Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter Página do 

Programa João Carlos Amaral Entrevista Canal no youtube Clique e 

envie-nos seu e-mail Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter
___________________________


___________________________
Clique para conhecer
___________________________


__________________________


__________________________

__________________________

__________________________


______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer
______________________________

Sinapro MG
______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer



+ Categorias

  • Todos (15285)
  • POLÍTICA (5929)
  • GERAL (2057)
  • ARTIGOS (285)
  • ENTREVISTAS (35)
  • ECONOMIA (3750)
  • GENTE (1210)
  • TURISMO (842)

  • + Links
    + Arquivos

    Fevereiro, 2006
    Março, 2006
    Abril, 2006
    Maio, 2006
    Junho, 2006
    Setembro, 2006
    Julho, 2006
    Agosto, 2006
    Novembro, 2006
    Outubro, 2006
    Janeiro, 2007
    Dezembro, 2006
    Fevereiro, 2007
    Março, 2007
    Abril, 2007
    Maio, 2007
    Outubro, 2007
    Junho, 2007
    Julho, 2007
    Agosto, 2007
    Setembro, 2007
    Dezembro, 2007
    Novembro, 2007
    Janeiro, 2008
    Maio, 2008
    Fevereiro, 2008
    Março, 2008
    Julho, 2008
    Abril, 2008
    Junho, 2008
    Setembro, 2008
    Agosto, 2008
    Outubro, 2008
    Novembro, 2008
    Dezembro, 2008
    Janeiro, 2009
    Fevereiro, 2009
    Março, 2009
    Abril, 2009
    Maio, 2009
    Junho, 2009
    Julho, 2009
    Agosto, 2009
    Setembro, 2009
    Outubro, 2009
    Novembro, 2009
    Dezembro, 2009
    Novembro, 2012
    Janeiro, 2010
    Fevereiro, 2010
    Março, 2010
    Abril, 2010
    Maio, 2010
    Junho, 2010
    Julho, 2010
    Agosto, 2010
    Setembro, 2010
    Outubro, 2010
    Novembro, 2010
    Fevereiro, 2011
    Março, 2011
    Abril, 2011
    Maio, 2011
    Junho, 2011
    Julho, 2011
    Agosto, 2011
    Setembro, 2011
    Outubro, 2011
    Novembro, 2011
    Dezembro, 2011
    Janeiro, 2012
    Fevereiro, 2012
    Março, 2012
    Abril, 2012
    Maio, 2012
    Junho, 2012
    Julho, 2012
    Agosto, 2012
    Setembro, 2012
    Outubro, 2012
    Dezembro, 2012
    Agosto, 2015
    Janeiro, 2013
    Fevereiro, 2013
    Março, 2013
    Abril, 2013
    Maio, 2013
    Setembro, 2015
    Junho, 2013
    Julho, 2013
    Agosto, 2013
    Setembro, 2013
    Julho, 2016
    Outubro, 2013
    Novembro, 2013
    Dezembro, 2013
    Janeiro, 2014
    Fevereiro, 2014
    Março, 2014
    Abril, 2014
    Maio, 2014
    Junho, 2014
    Julho, 2014
    Agosto, 2014
    Setembro, 2014
    Outubro, 2014
    Novembro, 2014
    Dezembro, 2014
    Janeiro, 2015
    Fevereiro, 2015
    Março, 2015
    Abril, 2015
    Maio, 2015
    Junho, 2015
    Julho, 2015
    Outubro, 2015
    Novembro, 2015
    Dezembro, 2015
    Janeiro, 2016
    Fevereiro, 2016
    Março, 2016
    Abril, 2016
    Maio, 2016
    Junho, 2016
    Agosto, 2016
    Setembro, 2016
    Outubro, 2016
    Novembro, 2016
    Dezembro, 2016
    Janeiro, 2017
    Fevereiro, 2017
    Março, 2017
    Abril, 2017
    Maio, 2017
    Junho, 2017
    Julho, 2017



    __________________________________________________________
    Domingo, Janeiro 31, 2016

    Política. ALMG retoma os trabalhos nesta segunda-feira (1º/2) Reunião Solene de Plenário marca o início da 2º Sessão Legislativa da 18ª Legislatura. Os deputados começam o ano legislativo com a responsabilidade de analisar cinco vetos do governador - Arquivo/ALMG Os deputados começam o ano legislativo com a responsabilidade de analisar cinco vetos do governador Pimentel

    Com uma Reunião Solene de Plenário às 18 horas desta segunda-feira (1º/2/16), a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) instala a segunda Sessão Legislativa Ordinária da sua 18ª Legislatura. A retomada dos trabalhos legislativos, encerrados em dezembro do ano passado, vai contar com a presença do presidente da Casa, deputado Adalclever Lopes (PMDB).

    Após a abertura da reunião pelo presidente, será feita a leitura de mensagem do governador por um representante do Poder Executivo.
    Na terça-feira (2), às 14 horas, será realizada a primeira Reunião Ordinária de Plenário de 2016. Os deputados começam o ano legislativo com a responsabilidade de analisar cinco vetos do governador a proposições de lei aprovadas no final de 2015.

    Foi vetada parcialmente a Proposição de Lei 22.901, que trata da organização do Sistema Estadual de Meio Ambiente (Sisema). Os dispositivos vetados criam novas diretorias para órgãos que integram o Sisema, como a Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), o Instituto Estadual de Florestas (IEF) e o Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam). Segundo a justificativa do governador, ao determinar a criação de novas diretorias nesses órgãos, a proposição violou a iniciativa privativa do Poder Executivo. O restante da proposição deu origem à Lei 21.972, que também dispõe sobre procedimentos relativos ao licenciamento ambiental.
    Também foi vetada parcialmente a Proposição de Lei 22.898, que atualiza o Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI).

    Os dispositivos vetados dizem respeito a alterações pontuais nos eixos de desenvolvimento propostos para o Estado. Na avaliação do governador, a redação dos dispositivos vetados contraria o interesse público, na medida em que não refletem o resultado das discussões realizadas nos Fóruns Regionais de Governo. O restante da proposição deu origem à Lei 21.967.

    Outros vetos – Outras três proposições receberam veto total do governador. A Proposição de Lei 22.827, que proíbe a inauguração e a entrega de obra pública estadual incompleta ou sem condições de atender à população, foi considerada inconstitucional e contrária ao interesse público. Essa proposição teve origem no Projeto de Lei (PL) 265/15, do deputado Inácio Franco (PV).
    Já a Proposição de Lei Complementar 145 tem o objetivo de ampliar o colar da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

    Seriam incluídos os municípios de Jequitibá, Itabira, João Monlevade, Santana do Riacho e Catas Altas. Para o governador, esses municípios estão distantes da RMBH e não sofrem influência do processo de metropolização. A proposição teve origem no PLC 1/15, do deputado Fred Costa (PEN).
    Por sua vez, a Proposição de Lei 22.893 autoriza a doação de parte de um terreno da Codemig ao município de Arcos (Centro-Oeste do Estado).

    O imóvel seria destinado à construção de um centro de tratamento de alcóolatras e dependentes químicos, mas o governador alegou que ele corresponde à reserva legal da empresa e também integra a zona de amortecimento da Estação Ecológica de Corumbá. A proposição teve origem no PL 2.552/15, do deputado Antônio Carlos Arantes (PSDB).

    Todos esses vetos devem ser analisados pela ALMG em 30 dias, contados a partir da data do seu recebimento em Plenário. Para ser rejeitado, são necessários 39 votos contrários ao veto.
    Comissão das Barragens prossegue com seus trabalhos

    Durante o recesso parlamentar, entre 18 de dezembro de 2015 e 31 de janeiro de 2016, as atividades legislativas da ALMG não foram integralmente suspensas. Criada em novembro, logo após o rompimento da barragem de Fundão, da mineradora Samarco, em Mariana (Região Central do Estado), a Comissão Extraordinária das Barragens continuou em pleno funcionamento, mesmo no recesso.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Janeiro 30, 2016

    PREFEITOS BATEM O MARTELO COM AS NOVAS EMPRESAS QUE MANTERÃO A ILUMINAÇÃO PÚBLICA NO NORTE DE MINAS" para apreciação e possível divulgação.

    Com pauta cheia, a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS) e o Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da Área Mineira da Sudene (CIMAMS) realizaram na tarde dessa quinta-feira 28/01, em seu auditório, a primeira reunião deste ano, com a participação de mais de 70 prefeitos. A apresentação das empresas vencedoras que assumirão a iluminação pública no Norte de Minas, Selt, CSC e Construtora Remo, foi um dos pontos da reunião, além da adesão dos municípios.

    Os responsáveis pelo consórcio falaram sobre a contratação das empresas especializadas para manutenção corretiva e preventiva de todo sistema de iluminação pública dos municípios consorciados ao CIMAMS (Microrregiões 1,2,3 e 4).

    O presidente da AMAMS e do CIMAMS, o prefeito de Capitão Enéas, César Emilio Lopes Oliveira, explicou que o consórcio terá uma abrangência de atendimento bem mais ampla, onde serão ofertados aos 71 municípios consorciados, a prestação de serviço de locação de veículos e máquinas para atendimento das necessidades dos mesmos, bem como a contratação de pessoa jurídica para fornecimento de medicamentos, de empresas que participaram de Registro de Preço, apurado com o maior desconto sobre a tabela de preços de câmara de regulação do mercado de medicamentos (CMED/ANVISA).

    “Para ampliar e facilitar o trabalho das administrações, os municípios poderão utilizar empresa para fornecimento de passagens aéreas nacionais com desconto de 18,10%, e empresa especializada em serviços de implantação de gerenciamento eletrônico de documentos, digitalização com certificação digital, mediante disponibilização de equipamentos para digitalização, com suporte técnico durante o período da execução dos serviços”, explicou o presidente César Emílio.

    SAÚDE
    Em busca de uma política hospitalar para a região, o presidente da AMAMS/CIMAMS convidou a superintendente Regional de Saúde de Montes Claros, Patrícia Afonso Guimarães Mendes, e os
    dirigentes de consórcios intermunicipais de saúde para acertar uma agenda com o secretário de Estado da Saúde, Fausto Pereira dos Santos, no próximo dia 24 de fevereiro, em Belo Horizonte, onde apresentarão um diagnóstico e cobrarão uma estrutura bem consolidada de gestão hospitalar, visando atender as demandas de uma população superior a 1,6 milhão de pessoas.

    “O momento é oportuno, pois os interesses são comuns e os prefeitos estão unidos pela descentralização das ações de assistência hospitalar que se concentram em Montes Claros. Acredito que se a nossa reivindicação for aceita por parte do Governo do Estado, as populações de todas as nove microrregiões do Norte de Minas terão mais agilidade no atendimento”, conclui o presidente da AMAMS/CIMAMS, César Emílio.”


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Janeiro 29, 2016

    Pílulas de Economia

    Desemprego dobrou na RMBH em 2015

    Desocupação passou de 3,7% para 7,4%

    De acordo com a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a capital mineira apresentou uma desocupação de 5,9% no último mês do ano passado, a pior desde dezembro de 2006, quando atingiu 7,1%. Em relação a novembro passado, o resultado foi inferior (6,1%), mas superou de forma expressiva na comparação a dezembro de 2014 (2,9%), ampliando o quadro de desemprego na região. A redução do número de ocupados em Belo Horizonte foi de 112 mil pessoas.

    ECONOMIA
    Construção Civil mostra pessimismo em Minas
    Atual ambiente econômico do País deixa empresários sem confiança para investir

    Produção anual da Anglo em Minas fica aquém da estimada
    No ano passado foram extraídas 9,2 mi/t

    AGRONEGÓCIO
    Chuvas comprometem a safra mineira de feijão
    Ocorrências de doenças, mofo e brotamento dos grãos ainda nas vagens

    LEGISLAÇÃO
    Cartórios de Minas Gerais adotam selo eletrônico
    Sistema já é utilizado em 85% dos atos praticados no Estado e deverá chegar a 100% até o fim do ano


    NEGÓCIOS
    Petit Salon propõe às crianças uma experiência inesquecível
    Salão localizado no Belvedere mira mercado bilionário

    POLÍTICA
    Governo planeja injetar R$ 83 bilhões
    Estímulo na economia via crédito dos bancos públicos dependerá do Congresso

    FINANÇAS
    Minas tem déficit de R$ 8,9 bilhões
    Governo estadual apurou receita de R$ 76,1 bi e despesas de R$ 85,1 bi em 2015

    ACERVO
    HÁ 40 ANOS | Discagem direta para os EUA tem inauguração hoje

    DC INOVAÇÃO
    Biostartup Lab seleciona 21 projetos

    DC MAIS
    Número de pessoas com Aids cresceu 13% no País

    OPINIÃO/EDITORIAL
    Regime de alerta total

    Fonte
    Diário do Comércio


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Janeiro 29, 2016

    Programa "Sul de Minas em Debate" na 92.7 Rádio Transmineral em Varginha. Confira!!!

    No ar!!!
    Programa "SUL DE MINAS EM DEBATE" da EDERSUL - Empresa de Desenvolvimento Regional do Sul de Minas
    Neste sábado (dia 30) estarei de 11:00 às 13:00 nos estúdios da Rádio Transmineral em Varginha.
    Vou ancorar mais uma edição do "Sul de Minas em Debate".

    Nesta edição vamos discutir temas de interesse da região com o presidente da Federaminas Emilio Parolini, o presidente da EDERSUL Braz Pagani, o Pró Reitor da COOPENAC Hélio Ramos, os representantes do Escritório Campos e Campos Advocacia(Bernardo Simões Coelho e Fábio Murad), da Agência Open Comunicação Digital(Gleisson Herit) e da AZ3 Publicidade(Adriano Boldrini) - todas empresas parceiras da EDERSUL.

    Abaixo as cenas do "Sul de Minas em Debate" marco zero - sucesso de audiência na Transmineral 92.7


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Janeiro 29, 2016

    Posicionamento do Sinduscon-MG perante reunião do CDES. Setor da Construção defende reformas estruturais durante reunião do CDES - Conselho de Desevolvimento Econômico e Social.

    Nesta quinta-feira, dia 28, o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção, José Carlos Martins, está reunido com a presidente Dilma Rousseff, ministros e técnicos do governo, além de outros representantes do setor produtivo e da sociedade civil, para debater medidas que façam o Brasil sair deste cenário econômico recessivo.

    O dirigente levou ao encontro propostas dos empresários do setor da Construção alinhadas em reunião, realizada, ontem, em Brasília, na qual participou o 1º vice-presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), Geraldo Jardim Linhares Júnior.

    Os empresários da construção civil defendem o enxugamento da máquina pública, a redução dos gastos e a desvinculação de receitas orçamentárias como mecanismos para recuperar a capacidade de investimento e reanimar a economia.

    Essas propostas foram levadas ao Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) pelo presidente da CBIC, José Carlos Martins. Segundo ele o País vive uma crise de credibilidade e falta dinheiro para investimento porque a máquina consome a maior parte das receitas. “No ano passado, 416 mil famílias perderam o emprego na construção civil, enquanto há segmentos que se aproveitam das benesses do Estado” disse.

    Assim como membro da CBIC e também como entidade que acompanha de perto o desempenho da economia e do setor da Construção no Brasil e em Minas Gerais, o Sinduscon-MG reforça a necessidade de reformas nas áreas administrativa, trabalhista e da Previdência como forma de dar nova dinâmica e melhorar o ambiente de negócios do País.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Janeiro 28, 2016

    Economia


    LEGISLAÇÃO
    Inadimplência de MEIs em Minas é a 2ª menor do País
    Prazo para regularizar pendências no Simples termina amanhã
    ECONOMIA
    Perdas do setor de bens de capital em MG chegam a 50%
    Queda no faturamento do setor foi mais expressivo no Estado devido


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Janeiro 28, 2016

    SINDUSCON-MG e FIEMG divulgam a Sondagem e o Iceicon-MG Empresários da Construção mineira permanecem sem confiança

    O Índice de Confiança do Empresário da Construção de Minas Gerais (Iceicon-MG)iniciou o ano em patamar muito baixo, registrando, em janeiro, 28,1 pontos, evidenciando o pessimismo dos empresários do setor.

    As condições atuais de negócio permaneceram em patamares baixos e alcançaram 20,3 pontos em janeiro, representando queda de 4,5 pontos em relação ao mês de dezembro.

    O construtor mineiro está insatisfeito com as condições do Brasil (14,8 pontos), com as condições do estado (15,1 pontos) e também da própria empresa (23,4 pontos).

    Já a Sondagem da Indústria da Construção de Minas Gerais mostrou que, em dezembro, o nível de atividade ficou em 28,8 pontos, demonstrando que a recessão econômica continua impactando o desempenho do setor. Esse foi o 38º mês consecutivo em que o índice apresentou redução no estado. Em 2015 o indicador ficou, durante todo o ano, abaixo dos 40,0 pontos. Quanto mais distante da linha divisória dos 50 pontos mais expressivo é o recuo na atividade do setor.

    Indicadores financeiros
    No último trimestre, o indicador de a margem de lucro fechou em 30,7 pontos, mostrando que os empresários encerraram o ano bastante descontentes. As empresas do setor também apresentaram descontentamento diante da situação financeira, cujo indicador registrou 36,4 pontos no quarto trimestre de 2015.

    A pesquisa assinalou também que, no mesmo período, as empresas do setor encontraram dificuldades na obtenção de crédito no mercado. As grandes (25,0 pontos) construtoras são as mais descontentes, compartilhando o sentimento com as pequenas (37,5 pontos) e as médias (46,9 pontos).

    Problemas enfrentados pelas indústrias da Construção
    Dentre os principais problemas citados pelos empresários da Construção no último trimestre do ano, a demanda interna insuficiente ficou em primeiro lugar, com 58,8% das citações. Desde o terceiro trimestre do ano a dificuldade na demanda ocupa a primeira posição do ranking, passando a elevada carga tributária (32,4%) para a segunda colocação.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Janeiro 28, 2016

    Ciclo

    Ciclo de Debates
    Mulheres Contra a Violência será nos dias 2 e 3 de março
    e vai abordar múltiplos olhares sobre o tema.

    Ciclo de Debates Mulheres contra a Violência: Autonomia, Reconhecimento e Participação. Este será o nome do evento que vai marcar o Dia Internacional da Mulher na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), conforme decidido nesta terça-feira (26/1/16), durante a quarta reunião preparatória do evento.
    Organizado pela ALMG em conjunto com entidades e instituições ligadas ao movimento de defesa dos direitos das mulheres, o evento será realizado nos dias 2 e 3 de março, no Plenário.

    Foram definidos ainda os objetivos do ciclo (abaixo) e a minuta da programação, que vai abordar o homicído de mulheres no Brasil e múltiplos olhares sobre as violências contra as mulheres. Já a dinâmica dos debates, que terá um formato diferente para possibilitar a maior participação do público, deve ser definida na próxima reunião preparatória, marcada para a próxima terça-feira (2/2/16), às 10 horas. Até lá, a proposta é que uma subcomissão, criada a partir de sugestão acatada nesta terça (26), discuta a dinâmica, que será definida por toda a comissão organizadora no próximo encontro.

    Participaram da reunião as deputadas Rosângela Reis (Pros), presidente da Comissão Extraordinária das Mulheres, e Marília Campos (PT), além de assessores de gabinetes e servidores de várias áreas da ALMG. A reunião preparatória também contou com a participação de representantes de secretarias estaduais, da Defensoria Pública, da Rede Estadual de Enfrentamento de Violência contra a Mulher, da Federação dos Trabalhadores na Agricultura, da Delegacia Especializada de Mulheres, do Fórum de Mulheres do Mercosul no Brasil e do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher, entre outros.

    Objetivos do ciclo:
    Analisar o Mapa da Violência 2015, que traz dados relativos aos homicídios de mulheres no Brasil, em série histórica, e as suas variações por território, cor/raça e faixa etária, além de informações sobre o atendimento às vítimas de violência, com base nos dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação do Ministério da Saúde (Sinan) e da Pesquisa Nacional de Saúde do IBGE.
    Debater as diversas situações de violência contra as mulheres, motivadas por questões relativas à raça, à orientação sexual, à faixa etária, à situação de privação de liberdade, entre outras.
    Refletir sobre os avanços obtidos nas políticas de prevenção e de proteção contra as violências de gênero, tendo em vista os 10 anos da Lei Federal 11.340, de 2006 – Lei Maria da Penha.
    Resgatar o significado do Dia Internacional da Mulher como uma data de luta contra as violências de gênero e pela construção da paridade política; neste último caso, em linha de continuidade dos esforços para remover os entraves encontrados pelas mulheres para participação na política institucional e em instâncias decisórias e de representação.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Janeiro 28, 2016

    AMAMS E CIMAMS CONVOCAM PREFEITOS DO NORTE DE MINAS PARA PRIMEIRA REUNIÃO DO ANO

    A assinatura dos prefeitos para a formalização dos novos contratos de manutenção da iluminação pública nas cidades do Norte de Minas pelas tês empresas vencedoras, Selt, Remo, e CSC, marca a perimeira reunião do Consórcio Intermunicipal Multifinatátio da Área Mineira da Sudene (CIMAMS), nesta quinta-feira 28/01, às 14 horas, na sede da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene.

