Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter Página do 

Programa João Carlos Amaral Entrevista Canal no youtube Clique e 

envie-nos seu e-mail Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter
___________________________


___________________________
Clique para conhecer
___________________________


__________________________


__________________________

__________________________


______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer
______________________________

Sinapro MG
______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer



+ Categorias

  • Todos (16267)
  • POLTICA (5929)
  • GERAL (2057)
  • ARTIGOS (285)
  • ENTREVISTAS (36)
  • ECONOMIA (3754)
  • GENTE (1210)
  • TURISMO (842)

  • + Links
    + Arquivos

    Fevereiro, 2006
    Maro, 2006
    Abril, 2006
    Maio, 2006
    Junho, 2006
    Setembro, 2006
    Julho, 2006
    Agosto, 2006
    Novembro, 2006
    Outubro, 2006
    Janeiro, 2007
    Dezembro, 2006
    Fevereiro, 2007
    Maro, 2007
    Abril, 2007
    Maio, 2007
    Outubro, 2007
    Junho, 2007
    Julho, 2007
    Agosto, 2007
    Setembro, 2007
    Dezembro, 2007
    Novembro, 2007
    Janeiro, 2008
    Maio, 2008
    Fevereiro, 2008
    Maro, 2008
    Julho, 2008
    Abril, 2008
    Junho, 2008
    Setembro, 2008
    Agosto, 2008
    Outubro, 2008
    Novembro, 2008
    Dezembro, 2008
    Janeiro, 2009
    Fevereiro, 2009
    Maro, 2009
    Abril, 2009
    Maio, 2009
    Junho, 2009
    Julho, 2009
    Agosto, 2009
    Setembro, 2009
    Outubro, 2009
    Novembro, 2009
    Dezembro, 2009
    Novembro, 2012
    Janeiro, 2010
    Fevereiro, 2010
    Maro, 2010
    Abril, 2010
    Maio, 2010
    Junho, 2010
    Julho, 2010
    Agosto, 2010
    Setembro, 2010
    Outubro, 2010
    Novembro, 2010
    Fevereiro, 2011
    Maro, 2011
    Abril, 2011
    Maio, 2011
    Junho, 2011
    Julho, 2011
    Agosto, 2011
    Setembro, 2011
    Outubro, 2011
    Novembro, 2011
    Dezembro, 2011
    Janeiro, 2012
    Fevereiro, 2012
    Maro, 2012
    Abril, 2012
    Maio, 2012
    Junho, 2012
    Julho, 2012
    Agosto, 2012
    Setembro, 2012
    Outubro, 2012
    Dezembro, 2012
    Agosto, 2015
    Janeiro, 2013
    Fevereiro, 2013
    Maro, 2013
    Abril, 2013
    Maio, 2013
    Setembro, 2015
    Junho, 2013
    Julho, 2013
    Agosto, 2013
    Setembro, 2013
    Julho, 2016
    Outubro, 2013
    Novembro, 2013
    Dezembro, 2013
    Janeiro, 2014
    Fevereiro, 2014
    Maro, 2014
    Abril, 2014
    Maio, 2014
    Junho, 2014
    Julho, 2014
    Agosto, 2014
    Setembro, 2014
    Outubro, 2014
    Novembro, 2014
    Dezembro, 2014
    Janeiro, 2015
    Fevereiro, 2015
    Maro, 2015
    Abril, 2015
    Maio, 2015
    Junho, 2015
    Julho, 2015
    Outubro, 2015
    Novembro, 2015
    Dezembro, 2015
    Janeiro, 2016
    Fevereiro, 2016
    Maro, 2016
    Abril, 2016
    Maio, 2016
    Junho, 2016
    Agosto, 2016
    Setembro, 2016
    Outubro, 2016
    Novembro, 2016
    Dezembro, 2016
    Janeiro, 2017
    Fevereiro, 2017
    Maro, 2017
    Abril, 2017
    Maio, 2017
    Junho, 2017
    Julho, 2017
    Agosto, 2017
    Setembro, 2017
    Outubro, 2017
    Novembro, 2017
    Dezembro, 2017
    Janeiro, 2018
    Fevereiro, 2018
    Maro, 2018
    Abril, 2018
    Maio, 2018
    Junho, 2018
    Julho, 2018
    Agosto, 2018
    Setembro, 2018
    Outubro, 2018
    Novembro, 2018
    Dezembro, 2018
    Janeiro, 2019
    Fevereiro, 2019
    Maro, 2019
    Abril, 2019
    Maio, 2019
    Junho, 2019



    _______________________________________________________________
    .

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 30, 2008

    Comeam a aparecer os primeiros resultados positivos da primeira PPP - Parceria Pblico Privada - do governo Acio Neves.











    Concessionria da MG-050
    inicia prestao de servios

     









    Carlos Paiva/Divulgao Secom


    Os usurios da MG-050 passam a contar, a partir de 13 de junho, com o servio de inspeo e segurana em todos os 371,2 quilmetros da rodovia que liga o entroncamento da BR-262 divisa com So Paulo. Os novos servios disponibilizam em todo o trecho um  sistema de guincho, socorro de emergncia, em caso de acidentes, e seis postos de servios e informaes ao usurio, com espao para estacionamento, banheiros, gua e fraldrio.
    Nos primeiros doze meses de operao, foram investidos R$ 70 milhes pela concessionria, sem cobrana de pedgio. Dentre os servios realizados esto a recuperao de 109 quilmetros de pavimento, de pontes e viadutos, eliminao de buracos, implantao de terceira pista em pontos crticos, pintura de faixas, instalao de defensas metlicas e de cinco mil placas de sinalizao e capina das margens em todo o trecho, que inclui a MG-050 e as BRs 491 e 265, com gerao de 650 empregos diretos e 1.250 indiretos.
    Foram feitos tambm trabalhos e recuperao de eroso em 16 trechos de estradas; implantadas protees em 35 pontes e viadutos, e implantao de sinalizao ostensiva em segmentos com curvas e rampas acentuadas. Assim, quem trafega pela rodovia pode verificar o ritmo das obras.
    Tarifa de pedgio
    Tambm a partir do dia 13 passa a ser cobrada tarifa de pedgio pelo uso da rodovia, conforme estipulado no edital de licitao da MG-050, publicado em 4 de abril de 2006, e no contrato assinado com a empresa Nascentes das Gerais, vencedora da concorrncia da primeira Parceria Pblico-Privada (PPP) rodoviria do pas. A empresa ter concesso de uso por 25 anos, respondendo pela conservao da rodovia e oferta de servios.
    Com o objetivo de reduzir o valor da tarifa de pedgio cobrada, adequando-a condio socioeconmica da regio, o Governo de Minas garantir repasse de uma contraprestao da ordem de R$ 658 mil mensais, a preos de dezembro de 2005. Esse repasse comear a ser feito a partir do prximo ms.
    A tarifa calculada a partir dos seguintes critrios: somatrio dos investimentos em novas obras, manuteno e operao da rodovia durante o prazo de concesso e o volume de trfego de veculos na rodovia.
    O contrato da PPP da MG-050 foi assinado no dia 21 de maio de 2007 e a transferncia do trecho para a Nascentes das Gerais ocorreu oito dias depois. At 2032, os investimentos na rodovia por parte da concessionria devero somar R$ 712 milhes.
    Postos de servios e 0800 para usurio
    Os postos de atendimento ao usurio criados esto localizados s margens da rodovia nos trechos prximos aos municpios de Juatuba, Divinpolis, Formiga, Capitlio, Passos e So Sebastio do Paraso.
    Outro servio j disponvel para o usurio o telefone. Por meio do 0800-282-0505, possvel conseguir informaes e orientao sobre a rodovia e opinar sobre o servio prestado pela concessionria. O servio pode ser acessado inclusive por meio de telefone celular.
    A rea de influncia do Sistema MG-050 abrange 50 municpios e uma populao estimada em 1,3 milho de pessoas. A regio, onde esto situados municpios como Itana, Divinpolis, Formiga, Piumh, Passos e So Sebastio do Paraso, detm 7,7% do produto interno bruto mineiro.
    O valor do pedgio varia de R$ 1,70 para motos e de R$ 3,30 a R$ 19,80 para outros veculos automotores.
    A PPP um novo paradigma onde o setor pblico e o setor privado realizam investimentos em parceria, associando eficincia privada e viso pblica de longo prazo. Os riscos do negcio so compartilhados e a receita auferida no suficiente para a realizao dos investimentos necessrios, fazendo com que o Poder Pblico efetue tal complementao com recursos oramentrios, oferecendo garantias reais ao parceiro privado.
    Pedgio em outros Estados
    O valor da tarifa do pedgio por quilmetro cobrado em Minas est entre os mais baixos do pas, levando em considerao as pistas simples. No Rio Grande do Sul, por exemplo, a tarifa do pedgio por quilmetro varia de R$ 0,05 a R$ 0,12. J no Paran o valor de  R$ 0,08 e no Rio de Janeiro R$ 0,09. Na MG 050 a tarifa do pedgio por quilmetro de R$ 0,05. 
     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 30, 2008

    ARTIGO ESPECIAL

    Sobre a sociedade da competio
    (o totalitarismo sorrateiro)



    Jos Luiz Quadros de Magalhes
    Mestre e Doutor em Direito Constitucional pela UFMG.

    Desaprendemos a conviver com a diferena. Na sociedade de consumo contempornea somos levados a sempre escolher "o melhor". Nos programas de televiso no se escuta simplesmente uma musica. Este prazer de ouvir uma musica vem acompanhada quase sempre com a escolha do melhor cantor, a melhor musica, o melhor calouro.
    A competio alimentada em todo momento, em todas as atividades. Na escola escolhido o melhor aluno, a melhor composio, a melhor monografia, a melhor nota em cada matria. Esta competio permanente nos leva inconscientemente a reproduo da lgica do melhor em quase tudo: quem o nosso melhor amigo?
    Qual a melhor pizza da cidade? Qual o melhor churrasco? E o melhor tempero? A melhor cerveja, o melhor escritor, o melhor livro, o melhor argumento, o melhor candidato, o melhor professor, o melhor samba enredo e a melhor escola de samba, o melhor...
    No necessrio mencionar que o que melhor para um no o para o outro e essa impossibilidade momentnea de construir um consenso sobre o que melhor que ainda nos salva do totalitarismo. O problema ser o dia quando todos acordarem sobre o que o melhor.
    Uma sociedade que sempre escolhe o melhor corre o risco de no final ficar com uma nica pizza, um nico estilo de musica, uma nica cerveja, um nico argumento e etc. A diversidade muito rica e se construmos uma sociedade onde s h espao para os melhores negamos a diferena, a diversidade e nos submetemos ao conceito majoritrio do que melhor. Porque tem que ter sempre o melhor?
    Podemos comer uma pizza hoje e outra amanh, ou ouvir uma musica hoje e outra amanh. Se sempre escolhemos o melhor escolhemos um vencedor, o que faz do outro perdedor, categoria que desqualifica e tende a excluir. O diferente, perdedor, desta sociedade do numero 1 tende a desaparecer, ou no mnimo ser esquecido.
    Este ensaio publicado neste espao tem que se conformar aos padres do que melhor. Tem que ter uma introduo, por isto escrevi a em cima INTRODUO, um desenvolvimento, e uma concluso. Em muitas publicaes exige-se um resumo, um abstract, palavras chave, bibliografia, seguir as regras da ABNT, ser escrito em "Times New Roman", citar outros autores e repetir o que eles disseram, etc, etc, etc... E se no citar um monte de autores considerados os melhores pensadores, a acabou tudo. No vale nada.
    J que para citar, o filosofo Jean Claude Milner em entrevista ao Le Monde (Le Monde des livres, 28.02.2008, mis a jour le 06.03.08) se pergunta: Quando vamos parar de nos fixarmos na finalidade de dizer bem o que j foi dito?
    Por este exemplo, possvel notar a superficialidade, a limitao, o aprisionamento do pensamento, e como nos obrigam, por meio de um consenso minoritrio, diante do qual a maioria se cala, a nos enquadrarmos s regras que devem ser utilizadas para ensinar crianas e adolescentes a pensarem com lgica.
    O imprio da forma sobre o contedo e o livre pensar. Esta uma forma de como a escolha do melhor, no caso da melhor publicao, pode impedir que tenhamos acesso ao novo, ao livre, ao diferente.
    A histria do pensamento cientfico tem nos mostrado nos ltimos sculos que uma idia, uma teoria que se tornar majoritria nasce minoritria e quando se torna amplamente aceita como sendo a melhor porque j est no momento de ser superada. Podemos citar muitos exemplos conhecidos como Galileu, Newton, Kant, Marx, Freud e muitos outros.
    No estamos afirmando que a maioria burra (a unanimidade com certeza irrefletida), mas a maioria nunca esteve na vanguarda de nada. As novas teorias, as novas idias filosficas, polticas, econmicas tm que envelhecer para serem compreendidas e aceitas, o que significa que j esto no momento de renovao, de superao ou transformao.
    Uma sociedade que aprende a conviver com a diversidade, com a incerteza, com a pluralidade pode fazer com que estes processos de transformao sejam menos dolorosos, tenham um custo social e pessoal menor. As pessoas no deveriam ter que morrer ou serem condenadas ao isolamento para que as coisas mudem.
    Ao contrrio, uma sociedade que vive sempre em torno da idia de escolha do melhor corre o risco de se tornar monocromtica, montona, lenta e conservadora.
    Voltemos idia do que melhor? Quando uma idia poltica se torna hegemnica como o liberalismo hoje ou o nazismo na Alemanha de 1933, significa que esta idia vitoriosa a melhor? Os seus argumentos foram capazes de convencer e envolver milhes. Como? Por qu?
    Efetivamente porque foram percebidos como sendo os melhores. O importante entender como ocorreu esta percepo do que melhor. Os consensos ou as maiorias histricas so construdos sobre verdades reveladas ou sobre encobrimentos estratgicos? possvel imaginar que nas sociedades complexas contemporneas o jogo poltico construdo sobre uma honestidade de intenes?
    A questo no esta embora a pergunta continue pertinente. O problema reside no fato de que as condies de percepo do mundo, das idias, das pessoas, so variadas, diversas, so mundos de percepo distintos reforados pelas grandes metrpoles, pela sociedade cosmopolita dos grandes centros urbanos.
    A massificao, a busca da homogeneidade como forma de construo de consensos tem repercusses perigosamente totalitrias como a hegemonia irrefletida, fundada no desejo, da sociedade de consumo neoliberal contempornea.
    Slavoj Zizek nos traz uma importante reflexo sobre esta questo. Visitando Freud e o livro dos sonhos o pensador nos mostra que o processo de construo de maiorias polticas pode ter em diversos momentos histricos (inclusive na hegemonia neoliberal atual) um perturbador e sofisticado processo ideolgico de distoro do real com conseqncias poderosas.
    Zizek nos mostra por meio de um dilogo com Freud, que os sonhos so manifestaes, muitas vezes, de medos e desejos presentes em uma estria que reflete experincias dirias que muitas vezes no tm relao direta com o desejo e o medo que se esconde ali. Em outras palavras, ns construmos uma estria na qual esto presentes os nossos medos e desejos que se escondem naquele desenrolar de fatos criados muitas vezes em uma estria que se perde no seu desenvolvimento.
    Para encontrar estes desejos e medos necessrio encontr-los escondidos nas entrelinhas desta estria.
    Trazendo isto para a poltica, podemos exemplificar, como faz Zizek, com o nazismo: a sociedade alem vivia o desemprego, a violncia, o caos e a humilhao, o Partido Nacional Socialista Operrio Alemo (que no era nem socialista nem operrio) construiu uma estria na qual cabiam os medos e desejos daquela sociedade naquele momento. Como fazer milhes de pessoas seguirem suas idias? Criando uma estria onde os desejos e medos de milhes de alemes estejam presentes.
    Esta estria ter ento o condo de levar as pessoas, na busca da realizao de seus desejos e superao de seus medos, na direo dos interesses de quem criou a estria. Nesta estria o estrangeiro, o judeu responsvel pelo desemprego; o operrio to alemo quanto o empresrio e o inimigo responsvel pelo desemprego e insegurana so as potncias estrangeiras. Mesmo sendo falsa a estria, a crena na estria construda, mostra que a soluo dos problemas que os afligem est na expulso dos estrangeiros e especialmente os judeus.
    A estria contada repetidas vezes legitima aes que em nada podem efetivamente solucionar os seus medos e satisfazer os seus desejos, mas o importante que a maioria acredite nisto. Enquanto milhes se mobilizam em torno desta estria, aqueles que detm o poder realizam seu desejos e se protegem dos seus medos.
    Transferindo para a contemporaneidade brasileira, a construo da estria hoje hegemnica na imprensa conservadora, de que podemos resolver o problema da insegurana nas grandes cidades com mais polcia, mais direito penal, com o encarceramento em massa, criando personagens que fogem da noo de humanidade como o bandido, o monstro violento, o menor infrator e outras nomeaes simplificadoras, toda uma poltica estatal justificada e defendida pela maioria, que incapaz de perceber que est agindo contra seus prprios interesses.
    Esta construo de estrias pode ajudar a explicar porque milhes de pessoas agem contra seus prprios interesses, repetidas vezes na histria da humanidade: uma minoria que constri as estrias que absorvem desejos e medos de uma maioria, direcionando estes para outras finalidades que correspondem obviamente aos interesses desta minoria.
    Este jogo de construes de "verdades" ideologizadas, distorcidas, faz com que a percepo do melhor seja comprometida pela vontade de poucos.
    Como dito, o grupo que assume o poder do Estado (e no s o poder do Estado mas o poder econmico) cria uma estria para coordenar. Invade este espao pessoal de construo de sentidos, de coordenadas e impe suas prprias coordenadas. Zizek se refere ao totalitarismo nazista desta forma.
    Este poder toma os medos e desejos da populao e d um sentido, constri uma estria. Para isto Zizek usa o exemplo de Freud no livro dos sonhos: os desejos e medos esto contidos em uma estria, um sentido que nossos sonhos criam. Para descobrir estes desejos necessrio encontr-los em meio estria. A estria criada encobre os desejos. A estria no tem relao direta com os desejos ali escondidos.
    Nas palavras de Zizek, quando este se pergunta por qual razo as idias dominantes no so as idias dos dominantes: "... cada universalidade hegemnica deve incorporar ao menos dois componentes particulares, o componente popular 'autntico' e sua 'distoro' do fato das relaes de dominao e explorao." (Pladoyer en faveur de l'intolerence", editions Climats, Castelnau le Lez, 2004, page 25)
    Zizek observa que o fascismo manipula os autnticos desejos populares de busca de comunidade e de solidariedade social contra a competio feroz e a explorao deformando a expresso deste desejo com a finalidade de legitimar a perpetuao das relaes de dominao e de explorao social.
    Logo a hegemonia ideolgica no se constitui no caso onde um componente particular ocupa o vcuo de um universal vazio, mas sim, antes, a universalidade ideolgica testemunha a luta entre ao menos dois componentes particulares: o popular exprimindo os desejos secretos da maioria dominada e o especfico exprimindo os interesses das foras de dominao.
    Zizek menciona como exemplo o cinema demonstrando como este pode despertar um desejo e ao mesmo tempo nos diz como desejar. tudo que o poder dominante quer: no s dar um sentido, construir coordenadas a partir dos desejos existentes, mas tambm criar desejos e dizer como desejar. O que o nazismo fez foi oferecer uma estria, dar um sentido que atende aos interesses da classe dominante aos desejos inconscientes das pessoas.
    Retomando Freud, Zizek explica que h uma distino entre pensamentos "latentes" do sonho e o desejo inconsciente expresso em um sonho. FUNDAMENTAL DIFERENCIAR A ESTORIA DO SONHO, O TEXTO EXPLCITO DESTE, DOS PENSAMENTOS LATENTES MANIFESTADOS NESTA ESTRIA.
    De uma maneira semelhante no h nada de fascista ou de reacionrio no pensamento latente (do sonho) da ideologia fascista, no desejo de comunidade e na solidariedade social. O que explica o carter propriamente fascista da ideologia a maneira como este pensamento latente transformado e elaborado pelo (trabalho do sonho) texto ideolgico explcito que procura legitimar as relaes sociais de dominao e explorao.
    O mesmo pode ser aplicar ao populismo direitista de Sarkozy ou Berlusconi ou o neoliberalismo dos anos 90 at hoje, ou o ultra-conservadorismo de Bush, etc, etc...

