Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter Página do 

Programa João Carlos Amaral Entrevista Canal no youtube Clique e 

envie-nos seu e-mail Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter
___________________________


___________________________
Clique para conhecer
___________________________


__________________________


__________________________

__________________________


______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer
______________________________

Sinapro MG
______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer



+ Categorias

  • Todos (16267)
  • POLTICA (5929)
  • GERAL (2057)
  • ARTIGOS (285)
  • ENTREVISTAS (36)
  • ECONOMIA (3754)
  • GENTE (1210)
  • TURISMO (842)

  • + Links
    + Arquivos

    Fevereiro, 2006
    Maro, 2006
    Abril, 2006
    Maio, 2006
    Junho, 2006
    Setembro, 2006
    Julho, 2006
    Agosto, 2006
    Novembro, 2006
    Outubro, 2006
    Janeiro, 2007
    Dezembro, 2006
    Fevereiro, 2007
    Maro, 2007
    Abril, 2007
    Maio, 2007
    Outubro, 2007
    Junho, 2007
    Julho, 2007
    Agosto, 2007
    Setembro, 2007
    Dezembro, 2007
    Novembro, 2007
    Janeiro, 2008
    Maio, 2008
    Fevereiro, 2008
    Maro, 2008
    Julho, 2008
    Abril, 2008
    Junho, 2008
    Setembro, 2008
    Agosto, 2008
    Outubro, 2008
    Novembro, 2008
    Dezembro, 2008
    Janeiro, 2009
    Fevereiro, 2009
    Maro, 2009
    Abril, 2009
    Maio, 2009
    Junho, 2009
    Julho, 2009
    Agosto, 2009
    Setembro, 2009
    Outubro, 2009
    Novembro, 2009
    Dezembro, 2009
    Novembro, 2012
    Janeiro, 2010
    Fevereiro, 2010
    Maro, 2010
    Abril, 2010
    Maio, 2010
    Junho, 2010
    Julho, 2010
    Agosto, 2010
    Setembro, 2010
    Outubro, 2010
    Novembro, 2010
    Fevereiro, 2011
    Maro, 2011
    Abril, 2011
    Maio, 2011
    Junho, 2011
    Julho, 2011
    Agosto, 2011
    Setembro, 2011
    Outubro, 2011
    Novembro, 2011
    Dezembro, 2011
    Janeiro, 2012
    Fevereiro, 2012
    Maro, 2012
    Abril, 2012
    Maio, 2012
    Junho, 2012
    Julho, 2012
    Agosto, 2012
    Setembro, 2012
    Outubro, 2012
    Dezembro, 2012
    Agosto, 2015
    Janeiro, 2013
    Fevereiro, 2013
    Maro, 2013
    Abril, 2013
    Maio, 2013
    Setembro, 2015
    Junho, 2013
    Julho, 2013
    Agosto, 2013
    Setembro, 2013
    Julho, 2016
    Outubro, 2013
    Novembro, 2013
    Dezembro, 2013
    Janeiro, 2014
    Fevereiro, 2014
    Maro, 2014
    Abril, 2014
    Maio, 2014
    Junho, 2014
    Julho, 2014
    Agosto, 2014
    Setembro, 2014
    Outubro, 2014
    Novembro, 2014
    Dezembro, 2014
    Janeiro, 2015
    Fevereiro, 2015
    Maro, 2015
    Abril, 2015
    Maio, 2015
    Junho, 2015
    Julho, 2015
    Outubro, 2015
    Novembro, 2015
    Dezembro, 2015
    Janeiro, 2016
    Fevereiro, 2016
    Maro, 2016
    Abril, 2016
    Maio, 2016
    Junho, 2016
    Agosto, 2016
    Setembro, 2016
    Outubro, 2016
    Novembro, 2016
    Dezembro, 2016
    Janeiro, 2017
    Fevereiro, 2017
    Maro, 2017
    Abril, 2017
    Maio, 2017
    Junho, 2017
    Julho, 2017
    Agosto, 2017
    Setembro, 2017
    Outubro, 2017
    Novembro, 2017
    Dezembro, 2017
    Janeiro, 2018
    Fevereiro, 2018
    Maro, 2018
    Abril, 2018
    Maio, 2018
    Junho, 2018
    Julho, 2018
    Agosto, 2018
    Setembro, 2018
    Outubro, 2018
    Novembro, 2018
    Dezembro, 2018
    Janeiro, 2019
    Fevereiro, 2019
    Maro, 2019
    Abril, 2019
    Maio, 2019
    Junho, 2019



    _______________________________________________________________
    .

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 31, 2015

    Notcia boa!!! Sancionada lei que reduz R$ 5 bilhes da dvida do Estado Mudanas nos contratos celebrados com a Unio vo diminuir os juros sobre o valor devido pelo Estado.

    Foi sancionada a Lei 21.938, de 2015, que autoriza o Executivo mineiro a alterar os critrios de indexao dos contratos celebrados com a Unio. Segundo o Governo do Estado, a repactuao promover, j em janeiro de 2016, uma reduo de R$ 5 bilhes na dvida com a Unio, alm de reduo dos encargos (juros) a partir de 2028.

    A lei tramitou na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) como Projeto de Lei (PL) 3.126/ 15, de autoria do governador Fernando Pimentel, e foi publicada na ltima edio do Dirio Oficial Minas Gerais, de quinta-feira (24/12/15).

    Os novos critrios de indexao da dvida com o Governo Federal seguem o que prev a Lei Complementar Federal 148, de 2014, que trata dos contratos de refinanciamento da dvida e de emprstimos firmados sob o amparo da Medida Provisria 2.192-70, de 2001.

    A lei sancionada promove, ainda, adequao da legislao estadual aos comandos trazidos pela Lei Complementar Federal 151, de 2015, que alterou a Lei 148. Com isso, os contratos de refinanciamento das dvidas dos estados foram repactuados com juros de 4% ao ano sobre o saldo devedor previamente atualizado.

    A atualizao monetria se dar mensalmente, com base no ndice Nacional de Preos ao Consumidor Amplo (IPCA). As regras previstas pela legislao anterior determinavam juros de 6% ao ano e atualizao pelo ndice Geral de Preos Disponibilidade Interna (IGP-DI). A nova legislao entrou em vigor na data da publicao.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 31, 2015

    SAMU: processo seletivo para contratao de funcionrios. Vale conferir!!!

    O Servio de Atendimento Mvel de Urgncia (Samu) est com processo seletivo aberto para contratao de funcionrios para atuar no servio. Ao todo, so 505 vagas, entre condutor socorrista, tcnico em enfermagem, enfermeiro, mdico, psiclogos, farmacutico, auxiliar de farmcia e auxiliar administrativo.

    A gesto do servio e do processo seletivo de responsabilidade do Consrcio Pblico Intermunicipal de Sade da Rede de Urgncia e Emergncia da Macrorregio do Tringulo Norte (CISTRI). O financiamento fica a cargo da Secretaria de Estado de Minas Gerais (SES-MG), do Ministrio da Sade e dos 27 municpios consorciados da regio de sade de Ituiutaba, Patrocnio/Monte Carmelo e Uberlndia/Araguari.

    Servio:

    Concurso Servio de Atendimento Mvel de Urgncia (Samu)

    - Nveis: fundamental, mdio, tcnico e superior (mdicos)

    - Cidades e vagas: Araguari (50), Campina Verde (12), Capinpolis (12), Centralina (12), Coromandel (12), Estrela do Sul (12), Gurinhat (12), Ira de Minas (12), Ituiutaba (50), Monte Alegre de Minas (12), Nova Ponte (12), Patrocnio (38), Prata (12), Santa Vitria (12), Tupaciguara (12), Monte Carmelo (12) e Uberlndia (211). Total 505 vagas

    - Provas: 14 de fevereiro de 2016

    - Inscries: pela internet, no site da UFSJ, entre 14 de dezembro de 2015 e 12 de janeiro de 2016.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 31, 2015

    Reunio na ANA analisar plano de contingncia da Chesf para o So Francisco Apesar da autorizao da Agncia Nacional de guas (ANA) para a prtica de vazo de 800 metros cbicos por segundo (m/s) nos reservatrios de Sobradinho (BA) e Xing (AL), o assunto voltar a ser discutido na sede do rgo federal, em Braslia (DF), no dia 5 de janeiro, s 10 horas. Na oportunidade, a Companhia Hidreltrica do So Francisco (Chesf), que opera os reservatrios, ir apresentar um plano de contingncia para flexibilizao da vazo mnima.

    A Chesf dever colocar em prtica uma vazo ainda menor a partir do dia 7 de janeiro. At o dia 13, a defluncia a ser praticada dever ser de 850m/s. No havendo registro de problemas, ser realizada a etapa seguinte, que consiste na prtica de 800m/s de 14 a 20 de janeiro, explica o comunicado oficial da companhia, assinado pelo superintendente de Operao da Chesf, Ruy Barbosa Pinto Jnior.

    O Comit da Bacia Hidrogrfica do Rio So Francisco (CBHSF) tem se colocado como crtico das medidas que resultam na prtica de vazo reduzida nos reservatrios do So Francisco. O presidente do colegiado, Anivaldo Miranda, j apresentou um plano de aes para curto, mdio e longo prazos, que consiste em medidas voltadas, principalmente, para a revitalizao e preservao do Velho Chico.

    Fonte
    cbhsaofrancisco.org.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 30, 2015

    Amagis empossa nova diretoria para o prximo trinio A diretoria eleita para conduzir a Associao dos Magistrados Mineiros (Amagis) no prximo trinio tomar posse, na sede da entidade, em Belo Horizonte, no prximo domingo, dia 3 de janeiro, s 19 horas.

    O presidente eleito, desembargador Maurcio Soares,
    e a nova diretoria ficaro frente da Amagis no perodo de 2016 a 2018.

    As principais propostas de gesto so a melhoria na estrutura de trabalho nas comarcas do interior, a defesa da independncia de julgar dos magistrados e a democratizao do Judicirio, com a participao dos juzes na escolha dos cargos diretivos do Tribunal de Justia.

    Mais informaes
    na Assessoria de Comunicao da Amagis
    (31)3079-3487 / 3079-3453


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 30, 2015

    PLULAS de Economia.

    Supermercados de Minas Gerais
    rebaixam as projees

    Vendas crescero apenas 1% em 2015

    Depois da queda nas vendas de 6,13% em novembro sobre outubro e de 3,59% ante igual ms de 2014, o setor supermercadista mineiro refez para baixo as projees para este ano, que passaram de crescimento de 2,5% para somente 1%.

    Mas mesmo para alcanar esse ndice ser preciso que as vendas tenham incremento maior em dezembro, em torno de 20%, uma vez que no acumulado do ano at novembro o incremento est em apenas 0,52%. Os investimentos, criao de empregos e a abertura de lojas tambm devem ficar abaixo das estimativas, conforme o Termmetro de Vendas divulgado ontem pela Associao Mineira de Supermercados (Amis).

    ECONOMIA
    Situao se agrava no polo moveleiro de Ub

    Vendas diminuram 15% neste ano, aps retrao de 10% no exerccio passado

    IPTU: arrecadao deve atingir R$ 1,25 bilho
    Valor estimado para o prximo ano representa alta de 16,8% ante o resultado de 2015

    Empresrios cautelosos com novos investimentos
    Cenrio negativo impe a reduo nos custos de produo para manter a competitividade

    AGRONEGCIO
    Safra de caf dever ser menor neste ano em Minas
    Queda na produo ser de 3,5%

    FINANAS
    Rombo nas contas bate recorde
    Dficit primrio de R$ 19,567 bilhes registrado em novembro o maior desde 2002

    NEGCIOS
    Crise afeta lojistas do Mercado Central

    Movimento de final de ano ficou muito aqum do registrado em perodos anteriores

    POLTICA
    Salrio mnimo sobe para R$ 880 em 2016
    Decreto assinado pela presidente Dilma fixa reajuste em 11,7% e entra em vigor a partir de 1 de janeiro

    LEGISLAO
    Arrecadao atinge marca de R$ 2 trilhes no Pas
    Carga registrar aumento nominal de 7,2% em relao de 2014

    INTERNACIONAL
    Produo chinesa definir preos
    Reduo da oferta interna poder fazer a cotao das commodities aumentar

    ESPECIAIS

    DC FRANQUIA
    Sr. Sorvete vai abrir mais trs lojas em Minas Gerais

    ACERVO
    H 50 ANOS | Banco do Desenvolvimento de Minas Gerais emprestou mais de Cr$ 1 Bilho

    OPINIO/EDITORIAL
    Erros e suas consequncias


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 30, 2015

    BDMG realiza os primeiros financiamentos pelo Funcaf Empresas e cooperativas em Minas investem em aquisio, estocagem e capital de giro

    O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) contratou, at o momento, R$ 54,6 milhes pelo Funcaf. Os recursos sero destinados para a safra 2015/2016 e beneficiaro a atividade produtora de caf em Minas Gerais.

    O caf mineiro representou 61,8% do produto exportado pelo Brasil em 2014. Sua relevncia para economia mineira e para a pauta exportadora do Estado justifica o apoio do BDMG ao setor, explica o diretor de negcios do BDMG, Carlos Fernando Vianna.

    O anncio de R$ 143,5 milhes para financiamentos pelo Funcaf foi realizado em agosto pelo governador Fernando Pimentel. So R$ 40 milhes para estocagem e R$ 30 milhes para financiamento para aquisio de caf.

    Os outros R$ 73,5 milhes so destinados para capital de giro, dos quais R$ 30 milhes para indstrias de torrefao e R$ 43,5 milhes para as cooperativas.

    Contexto
    De acordo com Vianna, a expectativa do BDMG ampliar os financiamentos ao setor em 2016. A expectativa vai ao encontro do mercado nacional. Segundo relatrio da Organizao Internacional do Caf (OIC), recm-divulgado, o Brasil registrou recorde de exportao de caf em novembro com 3,37 milhes de sacas 6,9% maior que o mesmo perodo no ano passado.

    A OIC aponta perspectivas positivas para o setor e destaca o recorde de exportao de 36,9 milhes de sacas no ano cafeeiro de 2014/15.

    Sobre o Funcaf
    O Funcaf foi criado em 1986 e gerenciado pelo Ministrio da Agricultura, Pecuria e Abastecimento, tendo como principal objetivo o financiamento, modernizao e incentivo produtividade da cafeicultura, da indstria e da exportao, alm do desenvolvimento de pesquisas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 29, 2015

    Pimentel participa de reunio de governadores em Braslia com ministro da Fazenda Na pauta, reivindicaes dos estados na rea econmica e construo de uma agenda para mudanas estruturais no pas; encontros continuaro ao longo de 2016

    Fonte
    agenciaminas.mg.gov.br

    Pimentel
    participa de reunio de governadores em Braslia
    com ministro da Fazenda

    Na pauta, reivindicaes dos estados na rea econmica e construo de uma agenda para mudanas estruturais no pas; encontros continuaro ao longo de 2016

    O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, participou nesta segunda-feira (28/12) em Braslia de uma reunio com outros nove chefes de Executivos estaduais e o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa. Os 10 governadores discutiram reivindicaes comuns, como o aval federal para operaes financeiras, e debateram uma srie de mudanas estruturais para o pas, consideradas fundamentais para a retomada do crescimento econmico sustentvel. Outros encontros sero realizados ao longo de 2016.

    Foi uma reunio muito produtiva. Alm de reivindicaes em comum, que possam dar alvio financeiro para os estados, discutimos a possibilidade de construir uma pauta dos governadores como uma forma de contribuio ao pas, disse Pimentel. Ainda segundo o governador, a pauta envolve grandes reformas estruturais.

    O Brasil precisa de reformas estruturais profundas e os governador esto dispostos a ajudar. Vamos consolidar esta agenda ainda em janeiro, com os 27 governadores brasileiros, disse, aps o encontro com o ministro da Fazenda. Segundo Pimentel, as reformas abrangem reas como Previdncia e legislaes tributria e trabalhista. Vamos dar nosso apoio ao governo federal para a realizao destas reformas, garantiu.

    Em relao ao pedido de alvio financeiro para os estados, o governador mineiro disse que as propostas foram bem recebidas pelo ministro da Fazenda. Ele apenas nos pediu mais prazo, j que acabou de tomar posse, ponderou.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 29, 2015

    Novidade: Mercado Central de BH ter gs fornecido pela GASMIG. Previso das obras comearem dia 15 de janeiro e ficarem prontas em 3 meses.


    Mercado Central de Belo Horizonte
    ter gs natural fornecido pela Gasmig

    Incio dos trabalhos
    para construo da rede interna de distribuio do energtico
    tem previso para comear no dia 15 de janeiro e durar 120 dias

    O Mercado Central de Belo Horizonte firmou com a Gasmig o termo de compromisso que autoriza a construo das redes internas de distribuio de gs natural para atender os estabelecimentos comerciais, levando mais praticidade, modernidade e segurana aos seus comerciantes e fieis clientes. A parceria sela o compromisso do Governo de Minas Gerais e da Companhia de Gs em garantir a preservao dos patrimnios histrico-culturais do estado.

    De acordo com o diretor presidente da Gasmig, Eduardo Andrade, participar desse marco histrico motiva ainda mais os projetos para a expanso das redes de gs natural nos principais pontos tursticos da capital mineira. Contribuir para o desenvolvimento de Belo Horizonte e do estado faz parte da viso e misso da Gasmig e levar uma soluo energtica como o gs natural at nossos patrimnios histricos a concretizao do que acreditamos, que ter nosso energtico em todos os segmentos do mercado, contribuindo para o bem-estar e desenvolvimento de forma eficiente, sustentvel e rentvel.

    Para o diretor presidente do Mercado Central, Jos Agostinho, mais conhecido como Nem do Mercado, esse projeto ser uma grande vitrine para a empresa. Empresrios, donas de casa, comerciantes, formadores de opinio, todos eles so nossos clientes e podero ficar mais seguros com a chegada do gs natural ao nosso Mercado.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 29, 2015

    Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais busca maior diversificao econmica Em entrevista, o diretor de Planejamento e Desenvolvimento do BDMG, Otvio Camargo, detalha, entre outros pontos, o funcionamento do programa BDMGTec

    Fonte
    agenciaminas.mg.gov.br

    Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais
    busca maior diversificao econmica

    Em entrevista, o diretor de Planejamento e Desenvolvimento do BDMG, Otvio Camargo, detalha, entre outros pontos, o funcionamento do programa BDMGTec

    Contribuir para a implementao
    da estratgia de diversificao produtiva
    do estado uma das atuais diretrizes do BDMG
    O Banco de Desenvolvimento de Minas Geais (BDMG), em sua presente linha de atuao, est de olho no estmulo a projetos capazes de ampliar e variar a estrutura produtiva e a matriz econmica no estado. Um dos caminhos para isso est expresso no programa BDMGTec, um dos carros-chefe na atual administrao que direcionam o banco para o apoio em participao acionria e financiamentos de longo prazo.

    Em entrevista ao portal Agncia Minas Gerais, o diretor diretor de Planejamento e Desenvolvimento do BDMG, Otvio Camargo, fala sobre o suporte a projetos de alta tecnologia, os principais investimentos em andamento nesta rea, alm de metas, valores de investimentos e a possibilidade de Minas Gerais assegurar a maior diversificao de sua economia.


    Agncia Minas Gerais - O BDMG est com uma diretriz, na atual administrao, para priorizar novos eixos da economia, reduzindo a dependncia do caf e minrio. Como foi formalizada a deciso de investir, por exemplo, em grandes empreendimentos tecnolgicos?

    Otvio Camargo - O BDMG tem adotado estratgias de estmulo ao desenvolvimento regional. Como um banco de fomento, precisamos ter intencionalidade em nossas aes, pois acreditamos que o desenvolvimento ocorre de maneira intencional, principalmente em regies com baixo dinamismo. Nesse sentido, o BDMG tem implantado aes que estimulem a reestruturao produtiva e a reduo das desigualdades em Minas Gerais.

    Agncia Minas Gerais - Como se organiza a atuao do BDMG nesse contexto?

    Otvio Camargo - A atuao do banco se d de diferentes formas, principalmente por meio de crdito ou por participao acionria em grandes empreendimentos. Tanto a oferta de crdito quanto a participao acionria devem estar atreladas a polticas pblicas amplas e integradas, que conduzam ao desenvolvimento do estado. Os setores tradicionais da economia demandam reas intensivas em tecnologia. Por isso, o BDMG criou em 2012 a subsidiria BDMGTEC para participar da atrao de investimentos de alta tecnologia dinamizadores da economia do estado. Por meio dessa estratgia, o banco scio minoritrio de dois empreendimentos que contribuiro para a diversificao da economia mineira: a Unitec Semicondutores e a Biomm S.A. Alm de participar por meio de equity, via BDMGTEC, o BDMG tambm financia essas empresas no longo prazo.

    Agncia Minas Gerais - Em que consiste o BDMGTec? justamente para orientar e direcionar investimentos no segmento de alta tecnologia?

    Otvio Camargo - A subsidiria BDMGTEC tem o objetivo de participar do capital social de empresas de alta tecnologia, seguindo a orientao estratgica do Governo de Minas. Ainda conforme a orientao do Estado, frmacos, semicondutores e energias renovveis sero setores de ateno do BDMG, que planeja sua atuao junto a essas reas.

    Agncia Minas Gerais - Quais so os principais investimentos do BDMG no segmento tecnolgico em andamento? possvel detalhar metas, contrapartidas e valores totais disponveis para investimento?

    Otvio Camargo - O BDMG, por meio da subsidiria BDMGTEC, scio minoritrio da Unitec Semicondutores, que est sendo construda em Ribeiro das Neves, e da fbrica de insulina humana Biomm S.A., em fase de construo em Nova Lima. A BDMGTEC far um aporte total de R$ 48 milhes no capital da Unitec. J foram integralizados R$ 46,3 milhes (96% do total). Na Biomm, a BDMGTEC integralizou um total de R$ 28,9 milhes.

    Agncia Minas Gerais - J h uma definio sobre os produtos de crdito que sero oferecidos para este segmento? So participao acionria, parcerias e linhas especficas de financiamento?

    Otvio Camargo - Alm da participao acionria, importante ressaltar que o BDMG apoia esses empreendimentos por meio de financiamentos de longo prazo. O BDMG financia a Unitec em R$ 65 milhes no longo prazo, tendo liberado R$ 43,5 milhes. Para a Biomm, o BDMG financiar um total de R$ 56,1milhes, dos quais R$ 8 milhes j foram desembolsados.

