia. (foto arquivo).

                                                           COMO FOI A REUNIO
                                                               EM WASHINGTON

    Os efeitos da crise mundial e como minimizar uma recesso mundial foram os temas das reunies realizadas esta semana, em Washington (DC), entre representantes do Banco Mundial (BIRD), Banco Interamericamo de Desenvolvimento (BID) e Federao Interamericana da Indstria da Construo (FIIC), que teve como representante brasileiro, o presidente da Cmara Brasileira da Indstria da Construo (CBIC), Paulo Safady Simo.  

    Segundo Simo, os dois grupos financeiros refizeram suas projees dos financiamentos a serem liberados para os anos de 2009 e 2010. "O Banco Mundial, que dever fechar 2008 com US$ 35 bilhes em emprstimos, projeta para 2009 a liberao de US$ 59 bilhes a US$ 70 bilhes. Em 2007, o banco financiou US$ 13,5 bilhes em 2007", informou.  

    J o BID, destacou o presidente da CBIC, deve fechar o ano com US$ 12 bilhes e pretende ampliar os crditos para US$ 17 bilhes ou US$ 18 bilhes no prximo ano. Em 2007, os emprstimos totalizaram US$ 8 bilhes. 

    Ainda conforme Paulo Simo, uma grande preocupao externada pelos presentes s reunies diz respeito natureza e qualidade dos projetos que esto sendo demandados. "H uma quantidade muito grande de projetos na rea fiscal, em detrimento da rea de infra-estrutura.
    O ideal que os projetos para obras de infra-estrutura, principalmente num momento como este, sejam de no mnimo 85% das demandas, o que no est ocorrendo. Cabe-nos fiscalizar e evitar que recursos to preciosos para aquecer a economia nos prximos anos sejam utilizados em excesso fora da rea de produo", destacou o dirigente, que trar as informaes completas para o governo federal e o setor empresarial na prxima semana.
      

    Segundo Simo, alguns trabalhos sero desenvolvidos em conjunto nos prximos meses e j esto agendadas novas reunies para acompanhamento das medidas a serem adotadas e dos projetos de parceria que se estabelecerem a partir desses encontros.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 12, 2008

    Nver do empresrio RENAN PEIXOTO - leia-se Renan Peixoto Imveis - um dos mais competentes, simpticos, queridos e prestigiados empresrios do ramo imobilirio de BH, movimenta a noite de sbado e madrugada de domingo no MORRO DO CHAPU. Renan vai receber os convidados e convidadas para o aniversrio dele, com uma MEGAFESTA. Comea s 21h30 e vai at 5 da madrugada. Estaremos l, mais uma vez!!! Parabns amigo Renan!


    O empresrio do ramo imobilirio,
    RENAN PEIXITO( esquerda),
    junto com o empresrio
    Teodomiro Camargos Diniz,
    vice-presidente da FIEMG.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 12, 2008

    Na Assemblia de Minas ESFORO CONCENTRADO para limpar a pauta, semana que vem. Entre os projetos, a criao da Agncia Metropolitana e o Oramento do governo Acio Neves, para 2009, de quase 39 bilhes de reais. Reunies Extras comeam na segunda-feira, convocadas pelo presidente, deputado Alberto Pinto Coelho, que fez um balano sobre os trabalhos de 2008.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 12, 2008

    ESFORO concentrado para votar projetos, neste FIM DE ANO, na Assemblia de Minas. Presidente da Assemblia, Alberto Pinto Coelho, convocou REUNIES EXTRAORDIONRIAS pela manh, tarde e noite.

    A Assemblia Legislativa de Minas Gerais vai intensificar o ritmo dos trabalhos na prxima semana, a fim de votar as principais proposies que tramitam na Casa antes do encerramento das atividades de Plenrio e comisses, marcada para o dia 20 de dezembro. O presidente da ALMG, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), e o Colgio de Lderes se reuniram na manh desta quinta-feira (11/12/08) para estabelecer uma pauta prioritria, e esclarecer dvidas com relao aos projetos em tramitao. Em entrevista aps a reunio, o presidente disse que, a partir da prxima segunda (15) e at sexta-feira (19), sero convocadas reunies extraordinrias de Plenrio, alm das ordinrias, com o objetivo de intensificar as votaes. A primeira reunio ser s 14 horas de segunda-feira.
    Segundo o presidente, a pauta inclui proposies que j estavam na ordem do dia de Plenrio, alm dos projetos do Executivo que concedem reajustes salariais para o funcionalismo pblico e de proposies de autoria parlamentar. Sobre o projeto de lei complementar que cria a Agncia Metropolitana (PLC 28/08, do governador), ele informou que, a partir de entendimentos mantidos entre o vice-governador Antnio Augusto Anastasia e a bancada do PMDB, as reivindicaes apresentadas devero ser incorporadas ao texto. Sobre o projeto do ICMS Solidrio (PL 637/07, do deputado Dinis Pinheiro), o presidente Alberto Pinto Coelho avalia que j houve avanos em direo a um consenso e que a expectativa de que ambos os projetos sejam votados at o dia 20.
    Quanto ao projeto que reduz a rea da Estao Ecolgica do Cercadinho a fim de possibilitar a construo de obra viria para desafogar o trfego na regio Centro-Sul da Capital (PL 2.880/08, dos deputados Adalclever Lopes e Gilberto Abramo), o presidente lembrou que a proposio recebeu novas emendas em Plenrio, nesta quarta-feira (10), no encerramento da discusso da matria, em 1 turno. Sendo assim, a matria volta Comisso de Meio Ambiente e Recursos Naturais para que sejam analisadas as sugestes, a fim de que o projeto volte ao Plenrio.

                                                                      Balano do ano

    O presidente Alberto Pinto Coelho tambm fez uma anlise das atividades do Parlamento em 2008. "O balano bastante positivo, e no pode ser feito apenas do ponto de vista da quantidade das leis, por mais importantes que elas sejam, mas deve considerar sobretudo a qualidade e a profundidade dos temas debatidos na Casa", ressaltou. "Esses debates nem sempre geram proposies, mas sim propiciam avanos na atuao dos outros Poderes e das instituies pblicas, como foi com a discusso da atividade minerria", disse, referindo-se ao Seminrio Legislativo Minas de Minas, realizado este ano para consolidar sugestes para uma poltica para o setor.
    Na entrevista, o presidente tambm lembrou que, em 2009, a comemorao dos 20 anos da Constituio Mineira merecer um debate ampliado, assim como a atividade sucro-alcooleira. A repercusso da crise econmica internacional no Pas e em Minas tambm dever render discusses. "Esses debates engrandecem o Parlamento, que detentor da democracia representativa, mas que tem que envolver a sociedade como um todo, trazendo para a Casa a democracia participativa", conclui.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 12, 2008

    Nos 111 ANOS DE Belo Horizonte, Lula e Acio juntos no Aglomerado da Serra, em BH.











                                                Acio Neves participa de inaugurao
                                                          no Aglomerado da Serra

     









    Omar Freire/Imprensa MG

    O governador Acio Neves participou, nesta sexta-feira (12), data do aniversrio de 111 anos de Belo Horizonte, ao lado do presidente Luiz Incio Lula da Silva, da inaugurao da avenida do Cardoso, no Aglomerado da Serra, em Belo Horizonte. Na ocasio, foram entregues as chaves de 88 apartamentos para a populao do Aglomerado. As medidas fazem parte do programa Vila Viva, implantado pela prefeitura de Belo Horizonte, com financiamento do governo federal, e com participao do Governo do Estado, por meio da Copasa e Cemig.

    "Esta uma obra da prefeitura municipal com o apoio do governo federal e tambm com apoio do Governo do Estado. A companhia de saneamento do Estado, Copasa, a companhia de energia do Estado, a Cemig, estiveram juntas no planejamento dessa obra, e hoje me sinto imensamente feliz. Venho aqui saudar a bela parceria que ns construmos ao longo de todos esses anos", disse Acio Neves, em pronunciamento.
    O prefeito Fernando Pimentel, o ministro de Desenvolvimento Social, Patrus Ananias, e o ministro das Cidades, Mrcio Fontes tambm participaram do evento, ao lado do governador e do presidente da Repblica.
    "Em cada canto dessa cidade existe uma obra, existe um resultado dessa extraordinria parceria que ns construmos. Portanto, apenas para saud-los j no final do ano, deixar-lhes o meu abrao e a confiana, presidente Lula, de que ns continuaremos construindo uma Minas Gerais cada vez melhor para a sua gente", disse o governador.

                                                                   Redes coletoras

    As obras de ampliao do sistema de esgotamento sanitrio do Aglomerado da Serra comearam em outubro de 2007. medida em que esto sendo feitas as obras de conteno de encostas, drenagem pluvial e asfaltamento pela prefeitura de Belo Horizonte, a Copasa implanta as redes coletoras e interceptoras e interliga os ramais prediais. O investimento de R$ 6 milhes.
    Sero implantados 18 mil metros de redes coletoras e 1.340 metros de interceptores na regio, e executados mais de 4.000 ligaes prediais de esgoto. Ao final das obras, previsto para outubro de 2009, tero sido atendidas as 50 mil pessoas que vivem na regio.
    Essas aes iro contribuir, tambm, para a revitalizao do crrego Cardoso, que passa na regio, uma vez que os esgotos deixaro de ser lanados em seu leito, melhorando, com isso, a qualidade de vida dos moradores. O aglomerado da Serra j tem 100% de sua populao abastecida com gua tratada pela Copasa.

                                                                    Avenida Cardoso

    A avenida do Cardoso tem 1.635 metros de extenso e 16 de largura e corta o Aglomerado da Serra, ligando a avenida Mem de S, no bairro Santa Efignia, rua da Passagem, no bairro Serra. Em funo do terreno acidentado, dois trechos da avenida foram feitos em viadutos.
    Os investimentos para a construo da avenida do Cardoso foram de R$ 189,6 milhes, sendo R$ 156 milhes do governo federal, por meio da Caixa Econmica Federal e BNDES. Desse total de R$ 156 milhes, R$ 18,1 milhes so do PAC.
    Ao longo da avenida, esto sendo construdos prdios de apartamentos destinados s famlias removidas para a realizao das obras. J foram entregues aos moradores do aglomerado 272 unidades habitacionais, alm das 88 que esto sendo entregues hoje. A avenida conta com pistas de skate, parkour, bicicross e quadra de basquete.
    Alm da avenida Cardoso e da construo da Praa de Esportes, que j esto concludos, esto previstos para o Aglomerado da Serra alargamentos de ruas, construo de mil moradias, urbanizao de 30 quilmetros de becos, erradicao das reas de risco, drenagem, construo de reas de lazer e esporte, universalizao da coleta de esgoto e construo de duas bacias de conteno de cheias.

                                                                      Vila Viva

    O Vila Viva no Aglomerado da Serra referncia nacional. Alm das obras fsicas, o Vila Viva engloba aes de promoo social e desenvolvimento scio-organizativo em aes de remoo e reassentamento, educao sanitria e ambiental e criao de alternativas de gerao de trabalho e renda.
    Aps o trmino da urbanizao, a rea ser legalizada com a emisso das escrituras dos lotes aos ocupantes. O Vila Viva est em andamento em outros locais da cidade como o Taquaril, Morro das Pedras, Vila So Jos, Vila Califrnia e na Pedreira Prado Lopes.

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 12, 2008

    Aumento do IPTU em BH no foco de debate na Comisso de Defesa do Consumidor da Assemblia de Minas. Assunto polmico ser debatido, segunda-feira, dia 15 na ALMG. Foram convidados o prefeito Fernando Pimentel e o presidente da Cmara de BH, Tot Teixeira.

    As modificaes no sistema de cobrana do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em Belo Horizonte sero debatidas em reunio conjunta das Comisses de Defesa do Consumidor e do Contribuinte e de Participao Popular da Assemblia Legislativa de Minas Gerais nesta segunda-feira (15/12/08). A reunio, solicitada pelos deputados Joo Leite (PSDB) e Dlio Malheiros (PV), est marcada para as 14h30, no Auditrio.
    As mudanas no IPTU esto previstas no Projeto de Lei 1.891/08, que tramita na Cmara Municipal. De autoria do prefeito Fernando Pimentel, a proposio divide a cidade em zonas, definindo para cada uma delas o valor do metro quadrado que serve de referncia para a cobrana do imposto. A previso da Secretaria Municipal de Finanas de que a arrecadao suba 30% at 2012.
    O deputado Dlio Malheiros quer cobrar explicaes do Executivo municipal. "Nesse momento de crise mundial, em que o valor dos imveis est em queda acentuada, no faz sentido a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) propor um aumento to absurdo no IPTU, que incide justamente sobre o preo da moradia", contesta. Ele tambm critica a pressa da prefeitura para a votao do projeto. "Se o objetivo , de fato, que as novas regras passem a vigorar s em 2010, a PBH no precisaria usar o rolo compressor na Cmara, sem abrir o dilogo com a populao", questiona o deputado, que pretende ouvir as propostas das associaes de bairro durante a audincia pblica.
    As crticas ao reajuste do IPTU so compartilhadas pelo deputado Joo Leite, que acredita que o projeto uma afronta populao. "O IPTU de Belo Horizonte ser o mais caro do Brasil. Alguns imveis sofrero reajuste de at 150%", afirmou o deputado em discurso recente no Plenrio da ALMG. O deputado disse ter sido procurado por representantes da Associao de Moradores da Zona Sul, preocupados com o ndice do reajuste. De acordo com o parlamentar, cerca de 22.800 imveis sero atingidos com reajuste de quase 150%. "Os novos ndices esto apoiados em nmeros do mercado de 2006, mas o cenrio hoje outro. Temos que pensar nos cenrios para 2009, 2010", analisou.
    Convidados - Foram convidados para a reunio o prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel; o presidente da Cmara Municipal, Tot Teixeira; o secretrio municipal de Finanas, Jos Afonso Bicalho Beltro da Silva; o presidente da Cmara do Mercado Imobilirio, Ariano Cavalcanti de Paula; o professor da Faculdade Ibmec, Eduardo Serna Coutinho; o presidente das Associaes da Unio de Bairros da Zona Sul, Marcelo Marinho Franco; os presidentes dos Conselhos Regionais de Economia, Wilson Bencio Siqueira; e de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea-MG), Gilson Queiroz.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 11, 2008

    POSSE do novo secretrio de Desenvolvimento Social de Minas, deputado Agostinho Patrus Filho, do PV, lotou o Pavilho de Eventos do Palcio da Liberdade, aqui em BH. DETALHE: estou orgulhoso de ter sido o prof. dele, de como se postar diante das cmeras. Ele fez conosco o media trainnig "Socorro, Estou na TV", em 2007. E o pai dele, o saudoso Agostinho Patrus "o nosso querido padrinho" tambm deve estar orgulhoso do filho, que inicia uma brilhante carreira poltica, seguindo a tradio do pai, que foi presidente da Assemblia de Minas e secretrio de Estado por duas vezes - nos governos de Eduardo Azeredo e de Acio Neves. Parabns ao meu amigo Agostinho Patrus Filho!!! AS FOTOS VALEM POR MIL PALAVRAS.

     

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 11, 2008

    NOITE DO VINHO da SBAV de Minas no San Diego Sutes, em Lourdes, foi grande SUCESSO!!! As fotos so do nosso amigo, o blogueiro Gio Ahmad do (www.giovanini.com.br)

    Christvo Jnior, diretor de degustao, Teresa Christina, diretora administrativa,
    Germn Alarcn, presidente executivo, e Mrcio Oliveira,
     vice-presidente executivo, todos da Sbav/MG. (Foto: Gio Ahmad)


    O executivo de carreira da hotelaria
    e presidente do conselho consultivo da Abih/MG, Jos Aparecido
    Ribeiro,
    com o diretor regional da Embratel, Altivo Oliveira,
    e o jornalista e expert em mdia televisiva Joo Carlos Amaral.



    Bruno Barboza, Patrcia Aguilar, Mariela Miranda e Germn Alarcn,
    todos da Zenithe Travel Operadora Turstica - uma das maiores
    e melhores empresas de turismo especializadas em roteiros eno-grastronomicos
    do Brasil. do Brasil.








                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 11, 2008

    O FATO E AS FOTOS. Juarez Tvora foi empossado hoje como deputado estadual. Ele o primeiro suplente do PV. Assumiu na vaga aberta com a ida do deputado Agostinho Patrus Filho para a Secretaria de Desenvolvimento Social.

     

      
      
      


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 11, 2008

    EMPOSSADO hoje o suplente de deputado estadual do PV, Juarez Tvora. Ele assumiu o cargo aberto com a ida do deputado Agoastinho Patrus Filho, para a secretaria de Estado de Desenvolvimento Social.

    O deputado Juarez Tvora (PV) tomou posse na Assemblia Legislativa de Minas Gerais em cerimnia realizada na tarde desta quinta-feira (11/12/08), no Plenrio. A solenidade foi conduzida pelo presidente da ALMG, deputado Alberto Pinto Coelho (PP). Tvora assumiu vaga aberta com a licena do deputado Agostinho Patrs Filho, do mesmo partido, que assumiu a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social no mesmo dia.
    Juarez Tvora de Freitas Jnior, 38 anos, recebeu 35.929 votos para deputado estadual nas eleies de 2006, ficando como primeiro suplente do PV, que elegeu sete deputados ALMG. No governo do Estado, era o vice-presidente da Fundao Rural Mineira (Ruralminas), cargo que deixa para exercer o mandato de deputado. diretor rodovirio do Sindicato da Indstria da Construo Pesada de Minas Gerais (Sicepot). Atua na rea de construes, conservao de rodovias e edificaes de prdios e saneamento bsico pela empresa Real Ibiza Empreendimentos Ltda.
    Durante a cerimnia de posse, Tvora foi acompanhado ao Plenrio pelos colegas de bancada, Incio Franco e Dlio Malheiros. Os deputados integraram a mesa de conduo dos trabalhos, juntamente com o presidente da ALMG, com o 1-vice-presidente, deputado Doutor Viana (DEM), e o 1-secretrio, deputado Dinis Pinheiro (PSDB). Dinis Pinheiro leu o termo de posse e logo aps Juarez Tvora prestou juramento de honrar o mandato confiado pelo povo mineiro.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 11, 2008

    FOI agora tarde, a POSSE de Agostinho Patrus Filho na Secretaria de Desenvolvimento Social do governo Acio Neves.











    Omar Freire/Imprensa MG


    O governador Acio Neves empossou hoje no Palcio da Liberdade, o deputado estadual Agostinho Patrus Filho (PV) como o novo secretrio de Estado de Desenvolvimento Social. Ele assumiu o cargo que vinha sendo ocupado interinamente pelo secretrio adjunto Juliano Fisicaro. Acio Neves ressaltou a importncia do trabalho desenvolvido na Secretaria de Desenvolvimento Social e anunciou que o novo secretrio toma posse na prxima semana.

    "Essa uma secretaria de importncia estratgica enorme para Minas Gerais. As polticas finalsticas na rea social so todas conduzidas por essa secretaria como o projeto Travessia, o Poupana Jovem, a rea de Direitos Humanos, a aplicao dos recursos do Sistema nico de Assistncia Social, onde Minas hoje vanguarda. Minas, segundo o prprio Ministrio de Desenvolvimento Social e Combate  Fome, o Estado que mais avanou na aplicao desses recursos, em parceria com os municpios.", afirmou.

    O governador destacou que o trabalho na Secretaria de Desenvolvimento Social deve continuar sendo a ser feito em parceria com as prefeituras. " uma secretaria que tem uma sinergia muito grande com os municpios e o deputado Agostinho Patrus, pelo que demonstrou nessa sua trajetria poltica, est em plenas condies de conduzi-la nesta etapa", disse.

    A Secretaria de Desenvolvimento Social foi comandada pelo deputado federal e prefeito eleito de Juiz de Fora, Custdio Mattos, at o meio deste ano, e j foi administrada tambm pelo deputado estadual Joo Leite. Agostinho Patrus disse que pretende, nos prximos dias, se reunir com os ex-secretrios e com o atual Juliano Fisicaro para conhecer os detalhes da pasta.