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 30, 2008

    Parceria com inteligncia e tecnologia mineira. Novidade vem da BRISKCOM, do empresrio Claudio Calonge. Confira!

    Empresa mineira 
    e Polcia Rodoviria Federal realizam,
    operao em Divisa Alegre, 
    com Estao de Comunicao Deslocvel 
    Via Satlite.

    A Briskcom Business Technology e a Polcia Rodoviria Federal realizam de 26 de maio a 6 de junho, no municpio de Divisa Alegre, regio Norte de Minas Gerais, uma operao com o mais novo produto da empresa, pioneiro no pas: a Estao de Comunicao Deslocvel Via Satlite.
    Segundo o Diretor Comercial da BRISKCOM, Cludio Calonge, a Estao atender a Polcia Rodoviria em sua operao de fiscalizao, em pontos onde a estrutura de telecomunicaes deficitria ou inexistente.
    "Este trabalho uma oportunidade nica para que profissionais da Polcia Rodoviria conheam como a tecnologia inovadora da BRISKCOM que permitir a comunicao, com a capacidade de acessar internet banda larga e, assim, acessar os sites de consulta para suas operaes", afirmou Cludio Calonge.
    O Diretor Comercial explicou ainda que a estao tem como diferencial a mobilidade, "haja vista a grande necessidade e dificuldade que pases de grande extenso enfrentam em funo da falta de infra-estrutura de telecomunicaes".
    A BRISKCOM, parceira da HUGHES em Minas Gerais, e com atuao em todo territrio nacional, especializada em telecomunicaes e tecnologia da informao, oferecendo solues e prestao de servios de comunicao via satlite, ultrapassando barreiras de distncia e de fusos horrios.
    Atravs de equipes gabaritadas e de parceiros estratgicos, a empresa mineira presta um atendimento completo e fornece tecnologia de ponta, que se traduz em reduo de custos, aumento da lucratividade, qualidade e segurana da informao.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 29, 2008

    Neste momento, a FIEMG est sendo homenageada pela Assemblia de Minas, pelos seus 75 anos. A homenagem atravs de requerimento do deputado dr. Viana, do DEM, 1 vice-presidente da Assemblia. Ligue na TVA, canal 11 na NET. Ou na internet: www.almg.gov.br


    O governador Acio Neves e o presidente da FIEMG, Robson Andrade,
    que deram um exemplo ao pas na parceria lideranas
    visando o crescimento de Minas.
     Robson Andrade est neste momento - 20h51m -
    na tribuna do plenrio JK
    da Asssemblia Legislativa discursando,
     agradecendo a homenagem FIEMG
    pelos seus 75 de criao.

    Amrico Ren Giannetti, Alvimar Carneiro de Rezende e Euvaldo Lodi lideraram o grupo de industriais mineiros que criaram, em 12 de fevereiro de 1933, a primeira entidade de classe que reuniu empresrios da indstria do Estado, a Federao das Indstrias de Minas Gerais (Fiemg). Para homenagear os 75 anos da entidade, a Assemblia Legislativa de Minas Gerais vai promover uma Reunio Especial, na quinta-feira (29/5/08), s 20 horas, no Plenrio, a requerimento do deputado Doutor Viana (DEM).
    "A Fiemg, em seus 75 anos de atuao, est presente na maioria dos municpios de Minas Gerais, em lugares estratgicos, atendendo a demanda do empresariado local e contribuindo sobremaneira para o crescimento econmico e o desenvolvimento de nossa sociedade", afirma o parlamentar.
    O Sistema Fiemg constitudo por um conjunto de instituies articuladas para promover e estimular o desenvolvimento sustentado da indstria mineira. Sua estrutura tem cinco instituies como base: alm da Fiemg, o Centro Industrial e Empresarial de Minas Gerais (Ciemg), o Servio Social da Indstria (Sesi), o Servio Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e o Instituto Euvaldo Lodi (IEL), com unidades espalhadas por toda a Minas Gerais.
    A federao desenvolve um amplo programa de atividades, coerente com a misso de "aplicar conhecimento para o desenvolvimento sustentvel da indstria, contribuindo para o aumento e fortalecimento do associativismo, constituindo-se em uma organizao com foco em resultados".
    A entidade coloca disposio da indstria mineira assessoria e consultoria em reas como meio ambiente, tributria, capitalizao e financiamento, legislao trabalhista e comrcio exterior, alm de manter ncleos regionais criados com o objetivo de gerar oportunidades de negcios para a indstria.
    Entre as iniciativas, est o apoio de 11 regionais distribudas pelo Estado. Alm disso, por meio de parceria com o Governo do Estado, o Sistema Fiemg criou postos avanados do BDMG, do INDI, da Secretaria da Fazenda e da Secretaria do Meio Ambiente, "com o objetivo de ampliar os servios prestados indstria e disponibilizar solues integradas para as empresas de cada regio do Estado, incluindo os postos avanados do BNDES".


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 29, 2008

    Deciso histrica - acaba de sair o resultado da votao do Supremo sobre liberao de uso de clulas-tronco em pesquisas. O bom senso venceu por 6X5.







    Ministro Carlos Ayres Britto.  

    STF mantm pesquisas com clulas-tronco embrionrias


    O Plenrio do STF julgou constitucional a realizao de pesquisa e terapia com clulas-tronco embrionrias. Por maioria, os ministros julgaram improcedente a ADI sobre o tema, de acordo com o voto do relator, ministro Carlos Ayres Britto (foto).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 29, 2008

    Hoje DIA NACIONAL DO CAF. Epamig e Secretaria de Agricultura de Minas recebem homenagem do Parlamento Mineiro.


    Ex-deputado estadual Baldonedo Napoleo,
    presidente da Epamig,
     faz um competente trabalho
     na empresa.

    Para lembrar o Dia Nacional do Caf, comemorado anualmente no dia 24 de maio, a Reunio Ordinria de Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, foi interrompida na quinta-feira (29/5/08). Alm de parlamentares, participaram da homenagem, requerida pela Comisso de Poltica Agropecuria e Agroindustrial, representantes da Empresa de Pesquisa Agropecuria de Minas Gerais (Epamig), que falaram sobre projetos da empresa relacionados cafeicultura.
    Para coroar o evento, que ser s 14 horas, o caf servido pela ALMG no Salo de Ch, ser substitudo, nesse dia, por um caf selecionado, fruto das pesquisas desenvolvidas pela Epamig.
    Segundo o site da Epamig, a empresa desenvolve desde 2002, atravs de seu Centro Tecnolgico da Zona da Mata (CTZM), pesquisas sobre o caf orgnico e agroecolgico, nos municpios de Espera Feliz, Araponga e Tombos.
    O projeto, feito em parceria com entidades ambientais e de agricultores, tem o objetivo de suprir a demanda dos agricultores familiares quanto recomendao de cultivares de caf para cultivo orgnico.
    Ainda segundo a Epamig, os agricultores que cultivam caf orgnico e agroecolgico adotam prticas de conservao do solo e de preservao dos mananciais, alm do controle fitossanitrio no combate a pragas e doenas sem utilizao de defensivos agrcolas. A atividade representa um rendimento seguro para os agricultores, que podem desenvolver outras culturas na propriedade, alm do caf.
    Safra - A produo brasileira de caf beneficiado neste ano vai ser 35% superior a da safra anterior. No dia 8 de maio, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), ligada ao Ministrio da Agricultura, Pecuria e Abastecimento, divulgou em seu site, que
    a safra 2008 deve atingir 45,54 milhes de sacas de 60 quilos. Sero 34,70 milhes de sacas do tipo arbica e 10,84 milhes de conilon, segundo o 2 levantamento da safra de 2008. A Conab afirma que essa a segunda maior safra dos ltimos 10 anos, ficando atrs apenas da produo histrica do ciclo 2002/03, quando chegou a 48,48 milhes.
    De acordo com a estatal, o rendimento conseqncia da bienalidade da cultura, que se altera entre um ano de alta seguido por outro de baixa. Investimentos em tratos culturais e chuvas no fim de 2007 em regies produtoras tambm contriburam para o resultado.
    A regio Sudeste responde por 84,32% da produo nacional. O maior destaque fica com Minas Gerais (22,9 milhes de sacas). O Esprito Santo ocupa o segundo lugar, com 10,52 milhes de sacas, seguido por So Paulo, com 4,7 milhes. Nas outras regies, os maiores produtores so a Bahia e o Paran que produzem juntos 4,62 milhes de sacas.
    A rea total est estimada em 2,29 milhes de hectares, um crescimento de 1,08 %, quando comparada safra anterior. A colheita comeou na ltima quinzena de maro e deve se estender at o incio de outubro, dependendo da regio. O pico ocorrer entre maio e julho, quando 75% da colheita estaro concludos.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 29, 2008

    Chegou a nova FERRARI. o modelo "Califrnia", conversvel. UM SONHO DE COPNSUMO que s pode ser concretizado - infelizmente - por pouqussimos mortais.



    A Ferrari liberou nesta quinta-feira novas imagens de seu ltimo lanamento, o modelo Califrnia conversvel.
    O blido, que foi testado pessoalmente pelo presidente da empresa, o italiano Luca di Montezemolo, no circuito de Fiorano, equipado com um motor V8 de 460 cavalos e faz de 0 a 100 km/h em cerca de 4 s.
    E equipou o carro com um sistema indito em carros da marca, de embreagem dupla de 7 marchas. Outra caracterstica especial do Califrnia a capota, que fecha em 14 s.
    O volume do porta malas, segundo a Ferrari, um dos diferenciais do esportivo. Com a capota abaixada, a capacidade de 260 l. A montadora italiana tambm destacou como vantagem o consumo de combustvel do veculo, que faz uma mdia de 7,5 km/l.
    Aps o teste com o carro, o Montezemolo se disse satisfeito com o resultado do projeto. "De fato, eu estou muito satisfeito com o trabalho que os homens e mulheres da Ferrari fizeram.
    O Califrnia um carro extraordinrio e eu fiquei encantado com a performance, conforto e prazer ao dirigir que ele proporciona", afirmou.








    Divulgao
                                             


    O carro foi testado pessoalmente
     pelo presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo









    Divulgao
                                             










    Divulgao
                                             










    Divulgao
                                             










    Divulgao
                                             




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 29, 2008

    TV Assemblia de Minas est na Rede Mundial de computao - INTERNET. E quem comanda o canal legisltivo - com competncia - o jornalista Rodrigo Lucena, diretor de Rdio e TV do Parlamento Mineiro. EM TEMPO: para assistir a TVA - em qualquer ponto do planeta pela internet - so digitar *www.almg.gov.br ( e clicar na caixinha no alto da homepage do lado direito. Experimente!



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 29, 2008

    EMANCIPAO DE DISTRITOS. Assemblia de Minas vai consultar todas as prefeituras e Cmaras Municipais do Estado.

    Com o objetivo de contribuir para debate sobre Proposta de Emenda Constituio (PEC) que tramita no Senado, a Assemblia Legislativa de Minas Gerais far uma consulta a todas as prefeituras e cmaras municipais do Estado, a fim de levantar informaes sobre eventuais distritos mineiros que pretendam emancipar-se. 
    A Comisso de Assuntos Municipais aprovou requerimento de autoria de seu presidente, deputado Weliton Prado (PT), solicitando esta consulta aos 853 municpios de Minas.
    Weliton Prado participa, nesta quinta-feira (29), com o deputado Lafayette de Andrada (PSDB), da reunio de um grupo de trabalho organizado pelo Senado para discutir a PEC 13/03, do senador Srgio Zambiasi (PTB-RS), que prope alterar o pargrafo 4 do artigo 18 da Constituio, que define as regras para emancipao de municpios.
    O grupo de trabalho conta com dois representantes de cada assemblia legislativa do Pas.
    A Emenda 15, de 1996, restringiu a emancipao de municpios, ao determinar que ela s poder acontecer durante perodo determinado por lei complementar federal. A proposta de Zambiasi pretende retirar essa exigncia, a fim de devolver aos estados o poder irrestrito de criar novos municpios.
    Uma ressalva que essa criao no poderia acontecer no perodo de 12 meses antes das eleies municipais.
    O deputado Paulo Guedes (PT) defendeu a aprovao da emenda e pediu para ser informado sobre o andamento das discusses sobre o assunto. "No Norte de Minas, h distritos que distam 100 quilmetros da sede e no conseguiram se emancipar ainda", afirmou o parlamentar.
    J o deputado Wander Borges (PSB) afirmou que necessrio dar especial ateno s regras e critrios definidos pelo Senado sobre o assunto, uma vez que muitas emancipaes podem ser mais polticas que tcnicas.
    Tambm foram aprovados na reunio outros dois requerimentos de manifestao de aplauso e congratulaes, que dispensam apreciao do Plenrio.
    Presenas - Deputados Weliton Prado (PT), presidente da Comisso; Wander Borges (PSB) e Paulo Guedes (PT).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 29, 2008

    Em primeira mo!!! O governador Acio Neves acaba de sancionar o projeto dos deputados Fbio Avelar, do PSC e Adalclever Lopes, do PMDB, que normatiza a medio individualizada do consumo de gua da Copasa em edifcios e condomnios em todo o Estado.