    Agncia Minas Gerais - As empresas interessadas devem procurar o BDMG, aguardar a divulgao das novas linhas de financiamento? Qual a recomendao neste momento?


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 29, 2015

    PLULAS de Economis. Boa Notcia: SUGFAR na contramo da crise prev crescer 8% em 2015

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Produo de autopeas no Estado
    em retrao de 30%

    Impacto da forte desacelerao
    da demanda por veculos automotores

    A forte desacelerao da demanda por veculos automotores atingiu em cheio o segmento de autopeas mineiro, que viu a produo cair 30% na comparao com 2014, o que levou ao fechamento de algumas empresas. O nvel de emprego registou retrao de 20% nos ltimos 12 meses. Para 2016, na melhor das hipteses, o setor prev manter o baixo nvel de produo alcanado neste exerccio.

    ECONOMIA
    Suggar segue na contramo e prev crescer 8% em 2015
    Empresa deve concluir em 2016 aporte na Paraba

    Projetos de eficincia tero financiamento em Minas
    Acordo entre BDMG e Cemig visa estimular o desenvolvimento sustentvel

    Jaguar Mining desliga moinho em Minas
    Equipamento no complexo em Conceio do Par apresentou defeito e passar por uma manuteno

    AGRONEGCIO
    Sistema amplia produtividade em Minas
    Pastagem alternada com plantio vem gerando bons resultados para produtores na Zona da Mata

    FINANAS
    Governo apura o pior resultado da histria
    Dficit de novembro atingiu R$ 21,2 bilhes e representa queda real de 18,5% em relao ao ano passado

    NEGCIOS
    Obras do Center Minas continuam aceleradas

    Em 2016, estabelecimento deve ganhar quatro grandes lojas

    Os 7 pecados capitais da Comunicao para Pequenos Negcios
    Saiba o que NO fazer quando for tratar das suas estratgias de comunicao

    LEGISLAO
    Arrecadao federal cai em Minas
    Queda real no acumulado de janeiro a novembro chegou a 12,1%, aponta a RFB

    ESPECIAIS

    DC TECNOLOGIA
    Senai usa impressora 3D em laboratrio de prototipagem

    OPINIO/EDITORIAL
    Reflexes de final de ano


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 28, 2015

    ARTIGO ESPECIAL

    Mineiridade: poltica e mito

    Jos Osvaldo Lasmar*

    Mito, na linguagem cotidiana, sinnimo de falso, inverdade, sem fundamento. Comer manga e tomar leite faz mal. Verdade ou mito? Na antropologia, na histria, na psicanlise aprende-se, no entanto, que mitos so construes dos homens, em diferentes pocas, lugares e estgios de sua evoluo, a que se recorre para explicar o inexplicvel, para simbolizar. No limite, e neste mesmo sentido, Freud nos mostrou que mito pode at mesmo ser uma construo cientfica, como no caso do seu Totem e Tabu.

    A fora do mito, sua funcionalidade, pode atravessar sculos e culturas, como no caso, talvez o mais eloquente, da mitologia grega. Hoje, e sempre, estaremos confrontados com dipo. Hoje, e sempre, estaremos confrontados com Narciso e Medeia.

    Nestes sentidos, o que se pode entender, ainda hoje, por mito da mineiridade? Mdia, intelectuais, escritores, acadmicos, polticos, claro, principalmente os polticos, so transmissores de uma mistificao, uma inverdade (comer manga e tomar leite faz mal), um recurso retrico legitimador das elites locais, ou de uma construo histrico-social que simboliza, narra, explica uma identidade histrica e scio-cultural especfica, o ser mineiro?

    Mineiramente, e aqui j nos invade o mito da mineiridade em sua verso mais folclrica, se poderia responder que tudo isso. Mas, neste caso, e como de hbito, o mito da mineiridade, nesta sua verso folclrica, parece ter a nica funo de no explicar, no se explicar, ou de no se comprometer sempre que nos defrontamos com situaes limites e questes cruciais.

    Nem contra nem a favor muito antes pelo contrrio pode at significar, para muitos, esperteza, matreirice, sabedoria, mas ser sempre, e antes de tudo, traduo mitolgica de uma cultura poltica que preza o no comprometimento, o no confronto, enfim o no me comprometas, como prtica.

    Minas, ptria da liberdade e dos liberais no combina com Pedro Aleixo na vice-presidncia de Costa e Silva, JK endossando a reforma constitucional e eleio indireta de Castelo Branco em 64, Alkmim e Milton Campos ministros do primeiro governo militar. Para citar apenas algumas dificuldades de enquadramento da realidade na mitologia.

    Nestes casos, mesmo que o mito da mineiridade seja um pouco de tudo aquilo, necessrio que se investigue um pouco mais. Que se explicite o que lhe ponderante. Que se explicite o vetor final, ou vetores finais, a que o discurso est submetido ou, dito de outra forma, que funes fundamentais o discurso da mineiridade exerce, assumindo, desde j, que ele no configurou e no configura um mito.

    Nas poucas vezes em que estas espinhosas questes so abordadas, opta-se pelo seu fatiamento, buscando, neste processo de construo de um discurso da mineiridade, aquilo que nos aportado pela literatura, e pelas artes em geral, pela ao dos polticos mineiros, pela ao dos republicanos brasileiros, pela mdia, pelos regionalismos da histria de Minas, etc.

    Carecemos de uma abordagem crtica e integradora da construo do discurso, mito e/ou mistificao. Isto talvez tenha contribudo para sua longevidade, no obstante suas disfuncionalidades e decrepitude crescentes.

    Num momento de aguda crise poltica, econmica e tica que atravessamos, h, portanto, que se fazer este esforo integrador e crtico do discurso da mineiridade. Na tormenta que j est anunciada, nossas elites, intelectuais, polticos, mdia, etc certamente j se posicionam, esquerda, ao centro ou direita, escoradas no mesmo e surrado discurso-mito-mistificao da mineiridade.

    Diante da sua crescente disfuncionalidade, dos seus vetores mistificadores, do seu anacronismo, no entanto, faz-se necessrio, de nossa parte, olhos e ouvidos menos desavisados, mas alertas, muito mais atentos e dispostos a responder, sem hesitaes: afinal, esta estria de que leite com manga faz mal mesmo mito ou verdade.

    *Pesquisardor da Fundao Joo Pinheiro


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 28, 2015

    PLULAS de Economia

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Vale da Eletrnica se "europeza"

    Empresrios de Santa Rita do Sapuca
    tero fbrica de eletroeletrnicos na Eslovquia

    Diante das dificuldades competitivas enfrentadas pelo setor industrial no Brasil, as empresas do Vale da Eletrnica, em Santa Rita do Sapuca, no Sul de Minas, se voltam para o mercado externo. Por meio de parceria com o governo da Eslovquia, os empresrios do polo vo criar uma linha de produo na Europa. Na prtica, uma fuga dos altos custos brasileiros associada conquista de novos mercados. O projeto dever ser concretizado em novembro de 2016.

    ECONOMIA
    Fbricas de joias fecham as portas em Minas Gerais

    Cerca de 60 empresas, principalmente de mdio e grande portes, encerraram a atividade

    Planta de amnia em Uberaba segue indefinida
    Obras foram suspensas em julho deste ano

    Construo prev mais retrao em 2016
    Empresas tendem a reduzir projetos de novos empreendimentos, aquisio de matria-prima e empregos

    AGRONEGCIO
    Avicultura mineira ter novas regras em maro
    Medida visa evitar ingresso de doenas no Pas

    FINANAS
    Banco Central prev queda de 3,6% do PIB em 2015
    Para o exerccio que vem, autoridade monetria projeta reduo de 1,9% na economia brasileira

    NEGCIOS
    Crise no reduz apetite por festas de Rveillon

    Expectativa de que os poucos ingressos restantes se esgotem at o incio da prxima semana

    POLTICA
    Rito do impeachment claro, diz STF
    Presidente da Cmara anuncia que vai entrar com embargos de declarao no Supremo

    LEGISLAO
    Arrecadao federal tem queda real de 17,29%
    Recuo at novembro foi de 5,76%

    INTERNACIONAL
    Opep prev alta no preo do petrleo
    Em relatrio, organizao tambm projeta reduo na prpria produo nos prximos anos

    ESPECIAIS

    DC TURISMO
    Em alta temporada, turismo recorre a megapromoes

    OPINIO/EDITORIAL
    O destino de Confins


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 27, 2015

    Flyways oficializa os primeiros voos regionais a partir do Aeroporto da Pampulha Na ocasio, houve apresentao do ATR-72 e da equipe de comissrios da nova companhia area


    O governo de Minas Gerais , por meio das secretarias de Estado de Desenvolvimento Econmico (Sede) e de Turismo (Setur) , participou do anncio oficial do incio das operaes da Flyways Linhas Areas.

    A nova empresa escolheu Minas Gerais para comear a voar e anunciou o dia 28 de dezembro para decolar com destino a Uberaba (Tringulo Mineiro), Ipatinga (Vale do Ao), Arax e Patos de Minas (Alto Paranaba) saindo do Aeroporto da Pampulha.

    No segundo momento, no ms de janeiro, sero oferecidos, aos finais de semana, voos para Cabo Frio (RJ), Porto Seguro (BA) e Vitria (ES). O projeto da Flyways prev 10 aeronaves at o final do ano de 2016 e, em quatro anos, 30 avies em operao.

    Para Minas Gerais, outros destinos sero anunciados brevemente, pois no projeto da empresa, que teve o apoio direto do governo do Estado, 24 municpios foram estudados, levando em considerao aspectos como Produto Interno Bruto (PIB), investimentos pblicos e privados, atendimento rodovirio e aeroportos estratgicos.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 27, 2015

    Busca do consenso marca o primeiro ano da 18 Legislatura Em 2015, a ALMG aprovou projetos importantes em Plenrio e colocou em discusso assuntos de interesse da populao.

    No primeiro ano de trabalhos da 18 Legislatura, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) ocupou-se de temas de interesse da populao e buscou avanos para a sociedade mineira. E mesmo com embates entre parlamentares da base de governo e da oposio, foi possvel aprovar diversos projetos importantes em Plenrio ao longo de 2015.

    No balano do ano, a tragdia do rompimento da barragem em Mariana, a crise hdrica, a remunerao de servidores da educao, a reestruturao do Sistema Estadual de Meio Ambiente (Sisema), o combate criminalidade, a preveno do uso de drogas, a representao feminina na poltica e a proteo ao idoso foram alguns dos assuntos que mobilizaram os deputados mineiros.

    Para o presidente da ALMG, deputado Adalclever Lopes (PMDB), mesmo em um ano difcil, com embates polticos acirrados, o Legislativo mineiro demonstrou que as solues para os problemas do Estado passam pela construo do entendimento possvel. A busca do consenso entre deputados da base do governo e da oposio possibilitou a aprovao em Plenrio de projetos importantes, como a poltica remuneratria dos servidores da educao, a reforma administrativa e a reestruturao do Sistema Estadual de Meio Ambiente, argumenta.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Dezembro 26, 2015

    SECRETRIO CAIXA PARTICIPA DE COLETIVA PARA LANAMENTO DO RVEILLON BH 2016 Foi lanado nesta manh (21) o rveillon BH 2016, na sede da TV Globo Minas. O evento fruto de uma parceria entre a Artbhz Produtora de Espetculos, a TV Globo Minas, a Cemig, o Governo do Estado de Minas Gerais, a Prefeitura de Belo Horizonte e o Sesi/Fiemg.


    Durante a coletiva de lanamento foram anunciadas as novidades desta mega festa da virada, que considerado um dos mais importantes eventos da capital mineira. Tambm estiveram presentes para conversar com a imprensa os msicos Samuel Rosa, Flvio Renegado, o maestro da Orquestra de Cmara Sesiminas Marco Antnio Drummond.

    O Secretrio de Estado de Turismo, Mrio Henrique Caixa, foi representando o governo de Minas. Segundo ele, este evento de grande importncia para BH e Minas Gerais. Coloca Belo Horizonte na rota dos mega rveillons do Brasil, atraindo turistas e movimentando a economia da cidade, destacou.
    A terceira edio deste super evento promete aumentar ainda mais o sucesso alcanado nas duas edies passadas.

    Animao, conforto, localizao, imponncia das estruturas, grandes atraes musicais e segurana foram alguns dos quesitos que fizeram o Rveillon BH o melhor j realizado em Minas.
    Durante a coletiva de imprensa foram conhecidos os detalhes que compreenderam toda a festa, fique por dentro:

    A festa ir comear s 18 horas com apresentao do bloco Baianas Ozadas, seguido da funkeira Lexa, do rapper Flvio Renegado, do sertanejo Thales Lessa e de Skank com Orquestra Sesiminas. Pouco antes da meia noite, os artistas reunidos no palco vo fazer a contagem regressiva para o ano novo. Um grande espetculo de fogos vai colorir a histrica Praa da Estao.

    Os ingressos devero ser trocados com antecedncia. Um posto de recolhimento vai funcionar na Praa da Estao, a partir do dia 22 de dezembro, das 9 s 18 horas. Um 1 kg de alimento no perecvel dar direito a um ingresso. Todo alimento recolhido ser doado para o Servas.

    Policia Militar, Polcia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, BHTrans e CBTU participam do esquema de segurana e logstica do evento. Toda a rea no entorno da praa ter isolamento. A entrada 1 kg de alimento que dever ser trocado por ingresso, com antecedncia no posto da Praa da Estao.
    Crianas e menores de 18 anos devero estar acompanhados dos pais ou responsveis. No ser permitido o acesso de pessoas com camisas de times de futebol. Tambm no sero permitidos guarda-chuvas, capacetes de motocicletas e garrafas no local. Haver uma rea reservada, com acessibilidade, para as pessoas com deficincia, em frente ao palco.

    O metr funcionar at uma hora da manh do dia 1 de janeiro.
    nibus tambm circularo em horrio especial durante a madrugada.

    Postos mdicos e Unidades Mveis de Tratamento Intensivo daro apoio de sade durante todo o evento.
    Mais informaes do evento: facebook.com/reveillondebh


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 25, 2015

    O Teatro da Cidade vai reabrir suas portas no perodo de 8 de janeiro a 6 de maro de 2016, durante a Campanha de Popularizao do Teatro, apresentando o nosso musical SAMBA, AMOR E MALANDRAGEM, com ingressos a preos populares por apenas R$15,00. No perca! um belssimo espetculo com a cara do Brasil e dos dias de hoje. A partir de 6 de janeiro os ingressos estaro venda nos postos da Campanha. Adquira os seus com antecedncia.

    Enquanto isso, a fora-tarefa criada pelo Prefeito Mrcio Lacerda, comandada pelo Secretrio de Governo Vitor Valverde, pela Procuradoria do Municpio e pelo Presidente da Fundao Municipal de Cultura, Leonidas Oliveira, continuar sua ao visando salvaguardar e garantir a permanncia do Teatro da Cidade na cena cultural brasileira. Assim desejamos e esperamos.

    Pedro Paulo Cava


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 25, 2015

    Secretaria de Estado de Educao amplia atendimento no ensino mdio noturno De acordo com dados do Plano de Atendimento Escolar, 33.646 alunos que iniciaro seus estudos no 1 ano do Ensino Mdio estudaro no noturno

    Secretaria de Estado de Educao amplia atendimento no ensino mdio noturno

    De acordo com dados do Plano de Atendimento Escolar, 33.646 alunos que iniciaro seus estudos no 1 ano do Ensino Mdio estudaro no noturno

    cone de compartilhamento
    Com uma poltica educacional voltada para o atendimento do jovem, a Secretaria de Estado de Educao (SEE) autorizou para 2016 a ampliao de turmas de ensino mdio no turno noturno. Em 2015, 21.962 estudantes cursaram o 1 ano do ensino mdio em escolas da Rede Estadual de Ensino no turno da noite. Para 2016, a previso inicial do Plano de Atendimento Escolar que 33.646 alunos concluintes do ensino fundamental ingressem no ensino mdio neste perodo do dia.

    Toda demanda que chegou foi atendida e em alguns casos foram autorizadas turmas com um nmero inferior ao previsto na legislao para atender a demanda de distritos ou de uma cidade pequena que s tem uma escola, da educao do campo, indgena e quilombola, ressalta a subsecretria de Desenvolvimento da Educao Bsica, Augusta Mendona.

    O nmero de estudantes do ensino mdio que estudam no noturno ainda deve aumentar. A maioria dos estudantes que se inscreveram na Campanha Virada Educao Minas Gerais e que desejam retomar seus estudos optaram por estudar noite, como explica Augusta.

    Trazendo para a centralidade da poltica educacional a pauta da juventude, a Secretaria fez o chamamento por meio da campanha VEM de todos os jovens que quisessem retomar seus estudos. Nesse sentido, as escolas sero reorganizadas para atender a essa demanda. At o momento pela campanha temos cerca de 11.600 jovens inscritos e 79,6% deles declararam que querem estudar noite, conclui a subsecretria.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 25, 2015

    TV Assembleia fica sem sinal nesta tera (29), das 8 s 22h Em funo de reforma no local onde funciona a emissora, a Central Tcnica da TV ter que ser desligada.

    A TV Assembleia ficar fora do ar na prxima tera-feira (29/12/15), das 8 s 22 horas. Neste perodo, a programao no estar disponvel em nenhum meio, nem mesmo pela internet.
    Consulte a sintonia da TV Assembleia na sua cidade.

    A parada se deve a obras que esto sendo realizadas no lugar onde se localiza a emissora, no Palcio da Inconfidncia. Em funo da troca de pisos, a Central Tcnica da TV ter que ser desligada.
    Uma chamada sobre a interveno ser transmitida pela prpria emissora.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 24, 2015

    Sade autoriza R$ 15,7 milhes para universidades federais em Minas Medida foi publicada no Dirio Oficial da Unio e beneficia, com mais R$ 100 milhes, 48 hospitais universitrios em 16 estados e no Distrito Federal

    Com o objetivo de seguir fortalecendo os hospitais universitrios de Minas Gerais, para que continuem a oferecer ensino, pesquisa e atendimento de qualidade, o Ministrio da Sade disponibilizou mais R$ 15,7 milhes, recursos que sero destinados a quatro universidades federais do estado.

    A portaria 2.146, que autoriza o repasse dos recursos, foi publicada nesta quarta (23) no Dirio Oficial da Unio e beneficia, com R$ 100 milhes, um total de 48 hospitais em 16 estados e no Distrito Federal.

    Com a medida, sero beneficiadas a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com R$ 5,36 milhes para serem destinados ao Hospital das Clnicas de Minas Gerais; Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), com R$ 2 milhes para fortalecer o Hospital Universitrio de Juiz de Fora; a Universidade Federal do Tringulo Mineiro (UFTM), com R$ 5,36 milhes para o Hospital de Clnicas do Tringulo Mineiro; e a Universidade Federal de Uberlndia (UFU), com R$ 3 milhes para o Hospital de Clnicas de Uberlndia.

    Fonte
    Agncia Sade


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 23, 2015

    BH A MELHOR! Belo Horizonte foi eleita a melhor capital brasileira e a segunda melhor cidade no Brasil para se viver. O estudo BCI 100 (Best Cities Index) foi feito pela empresa de consultoria econmica e financeira Delta para a revista Amrica Economia.

    Para BH obter essa conquista,
    foram 77 atributos em 10 dimenses
    (geral, governana, bem-estar, econmico, finanas,
    domicilio, sade, educao, segurana e digital) analisados.

    As 100 cidades que fazem parte do BCI100 foram selecionadas a partir do ordenamento das cidades com base na estimativa da populao residente para o ano de 2014.

    Neste ordenamento, foram considerados todos os 5564 municpios brasileiros para os quais existem informaes socioeconmicas disponveis de fontes oficiais. As informaes foram coletadas entre agosto e setembro, provenientes de rgos e instituies governamentais.

    O Secretrio de Estado de Turismo de Minas Gerais, Mrio Henrique Caixa, se sente muito feliz com o resultado desse estudo, uma honra para todos mineiros estar to bem nesse ranking, isso o reflexo de muito trabalho e investimentos feitos pelo nosso governo em BH.

    O objetivo dessa pesquisa mensurar o desenvolvimento socioeconmico da cidade e dos habitantes, tendo como foco principal avaliar as condies de vida local atravs de indicadores econmicos e sociais.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 23, 2015

    Ptio Savassi

    Horrio de funcionamento Ptio Savassi -
    Natal e Reveilon

    23/12:
    Lojas e alimentao: 10 s 23 horas(*)

    Cinemark: Funcionamento normal

    24/12 e 31/12 (quinta-feira):
    Lojas e alimentao: 09 s 18 horas

    Cinemark: incio: 11:30 horas / trmino: 16 horas (**)

    25/12 (sexta-feira)
    Lojas: Fechadas

    Alimentao: 10 s 22 horas

    Cinemark: incio: 14:30 horas (**)

    01/01 (sexta-feira)
    Lojas: Fechadas

    Alimentao: 10 s 22 horas

    Cinemark: incio s 14:30 horas (**)

    Perodo de 27 a 30/12: Funcionamento Normal

    (*) Horrio de fechamento facultativo

    (**) Horrio do Cinemark sujeito alterao.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 23, 2015

    Para ns, os amantes do vinho!!!

    Casa Rio Verde e a loja virtual VinhoSite
    apostam em
    cestas de Natal diferenciadas
    com foco no vinho

    Vinhos e espumantes no podem faltar na mesa das comemoraes de final de ano, alm de serem excelentes presentes. Em Belo Horizonte, a Casa Rio Verde, tradicional importadora de vinhos mineira, com seis lojas fsicas e uma loja virtual, o VinhoSite, apostou no vinho como principal atrativo das Cestas de Natal.

    Do total de 31 cestas, 10 so tradicionais com produtos da ocasio e outras 21 so exclusivas de vinhos. Entre os diferenciais das cestas esto as embalagens, cestaria exclusiva produzida artesanalmente pela tradicional famlia Saccaro, na Serra da Gacha (RS). Valorizam os produtos e so, por si s um presente, pela qualidade, beleza e durabilidade.

    Os vinhos das cestas foram cuidadosamente selecionados entre os mais de 400 rtulos de importao prpria da Rio Verde, a maioria do Velho Mundo.

