Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter Página do 

Programa João Carlos Amaral Entrevista Canal no youtube Clique e 

envie-nos seu e-mail Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter
___________________________


___________________________
Clique para conhecer
___________________________


__________________________


__________________________

__________________________


______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer
______________________________

Sinapro MG
______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer



+ Categorias

  • Todos (16300)
  • POLTICA (5929)
  • GERAL (2057)
  • ARTIGOS (285)
  • ENTREVISTAS (36)
  • ECONOMIA (3754)
  • GENTE (1210)
  • TURISMO (842)

  • + Links
    + Arquivos

    Fevereiro, 2006
    Maro, 2006
    Abril, 2006
    Maio, 2006
    Junho, 2006
    Setembro, 2006
    Julho, 2006
    Agosto, 2006
    Novembro, 2006
    Outubro, 2006
    Janeiro, 2007
    Dezembro, 2006
    Fevereiro, 2007
    Maro, 2007
    Abril, 2007
    Maio, 2007
    Outubro, 2007
    Junho, 2007
    Julho, 2007
    Agosto, 2007
    Setembro, 2007
    Dezembro, 2007
    Novembro, 2007
    Janeiro, 2008
    Maio, 2008
    Fevereiro, 2008
    Maro, 2008
    Julho, 2008
    Abril, 2008
    Junho, 2008
    Setembro, 2008
    Agosto, 2008
    Outubro, 2008
    Novembro, 2008
    Dezembro, 2008
    Janeiro, 2009
    Fevereiro, 2009
    Maro, 2009
    Abril, 2009
    Maio, 2009
    Junho, 2009
    Julho, 2009
    Agosto, 2009
    Setembro, 2009
    Outubro, 2009
    Novembro, 2009
    Dezembro, 2009
    Novembro, 2012
    Janeiro, 2010
    Fevereiro, 2010
    Maro, 2010
    Abril, 2010
    Maio, 2010
    Junho, 2010
    Julho, 2010
    Agosto, 2010
    Setembro, 2010
    Outubro, 2010
    Novembro, 2010
    Fevereiro, 2011
    Maro, 2011
    Abril, 2011
    Maio, 2011
    Junho, 2011
    Julho, 2011
    Agosto, 2011
    Setembro, 2011
    Outubro, 2011
    Novembro, 2011
    Dezembro, 2011
    Janeiro, 2012
    Fevereiro, 2012
    Maro, 2012
    Abril, 2012
    Maio, 2012
    Junho, 2012
    Julho, 2012
    Agosto, 2012
    Setembro, 2012
    Outubro, 2012
    Dezembro, 2012
    Agosto, 2015
    Janeiro, 2013
    Fevereiro, 2013
    Maro, 2013
    Abril, 2013
    Maio, 2013
    Setembro, 2015
    Junho, 2013
    Julho, 2013
    Agosto, 2013
    Setembro, 2013
    Julho, 2016
    Outubro, 2013
    Novembro, 2013
    Dezembro, 2013
    Janeiro, 2014
    Fevereiro, 2014
    Maro, 2014
    Abril, 2014
    Maio, 2014
    Junho, 2014
    Julho, 2014
    Agosto, 2014
    Setembro, 2014
    Outubro, 2014
    Novembro, 2014
    Dezembro, 2014
    Janeiro, 2015
    Fevereiro, 2015
    Maro, 2015
    Abril, 2015
    Maio, 2015
    Junho, 2015
    Julho, 2015
    Outubro, 2015
    Novembro, 2015
    Dezembro, 2015
    Janeiro, 2016
    Fevereiro, 2016
    Maro, 2016
    Abril, 2016
    Maio, 2016
    Junho, 2016
    Agosto, 2016
    Setembro, 2016
    Outubro, 2016
    Novembro, 2016
    Dezembro, 2016
    Janeiro, 2017
    Fevereiro, 2017
    Maro, 2017
    Abril, 2017
    Maio, 2017
    Junho, 2017
    Julho, 2017
    Agosto, 2017
    Setembro, 2017
    Outubro, 2017
    Novembro, 2017
    Dezembro, 2017
    Janeiro, 2018
    Fevereiro, 2018
    Maro, 2018
    Abril, 2018
    Maio, 2018
    Junho, 2018
    Julho, 2018
    Agosto, 2018
    Setembro, 2018
    Outubro, 2018
    Novembro, 2018
    Dezembro, 2018
    Janeiro, 2019
    Fevereiro, 2019
    Maro, 2019
    Abril, 2019
    Maio, 2019
    Junho, 2019
    Julho, 2019




    .

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Julho 31, 2015

    DESAFIO AO TALENTO!!! Coloque na sua agenda.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Julho 31, 2015

    espera da volta do cresimento




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Julho 31, 2015

    BRISTOL em Itabira.



    Rede Bristol inaugura empreendimento em Itabira e atinge a marca de nove hotis em Minas Gerais
    Novos investimentos da Vale na regio e novo distrito industrial tornam estratgica a presena da Bristol na cidade que est entre as 20 com maior PIB do Estado
    Bristol Itabira Hotel - Fachada (2).JPG

    Bristol Itabira Hotel: empreendimento absorveu investimento de R$ 17,8 milhes

    A rede Bristol Hotels, do grupo Allia Hotels, inaugura amanh, dia 1 de agosto, o primeiro hotel da Bandeira Bristol em Itabira, localizada na mesorregio Metropolitana a 110 km de Belo Horizonte. A cidade, que terra natal do maior poeta brasileiro, Carlos Drumond de Andrade, tambm um dos mais importantes municpios mineradores do pas.
    Localizado em uma das principais avenidas de Itabira, Duque de Caxias, 1220, na Esplanada da Estao, o Bristol Itabira Hotel da categoria Midscale e absorveu investimentos de R$ 17,8 milhes. Possui estrutura moderna e ideal para o pblico corporativo, com 133 apartamentos equipados com ar-condicionado, split, TV a cabo, internet wi-fi, bancada de trabalho, cofre eletrnico, frigobar, secador de cabelo e espelho de maquiagem. A Sute Master possui sala com TV 42 polegadas, espao gourmet e hidromassagem externa, enquanto a Sute Premium oferece apartamento duplex com dois quartos de casal, TV de 32 polegadas, sala com TV de 42 polegadas, espao gourmet e hidromassagem coberta.
    "Itabira um dos mais importantes municpios mineradores do pas e conhecida internacionalmente por ser tambm a terra natal de um dos maiores e mais importantes poetas brasileiros, Carlos Drumond de Andrade. A cidade e regio esto recebendo investimentos da ordem de R$ 5 bilhes da Vale at 2016 para construo e adaptao de usinas de beneficiamento de seis minas nos complexos de Itabira e Vargem Grande, que estendero por cinco dcadas a vida til das minas de minrio de ferro, alm de ganhar tambm um novo distrito industrial que atrair novas e importantes empresas para a regio, diversificando sua economia e desenvolvimento. Todos esses fatores justificam e tornam estratgico nosso investimento na cidade, afirma Luiz Fantin, diretor de Marketing da Bristol.
    rea de lazer com piscina, sauna e fitness, restaurante, business center, conexo Wireless, estacionamento, sala de eventos, micro-ondas (no apartamento superluxo), room service, bar, caf da manh, cofre, acesso para pessoas com mobilidade reduzida, frigobar e lavanderia completam o pacote de convenincias e conforto do Bristol Itabira Hotel, que promete revolucionar o conceito de hospedagem na cidade. Itabira oferece tambm timas opes de lazer e turismo, como belas cachoeiras, museus, o Memorial Drumond em homenagem ao poeta, artesanato, rampa de vo livre e a reserva ecolgica da Biosfera da Serra do Espinhao.
    Sobre a Allia Hotels

    A Allia Hotels foi fundada em 2010, com capital 100% nacional, fruto da unio entre as redes Bristol e Plaza Inn. Atualmente conta com 36 hotis, operando em 16 cidades brasileiras, com 2,3 mil apartamentos em empreendimentos espalhados pelos estados de Minas Gerais, So Paulo, Esprito Santo, Maranho, Gois e Distrito Federal. At final de 2017, o portflio da Allia deve saltar para mais de 104 empreendimentos em operao, atuando tambm em cerca de 58 destinos Brasil afora, com investimentos previstos da ordem de R$ 1,3 bilho. Com isso, a rede que j figura entre as 10 maiores do Brasil ser convertida na maior do pas de capital nacional.


    Informaes para a imprensa:

    Multitexto Comunicao Empresarial

    Jornalista responsvel: Schubert Arajo

    Telefones: (31) 3426-1491/9983-2905

    Email: multitexto@multitexto.com.br

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Julho 31, 2015

    Lanado para 15 a 17 de setembro o Festival de TURISMO de Ouro Preto


    Direto do Meet do Porco em BH a coletiva de lanamento do Festival de Turismo de Ouro Preto. O Festival tem frente a ABAV e Fire Eventos com o apoio das secretarias de Turismo de Ouro Preto e de Minas. Ser de 15 a 17 de setembro em Ouro Preto. Tem apoio da Fecomercio e UFOP onde sero montados os stands.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Julho 31, 2015

    DE OLHO NA ECONOMIA


    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Fertipar ter mais duas plantas em Minas

    Investimentos da empresa de fertilizantes
    somaro R$ 130 milhes

    A Fertipar Sudeste, empresa de fertilizantes do grupo paranaense Fertipar, vai investir, entre 2015 e 2016, R$ 130 milhes na construo de duas fbricas no Estado, em Martins Soares (Zona da Mata) e Iguatama (regio Centro-Oeste), que iro produzir adubos e devem gerar 200 empregos diretos. De acordo com o gerente de Marketing da Fertipar Sudeste, Nelson Chipichopi, as novas unidades permitiro empresa ampliar o mercado em Minas Gerais. Apesar de adquirir insumos no exterior, a Fertipar pretende ampliar as compras de mquinas e equipamentos no Estado, diz.

    ECONOMIA
    Vale vende para fundo, por R$ 4 bilhes, fatia da MBR
    Companhia tambm anunciou a venda de 4 navios Valemax por US$ 448 milhes

    Supermercados cortam margem de lucro
    Com o cenrio desfavorvel e o aumento de custos, ndice em Minas no dever ultrapassar 1,5% neste ano

    AXA entra no mercado mineiro
    Expectativa de negcios no Estado de R$ 5 milhes at dezembro e de R$ 12 milhes em 2016
    MGO Rodovias pretende captar R$ 75 milhes no mercado
    Recursos para a BR-050/GO/MG

    AGRONEGCIO
    Epamig detecta existncia da praga em cafezal de Joo Pinheiro
    Foco est sob controle, diz pesquisador

    POLTICA
    Prefeituras de Minas marcam paralisao
    Pelo menos 70 municpios vo suspender os servios pblicos no dia 24 de agosto em protesto contra arrocho

    NEGCIOS
    Carinhas que rendem milhes
    Idealizada pela mineira Fofostore, almofadas e chaveiros caem no gosto do brasileiro

    FINANAS
    Juros do rotativo chegam a 372% ao ano
    Taxas das principais modalidades disponveis para o consumidor continuaram a subir em junho, segundo o BC

    INTERNACIONAL
    Economia dos EUA avana 2,3%
    Apesar da melhora no segundo trimestre, o crescimento deste ano est menor do que em 2014

    ESPECIAIS
    DC INOVAO
    Empresas incubadas tambm tm obrigaes

    DC AUTO
    Focus Fastback: em busca da liderana

    OPINIO/EDITORIAL
    Articulao bem ensaiada



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Julho 31, 2015

    Vale das Borboletas: Convnio promove educao ambiental

    A CENIBRA possui um convnio com o municpio de Catas Altas (MG) para promover o Desenvolvimento do Ecoturismo, Pesquisa e Educao Ambiental na rea denominada Vale das Borboletas. Trata-se de uma rea de 63,65 hectares, formada por riachos de guas lmpidas, poos naturais e uma rica fauna e flora.




    A CENIBRA possui um convnio com o municpio de Catas Altas (MG) para promover o Desenvolvimento do Ecoturismo, Pesquisa e Educao Ambiental na rea denominada Vale das Borboletas.

    Trata-se de uma rea de 63,65 hectares, formada por riachos de guas lmpidas, poos naturais e uma rica fauna e flora. Em determinadas pocas do ano, ou em momentos de sol intenso, possvel avistar dezenas de tipos de borboletas.

    A conservao e proteo da biodiversidade uma das prioridades da estratgia de sustentabilidade da CENIBRA. As iniciativas de promoo da educao ambiental so aes efetivas de transformao da conscincia crtica no relacionamento com o meio ambiente de forma a garantir a perenidade dos recursos sem comprometer o desenvolvimento.

    No Vale das Borboletas, possvel observar a presena de espcies de liquens. Estes so associaes mutualsticas entre micro-organismos fotossintticos (algas verdes ou cianobactrias) e fungos. Os liquens funcionam como bioindicadores da qualidade do ar, pois sua existncia no ambiente indica baixa poluio. Ocorrem em troncos de rvores, em pedras.

    A visita rea permitida apenas com acompanhamento de condutor de turismo local, de responsabilidade da Secretaria Municipal de Turismo, de Catas Altas

    Fonte:
    Coordenao de Comunicao Corporativa
    e Relaes Institucionais - CENIBRA


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 30, 2015

    DE OLHO NA ECONOMIA.

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Uberaba ir receber outro grande empreendimento

    Beraca Sabar Qumicos e Ingredientes
    investir R$ 300 milhes no municpio

    Uberaba, no Tringulo Mineiro, abrigar mais um empreendimento de peso. A Beraca Sabar Qumicos e Ingredientes confirmou investimento de R$ 300 milhes na construo de uma unidade fabril no municpio. O protocolo de intenes ser assinado em cerca de 20 dias. Alm da gerao de empregos, o aporte da indstria qumica dever impulsionar a atrao e instalao de empresas fornecedoras de insumos na regio.

    ECONOMIA
    Copasa pode racionar gua na Grande BH
    Campanha de mobilizao social no atingiu resultados esperados. Medidas restritivas devem ser adotadas

    Bens de capital estima queda de 20% da receita em Minas
    Para Abimaq, retrao em funo do cenrio macroeconmico do Pas

    Super Nosso abre hoje cinco lojas de formato diferenciado
    No total, sero dez unidades, que demandaro aportes de R$ 20 mihes

    AGRONEGCIO
    Casemg investe em inovao e pretende ampliar mercado
    Empresa mantm em teste mquina carregadora de continer a granel

    POLTICA
    Presidente da Andrade Gutierrez vira ru
    Srgio Moro aceita denncia do MPF contra Otvio Marques de Azevedo e 12 pessoas do esquema da empreiteira

    NEGCIOS
    Mineiro lana guia de consumo consciente
    Documento traz detalhes sobre o uso de oito aparelhos comuns em uma residncia,alm da iluminao

    Ramacrisna diversifica produo para alcanar faturamento de R$ 5,5 milhes
    Empresa pode produzir at 150 toneladas de telas por ms

    FINANAS
    Copom eleva Selic em 0,5 ponto
    Com a deciso, tomada por 8 dos 9 diretores do BC, taxa sobe para 14,25% ao ano

    LEGISLAO
    Prorelit regulamentado em portaria
    Governo espera arrecadar R$ 10 bilhes neste ano com o pagamento de dvidas com uso de crditos por empresas

    DC RH

    Escassez de competncias gera mudanas

    OPINIO /EDITORIAL
    Sem ao e sem reao


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 30, 2015

    Na Aaemblia Legislativa: Comisses promovem debate sobre a reforma poltica

    Aps as discusses,
    haver o lanamento nacional de livro
    da fundao Perseu Abramo sobre o tema.

    Temas como a clusula de barreira, o financiamento de campanhas, cotas para candidatos e o sistema eleitoral vigente estaro em pauta no debate que as Comisses de Participao Popular e de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) promovem, na prxima segunda-feira (3/8/15), sobre a reforma poltica. Aps o debate, marcado para as 18 horas, no Salo Nobre, haver o lanamento nacional do livro Reforma Poltica Democrtica, editado pela fundao Perseu Abramo.

    A Cmara dos Deputados aprovou no primeiro semestre, em dois turnos, a Proposta de Emenda Constituio da reforma poltica (PEC 182/07). Entre as modificaes propostas pelo texto, esto o fim da reeleio e mandato de cinco anos para todos os cargos eletivos. Tambm constam entre as alteraes prazo para desfiliao do partido sem perda de mandato, restries de acesso de pequenos partidos ao fundo partidrio (clusula de barreira) e permisso de doaes de empresas apenas para partidos.
    Na ALMG, a reforma poltica foi discutida com o foco na participao feminina nas esferas de poder. Nesse sentido, foi realizado, em maro, o Ciclo de Debates Reforma Poltica, Igualdade de Gnero e Participao, que reuniu autoridades e especialistas para discutir o assunto.

    Integrante da bancada das mulheres da Assembleia, a deputada Marlia Campos (PT), presidente da Comisso de Participao Popular, destacou a atualidade do tema da reforma poltica e a importncia de que as mudanas atendam aos reais anseios da populao. Ns devemos fomentar o debate e criar as condies para que a populao opine sobre os temas que influenciaro diretamente suas vidas, ressaltou.

    Lanamento Ao final do debate, no Espao Democrtico Jos Aparecido de Oliveira (Hall das Bandeiras), ocorrer o lanamento nacional do livro Reforma Poltica Democrtica - temas, atores e desafios. A Fundao Perseu Abramo reuniu na obra 24 artigos de intelectuais e militantes polticos sobre o tema.
    Esto confirmadas as presenas do presidente da fundao, Mrcio Pochmann, do diretor do Instituto Lula, Luiz Dulci, e dos autores Otvio Dulci, Bruno Vanderley, Clarisse Paradis e Gleide Andrade, que estaro disponveis para autografar os cerca de 300 exemplares que sero distribudos gratuitamente no evento.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Julho 29, 2015

    COMTUR + Novo Centro de Convenes em BH.


    Foto de Joo Carlos Amaral.
    Novo conselho municipal e lei para construo de centro de convenes impulsionam o turismo em BH

    Publicado em 28/07/2015 20:30:42
    Foto Isabel Baldoni
    A Prefeitura, por meio da Belotur, empossou nesta tera-feira, dia 28, os 52 membros do Conselho Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Comtur). A cerimnia foi realizada no Salo Nobre da PBH (Avenida Afonso Pena, 1.212, 2 andar, Centro). Entre titulares e suplentes, so 22 representantes do poder pblico, incluindo membros da Cmara Municipal, e 30 da sociedade civil, todos designados para um mandato de dois anos. Na ocasio, o prefeito Marcio Lacerda sancionou a lei 10.835/15, que ser publicada na edio desta quarta-feira, dia 29, do Dirio Oficial do Municpio (DOM). A norma altera a lei 10.521/12, que institui a Operao Urbana Simplificada do Centro de Convenes do Municpio e permite o estabelecimento de parceria com a iniciativa privada para a construo de um centro de convenes no bairro Unio, regio Nordeste.
    Entre as competncias do Comtur esto o assessoramento ao Executivo na avaliao da Poltica Municipal de Turismo e na elaborao de planos plurianuais que ajudem a desenvolver e expandir o turismo na cidade, alm da proposio de medidas destinadas a fomentar e democratizar as atividades tursticas. O conselho d a oportunidade de ouvir, debater e planejar aes para que o turismo tenha o devido espao na economia da cidade, disse o prefeito Marcio Lacerda.
    Marcio citou o levantamento que demonstra significativa evoluo da cidade na atrao e na recepo aos visitantes. A Pesquisa de Satisfao do Turista de Belo Horizonte, divulgada em junho deste ano e realizada por meio de uma parceria entre a Fecomrcio-MG e a Belotur, aponta que 99,2% dos turistas aprovaram a capital mineira como destino turstico. As aes promovidas pela Prefeitura visando internacionalizao da capital tambm foram lembradas pelo prefeito.

    Poltica Municipal de Turismo
    Est em vigor a lei municipal 10.823, de 29 de junho de 2015, sancionada pelo prefeito, que dispe sobre a Poltica Municipal de Turismo, institui o Fundo Municipal de Turismo (Fumtur) e traz inovaes referentes a vrios aspectos da gesto pblica do turismo em Belo Horizonte, como a elaborao do Plano Municipal e a criao do Sistema Municipal de Turismo.
    A nova lei traz importantes mudanas que adequam a atividade contemporaneidade e s demandas dos nossos dias. A legislao at ento vigente datava de 1980 e continha conceitos e disposies que no refletiam a evoluo que o setor apresentou nesses anos, explicou o presidente da Belotur e presidente do Comtur, Mauro Werkema, lembrando que o 86% do Produto Interno Bruto (PIB) da capital est no setor tercirio, com nfase para o turismo de eventos e negcios.
    A Poltica Municipal de Turismo segue as diretrizes, metas e programas definidos pela Lei Geral do Turismo, em mbito nacional, e tem como objetivo democratizar o acesso da populao e dos visitantes aos pontos tursticos e aumentar o fluxo turstico na cidade, promover a articulao do setor privado como agente complementar de financiamento de infraestrutura e servios pblicos, e garantir a elaborao do inventrio turstico da cidade, entre outros.
    O Fundo Municipal de Turismo um instrumento destinado captao e aplicao de recursos na atividade turstica na capital. Compete Belotur e ao Comtur a movimentao e a aplicao desses recursos. mais uma fonte de recursos que financiaro programas de promoo, proteo e recuperao turstica, estudos e pesquisas, capacitao, divulgao e custeio de eventos da cidade, completou Werkema.
    O Plano Municipal de Turismo ser elaborado pela Belotur e pelo Comtur e ter suas metas e programas revistos a cada quatro anos, em consonncia com o plano plurianual do municpio. Entre os objetivos est a ordenao das aes do setor pblico, orientando a utilizao dos recursos pblicos para o desenvolvimento da atividade turstica.
    O Sistema Municipal de Turismo tem como meta o crescimento do setor por meio da integrao das iniciativas oficiais com as do setor produtivo. A Belotur a responsvel pela coordenao e pela execuo dos programas de desenvolvimento. Tambm integram o sistema as secretarias municipais de Desenvolvimento e de Relaes Internacionais, as fundaes municipais de Parques, de Cultura e Zoo-Botnica, alm do Comtur.

    Centro de Convenes de Belo Horizonte
    A lei 10.835/15 possibilita que os empreendimentos a serem associados ao centro de convenes no se restrinjam hotelaria e torres comerciais, facultando a construo de edificaes de uso residencial e destinadas a eventos gastronmicos. Assim, a legislao tornar a operao urbana capaz de responder demanda local de produo de imveis residenciais e favorecer a realizao de eventos estimuladores do turismo de negcios na cidade.
    O Centro de Convenes de Belo Horizonte ter uma rea de 17 mil metros quadrados e ser viabilizado por meio de permuta com a concesso de direito real de uso do equipamento. Localizado na Avenida Cristiano Machado, 3.450, no bairro Unio, na regio Nordeste, o local ter capacidade para cerca de 10 mil pessoas. O concessionrio dever construir, montar e entregar o centro conforme projeto bsico definido pelo municpio e, em permuta, receber o terreno, de 30 mil metros quadrados, e o direito de explorao por 35 anos.
    O processo de desapropriao do terreno destinado ao centro de convenes est em curso no Superior Tribunal de Justia e, de acordo com o projeto, a concessionria ter a devida cincia dessa situao. A propriedade do terreno s ser transmitida depois de transitada em julgada a deciso judicial. Concludo o processo, a concessionria ter prazo de trs anos para a construo e implantao do projeto.
    Alm desse empreendimento, o prefeito antecipou que h projeto da iniciativa privada para a construo de um centro de convenes no bairro Engenho Nogueira, na regio da Pampulha, cuja rea til chega a 65 mil metros quadrados, com 2 mil vagas de estacionamento. Esse projeto ainda est sendo avaliado pela Prefeitura.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Julho 29, 2015

    DE OLHO NA ECONOMIA

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Indstria de Minas
    j no consegue evitar demisses

    Segundo a Fiemg,
    59% dispensaram trabalhadores
    entre novembro e abril

    Mesmo adotando uma srie de medidas para proteger o emprego, a indstria mineira no consegue mais segurar as demisses. De acordo com pesquisa divulgada ontem pela Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), 59% delas demitiram funcionrios nos ltimos seis meses at abril e a situao tende a piorar at o final do ano. A justificativas para as dispensas so o aumento da inflao, juros altos, retrao do consumo, estoques elevados, queda da produo e expectativas negativas dos empresrios. Conforme a economista da entidade, rika Amaral, as perspectivas para os prximos meses so ainda mais pessimistas.
    ECONOMIA
    Abertura do prprio negcio alternativa ao desemprego em MG
    Microempreendedor Individual o primeiro passo

    CDL aponta queda na recuperao de crdito de 6,48%
    ndice do 1 semestre foi o pior dos ltimos quatro anos

    Cemig obtm liminar que impede ajuste
    MRE visa ao compartilhamento dos riscos que afetam os agentes de gerao do Sistema Interligado Nacional

    AGRONEGCIO
    Fazenda Santa Monica aposta no potencial de mercado do caf especial
    Empresa investiu na abertura de um escritrio em Miami (EUA)

    POLTICA
    Almirante preso e tem bens bloqueados
    Presidente licenciado da Eletronuclear e executivo da Andrade Gutierrez Energia so alvos da Radioatividade

    NEGCIOS
    Mania, hamburguerias ganham mais pblico
    Arrojadas ou com "dcor retr" e receitas artesanais, sanduicherias viram boa opo de programa econmico

    FINANAS
    S&P sinaliza rebaixar rating brasileiro
    Agncia de classificao de risco mantm grau de investimento do Pas, mas revisa perspectiva para negativa

    Dlar renova maior cotao desde 2003
    Deciso da S&P sustentou quinta alta seguida da moeda, mas no evitou primeiro ganho da Bovespa em oito sesses
    LEGISLAO
    Ibei critica clculo do ITBI em BH
    Critrios adotados pela prefeitura para avaliar imveis so "arbitrrios", afirma especialista

    ESPECIAIS
    DC FRANQUIA
    Student Travel Bureau fortalece a atuao em Minas Gerais

    OPINIO /EDITORIAL
    Oceano de gua fria



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Julho 28, 2015

    DE OLHO NA ECONOMIA

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Venda de caminhes recua 40% em mdia no Estado
    Nmeros negativos do primeiro semestre levaram concessionrais a cortar empregos

    A venda de caminhes no Estado registrou forte queda no primeiro semestre, em mdia de 40%, consequncia do fraco desempenho da economia nacional. Alm da retrao nas concessionrias, o consumo de leo diesel caiu 0,6% no perodo, apontando recuo no transporte de cargas, termmetro da atividade empresarial.

    ECONOMIA
    Indstria do vesturio aposta em recuperao
    Setor em Minas sempre apresenta melhor desempenho ao longo do segundo semestre

    CDL-BH acredita em vendas melhores no Dia dos Pais
    Motivo foi o fraco desempenho dos negcios em 2014

    Vendas de papelo sobem 1,28% em junho
    No acumulado dos seis primeiros meses, negcios do setor acumulam queda de 2,16% na comparao com 2014

    AGRONEGCIO
    Produo cai e cotao do algodo sobe 20% em Minas
    Colheita est bem adiantada e expectativas em relao aos preos so mais positivas

    POLTICA
    Municpios mineiros cobram repasses
    Prefeituras articulam paralisao dos servios pblicos por cinco dias em agosto para cobrar liberao do FPM

    NEGCIOS
    Minas Gerais vai investir R$ 1 bilho em inovao
    Minas Digital conceder bolsas a interessados em criar startups

    Leopoldina atrai mais investimentos
    Aps a inaugurao de dois centros de distribuio em abril, a prefeitura anuncia a chegada da Nay e Tip

    FINANAS
    Dlar volta a disparar e chega a R$ R$ 3,348
    Moeda norte-americana utilizada no comrcio exterior voltou a disparar, subiu 0,47% e chegou a R$ 3,364
    LEGISLAO
    Advocacia-Geral do Estado agiliza soluo de conflitos
    Projeto de desjudicializao de demandas comea com os processos tributrios em Minas

    DC TECNOLOGIA

    MMtools investe R$ 1 milho e prev atender mais de 400 clientes

    OPINIO /EDITORIAL
    Questes elementares



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Julho 28, 2015

    Homenagem da Confraria do Fogo do Empresrio Roberto Gontijo empresria restauranter Sonia Garzon do VITELO'S. Vale conferir as imagens.