    Para que a Copasa possa instalar hidrmetros individuais nos Edifcios - segundo a lei aprovada pela Assemblia de Minas e sancionada pelo governador - o sndico tem que fazer um pedido formal empresa.
    A Copasa tem agora, 180 dias para se adequar lei.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 29, 2008

    Rinaldo Campos Soares - ex-presidente da poderosa Usiminas - tem tudo para ser o novo Secretrio de Desenvolvimento Econmico de Minas.


    Da esquerda para a direita:
     Rinaldo Campos Soares
     e o governador Acio Neves
     no Palcio da Liberdade, aquie m BH.

    Apurei ontem,que o nome mais cotado para o lugar do empresrio Mrcio de Lacerda frente da Secretaria  de Desenvolvimento Econmico - ele foi exonerado a pedido dele pelo governador Acio Neves para se candidatar a prefeito de BH - o competente executivo RINALDO CAMPOS SOARES, que fez histria na presidncia da Usiminas. A conferir!

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 29, 2008

    O genial OSCAR NIEMEYER o mais novo Cidado Honorriode Juiz de Fora. A informao vem da coluna do meu amigo Csar Romero da Tribuna de Minas.


    Em seu apartamento em Copacabana, no Rio,
    o arquiteto Oscar Niemeyer
    recebeu o ttulo de cidado honorrio de Juiz de Fora,
    dos vereadores Luiz Otvio (Pardal) Coelho,
    Vicento Oliveira e Flvio Cheker (autor da proposta).
    A lei foi aprovada em 1997, mas
    o ttulo s foi entregue agora, quando o arquiteto comemora seu centenrio


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 29, 2008

    ENTROU AREIA?


    Ouvimos ontem de uma fonte bem informada que o ex-governador Newton Cardoso no vai mais comprar o espao onde est localizada a churrascaria Raja Grill, aqui em BH.
    O negcio milionrio de 20 milhes de reais, ia trnasformar o local num grande centro empresarial. Mas,o negcio - no se sabe ainda porque - fez gua.
    J o outro empreendimento de Newton Cardoso - reforma do restaurante CHE BASTIO - continua em ritmo acelerado.
    O restaurante, que ser aberto no segundo semestre, ser comandado pelo uruguaio Tomazo, que dono da Parilha do Mercado do Cruzeiro.
    Talheres de prata e louas espanholas, com um cardpio que inclui caviar BORUGA do mar Cspio, seroas atraes do no novo CHE - que foi fundado por Tuca Rabelo em 1965 - e que foi  ameca da turma do ex-governador Hlio Garcia, aqui em BH,por vrios anos.
    O novo restaurante - investimento de 1 milhode reais - est sendo chamado de CHE NEWTO.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 29, 2008

    EMBRATEL abre o universo WIMAX para as pequenas e mdias empresas.

    EMBRATEL lana hoje em BH a rede WiMax,
    que vai atender de maneira diferenciada as pequenas e mdias empresas.
    O evento ser presidido pelo diretor executivo da Embratel, Ney Acyr de Oliveira.
    A informao foi enviada ao nosso BLOG DE NOTCIAS
    pelo diretor regional da Embratel em Minas, Altivo Oliveira. Confira os detalhes.



    O diretor regional
    da Embratel em Minas,
    Altivo Oliveira o anfitrio
    recebendo os convidados
    ao lado do diretor executivo da Embratel Empresas,
     Ney Acyr, que est em BH para presidir o evento.


    A Embratel lanar nesta quinta-feira (29) em Belo Horizonte a
    rede WiMax. A operadora ir apresentar aes e resultados da primeira fase de
    implantao da Wimax que, nesta primeira etapa, ir atender outras 11 capitais
    (Belm, Braslia, Salvador, Curitiba, Fortaleza, Goinia, Porto Alegre, Recife,
    Rio de Janeiro, So Luis e So Paulo).
    O evento acontecer s 16 horas, no auditrio da empresa, na Rua Esprito Santo,
    1000, e ser comandado pelo diretor executivo da Embratel Empresas, Ney Acyr de
    Oliveira.
    A implantao da rede possibilitar Embratel oferecer uma oferta competitiva e
    diferenciada de servios de telecomunicaes para pequenas e mdias empresas
    (PMEs).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 28, 2008

    SUCESSO PREFEITURA DE BH. Mrcio de Lacerda deixa a Secretaria de Desenvolvimento Econmico. O ato de exonerao foi assinado pelo governador Acio Neves. Para o lugar dele - interinamente - foi o secretrio-adjunto Raphael Guimares Andrade.







    O governador Acio Neves anunciou, a exonerao do secretrio de Estado de Desenvolvimento Econmico, Marcio de Lacerda. Segundo Acio Neves, a medida ser tomada a pedido do prprio secretrio.
    Em seu lugar, interinamente, o secretrio-adjunto Raphael Guimares Andrade assumir a titularidade da pasta. O anncio foi feito em entrevista, durante a solenidade de entrega de 370 novas viaturas para a Polcia Militar de Minas Gerais, em Belo Horizonte.


    O empresrio Mrcio de Lacerda,
    pr-candidato do PSB Prefeitura da capital,
    com o apoio do governador Acio Neves
    e o prefeito Fernando Pimentel.

    PERFIL
    Mineiro, nascido em Leopoldina, Marcio de Lacerda assumiu a secretaria de Estado de Desenvolvimento Econmico em abril de 2007, em substituio ao ex-secretrio Wilson Brumer. Com vasta experincia na rea empresarial, principalmente no setor de tecnologia, no perodo em que ocupou o cargo no Governo de Minas, esteve frente de negociaes de importantes projetos que resultaram em investimentos no Estado.

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 27, 2008

    DESTERRO DO MELLO - cidade que fica a 200 kms de BH, 32 de Barbacena, na zona da mata - caminho do meio da Estrada Real - ganhou um dos mais modernos Centros Administrativos da regio. A obra foi entregue populao pelo prefeito Ruy Fernandes dentros da sequncias de obras que marcam os 45 anos de emancipao do municpio. Estivemos l e gostamos muito do que vimos e ouvimos. A cobertura do nosso amigo, o colunista Idinando Borges do barbacenaonline.








    Desde o dia 15 de maio, a vizinha cidade de Desterro do Melo, tendo frente da administrao o prefeito Rui Fernandes, inaugurou o Posto de Sade dos Amorins, dos Leandros, uma nova praa, denominada de Vereador Guy de Fontgaland, Biblioteca, denominada Cel. Argentino Madeira e o moderno Centro Administrativo Prefeito Joo Benedito Amaral, o primeiro prefeito da cidade, em 1962.
    Foi uma concorrida cerimnia que contou com a presena do deputado majoritrio na cidade, Agostinho Patrs Filho, vereadores, lideranas do Agronegcio e funcionrios da prefeitura, alm de conterrneos. Aps as inauguraes, uma cerimnia no salo de eventos do Centro Administrativo condecorou benfeitores da cidade com a comenda "Randolpho Amaral", inclusive o vereador Amarlio Andrade, que quando diretor do Banco do Estado, viabilizou parcerias e convnios com o governo do Estado para servios de infra-estrutura em Desterro do Melo.
    O prefeito Rui Fernandes administra a cidade pela terceira vez. Nos ltimos sete anos, ele empreendeu melhoramentos no paisagismo da cidade, no que contou com o trabalho tcnico de Edwiges Cavaliere. A cidade, que no passado pertenceu a Barbacena, deu um salto qualitativo de vida e vai aos poucos direcionando suas atividades para o turismo rural, com atrativos da natureza, paisagismo e tambm a tradicional comida mineira. Entre seus conterrneos, dois se destacam nas reas de comunicao e marketing, o publicitrio Victor Hugo Amaral e o jornalista Joo Carlos Amaral.









      Divulgao


    O deputado Agostinho Patrs Filho,
    o vereador Amarlio Andrade e o prefeito Rui Fernandes



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 27, 2008

    COISAS DA POLTICA. Sucesso em Betim.

    A deputada federal Maria do Carmo, do PT - segundo uma fonte que ouvimos hoje e que conhece a poltica l em Betim - convidou a mulher do deputado estadual do PMDB, Ivair Nogueira - Lia Nogueira, para ser pr-candidata na chapa do PT.
    Enquanto isso, prosseguem as conversaes -  e vo crescer ainda mais em junho - entre o PSDB do prefeito Carlyle Pedrosa e o PMDB de Ivair Nogueira, que j foi prefeito de Betim.
    Haja adrenalina!!!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 27, 2008

    Mercado de automveis aquecido. Citron ganha massa critica. No almoo-coletiva no restaurtante Vecchio Sogno, o diretor de desenvolvimento de Rede da Citron, Domingos Boragina Neto, deixou claro que Minas a bola da vez na estratgica de ampliar a rede de concessionrias em todo Estado. As informaes so do jornalista Schubert Arajo, da Multitexto.










    Domingos Boragina Neto

    Minas Gerais mercado estratgico para a Citron:
    Belo Horizonte ganha segunda concessionria da marca
    e a loja de nmero 100 da rede
    ser inaugurada em Poos de Caldas



    Com a abertura de uma segunda concessionria em Belo Horizonte, a Grenoble, a Citron projeta ampliar sua participao no mercado mineiro para cerca de 3% do segmento de automveis e utilitrios leves no incio de 2009.

    A Citron vai expandir suas operaes no Estado de Minas Gerais com o objetivo de ampliar sua participao no mercado mineiro para 3%, superando a atual mdia nacional de 2,5%. As primeiras medidas, que fazem parte de um ambicioso plano de crescimento da marca no Estado, foram anunciadas hoje por Domingos Boragina Neto, diretor de Desenvolvimento de Rede da Citron do Brasil.
    A etapa inicial ser a abertura da Citron Grenoble, segunda casa da marca na capital mineira e que tem previso de inaugurao para o segundo semestre de 2008. "Minas Gerais tm uma importncia estratgica em nossos objetivos de mdio prazo, que apontam para volumes de vendas de 150 mil veculos por ano em todo o Brasil", afirma o executivo.
    Alm disso, a Citron expandir sua rea de atuao em mais dez municpios mineiros at o incio do prximo ano, dentro de um projeto nacional de expanso de 20 novas casas no perodo. A marca j est presente na Zona da Mata com a concessionria Union, de Juiz de Fora, e abrir brevemente as unidades de Ub e Barbacena.
    "No sul de Minas, teremos um fato histrico e bastante relevante com a abertura, j no ms de junho, da 100 concessionria Citron no Brasil no municpio de Poos de Caldas. "Esta inaugurao ser um marco para ns, prova da grande aceitao de nossos produtos e servios por parte dos consumidores", comemora Boragina.
    Alm da Grenoble, sero inauguradas ainda em 2008 as casas de Pouso Alegre, Varginha, Guaxup, Sete Lagoas, Divinpolis e Montes Claros, considerada a "capital do norte de Minas". A rede da marca vai operar desta forma, a partir do incio de 2009, com 18 concessionrias completas nas regies mais desenvolvidas do estado, com a oferta diferenciada de uma linha de produtos avanada, elevado padro de qualidade de servios e o tradicional atendimento premium da marca.
    Entre as principais armas para a conquista de maior participao de mercado esto os compactos-premium C3 e C3 XTR, carros-chefe da marca; o sedan C4 Pallas; a minivan Xsara Picasso e o mais recente lanamento no Brasil, o Grand C4 Picasso.

                                                                       Grenoble,
                                                           a segunda casa na capital

    O novo endereo da Citron na capital mineira, localizada na regio da Pampulha, ter rea de 3.900 m (sendo 2.500 m de rea construda) e previso de criao de 60 novas vagas de emprego.
    Para Daniele Fernandes, diretora da Citron Chamonix, "o novo empreendimento reflete o excelente momento da marca no mercado automotivo nacional e refora ainda mais a presena da Citron em Minas". No primeiro quadrimestre deste ano, a Citron vendeu na capital e em seu entorno 480 unidades, apresentando crescimento de 47,24% sobre o mesmo perodo de 2007.

                                                                     Citron bate 
                                                              novo recorde histrico
                                                               de vendas em abril

    A Citron fechou o primeiro quadrimestre de 2008 com vendas totais de 21.680 unidades, resultado 86,75% superior ao obtido no mesmo perodo do ano anterior. Domingos Boragina destaca o desempenho crescente do compacto-premium C3, com 10.969 unidades e evoluo importante do sedan C4 Pallas, que fechou o perodo com 6.397 unidades.
    O importante desempenho do C3 pode ser avaliado pelas vendas de abril, melhor ms desde seu lanamento em 2003, com 3.470 unidades - 66,27% a mais do que no mesmo ms de 2007 e com 12% de participao no segmento dos automveis hatch no-populares.
    O sedan C4 Pallas tambm continua surpreendendo o mercado: "Graas a seu conforto, tecnologia e design, o C4 Pallas fechou abril com 1.781 unidades, somando 6.397 unidades no primeiro quadrimestre do ano e figurando entre os quatro produtos mais vendidos de seu segmento", complementa Boragina.
    A minivan Xsara Picasso continua lder dos monovolumes mdios (segmento que recebeu recentemente mais um representante, o Grand C4 Picasso), com 979 unidades em abril.
    No acumulado do ano j so 3.525 veculos, crescendo 34,13% sobre 2007. Completam o quadro de vendas da marca no quadrimestre o esportivo C4 VTR com 319 unidades, os top's C5 (14) e C6 (12), alm do comercial leve Jumper (424).




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 27, 2008

    Vem a, dia 7 de junho, a Feijoada do Cabelin. Ser no Espao La Rocca em Juiz de Fora


    Cristiana Carvalho
    em noite de festa pr-feijoada,
    no Ftima Buffet

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 27, 2008

    Passageiros em p nos nibus intermunicipais em Minas. Projeto caminha na Assemblia Legislativa.

    O Projeto de Lei (PL) 2.095/08, do deputado Luiz Humberto Carneiro (PSDB), recebeu hoje (27) parecer pela constitucionalidade da Comisso de Constituio e Justia. A proposta muda a Lei 13.174, de 1999, que probe o transporte de passageiros em p em veculos de transporte coletivo rodovirio intermunicipal.
    O relator do projeto foi o deputado Sebastio Costa (PPS). O artigo 2 da Lei 13.174 admite duas hipteses para o transporte de passageiros em p. Uma em caso de prestao de socorro, e a outra, que esse transporte seja em linha com itinerrio praticamente urbanizado, classificado pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-MG) como linha semi-urbana com intensa variao de demanda de passageiros ao longo do dia.
    O projeto pretende mudar a segunda hiptese, de modo a autorizar o transporte de passageiros em p nos trechos inferiores a 50 km.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 26, 2008

    Casrio, nesta tera-feira - dia 27 de maio. A jornalista VANESSA DE OLIVEIRA e o fotgrafo premiadssimo RENATO COBUCCI, recebem os amigos para celebrar o casamento deles l no sofisticado ARTS THE MARS em Lourdes. O casal est in love h dez anos e agora, oficializa a unio. Renato meu amigo de adolescncia em Barbacena. A Vanessa, conhec aqui em BH. Fui eu quem apresentou a Vanessa ao Renato. Fui CUPIDO deles!!! Estarei no THE ARTS para abraar o casal. Parabns e toda a felicidade do mundo!!!



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 26, 2008

    GASTRONOMIA mineira. Receita de um delicioso FRANGO COM QUIABO vem l de Desterro do Mello - municpio que fica a 200 kms de BH, 32 de Barbacena - no caminho do meio da Estrada Real - na zona da mata mineira. Confira!!!







    Frango com Quiabo


    Ingredientes:
    500g de frango em pedaos cortados nas juntas
    1/2 concha de gordura de porco
    4 dentes de alho, picadinhos
    1 cebola pequena, picadinha
    150g de quiabo
    1 colher(ch) de sal
    1 ramo de salsa e 1 de cebolinha colorau.

    Modo de fazer:
    Lave o frango com gua fervente e caldo de limo. Escorra e lave em gua fria. Coloque na panela a gordura para esquentar e dourar o alho, a cebola e, por ultimo acrescente o colorau e o frango. Deixe fritar e pingue gua aos poucos at formar um caldo suculento. Acerte o tempero. Quando o Frango estiver quase cozido, acrescente o quiabo. No Mexa. Use pimenta Malagueta se desejar. Ao servir, retire os ramos de salsa e cebolinha.

    Bom apetite!



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 26, 2008

    MUTIRO JURDICO. O Balco de Direitos da Defensoria Pblica estar em ao em cinco cidades do Vale do Rio Doce - nesta tera-feira, dia 27 at dia 1 de maio. Confira detalhes!

    De 27 de maio a 01 de junho, as cidades de Galilia, Mathias Lobato, Frei Inocncio, Engenheiro Caldas e Governador Valadares recebem o mutiro do Balco de Direitos, que tem como objetivo atender a populao carente, levando servios essenciais para reconhecimento do cidado na sociedade. A ao resultado de um convnio realizado entre o Governo Federal, atravs da Secretaria Especial dos Direitos Humanos, e o Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Defensoria Pblica do Estado de Minas Gerais.   