    Antes da assinatura dos novos contratos, os diretores das três empresas vencedoras mostrarão os perfis de atuação de cada uma, na prestação de serviços nos quatro lotes das cidades da região que serão atendidas, quanto a manutenção da iluminação pública.

    O prefeito de Capitão Enéas, César Emílio Lopes Oliveira, presidente do CIMAMS e da AMAMS, disse que a expectativa com a contratação das novas empresas é que seja oferecido um serviço de qualidade quando houver a solicitação por parte das prefeituras, onde constam reparos, instalações elétricas e aparelhamentos inerentes à iluminação e serviços relacionados.

    Ainda na pauta da reunião será feita a apresentação para a Adesão a Ata do Processo Licitatório, e serviços de expansão de redes.

    CONCURSO PÚBLICO
    Também fará parte dos assuntos discutidos, a atual situação e posse dos aprovados no Concurso Público Unificado, com a participação dos membros do Ministério Público, Cotec-Unimontes e prefeitos.

    CIMAMS
    O CIMAMS foi criado em 14/08/2014, e consiste numa gestão associada entre os municípios com a finalidade de atuar no planejamento e execução de projetos e programas que visem ao desenvolvimento regional sustentável e ao aperfeiçoamento das gestões administrativas de seus consorciados, minimizando seus custos e otimizando as ações de forma associada.

    Arthur Júnior
    ASCOM/AMAMS


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Janeiro 27, 2016

    Pílulas de Economia

    Restrição ao crédito
    afetou o desempenho da MRV

    Minas é o segundo mercado mais representativo para a empresa
    Após comercializações recordes nos anos anteriores, as vendas contratadas da MRV Engenharia caíram em 2015. Ao todo, foram R$ 5,489 bilhões movimentados no ano passado contra mais de R$ 6 bilhões em 2014, o que significa um recuo de 8,6%. O número de imóveis vendidos também diminuiu, passando de 41.325 unidades habitacionais para 35.782, uma retração de 13,4% no mesmo intervalo.
    ECONOMIA
    Bandeira branca é solução encontrada para revendedores de combustíveis
    Altos preços aplicados pelas distribuidoras geram perda de competitividade
    Demissões em Congonhas assustam prefeitura e sindicato
    Número de dispensas na região pode chegar a 950 funcionários
    AGRONEGÓCIO
    Material genético ganha mercado
    Governo firma acordo para exportação para a República de Moçambique, na África
    LEGISLAÇÃO
    Arrecadação federal cai 12,6% em Minas Gerais
    Recolhimento total no Estado fechou 2015 em R$ 69,640 bilhões, aponta a Receita
    NEGÓCIOS
    Artes Cênicas: falta de patrocínio trava avanço da produção brasileira
    Editais e leis de incentivo não atendem a todos os projetos audiovisuais
    DC FRANQUIA
    Pequenos Moleques busca expansão nacional
    Franquia, que propõe o resgate das antigas brincadeiras infantis, exige investimento de R$ 450 mil
    POLÍTICA
    Governo já admite compartilhar a CPMF
    Para aprovar o "imposto sobre cheque", recursos poderão ser divididos com estados e municípios
    FINANÇAS
    Déficit atinge menor patamar em 6 anos
    Resultado ficou negativo em US$ 58,942 bilhões no ano passado e correspondeu a 3,32% do PIB
    ESPECIAIS
    ACERVO
    HÁ 80 ANOS | "Mercedes Desmontável"
    DC MAIS
    Água do rio Doce está em péssimo estado, diz laudo
    OPINIÃO/EDITORIAL
    Um ponto de convergência

    Fonte
    Diario do Comércio


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Janeiro 27, 2016

    Com investimento de R$ 27,2 milhões, Allia Hotels inaugura primeiro empreendimento no Rio de Janeiro

    Bristol Easy Plus Hotel - Lapa
    será o primeiro de sete hotéis da rede no Rio de Janeiro.
    Até 2019, portfólio da empresa deverá saltar para mais de 104 empreendimentos
    com investimentos na ordem de R$ 1,3 bilhão

    A Allia Hotels, uma das principais redes de hotelaria do país, fundada com capital 100% nacional, inaugura até o final deste mês seu mais novo empreendimento: o Bristol Easy Plus Hotel - Lapa. De categoria econômica, o hotel contou com investimento de R$ 27,2 milhões e é o primeiro da rede no estado do Rio de Janeiro. Nos próximos anos, a Allia Hotels prevê a inauguração de outros sete empreendimentos no estado, em cidades estratégicas, como: Rio Bonito, Campos, Niterói, Macaé e Rio das Ostras.

    Para Marcello Medeiros, diretor de Desenvolvimento da Allia Hotels, chegar ao Rio de Janeiro é um importante passo para a rede. "Nosso plano de desenvolvimento é ousado e apesar do momento econômico, estamos conseguindo cumprir nossas metas. Este é o 38º hotel da rede, primeiro a abrir tanto na cidade quanto no estado do Rio de Janeiro e de grande significado para toda a equipe, pois marca o início da nossa operação nessa região, importante mercado para a Allia. Estamos bastante otimistas", conta.

    Com ótima localização, o Bristol Easy Plus Hotel - Lapa é voltado tanto para o turismo de negócios quanto lazer. O hotel fica no boêmio e tradicional bairro da Lapa, que além da charmosa arquitetura que remonta outras épocas, como a do Brasil Colonial, possui inúmeros bares, restaurantes e pubs. A região também conta com empresas de grande porte e está próxima da região central da cidade, do Sambódromo (1km) e do Aeroporto Santos Dumont (aproximadamente 10 minutos). Com os jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro, o hotel também irá atender o turismo de esporte.

    Estrutura e diferenciais

    De categoria econômica, o empreendimento contará com 118 apartamentos com aproximadamente 17 m2, salas para convenções e o restaurante próprio, o RIÁ, que oferecerá em seu cardápio pratos da cozinha internacional.

    Sobre a Allia Hotels

    Atualmente a rede conta com 38 hotéis operando em 17 cidades brasileiras, localizadas nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Goiás, Distrito Federal, Maranhão e Rio de Janeiro. São mais de 2,8 mil apartamentos distribuídos pelos empreendimentos do grupo. Até final de 2019, o portfólio da Allia deve saltar para mais de 104 empreendimentos em operação, atuando também em cerca de 60 destinos Brasil afora, com investimentos previstos da ordem de R$ 1,3 bilhão.

    Serviço

    Site: www.alliahotels.com.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Janeiro 26, 2016

    MARMOTEX NA CAMPUS PARTY EM DOSE DUPLA Startup está entre as 200 selecionadas para participar da Startup & Makers Camp 2016 e também venderá refeições “marmotex”

    A Marmotex, startup que desenvolveu um novo conceito de almoço corporativo que se difere do tradicional delivery por ser o elo entre o restaurante e o consumidor, foi selecionada para participar da Campus Party como integrante da Startup&Makers (S&M), que tem a missão de conectar os campuseiros com o mundo do empreendedorismo.

    Em sua nona edição no Brasil, a Campus Party acontece entre os dias 26 e 31 de janeiro, no Anhembi, e é a maior experiência tecnológica do mundo nas áreas de inovação, criatividade, ciência, empreendedorismo e entretenimento digital.

    Marmotex

    A Marmotex desenvolveu um novo conceito de almoço corporativo que se diferencia da tradicional marmita ou marmitex. Trata-se de um modelo de negócio de marketplace focado no mercado corporativo, que atua como o elo facilitador entre o restaurante e o consumidor.

    Essa proposta de alimentação na própria empresa tem como objetivo criar uma cultura interativa no ambiente de trabalho, com pessoas da própria empresa que compartilham o mesmo objetivo, mas que geralmente não têm tempo de socializar. Mais informações através do e-mail contato@marmotex.com.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Janeiro 26, 2016

    Economia em Pílulas!!!


    Exportação
    é aposta da Plena Alimentos
    para crescer

    Frigorífico quer ampliar os embarques para Ásia
    O mercado internacional foi o caminho encontrado pela mineira Plena Alimentos no ano passado para superar as turbulências da economia e conseguir crescer 25% mesmo diante do cenário de crise. O aumento em 80% nas exportações em comparação com 2014 foi crucial para a alta no faturamento da empresa que, em 2016, planeja expandir os ganhos em mais 20%. A estratégia está na conquista de novos mercados, como o chinês e o saudita.
    ECONOMIA
    Cenibra produz menos em 2015
    Queda de 6% a 7% foi fruto de parada e rompimento da barragem da Samarco
    Indústria química salva setor no Triângulo Mineiro
    No acumulado de janeiro a novembro de 2015, atividade registrou alta de 24,4% ante igual período de 2014
    AGRONEGÓCIO
    Custos dos insumos preocupam avicultura
    Alta do preço do milho em janeiro chegou a 38,23%; valor pago pelo quilo da ave viva retraiu 16,41%
    LEGISLAÇÃO
    Licenciamento ambiental será agilizado em Minas Gerais
    Novas regras sancionadas pelo governador Fernando Pimentel otimizam processos
    NEGÓCIOS
    Polo de malhas do Sul de Minas aproveita crise para crescer
    Disparada do dólar reduz entrada dos produtos "made in China"
    Selo "recomenda" 21 cursos em Minas Gerais
    Certificado, entregue a cada 3 anos, considera a aprovação de alunos no Exame de Ordem
    POLÍTICA
    Políticos preveem maior uso da máquina
    Partidos começam os preparativos para primeira campanha sem doações de empresas privadas
    FINANÇAS
    Dívida atinge R$ 2,793 trilhões em 2015 e bate recorde
    Valor ficou dentro das expectativas e representa avanço de 21,6%
    ESPECIAIS
    ACERVO
    HÁ 20 ANOS | Cetec tem laboratório para analisar metais
    DC TECNOLOGIA
    Governo adia desligamento de sinal analógico
    DC MAIS
    Epamig aposta na produção de vinhos de boa qualidade
    CIEE
    CIEE/MG fecha o primeiro convênio de aprendizagem
    OPINIÃO/EDITORIAL
    Em nome do bom senso

    Fonte
    Diario do Comércio


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Janeiro 26, 2016

    Minas Gerais potencializa produção de uvas para sucos e vinhos finos

    Campo Experimental da Epamig em Caldas, no Sul do estado, trabalha com plantio de mudas, pesquisa e fabricação de vinhos na região

    imagem de destaque
    Produção de mudas enxertadas de videira no núcleo da Epamig em Caldas
    ícone de compartilhamento
    A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), por meio do trabalho desenvolvido no Núcleo Tecnológico Uva e Vinho, em Caldas, no Sul do estado, potencializa a produção de vinhos finos e espumantes de qualidade em Minas Gerais. Trabalhando em parceria com os produtores, a Epamig disponibiliza mudas de qualidade, tecnologias de manejo, suporte técnico capacitado e a infraestrutura de uma vinícola experimental para o processamento das uvas e a produção de vinhos.

    No local, são produzidas mudas enxertadas de alta qualidade de uva, que são comercializadas para produtores de diversos estados. “Vendemos nossas mudas para o Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, entre outros. A procura por uvas para produção de vinhos vem crescendo a cada ano, mas a demanda por uvas de mesa e de suco ainda é responsável pela maior parte das vendas”, diz o gerente do Campo Experimental da Epamig, Paulo Romão.

    A expectativa de produção para 2016 é de 45 mil mudas, dos tipos Niágara Rosada, Niágara Branca, Bordo, Syrah, Chardonnay, Sauvignon Blanc e Merlot. Comercializadas sempre no segundo semestre do ano, as mudas começam a ser plantadas entre os meses de novembro e dezembro. Elas são certificadas pelo Ministério da Agricultura e pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA).

    O técnico em agropecuária do Campo Experimental de Caldas, Daniel Rodrigues, explica que o diferencial das mudas é que a Epamig utiliza a enxertia de mesa, técnica europeia usada pelos maiores países produtores de vinho.

    Fonte
    agenciaminas.mg.gov.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Janeiro 26, 2016

    Vazão do São Francisco será mantida em 800 m³/s, apesar das chuvas

    A vazão atual, de 800 metros cúbicos por segundo (m³/s) a partir do reservatório de Sobradinho (BA), deverá ser mantido, pelo menos, até o final de março. Esse foi o saldo de mais uma reunião realizada pela Agência Nacional de Águas (ANA) em Brasília (DF) nesta segunda-feira (25 de janeiro) e transmitida por teleconferência para os estados integrantes da bacia.

    O presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Anivaldo Miranda, participou das discussões a partir do escritório do colegiado, em Maceió (AL).

    Durante a reunião, houve a informação, por parte dos técnicos da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf), de que os últimos dias de chuva, registrados na bacia do Rio São Francisco, resultaram em uma precipitação de 120 milímetros (mm) acima da média histórica. Com isso, a previsão é de que o nível do reservatório de Sobradinho atinja o patamar de 4,8% e o de Três Marias (MG) chegue a 21%.

    Conforme o estudo, o nível do reservatório mineiro poderá chegar a 28% enquanto o de Sobradinho deverá atingir até 8% no final de janeiro, ainda com perspectiva de alterações. Apesar dos números positivos, o setor elétrico alega que “não há motivo para alterar a defluência” dos reservatórios. Haverá nova reunião de avaliação dos impactos provocados pelas restrições de vazão na segunda-feira da próxima semana, 1º de fevereiro.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Janeiro 25, 2016

    Janela de oportunidade!!! Edital da Codemig para patrocínio a projetos e eventos recebe propostas até 5 de fevereiro

    Está aberto o chamamento público de patrocínio a projetos e eventos para o primeiro semestre de 2016, realizado pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig). Os interessados podem se inscrever até o dia 5 de fevereiro.

    As propostas serão analisadas, e o resultado final deverá ser divulgado em 1º de março no Diário Oficial do Estado e no site da Empresa, www.codemig.com.br. As informações e os documentos necessários estão disponíveis no portal eletrônico da instituição.

    O edital define patrocínio como “ação de comunicação, divulgação de cultura, negócios, que se realiza por meio da aquisição do direito de associação da marca ou de produtos e serviços da Codemig a projetos ou eventos de iniciativa de terceiro, mediante a celebração de contrato”.

    O objetivo é incentivar e investir em projetos que possam fomentar cadeias produtivas e fortalecer a economia do Estado, principalmente aquelas ligadas à indústria criativa (moda, gastronomia, audiovisual, design, música), à indústria de alta tecnologia (materiais estratégicos, aeroespacial e defesa, biotecnologia, semicondutores e tecnologia da informação) e à mineração, energia e infraestrutura.

    Além disso, a seleção pública busca identificar e valorizar iniciativas que promovam o desenvolvimento econômico e social, notadamente com ênfase nos negócios, e estabelecer parcerias que aperfeiçoem esforços e potencializem os resultados de ações em benefício dos segmentos econômicos. O edital pretende ainda estimular a realização de projetos de interesse público, que contemplem a cultura brasileira em toda a sua diversidade.

    O investimento total estimado pela Codemig na iniciativa é de até R$1 milhão, sendo que o valor máximo a ser concedido para cada patrocínio, independentemente do valor total da proposta apresentada, será de R$19 mil. O edital não contempla concessão ou ampliação de incentivo ou benefício de natureza tributária ou fiscal. Também não se aplica a pessoa física, podendo participar apenas pessoa jurídica, como associação, empresa, município, organização não governamental, entre outras.

    Mais informações: http://www.codemig.com.br/


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Janeiro 25, 2016

    Mudanças - Meio Ambiente!!! Sancionada lei que reestrutura Sisema Governador vetou dispositivos que promovem alterações em estruturas administrativas de entidades que compõem o Sisema - Sistema Estadual do Meio Ambiente

    A Lei 21.972, que reestrutura o Sistema Estadual do Meio Ambiente (Sisema) e trata de procedimentos relativos ao licenciamento ambiental, foi sancionada pelo governador Fernando Pimentel nesta sexta-feira (22/1/16).

    A norma teve origem no Projeto de Lei (PL) 2.946/15, de autoria do governador, aprovado pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) em novembro de 2015.

    A nova legislação define que o licenciamento ambiental poderá ser feito pelo Conselho Estadual de Política Ambiental (Copam) ou pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), dependendo do tipo de empreendimento e de seu potencial poluidor. Além disso, aprimora instrumentos para garantir a proteção das comunidades que vivem no entorno de grandes empreendimentos, como barragens de mineração, por exemplo.

    Veto -
    O governador vetou alguns dispositivos da lei que criam novas diretorias para entidades ambientais que integram o Sisema, promovendo, dessa forma, mudanças nas suas estruturas administrativas. Os dispositivos vetados referem-se à inserção da Diretoria de Administração e Finanças entre as unidades administrativas da Fundação Estadual do Meio Ambiente; das Diretorias de Controle, Monitoramento e Geotecnologia e de Administração e Finanças no Instituto Estadual de Florestas; e das Diretorias de Operações e Eventos Críticos e de Administração e Finanças no âmbito do Instituto Mineiro de Gestão das Águas.

    Segundo justificativa, ao determinar a criação de novas diretorias como partes das estruturas orgânicas dessas entidades que compõem o Sisema, a proposição violou a iniciativa privativa do governador para dispor sobre a organização e a atividade do Poder Executivo além de ferir o princípio da independência e harmonia entre os Poderes.

    O veto deve ser analisado pela Assembleia, em 30 dias,
    contados a partir da data do seu recebimento em Plenário.
    Para ser rejeitado, são necessários 39 votos de deputados contrários ao veto.
    A lei entra em vigor 30 dias após a sua publicação.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Janeiro 25, 2016

    Azul ampliará presença em Pernambuco com voos saindo do Recife para 12 novas cidades a partir de fevereiro

    Operação da Azul no Estado passará de 24 ligações por dia com destino a 12 bases, para 32 decolagens para 24 cidades. Companhia será única a ligar todas as capitais do NE e oferecer conexões para cidades do interior por meio da Capital

    Recife, 25 de janeiro de 2016 -
    Pernambuco vai se transformar em uma das principais conexões aéreas do Nordeste, nos próximos meses. Isso porque a Azul estreará voos regulares para 12 novas cidades a partir do Recife, com início em fevereiro. As cidades de Brasília, Belém, João Pessoa, Petrolina e Juazeiro do Norte passarão a ter ligações diárias e sem escalas com destino à capital pernambucana.

    Além de Campina Grande, que terá operações retomadas. São Paulo (Congonhas), Curitiba, Goiânia, Ilhéus, Porto Seguro e Presidente Prudente terão frequências aos sábados. Com as mudanças, a Azul passa a operar 32 ligações diárias para 24 cidades - a oferta atual é de 24 voos por dia com destino a 12 bases.

    A ampliação das operações em Pernambuco é resultado de um novo olhar da companhia em relação ao Estado e a seus planos para o Nordeste.

    "Em 2015, o Governo de Pernambuco teve a oportunidade de promover muitas ações, mostrando as vantagens comparativas de um Estado que planeja, executa e tira do papel os seus projetos econômicos, fazendo parcerias e administrando com muita gestão suas metas e objetivos.

    Este anúncio da empresa Azul demonstra o potencial e a localização estratégica do nosso Estado, dentro da região, e a certeza que investir no nosso Estado vale a pena. Pernambuco é o hub natural do Nordeste, comenta o governador de Pernambuco, Paulo Câmara.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Janeiro 25, 2016

    Economia em pílulas. BDMG prorroga prazo para habilitação de financiamento Adesão à linha Cidades irá até o dia 15


    Ociosidade da indústria no País
    atinge patamar recorde

    Empresários aproveitaram
    para realizar ajustes dos estoques

    Setor encerrou 2015 com a utilização da capacidade instalada em 62%, a menor da série histórica mensal, iniciada em janeiro de 2011. Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), a produção também teve forte queda em dezembro. O indicador registrou 35,5 pontos. Neste caso, valores abaixo dos 50 pontos indicam redução da produção industrial na comparação com o mês anterior. A contração fez com que os estoques fossem ajustados..