    As opes para os amantes da bebida comeam com as cestas Regies com vinhos selecionados de sete regies de quatro pases: Espanha (Almansa, Cariena, Calatayud, Campo de Borja, Jumilla, La Mancha e Valdepeas R$365), Frana ( Alsacia, Bordeaux, Borgonha, Languedoc, Loire, Provence e Rhne R$475), Itlia (Abruzzo, Lombardia, Marche, Puglia, Toscana, Umbria e Veneto - R$398) e Portugal (Alentejo, Beira Interior, Do, Douro, Lisboa, Minho e Tejo R$335).

    As demais cestas de vinhos vm com trs rtulos de pases como Chile, Frana, Espanha e Itlia. A segmentao tambm acontece nas cestas de vinhos de Bordeaux, Borgonha e Toscana.

    Outra novidade so as cestas com vinhos por estilo, tambm com 3 unidades, conforme classificao criada pelo Rio Verde. As opes incluem tintos macios, tintos complexos, ross light, brancos frutados e espumantes frutados. A escolha por estilo opo interessante para acertar no presente. Destaque tambm para a cesta Medalha de Ouro, com vinhos premiados em concursos internacionais com a medalha que lhe d o nome.

    Renata Andrade, gerente geral da Rio Verde, destaca que as cestas continuam sendo um presente clssico e de bom gosto, que agrada a todo tipo de pblico, lembrando que o segmento empresarial um forte cliente da Rio Verde: Nada representa melhor o esprito natalino que uma cesta. um presente para desfrutar com a famlia e amigos, e acho que por isso to gostoso presentear e ganhar uma cesta, diz.

    REGINA PERILLO COMUNICAO


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 23, 2015

    Empresrio da Construo mineira termina o ano de 2015 sem confiana O ndice de Confiana do Empresrio da Indstria da Construo de Minas Gerais (ICEICON-MG) marcou 30,5 pontos em dezembro. Com isso o indicador encerrou o ano de 2015 mostrando intensidade na falta de confiana dos empresrios. Apesar do forte descontentamento importante ressaltar que esse foi o segundo ms consecutivo em que o indicador mostrou aumento. Quando comparado ao ms anterior (30 pontos) houve incremento de 0,5 ponto no ndice, enquanto em relao ao mesmo ms do ano anterior (36,8 pontos) o ICEICON do estado reduziu 6,3 pontos.

    Empresrio da Construo mineira
    termina o ano de 2015 sem confiana

    O ndice de Confiana do Empresrio da Indstria da Construo de Minas Gerais (ICEICON-MG)
    marcou 30,5 pontos em dezembro.

    Com isso o indicador encerrou o ano de 2015 mostrando intensidade na falta de confiana dos empresrios. Apesar do forte descontentamento importante ressaltar que esse foi o segundo ms consecutivo em que o indicador mostrou aumento.

    Quando comparado ao ms anterior (30 pontos) houve incremento de 0,5 ponto no ndice, enquanto em relao ao mesmo ms do ano anterior (36,8 pontos) o ICEICON do estado reduziu 6,3 pontos.

    O indicador nacional atingiu 35,0 pontos, mostrando que o pessimismo dos empresrios do setor generalizado. A permanecer o cenrio atual com a economia em recesso e instabilidade poltica, a confiana do empresrio construtor permanecer em patamares reduzidos.

    Sondagem da Indstria da Construo de Minas Gerais:
    empresrios da Construo esperam retrao na atividade do setor no primeiro semestre de 2016

    A atividade da Construo em Minas Gerais mostra queda intensa desde o incio do ano. A forte reduo na produo do setor em 2015 teve como consequncia o recuo expressivo do nvel de emprego.

    As expectativas para os prximos seis meses confirmam que ainda haver retrao na produo do setor em 2016. As empresas tendem a reduzir ainda mais os novos empreendimentos, assim como a compra de matria-prima e o emprego.

    Com a queda na produo do setor a inteno dos empresrios em investir em melhorias no processo produtivo no primeiro semestre do ano baixa.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 23, 2015

    PLULAS de Economia

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Mercado de energia ter menor presso em 2016
    Preos devem cair com baixa demanda e maior nvel dos reservatrios

    Depois de um ano difcil, o setor energtico dever ter algum alvio em 2016. Na avaliao de especialistas, tudo indica que o perodo chuvoso manter os reservatrios em nveis satisfatrios, que haver menor gerao de energia, em funo da baixa demanda, sobretudo da indstria, e que os preos comecem a recuar, principalmente no mercado livre.

    ECONOMIA
    Localiza vai ao mercado para captar R$ 200 milhes

    Recursos iro reforar o caixa

    Investidor foge de aes de mineradoras
    Alm da queda no preo do insumo, tragdia de Mariana aumenta risco e torna operao menos lucrativa

    Nmero de fuses e aquisies acumula queda de 15%
    Foram registradas 675 negociaes entre janeiro e novembro

    AGRONEGCIO
    Consumo de etanol recua em novembro
    Por outro lado, as vendas do combustvel acumulam alta de 160,4% neste ano

    FINANAS
    Taxa de juros do rotativo recorde e bate em 415,3%
    Levantamento divulgado pelo Banco Central aponta que a mdia atingiu 48,1% ao ano em novembro

    NEGCIOS
    Carnaval no interior de Minas est ameaado

    Prefeituras alegam ainda no ter conseguido apoio de empresas

    POLTICA
    Relator aprova contas de Dilma
    Senador contraria a recomendao de rejeio do TCU e defende gesto de 2014 com ressalvas

    LEGISLAO
    Reforma da Previdncia ser prioridade de 2016
    Governo estuda alternativas para retardar entrada na inatividade

    INTERNACIONAL
    EUA: PIB tem alta de 2% no 3 trimestre
    Resultado, porm, apresenta desacelerao em relao aos trs meses anteriores

    ESPECIAIS

    DC FRANQUIA
    Ornatus vai ampliar presena no Estado

    OPINIO/EDITORIAL
    O medo e a esperana


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 23, 2015

    Presidente da Federao de Hotis, Restaurantes e Bares de Minas faz um balano deste ano e espera um 2016 melhor Os setores de hotelaria e gastronomia geram aproximadamente 1,5 milho de empregos diretos, com 150 mil empresas, em Minas Gerais. Desde o advento da Copa do Mundo, realizada em 2014, Belo Horizonte tem visto alguns de seus mais tradicionais bares, restaurantes e hotis fecharem suas portas.

    O encerramento das atividades desses estabelecimentos tem deixado empresrios apreensivos, diante da incerteza da nossa economia. Com a economia paralisada, muitos empresrios preferiram fechar suas portas: aluguis altos, encargos sociais elevados, aumento da energia eltrica e gua, e no final, menos postos de trabalho, avalia Paulo Cesar Pedrosa, presidente da Federao de Hotis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado de Minas Gerais (Fhoremg).

    De acordo com dados da Fhoremg, em 2015, 10 mil trabalhadores dos ramos de hotelaria e gastronomia perderam seus empregos e quase 1000 empresas entre bares, restaurantes, lanchonetes, churrascarias e pizzarias, encerraram suas atividades.

    A hotelaria tambm no viveu dias bons este ano. Alguns dos mais tradicionais hotis da capital encerraram suas atividades. As estimativas para 2016 tambm no so das melhores.

    Pelo menos, no incio do ano, especificamente no primeiro trimestre, de janeiro a maro, onde a expectativa de termos uma taxa de ocupao de 20% a 30%, alerta Paulo Cesar Pedrosa.

    De acordo com o presidente da Fhoremg preciso buscar alternativas para os setores da gastronomia e hotelaria. Atrair grandes eventos, congressos nacionais e internacionais para incrementar os setores. Muitos empresrios esto apostando no Carnaval que vem movimentando a capital mineira. A expectativa reunir milhares de folies vindos do interior e de outros Estados.

    Apesar desse otimismo, o Carnaval no enche hotis, pois concorre com casas que alugam seus quartos para os folies ou casas de parentes. Precisamos de muitos mais, pois s um evento especfico no resolve um ano inteiro dos hotis que esto com baixas taxas de ocupao, avalia.

    Para o presidente da Federao de Hotis preciso investir em um novo grande centro de convenes. Equipar a cidade para que ela seja referncia em eventos de turismo e negcios. Temos conscincia de que o ano que vem, devido s incertezas econmicas, tambm ser difcil. Mas no podemos ficar parados, precisamos nos reinventar, pensar em novas formas de gerenciar nossos negcios, conclui Paulo Cesar Pedrosa .


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 23, 2015

    Agonia do Velho Chico aumenta com vazo ainda menor A Agncia Nacional de guas (ANA) determinou a reduo imediata da vazo do rio So Francisco para 800 metros cbicos por segundo (m/s) nos reservatrios de Sobradinho (BA) e Xing (AL). A deciso, que autoriza a reduo at o dia 31 de janeiro, est publicada na edio desta segunda-feira (21.12) do Dirio Oficial da Unio (DOU). A resoluo foi assinada pelo presidente da agncia federal, Vicente Andreu, a medida na ltima reunio colegiada do rgo, na sexta-feira passada, dia 18 de dezembro.

    Ainda conforme a publicao, a medida foi tomada ao levar em considerao as condies hidrolgicas e diante da necessidade de garantir os usos mltiplos das guas do Velho Chico. A deciso, mais uma vez, preocupa o Comit da Bacia Hidrogrfica do Rio So Francisco (CBHSF), pelo fato de o colegiado se posicionar sempre de maneira crtica s redues de vazo. Soma-se a isso o atual perodo da piracema, quando os peixes se reproduzem e, para isso, precisam de mais gua.

    A deciso tambm atinge duramente a programao na regio do Baixo So Francisco. Janeiro o ms em que acontece, h 135 anos, a festa de Bom Jesus dos Navegantes. Uma das atraes da festa, a procisso fluvial, fica inviabilizada diante da vazo de 800 m/s estabelecida pela ANA,

    Diante da medida, a Companhia de Abastecimento de Alagoas (Casal) anunciou um plano emergencial, que exigir um investimento superior a R$ 7 milhes, com a finalidade de instalar um sistema para captar gua bruta em todos os pontos de abastecimento administrados pela empresa no Estado. A deciso foi formalizada junto Secretaria de Infraestrutura Hdrica do Ministrio da Integrao e comunicada Companhia Hidroeltrica do So Francisco.

    A empresa adianta que solicitar o pagamento pelos prejuzos diretamente Chesf, responsvel pela regulao dos reservatrios. Ofcio nesse sentido foi enviado pelo presidente da Casal, Clcio Falco. Trata-se do limite abaixo do mnimo para suco das bombas que compem os sistemas de abastecimento da Casal, explica. Segundo ele, caso o investimento no seja implementado, h o risco imediato de desabastecimento em 37 municpios do Baixo Serto, atingindo uma populao estimada em pouco mais de 520 mil habitantes.

    O Comit da Bacia Hidrogrfica do Rio So Francisco um rgo colegiado, integrado pelo poder pblico, sociedade civil e empresas usurias de gua, que tem por finalidade realizar a gesto descentralizada e participativa dos recursos hdricos da bacia, na perspectiva de proteger os seus mananciais e contribuir para o seu desenvolvimento sustentvel. A diversidade de representaes e interesses torna o CBHSF uma das mais importantes experincias de gesto colegiada envolvendo Estado e sociedade no Brasil.

    Assessoria de Comunicao
    Tel: (71) 3351-2769 e 8892-1119
    (Antnio Moreno)
    (71) 8216-8986 (Andr Santana)
    www.cbhsaofrancisco.org.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 22, 2015

    Fernando Pimentel entrega Prmio Governo de Minas Gerais de Literatura Principal homenageado o professor e escritor Fbio Lucas Gomes. Foram agraciados tambm vencedores nas categorias Conto, Poesia e Jovem Escritor

    O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, entregou, nesta tera-feira (22/12), no Palcio das Artes, em Belo Horizonte, o Prmio Governo de Minas Gerais de Literatura, quando destacou a importncia dos escritores na construo da cultura e da democracia no pas. Este ano, o homenageado na categoria conjunto da obra foi o escritor mineiro Fbio Lucas Gomes.

    Tenho respeito e admirao por aqueles que, como diz o poema de Carlos Drummond, lutam com palavras. E diz o poema que lutar com palavras a luta mais v. No entanto, lutamos mal rompe a manh. Sempre tive admirao muito grande por esses que lutam com as palavras para comp-las de maneira adequada, seja na prosa ou seja no verso, mas que tambm usam as palavras como instrumento de luta. Eles so muito importantes para a construo da nao que queremos. Uma nao no se constri somente com ao, cimento e obras, mas tambm se constri com obras que so fruto do conjunto das palavras, discursou Pimentel.

    O prmio, criado em 2007, dividido em quatro categorias: Poesia, Fico (conto), Jovem Escritor e Conjunto da Obra. Tem o objetivo de promover e divulgar a literatura brasileira, reconhecendo grandes nomes nacionais e abrindo espao para os jovens escritores mineiros


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 22, 2015

    Presidente faz balano positivo do ano na Assembleia Adalclever Lopes destacou os principais projetos aprovados na ALMG e a convivncia harmnica com outros Poderes. Em entrevista imprensa, o deputado Adalclever Lopes destacou os projetos mais importantes aprovados pela Assembleia no ano Em entrevista imprensa, o deputado Adalclever Lopes destacou os projetos mais importantes aprovados pela Assembleia no ano

    No encerramento dos trabalhos do Plenrio, o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Adalclever Lopes (PMDB), fez um balano positivo do ano no Parlamento mineiro. Em entrevista imprensa, na tarde desta quinta-feira (17/12/15), ele destacou os projetos mais importantes aprovados pela Assembleia, como o oramento do ano passado, a reforma administrativa e a reformulao do Sistema Estadual de Meio Ambiente (Sisema). Ele ressaltou, tambm o convvio harmnico da ALMG com os demais Poderes.

    A avaliao que fazemos de um balano positivo. Ns comeamos um ano difcil, votamos o oramento do ano passado, fizemos a reforma administrativa e tambm a reforma do sistema ambiental, o Sisema. A Casa funcionou durante todo o ano sem Lei Delegada.

    Foi muito bom tambm o convvio com todos os Poderes tanto o Judicirio quanto o Executivo e todos os rgos, como o Ministrio Pblico. Votamos todos os projetos dos deputados e tambm os projetos dos outros Poderes. Ento, a Assembleia termina o ano com um balano extremamente positivo e com total harmonia.

    O presidente desejou ainda que 2016 seja um ano melhor, com mais fraternidade, mais amor e mais dilogo, e que Minas sirva de exemplo nacional para que se possa ter em Braslia a mesma harmonia que funcionou no Parlamento mineiro".


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 21, 2015

    PLULAS de Economia

    Fonte
    Diario do Comrcio

    RPC Group ter fbrica
    de R$ 250 milhes em Montes Claros

    Inicialmente,
    multinacional produzir cpsulas plsticas
    para a Nestl

    Na esteira da inaugurao da fbrica da Nestl, a RPC Group, uma das maiores empresas fabricantes de embalagens do mundo, ir se instalar em Montes Claros, no Norte de Minas. Mediante investimentos prximos de R$ 250 milhes, que sero feitos em trs etapas, a indstria ser, a princpio, fornecedora de cpsulas para a unidade Nescaf Dolce Gusto, inaugurada no municpio na ltima quinta-feira, na qual foram aportados R$ 220 milhes. A RPC, com sede no Reino Unido, conta com 89 unidades em 24 pases, empregando mais de 15 mil pessoas.

    ECONOMIA
    PIB mineiro registra queda de 1,3% no 3 trimestre
    Retrao a sexta seguida no Estado

    Novo aumento da TJLP alvo de crticas
    Reajuste da taxa cobrada pelo BNDES deve reduzir ainda mais os investimentos das empresas

    Minas perdeu 18.734 vagas em novembro
    No ms passado, foram contratados no Estado 126.537 trabalhadores, mas 145.271 foram demitidos

    AGRONEGCIO
    Produtores de caf otimistas com nova planta da Nestl
    Recm-inaugurada, a fbrica de Montes Claros dever estimular produo em Minas

    FINANAS
    IBC-Br recua 0,63% em outubro
    Indicador de atividade calculado pelo Banco Central registra oitava queda seguida

    NEGCIOS
    Alheia crise, Drogaria Araujo fatura R$ 1,6 bilho

    Empresa vai investir R$ 100 milhes em Contagem

    PRMIO JOS COSTA
    Minas ter 1 parque tecnolgico de produo audiovisual
    Projeto ter investimento de R$ 5,7 milhes

    LEGISLAO
    MP poder participar de acordos

    Empresas acusadas de corrupo tero direito de manter contratos pblicos

    POLTICA
    Barbosa quer criao de "meta de gasto"

    Proposta do novo ministro da Fazenda prev margem pequena de extrapolao de despesas para o governo

    ESPECIAIS

    DC TURISMO
    Cai inteno de viajar nos prximos 6 meses

    OPINIO/EDITORIAL
    O Brasil que tem pressa


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 21, 2015

    Setur realiza diagnstico do setor hoteleiro em Belo Horizonte, Juiz de Fora e Uberlndia A maioria dos hotis da capital incentiva o consumo consciente dos recursos naturais. Alm disso, 47,5% dos estabelecimentos entrevistados possuem iniciativas para reduo de emisso de gases, tais como o uso de placas solares, lmpadas econmicas, sensores de presena, dentre outras. Os dados constam de diagnstico realizado pela Secretaria de Estado de Turismo, sobre setor hoteleiro em Belo Horizonte, Juiz de Fora e Uberlndia.

    O objetivo do estudo foi levantar indicadores e iniciativas de sustentabilidade dos empreendimentos nas cidades que recebero delegaes durante os Jogos Olmpicos de 2016. De acordo com o diretor de Pesquisa, Estatstica e Informao Turstica da Setur, Rafael Oliveira, os resultados apontam que h uma preocupao do setor em criar estratgias de sustentabilidade para a melhoria na prestao de servios e aumento da competitividade tais como o consumo de produtos regionais que incentivam o desenvolvimento da economia local, mas que ainda podem ser aplicados em maior escala, como por exemplo a busca por certificaes voluntrias de qualidade de prestao de servio ou sustentabilidade ambiental. Apenas 12,5% dos empreendimentos em Belo Horizonte possuem alguma certificao voluntria voltada para o meio ambiente, segundo a pesquisa.

    Em Juiz de Fora, que receber a delegao do Canad, 60% dos hotis entrevistados afirmam divulgar medidas de sustentabilidade para o hspede. J em Uberlndia, anfitri da equipe da Irlanda, metade dos entrevistados divulgam tais medidas.

    Outro dado interessante revelado pelo diagnstico que, nas trs cidades, menos da metade dos estabelecimentos entrevistados utilizam as redes sociais como meio de comunicao. Na capital, apenas 49,4% possuem uma pgina no Facebook, 12% fazem parte do Instagram, 10,8% possuem perfil no Twitter e 8,4% tem um canal no Youtube.

    Estes nmeros tambm so semelhantes nas cidades do interior. Tanto em Uberlndia como em Juiz de Fora menos de 20% dos empreendimentos possuem perfis nas redes sociais. Este um ponto a ser melhorado, visto que o turista busca cada vez mais informaes sobre os destinos, incluindo os meios de hospedagem, nas redes, afirma Rafael.

    O diagnstico completo abrange ainda dados sobre acessibilidade dos quartos, coleta seletiva, aes efetivas de conservao da biodiversidade local, dentre outros e est disponvel no Observatrio do Turismo de Minas Gerais, no link: http://www.minasgerais.com.br/observatorioturis
    Fonte
    SETUR


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 21, 2015

    Presidente da ALMG Adalclever Lopes recebe jornalistas do CEPO para um Caf da Manh no Edifcio Tiradentes.

    frente o presidente do CEPO, jornalista Carlos Lindenberg.
    Na pauta o balano poltico do poder legislativo mineiro.
    Horrio: 8:30 da manh.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 21, 2015

    S Vinhos Franceses!!!MON CAVISTE agora tambm no BH Dhoppong

    Mon Caviste agora tambm no BH Shopping.

    Novidade para degustar no quarto andar do BH Shopping- a nova loja da MON CAVISTE

    A loja especializada em VINHOS FRACESES virou um case.

    Em apenas um ano inaugurou sua terceira loja.

    A primeira no PATIO Savassi hoje um quiosque com design criativo ao lado do Ah!Bon.

    A segunda loja no terceiro piso do Diamond.

    E agora, a bela loja do BH Shopping.

    E no primeiro semestre de 2016 um Bar de Vinhos MON CAVISTE no luxuoso bairro de Lourdes.

    frente do negcio a francesa Marie Bonnefond - ela uma caviste (uma apaixonada por vinhos.

    Marie garimpa nas pequenas vinculas do interior da Frana e manda para Minas - o filho dela Patrick e o advogado mineiro Felipe Lins.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 20, 2015

    TURISMO. Hospitalidade e belezas de Minas espera dos turistas nas frias de vero Minas Gerais o segundo estado em quantidade de turistas e deve registrar crescimento de 20% na receita em 2015. Conhea destinos culturais, de aventura, relaxamento, romance e muito mais

    Agncia Minas Gerais Abrir e fechar menu
    FONTE A A CONTRASTE
    NOTCIAS
    MULTIMDIA
    PROGRAME-SE
    GOVERNADOR

    Minas Gerais o segundo estado em quantidade de turistas e deve registrar crescimento de 20% na receita em 2015. Conhea destinos culturais, de aventura, relaxamento, romance e muito mais

    imagem de destaque
    Cidade de Ouro Preto, regio Central, vista do alto
    cone de compartilhamento

    Viajar , para muitos, prioridade. Isso faz do turismo importante segmento econmico. Em Minas Gerais, quase meio milho de empregos so gerados pela atividade. E os nmeros mostram que os mineiros fazem jus fama de hospitaleiros. Segundo dados da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), o estado o segundo do pas em quantidade de turistas que soma 10,5 milhes por ano. Em 2014, a receita foi R$ 16,7 bilhes, aumento de 22% em relao ao ano anterior. A expectativa a de que em 2015 haja crescimento de 19,8%.

    Segundo o diretor de Pesquisa e Informao Estatstica da Setur, Rafael Oliveira, o diferencial o jeitinho mineiro. Os empresrios do setor so desde moradores de fazendas at grandes negociantes. Mas, em comum, o prazer em receber faz com que o estado cresa em quantidade e qualidade. Por isso, no h cenrio de crise por aqui comenta.