    "Vou tambm sentar com ex-secretrios, com o deputado Joo Leite, tambm com o deputado Custdio Mattos, para me inteirar da secretaria. Juntamente com outros rgos do Estado, uma secretaria de importncia muito grande. O Governo de Minas tem trabalhado nos ltimos seis anos com o objetivo de tornar Minas Gerais no melhor estado para se viver. E acaba sendo a rea finalstica desses projetos da Secretaria de Obras, da Copasa, da Cemig, das secretarias de Esporte, Sade e Educao. Ento, uma responsabilidade grande, mas com o apoio do partido, com o apoio dos meus colegas, espero desempenhar um bom papel frente da secretaria", disse o novo secretrio de Estado, que estava acompanhado do secretrio de Estado de Governo, Danilo de Castro e do presidente estadual do PV, deputado federal Jos Fernando de Oliveira.

                                                                     COMENTRIO
    O Governador Acio em uma tacada s consegue agradar a "Gregos e Troianos"... Ele reconhece neste gesto a importncia do PV, faz justia, que h muito se esperava e acerta na mosca, quando escolhe Agostinho Patruz para a Secretaria de Desenvolvimento Social,
    pois trata-se de um homem notadamente possuidor de todos os quesitos para esta funo: Inteligente, equilibrado, coerente, discreto, competente, conciliador, humano nos detalhes, tecnicamente capaz, inquestionavelmente honesto, integro, ilibado e sobretudo vocacionado para a coisa pblica.
    Daqueles que podemos confiar e que temos satisfao de dizer que pertencemos ao mesmo Partido dele.
     
    Parabns para o nosso Governador Acio Neves e os melhores fluidos para o Agostinho que assume uma misso das mais nobres e importantes na carreira de um Poltico com "P" MAISCULO, como ele .
    Queira Deus que o Mrcio tambm tenha o mesmo senso de justia e a sensibilidade do nosso Governador na escolha da sua equipe de governo para Belo Horizonte...
     
    Um abrao
    Jos Aparecido Ribeiro
    Presidente do Conselho Consultivo da ABIH/MG


    Estudioso dos Assuntos da Cidade e membro do PV-BH/MG.

    Estudioso dos Assuntos da Cidade e membro do PV-BH/MG.


    #1. Elisabeth Merelim - Juiz de Fora-MG
    determinao e vontade de acerta sempre. Esse um dos lemas do Governador Acio. Sem dvida uma articulao bem feita, na direo.
    ps ser um dos mais acirrados interlocutor do Frum Dilogos da Terra, para que mineiros "desfrutassem dessas guas", na defesa do meio ambiente. Acio Neves faz jus, as intenes e nomeia um defensor do Partido Verde. Integrar aes sociais, desenvolvimento sustentvel com "pinceladas de ecologia". Antes de tudo a inteligncia um dos atributos mais notveis da humanidade. Esse ato de nomeao ainda conta com novas alianas no campo da poltica!




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 11, 2008

    Agostinho Patrus Filho assume pasta de Desenvolvimento Social. Posse foi dada, agora a pouco, pelo governador Acio Neves no Palcio da Liberdade, aqui em BH. Na vaga de deputado dele na Assemblia de Minas, o presidente do Parlamento, deputado Alberto Pinto Coelho, empossou o suplente de Patrus, o empresrio Juarez Tvola, primeiro suplente do PV, que obteve quase 36 mil votos nas eleies de 2006.


    Deputado Agostinho Patrus Filho o mais novo auxiliar
    do governador Acio Neves
    na pasta de secretrio de Desenvolvimento Social 
    e o casal Bete e deputado Brulio Braz

    PERFIL
    Agostinho Patrus Filho foi eleito deputado estadual em 2006 pelo PV. Durante seu mandato parlamentar, foi membro efetivo das comisses de Redao e de Fiscalizao Financeira e Oramentria. Em 2007, foi lder da bancada do PV na Assemblia Legislativa e, no ano seguinte, lder do bloco formado pelo PV, PPS, PSB e PSC.
    Formado em Administrao, ps-graduado em Gesto Empresarial e Logstica, pela Fundao Getlio Vargas. vice-presidente da Cmara talo-Brasileira de Indstria, Comrcio e Artesanato de Minas Gerais e diretor licenciado da Federao das Empresas de Transporte de Carga de Minas Gerais. 



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 10, 2008

    REFORMA TRIBUTRIA. O assunto foi discutido hoje em Braslia pelo governador de Minas Acio Neves. No Senado, o governador se reuniu na Sala da Presidncia com senadores e discutiu o cenrio poltico nacional e apresentou a proposta dele de ajuste no texto da reforma tributria que tramita no Congresso.









                                                   Acio Neves e presidente da CNI 
                                                      debatem reforma tributria


                             
                             Foto arquivo.

    O governador Acio Neves se reuniu, nesta quarta-feira (10), em Braslia, com o presidente da Confederao Nacional da Industria (CNI), Armando Monteiro Neto. Durante o encontro, os dois conversaram sobre a reforma tributria e tambm sobre a crise financeira internacional e seus desdobramentos no Brasil.
    Acio Neves explicou ao presidente da CNI a proposta defendida por ele, de ajustes na reforma tributria que tramita no Congresso, para que ela seja votada a partir de maro do prximo ano. Na sua avaliao, a questo central da reforma tributria o fundo de compensao das perdas de receita que os estados tero, com a mudana da legislao tributria.
    "Foi prudente o adiamento dessa discusso, pois existem questes no texto que precisam ainda ser aprimoradas. O ambiente de crise deve ser observado no momento da discusso da reforma tributria, mas no deve se transformar na razo para fortalecer o discurso daqueles que no querem a reforma tributria.
    Com algumas correes, com a rediscusso do texto, talvez com o enxugamento de alguns detalhamentos que no me parecem necessrios em matria constitucional, a matria pode ser votada a partir de maro.
    Sem o aodamento que alguns demonstraram agora nesse perodo pr-recesso, mas tambm sem utilizar artifcios para posterg-la indefinidamente", afirmou o governador, em entrevista.
    Acio Neves defende que seja mantida a compensao das perdas relativas Lei Kandir, aos estados exportadores, mas que tambm seja criado um outro fundo, para a equalizao de receitas aos estados que tiverem perdas durante um determinado perodo, decorrentes da reforma tributria.
    "Disse ao presidente Armando Monteiro que precisaramos ter um fundo de ressarcimento, mesmo que parcialmente, das perdas que os estados exportadores vm tendo. Defendo que seja estabelecido um conceito claro de perdas, que seria, a meu ver, a variao da receita do ano anterior corrigida pela inflao e pelo crescimento nominal do PIB.
    Os estados que, ao ser feita essa correo, no alcanassem esse patamar, teriam como acessar um fundo, que seria razovel que fosse estabelecido em torno de R$ 10 bilhes, com recursos do Tesouro Nacional. E se esse fundo no fosse suficiente, essa compensao poderia ainda ser feita com descontos do pagamento das parcelas do servio da dvida com a Unio", explicou Acio Neves.
    O governador afirmou que as perdas dos estados exportadores so de cerca de R$ 20 bilhes anuais. O ressarcimento que a Unio tem feito, com base nos dados do Oramento de 2007, em torno de R$ 5,2 bilhes. "Mas quero externar, mais uma vez, que vejo aspectos positivos no projeto da reforma tributria, que merecem a nossa compreenso e o nosso apoio.
    A unificao da legislao de ICMS , na verdade, sinalizador tambm para a diminuio da sonegao, para ter um acrscimo de receita, para o fim da guerra fiscal, que tem sido perversa para com o pas. Acho que os fundos de desenvolvimento regionais so uma necessidade premente no Brasil, com tantas desigualdades como as que ns temos hoje, e algumas sinalizaes que ela traz claras ao setor produtivo", disse Acio Neves.

                                                                           Agenda de Minas

    O presidente da CNI, tambm em entrevista aps o encontro, afirmou que o adiamento da reforma tributria foi uma atitude realista. Ele elogiou as medidas tomadas pelo Governo de Minas para apoiar a iniciativa privada no enfrentamento dos primeiros reflexos internos da crise mundial.
    "Devemos destacar que, nesse momento de crise, o Estado de Minas vem adotando uma agenda que se alinha muito com as agendas propostas pela CNI, para atenuar os efeitos da crise. Lembro que o primeiro estado do Brasil que adotou medidas na rea de prorrogao de prazo de recolhimento de tributos foi Minas Gerais, que tem estado muito atenta ao acompanhamento desse processo, exatamente, para evitar o agravamento dos efeitos da crise", disse Armando Monteiro.

                                                                         Senado

    Aps a reunio na CNI, Acio Neves se reuniu com senadores na sala da presidncia do Congresso Nacional. Durante o encontro, o governador debateu o cenrio poltico nacional e apresentou a sua proposta de ajuste no texto da reforma tributria que tramita no Congresso.
    "Vim aqui externar aos senadores minha posio em relao a esse tema, e obviamente falamos um pouco de poltica tambm. Em relao reforma tributria, achei extremamente adequada a posio tomada pela Cmara dos Deputados de adiar para o ano que vem a discusso da matria. No defendia nem o aodamento com que alguns queriam vot-la, muito mais para imprimir uma marca de votao este ano, mas tampouco acho que ns devemos posterg-la indefinidamente", disse Acio Neves, que tambm participou da posse de Ubiratan Aguiar na presidncia do Tribunal de Contas da Unio.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 10, 2008

    POLTICA.Acaba de ser inaugurado o Espao Jos Aparecido de Oliveira na Assemblia de Minas.

    O presidente da Assemblia, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), vrios deputados, polticos e autoridades participaram, na noite desta quarta-feira (10), da inaugurao do Espao Democrtico Jos Aparecido de Oliveira. Trata-se do hall principal da Assemblia, que fica na rea voltada para a Praa Carlos Chagas e ganhou esse nome em homenagem ao ex-ministro da Cultura e ex-embaixador Jos Aparecido de Oliveira, falecido em 2007. Tambm foi promovido um concerto, a Cantata de Natal, com a participao de vrios corais pblicos, e inaugurada a iluminao de Natal da ALMG.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 10, 2008

    HOJE, 18 horas, no hall da Assemblia de Minas, aqui em BH, homenagem meria do ex-ministro JOS APARECIDO DE OLIVEIRA.

      

    O ex-ministro e ex-embaixador Jos Aparecido de Oliveira, falecido em outubro de 2007, ser homenageado pela Assemblia Legislativa de Minas Gerais nesta quarta-feira, 10 de dezembro de 2008, s 18 horas. O nome do poltico mineiro ser dado ao hall principal da ALMG, que fica na rea voltada para a Praa Carlos Chagas e passar a se chamar, assim, "Espao Democrtico Jos Aparecido de Oliveira". Logo depois, no mesmo local, ter incio a Cantata de Natal, apresentao com 300 vozes de 16 corais de instituies pblicas.

    O Espao Democrtico Jos Aparecido de Oliveira ser identificado por uma placa com a imagem do ex-ministro, produzida pelo artista plstico itabirense Luiz Eugnio Quinto Guerra, o Genin, que ficar na Tribuna Popular. Na parede lateral ao hall, prximo ao Salo Nobre, ser exibida uma linha do tempo, mostrando por meio de fotos e textos, os principais fatos da vida de Jos Aparecido. A viva, Leonor Gonalves de Oliveira, e os filhos, Maria Ceclia e Jos Fernando, participaro da cerimnia. Jos Fernando hoje deputado federal de Minas Gerais pelo PV. O presidente da Assemblia, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), e o deputado Carlos Mosconi (PSDB), que solicitou a denominao do espao, falaro em homenagem ao ex-ministro.

    Jos Aparecido de Oliveira, que faria 80 anos em 17 de fevereiro de 2009, nasceu em So Sebastio do Rio Preto, antigo distrito de Conceio do Mato Dentro. Seus pais foram Modesto Justino de Oliveira e Araci Pedrelina de Lima Oliveira. Jornalista, ocupou diversas funes de destaque na vida pblica e notabilizou-se pela habilidade no trato poltico. Comeou sua carreira na UDN e mais tarde filiou-se ao MDB.

    Secretrio particular do presidente Jnio Quadros, foi Aparecido quem redigiu o relato oficial notificando a renncia de Jnio. Organizou uma grande biblioteca com os arquivos pessoais do ex-presidente. Eleito deputado federal com expressiva votao em Minas Gerais, em 1962, teve o mandato cassado pela ditadura militar. Jos Aparecido tambm foi secretrio estadual de Agricultura, Governo, Interior e Justia, no governo Magalhes Pinto. Em 1983, voltou a se eleger para a Cmara de Deputados, de onde afastou-se para implantar e assumir a Secretaria de Estado da Cultura do governo Tancredo Neves. Depois de eleito presidente da Repblica, Tancredo deu a Aparecido uma misso: criar um ministrio voltado para o setor cultural, separadamente da pasta da Educao.

    Mesmo depois da morte de Tancredo, em abril de 1985, Aparecido assumiu o ministrio da Cultura, por apenas um ms, at ser deslocado pelo presidente Jos Sarney para o governo do Distrito Federal. Em 1988, trs anos depois de chegar ao Palcio do Buriti, Aparecido retornou ao Ministrio da Cultura. No governo do ento presidente Itamar Franco, foi embaixador do Brasil em Portugal, sendo um dos fundadores da Comunidade dos Pases de Lngua Portuguesa.

    Concerto de Natal ter 300 vozes

    Aps a homenagem a Jos Aparecido de Oliveira, a Assemblia Legislativa promove, s 19 horas, um encontro de 16 corais de instituies pblicas do Estado, em comemorao ao aniversrio de Belo Horizonte. O evento ser no mesmo espao. O tema da apresentao ser Cantata de Natal 300 vozes. Em sua segunda edio, o evento trar diversas cantigas tradicionais, entre elas, Anjos Santos a Cantar, Bate o sino, Noite feliz, Linda Noite e Boas festas. Haver ainda apresentao do cravista Antnio Carlos de Magalhes, da solista Aline Lobo e do conjunto de cmara da Polcia Militar. A cantata tambm marcar a inaugurao da iluminao de Natal do Palcio da Inconfidncia.

    Alm do Coral da Assemblia, participam os corais das seguintes instituies: Copasa, AABB, Tribunal de Contas (Contas e Cantos), Usiminas, Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea-MG), Secretaria de Estado de Educao (Educanto), Secretaria de Estado de Sade (Vozes da Sade), Hemominas, Frum Lafayette, Imprensa Oficial, Ipsemg, Ministrio Pblico, Prodemge (TI em Canto), INSS (Vozes das Gerais) e dos Correios (Vozes de Minas).

    O ex-ministro e ex-embaixador Jos Aparecido de Oliveira, falecido em outubro de 2007, ser homenageado pela Assemblia Legislativa de Minas Gerais nesta quarta-feira, 10 de dezembro de 2008, s 18 horas. O nome do poltico mineiro ser dado ao hall principal da ALMG, que fica na rea voltada para a Praa Carlos Chagas e passar a se chamar, assim, "Espao Democrtico Jos Aparecido de Oliveira". Logo depois, no mesmo local, ter incio a Cantata de Natal, apresentao com 300 vozes de 16 corais de instituies pblicas.

    O Espao Democrtico Jos Aparecido de Oliveira ser identificado por uma placa com a imagem do ex-ministro, produzida pelo artista plstico itabirense Luiz Eugnio Quinto Guerra, o Genin, que ficar na Tribuna Popular. Na parede lateral ao hall, prximo ao Salo Nobre, ser exibida uma linha do tempo, mostrando por meio de fotos e textos, os principais fatos da vida de Jos Aparecido. A viva, Leonor Gonalves de Oliveira, e os filhos, Maria Ceclia e Jos Fernando, participaro da cerimnia. Jos Fernando hoje deputado federal de Minas Gerais pelo PV. O presidente da Assemblia, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), e o deputado Carlos Mosconi (PSDB), que solicitou a denominao do espao, falaro em homenagem ao ex-ministro.

    Jos Aparecido de Oliveira, que faria 80 anos em 17 de fevereiro de 2009, nasceu em So Sebastio do Rio Preto, antigo distrito de Conceio do Mato Dentro. Seus pais foram Modesto Justino de Oliveira e Araci Pedrelina de Lima Oliveira. Jornalista, ocupou diversas funes de destaque na vida pblica e notabilizou-se pela habilidade no trato poltico. Comeou sua carreira na UDN e mais tarde filiou-se ao MDB.

    Secretrio particular do presidente Jnio Quadros, foi Aparecido quem redigiu o relato oficial notificando a renncia de Jnio. Organizou uma grande biblioteca com os arquivos pessoais do ex-presidente. Eleito deputado federal com expressiva votao em Minas Gerais, em 1962, teve o mandato cassado pela ditadura militar. Jos Aparecido tambm foi secretrio estadual de Agricultura, Governo, Interior e Justia, no governo Magalhes Pinto. Em 1983, voltou a se eleger para a Cmara de Deputados, de onde afastou-se para implantar e assumir a Secretaria de Estado da Cultura do governo Tancredo Neves. Depois de eleito presidente da Repblica, Tancredo deu a Aparecido uma misso: criar um ministrio voltado para o setor cultural, separadamente da pasta da Educao.

    Mesmo depois da morte de Tancredo, em abril de 1985, Aparecido assumiu o ministrio da Cultura, por apenas um ms, at ser deslocado pelo presidente Jos Sarney para o governo do Distrito Federal. Em 1988, trs anos depois de chegar ao Palcio do Buriti, Aparecido retornou ao Ministrio da Cultura. No governo do ento presidente Itamar Franco, foi embaixador do Brasil em Portugal, sendo um dos fundadores da Comunidade dos Pases de Lngua Portuguesa.

    Concerto de Natal ter 300 vozes

    Aps a homenagem a Jos Aparecido de Oliveira, a Assemblia Legislativa promove, s 19 horas, um encontro de 16 corais de instituies pblicas do Estado, em comemorao ao aniversrio de Belo Horizonte. O evento ser no mesmo espao. O tema da apresentao ser Cantata de Natal 300 vozes. Em sua segunda edio, o evento trar diversas cantigas tradicionais, entre elas, Anjos Santos a Cantar, Bate o sino, Noite feliz, Linda Noite e Boas festas. Haver ainda apresentao do cravista Antnio Carlos de Magalhes, da solista Aline Lobo e do conjunto de cmara da Polcia Militar. A cantata tambm marcar a inaugurao da iluminao de Natal do Palcio da Inconfidncia.

    Alm do Coral da Assemblia, participam os corais das seguintes instituies: Copasa, AABB, Tribunal de Contas (Contas e Cantos), Usiminas, Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea-MG), Secretaria de Estado de Educao (Educanto), Secretaria de Estado de Sade (Vozes da Sade), Hemominas, Frum Lafayette, Imprensa Oficial, Ipsemg, Ministrio Pblico, Prodemge (TI em Canto), INSS (Vozes das Gerais) e dos Correios (Vozes de Minas).

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 10, 2008

    MAIS 7.343 Vereradores. Proposta de Emenda Constituio Federal aprovada na Comisso de Constituio e Justia do Congresso. Depende agora de votao no plenrio do Senado federal.

    A Comisso de Constituio, Justia e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou nesta tarde uma proposta de emenda Constituio (PEC) que regula o nmero de vereadores em cada municpio. A proposta foi feita pela Cmara dos Deputados e a estimativa de aumentar em 7.343 mil o nmero de vereadores. O texto ser votado ainda no Plenrio do Senado.