    ECONOMIA
    Crise na Petrobras frustra projeto de aeronave civil
    Empresa qualificada para produzir modelo para setor de óleo e gás

    BDMG prorroga prazo para habilitação de financiamento
    Adesão à linha Cidades irá até o dia 15

    Vale acumula prejuízo com interdição
    Mineradora deixa de embarcar cerca de 200 mil toneladas de minério de ferro por dia

    LEGISLAÇÃO
    Projetos de dívidas tem expansão de 66,3% em Minas, aponta o IEPTB
    Valor registrado de janeiro a novembro chegou a R$ 690,4 milhões
    AGRONEGÓCIO
    Cultivo de seringueira não avança em Minas
    Investimentos na atividade foram suspensos e o plantio de árvores caiu cerca de 90% no Estado

    NEGÓCIOS
    Cresce consumo de lâmpadas de led
    Aumento da tarifa e a diminuição do custo do produto provocaram boom de 100% nas vendas

    DC TURISMO
    Tour da tocha passará por Minas
    Artefato percorrerá 36 cidades do Estado (sendo dois distritos) e pernoitará na Capital

    POLÍTICA
    Procurador defende pena severa
    Marcelo Odebrecht poderá ser condenado a "menos de 100 anos de prisão"


    FINANÇAS
    Inflação atinge o maior nível em 13 anos
    Prévia divulgada pelo IBGE indica alta de 0,92% na primeira quinzena e de 10,74% em 12 meses


    ESPECIAIS

    OPINIÃO/EDITORIAL
    Um recado contundente

    Fonte
    Diario do Comércio


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Janeiro 25, 2016

    SAN DIEGO EXPRESS BARRO PRETO É PREMIADO COMO O MELHOR HOTEL ECONÔMICO DE BH O empreendimento configura-se entre os 25 melhores do Brasil na categoria, segundo avaliações do TripAdvisor

    Administrado pela Rede de Hotéis Arco,
    o San Diego Express Barro Preto
    recebeu renomada premiação do mercado hoteleiro.

    O TriapAdvisor classificou o empreendimento como um dos 25 melhores hotéis econômicos do Brasil por meio do Travellers’ Choice, que é a premiação máxima concedida pelo portal. As escolhas são baseadas nas avaliações e opiniões de viajantes de todo o mundo, refletindo a excepcionalidade dos estabelecimentos vencedores. “O melhor dos melhores em termos de serviço, qualidade e satisfação do cliente”, define o TripAdvisor.

    Em Belo Horizonte (Minas Gerais), o San Diego Express Barro Preto foi o único hotel agraciado na categoria econômica, fator que segundo a Diretora Operacional da Rede de Hotéis Arco, Flávia Araújo, confirma a excelência do empreendimento, tornando-o referência no setor.

    “Ocupando a 13ª posição geral de hotéis econômicos brasileiros, sendo o primeiro entre as grandes redes hoteleiras, ficamos também em primeiro lugar no município”, complementa o gerente geral do San Diego Express Barro Preto, Rodrigo Medeiros.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Janeiro 24, 2016

    Preços de carnes em açougues de BH sobem 1,55% Levantamento do Procon da Assembleia, realizado nos dias 11 e 12 de janeiro, comparou preços de 37 produtos.

    Os preços das carnes nos açougues de Belo Horizonte subiram, em média, 1,55%. É o que mostra pesquisa do Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizada nos dias 11 e 12 de janeiro. O levantamento comparou preços de 37 produtos e constatou que 25 deles sofreram aumento no preço médio, enquanto 12 tiveram redução.

    Consulte a pesquisa completa de preços em açougues.
    Nas variações por grupo, os cortes bovinos tiveram um aumento de 1,89% em 17 itens pesquisados, com destaque para a picanha, que aumentou 4,21%. Nos cortes de frango, houve um aumento de 0,46% em 11 itens, e a carne suína teve uma queda de 0,07% em 9 itens pesquisados. Os maiores aumentos da carne bovina foram detectados nas regiões Leste (12,52%) e Barreiro (7,16%).

    A carne suína que registrou a maior redução foi a suã especial (-4,41%). Mas, o Procon Assembleia orienta que o consumidor fique atento, pois esse corte apresentou uma grande variação de preço entre os açougues pesquisados (204,08%).

    As maiores baixas de preço ocorrem nas regiões da Pampulha (-24,92) e Norte (-14,15%). O corte suíno que registrou o maior aumento foi o pernil com osso (4,18%).
    De acordo com a pesquisa, a carne de frango teve aumento geral de 0,46%. O corte que registrou o maior aumento foi a asa (4,31%). As maiores altas foram encontradas nas regiões Norte (12,35%) e Nordeste (9,43%).

    Também nesse caso, vale a pena comparar porque há diferenças de preços entre os estabelecimentos. As maiores variações foram encontradas no corte da coxa (85,84%) e no coração de frango (82,65)
    O Procon orienta que o consumidor deve ficar atento também quando for comprar salsicha a granel, que registrou uma grande variação de preço médio (122%).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Janeiro 23, 2016

    Fernando Pimentel participa da abertura da 19ª Mostra de Cinema de Tiradentes Durante o evento, o governador e integrantes do Governo foram homenageados pelo apoio do Estado ao festival


    Fernando Pimentel
    participa da abertura da 19ª Mostra de Cinema de Tiradentes

    Durante o evento, o governador e integrantes do Governo foram homenageados pelo apoio do Estado ao festival

    imagem de destaque
    O governador Fernando Pimentel foi um dos homenageados na abertura da Mostra de Cinema de Tiradentes
    ícone de compartilhamento

    O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, participou na noite desta sexta-feira (22/1) da abertura da 19ª Mostra de Cinema de Tiradentes. Ele recebeu uma placa de agradecimento da organização do evento.

    Em nome do Governo de Minas Gerais, o secretário de Estado de Cultura, Ângelo Oswaldo, destacou os investimentos do Estado feitos no setor de cinema.

    “Minas é a pátria do cinema. Estamos aqui com muita alegria. O Governo Pimentel está comprometido com o cinema. Temos diversos polos de cinema em Minas. Editais estão sendo lançados, com apoio da Codemig (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais), da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais). Ficamos entusiasmados ao ver aqui essa conjunção de esforços. Sentimos que o cinema ganha a força que há muito se buscava”, afirmou o secretário, que também foi homenageado.

    Diretora da Universo Produção e Coordenadora da Mostra de Cinema de Tiradentes, Raquel Hallak, ressaltou a importância do festival para o cinema brasileiro. “A mostra avança em seu tempo, é um desafio, mas valoriza o cinema que é feito no Brasil”, ressaltou.

    Também foram homenageados durante a abertura do festival o diretor-presidente da Codemig, Marco Antônio Castello Branco, e o diretor-presidente da Cemig, Mauro Borges.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Janeiro 23, 2016

    Serra do Cipó conta com novo roteiro de Observação de Pássaros e flores do Cerrado

    A região da Serra do Cipó conta com um novo roteiro turístico, com foco principal na Observação de Pássaros e flores do Cerrado. As atividades foram projetadas dentro da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), Alto Palácio, que já conta com um restaurante, uma área para soltura de aves e uma pequena capela, batizada pelos proprietários de Mater , onde podem ser realizados batizados e casamentos.

    Serão oferecidas visitas eco pedagógicas para que estudantes e crianças entrem em contato com a natureza observando o processo de reintrodução de aves ao seu habitat natural, e em breve serão instalados ainda o Museu do Cerrado e hotel boutique.

    Segundo Lucas Davis, proprietário da RPPN, o público que procura a atividade de observação de pássaros e flores é bastante específico e possui um alto grau de consciência ambiental. O roteiro se destacará por apresentar outras possibilidades dentro da bela reserva que conta com cachoeiras e outras atividades aventureiras.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Janeiro 23, 2016

    Festival Gastronômico Boa Mesa de Caxambu realiza oficinas de gastronomia abertas ao público neste final de semana Neste fim de semana, o público terá oportunidade de participar de oficinas de culinária promovidas pelo Festival Gastronômico Boa Mesa, em Caxambu. O evento, que acontece desde o início do mês, realiza, entre os dias 22 e 24/01, o Seminário Territórios Gastronômicos, no Hotel Caxambu.

    Renomados chefs apresentarão suas receitas e darão dicas de cozinha. A Secretaria de Estado de Turismo estará representada pela diretora da Coordenadoria de Gastronomia, Nathalia Farah. Para ela, “os festivais gastronômicos são muito importantes, pois movimentam a economia, geram emprego e renda. Mas o maior legado é a promoção da nossa cultura e do nosso turismo através da culinária mineira, que é tão rica e tão singular”.

    O Festival Boa Mesa surgiu para valorizar os estabelecimentos turísticos e gastronômicos da cidade e região. As casas participantes elaboraram pratos exclusivos para o evento, formando um circuito regional e oferecendo ao público diversas opções de lazer. O projeto busca incentivar o aprimoramento e a excelência na preparação e no atendimento gastronômico, compondo e incrementando a estação de férias na cidade, com especial foco no setor de bares, restaurantes e hospedagem.

    O Festival já se estabeleceu como fomentador do turismo e incentivador do consumo interno e regional, criando novas oportunidades de interação, cultura e diversão para os públicos e envolvidos. O evento foi idealizado pelo Sindicato de Hospedagem e Alimentação de Caxambu – SIGAH e do Caxambu Convention and Visitors Bureau de Caxambu e Região – CCVBCR. À frente da realização também estão o SIGAH e o CCVBCR, com a parceria da Confederação Nacional de Comércio – CNC e da Federação Brasileira de Hospitalidade e Alimentação – FBHA.

    SERVIÇO

    SEMINÁRIO TERRITÓRIOS GASTRONÔMICOS
    Data: 22, 23 e 24 de janeiro/2016
    Horário: 17 horas
    Local: Hotel Caxambu – Rua Major Penha, 145 – Caxambu-MG


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Janeiro 22, 2016

    BDMG habilita 395 municípios no Edital 2015 Banco também amplia prazo para autorização de financiamento pelas Câmaras Municipais, oferecendo nova oportunidade para as prefeituras investirem em obras de saneamento, infraestrutura urbana e aquisição de equipamentos


    Trezentos e noventa e cinco municípios mineiros passaram pela primeira etapa do programa “BDMG Municípios 2015”, cujo edital foi lançado em agosto do ano passado pelo governador Fernando Pimentel. Isto significa que os pedidos de financiamento apresentados ao Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) preencheram os critérios do edital.

    O próximo passo é a aprovação da operação de crédito pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), órgão ligado ao Ministério da Fazenda que analisa a capacidade de endividamento de cada município.

    O valor habilitado na primeira etapa foi R$ 346 milhões. O Edital 2015 prevê o financiamento de projetos em quatro áreas: BDMG Maq, para aquisição de máquinas e equipamentos; BDMG Urbaniza, para investimentos em infraestrutura urbana (pavimentação, drenagem e iluminação pública); BDMG Cidades, para construção, ampliação ou reforma de prédios públicos municipais; e BDMG Saneamento, para tratamento, distribuição ou coleta de água e esgoto e soluções para resíduos sólidos.

    O maior volume solicitado se enquadra no “BDMG Urbaniza”: R$ 238,8 milhões ou 69% do total. R$ 54,7 milhões (16%) foram solicitados para construção e reforma de prédios públicos municipais. A demanda para compra de máquinas e equipamentos atingiu R$ 28,9 milhões (8%), enquanto R$ 23,1 milhões envolvem projetos para as áreas de tratamento de água, esgotos e resíduos sólidos (7%).

    Ampliação do prazo para contemplar mais municípios - Para as cidades que ainda não atenderam à segunda etapa do edital, que consiste em aprovar a lei que autoriza a contratação do financiamento, o BDMG prorrogou o prazo até 15 de fevereiro.

    “Os gestores municipais terão nova oportunidade para buscar o apoio das Câmaras de Vereadores às obras de interesse da população”, afirma o presidente do BDMG, Marco Crocco. De acordo com o presidente, ao financiar projetos municipais o BDMG está cumprindo um de seus papéis fundamentais, que é induzir o desenvolvimento das cidades e melhorar a qualidade de vida dos mineiros.

    A terceira etapa é obter a aprovação da STN ao financiamento pelas quatro linhas disponíveis. As operações devem ser aprovadas pelo órgão federal até 15 de abril e contratadas até 29 de abril. Em observância à legislação eleitoral, o primeiro desembolso deverá ser efetivado até 15 de junho.

    A habilitação dos municípios na primeira etapa observa as seguintes condições:
    1 - Capacidade de endividamento do proponente (os valores a serem financiados deverão estar de acordo com os limites de endividamento previstos na Resolução 43, do Senado Federal);
    2 - Enquadramento do objeto a ser financiado;
    3 - Adimplência cadastral e financeira com o BDMG;
    4 - Inexistência de pendências em projetos anteriores financiados pelo BDMG.

    Histórico
    O Edital 2015 foi lançado no dia 21 de agosto, com recursos da ordem de R$ 200 milhões. O prazo para apresentação dos projetos terminou em 30 de setembro. Uma das novidades do edital foi oferecer taxas mais baixas para os municípios com Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) igual ou menor que a média do Estado (0,677).

    O presidente do BDMG observa que a orientação do Governo do Estado é de que a atuação do Banco favoreça o desenvolvimento regional. “Estamos oferecendo tratamento diferenciado aos municípios, de acordo com as características locais. Dessa forma, a contribuição será efetiva com a redução das desigualdades, a geração qualificada de emprego e renda, e o desenvolvimento sustentável de Minas Gerais”, diz.

    Fonte
    fsb


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Janeiro 22, 2016

    Economia em pílulas!!! Gasmig investe quase 45 milhões na Região Metropolitana de BH.


    China desacelera e inicia novo ciclo econômico
    Mudança do perfil impõe desafios e oportunidades

    O desenvolvimento chinês é dividido em três etapas. A primeira transição do gigante asiático condicionou o desenvolvimento à expansão da indústria exportadora, culminando com a enxurrada de produtos manufaturados made in China em todo o planeta. A segunda, com foco na própria infraestrutura, com o crescimento das fábricas, estradas, portos, aeroportos e ferrovias, momento em que ganhou posição global, sobretudo por ter se tornado o maior comprador de commodities do mundo. E, agora, a terceira mais voltada para o consumo interno, como mostra matéria especial do DIÁRIO DO COMÉRCIO.

    ESPECIAL CHINA
    Grande desafio é a diversificação da pauta exportadora
    Depende de o Brasil saber aproveitar as novas oportunidades

    Minério de ferro e soja são destaques nos embaques para china
    Parceiro comercial de longa data

    ECONOMIA
    Gollog tem novo terminal de carga em Minas Gerais
    Braço da Gol prevê alta de 20% a 30% na movimentação de mercadorias no aeroporto de Confins

    Gasmig investe R$ 44,17 milhões na RMBH
    A concessionária vai expandir sua área de atuação com mais 90 km em BH e Nova Lima

    AGRONEGÓCIO
    Desvalorização cambial favorece exportações de açúcar brasileiro
    Na próxima safra, usineiros devem relegar etanol a 2º plano

    NEGÓCIOS
    Projeto da UFMG tem solução para rejeitos da mineração
    Tecnologia já deslanchou em outros países

    DC INOVAÇÃO
    Qranio será acelerada pelo Google
    Projeto prevê investimento de US$ 1 milhão em 15 negócios ao longo de 2016

    LEGISLAÇÃO
    Arrecadação federal recua 5,62%
    Retração real em 2015 foi o pior desempenho registrado pela Receita desde 2010

    FINANÇAS
    Dólar atinge o maior valor no Plano Real
    Moeda norte-americana subiu 1,72% influenciada pela decisão do BC de manter a Selic em 14,25%


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Janeiro 21, 2016

    Presidente do BDMG fala sobre programa de financiamento aos municípios

    O presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Marco Crocco, dá entrevista nesta sexta-feira (22/01), às 10h30, sobre os primeiros resultados das linhas de financiamento lançadas em 2015, que destinaram recursos para obras de infraestrutura, intervenções urbanas e compra de equipamentos e máquinas pelas prefeituras de Minas Gerais. O encontro será na Sala Henriqueta Lisboa, do BDMG, no 2° andar da sede (Rua da Bahia, 1.600). Marco Crocco estará acompanhado do diretor de Negócios, Carlos Fernando da Silveira Vianna.

    SERVIÇO
    Motivo: Balanço do Edital 2015 e novidades sobre o cronograma
    Quem: Marco Crocco (presidente) e Carlos Fernando da Silveira Vianna (diretor de Negócios).
    Local: Rua da Bahia, 1.600 – 2° andar
    Horário: 10h30

    Contatos: Assessoria de Comunicação
    Jornalista Paulo Camargos


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Janeiro 21, 2016

    Setur – MG repassa R$250 mil para municípios atingidos pelo rompimento da Barragem do Fundão

    A Secretaria de Estado de Turismo assinou, no final de 2015, convênio com os três Circuitos Turísticos que tiveram municípios atingidos direta ou indiretamente pelo desastre ambiental provocado rompimento da Barragem do Fundão, localizada no distrito de Bento Rodrigues, Mariana, em novembro do ano passado. O repasse foi de R$250 mil, e o objeto do convênio é a promoção dos destinos.

    Os Circuitos do Ouro, Mata Atlântica de Minas e Trilhas do Rio Doce foram contemplados pelo repasse de verba, abrangendo 45 municípios no total. De acordo com o secretário Mário Henrique Caixa, “a Setur fez um esforço financeiro para atender a essa importante demanda de resgatar o fluxo turístico que foi abalado, devido à repercussão negativa nas poucas áreas atingidas. Dos 45 municípios da região, apenas nove foram diretamente afetados”, afirma.

    Esta ação faz parte da força-tarefa criada pelo governo de Minas Gerais para ajudar na recuperação dos municípios afetados pelo rompimento da barragem. O grupo é coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Regional de Política Urbana e Gestão Metropolitana (Sedru), e composto, no âmbito estadual, pelas Secretarias de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, Advocacia Geral do Estado, Copasa, Instituto Mineiro de Gestão de Águas (Igam) e Cemig.

    Também fazem parte da força-tarefa os prefeitos de Mariana, Governador Valadares, Ipatinga, Rio Doce, Belo Oriente e Tumiritinga.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Janeiro 21, 2016

    Economia em pílulas!!! Saint Gobain investiu 45 milhões em Minas.

    ECONOMIA
    Inflação deixará energia mais cara
    energia

    Alta dos preços
    impactará reajuste regulatório
    previsto para ser divulgado em abril

    O diretor-presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), Mauro Borges, afirmou que o reajuste da tarifa em abril vai refletir a escalada da inflação no País. Por outro lado, ele adiantou que o aumento do nível dos reservatórios e o desligamento das usinas térmicas podem favorecer a retirada da bandeira vermelha ainda neste ano, o que reduziria o custo da energia e poderia contrabalançar o reajuste. As usinas térmicas acima de R$ 600 o MW/h já foram desligadas.

    ECONOMIA
    Ceasa busca parceiro para geração solar
    Entreposto de Contagem pretende que iniciativa privada invista em parque naquela unidade

    Saint-Gobain deve investir R$ 45 milhões em Minas
    Valor se refere à participação do Estado nos negócios do grupo no mercado nacional, cerca de 10%

    AGRONEGÓCIO
    Safra mineira de café pode alcançar 27,7 milhões de toneladas
    Preços não devem sofrer alterações

    LEGISLAÇÃO
    Arrecadação mineira fecha 2015 com queda de 11,6%
    Receita somou R$ 46,173 bilhões, aponta a Secretaria da Fazenda
    INTERNACIONAL
    EUA lideram atração de investimentos estrangeiros
    País, que saiu à frente da China, recebeu US$ 384 bilhões em 2015

    NEGÓCIOS
    Bem Brasil amplia arrecadação de Perdizes
    Nova fábrica, que recebeu aporte de R$ 230 milhões, vai gerar 10% de crescimento para a economia local

    DC RH
    Empresas do interior de Minas Gerais são premiadas
    Das sete selecionadas, quatro conseguiram as melhores pontuações e venceram em três categorias

    POLÍTICA
    Estados querem adequar dívidas
    Governadores devem propor à União um ajuste dos contratos à realidade atual

    FINANÇAS
    Copom opta por manter juros em 14,25% ao ano
    Primeira reunião do ano foi marcada por nota polêmica do Banco Central

    ESPECIAIS

    DC FRANQUIA
    Minas Gerais na rota de expansão dos negócios da Social Lounge

    DC MAIS
    Mostra de Tiradentes vai além do cinema

    OPINIÃO/EDITORIAL
    Limites a resguardar

    Fonte
    Diário do Comercio


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Janeiro 21, 2016

    Presidente do BDMG fala sobre programa de financiamento aos municípios O presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Marco Crocco, dá entrevista nesta sexta-feira (22/01), às 10h30, sobre os primeiros resultados das linhas de financiamento lançadas em 2015, que destinaram recursos para obras de infraestrutura, intervenções urbanas e compra de equipamentos e máquinas pelas prefeituras de Minas Gerais.

    O encontro será na Sala Henriqueta Lisboa, do BDMG, no 2° andar da sede (Rua da Bahia, 1.600). Marco Crocco estará acompanhado do diretor de Negócios, Carlos Fernando da Silveira Vianna.