                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Julho 28, 2015

    Ptio Savassi inova no Dia dos Pais e oferece experincia gastronmica com o Chef Massimo

    Foi-se o tempo em que cozinhar era coisa de mulher. A onda gourmet no faz distino de sexo ou idade, impactando at mesmo as crianas. E os pais, antes proibidos at de entrar na cozinha, se tornaram protagonistas em muitas comemoraes.

    Nada mais adequado do que dar para esses amantes do ofcio de cozinhar uma experincia gastronmica com o renomado chef Massimo, da Osteria Mattiazzi. Tudo comea com cinco felizardos que vo poder levar um acompanhante para um dia inteiro de atividades culinrias. Desde a compra dos ingredientes, a preparao e a finalizao dos pratos, tudo ser orquestrado pelo Massimo. E todos vo ter os seus prprios utenslios, que fazem parte do kit que eles ganharo junto com a experincia, que vem com chapa de induo, panela, faca e outros mimos essenciais cozinha, todos Tramontina.

    A campanha traz um conceito bem sensorial, mostrando de forma grfica e moderna a representao da exploso de sabores, aromas e emoes que essa experincia gastronmica representa. Com os ttulos Amor agora na verso gourmet e Uma das raras chances de agradar todos os sentidos ao mesmo tempo, nibus vo circular pela regio do Shopping, divulgando a promoo. A mdia ser composta tambm por rdio, internet e peas de mall.
    E os filhos fiquem ligados: cada R$ 300,00 em compras d direito a um cupom para poder participar da promoo. Os papais gourmets vo ter uma experincia nica que s o Ptio Savassi pode oferecer. Sempre diferente.

    Ficha tcnica:
    Direo de criao: Alvaro Bustillos e Carol Penido
    Criao: Carol Penido e Alexandre Santos
    Direo de planejamento e mdia: Andrea Loureiro
    Mdia: Camila Tavares
    Produo grfica: Edson Leo
    RTVC: Marcelo Henrique
    Atendimento: Jlia Innecco
    Aprovao: Simone Fiorello e Rejane Duarte

    Fonte
    Link Comunicao Empresarial


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Julho 28, 2015

    PROGRAMA MINAS DIGITAL. Acelerando as STARTUPs

    1. O governador Fernando Pimentel lanou ontem, segunda-feira (27/7), durante evento no Palcio Tiradentes, em Belo Horizonte, o programa Minas Digital.
    A iniciativa dever gerar R$ 1 bilho em investimentos privados e pblicos nos prximos 10 anos e formar 100 mil jovens anualmente no setor de tecnologia.
    Durante a cerimnia, o programa de pr-acelerao Lemonade e a aceleradora Techmall foram citados como referncia na rea.
    Alm disso, Carolina Reis, fundadora da Cellseq (startup acelerada do Techmall) foi convidada a compor a banca e ressaltou a importncia do programa para ajudar os estudantes a transformarem suas pesquisas em algo que podem transformar a sociedade.

    Mais em: http://goo.gl/fCLlK8

    2. A startup Babygram (acelerada do Techmall) foi citada pela Pais&Filhos em matria que indica os "7 aplicativos que vo facilitar o dia a dia das mes"!

    Mais em: http://www.paisefilhos.com.br/familia/7-aplicativos-que-vao-facilitar-o-dia-a-dia-das-maes/


    3. A startup Descarte Legal lanou sua nova plataforma na ltima quinta-feira, dia 23 de julho, no Techmall.
    A Descarte Legal um sistema online de gerenciamento de resduos slidos, automatizado e integrado com redes de empresas transportadoras e receptoras de resduos (Incineradores, autoclaves, reutilizadores, recicladores e outros), homologadas e monitoradas pela equipe.
    Alm disso, a empresa f2 lugar na competio Baanko Challenge, "Negcios Sociais de Alto Impacto". O evento ocorreu em Julho/2015 em Belo Horizonte;
    Finalistas do Prmio Connected Smart Cities.
    A final acontecer no dia 03/08 em So Paulo
    Fonte
    Juliana Saldanha.
    Techmall


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 27, 2015

    Box

    Com localizao estratgica, My Box uma das empresas que mais crescem no segmento oferecendo mais de 60 tipos de espaos e boxes para locao em rea prpria com mais de 25 mil m

    Se o espao ficou pequeno em casa ou no apartamento para guardar aquele mvel antigo da famlia, o barco de pescaria, ou se o escritrio vem diminuindo de tamanho a cada dia com o aumento do arquivo de documentos contbeis, os guarda-volumes do tipo "self storage so uma alternativa, e com mais flexibilidade ante os guarda-mveis tradicionais.

    Como o prprio termo em ingls sugere (autosservio de armazenagem, em traduo livre), no "self storage" cada cliente tem uma chave do box que aluga e o acesso livre, desde que em horrio comercial ou por meio de agendamento aos domingos e feriados. O espao pode ser alugado pelo perodo que o cliente precisar. No guarda-volume tradicional, uma vez armazenados, os objetos s podero ser retirados em uma nica oportunidade.

    Em Belo Horizonte, a procura por empresas que oferecem o servio tem aumentado a cada ano. Segundo o gerente comercial e de marketing da My Box, Bernardo Coelho Ferreira, a demanda pelos servios apresentou crescimento de 17 % no primeiro semestre de 2015 em relao a 2014. Com a instabilidade da economia e os baixos ndices nos indicadores de mercado, muitos empresrios tm buscado alternativas econmicas para manter o ritmo em suas operaes. Atualmente o segmento de pequenas e mdias empresas, entre elas lojistas de shoppings, so os que mais tm procurado os servios da My Box para organizao e logstica de estoques, e para guarda de mobilirio de salas e lojas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 27, 2015

    Gorjeta!!!

    O presidente da Federao Brasileira de Hospedagem e Alimentao (FBHA), Alexandre Sampaio, esteve reunido, com o chefe de gabinete do senador Drio Berger (PMDB/SC) para tratar do Projeto de Lei n 80/2013, que regula a gorjeta compulsria, aquela includa na nota de consumo pelas empresas. O senador o relator da matria e a federao foi levar at o parlamentar a posio do segmento de hotis, bares, restaurantes e similares acerca do assunto.

    O projeto em questo, de autoria do senador Ciro Nogueira (PP/PI), pretende alterar o artigo 457 da Consolidao das Leis do Trabalho (CLT), afim de regular a gorjeta compulsria, includa na nota de consumo pelas empresas.

    O setor convergente ao projeto, porm com ressalvas. O texto no especifica a destinao da gorjeta espontnea, ou seja, aquela entregue pelo consumidor diretamente ao empregado, sem incluso na nota de consumo. A determinao do rateio entre todos os empregados do restaurante que trabalham no mesmo horrio, independente de quem se manifestar, desconsidera a percepo da gorjeta e integrao na remunerao para efeito de clculo das frias, verbas fundirias e 13 salrio. A proposta da federao que o texto aponte a negociao coletiva como meio de resoluo do impasse.

    O projeto se encontra no momento na Comisso de Assuntos Sociais (CAS) aguardando o parecer do relator.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 27, 2015

    Esquadra Segurana mantm otimismo e aposta em um cenrio melhor

    O Grupo Esquadra, especializado em segurana, mantm seu planejamento para 2015 mesmo diante do cenrio econmico atual. Eu sou muito otimista, mesmo com a situao em que estamos vivendo com ajustes necessrios para que o negcio no fique estagnado, acredito que possvel crescer em alguns dos nossos segmentos, mesmo com a reduo de outros, avalia Marcos Vincius Ferreira, um dos scios do Grupo Esquadra.

    O empresrio informa ainda que o crescimento projetado para este ano estava em torno de 10%, mas com a crise econmica vivida pelo pas com fechamento de postos de trabalho, alta da inflao e com menos dinheiro em circulao, foi necessrio uma reviso da meta. Todas as empresas esto passando por momentos difceis de inadimplncia em alguns contratos; alguns negcios ruins, alguns com mais impacto e outros com menos; mas eu sempre acredito que na crise tambm existem oportunidades que devem ser aproveitadas, diz.

    A Esquadra neste segundo semestre est com foco no Transporte de Valores. Estamos oferecendo novos contratos aos nossos clientes e tambm conseguimos conversar com clientes que no tnhamos oportunidade. So empresas que tambm esto precisando reduzir custos, mas sem perder a qualidade do servio. Assim, estamos conseguindo mostrar nosso produto que consegue competir de igual para igual com empresas maiores, avalia Marcos Vincius.

    Novos clientes foram adquiridos pela Esquadra no ltimo ms de junho: o Banco Safra, a Drogaria Araujo, a Feira Shop e a Confidence Cambio. Isso demonstra que estamos movimentando e mostrando ao mercado que no podemos parar, afirma o empresrio. Marcos Vincius aposta em um cenrio melhor a partir do segundo semestre de 2016, para ele a economia estar em outros patamares e isso far com que o Brasil volte a pensar em crescimento. O que sentimos que 2015 ser um ano de ajustes, mas vislumbramos um ano de 2016 com expectativas bem melhores, finaliza.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 27, 2015

    DE OLHO NA ECONOMIA

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    ECONOMIA
    Recesso pode se prolongar por dois anos
    bens

    Competitividade da indstria
    em fase crtica

    O descasamento entre as medidas adotadas pelo governo federal para fazer o ajuste fiscal e a retomada da competitividade da indstria nacional resultar no prolongamento da recesso econmica at o prximo ano, na avaliao do presidente do Conselho de Poltica Econmica e Industrial da Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Lincoln Gonalves Fernandes, para quem o Produto Interno Bruto (PIB) deve voltar a crescer somente em 2017. Conforme Fernandes, o legado do arrocho fiscal tem sido desemprego, salrio estagnado, desconfiana dos agentes econmicos e a consequente reduo dos investimentos por parte dos empresrios.

    ECONOMIA
    ZPE de Uberaba aguarda termo de cesso para incio das obras
    Trabalhos devem comear em at 60 dias

    Provvel reduo do grau de investimento abala mercado
    Temor que o volume de investimentos no Pas deve minguar ainda mais

    Encomendas da Caterpillar tm queda
    Produo e receita da empresa registraram expanso neste ano, mas o cenrio incerto para os prximos dois anos

    AGRONEGCIO
    Consumo de etanol tem expanso em Minas
    Somente em junho foram comercializados 160,1 milhes de litros, aumento de 195,9% ante igual ms de 2014

    POLTICA
    MPF denuncia Odebrecht e Azevendo
    Presidentes das duas maiores empreiteiras do Pas so acusados de corrupo, lavagem e organizao criminosa

    NEGCIOS
    Artesanato mineiro ganha reforo
    Catlogo rene 233 peas feitas por 211 artesos de 55 minicpios mineiros

    Setor de seguros no Pas registrou crescimento acima de 14% at maio
    Apesar disso, ndice de confiana apurou queda

    FINANAS
    Dlar volta a disparar e chega a R$ R$ 3,348
    Moeda norte-americana atinge valor nominal mais alto desde 31 de maro de 2003, quando estava em R$ 3,355

    LEGISLAO
    Diferena de ITBI gera polmica em Belo Horizonte
    Prefeitura cobra adicional retroativo de 32 mil pessoas que compraram imveis de maio de 2014 a abril de 2015

    DC TURISMO

    Rede Marriott prospecta negcios na Capital

    OPINIO /EDITORIAL
    Sem ao e sem reao


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Julho 26, 2015

    Inscries para concurso pblico da Fundao Joo Pinheiro abertas neste sbado

    Processo seletivo
    para ingresso na carreira
    de Especialista em Polticas Pblicas
    e Gesto Governamental ter trs etapas

    A Secretaria de Estado de Planejamento e Gesto (Seplag) e a Fundao Joo Pinheiro (FJP) abrem neste sbado (25/7) as inscries para a segunda etapa do concurso pblico que ir selecionar candidatos ao ingresso na carreira de Especialista em Polticas Pblicas e Gesto Governamental (EPPGG). O Edital Seplag-FJP n 002/2015, que dispe sobre o processo seletivo, est disponvel na pgina da FJP.

    A partir desta edio, o Governo de Minas Gerais passa a adotar o Enem como primeira etapa do concurso. Os candidatos que obtiverem pontuao mnima de 350 pontos em cada uma das provas objetivas, de 500 pontos na redao do Enem 2015 e que se classificarem entre os 300 primeiros inscritos no concurso, estaro aptos a realizar a segunda etapa do processo seletivo. Marcada para 17 de janeiro de 2016, a segunda etapa ser composta por provas dissertativas de matemtica e histria.

    Os estudantes interessados devero se inscrever at 20 de setembro no site www.idecan.org.br, mediante pagamento de taxa de R$ 120. Ao final da segunda etapa, os 80 primeiros classificados sero aprovados e devero se matricular no curso de graduao em Administrao Pblica (CSAP), ministrado pela Escola de Governo da Fundao Joo Pinheiro.

    Com durao de quatro anos, o curso de graduao corresponde 3 etapa deste concurso pblico. Cumpridos os requisitos legais especficos (concluso do curso dentro do prazo mximo de cinco anos e no ter sido reprovado em trs disciplinas ao longo da graduao), o aluno ser nomeado para ingresso na carreira de Especialista em Polticas Pblicas e Gesto Governamental (EPPGG).

    Curso e carreira

    Oferecido de forma gratuita, o curso de graduao em Administrao Pblica reconhecido pelo MEC e oferece ao aluno bolsa de estudos mensal correspondente a um salrio mnimo. O estudante deve ter dedicao exclusiva e, aps formado, poder ser nomeado para atuar em um dos diversos rgos e entidades da administrao direta, autrquica e fundacional do poder executivo estadual.

    As principais atribuies do Especialista em Polticas Pblicas e Gesto Governamental so a formulao, superviso e avaliao de polticas pblicas. Esses profissionais tambm podem atuar nas reas de planejamento e avaliao, administrao financeira e oramentria, contabilidade, modernizao da gesto, racionalizao de processos, gesto e tecnologia da informao, recursos logsticos, recursos materiais, recursos humanos e administrao patrimonial.

    Com corpo docente extremamente qualificado, a Escola de Governo da Fundao Joo Pinheiro tem nota mxima no conceito do Ministrio da Educao, e especificamente na rea de administrao, ocupa o terceiro lugar no pas, de acordo com o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Julho 26, 2015

    Tendncias mercado do caf!!!


    Anlises e tendncias do agronegcio caf
    em nvel mundial so divulgadas
    pelo Bureau de Inteligncia Competitiva do Caf

    O Relatrio Internacional de Tendncias do Caf de julho de 2015 apresenta anlises sobre produo, indstria e cafeterias e fornece subsdios para o planejamento e tomada de deciso pelos agentes do agronegcio caf

    O Bureau de Inteligncia Competitiva do Caf divulga a edio do ms de julho de 2015 do Relatrio Internacional de Tendncias do Caf (vol.4 n 3). O documento rene, analisa e divulga dados e informaes que podem subsidiar o planejamento e a tomada de deciso pelos agentes do setor produtivo do caf. O relatrio, que est disponvel no Observatrio do Caf, do Consrcio Pesquisa Caf, e no Bureau de Inteligncia Competitiva do Caf, da Universidade Federal de Lavras Ufla, apresenta, em nvel mundial, destaques do agronegcio caf e tendncias do setor, com foco na produo, indstria e cafeterias, entre outros temas relevantes. As atividades so realizadas


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Julho 25, 2015

    MG 050

    Projeto de duplicao da MG-050
    ser finalizado em dezembro

    A afirmao foi feita por representante da Sudecap
    durante audincia pblica da Comisso de Assuntos Municipais.

    O projeto para a duplicao da MG-050 j est em andamento e ser finalizado em dezembro deste ano, segundo informaes do superintendente de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) de Belo Horizonte, Humberto Pereira de Abreu Jnior.

    A afirmao foi feita durante audincia pblica realizada nesta sexta-feira (17/7/15) pela Comisso de Assuntos Municipais e Regionalizao da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). A reunio sobre a situao da duplicao e das desapropriaes da MG-05 foi realizada na Escola Municipal Maria Assuno de Marco, situada no bairro Goinia, na Capital.

    O superintendente da Sudecap disse que, em janeiro, ser iniciado projeto licitatrio para realizao da obra da Borba Gato, que custar mais de R$ 18 milhes, sendo R$ 4,5 milhes destinados s desapropriaes. Segundo Humberto, em abril de 2016 devem ser inicadas as obras, com uma previso de concluso em 18 meses. Ele tambm explicou que a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) est preocupada em resolver o problema de inundao da Rua dos Limes, onde moram 40 famlias que sofrem com os perodos chuvosos.

    Fonte
    almg.gov.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Julho 24, 2015

    Confraria do Fogo Lenha vai homenagear Restaurante Vitelo's. Segunda-feira.

    A "Confraria do Fogo Lenha do Roberto Gontijo" uma associao pra l de informal que se rene usualmente para amigos conversarem e degustarem a boa gastronomia mineira, sempre com o objetivo de aproximar, valorizar e homenagear as pessoas e instituies que contribuem para a nossa comunidade e para a sociedade mineira.

    Nosso homenageado desta segunda- feira, dia 27 de julho, ser o Restaurante Vitelos, na pessoa da sua scia gerente Snia Garzon, pelos seus 30 anos de trabalho e dedicao na arte de bem servir os brasileiros e de forma especial os mineiros.

    Sua presena nos dar muita alegria.

    Confraria do Fogo Lenha do Roberto Gontijo

    Data: 27 de julho de 2015
    Horrio: 19:30 horas.
    Endereo: Rua Marte, n 119 - B. Santa Lcia - BH.
    Contatos: (31) 3024- 7282


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Julho 24, 2015

    Em Itabira: encontro de Cultura. Coloque na sua agenda. Dia 30 de julho


    Encontro de Sistemas de Cultura das Cidades Histricas de Minas,
    ser realizado pela Associao das Cidades Histricas de Minas Gerais,
    em parceria com o Ministrio da Cultura.

    Data: 30 de julho de 2015

    Horrio: De 9:00 s 17:00

    Local: Teatro da Fundao Cultural Carlos Drummond de Andrade. Avenida Carlos Drummond de Andrade, 666, Centro, Itabira - MG.

    Pblico: Gestores culturais, representantes de Pontos de Cultura, conselheiros de Polticas Culturais, artistas, produtores, parlamentares e sociedade em geral.

    Objetivo: Refletir sobre poltica e gesto cultural, com nfase no fortalecimento do Sistema Municipal de Cultura.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Julho 24, 2015

    DE OLHO NA ECONOMIA

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Desemprego na Grande BH
    recua de 5,7% para 5,6%

    industria
    Apesar do declnio,
    taxa na regio metropolitana
    a maior para junho desde 2009

    A taxa de desemprego na Regio Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) encerrou junho em 5,6%, a maior para o ms desde 2009, quando atingiu 6,9%. De acordo com dados da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), divulgada ontem pelo IBGE, embora o indicador tenha apresentado ligeira queda em relao a maio (5,7%), foi 1,7 ponto percentual maior que o registrado em igual ms do ano passado. Ainda assim, o resultado da Grande BH ficou abaixo da mdia nacional, de 6,9%. Quando comparada com as demais regies metropolitanas, a taxa na RMBH foi a segunda menor, atrs somente do Rio de Janeiro (5,2%). No ms passado, a Populao Economicamente Ativa (PEA) foi estimada em 2,629 milhes, retrao de 0,6% em relao a maio.

    ECONOMIA
    AFD deve disponibilizar 100 milhes de euros para Cemig at outubro
    Recursos de agncia francesa sero destinados a investimentos

    Vale tem recorde de produo de minrio de ferro no 1 semestre
    Somente em Minas, foram extradas 98,066 milhes de toneladas do insumo siderrgico

    Leme Engenharia amplia mercado
    Empresa agora aposta em projetos de fiscalizao e gerenciamento na rea de transportes

    Marcas Maguary e Dafruta passam ao controle da Britvic
    Companhia britnica paga R$ 580 milhes por duas fbricas em Araguari e duas no Cear

    AGRONEGCIO
    Verde Campo investe R$ 15 milhes
    Aporte direcionado para ampliao da capacidade de processamento, inovao e estocagem

    POLTICA
    Oposio recorre PGR contra uso de depsitos judiciais
    Bloco alega inconstitucionalidade de lei estadual

    DC INOVAO
    Sociedade exige regras bem definidas entre startups
    Definir um perfil bom comeo
    Companhias buscam startups para inovar

    INTERNACIONAL
    Parlamento aprova segundo pacote de reformas na Grcia
    Com isso, negociaes sobre socorro financeiro de at 86 bilhes de euros podem comear

    FINANAS
    Dlar dispara e fecha perto dos R$ 3,30
    Reduo da meta fiscal derruba a Bovespa, que encerrou prego com queda de 2,18%, abaixo dos 50 mil pontos

    LEGISLAO
    Arrecadao do Simples sobe 6,73%
    Micro e pequenas empresas recolheram R$ 29,605 bilhes no primeiro semestre, diz a SMPE

    DC AUTO

    Sandero StepWay: aventureiro bem equipado
    Hatch da montadora francesa Renault apresenta pacote de itens de srie completo e bom custo-benefcio

    OPINIO/EDITORIAL
    Uma ideia que no pode morrer


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 23, 2015

    Agenda Internacional do prefeito de BH Mrcio Lacerda




    Prefeito de BH Mrcio Lacerda teve importante agenda esta semana no Vaticano com o Papa Francisco. Lacerda presidente da Frente Nacional de Prefeitos.







                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 23, 2015

    Comisso da Comisso de Defesa dos Direitos do Idoso da OAB.



    Segunda reunio da Comisso de

    Defesa dos Direitos do Idoso da OAB/MG.

    Foi nesta quarta no Diamond Mall.

    Presentes:

    Emiliano Wagner(relaes governamentais), Geraldo Almeida(relaes institucionais), Claudio Motta (presidente),Alipio Miranda Ribeiro(secretrio geral) e Joao Carlos Amaral(comunicao e marketing).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 23, 2015

    Agenda no Vaticano. Em sua apresentao, Marcio ressaltou a importncia de o Papa ...Francisco reconhecer as autoridades locais como atores essenciais na construo do desenvolvimento internacional com base em princpios de ecologia integral. E reafirmou o compromisso dos prefeitos brasileiros de trabalhar para que os excludos superem a situao de vulnerabilidade social e econmica.

    Foto: Solange Souto

    Foto de Joo Carlos Amaral.


    Agenda de Marcio Lacerd no Vaticano.

    Prefeito de Belo Horizonte e presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Marcio Lacerda participou nesta tera, dia 21, ao lado de outros cinco componentes da diretoria da entidade, do Workshop Escravido Moderna e Mudanas Climticas, na sede da Pontifcia Academia de Cincias do Vaticano.



    Em sua apresentao, Marcio ressaltou a importncia de o Papa ...Francisco reconhecer as autoridades locais como atores essenciais na construo do desenvolvimento internacional com base em princpios de ecologia integral. E reafirmou o compromisso dos prefeitos brasileiros de trabalhar para que os excludos superem a situao de vulnerabilidade social e econmica. Essa superao se dar por meio da oferta de capacitao profissional e de servios bsicos, como gua potvel, saneamento, educao de qualidade, moradia digna, sade, transportes pblicos coletivos e manejo adequado dos resduos slidos, afirmou o prefeito de Belo Horizonte.



    Marcio destacou, tambm, o engajamento da capital mineira no enfrentamento das mudanas climticas, o que inclui inventrios de emisso e plano de mitigao e a meta de reduo de 20% das emisses de gases de efeito estufa at 2030. Outro ponto abordado pelo prefeito foi o compromisso da administrao com a educao infantil e fundamental em Belo Horizonte. Acreditamos que a educao seja a base para a formao de cidados aptos a se inclurem na sociedade brasileira, disse, antes de informar sobre o forte investimento da Prefeitura na Rede Municipal de Educao, que elevou de 40 para 105 o nmero de escolas para crianas de at 6 anos, as Umeis, e aumentou de 15 mil para 63 mil o nmero de alunos na escola em tempo integral.



    Marcio completou a apresentao com informaes sobre o programa Vila Viva, que tem por objetivo reestruturar e integrar cidade os assentamentos existentes, tornando adequadas as condies de moradia e facilitando o acesso aos servios pblicos e estimulando a gerao de renda.



    Carta ao Papa



    Durante o encontro, que contou com a presena do Papa Francisco, Marcio Lacerda entregou ao pontfice uma carta elaborada pelos integrantes da delegao brasileira, intitulada Declarao dos prefeitos brasileiros. Nela, os prefeitos agradecem ao Papa pela iniciativa de sensibilizar o mundo para problemas to graves, neste momento crtico da histria da humanidade.



    No documento, os prefeitos demonstram sintonia com os ideais da encclica Laudato Si (Louvado sejas), do Papa Francisco, e apresentam os esforos que vm empreendidos para enfrentar os problemas da desigualdade, da vulnerabilidade social e das mudanas climticas.



    Os prefeitos alertam, tambm, na carta ao Papa, para a necessidade da construo de um acordo internacional para que os pases mais ricos transfiram recursos e tecnologias aos mais pobres, como contribuio para o enfrentamento dessas questes.



    Confira, a seguir, a ntegra da carta ao Papa Francisco, assinada por Marcio Lacerda e por Fernando Haddad, prefeito de So Paulo, ACM Neto, prefeito de Salvador-BA, Gustavo Fruet, prefeito de Curitiba-PR, Jos Fortunati, prefeito de Porto Alegre-RS e Paulo Garcia, prefeito de Goinia-GO.





    Declarao dos prefeitos brasileiros



    Ns, prefeitos brasileiros presentes no encontro Escravido Moderna e Mudanas Climticas: o Compromisso das Cidades, saudamos e agradecemos esta importante iniciativa do Papa Francisco de sensibilizar o mundo para os problemas relacionados s mudanas climticas, ao flagelo da pobreza e da excluso social, s formas atuais de trabalho escravo e convocar uma mobilizao de todos, independentemente de suas crenas pessoais e convices polticas, para enfrentarmos este momento crtico da histria da humanidade em todas suas dimenses.



    Declaramos nossa identidade com os princpios da ecologia integral enunciados na Carta Encclica Laudato Si, e nosso compromisso em atuar, enquanto cidados do mundo e prefeitos do Brasil, na substituio de paradigmas para enfrentar as mudanas climticas, na busca de melhores condies de vida para todos, especialmente para os mais pobres.



    com essa motivao que realizamos, a cada dois anos, o maior evento sobre sustentabilidade urbana do Brasil, o Encontro dos Municpios com o Desenvolvimento Sustentvel, que rene milhares de governantes, parlamentares, gestores, acadmicos e estudantes para construir cidades melhores.



    Temos uma trajetria de luta pela afirmao de direitos, que no mbito urbano e de seus desafios estruturantes obteve importantes avanos com a aprovao, pelo Congresso Nacional, do Estatuto da Cidade.



    Nesse mesmo sentido tambm temos implementado polticas para garantir gua potvel, saneamento bsico, educao de qualidade, moradia digna, sade, mobilidade urbana e manejo dos resduos slidos, em especial para as populaes mais carentes. Essas aes combinadas j resgataram da pobreza extrema mais de 36 milhes de brasileiros no campo e nas cidades. Sabemos, no entanto, que apesar de contarmos com marcos regulatrios nacionais estruturantes desses temas, ainda enfrentamos diversas insuficincias.



    A dificuldade na construo de um acordo internacional entre os chefes de Estado que contemple diretrizes mais audaciosas e efetivas no enfrentamento s mudanas climticas j tem reflexos na piora da qualidade de vida das pessoas, em especial dos mais pobres. Essa situao coloca em risco os avanos conquistados no enfrentamento da misria e das desigualdades nas ultimas dcadas, refletindo-se no dia a dia das cidades que governamos.



    Em sintonia com a Encclica Laudato Si, reconhecemos a urgncia de atender as necessidades dos mais pobres. Para enfrentar esse injusto cenrio de desigualdades, os 5.570 prefeitos brasileiros esto empreendendo esforos para que os excludos possam superar a situao de vulnerabilidade. So polticas pblicas estratgicas de incluso social abrangendo educao, sade, habitao, saneamento, transporte pblico, gerao de renda, emprego, empreendedorismo e cooperativismo.