    Segundo o relator da matria, senador Csar Borges (PR-BA), a proposta determina uma proporo "mais adequada" entre a quantidade de vereadores e a populao do municpio. A proposta altera determinao do Supremo Tribunal Federal (STF) confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que fez com que 2,4 mil municpios tivessem sua cmaras municipais reduzidas.
    A determinao judicial criou 36 faixas de limite de vereadores e fez com que municpios com at 47 mil habitantes ficassem com o mnimo de nove vereadores. Com isso, o nmero de vereadores caiu de mais de 58 mil para 51.924.
    De acordo com o texto do senador, o nmero de vereadores passa a ser estipulado por 24 faixas de representatividade - desde municpios com at 15 mil habitantes (que tero nove vereadores no mnimo) at cidades com populao superior a 8 milhes (mximo de 55 vereadores). Borges disse que a PEC procura "restabelecer a representao da populao" nos municpios. O artigo que tratava dos repasses ser discutido em outra oportunidade.
                                    Informaes da Agncia Senado e da Agncia Brasil

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 10, 2008

    LINHA VERDE inaugurada. O governador Acio Neves inaugurou ontem a mais importante obra dos ltimos anos em BH. A LINHA VERDE que liga BH ao Aeroporto Internacional presidente Tancredo Neves em Confins. Junto com o secretrio de Obras, Fuad Noman e o prefeito de BH, Fernando Pimentel, aparecem na foto abaixo, junto com o deputado Vander Borges e o diretor geral do DER Jos lcio Montese. Confira.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 10, 2008

    HOJE no plenrio da Assembl[ia de Minas, a comemoprao dos 60 anos da DECLARAO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS. A Reunio Especial ser s 20 horas, com transmisso AO VIVO pela TVAssemblia.


                                                         Deputado Durval ngelo preside
                                                        a Comisso de Direitos Humanos

    Os 60 anos da Declarao Universal dos Direitos Humanos sero lembrados em Reunio Especial da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, nesta quarta-feira (10/12/08). Solicitada pelo presidente da Comisso de Direitos Humanos, deputado Durval ngelo (PT), a reunio ser s 20 horas, no Plenrio. O coordenador do Centro de Apoio Operacional s Promotorias de Conflitos Agrrios, procurador Afonso Henrique de Miranda Teixeira, receber a placa comemorativa.
    A Reunio Especial integra a programao de eventos agendados para a prxima semana, que inclui vrias aes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese). A Assemblia tambm promover reunio da Comisso de Direitos Humanos um dia antes, na tera-feira (9), s 17 horas, no Teatro. Nessa reunio, ser divulgado relatrio quantitativo e qualitativo sobre a situao dos direitos humanos em Minas, a partir de cinco dimenses: socioeconmica, mulher, negro, criana e adolescente e violncia. De acordo com a Sedese, a iniciativa pioneira no Brasil.
    Para o deputado Durval ngelo (PT), o cumprimento da Declarao Universal dos Direitos Humanos no depende somente da consagrao desses direitos em leis. " preciso, acima de tudo, vontade poltica e mobilizao popular", ressalta. Ele destaca avanos no processo de transformar em polticas pblicas os ideais estabelecidos na declarao, como o lanamento dos Programas Nacionais de Direitos Humanos, de Educao e de Segurana Pblica em Direitos Humanos.
    Na avaliao dele, essas aes no so, no entanto, suficientes. Ele relata situaes de desrespeito aos direitos humanos, inclusive por parte do Estado e seus agentes. "Ainda registramos chacinas, tortura, condies degradantes nas prises e impunidade dos violadores. Alm disso, ao no dar condies a todos os seus cidados para que satisfaam suas necessidades humanas bsicas, o Estado impede o exerccio de direitos econmicos e sociais, compromete os direitos civis e polticos e, principalmente, os direitos de igualdade", analisa.
    Apesar de a causa dos direitos humanos ter deixado de ser uma bandeira restrita a alguns movimentos sociais, o parlamentar avalia que ainda h um grande caminho a ser percorrido at que haja uma conscincia efetiva desses direitos. "Essa mudana de mentalidade passa por um processo que abrange a educao formal e informal e envolve toda a sociedade, desde governos, ONGs, sindicatos e movimentos sociais, at igrejas, escolas, partidos polticos e cada um dos cidados."

                                                                  Sobre a declarao

    A declarao um dos documentos bsicos da Organizao das Naes Unidas (ONU) e foi assinada em 10 de dezembro de 1948. Nela, so enumerados os direitos que todos os seres humanos possuem.
    A declarao representa o ideal comum a ser atingido por todos os povos e naes, e a ONU indica que se devem adotar medidas progressivas de carter nacional e internacional para assegurar seu reconhecimento e observncia.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 10, 2008

    HOJE noite no Chevorolet Hall.

     Gravao do DVD da cantora mineira, LEE DICRISTIAN no Chevrolet Hall, aqui em BH. Confira detalhes da carreira dela.

    O COLRIO desta quarta-feira, daqui de BH mesmo!!!
    A cantora mineira LEE DICRISTIAN.
    Fique de olha na moa que um grande talento musical.
    Ela grava DVD ao vivo, HOJE, dia 10 de dezembro
    no Chevrolet Hall, aqui na capital.
    Notcia vem do jornalista Schubert Arajo da Multitexto.

    Msica Pop Sertaneja revela
    novo talento mineiro


      










     


    Jovem, bonita, talentosa, obstinada e perfeccionista. Apesar de reunir todos esses atributos e saber que eles so o passaporte para uma carreira vitoriosa, a mineira de Belo Horizonte Lee Dicristian, de apenas 21 anos, humilde o bastante para ter conscincia que construir uma carreira demanda tempo, dedicao, pacincia e, principalmente, muito trabalho.

     
    Aos 21 anos e com dois CDs j gravados, com participao,
     inclusive, de Srgio Reis, Lee Dicristian grava seu primeiro DVD ao vivo,
    no Chevrolet Hall, dia 10 de dezembro

    HOJE dia 10 de dezembro, no Chevrolet Hall, Lee DiCristian dar mais um passo importante nesta trajetria: gravar, ao vivo, o primeiro DVD da sua carreira, durante mega show que contar com produo, direo e msicos de primeira linha do cenrio nacional. 

                                                    DNA Sertanejo 

    M
    sica, cavalos e rodeios fazem parte do DNA da cantora e so parte integrante da sua vida. O pai, o empresrio Paulo Miranda, dono de uma companhia de rodeios, a Paulo Miranda Cia de Rodeios, umas das mais importantes e conceituadas do pas. Na fazenda, em Entre Rios (MG), a pequena Lee aprendeu a montar e amar os cavalos. 
    A descoberta da msica aconteceu cedo na vida de Lee Dicristian. Aos 12 anos ela foi selecionada pela professora de canto do Colgio Nossa Senhora das Dores, localizado no bairro Floresta em Belo Horizonte, para cantar no coral da escola. Pouco tempo depois, ainda como integrante do coral, participou de um festival de corais em So Loureno, no Sul de Minas, e o grupo conquistou o segundo lugar geral do encontro.
    O contato com a msica em Minas foi parcialmente interrompido em 2001, quando Lee mudou-se com sua famlia para Vitria da Conquista (BA). Nos dois anos em que morou na Bahia, Lee Dicristian aproveitou o tempo para conhecer melhor e pesquisar as bandas regionais e os sons baianos. 
    De volta a Belo Horizonte em 2004, a cantora sobe ao palco pela primeira vez durante um showmcio da me, que se candidatou a prefeita pela cidade de Entre Rios (MG). A emoo de cantar num palco para muita gente e ver que conseguiu romper o medo e agradar em cheio a platia, a estimularam a tentar uma segunda vez.
    Na segunda experincia, ela cantou com os dois filhos do Srgio Reis, tambm em Entre Rios. Depois disso, ela participou de um festival com uma msica feita por ela mesma (letra e msica), chamada "Vai embora, vai de vez", conquistando o terceiro lugar.
    O prximo passo, incentivada pela famlia, pelos amigos e pelo prprio Srgio Reis, foi gravar seu primeiro CD. 
    Passeando pelo Pop Sertanejo e baladas, o repertrio da cantora inclui msicas de Zlia Duncan ("Catedral"); Evandro Guara ("Marca da Paixo"); Rangel e Caio ("Corpo e Alma"); Nila Branco ("Diverso"); Ira e Pitty ("Eu quero sempre mais");
    Chitozinho e Xoror ("Evidncia"); Bruno e Marrone ("Apaziguar"); Edson e Hudson ("Festa Louca" e "Porta Retratos"); uma verso Pop do hit "Have you ever seen the raim", da banda Creedence, intitulada "Agora eu vou",
    e uma verso em Xot da msica "Corao", da banda baiana Rapazolla, entre vrios outros hits de sucesso.

                                          Produo do DVD rene
                                feras do cenrio musical nacional

    A direo artstica de Svio Fernatti (Lex Luthor Produes de Eventos) e os Cenrios so assinados por Joo  Fbio Soares. 
    O baixista da banda Luiz Gustavo Garcia, que j tocou com Ivete Sangalo, Roberto Carlos, Zez di Camargo & Luciano, Srgio Reis, Bruno & Marrone, entre outros,
    alm de ter participado do maior projeto da msica sertaneja de todos os tempos, chamado ``Amigos``, que virou especial de fim de ano da rede Globo durante cinco ano e posteriormente se transformou em um programa semanal pela emissora. 
    O guitarrista o Marcos  Alencar, mais conhecido como Kwen, msico da dupla Bruno & Marrone; 
    O produtor e arranjador o Beto Paciello, que produziu recentemente o CD de estria de Thaeme Marito, a paranaense vencedora da segunda temporada do reality show musical dolos.  Paciello tambm produz o High School Musical Brasil. 
    O baterista ninguem menos que o internacional e verstil Maguinho, que tem seu nome nas fichas tcnicas de todos os estilos musicais pop, samba, sertanejo, MPB, Gospel, instrumental, inclusive do T-Square (grupo instrumental japons) e do saxofonista canadense Jean-Pierre Zanella.
    Maguinho, que comeou sua carreira aos 16 anos com o cantor L Borges, j trabalhou com Djavan, Chico Buarque, Francis Hime, Simone, Gal Costa, Leila Pinheiro, Johnny Alf, entre vrios outros, alm de grandes nomes da msica instrumental como Mrcio Montarroyos, Joe Calderazzo, Nico Assumpo, Natan Marques e vrios outros.
    No  currculo do baterista constam ainda apresentaes no famoso Blue Note, de Nova Iorque, e participaes nos festivais internacionais de Montreux (Sua), Montreal (Canad) e Tubingen, na Alemanha. 
     

                               Primeiro CD foi gravado aos 17 anos  

    Antes deste DVD, Lee DiCristian j gravou dois CDs: "De Corpo e Alma", no qual teve a participao especial  do cantor Srgio Reis,
    que gravou com ela a faixa sete do disco,  "Tocando em Frente", de Renato Teixeira e Almir Sater; e ``A Marca da Paixo``, com msicas como Corpo e Alma (Rangel/Caio);
    Msica e Lgrima (Reinaldo Arias/Cludia Rabello); entre outras.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 10, 2008

    COLRIO em dose dupla. DE ENCHER OS OLHOS de beleza. Vem do portiflio do colunista Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.


    Monik Miranda cheia de
    charme na noite da W 100


    Thamires Montezzi,
    bela presena no Privilge

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 10, 2008

    O DIA na Assemblia. Projeto do Cercadinho recebe trs emendas

    Durante a Reunio Extraordinria de Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais na manh desta quarta-feira (10/12/08), o Projeto de Lei (PL) 2.880/08, que trata da Estao Ecolgica do Cercadinho, recebeu quatro emendas e foi encaminhado Comisso de Meio Ambiente e Recursos Naturais, para parecer. O projeto de autoria dos deputados Adalclever Lopes e Gilberto Abramo, do PMDB, e prope a reduo da rea do Cercadinho para permitir a realizao de obras de infra-estrutura de ligao e acesso entre as rodovias BR-356 e MG-030. A proposio, que tramita em 1 turno em regime de urgncia, teve discusso encerrada por ter permanecido na pauta por quatro reunies. Na mesma reunio foi encerrada a discusso dos PLs 2.684 e 2.877, de 2008.
    As emendas so: n 1, do deputado Irani Barbosa (PSDB), que prope a suspenso dos licenciamentos ambientais de quaisquer empreendimentos e de anlises de novos parcelamentos do solo, na rea de 5 km para cada lado do eixo central da MG-030 e BR-356 e o limite dos municpios de Nova Lima e Rio Acima, at a aprovao do Plano Diretor Metropolitano; n 2, do mesmo autor, que determina que qualquer empreendimento comercial, industrial, residencial ou de qualquer natureza no Vale dos Cristais, em Nova Lima, dever submeter-se a prvio licenciamento ambiental.
    A emenda n 3, do deputado Alencar da Silveira Jr (PDT), determina que todo o permetro da Estao do Cercadinho dever ser protegido por barreira fsica que impea o acesso rea, preservadas as necessidades para as obras virias. A barreira fsica dever preservar as caractersticas paisagsticas no local. E a emenda n 4, do deputado Antnio Jlio (PMDB), que veda a aprovao de novos empreendimentos privados numa faixa de 2 km de largura, contados a partir do eixo de ligao entre a BR-356 e a MG-030, nos dois lados, por um perodo de cinco anos a contar da implementao no disposto na futura lei.
    Por terem tido discusso encerrada, passam para a fase de votao os PLs 2.684 e 2.877, de 2008. O primeiro, de autoria do deputado Agostinho Patrs Filho (PV), dispe sobre a iseno do ICMS na importao de mquinas, equipamentos, partes e acessrios destinados a empresas de radiodifuso. O segundo, do governador, dispe sobre o pagamento de abono aos servidores inativos do Poder Executivo.

                                             ICMS Solidrio continua em discusso

    A discusso do PL 637/07, do deputado Dinis Pinheiro (PSDB), voltou a movimentar as discusses do Plenrio. O projeto, conhecido como ICMS Solidrio, dispe sobre a distribuio da parcela da arrecadao do Imposto de Circulao de Mercadorias e Servios destinado aos municpios. Um requerimento de inverso de pauta para apreciao prioritria dessa proposio, do deputado Gilberto Abramo, foi motivo de muitos debates.
    O principal embate ficou entre os deputados Weliton Prado (PT) e Dinis Pinheiro. O primeiro criticou a forma final do projeto, o substitutivo n 5, afirmando que no haver grandes ganhos para os municpios. J o autor do projeto afirmou que mesmo no tendo o vigor do texto original, a verso atual o que se conseguiu negociar com todos os parlamentares. E destacou que de qualquer forma, 734 municpios sero beneficiados, principalmente os mais pobres.
    Os deputados Getlio Neiva (PMDB), Durval ngelo (PT) e Gilberto Abramo pediram que o discurso sobre o ICMS fosse colocado em prtica e se passasse votao. Outros dois deputados petistas, Almir Paraca e Paulo Guedes, criticavam o projeto, chamando a redistribuio de receita prevista de "esmola", mas declarando sua inteno de votar a favor, alm de prometer voltar luta por uma redistribuio mais justa de receitas do Estado no prximo ano.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 9, 2008

    Comisso de Segurana Pblica convida novo Procurador-Geral de Justia, Alceu Torres, a ir Assemblia de Minas.

                                     
                                       Alceu Torres - novo Procurador-Geral de Justia de Minas.
    A Comisso de Segurana Pblica da Assemblia Legislativa de Minas Gerais aprovou nesta tera-feira (9/12/08) requerimento para receber o novo procurador-geral de Justia, Alceu Jos Torres Marques, nomeado para o binio 2009-2010. De acordo com o requerimento, de autoria dos deputados Sargento Rodrigues (PDT) e Dlio Malheiros (PV), o objetivo da reunio levar ao conhecimento de todos as propostas da nova gesto que se inicia no Ministrio Pblico, principalmente no que tange s aes voltadas para a segurana pblica do Estado.
    Foi aprovado tambm requerimento do deputado Sargento Rodrigues para a realizao de audincia pblica para obter esclarecimentos sobre a transferncia do sargento Warnei Borges da Silva do 19 Batalho da Polcia Militar de Belo Horizonte para Almenara (Vale do Jequitinhonha), por ordem do comandante do batalho, tenente-coronel Marco Antnio de Souza Rodrigues. De acordo com o deputado, o sargento foi transferido porque seu filho teria passado as mos nas costas da filha do comandante durante uma pose para fotografia.
    Foi aprovado ainda requerimento do deputado Dlio Malheiros para que seja encaminhado ofcio ao secretrio de Estado de Defesa Social solicitando informaes sobre a populao carcerria de Minas Gerais. Foram aprovados ainda dois requerimentos que dispensam a apreciao do Plenrio.Presenas - Deputados Sargento Rodrigues (PDT), presidente; Adalclever Lopes (PMDB) e Delvito Alves (DEM).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 9, 2008

    Os 70 anos de Betim sero comemorados no plenrio quinta-feuira, dia 11, s 20 horas, no plenrio. Requerimento foi do deputado Rmulo Veneroso.

    Os 70 anos de Betim sero comemorados na prxima quinta-feira (11/12/08), no Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, s 20 horas. A Reunio Especial foi requerida pelo deputado Rmulo Veneroso (PV). Para ele, homenagear a cidade uma honra. "Betim desafia o progresso, cresce mais de 10% ao ano. um plo de emprego e gerao de renda", disse.
    O parlamentar afirmou que o municpio um exemplo a ser seguido, pois " norteado pela responsabilidade, democracia, transparncia, compromisso, tica e muito respeito", completou.
    Histria - A cidade, que fica a 30 quilmetros de Belo Horizonte, um dos principais plos de concentrao industrial de Minas Gerais. Originado em 1711, com a vinda do bandeirante Joseph Rodrigues Betim, o territrio por muitos anos foi conhecido por vrios nomes, como Arraial da Capela Nova.
    Mas foi em 1938 que Betim foi elevado a municpio por meio de decreto do governador Benedicto Valladares Ribeiro. No fim dos anos 40, foram implantadas as primeiras indstrias, como a Cermica Brasilia, alm de algumas siderrgicas de ferro-gusa.
    Em 1968, surgiu o primeiro grande empreendimento industrial, a Refinaria Gabriel Passos, responsvel pelo desenvolvimento de muitas atividades complementares, como o comrcio atacadista de combustveis.
    Com a implantao da Fiat Automveis na cidade, em 1976, Betim se tornou o segundo plo industrial automobilstico do pas.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 9, 2008

    Novidade na Internet. RDIO ASPRA - A Voz do Praa da PM e dos Bombeiros de Minas. Entra no ar, amanh, dia 10 na web: www.aspra.org.br (Desejamos sucesso!!!)

    A Associao dos Praas Policiais e Bombeiros Militares de Minas Gerais (Aspra PM/BM), a partir do dia 10, adota nova ferramenta de comunicao web, a Rdio Aspra A Voz do Praa. Sob o coordenao do jornalista Jlio Baranda, trata-se de mais um veculo de comunicao que os scios e os demais militares tem disposio para se informar, entreter e, acima de tudo, buscar a valorizao de sua classe.
    Com uma grade musical diversificada, a Rdio Aspra atende a todos gostos, tocando MPB pop rock, passando pelo sertanejo, samba, ax e pagode, com um mergulho no flashback.
    Conhea um pouco da programao jornalstica da Rdio Aspra. A cada meia hora uma informao diferente, em formato dinmico.
    Aspra Informa: Notcias sobre convnios, servios e projetos da Associao de interesse do associados e seus dependentes.
    Aspra Entrevista: Entrevistas com temas variados, que podem ser sugeridos pelos ouvintes.
    Ponto de Vista: o editorial da Rdio Aspra sobre diversos assuntos.
    Seu Direito: Esclarecimento sobre direito militar, previdencirio, trabalhista. Temas que podem ser sugeridos pelo ouvinte.
    Lazer e Cultura: Informaes sobre teatro, cinema, shows e outros tipos de lazer.
    Cursos e Concursos: Espao para registrar informaes sobre cursos e concursos de interesse geral e dos policiais e bombeiros militares.
    Em Alerta: Dicas de sade, sempre com profissionais especializados.
    Consumidor em Foco: Orientaes do Procon para o consumidor, com temas que podem ser sugeridos pelo ouvinte.
    Aspra Pesquisa: A cada semana uma pesquisa de preos variada, uma parceria da Aspra com o site Mercado Mineiro.
    Talentos Internos: Espao para divulgao dos artistas da famlia militar.
    Previso Militar: Previses meteorolgicas dirias.
    Acesse: www.aspra.org.br
    Informaes:Adriana Duarte Assessora de Imprensa
    9635-9000/8709-2373

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 9, 2008

    Defensoria Pblica em debate na Assemblia de Minas. Amanh, dia 10, s 15 horas, na Comisso de Administrao Pblica.