    As opes atendem preferncias variadas. Cerca de um tero dos turistas viaja a lazer. E a diverso preferida deles o turismo cultural, que representa quase a metade destes roteiros. Para as frias de vero, programao traz festivais, festas populares, e roteiros alternativos para todos os bolsos. Segundo dados do Ministrio da Cultura, Belo Horizonte foi a stima cidade do pas em nmero de turistas no ano passado. Confira possibilidades interessantes da capital e regio:


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 20, 2015

    Governo de Minas entrega 117 veculos e anuncia investimentos em Arax Cerimnia tambm marcou a entrega da Medalha Calmon Barreto, que homenageia pessoas e entidades que contribuem para a cultura mineira

    O Governo de Minas entregou, neste sbado (19/12), em Arax, no Alto Paranaba, 117 veculos que sero utilizados para a melhoria da assistncia sade para diversos municpios e instituies dos Territrios de Desenvolvimento Central, Noroeste, Oeste, Sudoeste, Tringulo Norte e Tringulo. Durante a solenidade, realizada no Grande Hotel, ainda foram anunciados investimentos na rea da sade e de infraestrutura no municpio e realizada a entrega da Medalha Calmon Barreto.

    A entrega dos veculos faz parte do Programa de Doao de Veculos para Ateno Sade, cujo objetivo ajudar prefeituras e entidades manter o atendimento de sade populao de referncia, provendo os servios assistenciais nos nveis primrio, secundrio e tercirio. Foram entregues carros para o transporte de equipes tcnicas de sade e uso na gesto de pontos de ateno sade.

    O secretrio de Estado de Governo, Odair Cunha, que representou o governador Fernando Pimentel no ato, reforou o compromisso de trabalho do Estado junto aos prefeitos, buscando solucionar os problemas dos municpios. O Governo est agindo e atuando nas mais diversas regies de Minas para que os municpios voltem a crescer. O caminho o trabalho e o povo mineiro dedicado e sabe trabalhar, afirmou.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 18, 2015

    PLULAS de Economia. Nestl plena carga em Montes Claros Fbrica de cpsulas utiliza cafs 100% brasileiros Com investimentos de R$ 220 milhes, a Nestl inaugurou ontem, em Montes Claros, no Norte de Minas, a primeira fbrica de cpsulas Nescaf Dolce Gusto fora da Europa. A princpio, sero produzidas quatro variedades de bebidas, utilizando cafs 100% brasileiros e outras matrias-primas locais, como leite, cacau e acar. A unidade comea operando com capacidade total e, conforme o avano do mercado, novos investimentos podero ser realizados.

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Nestl plena carga em Montes Claros

    Fbrica de cpsulas utiliza cafs 100% brasileiros

    Com investimentos de R$ 220 milhes, a Nestl inaugurou ontem, em Montes Claros, no Norte de Minas, a primeira fbrica de cpsulas Nescaf Dolce Gusto fora da Europa. A princpio, sero produzidas quatro variedades de bebidas, utilizando cafs 100% brasileiros e outras matrias-primas locais, como leite, cacau e acar. A unidade comea operando com capacidade total e, conforme o avano do mercado, novos investimentos podero ser realizados.

    ECONOMIA
    Indstria do interior do Estado segue acumulando queda no faturamento
    Todas as regies pesquisadas pela Fiemg registraram recuo

    Vendas natalinas devem recuar 3% nos shopping centers
    Malls estendem horrio de funcionamento at o dia 23

    Desemprego cai para 6,1% na Grande BH
    Apesar do recuo em relao a outubro, taxa de novembro a maior para o ms desde 2007

    AGRONEGCIO
    Lama compromete produo agrcola
    Embrapa estudou o solo das reas atingidas pelos rejeitos da barragem da Samarco Minerao

    FINANAS
    BDMG anuncia novos produtos financeiros
    Banco passar tambm a estruturar as PPPs

    NEGCIOS
    ACMinas: balano da aes em 2015 foi positivo

    Entidade buscou durante o ano articulaes estratgicas que fortalecessem a casa

    DC INOVAO
    Inovao ter agenda extensa no Estado em 2016
    Assunto ganha relevncia estratgica na crise

    BH sediar maior Startup Weekend do mundo

    POLTICA
    Oramento aprovado com CPMF

    Previso de arrecadao com o imposto do cheque em 2016 mantida em R$ 10 bilhes

    ESPECIAIS

    DC AUTO
    Localiza Prime comea a operar com BMW e Volvo
    OPINIO/EDITORIAL
    Um erro que pode ser fatal


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 18, 2015

    Em Trs Coraes hoje 18:00 entrevista na Rdio Educativa (105,9).

    Na nossa agenda em Trs Coraes desta sexta-feira
    entrevista s 18:00 na Rdio Educativa (105,9).

    Vamos participar como entrevistado
    junto com o jornalista Carlos Londenberg e o presidente da EDERSUL Braz Pagani.

    Seremos recebidos pelo presidente da Rdio Educativa de Trs Coraes, o empresrio Jos Demtrio de Rezende Andrade, filho do saudoso prefeito de Trs Coraes Odilon Rezende Andrade.

    Em tela: a pauta do programa Sul de Minas em Debate que estreia neste sbado, dia 19 na Rdio Transmineral em Varginha de 11:00 s 13:00.

    Voc pode baixar o aplicativo da App Store e ouvir o "Programa Sul de Minas em Debate".

    s colocar: Radio Transmineral e baixar o aplicativo gratuitamente.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 18, 2015

    Estria neste sbado!!! Programa "SUL DE MINAS EM DEBATE" na Rdio Trasmineral em Varginha.

    A caminho do sul de Minas nesra sexta em companhia do jornalista Carlos Lindenberg da TV Band Minas e Rdio Itatiaia, o desembargador Irmar Campos e Leonardo Campos.

    Amanh, sbado, em Varginha vamos ancorar um novo Programa na Rdio Transmineral (92.7) no horrio de 11:00 s 13:00 - com gravao simultnea para a TV e You Tube.

    O "Programa Sul de Minas em Debate" uma iniciativa da ADERSUL - Agncia de Desenvolvimento Regional do Sul de Minas, presidida pelo Empresrio Braz Pagani, de Trs Coraes.

    Vo participar como entrevistados no programa da Rdio Transmineral, que eu vou ancorar neste sbado de 11:00 s 13:00 as seguintes personalidades:

    O vice-presidente da Fiemg Lincoln Gonalves

    1. o secretario-adjunto de Cincia e Tecnologia Leonardo Dias

    2. o presidente da AMM Antonio Julio prefeito de Par de Minas

    3. o presidente da EDERSUL Braz Pagani

    4. o desembargador Irmar Campos

    5. o pres da Coopernac Fernando Mendes

    6. o jornalista Carlos Lindenberg da TV BAND Minas editor da futura revista da Edersul.

    7. Fechando o ultimo bloco do Programa s 12:20 o secretrio de Desenvolvimento Econmico de Minas Altamir Rso.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 18, 2015

    Minas e Esprito Santo reestabelecem parceria para o desenvolvimento turstico entre os dois estados O secretrio de estado de Turismo do Esprito Santo, Jos Sales Filho, e a subsecretria Simone Modolo, estiveram ontem em Belo Horizonte em visita ao Circuito Liberdade. O objetivo foi buscar inspirao para fazer um centro cultural parecido em Vitria, alm de conhecer o modelo de gesto do complexo da Praa da Liberdade. Segundo Jos Sales, as boas ideias devem ser compartilhadas. O Circuito Liberdade um sucesso e um dos atrativos mais visitados pelos turistas em Minas Gerais. Queremos repetir esse sucesso em Vitria.

    Na ocasio, Jos Sales Filho foi recebido pelo secretrio de Turismo de Minas Gerais, Mrio Henrique Caixa, na Cidade Administrativa. Os titulares das pastas dos dois estados trataram de assuntos relativos retomada da Rota do Capara, envolvendo os principais atores responsveis pelo desenvolvimento turstico da regio.

    Durante o encontro, os secretrios abordaram o acidente ocorrido no incio de novembro, com a ruptura da barragem da Samarco. O desastre afetou significativamente o movimento turstico nos dois estados. Temos que deixar claro que essa tragdia, apesar de sua enorme proporo, no chegou s principais cidades tursticas da regio. A cidade de Mariana, por exemplo, no foi atingida, e est apta a receber os turistas. Da mesma forma, por exemplo, Guarapari, no Esprito Santo, ressalta Caixa. Vamos trabalhar juntamente com o estado do Esprito Santo para reabilitar o turismo em toda extenso do Rio Doce.

    Parque Nacional do Capara - em 2014, o Parque bateu o recorde de visitao. Alcanou a marca de 43 mil visitantes, o que representa um aumento de 34,7% em relao a 2013. Possui 31.800 ha, distribudos em nove municpios esprito-santenses (Dores do Rio Preto, Divino So Loureno, Ibitirama, Ina, Irupi) e mineiros (Alto Capara, Alto Jequitib, Capara e Espera Feliz).

    Cerca de 80% do parque est no estado do Esprito Santo. Os maiores picos ficam na divisa dos estados, destacando-se o Pico da Bandeira, com 2.892 metros (o mais alto pico exclusivamente brasileiro), e o Pico do Calado com 2.849 metros. O Pico do Cristal, com 2.770 metros fica exclusivamente em territrio mineiro.

    Roteiro Turstico - Em julho deste ano, uma equipe da Secretaria de Estado de Turismo participou de uma visita tcnica ao Parque Nacional do Capara com o objetivo colaborar na construo de um roteiro turstico para a regio. O lanamento e a comercializao do roteiro esto previstos para os prximos meses.

    Assessoria de Comunicao
    Setur/MG


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 17, 2015

    Novidade no ar!!! Flyways oficializa os primeiros voos regionais a partir do Aeroporto da Pampulha Na ocasio, houve apresentao do ATR-72 e da equipe de comissrios da nova companhia area

    O governo de Minas Gerais , por meio das secretarias de Estado de Desenvolvimento Econmico (Sede) e de Turismo (Setur) , participou nesta quarta-feira (16), do anncio oficial do incio das operaes da Flyways Linhas Areas. A nova empresa escolheu Minas Gerais para comear a voar e anunciou o dia 28 de dezembro para decolar com destino a Uberaba (Tringulo Mineiro), Ipatinga (Vale do Ao), Arax e Patos de Minas (Alto Paranaba) saindo do Aeroporto da Pampulha.

    No segundo momento, no ms de janeiro, sero oferecidos, aos finais de semana, voos para Cabo Frio (RJ), Porto Seguro (BA) e Vitria (ES). O projeto da Flyways prev 10 aeronaves at o final do ano de 2016 e, em quatro anos, 30 avies em operao. Para Minas Gerais, outros destinos sero anunciados brevemente, pois no projeto da empresa, que teve o apoio direto do governo do Estado, 24 municpios foram estudados, levando em considerao aspectos como Produto Interno Bruto (PIB), investimentos pblicos e privados, atendimento rodovirio e aeroportos estratgicos.

    De acordo com o secretrio de Estado de Turismo, Mrio Henrique Caixa, o momento especial para o Estado com a parceria da Flyways, que vai proporcionar integrao e desenvolvimento econmico para as regies e acesso facilitado. Estou convicto de que todo o trade turstico mineiro colher bons frutos com essa iniciativa do governo de captar voos que traro avanos, desenvolvimento e riqueza para os municpios, revelou.

    Segundo o secretrio de Estado de Desenvolvimento Econmico, Altamir Rso, que representou o governador Fernando Pimentel, a chegada da Flyways foi possvel porque existe um dilogo aberto para novos investimentos e regionalizao da aviao capaz de contemplar municpios importantes, mas sem um transporte areo que corresponda s necessidades da populao.

    Rso explicou que o Brasil ocupa o terceiro lugar na aviao domstica no mundo, mas que h ainda muito espao para crescer. Ele ressaltou a iniciativa do presidente da Flyways, Pedro Paulo Valverde, de escolher Minas Gerais para comear as operaes. Por orientao do governador Pimentel, a SEDE concedeu todo o apoio necessrio desde o primeiro momento e trabalhou com a Flyways para tornar esse momento uma importante realidade, afirmou Rso.

    Pedro Valverde comunicou que a partir da prxima segunda-feira (21), o site da empresa estar com todas as rotas e os preos disponibilizados para acesso imediato aos bilhetes, pois ainda hoje seguiria para Braslia, onde assina a documentao final na Agncia Nacional de Aviao Civil (Anac). Ele observou que o projeto consolidar a companhia com DNA regional, lembrando que outras iniciaram com esse foco, mas cresceram, diversificaram e mudaram as estratgias.

    O nosso propsito continuar operando aeronaves ATR, consideradas as mais sustentveis do mundo e ideais para voos regionais. Vamos comear a operar em Minas Gerais, porque encontramos aqui o apoio de que precisvamos sob a liderana do secretrio Altamir Rso, disse. Outro aspecto fazer com que os preos no oscilem tanto para facilitar o acesso de mais passageiros.

    O presidente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroporturia (Infraero), Antonio Gustavo Matos do Vale, considerou fundamental a crena da Flyways no Estado de Minas Gerais e na aviao brasileira. Para a Infraero, muito boa essa escolha da Pampulha como sede da empresa na regio. um aeroporto que tem essa vocao e no abre mo disso.

    Tenho certeza de que essa opo se deu para dar populao de Minas, o melhor possvel, garantiu. Gustavo Vale disse que integra o grupo que trabalha na expanso da aviao brasileira e que aposta nesse caminho do Brasil com a aviao regional. No possvel atendermos somente capitais e grandes cidades do Brasil. preciso olhar para o interior, ratificou.

    O evento contou a presena do deputado Bosco, que representou a Assembleia Legislativa, prefeitos, vereadores, empresrios do turismo de outros segmentos, alm de representantes de fundaes estaduais.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 17, 2015

    PLULSS de Economia


    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Indstria mineira acredita em recuperao em 2016

    Mas, na avaliao da Fiemg,
    tudo vai depender do ambiente poltico

    Aps encerrar 2014 com reduo de receita de 6,2%, a indstria mineira prev fechar 2015 com queda de 15,3% no faturamento. Para 2016, o parque produtivo aposta na retomada dos investimentos privados e nas exportaes, mas tudo vai depender do ambiente poltico do Pas. E, mesmo assim, a projeo da Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) que o setor tenha uma nova perda de receita de 0,8% no prximo ano. Os resultados e previses negativos no param por a. A entidade estima recuo de 7,6% da produo neste ano e de 2,7% em 2016.

    ECONOMIA
    Vendas internas de ao caem 15,4%

    Consumo aparente registrou queda de 15,8% no Pas de janeiro a novembro, diz o IABr

    Cemig GT far emisso de R$ 1,44 bilho
    Valor destinado ao pagamento da 1 parcela da bonificao pela outorga de concesses de usinas hidreltricas

    Burocracia atrasa as obras em Confins
    Executivo da BH Airport lamentou ter que assumir projetos que no foram entregues pela Infraero

    AGRONEGCIO
    Exportaes mineiras registram queda
    Faturamento dos embarques agropecurios do Estado teve retrao de 9% entre janeiro e novembro

    FINANAS
    Pas perde grau de investimento
    Fitch Ratings corta nota de crdito soberana do Brasil de BBB- para BB+

    NEGCIOS
    Flyways iniciar as operaes na Pampulha
    no prximo dia 28

    Primeiros voos da companhia
    sero para Ipatinga, Uberaba e Rio de Janeiro, no aeroporto Galeo

    Os 6 passos da Jornada de Relacionamento com o Cliente
    E depois que voc fecha a venda, como fica seu relacionamento com o cliente?

    POLTICA
    PGR pede afastamento de Cunha
    Presidente da Cmara utiliza o cargo em interesse prprio e ilcito, diz procurador

    INTERNACIONAL
    Aps quase dez anos, BC dos EUA sobe taxa de juros
    Faixa ser entre 0,25% e 0,50%

    ESPECIAIS

    DC RH
    BH a 3 melhor em atrao de investimento

    OPINIO/EDITORIAL
    Os gargalos da inovao


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 16, 2015

    PBH libera pela 1 vez recursos do Fundo Municipal de Defesa Ambiental Ser realizado na Prefeitura de Belo Horizonte, nesta quinta-feira (17/12), s 15H, por meio da secretaria municipal de Meio Ambiente (SMMA), a assinatura de quatro projetos aprovados no Fundo Municipal de Defesa Ambiental.

    Os projetos so fantsticos. Essa a primeira vez que a sociedade civil utiliza recursos provenientes de multas ambientais. Com oramento de pouco mais de R$ 94 mil, um dos projetos selecionados, ir implementar o conceito Muro Verde Esttica e Sade que cria trs muros verdes em prdios pblicos da capital, afirma Dlio Malheiros, vice-prefeito e secretrio de Meio Ambiente.

    Esse projeto contempla a instalao de jardins com espcies nativas e florao do lado externo. J do lado interno, hortas medicinais com plantas que podero ser utilizadas pela populao no tratamento fitoterpico. Os muros verdes sero instalados nos Centros Culturais das regionais Barreiro, Centro-sul e Venda Nova.

    Os recursos aos seis projetos aprovados pelo Fundo somam R$ 650 mil. Thas Maya Aguilar, idealizadora do projeto Muro Verde Esttica e Sade, tambm estar presente na solenidade de assinatura. Aps 30 dias da assinatura, o projeto pode comear a ser executado em at cinco meses, em cronograma apresentado por ela.

    Os valores destinados aos projetos aprovados variam entre R$ 25 mil e R$ 200 mil para reas de aplicao pr-definidas no edital: qualidade de cursos dgua, educao ambiental, aproveitamento de resduos de podas, tratamento de afluentes lquidos de indstrias, controle de rudo industrial, arborizao, cuidado de jardins em muros e edificaes pblicas, qualidade ambiental dos meios fsico, bitico e socioeconmico, alm da proteo de animais domsticos.

    Segundo Dlio Malheiros, o objetivo maior abrir espao para que a sociedade civil se una Prefeitura, democratizando ainda mais a gesto pblica ambiental do municpio. O desafio preservar com criatividade o meio ambiente e construir uma vida futura melhor que tenha reflexos para toda RMBH, destaca.

    Outros projetos

    Dentre os aprovados, um dos projetos pretende criar um centro de esterilizao de animais domsticos de baixo-custo. Apresentado por Knia Moura Veloso e o veterinrio Leonardo Andrade Veloso, por dois anos, iro manter os procedimentos no centro, com a aquisio dos equipamentos necessrios para realizao de castraes. Esse projeto tambm trata da criao de um albergue para o atendimento de at 10 animais oriundos de maus tratos, e o posterior encaminhamento desses animais para a adoo.

    Os outros dois projetos a serem assinados tratam de realizar educao ambiental em microbacias do Rio das Velhas e aproveitamento sustentvel de resduos de poda, respectivamente.

    Comisso de Anlise de projetos Ambientais

    Ao todo, 41 projetos foram inscritos no Fundo Municipal de Defesa Ambiental, no primeiro chamamento por edital para utilizao dos recursos. As propostas foram analisadas e julgadas pela Comisso de Anlise de Projetos Ambientais (CAPA), conforme determinao da Deliberao Normativa 78/COMAM, observando todos os prazos.

    Edital

    Outro dado importante que o edital previa investimentos superiores a R$ 1 milho, mas algumas propostas foram consideradas inabilitadas ou reas em que no foram apresentados projetos. Outros investimentos do Fundo de Defesa Ambiental j esto previstos e integraro o prximo edital a ser lanado no incio de 2016.

    Assinatura projetos Fundo municipal de Meio Ambiente

    Local PBH, 5 andar - entrada pela Rua Gois
    Data: Quinta-feira, 17/12/15
    Hora: 15H


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 16, 2015

    Boa oportunidade para mdicos, tcnico de enfermagem, condutor socorrista e auxiliar administrativo. CONTRATAO TEMPORRIA para o SAMU. Confira!!!

    Boa oprtunidade. Confira detalhes!!!

    O Consrcio Intermunicipal Aliana para a Sade (CIAS), torna pblica e estabelece normas para a realizao do Processo Seletivo Pblico Simplificado.

    O objetivo a contratao temporria de pessoal para o Servio de Atendimento Mvel de Urgncia SAMU para os cargos de:
    - Auxiliar Administrativo;
    - Condutor Socorrista;
    - Tcnico de Enfermagem e Mdico.

    O Processo Seletivo Pblico Simplificado ser realizado pelo Instituto Iniciativa Global, doravante denominada IIG.
    www.iniciativaglobal.org.br
    email: concurso@iniciativaglobal.org.br.

    Inscrio:

    A inscrio ser efetuada, exclusivamente via internet, no endereo eletrnico www.iniciativaglobal.org.br
    no perodo compreendido do dia 21 de dezembro de 2015 ao dia 21 de janeiro de 2016.

    A aplicao da Prova Objetiva ocorrer na data provvel de 14 de fevereiro de 2016 e sero realizadas nas cidades de:
    - Belo Horizonte,
    - Sete Lagoa,
    - Itabira e Ouro Preto.

    J o local, o horrio de fechamento dos portes e horrio de incio da Prova sero confirmados no Comprovante Definitivo de Inscrio (CDI).

    As Disciplinas da Prova, Contedo Programtico(ementa), as Atribuies, requisitos, vencimentos, jornadas de trabalho de cada cargo, os critrios de classificao e desempate, especificaes e demais condies de participao constam do Edital do Processo Seletivo Simplificado 03/2015 e seus Anexos que estar disponvel na ntegra no Quadro de Aviso do CIAS no endereo Rua Rio de Janeiro, 471, 8 andar, Centro, CEP 30160-040 Belo Horizonte, MG, no site do IIG www.iniciativaglobal.org.br e no site do CIAS www.consorcioalianca.saude.mg.gov.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 16, 2015

    PLULAS de Economia

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Mais R$ 308 milhes
    sero investidos em Uberaba

    Aportes oficializados por 14 empresas

    Uberaba, no Tringulo Mineiro, continua a atrair investimentos privados. Nesta semana, 14 empresas anunciaram aportes de R$ 308 milhes na cidade, que tambm candidata a receber um projeto bilionrio de uma indstria de produtos qumicos. As inverses iro gerar 546 empregos diretos e 445 indiretos. Entre os empreendimentos oficializados est a instalao de um laboratrio de pesquisa e testes no Parque Tecnolgico de Uberaba. O prefeito de Uberaba, Paulo Piau (foto), disse que a manuteno da atratividade resultado do modelo adotado pela administrao municipal e destacou a importncia de priorizar o desenvolvimento econmico para gerar recursos para investir na rea social.