    Reconhecemos tambm a responsabilidade dos governos locais em contribuir com a reverso da atual crise climtica global. H prefeitos brasileiros adotando metas para desatrelar o desenvolvimento das cidades do aumento de emisses de Gases de Efeito Estufa em seus territrios e nos padres de produo e consumo. E, sabendo que esses esforos iniciais ainda so insuficientes, trabalharemos para incorporar a viso do desenvolvimento urbano de baixo carbono e resiliente s mudanas climticas nos planejamentos das cidades brasileiras.



    Cientes de que as mudanas climticas so um desafio global, pleiteamos que os governos nacionais, e em especial o governo brasileiro, envide esforos na construo de acordos na cpula do clima (COP21) em Paris, no final deste ano, que mantenham o aquecimento global induzido pelo homem abaixo de 2C, e tenham como objetivo avanar para nveis mais seguros.



    Globalmente, como estratgia para enfrentar esse cenrio desastroso, propomos a transferncia de recursos e tecnologias dos pases desenvolvidos aos pases em desenvolvimento, em especial aos mais pobres, e diretamente s cidades, visto que os primeiros so os que historicamente mais consomem recursos naturais e contribuem para o agravamento das mudanas climticas.



    Diante disso, reivindicamos ainda o reconhecimento, pela Organizao das Naes Unidas (ONU), dos governos locais como atores fundamentais na promoo da sustentabilidade global e do desenvolvimento humano.



    Atendendo ao chamado da Encclica, reconhecemos que o momento de extrema gravidade e requer a conquista de conscincias e uma mudana que no apenas tecnolgica, mas de concepo da forma de viver.



    Engajados na promoo da ecologia integral em nossos territrios, trabalharemos ainda mais motivados pelo reconhecimento, engajamento e empoderamento dos governos locais e subnacionais, com a contribuio dos diversos setores e segmentos da sociedade civil, em um acordo climtico global ambicioso na COP21, por meio do Mapa do Caminho dos Governos Locais pelo Clima.



    Dispomo-nos, ainda, a sensibilizar e mobilizar cada vez mais prefeitos para essa agenda, fortalecendo o trabalho em rede, em especial junto a Frente Nacional de Prefeitos (FNP); a Rede MercoCidades no mbito do Mercosul; e a Rede Metropolis; Alianza Euro-latinoamericana de Cooperacin entre Ciudades (AL-LAs); Cities Climate Leadership Group (C40); Cidades e Governos Locais Unidos (CGLU), e Governos Locais pela Sustentabilidade (ICLEI) em mbito global. Buscaremos tambm promover a integrao das agendas internacionais nos territrios por meio das alianas e fruns que debatem e constroem os Objetivos do Desenvolvimento Sustentvel (ODS), a 21 Conferncia das Naes Unidas sobre Mudanas Climticas (COP21) e a Terceira Conferncia das Naes Unidas sobre Moradia e Desenvolvimento Urbano Sustentvel (Habitat











                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 23, 2015

    Seminrio mdico


    Foto de Joo Carlos Amaral.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 23, 2015

    DE OLHO NA ECONOMIA

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    INFRAESTRUTURA
    Aportes
    devem somar R$ 32 bi at 2018,
    prev especialista

    Setor no Estado utiliza apenas 20% da capacidade e foram feitas 15 mil demisses

    Os investimentos em infraestrutura no Brasil devem girar em torno de R$ 32 bilhes at 2018, menos da metade dos R$ 69,2 bilhes previsto pelo governo federal dentro do Programa de Investimento em Logstica (PIL), que teve nova etapa lanada em junho. A estimativa do economista Frederico Estrella, diretor de Investimentos e Negcios da Tendncias, com base no atual cenrio de retrao econmica e discusses sobre o ajuste fiscal. O especialista, que abordou o tema durante palestra na Associao Comercial de Minas (ACMinas), disse que no h recursos pblicos e que "existe uma postura de cautela por parte dos empresrios e investidores".

    ECONOMIA
    Nmero de dvidas em atraso teve alta de 6,31% em junho
    Com crise econmica, consumidor no consegue honrar compromissos

    Mais muturios tentam renegociar contratos
    Procura por informaes e ajuda em associao triplicou no primeiro semestre; objetivo evitar a perda do bem

    Extino de empresas em Minas aumenta 19,6%
    Crise levou ao encerramento das atividades de 11.892 empreendimentos

    AGRONEGCIO
    Inscries no CAR tm queda em Minas
    No Estado, onde devero ser cadastradas 550 mil propriedades, estima-se que apenas 93,5 mil efetuaram registro

    POLTICA
    Queda de arrecadao leva prefeitos a novo protesto
    Representantes de municpios reeditam, no dia 27, marcha em Braslia

    NEGCIOS
    Unio de cervejarias rende bons negcios
    Inconfidentes, que congrega trs marcas, vai aumentar produo, hoje de 12 mil litros ms, em mais 6 mil litros

    Grife aposta na moda plus size
    Estratgia de Daniela Salomo visa superar a concorrncia com os produtos chineses

    FINANAS
    Dficit recua para US$ 2,547 bilhes em junho
    No acumulado dos ltimos 12 meses, saldo est negativo em US$ 93,051 bilhes, o que representa 4,36% do PIB

    LEGISLAO
    MP estimula quitao de dbitos
    Prorelit visa diminuir o contencioso administrativo ou judicial estimado em R$ 860 bilhes

    ESPECIAIS

    OPINIO /EDITORIAL
    Os espaos da aventura




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 23, 2015

    Reconhecimento de ponta!!!

    NETIMVEIS
    GANHA CERTIFICAO
    GOOGLE PARTNERS

    A Netimveis acaba de receber a certificao Google Partners, um reconhecimento s empresas que dominam as ferramentas e produtos oferecidos pelo Google para a construo de campanhas online e as utilizam de forma a gerar os melhores resultados para clientes. Para a Netimveis o certificado reafirma sua expertise e seu pioneirismo em busca de solues inteligentes.

    De acordo com o diretor de marketing da Rede Netimveis Brasil, Jos De Filippo Neto, o certificado garante um grande diferencial competitivo no mercado de marketing digital e reafirma o compromisso da rede em inovar e trazer os melhores servios aos seus pblicos internos e externos . A nossa empresa sempre foi vanguardista: ela nasceu no ano em que a Internet engatinhava (1995), prova disso que o netimveis.com foi o primeiro portal imobilirio da Amrica Latina. Apostamos desde o incio na comunicao digital como forma de impulsionar nossos negcios. A inovao est no DNA da Netimveis, por isso desenvolvemos uma plataforma prpria de gesto por meio do nosso Ncleo de Inteligncia da Tecnologia da Informao (NITI), afirma De Filippo.

    Alm da Netimveis, poucas empresas do setor imobilirio so parceiras Google. Para se tornar uma, as agncias precisam se manter atualizadas sobre as ferramentas e a utilizao de boas prticas no desenvolvimento das campanhas. Tambm necessrio atualizar a certificao atravs de exames anuais de Fundamentos do AdWords e outros de publicidade.

    Netimveis completa 20 anos e lana novo portal

    Presente em Minas Gerais, Esprito Santo, So Paulo, Santa Catarina, Bahia e Distrito Federal, conta com mais de 100 agncias e 2.500 corretores. 2015 um ano especial para a Rede que completa 20 anos de mercado e acaba de lanar seu novo portal, desenvolvido pelo Ncleo de Inteligncia da Tecnologia da Informao (NITI) um departamento interno que a menina dos olhos da empresa e recebeu investimentos de R$ 2 milhes s no ltimo ano. atravs do NITI que a Netimveis desenvolve toda a sua plataforma de negcios. Hoje, o Portal Netimveis um dos maiores do segmento no pas, com mais de 100 mil ofertas qualificadas de imveis e mais de 70 mil consultas realizadas diariamente.

    Esta nova verso, alm de ser responsiva o que faz com que se encaixe em qualquer dispositivo, seja ele PC, smartphone ou tablet oferece uma busca no mapa totalmente inovadora, na qual o usurio pode selecionar um raio sobre o mapa para filtrar a sua pesquisa. E por meio dela o portal permite a busca aberta, podendo abranger diversas regies, cidades ou estados. Atravs do Portal, a Netimveis d incio tambm a um banco de informaes estratgicas, com dados sobre perfil dos clientes, prospeces realizadas e negcios fechados para a Rede. Alm disso, uma das grandes vantagens competitivas do portal ele ser o nico do mercado imobilirio a oferecer imveis sem duplicidade.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Julho 22, 2015

    Custo da construo em BH em junho

    Fonte
    Sinduscon MG

    CUSTO DA CONSTRUO (CUB/m)
    AUMENTOU 0,14% EM JUNHO

    A alta acumulada
    no primeiro semestre do ano foi de 4,62%

    O Custo Unitrio Bsico de Construo (CUB/m - projeto-padro R8N) registrou alta de 0,14% em junho, em relao ao ms anterior. Essa variao foi justificada pelo incremento de 0,31% no custo com material de construo. Todos os demais componentes do referido indicador (mo de obra, despesa administrativa e aluguel de equipamento) apresentaram estabilidade.

    Com este resultado, o custo do metro quadrado de construo em Belo Horizonte, para o projeto-padro R8-N (residncia multifamiliar, padro normal, com garagem, pilotis, oito pavimentos-tipo e trs quartos) que em maio era R$1.163,06 passou para R$1.164,64 em junho. O CUB/m um importante indicador de custos do setor e acompanha a evoluo do preo de material de construo, mo de obra, despesa administrativa e aluguel de equipamento.

    calculado e divulgado mensalmente pelo Sindicato da Indstria da Construo Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), de acordo com a Lei 4.591/64 e com a Norma Tcnica NBR 12721:2006 da Associao Brasileira de Normas Tcnicas (ABNT).

    Em junho os materiais que apresentaram elevaes em seus preos foram: telha fibrocimento ondulada 6mm (+3,55%), porta interna semi oca para pintura (+2,96%), vidro liso transparente 4mm colocado com massa (+2,13%), placa de gesso liso (+1,33%), tubo de PVC-R rgido reforado para esgoto 150mm (+1,26%), ao CA 50 10mm (+0,90%), disjuntor tripolar 70 A (+0,73%) e tinta ltex PVA (+0,56%).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Julho 22, 2015

    Mais opo

    PE ganha mais uma frequncia area
    para a frica

    Acordo tambm prev conexes
    nos Estados Unidos e Itlia

    A partir de dezembro de 2015, Pernambuco passar a contar com voo internacional para a Ilha do Sal, em Cabo Verde, na frica. A Ilha do Sal uma das menores ilhas habitadas no mundo, possui guas mornas e mar cristalino e conhecida por ser a capital do turismo de Cabo Verde. A parceria foi fechada pelo secretrio de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras, e o diretor comercial da TACV Cabo Verde Airlines, Arik De, ontem (21), no Centro de Convenes de Pernambuco.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Julho 22, 2015

    DE OLHO NA ECONOMIA.

    DE OLHO NA ECONOMIA. Destaque do jornal Dirio do Comrcio: UBERABA vai receber 155 milhes e meiode reais
    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Uberaba ter R$ 155,5 mi
    em aportes de 14 empresas

    Investimentos sero feitos em novas unidades e expanso de operaes no municpio
    Uberaba, no Tringulo Mineiro, receber R$ 155,5 milhes em investimentos nos prximos meses. So 14 empresas, grande parte de pequeno e mdio portes, que iro se instalar ou expandir as operaes no municpio, com a gerao de 2,8 mil postos de trabalho.

    "So empresas, em sua maioria, de Uberaba e que esto tendo a oportunidade de receber incentivos para ampliar as atividades, benefcios que fazem parte da poltica municipal de apoiar micro, pequenos e mdios negcios", diz o secretrio municipal de Desenvolvimento Econmico, Jos Renato Gomes. No mbito desta poltica, as empresas, desde que "aprovadas" em 12 critrios, como criao de empregos no municpio, se beneficiam de vrias medidas, entre elas doao de 50% a 100% da rea, iseno de dois a dez anos do IPTU e do ISSQN durante as obras.

    ECONOMIA
    Portos-secos mineiros apresentam reduo de produtos desembaraados
    No primeiro semestre, aduanas movimentaram US$ 4,213 bilhes

    Fiat lidera vendas de veculos novos com financiamento
    Montadora respondeu por 18,6% do montante do Pas

    Consumo de etanol hidratado no deve crescer neste ano
    Produo recorde ser suficiente para atender demanda em Minas Gerais
    AGRONEGCIO
    Consumidor migra para carne suna
    Preos mais elevados do produto bovino tm impulsionado o aumento da demanda em Minas

    POLTICA
    Aprovao de Dilma cai para 7,7%
    Impeachment da presidente apoiado por 62,8% dos entrevistados pela pesquisa CNT/MDA

    NEGCIOS
    Krug Bier passa longe da crise e cresce
    Para este ano, empresa projeta variao de 10% a 15%, sustentada pela ampliao do mercado consumidor

    FINANAS
    Levy admite nova reduo nas despesas
    Ministro, porm, evitou falar sobre a manuteno da meta fiscal em 1,1% do Produto Interno Bruto (PIB)

    LEGISLAO
    Receita libera rascunho digital
    Contribuinte j pode inserir informaes no banco de dados da declarao de IRPF de 2016


    Link direto para este post: Permalink

    Link direto para este post: Permalink


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Julho 22, 2015

    Governador sanciona reajuste para os servidores da SADE. Confira todos os detalhes!!!

    21/07/2015 08h45
    Sancionada lei que reajusta salrios de servidores da sade

    Norma beneficia servidores da sade,
    do Ipsemg e da Unimontes atravs de abono
    a ser incorporado ao salrio at 2016.

    Foi sancionada pelo governador do Estado e publicada na edio desta tera-feira (21/7/15) do Dirio Oficial Minas Gerais, a Lei 21.726, que trata do reajuste salarial aos servidores da sade. A norma, que prope a concesso de abono para os servidores da sade, do Instituto de Previdncia dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg) e para parte dos servidores da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), tem origem no Projeto de Lei (PL) 2.019/15, de autoria do prprio governador, aprovado pelo Plenrio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) no dia 2 de julho.

    De acordo com a lei, essas trs categorias tero aumento em seus salrios a partir de 1 de junho, pago inicialmente na forma de abono, a ser incorporado gradativamente ao vencimento bsico at 2016. Aps a incorporao integral aos salrios dos servidores, o abono ser extinto.

    No caso dos servidores da sade, o abono, no valor de R$ 190, ser incorporado ao vencimento bsico em quatro parcelas de R$ 47,50: a primeira parcela em 1 de outubro de 2015; a segunda em 1 de janeiro de 2016; a terceira em 1 de abril de 2016; e a quarta em 1 de julho de 2016. Sua validade tambm se aplica ao servidor inativo e ao afastado preliminarmente aposentadoria que fizerem jus paridade.

    J no Ipsemg, o valor do abono, vlido a partir de 1 de junho, de R$ 190 para as carreiras de auxiliar e tcnico de seguridade social; de R$ 145 para a carreira de analista de seguridade social; e de R$ 80 para a carreira de mdico da rea de seguridade social.

    Nesses casos, a incorporao ser em duas parcelas. A primeira em 1 de outubro de 2015, com incorporao ao vencimento bsico de: R$ 95 para auxiliar e tcnico de seguridade social; R$ 72,50 para analista de seguridade social; e R$ 40 para mdico da rea de seguridade social.

    A segunda parcela vem em 1 de fevereiro de 2016, com a incorporao ao vencimento bsico de: R$ 95 para auxiliar e tcnico de seguridade social; R$ 72,50 para analista de seguridade social; e R$ 40 para mdico da rea de seguridade social. Tambm aps sua incorporao integral, o abono dessas categorias ser extinto. O abono tambm se aplica ao servidor inativo e ao afastado preliminarmente aposentadoria que fizerem jus paridade.

    J os servidores do Grupo de Atividades de Educao Superior que estiverem em exerccio em unidades vinculadas prestao de servios de assistncia sade no mbito da Unimontes tero abono de R$ 190, a partir de 1 de junho.

    A norma beneficia tambm os auditores internos do Poder Executivo, que tero reajustes escalonados: 20% a partir de 1 de julho de 2016; 12% a partir de 1 de julho de 2017; e 15% a partir de 1 de julho de 2018. O projeto prope ainda a reestruturao da carreira de auditor interno do Poder Executivo e a fixao de regra especfica de promoo por escolaridade na carreira de pesquisador em cincia e tecnologia.

    Alm disso, a lei traz novas regras para a remunerao dos diretores do Colgio Tiradentes da Polcia Militar, de forma que os diretores com carga horria de 24 horas semanais possam optar pelo recebimento do dobro da remunerao do seu cargo efetivo acrescido de 50% do valor da remunerao do seu cargo em comisso. O diretor aposentado que tiver sido apostilado no cargo antes da Lei 14.683, de 2003, poder optar pelo recebimento da remunerao do cargo em que foi apostilado ou pela remunerao do cargo efetivo acrescida de 50%.

    A partir da lei, tambm fica criado um grupo permanente de trabalho, com a participao das entidades representativas dos servidores de sade, para estudar a reformulao do plano de carreira e alteraes na jornada de trabalho, alm de assuntos correlatos a relaes de trabalho da categoria.

    Segundo o Governo do Estado, o impacto oramentrio-financeiro decorrente da proposta seria de: R$46,6 milhes para o exerccio de 2015, R$98,4 milhes em 2016, R$15 milhes em 2017, de R$2,6 milhes em 2018 e R$1,4 milho em 2019.


    Posteriormente, o governador informou que com as mudanas sofridas pelo projeto durante sua tramitao na ALMG, a proposta vai gerar um impacto financeiro adicional de R$ 4.919.805,80, valor que est de acordo com a disponibilidade financeira e oramentria do Estado e compatvel com os limites determinados pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

    A lei entra em vigor
    na data de sua publicao,
    ressalvadas as vigncias especificadas nos artigos da norma.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Julho 21, 2015

    ARTIGO ESPECIAL enviado ao nosso BLOG por Marcos Paixo. Vale conferir!!!


    Porque ser sustentvel:
    um olhar para si mesmo.
    *Marcos Paixo

    Ser sustentvel, na atualidade, o termo mais falado, no mesmo? Mas j observaram que o discurso de ser sustentvel usado mais na retrica pela maioria das pessoas, inclusive, polticos na poca das eleies? O discurso verde, como diz j vem sendo ignorado pelas pessoas, porque na prtica, a atitude o que interessa no verdade? Empresas usam em suas propagandas a expresso produtos sustentveis ou verdes como simples estratgia para atrair o consumidor desavisado. Vamos aqui refletir alguns aspectos nesse universo de ser sustentvel Atitude mesmo ou s no bl-bl-bl?

    MARKETING
    Voc vai simplesmente pela ousadia do marketing, astcia persuasiva, ou procura conhecer a empresa pelos seus investimentos socioambientais na comunidade? Embora poucos tenham esse hbito, pertinente conhecer o que a empresa tem feito de benfico em prol da comunidade onde ela atua. J pensou nisso? um momento de voc distinguir o trigo do joio, pois h empresas marqueteiras pr-forma e aquelas que pensam no meio ambiente com atitudes prticas e investimentos socioambientais.
    D preferncia a produtos de empresas que investem no meio ambiente e que usam o selo verde. Cultive esse hbito e seja sustentvel com aes prticas !

    PARADIGMAS E DESAFIOS
    Mas voc talvez se pergunte: Por que ser sustentvel, se as maiorias das pessoas falam e no praticam? O que tenho a ver com isso? O governo que se vire, pois pago impostos e eles que so responsveis... Quero energia, gua e conforto! Que mentalidade retrgrada e pessimista, no? Economizar gua se tem muita gua no planeta?

    RECICLAR? Misturo tudo e envio para o lixo comum e no quero nem saber! Desperdcio de alimentos? Sou eu quem pago e o problema meu, e no preocupo com isso! J viu pessoas falarem isso? Falta de conhecimento, no acha? Com tanta gente passando fome no mundo, e voc desperdiando comida? Soluo?

    ATITUDE O FOCO
    J viu a ONU fazendo campanhas conscientizando sobre a fome nos pases pobres? Enquanto uns tem muito e outros muito pouco, j parou e pensou nisso? Voc tem o hbito de colaborar e ajudar com campanhas beneficentes? Embora contribua com pouco, sua atitude em minimizar o sofrimento de algumas pessoas, valiosa sua iniciativa, ok? uma atitude sustentvel social. Se voc economiza gua, o benefcio para seu bolso e, sobretudo, ambiental. mais notrio, que a gua finita e escassa, e, portanto, se voc no fizer sua parte em economizar esse recurso sagrado HOJE, seus filhos e netos AMANH, passaro apertos, concorda? Coleta seletiva? Colaboro e pratico? Sabia que os benefcios so socioeconmicos e ambientais? E ento... Colabore!

    REAVALIE CONCEITOS
    Os recursos naturais vo cada vez diminuindo com o aumento populacional e a demanda crescente, ento, eu, voc, somos responsveis em RACIONAR, porque temos UM PLANETA, no verdade? Com o excessivo consumo de recursos pela populao, seriam necessrios no mnimo dois planetas, imagine que absurdo, se temos apenas UM! Portanto, sua atitude de reavaliar conceitos fundamental nesse momento, concorda? Reutilize o que puder e reflita nisso! Antes de consumir bens veja o que estritamente necessrio ao seu consumo e reduza resduos no planeta.

    REFLEXO
    Voc no uma ilha, no verdade? Ser que uma andorinha faz vero? J observou como as formigas trabalham? No um excelente exemplo de unio e esprito de equipe? Pois bem, ser sustentvel uma atitude para todos ns, e uma questo de sobrevivncia, pois o que nossos filhos e netos herdaro? Pense nisso e que ser sustentvel ter atitudes proativas preservando seu meio ambiente onde voc estiver: Em casa, no trabalho, e em qualquer lugar. Interessante que a palavra Ecologia significa Estudo (Logia) + Casa (Eco), ou seja, o planeta seu lar, e ser sustentvel requer aes como respeito e preservao.

    Este um artigo colaborativo desenvolvido
    por Marcos Paixo
    marcospaixaolemos@yahoo.com.br
    enviado para
    joaocarlosamaral.com@gmail.com


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Julho 21, 2015

    Anistia Verde


    Assembleia Legislativa
    aprova anistia de multas ambientais

    Fonte: IOF/MG

    Na Reunio Extraordinria de Plenrio realizada na segunda-feira (13), na Assembleia Legislativa (ALMG), foi aprovado em 2 turno o Projeto de Lei (PL) 1.915/15, que dispe sobre a constituio de crdito estadual no tributrio. A proposio, de autoria do governador, recebeu as emendas n 1, da Comisso de Fiscalizao Financeira e Oramentria, e n 3, apresentada em plenrio pelo deputado Durval ngelo (PT). A emenda n 2, do deputado Duarte Bechir (PSD), foi rejeitada.

    Um dos principais pontos do projeto refere-se ao perdo de multas ambientais de pequeno valor. Na prtica, a proposio extingue, por remisso, os crditos estaduais no tributrios decorrentes de penalidades aplicadas pelo Instituto Mineiro de Agropecuria (IMA) e pelas entidades integrantes do chamado Sistema Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hdricos (Sisema) de valor igual ou inferior a R$ 15 mil, cujo auto de fiscalizao ou boletim de ocorrncia e de infrao tenha sido emitido at 31 de dezembro de 2012. Caso essas penalidades tenham sido aplicadas entre 1 de janeiro de 2013 e 31 de dezembro de 2014 e sejam classificadas como leves, sero perdoados os crditos de valor igual ou inferior a R$ 5 mil.

    O PL 1.915/15 tambm permite o parcelamento do crdito estadual no tributrio, com os seguintes descontos: at 25% do valor parcelado em seis ou at 60 vezes, iguais e sucessivas; at 50%, em cinco vezes; at 60%, em quatro parcelas; at 70%, em trs parcelas; at 80% do valor devido, em duas parcelas; e at 90%, vista. Alm disso, permite ao Estado delegar aos municpios a competncia para promover o licenciamento e a fiscalizao ambiental de atividades e empreendimentos poluidores.

    CORREO MONETRIA - O projeto estabelece, tambm, que os crditos no tributrios tero a correo monetria e os juros de mora calculados com base na taxa Selic ou em outro critrio que vier a ser adotado para a cobrana dos dbitos fiscais federais.

    Por fim, abre a possibilidade de equacionar, por meio de transao, as obrigaes e penalidades previstas em Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) e Termos de Compromisso (TC) que no estejam de acordo com os princpios da proporcionalidade e razoabilidade.

    A emenda n 1 dispe que a prescrio prevista no projeto no se aplica ao crdito no tributrio apurado em prestao de contas de transferncias voluntrias, quando o dano ao errio decorrer de conduta ilcita que apresente potencialidade de configurar improbidade administrativa.

    J a emenda n 3 tem por objetivo adequar a redao tcnica legislativa. A emenda n 2, que foi rejeitada, autorizava concesso de incentivo fiscal para equipamentos e acessrios de proteo pessoal.

    A Medida se aplica a autuaes de menor valor. Outros dbitos podero ser parcelados, com desconto.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Julho 21, 2015

    IMA certifica queijos artesanais - destaca jornal Dirio do Comrcio


    Indstria
    perde receita
    no interior de Minas

    Queda no faturamento na regio Norte do Estado
    chega prxima aos 40% e nvel de emprego recua 13,13%

    Assim como o parque produtivo mineiro acumulou queda de 15,2% na receita nos primeiros cinco meses do ano, as indstrias do interior do Estado vm registrando fortes perdas. Todas as regies apresentaram retrao, e sem perspectivas de melhora, conforme a Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). De janeiro a maio, o pior resultado entre as regionais avaliadas pela entidade foi observado no Norte, onde o faturamento caiu 38,78%, e o melhor desempenho, ainda que negativo, veio do Tringulo (-8,69%). No Leste mineiro, a queda chegou a 35,5%, a 14,01% no Sul, 10,13% na Zona da Mata e 9,72% na regio Centro-Oeste.

    ECONOMIA
    Fiat avalia nova parada em setembro
    Montadora disse que acompanha a evoluo do mercado de automveis e comerciais leves

    Inadimplncia em alta na Capital
    Inflao e desemprego impedem que consumidores honrem compromissos financeiros

    Vale conclui obra ferroviria na Grande BH
    Segundo a companhia, gargalo logstico limitava a capacidade do trfego de composies no trecho BH-Sabar

    AGRONEGCIO
    IMA certifica queijos artesanais
    Objetivo aprimorar a produo, melhorar qualidade e expandir o mercado dos produtores mineiros

    POLTICA
    Cunha pede anulao de provas ao STF
    Defesa do presidente da Cmara questiona a competncia da Justia Federal do Paran na investigao

    NEGCIOS
    Cosmticos Liwish diversifica linha de produtos
    Empresa mineira tambm aposta na ampliao dos canais de venda para se consolidar no mercado

    INTERNACIONAL
    Grcia comea a pagar Banco Central Europeu e FMI
    No dia em que bancos reabriram, governo quitou 6,25 bilhes de euros junto s instituies

    FINANAS
    Mercado prev queda maior do PIB
    Analistas elevam de 1,5% para 1,7% a estimativa de retrao da economia neste exerccio

    LEGISLAO
    Estados vo receber R$ 1,95 bilho em tributos
    Governo decide liberar quatro parcelas de R$ 487,5 milhes da Lei Kandir at dezembro

    ESPECIAIS
    DC TECNOLOGIA
    Nelltech vai investir em data center

    OPINIO /EDITORIAL
    Um jogo de faz de conta



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Julho 21, 2015

    Oportunidade!!!

    43 ABAV Expo:
    Gratuidade na inscrio para agentes de viagens no associados
    termina em 31 de julho

    At o prximo dia 31 de julho, os agentes de viagens e profissionais autnomos, que ainda no so associados ao Sistema Federativo ABAV, podero realizar sua inscrio gratuita para participar da 43 ABAV Expo Internacional de Turismo acessando o site do evento (www.abavexpo.com.br). Aps essa data, os interessados ainda podero efetuar sua inscrio online, ou presencialmente na feira, com o custo de R$ 60.