    A Comisso de Administrao Pblica da Assemblia Legislativa de Minas Gerais se rene nesta quarta-feira (10/12/08), s 15 horas, no Auditrio, para discutir problemas ligados Defensoria Pblica.
    O autor do requerimento para a audincia, deputado Ivair Nogueira (PMDB), explica que foi procurado por defensores com denncias de perseguio poltica por parte do defensor pblico-geral. Esta situao surgiu a partir de deciso do Supremo Tribunal Federal (STF) que considerou inconstitucionais artigos de leis que efetivaram 126 defensores pblicos que exercem a funo sem terem sido aprovados em concurso especfico para o cargo.
    O STF declarou inconstitucionais os artigos 140 (caput e pargrafo nico) e 141 da Lei Complementar 65, de 2003; o artigo 55 (caput e pargrafo nico) da Lei 15.788, de 2005, e o artigo 135 (caput e pargrafo 2) da Lei 15.961, de 2005, todas elas estaduais, que efetivavam 126 defensores pblicos no especificamente aprovados em concurso.
    Segundo documento encaminhado por esses defensores pblicos, a expectativa de que haja um reaproveitamento dos servidores, a exemplo do que foi feito em outros rgos do Estado, e que cada caso seja analisado individualmente.
    Enquanto buscam por seus direitos, esses defensores alegam que esto sendo perseguidos pela direo da Defensoria Pblica, e que tiveram os salrios de setembro reduzidos. Ainda de acordo com o documento, um mandado de segurana interposto junto ao Tribunal de Justia de Minas Gerais determinou o pagamento dos salrios.
    Foram convidados para a audincia pblica a secretria de Estado de Planejamento e Gesto, Renata Vilhena; o defensor pblico-geral do Estado, Belmar Azze Ramos; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MG), Raimundo Cndido Jnior; e os defensores pblicos Glauco David de Oliveira e Marlene Chaves Gonalves.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 9, 2008

    CDL JOVEM faz 20 anos e recebe reconhecimento do Parlamento Mineiro. Foi atravs do deputado Gustavo Valadares, do DEM. Quem recebeu - das mos da deputada Maria Lcia Mendona e Gustavo Valadares - a placa comemorativa foi Davidson Cardoso, presidente da CDL Jovem.

     
     
     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 9, 2008

    Hoje, dia 9, s 20 horas no Auditrio do anexo 1, doTribunal de Justia,rua Gois, 229, centro de BH.

                                                                          JUSTA HOMENAGEM.
                                                            Comenda desembargador Ayrton Maia.


                                                 
                                      O saudoso desembargador 
                                                Ayrton Maia

    O Tribunal de Justia Desportiva de Minas Gerais e a Federao Mineira de Futebol realizaro a Solenidade de entrega da "COMENDA DESEMBARGADOR AYRTON MAIA", aos agraciados de 2008, no dia 9 de dezembro, s 20:00 horas, no Auditrio do Anexo I, do Tribunal de Justia, Rua Gois, 229, Centro. 
     

    A Comenda foi instituda pelo TJD-MG, levando o nome de seu ex-presidente e um dos maiores incentivadores do Direito Desportivo no pas, Desembargador Ayrton Maia e visa homenagear as pessoas ou entidades que prestaram ou venham prestando relevantes servios ao desporto nacional, ao Direito e Justia Desportiva.  

    Os agraciados de 2008, eleitos por unanimidade pela Comisso da Comenda, foram o Desembargador Osmando Almeida e a AGAP - Associao de Garantia ao Atleta Profissional do Estado de Minas Gerais.







                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 8, 2008

    Dinheiro da Secretaria de Tuirsmo de Minas para 21 Associaes. Valor total 210 mil. Solenidade amanh, tera-feira, dia 9, s 11 da manh, no Liberty Palacae Hotel, da presidente da ABIH de Minas, Silvnia Capanema.









         Setur assina convnio 
            com Circuitos Tursticos mineiros



    (Foto Arquivo). A secretria de Turismo de Minas, rica Drumond
    entre dois dois craques da hotelaria, Maarten Van Sluys e Z Aparecido Ribeiro,

     

    A secretria de Estado de Turismo, rica Drumond, assinar, nesta tera-feira (9), s 11h, convnio de repasse de R$ 210 mil, com 21 Associaes de Circuitos Tursticos Mineiros. Sero contemplados circuitos certificados pelo Governo de Minas, de acordo com a Resoluo 008/2008. A iniciativa se insere na poltica de descentralizao de aes e dos recursos da Secretaria de Estado de Turismo e tambm no trabalho de fortalecimento dos Circuitos Tursticos, enquanto instncias de governana regional.
    Os Circuitos Tursticos atendidos nesta etapa tero disposio o valor de R$ 10 mil a serem investidos em infra-estrutura de sedes, projetos de desenvolvimento do turismo das regies e em aes de qualificao e promoo.
    Sero contemplados as seguintes Associaes dos Circuitos Tursticos: Caminho Novo, Caminhos Verdes de Minas, Grutas e Mar de Minas, Guimares Rosa, Lago de Irap, Lago Trs Marias, Lagos, Malhas do Sul de Minas, Montanhas Cafeeiras de Minas, Montanhas Mgicas da Mantiqueira, Nascentes das Gerais, Pico da Bandeira, Serra do Brigadeiro, Serra do Cabral de Minas e Cachoeiras, Serra Geral do Norte de Minas, Serras de Minas, Serras do Ibitipoca, Serras e Cachoeiras, Terras Altas da Mantiqueira, Trilha dos Inconfidentes e Vale Verde e Quedas D'gua.
    Servio:
    ASSINATURA DE CONVNIO COM CIRCUITOS TURSTICOS
    Data: 09/12/08
    Horrio: 11h   
    Local: Liberty Palace Hotel - Rua Paraba n1465 BH/ MG



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 8, 2008

    O COLRIO desta segundona de feriado em BH - Dia de N.S. da Conceio, padroeira da capital - vem mais uma vez do portiflio do meu amigo Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.


    A modelo Rafaela Carvalho Ribeiro Costa,
    produzida por Ataliba (Binha) Jnior
     e fotografada por Carmelita Lavorato,
    especialmente para a coluna dominical
    (leia-se Csar Romero).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 8, 2008

    Semana na Assemblia de Minas - depois do feriado dets segunda-feira - ser movimentada. Os 60 anos da Declaro Universal dos Direitos Humanos, um debate sobre os 100anos de nascimento da educadora Lcia Casassanta e a inaugurao do Espao Z Aparecido de Oliveira, so alguns dos eventos que vo movimentar o Palcio da Inconfidncia,aonde funciona a Assemblia Legislativa de Minas. Vale conferir as outras informaes. Leia.

    Apesar do feriado do dia 8 de dezembro (comemorao do dia de Nossa Senhora da Conceio, padroeira de Belo Horizonte), a semana de 9 a 12/12/08 vai contar com intensa atividade na Assemblia Legislativa de Minas Gerais. Alm de seis reunies com convidados e um debate pblico, a agenda ser marcada pela comemorao dos 60 anos de assinatura da Declarao Universal dos Direitos Humanos.

    Trs das cinco audincias pblicas da semana acontecem na quarta-feira (10). s 9h15, a Comisso de Sade discute a reviso territorial do tratamento de radioterapia no Estado. O requerimento para a reunio do deputado Ruy Muniz (DEM), e consiste num desdobramento de reunio da comisso realizada em novembro, quando foi debatida a alterao feita pela Secretaria de Estado de Sade no credenciamento de uma clnica de radioterapia para atender os municpios do Leste mineiro. Os pacientes reclamaram que a mudana os prejudicou com o aumento das distncias a serem percorridas para a realizao do tratamento.

    s 10 horas, a Comisso de Educao, Cincia, Tecnologia e Informtica recebe convidados no Teatro para um debate em comemorao do centenrio de nascimento da educadora e escritora Lcia Casassanta. O vice-governador Antnio Anastasia e os secretrios de Estado da Educao, Vanessa Guimares, e de Cincia, Tecnologia e Ensino Superior, Alberto Portugal, esto entre os convidados. O requerimento do deputado Deir Marra (PR). Lcia Casassanta entrou para o magistrio antes dos 20 anos de idade e foi uma das responsveis pela renovao do ensino em Minas, aps dois anos de aperfeioamento nos Estados Unidos. Ela trabalhou na alfabetizao de crianas utilizando-se de um vasto repertrio literrio de sua autoria.

    A terceira reunio do dia ser no Auditrio. A Comisso de Administrao Pblica pretende debater a situao dos defensores pblicos que integram o quadro suplementar. A reunio, que comea s 15 horas, acontece a requerimento do deputado Ivair Nogueira (PMDB). Segundo ele, defensores pblicos o procuraram para denunciar perseguio poltica por parte do defensor pblico geral do Estado, Belmar Azze Ramos, que um dos convidados para a audincia.

                                         Poltica remuneratria do servidor ser discutida

    Na quinta-feira (11), a Comisso de Administrao Pblica tem outra reunio com convidados. s 9h30, no Plenarinho IV, os deputados vo discutir a necessidade do reenvio ALMG, pelo governador, do projeto de lei que estabelece as diretrizes da poltica remuneratria dos servidores pblicos do Estado. Esse projeto foi arquivado em janeiro do ano passado, aps uma tramitao difcil e polmica. O requerimento do deputado Doutor Viana (DEM).

    No mesmo horrio, a Comisso de Segurana Pblica estar no Auditrio para um debate sobre uma denncia de que os servidores do 6 Departamento de Polcia Civil de Lavras estariam cobrando indevidamente para que a banca examinadora da Circunscrio Regional de Trnsito do municpio exera suas atividades em outras cidades. O requerimento dos deputados Adalclever Lopes (PMDB), Antnio Jlio (PMDB), Gilberto Abramo (PMDB), Svio Souza Cruz (PMDB), Irani Barbosa (PSDB), Getlio Neiva (PMDB), Ivair Nogueira (PMDB) e da deputada Ceclia Ferramenta (PT).

    Na sexta-feira (12), o Plenrio sedia um debate pblico promovido pela Comisso de Meio Ambiente e Recursos Naturais, a partir das 9 horas. A requerimento do deputado Fbio Avelar (PSC), parlamentares, autoridades ambientais e especialistas fazem uma avaliao das aes governamentais para o cumprimento da Meta 2010, que prope tornar o Rio das Velhas, em sua passagem pela Regio Metropolitana de Belo Horizonte, propcio para a navegao, pesca e at banho. Esse compromisso foi assumido pelo governador Acio Neves em maro de 2004.

                                         Direitos humanos tambm destaque na semana

    Para comemorar a Declarao Universal dos Direitos Humanos, a Comisso de Direitos Humanos promove reunio na tera-feira (9), s 17 horas, no Teatro. O subsecretrio de Estado de Direitos Humanos, Joo Batista de Oliveira, foi convidado para apresentar um relatrio contendo o diagnstico dos direitos humanos no Estado. O documento contm estatsticas e uma anlise qualitativa elaborada a partir de cinco dimenses: socioeconmica, mulher, negro, criana e adolescente e violncia. De acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Social, a iniciativa pioneira no Brasil.

    Na quarta-feira (10), s 20 horas, como parte da semana de comemorao dos 60 anos da Declarao Universal dos Direitos Humanos, haver uma homenagem a esse que um dos documentos bsicos das Naes Unidas, assinado em 1948 e que contempla, em 30 artigos, direitos de todos os seres humanos.

    Homenagens - Duas outras reunies especiais esto marcadas para quinta-feira (11). s 14 horas, sero comemorados os 70 anos de fundao do Sindicato do Comrcio Varejista de Automveis e Acessrios de Belo Horizonte (Sincopeas BH), a requerimento do deputado Eros Biondini (PHS). s 20 horas, atendendo a requerimento do deputado Rmulo Veneroso (PV), o municpio de Betim ser homenageado por tambm estar completando 70 anos. Na sexta-feira (12), 19 horas, o Plenrio comemora os 150 anos da Estrada de Ferro Central do Brasil, a requerimento do deputado Joo Leite (PSDB).Duas outras reunies especiais esto marcadas para quinta-feira (11). s 14 horas, sero comemorados os 70 anos de fundao do Sindicato do Comrcio Varejista de Automveis e Acessrios de Belo Horizonte (Sincopeas BH), a requerimento do deputado Eros Biondini (PHS). s 20 horas, atendendo a requerimento do deputado Rmulo Veneroso (PV), o municpio de Betim ser homenageado por tambm estar completando 70 anos. Na sexta-feira (12), 19 horas, o Plenrio comemora os 150 anos da Estrada de Ferro Central do Brasil, a requerimento do deputado Joo Leite (PSDB).

    Natal - Na quarta-feira (10), a ALMG homenageia o ministro e embaixador Jos Aparecido de Oliveira, dando seu nome a um dos principais espaos da Casa dedicados manifestao popular, o hall da Tribuna Popular, que fica voltado para a Praa Carlos Chagas. A solenidade ser s 18 horas e dever contar com um pronunciamento do presidente da Assemblia, deputado Alberto Pinto Coelho (PP). J s 19 horas, a ALMG inaugura sua iluminao de Natal 2008, com uma apresentao de corais de instituies pblicas, com a participao de 300 vozes, no Hall das Bandeiras.Na quarta-feira (10), a ALMG homenageia o ministro e embaixador Jos Aparecido de Oliveira, dando seu nome a um dos principais espaos da Casa dedicados manifestao popular, o hall da Tribuna Popular, que fica voltado para a Praa Carlos Chagas. A solenidade ser s 18 horas e dever contar com um pronunciamento do presidente da Assemblia, deputado Alberto Pinto Coelho (PP). J s 19 horas, a ALMG inaugura sua iluminao de Natal 2008, com uma apresentao de corais de instituies pblicas, com a participao de 300 vozes, no Hall das Bandeiras.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 7, 2008

    Rede de Supermercados BAHAMAS ganha homenagem da Assemblia de Minas pelos seus 25 anos de fundao. Fotos de Toninho e texto de Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Dezembro 6, 2008

    Novo Secretrio de Desenvilvimento - no lugar de Custdio Mattos, que se elegeu prefeito de Juiz de Fora - o deputado AGOSTINHO PATRUS FULHO, do Partido Verde.









                                      Acio anuncia novo secretrio de Desenvolvimento Social

     









    Omar Freire/Imprensa MG

    O governador Acio Neves anunciou, nesta sexta-feira (5), no Palcio das Mangabeiras, o deputado estadual Agostinho Patrus Filho (PV) como o novo secretrio de Estado de Desenvolvimento Social. Ele assume o cargo que vinha sendo ocupado interinamente pelo secretrio adjunto Juliano Fisicaro. Acio Neves ressaltou a importncia do trabalho desenvolvido na Secretaria de Desenvolvimento Social e anunciou que o novo secretrio toma posse na prxima semana.

    "Essa uma secretaria de importncia estratgica enorme para Minas Gerais. As polticas finalsticas na rea social so todas conduzidas por essa secretaria como o projeto Travessia, o Poupana Jovem, a rea de Direitos Humanos, a aplicao dos recursos do Sistema nico de Assistncia Social, onde Minas hoje vanguarda. Minas, segundo o prprio Ministrio de Desenvolvimento Social e Combate  Fome, o Estado que mais avanou na aplicao desses recursos, em parceria com os municpios.", afirmou.

    O governador destacou que o trabalho na Secretaria de Desenvolvimento Social deve continuar sendo a ser feito em parceria com as prefeituras. " uma secretaria que tem uma sinergia muito grande com os municpios e o deputado Agostinho Patrus, pelo que demonstrou nessa sua trajetria poltica, est em plenas condies de conduzi-la nesta etapa", disse.

    A Secretaria de Desenvolvimento Social foi comandada pelo deputado federal e prefeito eleito de Juiz de Fora, Custdio Mattos, at o meio deste ano, e j foi administrada tambm pelo deputado estadual Joo Leite. Agostinho Patrus disse que pretende, nos prximos dias, se reunir com os ex-secretrios e com o atual Juliano Fisicaro para conhecer os detalhes da pasta.

    "Vou tambm sentar com ex-secretrios, com o deputado Joo Leite, tambm com o deputado Custdio Mattos, para me inteirar da secretaria. Juntamente com outros rgos do Estado, uma secretaria de importncia muito grande. O Governo de Minas tem trabalhado nos ltimos seis anos com o objetivo de tornar Minas Gerais no melhor estado para se viver. E acaba sendo a rea finalstica desses projetos da Secretaria de Obras, da Copasa, da Cemig, das secretarias de Esporte, Sade e Educao. Ento, uma responsabilidade grande, mas com o apoio do partido, com o apoio dos meus colegas, espero desempenhar um bom papel frente da secretaria", disse o novo secretrio de Estado, que estava acompanhado do secretrio de Estado de Governo, Danilo de Castro e do presidente estadual do PV, deputado federal Jos Fernando de Oliveira.

    Currculo

    Agostinho Patrus Filho foi eleito deputado estadual em 2006 pelo PV. Durante seu mandato parlamentar, foi membro efetivo das comisses de Redao e de Fiscalizao Financeira e Oramentria. Em 2007, foi lder da bancada do PV na Assemblia Legislativa e, no ano seguinte, lder do bloco formado pelo PV, PPS, PSB e PSC.

    Formado em Administrao, ps-graduado em Gesto Empresarial e Logstica, pela Fundao Getlio Vargas. vice-presidente da Cmara talo-Brasileira de Indstria, Comrcio e Artesanato de Minas Gerais e diretor licenciado da Federao das Empresas de Transporte de Carga de Minas Gerais.

                                                                     COMENTRIO
    O Governador Acio em uma tacada s consegue agradar a "Gregos e Troianos"... Ele reconhece neste gesto a importncia do PV, faz justia, que h muito se esperava e acerta na mosca, quando escolhe Agostinho Patruz para a Secretaria de Desenvolvimento Social,
    pois trata-se de um homem notadamente possuidor de todos os quesitos para esta funo: Inteligente, equilibrado, coerente, discreto, competente, conciliador, humano nos detalhes, tecnicamente capaz, inquestionavelmente honesto, integro, ilibado e sobretudo vocacionado para a coisa pblica.
    Daqueles que podemos confiar e que temos satisfao de dizer que pertencemos ao mesmo Partido dele.
     
    Parabns para o nosso Governador Acio Neves e os melhores fluidos para o Agostinho que assume uma misso das mais nobres e importantes na carreira de um Poltico com "P" MAISCULO, como ele .
    Queira Deus que o Mrcio tambm tenha o mesmo senso de justia e a sensibilidade do nosso Governador na escolha da sua equipe de governo para Belo Horizonte...
     
    Um abrao
    Jos Aparecido Ribeiro
    Presidente do Conselho Consultivo da ABIH/MG

    Estudioso dos Assuntos da Cidade e membro do PV-BH/MG.


    Estudioso dos Assuntos da Cidade e membro do PV-BH/MG.



    Estudioso dos Assuntos da Cidade e membro do PV-BH/MG.

    #1. Elisabeth Merelim - Juiz de Fora-MG
    determinao e vontade de acerta sempre. Esse um dos lemas do Governador Acio. Sem dvida uma articulao bem feita, na direo.
    ps ser um dos mais acirrados interlocutor do Frum Dilogos da Terra, para que mineiros "desfrutassem dessas guas", na defesa do meio ambiente. Acio Neves faz jus, as intenes e nomeia um defensor do Partido Verde. Integrar aes sociais, desenvolvimento sustentvel com "pinceladas de ecologia". Antes de tudo a inteligncia um dos atributos mais notveis da humanidade. Esse ato de nomeao ainda conta com novas alianas no campo da poltica!



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 5, 2008

    HOJE quem estar na residncia do advogado Dcio Freire - no jantar do nvele dele - o deputado federal do Piau, CIRO NOGUEIRA, candidato presidncia da Cmara Federal.