    Os principais servios que sero oferecidos de forma gratuita nas cidades do Vale do Rio Doce so a emisso de documentao civil bsica (certido de nascimento, cdulas de identidade e carteira de trabalho), emisso de CPF, assistncia jurdica, converso de unio estvel em casamento, cortes de cabelo, aferio de presso arterial e teste de glicose.  

    Para o defensor pblico-geral em exerccio, Varlen Vidal, um dos principais objetivos do Balco de Direitos mostrar populao carente a importncia de acessar servios pblicos de interesse como a Defensoria Pblica. 

    O mutiro de cidadania realizado pela Defensoria Pblica de Minas Gerais conta com diversos parceiros, entre eles: Associao dos Defensores Pblicos (Adep), Polcias Civil e Militar do Estado de Minas Gerais, Servio Social da Indstria (Sesi), Subsecretaria Anti-Drogas do Governo do Estado de Minas Gerais, Correios, Ministrio Pblico do Estado de Minas Gerais, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), Servio Voluntrio de Assistncia Social de Minas Gerais (Servas) e as prefeituras das cidades participantes.


                                                                   Cronograma 
                                                           do Balco de Direitos:

    27 de maio - Galilia- Local: Escola Municipal Waldina de Castro Martins -  Praa So Pedro- Centro -  Horrio: 09h s 17 horas

    28 de maio - Mathias Lobato- Local: Escola Municipal Professora Ana Morais Tessamilio Av. Vereador Francisco Jos Cardoso, 138- Centro- Horrio: 09h s 17 horas

    29 de maio - Frei Inocncio Local: Escola Municipal Dr. Joo de Souza Lima- Rua Osrio Caetano, 81- Centro- Horrio: 09h s 17 horas

    30 de maio - Engenheiros Caldas - Local: Escola Municipal Maria da Conceio Ferreira Rua Adeodato Jos Martins, 214- Vila Martins- Horrio: 09h s 17 horas

    31 de maio e 01 de junho- Governador Valadares - Local: Casa do Desenvolvimento- Av. Brasil, 2770 - Centro - Horrio: 09h s 17 horas



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 26, 2008

    IX Congresso Mineiro de Radiodifuso. Abertura hoje, 19h30m, no Dayrell Minas Hotel na rua Esprito Santo, aqui em BH.













    Acio Neves, Hlio Costa
    e Fernando Pimentel
    no IX Congresso Mineiro de Radiodifuso


    Comea hoje segunda-feira, dia 26 de Maio, no Dayrell Minas Hotel, em Belo Horizonte, o IX Congresso Mineiro de Radiodifuso. A abertura oficial do Congresso que acontece s 19h30 e contar com  as presenas do governador de Minas Gerais, Acio Neves, do ministro das Comunicaes, Hlio Costa, e do prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel.
    Junto a eles, a diretoria da ABERT e da Associao Mineira de Rdio e Televiso (AMIRT), alm de jornalistas, radialistas e estudantes universitrios de Minas e de todo o Brasil. O evento vai at a prxima quarta-feira, 28, e faz parte das comemoraes dos 40 anos da AMIRT.
    Com slogan "Os caminhos que levam ao sucesso!", o Congresso vai de informar e preparar o radiodifusor sobre as principais inovaes e problemas enfrentados no seu dia-a-dia. Palestras, debates, mesas redondas e oficinas, esto na programao do evento que vai debater os temas: Rdio Digital, TV Digital, legislao da Radiodifuso, combate pirataria, conceitos de programao de Rdio e TV, gesto empresarial e jornalismo. Haver tambm a Exposio Nacional de Equipamentos e Novas Tecnologias, alm de uma radioweb que ser montada para transmitir, em tempo real, todo o Congresso.

    No dia 26, o destaque fica por conta da sesso solene de abertura do IX Congresso Mineiro de Radiodifuso, s 19h30. J confirmaram presena o Governador de Minas, Acio Neves, o ministro das Comunicaes, Hlio Costa, e o prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel. 

    Dia 27 para dar incio as atividades o consultor de desenvolvimento humano, Ricardo Melo, vai ministrar uma palestra especial com o tema: O Profissional Integral. Em seguida haver o painel: "Novas Tecnologias para a Radiodifuso no Cenrio Competitivo", com o engenheiro e consultor tcnico da ABERT (Associao Brasileira de Rdio e Televiso), Ronald Siqueira. 
    Os participantes que vierem do interior tero uma apresentao dedicada especialmente a eles: "ndice de audincia no rdio do interior", ministrada pelo engenheiro e analista de sistemas e diretor da DIVIDADOS, Joo Batista Cenzi.  Para fechar as atividades do dia 27, haver o painel: "O que pode e o que no pode ser divulgado no perodo eleitoral" que ser conduzido pelo diretor da ABERT, Oscar Luiz Piconez, pelo assessor jurdico da ABERT, Rodolfo Moura Machado, pelo coordenador do Centro de Apoio, Edson Resende Castro e pela Diretora Geral do tribunal Regional, Elizabeth Rezende Barra. 

     

    No ltimo dia de atividades, 28 de maio, sero apresentados painis relacionados ao mercado de radiodifuso, a qualificao profissional e a legislao tributria para a radiodifuso. 

    Os destaques do dia ficam por conta da apresentao especial "Ferramentas Tecnolgicas novidades e oportunidades", com a equipe da empresa Microsoft, da palestra "Viso Nacional do Negcio da Propaganda e Mdia", ministrada pelo diretor de Mercado da Rede Itatiaia de Rdio, Carlos Rubens Don e do debate contra a pirataria eletrnica. Fechando com chave de ouro o encontro, o professor e consultor em gesto empresarial Waldez Luiz Ludwig vai falar aos radiodifusores sobre as estratgias para o aprimoramento organizacional das empresas de rdio e televiso.

    Como atividade paralela ao evento, radiodifusores e estudantes de comunicao tero a oportunidade de participar do curso "Reciclagem e Atualizao Profissional: tcnicas de locuo em Rdio", realizado por profissionais da RADIOficina - Escola de Mdia Eletrnica -, de So Paulo.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 26, 2008

    FIEMG/Cmara de BH. Parceria em busca de fortalecimento da economia de BH e Regio Metropolitana.











    Vereadores discutem problemas
    e escutam sugestes
    de empresrios mineiros na Fiemg

                                         

    Um grupo de vereadores da Cmara Municipal de Belo Horizonte esteve na Fiemg hoje (26) para participar de uma reunio de trabalho com empresrios mineiros. Em pauta, assuntos como solues para o fortalecimento da economia da capital e regio metropolitana e desafios a serem superados no campo da segurana pblica, transportes e trnsito.
    Tambm foi discutida a importncia do estmulo expanso de setores de alto contedo tecnolgico como a indstria de biotecnologia, tecnologia da informao e moda. O encontro foi importante para reforar os laos de parceria entre o setor produtivo e a Cmara de Vereadores



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 26, 2008

    Hoje,20 horas,no plenrio da Assemblia de Minas. Reunio Especial vai homenagear a DEFENSORIA PBLICA de Minas. Transmisso pela TVA.

    Os defensores pblicos sero homenageados pela Assemblia Legislativa de Minas Gerais em Reunio Especial de Plenrio. O evento, que tem por finalidade celebrar o Dia Nacional da Defensoria Pblica, ser na segunda-feira (26/5/08), s 20 horas. "Os defensores pblicos so atores sociais imprescindveis na busca da cidadania e do acesso pleno Justia", pontua a deputada Rosngela Reis (PV), autora do requerimento para a reunio.
    Para a parlamentar, preciso destacar os avanos conseguidos na gesto do governador Acio Neves, em que, segundo ela, os servidores foram valorizados e obtiveram-se melhorias nas instalaes e equipamentos da instituio. "Espero que a reunio sirva, tambm, como movimento de divulgao do trabalho dos defensores, desconhecido por grande parte da populao", ressalta Rosngela Reis.
    Democracia - O Dia Nacional da Defensoria Pblica foi criado pela Lei 10.448, de 9 de maio de 2002. A data escolhida para a comemorao (19 de maio) refere-se ao dia da morte de Santo Ivo, patrono dos advogados. Segundo o artigo 134 da Constituio Federal, "a Defensoria Pblica instituio essencial funo jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a orientao jurdica e a defesa, em todos os graus, dos necessitados".
    De acordo com informaes da Defensoria Pblica Estadual, cabe ao rgo estabelecer parmetros que permitam avaliar o grau de carncia de quem procura o servio gratuito. Entre os papis da instituio esto promover o acordo entre as partes e garantir o acesso dos seus clientes e dos acusados ampla defesa e ao contraditrio.
    Em um perfil traado no fim de 2004, a Associao Nacional dos Defensores Pblicos constatou que a maioria dos defensores pblicos brasileiros do sexo feminino, com cerca de 43 anos, casada e de cor branca. O mesmo estudo mostra que a escolha da carreira influenciada pela possibilidade de promover a defesa de pessoas carentes e exercer um trabalho social, e tambm pela estabilidade no cargo.
    A Defensoria Pblica de Minas Gerais est presente em 132 das 294 comarcas do Estado. O rgo conta com ncleos especializados - como os de defesa mulher, criana, ao idoso e ao consumidor - distribudos na Capital e no interior. Ainda segundo dados da Defensoria, foram realizados no Estado, em 2007, 891.887 servios judiciais, que incluem orientaes jurdicas, peas processuais e atos judiciais praticados.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 26, 2008

    HOJE no Vecchio Sogno, aqui em BH.

    CITRON Investe na economia mineira. Notcia vem do jornalista Schubert Arajo - da Multitexto - que atende a concessionria Chamonix na capital.

    Citron vai inaugurar
    segunda concessionria em Belo Horizonte. 
    E a centsima loja da rede em Poos de Caldas


    Domigos Boragina Neto
    diretor de Desenvolvimento
     de Rede da Citron do Brasil.
    Ele estar segunda-feira em BH
    para falar com a imprensa mineira.

     
    Empresa promove almoo com a imprensa na prxima segunda-feira, 26, no Vechio Sogno, para detalhar expanso e investimentos em Minas

    A Citron do Brasil e a Concessionria Citron Chamonix convidam voc para o almoo que realizar com a imprensa na prxima segunda-feira, dia 26 de maio, s 13 horas, no restaurante Vecchio Sogno (Rua Martim de Carvalho, 75 Santo Agostinho). 
    Na pauta, a expanso e investimentos da rede em Minas Gerais e no pas; o recorde histrico de vendas no primeiro quadrimestre deste ano; o lanamento do modelo Grand C4 Picasso e o sucesso de vendas do modelo C4 Pallas. 
    Participaro do encontro a diretora da Concessionria Citron Chamonix, Daniele Fernandes; o diretor de Desenvolvimento de Rede da Citron do Brasil, Domingos Boragina Neto; e o diretor da rea de Relaes Pblicas e Imprensa da Citron, Carlos Roberto da Costa.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 23, 2008

    Prefeito Ruy Fernandes inaugura, amanh, dia 24, o novo e moderno CENTRO ADMINITRATIVO de Desterro do Mello. O municpio fica a 200 kms de BH e 32 de Barbacena - caminho do meio da Estrada Real. Na solenidade de amanh noite ser entregue a MEDALHA RANDOLPHO AMARAL. O nome dele foi dado estrada asfaltada ligando Barbacena a Desterro do Mello - reconnhecimento de Minas e da regio ao trabalho feito pelo velho lder poltico de Desterro do Mello, que como presidente da Cmara Distrital no final do sculo XIX e comeo do XX, reinvindicou e conseguiu a abertura da estrada de terra do governo Bias Fortes. Vo receber a Medalha o deputado Dalmo Ribeiro Silva, do PSDB, o vereador de Barbacena, Amarlio de Andrade, do PSC, o mdico Celso Tafuri, o ex-deputado Edson Resende e o advogado Tlio Moreira.


    FAZENDO BEM FEITO

    J est pronta a bandeira gigante que ser hasteada defronte sede do Centro Administrativo no prximo dia 24, ao som do Hino da Cidade executado pela Lira Nossa Senhora do Desterro.
    O mastro de 08 metros de altura que vai acolher a bandeira permanentemente j recebeu nova pintura, no mesmo tom verde das grades que circundam o prdio.
    Imponentes, o mastro e a bandeira sero smbolos perenes da conquista do Municpio e de seu povo.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 23, 2008

    Tefilo Otoni receber o seminrio Minas de Minas. Tera-feira, dia 27.

    Sede da Microrregio do Vale do Mucuri, Tefilo Otoni ser a penltima cidade do interior a receber o Seminrio Minas de Minas da Assemblia Legislativa de Minas Gerais. O encontro acontece no dia 27 de maio, na Cmara de Dirigentes Lojistas, na Av. Luiz Boali, 1.370, Bairro Ipiranga. O seminrio realizado pela ALMG em parceria com mais de 20 entidades, com o objetivo discutir os amplos aspectos da cadeia produtiva da minerao, para elaborao de uma poltica minerria estadual e colher sugestes para aprimorar a poltica nacional. A etapa final acontece em Belo Horizonte, de 9 a 12 de junho, no Plenrio da Assemblia.
    Tefilo Otoni, para onde convergem os interesses de outros dois vales, o do Jequitinhonha e o do So Mateus, referncia na explorao e comercializao de pedras preciosas, semipreciosas e cristal de rocha, o que a torna um dos maiores exportadores do ramo. As pedras so originrias de garimpos desses trs vales. A cidade tem uma feira permanente de pedras preciosas, alm da Feira Internacional de Pedras Preciosas (Fipp), que, este ano, acontece em agosto. As gemas mais freqentes na regio so as guas-marinhas, as esmeraldas, os topzios, as ametistas e as turmalinas.
    A cidade tambm plo do Circuito Turstico das Pedras Preciosas, j certificado pelo governo estadual. Esse circuito composto por cidades dos trs vales e seu principal foco o turismo de negcios. Alm de Tefilo Otoni, fazem parte os municpios de Carlos Chagas, Nanuque, Pot, Malacacheta, gua Boa, Minas Novas, Cara, Itambacuri e Padre Paraso.
    A anlise dos dados da Compensao Financeira pela Explorao de Recursos Minerais (Cfem) e do ICMS sobre a extrao mineral nos municpios da regio sugere elevada participao do garimpo clandestino. O granito tambm destaque na regio, com 13 cidades produtoras.
    No ano passado, a regio registrou operaes com produo mineral no valor de R$ 45 bilhes, com recolhimento de R$ 710 milhes de Cfem, segundo dados do Departamento Nacional de Produo Mineral (DNPM) e com os seguintes minerais: granitina, grafiata, caulim, diamante, ferro, mangans, crisoberilo, gnaisse, turmalina e as principais cidades produtoras, alm de Tefilo Otoni, so Diamantina, Pedra Azul, Araua, Itaobim, Itinga, Malacacheta, Itamarandiba, Salinas, Coronel Murta, Salto da Divisa, Medina e Itacarambi.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 22, 2008

    EM UBERLNDIA. Pinei da coluna do meu amigo a foto do meu amigo,deputado Luiz Humberto, lder do PSDB na Assemblia de Minas.

    A dupla MARCO & MRIO
    e o deputado estadual LUIZ HUMBERTO CARNEIRO
    na Feijoadssima do FEST FOLIA

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 22, 2008

    Reajuste do pessoal da sade. Projeto est pronto para ir votao em plenrio,semana que vem. Leia os detalhes!

    Est pronto para ser votado pelo Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, em 1 turno, o Projeto de Lei (PL) 1.973/07, do governador, que reajusta o vencimento bsico das carreiras do Grupo de Atividades de Sade e altera regras da jornada de trabalho. O projeto passou pela Comisso de Fiscalizao Financeira e Oramentria nesta quarta-feira (21/5/08), quando foi aprovado parecer pela rejeio de quatro emendas apresentadas pelo PT e PCdoB, na discusso em Plenrio. Uma delas, a de n 6, suprimia trecho que prev a opo pela jornada de trabalho de 40 horas semanais para o auxiliar de enfermagem dos hospitais da Fundao Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig). A reunio foi acompanhada por servidores que protestaram contra o resultado.
    Antes de ser votado o parecer, cujas cpias (avulsos) haviam sido distribudas em reunio anterior, os parlamentares discutiram as emendas. A deputada Elisa Costa (PT) e os deputados Carlin Moura (PCdoB), Padre Joo (PT) e Sebastio Helvcio (PDT) defenderam a aprovao da emenda n 6. O relator, deputado Lafayette de Andrada (PSDB), explicou os motivos tcnicos para no acatar a emenda e se colocou disposio dos sindicalistas para nova rodada de negociaes. J outro projeto importante na pauta da reunio, o que institui a Poltica Estadual de Resduos Slidos, teve a anlise adiada em funo de pedido de vista do parecer feito pelo deputado Jayro Lessa (DEM). A deputada Elisa Costa reforou a necessidade de analisar mais a matria, relatada pelo presidente da comisso, deputado Z Maia (PSDB).
    O reajuste previsto no PL 1.973/07, diferenciado para as vrias categorias por nvel de escolaridade, ser retroativo a 1 de janeiro de 2008. Exemplificando: o reajuste, no mbito da Secretaria de Sade, para o auxiliar de apoio gesto e ateno sade, com carga horria de 30 horas semanais e nvel de escolaridade fundamental, mdio ou fundamental incompleto, ser de 8%. O especialista em polticas de gesto de sade, com carga horria de 40 horas e nvel superior de escolaridade, com ps-graduao, ter reajuste de 42,86%. Na Fhemig, o profissional de enfermagem de nvel fundamental ou mdio, com carga horria de 20 ou 30 horas, ter um reajuste de 8%. J para o profissional de enfermagem de nvel superior, com ps-graduao, o ndice ser de 17,85%. O mdico da rede Fhemig ter um reajuste de 3%, segundo o projeto.
    Vantagem Temporria Incorporvel - Para os servidores que recebem a Vantagem Temporria Incorporvel (VTI), ser deduzido do seu valor, no todo ou em parte, o acrscimo ao vencimento bsico decorrente do reajuste, nos termos do artigo 3 da Lei 15.787, de 2005, que instituiu a vantagem. As modificaes propostas no PL 1.973/07 atingem servidores da SES, Fhemig, Fundao Ezequiel Dias (Funed), Fundao Centro de Hematologia e Hemoterapia (Hemominas) e Escola de Sade Pblica (ESP).