    Os associados ABAV continuaro realizando suas inscries online, gratuitamente, com direito a solicitao de cinco ADs 90 por CNPJ. A entrada gratuita tambm para os que se credenciarem diretamente na feira. J as empresas associadas s entidades congneres (Abeta, Abracorp, AirTkt, Aviesp, Avirrp, Belta e Bito) podem se inscrever gratuitamente pela internet com direito solicitao de duas ADs 90 por CNPJ ou no dia do evento, pagando o valor de R$ 30 pelo ingresso.

    "Estamos a todo o vapor na organizao da feira, que este ano se marcar como o grande momento de retomada do crescimento do turismo em 2016. a hora certa para a reorganizao do mercado, aps as turbulncias dos primeiros meses do ano. A grande variedade de produtos e servios que sero apresentados pelos expositores possibilitar a realizao de bons negcios para todos", destaca o presidente da ABAV Nacional, Antonio Azevedo.

    A 43 ABAV Expo Internacional de Turismo se realizar entre os dias 24 e 26 de setembro no Pavilho de Exposies do Anhembi, em So Paulo, simultaneamente ao 44 Encontro Comercial Braztoa e o Abeta Summit.
    Fonte
    ABAV Nacional


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Julho 21, 2015

    DIA DO AMIGO - 20 de julho. Vale conferir texto sobre a data que receb de Claudio Paiva.

    Amigos...

    Pode ser que um dia deixemos de nos falar Mas, enquanto houver amizade, faremos as pazes de novo.

    Pode ser que um dia o tempo passe Mas, se a amizade permanecer, um do outro h de se lembrar.

    Pode ser que um dia nos afastemos Mas, se formos amigos de verdade, a amizade nos reaproximar.

    Pode ser que um dia no mais existamos Mas, se ainda sobrar amizade, nasceremos de novo, um para o outro.

    Pode ser que um dia tudo acabe Mas, com a amizade construiremos tudo novamente, cada vez de forma diferente, sendo nico e inesquecvel cada momento que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

    H duas formas para viver sua vida: uma acreditar que no existe milagre. A outra acreditar que todas as coisas so um milagre.

    Feliz Dia do Amigo!

    Um grande abrao,
    Claudio Paiva
    Barbacena​


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Julho 21, 2015

    Hoje, terca, 18:30 na ACMinas.

    Perspectivas
    para o financiamento da infraestrutura

    Ser o tema da plenria semanal
    dos diretores e scios da ACMinas,
    HOJE dia 21/07/2015, s 18h30m,
    no Plenrio Jornalista Jos Costa.

    Vamos conhecer e debater o Programa de Investimento em Logstica (PIL2), lanado pelo Governo Federal, assim como as perspectivas para o financiamento da infraestrutura. A apresentao ser feita pelo scio e diretor de Investimentos e Negcios da Tendncias Consultoria Integrada, Frederico Estrella.
    Economista pela UFMG, com especializao financeira pela Fundao Dom Cabral, nosso convidado especial mestre e doutorando pela Fundao Getlio Vargas.

    Lindolfo Paoliello
    Presidente da ACMinas

    Presidente


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 20, 2015

    No Arrai da Felicidade na casa do economista Carlos Alberto Teixeira de Oliveira em Lagoa Santa a Festa est uma beleza de formas e cores. A quadrilha toma conta dos olhos, das mentes e dos coraes!!!






                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 20, 2015

    McDia Feliz

    Santa Casa
    ser a instituio beneficiada
    com o McDia Feliz 2015 em Belo Horizonte

    Verba arrecadada com a campanha vai viabilizar a compra de 150 cateteres avaliados em R$ 308 mil que aliviaro a dor e efeitos colaterais do tratamento do cncer das crianas atendidas pela instituio

    Mobilizao nas cidades de Belo Horizonte,
    Contagem, Betim, Ipatinga, Governador Valadares
    e Sete Lagoas j comeou.

    Todos os anos, o ltimo sbado do ms de agosto a data do McDia Feliz, que este ano ser realizado no dia 29 de agosto e beneficia projetos pela cura do cncer infantojuvenil no Brasil. Mas a mobilizao j comeou para a Santa Casa. A instituio ser a beneficiada pela campanha coordenada nacionalmente pelo Instituto Ronald McDonald e j est trabalhando com a CAPE - Casa de Acolhida Padre Eustquio, instituio colaboradora da causa este ano, para fazer da arrecadao deste McDia Feliz mais um recorde.

    Ao todo, 72 projetos de 57 instituies sero beneficiados com a arrecadao da campanha em todo o Brasil. A Santa Casa ser contemplada com a venda de tquetes antecipados, produtos promocionais com a marca McDia Feliz e sanduches Big Mac nos restaurantes de Belo Horizonte, Contagem, Betim, Ipatinga, Governador Valadares e Sete Lagoas no dia 29 de agosto.

    Em Belo Horizonte e nas cinco cidades do interior participantes, o projeto beneficiado com a arrecadao deste ano ser o projeto "Aliviando a Dor", que visa a compra de 150 cateteres do tipo venoso central de insero perifrica (PICC), no valor de R$ 308 mil, que sero implantados nas crianas e adolescentes com cncer atendidos pela Santa Casa de Belo Horizonte.


    Fonte
    Multitexto
    Schubert Arajo


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 20, 2015

    DE OLHO na Economia

    Fonte
    Dirio do Comercio

    Minas tem o melhor saldo do Pas

    A agropecuria garantiu o bom desempenho, e supervit chegou a 9.746 vagas em junho

    Na contramo da mdia do Pas, que fechou 111.199 vagas, Minas Gerais gerou 9.746 postos de trabalho em junho, graas ao agronegcio, que fechou o ms com 26.730 contrataes. Com este resultado, Minas teve o maior saldo de empregos formais entre os estados pesquisados, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Porm, na comparao com mesmo ms do ano passado houve queda de 37,9%, fechamento de 17.685 postos no primeiro semestre e de 107.163 no acumulado dos 12 ltimos meses.

    ECONOMIA
    Demisses chegam a mil em Nova Serrana
    Empresas do APL da regio Centro-Oeste do Estado registraram queda de 40% nos pedidos do primeiro semestre

    Emprego na indstria cai pelo 5 ms consecutivo
    Corte de postos de trabalho no Pas no tinha queda nesse ritmo desde janeiro de 2009 (-1,3%)

    Cidade Tecnolgica em Divinpolis comea a se tornar realidade
    Suporte educacional ser oferecido pela UFSJ e Cefet-MG

    AGRONEGCIO
    Mangalarga deve movimentar R$ 355 milhes
    Apesar da instabilidade econmica no Pas, liquidez dos animais da raa tem estimulado os negcios neste ano

    POLTICA
    Cunha retalia o governo com CPI
    Presidente da Cmara anuncia rompimento com o Planalto e pede sada do PMDB da base

    DC TURISMO
    Blue Tree vai assumir hotel na Capital
    Estratgia faz parte do plano de expanso da rede no Pas, que prev abrir outros 15 empreendimentos neste mesmo modelo

    Potencialidades da Pampulha para se tornar patrimmio cultural sero avaliadas em setembro

    FINANAS
    Banco do Brasil renegocia mais de R$ 1 bilho em dvidas
    Cerca de 100 mil pessoas fsicas e jurdicas fizeram o acordo pela internet

    LEGISLAO
    Arrecadao atinge R$ 1,1 trilho no Pas
    Marca de recolhimento federal, estadual e municipal neste ano alcanada 12 dias antes do que em 2014

    ESPECIAIS
    DC DEFESA DA CONCORRNCIA
    A extraterritorialidade das leis antitruste

    OPINIO /EDITORIAL
    Horrores do trnsito



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 20, 2015

    Polmica

    Veculos de trao animal
    podem ser proibidos

    Medidas j tm sido tomadas
    em alguns municpios,
    mas participantes de audincia
    cobram legislao estadual.

    Comisso debateu os malefcios da utilizao de veculos de trao animal, como os maus-tratos aos animais, o trnsito prejudicado e a questo social dos carroceiros

    O fim dos veculos de trao animal foi a reivindicao da maioria dos presentes na audincia pblica da Comisso Extraordinria de Proteo dos Animais na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Durante a reunio, realizada na noite desta quinta-feira (16/7/15), foram apresentadas iniciativas municipais que tm tratado do tema, com destaque para a legislao de Belo Horizonte, mas os presentes demandaram normas estaduais sobre o tema. Se depender de cada cidade, no vamos avanar. Precisamos de uma legislao estadual que obrigue os municpios a tratar da questo, disse o coordenador da ONG Proteger, Erik Alves Machado.

    O vice-prefeito e secretrio de Meio Ambiente de Belo Horizonte, Dlio Malheiros, afirmou que deve ser publicado at a prxima semana o decreto que vai regulamentar a Lei Municipal 10.119, de 2011, que disciplina a circulao de veculos de trao animal nas vias pblicas da Capital. A legislao estabelece regras como compatibilidade da carga com o porte do animal e a obrigatoriedade de manter os cavalos saudveis e em condies de segurana. Por falta de regulamentao que determinasse as formas de fiscalizao, porm, a lei no vinha sendo aplicada, o que deve mudar em breve, segundo o vice-prefeito.

    A regulamentao deve ser seguida, segundo Dlio Malheiros, pela apresentao de um projeto de lei na Cmara Municipal de Belo Horizonte com objetivo de acabar com a atividade na cidade. Isso seria feito sem prejudicar aqueles que vivem da atividade. O vice-prefeito explicou que h pouco mais de seis meses foi iniciado um trabalho com os chamados carroceiros, no qual todos eles teriam sido entrevistados para construir seu perfil socieconmico - com dados como escolaridade, cidade de origem e grau de vulnerabilidade social.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 20, 2015

    Prximo Forum Regional ser sbado dia 25 em PASSOS. Confira detalhes!!!

    Passos
    recebe encontro
    dos Fruns Regionais de Governo

    No evento, que acontece no sbado (25),
    grupos de trabalho vo debater e priorizar problemas a serem sanados na regio.

    A cidade de Passos (Sul de Minas) sediar, no sbado (25/7/15), mais um encontro da 2 fase dos Fruns Regionais do Governo do Estado. O evento ter incio s 8 horas, na Escola Estadual Dulce Ferreira de Souza (Rua Antnio Celestino, 909 - Canjeranus). Organizados com o apoio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), os Fruns Regionais so espaos nos quais representantes da sociedade civil e autoridades apontam e debatem, em conjunto, aes prioritrias para cada regio de Minas Gerais.

    Os fruns foram divididos em duas fases. Na primeira, iniciada no ms de junho, foram oficialmente instalados em 17 microrregies, separadas de acordo com suas caractersticas, formando os chamados Territrios de Desenvolvimento. So eles: Norte, Noroeste, Mdio e Baixo Jequitinhonha, Mucuri, Alto Jequitinhonha, Central, Vale do Rio Doce, Vale do Ao, Regio Metropolitana de Belo Horizonte, Oeste, Capara, Zona da Mata, Vertentes, Sul, Sudoeste, Tringulo Sul e Tringulo Norte.

    Ainda na primeira fase, autoridades, movimentos sociais, empresrios, sindicatos e moradores dos 17 Territrios de Desenvolvimento preencheram formulrios, fazendo um diagnstico dos problemas de sua regio e encaixando-os em um dos cinco eixos de planejamento: desenvolvimento produtivo, cientfico e tecnolgico; infraestrutura e logstica; sade e proteo social; segurana pblica; e educao e cultura. Esse documento recebeu o nome de Diagnstico Territorial.

    Esta segunda fase, iniciada no dia 11 de julho em Montes Claros (Norte de Minas), concentra-se em debater os problemas elencados nos formulrios, organizando-os por prioridade. So formados grupos de trabalho e discusso, de acordo com o eixo temtico, e cada grupo debate o Diagnstico Territorial e organiza os problemas pela sua ordem de importncia. Na plenria final do evento, os problemas priorizados pelos respectivos grupos so sistematizados e apresentados a todos os participantes.

    Os documentos dos Fruns Regionais sero utilizados para subsidiar a formulao do Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI), do Plano Plurianual de Ao Governamental (PPAG) e da Lei Oramentria Anual (LOA), que o Poder Executivo encaminhar ALMG para aprovao no segundo semestre.

    Territrio de Desenvolvimento Sudoeste
    A fase regional sediada em Passos abrange um total de 34 municpios. Alm da cidade-sede, fazem parte do Territrio de Desenvolvimento Sudoeste: Alpinpolis, Alterosa, Arceburgo, Bom Jesus da Penha, Capetinga, Capitlio, Carmo do Rio Claro, Cssia, Claraval, Conceio da Aparecida, Delfinpolis, Dorespolis, Fortaleza de Minas, Guaransia, Guaxup, Ibiraci, Itamogi, Ita de Minas, Jacu, Juruaia, Monte Belo, Monte Santo de Minas, Muzambinho, Nova Resende, Passos, Piumhi, Pratpolis, So Joo Batista do Glria, So Jos da Barra, So Pedro da Unio, So Roque de Minas, So Sebastio do Paraso, So Toms de Aquino e Vargem Bonita, totalizando uma populao total de 1.200.777 habitantes, segundo dados de 2010.

    O PIB da regio representa 6,2% do total do Estado. Nos ndices de desenvolvimento, o melhor percentual relacionado cobertura pr-natal, a maior de Minas Gerais. Por outro lado, o territrio possui uma das maiores taxas de crimes contra o patrimnio pblico.

    Participao Popular - A Comisso de Participao Popular da ALMG participa da segunda fase dos fruns regionais, para acompanhar e analisar os mecanismos de participao da populao e conhecer os principais problemas de cada regio. A Assembleia tambm ser representada pela participao individualizada dos parlamentares.

    Os deputados contribuiem com a mobilizao da sociedade em torno dos fruns e na defesa e fiscalizao do processo participativo. As reunies tambm so uma oportunidade para ouvir os anseios dos representantes de todas as regies do Estado e garantir que as discusses do PPAG, do PMDI e da LOA estejam em sintonia com as demandas dos cidados.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Julho 19, 2015

    Hotelaria de ponta

    Belo Horizonte
    receber II Encontro de Concierges
    e Recepcionistas

    A Federao Brasileira de Hospedagem e Alimentao (FBHA) em parceria com a Les Clefs dOr - Associao Brasileira de Concierges e com o apoio da Belotur e do Belo Horizonte Convention & Visitors Bureau, realizar o II ENCONTRO DE CONCIERGES E RECEPCIONISTAS dia 31 de julho no Minascentro e no Mercado Central, em Belo Horizonte.

    O evento tem como objetivo a estruturao de uma metodologia de trabalho em rede para uma adequada e competente recepo aos turistas internacionais e nacionais. O foco organizar eaumentar a eficincia nos processos de atendimento ao turista, conhecendo suas necessidades bsicas, um pouco de sua cultura, oferecendo atrativos conforme seu perfil turstico e interesse na visita a Minas Gerais e especialmente Belo Horizonte.

    As vagas so limitadas e as inscries gratuitas e tem como publico alvo, os profissionais da hotelaria, guias de turismo, empresrios e profissionais de receptivos tursticos, locadoras de veculos, bares e restaurantes, cooperativas e motoristas de taxi.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Julho 19, 2015

    Mercosul

    BDMG sedia encontro
    de instituies de fomento do Mercosul

    Belo Horizonte, julho de 2015 O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) sediou nessa tera-feira (14) o encontro de agncias de fomento e bancos de desenvolvimento, como parte do V Frum Empresarial Mercosul. Na abertura, o presidente do BDMG, Marco Aurlio Crocco, destacou a importncia da troca de experincias entre instituies de fomento e da nova misso do Banco. O BDMG tem assumido um papel cada vez mais protagonista em Minas Gerais. Este governo acredita que o Estado tem um papel relevante na economia, afirmou.

    O diretor financeiro e de crdito do BDMG, Rogrio Sobreira, mediou o workshop sobre as experincias de dois bancos de desenvolvimento nacionais, o Banco de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e o Banco do Nordeste (BNB). Queremos manter essa discusso permanentemente aqui no Banco, e este encontro uma reflexo sobre o que financiar desenvolvimento e o que o banco de desenvolvimento, disse.

    O diretor-presidente do BRDE, Odacir Klein, explicou que a instituio tem uma estrutura diferente da de outros agentes de fomento, com presena nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paran, e regulamentado pelo Conselho de Desenvolvimento e Integrao Sul (Codesul). Segundo Klein, o funding do BRDE proveniente de repasses de recursos de programas federais aplicados principalmente no agronegcio, mas busca uma atuao mais consistente no setor de inovao.

    Em 2014, a instituio financiou R$ 2,8 bilhes, que alavancaram R$ 5 bilhes em investimentos nas empresas financiadas e geraram R$ 400 milhes em arrecadao de ICMS nos trs Estados, disse. Ainda de acordo com Klein, o BRDE fundamental em momentos de crise nacional e quando as finanas pblicas estaduais esto debilitadas, mas no financia exportaes para o Mercosul.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Julho 18, 2015

    Na minha agenda deste sbado uma bela e tradicional FESTA JULHINA a convite do economista Carlos Alberto Teixeira de Oliveira (leia-se revista Mercado Comum) na casa dele em Lagoa Santa.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Julho 18, 2015

    ADCE





    ADCE presiddida pelo empresrio Srgio Frade est de casa nova.



    Foto de Joo Carlos Amaral.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Julho 18, 2015

    Acelerando


    Foto de Joo Carlos Amaral.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Julho 18, 2015

    Guerra Fiscal

    Ub e regio
    pedem socorro
    contra a guerra fiscal do Rio

    Empresrios da Zona da Mata
    querem os mesmos benefcios concedidos indstria fluminense.

    Deputados discutiram a crise econmica
    que vive o municpio de Ub e regio, em especial o polo da indstria de mveis,
    o quinto maior do Pas

    Ou o Governo de Minas nos ouve, ou seremos muito bem-vindos pelo governador (do Rio de Janeiro) Pezo. Essa frase do vice-presidente da Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) para a Zona da Mata, Francisco Campolina, o recado dos empresrios da regio para o governador Fernando Pimentel, durante audincia pblica realizada pelos deputados da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) em Ub, nesta quinta-feira (16/7/15). Na reunio, foi discutida a crise econmica que vive o municpio e a regio, em especial o polo da indstria de mveis, que o quinto maior do Pas.

    A audincia pblica, realizada na Cmara Municipal de Ub, reuniu trs comisses parlamentares: do Trabalho, da Previdncia e da Ao Social; de Assuntos Municipais e Regionalizao; e de Turismo, Indstria, Comrcio e Cooperativismo. Durante o evento, Francisco Campolina entregou aos deputados uma publicao da entidade com propostas e reivindicaes para o desenvolvimento da regio.

    Entre as diversas reivindicaes, destaca-se a aprovao de uma lei que conceda, s indstrias da Zona da Mata, regime especial de tributao que reduza de 18% para 2% a alquota de ICMS. A reduo, que pode parecer exagerada, na verdade idntica ao que oferecido hoje aos estabelecimentos industriais instalados em cerca de metade dos municpios fluminenses, o que vem provocando a fuga de empresas mineiras para l. No Esprito Santo, tambm prximo Zona da Mata, a alquota ainda menor, de 1%.

    A ampliao dos benefcios fiscais para cerca de metade dos municpios fluminenses e para seis distritos industriais, alguns deles recm-criados, foi instituda por meio da Lei 6.979, sancionada pelo governador Luiz Fernando Pezo, do Rio de Janeiro, em maro de 2015. Boa parte em reao a essa medida, o governador Fernando Pimentel publicou, no dia 10 de julho, o Decreto 216, de 2015, criando um grupo de trabalho para avaliar medidas tributrias e outras que protejam e estimulem o desenvolvimento da Zona da Mata. O prazo para esse estudo de 90 dias.

    O decreto e a criao do grupo foram elogiados pelos representantes empresariais e pelos deputados Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), Dirceu Ribeiro (PHS) - autores do requerimento para a audincia -, Antnio Carlos Arantes (PSDB) e Wander Borges (PSB), todos presentes em Ub. Houve, no entanto, crticas quanto ao atraso da medida.

    positivo criar o grupo, mas o Pezo criou ao em maro, afirmou o presidente da Comisso de Turismo, Indstria, Comrcio e Cooperativismo, deputado Antnio Carlos Arantes. Ele cobrou mais ateno do governo para as necessidades dos empresrios e citou o caso de um grupo italiano que teria deixado de vir para a Zona da Mata por falta de resposta do Executivo. O grupo do governador no est levando a srio as demandas do empresariado, criticou.

    O deputado Wander Borges disse confiar que o governo ir reduzir a carga tributria na regio. O importante agora a manuteno da empregabilidade e a sobrevivncia das empresas, disse. O deputado Dirceu Ribeiro, que j foi prefeito de Ub, teve a mesma avaliao. 2% de alguma coisa melhor que 18% de nada, afirmou. O deputado Dalmo Ribeiro Silva lembrou que, em 1999, foi autor da lei que reduziu a carga tributria do setor moveleiro, mas tambm cobrou novas medidas do governo. Essa crise no de Ub, do Brasil, disse.
    Demisses no setor moveleiro j atingem 1,4 mil pessoas

    A respeito do impacto da crise econmica na indstria moveleira e na economia de Ub e regio, a concluso de que o prejuzo tem sido grande, mas menor do que em outras cidades da Zona da Mata. O presidente do Sindicato dos Oficiais Marceneiros e Trabalhadores na Indstria da Madeira de Ub, Jos Carlos Pereira, disse que j foram demitidos 1,4 mil trabalhadores do setor, desde o incio do ano. Francisco Campolina, da Fiemg, disse que houve mais de 5 mil demisses no municpio, mas que, descontadas as contrataes, o saldo negativo de pouco mais que 500 postos perdidos.

    O polo moveleiro de Ub rene ainda outros sete municpios vizinhos, totalizando mais de 600 empresas e cerca de 16 mil empregos. Apesar dos nmeros contraditrios a respeito das demisses, a crise real, e a reduo na arrecadao de ICMS atingiu 17% neste ano, de janeiro a abril, na comparao com igual intervalo de 2014. A situao no calamitosa, mas preocupa, afirmou o secretrio de Finanas de Ub, Pedro Raymundo. A queda da atividade, segundo ele, tambm atinge outros setores, como o de confeces, agropecurio, comrcio e servios.

    O diretor-executivo do Sindicato Intermunicipal das Indstrias do Mobilirio de Ub (Intersind), ureo Barbosa, apresentou uma srie de obstculos que vm impedindo o desenvolvimento do setor. Entre elas, destacam-se o aumento recorde do custo da energia eltrica, o mau estado da infraestrutura rodoviria, desvantagens tributrias, exigncias trabalhistas crescentes, precariedade do Corpo de Bombeiros (contribuindo para encarecer o seguro patrimonial) e a falta de um local adequado para a destinao dos resduos industriais.

    Ao final da reunio, os deputados prometeram empenho, junto ao Governo do Estado, para que as demandas do setor e da regio sejam atendidas. Ns ouvimos aqui que, se o governador de Minas no ouvir os empresrios, o Pezo vai ouvir. Se depender de ns, o governador (Fernando Pimentel) vai ouvir, afirmou o deputado Antnio Carlos Arantes.
    Fonte
    Almg.gov.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Julho 18, 2015

    Agenda positiva




    REGULARIZAO FUNDIRIA
    AMAMS GARANTE PARCERIA NA ELABORAO DE PROJETOS

    A AMAMS
    sediou na sexta-feira
    em seu auditrio,
    a reunio da Secretaria de Desenvolvimento Regional,
    Poltica Urbana e Gesto Metropolitana (Sedru),
    que teve como objetivo
    apresentar a proposta de atuao da Sedru
    para regularizao fundiria urbana
    e discutir os primeiros passos para que o Estado
    volte a emitir ttulos de posse aos ocupantes de reas devolutas.

    Participaram da reunio gestores, tcnicos, assessores jurdicos, cartrios de registros de imveis, universidades e Ministrio Pblico, sobre a retomada das aes de Regularizao Fundiria Urbana no Estado de Minas Gerais.

    O secretrio Tadeu Martins foi quem conduziu a reunio, ele agradeceu a presena de todos que se propuseram a participar desta primeira e importante discusso, O objetivo da SEDRU aqui hoje apresentar um novo programa de regularizao fundiria urbana no Estado de Minas Gerais, a nossa ideia por diversos motivos iniciar a retomada da situao fundiria, que est praticamente paralisada desde 2013 quando foi extinto o Instituto de Terras de Minas Gerais ITER.

    Estamos iniciando este trabalho pela regio do alto Rio Pardo, que far parte neste primeiro momento deste projeto piloto, para que esses municpios possam no s cumprir e garantir a funo social da propriedade, mas tambm dar moradia digna as pessoas e principalmente ajudar ao Estado e aos municpios, porque traz a propriedade da informalidade, ajudando na arrecadao municipal, finalizou o secretrio.

    O presidente e prefeito de Capito Enas, Csar Emlio falou aos presentes que a AMAMS parceira neste projeto, porque sem regularizao fundiria a documentao fica parada, o municpio deixa de arrecadar o IPTU, dentre outros prejuzos que recaem a populao os proprietrios das terras que no tem documentao das suas propriedades, no podem ser cadastrados em programas sociais e de renda, por isso precisamos regularizar isso, principalmente para termos em nossos municpios a expanso urbana.

    Csar disse ainda que a AMAMS est a disposio dos municpios na elaborao dos projetos para fazerem parte deste programa, e que a equipe de engenharia est recebendo treinamento para ajudar nessa rea.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Julho 18, 2015

    TURISMO. Dica para pagar menos

    Empresas de Turismo
    iro ofertar descontos no Nordeste
    por uma semana

    O Turismo Week Nordeste,
    maior promoo de viagens do pas,
    ir acontecer pela primeira vez no Nordeste

    Os estados do Nordeste ganharo um reforo para a promoo do turismo na baixa estao. Entre os dias 10 e 16 de agosto, os produtos e destinos de Pernambuco e dos outros estados da Regio Nordeste estaro com descontos promocionais, atravs da ao Turismo Week Nordeste, a maior promoo de viagens do pas. A Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco e a Comisso de Turismo Integrado do Nordeste (CTI) apresentaram a ao hoje (17/7) para o trade turstico de Pernambuco, no Centro de Convenes.

    A iniciativa conta com o apoio de parceiros como companhias areas, hotis, pousadas, bares, restaurantes e receptivos. A compra dever ser feita durante o perodo da promoo (10 a 16/8), no entanto, a utilizao das promoes ser informada por cada estabelecimento, podendo chegar at 2016, informa Jeanine Pires, presidente da CTI/NE. A iniciativa realizada em parceria com a Associao Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa).
    Fonte: Secretaria Turismo de Pernanbuco


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Julho 17, 2015

    Lamento a morte do jornalista Dirceu Pereira.

    O jornalista Dirceu Pereira tinha 74 anos. Foi radialista na Rdio Itatiaia, TV Alterosa. Foi deputado estadual e prefeito de Ribeiros das Neves na Regio Metropolitana de BH.

    Velorio na Assembleia Legislativa de Minas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Julho 17, 2015

    Top no vinho!!! Estive na Vila Francioni em 2012 numa visita programada epla Abrajetde SC. Uma beleza. Vinhos deliciosos!!!

    VILLA FRANCIONI
    VENCE TOP OF MIND
    PELO QUARTO ANO CONSECUTIVO

    A vincola Villa Francioni, que produz vinhos finos de altitude em So Joaquim na serra catarinense, comemora novamente a conquista do Prmio Top Of Mind Top Executivo na Categoria: Vincola, pelo quarto ano consecutivo.

    O Prmio tradicional no estado realizado pelo jornal do Grupo RBS "A Notcia" e o Instituto Mapa. Foram ouvidos mais de 150 diretores de empresas das principais foras econmicas com atuao em Santa Catarina. A Villa Francioni foi fundada em 2001 e produz mais de 200 mil garrafas por ano.

    A presidente do conselho da Villa Francioni, Daniela Borges de Freitas, recebeu o prmio na Fiesc, em Florianpolis, para ela a premiao significa "o reconhecimento de um trabalho srio que vem sendo desenvolvido pela equipe da Villa Francioni, a marca vem se projetando cada vez mais no mercado. muito importante este reconhecimento por parte do consumidor, pois a destaca num segmento muito competitivo".