    ECONOMIA
    Ferrovias ganham espao em Minas
    Documento aponta necessidade de investimentos na malha para eliminar gargalos logsticos

    Hofbruhaus ampliar operao em Belo Horizonte
    Com demanda alta, a cervejaria precisou fechar as portas para projeto de expanso

    Importaes via porto-seco caem 20,3%
    Desembarques nas aduanas do Estado somaram US$ 7,112 bilhes no acumulado deste ano at novembro

    AGRONEGCIO
    Abate de bovinos recua em Minas Gerais
    Baixa oferta de animais no Estado provocou queda de 15,9% no 3 trimestre

    FINANAS
    BTG nega venda do Banco Pan ao BMG
    Instituio, porm, confirma que vem sendo procurada por interessados em vrios de seus ativos

    NEGCIOS
    Calor eleva vendas de gua mineral

    Demanda chegou a aumentar 25% em algumas distribuidoras sediadas em Belo Horizonte

    POLTICA
    Senado aprova repatriao de recursos do exterior
    Governo espera arrecadar R$ 21 bilhes em 2016 com dez emendas no projeto

    LEGISLAO
    Mudana no Simples reduz arrecadao
    Receita prev perdas para estados e municpios com projeto que estende limites

    Novo Cdigo de Processo Civil aprovado
    Apesar de o novo CPC sequer ter entrado em vigor, o que s ocorrer em maro de 2016, magistrados tm demonstrado insatisfao com algumas das mudanas

    ESPECIAIS

    DC FRANQUIA
    Dona Lucinha lana franquia para ampliar capilaridade

    DC MAIS
    Museu de Congonhas inaugurado no Bom Jesus de Matosinhos

    OPINIO/EDITORIAL
    Muita conversa, pouco resultado


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 15, 2015

    Conselho Estadual de Turismo realiza a ltima reunio de 2015


    Na tarde de ontem (14), foi realizada a ltima reunio de 2015 do Conselho Estadual de Turismo (CET). Estiveram presentes cerca de 70 conselheiros, alm do presidente do Conselho e secretrio de Estado de Turismo Mrio Henrique Caixa, a secretria adjunta de Turismo Silvana Nascimento, a vice-presidente do CET, Danielle Feyo, o presidente da Comisso de Turismo, Indstria, Comrcio e Cooperativismo, deputado estadual Antnio Carlos Arantes, o superintendente de polticas do turismo, Gustavo Arrais e o presidente da Prominas, Fernando Cabral.

    A assembleia foi aberta pelo secretrio Mrio Henrique, que apresentou a pauta a ser discutida no dia. Dentre os assuntos abordados na reunio, destacaram-se a apresentao do Plano de Trabalho para 2016 elaborado nas Oficinas das Cmaras Temticas e dos resultados do 15 Encontro de Presidentes e Gestores de Circuitos Tursticos e receptivos do Programa Minas Recebe.

    Ao final do encontro, o Conselho Estadual de Turismo prestou uma homenagem ao ex-presidente da Belotur, Mauro Werkema, por sua participao e colaborao com o turismo mineiro.

    A previso de que a prxima reunio seja realizada no ms de maro, em 2016.

    Mariana Salazar Martins
    Assessoria de Comunicao
    Secretaria de Estado de Turismo


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 15, 2015

    Setur apresenta Projeto de Estruturao e Formalizao do Observatrio do Turismo para parceiros

    Com o objetivo de criar uma rede de pesquisa para incentivar trabalhos inovadores, inteligncia de mercado e fomentar a pesquisa acadmica, a equipe da Diretoria de Pesquisa, Informao e Estatstica da Setur apresentou o Projeto de Estruturao e Formalizao do Observatrio do Turismo do Estado para representantes de entidades parceiras, na tarde de ontem (14).

    Rafael Oliveira, frente da diretoria, apresentou o histrico do projeto, que vem sendo trabalhado desde 2008, e tambm o site do Observatrio de Turismo. Durante a reunio, a Setur apresentou algumas propostas, dentre as quais formalizar o Observatrio por decreto, que sejam realizadas publicaes conjuntas com os parceiros, incentivar inovao, inteligncia de mercado, fomento a pesquisa acadmica e que o encontro se repita cinco vezes por ano.

    Para a tcnica do Departamento de Estudos Mercadolgicos da Belotur, Maria Thereza Magalhes com o compartilhamento de informaes economizaremos tempo. Existe muita dificuldade em solucionar certas demandas, mas com essa troca poderemos nos preparar para o mercado. Participaram tambm representantes do SEBRAE, UEMG, UFMG, dentre outros.

    O secretrio de Estado de Turismo, Mrio Henrique Caixa ressalta que esta uma ferramenta que possibilita a consolidao das principais informaes do setor, alm de possuir os bancos de dados abertos e modelos de questionrios das pesquisas feitas pela Setur para quem quiser utilizar. As parcerias vo ajudar a increment-la ainda mais.

    Observatrio do Turismo - a Setur realiza de forma constante o monitoramento de dados e indicadores sobre o desempenho da atividade turstica no estado de MG, divulgando pesquisas e informaes sistematicamente atravs do site Observatrio do Turismo. (www.minasgerais.com.br/observatorioturismomg)

    Rassa Barbosa
    Assessoria de Comunicao
    Secretaria de Estado de Turismo
    raissa.barbosa@turismo.mg.gov.br
    www.minasgerais.com.br



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 15, 2015

    Divulgado edital da especializao em Poder Legislativo As inscries para o processo seletivo ficaro abertas de 1 de fevereiro a 9 de maro de 2016.

    J est disponvel para consulta o edital da especializao Poder Legislativo e Polticas Pblicas, oferecida pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), por meio da Escola do Legislativo. As inscries para o processo seletivo ficaro abertas no perodo de 1 de fevereiro a 9 de maro de 2016. Essa edio ter duas reas especficas de concentrao: Comunicao Pblica e Polticas Sociais.

    O curso ter incio em 1 de abril de 2016 e vai at 15 de dezembro de 2017. O objetivo formar profissionais qualificados para a atuao no Legislativo, com capacidade para auxiliar os processos de formulao, implementao, acompanhamento e avaliao de polticas pblicas, principalmente nas reas temticas enfatizadas pelo curso.

    Sero oferecidas 40 vagas, sendo 20 para servidores da ALMG e 20 para pblico externo, inicialmente. Caso um grupo no preencha a totalidade de suas vagas, elas podero ser ocupadas independentemente de pblico.

    Seleo - O processo seletivo constar de prova escrita eliminatria com base no texto "A representao poltica em 3D elementos para uma teoria ampliada da representao poltica", de Lus Felipe Miguel. A prova ser realizada no dia 11 de maro, das 14 s 17 horas, na Escola do Legislativo, e o resultado ser divulgado no dia 22 de maro, no Portal da ALMG.

    O candidato aprovado dever efetuar a matrcula entre 22 e 31 de maro.
    Carga horria - A carga horria do curso de 360 horas, distribudas em encontros semanais nas sextas-feiras, concentrados em julho de 2016 e em janeiro e julho de 2017; e palestras s segundas-feiras, das 19 s 22 horas, com datas a serem divulgadas.

    O investimento total no curso ser de R$ 6.480, que podem ser parcelados em 18 vezes de R$ 360. Mais informaes no Portal da Assembleia, pelo telefone (31) 2108-3400 ou pelo e-mail escola@almg.gov.br.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 15, 2015

    PLULAS de Economia

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Poos de Caldas atrai aporte de R$ 25 milhes

    Paulista Frooty instalar fbrica de produtos de aa

    A Prefeitura de Poos de Caldas, no Sul de Minas, anunciou mais um aporte que ir compor a estimativa de alcanar R$ 600 milhes em investimentos privados at 2016. A Frooty Indstria e Comrcio de Alimentos S/A, com sede em Atibaia (SP), vai investir R$ 25 milhes na construo de uma fbrica no municpio para o desenvolvimento de produtos base de aa. Segundo o prefeito Elosio do Carmo Loureno, o protocolo de intenes j foi assinado e o Executivo encaminhou Cmara o projeto de doao do terreno.

    ECONOMIA
    MBL vai instalar complexo minerrio em Itatiaiuu

    Meta produzir 1,3 milho de tonelada/ano do insumo siderrgico

    Financiamento de veculo tem queda em Minas
    At novembro, setor registrou 100 mil operaes a menos ante igual perodo de 2014

    Fluxo de pessoas registra alta nos shoppings
    Proximidade do Natal esquenta as vendas do setor

    AGRONEGCIO
    Importaes de leite preocupam
    Volume mensal que chega ao Pas atinge 15 mil/t, vindas principalmente do Uruguai

    FINANAS
    Aes da Forno de Minas chegam bolsa
    Os papis da companhia instalada em Contagem sero includos no segmento Bovespa Mais

    NEGCIOS
    Crise no reduz apetite do consumidor

    Em busca de praticidade, famlias optam por encomendar ceias completas ou pratos de Natal prontos

    POLTICA
    Meta fiscal de 2016 pode diminuir
    Lder do governo apresentar emenda para reduzir proposta defendida por Joaquim Levy

    LEGISLAO
    Empresas so suspeitas de sonegar R$ 2 bilhes
    Ao do Fisco identifica diferenas entre os valores de IRPJ e CSLL no regime de lucro presumido

    INTERNACIONAL
    Argentina retira barreira s importaes
    Governo implantar um sistema que vai liberar automaticamente a maior parte dos desembarques

    ESPECIAIS

    DC TECNOLOGIA
    Woli vai fechar 2015 com faturamento 53% maior

    OPINIO/EDITORIAL
    Um pas anestesiado



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 14, 2015

    A unio dos Conventions o principal tema do UneCongresso

    O trabalho conjunto dos Conventions Bureaux foi um dos temas mais discutidos pelos participantes do primeiro UneCongresso, Congresso da Unio Nacional das Entidades de Destinos, realizado nos dias 11 e 12 de dezembro, no Costo do Santinho Resort. O Floripa Convention recepcionou os representantes de entidades de diversas cidades do Brasil, como Foz do Iguau, So Paulo, Recife, Joinville, Macei, entre outras.

    Conforme a diretora executiva do Floripa Convention, Juliana Castanho, foi uma grande honra receber o UneCongresso. Houveram discusses excelentes e muito enriquecedoras e o Floripa Convention participou ativamente, com a participao de diversos conselheiros, alm do presidente, destacou.

    Um dos palestrantes mais esperados era Santiago Gonzalez, representante do ICCA (em portugus - Associao Internacional de Congressos e Convenes). Ele reforou que o planejamento estratgico e a unio dos destinos podem ampliar a captao de eventos de peso. Cerca de 70% dos eventos internacionais realizados aqui so latino-americanos. Isso mostra que a unio das associaes e Conventions d certo, explica.

    Segundo Elisabete Sorrentinho, do So Paulo Convention, o crescimento deste segmento de turismo est nos pequenos eventos, um novo nicho de mercado. O presidente da Embratur, Vincius Lummertz, tambm participou do UneCongresso. Ele reforou que a nova matriz econmica no industrial o turismo. Nosso objetivo at 2020 manter o Brasil entre os 10 destinos que mais recebem eventos no mundo, comentou.

    Sobre a Unedestinos

    Associao nacional sem fins lucrativos formada por entidades mistas, pblicas e privadas que atuam na captao e apoio a eventos e na divulgao de destinos, a Unedestinos conta com um Conselho Consultivo formado por importantes entidades do trade e um corpo de consultores tcnicos especializados.

    Mariella Caldas
    Primeira Via Comunicao


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 14, 2015

    BDMG recebe jornalistas...

    Encontro do BDMG com jornalistas

    Belo Horizonte, dezembro de 2015 O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) convida a imprensa para um encontro, nesta quinta-feira (17), s 10h, com o presidente do Banco, Marco Crocco. Durante o evento, Crocco apresentar os novos projetos da instituio e estar disposio para esclarecer dvidas.

    17 de dezembro de 2015, s 10h.
    Local: BDMG: Rua da Bahia, 1.600
    2 andar Lourdes Belo Horizonte.

    Assessoria de Imprensa BDMG


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 14, 2015

    Novo estudo sobre o setor de bens de consumo e varejo revela necessidade de repensar a cadeia de valor


    "O Frum de Bens de Consumo" ("The Consumer Goods Forum") e a Capgemini preconizam mudanas necessrias no setor para assegurar crescimento sustentvel de longo prazo. Atuais cadeias de valor devem evoluir para redes de valor voltadas para o consumidor.

    PARIS e NOVA YORK, 14 de dezembro de 2015 - /PRNewswire/

    "O Frum de Bens de Consumo" ("CGF -- The Consumer Goods Forum") e a Capgemini divulgaram hoje os resultados de seus novo relatrio "Repensando a Cadeia de Valor: Novas Realidades em Negcios Colaborativos" ("Rethinking the Value Chain: New Realities in Collaborative Business").

    O relatrio identifica futuras tendncias no setor de bens de consumo e varejo (CPR -- consumer products and retail) e conclui que as cadeias de valor tradicionais no so mais suficientes para manter o ritmo. A fim de assegurar o crescimento de longo prazo, recomenda a adoo de um mtodo de "rede de valor" para se fazer negcios.

    O relatrio foi divu lgado durante o encontro da Diretoria da CGF em Amsterd, que apresentou reconhecimentos especiais ao presidente e CEO da The Coca-Cola Company, Muhtar Kent, e ao presidente e CEO de Grupo da AEON Co., LTD, Motoya Okada, que iniciaram o projeto em nvel de Conselho e que so, h muito tempo, copatrocinadores do Conselho do "Pilar da Cadeia de Valor Ponta a Ponta e Padres" (End-to-End Value Chain & Standards Pillar) da CGF, no qual esse projeto foi estabelecido.

    (Logo: http://photos.prnewswire.com/prnh/20151201/292056LOGO )

    Acredita-se que essa nova perspectiva da cadeia de valor ir mobilizar fabricantes, varejistas e outros interessados. O setor no deve mais pensar na cadeia de valor como uma jornada linear, em que produtos e informaes fluem de forma linear e em sequncia, do fornecedor para o fabricante, para o varejista e para o consumidor.

    Em vez disso, ele deve se organizar progressivamente como redes em torno dos consumidores, oferecendo uma multiplicidade de canais e interfaces em todos os processos de agregao de valor e de entidades empresariais. Em ltima anlise, o consumidor est progressivamente no comando, tomando decises que tm impacto direto em toda a rede de valor, com o setor respondendo a isso -- e no o contrrio.

    Muhtar Kent disse: "O consumidor de hoje em dia tem mais poder de deciso do que nunca. Os consumidores dispem, agora, de poder e meios para compartilhar suas opinies e preocupaes com uma audincia muito maior do que antes, atravs de uma crescente variedade de canais sociais e digitais. Nesta era de expectativas crescentes do consumidor e de um ambiente de negcios em rpidas mudanas, h uma questo crucial que devemos fazer a ns mesmos: como podemos fortalecer nosso setor e beneficiar os consumidores atravs das dificuldades sem precedentes que esto a nossa frente?

    Esse relatrio, iniciado pelo Frum de Bens de Consumo, considera algumas das maneiras essenciais de antecipar e lidar com tais mudanas profundas".

    O relatrio um produto de extensas horas de trabalho e entrevistas com autoridades empresariais de grandes empresas de CPR, bem como com especialistas no assunto. Ele destaca como o setor precisa mudar, fundamentalmente, a maneira com que colabora com todo os grupos de interesse.

    Motoya Okada disse: "Os membros de "O Frum de Bens de Consumo" e nosso setor tm a responsabilidade de colaborar por um futuro melhor para os consumidores do mundo. O relatrio sobre a Rede de Valor Futura destaca oportunidades adicionais, devido a muitas mudanas que impactam nosso setor, para que todos ns nos tornemos mais eficazes em tornar a vida melhor para os consumidores, ao mesmo tempo em que cumprimos nossa responsabilidade com o valor e a confiana. Podemos concretizar esses objetivos atravs de uma colaborao mais eficaz do que a do passado. O mundo est mudando profundamente e ns devemos fazer o mesmo".

    O relatrio destaca trs prioridades principais,
    nas quais o setor deve colaborar e que devem
    garantir um retorno positivo dos investimentos.

    Mobilizao do consumidor.
    Participar de um dilogo verdadeiro com os consumidores, justificando sua confiana em nosso setor. O setor precisa ser consistentemente responsvel com os dados dos consumidores, de forma a agregar valor ao trabalho de servi-los e de envolv-los. Isso requer que as empresas adotem princpios comuns e claros para facilitar a mobilizao do consumidor.

    Transparncia. Manter os consumidores informados sobre a natureza e a rastreabilidade dos ingredientes, nutrientes e procedncia dos produtos -- informar os consumidores sobre o contedo, a segurana e o impacto ambiental e social dos produtos, ao mesmo tempo em que melhoramos a eficincia dentro do setor. Isso ir requerer uma mudana de etapa no trabalho de colaborao sobre definies de dados globais de produtos, qualidade dos dados e compartilhamento de dados, indo alm da simples localizao e rastreamento e auditorias.

    A ltima milha da distribuio. Reconsiderar a suposio de que a distribuio a lojas e a consumidores uma rea em que as empresas operam de forma independente das outras e explorar oportunidades de colaborao, sob certas circunstncias, para aumentar a rapidez, a eficincia e a satisfao do consumidor, ao mesmo tempo em que minimiza o impacto ambiental.

    O novo modelo deve envolver uma nova forma de parcerias de "rede". Para aproveitar inteiramente essas oportunidades, o setor precisa investir em tecnologias flexveis, interoperabilidade de novos processos e mais culturas corporativas abertas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 14, 2015

    SKETCH INAUGURA LOJA NO S MARCAS CONTAINERS, EM CONTAGEM Unidade ser a quarta da marca no municpio

    Novidade na regio metropolitana de Belo Horizonte, Contagem receber o primeiro shopping feito de contineres. Previsto para ser inaugurada em 19 de dezembro, na avenida Babita Camargos, o S Marcas Containers estruturado em formato de um mall disposto em dois andares com 20 conceituadas marcas como a Sketch Mens Collection, alm de cafeterias e espao para eventos.

    Completando a quarta unidade da grife em Contagem, de acordo com o Diretor de Expanso da Sketch, Fbio Longo, a inaugurao de mais uma unidade na regio respalda a qualidade dos produtos e servios da marca. Referncia no estado mineiro, a grife conquistou o pblico masculino que preza por roupas modernas, com preos acessveis, afirma Longo.

    Fonte
    Komunic


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 13, 2015

    Prmio homenageia municpios mineiros sem homicdios Condecorao concedida pela primeira vez no Estado a 33 cidades que esto h dez anos sem registro de assassinatos.

    Na quinta-feira (10/12/15), aniversrio de 67 anos da Declarao Universal dos Direitos Humanos, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) sediou o Prmio Mineiro de Direitos Humanos. A condecorao foi concedida pela primeira vez no Estado a 33 municpios que tiveram ndice zero de homicdios nos ltimos dez anos. Os prefeitos ou seus representantes receberam diplomas com o registro do prmio e livros para as bibliotecas municipais.

    Os livros continuaro chegando durante todo o ano para melhorar o acervo das bibliotecas, explicou o secretrio de Direitos Humanos, Participao Social e Cidadania de Minas Gerais, Nilmrio Miranda, que presidiu a cerimnia, realizada no Espao Democrtico Jos Aparecido de Oliveira (Hall das Bandeiras) da ALMG. No estamos homenagenado pessoas, mas comunidades, isso que faz desse prmio e dessa ocasio to especial, completou Nilmrio Miranda.

    Os homenageados foram representados pelo prefeito de Rio Doce (Zona da Mata), Silvrio Joaquim, que disse que o municpio conseguiu completar 52 anos de emancipao poltica sem nenhum homicdio graas aos investimentos em educao, sade e assistncia social, bem como pela participao popular na administrao. Ele lembrou, ainda, o rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Samarco, que atingiu a cidade, e disse que todas as providncias tm sido tomadas para reestabelecer rapidamente todos os servios.

    O deputado Durval ngelo (PT) disse que o exemplo dos 33 municpios precisa ser seguido. Falar em direitos humanos falar em defesa da vida, o bem maior, principalmente em um pas como o Brasil, no qual a morte tem raa, idade, classe social e sexo, disse o deputado, que ressaltou ainda o aumento do nmero de assassinato de mulheres nos ltimos dez anos.

    O deputado Cristiano Silveira (PT), por sua vez, lembrou que o Brasil "vende" no exterior a imagem de pas pacfico, mas , na verdade, "uma das naes mais violentas do mundo".
    Prmio - O prmio Mineiro de Direitos Humanos promovido pelo Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participao Social e Cidadania (Sedpac). Os dados utilizados para a escolha dos 33 municpios so baseados nos registros da Polcia Militar e da Secretaria de Estado de Sade.

    Apresentaes Durante a cerimnia, foram realizadas vrias apresentaes culturais. Alguns dos destaques so o lanamento da msica Refugiados, composio de L Borges e Murilo Antunes, e as apresentaes da Orquestra Jovem da Fundao Educacional Caio Martins e do Coral Minueto.

    Homenageados

    Os municpios homenageados durante a solenidade so:
    Alto Capara (Zona da Mata)
    Arantina (Sul de Minas)
    Belmiro Braga (Zona da Mata)
    Capela Nova (Regio Central do Estado)
    Caranaba (Regio Central do Estado)
    Carrancas (Sul de Minas)
    Casa Grande (Regio Central do Estado)
    Conceio da Barra de Minas (Regio Central do Estado)
    Congonhal (Sul de Minas)
    Dom Vioso (Sul de Minas)
    Douradoquara (Alto Paranaba)
    Fama (Sul de Minas)
    Gonalves (Sul de Minas)
    Grupiara (Alto Paranaba)
    Ibituruna (Centro-Oeste de Minas)
    Inga (Sul de Minas)
    Itamarati de Minas (Zona da Mata)
    Itamb do Mato Dentro (Regio Central do Estado)
    Madre de Deus de Minas (Regio Central do Estado)
    Marip de Minas (Zona da Mata)
    Minduri (Sul de Minas)
    Olmpio Noronha (Sul de Minas)
    Paiva (Zona da Mata)
    Passabm (Regio Central do Estado)
    Pequeri (Zona da Mata)
    Rio Doce (Zona da Mata)
    Rochedo de Minas (Zona da Mata)
    Santana do Garambu (Regio Central do Estado)
    Santo Antnio do Rio Abaixo (Regio Central do Estado)
    So Joo da Mata (Sul de Minas)
    Senhora dos Remdios (Regio Central do Estado)
    Serranos (Sul de Minas)
    Turvolndia (Sul de Minas)

    Fonte
    almg.gov.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 13, 2015

    Territrio Sul conhece quais demandas foram includas nos programas e aes do Governo

    municpio de Varginha recebeu nesta sexta-feira (4/12) a etapa devolutiva do Frum Regional do Territrio Sul. Na ocasio, foi instalado o Colegiado Executivo do Territrio e apresentado quais os problemas e necessidades da regio foram includos no Plano Plurianual de Ao Governamental (PPAG). Tambm foi exposta a realidade oramentria e financeira do Estado.