                                                              Deputados discutem projeto
                                                           antes da aprovao do parecer

    A deputada Elisa Costa voltou a defender a manuteno das 30 horas de jornada semanal para os auxiliares de enfermagem, alegando que esses servidores trabalham nos hospitais da rede Fhemig e, por isso, so submetidos a uma rotina de estresse. Na avaliao dela, para se ter humanizao do atendimento aos doentes e prestao de servio de qualidade, preciso, alm de salrio digno, horas adequadas de trabalho. Lembrou, ainda, o problema social e para a rea da sade que significar a demisso de 6 mil profissionais contratados, que hoje fazem 40 horas.
    Os deputados Padre Joo e Carlin Moura reforaram as palavras da parlamentar. Segundo Padre Joo, no final de 2007 houve entendimento entre a secretria de Estado de Planejamento e Gesto, Renata Vilhena, e servidores para no alterar a tabela quanto s horas trabalhadas e para aumentar o reajuste para a enfermagem de 8% para 12%. Esse entendimento, acrescentou Padre Joo, que determinou o fim da obstruo feita pelo PT em Plenrio, quela poca.
    O deputado Sebastio Helvcio lembrou que o prximo concurso vai estipular uma jornada obrigatria de 40 horas. E disse que, depois de ouvir profissionais do setor, iria votar a favor da emenda n 6. Segundo ele, muitos servidores aproveitam o perodo de descanso aps os plantes, na jornada atual de 30 horas, para exercerem outras jornadas de trabalho - e essa liberdade de opo deveria ser mantida.
    O deputado Lafayette de Andrada ponderou que elaborou seu relatrio com base na exposio de motivos do governo e no parecer da Comisso de Constituio e Justia. Alertou tambm para a necessria obedincia aos prazos regimentais. O parlamentar revelou, ainda, que somente nesta quarta (21) pela manh foi procurado por representantes dos servidores para discutir o projeto. Ele se disse aberto conversa e se colocou disposio dos servidores para negociar. Desta forma, acrescentou, ser possvel avaliar onde se pode ou no avanar. Sobre a emenda n 6, ele disse que, da forma como foi redigida, com a supresso de uma tabela inteira, no poderia ser acatada.
    O deputado Carlin Moura avaliou, ento, que "ainda h luz no fim do tnel", apesar de ressaltar que o Executivo "rasgou" o acordo. Lembrou, por outro lado, que o PT e o PCdoB j haviam explicitado, em audincia pblica e em conversas com os lderes do Governo e da Maioria, a posio dos trabalhadores.
    Emendas - O parecer pela rejeio justificado por vcio de origem e inconstitucionalidade, j que todas as emendas aumentam despesas, o que proibido pela Constituio do Estado. A emenda no 7, do deputado Carlin Moura, determina que, no caso de resciso de contrato que havia sido prorrogado por mais de uma vez, o trabalhador ter direito a indenizao no valor de uma remunerao e meia por cada ano trabalhado.
    A emenda no 8, do deputado Andr Quinto (PT), modifica as tabelas salariais do Grupo IV, Atividades de Sade, cargos: mdico da rea de hematologia e hemoterapia; e mdico da Fhemig. A emenda no 9, do deputado Carlos Pimenta (PDT), institui uma carreira separada para os mdicos da Secretaria de Estado da Sade. Hoje, esses profissionais esto includos na carreira de analista de ateno sade.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 22, 2008

    Olha o colrio a. Nem precisa dizer que vem da coluna do Csar Romero - Trinuna de Minas de Juiz de Fora.


    Mariana Lessa cheia de charme
    e beleza no Privilge

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 22, 2008

    O PACOTE INDUSTRIAL lanado pelo governo Lula est sendo desembrulhado no programa ASSEMBLIA DEBATE que estamos ancorando na TVA neste final de semana. Confira!

     Assista









    Assemblia Debate

    O Governo Federal lanou pacote para aumentar a competitividade da indstria brasileira no mercado internacional. No programa desta semana, os deputados Jayro Lessa, do DEM, Paulo Guedes, do PT, e o especialista em economia, Srgio Birchal, discutem os entraves, avanos e desafios da nova poltica industrial O Assemblia Debate vai ao ar sbado, s 22h30, domingo s 13h, e segunda, s 23h.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 22, 2008

    LEI DE RESPONSABILIDADE na TV Minas. Dia 29, 8 da manh. Com a palavra o secretrio-geral do Tribunal de Contas de Minas, Marconi Braga.

    O secretrio-geral do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais,
    Marconi Augusto Fernandes Braga, o entrevistado de Domingos Giroletti no
    programa Opinio Minas da prxima quinta-feira, dia 29. Ele far uma
    avaliao da Lei de Responsabilidade Fiscal e os seus resultados em
    relao poltica macroeconmica. Marconi Braga chama a ateno para as
    receitas e despesas no planejamento das finanas municipais. O programa
    ser exibido s 8h na Redeminas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 21, 2008

    PROTESTO!!! SOS BR-040 e deputados protestam contra os mais de 1.200 buracos e 900 acidentes no trecho BH - Lafayette.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 21, 2008

    S.O.S BR-040. Manifestantes e deputados colocaram o p na estrada e cobram obras do governo federal. Manifestao foi prximo ao Viaduto das Almas entre BH e Lafayette.

    "A BR-040 pode ceifar vidas, mas no abalar nossa coragem". Esse foi o lema utilizado por cerca de 100 pessoas que participaram de manifestao no trecho da BR-040 compreendido entre Belo Horizonte e Conselheiro Lafaiete, prximo ao Viaduto das Almas, na manh desta quarta-feira (21/5/08). Os manifestantes, que integram o Movimento SOS BR-040 e cobram o recapeamento imediato e a duplicao da rodovia at Juiz de Fora, contaram com a presena dos deputados Dlio Malheiros (PV) e Joo Leite (PSDB).
    Os integrantes do movimento, que reclamam das ms condies da estrada, entregaram aos parlamentares um manifesto em que exigem do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit) a implementao de um contrato de manuteno da pista, alm de medidas de curto e longo prazo. Segundo o coordenador do SOS BR-040, Jos Aparecido Ribeiro, esse contrato no existe desde o fim do ano passado. "Minas precisa dessa rodovia em condies condizentes com a importncia econmica do Estado. Para conseguir isso, vamos ao governador e a Braslia, com os deputados", assegurou Ribeiro.
    Os deputados que estiveram no local garantiram que a ALMG ir se esforar para obter a melhoria da BR, inclusive com o lanamento de uma frente parlamentar para tratar do assunto. Para Dlio Malheiros, a manifestao mostra que os cidados tm que lutar pelo respeito aos seus direitos. Joo Leite completou com a afirmao de que a luta em defesa das pessoas que passam pela estrada e que, muitas vezes, so vtimas de acidentes.
    "Foram registrados 900 acidentes na BR-040, nos ltimos 12 meses. O protesto de hoje contra o abandono da rodovia, que a Assemblia encara de frente. J encaminhamos ao Ministrio Pblico uma ao civil pblica contra o Dnit", acrescentou.
    Repercusso - A BR-040 tem sido alvo de inmeras iniciativas dos deputados mineiros. Na segunda-feira passada (12), houve uma visita dos deputados da Comisso de Transporte, Comunicao e Obras Pblicas rodovia, na qual eles constataram a necessidade de aes emergenciais do Dnit. Os deputados promoveram ainda uma audincia pblica sobre o tema, no dia seguinte inspeo na estrada.
    J na reunio da comisso na ltima tera-feira (20), foram aprovados requerimentos de visita ao governador Acio Neves para debater a precariedade da via; de apelo ao presidente e ao vice-presidente da Repblica e a ministros para a duplicao do trecho que vai de Belo Horizonte a Conselheiro Lafaiete; e de visita empresa Vale, para averiguar o carregamento de caminhes de minrio que percorrem a rodovia.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 21, 2008

    O COLRIO desta vspera de feriado vem da coluna do Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.


    Mariana Rebouas no clima
    do Ax Minas, no La Rocca

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 21, 2008

    Curso de poltica para MULHERES na Assemblia de Minas. Partidos tm at segunda-feira, dia 29, para enviar listas com nomes das mulheres que querem participar o curso indito. Confira detalhes!

    Foi adiado para a prxima segunda feira (26/5/08) o prazo para que os partidos polticos enviem suas listas de pr-candidatas ao Ncleo de Estudos e Pesquisas sobre a Mulher (Nepem). A entidade vai realizar, em parceria com a Assemblia Legislativa de Minas Gerais, o 1 Curso de Capacitao Poltico-Feminista para Mulheres Lderes (Lidfem), em cinco regies de Minas Gerais. As listas sero utilizadas em sorteio que definir as 270 participantes do curso.
    O sorteio pblico tambm teve sua data remarcada e ser no dia 30 de maio, s 11 horas, no Auditrio da ALMG. Sero duas vagas por partido em cada uma das cinco regies do Estado, o que totaliza 54 vagas por regio. Podero participar desta edio mulheres pr-candidatas dos partidos polticos s eleies municipais 2008, ainda no eleitas para qualquer cargo legislativo ou executivo municipal.
    Contribuir para o fortalecimento da participao feminina no espao formal e institucionalizado da poltica. Esse um dos objetivos do curso idealizado pelo Nepem e pelo Departamento de Cincias Polticas da UFMG, e que conta com o apoio da Secretaria Especial de Poltica para as Mulheres da Presidncia da Repblica.
    Na primeira fase, acontecero simultaneamente os Lidfem de Montes Claros (Norte), Ipatinga (Vale do Rio Doce I) e Cataguases (Zona da Mata) em todos os finais de semana de junho. As aulas, ministradas por especialistas qualificados e reconhecidos em suas reas, sero s sextas-feiras, das 17 s 22 horas (dias 6, 13, 20 e 27 de junho), e aos sbados, das 8 s 19 horas (dias 7, 14, 21 e 28 de junho). Na segunda fase, ser a vez de Governador Valadares (Vale do Rio Doce II) e de Belo Horizonte (Regio Metropolitana), na primeira semana de julho (dias 30 de junho, 1, 2, 3 e 4 de julho), entre 8 e 19 horas.
    As aulas, debates e oficinas pretendem contribuir para aperfeioar os conhecimentos em reas consideradas relevantes, como agenda poltica, direitos humanos, movimentos sociais e cidadania. Sero tambm analisados aspectos prticos visando s eleies deste ano e boa prtica do exerccio legislativo. A bancada feminina da ALMG far uma visita a cada um dos locais de realizao do curso para promover o contato das pr-candidatas selecionadas com a atividade parlamentar.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 21, 2008

    CITRON Investe na economia mineira. Notcia vem do jornalista Schubert Arajo - da Multitexto - que atende a concessionria Chamonix na capital.

    Citron vai inaugurar
    segunda concessionria em Belo Horizonte. 
    E a centsima loja da rede em Poos de Caldas


    Domigos Boragina Neto
    diretor de Desenvolvimento
     de Rede da Citron do Brasil.
    Ele estar segunda-feira em BH
    para falar com a imprensa mineira.

     
    Empresa promove almoo com a imprensa na prxima segunda-feira, 26, no Vechio Sogno, para detalhar expanso e investimentos em Minas

    A Citron do Brasil e a Concessionria Citron Chamonix convidam voc para o almoo que realizar com a imprensa na prxima segunda-feira, dia 26 de maio, s 13 horas, no restaurante Vecchio Sogno (Rua Martim de Carvalho, 75 Santo Agostinho). 
    Na pauta, a expanso e investimentos da rede em Minas Gerais e no pas; o recorde histrico de vendas no primeiro quadrimestre deste ano; o lanamento do modelo Grand C4 Picasso e o sucesso de vendas do modelo C4 Pallas. 
    Participaro do encontro a diretora da Concessionria Citron Chamonix, Daniele Fernandes; o diretor de Desenvolvimento de Rede da Citron do Brasil, Domingos Boragina Neto; e o diretor da rea de Relaes Pblicas e Imprensa da Citron, Carlos Roberto da Costa.


     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 21, 2008

    Reajuste para o Ministrio Pblico. Primeira etapa superada. Comisso de Constituio e Justia da Assemblia Legislativa aprovou parecer de constitucionalidade com um reajuste mdio de 15,14%, reivindicado pelo MP mineiro. O reajuste previsto retroativo a 1 de janeiro deste ano. Projeto ser analisado agora, em primeiro turno, pela Comisso de Administrao Pblica.

    A Comisso de Constituio e Justia (CCJ) da Assemblia Legislativa de Minas Gerais aprovou, nesta quarta-feira (21/5/08), parecer pela constitucionalidade do projeto que estabelece reajuste mdio de 15,14% nos salrios dos servidores do Ministrio Pblico, a partir de 1/1/08.Com a aprovao do parecer, est pronto para ser analisado pela Comisso de Administrao Pblica, em 1 turno, o Projeto de Lei (PL) 1.979/08, da Procuradoria-Geral de Justia, que altera a tabela de vencimentos dos 1,8 mil servidores.
    Depois da Administrao Pblica, a proposio ainda ser apreciada pela Comisso de Fiscalizao Financeira e Oramentria antes de ir a Plenrio. A reunio da CCJ foi acompanhada por servidores do Ministrio Pblico.
    Mudana de jornada - O relator do projeto, deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), que preside a comisso, apresentou o substitutivo n 1. Ele incorpora o texto original e tambm uma proposta de substitutivo encaminhada pelo Ministrio Pblico. Dessa forma, alm do reajuste, o substitutivo n 1 determina que a jornada de trabalho no MP ser de 35 horas semanais - e no mais de 30 horas, como hoje.
    Mas prev que o servidor poder optar pela jornada de 30 horas desde que se manifeste, de forma expressa, em 60 dias da publicao da futura lei. Quem no fizer essa opo, ou seja, quem ficar na jornada de 35 horas, ter mais seis padres de vencimento. A diferena entre padres de 3,26%.
    Segundo informaes da Diretoria-Geral do Ministrio Pblico, hoje o oficial de 2 grau, com jornada de 30 horas semanais, tem um salrio inicial de R$ 1.492,80. Com o reajuste e a opo pela jornada de 30 horas, o salrio passar para R$ 1.752,82. Aplicada a jornada de 35 horas e o reajuste, o valor sobe para R$ 2.124,33.
    Outro exemplo: hoje, o tcnico (que passar a analista) de 3 grau, com jornada de 30 horas semanais, tem um salrio inicial de R$ 2.337,78. Com o reajuste e a opo pela jornada de 30 horas, o salrio passar para R$ 2.744,99. Aplicada a jornada de 35 horas e o reajuste, o valor sobe para R$ 3.272,66.
    Vale lembrar que, desde 2002, o servidor do Ministrio Pblico pode optar pela jornada de 40 horas, com mais dez padres de vencimento, desde que justificada pela convenincia do servio e interesse da Administrao. Dos 1,8 mil funcionrios, cerca de 1,2 mil j fazem a jornada de 40 horas.
    O projeto acaba com a opo pelas 40 horas, mas preserva os vencimentos com base no princpio da irredutibilidade salarial.
    Uma outra mudana importante do projeto diz respeito a multiplicadores aplicados na mudana dos padres. Hoje, cada padro de vencimento tem um ndice, que multiplicado pelo padro MP-01.
    O multiplicador nico foi abolido com o projeto, que agora estabelece o nmero de quatro multiplicadores, correspondentes aos seguintes reajustes: 11.05%, 13,76%, 15,51% e 17,42%. De acordo com a Diretoria-Geral do MP, o objetivo fazer com que as classes iniciais da carreira tenham reajustes maiores, a fim de evitar a evaso de servidores. O ltimo reajuste salarial para os funcionrios do Ministrio Pblico foi em 2006.