    SERVIÇO
    Motivo: Balanço do Edital 2015 e novidades sobre o cronograma
    Quem: Marco Crocco (presidente) e Carlos Fernando da Silveira Vianna (diretor de Negócios).
    Local: Rua da Bahia, 1.600 – 2° andar
    Horário: 10h30

    Contatos: Assessoria de Comunicação
    Jornalista Paulo Camargos
    Telefones: 31 – 3219-8455 / 31 – 99978.7759
    E-mail: paulo.camargos@fsb.com.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Janeiro 20, 2016

    Produtos Forno de Minas podem ser encontrados nos restaurantes e pontos de alimentação do Inhotim

    O ano começa com uma boa notícia para os visitantes do Inhotim, um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil.

    Desde o início de janeiro, todo o mix de produtos Forno de Minas pode ser encontrado nas lanchonetes, pontos de alimentação e até nos restaurantes do Instituto. “Trata-se de um dos maiores centros de arte ao ar livre, que recebe turistas de todas as partes do mundo. E temos produtos que, com um toque mineiro, vão agradar o paladar não só dos brasileiros, mas também desses turistas estrangeiros. Portanto, é uma oportunidade para ativação da marca e também para que as pessoas conheçam nossas delícias”, afirma a gerente de marketing da Forno de Minas, Gisa Santos.

    Os pontos de lanche e cafés contam com pães de queijo, folhados, empanadas, quiches, waffle e empadas. Já nos restaurantes é servida toda a linha de massas frescas congeladas e as batatas Forno de Minas.

    Sobre a Forno de Minas
    A Forno de Minas Alimentos S/A, tradicional indústria de alimentos congelados e líder de mercado na comercialização de pães de queijo no Brasil, nasceu do sucesso da receita caseira de pão de queijo da Dona Dalva.

    Fundada em 1990, gerida pela própria Dona Dalva e pelos filhos Hélida e Helder, é nacionalmente reconhecida pela qualidade, praticidade e tradição de seus produtos. Tem o pão de queijo preferido dos brasileiros e oferece soluções para todas as ocasiões de consumo, com um portfólio de mais de 20 produtos, que atendem tanto o varejo quanto o food service.

    Em 2009,
    foi readquirida pela família Mendonça,
    10 anos depois de ficar sob controle
    de uma multinacional norte-americana.

    A sede da empresa é em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, e possui 24 mil m². A Forno de Minas também possui um Indústria de Laticínios própria, que produz o queijo e outros produtos para a fábrica. Com mais de 800 colaboradores e seis filiais (Contagem, São Paulo capital, interior de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Brasília), a empresa exporta pães de queijo para os Estados Unidos, Canadá, Portugal, Inglaterra, Chile, Uruguai e Emirados Árabes.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Janeiro 20, 2016

    Pílulas de Economia. Governador Pimentel sancionou Orçamento 2016 - de 92,2 bilhões de reais. Defcit de 8,9 bi


    ECONOMIA
    Sem produzir, Samarco suspende contratos

    Último embarque de pelotas ocorreu na 1ª quinzena deste mês
    Considerada o segundo maior player de pelotas de minério de ferro do mundo, com uma participação de cerca de 20%, a mineradora mantém contato com os clientes atualizando-os do progresso das ações consideradas prioritárias, como atendimento às pessoas e comunidades afetadas pelo rompimento da Barragem Fundão. Ainda conforme a Samarco, as obrigações contratuais voltarão a ser discutidas com os clientes em um momento oportuno.
    ECONOMIA
    Fundo adquire controle da MMX
    Negociação com Muadala pode marcar saída de Eike Batista do setor mineral
    Usiminas não deve fazer mais ajustes em Ipatinga
    Solução foi paralisação de áreas primárias de produção em Cubatão
    AGRONEGÓCIO
    Custos afetam suinocultura mineira
    Receio é de que atividade seja reduzida, provocando alta dos preços ao consumidor
    LEGISLAÇÃO
    Novas regras do ICMS serão alvo de ação
    Sebrae e entidades ligadas ao comércio irão recorrer ao Supremo após fim do recessso do Judiciário
    NEGÓCIOS
    Direcional investe em segmento popular
    Lançamentos que atendem ao programa "Minha casa, minha vida" são a nova aposta da construtora
    Instituto Mário Penna capta R$ 5 milhões
    Entidade teve projeto de ampliação e qualificação do tratamento cirúrgico aprovado
    POLÍTICA
    Pimentel sanciona o Orçamento do Estado
    Déficit fiscal previsto na LOA de 2016 é de R$ 8,9 bilhões com despesa total de R$ 92,02 bilhões
    FINANÇAS
    Nota de Tombini surpreende o mercado
    Após declaração, especialistas esperam que elevação da taxa básica será menor do que a esperada
    ESPECIAIS
    OPINIÃO/EDITORIAL
    Um alerta necessário

    Fonte
    Diário do Comércio


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Janeiro 19, 2016

    Fogo de Chão promove Festival da Família durante todo o mês de janeiro A churrascaria não cobrará rodízio para crianças de até 13 anos entre os dias 4 e 30 de janeiro

    A churrascaria Fogo de Chão, que possui 10 restaurantes no Brasil e 24 nos Estados Unidos, estará promovendo o seu Festival da Família no período entre os dias 4 e 30 de janeiro, evento em que crianças de até 13 anos estarão isentas do pagamento do rodízio em qualquer restaurante da rede. A condição especial só é válida para clientes que fizerem reserva antecipada na unidade desejada e não inclui bebidas e sobremesas.

    O Festival da Família visa reunir todos os entes queridos em um momento descontraído e íntimo para apreciar o autêntico churrasco gaúcho, além de estimular o hábito da refeição compartilhada, fortalecendo os valores familiares.

    A Fogo de Chão oferece os 18 melhores cortes de carnes do mundo, entre eles o bife ancho, o shoulder steak, a costela Premium e a saborosa picanha. Todas as opções são servidas diretamente do espeto à mesa, como dita a tradição gaúcha, e acompanhadas de buffet livre de saladas que inclui queijos importados, pães, temperos e acompanhamentos especiais.

    Mais informações:
    www.fogodechao.com.br.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Janeiro 19, 2016

    Pílulas de Economia. Grupo de supermercados BAHAMAS de Juiz de Fora - leia-se empresário Jovino Campos - na contramão da crise, cresceu 16% em 2015.

    Roubo de cargas
    geram prejuízos de R$ 212 milhões

    Valor é correspondente à ação de quadrilhas em território mineiro

    Volume em 2015 é 30,8% superior ao registrado em 2014. Minas Gerais aparece em terceiro lugar na lista dos estados com maior incidência, 15% dos casos, atrás de São Paulo e Rio de Janeiro, de acordo com os dados da Fetcemg. Os trechos considerados mais perigosos para as empresas e motoristas no Estado são a Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), a BR-381 e o Triângulo Mineiro.

    ECONOMIA
    Fiat deve conceder novas férias
    Medida na planta de Betim pode começar a partir desta quinta-feira e durar 20 dias

    GE inaugura centro avançado em Contagem
    Hub brasileiro funcionará como um modelo para implantação de outras unidades pelo mundo

    AGRONEGÓCIO
    Colheita em Minas será antecipada
    Chuvas constantes registradas em janeiro favorecem a recuperação dos cafezais

    LEGISLAÇÃO
    Governo de MG recebe R$ 2,1 bilhões com "Programa Regularize"
    Descontos concedidos pelo Estado chegam a 50% da dívida

    INTERNACIONAL
    Acionistas ameaçam ir à Justiça contra Volkswagen
    O processo visa compensações pela queda das ações da empresa

    NEGÓCIOS
    Localiza entre as marcas mais valiosas do Brasil
    Empresa mineira ficou em 25º lugar, avaliada em R$ 350 milhões

    DC RH
    Diversidade na equipe é opção, não obrigação
    Empresas e pessoas possuem valores que devem se somar

    POLÍTICA
    Minas usou R$ 3,9 bilhões de depósitos judiciais
    Medida foi adotada por 11 estados em 2015 para honrar compromissos, aponta levantamento do CNJ


    FINANÇAS
    Ações da Petrobras recuam para menos de R$ 5 e puxam bolsa
    Ibovespa bate menor patamar desde março de 2009

    ESPECIAIS

    ACERVO
    HÁ 50 ANOS | CEMIG inaugurou Três Marias e continuará com o seu programa

    DC MAIS
    Eutanásia de animais é proibida em Minas

    OPINIÃO/EDITORIAL
    Emergência na saúde pública


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Janeiro 19, 2016

    Toquinho, Ivan Lins e MPB4 em “50 anos de música” Fenômenos da MPB fazem única apresentação na capital mineira, dia 20 de fevereiro no Palácio das Artes. Ingressos já estão à venda.


    Ícones da música brasileira, Toquinho, Ivan Lins e o grupo vocal MPB4, que fizeram história na MPB nos anos 70 e 80, aterrissam em Belo Horizonte no dia 20 de fevereiro, para única apresentação no Palácio das Artes. O espetáculo “50 anos de música”, comemora cinco décadas de estrada pelos palcos do Brasil e do mundo.

    O show relembrará as músicas mais famosas dos artistas. Toquinho, com seu violão inigualável, aliando técnica, virtuosismo e sensibilidade em sucessos como “Aquarela” e “Samba de Orly”. Ivan Lins, mestre das harmonias, com as internacionalmente conhecidas “Dinorah” e “Começar de novo”.

    E, por fim, o grupo vocal MPB4, grande intérprete dos mais conhecidos compositores da música brasileira, em canções inesquecíveis como “Amigo é pra essas coisas” e “Roda viva”.

    Os músicos já foram companheiros de cena em outras ocasiões. Toquinho tocou com o MPB4 muitas vezes, tendo, inclusive gravado um CD e DVD juntos em 2008 (“Toquinho e MPB4 – 40 anos de música”). Com Ivan Lins a parceria aconteceu há pouco tempo, cerca de dois anos, embora já tivessem tido outros encontros esporádicos. Mas é a primeira vez que um projeto coloca os três artistas juntos no mesmo palco.

    A inspiração para o show foi o aniversário dos cinquenta anos de carreira do Toquinho, que enxergou na data uma oportunidade ímpar de estar entre os amigos. “Alegria, amizade e profissionalismo. Respeito mútuo e a certeza do sucesso. O entrosamento é perfeito. A gente se conhece há quase 50 anos”, comenta ele.

    A estreia do show aconteceu no Tom Brasil, em São Paulo, em setembro de 2015, com grande aceitação do público e bilheteria esgotada. Em BH será a primeira e única apresentação do trio.
    Para os fãs mineiros, Toquinho, Ivan Lins e MPB4 prometem um espetáculo musical inesquecível. “Um show que vai certamente agradar, não só pela evidente qualidade artística como pelo repertório composto apenas de sucessos. Pela mostra das apresentações que fizemos, esse espetáculo vai marcar época! Que venham muitos outros!”, comentam os amigos de cinco décadas.

    PRODUÇÃO NÓ DE ROSA E CIRCUITO MUSICAL

    Serviço: “50 anos de música”
    Toquinho, Ivan Lins e MPB4
    Data e horário: 20 de fevereiro (sábado), às 21h.
    Local: Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 1.537 – Centro/BH

    Bilheteria: Palácio das Artes – saguão superior (entrada pela Av. Afonso Pena)
    Informações: (31) 3236-7400 ou 4003-2330
    Ingressos pela internet: www.ingresso.com
    Classificação: livre
    Ingressos: Plateia I - R$ 200,00 e R$ 100,00 /
    Plateia II - R$ 180,00 e R$ 90,00 /
    Plateia Superior - R$ 160,00 e R$ 80,00

    Assessoria de imprensa:
    Partners Comunicação Integrada


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Janeiro 18, 2016

    Pílulas de Economia


    Nova classe C
    perde espaço com recessão

    Desemprego e inflação
    afetaram poder de compra

    Estudo divulgado pelo Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depec) do Banco Bradesco mostrou que, entre janeiro e novembro de 2015, caiu de 56,6% para 54,6% o número de brasileiros da classe C, cuja renda mensal familiar varia de R$ 1.646 a R$ 6.585. Ou seja, 3,7 milhões de pessoas deixaram de fazer parte dessa faixa, considerada a mais prejudicada pela recessão econômica no ano passado.

    ECONOMIA
    Grupo Bahamas fecha 2015 com alta de 16% nas vendas
    Rede investiu R$ 60 milhões na abertura de unidades

    MG-050: aporte de R$ 480 milhões até 2017
    Recursos para obras de modernização da via que liga o Centro-Oeste de Minas a SP

    AGRONEGÓCIO
    Ubyfol anuncia investimentos de R$ 150 milhões em Uberaba
    Obras devem ser iniciadas entre 2017/18

    LEGISLAÇÃO
    Atacadistas podem sair de Minas Gerais devido às novas regras
    Revogação do regime especial reduz a competitividade do setor


    NEGÓCIOS
    Demanda por aluguel e compra de fantasias ainda é baixa em Belo Horizonte
    Calendário 2016 está prejudicando os negócios


    POLÍTICA
    Governo de Minas vai parcelar salários
    Funcionários estaduais que ganham mais de R$ 3 mil por mês receberão vencimentos em 2 parcelas


    FINANÇAS
    Ibovespa cai 2,36% e já acumula retração de 11,03% em janeiro
    Aversão ao risco ao redor do globo derrubou a bolsa brasileira


    ESPECIAIS

    DC TURISMO
    Brasileiro mantém viagens para fora do País

    DC MAIS
    Visita ao DC: CIEE

    OPINIÃO/EDITORIAL
    Mais juros e mais recessão

    Fonte
    Diário do Comércio


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Janeiro 17, 2016

    Cobrança pelo uso das águas do Velho Chico em debate no CTOC

    Membros da Câmara Técnica de Outorga e Cobrança – CTOC do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco discutiram hoje (15.01), em sua primeira reunião do ano de 2016, em Belo Horizonte (MG), acerca da cobrança pelo uso das águas do Velho Chico. Na oportunidade, a contratação de uma empresa especializada para estudos de aprimoramento da cobrança foi o foco dos debates. Coube ao diretor técnico da agência delegatária do CBHSF, AGB Peixe Vivo, Alberto Simon, fazer a apresentação do Termo de Referência (TDR) para atualização da metodologia da cobrança.

    De acordo com Simon, são vários os critérios adotados para a contratação da empresa, sendo 60% do peso para proposta técnica e 40% para preço, valorizando principalmente a experiência e a capacidade de técnica da empresa que se candidatar para executar os serviços, que deverão ser finalizados em até cinco meses a partir da data de contratação.

    A data de lançamento do edital para contratar a empresa ainda não foi definida porque a TDR está em discussão e deve ser encaminhada para a Diretoria Colegiada do Comitê para aprovação, mas o coordenador da CTOC, Renato Junio Constâncio, que conduziu as atividades na reunião, já adiantou que a seleção pode ser finalizada ainda no primeiro trimestre de 2016.

    Prevista na Política Nacional de Recursos Hídricos pela Lei Federal nº 9.433/97, a cobrança pelo uso da água é uma compensação a ser paga pelos usuários de recursos hídricos. Atualmente, são cobrados valores pelos usos de captação, consumo e lançamento de efluentes de usuários com retirada de água superior a quatro litros por segundo, sendo que, na calha do São Francisco, em regra geral, é cobrado 1 centavo de real por metro cúbico de água.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Janeiro 16, 2016

    Governador veta proposição que incluía municípios à RMBH Uma das justificativas apresentadas pelo Executivo é que municípios estariam distantes de BH.

    O governador do Estado vetou totalmente a Proposição de Lei Complementar 145, que altera a Lei Complementar 89, de 2006, que dispõe sobre a Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). O veto foi publicado do Diário Oficial Minas Gerais nesta terça-feira (12/1/16).

    A proposição teve origem no Projeto de Lei Complementar (PLC) 1/15, do deputado Fred Costa (PEN), que foi aprovado pelo Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) no dia 3 de dezembro de 2015.

    O projeto aprovado pretendia incluir no colar metropolitano os municípios de Jequitibá, Itabira, João Monlevade, Santana do Riacho e Catas Altas. Neste colar estariam ainda Barão de Cocais, Belo Vale, Bom Jesus do Amparo, Bonfim, Fortuna de Minas, Funilândia, Inhaúma, Itabirito, Itaúna, Moeda, Pará de Minas, Prudente de Morais, Santa Bárbara, São Gonçalo do Rio Abaixo, São José de Varginha e Sete Lagoas.

    O governador opôs veto total à matéria por considerá-la inconstitucional e contrária ao interesse público. Em justificativa, ele explicou que, ao ser consultada, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Política Urbana e Gestão Metropolitana concluiu que a ampliação de municípios ao colar metropolitano pode prejudicar a construção “dos arranjos para tratativa das funções públicas de interesse comum entre os municípios já pertencentes à RMBH ou ao seu colar”.

    Além disso, segundo o Executivo, a proposição pretende incluir municípios que estão distantes de Belo Horizonte ou que sequer fazem fronteira com nenhum outro da RMBH, além de contrariar o interesse público em razão da inexistência de comprovação de relações que caracterizem a influência do processo de metropolização sobre esses municípios.

    O veto deve ser analisado pela Assembleia em 30 dias, contados a partir da data do seu recebimento em Plenário. Para ser rejeitado, são necessários 39 votos de deputados contrários ao veto.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Janeiro 16, 2016

    Produtos de supermercado têm aumento de 1,88% Procon Assembleia pesquisou preços em 16 supermercados da RMBH, entre dezembro de 2015 e janeiro deste ano.

    Uma pesquisa realizada pelo Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) em 16 supermercados da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) apontou que, entre os meses de dezembro de 2015 e janeiro deste ano, houve um aumento de 1,88% no preço médio dos produtos.

    Entre os 159 itens pesquisados, 99 tiveram aumento, 56 apresentaram redução e quatro produtos não sofreram variações de preço.
    Consulte a pesquisa completa de preços em supermercados.

    Os produtos de alimentação foram os que mais contribuíram para o aumento médio geral de preços, seguidos pelos itens de limpeza e de higiene. No geral, os produtos alimentícios tiveram um aumento de 2,01% e as principais elevações foram constatadas no preço do feijão carioquinha tipo 1 Galante, de 1 quilo (14,98%), e no achocolatado Nescau, de 400 gr (11,71%).

    Nos itens de limpeza, os aumentos mais expressivos foram para as águas sanitárias Brilhante Multiuso, de 2 litros (14,09%), e Santa Clara, de 2 litros (11,28%). No geral, esses produtos tiveram aumento de 1,83%.
    Já os produtos de higiene, que apresentaram aumento médio de 1,35%, as maiores altas foram no preço do papel higiênico Personal Vip Neutro, de oito unidades, folha dupla (12,90%), e no sabonete comum Palmolive, de 90 gr (4,69%).

    Reduções - Os produtos de supermercado que tiveram reduções de preço mais expressivas foram o óleo de soja Soya, de 900ml (6,97%); o papel higiênico de 30 metros Personal Neutro, de 8 unidades, folha simples (5,95%); e o desinfetante Pinho Bril, de 500 ml (16,64%).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Janeiro 16, 2016

    Preços de carnes em açougues de BH sobem 1,55% Levantamento do Procon da Assembleia, realizado nos dias 11 e 12 de janeiro, comparou preços de 37 produtos.

    Os preços das carnes nos açougues de Belo Horizonte subiram, em média, 1,55%. É o que mostra pesquisa do Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizada nos dias 11 e 12 de janeiro. O levantamento comparou preços de 37 produtos e constatou que 25 deles sofreram aumento no preço médio, enquanto 12 tiveram redução.

    Consulte a pesquisa completa de preços em açougues.
    Nas variações por grupo, os cortes bovinos tiveram um aumento de 1,89% em 17 itens pesquisados, com destaque para a picanha, que aumentou 4,21%. Nos cortes de frango, houve um aumento de 0,46% em 11 itens, e a carne suína teve uma queda de 0,07% em 9 itens pesquisados. Os maiores aumentos da carne bovina foram detectados nas regiões Leste (12,52%) e Barreiro (7,16%).

    A carne suína que registrou a maior redução foi a suã especial (-4,41%). Mas, o Procon Assembleia orienta que o consumidor fique atento, pois esse corte apresentou uma grande variação de preço entre os açougues pesquisados (204,08%). As maiores baixas de preço ocorrem nas regiões da Pampulha (-24,92) e Norte (-14,15%).

    O corte suíno que registrou o maior aumento foi o pernil com osso (4,18%).