    O Territrio Sul foi o segundo a receber a etapa devolutiva dos Fruns Regionais.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 13, 2015

    Comisso do Seminrio das guas faz ltima reunio do ano Temas Saneamento e Sade e Atividade Minerria, Indstria e Energia constaram da pauta e geraram encaminhamentos.

    Em sua sexta e ltima reunio do ano, a Comisso de Representao do Seminrio Legislativo guas de Minas III Desafios da Crise Hdrica e a Construo da Sustentabilidade encerrou, nesta sexta-feira (11/12/15), a discusso do tema 4 Saneamento e Sade , do qual resultaram diversas sugestes de encaminhamento. O grupo iniciou, ainda, a discusso do tema 5 Atividade Minerria, Indstria e Energia , tambm com encaminhamentos. As propostas vo compor um documento final, com anlises tcnicas, para subsidiar os parlamentares em suas aes legislativas.

    A prxima reunio da comisso foi marcada para 1 de fevereiro de 2016, quando o grupo dar continuidade discusso do tema 5 e iniciar o debate sobre o ltimo tema Agricultura, Pecuria e Piscicultura. O Seminrio guas de Minas III foi realizado na ALMG entre os dias 29 de setembro e 2 de outubro deste ano. A Comisso de Representao encarregada de elaborar possveis desdobramentos e encaminhamentos prticos para os problemas discutidos durante o evento.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Dezembro 12, 2015

    Agroceres ser homenageada no Plenrio nesta segunda (14) Reunio Especial lembra 70 anos de fundao de empresa que referncia no desenvolvimento do agronegcio brasileiro.

    Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizar Reunio Especial de Plenrio na prxima segunda-feira (14/12/15), s 20 horas, para homenagear os 70 anos de fundao da empresa Agroceres. A homenagem foi solicitada pelo deputado Roberto Andrade (PTN).

    De acordo com o parlamentar, a homenagem vem em um momento oportuno pois o Brasil pode buscar exemplos da empresa para retomar o crescimento socioeconmico. Nossa economia vive um perodo delicado, o cenrio poltico conturbado, e devemos buscar no exemplo desta prestigiada empresa a inspirao que o Pas precisa para retomar o crescimento socioeconmico, afirmou.

    A Agroceres foi fundada em 20 de setembro de 1945, por um grupo de amigos, com o propsito de levar tecnologia ao campo e contribuir com o agronegcio brasileiro. A empresa pioneira na introduo de vrias tecnologias, como, por exmeplo, a primeira semente de milho hbrido comercial no Pas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Dezembro 12, 2015

    Ptio Savassi adere ao Dezembro Laranja Em apoio campanha que visa combater e prevenir o cncer de pele, shopping recebe fotocabine Controle o Sol, no sbado, 12

    O Ptio Savassi segue reforando as campanhas de conscientizao. O movimento da vez o Dezembro Laranja, que visa combater e prevenir o cncer de pele, tipo da doena com a maior incidncia no mundo.

    E para informar melhor sobre o problema o mall recebe no sbado, dia 12, uma fotocabine com o mote Controle o Sol, que est voltada para a divulgao da ao nas redes sociais.

    A ao faz parte do projeto "Multiplique o Bem", da Multiplan, e ocorre em vrios shoppings da Rede pelo Brasil.

    Na fotocabine Controle o Sol, os clientes podero tirar fotos interagindo com o sol, alm de receber informaes sobre a doena. Em tempo real, as imagens sero compartilhadas nas redes sociais com a hastag #dezembrolaranja.

    A campanha Dezembro Laranja promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, que visa alertar a populao sobre os perigos da exposio ao sol sem controle.

    Servio:
    Fotocabine Dezembro Laranja
    Data: 12/12
    Horrio: 10h s 22h;
    Local: Piso L2
    Informaes: www.patiosavassi.com


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 11, 2015

    PLULAS de Economia

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Philips vai transferir operaes

    Produo de equipamentos de sade passar a ser feita em Varginha, Sul de MG

    A Philips do Brasil vai transferir as operaes da fbrica de equipamentos de sade de Lagoa Santa, na Regio Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), para a unidade de Varginha (Sul de Minas), at o fim do ano que vem. A deciso, segundo a multinacional holandesa, tem como objetivo manter a competitividade da empresa no mercado nacional, uma vez que a planta do Sul do Estado considerada centro de excelncia da companhia no Brasil. Com a mudana, a empresa espera consolidar a produo e o desenvolvimento de produtos e equipamentos de sade.

    ECONOMIA
    Nestl pede licena para nova fbrica
    Companhia solicitou licena para produzir cpsulas de caf e bebidas lcteas em Minas

    Consumo de cimento tem queda no Pas
    No acumulado at novembro, a comercializao interna do insumo somou 59,7 milhes de toneladas

    Atividade da construo no Estado recua 13%
    Segundo estudo, piora do mercado no Estado observada desde o ano passado

    AGRONEGCIO
    Consumo de lcteos tem estagnao no Brasil
    Recuperao somente em 2017

    FINANAS
    Nota de Minas Gerais pode ser rebaixada
    Moodys anunciou ontem que colocou em reviso a classificao de alguns estados e tambm de Belo Horizonte

    NEGCIOS
    Cincia est, cada vez mais, conectada com a realidade

    Sociedade enxerga, hoje, conhecimento transformado em inovao

    Cervejas Artesanais: Experimente rene mais de 8 mil pessoas
    Feira de gastronomia, que acontece todo ms em Nova Lima, ser realizado no prximo sbado

    LEGISLAO
    Receita acerta intercmbio com a Sua
    Acordo estabelece a troca de informaes entre fiscos dos dois pases, com destaque para o Imposto de Renda

    POLTICA
    Peemedebistas articulam rompimento com o governo
    Ala favorvel ao impeachment tenta antecipar conveno para janeiro

    ESPECIAIS

    DC AUTO
    Novo Classe C450 AMG 4Matic j est no Brasil

    OPINIO/EDITORIAL
    Um salve-se quem puder


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 10, 2015

    MacDonald's recebe Selo Paulista da Diversidade

    Governo do Estado de So Paulo
    reconhece as polticas de incluso da rede

    O McDonalds conquista o Selo Paulista da Diversidade, concedido pela Secretaria Paulista da Diversidade do Governo do Estado de So Paulo. Tendo como objetivo principal destacar boas prticas, como a ao estratgica a favor da competitividade e da cidadania, o selo reconhece os esforos da marca em promover a incluso de pessoas com deficincia no mercado de trabalho e oferecer oportunidades de primeiro emprego e o respeito ao gnero, orientao sexual, religio e etnia dos funcionrios.

    O McDonalds uma das marcas mais representativas no que se refere diversidade no seu quadro de funcionrios e sempre apoiou iniciativas de incluso social. Somos comprometidos com a diversidade e a igualdade de oportunidades para todos. Todas as aes da empresa so pautadas sem distino de raa, etnia, cor, religio, sexo, idade, orientao sexual ou nacionalidade", explica o diretor de Recursos Humanos da Arcos Dourados, Marcelo Nbrega. A companhia tambm tem relevante papel nas aes com refugiados, abrindo suas portas para aqueles que buscam recomear a vida longe de seu pas de origem. "Damos oportunidades de emprego para os refugiados, auxiliando no incio dessa nova etapa repleta de desafios", comenta Marcelo.

    Por ser reconhecido pela primeira vez pela Secretaria, o McDonalds recebeu o Selo na Categoria Adeso. Ao longo de 2016, a empresa continuar desenvolvendo aes que promovam a diversidade e a igualdade para conquistar o Selo na Categoria Pleno. Somos considerados a maior empregadora de jovens do Brasil, 90% dos nossos funcionrios tem at 25 anos, e a maioria deles vive sua primeira experincia profissional na empresa. Vamos continuar trabalhando para mantermos essa referncia como ncleo de formao profissional. Acreditamos na diversidade e o nosso plano de desenvolvimento e crescimento igual para todos, sem distino, conclui Marcelo.

    Sobre a Arcos Dorados

    A Arcos Dorados a maior franquia McDonalds do mundo, tanto em vendas totais do sistema como em nmero de restaurantes. A Companhia a maior rede de servio rpido de alimentao da Amrica Latina e Caribe, com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias de restaurantes McDonalds em 20 pases e territrios, incluindo Argentina, Aruba, Brasil, Chile, Colmbia, Costa Rica, Curaao, Equador, Guiana Francesa, Guadalupe, Martinica, Mxico, Panam, Peru, Porto Rico, St. Croix, St. Thomas, Trinidad & Tobago, Uruguai e Venezuela. Desde 31 dezembro de 2014, a Companhia opera e franqueia 2121 restaurantes McDonalds com mais de 95.000 funcionrios que atendem mais de 4 milhes de clientes por dia. Reconhecida como uma das melhores empresas para se trabalhar no Amrica Latina, a Arcos Dorados est listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO). Para saber mais sobre a Companhia visite a seo de Investidores de nosso site: www.arcosdorados.com/ir

    Informaes para a imprensa:
    Multitexto Comunicao Empresarial
    Jornalista responsvel: Schubert Arajo


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 10, 2015

    Sinduscon-MG apresenta amanh nova pesquisa do mercado imobilirio e Balano da Construo


    Amanh, dia 11 dezembro, sexta-feira, s 11 horas, o Sindicato da Indstria da Construo Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), na pessoa de seu presidente Andre Campos, vai divulgar em sua sede, em Lourdes, o balano do setor da Construo Civil em 2015 e a uma indita pesquisa do mercado imobilirio de BH e Nova Lima

    A pesquisa, que ser divulgada mensalmente, foi realizada pela BRAIN Bureau de Inteligncia Corporativa, e trar uma nova base de dados para empresrios e tambm ser uma grande fonte para jornalistas. O sindicato da construo explica que ser um censo do mercado mineiro, carente deste tipo de levantamento.

    Trimestralmente haver uma edio especial com dados estratificados e segmentados. Algumas das informaes que a nova pesquisa traz so: lanamentos (unidades e empreendimentos); VGV lanado; oferta (total e por regio); preo mdio de venda (geral e segmentado por valor e nmero de quartos); preo mdio do m2 por regio; tempo do imvel em oferta.


    Assessoria de Comunicao
    Jornalistas: Nllie Vaz Branco e Bruno Carvalho


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 10, 2015

    PLULAS de Economia

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Votorantim expandir produo em Paracatu

    Empresa solicitou licena para a explorao de zinco

    A Votorantim Metais, empresa do grupo Votorantim, solicitou Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel (Semad) a licena de instalao (LI) para a construo de um complexo minerador destinado produo de zinco em Paracatu, no Noroeste do Estado, denominado Mina de Ambrsia. O projeto, cuja LI ser julgada no prximo dia 17, possibilitar a extenso das atividades da companhia em Morro Agudo, no mesmo municpio, a cerca de 50 quilmetros do empreendimento.

    ECONOMIA
    Medida de conselho alivia construo civil

    rgo permite que sejam assinados contratos com muturios de imveis do faixa 1 em obras at 2016

    MRS aposta no transporte de contineres
    Concessionria registrou alta de 34% na movimentao de cargas desse tipo entre janeiro e outubro

    Importaes via portos-secos caem 21,7%
    Desembaraos nas aduanas mineiras somaram US$ 6,430 bilhes de janeiro a outubro, aponta a Receita Federal

    AGRONEGCIO
    Exportaes mineiras de caf em retrao
    No acumulado do ano at novembro, caf movimentou US$ 3,34 bilhes, queda de 9,4%

    FINANAS
    IPCA acelera e sobe 10,48% em 12 meses
    Com o aumento de 1,01% em novembro, ndice alcana no intervalo o maior patamar desde 2003

    NEGCIOS
    Brasil virou um "mar" de oportunidades na crise

    preciso, porm, pensar "fora da caixa"

    PRMIO JOS COSTA
    Fiat investe no reaproveitamento de gua
    Mediante aportes de R$ 4 milhes, montadora inicia a modernizao da estao de tratamento

    LEGISLAO
    Refinanciamento do Simples Nacional prorrogado
    Comit decide manter as condies especiais de reparcelamento at 31 dezembro de 2016

    POLTICA
    TCU nega recurso do governo
    Corte mantm entendimento de que as "pedaladas fiscais" so uma infrao grave LRF

    ESPECIAIS

    DC RH
    Igualdade entre homens e mulheres acrescentaria at US$ 850 bilhes economia

    DC MAIS
    Assembleia recebe brinquedos novos para crianas de Mariana

    OPINIO/EDITORIAL
    No d mais para esperar


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 9, 2015

    Nasceu

    Nasceu Maria Fernanda - filha do casal Carolina/ governador Fernando Pimentel.
    Desejo sade rcem-nascida.
    Parabns aos pais.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 9, 2015

    SME homenageia Olavo Machado Junior com a Medalha E Ttulo de Engenheiro do Ano 2015

    A Sociedade Mineira de Engenheiros (SME) prestar homenagem, no prximo dia 11 de dezembro (sexta-feira), ao engenheiro eletricista e presidente do Sistema da Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), Olavo Machado Junior, com a outorga da Medalha Sociedade Mineira de Engenheiros e o Ttulo de Engenheiro do Ano 2015.

    Esse um evento de tradio e muito aguardado em Minas Gerais pelo setor e profissionais de engenharia. A solenidade faz parte das celebraes do Dia do Engenheiro, que comemorado na mesma data. O Chanceler da Medalha esse ano o ex-presidente da SME, Mrcio Damazio Trindade. O evento ser realizado no auditrio do SICEPOT-MG, a partir de 20 horas, na Av. Baro Homem de Melo, 3090, Bairro Estoril.


    A Medalha Sociedade Mineira de Engenheiros foi instituda, em 1983, sendo a principal comenda concedida pela SME com a finalidade de reconhecer o mrito dos profissionais de engenharia em Minas, por meio de um engenheiro que tenha se destacado, durante o ano, no exerccio da profisso. A escolha do nome do presidente da FIEMG, Olavo Machado Junior, pelo Conselho da Medalha foi por aclamao diante do grande trabalho desenvolvido pelo homenageado, ao longo de sua carreira, em favor dos profissionais e do setor de engenharia, e pelo desenvolvimento da indstria mineira e da economia de Minas Gerais e do Brasil.

    Breve Currculo
    Mineiro de Belo Horizonte, engenheiro, empresrio do setor industrial e lder empresarial, Olavo Machado Junior presidente da Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), presidente do Conselho Deliberativo do SEBRAE-MG, presidente do conselho regional do Servio Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), diretor do Servio Social da Indstria & Presidente do Conselho Regional (SESI). Diretor da Confederao Nacional da Indstria CNI.

    Presidente do Conselho Temtico de Infraestrutura da CNI COINFRA.
    Como lder empresarial, presidiu o Sindicato da Indstria de Aparelhos Eltricos, Eletrnicos e Similares do Estado de Minas Gerais ( Sinaees), foi diretor da Associao Brasileira da Indstria Eletro-Eletrnica (Abinee/MG e Abinee/SP), diretor e vice-presidente do Centro das Indstrias das Cidades Industriais de Minas Gerais (CICI/MG), vice-presidente da Sociedade Mineira de Engenheiros (SME) e presidente do Centro Industrial e Empresarial de Minas Gerais (CIEMG).

    No setor pblico, foi presidente da Fundao Centro Tecnolgico de Minas Gerais (CETEC/MG), Secretrio-Adjunto da Indstria e Comrcio do Estado de Minas Gerais e membro do Conselho Curador da Fundao de Amparo Pesquisa de Minas Gerais (FAPEMIG). Como empresrio fundou, em 1974, a Machado Corra Engenharia (Macorin), scio da IG Construes Eltricas de equipamentos eltricos e diretor da Orteng MCT transformadores Ltda.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 9, 2015

    PLULAS de Economia

    Finte
    Dirio do Comrcio

    Magnesita Refratrios
    em busca de novos mercados

    Empresa pretende ampliar atuao para regies com grande potencial

    A Magnesita Refratrios, com sede em Contagem, na Grande BH, ampliar a atuao para novos mercados, como o Oriente Mdio e a frica. Com a estratgia de diversificao e internacionalizao, a empresa j reduziu de forma significativa a participao do setor siderrgico brasileiro, que passa pela crise mais aguda, em seus negcios. Durante evento da Associao dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais de Minas Gerais (Apimec-MG), o gerente de Relacionamento com os Investidores da Magnesita, Daniel Domiciano, afirmou que os mercados potenciais identificados so entre quatro e cinco vezes maiores que os j estabelecidos pela empresa, como o de usinas integradas nos Estados Unidos, que movimenta cerca de US$ 700 milhes anualmente, e sia e Oceania, que g iram US$ 2,2 bilhes por ano.

    ECONOMIA
    Exportaes mineiras em queda
    Vendas externas giraram US$ 20,280 bilhes at novembro, ante US$ 27,053 bilhes em 2014

    CBTU pleiteia verba para metr de Belo Horizonte
    Companhia busca recursos adicionais de R$ 1,5 bilhes para dar continuidade ao projeto

    Cartes reinam nas vendas do varejo
    Com menos dinheiro no bolso, consumidor est optando pelas compras a prazo

    AGRONEGCIO
    Cachaa Artesanal: retorno ao Simples alivia setor
    Incluso no sistema de tributao diferenciado facilita legalizao dos alambiques

    FINANAS
    Mercado prev PIB 2,31% menor
    H um ms, analistas projetavam recuo de 1,90% na economia no prximo ano

    NEGCIOS
    Casa Rena avana no Centro-Oeste

    Rede abriu nona loja da marca, na cidade de Divinpolis, mediante investimento de R$ 2,5 milhes

    Escolas de msica registram aumento na demanda

    LEGISLAO
    Fazenda prope reforma do PIS/Pasep
    Projeto enviado Casa Civil acaba com a cobrana em cascata e estabelece a adoo do crdito ampliado

    POLTICA
    Juristas repudiam impeachment
    "Pedaladas fiscais" so insuficientes para basear pedido, argumentam especialistas

    ESPECIAIS

    DC TECNOLOGIA
    Take.net abre frente de negcios no continente africano

    OPINIO/EDITORIAL
    Colapso da engenharia


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 8, 2015

    Atingidos por desastre em Mariana sero ouvidos na ALMG Comisso ouve na quinta (10) representantes da Cenibra, pescadores, ndios, atingidos por barragens, entre outros.

    Na sequncia dos eventos para tratar dos desdobramentos do rompimento de barragem de rejeitos da Samarco, em Mariana (Regio Central do Estado), a Comisso Extraordinria das Barragens da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) promove mais uma audincia pblica. Desta vez, a comisso vai abordar o problema dos atingidos a jusante (abaixo) da mineradora e as medidas tomadas para o gerenciamento das aes decorrentes do acidente.

    A autoria do requerimento dos 11 deputados efetivos da comisso: Agostinho Patrus Filho (PV), presidente; Joo Magalhes (PMDB), vice; Rogrio Correia (PT), relator; alm de Bonifcio Mouro (PSDB), Gustavo Valadares (PSDB), Gustavo Corra (DEM), Cssio Soares (PSD), Celise Laviola (PMDB), Celinho do Sinttrocel (PCdoB), Gil Pereira (PP), e Thiago Cota (PPS).

    A reunio ser na quinta-feira (10/12/15), s 9h30, no Plenarinho IV. Esto previstas as participaes de vrios segmentos atingidos pela lama que desceu da barragem. Foram convidados representantes da Celulose Nipo Brasileira (Cenibra), dos pescadores do Rio Doce, dos atingidos por barragens, dos indgenas, dos distritos de Mariana atingidos, dos transportadores e tiradores de areia, entre outros.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 8, 2015

    Balano da Construo e nova pesquisa do mercado imobilirio de BH e Nova Lima

    No prximo dia 11 dezembro, sexta-feira, s 11 horas, o Sindicato da Indstria da Construo Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG) realizar entrevista coletiva para divulgar o balano do setor da Construo Civil em 2015 e dados da nova pesquisa do mercado imobilirio de BH e Nova Lima.

    A indita pesquisa do mercado imobilirio de BH e Nova Lima foi realizada pela BRAIN Bureau de Inteligncia Corporativa, empresa especializada neste tipo de levantamento. Ela trar uma nova base de dados para empresrios e tambm ser uma grande fonte para jornalistas.

    A pesquisa ser divulgada mensalmente e trimestralmente haver uma edio especial com dados estratificados e segmentados. Algumas das informaes que a nova pesquisa traz so: lanamentos (unidades e empreendimentos); VGV lanado; oferta (total e por regio); preo mdio de venda (geral e segmentado por valor e nmero de quartos); preo mdio do m2 por regio; tempo do imvel em oferta.

    J o balano do setor apresentar nmeros de empregos, PIB da Construo, confiana do empresrio, financiamento imobilirio, dentre outros.
    Na ocasio, empresrios e especialistas estaro disponveis para anlises.

    Presenas:
    Andre de Sousa Lima Campos Presidente do Sinduscon-MG
    Geraldo Jardim Linhares Jnior 1 Vice-presidente do Sinduscon-MG
    Jos Francisco Couto de Arajo Canado Vice-presidente da rea Imobiliria do Sinduscon-MG
    Evandro Veiga Negro de Lima Junior Vice-presidente de Comunicao
    Daniel talo Richard Furletti economista, coordenador sindical do Sinduscon-MG
    Ieda Maria Pereira Vasconcelos economista, assessora econmica do Sinduscon-MG

    SERVIO
    Evento: Divulgao de balano da construo 2015 e da nova pesquisa do mercado imobilirio de BH e Nova Lima
    Data: 11/12/15 (sexta-feira)
    Horrio: 11h horas
    Local: Auditrio do Sinduscon-MG, rua Marlia de Dirceu, 226 - 4 andar Lourdes/BH


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 7, 2015

    PLULAS de Economia

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Mercedes antecipa frias em Juiz de Fora

    Folga temporria e gradativa para 770 funcionrios

    Com o mercado em forte retrao, a Mercedes-Benz antecipou o perodo de frias coletivas na planta de Juiz de Fora, na Zona da Mata. Alm dos 42 funcionrios que se encontram em lay-off (suspenso de contratos) at abril de 2016, os demais 770 sero dispensados temporria e gradativamente at o incio de janeiro, segundo a montadora. O setor de montagem bruta, por exemplo, est de frias desde o ltimo dia 30, enquanto os responsveis pela montagem final encerram as atividades no dia 20. As frias coletivas devem se estender por cerca de um ms, e no houve alterao no prazo acordado. At 8 de janeiro estaro todos de volta.