                                                                Relator faz balano do trabalho;
                                                                   deputados comentam projeto

    O relator do PL 1.979/08, deputado Dalmo Ribeiro Silva, destacou que o substitutivo apresentado fruto de vrias discusses entre ele, a Assessoria da CCJ e o Ministrio Pblico. Uma inovao do novo texto que o desenvolvimento na carreira, mediante promoo vertical, dever obedecer ao limite estabelecido em resoluo do procurador-geral de Justia.
    O relator destaca que quis deixar claro, no substitutivo, que esse desenvolvimento ser determinado conforme critrios que levem em conta o mrito funcional objetivamente apurado.
    O artigo 12 do substitutivo assegura ao servidor efetivo no exerccio de cargo em comisso, com padro de vencimento igual ou superior ao MP-71, o direito de optar pelo vencimento do cargo em comisso ou do cargo do qual titular, acrescido de 20% do vencimento do cargo em comisso. O relator lembra que essa uma prtica adotada pelos Poderes de Estado para valorizar o exerccio de cargos considerados de elevada responsabilidade.
    A opo beneficia os detentores dos cargos de Assessor Especial Administrativo e Financeiro, Assessor Administrativo do Procurador-Geral de Justia e Assessor de Gabinete, pertencentes ao Grupo de Assessoramento.
    O substitutivo n 1 promove, ainda, a adequao do projeto tcnica legislativa e a alterao dos quadros do Anexo IV da Lei 13.436, de 1999, que contm a tabela de escalonamento vertical de vencimentos dos servidores dos Quadros de Pessoal dos Servios Auxiliares do Ministrio Pblico. As alteraes consolidam, nos quadros, todos os novos padres e ndices de remunerao includos pelas Leis 14.323, de 2002, 16.180, de 2008, e tambm pelo projeto, bem como os novos multiplicadores.
    Deputados comentam - Tanto o deputado Dalmo Ribeiro Silva quanto os deputados Sargento Rodrigues (PDT) e Dlio Malheiros (PV) destacaram a importncia do projeto na valorizao do servidor do Ministrio Pblico. Rodrigues, Malheiros e o deputado Neider Moreira (PPS) fizeram crticas prtica de remeter para resolues e normas internas questes que deveriam estar explicitadas no texto da lei.
    "A Assemblia tem que ficar atenta e vigilante", opinou Sargento Rodrigues. Neider Moreira destacou que a Assemblia no deve abrir mo de suas prerrogativas, e Dlio Malheiros disse que questes como carreira e remunerao de cargos devem estar em lei, avaliando que o Ministrio Pblico, por ser fiscal das normas, deve aplic-las na integralidade.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 20, 2008

    Vov coruja. o executivo da VALE, Celso Castilho, presidente do Consrcio Capim Branco Energia e secretrio-executivo do Comit de Desenvolvimento Sustentvel da Baa de Ilha Grande no Rio de Janeiro.


    Celso Castilho feliz da vida com o nascimento da primeira netinha - PIETRA.
    A ele est entre dois grandes amigos
     - o presidente do SINDIFER em Minas,
    ex-ministro Paulino Ccero
     e Willer Ps, atual diretor de Meio Ambiente
    da Anglogold Ashanti para a Amrica Latina.
     CELSO
    est distribundo charutos aos amigos.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 20, 2008

    Nasceu PIETRA. A est o casal coruja - nossos amigos Ngila e Ricardo Castilho - ele executivo de relaoes institucionais da VALE em Minas. * Pietra nasceu s 20h38m - segunda-feira, dia 19 - pesando 2 quilos e 782 gramas e com 49 centmetros e meio. Vendendo sade. Parabns ao casal e aos avs paternos de PIETRA, Wildes e Celso Castilho.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 20, 2008

    Novo presidente do IBAMA de Minas - Roberto Messias Franco. A nomeao foi feita hoje pelo novo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc. A escolha agradou em cheio o diretor de Meio Ambiente da Anglogold Ashanti, Willer Ps. Roberto Messias - em poca direferentes - e Willer Ps j presidiram rgos de meio ambiente do governo de Minas. Roberto Messias foi o diretor regional do Ibama e agora chega - para orgulho de ns mineiros - ao cargo de presidente do rgo.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 20, 2008

    ARTIGO ESPECIAL. Foi enviada ao nosso BLOG DE NOTCIAS pelo consultor empresarial Wagner Gomes. Vale conferir!

     

    PATRUS ANANIAS. 
    O Fator Surpresa?

    Wagner Gomes

                                                  
     

    Na poltica, no existem movimentos espontneos. O que se observa, nas escaramuas tornadas pblicas, um jogo de bastidores que se transforma em um xadrez de grandes mestres.

    O Governador Jos Serra percebeu a engenharia poltica orquestrada em Minas (a aproximao do Governador com o Prefeito Fernando Pimentel), e contra-atacou costurando o apoio de Orestes Qurcia ao seu candidato "in pectoris" Gilberto Kassab em So Paulo, deixando irritado o candidato de seu partido, Geraldo Alckim, aliado natural de Acio Neves.

    Cada vez mais a sucesso poltica ganha contornos de um grande jogo, que agua os articulistas de planto e provoca a imaginao pblica ao instigar suas preferncias, em pesquisas dirigidas a forjar candidatos imbatveis. Mas uma coisa parece convergir na anlise dos acontecimentos polticos: O Presidente Lula e os Governadores Jos Serra e Acio Neves so, indubitavelmente, os principais jogadores no momento.

    No entanto, de maneira incipiente, dois novos jogadores - os Ministros Patrus Ananias e Dilma Rousseff -, podem emergir nesse cenrio, cada vez mais controlado pelo instinto poltico do Presidente.
    Diante do quadro que j est colocado, o maior novo jogador o Ministro Patrus Ananias, e a que sua oposio ao acordo poltico entre o Governador Acio Neves e o Prefeito Fernando Pimentel fica mais clara.

    Esse acordo s faz sentido se visar uma perspectiva de Pimentel e Acio caminharem juntos rumo ao Governo de Minas e do Brasil, em 2010.
    Porm, a dinmica poltica no pode alijar o voraz apetite do Presidente mais popular que o Brasil j teve, depois de Getlio Vargas e Juscelino
    Kubitschek, que se mostra muito atento a sua crescente popularidade, difcil de ser estancada com tantas e to boas notcias geradas pela economia em sua administrao.

    O fato que, tanto Acio Neves como Jos Serra j perceberam que a luta a ser travada agora, pois tero que encarar a rara oportunidade da ausncia de Lula em 2010 para viabilizarem o sonho da Presidncia.
    Os movimentos gerados pelos dois principais candidatos do PSDB deixaram fraturas expostas que extrapolam o PSDB e se irradiam aos componentes das alianas em andamento, com feridas cujas cicatrizaes, certamente, demandaro um pouco mais de tempo.

    A Ministra Dilma, pouco afeita vida poltica, embora j tenha demonstrado competncia como executiva do poder pblico, no consegue ser popular.

    J Patrus Ananias, membro da Academia Mineira de Letras, que se tornou o Deputado Federal mais votado da histria de Minas Gerais, tem forte apelo poltico.
    Integridade acima de qualquer suspeita, o Ministro do Desenvolvimento Social e Combate Fome pode, facilmente, com uma boa mdia e com o apoio do Presidente Lula, se tornar o Pai do Bolsa Famlia, com chances reais de se eleger atravs de um raciocnio bastante simplista: atualmente o programa beneficia onze milhes de famlias e, a partir deste ano, pretende incorporar a esse universo os adolescentes maiores de dezesseis anos.

    E olhe que o acordo selado em Minas poderia ser implodido se o Ministro Patrus assumisse a sua prpria candidatura. Ao se recolher, guardou-se para uma eleio bem mais importante.
    Lembram-se de que o Bolsa Famlia, antes que o Patrus assumisse o Ministrio, vivia nas manchetes, pejorativamente?

    Pois bem, ele ps o programa para andar e o tornou a vedete do atual Governo. Nada mais natural que ele se torne o herdeiro da popularidade de Lula em todo o Pas. E a igreja catlica que, ultimamente, anda to recolhida, teria nele, pela notria identidade de princpios, o seu melhor candidato.

    Quem sabe, na cabea do Presidente que tanto seduz, e ao mesmo tempo intimida os presidenciveis Acio Neves e Jos Serra, essa equao j no esteja montada, espera do momento adequado para se tornar pblica?

    Quem melhor guardaria a Presidncia da Repblica at o seu retorno em 2015, talve






                      Comentrios

    #1. Roberto M. - (robema@bol.com.br)
    Grande Wagner:

    Voc est se revelando um analista poltico dos melhores. E sua linha de raciocnio, alm da coerncia, fcil de assimilar. Continue a nos brindar com seus artigos. Quem sabe produzidos com uma bola de cristal?
    Abrao
    Matheus









    #2. Helosa Netto de Castro - (heloisanetto@terra.com.br)

    Wagner ---Excelente partida de Xadrez No h o que acrescentar Parabns
    Helosa
    #3. Jos Luiz Gomes Rlo - (grandaze@ig.com.br)
    Nobre amigo: No sabia de suas potencialidades como analista poltico. Carlos Chagas e Numane que se cuidem. Abraos
    Jos Luiz Gomes Rlo
    #4. Elder - (Email no informado)
    Wagner,
    Parabns pelo artigo.
    Como sempre brilhante.
    Um abrao.
    Elder.







    #5. Rawlinson - (rawlinso@uaigiga.com.br)
    Agora vemos melhor qual sua praia, primo.
    V em frente!

    #6. Andr - (andrersvp@hotmail.com)
    Prezado Wagner:
    Ao ler o seu artigo, me lembrei de um poema do Affonso Romano de SantAnna,
    que termina assim: "Algo j est em movimento e no h jeito de estancar. A isto uns chamam de sorte, azar ou destino. A isto os gregos chamavam de tragdia: Aquilo que foi posto em movimento com a ajuda dos Deuses e Deus algum pode alterar."
    Creio ser essa a ilao extraida de seu artigo. Tomara que assim seja.
    Abrao
    Andr







    #7. Vicente de Paulo Zica - (zicavicente@yahoo.com.br)
    Como sempre, suas percepes detm uma lgica inquestionvel. Se fosse para apostar, eu apostaria. Abrao. Zica
    #8. Mrio Alaor - (marioalaor@yahoo.com.br)
    Wagner,
    Sobre o seu artigo eu digo apenas o seguinte: No h controvrsia.(Embora eu tora contra). Parabns!
    Mrio Alaor.

    #9. Ricardo - (ricardorj7@hotmail.com)
    Wagner:
    Interessante notar que, diferentemente de tantos outros analistas que escrevem sobre a temtica poltica, voc costuma imprimir aos seus artigos um estilo que d sustentao ao que argumenta. O seu texto amparado por aspectos objetivos, que conquista a ns leitores, e lhe confere a necessria
    credibilidade,que caracteriza o articulista isento. No preciso concordar contigo, mas simplesmente acreditar que abordando vrios spectos, induz o leitor ao raciocnio e conclues prprias. Parabns. Algo de novo est surgindo atravs de voce.
    Ricardo






                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 20, 2008

    Para nossos leitores saudosos. A est O COLRIO desta tera-feira. Vem do porflio do meu amigo Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora. EM TEMPO: dia 7 de junho ele faz a megafesta "FEIJOADA DO CABELIN" no Espao La Rocca. Estarei l!


    Gisele Machida e seu ousado
    decote na noite do Privilge


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 19, 2008

    Morreu hoje, em Juiz de Fora, nosso velho amigo, Jos Maria Mota. Tinha 90 anos de idade. Na foto abaixo, Z Maria, nas comemoraes de suas 9 dcadas. O enterro, ser amanh, s 16 horas, em Juiz de Fora, onde Z Maria morava. Fica aqui nossos psames famlia Mota, pela perda do grande patriarca.

     


    VALE REMEMORAR
    A COMEMORAO DOS 90 ANOS
    do empresrio Z Maria Mota,
    em setembro de 2007.
    E que infelizmente morreu
    nesta segunda-feira.

    Religioso, ele mandou celebrar
    MISSA EM AO DE GRAAS.
    Z Maria estava feliz,
    sempre falante e simptico.

    ESTA A IMAGEM que fica desse homem de f,
    bom pai, correto empresrio, que teve uma longa vida,
    que infelizmente, se apagou hoje em Juiz de Fora.
    Ele cumpriu, e bem, sua trajetria pelo planeta.

     Deixa muita saudade e um exemplo:
    O GOSTO PELA VIDA,
    a AMIZADE,
    O CARINHO,
    A SIMPATIA
    com que tratava a todos.
     
    Que Deus o tenha!


    TNEL DO TEMPO:
    O empresrio Z Maria da Mota chega aos 90 anos em plena forma. O aniversrio foi comemorado, com churrasco e muita msica, em grande estilo num belo stio no bairro Aeroporto, em Juiz de Fora. Primeiro foi celebrada missa em Ao de Graas pelo padre Jos Vicente Milagres, amigo do aniversariante. Um vdeo preparado pela neta dele, Adriana Mota, que trabalha na UFJF, emocionou a todos. Arrancou lgrimas do aniversariante de 90 anos. Mostrou a trajetria de um empreendedor admirvel, que investiu no ramo de transportes e de txis. Nasceu em Ibitipoca, morou em Desterro do Melo e, h 50 anos morador da rua Joo Pinheiro no tradicional bairro Jardim Glria, em Juiz de Fora. Z Maria da Mota conheceu o presidente JK, de quem f. Trabalhou com seu caminho na construo de Braslia. Desejamos felicidades ao s Z Maria, um grande papo, uma simpatia. Que venham os 100 anos!







     



     
     



     








       Comentrios

    #1. Gilberto Fernandes - (g2.fer@hotmail.com)
    Caro primo, foi com grande pesar que receb atravs de seu blog, a noticia do falecimento do simptico, atencioso, corao enorme, o nosso querido compadre Z Maria, assim o chamvamos, pois era compadre de meu pai Grandiosissima figura ! Que sua alma descanse em paz,merecidamente conquistada; e, seus familiares sejam confortados pelo exemplo de vida que nos deixou. Um abrao

    Gilberto





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 19, 2008

    Lamentamos a morte nesta segunda-feira da sra. Irene Vasconcellos Novais - de 90 anos de idade - me do nosso amigo, o vice-prefeito de BH, Ronaldo Vasconcellos. Estivemos no meio da tarde no velrio no Cemitrio Parque da Colina. Nossos psames famlia.

    Faleceu hoje, aos 90 anos, a Sra. Irene Vasconcellos Novais, viva do Sr. Catulino Novais e me do Vice-Prefeito de Belo Horizonte, Dr. Ronaldo Vasconcellos. O corpo foi velado no Cemitrio Parque da Colina. O enterro foi s 17 horas. 
     
        







                       Comentrios

    #1. Willer Pos - (whpos@hotmail.com)
    Caros Ronaldo, Catulino, Aloisio e irmos.
    Fica aqui meu votos de pesar pelo falecimento de Vossa mae.
    Willer Pos - diretor de Meio Ambiente da Anglogold Ashanti.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 19, 2008

    PUBLICIDADE MINEIRA em ALTA!!!

    BIG Grandes Idias
    faz campanhas criativas
     para a Prefeitura de BH.
    O foco no CIDADO
    .
    Os vts podem ser assistidos
    no Youtube.


    SORRISO de quem faz - agora - o FUTURO.

    Os crebros que comandam a BIG Grandes IDIAS.
    Da esquerda para a direita:
     Ricardo Fantoni, Wagner Bennaton,
    Mrio Ribeiro, Paulo lvares e Roberto Bastianeto. 

    A BIG Grandes Idias criou duas novas campanhas para a Prefeitura de Belo Horizonte que apresentam um foco em comum: o cidado. Uma delas mostra a expanso do Vila Viva, o maior programa de urbanizao de vilas e favelas do pas.
    A outra celebra os 15 anos do Oramento Participativo na cidade, que em 2008 ir concluir a milsima obra.
    As criaes da BIG mostram como esses programas impactam a vida das pessoas e a importncia de cada um de ns para a continuidade das aes.
    Para ressaltar os benefcios do Vila Viva, programa reconhecido internacionalmente, nada melhor que algum que viu de perto as transformaes.
    O personagem principal da campanha  um garoto de 12 anos, morador do Aglomerado da Serra, que conta como o programa mudou sua vida e a de mais de 50 mil vizinhos.
    De uma maneira simples e sincera, Isaas narra como  diferente morar em um local com saneamento bsico, ruas asfaltadas, escolas, postos de sade e centros de lazer.
    Agora, o sero s o Isaas que ir comemorar os resultados do Vila Viva. O programa chegou a mais cinco aglomerados de Belo Horizonte: Vila So Jos, Morro das Pedras, Taquaril, Vila Califrnia e Pedreira Prado Lopes.
    A campanha do Oramento Participativo ressalta que ningum melhor que a populao para decidir o que a cidade precisa. Centros de sade, de lazer e de cultura, alm de muitas outras obras, foram construdos pela Prefeitura por deciso dos moradores. As peas tambm convocam a populao para participar das reunies do Oramento Participativo 2009/2010.
    As duas campanhas apresentam VT e spot de um minuto, anncios de jornal e revista, backbus e abrigo de nibus, alm de peas de apoio, como cartazes, folhetos, programao visual. 