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Julho 17, 2015

    De OLHO NA ECONOMIA

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Renova vender
    PCHs e parques elicos por R$ 1,613 bilho

    Objetivo aumentar competitividade e gerar valor

    A Renova Energia, que tem a Companhia Energtica de Minas Gerais (Cemig) entre suas controladoras, celebrou ontem contratos para a venda de parques elicos e pequenas centrais hidreltricas (PCHs) e de compra e venda de aes da Light Energia para a SunEdison. As operaes objetivam aumentar a competitividade, a gerao de valor e a capacidade de crescimento da companhia, conforme destacou a empresa em fato relevante divulgado ao mercado. A transao contempla duas fases. A primeira trata da venda de ativos por R$ 1,613 bilho para a TerraForm Global, Inc., TerraForm Global, LLC e SunEdison. A segunda compreende outros ativos que tm contratos de venda de energia de longo prazo e projetos em desenvolvimento.

    ECONOMIA
    Reduo de jornada na Usiminas vai Justia
    Ministrio Pblico do Trabalho moveu ao contra Sindipa

    Grupo Faleiro fecha buffet e foca na rea de food service
    Depois de atuar por 63 anos no segmento de festas, empresa vai se dedicar apenas rea de alimentos prontos

    Receita de servios cai 1,1% em Minas Gerais
    Desempenho do setor no Estado ficou abaixo da mdia nacional, que cresceu 1,1% em maio

    AGRONEGCIO
    Valor Bruto da Produo avaliado em R$ 48,6 bilhes
    Queda de 1,06% ante 2014 devida estiagem e reduo de preos de alguns produtos

    POLTICA
    Lobista acusa Cunha de pedir propina
    Presidente da Cmara fez presso para pagamento de US$ 10 milhes referentes a 2 contratos, afirma Camargo

    DC INOVAO
    Startups | Pases precisam se unir para avanar
    Articulao de iniciativas um caminho para o desenvolvimento do ecossistema de startups na Amrica Latina

    INTERNACIONAL
    Grcia | Bancos tero mais 900 milhes de euros
    Emprstimo temporrio de 7 bilhes de euros tambm foi acertado pelos ministros da zona do euro

    FINANAS
    Cenrio adverso afetar empresas at 2016
    Para Moodys, Operao Lava Jato deixou os investidores cautelosos em relao s companhias no financeiras

    LEGISLAO
    Senado adia votao do pacote do ICMS
    Governo esperava avanar em duas propostas antes do recesso: unificao das alquotas e repatriao de recursos

    ESPECIAIS
    DC AUTO
    Chevrolet S10 ganha quatro novas verses e amplia leque de opes

    OPINIO /EDITORIAL
    Juros alm dos limites



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 16, 2015

    Agenda internacional do prefeito de BH Mrcio Lacerda

    Prefeito debate detalhes de viagem ao Vaticano
    com nncio apostlico no Brasil, dom Giovanni d'Aniello

    Em reunio com o nncio apostlico no Brasil, dom Giovanni d'Aniello, o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, que tambm presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), alinhou nesta quarta, na Nunciatura Apostlica, em Braslia, informaes sobre a viagem da comitiva de prefeitos brasileiros ao Vaticano, a convite do Papa Francisco, na prxima semana.

    Cerca de 50 prefeitos de todo o mundo vo participar de uma agenda construda em torno do desenvolvimento sustentvel, tema central da Encclica Verde, lanada no dia 18 de junho pelo Papa Francisco. Segundo Marcio, a primeira vez que uma entidade em nvel mundial, como a Santa S, convida prefeitos para um debate to relevante.

    Marcio Lacerda disse ainda que, durante o Rio+20, levou ao secretrio-geral da Organizao das Naes Unidas (ONU), Ban Ki-moon, a reivindicao para que autoridades locais participassem mais das discusses estratgias.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 16, 2015

    Hoje o DIA DE MINAS em Mariana - primeira capital do Estado

    Governador Pimentel
    preside solenidade do Dia de Minas Gerais
    em Mariana

    Governador ser agraciado com a Medalha de Mrito Legislativo Especial
    no evento que celebra os 319 anos do municpio, primeira capital do Estado

    O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, preside, neste momento, na Praa Minas Gerais, em Mariana, Territrio Metropolitano, a solenidade em comemorao ao Dia do Estado de Minas Gerais e a entrega da medalha do Dia de Minas. Sero agraciadas 50 personalidades que contriburam para o desenvolvimento mineiro. O evento celebra os 319 anos do municpio, primeira capital do Estado.

    O ministro do Desenvolvimento Agrrio, Patrus Ananias, ser o orador oficial da cerimnia. Durante a solenidade, o governador ser agraciado com a Comenda de Mrito Legislativo Especial, concedida pela Cmara Municipal de Mariana.

    Aps a chegada Praa Minas Gerais, Pimentel passa em revista tropa da Polcia Militar e, depois da execuo do Hino Nacional brasileiro pela Banda da PM, assina o ato de transferncia simblica da capital do Estado de Minas Gerais para Mariana. A Banda Santa Ceclia executa o Hino de Mariana.

    Entre os agraciados com a Medalha do Dia de Minas Gerais esto polticos, artistas, empresrios, militares, mdicos e jornalistas. As comendas sero entregues pelo governador, pelo vice-governador Antnio Andrade e pelo prefeito de Mariana, Duarte Jnior. Um desfile cvico-militar marca o encerramento da solenidade.

    Mrito Legislativo

    Durante a solenidade, Fernando Pimentel ser agraciado com a Medalha do Mrito Legislativo Especial, concedida pela Cmara Municipal de Mariana. A comenda marca o aniversrio da Casa, que, este ano, comemora 304 anos de instalao. O objetivo da comenda homenagear pessoas e personalidades que se destacaram em aes em prol do municpio.

    Dia de Minas Gerais

    A cerimnia oficial do Dia do Estado de Minas Gerais acontece todos os anos no dia 16 de julho, quando a capital do Estado transferida simbolicamente para Mariana primeira capital mineira. Em 16 de julho de 1977, durante sesso solene comemorativa aniversrio de Mariana, o professor Roque Jos Camllo props a instituio do Dia do Estado de Minas Gerais como data cvica estadual. O projeto recebeu o apoio de acadmicos, autoridades municipais e da comunidade marianense.

    Em 19 de outubro de 1979, foi sancionada pelo governador Francelino Pereira a Lei 7.561 instituindo data comemorativa. Em 1980, o prefeito Jadir Macedo sancionou a Lei Municipal 561, instituindo a Medalha do Dia do Estado de Minas Gerais.

    Lista de agraciados:

    Adalclever Ribeiro Lopes - Presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais

    Altamir de Arajo Rso Filho - Secretrio de Estado de Desenvolvimento Econmico

    Antnio Carlos de Souza - Radialista

    Antnio Eustquio Andrade Ferreira - Vice-governador de Minas Gerais

    Antnio Fabrcio de Matos - Advogado e Diretor Financeiro da OAB/MG

    Bruno Mol Crivellari - Vereador de Mariana

    Celso Luiz Garcia - Diretor Geral do Departamento Nacional de Produo Mineral

    Celso Rafael de Oliveira - Comendador Gro Mestre da Ordem dos Cavaleiros da Inconfidncia Mineira

    Christiane Neves Procpio Malard - Defensora Pblica-Geral de Minas Gerais

    Comunidade da Figueira - Entidade de prestao de servios voluntrios

    Cristiano Silva Vilas Boas Vereador de Mariana

    Cristina de Morais Pereira - Tenente PMMG

    Edgard Estevo da Silva - Coronel Bombeiros

    Edmar Ivanir da Silva - Empresrio

    Elizabeth Silva Ferreira - Mdica

    Evaldo Xavier Gomes - Frei / Presidente de Associao / Prior Provincial

    Fbio Deivson Lopes Maciel - Atleta de futebol

    Geraldo Sales de Souza - Vereador de Mariana

    Guilherme de S Meneghin - Promotor de Justia

    Haendel Pinheiro - Capito PMMG

    Herbert Jos Almeida Carneiro - Desembargador e Presidente da Associao dos Magistrados Mineiros - Amagis

    Joo Cruz Reis Filho - Secretrio de Estado de Agricultura, Pecuria e Abastecimento

    Joo Luis Felisberto - Capito PMMG

    Jornal Ponto Final

    Jos Augusto de Almeida - In memoriam - Comerciante

    Jos Marcos Lopes Campos - Cabo PMMG

    JD Vital - Jornalista / Diretor de Comunicao da Companhia Brasileira de Metalurgia e Minerao (CBMM)

    Juliano Jos Trant de Miranda - Capito PMMG

    Leonardo Eustquio Vaz Amaral - Mdico

    Leonardo Henrique de Oliveira - Tenente PMMG / Chefe da Assessoria Administrativa do Gabinete Militar do Governador

    Lcia de Ftima Magalhes Albuquerque Silva - Juza da Comarca de Ouro Preto

    Lucia Helena Pinto Alvim da Silva Lino - Capit PMMG / Diretora de Recursos Humanos do Gabinete Militar do Governador

    Luiz Svio de Souza Cruz - Secretrio de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel

    Marco Antnio Bicalho - Coronel PMMG / Chefe do Estado-Maior

    Marcus Vincius Barros Borba - Mdico

    Maria Cludia Bucchianeri Pinheiro - Advogada

    Patrus Ananias de Sousa - Ministro do Desenvolvimento Agrrio

    Paulo Augusto Malta Moreira - Prefeito de Ponte Nova

    Paulo Henrique Carneiro Leo Cardoso - Major da PMMG

    Paulo Luiz Schimidt - Juiz Auxiliar da Presidncia do Supremo Tribunal Federal

    Paulo Roberto Guimares - Mdico / Diretor Geral do Hospital Sara Kubitschek

    Polyana Cristina Barbalho - Tenente PMMG

    Renato Augusto de Miranda - Sargento PMMG / Chefe da segurana do Presidente do Tribunal Regional Eleitoral de MG

    Robson Jos de Queiroz - Coronel PMMG / Comandante do Comando de Policiamento Especializado

    Salma Torres Ferrari - Diretora de Relaes Institucionais da Vale

    Srgio Luis Vasconcelos - Especialista de processo, tcnico em minerao

    Tadeu Martins Leite - Secretrio de Estado de Desenvolvimento Regional, Poltica Urbana e Gesto Metropolitana

    Thiago Fellipe Mota Cota - Deputado Estadual

    Walter Luiz Ribeiro Cabral - Mdico

    Whelton Pimentel de Freitas - Historiador


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 16, 2015

    De OLHO NA ECONOMIA

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Arcelor faz demisses em Juiz de Fora
    Companhia dispensou 6% dos funcionrios da unidade da Zona da Mata
    apenas nas duas ltimas semanas

    A crise que se instalou no parque siderrgico nacional j provocou a demisso de quase 12 mil trabalhadores no Pas e, segundo o Instituto Ao Brasil (IABr), mais 4 mil postos de trabalho podero ser extintos ainda neste ano. Com isso, o impacto em Minas, que concentra mais de 30% da produo brasileira de aos, ser inevitvel. A ArcelorMittal, por exemplo, j sentiu os efeitos da retrao e dispensou 6% de seu efetivo na planta de Juiz de Fora (Zona da Mata) somente nas ltimas duas semanas.

    ECONOMIA
    Tesouro de Minas recolhe R$ 3,604 bilhes em junho
    Queda de 2% ante mesmo ms de 2014

    Projeto do Senado reduz carga de insumos para a produo de energia solar
    Medida tem como alvo a internalizao de produtos e maquinrios utilizados na produo de sistemas fotovoltaicos

    Cenibra prev faturar mais com alta do dlar
    Cmbio favorece o resultado mesmo com a perspectiva de produo menor

    AGRONEGCIO
    PIB da agropecuria de Minas registra elevao em abril
    Alta foi de 0,13%, aps recuo de 0,15% em maro

    POLTICA
    Cmara recua e mantm 4 anos de mandato em cargos eletivos
    Destaques sero votados aps recesso

    NEGCIOS
    Enalter projeta crescimento de 40%
    Bom resultado ser fruto de uma aposta feita em 2014, quando foram investidos R$ 5 mi em uma nova sede

    INTERNACIONAL
    Parlamento grego aprova acordo
    Duras exigncias dos credores receberam 229 votos favorveis, 64 contrrios e 6 abstenes

    FINANAS
    Fatores internos reduzem a confiana no Pas
    Na avaliao feita pelo FMI, este cenrio motivar uma contrao da economia acima do esperado neste ano

    LEGISLAO
    Carf precisa ser mais eficaz, avalia Levy
    Governo espera que o valor do estoque de processos caia de R$ 510 bilhes para R$ 266 bilhes por ano

    ESPECIAIS
    MELHORES PRTICAS
    Evento discute gesto da crise com foco na comunicao

    OPINIO /EDITORIAL
    Uma frmula mais simples



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 16, 2015

    Talento dos jornalistas da Abrajet premiados pela ABRAJET da Paraba.

    CONCURSO Destino Paraba 2015
    realizado pela ABRAJET PB.

    Para ver os trabalhos, basta ir no site da Abrajet PB- http://www.abrajetpb.com.br/ e clicar sobre o nome dos agraciados. Agradecimento aos participantes e a comisso organizadora do concurso sob a coordenao da jornalista Rosa Aguiar. Os premiados receberam os trofus e a premiao (viagem a Joo Pessoa) numa cortesia da PBTUr.

    Eis os contemplados:

    JORNALISMO IMPRESSO
    1 LUGAR JLIO ANDR PIUNTI (ZIP) Abrajet SP Veculo: Revista ZIP Turismo, de It (SP).
    2o Lugar PAULO ROBERTO PEREIRA (Pelas matrias de Cabedelo e Campina Grande). Abrajet AM
    3o Lugar JOS ADEU TORRES Abrajet GO
    WEBJORNALISMO
    1 LUGAR Susana Arajo Barros Rodrigues Abrajet TO Veculo: Jornal O Girassol
    2 LUGAR Eduardo Tawil Abrajet BA
    3 LUGAR Henrique Bois Abrajet MA
    FOTOGRAFIA
    1 LUGAR . Maria Arienar da Silva Abrajet TO Veculo- O Girassol
    2 LUGAR- Henrique Bois Abrajet MA
    TELEVISO
    1 LUGAR EVANDRO NOVAK Abrajet SC Veculo: TV Bom dia SC


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 16, 2015

    Aberto concurso para PM

    Polcia Militar
    publica edital de concurso
    para soldados no interior

    So 1.590 vagas
    para novos policiais
    atuarem em diversas regies do estado.
    Este o primeiro concurso
    a exigir ensino superior dos candidatos

    A Polcia Militar publicou no Dirio Oficial a abertura de mais um concurso para o ingresso de novos soldados corporao. So 1.590 vagas, sendo 1.431 para homens e 159 para mulheres. Os candidatos precisam ter entre 18 e 29 anos e ser formado em qualquer curso de ensino superior. O salrio base de R$ 3 mil. Todos os aprovados sero designados para municpios do interior de Minas Gerais.

    As inscries devem ser feitas somente pela internet, no site www.pmmg.mg.gov.br/crs, entre os dias 10/9 e 13/10. O valor da taxa de inscrio de R$ 122,95. O candidato pode escolher em qual das 13 Regies de Polcia Militar com vagas abertas ele pretende ingressar. No total, so 18 no estado.

    O processo seletivo ser desenvolvido em quatro fases: prova de conhecimentos, exame de sade, teste fsico e avaliao psicolgica e toxicolgica. Os interessados devem acompanhar os locais e horrios de cada fase pelo portal da Polcia Militar.

    Uma vez aprovado, o candidato passar pelo curso de formao de soldados. So nove meses de preparao at que o praa esteja pronto para atuar nas ruas. A expectativa do Governo de que os novos militares comecem a trabalhar em abril de 2017.

    Recomposio da tropa

    Este o segundo concurso anunciado pelo Estado para o aumento do efetivo da Polcia Militar s neste ano. O primeiro, divulgado em maio, abriu 1,4 mil vagas, totalizando 3 mil em 2015, at o momento. A recomposio da tropa faz parte do compromisso do Governo de Minas Gerais com a segurana dos mineiros. A meta atingir 50 mil militares at 2018. Hoje o efetivo 40 mil e, j considerando estes dois concursos, alcanar 43 mil.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 16, 2015

    Governador Pimentel tomou Caf da Manh com deputados estaduais. Confira!!!

    Fonte
    Agncia Minas

    No encerramento dos trabalhos do primeiro semestre da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, o governador Fernando Pimentel participou nesta quarta-feira (15/7) de um caf da manh com os deputados estaduais e fez um agradecimento aos parlamentares e tcnicos da Casa pelo trabalho desempenhado nesse incio de Governo.

    Segundo o governador, a atuao da Assembleia Legislativa no primeiro semestre gerou "um dos melhores resultados Legislativos da histria da Casa". "Isso graas ao empenho de todos, do compromisso com Minas Gerais. Estou muito feliz por participar dessa harmonia que ns conseguimos criar entre o Legislativo, o Executivo e tambm com o Judicirio. Prova que possvel viver na democracia com diferenas, porm buscando o resultado comum, que melhorar a vida do cidado de Minas Gerais", afirmou Pimentel.

    Na ocasio, o governador fez questo de ressaltar o trabalho do corpo tcnico da Assembleia Legislativa. "s vezes, um trabalho pouco valorizado, a sociedade no enxerga isso, enxerga o parlamentar, mas no enxerga o trabalho que est por trs disso, que proporciona os resultados que a gente alcana" destacou.

    O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Adalclever Lopes, avaliou como positivos os primeiros seis meses de atividades em 2015. De acordo com ele, a base e a oposio trabalharam juntas em favor de Minas Gerais.

    "Tivemos um semestre excepcional. Desde ontem encerramos os nossos trabalhos, e encerramos aprovando todos os projetos. A oposio e a situao trabalharam conjuntamente naqueles projetos que chegaram Casa. Ns somos grandes porque temos os melhores na Assembleia Legislativa e a oposio faz parte do corpo da Assembleia", avaliou.

    Em entrevista coletiva aps o encontro, o governador reafirmou a atuao dos parlamentares na anlise dos projetos de autoria do Executivo. "Todos os projetos importantes e necessrios para o Estado foram discutidos, debatidos e aprovados com as correes que a Casa entendeu que deveria fazer. O Estado sai melhor, mais forte", disse.

    Novos projetos

    Pimentel ainda destacou os temas que entraro em pauta na Casa no prximo semestre, aps o recesso legislativo. "Logo que retomar os trabalhos deve haver alguma alterao na legislao ambiental para simplificar os procedimentos que hoje so muito lentos. J conversamos um pouco com os deputados. Uma pequena alterao na legislao tributria talvez seja necessria tambm. Com o tempo vamos encaminh-la", explicou o governador, citando tambm o Oramento do Estado para 2016 e o Plano Plurianual de Ao Governamental (PPAG).

    Participaram do encontro, alm de deputados estaduais de diversos partidos e diretores legislativos, o vice-governador Antnio Andrade e diversos secretrios de Estado.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Julho 15, 2015

    De olho na Economia

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    ArcelorMittal
    deve desligar terceiro laminador
    da usina de Joo Monlevade

    Equipamento ficaria parado por at dois anos

    A ArcelorMittal deve desativar o terceiro laminador da usina de Joo Monlevade, na regio Central do Estado, que est em fase de testes h um ms. Com capacidade para 1,1 milho de toneladas de ao por ano, o equipamento recebeu aportes de US$ 275 milhes em 2013, visando ampliao da capacidade instalada da usina. De acordo com o CEO da ArcelorMittal Aos Longos nas Amricas, Jefferson de Paula, o laminador pode ficar parado por um ou dois anos at que a demanda seja retomada. "Temos um ms e meio para decidir. Vamos finalizar os testes e talvez optemos por transferir operaes de outras usinas para mant-lo em funcionamento", disse durante o 26 Congresso Brasileiro do Ao, promovido pelo Instituto Ao Brasil (IABr).

    ECONOMIA
    Preos derrubam valor de mercado de mineradoras
    As 40 maiores companhias do mundo perderam US$ 156 bilhes em 2014

    Mercosul depende da integrao produtiva
    Futuro do bloco exige estratgias como as adotadas pelo setores automotivo e de brinquedos, diz representante

    Vendas do comrcio registram queda
    Segundo a CDL-BH, este cenrio resultado de uma srie de fatores, sendo o principal deles a inflao em alta

    AGRONEGCIO
    Faltam animais para confinamento
    Em Minas Gerais, h escassez de boi magro entre 13 e 14 arrobas para abastecer o mercado

    DC FRANQUIA
    Ortodontic prev inaugurar quatro unidades no Estado

    NEGCIOS
    So Marcos amplia presena em Minas
    Foco so os municpios com mais de 70 mil habitantes e a uma distncia de at 200 quilmetros de Belo Horizonte

    INTERNACIONAL
    FMI diz que alvio da dvida grega precisa ser muito maior
    Segundo relatrio, dbito pode crescer e chegar ao equivalente a 200% do PIB
    FINANAS
    Gerdau muda estrutura societria
    Segundo a empresa, simplificao necessria para se adequar ao cenrio de competitividade
    LEGISLAO
    Reforma do ICMS tem resistncia
    Governo obrigado a desistir de colocar proposta em votao no Congresso nesta semana

    ESPECIAIS
    DC RH
    Cadastro de currculos na web cresce

    OPINIO /EDITORIAL
    As lies de Francisco



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Julho 14, 2015

    Seminrio Cincias da Vida e Sade - V Frum Empresarial do MERCOSUL

    A AMBIOTEC est realizando na prxima semana o V Frum Empresarial do Mercosul.
    O evento conta com o apoio do Itamaraty, Apex Brasil, Governo de Minas, INDI e Prefeitura de Belo Horizonte.

    O Seminrio de Biotecnologia - Cincias da Vida e Sade ser realizado dia 15/07 e tratar de oportunidades de integrao no Mercosul, de fomento inovao e negcios em Cincias da Vida e Sade em Minas Gerais, dentre outras exposies.

    Esto confirmadas a participao de empresrios,
    do BDMG, FAPEMIG e agncias de fomento nacionais e internacionais.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Julho 14, 2015

    De Olho na Economia.


    Demisses perdem fora no Sul de Minas
    Fonte
    Dirio do Comercio

    Fabricantes de autopeas,
    que j dispensaram quase 700 neste ano,
    passam por momento de estabilidade

    Depois de serem afetados pela queda na produo das montadoras instaladas no Estado e registrar um nmero expressivo de demisses, que chegaram a cerca de 700 do incio do ano at maio, os fabricantes de autopeas do Sul de Minas esto passando por um perodo de estabilidade. No entanto, a situao em Poos de Caldas piorou e o nmero de desligamentos j chega a pelo menos 800. De acordo com presidentes de sindicatos de metalrgicos da regio, apesar da reduo das dispensas, o ritmo de produo das empresas continua abaixo do usual.

    ECONOMIA
    Vale corta oferta de minrio de baixo teor
    Ideia otimizar margem de lucro

    Poos de Caldas atrai investimentos
    Prefeitura vem buscando ocupar as reas que estavam subutilizadas nos distritos industriais

    Primeira fase de expanso do Ptio Savassi quase concluda
    Ao todo devero ser investidos R$ 23,4 milhes nessa etapa do projeto do mall

    AGRONEGCIO
    Cafeicultor colhe gro menor
    Efeitos provocados pela estiagem em Minas ao longo dos dois ltimos perodos produtivos

    POLTICA
    Governo de Minas retoma obras paradas
    Fernando Pimentel anunciou investimentos no valor de R$ 463,5 milhes que beneficiaro 56 municpios

    NEGCIOS
    Mineiro no comando da "Apple" chinesa
    Vice-presidente da Xiaomi, belo-horizontino aposta que aparelho, que custa R$ 499, cair no gosto dos brasileiros

    INTERNACIONAL
    Grcia fecha acordo e fica no euro
    Atenas receber terceiro programa de socorro orado em cerca de 86 bilhes de euros
    FINANAS
    Expectativa de queda do PIB mantida em 1,5%

    LEGISLAO
    Setor privado recorre mais ao protesto
    Ferramenta permitiu a recuperao de crditos no valor de R$ 188,2 milhes em maio, aponta o IEPTB-MG

    ESPECIAIS

    OPINIO /EDITORIAL
    Uma soluo que vem tarde



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Julho 14, 2015

    Estcio TOP

    Estcio eleita
    uma das empresas mais inovadoras do Brasil

    A Estcio est entre as 50 empresas mais inovadoras do pas, segundo o Anurio Inovao Brasil, editado pelo jornal Valor Econmico, que relacionou as 100 mais inovadoras.

    A instituio a nica de ensino presente na relao e, no setor de Servios Gerais, no qual foi enquadrada, aparece em 3 lugar. Alm do ranking, a Estcio conquistou o Selo de Inovao da Associao Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei), sendo a primeira universidade do pas a conseguir esse feito.

    Um dos projetos inovadores da Estcio o Telion (primeira patente da instituio), uma interface conectada e interativa para melhorar a experincia entre professores e alunos em sala de aula. A instituio vem desenvolvendo ainda um simulador de laboratrios virtuais, que integra tecnologias de realidade virtual e realidade aumentada.

    Com isso, ser possvel a realizao de experimentos de laboratrio distncia com manipulao de objetos 3D. Denominado de Nexxa, est em processo de patente, com baixo custo e simples de escalar para meio milho de alunos.

    Fonte
    Infinita Comunicao


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Julho 14, 2015

    Erros e acertos na Educao brasileira - Reunio Plenria da ACMinas

    Na reunio plenria semanal da ACMinas, a ser realizada no Plenrio Jornalista Jos Costa HOJE tera-feira, 14/07/15, s 18h30m. Ser discutida questo fundamental para o desenvolvimento brasileiro: Erros e acertos do Sistema Nacional da Educao.

    Tem como convidados especiais os professores Cludio de Moura Castro, assessor especial do Grupo Positivo, presidente do Conselho Consultivo do Grupo Inhotim e articulista da revista Veja e Simon Schwartzman, socilogo e membro titular da Academia Brasileira de Cincias.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Julho 14, 2015

    Notcia boa tambm d audincia. Governador PIMENTEL retoma obras em Minas. Quase 470 milhes de reais.


    Foto de Joo Carlos Amaral.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 13, 2015

    Retomada!!!

    Fernando Pimentel
    autoriza retomada de 52 obras em Minas Gerais

    Sero investidos R$ 463,5 milhes
    em intervenes que beneficiaro 56 municpios
    de diversas regies do Estado

    Ns herdamos um conjunto de obras
    que esto a e temos que dar conta delas",
    disse Pimentel

    O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, assinou nesta segunda-feira (13/7) no Palcio Tiradentes, em Belo Horizonte, autorizao para a retomada de 52 obras que estavam paralisadas desde o ano passado. Sero investidos R$ 463,5 milhes nas intervenes, beneficiando 56 municpios. Os recursos so provenientes de financiamento obtido junto ao Banco do Brasil. Pimentel tambm assinou decreto instituindo o Plano Geral de Obras no Estado.

    Ns herdamos um conjunto de obras que esto a e temos que dar conta delas. Elas foram paralisadas no ano passado por dificuldades financeiras, ou seja l quais forem, que o governo passado teve. E temos de resolver. O governo para resolver problemas. Vamos conclui-las e entreg-las ao povo de Minas Gerais, afirmou o governador.

    Fernando Pimentel disse ainda que, apesar das dificuldades financeiras encontradas pela atual gesto, o governo est fazendo um grande esforo para tirar as obras do papel. Obra parada ruim para todo mundo. ruim para o prefeito, para o governo, e ruim principalmente para o cidado e a cidad. Temos de resolver. E como que resolve? Retomando a obra, frisou. Estamos com dficit, com grandes dificuldades, mas isso no significa manter o problema do jeito que est, completou.