    De acordo com a pesquisa, a carne de frango teve aumento geral de 0,46%. O corte que registrou o maior aumento foi a asa (4,31%). As maiores altas foram encontradas nas regiões Norte (12,35%) e Nordeste (9,43%). Também nesse caso, vale a pena comparar porque há diferenças de preços entre os estabelecimentos. As maiores variações foram encontradas no corte da coxa (85,84%) e no coração de frango (82,65)
    O Procon orienta que o consumidor deve ficar atento também quando for comprar salsicha a granel, que registrou uma grande variação de preço médio (122%).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Janeiro 15, 2016

    ANA fará nova avaliação dos impactos da vazão reduzida no Velho Chico A crise hídrica que atinge duramente a bacia hidrográfica do rio São Francisco será tema de nova reunião na sede da Agência Nacional de Águas (ANA), no dia 18 de janeiro (segunda-feira), em Brasília (DF). A discussão será em torno dos reservatórios de Sobradinho (BA) e Três Marias (MG). O presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Anivaldo Miranda, acompanhará a reunião por videoconferência, na secretaria do colegiado, em Maceió.

    A pauta principal da reunião será a avaliação dos impactos provenientes das restrições de vazão do Velho Chico. A prática se tornou recorrente desde 2013, quando a vazão do rio foi reduzida de forma paulatina, de 1.300 metros cúbicos por segundo (m³/s) para o nível atual, de 850 m³/s.

    O presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, Anivaldo Miranda, tem externado constantemente a posição crítica do colegiado com relação à medida.

    Miranda tem apresentado, inclusive, propostas com vistas a evitar as restrições de vazão e defendido firmemente a adoção de novas matrizes energética para o país, a exemplo da eólica e da biomassa.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Janeiro 15, 2016

    PÍLULAS de Economia

    Fonte
    Diário do Comércio

    Diminui a demanda
    por serviços no Estado

    Retração dos rendimentos das famílias
    afeta o setor

    Um dos últimos segmentos a ser prejudicado pelos impactos da crise econômica, o setor de serviços apresentou crescimento nos últimos cinco anos. Em 2015, a falta de dinamismo da economia se acentuou e o volume de serviços prestados em Minas Gerais registrou uma retração de 7,9% em novembro frente ao mesmo período de 2014.

    ECONOMIA
    Contagem anuncia edital para explorar aterro local
    Planta de 4 milhões de euros terá a capacidade de três MW/mês

    Itabira deve ganhar 2º distrito industrial
    Vale fez a doação de um terreno de aproximadamente 300 mil hectares para abrigar novas empresas

    AGRONEGÓCIO
    Café em cápsulas ganha mercado em Minas
    Maior demanda por grãos especiais leva os cafeicultores a investirem na qualidade final do produto

    LEGISLAÇÃO
    Repatriação de recursos é sancionada
    Dilma veta 12 artigos da lei que cria o regime especial para regularização de valores no exterior
    INTERNACIONAL
    Fiat nega falsificação de registros de carros nos EUA
    A denúncia foi feita pelo grupo de concessionárias Napleton

    NEGÓCIOS
    Aéreas reveem planos e cancelam rotas regionais
    Voos diretos do terminal para Uberlândia e Goiânia, operados pela Gol ,serão extintos em 21 de fevereiro

    Mães de 1ª viagem lançam mão do crowdfunding
    Plataforma já soma 12 mil perfis

    POLÍTICA
    Orçamento da União é sancionado sem vetos
    LOA de 2016 prevê receitas de R$ 2,954 trilhões incluindo a CPMF

    FINANÇAS
    Dólar recua e volta a ficar abaixo de R$ 4
    Alta na cotação internacional do petróleo foi o principal motivo para queda da moeda norte-americana

    ESPECIAIS

    DC MAIS
    Animação brasileira é pela 1ª vez indicada ao Oscar

    OPINIÃO/EDITORIAL
    Mesmo enredo e outros atores


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Janeiro 14, 2016

    PÍLULAS de Economia

    Fonte
    Diário do Comércio

    Inovação no campo
    leva Minas ao protagonismo

    Agronegócio
    colhe os frutos dos investimentos
    em tecnologia

    Para o Brasil conseguir sustentar o título de potência agrícola, foi preciso realizar uma série de transformações no agronegócio nas últimas décadas. Os investimentos constantes em tecnologias e inovação estão entre as principais. Em Minas Gerais os produtores têm se beneficiado com o aparecimento de novas técnicas e equipamentos, que além de garantir o desenvolvimento de produtos de alta qualidade ainda contribuem para a redução dos custos de produção, melhor uso dos recursos e maior competitividade em um mercado global cada vez mais disputado.

    ECONOMIA
    Samarco entrega plano ao Tribunal de Justiça
    Estudos indicam possíveis consequências de novo colapso e apresenta as ações imediatas, caso isso ocorra

    Recuperação em novembro ainda não salva as vendas do varejo
    Desemprego afeta a retomada do setor

    Indústria de cimento em retração
    Aportes na expansão foram desnecessários diante da queda na demanda no País

    LEGISLAÇÃO
    Adesão ao Simples tem prazo até o próximo dia 29
    Regime reduz burocracia para empresas no pagamento de impostos
    I
    NTERNACIONAL
    Lava Jato vira "saia-justa"
    Assunto gera mal-estar para membros do Fórum Econômico Mundial

    NEGÓCIOS
    Arquiteta mineira cria novo conceito para parques infantis
    Empresa executa 50 projetos por ano

    Startup mineira Siteware recebe aporte de R$ 2,5 milhões do Criatec II
    Empresa planeja a compra de uma concorrente do Estado

    POLÍTICA
    Janot aponta favorecimento de Collor
    BR Distribuidora "foi entregue" pelo ex-presidente Lula ao senador em 2009, afirma procurador

    FINANÇAS
    Fluxo Cambial: saldo fica negativo na primeira semana
    Saída de dólares superou a entrada em US$ 1,112 bilhão entre os dias 4 e 8 de janeiro, informa BC

    ESPECIAIS
    DC MAIS
    Bibliotecas estaduais têm acervo para deficiente visual

    ACERVO
    HÁ 40 ANOS | Piscicultura já tem estação em Volta Grande

    OPINIÃO/EDITORIAL
    Mobilidade empacada


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Janeiro 14, 2016

    Servidores estaduais deverão ter treinamento em Libras Governo deverá colocar, nas repartições públicas, profissionais intérpretes da língua de sinais.

    Foi publicada no Diário Oficial Minas Gerais desta terça-feira (12/1/16)
    a sanção à Lei 21.964, que altera a Lei 10.379, de 1991.

    Esta norma reconhece oficialmente a linguagem gestual codificada como meio de comunicação objetiva e de uso recorrente (Libras). A Lei 21.964 tramitou na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) na forma do Projeto de Lei (PL) 1.015/15, de autoria do deputado Alencar da Silveira Jr. (PDT).

    Foi inserido parágrafo único ao artigo 2º da Lei 10.379, determinando que o Estado qualificará servidores públicos estaduais para o atendimento ao disposto nesse artigo, que assegura o uso e a difusão da Libras nas produções audiovisuais realizadas pelos seus órgãos e entidades. O dispositivo alterado já determina que o governo deverá colocar, nas repartições públicas voltadas para o atendimento externo, profissionais intérpretes da língua de sinais.
    A lei entrou em vigor na data da publicação.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Janeiro 14, 2016

    Lei revoga criação da APA Fazenda Capitão Eduardo Objetivo é construir no local, que estaria descaracterizado por expansão urbana, habitações para famílias de baixa renda.

    A revogação da Lei 13.958, de 2001, que criou a Área de Proteção Ambiental (APA) Capitão Eduardo, foi publicada no Diário Oficial de Minas Gerais nesta terça-feira (12/1/16). Essa revogação acontece por meio da Lei 21.965, que tramitou na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) na forma do Projeto de Lei (PL) 2.152/15, de autoria do deputado Gustavo Corrêa (DEM).

    A APA foi criada há 14 anos com o objetivo de proteger o ecossistema natural da região, no limite da Capital mineira com Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Mas, de acordo com o autor da proposta, o processo acelerado de expansão urbana da região e a ausência de implementação de ações objetivas teriam levado à descaracterização da área protegida, havendo a necessidade de regulamentação diferenciada, para permitir a preservação das áreas verdes remanescentes e o ordenamento da ocupação territorial.

    O objetivo é, segundo Gustavo Corrêa, permitir que seja construído no local um projeto habitacional voltado para famílias de baixa renda, dentro do programa federal Minha Casa, Minha Vida.
    A lei entrou em vigor na data da publicação.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Janeiro 14, 2016

    Governador sanciona atualização do PMDI Lei contém previsão de investimentos e planejamento de ações do governo a longo prazo. Pimentel vetou dois dispositivos.

    Foi publicada no Diário Oficial de Minas Gerais desta quarta-feira (13/1/16) a sanção do governador à Lei 21.967, que atualiza o Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI). Fernando Pimentel, porém, vetou o inciso III (emenda nº 17) e o inciso VI (subemenda nº 1 à emenda nº 1). A norma tramitou na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) na forma do Projeto de Lei (PL) 3.039/15, de autoria do próprio governador, e foi aprovada em 17/12/15.

    A lei atualiza o PMDI 2015-2027
    e contém a previsão de investimentos e planejamento de ações do governo
    a longo prazo.

    O PMDI 2015-2027 vai substituir o anterior,
    cuja vigência era de 2011 a 2030.
    A apresentação de um novo documento
    foi justificada pelo governo em virtude das mudanças econômicas
    que o Estado enfrenta.

    Para tentar evitar o envio de um novo plano antes do fim do prazo, o novo PMDI tem um prazo menor e ainda pode sofrer revisões ao longo de seus 12 anos de duração. O plano tem como objetivo orientar a promoção do desenvolvimento econômico e social sustentável, para reduzir, de forma estrutural, as desigualdades sociais e regionais.

    A atualização faz com que o PMDI passe a ser organizado por eixos da ação governamental, que incorporam as dimensões da participação, do desenvolvimento de pessoas, da sustentabilidade fiscal, do modelo de gestão e da sustentabilidade territorial na formulação de suas respectivas políticas públicas.

    Para cada eixo, foram descritas as áreas, os objetivos estratégicos, as estratégias prioritárias e as estratégias complementares. A metodologia de elaboração considerou a participação social, assim como de entidades governamentais, e as demandas dos 17 Fóruns Regionais de Governo.

    Vetos - Na Mensagem 122, de 2016, publicada na mesma edição do Diário Oficial, o governador explica as razões dos vetos aos dois dispositivos. Segundo justificativa, o inciso III, originado na emenda n° 17, foi vetado por conter inconsistências em relação à proposta original no quadro que contém a estrutura dos eixos. De acordo com a mensagem, a área “Desenvolvimento de Cidades e Regiões Metropolitanas” deveria pertencer ao eixo “Infraestrutura e Logística” e a área “Defesa Social” deveria apresentar a nomenclatura “Segurança Pública”.
    A subemenda n° 1 à emenda n° 1 trata da substituição da expressão “Eixo de Desenvolvimento Produtivo, Científico e Tecnológico” por “Eixo de Desenvolvimento Produtivo, Científico, Tecnológico e Meio Ambiente”. De acordo com a mensagem, ela foi vetada porque a expressão “Meio Ambiente” já estaria refletida na área, bem como nos seus objetivos estratégicos e estratégias prioritárias e complementares.

    O governador salientou, ainda, que essas nomenclaturas foram amplamente discutidas com mais de 530 representantes do governo dos níveis estratégico, técnico e gerencial, além de aproximadamente 50 especialistas que participaram da coordenação e elaboração do documento, somado às discussões promovidas em 17 Fóruns Regionais, que contaram com a participação de mais de 25 mil pessoas.
    “Com esses fundamentos, a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão conclui que a redação dos dispositivos vetados contraria o interesse público, na medida em que não refletem o resultado das discussões realizadas nos Fóruns Regionais de Governo para o desenvolvimento de projetos de interesse para a população do Estado”, diz a mensagem do governador.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Janeiro 13, 2016

    PÍLULAS de Economia

    Fonte
    Diário do Comércio

    Setor industrial em Minas
    perde fôlego e encolhe

    Crise,
    baixa produtividade e custo Brasil
    agravaram o desempenho

    A produção industrial mineira registrou queda de 7,5% no acumulado de janeiro a novembro de 2015 frente ao mesmo período de 2014. Com o resultado, o setor encolheu nos últimos anos. Está 20,3% menor do que em 2008, período em que a crise econômica internacional quebrou um ciclo de altas seguidas. Caso fosse mantida a média de crescimento alcançada entre 2001 e 2008, hoje a indústria do Estado estaria 43,2% acima do nível que se encontra. Segundo os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a expansão acumulada entre 2001 e 2008 do setor no Estado foi de 31,1%. No Brasil, foi um pouco menor, 28,2%.

    ECONOMIA
    Extrema é destaque em índice de desenvolvimento municipal, diz Firjan
    Município subiu da 30ª posição em 2014 para a 1ª em 2015

    Pão de queijo conquista os EUA
    Empresa pretende estar presente em até 10 mil lojas ainda neste ano

    AGRONEGÓCIO
    Brasil busca maior parceria com a Rússia
    Dilma Rousseff assina plano de ação para elevar o patamar comercial entre os 2 países a US$ 10 bilhões por ano

    LEGISLAÇÃO
    Adesão ao MEI sobe 23,3% em Minas
    Número total de formalizações no Estado chegou a 117 mil em 2015, aponta o Sebrae
    INTERNACIONAL
    Analistas apostam na perda de fôlego do PIB da China
    Produto Interno Bruto apresentou alta de cerca de 7,0% em 2015

    NEGÓCIOS
    Filial de Sete Lagoas pode render fôlego à MVC
    Negócios no Estado representam hoje apenas 5% do faturamento

    Vetos do Marco da Ciência desagradam
    Instituições ligadas à pesquisa no País já se mobilizam para desarticular alguns vetos no Congresso

    POLÍTICA
    Cerveró revela negociação com Lula
    Indicação para diretoria da BR Distribuidora seria retribuição por quitação de empréstimo para PT

    FINANÇAS
    Bolsa volta a cair e atinge o menor nível em seis anos
    Quinta retração consecutiva foi puxada por papéis da Petrobras

    ESPECIAIS
    DC FRANQUIA
    Mundo Verde abre 27ª loja em Minas

    DC MAIS
    Governador veta ampliação da RMBH

    OPINIÃO/EDITORIAL
    Austeridade é impositiva



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Janeiro 12, 2016

    Abrasel Minas apresenta seu novo presidente A partir de janeiro de 2016, o Conselho de Administração da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Minas Gerais (Abrasel MG) terá novo presidente. Quem assume o cargo, conforme as regras estatutárias da instituição é o conselheiro Ricardo Rodrigues, sócio proprietário do tradicional restaurante Maria das Tranças em Belo Horizonte. Esta transição acontece de maneira acordada, consensual e planejada na Abrasel e deve-se, também, à decisão do antigo presidente, Fernando Júnior, que estará voltado para projetos pessoais e trabalho no Grupo Meet, do qual é proprietário.

    Para Fernando, não se trata de um afastamento. “A alternância de poder é importante em qualquer lugar, em qualquer empresa. A Abrasel possui um conselho consultivo atuante formado por ex-presidentes do qual agora terei o prazer de fazer parte, e nele continuaremos defendendo o diferencial competitivo que a gastronomia mineira tem”, expressa.

    Fernando Júnior deixa o cargo com um legado muito positivo para a Abrasel, destacando o grande e exímio trabalho desenvolvido em Minas Gerais. “A seccional mineira tem grande relevância no cenário nacional, afinal, é ela que representa a ‘Capital Mundial dos Bares’ e as diversas regiões do ‘Estado da Gastronomia’”.

    Júnior ainda complementa que as dezenas de leis relacionadas ao setor da alimentação fora do lar que estiveram em pauta nos últimos anos, servem para provar que a Abrasel em Minas Gerais tem muito trabalho pela frente. “A associação ainda tem muito pelo que lutar em relação às questões trabalhistas e tributárias. Manter uma competição justa e representar os mais de 630 mil empregos na área é um desafio não só meu, mas de todo o conselho e gestão que trabalha unida.

    O novo presidente já chega ao cargo com uma vasta experiência, tanto na gestão de restaurantes quanto na gestão da associação. E suas novas ideias certamente ajudarão a melhorar e aprimorar o setor”, salienta.

    Para Ricardo, esse não é um momento de transição, visto que ele já trabalha junto com Fernando no conselho de administração da Abrasel há um ano e quatro meses e agora será responsável por encerrar seu ciclo na presidência pelo próximo período que se encerra em 2017, dentro um ano e oito meses. Sua expectativa é continuar representando e desenvolvendo o setor como a Abrasel vem fazendo com eficiência e eficácia. “Toda a estrutura da entidade permanece a mesma. O formato das ações do grupo agora ganha a implantação de novas ideias, contando sempre com os parceiros da iniciativa pública e privada que são essenciais para a instituição”, comenta.

    Perfil do novo presidente
    Com 46 anos, natural de Belo Horizonte e formado em processamento de dados, Ricardo Rodrigues trabalha desde os 9 no restaurante Maria das Tranças, que hoje é considerado referência na gastronomia mineira. Possui duas unidades em Belo Horizonte, uma na região da Savassi e outra no bairro São Francisco.

    Rodrigues faz parte da terceira geração que atualmente comanda o restaurante que está há 65 anos no mercado.
    Ricardo Rodrigues é membro da Abrasel Minas há 13 anos e já foi vice-presidente em duas gestões: na de Roberto Noronha (2002 - 2007) e na de Paulo Nonaka (2007 - 2011). A extensa e dedicada atuação na Abrasel conferiu a Rodrigues uma vasta experiência sobre as especificidades do setor de alimentação fora do lar; sobre os mercados de Belo Horizonte e Minas Gerais; sobre os projetos e ações da instituição e sobre os ambientes e trade político, empresarial, da gastronomia e do turismo.
    Assintura Email Lucas


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Janeiro 12, 2016

    Uai sô. Que bão!!!Pão de queijo FORNO DEMINAS chega ao consumidor americano Por meio de uma parceria com a Cole’s Quality Foods, expectativa é atingir dez mil pontos de vendas até o final do ano

    Conhecido por sua qualidade e seu autêntico sabor caseiro, o pão de queijo da Forno de Minas é líder no mercado brasileiro e possui apreciadores em várias partes do mundo.

    Nos Estados Unidos, por exemplo, está presente há 12 anos e consolidou-se no segmento étnico de mercado. Agora, por meio da parceria firmada com a Cole’s Quality Foods, o produto chega aos consumidores americanos.

    Atualmente, já está disponível em cerca de 800 lojas,
    incluindo Shoprite (grande Nova Iorque), Jewel Osco (grande Chicago)
    e entrando no Giant Eagle (Pittsburg).

    A expectativa é atingir dez mil pontos de vendas até o final do ano.
    “A Cole’s é pioneira na categoria de Pães Congelados, com distribuição em todos os grandes varejistas dos Estados Unidos.

    Dessa forma, a parceria nos agrega expertise de vendas, sem falar na sinergia de cultura das duas empresas,” diz o representante da Forno de Minas nos Estados Unidos, Fred Rodrigues. O presidente da empresa, Helder Mendonça, acredita que o tradicional pão de queijo mineiro vai conquistar o paladar dos americanos. “Essa parceria tem tudo para ser bem sucedida”, ressalta.

    De acordo com os termos da parceria, a Cole’s é responsável pelas vendas e distribuição da marca mineira, enquanto a Forno de Minas tem a responsabilidade de promover a categoria e desenvolver a marca junto aos consumidores e varejistas. Para o presidente da Cole’s, Bruce Kratt, o pão de queijo da Forno de Minas é a inovação que o mercado está esperando. “Um produto delicioso, feito apenas com ingredientes naturais e com o benefício adicional de ser livre de glúten”, comenta.

    Sobre a Forno de Minas
    A Forno de Minas Alimentos S/A, tradicional indústria de alimentos congelados e líder de mercado na comercialização de pães de queijo no Brasil, nasceu do sucesso da receita caseira de pão de queijo da Dona Dalva.

    Fundada em 1990, gerida pela própria Dona Dalva e pelos filhos Hélida e Helder, é nacionalmente reconhecida pela qualidade, praticidade e tradição de seus produtos. Tem o pão de queijo preferido dos brasileiros e oferece soluções para todas as ocasiões de consumo, com um portfólio de mais de 20 produtos, que atendem tanto o varejo quanto o food service.

    Em 2009, foi readquirida pela família Mendonça,
    10 anos depois de ficar sob controle de uma multinacional norte-americana.

    A sede da empresa é em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, e possui 24 mil m². A Forno de Minas também possui um Indústria de Laticínios própria, que produz o queijo e outros produtos para a fábrica. Com mais de 800 colaboradores e seis filiais (Contagem, São Paulo capital, interior de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Brasília), a empresa exporta pães de queijo para os Estados Unidos, Canadá, Portugal, Inglaterra, Chile, Uruguai e Emirados Árabes.