         Confira os VTs no Youtube!!!

      Ficha Tcnica:
    Coordenao geral: Paulo lvares
    Direo de criao: Cadu Senna
    Redao: Murilo Antunes e Orlando de Souza
    Direo de arte: Renata Perim
    Apoio de direo de arte: Dudu Amaral e Alexander Oliveira
    Produo grfica: Dbora Domingos
    RTVC: Eduardo Murta
    Mdia: Vnia Soares
    Aprovao: Nereide Beiro e Fernando Pimentel
    Produo de vdeo: Quimera (Vila Viva) e Bemvinda Filmes (OP)
    Estdio: Aeromsica (Vila Viva) e Studio HP (OP)
    Fotos: Fernando Martins




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 19, 2008

    NOVIDADE em aparelhos modernos. Deu na Exame, deste ms, da qual sou assinante. Vale conferir!!!

                                                                              O Black Berry reage







    O mundo dos smartphones e celulares plenos de recursos imenso e a tendncia que cresa muito, tem muito prana a respirar  at que atinja o nirvana da tecnologia. Ta o 3G arrebentando a boca do balo e revirando todos os modelos novamente.A Vivo e a RIM - para quem no sabe, a abreviatura de Reasearch In Motion- lanam no Brasil o BlackBerry Pearl 8110.
    O modelo fica menos sisudo que os anteriores da marca, deixam de lado a pose de pockets corporativos  e trazem cores titanium e rosa claro, de olho no crescimento do pblico feminino na sua base de usurios.
    Entre as boas surpresas traz cmera e GPS integrado o que o torno compatvel com o servio navegador Vivo Co-Piloto.
    O servio Co-Piloto funciona por meio de uma mensalidade de 17,99 que inclui o trfego de dados e traa rotas com orientaes por voz e mapas, alm de pontos comerciais e tursticos com cobertura de 150 cidades.
    Ele baratssimo, partir de R$299,00 - desde que voc contrate um pacote de voz carssimo, o Vivo Escolha 650 e uma pacote ilimitado de dados.
    O hardware bom, cmera de 2MP que grava vdeos de at 240x180, vem com carto microSD de 1GB e slot externo para mais espao conforme a evoluo dos cartes e bons softwares para entretenimento. Permite a configurao de at 10 contas corporativas de email.
    Mais um na briga pelo smartphone ideal, mas a peleja mal comeou.





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 19, 2008

    OS 200 anos da Polcia Civil.

    HOJE, segunda-feira, 20 horas,
    plenrio da Assemblia de Minas. POLCIA CIVIL
    ser homenageada em Reunio Especial. Requerimento
    do deputado sargento Rodrigues, do PDT,
    presidente da Comisso de Segurana.
    Transmisso AO VIVO pela TVA.










    Chefe da Polcia Civil, delegado   Marco Antnio Monteiro.
    A requerimento do deputado Sargento Rodrigues (PDT), presidente da Comisso de Segurana Pblica da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, acontece, no prximo dia 19 de maio, uma Reunio Especial em comemorao aos 200 anos da Polcia Civil. O evento est marcado para s 20 horas, no Plenrio.
    De acordo com o parlamentar, a instituio, que completa dois sculos de fundao no dia 10 de maio, destaca-se pela preservao da ordem pblica e pela defesa das pessoas e do patrimnio. Hoje, a Polcia Civil de Minas Gerais est estruturada como um rgo autnomo da administrao direta, desde 2003,
    quando foi criado o Sistema Integrado de Defesa Social (SIDS), que rene as organizaes atuantes no campo da segurana pblica e defesa do cidado - a Secretaria de Defesa Social, formada pela Subsecretaria de Administrao Penitenciria, a Polcia Militar,
    Corpo de Bombeiros, Defensoria Pblica e a prpria Polcia Civil. O SIDS tem como finalidade a articulao das instituies de segurana visando o trabalho integrado, inclusive com outras organizaes pblicas e representaes da sociedade.
    O novo modelo de administrao da segurana pblica foi o marco inicial de um consistente processo de modernizao da Polcia Civil, fundado em planejamento estratgico, gesto participativa e valorizao de pessoas.
    Ainda segundo o requerimento que solicitou a homenagem, a mudana organizacional introduziu tambm uma nova concepo das atividades da Polcia Civil, divididas em trs nveis fundamentais: administrao superior, atividade logstica, entendida como as funes de apoio para execuo da atividade policial, e atividade finalstica, referente s funes estratgicas e tticas.
    "Sendo assim, oportuna a realizao da requerida Reunio Especial, que se revelar perfeita oportunidade para uma merecida homenagem", finaliza Rodrigues.
    Mais sobre a PC - Polcia Civil compete as funes de polcia judiciria e a apurao de infraes penais, exceto as militares, no Distrito Federal e em cada um dos Estados, realizando servios de investigao criminal equivalentes aos da Polcia Federal, com diferena apenas no mbito de atuao.
    No h hierarquia ou sobreposio entre a Polcia Civil e a Federal, e ambas atuam basicamente segundo a legislao penal e processual penal, que editada pela Cmara Federal e Senado. Enquanto a Polcia Federal est relacionada ao Ministrio da Justia, em quase todos os estados brasileiros a Polcia Civil est diretamente subordinada Secretaria de Segurana Pblica do Estado.
    A Polcia Civil de Minas Gerais responsvel tambm pelas atividades de medicina legal e criminalstica, bem como de processamento e arquivo de identificao civil e criminal. Integram ainda a instituio o Conselho Superior de Polcia Civil, presidido pelo Chefe da Polcia Civil, o Conselho Estadual de Trnsito - Cetran-MG e o Departamento de Trnsito - Datran-MG, que exerce as funes de registro e licenciamento de veculo automotor e habilitao de condutores, alm do planejamento, execuo e fiscalizao dos demais servios relativos ao trnsito.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Maio 18, 2008

    INDUSTRIAL DO ANO em Minas. o simptico empresrio SRGIO CAVALIERI. Ele recebeu a medalha durante concorrida solenidade da FIEMG na Serraria Souza Pinto, aqui em BH, que reuniu mais de duas mil pessoas - o PIB Industrial Mineiro e o presidente em exerccio, Z Alencar, presidente de honra da Fiemg. Srgio o primeiro, a na foto, contando da esquerda para a direita. Parabns ao inteligente e empreendedor empresrio Srgio Cavalieri, que passei a admirar - a partir das entrevistas que ele nos concedeu no programa da Fiemg "Economia e Negcios", que ficou no ar na Rede Minas, durante trs anos - at novembro do ano passado. Parabns Srgio!!!

                                              
                                               SRGIO CAVALIERI -1 na foto
    Presidente do Conselho de Administrao do Grupo Asamar/AleSat Combustveis S/A Nascido nos anos 50, em So Paulo, um dos representantes da terceira gerao que fundou o Grupo, h 75 anos, e que hoje detm ou tem participao em empresas de construo pesada, estrutura metlica, imveis, extrao de petrleo e distribuio de combustveis.

    Ainda jovem, mudou-se para Montes Claros, onde viveu por 18 anos, atuando como engenheiro na fbrica de cimento da famlia, a Matsulfor, chegando a diretor.

    Paralelamente, foi tambm professor de estatstica por sete anos na faculdade local, ocasio em que conheceu Berenice, com quem se casaria e teria teve os filhos Renata e Eduardo.

    Nos anos 90, a famlia decidiu pela venda da cimenteira e, no seu lugar, nasceu uma das maiores companhias distribuidoras de combustvel do pas, a Ale. Catlico praticante, do tipo que vai missa aos domingos, presidente da Associao de Dirigentes Cristos de Empresas ADCE.
    Tmido, contido, de voz grave e compassada, o Industrial do Ano , acima de tudo, um homem de planejamento.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Maio 18, 2008

    DE VOLTA a BH - depois de um giro pelos Estados Unidos - o simptico casal nosso amigo - Ktia/advogado Expedito Euzbio da Silva. Ontem noite, depois de desembarcar em So Paulo, na conexo para BH, Ktia e Expedito ligaram para minha mulher, a decoradora Cida Aamaral, que fazia aniversrio. Agradecemos o carinho e a gentileza. E este blogueiro ter boas estrias da viagem Terra do Tio Sam para publicar neste expao, sempre lido pelo dr. Expedito - um grande incentivador do nosso BLOG DE NOTCIAS.

     







        Comentrios

    #1. amarilio - (amarilio@barbacena.com.br)
    Prezado amigo Joo Carlos.
    Parabns pela belissma foto de nosso grande amigo Dr. Expedito e esposa. Aproveito aportunidade para juntamente com a Rosngela cumprimenta-la pelo aniversrio, desejando muita sade para que a mesma possa continuar partilhando de seu sucesso. Jamais esquecemos a maneira cordial com que formos recebido em sua residncia por ocasiao da passagem de ano. Estive com o computador desligado pois estava fazendo uma reforma no apartamento. Vamos estar juntos em Desterro do Melo para as inauguraes que o Ruy ir fazer?
    Abraos, Amarilio de Andrade, vereador do PSC de Barbacena.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Maio 18, 2008

    Duas mil pessoas lotaram a Serraria Souza Pinto na solenidade do "DIA DA INDSTRIA". Entre as personalidades presentes, o presidente em exerccio do Brasil, Z Alencar ( que agradou em cheio saindo do discurso formal,classificado por ele mesmo de burocrtico e at demaggico - como comentou com ele o empresrio Wallace Lima, que gostou da firmeza e das idias expressas pelo vice-presidente. E o vice-governador de Minas, professor Anastasia - que fez um discurso - de improviso - inteligente que prendeu a ateno da imensa platia formada - na maioria - pelo PIB Industrial mineiro. O Mrito Industrial foi concedido ao empresrio SRGIO CAVALIERI. Um dos empresrios mais cumprimentado durante o jantar-coq musical depois da solenidade, foi Aguinaldo Diniz Filho, presidente da ABIT. Anotamos ainda s presenas do empresrio Wallace Lima, da Marco XX Engenharia, que recebeu atenoespecial do vice-presidente e presidente em exerccio, Z Alencar; Luiz Custdio Cotta Martins presidente do Siamig/Sindacar; Carlos Carneiro Costa da Construtora Lder; deputado JooLeite, representando o presidente da Assemblia, Alberto Pinto Coelho;o secretrio de Desenvolvimento Econmico de Minas, Mrcio de Lacerda, pr-candidato do PSB - apoiado pelo prefeito Pimentel e o governador Acio Neves - prefeitura de BH;a deputada federal J Morais, pr-candidata do PC do B BH; o secretrio de governo de Minas, Danilo de Castro e o filho dele, deputado federal Rodrigo de Castro...

    A Serraria Souza Pinto, em Belo Horizonte, foi palco para a a noite de gala da indstria mineira, nesta sexta-feira, 16 de maio. Cerca de duas mil pessoas prestigiaram o Dia da Indstria, evento promovido h 50 anos pelo Sistema Fiemg para homenagear as personalidades do setor que se destacaram por suas aes, tanto no trabalho quanto nas comunidades em torno.
    Entre convidados e homenageados, o presidente em exerccio da Repblica, e presidente de honra da Fiemg, Jos Alencar Gomes da Silva; o vice-governador Antnio Augusto Anastasia, deputados e lderes empresariais.
    "
    Nos ltimos anos, a indstria de Minas Gerais tem crescido acima da mdia nacional, contribuindo para a elevao do PIB do Pas", sintetizou o presidente do Sistema Fiemg, Robson Braga de Andrade, referindo-se importncia do momento.
    Sustentabilidade foi o tema da festa neste ano. Na opinio do "Industrial do Ano", o empresrio Srgio Cavalieri (vide postos Ale), o tema "nos chama a ateno para o fato de que, alm de cuidarmos da ecologia, do aquecimento global, da extino de espcies, temos o dever de salvar a vida de milhes de pessoas, privadas de recursos elementares mais bsicos, como gua, comida e sade".
    Robson Andrade ressaltou que "a questo ambiental, que nos coloca diante do falso dilema de que crescimento econmico e preservao ambiental so objetivos antagnicos; no essa a percepo da indstria".
    O vice-governador Anastasia salientou a importncia histria da indstria como "o trao divisor entre a barbrie e a civilizao".
    Anastsia frisou, como exemplos desta inegvel importncia, que foi graas argcia da indstria naval que a Amrica foi descoberta; que, por conta da indstria aeroespacial, o homem atingiu o cosmo e, que, atravs do trabalho da indstria farmacutica, a vida tornou-se mais saudvel. "Nesse dia, todos ns, altaneiros e orgulhosos da nossa mineiridade, reconhecemos aqueles que, com seu labor, contriburam para melhorar o mundo", afirmou.
    O presidente em exerccio, Jos Alencar, encerrou os discursos da noite, externando convices polticas num misto de seriedade e bom humor. "Nenhum pas pode transigir com a apario de gargalos, e o binmio do crescimento composto de energia e transportes", disse. Atendo-se a um dos seus assuntos mais preferidos, Jos Alencar tocou na questo das taxas de juros, que, aps uma pausa calculada, preferiu chamar de "mercado de capitais", arrancando risos platia.
    "Com uma taxa bsica de juros em 11,25% ao ms, no h atividade produtiva capas de suportar", reforou o que vem dizendo sistematicamente. O presidente tambm advertiu: "O Brasil ainda um pas de subconsumo como um todo.
    O que ns precisamos estimular o crescimento da produo em todos os setores de atividades. Neste caso no precisamos ter medo de inflao porque a oferta de bens ser capaz de evitar qualquer tipo de inflao".
    Jos Alencar fez questo de saudar os agraciados no Dia da Indstria, qualificando-os como "empreendedores que produzem para o bem do estado e do pas".
    "O empresrio mineiro tem, de fato, feito a sua parte. H dois anos e meio, Minas Gerais vem crescendo acima da mdia nacional, numa demonstrao cabal da capacidade e criatividade dos nossos empresrios", reforou. Ao citar de scio e amigo de dcadas, Luiz de Paula (homenageado com a comenda de "Construtor do Progresso"), Jos Alencar se emocinou: "Luiz de Paula um autntico lder da indstria, da pecuria, da poesia, da msica, da literatura e, sobretudo, da fraternidade e da solidarieade".
     
     

                                               Dia da Indstria

    O Dia da Indstria foi institudo em 1957 pelo presidente Juscelino Kubitchek, atravs do Decreto n 40.983, tendo sido fixado o dia 25 de maio pelo Decreto n 43.769, de 21 de maio de 1958. No mesmo ano, a Confederao Nacional da Indstria (CNI) criou a Medalha do Mrito Industrial para homenagear industriais de destaque na cena nacional. A medalha n 1 foi entregue ao Presidente JK, pelo industrial Ldio Lunardi, presidente da CNI e da Fiemg.
    Em Minas, a comemorao teve incio em 1960, na gesto de Fbio de Arajo Motta frente da Fiemg. Naquele ano, foram condecorados os pioneiros da industrializao mineira, pessoalmente e atravs de suas famlias. Desde 1965, anualmente, no dia 25 de maio, ou em datas prximas, firmou-se a tradio da outorga da Medalha do Mrito Industrial no estado. Em 1976, foi institudo o ttulo de "Industrial do Ano", escolhido por Comisso designada pelo presidente da Fiemg.

                                                        
                                                   
    Industrial do Ano


                                         

                                         

                                         

                                         SRGIO CAVALIERI

    Presidente do Conselho de Administrao do Grupo Asamar/AleSat Combustveis S/A Nascido nos anos 50, em So Paulo, um dos representantes da terceira gerao que fundou o Grupo, h 75 anos, e que hoje detm ou tem participao em empresas de construo pesada, estrutura metlica, imveis, extrao de petrleo e distribuio de combustveis. Ainda jovem, mudou-se para Montes Claros, onde viveu por 18 anos, atuando como engenheiro na fbrica de cimento da famlia, a Matsulfor, chegando a diretor. Paralelamente, foi tambm professor de estatstica por sete anos na faculdade local, ocasio em que conheceu Berenice, com quem se casaria e teria teve os filhos Renata e Eduardo. Nos anos 90, a famlia decidiu pela venda da cimenteira e, no seu lugar, nasceu uma das maiores companhias distribuidoras de combustvel do pas, a Ale. Catlico praticante, do tipo que vai missa aos domingos, presidente da Associao de Dirigentes Cristos de Empresas ADCE. Tmido, contido, de voz grave e compassada, o Industrial do Ano , acima de tudo, um homem de planejamento.
     