    ECONOMIA
    BDMG lana linha de crdito especial para a bacia do Rio Doce

    R$ 200 milhes para os municpios que integram o sistema

    Prefeitura de Belo Horizonte anuncia reduo de custos para conter queda na receita
    Prioridade so gastos destinados sade e segurana

    Vendas de veculos caem 18,36% em Minas Gerais
    Segmento de caminhes e nibus registrou a maior queda no acumulado do ano at novembro: 49,9%

    AGRONEGCIO
    Retomada econmica passa pelo campo
    Setor, por reagir rapidamente aos estmulos visto como um dos caminhos para que Pas supere a atual crise

    FINANAS
    Saques da poupana superam depsitos em R$ 1,302 bilho
    Resultado de novembro o pior dos ltimos 20 anos, segundo Banco Central

    NEGCIOS
    ACMinas premia "mulheres notveis"

    Ideia reconhecer aquelas que lideram projetos ou um negcio de sucesso

    POLTICA
    Eliseu Padilha pede exonerao
    Ministro mais prximo ao vice-presidente da Repblica deixa cargo por "convico poltica"

    LEGISLAO
    CPI do Carf envolve 73 empresas
    Banco Santander e Bradesco lideram a lista de suspeitos de pagamento de propina

    INTERNACIONAL
    Argentina: Macri promete acabar com as barreiras comerciais
    Essa postura abre caminho para a diminuio dos estoques de gros, que pode exportar principalmente para o Brasil

    ESPECIAIS

    DC TURISMO
    Vert apresenta hotel temtico na regio Centro-Sul da Capital

    OPINIO/EDITORIAL
    Zona de sombras


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 7, 2015

    Minas paeticipou da Conferncia do Clima em Paris. Vice-governador Antonio Andrade representou Minas. Confira!!!

    Minas Gerais marcou presena na 21 Conferncia do Clima das Naes Unidas (COP-21), realizada em Paris. O vice-governador Antnio Andrade participou do encontro internacional entre os dias 1 e 04 de dezembro, liderando a comitiva do Governo do Estado. Estiveram no evento 153 chefes de Estado e de governos de todo o mundo. A Conferncia foi organizada pela Conveno das Naes Unidas sobre a Mudana do Clima (UNFCCC).

    Minas Gerais e Frana so parceiros em iniciativas de reas diversas, como a de sustentabilidade, com financiamentos e investimentos no setor produtivo e nas polticas de desenvolvimento sustentvel. No decorrer do evento, o Governo de Minas realizou apresentaes relacionadas a aes de polticas sustentveis e ao seu modelo de governana participativa.

    Tambm fizeram parte da comitiva do Estado o secretrio de Estado de Planejamento e Gesto, Helvcio Magalhes; o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento Econmico de Minas Gerais (Codemig), Marco Antnio Castello Branco; o presidente da Fundao Estadual do Meio Ambiente (Feam), Diogo Soares de Melo Franco; o diretor vice-presidente da Cemig, Mateus Moura; o chefe da Assessoria de Relaes Internacionais do Governo, Rodrigo de Oliveira Perptuo; o gerente de Energia e Mudanas Climticas da Feam, Felipe Santos de Miranda Nunes, dentre outros.

    Durante a programao do encontro, foi apresentada, na quarta-feira (02/12), a parceria entre o Governo do Estado, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Instituto Inhotim. A cooperao tem como objetivo reforar o conceito inovador do Inhotim como modelo que alia proteo de uma rea com forte valor biolgico e climtico ao desenvolvimento sustentvel, envolvendo os setores pblico e privado.

    Segundo Antnio Andrade, o Inhotim um orgulho grande para os mineiros por ser um local onde o meio ambiente e a cultura esto integrados. Em uma regio mineradora, foi montado o Inhotim, mostrando de maneira exemplar toda a capacidade cultural e ambiental. O apoio do BID fundamental para a realizao de projetos que gerem desenvolvimento econmico, social e sustentvel na regio.

    Planos Climticos

    Ainda na capital francesa, o vice-governador participou, na quinta-feira (03/12), do encontro Transio e Resilincia, Mudanas Climticas, e como Governos subnacionais implementam Planos Climticos Locais. Antnio Andrade comemorou os resultados da parceria entre o Estado e a regio francesa de Nord-Pas de Calais no desenvolvimento do Plano de Energia e Mudanas Climticas e da Plataforma Clima Gerais. O acordo entre o BDMG e a Agncia Francesa de Desenvolvimento (AFD) disponibiliza cerca de R$ 250 milhes para financiamento de projetos de desenvolvimento sustentvel nos municpios mineiros.

    Um edital de R$ 50 milhes j foi lanado para financiamento a projetos de infraestrutura municipal relacionados s questes climticas e universalizao de servios bsicos (mobilidade urbana, gesto de resduos urbanos, eficincia energtica). Os recursos da AFD j esto disponveis a municpios, consrcios intermunicipais e concessionrios de servio pblico. Ser oferecida uma capacitao tcnica para que os gestores pblicos possam elaborar as propostas. O Estado quer ter informaes consistentes sobre os impactos das mudanas no clima em todo o nosso territrio para usarmos na formulao de polticas pblicas, explicou Andrade.

    O vice-governador tambm apresentou aos membros da Rede de Governos Locais para o Desenvolvimento Sustentvel o acordo de cooperao entre o Governo de Minas Gerais e a regio de Nord-Pas de Calais, na Frana, para o projeto Plataforma Clima Gerais, um plano de energia e mudanas climticas. A Feam, com o apoio da AFD, disponibilizar uma plataforma online para consolidao e disseminao de informaes-chave voltadas aos gestores municipais.

    O objetivo dessa plataforma ter informaes sobre os impactos das mudanas climticas no territrio mineiro e gerar estudos tcnicos que possam balizar a ao dos formuladores de polticas pblicas locais para a tomada de deciso, explicou Antnio Andrade. A plataforma Clima Gerais tambm dever divulgar as boas prticas realizadas em Minas, no Brasil e no mundo e indicar possveis fontes de apoio tcnico e financeiro para elaborao e implementao de projetos voltados para mitigao da mudana climtica em escala local.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 7, 2015

    Turismo

    COMUNICADO FENACTUR

    TRIBUTAO
    SOBRE REMESSAS PARA O EXTERIOR
    A PARTIR DE JANEIRO DE 2016 TAXA DE 6,38%

    Como j se imaginava, embora houvesse uma resistncia do Secretrio da Receita Federal do Brasil, Senhor Jorge Rachid, a taxao sobre remessa de numerrios para o exterior, a partir de janeiro de 2016, um acordo de cavalheiros, firmado entre o Ministro da Fazenda Joaquim Levy e o Ministro do Turismo Henrique, acabou por reduzir a tributao do IRRF sobre valores remitidos ao exterior.

    Pelo acordo firmado, a taxao ficou reduzida aos patamares do IOF, ou seja, 6,38% (seis inteiros e trinta e oito centsimos por cento) sobre nas operaes de remessa de recursos ao Exterior por agncias e operadoras de viagens.

    Tal cobrana, apesar de ser bem inferior aos patamares pretendidos pela Receita Federal do Brasil de 33% (trinta e trs por cento) -, no agrada ao Turismo porque impacta diretamente nos custos dos produtos e servios ofertados pelos agentes de viagens. Lembrando, ainda, que a elevao do dlar, motivado pela desvalorizao do real vem comprometendo o resultado do trusmo internacional.

    De qualquer modo, mesmo no sendo o ideal para o Turismo, pode se dizer que a reduo da alquota se traduz em conquista para o Trade, diante da inflexibilidade do Governo em no permitir a adoo de qualquer medida que possa reduzir a arrecadao de tributos.

    Michel Tuma Ness
    Presidente Fenactur Federao Nacional de Turismo


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 7, 2015

    Ampliando em tempos de crise. SKETCH INAUGURA UNIDADE PRPRIA NO AEROPORTO INTERNACIONAL TANCREDO NEVES, EM CONFINS Ampliando a rea de atuao da marca, a Sketch Mens Collection ir inaugurar unidade prpria no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins Minas Gerais, no dia 20 de dezembro. Com 70 lojas distribudas em todo territrio nacional, a nova loja pertence ao projeto de expanso da empresa, que visa finalizar o ano com 80 unidades em funcionamento. De acordo com o Diretor de Expanso, Fbio Longo, o intuito inaugurar pelo menos uma unidade em cada estado brasileiro.

    Com um planejamento estratgico preciso,
    a Sketch investe na abertura de novas unidades
    em polos comerciais regionais, polos tursticos
    e em cidades com populao acima de 80.000 habitantes.

    A grife possui hoje 600 cidades mapeadas, visando inaugurar at 2017, pelo menos, mais 50 unidades, explica Longo. O profissional ainda afirma que o setor de moda masculina est em constante crescimento no pas, surgindo assim oportunidades promissoras para este mercado.

    H 25 anos no mercado, a Sketch consegue atender todas as demandas do universo masculino, com um completo e variado mix de produtos. A empresa, que preza por vestir bem o homem contemporneo, possui acessrios, peas e vesturios masculinos para qualquer ocasio, desde um look descontrado para um happy hour com os amigos como uma composio formal para uma reunio de trabalho.

    Fonte
    Komunic Comunicao Integrada


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Dezembro 7, 2015

    Jornalistas do CEPO sero recebidos pelo presidente da ALMG, deputado Adalclever Lopes nesta quinta dia 10 para um Caf da Manh de fim de ano.

    Local: 23 andar do Edifcio Tiradentes
    Horrio: 9 da manh.
    frente o presidente do CEPO - Centro de Cronistas Polticos de MG,
    jornalista Carlos Lindenberg.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 6, 2015

    Notcia boa para o patrimnio histrico de Januria no norte de Minas. Governo do Estado vai investir na restaurao da Igreja de NS do Amparo -

    A Igreja de Nossa Senhora do Rosrio, considerada a segunda mais antiga de Minas, vem h anos sofrendo com a deteriorao e, por causa dos danos, est h 10 anos fechada para o pblico.

    Contudo, a capela, que fica no distrito de Brejo do Amparo, em Januria, Norte de Minas, em breve deve reabrir as portas. Isso porque o Governo de Minas anunciou que ir investir R$ 2 milhes para restaurar o patrimnio.

    O Estado garantiu que as obras iro comear at maro de 2016. Este ano comeamos a fazer coisas que estavam sendo reivindicadas h mais de 10 anos e que estavam paradas. Um exemplo a igreja. Ns licitamos a obra, abrimos a licitao e a obra vai comear, destacou Fernando Pimentel.

    Sero recuperados o telhado, a estrutura de madeira, janelas e portas. O forro com elementos artsticos localizado na nave tambm vo ser restau


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Dezembro 6, 2015

    Alta dos itens de supermercado em BH chega a 1,41% Procon Assembleia realizou trs aes de pesquisa e fiscalizao nos estabelecimentos da Capital.

    Entre os meses de novembro e dezembro,
    os preos nos supermercados de Belo Horizonte
    subiram em mdia 1,41%.

    o que mostra pesquisa do Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizada nos dias 30/11 e 1/12/15.

    Os pesquisadores do Procon Assembleia
    visitaram 16 estabelecimentos e coletaram os preos
    de 159 produtos de alimentao, higiene e limpeza.
    Consulte a pesquisa completa.

    Os itens de limpeza subiram, em mdia, 3,07%, com destaque para o sabo de coco, cuja alta chegou a 36,77%. Os produtos alimentcios ficaram 1,24% mais caros, enquanto que os do grupo Higiene recuaram 0,58%.
    O consumidor deve ficar atento variao dos preos para um mesmo produto. Dependendo do supermercado consultado, essa diferena superior a 170%, como no caso de determinada marca de vinagre de lcool. Outros 13 artigos registraram variaes maiores que 100%.

    Anual O Procon Assembleia tambm fez um comparativo dos mesmos produtos com seus preos praticados em janeiro, encontrando itens cujo aumento no ano passou de 60%. So os casos do acar cristal Delta 5 kg, que subiu 64,04%, e o feijo carioquinha tipo 1 Primavera, reajustado em 60,95%.
    Consulte a pesquisa completa.

    A pesquisa mostrou, por outro lado, o barateamento de vrios produtos, como a farinha de mandioca torrada Pink, cujo quilo baixou 27,9%, e o leite em p Ninho fortificado, que est 13,12% mais em conta em relao ao incio do ano.

    Fiscalizao Outra ao do Procon Assembleia nos supermercados foi uma fiscalizao educativa. Foram verificados trs procedimentos obrigatrio que os estabelecimentos devem seguir para os produtos em promoo. Dos 16 supermercados visitados, seis cometeram pelo menos uma infrao. Trs deles estavam descumprindo todas as normas fiscalizadas.
    Consulte a pesquisa completa.

    Foram conferidos os seguintes quesitos: se os cartazes ou etiquetas sobre os preos dos produtos promocionais contm data de validade desses itens; se o estabelecimento oferece o devido destaque data de validade dos produtos; e se a data de validade dos produtos expostos condiz com a data do cartaz ou etiqueta.
    Os pesquisadores do Procon alertaram os dirigentes dos supermercados que o descumprimento da legislao sujeita os infratores s penalidades previstas no Cdigo de Defesa do Consumidor, entre elas a multa.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Dezembro 5, 2015

    NOTCIA BOA!!! Governador Pimentel anuncia pagamento integral do salrio e 13 dos servidores

    De acordo com o governador,
    a folha de novembro ser
    paga na prxima quarta-feira (dia 9)
    E o dcimo terceiro no dia 22 de dezembro


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Dezembro 5, 2015

    Municpios com ndice zero de homicdios sero premiados Com apoio da ALMG, governo concede prmio a 33 cidades mineiras que no registraram ocorrncia nos ltimos dez anos.

    Na prxima quinta-feira (10/12/15), a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) sediar a entrega do Prmio Mineiro de Direitos Humanos - condecorao que ser concedida pela primeira vez no Estado a 33 municpios que tiveram ndice zero de homicdios nos ltimos dez anos.

    O prmio promovido pelo Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participao Social e Cidadania (Sedpac), de acordo com os registros da Polcia Militar e da Secretaria de Estado de Sade. A solenidade ser s 18 horas, no Espao Democrtico Jos Aparecido de Oliveira, na ALMG.

    Os municpios que tiveram ndice zero de homicdio na ltima dcada so:
    Alto Capara, Arantina, Belmiro Braga, Capela Nova, Caranaba, Carrancas, Casa Grande, Conceio da Barra de Minas, Congonhal, Dom Vioso, Douradoquara, Fama, Gonalves, Grupiara, Ibituruna, Inga, Itamb do Mato Dentro, Itamarati de Minas, Madre de Deus de Minas, Marip de Minas, Minduri, Olmpio Noronha, Paiva, Passabm, Pequeri, Rio Doce, Rochedo de Minas, Santana do Garambu, Santo Antnio do Rio Abaixo, So Joo da Mata, Senhora dos Remdios, Serranos e Turvolndia.

    Como premiao, o secretrio de Estado de Direitos Humanos, Participao Social e Cidadania, Nilmrio Miranda, entregar aos prefeitos um acervo de livros, para que os municpios modernizem ou iniciem biblioteca pblica, alm de computadores, doados pela Fundao Banco do Brasil.
    Alm da ALMG, so parceiros na realizao do evento a Associao Mineira de Municpios (AMM), a Cemig, o Servio Voluntrio de Assistncia Social (Servas) e o Movimento Minas Pela Paz.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 4, 2015

    PLULAS de Economia

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Cenibra
    contabiliza perda de R$ 200 milhes
    com paralisao

    Operaes foram suspensas com rompimento de barragem da Samarco

    O rompimento da barragem de rejeitos da Samarco em Mariana resultou em um prejuzo milionrio para a Celulose Nipo-Brasileira (Cenibra), com planta em Belo Oriente (Vale do Rio Doce). A empresa suspendeu a produo por trs semanas devido contaminao do rio Doce, deixando de faturar mais de R$ 200 milhes no perodo. O presidente da companhia, Paulo Eduardo Rocha Brant, no descarta acionar a mineradora na Justia. Alm de no comercializar a celulose que seria produzida durante o perodo de paralisao, a empresa ainda contabiliza gastos com a compra de equipamentos de tratamento de gua e perfurao de poos artesianos para viabilizar a retomada da produo.

    ECONOMIA
    Produo do setor de fundio em MG tem retrao de 25%
    Sifumg prev recuperao apenas em meados de 2017

    CUB registra estabilidade no Estado
    Custo Unitrio Bsico avanou apenas 0,2% em novembro na comparao com o ms anterior

    PBH deve publicar edital do Centro de Convenes em breve
    Empreendimento vai ser construdo por meio de parceria pblico-privada

    AGRONEGCIO
    Safra de 2016 deve ter alta de 15%
    Chuvas das ltimas semanas colaboram para desenvolvimento do plantio em Minas

    FINANAS
    Banco Central sinaliza que pode subir juros para segurar inflao
    Mensagem que crise deve ser mais profunda do que se imagina

    NEGCIOS
    Mineiro cria soluo que "dribla" furto de carro

    Empresa, que nasceu como startup, recebeu investimento de R$ 1,2 milho

    PRMIO JOS COSTA
    Faturamento da Pif Paf deve crescer 6%
    Empresa investe R$ 54 milhes at 2016, a maior parte destinada ao aumento da capacidade de produo

    LEGISLAO
    PGFN quer acelerar cobrana de R$ 25 bilhes
    Lista prioritria de mil aes de execuo fiscal ser encaminhada hoje ao Conselho Nacional de Justia

    INTERNACIONAL
    Juros podem subir em dezembro, diz Fed
    Segundo Janet Yellen, economia americana est apresentando o desempenho esperado pelo BC

    ESPECIAIS

    DC AUTO
    Legacy e Outback chegam ao mercado nacional

    DC INOVAO
    Softex analisou R$ 3,1 bilhes em recursos do Prosoft

    OPINIO/EDITORIAL
    Volta s origens

    Facebook Twitter Linkedin


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 4, 2015

    Governo de Minas Gerais libera crdito para empresas e prefeituras de municpios da Bacia do Rio Doce Fernando Pimentel anunciou R$ 45 milhes em novas linhas de financiamento por meio do BDMG; contratos j firmados tero carncia de seis meses

    O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, anunciou nesta quinta-feira (3/12), no Palcio da Liberdade, em Belo Horizonte, a liberao de R$ 45 milhes em linhas de financiamento para empresas e prefeituras de 35 municpios que fazem parte da Bacia do Rio Doce e foram afetados direta ou indiretamente pelo rompimento da barragem de Fundo, da Samarco, em Mariana, na regio Central, no ms passado. A medida foi anunciada durante reunio da fora-tarefa criada pelo Governo do Estado para tomar providncias em relao ao processo de recuperao e revitalizao da Bacia do Rio Doce. A liberao dos recursos ser feita pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).

    Sero disponibilizadas duas novas linhas de crdito: uma no valor de R$ 25 milhes para o setor pblico e outra de R$ 20 milhes para micro e pequenas empresas. Municpios e empresas que j contam com financiamento junto ao Banco tambm tero direito a um perodo de carncia de seis meses em contratos j firmados. Isso significa que ns estamos facilitando para essas empresas e para os municpios o pagamento de emprstimos. Ou seja, durante seis meses eles vo ficar isentos do pagamento, porque a atividade econmica desses municpios certamente foi afetada. uma medida emergencial que a gente vai tomar, afirmou Pimentel, a anunciar tambm a criao de uma linha adicional de crdito tambm para prefeituras e empresas desses municpios.

    Pimentel disse ainda que a fora-tarefa chegou a um consenso com os municpios afetados de que eles tambm devem integrar a ao civil pblica movida pelos governos de Minas Gerais, Esprito Santo e da Unio, que pede R$ 20 bilhes da mineradora Samarco. O valor seria para custear indenizaes e ressarcir os danos na Bacia do Rio Doce. Ns vamos tentar confluir tudo para uma nica ao e isso vai facilitar demais e dar velocidade ao processo judicial, afirmou.

    O governador fez um balano das aes tomadas pelo Estado desde o rompimento da barragem de Fundo, no ms passado. Minha avaliao que ns tomamos e estamos tomando todas as providncias adequadas nesse estgio do processo para ganhar velocidade, para acelerar tanto a avaliao dos danos quanto um programa efetivo de recuperao do rio. Evidentemente, tudo isso ter que ser custeado pela empresa. Nessa altura, ns sabemos, e a empresa j sabe disso, que ela ter de arcar com esse valor, avaliou Pimentel.


    Flego

    O presidente do BDMG, Marco Aurlio Crocco, destacou a ao da instituio, que oferece, nestas linhas especiais de crdito, alm da carncia, a menor taxa de juros aplicada pelo Banco. Todos os clientes do BDMG nesses 35 municpios tero uma carncia de seis meses nos seus contratos. Essa uma ideia para dar um pouco de flego atividade econmica na regio. Os novos recursos tambm podero ser direcionados para a mitigao dos efeitos do rompimento da barragem, afirmou.

    As micro e pequenas empresas tero disposio financiamentos entre R$ 2 mil e R$ 50 mil, com taxa de juros de 1% ao ms e prazo para pagamento de at 24 meses, includos trs meses de carncia. Empresrios podero fazer a solicitao de crdito diretamente no site do Banco (www.bdmg.mg.gov.br) ou procurar os correspondentes bancrios instituies de crdito parceiras do BDMG. Os recursos podero ser aplicados para capital de giro, pagamento de funcionrios e reposio de estoque.

    Em apoio ao setor pblico, foi criada a linha BDMG Municpios Rio Doce. So R$ 25 milhes disponibilizados e cada prefeitura poder solicitar at R$ 2 milhes, respeitando-se os limites legais de endividamento. O prazo ser de at 36 meses, includos at seis meses de carncia, sendo cobrada do municpio apenas a taxa Selic.