    Levantamento realizado por um grupo de trabalho constatou que haviam 772 obras estaduais paralisadas at o final de 2014. Entre outras que sero retomadas agora, esto a concluso dos hospitais regionais de Governador Valadares (Rio Doce) e Tefilo Otoni (Mucuri), a ampliao dos presidios de Alfenas (Sul), Divinpolis (Centro-Oeste), Itajub (Sul) e Montes Claros (Norte). Na rea da educao, sero retomadas 13 intervenes em 10 municpios mineiros, entre elas a reforma e a ampliao da Escola Estadual Governador Milton Campos (Estadual Central), em Belo Horizonte. Tambm esto includas intervenes no Circuito Cultural da Praa da Liberdade, em Belo Horizonte.

    A lista traz ainda as obras nos terminais metropolitanos do Move Bernardo Monteiro, na regio hospitalar da capital mineira, So Benedito, em Santa Luzia e Justinpolis, em Ribeiro das Neves, alm de rodovias em vrias regies mineiras. Outros R$ 401 milhes j haviam sido autorizados pela nova gesto, no incio de maio, para recuperao e manuteno de estradas estaduais mineiras.

    Plano de Obras

    Durante a solenidade, Pimentel assinou decreto criando o Plano Geral de Obras, a Cmara de Coordenao de Obras e o Grupo Executivo de Obras. O objetivo cadastrar as obras estratgicas que sero executadas pelos rgos e entidades do governo.

    Ainda de acordo com Pimentel, essa uma importante ferramenta da nova gesto em busca de garantir a transparncia das aes de governo e a participao popular. Ns queremos, em primeiro lugar, dar transparncia gesto pblica, para que os cidados e as cidads de Minas Gerais saibam exatamente o que acontece, o que est acontecendo e o que vai acontecer no Estado. s o primeiro passo de muitos outros que vamos dar para transformar Minas Gerais, destacou.

    Herdamos um conjunto de obras que no foram aquelas que teramos escolhido ou determinado no nosso modelo de governo, que est comeando a ser posto em prtica agora. Ns estamos fazendo em todo o Estado os Fruns Regionais de Governo, um espao de discusso onde a regio se faz presente atravs das suas lideranas e discute quais so as prioridades, afirmou Pimentel.

    Segundo o secretrio de Transportes e Obras Pblicas, Murilo Valadares, alm das 772 obras paradas que vo ter andamento at o final do mandato de Pimentel, outras aes sero definidas nos prximos meses a partir do diagnstico traado pelos 17 Fruns Regionais de Governo. Estamos falando de obras que a comunidade escolhe. Com os fruns, saberemos o que a sociedade quer. As que j estavam definidas ns vamos terminar. Mas, para fazer as novas, temos de saber o que cada regio quer, concluiu.

    Tambm participaram do evento o vice-governador Antnio Andrade, secretrios de Estado, prefeitos, deputados federais e estaduais, vereadores e representantes de sindicatos e empresas da rea da construo civil. Mais informaes sobre as obras podem ser obtidas no site www.setop.mg.gov.br.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 13, 2015

    Na Casa FIAT DE CULTURA... bela Exposio de artistas do Piemonte

    Na Casa FIAT DE CULTURA no Antigo Palacio dos Despachos fomos conferir a Expo de Ponturas de 15 artistas do Piemonte - Regio irm de Minas.  Confira!!!




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 13, 2015

    Degustao de vinho italiano





    Desgustao de vinhos italianos da CIVIELLE - Cantine Della Valtenesi Della Lugana. A noite de vinhos foi na CASA RIO VERDE no elegante bairro de Lourdes em BH. O palestrante foi o produtor de vinhos daCANTINA CIVIELLE que fica na Lombardia no norte da Itlia, MANUEL BONOMO. Formado em Literatura e um conhecedor de vinhos da regio dele, falou com simpatia e muito charme dos seus vinhos orgnicos exclusivos da Casa Rio Verde do empresrio Haendel. Ele e a assessora de comunicao Regina Perillo receberam em grande estilo para a noite de vinhos da Cantina CIVIELLE. Deguste as fotos!!!



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 13, 2015

    Bem posicionada!!!

    FORNO DE MINAS
    COMEMORA 25 ANOS
    E APRESENTA NOVIDADES NA FIPAN 2015

    Destaques so o salgado de origem mediterrnea Burek,
    o Cinnamon Roll (po de canela) e as especialidades de batatas congeladas


    No ano em que comemora 25 anos, a Forno de Minas, tradicional indstria de alimentos congelados e lder de mercado na comercializao de pes de queijo no Brasil, presena confirmada na Feira Internacional de Panificao, Confeitaria e Varejo Independente de Alimentos (FIPAN). O evento ocorre entre os dias 14 e 17 de julho, no Expo Center Norte, em So Paulo, quando os visitantes tero a oportunidade de conhecer e degustar os produtos da marca, incluindo os ltimos lanamentos o Burek, o Cinnamon Roll e a linha de especialidades de batatas congeladas.

    A FIPAN o maior evento de negcios focado no setor da indstria de panificao e confeitaria na Amrica Latina. Mais da metade do pblico visitante composta por proprietrios, diretores e gerentes de estabelecimento com alto poder de deciso. E queremos falar justamente com esse pblico. Oferecemos solues completas, de excelente qualidade, e uma oportunidade para que eles conheam nosso mix, afirma o diretor comercial da Forno de Minas, Vicente Camiloti.

    O Burek um salgado de origem mediterrnea e muito consumido no leste europeu. No formato de canudo, ele feito com a crocante massa phillo. Trata-se de uma inovao no mercado e chega com duas opes de recheio: frango; e presunto e queijo.

    A princpio, o produto ser vendido exclusivamente para o food service. Sempre nos preocupamos em trazer novidades para os brasileiros e a chegada do Burek mais uma prova do esforo e dos estudos constantes que fazemos no sentido de tornar o mercado de alimentos prontos e congelados cada vez mais diversificado e atrativo. Iniciamos a comercializao com o food service, para o qual prestamos toda a assistncia e treinamento nos pontos de venda, e temos a inteno de, em breve, expandir para o varejo, completa Vicente.

    J o Cinnamon Roll, tradicionalmente conhecido como po de canela e muito difundido nos Estados Unidos, a nova aposta da empresa. O cliente food service est em busca de produtos diferenciados e que se destaquem nas estufas. E ns queremos oferecer um mix completo para esse pblico, com a qualidade e sabor Forno de Minas, refora o diretor.

    Outra novidade a linha de especialidades de batatas congeladas, nova frente de negcio da empresa, fruto da sociedade com a Srya Alimentos, instalada em Arax (MG). Foram lanadas duas marcas Batatinha Quando Assa e Rust e a Forno de Minas utilizar a prpria plataforma de vendas e distribuio para colocar os produtos no mercado.

    Alm disso, as embalagens tero estampado o endosso de qualidade da marca. As especialidades de batatas congeladas so produtos feitos a partir da batata ralada fresca ou pur de batata. Elas podem ser formatadas de diferentes maneiras, atendendo a demanda de cada cliente. Outra grande vantagem a oportunidade de termos no Brasil um produto com qualidade superior, sem precisar importar, acrescenta o diretor.
    E as boas notcias no param por a.

    Outro destaque no estande da Forno de Minas a linha de quiches, tarteletes e pastel de forno, voltada para supermercados, padarias, confeitarias e lanchonetes, que buscam por produtos diferenciados e de excelente qualidade para incrementar o cardpio do dia a dia. As quiches podem ser encontradas nos sabores Lorraine, Vegetariano, Palmito e Calabresa. J a tartelete est disponvel com creme de baunilha. preciso ass-la e fazer o acabamento decorativo, com frutas variadas, chocolate, merengue, chantilly, etc, de acordo com o sabor desejado. O pastel de forno tem recheio de carne.

    FIPAN
    Considerada a maior feira de panificao e confeitaria da Amrica Latina e uma das mais importantes de alimentao do Brasil, a FIPAN espera receber, neste ano, mais de 60 mil visitantes e cerca de 400 expositores. A cada edio, percebemos que a feira tem se tornado mais completa, o que nos possibilita firmar laos comerciais e prospectar novos negcios. O pblico presente altamente qualificado, o que agrega muito para o sucesso do evento, finaliza Vicente.

    Mix de produtos
    Os visitantes que passarem pelo estande da Forno, durante a feira, vo conhecer tambm as solues que a empresa oferece para todas as ocasies de consumo. So produtos que atendem tanto o varejo quanto o food service: o waffle assado e congelado (nas verses integral light e tradicional), o po de queijo congelado e a verso assada e congelada, as empadas (nos recheios frango, frango com requeijo, palmito e quatro queijos), as empanadas (nos recheios carne, frango e quatro queijos), as tortinhas (nos recheios frango e frango com requeijo), os folhados (nos recheios presunto e queijo, frango, palmito, peru com queijo branco, banana com canela e chocolate), a massa folhada, para o rpido preparo de produtos como palmier e vol-au-vent, os pes de batata (nos recheios de requeijo, frango com requeijo, peru com queijo branco, quatro queijos, e calabresa com requeijo), alm do palito de queijo. Especificamente para o food service, a Forno de tambm possui uma linha composta por tartelete, pastel de forno e cinammon roll.

    Soma-se a esse portflio a exclusiva linha de massas frescas congeladas - Mamma DAlva - direcionada ao varejo e que esto disponveis em trs formatos. So eles: Cappelletti, no recheio carne com ervas de provence; Ravioli, na opo quatro queijos com nozes e Sorrentino, em dois recheios: ricota fresca, parmeso e castanha do Par; e mussarela de bfala, com tomate seco e manjerico.

    Sobre a Forno de Minas
    A Forno de Minas Alimentos S/A, tradicional indstria de alimentos congelados e lder de mercado na comercializao de pes de queijo no Brasil, nasceu do sucesso da receita caseira de po de queijo da Dona Dalva. Fundada em 1990, gerida pela prpria Dona Dalva, pelos filhos Hlida e Helder e pelo scio Vicente Camiloti, nacionalmente reconhecida pela qualidade, praticidade e tradio de seus produtos. Tem o po de queijo preferido dos brasileiros e oferece solues para todas as ocasies de consumo, com um portflio de mais de 20 produtos, que atendem tanto o varejo quanto o food service. Em 2009, foi readquirida pela famlia Mendona, 10 anos depois de ficar sob controle de uma multinacional norte-americana.

    A sede da empresa em Contagem, regio metropolitana de Belo Horizonte, e possui 24 mil m. A Forno de Minas tambm possui um Indstria de Laticnios prpria, que produz o queijo e outros produtos para a fbrica. Com mais de 800 colaboradores e seis filiais (Contagem, So Paulo capital, interior de So Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Braslia), a empresa exporta pes de queijo para os Estados Unidos, Canad, Portugal, Inglaterra, Chile, Uruguai, Peru e Emirados rabes.

    FIPAN
    Data: 14 a 17 de julho
    Horrio: 13h s 21h; dia 18 de julho, das 13h s 19h
    Local: Expo Center Norte - Rua Jos Bernardo Pinto, 333, So Paulo SP
    Estande: Rua 3, com Rua D


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 13, 2015

    Agenda

    SEDRU VAI AO NORTE
    DEBATER A REGULARIZAO FUNDIRIA

    As aes de Regularizao Fundiria Urbana junto aos municpios da microrregio do Alto Rio Pardo, reuniro na prxima sexta-feira 17/07, a partir das 9 horas, no auditrio da Associao dos Municpios da rea Mineira da Sudene (AMAMS), o Governo do Estado, prefeitos, assessores jurdicos, cartrios de registro de imveis e Ministrio Pblico.

    O objetivo da Secretaria de Desenvolvimento Regional, Poltica Urbana e Gesto Metropolitana (Sedru) retomar a regularizao fundiria urbana no Estado, a partir do Alto Rio Pardo, apresentando uma proposta para solucionar uma situao que se arrasta h anos. Ainda neste ms, ser realizada uma reunio com 16 municpios da regio. No caso de cinco municpios do Alto Rio Pardo, as terras devolutas j foram identificadas pelo Estado, por meio de processo discriminatrio - que separa as terras de domnio pblico das terras de domnio privado - a arrecadao j foi feita, mas a emisso do ttulo fundirio de posse de terra no aconteceu. Ao todo, so mais de 6 mil processos paralisados.

    Depois de quase dois anos sem emitir um ttulo de posse, a Sedru vai resgatar e ampliar as atividades de regularizao fundiria urbana no Estado, paralisadas desde a extino do Instituto de Terras de Minas Gerais (Iter-MG), informou o secretrio de Estado da Sedru, deputado Tadeu Martins Leite.

    O presidente da AMAMS, Csar Emlio Lopes Oliveira, prefeito de Capito Enas, disse que a atuao do Governo de Minas atravs da Sedru na regularizao fundiria urbana importante para garantir cidadania e ajudar os municpios no desenvolvimento e no combate ao xodo urbano e rural. Todo cidado que tem o ttulo de proprietrio de uma terra, produz mais. O Governo de Minas com este ato est incentivando o trabalhador a produzir mais, resgatando a sua autoestima. A qualidade de vida do cidado tambm passa pela garantia a terra para construir a sua casa e produzir, comentou.

    O secretrio Tadeu Martins Leite explica que o objetivo principal do encontro, apresentar uma proposta de trabalho que inclui levantamento cadastral e pesquisa cartorial dos parcelamentos urbanos de cada um destes municpios, o que, alm de viabilizar o processo de regularizao fundiria, vai servir como insumo para o planejamento urbano e aumento da arrecadao de impostos.

    Queremos firmar uma slida parceria entre o Governo Estadual, Prefeituras, Universidades, Ministrio Pblico e demais atores com foco na legitimao da posse da terra e na garantia de um direito estabelecido por lei, conclui o secretrio.

    MOTIVO
    Reunio sobre Regularizao Fundiria Territorial Urbana

    Data: 17/07/2015 - sexta-feira
    Local: Auditrio da AMAMS
    Horrio: de 08:30 horas s 17:00 horas
    Pblico: Prefeito, Assessor Jurdico e um Tcnico do municpio.
    9 s 8h30 - Credenciamento e Caf de Recepo
    9h30 s 9h45 - Abertura SEDRU - Secretrio Tadeu Martins Leite
    - Presidente da AMAMS, Csar Emlio, Prefeito de Capito Enas
    10 horas: Ministrio Pblico de Minas Gerais - MPMG
    10 s 11h30: Apresentao do Projeto
    11h30 s 12 horas: Debate e questionamentos
    12 s 14 horas: Intervalo para almoo
    14 s 15 horas: Palestra 1 - Diagnstico Fundirio Municipal (Experincia Rio Pardo de Minas)
    15 s 16 horas: Palestra 2 - Levantamento Topogrfico Cadastral
    16 s 16h30 - Debate e questionamentos
    17 horas

    Com informaes Asscom/Sedru


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 13, 2015

    Amanh e depois BH sediar o Forum Empresarial do Mercosul. Abertura nesta tera no Teatro Sesiminas pelo governandor Fernando Pimentel e ministro da Industria e Comcio Exterior Armando Monteiro

    V Frum Empresarial do Mercosul aborda, dentre outros temas, o Turismo

    Belo Horizonte se transforma em palco de grandes negcios nos dias 14 e 15 de julho. A cidade sediar o V Frum Empresarial do Mercosul. Representantes dos cinco pases buscaro a ampliao de negcios e a integrao das cadeias produtivas nos setores de Cincias da Vida e Biotecnologia; Semicondutores, Tecnologia da Informao e da Comunicao; Agronegcio (alimentos, bebidas, mquinas e equipamentos); Startups e Turismo. A abertura do encontro, s 9h do dia 14, no Teatro Sesiminas (Rua Padre Marinho, 60), ter a presena do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, do ministro de Desenvolvimento, Indstria e Comrcio Exterior, Armando Monteiro Neto, e do ministro de Indstria e Comrcio do Paraguai, Gustavo Leite.

    Tambm participam da abertura do evento o subsecretrio-geral de Cooperao, Cultura e Promoo Comercial do Itamaraty, embaixador Hadil da Rocha Vianna, o presidente da Apex Brasil, David Barioni, o secretrio de estado de Turismo de Minas Gerais, Mrio Henrique Caixa, o prefeito de Belo Horizonte, Mrcio Lacerda, alm de representantes da Argentina, Uruguai, Paraguai, Venezuela e Bolvia.

    O evento acontece em uma parceria do Ministrio das Relaes Exteriores, com o apoio do Governo do Estado de Minas Gerais, da Federao das Indstrias de Minas Gerais (FIEMG), do Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (INDI), da Agncia Brasileira de Promoo de Exportaes e Investimentos (Apex-Brasil), do Servio Brasileiro de Apoio s Micro e Pequenas Empresas do Estado de Minas Gerais (SEBRAE-MG), da Fundao Alexandre de Gusmo (FUNAG) e do Foro Consultivo de Municpios, Estados Federados, Provncias e Departamentos do Mercosul.

    A programao conta com plenrias, rodadas de negcios, visitas tcnicas e workshops.

    Acesse a programao completa em: http://forummercosul.dpr.gov.br/

    WORKSHOP DE TURISMO

    O Painel de Turismo acontece no dia 15/07/2015, a partir das 08h30, no auditrio Esmeraldas, no Minascentro. Coordenado pela Setur, conta com o apoio do Grupo Tcnico de Captao de Eventos de Belo Horizonte, liderado pelo Belo Horizonte Convention & Visitors, pela Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur), Companhia Mineira de Promoes (PROMINAS), a Associao Brasileira da Indstria de Hotis (ABIH) e o Instituto Estrada Real.

    Para o secretrio de estado de Turismo, Mrio Henrique Caixa, essa parceria com as entidades envolvidas no workshop essencial para o fortalecimento do turismo de negcios. Alm de Belo Horizonte, temos excelentes equipamentos para recepo de eventos internacionais em destinos como Uberlndia, Juiz de Fora, Ouro Preto, Tefilo Otoni, Poos de Caldas, So Loureno e Caxambu, afirma.

    A proposta de inserir o tema turismo no Frum vem de encontro com as perspectivas de integrao da atividade entre as Mercocidades, apresentada no Festival de Turismo das Cataratas, realizado em Foz do Iguau em junho/2015, com a criao do Instituto Internacional de Turismo de Mercocidades.

    O turismo na Rede Mercocidades um segmento fundamental para a agenda poltica das cidades e fator de integrao regional, de desenvolvimento sustentvel e de incluso social e suas aes visam, dentre outros objetivos, a equidade social, o equilbrio ecolgico, a preservao do patrimnio e a dinamizao da economia local.

    Na programao do Workshop: Turismo, Importante Atividade Econmica para o MERCOSUL, esto previstos painis com a apresentao de oportunidades de investimentos na Estrada Real, maior rota turstica da Amrica Latina; o Turismo de Negcios e eventos, como propulsor do desenvolvimento das cidades renovadas com perspectivas para a integrao das Mercocidades na captao de eventos ICCA.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 13, 2015

    Produo em Minas tem alta de 1,3% em maio - destaca o Dirio do Comrcio

    Produo em Minas tem alta de 1,3% em maio

    Resultados acumulados,
    porm, seguem no terreno negativo

    A produo industrial de Minas Gerais registrou crescimento de 1,3% em maio ante abril. No entanto, o resultado no pode ser considerado uma tendncia, tendo em vista que nas demais bases de comparao o parque produtivo continua em retrao. No acumulado dos cinco primeiros meses do ano sobre igual perodo de 2014 a queda de 7,4% e nos ltimos 12 meses, de 5,8%, de acordo com a Pesquisa Industrial Mensal (PIM), do IBGE. Um dos segmentos que vm apresentando sucessivas retraes e que teve o pior desempenho de janeiro a maio foi o de mquinas e equipamentos, com baixa de 36% na produo.

    ECONOMIA
    Devido aos baixos preos dos minerais, pesquisas esto paralisadas no Pas
    Crise provocada principalmente pela queda do minrio de ferro

    Itabira busca a diversificao econmica
    Objetivo a atrao de empresas de base tecnolgica, automotiva, distribuio e logstica, leo e gs e alimentcio

    Parlamentares mineiros se unem para ajudar polo moveleiro de Ub
    Objetivo manter a desonerao da folha do segmento

    AGRONEGCIO
    Faturamento com embarques do agronegcio tem queda
    Exportaes mineiras renderam US$ 3,6 bilhes ao longo do 1 semestre, ante US$ 3,7 bilhes no mesmo perodo de 2014

    POLTICA
    Estado poder usar depsitos judiciais
    Assembleia aprovou, em 2 turno, projeto que autoriza utilizao de recursos de processos vinculados ao TJMG

    DC TURISMO
    Capital registra maior queda mdia no preo das dirias
    Um ano aps a realizao da Copa do Mundo, recuo nos preos foi de 46%

    EUA concedeu 30 vistos permanentes em 2014
    Categoria para investidores
    FINANAS
    Ao coletiva contra estatal nos EUA chega fase probatria
    A empresa ter de apresentar documentos
    LEGISLAO
    Empresas querem modernizao da CLT
    Itamb e Direcional Engenharia defendem a lei da terceirizao e reivindicam maior segurana jurdica

    ESPECIAIS
    OPINIO /EDITORIAL
    O desabafo de Lula



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Julho 12, 2015

    Ouvidos abertos para o Interior!!!

    Montes Claros
    abre segunda fase dos Fruns Regionais

    Realizado neste sbado (11),
    o evento contou com mais de 500 participantes
    de diversos municpios da Regio Norte

    A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) participou da implantao da segunda fase dos Fruns Regionais Territoriais do governo do Estado,
    que foi iniciada em Montes Claros (Regio Norte), neste sbado (11/7/15).

    As atividades deste Frum Regional Territrio Norte contaram com mais de 500 inscritos, representando autoridades e movimentos da sociedade civil de diversas cidades da regio.

    Ao longo do sbado, eles debateram problemas elencados em cinco eixos temticos, apresentaram um relatrio de Diagnstico Territorial e elegeram os membros do Comit de Planejamento Territorial (Complete) da Regio Norte 25 efetivos e 25 suplentes. Na oportunidade, autoridades locais, representantes de diversas prefeituras da regio, de entidades pblicas e de secretarias de governo abordaram a importncia deste novo modelo participativo de planejamento das aes governamentais.

    Na abertura do Frum, o representante da ALMG, deputado Fbio Cherem (PSD), membro da Comisso de Participao Popular da Casa, destacou as peculiaridades de cada regio do Estado, enfatizando a importncia de ouvir a populao antes de planejar polticas pblicas. Ouvir para governar um conceito simples, mas que sempre foi pouco utilizado em nosso Estado.

    Com o atual governo, essa realidade comea a se modificar, com as prioridades regionais sendo definidas pela populao nestes fruns territoriais. Estamos aqui movidos pela fora desta ideia simples, e eu tenho esperana de que este frum venha balizar a melhoria da qualidade de vida para todo o Norte de Minas, ponderou o deputado.

    O coordenador dos fruns regionais, Fernando Tadeu Davi, tambm destacou a importncia e o peso que os fruns tm. No h outro caminho, precisamos nos unir e debater quais problemas afligem a populao e os encaminhamentos a serem dados. Com isto, o governo quer construir um plano amplo, fora dos gabinetes, elaborado a partir das regies onde as pessoas enfrentam os problemas, visando a buscar solues consensuais e comear a apontar caminhos, enfatizou.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Julho 12, 2015

    Notcia boa: + cursos de Medicina

    Novos cursos de medicina
    oferecero 2.290 vagas em 36 municpios

    Instituies foram escolhidas por critrios objetivos,
    como qualidade do projeto pedaggico,
    proposta de investimento na rede pblica e plano de implantao de residncia mdica.

    Os novos cursos de medicina criados dentro da estratgia do Programa Mais Mdicos vo ofertar 2.290 vagas de graduao em 36 municpios do pas.

    As cidades contempladas no tm faculdade na rea e no so capitais de estado, o que contribui para a interiorizao do ensino mdico.

    Os ministros da Sade, Arthur Chioro, e da Educao, Renato Janine Ribeiro, anunciaram nesta sexta-feira (10/7) a escolha das instituies de ensino superior (IES) particulares que devem implantar o curso at 2016. A medida faz parte da ampla estratgia de reestruturao do atendimento mdico no pas, que abrange aes na rea de provimento de profissionais, formao mdica e infraestrutura.

    Confira a lista de instituies selecionadas

    O ministro da Sade, Arthur Chioro, enfatizou a relevncia desta parte do Programa Mais Mdicos para as perspectivas de mdio e longo prazo. Ns vivemos, na rea da Medicina, da abertura de novos cursos de graduao, uma transformao extremamente importante, declarou. Hoje ns vivemos um marco: o Mais Mdicos no apenas uma poltica de provimento e garantia na Ateno Bsica. uma medida estruturante da formao mdica no Brasil, completou.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Julho 11, 2015

    Notcia boa tambm d audincia


    Projeto dos depsitos judiciais
    aprovado em 2 turno

    Proposio permite a utilizao
    de recursos de processos vinculados ao TJMG
    para o pagamento de despesas do Estado.

    O Projeto de Lei 2.173/15
    foi aprovado com 49 votos favorveis
    e oito contrrios

    O Projeto de Lei (PL) 2.173/15, que autoriza a utilizao de que autoriza o uso de depsitos judiciais pelo Estado, foi aprovado em 2 turno na Reunio Extraordinria de Plenrio realizada nesta sexta-feira (10/7/15) na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

    A proposio, de autoria conjunta do governador Fernando Pimentel e do Tribunal de Justia de Minas Gerais (TJMG), foi aprovada na forma do vencido, ou seja, sem novas alteraes em relao ao texto votado em 1 turno. Depois de aprovado em redao final, o projeto segue para sano do governador.

    De acordo com o PL 2.173/15, o Estado poder utilizar parte dos recursos dos depsitos judiciais em processos vinculados ao TJMG. Esses recursos sero usados no custeio da previdncia social, no pagamento de precatrios e assistncia judiciria e na amortizao da dvida do Estado com a Unio. Na justificativa do projeto, o governador afirmou que, sem a aprovao da proposta, o Executivo poderia ter que contingenciar o pagamento de salrios e aposentadorias de servidores e tambm os repasses para os demais Poderes do Estado.

    Assim, o PL 2.173/15 permite que os depsitos judiciais em dinheiro, tributrios e no tributrios, sejam transferidos para conta especfica do Poder Executivo. No podero ser utilizados pelo Estado os depsitos judiciais tributrios transferidos aos municpios por fora de lei.

    O Estado poder dispor de 75% do valor total dos depsitos judiciais no primeiro ano de vigncia da lei. No segundo ano, esse percentual cai para 70%. A parcela no transferida ao Estado permanecer na instituio financeira custodiante e constituir fundo de reserva destinado a garantir restituies e pagamentos referentes aos processos judiciais.

    Se o saldo desse fundo de reserva atingir um valor inferior a 25% do total de depsitos no primeiro ano de vigncia da lei, o Tesouro Estadual ter que recompor esse percentual no prazo de 30 dias. O mesmo se aplica no segundo ano de vigncia da lei, quando o percentual mnimo desse fundo de reserva de 30%.

    Caso o saldo do fundo de reserva no seja suficiente para honrar a restituio ou o pagamento de depsitos judiciais, o TJMG comunicar o fato ao Poder Executivo, que disponibilizar, em at trs dias teis, a quantia necessria para honrar esse pagamento.

    O montante total transferido ao Estado ser objeto de remunerao de 0,3% ao ms, paga pelo Poder Executivo ao TJMG at o dia 20 de cada ms. O Poder Executivo tambm ter que garantir a remunerao do montante total de depsitos judiciais transferidos, conforme o percentual acordado entre o TJMG e a instituio financeira custodiante.

    Os recursos dos depsitos judiciais constaro no Oramento do Estado como fonte de recursos especfica, com a identificao de sua origem e aplicao. Para a implementao da futura lei, o Poder Executivo ter que firmar um termo de compromisso com o TJMG.

    Fonte
    Almg.gov.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Julho 11, 2015

    Notcia boa tambm d audincia


    Projeto dos depsitos judiciais
    aprovado em 2 turno

    Proposio permite a utilizao
    de recursos de processos vinculados ao TJMG
    para o pagamento de despesas do Estado.