    O Nver do renomado advogado DCIO FREIRE vai movimentar QUEM QUEM em BH, hoje,sexta-feira.
    Ele e sua mulher Mariane, recebem para um requintado jantar
    na residncia do casal no Belvedere,
    a partir de 9 da noite. Ano passado estive l, na bela festa.
    Vale conferir algumas fotos, um REMEMBER de 2007.

     
    Mariane e Dcio Freire(o aniversariantre) - os anfries desta sexta-feira, dia 5, em BH.

    FOI ASSIM em dezembro de 2007.
    Nosso BLOG DE NOTCIAS registrou tudo.

    O cenrio era cinematogrfico: a prgola da piscina da residncia do casal Mariane/Dcio Freire no Belvedere.
    Um toldo imenso foi armado para dar conforto aos convidados que circularam pela festa.
    Menu correto, usque idem.
    O ssia do rei Roberto Carlos fez o maior sucesso.
    Uma banda levou muita gente para pista de dana.
    Dentre as dezenas de personalidades presentes destacamos:
    ]a vereadora Neuzinha Santos, do PT; a socialite carioca Vera Loyola;
    o deputado federal Rodrigo de Castro, filho do secretrio de goveno de Minas, Danilo de Castro;
    o deputado estadual Brulio Braz e esposa;
    o ex-diretor de Meio Ambiente da Anglogold Ashanti, Willer Ps e Katiana;
    o consultor de meio ambiente, Carlos Orsini;
    os jornalistas Paulo Csar de Olioveira,
    Carlos Lindember, Leopoldo Oliveira e Mrcio Fagundes do jornal Hoje em Dia;
    o colunista Eduardo Almeida Reis do Estado de Minas;
    o jornalista Walter Freitas; o empresrio Lincoln Sabino;
    os delgados Jairo Llis e Jos Fahat; o advogado Marcos Tito, Luiz Tito e a colunista Raquel Faria, Paulo Navarro e Walter Navarro do jornal O Tempo;
    o presidente da Federaminas, Arthur Lopes Filho;
    o colunista Marcelo Generoso; a jornalista Lena Brando;
    a decoradora Cida Amaral;
    o ex-deputado Leopoldo Bessone e seus causos polticos interessantes;
    o empresrio Rubens Lessa; o ex-presidente da Cohab, Ubiratan Soares,
    enfim, tanta gente importante que no deu pr anotar todas.
     Mas, as fotos dizem muito... VALEM POR MIL PALAVRAS.
    Confira as que fizemos l na festa do Dcio Freire.
    (CLICK na foto para AMPLI-LA)















     




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 5, 2008

    NOTA 1000

    FESTA EM ALTO NVEL no Restaurante Santa F, aqui em BH. Foi o almoo da Turma ministro Slvio de Figueiredo Teixeira, formada pela Faculdade de Direito da UFMG, de 1971.
     
    E este ano a comemorao foi ESPECIAL - com presena do ministro da Corte Internacional de Justia de Haia, ANTNIO AUGUSTO CANADO TRINDADE.

    Presente tambm outra personalidade de destaque no mundo jurdico internacional, o advogado Eduardo Grebler, que acaba de assumir a presidncia da ILA - Internacional Law Association, com sede em Londres.Confira as fotos da Festa de Confraternizao - coordenada pelo advogado Expedito Euzbio da Silva. 

                                         ATENO: Para AMPLIAR a foto s clicar nela!!!
















































     Comentrios

    #1. Fernando Soares Rodrigues
    Meu caro Joo Carlos,
    Nossos agradecimentos pela cobertura da querida Turma de 71 da "vetusta" Casa de Afonso Pena. Pude rever novamente, de casa, agora, os colegas, e o ministro Antnio Augusto, do qual sou colega desde os tempos do saudoso colgio de Aplicao, na rua Carangola. Meus cumprimentos e saudaes a todos.
    a) Fernando Soares Rodrigues 4-12-2008









    #2. ANTNIO D. GUEDES NETO
    Caro jornalista (chamo-o pela profisso como um elogio pela competncia com que a exerce):
    Feliz sua ligao, em seu amigo tirocnio , com a Turma 71/UFMG: ela propicia brilhantes e suaves momentos, como o encontro que voc retrata e valoriza com as sutis cores de sua pena mgica, de to perspicaz! Orgulhamo-nos de pertencer a ela, de termos como colegas figuras do quilate de um Juiz Antnio Augusto e a felicidade de um entusiasta como o colega, amigo, Juiz e visionrio Expedito Eusbio, como dinamizador de to felizes momentos. Abrao a todos. A. D. Guedes Neto 04/12/08.

    #3. EXPEDITO EUZBIO DA SILVA
    Prezado Amigo JOO CARLOS AMARAL:
    A turma de 1971 da Faculdade de Direito da UFMG (turma "Ministro Slvio de Figueiredo Teixeira") sente-se muito feliz e honrada em privar de sua amizade e agradece-lhe pelo carinho com que sempre a distinguiu. De minha parte, parabenizo-o pela excelente divulgao de mais um evento nosso e pela entrevista exclusiva com o Ministro ANTNIO AUGUSTO CANADO TRINDADE, que tambm lhe muito grato. O colega JOO BATISTA DA CRUZ, Embaixador do Brasil em Santa Lcia, no Caribe, seu assduo leitor, envia-lhe os cumprimentos e um abrao.
    Muito obrigado pela amizade e um grande abrao.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 4, 2008

    JUSTA HOMENAGEM. Comenda desembargador Ayrton Maia.

                                                 
                                      O saudodo desembargador 
                                                Ayrton Maia

    O Tribunal de Justia Desportiva de Minas Gerais e a Federao Mineira de Futebol realizaro a Solenidade de entrega da "COMENDA DESEMBARGADOR AYRTON MAIA", aos agraciados de 2008, no dia 9 de dezembro, s 20:00 horas, no Auditrio do Anexo I, do Tribunal de Justia, Rua Gois, 229, Centro. 
     

    A Comenda foi instituda pelo TJD-MG, levando o nome de seu ex-presidente e um dos maiores incentivadores do Direito Desportivo no pas, Desembargador Ayrton Maia e visa homenagear as pessoas ou entidades que prestaram ou venham prestando relevantes servios ao desporto nacional, ao Direito e Justia Desportiva.  

    Os agraciados de 2008, eleitos por unanimidade pela Comisso da Comenda, foram o Desembargador Osmando Almeida e a AGAP - Associao de Garantia ao Atleta Profissional do Estado de Minas Gerais.







                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 4, 2008

    BIG GRANDES IDIAS cria Campanha de de Fim de Ano da PBH.


    Campanha de fim de ano
    da Prefeitura de Belo Horizonte
    mostra sintonia entre a cidade
     e seus moradores

    Valeu, BH! em clima de festa e alegria, gerado pelas mudanas ocorridas em Belo Horizonte nos ltimos anos, que a prefeitura divulga sua campanha de final de ano.
    Criada pela BIG Grandes Idias, a campanha refora o orgulho de se morar na capital mineira e ressalta importantes aes e obras que transformaram a cidade e melhoraram a qualidade de vida da populao, como o programa Vila Viva, que modelo no s para o Brasil como para outros pases, a Escola Integrada, o Oramento Participativo e muitas outras.
    O ponto de partida para a criao da campanha foi o sol, smbolo da Prefeitura de Belo Horizonte. De acordo com o redator da BIG Grandes Idias e letrista do Clube da Esquina, Murilo Antunes, o jingle foi a primeira pea desenvolvida.
    "Pensamos na beleza do brilho do sol e na importncia que ele tem na vida das pessoas. A partir da, fizemos uma correlao entre ele e as realizaes da prefeitura", explica. A cano foi gravada por Aggeu Marques, uma das revelaes da msica mineira da atualidade.
    Durante uma semana, o jingle veiculou como teaser nas rdios da capital. Outro destaque a direo de Helvcio Ratton (diretor de Batismo de Sangue e Pequenas Histrias) e Wanderson Lustrin do VT de dois minutos, com duas redues. Foram mais de trs horas de filmagens areas.
    Em meio s imagens reais, efeitos de computao grfica mostram o sol da Prefeitura de Belo Horizonte seguindo em frente, simbolizando o desenvolvimento e o futuro. Esse recurso usado tambm nas peas grficas.
    Para o diretor da BIG, Paulo lvares, o aniversrio de 111 anos de Belo Horizonte est sendo comemorado com uma campanha que retrata o clima de otimismo da populao. "BH a capital do pas que mais se desenvolveu nos ltimos anos e considerada a melhor para se viver.
    Os moradores participam de algumas decises fundamentais e reconhecem a importncia disso. Estamos mostrando a sintonia que h entre o municpio e sua populao", destaca.
    Alm do VT de dois minutos, com duas redues, e spot de 60", a ao conta, ainda, com anncios de jornal e revista, backbus e abrigo. As peas grficas tm quatro modelos diferentes.
    A campanha ser veiculada at o dia 20 de dezembro.
    O VT pode ser assistido no youtube "BH 111 anos":
    http://br.youtube.com/watch?v=xxTPcfo7Z-4


    Ficha Tcnica:
    Coordenao de Campanha: Paulo lvares
    Direo de Criao: Avelino de Paula
    Direo de Arte: Leonardo Grasinoli
    Redao: Murilo Antunes
    Atendimento: Juliana Bahia e Frederico Diniz
    Produo Grfica:Dbora Domingos
    Fotgrafo: Fernando Martins e Acervo PBH
    RTVC: Eduardo Murta
    Mdia: Vnia Soares e Marina Domingues
    Finalizao: Eduardo Amaral
    Direo Geral de Vdeo: Helvcio Ratton
    Direo de Foto e Cena: W. Lustrin
    Produtora de Vdeo: BemVinda Filmes e Quimera Filmes
    Computao: Vinicius Vaz/ D2r
    Produtora de udio: Sync Studio
    Aprovao: Neirede Beiro e Fernando Pimentel.

    Ficha Tcnica:
    Coordenao de Campanha: Paulo lvares
    Direo de Criao: Avelino de Paula
    Direo de Arte: Leonardo Grasinoli
    Redao: Murilo Antunes
    Atendimento: Juliana Bahia e Frederico Diniz
    Produo Grfica:Dbora Domingos
    Fotgrafo: Fernando Martins e Acervo PBH
    RTVC: Eduardo Murta
    Mdia: Vnia Soares e Marina Domingues
    Finalizao: Eduardo Amaral
    Direo Geral de Vdeo: Helvcio Ratton
    Direo de Foto e Cena: W. Lustrin
    Produtora de Vdeo: BemVinda Filmes e Quimera Filmes
    Computao: Vinicius Vaz/ D2r
    Produtora de udio: Sync Studio
    Aprovao: Neirede Beiro e Fernando Pimentel.





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 4, 2008

    Governo Acio Neves vai investir 10 milhes de reais para atender 5 mil famlias nos conjuntos habitacionais da Cohab com energia solar. No primeiro ano do programa - 2009 - sero beneficiados 61 municpios.









                                                   Estado vai instalar aquecedor solar
                                                                em casas populares

     









    Wellington Pedro/Imprensa MG



    O governador Acio Neves anunciou, nesta quinta-feira (4), no Palcio da Liberdade, a instalao de sistema de aquecimento solar nos conjuntos habitacionais construdos pela Cohab, a partir do ano que vem. O Governo de Minas destinar R$ 10 milhes para atender 5 mil famlias por ano. Alm do aquecedor solar, cada famlia receber cinco lmpadas fluorescentes compactas, de 25 watts, que consomem menos energia. Em 2009, primeiro ano de execuo do programa, sero beneficiados moradores de 61 municpios.

    A utilizao de energia solar no aquecimento de gua, no lugar do chuveiro eltrico, permitir a reduo da demanda no horrio de ponta e uma economia de at 50% no consumo de energia eltrica do muturio. O governador afirmou que o programa tem um grande alcance social e ser implantado a partir da ao conjunta da Cohab e da Cemig.

     "Alm do efeito objetivo e prtico de levar a essas famlias aquecedores solares que j no primeiro instante podero significar uma economia entre 30 e 50% no consumo de energia eltrica o que bom para o Estado e bom para as famlias -, estamos percebendo que possvel sim integrar as aes do governo em todas as suas reas, por mais que elas, em uma primeira leitura, no paream to prximas", disse o governador, em seu pronunciamento.

    Qualidade de vida

    Segundo o governador, o programa Lares Geraes, de construo de casas populares pela Cohab, uma das marcas importantes do Governo do Estado. Ele disse que o dficit habitacional ainda existe em algumas regies, mas afirmou que Minas fez avanos importantes nos ltimos anos nessa rea.

    De acordo com Acio Neves, a Cohab concluir at o final deste ms as obras de 18 mil casas populares. A meta entregar outras 20 mil unidades entre 2008 e 2011. O programa dirigido a famlias que recebem at trs salrios mnimos.

    "Poderia citar um conjunto de aes coordenadas entre as vrias reas de governo, mas essa, via Cohab, tem grande importncia por seu altssimo alcance social. Estamos falando da retomada, em Minas Gerais, de um audacioso projeto habitacional e, com criatividade, estamos incorporando naquelas casas instrumentos modernos e econmicos para que essas famlias possam viver com uma qualidade de vida cada vez melhor", disse ele.

    Instalao

    O presidente da Cohab, Teodoro Alves Lamounier, explicou que famlias atendidas no tero nenhuma despesa com a instalao do aquecedor nem com as lmpadas especiais. O sistema de aquecimento inclui o coletor solar, um reservatrio trmico, tubulao de interligao entre o reservatrio trmico e o coletor e misturadores de gua. Segundo Lamounier, a meta do Governo de Minas captar recursos para ampliar o programa. A previso R$ 10 milhes anuais.

    "Pelos benefcios desse programa, e como a questo de economia e conservao de energia um problema importantssimo em escala nacional, provavelmente vamos ter acrscimo de recurso para ampliar ainda mais essa meta", afirmou.

    Cooperao

    Os aquecedores sero instalados pela Cemig em unidades residenciais indicadas pela Cohab, que ficar responsvel por fornecer a especificao tcnica, projetos e desenhos necessrios. A Cohab vai se encarregar tambm de coordenar e supervisionar a implantao dos sistemas, de buscar parcerias com rgos e entidades e ainda de celebrar convnios com municpios atendidos.

    A cooperao entre Cemig e Cohab visa atender legislao federal e resoluo da Agncia Nacional de Energia Eltrica (Aneel), que instituiu o Programa Anual de Combate ao Desperdcio de Energia Eltrica.

    A partir de 2005, o equipamento de aquecimento solar foi instalado em carter experimental em 2.285 casas populares construdas em dez municpios de vrias regies do Estado. So eles: Betim, Candeias, Conquista, Divinpolis, Dores de Campos, Governador Valadares, Itatiaiuu, Piedade de Caratinga, Pouso Alegre e So Joo del-Rei.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 4, 2008

    AGENDA. CDL Jovem recebe homenagem hoje tarde - 14h30m - na Assemblia de Minas. Iniciativa do deputado Gustavo Valadares, do DEM. Acompanhe AO VIVO pela TVA. Canal 11 na NET em BH. Interior UHF. Internet: www.almg.gov.br

    O Centro de Desenvolvimento Lojista Jovem de Belo Horizonte (CDL Jovem) ser homenageado pelos seus 20 anos de fundao, na prxima quinta-feira (4/12/08), s 14 horas, durante Reunio Especial no Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais. Criado em 27 de setembro de 1988, o CDL Jovem um rgo complementar da CDL/BH, e tem como objetivo desenvolver jovens lideranas, por meio da troca de experincias e contato com o mercado empresarial.
    De acordo com o deputado Gustavo Valadares (DEM), autor do requerimento que solicitou a reunio, o CDL Jovem uma entidade de grande importncia para o desenvolvimento de Belo Horizonte e do Pas, uma vez que incentiva o jovem a empreender de forma inovadora e mobilizadora. "Neste momento de crise, fundamental valorizar o jovem que tem vontade de mudar o mundo com determinao e coragem", observou o parlamentar.
    O CDL Jovem realiza eventos, tais como reunies, cursos, palestras e seminrios com o objetivo de atualizar os empresrios sobre as novidades da rea comercial. A organizao do Dia da Liberdade de Impostos e a criao da Faculdade de CDL/BH (Fatec-Comrcio), e da Fundao CDL Pr-Criana, tambm foram iniciativas dos jovens empreendedores.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 4, 2008

    CRISE Internacional na economia mobiliza deputados e empresrios na Assemblia de Minas. Na sequncia das fotos: o deputado Dlio Malheiros, o secretrio de Desenvolvimento Econmico do governo Acio Neves; o presidente do SINIEXTRA, Fernando Coura e o ex- ministro Paulino Ccero, presidente do SINDIFER. As fotos valem POR MIL PALAVRAS.

     
     




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 4, 2008

    Reflexos da CRISE Mundial em Minas. Sadas apontadas em reunio na Assemblia Legislativa: investir no mercado interno e REDUZIR as taxas de juros. Acompanhe os detalhes discutidos na Comisso do Trabalho.

    A soluo para vencer a crise financeira que j se abate no Brasil investir no mercado interno, reduzindo os juros para estimular o consumo. Este foi o consenso entre os participantes da audincia pblica realizada na tarde desta quarta-feira (3/12/08) pela Comisso do Trabalho, da Previdncia e da Ao Social da Assemblia Legislativa de Minas Gerais para discutir os impactos desse problema mundial na economia mineira. Alm de deputados, participaram da reunio representantes de empresrios, trabalhadores e o secretrio de Estado de Desenvolvimento Econmico, Raphael Guimares Andrade.
    Tambm houve unanimidade no reconhecimento de que ainda no h possibilidade de calcular a dimenso da crise e de que preciso reagir rapidamente para evitar danos piores na economia brasileira e no Estado. Na avaliao do secretrio, essa crise diferente porque no de demanda e, sim, de credibilidade, que gera uma retrao no mercado. Ele acredita que com a posse do novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, a confiana pode ser retomada. "Talvez 2009 no seja to ruim assim", espera ele.
    Em Minas, o setor mais atingido o de produo de ferro-gusa, que no conseguiu fechar nenhum contrato para os trs primeiros meses de 2009, de acordo com o presidente do Sindicato da Indstria do Ferro (Sindifer), Paulino Ccero. A prtica dessas indstrias fazer vendas para entregas com prazo de 90 dias. Isso significa que desde outubro no foi realizada nenhuma venda pelas siderrgicas mineiras.
    Paulino Ccero afirmou que 78% dos 108 altos-fornos instalados em Minas esto desligados. Os demais que ainda esto funcionando so responsveis por 35% da produo total. Ele lamentou que o setor viveu um crescimento exorbitante at agosto, quando o problema comeou. De dezembro de 2007 at julho deste ano, o preo do ferro-gusa subiu de US$ 400 para US$ 900 a tonelada. Com a interrupo dos pedidos, no h mais referncia de preo para o produto. Na opinio do empresrio, o problema conseqncia da crise sobre crdito. "H carncia de recursos para financiar o ferro-gusa", explicou.
    Como a maioria das siderrgicas esto localizadas em Sete Lagoas (Regio Central do Estado), o municpio o que mais est sendo ameaado. Segundo o presidente do sindicato dos trabalhadores no setor, Ernane Geraldo Dias, j foram demitidos 2,5 mil empregados das indstrias e trs siderrgicas j avisaram que vo paralisar as atividades a partir do dia 15 de dezembro. "A cidade est parada. E no sabemos o que pode ocorrer daqui para frente", lamentou o sindicalista.
    Reflexos negativos - A crise no setor guseiro atinge tambm outros segmentos. O deputado Dlio Malheiros (PV), que tambm participou da audincia, denunciou que 3.750 caminhes que transportam carvo para alimentar os altos-fornos esto parados no Vale do Jequitinhonha. Os caminhoneiros, segundo o parlamentar, acreditaram no aquecimento do mercado e financiaram os veculos. Agora, muitos deles esto vendendo suas casas para pagar as dvidas. " preciso sensibilizar a sociedade e pedir aos credores que tenham pacincia, pois a inadimplncia deve aumentar muito", sugeriu Malheiros.
    Outro setor que j sente os reflexos da crise da agropecuria. O assessor tcnico da Federao da Agricultura de Minas Gerais (Faemg), Pierre Santos Vilela, disse que muitos produtores fizeram investimentos, otimistas com o aquecimento da demanda mundial por alimentos. Com a alta do petrleo, compraram insumos a preos altos e, agora, vivem a expectativa da queda na renda com a retrao das compras pelos pases desenvolvidos. "Para muitos, os ganhos no esto cobrindo os investimentos", reclamou.
    Segundo Vilela, os reflexos devero ser sentidos na safra de 2010, em funo da suspenso dos investimentos dos produtores. Ele sugere que o governo garanta uma renda mnima para os agricultores para evitar a reduo no plantio.