    Sobre a Cole’s Quality Foods
    A Cole’s Quality Foods foi fundada em 1943 por L. Carroll Cole, mas foi na década de 70, sob a liderança de Wesley S. Devon, que a Cole’s desenvolveu o primeiro pão de alho congelado nos EUA, criando a categoria no varejo. Com distribuição em todos os grandes varejistas dos EUA, Cole’s é hoje uma das empresas líderes no país. Sempre em busca de inovação, foi pioneira de várias outras categorias no varejo americano como Texas Toasts, Breadsticks e Cheesesticks. (http://www.coles.com)

    Serviço Forno de Minas:
    Os produtos Forno de Minas podem ser encontrados nas maiores redes supermercadistas e food service do país.
    www.fornodeminas.com
    0800 725 0808


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Janeiro 12, 2016

    Boa notícia!!! Nas Pílulas de Economia: em Juiz de Fora, a M. Dias Branco investirá R$ 400 milhões em Minas até 2017

    Fonte
    Diário do Comércio

    Grupo é considerado
    5º maior do mundo em massas alimentícias

    Após anunciar inversões da ordem de R$ 300 milhões em uma fábrica de massas e biscoitos em Juiz de Fora, na Zona da Mata, no ano passado, a empresa aportará mais R$ 100 milhões na construção de um moinho de trigo e dois centros de distribuição (CDs). O complexo será erguido em um terreno de aproximadamente 600 mil metros quadrados, próximo à BR-040, na saída para o Rio de Janeiro. A prefeitura suspendeu o pagamento de R$ 51 milhões em impostos, que serão "devolvidos" pela empresa ao longo de 10 anos.

    ECONOMIA
    China continuará a derrubar o preço do minério de ferro
    Política chinesa causou redução do consumo global e retraiu a demanda pelo insumo siderúrgico

    Malls da Grande BH antecipam campanhas para manter vendas
    Ordem é "desovar" os estoques

    AGRONEGÓCIO
    Faturamento de Minas com exportações tem retração
    Queda nos preços internacionais

    Pecuária prevê desempenho melhor em 2016
    A tonelada foi negociada em média a US$ 4 mil, em 2014 o produto estava avaliado em US$ 4,5 mil, retração de 11%.
    INTERNACIONAL
    Multinacionais recebem incentivos fiscais irregulares
    Empresas vão pagar cerca de 700 milhões de euros em tributos

    NEGÓCIOS
    Inovação eleva faturamento da MG Pré Moldados em 25%
    Empresa lançou em 2015 tubo de concreto com junta elástica

    Governo vai implantar novas salas de cinema no Estado
    Codemig atuará como fomentadora

    POLÍTICA
    Benefícios do INSS têm reajuste de 11,28%
    Gastos da Previdência subirão R$ 21,5 bi em 2016 com pagamento para quem ganha acima do mínimo

    FINANÇAS
    Mercado está pessimista com a economia em 2016
    Analistas estimam que o PIB deverá recuar 2,99% neste ano

    ESPECIAIS

    DC TECNOLOGIA
    Dilma sanciona Marco de Ciência e Tecnologia

    ACERVO
    HÁ 50 ANOS | BD aprova financiamento para cinco novas indústrias de MG

    CIEE
    CIEE/MG implanta o Programa Aprendiz

    OPINIÃO/EDITORIAL
    Uma receita fora do ponto


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Janeiro 11, 2016

    PÍLULAS de Economia

    Fonte
    Diário do Comércio

    Inflação na Grande BH é a maior em 12 anos

    No ano passado IPCA foi de 9,22%

    Os preços administrados pelo governo foram os principais vilões da inflação, com destaque para a energia elétrica e a variação do preço da gasolina, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O indicador da energia residencial registrou expansão de 41,85%. Já o do combustível encerrou a 21,81%. Com a soma dos dois itens a pressão foi de 34,73%. Já a inflação de Belo Horizonte, medida pela Fundação Ipead/UFMG, chegou a 11,82%, a maior dos últimos 20 anos.

    ECONOMIA
    Mercado imobiliário de BH registra queda nos negócios
    Transações movimentaram R$ 7,72 bilhões entre janeiro e setembro de 2015

    Sob controle de multinacional, Inpa pode ter expansão
    Comando passou para a irlandesa Smurfit Kappa

    AGRONEGÓCIO
    Preços incentivam plantio de soja no País
    Mesmo com cotações externas em baixa, real desvalorizado permite que produtores obtenham lucro

    LEGISLAÇÃO
    Governo expulsou 332 servidores por corrupção em 2015
    Ao todo, foram demitidos 541 funcionários públicos
    INTERNACIONAL
    Bolsas encerram semana em recuperação
    Mercado reagiu bem à suspensão do mecanismo de circuit breaker anunciado pelo governo do país

    DC TURISMO
    Número de foliões em Belo Horizonte deve saltar 25%
    São esperadas cerca de 500 mil pessoas de outras localidades para os festejos de 2016

    117 milhões de pessoas andaram de avião em 2014
    Do total, quase 96 milhões são passageiros em voos domésticos e 21,3 milhões em trechos internacionais

    POLÍTICA
    Ministro do STF quebra sigilos de Cunha
    Esposa e filha também serão investigadas pela PGR por suspeita de manter contas sigilosas na Suíça

    FINANÇAS
    Dólar recua com alívio vindo da China
    Já a bolsa de valores teve um dia instável e o principal índice do País fechou com queda de 0,20%

    ESPECIAIS

    ACERVO
    HÁ 30 ANOS | Mercado absorve a opção em substituição ao café

    OPINIÃO/EDITORIAL
    Conversar e ouvir mais


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Janeiro 10, 2016

    Nesta segunda na ALMG!!! Situação de empreendimento da Samarco pauta audiência Reunião, que vai abordar também o licenciamento ambiental, será nesta segunda (11), às 10 horas, no Plenarinho IV. Com o objetivo de debater a situação do empreendimento da Samarco no município de Mariana (Região Central do Estado), a Comissão Extraordinária das Barragens da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizará uma audiência pública nesta segunda-feira (11/01/16), às 10 horas.

    A reunião, que também abordará a regularidade do licenciamento ambiental, a fiscalização e as consequências legais, ambientais e humanas decorrentes do rompimento da Barragem de Fundão no último dia 5 de novembro, será no Plenarinho IV.

    A audiência pública foi solicitada pelos deputados Agostinho Patrus Filho (PV), que preside a comissão; João Magalhães (PMDB), vice-presidente; Rogério Correia (PT), relator; Celinho do Sinttrocel (PCdoB), Celise Laviola (PMDB), Cássio Soares (PSD), Bonifácio Mourão (PSDB), Gustavo Valadares (PSDB), Gustavo Corrêa (DEM), Gil Pereira (PP), e Thiago Cota (PMB).

    Todos integram a comissão.
    Foram convidados para a reunião
    o secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Sávio de Souza Cruz;
    o coordenador-geral das Promotorias de Meio Ambiente por Bacias Hidrográficas do Estado de Minas Gerais e coordenador do Núcleo de Resolução de Conflitos Ambientais do Ministério Público de Minas Gerais, Carlos Eduardo Ferreira Pinto,
    e o diretor de fiscalização do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Walter Lins Arcoverde.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Janeiro 9, 2016

    Novo partido !!!

    Novo partido na praça,
    PCD procura lideranças
    para ingressar em Minas Gerais

    PCD QUER INGRESSAR EM MINAS GERAIS

    Um novo partido está sendo criado no Brasil, o Partido Consciência Democrática - PCD. Ele foi idealizado em Goiás, de onde vem a sua presidente nacional, a socióloga Érica Cruvinel, que em 2014, disputou vaga de Deputada Estadual pelo PMN goiano.
    A nova sigla agora, busca se fortalecer nos Estados e procura lideranças que queiram fazer a expansão da legenda em Minas Gerais.

    Os interessados devem falar com Flávio Brito -
    Secretário Nacional PCD - Celular (061) 9343 0059 (Claro)/
    (61) 8144-7907 (Tim), ou, e mail: executiva.partidopcd@gmail.com.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Janeiro 9, 2016

    Oportunidade!!! Inscrições para o programa de aceleração de STARTUPS iniciam nesta sexta-feira (8/1) Ao todo, vão ser selecionadas 40 equipes para integrar a terceira edição do Seed. Empreendedores brasileiros e estrangeiros podem participar

    Inscrições para o programa de aceleração de startups iniciam nesta sexta-feira (8/1)

    Ao todo, vão ser selecionadas 40 equipes para integrar a terceira edição do Seed. Empreendedores brasileiros e estrangeiros podem participar

    ícone de compartilhamento
    Iniciam nesta sexta-feira (8/1) as inscrições para a terceira rodada do Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development (Seed), programa de aceleração de startups do Governo de Minas Gerais. Todos os interessados deverão submeter suas inscrições por meio de formulário eletrônico disponível no endereço www.minasdigital.mg.gov.br/seed até o dia 3 de fevereiro de 2016.

    A seleção será composta por três fases, com um primeiro corte dos 160 melhores, seguido por outro com apenas 60, e, finalmente, a eleição dos 40 participantes da terceira edição do programa.Caso o número de projetos aprovados na etapa de enquadramento seja igual ou menor que 160, o julgamento será realizado em apenas duas fases.

    No julgamento serão avaliados os critérios Equipe, Negócio, Tecnologia e Potencial de Impacto e os projetos submetidos também deverão ser passíveis de desenvolvimento em Minas Gerais. O início da primeira turma está previsto para maio de 2016, com o resultado da seleção dos projetos publicado no Diário Oficial de Minas Gerais a partir de 30 de março.

    Em relação à verba, é importante esclarecer que o programa não funciona mais no sistema de reembolso – as compras necessárias serão realizadas pelo programa com o valor de investimento – e a contrapartida diminuiu para 5%. No total, está mantido o valor máximo de R$ 80 mil (R$ 44 mil de investimento e bolsas de R$ 12 mil para cada empreendedor, sendo até três sócios de cada empresa).

    Estão aptas a participar do programa as equipes compostas por dois ou três empreendedores que tenham idade mínima de 18 anos. Estes devem ser brasileiros, natos ou naturalizados, ou estrangeiros em condições de permanecer no Brasil - estes terão o visto facilitado, na cidade de Belo Horizonte, no período de realização do programa.

    A íntegra do edital está disponível,
    nos idiomas português e inglês,
    nos sites www.minasdigital.mg.gov.br/seed e
    www.fundep.ufmg.br.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Janeiro 9, 2016

    Estado vai financiar tecnologias para recuperação da Bacia do Rio Doce Fapemig apresentou, em Belo Horizonte, quatro novos editais, entre eles um direcionado às áreas impactadas pelos rejeitos de mineração


    Fapemig apresentou, em Belo Horizonte,
    quatro novos editais, entre eles um direcionado às áreas impactadas
    pelos rejeitos de mineração

    Soluções rápidas e eficazes para a recuperação das áreas afetadas pelo rompimento da barragem em Bento Rodrigues, distrito de Mariana, na região Central do estado. Esse foi o desafio proposto aos pesquisadores de Minas Gerais e do Espírito Santo com o lançamento da chamada 04/2016 “Tecnologias para recuperação da Bacia do Rio Doce”.

    A iniciativa, anunciada nesta quinta-feira (7/1), é fruto de uma parceria entre a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

    A previsão é de um investimento de R$ 6,7 milhões nos projetos aprovados. As propostas relacionadas a essa chamada devem ser direcionadas de acordo com quatro linhas temáticas: "Recuperação do solo", "Recuperação da água", "Recuperação da biodiversidade" e "Tecnologias sociais". As linhas foram definidas após debates com pesquisadores de diferentes áreas que, durante um workshop realizado no início de dezembro, apresentaram sugestões e demandas que atenderiam com maior eficácia a área impactada.

    As propostas podem ser submetidas até 7 de março de 2016. De acordo com o presidente da Fapemig, Evaldo Ferreira Vilela, o que se espera são produtos e tecnologias que busquem soluções para problemas que atingem as regiões afetadas. “Os projetos podem até resultar em artigos e livros, mas não é esse o foco. Estamos em busca de tecnologias que ajudem na recuperação do meio ambiente, e que também levem em consideração as populações afetadas”. Por isso, a chamada prevê que, a cada seis meses, os pesquisadores forneçam relatórios de acompanhamento para verificar os avanços das iniciativas.

    Parcerias

    Durante o evento, foram assinados, ainda, dois acordos de cooperação. Um deles, com a Fapes, prevê a elaboração de uma nova chamada pública com foco na recuperação das condições socioambientais dos municípios afetados pelo rompimento da barragem. Essa chamada vai privilegiar propostas em rede, ou seja, apresentadas por grupos que incluam pesquisadores dos dois estados ou mais. O outro acordo foi assinado com a Capes e prevê a colaboração mútua para implementação de ações e programas que visem ao aprimoramento de competências na área de desastres naturais.

    Quase R$40 milhões para pesquisas

    O presidente da Fapemig anunciou também o lançamento de outras três chamadas que, juntas, totalizam um investimento de quase R$ 40 milhões. Um deles é o edital Universal, que apoia pesquisas em todas as áreas do conhecimento. Já tradicional na instituição, ele prevê um investimento de R$ 23 milhões e receberá propostas até 28 de março.

    Também foi apresentado o edital do Programa Pesquisador Mineiro (PPM), que financia, por meio da concessão de apoio financeiro mensal (grants), pesquisadores vinculados a projetos de pesquisa científica, tecnológica ou de inovação em desenvolvimento. Serão investidos R$ 8 milhões e as propostas devem ser enviadas até 14 de março.

    Já o edital da Bolsa de Incentivo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Tecnológico (BIPDT) irá apoiar, por meio da concessão de bolsas, pesquisadores que são servidores públicos estaduais. As submissões podem ser feitas até o dia 21 de março e os recursos são da ordem de R$ 2 milhões.

    Outras informações podem ser obtidas com a Central de Informações da Fapemig,
    pelo e-mail ci@fapemig.br.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Janeiro 8, 2016

    Para os Amantes do VINHO!!!

    CASA RIO VERDE PROMOVE TRÊS EDIÇÕES
    DO CURSO DE VINHOS EM JANEIRO


    Quanto mais conhecemos sobre algum assunto, mais prazer podemos extrair dele. Com o vinho não é diferente. Conhecer sobre o vinho aumenta a satisfação no momento de consumir.

    Pensando nisso, a Casa Rio Verde programou para janeiro três edições do “Curso de Iniciação ao Vinho”, nas datas 11,12 e 13 (das 19h às 22h), dia 23 (das 9h às 19h, com uma hora de almoço) e nos dias 25,26 e 27 (das 19h às 22h).

    O curso é uma oportunidade para quem deseja conhecer mais sobre o universo do vinho, abrangendo desde técnicas de degustação, harmonização vinho x comida, regiões produtoras e principais variedades de uvas. Durante o curso são degustados 12 rótulos, cada um de um estilo de vinho. As aulas acontecem na sala de treinamento da Praça Marília de Dirceu, 104, bairro de Lourdes.

    Curso de Iniciação ao Vinho - Casa Rio Verde – janeiro
    Datas – 11,12 e 13 janeiro; dia 23 (sábado); dias 25,26 e 27 janeiro
    Carga horária: 9 horas
    Degustação: 12 rótulos de diferentes estilos
    Material didático: Apostila
    Local: Casa Rio Verde - Praça Marília de Dirceu, 104 – Lourdes
    Valor do investimento: R$ 299 por pessoa (capacidade 18 pessoas) – sócios do VinhoClube da Casa Rio Verde pagam R$209,30
    Telefone para inscrições: (31) 3275-1237

    Informações no site www.casarioverde.com.br
    DIVULGAÇÃO: Regina Perillo Comunicação
    Tel: 31-9128-5616 – 3461-6785 –regina@reginaperillo.com


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Janeiro 8, 2016

    Pílulas de Economia. Na contramão da crise empresas crescem em Minas Gerais

    Fonte
    Diário do Comercio

    Na contramão da crise empresas
    crescem em Minas Gerais

    Bom desempenho
    passa pelo aumento da produtividade e inovação

    Mesmo diante de um cenário econômico adverso, empreendimentos de diferentes setores do Estado cresceram durante a crise. Os empresários entrevistados pelo DIÁRIO DO COMÉRCIO que se sobressaíram foram em busca da inovação, do planejamento e se adaptaram rapidamente às mudanças impostas pelo mercado. Para este ano os desafios permanecem, assim como os esforços para continuar crescendo e identificando mais oportunidades para elevar o faturamento, abrir unidades e aumentar o quadro de funcionários.

    ECONOMIA
    Alta do diesel força reajuste no valor do frete em Minas
    Dilma Rousseff assina plano de ação para elevar o patamar comercial entre os 2 países a US$ 10 bilhões por ano

    Fiat mantém liderança no mercado
    Mas emplacamentos da marca chegaram a 439.165 em 2015 ante 698.145 em 2014

    AGRONEGÓCIO
    Novas regras vão favorecer a pecuária de leite
    Produtor terá assistência técnica

    LEGISLAÇÃO
    Extinção de empresas sobe em Minas Gerais
    No ano passado foram fechados 26.989 empreendimentos contra 22.380 em 2014

    NEGÓCIOS
    Fapemig lança edital em prol da Bacia do Rio Doce
    Investimento inicial está previsto em R$ 6,6 milhões

    FINANÇAS
    Saldo da poupança cai pela primeira vez em 20 anos
    Saldo ficou negativo em R$ 53,5 bilhões no ano passado, informa Banco Central

    POLÍTICA
    Dilma quer mudar aposentadoria
    Presidente defende uma reforma da Previdência com elevação da idade mínima

    DC INOVAÇÃO
    Clube do Networking amplia rede de contatos

    DC MAIS
    Visita ao CIEE-MG

    ACERVO
    HÁ 20 ANOS | 400 demissões no comércio de BH

    OPINIÃO/EDITORIAL
    Exame de consciência


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Janeiro 7, 2016

    PÍLULAS de Economia

    Fonte
    Diário do Comércio

    Demanda mundial pelo MILHO
    continuará elevada

    Quinto maior produtor do cereal no país, Minas Gerais aproveitou a exportação recorde do Brasil para embarcar 506,26 mil toneladas, uma expansão de 1.286% frente ao volume de 2014, considerado o segundo maior da história. O milho produzido em Minas, além do consumo interno, é destinado a 34 países, com destaque para a Coreia do Sul, Taiwan, Malásia, Vietnã e Venezuela. No ano passado, o Estado faturou US$ 85 milhões com as exportações do grão, valor 1.131% maior que os US$ 6,96 milhões registrados em 2014.

    ECONOMIA
    Superávit de Minas recuou 28%
    Exportações e importações apresentaram resultados negativos no ano passado

    Concessionárias apuram queda de até 30% nas vendas
    Juros altos e desemprego afetam os negócios do setor em Minas


    LEGISLAÇÃO
    Cade instaura processo contra Correios por conduta anticompetitiva
    São Paulo - A Embraer anunciou ontem a venda de até 100 jatos do modelo E175-E2 à americana Trans States Holdings por US$ 2,4 bilhões...
    INTERNACIONAL
    Argentina abre as portas para receber investimentos
    Jornal diz que país pode ultrapassar Brasil em atração de capital

    NEGÓCIOS
    Crise aumenta procura por livros usados
    Em Belo Horizonte, exemplares de segunda mão chegam a custar até 50% mais baratos que os novos

    Capital ganha loja virtual de aluguel de brinquedos
    Diferencial está na logística

    POLÍTICA
    Minas Gerais fará cronograma para pagar salários
    ECT é acusada de tentar impor exclusividade no mercado

    FINANÇAS
    Entrada de dólares em 2015 supera saída em US$ 9,414 bilhões

    Resultado do ano passado é o melhor registrado desde 2012

    ESPECIAIS

    DC TECNOLOGIA
    Minas lança ferramenta inédita no Estado

    DC MAIS
    Traficantes de animais são multados em R$ 1,5 milhão

    ACERVO
    HÁ 20 ANOS | Menor crescimento na produção avícola

    OPINIÃO/EDITORIAL
    Conta que não fecha


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Janeiro 7, 2016

    Alimentação prática, balanceada e sem perder o sabor Empresa mineira, Un Gourmet, chega ao mercado com nova proposta em alimentos prontos

    Pratos individuais, balanceados, saudáveis e prontos é a aposta dos empresários Urbano Pereira e Baltazar Melo. A Un Gourmet é um serviço online e delivery que fornece às pessoas comida preparada de forma artesanal e embalada a vácuo.

    O processo de preparo usado pela empresa, Sous Vide, é único no mercado mineiro de varejo e tem o objetivo de manter a integridade do alimento, evitando a perda de nutrientes, a umidade e o sabor, bem como de preservar a sua textura.