    O Projeto de Lei 2.173/15
    foi aprovado com 49 votos favorveis
    e oito contrrios

    O Projeto de Lei (PL) 2.173/15, que autoriza a utilizao de que autoriza o uso de depsitos judiciais pelo Estado, foi aprovado em 2 turno na Reunio Extraordinria de Plenrio realizada nesta sexta-feira (10/7/15) na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

    A proposio, de autoria conjunta do governador Fernando Pimentel e do Tribunal de Justia de Minas Gerais (TJMG), foi aprovada na forma do vencido, ou seja, sem novas alteraes em relao ao texto votado em 1 turno. Depois de aprovado em redao final, o projeto segue para sano do governador.

    De acordo com o PL 2.173/15, o Estado poder utilizar parte dos recursos dos depsitos judiciais em processos vinculados ao TJMG. Esses recursos sero usados no custeio da previdncia social, no pagamento de precatrios e assistncia judiciria e na amortizao da dvida do Estado com a Unio. Na justificativa do projeto, o governador afirmou que, sem a aprovao da proposta, o Executivo poderia ter que contingenciar o pagamento de salrios e aposentadorias de servidores e tambm os repasses para os demais Poderes do Estado.

    Assim, o PL 2.173/15 permite que os depsitos judiciais em dinheiro, tributrios e no tributrios, sejam transferidos para conta especfica do Poder Executivo. No podero ser utilizados pelo Estado os depsitos judiciais tributrios transferidos aos municpios por fora de lei.

    O Estado poder dispor de 75% do valor total dos depsitos judiciais no primeiro ano de vigncia da lei. No segundo ano, esse percentual cai para 70%. A parcela no transferida ao Estado permanecer na instituio financeira custodiante e constituir fundo de reserva destinado a garantir restituies e pagamentos referentes aos processos judiciais.

    Se o saldo desse fundo de reserva atingir um valor inferior a 25% do total de depsitos no primeiro ano de vigncia da lei, o Tesouro Estadual ter que recompor esse percentual no prazo de 30 dias. O mesmo se aplica no segundo ano de vigncia da lei, quando o percentual mnimo desse fundo de reserva de 30%.

    Caso o saldo do fundo de reserva no seja suficiente para honrar a restituio ou o pagamento de depsitos judiciais, o TJMG comunicar o fato ao Poder Executivo, que disponibilizar, em at trs dias teis, a quantia necessria para honrar esse pagamento.

    O montante total transferido ao Estado ser objeto de remunerao de 0,3% ao ms, paga pelo Poder Executivo ao TJMG at o dia 20 de cada ms. O Poder Executivo tambm ter que garantir a remunerao do montante total de depsitos judiciais transferidos, conforme o percentual acordado entre o TJMG e a instituio financeira custodiante.

    Os recursos dos depsitos judiciais constaro no Oramento do Estado como fonte de recursos especfica, com a identificao de sua origem e aplicao. Para a implementao da futura lei, o Poder Executivo ter que firmar um termo de compromisso com o TJMG.

    Fonte
    Almg.gov.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Julho 10, 2015

    Investindo em quem produz

    BDMG visita Unitec Semicondutores

    Banco apoia fbrica de semicondutores
    por meio de participao acionria
    e financiamento de longo prazo

    O presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Marco Crocco, os diretores Carlos Fernando Vianna e Otvio Silva Camargo, e o gerente I de Operaes Estruturadas Daniel Lage, visitaram, nesta quinta (9), a Unitec Semicondutores, em Ribeiro das Neves, na Regio Metropolitana de Belo Horizonte. O BDMG apoia a Unitec com participao acionria (equity), por meio da subsidiria BDMGTEC, e com financiamento de longo prazo.

    A BDMGTEC j liberou 92% de um total de R$ 48 milhes para aporte no capital da empresa em julho foi aportado R$ 1,2 milho. O BDMG financia ainda R$ 65 milhes, dos quais 67% foram desembolsados, sendo R$ 8,44 milhes liberados em junho deste ano. Os recursos tm sido utilizados na viabilizao da obra e na aquisio de equipamentos.

    Na avaliao de Vianna, o apoio do BDMG Unitec estratgia para a diversificao da economia mineira. A Unitec traz consigo uma cadeia de fornecedores e de clientes do setor de inovao, de alta tecnologia e muito valor agregado. Alm disso, por demandar uma mo de obra extremamente qualificada, a empresa tem feito parcerias com instituies de ensino, como a UFMG, o que demonstra a importncia do empreendimento para o desenvolvimento socioeconmico do nosso Estado, afirma.

    A partir de outubro deste ano, a Unitec comear a receber os equipamentos da fbrica e, a partir de maro de 2016, com os equipamentos instalados, comear a fase de qualificao das tecnologias, com prazo estimado de seis meses. A entrada em operao comercial est prevista para o segundo semestre de 2016.

    A Unitec Semicondutores, mais moderna fbrica de semicondutores do hemisfrio Sul, atua no fornecimento de solues intensivas para diversos mercados por meio do desenvolvimento, produo e encapsulamento de circuitos integrados.

    A Empresa, concebida para atender o mercado global, com foco principal na Amrica Latina, possui ampla capacidade para desenhar e desenvolver produtos de alta tecnologia para conexo de sistemas urbanos, cartes inteligentes, modernizao de diagnsticos ligados rea da sade e interligao de sistemas hospitalares, alm de componentes inovadores para vrias indstrias.

    A Unitec Semicondutores uma sociedade entre a Corporacin Amrica, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econmico e Social (BNDES), o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) , a IBM Corporation, a WS-Intecs e a Matec Engenharia. Com importante presena regional e planta industrial em Ribeiro das Neves (MG), a Companhia contribui continuamente para impulsionar os setores de tecnologia e desenvolvimento.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Julho 10, 2015

    DE OLHO na Economia


    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Custo com energia afeta fabricantes de ferroligas
    Setor no Estado utiliza apenas 20% da capacidade e foram feitas 15 mil demisses

    As demisses provocadas pela grave crise enfrentada pela indstria de ferroligas do Estado j atingiram cerca de 15 mil trabalhadores, conforme a Associao Brasileira dos Produtores de Ferroligas e de Silcio Metlico (Abrafe). Atualmente, cerca de 80% da capacidade instalada do setor esto ociosos, uma vez que os atuais preos da energia inviabilizam a produo. A extenso da Medida Provisria (MP) 667, que beneficia eletrointensivas do Nordeste, apontada por empresrios, entidades e autoridades como alternativa para reverter o quadro.

    ECONOMIA
    IBGE v piora nos ndices de desemprego
    Entre maro e maio, havia 8,2 milhes de brasileiros que queriam trabalhar, mas no conseguiam encontrar vagas

    Dnit d prazo para consrcio retomar obras na BR-381
    Consrcio tem 15 dias para adequar ritmo nas intervenes dos lotes 1 e 2

    Vendas no hipercentro em queda
    Alm do fechamento de lojas, empresrios tambm esto optando pela reduo da mo de obra

    AGRONEGCIO
    Conab prev safra de gros de 11,68 milhes de toneladas
    Segundo o rgo, volume permanecer estvel em relao ao perodo agrcola de 2013/14

    POLTICA
    Cmara aprova novas regras para campanhas eleitorais
    Projeto de lei prev limite de R$ 20 milhes para as doaes empresariais

    DC INOVAO
    Lemonade seleciona 27 projetos na Capital
    Programa de pr-acelerao promovido pela Fundepar visa transformar ideias em startups rentveis

    INTERNACIONAL
    Eurogrupo recebe propostas da Grcia
    Contedo determinar se pas ser beneficiado com novo programa de resgate de trs anos

    FINANAS
    Cenrio afasta investidor externo
    Momento poltico, corrupo e retrao da economia minam interesse dos estrangeiros
    LEGISLAO
    Reforma do ICMS comea a sair do papel
    Governo vai editar MP que cria fundo de compensao para os estados com recursos repatriados do exterior

    ESPECIAIS

    DC AUTO
    Nissan March 1.0 3 cilindros est entre os melhores


    DC TURISMO
    Olimpadas vo ancorar investimentos da Vert

    DC MAIS
    ALMG aprova venda de lcool nos estdios em 1 turno

    OPINIO /EDITORIAL
    Resultados a baixo custo




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 9, 2015

    Siamig & Cultura

    SIAMIG
    realiza Circuito Cultural
    de Uberaba

    Ser aberto amanh, s 20 horas, no Teatro Sesi, o 1 Circuito Cultural de Uberaba, com o espetculo No Pirex, do Grupo Armatrux. O Circuito realizado pela Associao das Indstrias Sucroenergticas de Minas Gerais (SIAMIG), com patrocnio das usinas WD Agroindustrial, Santo ngelo e Delta Sucroenergia, atravs da Lei Rouanet de Incentivo cultura. A abertura contar com a presena do Gerente Administrativo da SIAMIG, Douglas Martins, e da produtora do evento da empresa Mercado Moderno, Keyla Monadjemi.

    O Circuito Cultural, que tem o apoio, entre outros, da prefeitura Municipal de Uberaba e do Sesi-Fiemg, vai at outubro e dar oportunidade para a populao do municpio e regio participar de uma srie de espetculos e shows, como neste final de semana. No sbado (11), s 16 horas, no Teatro Sesi Uberaba, a vez do Grupo Emcantar, de Uberlndia, apresentar o espetculo Festejo de Brincar. No domingo (12), o show fica por conta da cantora Ti, s 11h, na Praa Concha Acstica, com participaes de Jesse Harris e Adriano Cintra.

    No Teatro Sesi-Uberaba, os ingressos custam R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia), j todas as atraes realizadas aos domingos sero gratuitas (ver programao abaixo).

    O municpio de Uberaba hoje o maior produtor de cana de acar do estado e est localizado no principal polo de produo de acar, etanol e bioeletricidade, que o Tringulo Mineiro. Dessa forma, somam mais de 50 mil trabalhadores na regio dos 80 mil em todo o estado. Em Uberaba esto localizadas duas usinas, somando outras duas do entorno do mais de 10 mil empregos gerados pelo setor sucroenergtico na localidade.

    De acordo com o presidente da SIAMIG, Mrio Campos, o Circuito Cultural de Uberaba uma forma de o setor sucroenergtico fomentar a cultura na regio e levar entretenimento ao pblico da cidade e entorno. uma satisfao realizarmos e nossas usinas associadas patrocinarem o evento como forma de valorizao do setor perante a cidade, dos grupos e cantores que participam e do lazer disponibilizado para a comunidade, afirma.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 9, 2015

    Fique de OLHO NA ECONOMIA

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Preo do minrio dever ter pequena recuperao
    mineracao

    Cotao, no entanto, tende a ficar prxima a US$ 60 a tonelada

    Mesmo diante da nova queda nos preos internacionais do minrio de ferro, que ontem chegaram a US$ 44,59 a tonelada, a cotao mais baixa nos ltimos seis anos, especialistas no acreditam que a tendncia de retrao seja mantida nos prximos meses. Porm, as ltimas notcias vindas da China, que viveu ontem um dia de forte recuo nas bolsas, sinalizando desacelerao da economia, aliadas aos altos estoques mundiais da commodity e s incertezas que cercam o futuro da Grcia, dificilmente permitiro o retorno dos preos a patamares superiores a US$ 60.

    ECONOMIA
    Ritmo da construo civil registra queda de 25,9% em Minas
    Queda em junho ficou muito acima da mdia nacional

    Cemig ainda tenta evitar perda de usinas
    Mais trs hidreltricas de menor porte devem ser retiradas das mos da concessionria mineira at o fim deste ano

    Indstrias reduzem mo de obra
    Setor foi afetado pela crise econmica, que reduziu do fortemente a demanda
    Lei viabiliza produo de energia solar em Minas Gerais
    A nova legislao dobra o prazo para a concesso de crdito de ICMS s empresas


    AGRONEGCIO
    Abertura do mercado russo poder beneficiar Minas Gerais
    Onze empresas brasileiras sero autorizadas a exportar leite em p

    POLTICA
    Senado rejeita emenda MP 672
    Texto que estende a poltica de valorizao do salrio mnimo para aposentadorias aprovado

    NEGCIOS
    Rede de Hotis Arco anuncia inverses de R$ 50 milhes
    Atravs da sua rede de investidores, empresa lana trs empreendimentos em Minas Gerais e um no Esprito Santo

    FINANAS
    IPCA ganha fora e sobe 0,79% em junho
    Com o resultado, o pior para o ms desde 1996, taxa acumula alta de 6,17% no ano e se aproxima do teto da meta

    LEGISLAO
    CAS do Senado amplia saque do FGTS
    Projeto aprovado prev a liberao de recursos do fundo para qualquer pessoa em caso de doena grave



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Julho 8, 2015

    Prefeito Mrcio Lacerda sanciona a lei que cria o FUNDO MUNICIPAL DE TURISMO

    Sancionada pelo prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda, a Lei Municipal n 10.823 de 29 de junho de 2015 j est em vigor e mais uma conquista no desenvolvimento do turismo em BH. Ela dispe sobre a Poltica Municipal de Turismo (PMT), institui o Fundo Municipal de Turismo (Fumtur) e traz inovaes referentes a aspectos da gesto pblica do turismo na capital mineira.

    A organizao, o planejamento e a execuo das diretrizes institudas no documento ficam sob responsabilidade da Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur), vinculada Secretaria Municipal de Desenvolvimento da Prefeitura, com a misso de promover BH como polo de atrao turstica, com visibilidade nacional e internacional.

    Para o Ncleo de Turismo da Fecomrcio MG, a lei representa uma conquista significativa para pautar as aes tursticas na cidade. Trata-se de mais uma ferramenta de dilogo entre poder pblico, empresas privadas e entidades de representatividade do setor na reviso e construo de novas polticas pblicas que visem o desenvolvimento sustentvel do turismo em curto, mdio e longo prazos.

    Principais ferramentas institudas na lei:

    Fundo Municipal de Turismo Novo instrumento para a captao e aplicao de recursos na atividade turstica na capital. Eles sero investidos em programas de promoo, proteo e recuperao turstica, no financiamento de estudos e pesquisas, capacitao, divulgao e custeio de eventos da cidade.

    Plano Municipal de Turismo - O objetivo ordenar as aes do setor pblico, orientando o esforo do municpio e a utilizao dos recursos para o desenvolvimento da atividade. O plano municipal ter suas metas e programas revistos a cada quatro anos, em consonncia com o plano plurianual do municpio.

    Sistema Municipal de Turismo Visa promover o desenvolvimento da atividade por meio da integrao das iniciativas oficiais com as do setor produtivo. Tambm integram o Sistema Municipal de Turismo rgos pblicos municipais: a Secretaria Municipal de Desenvolvimento, a Secretaria Municipal Adjunta de Relaes Internacionais, as fundaes municipais de Parques, de Cultura e Zoo-Botnica e o Conselho Municipal de Turismo (Comtur-BH).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Julho 8, 2015

    Entrega do Mrito Rural teve casa cheia no Auditrio do Brasesco no Minas 1 em BH. frente o presidente da Fiemg Roberto Simes. Receberam a comenda os representantes do PIB do agronegcio mineiro de diversas regies do Estado. O vice-governador Antonio Andrade e o prefeito de BH Marcio Lacerda prestigiaram o evento. Confira as fotos.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Julho 8, 2015

    Direto do Auditrio do Bradesco no Minas 1 em BH solenidade do DIA DO PRODUTOR RURAL.

    Direto do Auditrio do Bradesco no Minas 1 em BH solenidade do DIA DO PRODUTOR RURAL. O evento acaba de ser aberto

    Pelo presidente da Faemg Roberto Simes. O vice-governador Antonio Andrade representa o governador Fernando Pimentel. Presente tambm o secretrio da Agricultura Joo Cruz.

    J o pres. da Faemg, Simes falou que o agronegcio no uma ilha: comea a sentir os efeitos da crise. Mas somos uma fora em...



    meio a este cenrio.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Julho 8, 2015

    DE OLHO na Economia

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Vale da Eletrnica pode perder receita
    ferroliga

    Se no houver reao neste semestre, o faturamento das empresas poder recuar 30% em 2015

    Se o mercado no reagir neste semestre, as empresas do Vale da Eletrnica, em Santa Rita do Sapuca, no Sul de Minas, devero registrar queda de 30% no faturamento neste ano, segundo o Sindicato das Indstrias de Aparelhos Eltricos, Eletrnicos e Similares do Vale da Eletrnica (Sindvel). Por outro lado, no foram adotadas medidas como frias coletivas e reduo da jornada de trabalho no Arranjo Produtivo Local (APL). Na avaliao do presidente da entidade, Roberto de Souza Pinto, no primeiro semestre o setor sobreviveu em funo de pedidos fechados no ano passado.

    ECONOMIA
    VMI prev aportes de R$ 20 milhes em planta de Lagoa Santa
    Recursos para desenvolver produtos e formao de estoque

    Brasil perde posio no ranking de vendas globais de veculos
    Pas caiu da sexta para a stima posio

    GE ganha encomenda de R$ 141 milhes
    Empresa fabricar 19 locomotivas para as concessionrias VLI Multimodal e Rumo Logstica

    Faturamento com exportaes da Vale tem queda de 54,18%
    Mineradora foi afetada pela queda dos preos internacionais no 1 semestre


    AGRONEGCIO
    Consumo de etanol registra sucessivos recordes em Minas
    Em maio, volume atingiu 142 mi/litros, alta de 170%

    POLTICA
    Coaf investigou R$ 51,9 bilhes em movimentaes atpicas
    rgo identificou operaes de R$ 1,381 bilho com dinheiro em espcie

    NEGCIOS
    Tenco investe R$ 300 milhes em dois centros de compras
    Inaugurao acontecer somente em 2017

    FINANAS
    Inflao medida pelo IGP-DI avana 0,68% em junho
    Com o resultado, ndice acumula altas de 4,5% no ano e de 6,22% em 12 meses, diz a FGV

    LEGISLAO
    Governo publica MP e decreto do PPE
    Programa permite a reduo da jornada e do salrio em at 30%, com compensao de 50% da perda pelo FAT



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Julho 7, 2015

    Hoje tera o DIA DO PRODUTOR RURAL. Data ser comemorada no Teatro Bradesco aqui em BH. Ser entregue a Medalha do Mrito Rural.

    Nesta tera-feira, 7 de julho, comemorado o dia do Produtor Rural Mineiro. A data foi instituda pela ALMG em 1998, a pedido da FAEMG, para homenagear aqueles que garantem a alimentao e o desenvolvimento econmico do nosso estado.

    Os produtores rurais cultivam o campo e a histria. Nos momentos mais importantes de Minas, o homem do campo sempre foi fundamental: a agricultura e a pecuria sustentaram o crescimento e a modernizao do estado. Nas fazendas, surgiu a autntica culinria mineira, mais uma contribuio construo da cultura e enriquecimento das tradies da gente mineira. Ao longo do tempo, o dinamismo de agricultores e pecuaristas levou o estado a novas conquistas. Graas a sucessivos recordes de produo, atualmente o agronegcio representa 42% da riqueza estadual.

    Minas Gerais uma verdadeira potncia agropecuria. o maior produtor nacional de caf, leite e batata, e detm o maior rebanho equino do pas. segundo na produo de cana-de-acar, feijo e sorgo, e concentra o segundo maior rebanho bovino. Destaca-se tambm na produo nacional de milho, ovos, tomate, frutas e hortalias. Alm disso, o principal estado reflorestador do Brasil.

    Muito distante da literria imagem do caipira de enxada nas costas, o produtor rural mineiro atualizado com a tecnologia, com os meios de comunicao, as pesquisas e a inovao. Busca informaes, capacita-se, faz cursos, investe em georreferenciamento, usa aplicativos online para gerenciar sua propriedade. Com o crescimento das cidades e reduo de terras produtivas disponveis, soube comandar uma revoluo tecnolgica que tem garantido crescente produtividade por rea, com menor impacto ambiental afinal, preservar os recursos naturais a garantia para seu futuro. Tudo isso mostra que o produtor rural tem tradio em tornar Minas cada vez mais forte.

    Medalha

    Em reconhecimento desse importante trabalho, a FAEMG comemora o Dia do Produtor Rural Mineiro com a entrega da Medalha do Mrito Rural a produtores, instituies e pesquisadores, que se destacaram em relevantes atividades no campo. A solenidade ser dia 7/7, no Centro Cultural Bradesco, no Minas Tnis Clube, em BH, s 19h30.

    A Grande Medalha deste ano ser entregue ao engenheiro agrnomo e doutor em Economia Rural, Eliseu Alves. Mineiro de So Joo Del Rei, trabalha h mais de 50 anos pelo desenvolvimento do agronegcio brasileiro. Iniciou carreira como pesquisador da Emater-MG. Integrou o grupo de trabalho que idealizou a Embrapa. Fez parte da primeira diretoria da empresa e a presidiu entre 1979 e 1985, quando a instituio foi consolidada e tornou-se respeitada no Brasil e no exterior. Tambm foi presidente da Codevasf. Desde 1990, pesquisador da Embrapa, na rea de poltica agrcola, desenvolvimento institucional e economia de produo, e, atualmente, assessor da presidncia.

    Alm da Grande Medalha, a Medalha do Mrito premia as categorias de Produtor Rural, Sindicato Rural, Tcnico-Cientfica, Comunicao e Poltica. So 19 agraciados a cada ano. Assim, a Federao pretende dignificar todo o meio de produtores rurais e de representao classista, mostrando que o campo tambm tem os seus heris.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Julho 7, 2015

    GOOGLE amplia atividades em BH - destaca o jornal Dirio do Comrcio na ediodesta tera.


    Google amplia atividades da unidade da Capital

    Empresa inaugura em novembro
    as novas instalaes do Centro de Engenharia

    O Google inaugura em novembro as novas instalaes do Centro de Engenharia em Belo Horizonte. Embora no revele o valor a ser investido nem os detalhes do projeto, a expanso permitir gigante da internet dobrar o nmero de engenheiros na unidade, a nica deste tipo da Amrica Latina, que hoje somam cem, entre brasileiros e estrangeiros. O anncio foi feito pelo presidente executivo da empresa, Eric Schmidt, presidente Dilma Rousseff quando da visita ao GooglePlex, em Montain Wiew, na Califrnia, na semana passada.

    ECONOMIA
    Yara investe em planta em Uberaba
    Multinacional destinar US$ 1 milho para aproveitar sinergias de suas operaes de fertilizantes no municpio

    Municpios podero realizar licenciamentos ambientais
    Meta reduzir concentrao de pedidos junto Secretaria do Meio Ambiente

    Consumidor da Capital est cada vez mais endividado
    Em junho, ndice alcanou 62%

    Receita com exportaes cai 26,6%
    Embarques de Minas renderam US$ 11,008 bilhes no 1 semestre de 2015, ante US$ 15,007 bilhes em 2014

    AGRONEGCIO
    Abate de bovinos em Minas registra queda no 1 trimestre
    Forte estiagem no incio deste ano provocou a reduo de oferta de animais

    POLTICA
    Presidente ataca articulao "golpista"
    Dilma afirma que defender seu mandato "com unhas e dentes" antes de reunio de emergncia com sua equipe

    NEGCIOS
    Inverno deve elevar vendas de vinhos no Super Nosso
    Adegas da rede somam 700 rtulos, entre nacionais e importados
    Uberlndia ganha revenda de triciclos

    Venda de smartphones tem queda pela primeira vez no Brasil

    INTERNACIONAL
    Grcia far nova proposta a credores
    Lderes da Frana e da Alemanha afirmam que a porta continua aberta para as negociaes
    FINANAS
    Poupana perde R$ 38,542 bilhes no semestre
    Resultados da primeira metade de 2015 e do ms passado foram os piores nos ltimos 20 anos, segundo o BC
    Inflao em Belo Horizonte bate em 0,94% e recorde
    Bradesco faz acordo com Fiat Chrysler e mira carteira de R$ 2 bilhes em 2 anos


    DC TECNOLOGIA

    Competio de carter social desafio para empreendedores
    Ideia desenvolver solues para as reas de segurana e turismo

    OPINIO/EDITORIAL
    No limite de ruptura


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 6, 2015

    Pauta ldica no Ptio Savassi em BH

    PTIO SAVASSI
    TRAZ A MAGIA DOS MUSICAIS INFANTIS
    PARA AS FRIAS DE JULHO

    Espetculos so gratuitos
    e abertos ao pblico.
    Crianas podero tirar fotos com personagens

    Quer uma opo divertida, ldica e gratuita para levar a crianada nas frias de julho? Ento o destino certo o Ptio Savassi! O shopping trar a magia dos clssicos da literatura para a programao especial de frias, que acontecer de 11 a 26 de julho, no Anfiteatro do mall. O repertrio contar com pockets shows do Peter Pan; A Pequena Sereia; Os Saltimbancos; A Bela e a Fera; Cinderela; Branca de Neve e Rainha da Neve, que prometem divertir e emocionar tanto as crianas, como os pais. Ao todo, sero 22 apresentaes.

    Queremos proporcionar que as famlias desfrutem as frias escolares no shopping. Para isso, vamos oferecer essa opo de entretenimento, que mescla teatro e msica aos grandes clssicos da literatura, que atravessam geraes, afirma a gerente de marketing do Ptio Savassi, Rejane Duarte.

    Promovida pela companhia Cyntilante Produes, cada apresentao abordar um tema diferente, inserido numa apresentao de 30 a 50 minutos, incluindo fotos com os personagens, que sairo dos livros de histrias para contar, cantar e encantar o pblico.

    De maneira interativa, as crianas tambm so convidadas para ajudar a contar a histria, fazendo da apresentao um momento de muita diverso. As msicas so cantadas ao vivo pelos artistas, o que promete muita emoo, tambm para os adultos. Esperamos que todos possam desfrutar bons momentos aqui no Ptio Savassi, finaliza Rejane.
    Os espetculos so gratuitos e abertos ao pblico.

    Programao:
    Frias de julho 2015 - Ptio Savassi
    Local: Anfiteatro do Ptio Savassi, piso L2 (Av. do Contorno, 6061 - Savassi).

    - A Bela e a Fera - 16 horas (2 apresentaes - 13 e 17/07)
    - A Pequena Sereia - 16 horas - (2 apresentaes - 14 e 21/07)
    - Branca de Neve - 16 horas - (2 apresentaes - 15 e 22/07)
    - Peter Pan - 16 horas - (2 apresentaes - 16 e 23/07)
    - Cinderela - 16 horas - (2 apresentaes - 20 e 24/07)
    - Rainha da Neve - sbados - 16h e 17:30h - (6 apresentaes - 11, 18 e 25/07)
    - Saltimbancos - domingos - 16h e 17:30h -(6 apresentaes - 12, 19 e 26/07)


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Julho 6, 2015

    DE OLHO na Economia

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Indstria txtil de Minas Gerais em desacelerao

    Nvel de emprego
    deve cair em torno de 10% at o fim do ano

    A indstria txtil e do vesturio de Minas Gerais tambm est sentindo os efeitos da crise que afeta diversos segmentos da economia brasileira. Vrias empresas j fecharam as portas e funcionrios foram demitidos, enquanto o setor luta para no dispensar mais trabalhadores, adotando medidas extremas, como frias coletivas, lay-off (suspenso temporria de contratos) e reduo da jornada de trabalho. "Acreditamos que at o fim do ano o nmero de empregos na cadeia seja reduzido em algo prximo a 10%. As principais empresas j concederam frias coletivas e algumas fecharam unidades", afirma o presidente do Sindimalhas-MG, Flvio Roscoe Nogueira.