                                          Deputados criticam inrcia do Governo Federal

    A crtica ao Governo Federal foi a tnica dos pronunciamentos de praticamente todos os deputados que participaram da reunio: Antnio Carlos Arantes (PSC), Braulio Braz (PTB), Domingos Svio (PSDB), Dalmo Ribeiro Silva (PSDB) e Neider Moreira (PPS). Na opinio dos parlamentares, o presidente Lus Incio Lula da Silva demorou muito a reconhecer a crise e, por isso, no se preparou para ela.
    Eles tambm reclamaram que o governo ainda no tomou as principais providncias para contornar o problema, que seriam a reduo dos juros e o corte nos gastos pblicos. Ao contrrio, como lembrou Antnio Carlos Arantes, o Executivo federal apresentou projeto de lei ao Congresso para elevar os salrios dos funcionrios pblicos. "A fobia de controlar a inflao no deixou que o mercado crescesse o que poderia", completou Braulio Braz.
    Ctico, Neider Moreira prev que o Brasil "mais uma vez na histria vai ficar para trs na retomada do crescimento, por falta de um projeto srio". Domingos Svio sugeriu que o governador Acio Neves seja o interlocutor dos mineiros junto ao Governo Federal para pedir uma soluo especialmente para o setor do ferro-gusa. Dalmo Ribeiro Silva encaminhou Mesa da Assemblia requerimento para criar uma comisso especial para apurar mais profundamente a crise e apresentar solues.
    Para a presidente da comisso, deputada Rosngela Reis (PV), preciso unir esforos de todos os setores da sociedade para se encontrar uma soluo para sair da crise. "H trabalhadores desempregados que no podem esperar nenhum dia, pois tm famlia para sustentar", disse.
    Os deputados aprovaram requerimento para agendar uma visita da comisso ao governador, para discutir os impactos da crise na economia estadual e buscar solues para minimizar os efeitos da recesso.

                      Aprovado parecer de projeto que obriga rodovirias a ter cadeiras de rodas

    Aps a suspenso da reunio devido ao fim audincia pblica que discutiu os impactos da crise, a Comisso retomou os trabalhos para analisar proposies. Foram aprovados pareceres de 1 turno a dois projetos de lei (PLs), dois requerimentos (alm de um lido durante a audincia pblica) e ainda nove proposies que dispensam a apreciao do Plenrio.
    Recebeu parecer favorvel o PL 2.557/08, da deputada Glucia Brando (PPS), que obriga terminais rodovirios a manter no mnimo uma cadeira de rodas para pessoas com deficincia ou que necessitem ocasionalmente desse equipamento. Na ausncia do relator, a presidente da comisso, deputada Rosngela Reis, redistribuiu o projeto para o deputado Dalmo Ribeiro Silva, que opinou pela aprovao do projeto com a emenda n 1, da Comisso de Constituio e Justia. A emenda altera o artigo n 2 da proposio e estabelece que as cadeiras de rodas, alm de terem uso gratuito, devero estar em conformidade com a Associao Brasileira de Normas Tcnicas (ABNT).
    A proposio prev que o nmero de cadeiras de rodas dever ser proporcional mdia de circulao diria de pessoas nas estaes de acordo com o seguinte critrio: uma cadeira para uma mdia de circulao de at mil pessoas por dia; trs cadeiras se essa mdia for entre mil e 3 mil pessoas; cinco cadeiras, com mdia entre 3 mil e 5 mil; oito cadeiras, para mdia entre 5 mil e 8 mil; e dez cadeiras, se a mdia for acima de 8 mil pessoas por dia. O PL 2.557/08 tambm determina que cabe administrao do terminal rodovirio afixar placas ou cartazes em locais visveis, indicando a disponibilidade do equipamento e o local onde o usurio poder solicit-lo.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 4, 2008

    ADI - Associao dos Dirios do Interior de Minas -homenageia o ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa, HOJE, 21 horas, no Hotel Ouro Minas, aqui em BH.

                        
                                          Ministro das Comunicaes  e senador Hlio Costa 
                             vai receber homenagem da ADIMG - Associao dos Dirios do Interior.

    A homenagem ser durante a posse da nova diretoria da ADIMG para o binio 2008/2010. Toma posse frente da entidade, Geraldo Magela Gonalves.
    O jantar marca os 15 anos da ADI, que segundo seu diretor-presidente homenageia o ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa, pelos relevantes servios prestados ao nosso Estado.
    Um detalhe: a ADIMG rene os principais dirios do interior de Minas, com uma tiragem diria superior a 100 mil exemplares, estando presente em todas as regies do Estado.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 3, 2008

    ARTIGO ESPECIAL enviado ao nosso BLOG DE NOTCIAS pelo consultor financeiro Wagner Gomes.

                                                                          A Serra, o que de Serra...
                                                                       e a Acio o que dele se cobra
                                                                                   - acrescento eu.

                                                   
                                                            
                                                                                   Wagner Gomes

    Ser vencedor
    quem souber como manobrar tanto as foras superiores
    como as inferiores Sun Tzu (544 - 496 A.C)


    Quase toda a mdia j elege Jos Serra como seu candidato preferencial para a sucesso em 2010. O noticirio bate, insistentemente, nessa mesma tecla, como se fora o samba de uma nota s. Possuidor de valores morais e ticos inquestionveis, o Governador de So Paulo tem em seu prprio partido um pretendente ao mesmo cargo, com iguais atributos.
    Conta, porm, em seu currculo, com a derrota que lhe fora impingida pelo tucano Geraldo Alckmin - que a ele terminou se impondo como candidato do PSDB em 2006 -, na corrida presidencial.
    Agora deu o troco com um estilo mais refinado, mostrando que a experincia acumulada j o torna uma raposa poltica de respeito. Ao ajudar eleger Gilberto Kassab como prefeito de So Paulo, teve em mente agregar sua candidatura a imensa capacidade de aparar arestas demonstrada pelo seu candidato e elo com o DEM. Kassab se reuniu com Alckmin a quem os tucanos serristas haviam trado logo aps o primeiro turno e conseguiu sua adeso.
    Aps ser eleito j foi recebido pelo Presidente Lula. E, aos olhos de Serra, a carreira do Kassab, sempre pautada na gratido, assegura-lhe a fidelidade de que precisa para suas movimentaes. Jos Serra sabe traar objetivos e sabe como persegui-los.
    Tambm sabe, como ningum, desconstruir a imagem de candidatos adversrios lembram-se de Roseana Sarney, Ciro Gomes, e mais recentemente, Geraldo Alckmin? E todos os brasileiros so unnimes em admitir que o seu objetivo primeiro seja o de se eleger presidente em 2010. A venda da Nossa Caixa ao Banco do Brasil, por R$ 6,3 bilhes, ir turbinar, ainda mais, sua gesto no Estado de So Paulo.
    J o Governador Acio Neves est se cercando de precaues, para que no venha a se sentir atropelado em idntica pretenso. Ao notar que o Brasil est se cansando de paulistas disputando a presidncia pelo seu partido (Mrio Covas em 1989, FHC em 1994 e 1998, o prprio Serra em 2002 e Alckmin em 2006), fez retornar o estilo mineiro de fazer poltica em grande estilo:
    logo depois do primeiro turno, quando Mrcio Lacerda amargava quase 20 pontos percentuais atrs do Leonardo Quinto e tudo cheirava a um desastre, o Governador Acio Neves chamou a imprensa e avisou: "a derrota do Mrcio derrota minha pessoal e do meu projeto poltico".
    O recado, que pareceu uma autocrtica do governador para todo o pas no mineiro, foi imediatamente entendido pelo nosso eleitorado: se o Mrcio perdesse, o projeto de ter novamente um mineiro na Presidncia da Repblica ia por gua abaixo. Por paradoxal que parea, o anncio da derrota ajudou a alavancar consagradora vitria. O que parecia ser, na verdade no era, ou ainda, era exatamente o seu contrrio.
    A movimentao de Serra fez com que o governador mineiro sasse da toca e, em 05.11.2008, foi convidado pelo presidente do PMDB, Michel Temer(SP) e pelo lder do PMDB na Cmara, Henrique Eduardo Alves(RN), a se filiar ao partido em que exerceu a Presidncia da Ala Jovem, em 1983/1984 um retorno ao antigo ninho, portanto.
    Assim, o PMDB deixaria de ser, nesse processo, a noiva cobiada, para se tornar o arauto dos novos tempos. Acio se posta, transmitindo atravs de parbola calculada, gestos que confundem, mas que nos do a idia que esteja de sada e ao mesmo tempo de chegada, s que em portos diferentes.
    O ex-presidente FHC tem a percepo exata desses movimentos, e j se posta como conciliador, assumindo uma postura agregadora dentro do PSDB. Assim deixa de lado, pelo menos aparentemente, sua incondicional simpatia pela candidatura Serra, quando comea a pregar, abertamente, os efeitos benficos de uma prvia dentro do partido.
    O Governador Serra joga com a inconstncia do PMDB que, em movimentos semelhantes e em tempos no muito distantes, puxou o tapete de Itamar Franco e de Anthony Garotinho, quando tambm pleiteavam uma candidatura presidncia, pela federao de partidos que se abriga nesta sigla.
    No entanto, a eleio de Barack Obama, nos Estados Unidos, demonstrou que velhos dogmas polticos, econmicos, cientficos e religiosos caem por terra a cada dia. A transformao rpida, profunda e multidimensional. A revoluo em curso , sobretudo, individual, mas produz imensas possibilidades de renovao coletiva.
    Pode ter chegado a hora do PMDB, neste contexto.
    Basta, na viso do Ministro Hlio Costa, que Acio Neves tenha a ousadia de se filiar ao PMDB. Nesse caso, O Governador Acio Neves estaria se desatrelando do quase ex-prefeito Fernando Pimentel, hiptese difcil de imaginar, depois de tudo que enfrentaram, juntos, no ltimo pleito.



















    Comentrios

    #1. Ney
    O escritor est enxergando muito mesmo. Parabns!

    #2. Eduardo Baleeiro
    Serra, paulista, com aquela cara de defunto lavado? T fora!

    #3. JOSE CLIMERIO SILVA DE SOUZA
    Os prximos captulos sero emocionantes: se Acio tiver de mudar de partido, ter o desgaste de se deixar o governo um ano antes do pleito, ou seja, out/09; se no mudar de partido at essa data, significar ento que conseguiu, mineiramente, costurar sua candidatura dentro do PSDB, "serrando" as outras....

    #4. Amaury Jr
    Acio? Serra? Tudo a mesma porcaria.O brasil precisa de gente nova, gente diferente.
    Infelizmente tanto 1 quanto outro faro o mesmo:Pensar em si prprios e seus grupos de apoio.O Brasil que se exploda!!!!

    #5. Adolpho
    O competente Wagner Gomes, vitorioso na rea financeira, mostra, de forma magistral, sua veia poltica. Seu comentrio consistente, importante bssula a nos mostrar que Minas continua fiel sua tradio de apresentar, nos momentos de escolha, nomes presidenciveis de respeito.
    De parabns o autor.

    #6. Elisabeth Merelim
    Votei em Serra para presidente, quando foi candidato do ex-presidente FHC. Afinal considero Serra um dos melhores ministros da rea da Sude que o Brasil j teve.
    Agora a conjuntura poltica e gesto pblica so diferentes daquela poca.
    Entre Acio e Serra, eu escolho Acio. Para isso acompanho os dois polticos nas suas administraes. E convenhamos mais do que hora de Minas ocupar o cenrio central da poltica. E Acio tem demonstrado saber construir uma excelente equipe de trabalho, junto ao secretariado. Professor Anstasia, Dr. Danilo de Castro, secretria Renata Vilhena, e outros. Ningum governa sozinho, e o time de frente o aval da governana.
    Eu confio em Acio Neves para o cargo de Presidente da Repblica em 2010.

    #7. Augusto Barbosa
    Muito bom o texto. Claro, sem rebuscamento, relata fatos sem criar situaes artificiais, induzindo o leitor a tirar suas prprias concluses. Muito melhor que muitos pseudos comentaristas polticos, que se arvoram em falsas premissas, como se fossem cientistas polticos. Parabens ao autor e ao blogueiro, que abre seu espao para um promissor articulista poltico.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 3, 2008

    A CRISE MUNDIAL e a Economia Mineira. O assunto ser debatido, s 14h30m, na Assemblia de Minas.

    O impacto da crise financeira mundial na economia do Estado o tema da audincia pblica a ser realizada pela Comisso de Trabalho, da Previdncia e da Ao Social da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, nesta quarta-feira (3/12/08), s14h30, no Plenarinho I.
    Representantes do governo estadual e dos setores industrial, comercial e agropecurio vo discutir com os deputados principalmente as mudanas nos investimentos do setor pblico, as conseqncias do pacote anti-crise lanado pelo Governo de Minas e a demisso em massa verificada no setor ligado produo de ferro-gusa.
    De acordo com o deputado Dlio Malheiros (PV), o parque guseiro um dos segmentos que refletiram mais rapidamente os efeitos do desaquecimetno provocado pela crise mundial. Das 22 plantas existentes em Sete Lagoas, apenas trs usinas continuam em operao. O setor est operando com menos de 40% da capacidade instalada, apenas para cumprir encomendas j contratadas e, segundo informao do presidente do Sindicato dos Metalrgicos do Municpio, j foram cortados 1,2 mil postos de trabalho e concedidas frias coletivas a mais de mil trabalhadores.
    O pedido para a realizao da reunio partiu da deputada Rosngela Reis (PV) e dos deputados Antnio Carlos Arantes (PSC) e Dlio Malheiros (PV). Foram convidados o vice-governador, Antnio Anastasia; o presidente da Fiemg, Robson Braga de Andrade; o presidente da Faemg, Roberto Simes; o presidente da Federaminas, Wander Luiz Silva; o presidente da ACMinas, Charles Lotfh;
    o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indstrias Metalrgicas Mecnicas e de Material Eltrico de Sete Lagoas, Ernane Geraldo Dias; o presidente do Sindicato da Indstria da Fundio no Estado de Minas Gerais, Afonso Gonzaga; e o presidente do Sindicato dos Metalrgicos de Ouro Branco e Congonhas, Raimundo de Carvalho.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 2, 2008

    Governador Acio Neves esteve hoje com o presidente Lula no Forum dos Governadores do Nordeste, em Recife, Pernambuco.











                                    Acio leva reivindicaes de produtores rurais a Lula

     









    Omar Freire/Imprensa MG

    O governador Acio Neves apresentou ao presidente da Repblica, Luiz Incio Lula da Silva, nesta tera-feira (2), em Recife/PE, reivindicaes de produtores rurais para o enfrentamento da crise econmica mundial. Os dois participaram do IX Frum dos Governadores do Nordeste. Entre as medidas elaboradas, esto linhas de crdito, incentivos fiscais e prorrogao de prazos de dvidas nos setores sucroalcoleiro, leiteiro e cafeeiro.

    As propostas encaminhadas ao presidente Lula pelo governador Acio Neves foram formuladas por entidades de classe da agropecuria e apresentadas pela Federao da Agricultura do Estado de Minas Gerais (Faemg). Nessa segunda-feira (1) o governador tambm se reuniu com 3.000 produtores rurais presentes no encerramento do Programa Empreendedor Rural, promovido pela Federao da Agricultura do Paran, em So Jos dos Pinhais.

    Entre as reivindicaes entregues ao presidente, est o pedido de prorrogao do prazo das dvidas dos produtores fornecedores de cana-de-acar. A justificativa feita no documento de que eles no esto recebendo das usinas, que tambm enfrentam dificuldades financeiras. Muitas delas j entraram com pedido de recuperao judicial (concordata).

    So problemas graves. Temos tido j repercusses, inclusive, no apenas no pedido de concordata de algumas empresas, mas no atraso de pagamento, por exemplo, para o setor produtor de cana-de-acar, por parte da usina. Era preciso que a dvida desses produtores fosse adiada e renegociada, j que eles no esto recebendo das usinas. Problemas tambm em relao ao caf e tambm ao leite, onde propomos a ampliao do programa que hoje s existe no Nordeste, j que esses dois setores, altamente empregadores, tambm tm sentido efeito da crise, disse Acio Neves, em entrevista.

    Leite

    Os produtores de leite tambm querem a liberao imediata do preo mnimo no Ministrio da Fazenda, atingindo o patamar de R$ 0,60 por litro. Essa medida colocaria em funcionamento a Linha de Especial de Crdito (LEC) para o setor leiteiro, aprovada pelo Conselho Monetrio Nacional. Para a efetivao da LEC necessria a definio do preo mnimo pago pelo litro de leite.

    Outra reivindicao levada por Acio Neves ao presidente Lula a extenso do Programa de Aquisio de Alimentos, implantado pelo governo federal, para todo o pas. Atualmente, o programa s aplicado nos estados do Nordeste, onde o governo adquire alimentos destinados s famlias em situao de insegurana alimentar e nutricional, como indgenas, quilombolas, acampados da reforma agrria e atingidos por barragens. O objetivo da extenso do programa em nvel nacional enxugar a demanda no mercado e assim, estabilizar os preos.

    Caf

    O setor cafeeiro tem sido um dos mais atingidos com a crise econmica mundial.  Nas solicitaes feitas pelo governador Acio Neves ao presidente da Repblica est a suspenso imediata das dvidas da cafeicultura, sejam elas de custeio ou de comercializao. O objetivo recuperar a estabilidade no fluxo de pagamentos dentro da cadeia produtiva.

    Acio Neves tambm solicitou ao presidente Lula que seja feito um novo contrato de opo de venda de caf por meio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A meta seria a retirada de circulao de 6 milhes de sacas. Em 2002, quando o setor viveu uma de suas piores crises, a Conab realizou com sucesso esse tipo de operao, garantido a estabilidade dos preos da safra daquele ano.

    Mercado mineiro

    Minas Gerais responde por cerca de 50% da produo nacional de caf. Em 2008, a produo do Estado deve ser de aproximadamente 23 milhes de sacas, aumento de 42% em relao ao ano anterior.  O crescimento explicado pela bianualidade da cultura que alterna um ano de safra baixa com outra de safra elevada. O Estado conta com 1,1 milho de hectares de lavouras de caf.

    No setor sucroalcoleiro, Minas conta com 36 usinas e a metade da produo nacional tanto de acar quanto de lcool. A safra mineira de 2007/2008 foi de 1,8 bilhes de litros de lcool. Para a prxima safra, a produo esperada de etanol 2,1 bilhes de litros.  J a produo de acar na safra 2007/2008 foi de 2,1 milhes de toneladas e deve atingir 2,2 milhes de toneladas na safra seguinte.

    Minas Gerais tambm ocupa o primeiro lugar na produo nacional de leite. So 7 bilhes de litros/ano, cerca de 30% de todo o leite produzido no Brasil. O estado conta com 22,6 milhes de cabeas, sendo o terceiro maior rebanho do Brasil: 10,8% do total.

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 2, 2008

    O FATO E A FOTO. A nova Mesa Diretora da Assemblia de Minas, eleita hoje. Da esquerda para a direita: deputados Sargento Rodrigues, 3 secretrio(eleito); Hely Tarquinio, 2 secretrio(eleito); Dinis Pinheiro,1 secretrio(reeleito); Alberto Pinto Coelho, presidente(reeleito); dr.Viana, 1 vice-presidente(reeleito); Z Henrique,2 vice-presidente(reeleito) e Welinton Prado, 3 vice-presidente(eleito). A nova mesa toma posse dia 2 de fevereiro de 2009 - para o binio 2009/2011.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 2, 2008

    J esto na Assemblia Legislativa os 6 projetos de REAJUSTE SALARIAIS enviados hoje pelo governador Acio Neves.