    Trata-se de uma técnica francesa, da década de 70, que envolve o preparo de alimentos previamente empacotados a vácuo, em temperatura controlada e sem a necessidade do uso de fogo. O tempo de cozimento pode durar até 72 horas.

    De acordo com Urbano Pereira, o sabor original dos alimentos, seus nutrientes e sucos naturais são preservados no cozimento a vácuo, o que resulta em uma qualidade e padronização impossível de se conseguir pelos métodos tradicionais. “Além disso, os produtos cozidos no sistema Sous Vide oferecem segurança alimentar, uma vez que os alimentos são pasteurizados em sua embalagem final. Eles não possuem conservantes ou corantes artificiais”, ressalta.

    A Un Gourmet possui um cardápio variado com carnes bovina, suína, ovina, peixe e ave, dos mais variados cortes; sopas, purês, arroz, massas e molhos, além de frutas em porções prontas para o consumo e legumes descascados e cozidos em porções de 50g para que o consumidor possa montar uma variação de pelo menos 3 tipos diferentes por refeição; uma delicatessen com doces, temperos, cereais e matinais. Também há opções de combos a preços promocionais, chegando a cinco refeições completas por menos de R$17 (cada).

    Serviço:
    Loja Virtual
    Site: www.ungourmet.com.br
    Entrega: a compra é feita pela internet e o produto entregue em sua casa.
    Obs: frete grátis para compras acima de R$80.

    Assessoria de imprensa: Partners Comunicação Integrada
    Jornalista responsável: Mili Santos/ (31) 3029.6864–99188-7271
    mili@partnercom.com.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Janeiro 6, 2016

    Pílulas de Economia!!! Infraero lança edital para processo licitatório de aeroporto em Uberlândia O valor estimado para o empreendimento é de R$ 41,2 milhões


    Fonte
    Diário do Comércio

    Varejo perderá R$ 1 bilhão com os feriados em 2016
    Valor corresponde ao prejuízo do comércio da Capital com as folgas

    Uma das explicações, segundo o vice-presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH), Marco Antônio Gaspar, é o fato de a capital mineira não ter vocação para o turismo, a não ser o de negócios, o que provoca o esvaziamento da cidade, aumentando o prejuízo dos empresários. Em 2015, os comerciantes deixaram de faturar um pouco mais. A perda foi de R$ 1,06 bilhão, 5,6% a mais que a prevista para este ano.

    ECONOMIA
    Infraero lança edital para processo licitatório de aeroporto em Uberlândia
    O valor estimado para o empreendimento é de R$ 41,2 milhões

    Dólar em alta não deve favorecer exportações
    Falta de tradição exportadora dificulta conquista do mercado externo

    AGRONEGÓCIO
    Com cenário incerto, suinocultor mineiro deve adiar aportes
    Aposta no setor é no aumento da produtividade

    LEGISLAÇÃO
    Licenciamento ambiental poderá ganhar agilidade
    Projeto em tramitação no Senado dispensa a audiência pública
    INTERNACIONAL
    Presidente da Venezuela amplia poder sobre Banco Central
    Maduro nomeará diretoria

    NEGÓCIOS
    Receitas originais viram negócios rentáveis
    Brownies, de formatos e sabores variados, conquistam o paladar e o bolso dos brasileiros

    FINANÇAS
    Banco Central chinês injeta de 130 bilhões de yuans
    Medida é tentativa de acalmar os investidores após a forte queda sofrida na segunda

    POLÍTICA
    Governo mineiro em dificuldade para pagar salários de servidores
    Faltam recursos para quitar as folhas de janeiro a março

    DC FRANQUIA
    Nin Hao franquia marca e amplia atuação

    DC MAIS
    Doações para vítimas de de Mariana são definidas

    OPINIÃO/EDITORIAL
    Conquistas de 2015


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Janeiro 6, 2016

    A MAGIA DAS PEÇAS INFANTIS NAS FÉRIAS DO PÁTIO SAVASSI Mall recebe Campanha de Popularização do Teatro e da Dança até 6 de março

    A criançada já tem programação – e claro, diversão – garantida nas férias. O Pátio Savassi recebe, de 6 de janeiro a 6 de março, peças da Campanha de Popularização do Teatro e da Dança. As atrações contemplam os espetáculos “A Bruxinha que era Boa”, “Cachinhos de Ouro”, “Pinóquio”, “Zeropeia”, “Saltimbancos” e “Chapeuzinho Vermelho”.

    “São peças lúdicas, que permeiam o imaginário de adultos e crianças, além de aguçar a magia e o gosto pelo teatro”, afirma a gerente de marketing do shopping, Rejane Duarte.

    Os ingressos poderão ser adquiridos nos balcões de venda do SINPARC – Sindicato dos produtos de Artes Cênicas de Minas Gerais - ou no próprio shopping, que também terá um ponto de vendas no Piso L3. Os valores de cada peça poderão ser consultados na tabela do Sindicato.

    Serviço:
    Férias Pátio Savassi
    “A Bruxinha que era Boa” – 7, 8, 13, 14, 15, 20, 21, 22, 27, 28, 29/01 – 15h30
    “Zeropeia” – 11, 12, 18, 19, 25, 26/01 – 15h30 e 17h30
    “Saltimbancos” – 7, 8, 13, 14, 15, 20, 21, 22, 27, 28, 29/01 – 17h30
    “Cachinhos de Ouro” – 16, 17, 23, 24, 30, 31/01 – 17h30
    “Chapeuzinho Vermelho” – 20 e 27/02 e 05/03 – 15h30 e 17h30
    “Pinóquio” – 21 e 28/02 e 06/03 – 15h30 e 17h30
    Balcão de vendas: Piso L3, ao lado do Hotzone - segunda à sábado, de 14h às 19h, e domingos, de 14h às 18h.
    Preço: sob consulta
    Local: Anfiteatro do Pátio Savassi (Av. do Contorno, 6061 - Savassi)
    Central de Informações: 4003-4172


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Janeiro 6, 2016

    Nomeações na ALMG

    Nomeados 15 aprovados
    no último concurso da Assembleia

    As nomeações
    foram para as especialidades de analista de sistemas,
    consultor legislativo e relações públicas.

    Foi publicada no Diário do Legislativo desta terça-feira (5/1/16) a nomeação de 15 aprovados no último concurso da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), cujas provas foram realizadas em 2014. As nomeações foram para as especialidades de analista de sistemas (áreas I, II e III), consultor legislativo (área I) e relações públicas (áreas I e II).
    Além dessas especialidades, o concurso, que teve mais de 7,5 mil candidatos inscritos, abriu vagas para os cargos de consultor administrativo, dentista, enfermeiro, engenheiro eletricista.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Janeiro 6, 2016

    Governo inicia as obras de perfuração de poços na região afetada pela seca Investimento faz parte do Plano de Urgência para Enfrentamento da Seca, lançado pelo governador Fernando Pimentel


    O Governo de Minas Gerais iniciou as ordens de serviço para perfuração e equipagem de 482 poços artesianos nos municípios que estão com decreto de situação de emergência homologado pela Defesa Civil na região do semiárido mineiro. O investimento de cerca de R$ 15 milhões faz parte do Plano de Urgência para Enfrentamento da Seca, lançado pelo governador Fernando Pimentel no mês de dezembro.

    As obras são executadas pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Sedinor) e a sua autarquia, o Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Idene).

    Das oito empresas que participaram do processo de contratação, foram selecionadas as quatro que apresentaram os menores preços: Apê Poços, Minas Poços, Águacenter e Fermaq. Entre os valores orçados, o preço médio por poço perfurado e equipado foi de R$ 44.853,68, e o menor, que foi contratado, de R$ 31.284.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Janeiro 6, 2016

    Iepha-MG recebe documentação para análise do ICMS Patrimônio Cultural Municípios que pleiteiam recursos enviam mais de 2 mil pastas com informações. Processo participativo foi uma das novidades deste ano

    O Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG) recebeu documentação de mais de 600 municípios que pretendem ser contemplados com recursos do programa ICMS Patrimônio Cultural, ano base 2015, exercício 2017.

    Foram enviadas mais de 2 mil pastas contendo dossiês de tombamentos, registros de patrimônio imaterial, fichas de inventário, projetos de educação para o patrimônio, dentre outras atividades de preservação do patrimônio cultural desenvolvidas durante o ano de 2015 pelos municípios.

    Durante todo o primeiro semestre de 2016, os técnicos do Iepha-MG irão analisar, para efeito de pontuação, os documentos recebidos, gerando o repasse dos recursos advindos do ICMS Patrimônio Cultural.

    “Estamos trabalhando para que no próximo exercício do ICMS Patrimônio Cultural seja implementado um sistema eletrônico online para que os municípios enviem ao Iepha parte da documentação digitalizada”, diz Fernando Pimenta Marques, diretor de Promoção do Instituto.

    Segundo Marques, a nova dinâmica permitirá um contato mais direto entre os analistas do Iepha-MG e os representantes dos municípios. “Além disso, o novo sistema permitirá maior agilidade tanto no trabalho dos técnicos do Iepha quanto na disponibilização das informações para os municípios, pesquisadores e o público em geral”, conclui.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Janeiro 6, 2016

    Fique de OLHO!!! Fazenda alerta sobre envio de boletos falsos de IPVA e mensagens em redes sociais Contribuinte deve pagar o imposto diretamente na rede autorizada, informando o Renavam do veículo

    A Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais (SEF/MG) informa que não envia para os proprietários de veículos os boletos para pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Alguns contribuintes têm denunciado, em várias partes do país, o recebimento de tais documentos via Correios, além de mensagens em redes sociais com links para emissão dos falsos boletos.

    Em Minas Gerais, para efetuar o pagamento do IPVA 2016, os contribuintes devem se dirigir diretamente aos terminais de autoatendimento ou guichês de caixa dos agentes arrecadadores autorizados. Alguns bancos autorizam o pagamento pela internet. Em todas as hipóteses acima, basta informar o número do Renavam do veículo.

    Quem optar pela emissão da guia de arrecadação do IPVA deverá acessá-la, exclusivamente, no site da SEF (fazenda.mg.gov.br) ou solicitá-la nas repartições fazendárias e Unidades de Atendimento Integrado (UAI).

    Os agentes arrecadadores autorizados a receber os tributos são Banco do Brasil, Mais BB, Banco Postal, Bradesco, SICOOB, Mercantil do Brasil, HSBC, Caixa Econômica Federal, Casas Lotéricas e Santander.

    Os contribuintes terão a opção de pagar o IPVA em cota única, com desconto de 3% ou em três parcelas, nos meses de janeiro, fevereiro e março. O valor mínimo do imposto para parcelamento é de R$ 150. O valor da Taxa de Licenciamento, com vencimento em 31 de março de 2016, é de R$ 85,81.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Janeiro 5, 2016

    Saúde repassa R$ 5,8 milhões para hospitais universitários de Minas Gerais Recursos vão reforçar atendimentos de saúde e estimular pesquisa e qualificação no estabelecimento

    Três hospitais universitários de Minas Gerais receberão R$ 5,8 milhões do Ministério da Saúde para reforçar os atendimentos de saúde e para a reestruturação dos seus serviços.

    Serão beneficiados o Hospital Universitário de Juiz de Fora (R$ 1,1 milhão),
    o Hospital das Clínicas de Minas Gerais (em Belo Horizonte, R$ 2,8 milhões)
    e o Hospital das Clínicas do Triângulo Mineiro (Uberaba, R$ 1,8 milhão).

    As unidades estão entre as 34 contempladas em todo o País, conforme autorizado pela portaria 2.263, publicada em 31 de dezembro no Diário Oficial da União.

    No total, a pasta destinará R$ 45 milhões
    para hospitais universitários de 21 estados e do Distrito Federal.

    Fonte
    Agência Saúde


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Janeiro 5, 2016

    Chegada do verão e das férias atraem turistas para praias do sudeste Região conta com mais de 1650 quilômetros de praias nos estados de Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo

    Em dezembro começa o verão
    e com ele também as férias escolares e coletivas
    nas empresas. É o período que mais movimenta
    o extenso litoral brasileiro e destinos de lazer.

    Segundo uma pesquisa do Ministério do Turismo realizada em novembro de 2015, 25,9% das pessoas entrevistadas mostraram interesse em viajar nos próximos seis meses, sendo que 41,4% desse total deverão ficar hospedadas em hotéis e pousadas.

    De acordo com o diretor de marketing da Allia Hotels, Luiz Fantin, o período é aguardado com expectativa, pois apresenta um aumento significativo na ocupação hoteleira nos destinos turísticos do país. “Nossos hotéis instalados em cidades do chamado turismo de lazer recebem aproximadamente 40% a mais de hóspedes no período de dezembro a fevereiro”, comenta.

    Um dos destinos de destaque contemplado pela rede hoteleira é a cidade de Guarapari que conta com uma orla repleta de praias urbanizadas com calçadões, quiosques, bares e restaurantes, como é o caso das praias do Morro, das Castanheiras e da Areia Preta que atrai famílias com crianças e idosos que curtem águas calmas e transparentes e areias monazíticas.

    O hotel Guarapari Residence Hotel está localizado na Praia da Areia Preta, a menos de 100 metros da faixa de areia, possui apartamentos com um quarto suíte com duas varandas, antessala, ar-condicionado, TV a cabo, cozinha americana, minibar, secador de cabelo, sofá- cama e internet wi-fi gratuita.

    Já Conceição da Barra/ES atrai diversos turistas que buscam praias mais calmas e passeios de barcos pelo rio Cricaré e suas comunidades ribeirinhas. A dica é assistir ao pôr do sol do porto e esticar a noite nos bares localizados na região. Para se hospedar a opção é o Bristol Cricaré Hotel que possui uma ampla área de lazer, acomodações bem modernas, com ar-condicionado e TV a cabo.

    No litoral paulista, a opção é Ilhabela, que é rodeada por mar azul, montanhas cobertas com vegetação nativa de Mata Atlântica, cachoeiras que chegam a mais de 300 e praias de areias douradas e águas cristalinas como as badaladas do Curral e de Perequê. Para se hospedar a Pousada do Capitão já conquista pela sua decoração inspirada no estilo naval inglês. Os apartamentos são espaçosos e divididos em quatro categorias que vão desde standard até as acomodações conjugadas.

    Para o período, os valores das diárias variam a partir de R$ 163,00 no Bristol Guarapari Residence, R$ 190,00 no Bristol Cricaré e R$ 410,00 na Pousada do Capitão. Mais informações e reservas pelo site: www.alliahotels.com.br ou pelo telefone, 0800 283 9988.

    Informações para a imprensa:
    Multitexto Comunicação Empresarial
    Jornalista responsável: Schubert Araújo


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Janeiro 5, 2016

    De olho na Economia!!!

    Fonte
    Diário do Comércio

    Combustível
    impulsiona os negócios do grupo Zema

    Em 2015,
    faturamento da divisão
    registrou crescimento de 42%

    Na contramão da economia brasileira, a empresa sediada em Araxá, no Alto Paranaíba, cresceu 3% no ano passado, com faturamento de R$ 3,5 bilhões. O desempenho é fruto da performance positiva da Zema Companhia de Petróleo, braço do grupo responsável pela distribuição e venda de combustíveis. Naquele ano, a área recebeu inversões de R$ 20 milhões.

    ECONOMIA
    Cenário é de incertezas para as siderúrgicas brasileiras
    Demanda doméstica em queda, segundo especialistas, deve continuar neste ano

    Construção Pesada: contratos antigos salvam o setor
    Média de queda no faturamento em 2015 foi de 50% frente ao exercício anterior

    AGRONEGÓCIO
    Movimento da agropecuária estimado em R$ 164,88 bilhões
    Pecuária está em franca expansão em Minas

    LEGISLAÇÃO
    Confaz eleva carga burocrática
    Convênio impõe novas exigências para transações de empresas entre estados

    NEGÓCIOS
    Juiz de Fora terá novo mall até junho
    Shopping Jardim Norte está com 84% das obras concluídas e 85% dos espaços comercializados

    FT prevê expansão de 30% no negócios gerados em 2015
    Índice é impulsionado pela desvalorização do real

    POLÍTICA
    Levy não teria quitado as pedaladas fiscais
    Fontes próximas ao ex-ministro afirmam que ele considera inapropriado utilizar recursos do Tesouro

    FINANÇAS
    Temor com a China impulsiona dólar
    Moeda norte-americana ultrapassou a marca de R$ 4 e bolsa recuou 2,7% no pregão de ontem

    ESPECIAIS

    ACERVO
    HÁ 10 ANOS | BC não consegue segurar o dólar

    DC MAIS
    Inhotim expõe trabalho de fotógrafa suíça com ianomâmis

    OPINIÃO/EDITORIAL
    Derrotando o pessimismo


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Terça-feira, Janeiro 5, 2016

    Governo de Minas abre licitação para Agências de Publicidade

    O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Governo (Segov), publicou no diário oficial Minas Gerais desta quarta-feira (23/12) o aviso do edital para contratação de agências de publicidade e propaganda. A finalidade da licitação é informar e dar publicidade oficial aos cidadãos sobre os atos do Governo, em cumprimento ao art. 37 da Constituição da República.

    As agências selecionadas atenderão a todas as secretarias e órgãos da Administração Direta. O envelope para a elaboração da proposta técnica poderá ser retirado na Subsecretaria de Comunicação, da Segov, de segunda a sexta-feira, entre 9h e 12h, na Cidade Administrativa (Edifício Gerais – 1º andar – Lado Ímpar – Rodovia Prefeito América Gianetti 4.001 – CEP 31.630-901 – bairro Serra Verde – Belo Horizonte/MG).

    As propostas técnica e comercial de cada licitante deverão ser entregues na sessão pública de abertura a ser reaizada no dia 16/2/2016, às 14h, no auditório Paulo Camilo Pena, do Banco de Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais (BDMG), na Rua da Bahia 1.600, bairro Funcionários, em Belo Horizonte.

    Edital Concorrência Gov Minas 2016


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Janeiro 4, 2016

    AMAGIS tem novo presidente: desembargador Maurício Soares. Posse foi no domingo. Desejo sucesso!!!

    Desembargador Maurício Soares
    toma posse na Presidência da Amagis

    A nova diretoria da Amagis, para o triênio 2016/2018, tomou posse neste domingo, 3, na sede da Amagis, em ato administrativo. A união da classe, a valorização dos juízes e o avanço nas conquistas da gestão do desembargador Herbert Carneiro foram a tônica do discurso do presidente empossado desembargador Maurício Soares.

    “O legado de unidade, parceria e integração com os poderes públicos e privados, em âmbitos estadual e nacional, será importante na nossa gestão, porque essa forma de diálogo e interlocução valorizou e fortaleceu a magistratura mineira”, afirmou Maurício Soares.

    Além do presidente, desembargador Maurício Soares, os integrantes da diretoria eleita também assinaram o termo de posse, no ato administrativo que foi realizado na Amagis contou com a presença de representantes do Ministério Público.

    O desembargador Maurício Torres Soares é natural de Caratinga (MG). Formou-se em Direito, pela PUC Minas, em 1986. Foi assessor de juiz no Tribunal de Alçada de Minas Gerais, entre 1989 e 1992. Foi procurador do município de Belo Horizonte, de janeiro a julho de 1993, e entrou para a magistratura no mesmo ano. Como magistrado, atuou nas comarcas de Januária, Nova Serrana, Itambacuri, Abre Campo, Viçosa, Contagem e Belo Horizonte. Tomou posse como desembargador do TJMG em setembro de 2015.

    Vice-presidente Administrativa: Cristiana Martins Gualberto Ribeiro

    Vice-presidente Financeiro: Alberto Diniz Júnior

    Vice-presidente Saúde: Luzia Divina de Paula Peixôto

    Vice-presidente Interior: Antônio Carlos Parreira

    Vice-presidente Sociocultural-Esportivo: Ricardo Torres Oliveira

    Vice-presidente Aposentados e Pensionistas: José Martinho Nunes Coelho

    Diretor Secretário: Christyano Lucas Generoso

    Subdiretora Secretária: Rosimere das Graças do Couto

    Fotos: Ascom/Amagis

    Mais informações na Assessoria de Comunicação da Amagis


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Janeiro 4, 2016

    VILLA FRANCIONI LANÇA ESPUMANTE NATURE BRANCO PELO MÉTODO TRADICIONAL

    A vinícola catarinense Villa Francioni,
    lança neste início de 2016, o novo espumante
    produzido pelo método tradicional, é o Villa Francioni Nature Branco.

    O rótulo foi elaborado pelo enólogo Orgalindo Bettú, que utilizou 100% de uvas Chardonnay produzidas nos vinhedos próprios, localizados na serra catarinense, em São Joaquim, à 1.260 metros acima do nível do mar.