    ECONOMIA
    Itajub anuncia edital para 2 distrito industrial
    Empresa vencedora ser responsvel pelas obras de infraestrutura bsica do empreendimento

    Voos da Azul devem impulsionar economia do Centro-Oeste
    Prefeitura de Divinpolis espera que incio das operaes da companhia area facilite a atrao de novos investimentos

    Arrecadao da Cfem acumula queda
    Retrao de 31,8% na receita no 1 semestre provocada pela baixa nos preos internacionais


    AGRONEGCIO
    Cotao do leite mantm ritmo de alta
    Perodo de entressafra em Minas puxou elevao dos preos para o pecuarista pelo quinto ms consecutivo

    POLTICA
    Impeachment volta a ser cogitado
    Depoimento de Youssef sobre campanha de Dilma refora pedido, defende a oposio

    DC TURISMO
    Trem aquece economia de Rio Acima
    Maria-fumaa recebe 1.200 pessoas por ms; expectativa de que esse nmero alcance 1.800 at dezembro
    Rede Tau expande negcios no Pas
    Brasileiros perdem muito ao optar por viajar de avio
    FINANAS
    Na contramo, depsitos em poupana no Banco do Brasil superam saques
    Instituio registrou captao lquida positiva de R$ 920 milhes em junho

    LEGISLAO
    PSDB vai recorrer ao STF contra adiamento do abono
    Governo empurra o pagamento de R$ 9 bilhes deste ano para 2016

    OPINIO

    EDITORIAL
    Sem espao para errar



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Julho 5, 2015

    Notcia boa tambm d audincia

    Governador Pimentel garante aposentadoria pelo Estado de professores atingidos pela Lei 100
    Medida, que dever beneficiar 8 mil servidores, foi anunciada durante a instalao do Frum Regional em Passos e assegurada pelo Ministrio da Previdncia

    O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, anunciou nesta sexta-feira (3/7), durante a cerimnia de instalao do Frum Regional de Governo Territrio Sudoeste, na cidade de Passos, que os professores atingidos pela Lei 100, e que tm o direito de se aposentar at o final deste ano, podero se aposentar como efetivos do Estado. Segundo Pimentel, a confirmao foi dada pelo Ministrio da Previdncia ao governo de Minas Gerais.

    Eu no poderia estar em uma alegria maior. O Ministrio da Previdncia autorizou a nossa proposta: todos os professores que at dezembro completarem o tempo de aposentadoria sero aposentados pelo Estado, afirmou o governador durante o evento de instalao do frum.

    Mais tarde, em entrevista a uma rdio de Passos, o governador voltou a destacar o posicionamento do Ministrio da Previdncia sobre pedido feito anteriormente pelo Estado. Tive a felicidade de receber essa notcia aqui em Passos. O que tnhamos pedido ao Ministrio que aceitasse a nossa proposta de poder aposentar os professores atingidos pela Lei 100. Aqueles que completarem o tempo de servio para aposentar at o final desse ano podero se aposentar como efetivos do Estado. E o Ministrio da Previdncia, aps analisar a nossa proposta, a validou. uma notcia muito boa. justo que a gente faa isso, completou Pimentel.

    Resolver o impasse com os servidores atingidos pela Lei 100 uma prioridade estabelecida pelo governador junto a sua equipe de governo desde que assumiu o governo. Com o parecer positivo dado pelo Ministrio da Previdncia, a expectativa que um total de 8 mil ex-efetivados pela Lei 100 possam se aposentar at o fim deste ano.

    A Lei 100, promulgada em gestes estaduais anteriores, efetivou servidores estaduais no concursados (a maioria na Educao) e acabou sendo declarada inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A declarao de inconstitucionalidade acarretaria na demisso de milhares de trabalhadores.

    Para evitar que isso ocorresse, o governador Fernando Pimentel determinou, em abril, a criao de um grupo de trabalho, com a participao de representantes do governo e do Instituto Nacional de Previdncia Social (INSS), para buscar a melhor forma de promover a transio dos servidores para o regime correto de aposentadoria. Agora, o Ministrio da Previdncia validou a proposta de aposentadoria pelo Estado.

    O STF permitiu recentemente que cerca de 69 mil servidores remanescentes de 2005 sejam mantidos no cargo at dezembro deste ano. Assim, o governo conseguiu um prazo maior para nomear cerca de 15 mil novos servidores, aprovados em concursos pblicos realizados em 2011 e 2014. As nomeaes comearam em maro, ao ritmo de 1.500 por ms. J foram feitas 6.004 nomeaes.
    Fonte
    agenciaminas.mg.gov.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Julho 5, 2015

    Preocupao

    Trabalho
    na indstria de ferroligas e silcio
    motiva reunio

    Comisso vai se reunir na quinta-feira (9)
    para debater possveis solues para manter empregos no setor.

    Com o objetivo de debater solues viveis para a manuteno dos postos de trabalho de empregados em empresas dos produtores de ferroligas e de silcio metlico no Estado, a Comisso do Trabalho, da Previdncia e da Ao Social da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizar audincia pblica na prxima quinta-feira (9/7/15). A reunio, que atende a requerimento do presidente da comisso, deputado Celinho do Sinttrocel (PCdoB), ser realizada s 9 horas, no Plenarinho III.

    O deputado afirma que h algum tempo vem ocorrendo o fechamento de empresas e, consequentemente, de postos de trabalho no Estado. "Em Ouro Preto, o fechamento da Novellis levou junto mais de 400 postos de trabalhos diretos, por exemplo.

    Com o agravamento da crise econmica o quadro tem piorado. Recentemente, no Norte de Minas j se foram mais de 3 mil postos empregos. Agora a Vale Mangans prepara o fechamento de suas unidades e a demisso de aproximadamente 150 empregos diretos, tambm na Regio de Ouro Preto. O intuito da reunio buscar alternativas e propostas que garantam o funcionamento da empresa e a garantia do emprego", destacou Celinho do Sinttrocel.
    Convidados - Foram convidados para a reunio o ministro de Minas e Energia, Carlos Eduardo de Sousa Braga; o presidente da Companhia Energtica de Minas Gerais (Cemig), Mauro Borges Lemos; o presidente da Associao Brasileira das Secretarias de Finanas das Capitais (Abrasf), Marco Aurlio Santos; o diretor do Sindicato dos Trabalhadores nas Indstrias Metalrgicas, Mecnicas e de Material Eltrico de So Julio, em Ouro Preto/Mariana, Roberto Wagner Carvalho; e o coordenador poltico da Federao Sindical e Democrtica dos Trabalhadores na Indstria Metalrgica de MG, Jordano Carvalho dos Santos.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Julho 4, 2015

    Deputados ver obras no Aeroporto Tancredo Neves em Confins.

    ALMG vai a Confins
    verificar andamento de obras

    Na semana de 6 a 10 de julho,tambm ser realizado o terceiro encontro
    do Seminrio Legislativo guas de Minas III.

    Na penltima semana de trabalhos legislativos (6 a 10 de julho), antes do recesso parlamentar do meio do ano, as comisses da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) promovem, entre outras atividades, visita ao Aeroporto Internacional de Confins, para acompanhar o andamento das obras de expanso do terminal, e Lagoa Vrzea das Flores, na Regio Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), para verificar as condies da lagoa, responsvel pelo abastecimento de gua de 10% da populao da RMBH.

    Tambm sero feitas visitas a canis de Ub e Viosa, na Zona da Mata, com o intuito de conhecer suas condies de funcionamento e apurar denncias de maus-tratos aos animais.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Julho 4, 2015

    Sade & Imprensa

    Comisso de Sade
    visita TV Globo Minas nesta quarta (8)

    Deputados querem firmar parceria com a imprensa
    para mostrar populao as dificuldades enfrentadas
    pela sade pblica.

    A Comisso de Sade da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realiza, na prxima quarta-feira (8/7/15), s 16h30, visita sede da emissora TV Globo Minas, em Belo Horizonte. Iniciativa do presidente da comisso, deputado Arlen Santiago (PTB), e do deputado Geraldo Pimenta (PCdoB), o objetivo dos deputados levar e colher informaes, junto direo do canal, acerca da sade pblica no Estado. A Globo Minas est localizada na Avenida Amrico Vespcio, 2045, bairro Caiara.

    A populao precisa saber, por meio de dados tcnicos, os problemas enfrentados pela sade pblica, como o subfinanciamento da tabela do SUS, fechamento de leitos, hospitais em dficit, dificuldade de atendimento, cancelamento de cirurgias, entre outros. Ento, vamos buscar a parceria da imprensa para que possamos mostrar as dificuldades enfrentadas pela sade pblica e discutir solues, explica Arlen Santiago.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Julho 4, 2015

    Em busca de + produtividade!!!

    Setcemg
    realiza curso sobre Gesto do Tempo
    e Planejamento

    Com o objetivo de ajudar os profissionais a serem mais produtivos, organizados e a otimizar o seu tempo no dia a dia de trabalho, o Sindicato das Empresas de Transportes de Carga do Estado de Minas Gerais (Setcemg) est com inscries abertas para o curso de Gesto do Tempo e Planejamento. O treinamento ser realizado no dia 07 de julho, na sede do Setcemg, localizado Av. Antnio Abraho Caram, 728, Pampulha, Belo Horizonte, de 9h s 17h30.

    Durante o encontro haver aulas expositivas, apresentao de cases, vivncias e prticas de modo a inspirar o aluno mudana comportamental por meio da aplicao prtica em seu cotidiano profissional. A capacitao foi criada para todos os tipos de profissionais. O contedo programtico ser ministrado pela empresria Chana Vasco, que possui mais de dez anos de experincia de mercado nas reas de comunicao e gesto.

    Para mais informaes sobre inscries entre em contato pelo (31) 3490-0330 ou treinamento@setcemg.org.br ou acesse www.setcemg.org.br.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Julho 3, 2015

    Jornal HOJE EM DIA tem novo diretor de jornalismo


    O jornalista Luiz Fernando Rocha
    o novo diretor de Jornalismo do Hoje em Dia.
    Ele substitui Ricardo Galuppo, que passa a ocupar a recm-criada diretoria de Relaes Institucionais e ficar sediado em So Paulo.
    Os demais cargos da Redao permanecem inalterados.

    Natural de Diamantina (MG), Luiz Fernando Rocha passou pela CBN, O Globo, Estado de Minas e O Tempo, antes de assumir a chefia de redao da BandNews FM e do jornal Metro em Belo Horizonte. No Hoje em Dia, ocupava o cargo de editor-chefe.

    Seus contatos so:
    E-mail: lrocha@hojeemdia.com.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Julho 3, 2015

    Gastronomia!!!

    Frente da Gastronomia Mineira
    comemora um ano de
    trabalho em prol da cozinha de Minas

    Para celebrar o Dia da Gastronomia Mineira, evento ir homenagear pessoas e instituies que contribuem para o engrandecimento e valorizao do setor

    Em comemorao do Dia da Gastronomia Mineira, celebrado no dia 5 de julho, e do primeiro aniversrio da Frente da Gastronomia Mineira, sero homenageadas, na prxima segunda-feira (6/07), pessoas e instituies que, no ltimo ano, contriburam para o engrandecimento e valorizao da cadeia gastronmica de Minas Gerais.

    Dentre os homenageados esto Leonardo Paixo, premiado pela Revista Quatro Rodas como Chef Revelao do Brasil 2014; Ivo Faria, fundador do Vecchio Sogno Ristorante, eleito Melhor Restaurante de BH 2014, tambm pela Quatro Rodas; Rodrigo Ferraz e Rusty Marcelini, contemplados com o prmio Gourmand 2015, alm de produtores e empresrios que se dedicaram na criao das melhores cervejas artesanais, cachaas e cafs, todos certificados, no ltimo ano, por premiaes nacionais e internacionais.

    Recentemente, o queijo canastra Estncia Capim Canastra recebeu a medalha de prata do prmio francs Mondial de Fromage de Tours e o produtor Guilherme Ferreira receber o certificado de reconhecimento da Frente pela dedicao produo dessa iguaria. Patrcia Souto Mayor e Clsio Barbosa, tambm premiados pelo Gourmand 2015 devido publicao do livro Minas Gerais Fazendas Sabores do Leite tambm esto entre os homenageados.

    Para o coordenador da Frente, deputado Agostinho Patrus Filho, a gastronomia de Minas merece ser reverenciada e, para isso, nada melhor do que homenagear os principais responsveis por elevar o nome da culinria mineira. A gastronomia de Minas deve ser cada dia mais reconhecida alm das nossas fronteiras e temos pessoas e instituies que lutam e trabalham com este objetivo. Por isso, a Frente da Gastronomia Mineira sada, agradece e enaltece esses profissionais que, com criatividade e determinao, lutam pela valorizao do setor. Obrigado a todos que contribuem para fazer de Minas Gerais o Estado da gastronomia, ressalta Agostinho Patrus.

    O secretrio de Estado de Turismo, Mrio Henrique Caixa, destaca o papel dos profissionais da gastronomia e da Frente no processo de consolidao de um dos mais importantes setores de desenvolvimento socioeconmico do Estado. A gastronomia mineira vem se inovando, seja pelo despontar de chefs mineiros em nvel nacional e internacional, seja atravs da valorizao e novos usos de produtos e ingredientes, tornando-se um importante diferencial para o Estado. Por isso, movimentos como a Frente da Gastronomia Mineira so to importantes, pois contribuem para a promoo do segmento enquanto vetor de desenvolvimento econmico, ao mesmo tempo em que consolidam a identidade do povo mineiro a partir de seus aspectos histrico-culturais, diz o secretrio.

    Unio e defesa

    H exatamente um ano, foi criada a Frente da Gastronomia Mineira, uma aliana entre profissionais e instituies ligados aos diversos setores da gastronomia, para desenvolver, em conjunto e voluntariamente, ideias e atividades que promovam nossa gastronomia.

    A Frente nasceu a partir da constatao de que existiam no Estado diversas iniciativas sendo realizadas todas de grande relevncia sem, contudo, haver a necessria conexo entre elas. Observou-se que, ao articul-las em um trabalho em rede, no s melhores resultados seriam colhidos, como acarretaria significativa economia de recursos financeiros e humanos.

    Trata-se de um grupo formado por entidades como o Sebrae, CDL-BH, Sistema Fecomrcio Minas, Sesc e Senac, secretarias de Estado de Turismo, de Cultura e de Desenvolvimento Econmico (Exportaminas), Associao Mineira da Gastronomia (AMiGa), Prefeitura de BH (Belotur), Abrasel-MG, alm de instituies acadmicas, pesquisadores, produtores, chefs de cozinha e tantos outros de igual importncia.

    Como instncia de articulao, a Frente apoia, defende, estimula as causas da gastronomia e luta para incluir o tema na agenda das polticas pblicas formuladas e executadas em Minas Gerais. neste frum participativo que so identificadas oportunidades de desenvolvimento e meios de valorizao e difuso de toda a cadeia produtiva da cozinha mineira. Cada participante da Frente tem a responsabilidade de ser um facilitador na soluo dos problemas junto aos poderes constitudos e trabalham permanentemente para fazer de Minas Gerais o melhor destino gastronmico brasileiro.


    Servio

    Evento: Cerimnia em comemorao do Dia da Gastronomia Mineira e do aniversrio da Frente da Gastronomia Mineira
    Data: 6/7/2015 (segunda-feira)
    Horrio: 15h30
    Local: Cmara dos Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) Avenida Joo Pinheiro, n 495, Funcionrios Belo Horizonte.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Julho 3, 2015

    DE OLHO na Economia

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    Parque industrial mineiro tem leve melhora em maio
    industria

    Faturamento subiu 4%, mas no acumulado dos cinco primeiros meses recuou 15,2%

    Embora a indstria mineira tenha respirado em maio, com aumento de 4% no faturamento frente a abril, devido aos baixos nveis de produo e desova de estoques, o desempenho no ano segue negativo, com queda de 15,2%, e sem perspectivas de melhora, segundo pesquisa da Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). "O crescimento em maio no caracteriza uma tendncia. A queda do faturamento no ano ainda maior que a retrao dos empregos, o que indica que o setor est fazendo de tudo para manter os postos de trabalho, mas h limites", diz o presidente do Conselho de Poltica Econmica e Industrial da entidade, Lincoln Gonalves Fernandes.

    ECONOMIA
    Venda de veculos cai 20,67% no semestre
    Emplacamentos tiveram retrao de 344 mil unidades no 1 semestre, aponta a Fenabrave

    Barboso Extra amplia atuao no Estado
    Com sede em Arax, rede pretende estar entre as 100 maiores do setor supermercadista nacional at 2018

    Produo da indstria no Pas sobe, mas no anima mercado
    Especialistas no veem esperanas de retomada

    Cemig apresentou novo cronograna para gasoduto do Tringulo
    Prefeito de Uberaba acredita em soluo rpida

    AGRONEGCIO
    Fim de restries nos EUA dar novo flego cadeia produtiva de Minas
    Carne bovina mineira poder ganhar mais mercados

    POLTICA
    Polcia Federal prende mais um ex-diretor da Petrobras
    Jorge Zelada acusado de esconder mais de 7 milhes de euros em Mnaco

    DC INOVAO
    App controla iluminao residencial
    Mineira Bluelux, criada no ano passado, desenvolveu uma soluo que d inteligncia s lmpadas da casa

    Falta verba para inovao em Minas

    INTERNACIONAL
    Grcia precisar de recursos extras
    Documento do FMI mostra que pas necessitar de 50 bilhes de euros nos prximos trs anos
    FINANAS
    Cade investiga suposto cartel para manipular taxas de cmbio
    Esquema teria a participao de 15 bancos

    LEGISLAO
    Governo posterga abono salarial
    Calendrio aprovado pelo Codefat empurra o pagamento de R$ 9 bilhes para o prximo ano

    DC AUTO

    Audi lana utilitrio Q3 com motor 1.4 turbo de 150 cv
    Montadora oferece agora trs motorizaes e cinco verses

    OPINIO/EDITORIAL
    Articulao em boa hora


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 2, 2015

    Turismo

    PE recebeu meio milho de visitantes
    durante o So Joo

    Pesquisa revela que 95% dos visitantes
    tm inteno de retornar ao Estado durante o So Joo

    No perodo junino, Pernambuco recebeu 558.123 visitantes que movimentaram na economia R$ 249.371. Mais de 87% dos visitantes que estiveram em Pernambuco durante o So Joo 2015 avaliaram como bom e timo os festejos juninos do Estado. A inteno de retornar a Pernambuco no mesmo perodo, nos anos seguintes, de 95%. Para 93% dos visitantes, a festa superou ou correspondeu s expectativas. Sobre os atrativos tursticos, 86% consideraram bom e timo.

    Os dados fazem parte da pesquisa realizada pela Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco (Seturel-PE), por meio da (Empetur), entre os dias 21 e 26 de junho, nos municpios com tradio junina e nos principais portes de sada do Estado. Para a pesquisa foram abordadas, aproximadamente, 50 mil pessoas. O levantamento aponta que a maioria dos visitantes avaliou o So Joo positivamente. Os destaques so hospitalidade do povo pernambucano, com 93%, e servios de alimentao, com 90%.

    Em mdia, os visitantes permaneceram cinco dias no Estado. Os municpios pernambucanos continuam sendo os principais emissores de turistas para os polos de festejos juninos, seguidos dos estados da Bahia, Paraba, So Paulo e Alagoas. Automvel, nibus e avio foram os meios de transportes mais utilizados pelos visitantes. O gasto mdio dirio do turista que veio de avio foi de R$ 155. 70% dos visitantes ficaram hospedados em casa de amigos e parentes e 13% nos hotis do Estado.

    Mais de 70% dos que responderam a pesquisa informaram que j conheciam o So Joo de PE. Dos visitantes entrevistados, 97% revelaram que recomendariam o So Joo do Estado para outras pessoas. A aceitao do So Joo pelo pblico reflexo do trabalho que estamos realizando na promoo do destino Pernambuco dentro e fora do Estado, estamos trabalhando para alavancar o turismo interno, comenta o secretrio de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Julho 2, 2015

    DE OLHO na Economia

    Fonte
    Dirio do Comrcio

    ECONOMIA
    Delp Engenharia
    ingressa no restrito nicho nuclear
    delp
    Empresa mineira fecha contrato
    para fornecimento de equipamentos para Angra 3

    Mesmo diante do cenrio adverso, a fabricante mineira de mquinas e equipamentos industriais Delp Engenharia, com plantas em Contagem e Vespasiano, na Grande BH, atingiu as metas estipuladas para o primeiro semestre. Os resultados ficaram nos mesmos patamares de igual perodo de 2014 e o desafio, agora, dar continuidade ao desempenho nos prximos seis meses, tendo em vista que a empresa no assegurou carga de trabalho suficiente para o restante do ano. Para 2016, conforme o presidente do grupo, Marcelo Neto Botelho, j h motivo para comemorar: a Delp entrou no segmento nuclear e ir fornecer equipamentos para Angra 3, no Rio de Janeiro.

    ECONOMIA
    Projeto da fbrica de amnia em Uberaba est suspenso
    Com gastos de R$ 1,2 bilho, Petrobras admitiu que planta est em "estado de hibernao"

    Copasa inicia obra de adutora no Paraopeba
    Projeto de 4 Km de extenso liga o rio, em Brumadinho, at a Estao de Tratamento de gua do rio Manso

    Cemig perde concesso da usina de So Simo no STJ
    Assim como no julgamento de Jaguara, liminar da companhia revogada

    Minas-Rio exportou 2,211 mi/t de minrio
    Volume escoado entre janeiro a maio

    AGRONEGCIO
    Banco do Brasil destinar R$ 9,6 bilhes para safra 2015/16 em Minas Gerais
    Montante 20% superior ao liberado pelo banco no perodo 2014/15

    POLTICA
    Avaliao negativa de Dilma chega a 68%
    Desaprovao do atual governo ultrapassa a marca do ento presidente Jos Sarney em julho de 1989

    NEGCIOS
    Plataforma Wiboo deve faturar R$ 48 milhes
    Rede social prope um ecossistema de negcios por meio da conexo de usurios comuns e pequenas empresas

    Aluno da PUC desenvolve bicicleta que gera energia

    Parceria entre governo e Sbot pode viabilizar banco de ossos em Minas

    FINANAS
    Pressionado, Ibovespa cai 0,61%
    Baixa foi puxada pelo recuo das principais aes, sobretudo Petrobras e siderrgicas

    LEGISLAO
    Empresas podem perder registro
    Levantamento da Jucemg tem 40.311 empreendimentos mineiros sujeitos a cancelamento

    DC MAIS

    Secretaria da Cultura e Codemig lanam editais para bandas de MG

    OPINIO/EDITORIAL
    Mais prximos e mais fortes


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Julho 1, 2015

    BH ganha Lei que cria a Poltica Municipal de TURISMO



    ENTRA EM VIGOR
    A LEI QUE INSTITUI A POLTICA MUNICIPAL
    DO TURISMO DE BELO HORIZONTE

    Entra em vigor, a partir de hoje, (30/06) a Lei Municipal n 10.823, de 29 de junho de 2015, sancionada pelo prefeito Mrcio Lacerda, que dispe sobre a Poltica Municipal de Turismo, institui o Fundo Municipal de Turismo (FUMTUR) e traz inovaes referentes a vrios aspectos da gesto pblica do turismo em Belo Horizonte, como a elaborao do Plano Municipal e a criao do Sistema Municipal de Turismo.

    A Poltica Municipal de Turismo, estabelecida na lei, segue as diretrizes, metas e programas definidos pela Lei Geral do Turismo, no mbito nacional, e tem como objetivos democratizar o acesso da populao e dos visitantes aos pontos tursticos do municpio, promover a incluso social, aumentar o fluxo turstico na cidade, promover a articulao do setor privado como agente complementar de financiamento de infraestrutura e servios pblicos, garantir a elaborao do inventrio turstico da cidade, dentre outros.

    Fundo Municipal de Turismo A lei institui o Fundo Municipal de Turismo, que um novo instrumento para a captao e aplicao de recursos na atividade turstica na capital. Os recursos captados atravs do fundo municipal sero aplicados em programas de promoo, proteo e recuperao turstica, no financiamento de estudos e pesquisas, capacitao, divulgao e custeio de eventos da cidade. Compete Belotur a movimentao e aplicao desses recursos.

    Uma das consequncias esperadas com a implantao do Fundo uma ampliao dos recursos da Belotur para a promoo, apoio a eventos, alm de outros servios e programas ligados ao segmento. Hoje, esses recursos se limitam dotao anual da empresa, dentro da Lei Oramentria Municipal e convnios e patrocnios.

    De acordo com o presidente da Belotur, Mauro Werkema, a instituio da Lei preenche uma lacuna histrica do turismo em Belo Horizonte, j que as normas que regiam o planejamento, custeio e suporte do segmento so de 1980. E, ainda, uma das principais conquistas para o turismo da capital, atravs da criao da Lei, a participao da Belotur no ICMS turstico do Estado.

    A partir de agora, o municpio est se credenciando, junto ao Governo do Estado, para receber, anualmente, mais recursos para serem aplicados na atividade turstica da capital, o que favorecer, em muito, as nossas aes de incremento e desenvolvimento do destino, destacou Werkema. Para candidatar-se ao ICMS Turstico, o municpio precisa participar de um circuito turstico; ter elaborada uma poltica municipal de turismo; possuir conselho municipal de turismo, constitudo e em regular funcionamento e possuir e ter movimentao financeira no Fundo Municipal de Turismo.

    O texto da Lei define, ainda, que o Plano Municipal de Turismo ser elaborado pela Belotur e pelo Conselho Municipal de Turismo (COMTUR-BH), rgo colegiado de assessoramento, consultivo, que tem por finalidade propor diretrizes, oferecer subsdios e contribuir para a formulao da Poltica Municipal de Turismo. O Plano Municipal ter suas metas e programas revistos a cada quatro anos, em consonncia como plano plurianual do municpio. So objetivos do Plano Municipal de Turismo ordenar as aes do setor pblico, orientando o esforo do municpio e a utilizao dos recursos pblicos para o desenvolvimento da atividade.

    Sistema Municipal de Turismo De acordo com a Lei, fica tambm institudo o Sistema Municipal de Turismo, que tem por objetivo promover o desenvolvimento da atividade, por meio da integrao das iniciativas oficiais com as do setor produtivo. A Belotur fica responsvel pela coordenao e execuo dos programas de desenvolvimento do turismo. Tambm integram o Sistema Municipal de Turismo os rgos pblicos municipais: a Secretaria Municipal de Desenvolvimento, a Secretaria Municipal Adjunta de Relaes Internacionais, as fundaes municipais de Parques, de Cultura e Zoo-Botnica, alm do Conselho Municipal de Turismo.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Julho 1, 2015

    Em expanso.

    ABRASEL
    FUNDA QUARTA REGIONAL
    EM MINAS GERAIS

    Regional unio oeste sediada em Divinpolis

    A Associao Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) empossou o primeiro conselho de administrao e fiscal da regional Unio Oeste Mesorregio Oeste de Minas Gerais, numa solenidade prestigiada por autoridades e empresrios do setor, na ltima segunda-feira, 29, em Divinpolis. Marcaram presena o representante do Sebrae, Guilherme de Paula Rabelo, o Superintendente da Caixa Econmica Federal, Sr. Marcelo Bonfim, o realizador do Festival Prato da Casa, Sr. Gustavo Henrique Rocha Bicalho, o Deputado Estadual, Sr. Fabiano Tolentino e o Prefeito de Divinpolis, Vladimir de Faria Azevedo.

    Na ocasio, foi empossado o Conselho de Administrao e Fiscal que formado por Juliano Alberth Alves de Almeida - Cervejaria e Pizzaria Pitangas, Danilo Gonalves Pereira Peixe Dourado, Wesley Jos da Silva A Grande Fatia, Humberto Csar Silveira Dia til, Fabiana da Silva Siqueira Rapabox, Paulo Silva Barroco, Maxwel Matheus Barbosa Fraga Rota 635, Jos Librio Teles da Fonseca Recando do Jacarand e Rodrigo Fernando Batista The Vibe.

    O presidente da regional o empresrio Juliano Alberth Alves de Almeida, que abriu a Cervejaria e Pizzaria Pitangas em 2011, mas possui uma trajetria de 25 anos na rea. Comeou a trabalhar aos 13 anos em bares e restaurantes e, foi garom durante 15 anos. Almeida afirma que a regional era uma necessidade real h alguns anos. Temos muito trabalho pela frente e estamos totalmente preparados para os desafios que certamente surgiro pelo caminho. Somos uma equipe muito unida e disposta a deixar nossa marca enquanto estivermos frente da Abrasel Unio Oeste, salienta.

    Para o presidente da Abrasel MG, Fernando Jnior, a criao da regional representa um importante avano para o setor. A instituio tem priorizado cada vez mais a interiorizao de suas aes. Tenho certeza de que, com o apoio da Abrasel, o segmento ficar ainda mais forte e ganhar cada vez mais notoriedade, salienta Jnior que ainda destaca a importncia do apoio e da parceria do Sebrae e do Festival Prato da Casa e de seus realizadores na fundao da regional.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________




    ___________________________


    Clique para conhecer

    ___________________________


    Clique para conhecer

    ______________________________

    Clique para conhecer

    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________

         
     
    Clique e envie-nos 

seu e-mail