    Seis mensagens do governador Acio Neves foram recebidas durante a Reunio Ordinria de Plenrio desta tera-feira (02/12/08), na Assemblia Legislativa de Minas Gerais. Quatro delas encaminham projetos de lei que reajustam valores das tabelas de vencimento de diferentes carreiras do Poder Executivo. Outra apresenta emendas ao Projeto de Lei (PL) 2.547/08, que define diretrizes para a formalizao de parcerias entre o Estado e a iniciativa privada. J a sexta mensagem encaminha o PL 2.921/08, que cria o Fundo de Apoio Habitacional aos Militares do Estado de Minas Gerais (Fahmemg), e d outras providncias. Todos os projetos so de autoria do governador.
    O novo fundo contar com aporte inicial do Tesouro de cerca de R$ 476 milhes. Enquanto mantiver a condio de segurado do IPSM, o militar poder contratar o financiamento uma nica vez, exclusivamente para aquisio de imvel residencial, em condies financeiras mais favorveis que as praticadas no mercado, com prazo de at 30 anos e prestaes corrigidas por encargos subsidiados, com correo pela TR e juros de 2,5% ao ano. A quitao das parcelas poder ser feita por meio de consignao em folha de pagamento. A iniciativa uma forma de equacionar o dbito do Estado junto ao IPSM.
    Segundo justificativa do Secretrio de Estado de Fazenda, Simo Cirineu Dias, anexada ao documento, o fundo "proporcionar aos militares e suas famlias possibilidades concretas de residir em locais que minimizem situaes de riscos inerentes sua atividade profissional, garantindo melhores condies para o exerccio das atividades ligadas segurana pblica no Estado". O Instituto de Previdncia dos Servidores Militares (IPSM) ser o gestor e agente executor do fundo e o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) ser o agente financeiro.

                            Reajustes salariais contemplam mais de 60 carreiras no Executivo

    Alm do projeto sobre o fundo habitacional, tambm comearo a tramitar outros quatro projetos do governador. O PL 2.922/08 reajusta em 15% os valores das tabelas de vencimento bsico da carreira de Advogado Autrquico. O aumento ter escalonamento em trs etapas, com vigncia a partir de 1 de janeiro de 2009, 1 de julho de 2009 e 1 de janeiro de 2010. Segundo a secretria de Estado de Planejamento e Gesto, Renata Vilhena, em sua exposio de motivos, a proposta confere tratamento isonmico ao Grupo de Atividades Jurdicas, j que alteraes so semelhantes s previstas "no Projeto de Lei 2.752/08, que contempla a carreira de Procurador do Estado".
    Outro projeto, o PL 2.925/08, reajusta o vencimento bsico da carreira do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Minas Gerais (IPEM) e os valores da Bolsa de Atividades Especiais da Fhemig. J o PL 2.924/08 reajusta os valores das tabelas de vencimento bsico de 63 carreiras do Poder Executivo. Elas pertencem aos seguintes grupos de atividades: defesa social, transporte e obras pblicas, gesto, planejamento, tesouraria, auditoria e poltico institucionais.
    O PL 2.923/08 traz diversas alteraes para a carreira dos servidores da Uemg e da Unimontes, como o reajuste dos valores das tabelas de vencimento bsico das carreiras de professor de Educao Superior, de analista universitrio, analista universitrio da sade, tcnico universitrio, tcnico universitrio da sade e auxiliar administrativo universitrio.
    O projeto tambm institui a Gratificao de Desempenho da Carreira de professor de Educao Superior (GDPES); e a carga horria semanal de 24 horas para os servidores que ingressarem na carreira de tcnico universitrio da sade e forem designados para a funo de tcnico de Radiologia. Por fim, ser institudo o adicional de 40% sobre o vencimento bsico dos portadores de ttulos de Mestre ou de Doutor, com dedicao exclusiva.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 2, 2008

    COLETIVA do presidente reeleito da Assemblia de Minas, deputado Alberto Pinto Coelho. Interlocuo com a sociedade ser aprimorada, atravs do CANAL aberto 35, concedido por outorga do ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa.

    Em entrevista imprensa nesta tera-feira (2/12/08), aps a votao que o reelegeu como presidente da Assemblia Legislativa de Minas Gerais para o prximo binio (2009-2011), o deputado Alberto Pinto Coelho (PP) falou dos compromissos do Parlamento mineiro para o perodo. Entre eles, destacou a busca de uma aproximao cada vez maior com a sociedade e com os segmentos mais significativos da economia mineira.
    Ele lembrou que neste ano de 2008 a Assemblia de Minas teve dois grandes eventos, o Seminrio Minas de Minas e o projeto Expresso Cidadania - "o primeiro de vital importncia para o Estado e o segundo, desenvolvido como forma de atrair o jovem para a participao poltica". Para 2009, Alberto Pinto Coelho afirmou que um dos temas mais importantes a serem debatidos a produo sucro-alcooleira, cujo setor est em franco desenvolvimento em Minas Gerais, "elevando o Estado a segundo colocado na produo nacional".
    Ele destacou que no ano que vem sero comemorados os 20 anos da Constituio Estadual. "Queremos fazer debate analtico desse anos que se passaram e, ao mesmo tempo, fazer uma projeo para os prximos 20 anos" afirmou o presidente. Outros projetos para 2009 so discusses sobre a crise econmica internacional, sade pblica, organizaes no-governamentais e sobre a importncia das entidades filantrpicas para o Estado.
                                              Interlocuo com sociedade ser aprimorada

    O presidente explicou que apesar de a Constituio Federal colocar o Poder Legislativo com a misso de legislar e fiscalizar, o Parlamento visto tambm como o preposto credenciado das comunidades e das regies exatamente pelo processo de interao que mantm com as lideranas municipais do Estado.
    "O maior desafio do Parlamento conseguir canais de interlocuo mais apurados com a sociedade civil, de forma que possamos retratar melhor, por meio da produo das leis, os anseios e as necessidades da populao e tenhamos, assim, uma viso antecipadora do futuro", salientou.
    Alberto Pinto Coelho disse que quer dinamizar esse processo de interlocuo com a sociedade. Ele acentuou que com o canal aberto da TV Assemblia j assegurado pelo Ministrio das Comunicaes e a ser implantado em breve, no canal 35, o cidado poder acompanhar mais diretamente a atuao dos parlamentares, tanto em Plenrio quanto nas comisses.
    " importante que todos conheam o trabalho da Assemblia e dos parlamentares. A avaliao do trabalho do Poder Legislativo no pode se resumir a nmeros, quantidade de leis aprovadas. Buscamos instrumentos para mostrar a qualidade das discusses sobre os projetos que desguam em leis. Esse um grande desafio, que tem comear dentro do prprio Parlamento", finalizou Alberto Pinto Coelho.

                                     Reforma poltica proposta do Colegiado de Presidentes

    Tambm frente do Colegiado de Presidentes das Assemblia Legislativas, Alberto Pinto Coelho destacou a importncia da reforma poltica, tema recorrente nas reunies do rgo. " um propsito nosso apresentar sugestes ao Congresso Nacional", comentou. "No podemos conviver mais com a fragilidade partidria. Precisamos aprimorar o processo eleitoral, para que no haja coligaes de convenincia buscando obter mandatos com menos votos". Ele informou que o Colegiado de Presidentes luta agora para mudar artigos da Constituio Federal, apresentando emendas para que os Estados possam ter mais autonomia na legislao concorrente.
    Modernizao - O presidente Alberto Pinto Coelho disse que vai continuar a perseguir uma gesto de resultados para a Assemblia, "buscando sempre ter um quadro de servidores qualificado e, em breve, oxigenado, em virtude do concurso pblico realizado, cujos servidores aprovados iro ampliar e resgatar os quadros de funcionrios", afirmou.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 2, 2008

    Eleita hoje a nova Mesa Diretora do Parlamento Mineiro para o binio 2009/2011.

    Foi reeleito hoje - por 74 votos - o presidente da Assemblia de Minas, deputado Alberto Pinto Coelho do PP. Fiel filosofia de que o esprito conciliador o nico caminho da democracia, me lembrei de uma fala dele no plenrio, h tempos. Disse ele: "Sabe por qu os rios correm para o mar? E respondeu: " PORQUE O MAR TEVE A HUMILDADE DE SE COLOCAR ABAIXO DO NVEL DOS RIOS".



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 2, 2008

    POLTICA. Leia os detalhes da reeleio do presidente da Assemblia, deputado Alberto Pinto Coelho, do PP. (Obteve 74 votos). E ainda a votao dos outros componentes da Mesa Diretora do Parlamento Mineiro - binio 2009/2011. Posse em 2 de fevereiro de 2009.

    Com 74 votos, o deputado Alberto Pinto Coelho (PP) foi reeleito presidente da Assemblia Legislativa de Minas Gerais para o binio 2009-2011. A eleio da Mesa da ALMG foi realizada na manh desta tera-feira (2/12/08), em Reunio Especial de Plenrio, presidida pelo atual 3-vice-presidente, deputado Roberto Carvalho (PT).
    Aps a divulgao do resultado, o presidente Alberto Pinto Coelho agradeceu a confiana dos parlamentares e afirmou que vai se empenhar e se desdobrar "para conduzir os destinos do Parlamento mineiro e no decepcionar a sociedade".
    Foram tambm reeleitos os deputados Doutor Viana (DEM), com 59 votos, para o cargo de 1-vice-presidente; Jos Henrique (PMDB), com 71 votos, para 2-vice-presidente; e Dinis Pinheiro (PSDB), com 72 votos, para 1-secretrio. Os novos integrantes da Mesa so os deputados Weliton Prado (PT), eleito com 50 votos para 3 vice-presidente; Hely Tarqnio (PV), que recebeu 67 votos para 2-secretrio; e Sargento Rodrigues (PDT), eleito para o cargo de 3-secretrio com 54 votos. Os candidatos fizeram parte de chapa nica e no houve registro de candidaturas individuais. A posse da nova Mesa ser no dia 2 de fevereiro de 2009, quando sero retomados os trabalhos legislativos, aps o recesso de fim de ano.
    Participaram da votao secreta e individual 76 deputados. O deputado Getlio Neiva (PMDB) foi responsvel por fazer a leitura dos candidatos e, posteriormente, dos parlamentares eleitos. Os escrutinadores, responsveis por contar os votos, foram os deputados Wander Borges (PSB) e Luiz Humberto Carneiro (PSDB).
    A Mesa uma comisso executiva formada por sete deputados que tem como tarefa a direo dos trabalhos do Parlamento. Ela composta pelo presidente, trs vice-presidentes e trs secretrios. Cabe Mesa conduzir os trabalhos legislativos, propor alteraes no Regimento Interno, promulgar emendas Constituio, alm de orientar os servios administrativos da ALMG, definir limites e competncias para ordenar despesas. Os atuais integrantes da Mesa so os seguintes deputados: Alberto Pinto Coelho, presidente; Doutor Viana, 1-vice-presidente; Jos Henrique, 2-vice-presidente; Roberto Carvalho (PT), 3-vice-presidente; Dinis Pinheiro, 1-secretrio; Tiago Ulisses (PV), 2-secretrio; e Alencar da Silveira Jr. (PDT), 3-secretrio.

                                   Conhea o perfil dos parlamentares eleitos para a nova Mesa:

    *Alberto Pinto Coelho - presidente

    o atual presidente da ALMG. Est no quarto mandato. administrador de empresas, nascido em Rio Verde (GO) em 3/10/1945. Foi diretor do Dentel/MG e da Telemig. Ao longo de sua vida profissional, acumulou 30 anos de experincia no setor de telecomunicaes, sendo 21 em gerncias das reas de Marketing, Comercial, Planejamento e Controle, Servios a Assinantes, Operaes e Relaes Pblicas. Na Assemblia Legislativa, foi presidente da Comisso de Cincia e Tecnologia (1995/96); lder da bancada do PPB (1997/98); coordenador da Frente Mineira Contra a Privatizao da Companhia Vale do Rio Doce e da Frente Parlamentar Jorge Hannas contra a Privatizao de Furnas (1999); lder do governo Itamar Franco (1999/2000); 1-vice-presidente (2001/02); e lder do governo Acio Neves (de fevereiro/2003 a janeiro/2007). Suas principais regies de atuao poltica so: Sul, Central, Centro-Oeste e Zona da Mata. Os municpios de maior votao foram: Arcos, Itapecerica, Camanducaia, Belo Horizonte, Nepomuceno, Cambu, Visconde do Rio Branco e Extrema.

    *Doutor Viana - 1-vice-presidente

    Eleito para o terceiro mandato. mdico pediatra e anestesiologista, nascido em gua Branca (AL) em 10 de abril de 1949. Foi vereador (1983/88), vice-presidente da Cmara Municipal (1983/85) e prefeito (1989/92) de Curvelo; presidente da Associao dos Municpios do Mdio Rio das Velhas (1991); professor de Biologia em Montes Claros (1973/74), atuou como mdico pediatra e anestesiologista (1975/78) em Belo Horizonte e Curvelo. Na ALMG, foi presidente da CPI do Sistema Financeiro (2001); das comisses de Educao, Cultura, Cincia, Tecnologia e Informtica (2005/07); e de Poltica Agropecuria e Agroindustrial (2003); das frentes parlamentares de Apoio Indstria Mineral e de Proteo ao Idoso. Foi vice-presidente da Comisso de Administrao Pblica e membro efetivo das comisses de Sade (2003/04), de Defesa do Consumidor e de Poltica Agropecuria e Agroindustrial (2005-06). Foi relator da CPI da Minerao Morro Velho (2002) e do projeto que trata do plano de carreira dos servidores do Tribunal de Justia e do Ministrio Pblico. Participa do Movimento Familiar Cristo. Suas principais regies de atuao poltica so a Central e Jequitinhonha/Mucuri. Os municpios de maior votao so: Curvelo, Trs Marias, Presidente Juscelino, Inimutaba, Santana de Pirapama, Datas, Cordisburgo, Felixlndia, Corinto e Vrzea da Palma.

    *Jos Henrique - 2-vice-presidente

    o 2-vice-presidente. Est no quarto mandato. servidor pblico, nascido em Abre Campo (MG) em 29/11/1956. presidente da Comisso Interestadual Parlamentar de Estudos para o Desenvolvimento Sustentvel da Bacia do Rio Doce (Cipe Rio Doce) desde outubro 2005; e ex-presidente das comisses de Assuntos Municipais e de Defesa Social (1995/98). Atuou por duas vezes como vice-presidente da comisso de Educao, Cincia e Tecnologia (1997/98 e 2001/02), foi vice-lder do PMDB (1999); coordenador da rea de crdito da Frente Parlamentar do Cooperativismo Estadual (1999); e vice-lder do Bloco Parlamentar Democrtico Progressista (2001/02 e 2004). Suas principais regies de atuao poltica so o Vale do Rio Doce e Zona da Mata e os municpios de maior votao, Lavras, Perdes, Luminrias, Belo Horizonte e Itumirim.

    *Weliton Prado - 3-vice-presidente

    o presidente da Comisso de Assuntos Municipais e Regionalizao. Est no segundo mandato. Reprter fotogrfico, nasceu em Uberlndia (MG) em 24/8/1975. Lder do movimento estudantil, foi eleito vereador em 2000, com expressiva votao em Uberlndia. Em 2002, elegeu-se como o deputado estadual mais jovem do PT, obtendo a maior votao da histria do Tringulo Mineiro e Alto Paranaba. Lder da oposio, defendeu a extino da taxa de incndio residencial e atuou contra o aumento da carga tributria. Foi reeleito para a 16 Legislatura com mais de 121 mil votos, uma das maiores votaes no Estado e no Pas entre os deputados do PT. As principais regies de atuao poltica so: Central, Tringulo e Alto Paranaba. Os municpios de maior votao foram: Uberlndia, Belo Horizonte, Canpolis, Prata, Monte Carmelo, Araguari e Capinpolis.

    *Dinis Pinheiro - 1-secretrio

    o 1-secretrio. Est no quarto mandato. empresrio, nascido em Belo Horizonte em 8/5/1967. Bacharel em Direito, foi tabelio do 2 Servio Notarial em Ibirit e chefe de gabinete da prefeitura do municpio (1989/90). autor de propostas que originaram as leis de emancipao das cidades de So Joaquim de Bicas, Sarzedo e Mrio Campos (1995). Foi eleito para seu primeiro mandato em 1994, aos 26 anos. Durante a 15a Legislatura, presidiu a Comisso Especial para Indicao de Conselheiro no Tribunal Contas (2005/06) e foi membro efetivo da Comisso de Administrao Pblica (2003/05) e de Defesa do Consumidor e do Contribuinte (2005/06), entre outras. Vice-lder do governo (2003/06), autor de vrias proposies legislativas, como o Projeto de Lei 23/03, que trata do ICMS Solidrio. Na eleio de 2006, foi o candidato a deputado estadual mais votado para a 16 Legislatura, com 132.259 votos. As principais regies de atuao poltica so a Central e Jequitinhonha/Mucuri Os municpios de maior votao foram: Ibirit, Belo Horizonte, Contagem, Vespasiano, Brumadinho, Carlos Chagas, Mrio Campos, Itaip, Caranda, Sarzedo, Carlos Chagas, Novo Cruzeiro, Piedade dos Gerais, Gonzaga, Itaguara e Matip.

    *Hely Tarqnio - 2-secretrio

    vice-presidente da Comisso de Sade. Est no quarto mandato. Mdico, nasceu em Uberaba (MG) em 10/4/1940. mdico-cirurgio formado pela Faculdade Federal do Tringulo Mineiro (1966); ex-cirurgio-geral dos hospitais Vera Cruz e Imaculada Conceio; ex-diretor e cirurgio do Hospital Regional Antnio Dias (Fhemig/Patos de Minas) e idealizador do novo hospital regional; e ex-supervisor do Inamps daquele municpio. Exerceu o cargo de secretrio adjunto de Sade no primeiro Governo Acio Neves. Vice-lder do PRN (1991/92), lder do PP (1993/94) e do PSDB na Assemblia (1999/2000). Corregedor da Assemblia (2001/2002). Presidente da Comisso Especial do Cardiominas (1995), da Comisso de Constituio e Justia (1998/1999) e da CPI da Sade (2000/2001). Coordenador da reunio regional do Seminrio Legislativo "guas de Minas II", em Patos de Minas (2002). autor das propostas que deram origem da Emenda 54, de 2002, que restringiu a imunidade parlamentar, e Lei dos Consrcios Intermunicipais de Sade. A principal regio de atuao poltica o Alto Paranaba. Os municpios de maior votao foram: Patos de Minas, Lagoa Formosa, Serra do Salitre, Presidente Olegrio, Rio Paranaba e Arapu.

    *Sargento Rodrigues - 3-secretrio

    presidente da Comisso de Segurana Pblica. Est no terceiro mandato. Policial militar, nasceu em Medeiros Neto (BA) em 30/05/1964. sargento da reserva da Polcia Militar de Minas Gerais. Formado em Comunicao Social - habilitao em produo editorial - e ps-graduado em Estudos de Criminalidade e Segurana Pblica na UFMG. Foi primeiro suplente de vereador pelo PMN em Belo Horizonte (1996); lder do movimento reivindicatrio dos policiais militares de Minas Gerais (1997). Props a instalao e foi membro efetivo da CPI do Instituto de Previdncia dos Servidores Militares (IPSM). Foi sub-relator da CPI do Narcotrfico e relator da Comisso Especial das Multas. Props a instalao e foi vice-presidente da CPI do Caf (17/5/04 a 14/12/04), alm de presidente da Comisso de Segurana Pblica (2003/04) e da Comisso Especial das Pessoas Desaparecidas (2006). o deputado votado no maior nmero de municpios: 837. As principais regies de atuao poltica so Central, Jequitinhonha/Mucuri, Zona da Mata e Sul. Os municpios de maior votao foram: Belo Horizonte, Juiz de Fora, Uberaba, Tefilo Otoni, Barbacena, Bandeira e Setubinha.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 2, 2008

    BIG cria Campanha do Oramento Participativo da Prefeitura de BH. Campanha vai at dia 8. Sero aplicados 50 milhes de reais na obra que vencer na preferncia dos votantes.