    Os recursos devem ser utilizados para viabilizar investimentos fixos comprovadamente relacionados mitigao dos efeitos econmicos, sociais e ambientais decorrentes dos danos causados pelo rompimento da barragem. O municpio poder inscrever a proposta de financiamento por meio do preenchimento de formulrio eletrnico especfico que estar disponvel no site do BDMG at 30 de dezembro de 2015.

    A prefeita de Governador Valadares, Elisa Costa, aprovou a iniciativa do governo e do BDMG. extremamente positivo. Ns j temos linhas de financiamento com o BDMG, e uma delas a nossa estao de tratamento de esgoto, que est em andamento. Ter uma carncia agora das prestaes fundamental para ns. Esse novo financiamento apresentado hoje tambm nos auxilia, disse.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Dezembro 4, 2015

    15 ENCONTRO DE PRESIDENTES E GESTORES SUPERA EXPECTATIVAS Cerca de 100 pessoas dentre presidentes e gestores de Circuitos Tursticos e receptivos do Programa Minas Recebe participaram de encontro realizado pela Secretaria de Estado de Turismo entre os dias 30 de novembro e 3 de dezembro. O evento aconteceu no hotel Canto da Siriema, em Jaboticatubas.


    Foram realizadas palestras, grupos de discusso e mesas redondas. Destaque para o alinhamento acerca da atualizao do mapa do turismo brasileiro e da metodologia de categorizao dos municpios, abordada pelo o coordenador geral de segmentao do Ministrio do Turismo, Cristiano Borges. Para a presidente do Circuito Turstico Caminho Novo, Danielle Feyo, esse encontro trouxe importantes reflexes.

    Segundo ela, tendemos a olhar s para nossa regio, a cidade onde estamos inseridos, e encontros como esse nos fazem ver que para Minas Gerais crescer, precisamos envolver a cadeia do turismo como um todo. Nesse evento parte dessa cadeia est reunida. Vamos abordar essas discusses tambm nas prximas reunies do Conselho Estadual de Turismo, estendendo-as at as entidades estaduais, para que caminhemos juntos no sentido de tornar Minas o principal destino turstico.

    Durante o encontro, os participantes foram divididos entre circuitos e receptivos, e foram realizadas oficinas de trabalho, espao para dilogo, troca de experincias, aprendizado e dinmicas em grupo, uma verdadeira construo coletiva.

    Para a receptiva, Marcela Azevedo de Brumadinho, responsvel pela Rota da Cachaa, o evento foi o grande incio de um novo trabalho, uma nova perspectiva, com mais ao, menos burocracia. Foi somente o start, pois descobrimos que temos muito trabalho a fazer, mais do que imaginvamos, para divulgar o nosso estado, mas estamos aptos a isso. J no ltimo dia do evento os grupos foram reunidos para uma socializao dos resultados, onde compartilharam conhecimento, consideraes gerais e percepes.

    A Setur encerrou o Encontro de Presidentes e Gestores 2015 identificando aes para 2016 e acolhendo as propostas recebidas.

    Para a Secretaria Adjunta, Silvana Nascimento o evento superou as expectativas: a interao, as dvidas e esclarecimentos que ocorreram durante esses trs dias de encontro, mostram o quo estamos prontos para tornar Minas Gerais o principal destino turstico no s do Brasil como do mundo. Tenho a certeza que temos os melhores circuitos e receptivos de todos, declarou Nascimento.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Dezembro 3, 2015

    PLULAS de Economia


    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Caterpillar vai dobrar a produo neste ano

    Pedidos j garantem 2016

    A Caterpillar, fabricante de locomotivas com unidade em Sete Lagoas, na regio Central do Estado, vai terminar o ano com o dobro da produo de 2014, e para 2016 j conta com encomendas para ocupar a fbrica de forma "satisfatria", mas abaixo do nvel de 2015. No entanto, o horizonte de longo prazo no traz boas perspectivas, uma vez que ainda no h pedidos para 2017, o que j deveria estar acontecendo devido ao ciclo maior de fabricao das mquinas, conforme o diretor-geral da Progress Rail Services (PRS) no Brasil, brao do setor ferrovirio da Caterpillar, Carlos Roso. Ele afirma que as negociaes e pedidos de novas locomotivas acontecem entre a empresa e principalmente a Valor da Logstica Integrada (VLI), a Vale e a Amrica Latina Logstica (ALL). A empresa deposita s uas esperanas nas concesses do setor ferrovirio, cujos contratos devem ser renovados e os prazos estendidos pelo governo federal, com investimentos que podem chegar a
    R$ 16 bilhes.

    ECONOMIA
    Coca-Cola adquire o controle da Verde Campo
    Empresas informaram que as negociaes ainda esto em curso

    Fiemg prope aes para 21 segmentos com foco regional
    Programa prev modernizao tecnolgica e inovao

    CDL-BH v queda nas vendas neste ano
    Comrcio deve girar R$ 3,09 bilhes em dezembro, retrao de 2,15% ante igual perodo de 2014

    AGRONEGCIO
    Preo do leite aumenta em Minas
    Litro do produto foi negociado na mdia lquida estadual a R$ 1,00, com alta de 1,31%

    FINANAS
    Andr Esteves deixa comando do BTG
    Sada comeou a ser discutida no fim de semana, diante da possibilidade de manuteno da priso

    NEGCIOS
    Antigo hotel Excelsior repaginado

    Modernizao, feita pela Construtora Diniz Camargos, no altera carter histrico da edificao

    POLTICA
    Cunha aceita processo de impeachment
    Presidente Dilma Rousseff dever ser notificada hoje aps a leitura do pedido no plenrio da Cmara

    LEGISLAO
    Execues fiscais sero agilizadas
    Governo prev uma receita extra de pelo menos R$ 10 bilhes por ano a partir de 2016

    INTERNACIONAL
    Maurcio Macri acusa Cristina Kirchner de atrapalhar transio na Argentina
    Aps vencer o candidato governista, o presidente eleito assume a Casa Rosada no dia 10

    ESPECIAIS

    DC RH
    Engenharia e RH estaro em alta em 2016

    DC MAIS
    Vesperata de Diamantina pode virar patrimnio

    OPINIO/EDITORIAL
    Os pequenos pedem socorro


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 2, 2015

    Site exclusivo refora mobilizao contra mosquito transmissor da dengue Pgina criada pela Secretaria de Estado de Sade traz notcias, dicas e boletins peridicos sobre a incidncia de casos no estado

    Dentro da campanha 10 Minutos Contra a Dengue, o Governo de Minas Gerais criou um site especfico para veicular informaes e orientaes sobre a dengue e a febre Chikungunya. A pgina www.saude.mg.gov.br/dengue foi idealizada pela Secretaria de Estado de Sade (SES-MG) e tem o objetivo de manter a populao em alerta contra a presena do mosquito Aedes aegypti.

    O hotsite est organizado para que o cidado tenha notcias atualizadas, de forma gil, para entrar de vez na mobilizao contra o mosquito transmissor e na preveno s doenas por ele provocadas.

    "O objetivo informar a populao de forma rpida e com fcil acesso a respeito das doenas que circulam no pas e que so transmitidas pelo Aedes aegypti, alm de sua forma de controle e possveis complicaes, diz Geane Andrade, coordenadora do Programa Estadual de Controle Permanente da Dengue da SES-MG.

    Site est no ar desde a sexta-feira (27/11) - Crdito: Omar Freire
    Alm de trazer informaes sobre a preveno e de mobilizao social no controle e enfrentamento ao mosquito, o site apresentar, semanalmente, informes epidemiolgicos da dengue e da situao da febre Chikungunya em Minas Gerais.

    Os dados seguiro a nova metodologia sugerida pelo Ministrio da Sade, que engloba tambm os casos suspeitos da doena.

    Mobilizao

    A unio da sociedade para que cada um faa sua parte vital no combate ao Aedes aegypti e, por esse motivo, a pgina refora aes que devem ser adotadas no dia-a-dia a fim de eliminar os focos do mosquito.

    Entendemos que fundamental incluir essas informaes num nico local para facilitar a disseminao das informaes para a populao, refora Geane Andrade.

    Na seo de Mobilizao Social, por exemplo, o site apresenta informaes sobre os tipos de vrus da dengue, o tratamento da doena, alm de uma srie de imagens que podem ser compartilhadas nas redes sociais.

    J a coluna Voc Sabia? rene os protocolos adotados pelo Governo, por meio da Secretaria de Estado de Sade, no controle ao Aedes aegypti e informaes sobre os sintomas e especificidades da dengue, do Zica Vrus e Chikungunya.

    O cidado poder encontrar tambm o material grfico da campanha 10 minutos Contra a Dengue. permitida a reproduo do contedo, desde que citada a fonte, ou seja, o endereo do site www.saude.mg.gov.br/dengue.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Dezembro 2, 2015

    PLULAS de Economia

    Recesso se aprofunda no Pas

    PIB encolheu 1,7% no terceiro trimestre, o maior recuo desde 1996, e acumula queda de 3,2% no ano

    A economia brasileira encolheu 1,7% no terceiro trimestre na comparao com o segundo, conforme o IBGE. a maior contrao para o perodo da srie histrica do instituto, iniciada em 1996, e a terceira retrao consecutiva, prolongando o ambiente recessivo, o mais longo desde o governo Collor. Em relao a igual intervalo do ano passado, o Produto Interno Bruto (PIB) recuou 4,5% - tambm o maior da srie - e fechou os nove primeiros meses do ano com perda de 3,2%.

    ECONOMIA
    Prefeitura de Betim arrecada R$ 90 milhes a menos neste ano

    Cofres sentem os reflexos do desaquecimento da indstria

    Setor atacadista mineiro registra leve expanso nas vendas
    Proximidade com o fim do ano d flego aos negcios

    Faturamento da Clamper cresce at 15%
    Valorizao do dlar aumenta a competitividade da empresa no mercado interno e estimula as exportaes

    AGRONEGCIO
    Ano ruim para frigorficos de Minas
    Pior resultado da ltima dcada para unidades instaladas no Estado, diz Afrig

    FINANAS
    Fitch aponta ameaa de rebaixamento
    Segundo a agncia, 79% das instituies correm o risco de ter nota revisada, devido recesso

    NEGCIOS
    Cestas de Natal mais "magras" em 2015

    Cenrio tem provocado nos empresrios menos "apetite" para comprar brindes de final de ano

    POLTICA
    STF abre inquritos contra Renan, Jader e Delcdio do Amaral
    Senadores so acusados de lavagem e corrupo passiva

    LEGISLAO
    IPVA deve gerar R$ 4,4 bilhes em Minas Gerais
    Frota apurada em outubro aumentou em 395 mil veculos (4,56%) e chegou a 9 milhes

    INTERNACIONAL
    BC chins no v motivos para desvalorizar o yuan
    Incluso da divisa na cesta de moedas do FMI gerou especulao

    ESPECIAIS

    DC FRANQUIA
    Havanna far expanso da rede por todo o Estado

    OPINIO/EDITORIAL
    Avenida de oportunidades

    Facebook Twitter Linkedin Instagram


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 1, 2015

    CONSULTORIA ESPECIALIZADA AJUDA EMPRESAS A RECUPERAREM IMPOSTOS FEDERAIS

    A carga tributria do Brasil uma das mais elevadas do mundo. Essa constatao no novidade para os empreendedores brasileiros que conhecem essa realidade, e isso faz com que suas empresas tenham um alto custo com o pagamento de impostos exigidos nas trs esferas: municipal, estadual e federal. Em mdia, 33,4% do faturamento das empresas so destinados ao pagamento de impostos. Atualmente, existem 86 tributos diferentes divididos entre taxas, impostos e contribuies.

    Por tudo isso, o planejamento tributrio torna-se, cada vez mais, primordial para a sobrevivncia das empresas. Esse planejamento tem como objetivo a adequao do contribuinte a uma correta tributao e o exerccio de prticas legais que buscam a reduo do custo real tributrio. So instrumentos do trabalho de recuperao de tributos os procedimentos administrativos, medidas judiciais e, ainda, a aquisio de ativos com valor de moeda para posterior pagamento de tributos.
    O conceito de recuperao de impostos est previsto em nossa legislao e oferece boas possibilidades para as empresas, com escriturao fiscal e mercantil completas de se beneficiar dentro da lei, desde que obedecidos alguns critrios, informa o economista Fernando Paganotto, scio da filial da PDR-Consultores Associados, em So Paulo.
    Por meio de uma anlise contbil dos registros e levando em conta as peculiaridades de cada empresa possvel identificar crditos tributrios e reduzir o passivo tributrio, seja pela apurao de pagamentos indevidos ou pela prtica de cobranas indevidas pelo credor tributrio.
    Devido complexidade da legislao brasileira torna-se comum as falhas por desconhecimento, ambiguidade ou at mesmo conservadorismo excessivo, no cmputo de crditos para os impostos no cumulativos- aqueles com compensaes entre os pagamentos realizados nas entradas de bens e servios e sadas do produto final IPI, ICMS, PIS e COFINS.
    No intuito de verificar os possveis valores a recuperar que surgiram no mercado as consultorias especializadas nestas avaliaes. So apurados com eficincia todos os impostos relacionados ao negcio e as transaes tributrias da empresa por meio de servios de consultoria fiscal, revises e anlises de bases e procedimentos tributrios e ainda atualizando-os monetariamente, uma vez que h possibilidade de retroagir aos ltimos cinco anos de recolhimentos indevidos, explica Paganotto.

    Alguns exemplos de tipos de crditos passveis de recuperao so: crdito de ICMS em energia eltrica e comunicaes; crdito de ICMS no consumo de combustveis, compensao de prejuzos na venda de bens ou servios, recuperao de IPI em aquisies de atacadistas no contribuintes, entre outros.

    Estima-se que todos os anos, em mdia, apenas 5% das empresas no Brasil buscam a recuperao de tributos, um direito legal que deixa de ser exercido.

    Fonte
    ABLE Comunicao


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 1, 2015

    Startup revoluciona o varejo brasileiro com PiggyPeg, aplicativo que recompensa com dinheiro a visita dos consumidores s lojas SO PAULO, 1 de dezembro de 2015 - /PRNewswire/ -- No incio do ano o PiggyPeg virou notcia por sua proposta inovadora: ser um aplicativo que remunera clientes apenas por entrarem numa loja. Com oito meses de operao, a startup comprova que seu modelo deu certo e acaba de vencer dois prmios importantes: o LIDE Futuro, como uma das trs startups mais inovadoras do Pas, entre outras 400, e o prmio de startup do ano pela Fiesp (Federao das Indstrias do Estado de So Paulo) com mais de 5000 participantes.

    Modelos tradicionais de publicidade eram pouco questionados mas, nos ltimos anos , com o avano das mdias digitais e dos celulares, alm do cenrio de crise econmica no Brasil , as empresas esto em busca de novas estratgias para atrair clientes. A entra o PiggyPeg, app revolucionrio criado pelo empreendedor brasileiro Eduardo Moreira e que j conta com cerca de 100 mil usurios e mais de 300 estabelecimentos cadastrados.

    "O e-commerce vem avanando agressivamente no Brasil: 27% ano passado, enquanto o varejo fsico registrou apenas 4,3% de crescimento. Somos o link patrocinado do mundo fsico", diz Eduardo.

    Nada de pontos, cupons ou cash back aps uma determinada compra. PiggyPeg recompensa aa visita com dinheiro. Basta baixar gratuitamente o aplicativo, verificar quais estabelecimentos esto no caminho, quanto vale a visita e usar o smartphone para dar um check-in no QR exposto na loja. Aps acumular R$20,00, cerca de US$7.00, j possvel receber o crdito diretamente em conta corrente.

    Criando campanhas segmentadas por idade, gnero, horrio do dia, entre outros filtros, varejistas podem destinar o valor que desejarem para cada visitante. Alm disso, podem enviar mensagens com descontos ou promoes especficas a quem fizer o check-in. Com o potencial cliente na loja, converter a visita em venda um passo fcil para o vendedor.

    As recompensas (pegin) esto entre R$2 e R$20. E em alguns casos, como na parceria com o shopping Via Vale Garden, em Taubat, So Paulo, um passeio pode render at R$100,00 (US$34.00) por dia para o usurio. Com visitas dirias ao shopping, sem precisar gastar nada, o consumidor pode chegar a receber 3,5 salrios mnimos em um ms. "Ao redirecionar ao PiggyPeg parte da verba usualmente gasta em propaganda tradicional, o shopping Taubat est redistribuindo renda, alimentando o varejo e ganhando a boa vontade de seus visitantes", explica Eduardo.

    Agncia PROS


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 1, 2015

    Na contramo da crise econmica um NOTCIA BOA!!! SKETCH INAUGURA FRANQUIA EM CURVELO MG Lanamento da nova unidade ser na primeira quinzena de dezembro

    Com expertise no segmento de moda masculina, a Sketch Mens Collection inaugura mais uma franquia no estado mineiro. Pertencendo ao projeto de expanso da grife, a prxima unidade ser lanada na primeira quinzena de dezembro, na cidade de Curvelo. Atualmente, com 70 unidades distribudas pelo pas, o intuito atingir a marca de 80 lojas at o final do ano, esclarece o diretor de expanso da Sketch, Fbio Longo.

    Confiantes com a inaugurao da unidade na cidade de Curvelo, os franqueados Higor Luar e Eduardo Diniz acreditam que o custo-benefcio o diferencial da marca. Alm dos preos acessveis, as roupas e acessrios da marca so de uma qualidade exemplar, fator que destaca a Sketch no mercado da moda masculina, afirmam os proprietrios.

    Segundo eles, no h no municpio nenhuma grife com o porte da Sketch, o que, alm de garantir uma vantagem significativa para a empresa frente aos concorrentes, vai beneficiar o mercado local, proporcionando aos consumidores do municpio e regio a possibilidade de comprarem produtos com a mesma qualidade e conforto de uma loja da capital.

    Investindo na abertura de novas unidades em polos comerciais regionais, polos tursticos e em cidades com populao acima de 80 mil habitantes, a Sketch visa inaugurar, at 2017, mais 50 unidades. Com 600 cidades mapeadas, a meta da Sketch instalar pelo menos uma unidade em cada estado brasileiro, garante Fbio Longo.

    H 25 anos no mercado, a Sketch consegue atender todas as demandas do universo masculino, com um completo e variado mix de produtos. A empresa, que preza por vestir bem o homem contemporneo, possui acessrios, peas e vesturios masculinos para qualquer ocasio, desde um look descontrado para um happy hour com os amigos como uma composio formal para uma reunio de trabalho.

    Komunic Comunicao Integrada


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 1, 2015

    PLULAS de Economia. CSN fecha aliana com Consrcio Asitico

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    ECONOMIA
    CSN fecha aliana com consrcio asitico

    Nova empresa
    administrar os ativos de minerao e logstica

    A Companhia Siderrgica Nacional (CSN) concluiu ontem aliana com um consrcio de empresas asiticas que resultou na criao da Congonhas Minrios S/A, que passar a administrar os ativos de minerao e logstica da companhia. Formado pela Itochu Corporation, JFE Steel Corporation, Posco, Kobe Steel, Nisshin Steel e China Steel Corporation, o consrcio ir operar os ativos da CSN e da Nacional Minrios S/A, que compreendem as minas de Casa de Pedra, Engenho e Pires, todos em Minas Gerais, alm do terminal porturio Tecar, em Itagua (RJ), e a participao de 18,63% na MRS Logstica. O valor do negcio ficou em US$ 16 bilhes.

    ECONOMIA
    Minrio: cotao no mercado spot atinge nvel mais baixo em dez anos
    Tonelada foi comercializada a US$ 42,97

    Vendas dos supermercados registram alta em outubro
    Resultado tambm foi positivo ante mesmo ms de 2014, com alta de 2,74%

    Sem contratos, construo pesada passa por ano difcil
    2015 marcado por falta de obras pblicas e privadas

    AGRONEGCIO
    Caf especial eleva receita de fazenda da Zona da Mata
    Faturamento de unidade produtiva cresceu 40% nos ltimos anos

    FINANAS
    Dficit em outubro atinge R$ 11,530 bilhes
    Resultado do governo central, estados, municpios e estatais o pior da srie histrica do BC

    NEGCIOS
    Ebba planeja mudanas na fbrica de Araguari

    Anncio ser feito at junho

    PRMIO JOS COSTA
    Super Nosso aposta na fora snior
    Projeto visa incorporar empresa colaboradores com faixa etria acima de 55 anos

    LEGISLAO
    Abertura de empresas em Minas passa a ser 100% on-line
    Minas Gerais est em primeiro lugar no ranking de tempo de abertura de empresas

    INTERNACIONAL
    FMI pe yuan na cesta de moedas
    Divisa chinesa se junta ao dlar americano, ao euro, libra esterlina e ao iene

    ESPECIAIS

    DC TECNOLOGIA
    Paulista Linx segue plano de crescimento no Pas

    ACERVO
    H 10 anos | Indstria ainda mantm empregos

    OPINIO/EDITORIAL
    O divisor de guas



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Dezembro 1, 2015

    Direto de Montes Claros. Sady Viana Diretor da Social Lounge BH (agencia especializada em gesto de mdias sociais e marketing digital) palestrou em Montes Claros pelo 12 Encontro da Hotelaria e Gastronomia Mineira. O evento contou com mais de 600 participantes de vrias cidades do norte de Minas..


    Sady, contou aos profissionais e empresrios da regio, como tirar proveito de todo potencial que as mdias sociais proporciona s empresas, sobretudo, s micro e pequenas.

    78% das pessoas confiam nas opinies postadas nas redes sociais (ROI Reserch 2013) e 93% dos marketers usam as redes sociais para os negcios (The Search Engine Journal). Estes so nmeros que os empresrios devem estar atentos e na vanguarda da comunicao empresarial moderna.

    As mdias sociais antes de mais nada, so relacionamentos. Entretanto, relacionamentos so negcios disfarados alertou Viana em sua palestra. As empresas podem e devem utiliza-la como canal de relacionamento, canal de SAC, aumentar o conhecimento ou preferencia pela marca, compartilhar informaes com clientes, fornecedores e parceiros e aumentar a receita da empresa por meio de novos produtos/ servios e clientes.

    A captao de Leads qualificados, torna-se tarefa mais fcil atravs do uso qualificado e estratgico das mdias sociais.

    Os contatos da Social Lounge
    (maior rede de agencias de Mdias Sociais do pas)
    em Belo Horizonte :

    31 3128-0444 / 9 9971-0899


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________




    ___________________________


    Clique para conhecer

    ___________________________


    Clique para conhecer

    ______________________________

    Clique para conhecer

    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________

         
     
    Clique e envie-nos 

seu e-mail