    A produção é limitada: são 3.500 garrafas. Um dos destaques do espumante é que ele permaneceu sobre as leveduras da segunda fermentação, por 24 meses.

    E devido ao rigoroso controle de temperatura durante a refermentação, "a perlage (borbulha) é fina, abundante e persistente", exalta o enólogo Bettú.

    Pela baixa quantidade de açúcar residual, a acidez é marcante, com muita cremosidade e densidade. O espumante pode ser servido com crustáceos, peixes e queijos leves.

    Deve ser consumido
    preferencialmente com temperatura entre 8 a 10º C.
    O teor alcoólico é de 12,8%.

    Este é o segundo espumante produzido pela vinícola pelo método tradicional, o primeiro: Villa Francioni Brut Rosé Lote I, foi lançado em 2013. A Villa Francioni também produz outros dois espumantes pelo método Charmat: Espumante Joaquim Branco Brut e Joaquim Rosé Brut.



    Mais informações: www.villafrancioni.com.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Janeiro 4, 2016

    PÍLULAS de Economia

    Fonte
    Diário do Comércio

    Economia continuará patinando

    Em 2016, especialistas não acreditam na tão aguardada arrancada econômica

    A crise política que se arrasta continuará contaminando o desempenho do setor produtivo. Mesmo com sinalizações do governo federal de realizar um ajuste fiscal, os gastos ainda são superiores à arrecadação. Para o professor de Economia Brasileira e Finanças da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUCMG), Ário Andrade, a equipe econômica do governo Dilma não acertou nas medidas tomadas até agora.

    ECONOMIA
    Comércio antecipa promoções
    Setor pretende conquistar consumidor que irá procurar as lojas para efetuar trocas

    Setor de minigeração de energia em Minas Gerais tem incentivo
    Governo federal desonerou empreendimentos

    AGRONEGÓCIO
    Usina Coruripe projeta crescimento de 18,7% em 2016
    Faturamento é estimado em cerca de R$ 1,9 bilhão

    LEGISLAÇÃO
    Reformas na legislação trabalhista avançaram impulsionadas pela crise econômica
    Acesso a benefícios ficou mais difícil e restrito em 2015

    NEGÓCIOS
    Lavanderias veem oportunidade na crise
    Crescimento estimado para o setor nos próximos cinco anos é de 10% em faturamento

    FINANÇAS
    Dólar sobe 49% no acumulado de 2015
    Esta é a maior valorização anual registrada desde a primeira eleição do ex-presidente Lula em 2002

    POLÍTICA
    Governo decide pagar R$ 72,4 bilhões para quitar "pedaladas" fiscais
    Abatimento da meta de 2015 é estabelecido em R$ 55,8 bilhões

    DC TURISMO
    Rede hoteleira pretende expandir em plena crise

    DC INOVAÇÃO
    Atendimento telefônico ganha aliado

    DC MAIS
    Cidades mineiras avançam na competitividade turística

    OPINIÃO/EDITORIAL
    Os exemplos vêm primeiro


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Janeiro 3, 2016

    Governador assina nomeação de diretores de escolas estaduais escolhidos pelas comunidades Ato faz parte do acordo histórico assinado com a categoria e tem, como meta, tornar a rede de educação do Estado mais democrática e aberta à população


    Em 2016, 3.485 escolas da rede estadual de Minas Gerais serão geridas por diretores que foram escolhidos por suas comunidades escolares. A nomeação desses novos diretores foi assinada pelo governador Fernando Pimentel nesta quarta-feira (30/12). A designação dos 4.393 vice-diretores que foram escolhidos a partir do mesmo processo também foi assinada na manhã desta quarta-feira pela secretária de Estado de Educação, Macaé Evaristo.

    Um dos itens do acordo histórico assinado entre os trabalhadores e o Governo de Minas Gerais, em maio, o processo de escolha de direção de escola vem ao encontro da busca por uma escola ainda mais democrática e aberta à comunidade, como destacou o governador.

    “É um ato pequeno, mas carregado de simbolismo. Estamos cumprindo o compromisso nosso com a educação, de manter esse modelo de participação viva e atuante. Estamos também iniciando um processo de valorizar muito o papel e a função das nossas diretoras e diretores, dessas servidoras e desses servidores”, frisou Pimentel.

    Até então, o processo de escolha dos diretores pelas comunidades não acontecia de forma regular. O último foi em 2011 (para posse em 2012) e, antes, havia sido realizado em 2006 (para posse em 2007). A partir de agora, a escolha passa a ser feita com regularidade a cada três anos.

    No dia 15 de dezembro, pais, estudantes e trabalhadores que atuam em cada instituição puderam votar em servidores que se candidataram aos cargos de diretor e vice-diretor. “Desde o início, toda a elaboração do processo de escolha privilegiou a escuta à comunidade e sua ampla divulgação, com o recolhimento de sugestões que culminaram na Resolução 2.795/2015, que, por sua vez, normatizou o processo de escolha em cada uma das escolas”, ressaltou o diretor de Gestão e Desenvolvimento de Servidores Administrativos e de Certificação Ocupacional, Paulo Henrique Rodrigues.

    Para que se candidatassem ao cargo de diretor, os servidores foram habilitados no processo de Certificação Ocupacional de Diretor de Escola Estadual, cuja prova foi realizada no dia 8 de novembro. A ampla participação dos trabalhadores no processo de certificação já foi um indicador da importância deste processo.

    Foram 10.196 candidatos habilitados a montar chapa, de um total de 25.299 candidatos inscritos nesta etapa (90% deles são professores). A certificação buscou avaliar o conhecimento pedagógico, técnico e as competências necessárias ao desempenho do cargo.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Janeiro 3, 2016

    Importante!!! Garantidos recursos para programas sociais em ano eleitoral Sancionada norma que atualiza lista de projetos que poderão receber verbas apesar das restrições do período.

    Foi sancionada a Lei 21.940, de 2015, que uniformiza os critérios de gestão e execução para transferência gratuita de bens, valores e benefícios pela administração pública estadual.

    Publicada na última edição do Diário Oficial Minas Gerais de quinta-feira (24/12/15), a lei atualiza a lista de projetos do Executivo mineiro que poderão continuar recebendo transferências de recursos em 2016, mesmo sendo ano eleitoral. De autoria do governador Fernando Pimentel, a lei tramitou na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) como Projeto de Lei (PL) 3.107/15 e entrou em vigor na data da publicação.

    A Justiça Eleitoral veda o repasse de verbas em ano de eleições para municípios e instituições privadas, exceto em casos de emergência ou de continuidade de algum programa. O intuito é inibir o uso da máquina pública com fins eleitoreiros.

    A nova lei estadual criou critérios para evitar problemas com a proibição prevista na legislação federal.
    O texto sancionado lista 70 programas sociais que estarão incluídos nas transferências sujeitas aos critérios uniformizados, ou seja, autorizadas pela Justiça Eleitoral. Tais programas estão de acordo com o Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Janeiro 3, 2016

    Confira!!! Mala extraviada ou violada: o que fazer Veja as dicas preparadas pelo Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Mala extraviada ou danificada durante uma viagem pode azedar o humor de qualquer um. Mesmo que não seja possível para o consumidor evitar esse problema, dá pra resolvê-lo sem muito estresse. O Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) preparou uma série de dicas para ajudar as pessoas que passam por essa situação a fazerem valer os seus direitos.

    Mala extraviada ou danificada durante uma viagem pode azedar o humor de qualquer um. Mesmo que não seja possível para o consumidor evitar esse problema, dá pra resolvê-lo sem muito estresse. O Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) preparou uma série de dicas para ajudar as pessoas que passam por essa situação a fazerem valer os seus direitos.

    O consumidor deve saber que, a partir do check in, a empresa transportadora é responsável pela bagagem de seus passageiros. Portanto, em caso de extravio, danos ou violação, ela tem que indenizar o proprietário. O Código de Defesa do Consumidor (CDC) prevê, em seu artigo 14, que “o fornecedor de serviços responde, independentemente da existência de culpa, pela reparação dos danos causados aos consumidores por defeitos relativos à prestação dos serviços”.

    Caso a viagem tenha sido contratada por meio de uma agência, esta também pode ser responsabilizada. Os direitos valem para usuários de todo tipo de transporte de passageiros, seja ele aéreo, terrestre ou hidroviário.

    Inicialmente, é importante que o consumidor tome algumas atitudes preventivas:
    * Coloque uma etiqueta em cada mala a ser despachada contendo dados básicos como nome, endereço completo e telefones de contato. O ideal é afixá-la na alça com uma cordinha resistente para que não se solte. Vale a pena também inserir uma etiqueta com esses dados na parte interna da bagagem.
    * Tire fotos de itens que considera importantes e que serão colocados na mala a ser despachada.
    * Tranque as malas com cadeados ou peça à companhia para lacrá-las.
    * Retire etiquetas de viagens antigas.
    * Evite despachar itens de alto valor como joias, dinheiro e equipamentos eletrônicos, além de medicamentos e objetos pessoais de grande valor sentimental. Tudo isso deve ser levado na bagagem de mão.
    * Na bagagem de mão leve também algumas peças de roupas e de higiene pessoal para o caso de ter a mala extraviada.
    * Alguns pontos de embarque oferecem o serviço de plastificar a mala, que aumenta a segurança contra violações.
    * Antes do embarque, o consumidor pode fazer uma declaração do valor de sua bagagem no guichê da empresa transportadora, mediante o pagamento de uma taxa. Com isso, a companhia se compromete a indenizar o valor declarado, em caso de extravio definitivo da bagagem. Lembre-se que objetos de valor como joias, dinheiro e produtos eletrônicos não podem ser incluídos na declaração.

    * No final da viagem, ao pegar sua mala, verifique cuidadosamente se ela não foi violada.
    Caso a bagagem tenha sumido ou apareça danificada/violada, as orientações são as seguintes:
    * A primeira coisa a fazer é se dirigir ao balcão da companhia e registrar o incidente. Você deve ter em mãos o comprovante de despacho de bagagem e preencher o Registro de Irregularidade de Bagagem (RIB). Nesse documento, você deve descrever a mala e quais itens estavam dentro dela (em caso de extravio) ou informar quais artigos foram furtados (em caso de violação).
    * Exija uma cópia do RIB e o protocolo do atendimento no guichê da empresa. Esses documentos poderão ser úteis caso seja necessário entrar com uma ação na Justiça.
    * Se a viagem tiver sido de avião, você deve também registrar a reclamação na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).
    * O consumidor tem direito ao reembolso das despesas com vestuário, produtos de higiene, alimentação, transporte e comunicação que se fizerem necessárias em virtude do extravio da bagagem. Por isso é fundamental guardar todas as notas fiscais referentes a esses gastos.
    * O extravio da bagagem dá ao consumidor também o direito a ressarcimento por danos morais e financeiros referentes aos itens que estavam na mala.
    * A companhia aérea tem 30 dias para localizar a sua mala, em casos de voos domésticos, e 21 dias, em casos de voos internacionais.

    * Caso você só perceba em casa que sua mala foi danificada ou violada, tire uma foto do dano (cadeado rompido, rodinha quebrada etc.) e registre um Boletim de Ocorrência (BO) na delegacia mais próxima.
    * Não assine ou aceite qualquer valor de indenização proposto caso você não concorde com ele. O Código de Defesa do Consumidor proíbe a limitação de indenização por parte das empresas transportadoras.
    * Caso a companhia se recuse a assumir a responsabilidade pelo incidente, reúna toda a documentação possível e acione o Procon. Se ainda assim o problema não for resolvido, você deve recorrer ao Juizado Especial Cível, se a causa for inferior a 40 salários-mínimos, ou à Justiça Comum, se for acima desse valor. Nesse último caso, será necessário contratar um advogado.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Janeiro 2, 2016

    Fundação Clóvis Salgado divulga editais de Artes Visuais para o Palácio das Artes e CâmaraSete – Casa da Fotografia de MG

    Estão abertas as inscrições para os editais de ocupação das Galerias do Palácio das Artes e da CâmeraSete – Casa da Fotografia de Minas Gerais. É a primeira vez que a Fundação Clóvis Salgado (FCS) realiza seleção específica para o espaço de fotografia, contemplando apenas essa linguagem das artes visuais.

    Sendo assim, o Edital de Ocupação foi desmembrado em dois: Edital de Ocupação de Artes Visuais, que irá selecionar 3 projetos para as Galerias do Palácio das Artes, e Edital de Ocupação de Fotografia, com 2 contemplados para a CâmaraSete.

    Com o novo edital, a FCS aumenta de três para cinco o número de premiados pela inciativa que pretende estimular a nova produção nas artes visuais em âmbito nacional. Os artistas selecionados receberão R$ 5.500,00, para cada exposição coletiva, e R$ 4.000,00 para as individuais, além de transporte de obras, montagem e divulgação da exposição pelas equipes de Artes Visuais e de Comunicação da Fundação Clóvis Salgado. A Instituição também garantirá o programa educativo e publicação de um catálogo das exposições.

    Inscrições

    As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 22 de janeiro de 2016. Serão selecionadas cinco propostas, podendo se inscrever artistas e coletivos do Brasil e do exterior, neste caso, com visto de permanência definitivo no país. O resultado será divulgado no dia 23 de fevereiro de 2016.

    As propostas selecionadas ocuparão as galerias Genesco Murta, Arlinda Côrrea Lima, Mari’Stella Tristão e o CamêraSete no primeiro semestre de 2016. A ficha de inscrição e orientações sobre a documentação exigida estão disponíveis no site fcs.mg.gov.br.

    O candidato deverá enviar a ficha de inscrição preenchida e assinada juntamente com o portfólio impresso e digital pelos correios, ou entregar pessoalmente ou por meio de um representante legal, na GERÊNCIA DE ARTES VISUAIS, DO PALÁCIO DAS ARTES, com todos os documentos em envelope aberto. Dúvidas sobre o edital podem ser esclarecidas pelos telefones (31) 3236-7363/7364.


    Serviço:
    Edital de Ocupações das Galerias de Arte
    Período das Inscrições: 10 de dezembro de 2015 a 22 de janeiro de 2016
    Horário das inscrições: De segunda à sexta-feira, das 9h às 18h
    Informações para o público: (31) 3236-7400.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sábado, Janeiro 2, 2016

    Sancionados novos subsídios do Judiciário e do MP Subsídios passam a ser reajustados automaticamente diante de alterações nos valores pagos em nível federal.

    Fonte
    almg.gov.br

    Foram sancionadas e publicadas, na última edição do Diário Oficial Minas Gerais na quinta-feira (24/12/15), as Leis 21.941 e 21.942, ambas de 2015, que estabelecem o reajuste automático do subsídio mensal dos membros do Ministério Público (MP) e do Poder Judiciário, respectivamente. As normas tramitaram na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) como Projetos de Lei (PL) 2.353/15, do procurador-geral de Justiça, e 2.252/15, do Tribunal de Justiça do Estado (TJ).

    De acordo com as duas leis, os subsídios serão reajustados automaticamente, sempre que houver alteração nos subsídios pagos em nível federal. Antes, todas as vezes em que havia reajustes, tanto o Judiciário quanto o Ministério Público deveriam enviar projeto de lei específico para fazer a correção – medida que passa a ser dispensada com as novas regras.

    Novos subsídios dos membros do Ministério Público
    A Lei 21.941, de 2015, define que o subsídio mensal do procurador de Justiça corresponderá a 90,25% do subsídio do procurador-geral da República. O reajuste será retroativo a janeiro deste ano (2015) e se estende ainda aos inativos e pensionistas.

    Conforme planilhas constantes no projeto, os novos valores serão de R$ 30.471,11 para o procurador de Justiça (conforme o limite constitucional de 90,25%); de R$ 28.947,55 para o promotor de entrância de Justiça; de R$ 27.500,17 para o promotor de segunda entrância; e de R$ 26.125,17 para o promotor substituto.
    O impacto orçamentário imediato foi estimado em R$ 43 milhões para a folha de pagamento dos procuradores e promotores da ativa e em R$ 22,1 milhões para os inativos e pensionistas.
    Judiciário também tem novas normas

    A Lei 21.942, de 2015, por sua vez, define que o subsídio mensal do desembargador do Tribunal de Justiça corresponderá a 90,25% do subsídio do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), que, atualmente, é R$ 33.763,00. O reajuste será retroativo a janeiro deste ano (2015) e será extensivo aos inativos e pensionistas.
    A lei também define a forma de cálculo do valor do subsídio dos demais membros do Poder Judiciário (juízes), conforme o disposto no artigo 3º da Lei 16.114, de 2006. O dispositivo estabelece a diferença de 5% entre o subsídio de cada nível e o do imediatamente inferior.

    Conforme planilhas constantes no projeto, os novos valores serão de R$ 30.471,11 para os desembargadores (conforme o limite constitucional de 90,25%); de R$ 28.947,55 para o juiz de entrância especial; de R$ 27.500,17 para juiz de segunda entrância; e de R$ 26.125,17 para juiz de primeira entrância. O impacto orçamentário imediato seria de R$ 42,8 milhões para a folha de pagamento dos magistrados, mais R$ 14,8 milhões para os inativos e R$ 4,2 milhões para os pensionistas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Janeiro 1, 2016

    Obras de reforço em barragens da Samarco estão quase prontas Parlamentares visitaram a empresa pela terceira vez com o objetivo de acompanhar os trabalhos na mina Germano.

    Os deputados da Comissão Extraordinária das Barragens da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) visitaram, na tarde desta terça-feira (29/12/15), a Mina Germano, da Samarco Mineração S/A, no município de Mariana (Região Central do Estado).

    Foi a terceira visita do grupo ao local com o objetivo de acompanhar as providências da empresa na mitigação dos danos causados após o rompimento da barragem do Fundão, em novembro, e para evitar novos acidentes.

    Os parlamentares consideraram que bons avanços foram alcançados desde a última visita, em 30 de novembro, principalmente no que diz respeito ao reforço dos diques.
    “Havia um grande risco de rompimento das barragens de Santarém e Germano e as obras de segurança para evitar isso andaram bem”, disse o deputado Rogério Correia (PT), autor do requerimento que deu origem à visita e relator da comissão.

    As obras de reforço foram consideradas necessárias após se verificar que um dos diques que sustenta a barragem de Germano, o dique de Selinha, estava com uma rachadura. De acordo com o parlamentar, os representantes da empresa que os receberam disseram que a previsão de término dessas obras é de dez dias, o que seria antes do previsto no início dos trabalhos.

    Por outro lado, Rogério Correia considerou que do ponto de vista da mitigação dos danos sociais, o essencial ainda não teria sido feito e estaria em atraso. “Ainda não foi nem definido o local onde serão construídas as novas casas para as famílias de Bento Rodrigues (distrito de Mariana destruído pela lama liberada no rompimento da barragem)”, disse. De acordo com a Samarco, 351 famílias do distrito estariam morando em casas alugadas pela empresa enquanto a solução definitiva não é encontrada. Quatro famílias estariam em hotel por opção das mesmas. Em Barra Longa (Zona da Mata), as casas afetadas já estariam, também segundo a empresa, sendo reformadas.

    “Sanar os danos ambientais decorrentes do desastre será o mais demorado. Já solicitamos o acesso, para a Assembleia, ao planejamento global para saber o que vai de fato ser feito”, afirmou Rogério Correia. Alguns diques de contenção que devem evitar que a lama continue sendo drenada pelo rio já estariam sendo construídos, mas o prazo de término dessas obras seria apenas fevereiro. De acordo com a assessoria de imprensa da Samarco, outras medidas já estariam em estágio avançado.

    Das sete pontes destruídas, por exemplo, três já estariam refeitas e as demais ficariam prontas até o fim de janeiro.
    Parlamentares garantem que vão continuar cobrando agilidade nas obras

    O deputado Professor Neivaldo (PT) elogiou os avanços das obras, mas reforçou que a comissão não vai paralisar os trabalhos durante o período de recesso parlamentar para cobrar a maior agilidade possível no enfrentamento dos problemas. “A tragédia já aconteceu, mas vamos acompanhar o trabalho para que seus efeitos sejam amenizados o máximo possível”, disse.

    O delegado regional de Ouro Preto (Região Central do Estado), Rodrigo Bustamante, que acompanha o caso, esteve presente na visita e reforçou que as obras não excluem o mal que já foi causado. “É prematuro falar em causas da ruptura da barragem sem os laudos periciais concluídos, mas todas as possibilidades serão devidamente analisadas”, disse.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________


    Clique para conhecer ___________________________


    ___________________________


    Clique para conhecer

    ___________________________

    Clique para conhecer
    ___________________________

    Clique para conhecer ___________________________

    Clique para conhecer
    ___________________________

    Clique para conhecer

    ______________________________

    Clique para conhecer

    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________

         
     
    Clique e envie-nos 

seu e-mail