                          Diretores

                      Da esquerda para a direita: Ricardo Fantoni, WagnerBennaton, Mrio Ribeiro, Paulo Alvares e Roberto Bastianetto


    Comeou a veicular, na semana passada, a campanha do Oramento
    Participativo Digital da Prefeitura de Belo Horizonte. Criada pela BIG
    Grandes Idias, o objetivo principal divulgar a segunda edio do
    programa convocando a populao da cidade a votar.
    Alm da internet, a
    novidade deste ano a votao por telefone. Qualquer pessoa com ttulo de
    eleitor de Belo Horizonte pode escolher uma grande obra viria que ir
    melhorar o trnsito na capital mineira.
    De acordo com Paulo lvares, diretor da BIG, a meta superar o nmero de
    votantes da edio anterior do programa. "O trnsito hoje um dos grandes
    problemas da cidade e afeta toda a populao. Por isso, a PBH selecionou
    cinco importantes obras virias que iro facilitar o trfego dos veculos
    e do transporte coletivo.
    So obras de interesse de todos. Por isso acho
    que vamos conseguir ultrapassar os quase 180 mil votantes do OP Digital
    2006", afirma.
    Neste ano, sero aplicados R$ 50 milhes na obra vencedora. Os
    investimentos correspondem ao dobro dos valores aplicados na edio
    anterior.
    Para explicar cada obra e os detalhes do programa, a BIG
    desenvolveu um flder em formato de jornal que ser entregue em cada
    domiclio da capital. Alm disso, a campanha "Chegou a hora de votar de
    novo", conta com VT de 60" com reduo de 30", spot, anncios de jornal e
    revista, backbus, abrigo e internet.
    A votao acontece at o dia 8 de dezembro atravs do site
    www.pbh.gov.br/opdigital ou ainda pelo telefone 0800 723 22 01. A PBH
    disponibilizou 270 locais de votao, como as escolas municipais de ensino
    fundamental, telecentros comunitrios, Postos de Internet Municipal (PIMs)
    e da Belotur, Rodoviria, Mercado Central e muitos outros.

    Coordenao de Campanha: Paulo lvares
    Direo de Criao: Avelino de Paula
    Redao: Fidelis Alcntara
    Atendimento: Frederico Diniz e Juliana Bahia
    Planejamento: Mrio Ribeiro
    Produo Grfica: Dbora Domingos
    RTVC: Eduardo Murta
    Mdia: Vnia Soares e Marina Domingues
    Produtora de Vdeo: BemVinda Filmes
    Diretor de Vdeo: Tiago Alves
    Produtora de udio: Studio HP
    Aprovao: Nereide Beiro


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 2, 2008

    BAHAMAS - o quarto maior na listagem dos supermercados de Minas e o vigsimo do pas - foi homenageado epla Assemblia de Minas. Requerimento do deputado Lafayette de Andrada, do PSDB.

    Quarta maior rede supermercadista mineira e 20 brasileira, com 25 anos de atuao na Zona da Mata, a rede de supermercados Bahamas, de Juiz de Fora, foi homenageada pela Assemblia Legislativa de Minas Gerais nesta segunda-feira (1/12/08), em Reunio Especial.
    O requerimento pela solenidade partiu do deputado Lafayette de Andrada (PSDB), que quis homenagear o Bahamas pelos seus 25 anos, completados em maro. Alm do deputado, participaram da reunio o 1 vice-presidente da ALMG, deputado Doutor Viana (DEM); os diretores comercial e financeiro da rede, Jovino Campos Reis e Paulo Roberto Lopes; alm do superintendente da Associao Mineira de Supermercados (Amis), Adilson Rodrigues.
    Lafayette de Andrada lembrou que a rede, hoje com destacada posio no Estado, comeou simples, em maro de 1983, com um pequeno armazm na periferia de Juiz de Fora. "Graas competncia, ao conhecimento, ao senso de oportunidade e, sobretudo, simpatia junto aos clientes, o Bahamas foi se transformando numa grande rede", disse.
    O parlamentar enfatizou que hoje a empresa tem 15 lojas em Juiz de Fora, alm de filiais espalhadas em diversos municpios da regio, como em Ub, Alm Paraba, Viosa e Cataguases. "O cu o limite", elogiou o deputado, destacando ainda o grande volume de empregos diretos gerados - cerca de 2.600, alm de centenas de empregos indiretos.
    Compromisso social - O compromisso social da Rede Bahamas foi outro ponto valorizado pelo parlamentar. "Anualmente, no ms de seu aniversrio, o Bahamas promove uma grande campanha de recebimento de alimentos, com shows e eventos", elogiou. Lafayette frisou tambm o apoio que a rede oferece s atividades dos bairros, com a Copa Bahamas de Futebol, que rene todo ano cerca de 7 mil atletas.
    "Fica aqui o reconhecimento da ALMG a essa instituio a qual mostrou que possvel obter lucro a ao mesmo tempo agir com responsabilidade social", concluiu.
    Agradecendo a homenagem, o diretor Jovino Campos disse que hoje o grupo uma referncia no setor e obteve o reconhecimento da Amis este ano como a melhor rede de supermercados do interior do Estado. Ele acrescentou que a empresa, em busca de crescimento, est investindo num novo setor, o de auto-servios no atacado.
    Outro aspecto lembrado foi a adoo pelo Bahamas de polticas para preservao do meio ambiente, com a reduo do uso de sacolas plsticas e programas de economia energtica. Jovino reforou tambm a preocupao com as comunidades prximas s lojas do supermercado: "estamos voltados para o crescimento, mas com justia social".
    Fechando a reunio, o deputado Doutor Viana destacou o papel da famlia dos diretores para o crescimento de toda a rede. "Parabns famlia de vocs, que mostra a fora da unio", realou. Viana valorizou tambm a importncia dos funcionrios do grupo, "que fazem um grande trabalho de equipe, com competncia e em sintonia com os objetivos do grupo".
    Nerso da Capetinga - Durante a homenagem, o humorista Pedro Bismark, com seu personagem Nerso da Capetinga, garoto propaganda da empresa h 10 anos, contou piadas e arrancou risos do pblico. Foi ainda entregue pelos dois parlamentares presentes uma placa alusiva homenagem aos diretores da Rede de Supermercados Bahamas, Jovino Campos Reis e Paulo Roberto Lopes.
    O Grupo de Cmara da Orquestra da Polcia Militar de Minas Gerais apresentou o Hino Nacional e outras duas canes populares.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 1, 2008

    Hoje, 23 horas, assista ao programa Assemblia Debate. Tema As cotas sociais nas Universidades Federais. No cabo em BH, pela NET o canal 11. UHF no interior. Internet: www.almg.gov.br

                                                                                        Assista hoje










                                     Assemblia Debate


    A democratizao do acesso s universidades por meio de cotas o assunto desta semana. A Cmara dos Deputados aprovou projeto reservando vagas para negros, pardos e ndios. Participam os deputados Lafayette de Andrada, do PSDB, Deir Marra, do PR, Elisa Costa, do PT, e Maria das Graas Sabia, da Prefeitura de Belo Horizonte. O Assemblia Debate vai ao ar hoje (01), s 23h.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 1, 2008

    Os 75 anos do SINPRO - Sindicato Nacional dos Professores Privados de Minas Gerais. Confira as fotos da Reunio Especial presidida pelo deputado Lafayette de Andrada, do PSDB. Requerimento do deputado Carlin Moura, do PC do B.

     

     

      
      
    :
      



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 1, 2008

    SINPRO faz 75 anos e homenageada pela Assemblia Legislativa de Minas. Autor da homenagem foi o deputado Carlin Moura, do PC do B.

    A necessidade de valorizao dos professores para se ter educao de qualidade foi ressaltada durante a Reunio Especial do Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, nesta sexta-feira (28/11/08), que homenageou o Sindicato dos Professores de Minas Gerais (Sinpro-MG) pelos seus 75 anos.
    O autor do requerimento para a realizao da solenidade, deputado Carlin Moura (PCdoB), destacou que no h educao de qualidade se aqueles que esto envolvidos diretamente na formao dos alunos no forem valorizados adequadamente.
    "Desde sua fundao, em 1933, o Sinpro tem cumprido um papel fundamental na defesa dos direitos dos professores e na promoo de um ensino com melhor qualidade em nosso Estado", elogiou.
    O deputado tambm destacou a atuao da entidade na redemocratizao do Pas: nas campanhas das Diretas-J e da anistia aos cassados pelo regime militar. "Hoje o Sinpro-MG representa mais de 65 mil professores da rede privada de ensino de Minas Gerais e conta com outras 12 unidades em regies estratgicas no interior do Estado, o que possibilita a interlocuo prxima e eficiente entre a classe docente e as instituies", afirmou.
    O parlamentar tambm lembrou a atuao constante do sindicato junto Comisso de Educao da Assemblia Legislativa, contribuindo para a elaborao de uma legislao da educao mais avanada e democrtica.

                                            Defesa da educao deve ser poltica prioritria

    Representando o presidente Alberto Pinto Coelho (PP), o deputado Lafayette de Andrada (PSDB) presidiu a reunio e afirmou, em seu discurso, que a defesa do ensino e dos profissionais da rea da educao tm que ser prioridade na poltica.
    "Mesmo que o investimento pblico no setor tenha subido de 3,9% para 4,4% do PIB nacional, esse volume de recursos ainda muito pouco face a uma situao que permanece lamentvel", argumentou.
    Ele acrescentou que em uma populao de 28 milhes de jovens entre 7 e 14 anos, mais de 2 milhes continuam analfabetos, sendo que 300 mil nunca freqentaram a escola. "Para reverter esse quadro, alm de investimentos em escolas, preciso investir no professor, vendo-o como um profissional que precisa exercer com dignidade a sua funo, estratgica para o desenvolvimento nacional", concluiu.
    Os deputados Lafayette de Andrada, Carlin Moura e a deputada federal J Moraes (PCdoB-MG) fizeram a entrega de uma placa comemorativa ao presidente do Sinpro-MG, Gilson Luiz Reis. O homenageado disse se sentir honrado com a homenagem e muito feliz por representar o sindicato na comemorao de seus 75 anos.
    Em seu discurso, Gilson Reis lembrou as vrias lutas travadas pela entidade ao longo de sua histria, seja em defesa dos direitos dos trabalhadores, seja pela garantia dos direitos civis e polticos. "Em mais de 500 anos de descobrimento, a primeira vez que o Brasil vive mais de 20 anos ininterruptos de democracia. Quanta luta sindical ocorreu nessa histria!", afirmou.
    O professor denunciou o pouco investimento pblico em educao e a mercantilizao do ensino no Pas. Segundo ele, muita discusso tem sido feita e pouco se tem avanado na direo de um projeto de educao de qualidade.
    Encerrando o discurso, o presidente do sindicato homenageou quatro professores: Rebeca Machado Duarte e Leonardo da Silva Rodrigues, de 19 anos; Jos Moreira Lage, de 81; e Neusa Pimenta de Almeida de 87. E concluiu: "Com esses exemplos mostramos que ns temos passado, mas tambm teremos futuro."
    Compuseram mesa na solenidade, alm dos deputados citados, do homenageado e da professora Neusa Pimenta de Almeida, o secretrio de Finanas da Confederao Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino, Jos Roberto Torres Machado; a presidente em exerccio da Federao Interestadual dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino, Cristina de Castro; e o presidente do Sindicato dos Auxiliares de Administrao Escolar de Minas Gerais, Carlcio Clber Borges Arajo.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 1, 2008

    MEIO AMBIENTE. EMICON vai assinar TAC - Termo de Ajustamento de Conduta - em Brumadinho. Notcia enviada ao nosso BLOG DE NEGCIOS pelo jornalista Alberto Sena.

                                                                  Emicon destina rea de mais
                                                                 de 15 ha para reserva natural

                                                                              
                                                                                 Srgio Duarte 
                                                                          diretor-presidente da
                                                                                   EMICON
    Emicon Minerao e Terraplenagem, a menor entre as mineraes localizadas na Serra do Itatiaiuu, regio de Serra Azul, municpio de Brumadinho, considerada durante dcadas vil do meio ambiente, porque deixara escorrer da sua cava milhes de toneladas de "rejeitos" que assorearam ribeires e parte do Reservatrio Rio Manso, da Copasa, destinar mais de 15 ha da sua rea verde para Reserva Particular do Patrimnio Natural (RPPN).
    Essa iniciativa da direo da empresa se dar por ocasio da assinatura, na Justia de Brumadinho, do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) definitivo, se comprometendo a retirar dos ribeires Quias, Veloso,Vieira, Vermelho e parte do Reservatrio Rio Manso, da Copasa, cerca de 150 milhes de toneladas de finos de minrio que as chuvas carrearam para os leitos durante mais de duas dcadas.
    A rea para RPPN extrapola as exigncias do TAC definitivo.
    Condenada que foi a reparar os estragos ao ambiente, por meio de Ao Civil Pblica, a Emicon proporcionar, ao cumprir o TAC definitivo, uma srie de benefcios que vo desde a edificao de diques e barragens (j prontos) e desassoreamento dos leitos dos ribeires e do reservatrio da Copasa, ao plantio de matas ciliares para resgate da biodiversidade.
    Mais ainda: ao desassorear ribeires e reservatrio resgatar a capacidade original de cada um, hoje comprometida por entulhos e finos de minrio, que nada valiam e agora tm valor econmico. Em pontos do reservatrio da Copasa aonde a profundidade chega a 70 m, possvel ficar em p sobre uma montanha submersa de entulhos e finos de minrio, ao ponto de poder apanh-los com as mos.
    Ganhar com o desassoreamento dos ribeires e do reservatrio, a Copasa, que teve de construir barragens para proteger a Estao de Tratamento de gua (ETA), ganhar tambm o meio ambiente e mais de um tero da populao da Grande Belo Horizonte abastecido pelo Reservatrio de Rio Manso.
    Se no passado a Emicon foi considerada vil, agora a sua nova direo quer escrever histria diferente, diametralmente oposta herana do passivo que recebeu. Redimida, a empresa demonstra respeito ao meio ambiente ao destinar mais de 15 mil hectares de sua rea vegetada para RPPN.
    O empresrio Srgio Duarte, proprietrio da Emicon, quer ser visto daqui para frente como um ambientalista, porque vai se dedicar causa.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 1, 2008

    25 anos do BAHAMAS. Logo mais, 20 horas, na Assemblia Legislativa. Cobertura AO VIVO pela TVA. Em BH, canal 11 no cabo pela NET. Interior UHF e pela Internet: www.almg.gov.br

    hoje, dia 1 de dezembro, a homenagem da Assemblia Legislativa, aos 25 anos da rede supermercados BAHAMAS, de Juiz de Fora, pilotada pelo empresrio Jovino Campos. E quem vai estar em BH hoje para prestigiar o Jovino o nosso amigo, o colunista Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora, com direito ao jantar que ser oferecido pelo advogado Dcio Freire. L estaremos com o diretor regional da Embratel, Altivo Oliveira.

    Rede BAHAMAS de supermercados - uma potncia ramo em Juiz de Fora - ser homenageada, hoje,  dia 1 de dezembro no plenrio JK da Assemblia Legislativa de Minas. frente o empresrio Jovino Campos, que ganha jantar na residncia do advogado Dcio Freire, aqui em BH, aps a solenidade na Assemblia. Quem teve a iniciativa de homenagear a Rede BAHAMAS,foi o deputado Lafayette de Andrada, do PSDB, que foi vereador em Juiz de Fora.



     
    O empresrio Jovino Campos, o colunista Csar Romero
      que estar em BH na Reunio Especial da Assemblia Legislativa
      e o advogado Dcio Freire. 


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 1, 2008

    POSSE hoje, dia 2, s 19 HORAS, da nova diretoria da ABRAJET de Minas - Associao dos Jornalistas de Turismo - encabeada pelo nosso amigo PAULO QUEIROGA. A posse ser no Espao Gourmet Vilma Alimentos. Av. presidente Castelo Branco, 29 - Cidade Industrial.

     







    Rosilei Montenegro com Luiz Felipe Moura
    e Paulo Queiroga, da Abrajet mineira,
    no trofu Mulher Influente


    O jornalista Srgio Moreira,
    ex-presidente da Abrajet  (ele assume amanh como membro do Conselho Fiscal)
    e o presidente nacional da Abrajet, Claudio Magnavita, que vem para a posse de Paulo Queiroga, amanh, tera-feira, l no Espao Gourmet da Vilma Alimentos na Cidade Industrial.


    E um FATO HISTRICO:
    os fundadores da Abrajet Minas, Mrio Fontana, colunista do jornal ESTADO DE MINAS; Cici Santos, do DIRIO DO COMRCIO; nio Fonseca,colunista do jornal MG TURISMO e Antnio Claret Guerra, presidente do MG TURISMO - vo receber bela e significativa placa pelos servios prestados ao turismo mineiro e ABRAJET-MG.


    Parabns e sucesso ao Paulo Queiroga e sua diretoria da Abrajet Minas.





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 1, 2008

    Ser amanh - tera-feira - a eleio da Mesa Diretora da Assemblia de Minas - frente o deputado Alberto Pinto Coelho, presidente do Parlamento mineiro.

    Ser nesta tera-feira (2/12/08), s 9 horas, no Plenrio, a Reunio Especial para eleio da Mesa da Assemblia Legislativa de Minas Gerais para o binio 2009/11. A Mesa uma comisso executiva formada por sete deputados que tem como tarefa a direo dos trabalhos do Parlamento. Ela composta pelo presidente, trs vice-presidentes e trs secretrios.
    Cabe Mesa conduzir os trabalhos legislativos, propor alteraes no Regimento Interno, promulgar emendas Constituio, alm de orientar os servios administrativos da ALMG, definir limites e competncias para ordenar despesas.
    Conforme determina o Regimento Interno, a eleio da Mesa para o segundo binio da legislatura ocorrer em reunio especial, na primeira quinzena de dezembro do segundo ano legislativo. A posse dos eleitos acontecer no incio do ano seguinte, em 1 de fevereiro, ou no primeiro til - em 2009, 2 de fevereiro.
    possvel a reconduo dos membros da Mesa para o mesmo cargo na eleio subseqente, na mesma legislatura ou em legislaturas distintas. Essa possibilidade est prevista na Emenda Constituio 64, de 2004. A votao secreta e individual, cargo a cargo, e registrada atravs de cdulas previamente impressas, depositadas em urna.
    Registro - O registro das candidaturas, individualmente ou por chapa, deve ser feito at duas horas antes da reunio destinada eleio, ou seja, at as 7 horas desta tera-feira (2), conforme determina o Regimento Interno. O Setor de Protocolo da Gerncia-Geral de Plenrio estar recebendo as inscries, na segunda-feira (1), das 8 s 18 horas, e na tera (2), das 6 s 7 horas.
    O novo presidente da Assemblia dever ser eleito pela maioria dos votos dos deputados, ou seja, um mnimo de 39 votos. Os demais membros (1, 2 e 3o vice-presidentes e 1, 2 e 3o secretrios) precisam de maioria simples para que sejam eleitos. A reunio para eleio pblica e pode ser acompanhada das galerias.
    Os atuais integrantes da Mesa so os seguintes deputados: Alberto Pinto Coelho (PP), presidente; Doutor Viana (DEM), 1-vice-presidente; Jos Henrique (PMDB), 2-vice-presidente; Roberto Carvalho (PT), 3-vice-presidente; Dinis Pinheiro (PSDB), 1-secretrio; Tiago Ulisses (PV), 2-secretrio; e Alencar da Silveira Jr. (PDT), 3-secretrio.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________




    ___________________________


    Clique para conhecer

    ___________________________


    Clique para conhecer

    ______________________________

    Clique para conhecer

    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________

         
     
    Clique e envie-nos 

seu e-mail