                                              

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Maio 18, 2008

    FIEMG vai receber homenagem da Assemblia Legislativa de Minas. Ser dia 29, s 20 horas, no plenrio presidente JK, em BH. Com transmisso da solenidade AO VIVO pela TVA.

     Amrico Ren Giannetti, Alvimar Carneiro de Rezende e Euvaldo Lodi lideraram o grupo de industriais mineiros que criaram, em 12 de fevereiro de 1933, a primeira entidade de classe que reuniu empresrios da indstria do Estado, a Federao das Indstrias de Minas Gerais (Fiemg). Para homenagear os 75 anos da entidade, a Assemblia Legislativa de Minas Gerais vai promover uma Reunio Especial, na quinta-feira (29/5/08), s 20 horas, no Plenrio, a requerimento do deputado Doutor Viana (DEM).
    "A Fiemg, em seus 75 anos de atuao, est presente na maioria dos municpios de Minas Gerais, em lugares estratgicos, atendendo a demanda do empresariado local e contribuindo sobremaneira para o crescimento econmico e o desenvolvimento de nossa sociedade", afirma o parlamentar. O Sistema Fiemg constitudo por um conjunto de instituies articuladas para promover e estimular o desenvolvimento sustentado da indstria mineira. Sua estrutura tem cinco instituies como base: alm da Fiemg, o Centro Industrial e Empresarial de Minas Gerais (Ciemg), o Servio Social da Indstria (Sesi), o Servio Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e o Instituto Euvaldo Lodi (IEL), com unidades espalhadas por toda a Minas Gerais.
    A federao desenvolve um amplo programa de atividades, coerente com a misso de "aplicar conhecimento para o desenvolvimento sustentvel da indstria, contribuindo para o aumento e fortalecimento do associativismo, constituindo-se em uma organizao com foco em resultados". A entidade coloca disposio da indstria mineira assessoria e consultoria em reas como meio ambiente, tributria, capitalizao e financiamento, legislao trabalhista e comrcio exterior, alm de manter ncleos regionais criados com o objetivo de gerar oportunidades de negcios para a indstria.
    Entre as iniciativas, est o apoio de 11 regionais distribudas pelo Estado. Alm disso, por meio de parceria com o Governo do Estado, o Sistema Fiemg criou postos avanados do BDMG, do INDI, da Secretaria da Fazenda e da Secretaria do Meio Ambiente, "com o objetivo de ampliar os servios prestados indstria e disponibilizar solues integradas para as empresas de cada regio do Estado, incluindo os postos avanados do BNDES".


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Maio 18, 2008

    Amanh, segunda-feria, dia 19, a Praa Sete, centro de BH,ter uma manh dierente. L O DIA NACIONAL DA DEFENSORIA PBLICA ser comemorado com um MUTIRO. Cofrira!

    No dia 19 de maio, Dia Nacional da Defensoria Pblica, a Praa Sete, no centro da capital, ter uma manh diferente. Das 9h s 12 horas, defensores pblicos prestaro orientao jurdica comunidade nas reas cvel, criminal e famlia.  

    Esta iniciativa da Defensoria Pblica do Estado de Minas Gerais e da Associao dos Defensores Pblicos de Minas Gerais (Adep) integra a "Campanha Nacional de Valorizao da Defensoria Pblica".  

    Para o defensor pblico-geral em exerccio, Varlen Vidal, "o dia 19 de maio uma data de luta, que mostra a relevncia do servio prestado pela Defensoria Pblica ao cidado carente. O trabalho da DPMG tem o objetivo de resgatar a cidadania, um dos princpios fundamentais da Constituio da Repblica".  

    De acordo com o presidente da Adep, Eduardo Cyrino Generoso, "o mutiro de atendimento uma forma de demonstrar ao cidado que o acesso gratuito justia um direito dos necessitados, um dever do Estado e que a instituio responsvel por isso a Defensoria Pblica".

    Servio:

    Mutiro de orientao jurdica

    Data: 19 de maio- segunda-feira

    Horrio: 9h s 12h

    Local: Praa Sete

    Quarteiro da Rua Rio de Janeiro com Tamios

    Leandra Valadares
    Assessora de Comunicao
    Defensoria Pblica do Estado de Minas Gerais- DPMG
    Tel: (31) 3349-9642
    email:
    comunicacao@defensoriapublica.mg.gov.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Maio 18, 2008

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Fto vem do site barbacenaonline, coluna domeu amigo o radialista Z Antonio Lopes.








    O diretor geral dos correios em Minas, Fernando Miranda Gonalves,
    com sua namorada Fernanda


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Maio 17, 2008

    Aniversariando hoje, dia 18, a decoradora Cida Amaral, minha mulher. Desejo a ela toda a felicidade do mundo. Agradeo direo da Tecnitur a mensagem enviada ao nosso Blog. Na foto abaixo: a decoradora Cida Amaral - a aniversariante deste dia 18 - este blogueiro, nossa filha Natlia e o namorado dela Joo Hugo.


    Maria Aparecida de Carvalho,














         Comentrios

    #1. Kak Guilhermino - (lamg@terra.com.br)
    Camarada Joo Carlos, quero deixar aqui meu abrao para a nossa queridssima Cida (para mim Zizinha) pelo seu niver. Muita sade, paz e felicidade que no s ela como para toda essa famlia que bem merece.
    #2. MARCOS E TERESA - (MAFTHOUSE@GMAIL.COM)
    JOO CARLOS, LEVE UM ABRAO MEU E DA TET PARA APARECIDA PELO SEU ANIVERSRIO. PARABNS A TODOS VOCS!
    MARCOS
    #3. Jose Aparecido Ribeiro - (jaribeirobh@gmail.com)
    Joo,
    D por ns, eu e Clo, o nosso abrao a grande figura humana e amiga Aparecida, minha xar que sem dvida uma grande companheira sua.
    Cida com o seu jeito calmo e observador sabe de tudo e mais do que isso consegue perceber e agir sem fazer barulho, sendo um grande exemplo de fiel da balana. Que voces dois possam ser felizes nesta dificil tarefa de conviver bem e em harmonia em tempos difceis como os nossos.
    um abrao
    Z e Clo


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Maio 17, 2008

    Em primeirssima mo!!! Minas ser prestigiada pelos CORREIOS. Duas diretorias NACIONAIS sero deslocadas de Brasla par BH - a de COMPRAS e A FINANCEIRA.

    A deciso revelada - com exclusividade - para nosso BLOG DE NOTCIAS agrada em cheio, ns mineiros. Isto porque prestigia o Estado, de onde tem saido vrias diretorias de grandes conglomerados empresariais e financeiros, deixando aqui apenas gerncias, totalmente dependentes das matrizes, a maioria localizadas em So Paulo.
    A vinda para BH das duas diretorias dos Correios - diga-se de passagem, duas grandes e estratgicas diretorias - a de finanas e de compras, demonstra o prestgio do ministro Hlio Costa e seu carinho com o nosso-dele  Estado.
    Mostra ainda o reconhecimento pelo eficiente trabalho que o diretor regional dos Coreeios em Minas, Fernando Miranda, vem fazendo frente dos Correios em todo o Estado. E mais - todos setores dos Correios em Minas, hoje espalhados por sete prdios - ficaram num nico prdio. Aquele, sem acabamento, que fica nas esquina de Rio de Janeiro com av. do Contorno, perto da Estao Ferroviria. As negociaes para a aquisio do prdio pelo Fundo de Penso dos Correios, esto bem avanadas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 16, 2008

    Minas tem tradio de oferecer bons vices. Vejam os casos de Aureliano Chaves, Pedro Aleixo, Itamar Franco e agora o nosso vice-presidente Z Alencar. No Estado, o vice que desponta pela competencia administrativa e sensiblidade poltica, o professor Anastasia, brao direito do governador Acio Neves.



    E agora,nos meios polticos surge mais um perfil talhado para ser candidato a vice na corrida pelo Palcio da Liberdade em 2010 - o deputado federal Nrcio Rodrigues, presidente do PSDB mineiro. Tem timo trnsito com o governador Acio Neves e com o senador Hlio Costa, segundo fontes que ouvimos nos bastidores. Fica o registro para conferir quando chegar a hora, daqui h dois anos.







      Comentrios

    #1. Rodrigo - (Email no informado)
    Deputado Narcio Rodrigues realmente ser um bom nome para ocupar cargo Executivo em Minas Gerais. A viso empreendedora dele absolutamente fantstica. O estado ganhar muito com isso!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 16, 2008

    Paulo Safady Simio, presidente da Cmara Brasileira da Indstria da Construo vai receber medalha Conselheiros Christiano Otoni, dia 21 aqui em BH. Solenidade ser no Auditrio da Reitoria da UFMG na Pampulha, s 18 horas.Indicao do governador Acio Neves.

    O engenheiro mineiro e presidente da Cmara Brasileira da Indstria da
    Construo (CBIC), Paulo Safady Simo, receber no prximo dia 21, em Belo
    Horizonte, a Medalha Conselheiro Christiano Ottoni, instituda pelo Governo
    do Estado de Minas Gerais. A indicao, assinada pelo governador Acio
    Neves, foi publicada ontem, dia 15, no Minas Gerais, rgo de comunicao
    oficial do governo mineiro.
    Desde 1965, a comenda entregue por ocasio do aniversrio da Escola de
    Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais, sempre no dia 21 de
    maio, a apenas um ex-aluno de destaque no setor da Engenharia e Transportes.
    Na ocasio, quando a Escola completar 97 anos, tambm sero homenageadas as
    turmas que completam Jubileu de Prata (25 anos), de Ouro (50 anos) e de
    Diamante (60 anos) de formadas naquela escola, alm de professores e
    funcionrios aposentados.
    O Conselho Permanente responsvel pela indicao do engenheiro destaque
    composto pelo secretrio de Estado de Transportes e Obras Pblicas (Fuad
    Jorge Noman Filho); diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do
    Estado de Minas Gerais (Jos Elcio Santos Monteze); diretor da Escola de
    Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais (professor Fernando
    Amorim de Paula); um representante da Sociedade Mineira de Engenheiros
    (presidente Mrcio Damzio Trindade); um representante da Associao de
    Ex-Alunos da Escola de Engenharia da UFMG (Trcio Primo Belm Barbosa); e o
    assessor do Cerimonial da Secretaria de Estado de Governo, que o
    Secretrio Executivo do Conselho (jornalista Manoel Guedes).
    Dentre as personalidades que j receberam a Medalha, destacam-se: Eliseu
    Rezende (1965), Jos Mendes Jnior (1970), Amaro Lanari Jnior (1972) Joo
    Camilo Pena (1979), Paulo Gaetani (1982), Gabriel Donato de Andrade (1987),
    Vicente Falconi (1994), Celso de Mello Azevedo (1995), Trcio Primo Belm
    Barbosa (1997), Walfrido dos Mares Guia (2005), dentre outros.
    A solenidade de outorga da comenda acontecer no Auditrio da Reitoria da
    UFMG, no Campus Pampulha, em Belo Horizonte, a partir das 18 horas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 15, 2008

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PAVRAS. A secretria de Estado de Turismo de Minas, rika Drumond, recebeu o prefeito Ruy Fernandes, de Desterro do Mello - municpio que fica a 200 kms de Bh e 32 de Barbacena no Caminho do Meio da ESTRADA REAL - e o deputado estadula do PV, Agostinho Patrus Filho. Na conversa o foco foi a VIA VERDE - o maior projeto turstico do prefeito Ruy Fernandes.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 15, 2008

    GRUPO LDER recebe homenagem da Assemblia de Minas pelos seus 50 anos. Da esquerda para a direita, o momento histrico, em que o presidente da Assemblia, Alberto Pinto Coelho e o deputado Dalmo Ribeiro - autor da homenagem - entrega ao fundador do GRUPO LDER, Z Brz (atual prefeito de Muria e ao seu filho deputado estadual Braulio Brs, a placa comemorativa no plenrio presidente JK na ALMG, em Belo Horizonte. Parabns!!!



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 15, 2008

    Assemblia de Minas homenageia o GRUPO LDER de Muria na Zona da Mata. O grupo foi criado h 50 anos pelo empresrio Z Brs, prefeito de Muria, pai do tambm empresrio, Braulio Brs, deputado estadual do PTB. O GRUPO LDER mexe com concessionrias de automveis e transportes em Minas, Rio de Janeiro e Esprito Santo. Todas de grande porte. Em BH, o Grupo Lder tem a RECREIO e a LDER. A homegem foi feita pelo deputado Dalmo Ribeiro Silva, do PSDB. A reunio especial presidida pelo deputado Alberto Pinto Coelho, do PP, presidente do Parlamento Mineiro.

                                                "O Grupo Lder tem como smbolo uma guia,
                                                 com potencial para voar mais alto e mais longe".

    Essa foi uma das frases utilizadas pelo presidente da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), para destacar a viso empreendedora e a ousadia do Grupo Lder de Muria. O conglomerado, que completou 50 anos, foi homenageado nesta segunda-feira (12/5/08) em Reunio Especial no Plenrio.
    O presidente da ALMG ressaltou que o grupo, criado em 1957 por Jos Braz, tem sua histria marcada pelo crescimento constante, mesmo em pocas de turbulncia, e pela gesto familiar. Segundo Alberto Pinto Coelho, a vocao solidria de trs geraes responsvel pelo sucesso do Grupo Lder, no qual filhos, genros e netos de Jos Braz vm sendo treinados na gesto dia aps dia.
    Tambm o deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), autor do requerimento pela homenagem, abriu seu discurso repetindo o slogan do grupo, gravado na placa comemorativa entregue ao presidente Jos Braz: "planando, traando rotas sobre o mar, montanhas e cidades, na busca de um ideal. Tal como uma guia, esse o Grupo Lder".
    Rodovirio Lder - Dalmo lembrou que a primeira empresa do grupo - o Rodovirio Lder - foi fundada em Muria (Zona da Mata) em 1957, e era focada no transporte de leite e cargas frigorficas. J em 1967, o empresrio adquiriu sua primeira revenda de automveis da marca Chevrolet. Os 31 anos seguintes, acrescentou o deputado, foram de vertiginoso crescimento, com a expanso do Grupo Lder para outras cidades de Minas e para os Estados do Rio de Janeiro e Esprito Santo.
    "Hoje so 4.500 funcionrios, distribudos em 84 empresas", valorizou o parlamentar. Aps seu discurso, Dalmo anunciou a homenagem que faria, atravs de sua mulher, Dalvinha, esposa de Jos Braz, Ldia Tanus Braz, com a entrega de um buqu de flores.

                                                                              Gesto familiar
                                                                              marca trajetria
                                                                              do conglomerado

    Agradecendo a homenagem prestada pela ALMG, o deputado Brulio Braz (PTB), que filho de Jos Braz e executivo do Grupo Lder, frisou que a trajetria do conglomerado est interligada da famlia. Jos Braz, afirmou o deputado, era de origem humilde e desde cedo trabalhou. Na juventude, no teve oportunidade de cursar a faculdade, mas "diplomou-se com mrito na escola da vida", disse Brulio Braz. Com 22 anos, casou-se com Dona Ldia, com quem teve trs filhos: o prprio Brulio, Adlia e Gilberto.
    A partir da, de acordo com Brulio Braz, seu pai comeou a sonhar mais alto e comprou seu primeiro caminho em 1949. "Fazia fretes em estradas sem asfalto, levava sua marmita e dormia no caminho. Com todo esse sacrifcio, conseguiu comprar seu segundo veculo", registrou o deputado. Depois de enumerar os fatos da histria empresarial do pai, Brulio enfatizou o coroamento dessa trajetria com a eleio de Jos Braz para prefeito de sua terra natal, Muria, em 2005.
    Contribuio - Representando o governador Acio Neves, o secretrio de Estado de Desenvolvimento Regional e Poltica Urbana, Dilzon Melo, disse que o Grupo Lder oferece uma grande contribuio ao desenvolvimento de Minas. E transmitiu o recado dado por Acio: "parabns a Jos Braz e seu filho Brulio pelos grandes cidados, homens pblicos e empresrios que so e que honram Minas Gerais".
    Tambm na reunio, foi apresentado um vdeo institucional sobre o Grupo Lder. O subtenente da Polcia Militar e saxofonista Roberto Oliveira executou dois nmeros, o Hino Nacional e a cano Amigos para sempre.
    Presenas - Tambm participaram da reunio: o secretrio de Estado de Agricultura, Pecuria e Abastecimento, Gilman Viana Rodrigues; o desembargador Isalino Lisboa, representando o Tribunal de Justia de Minas Gerais; o cnsul do Marrocos, Jos Alcino Bicalho; e o deputado federal Luiz Fernando Faria (PP-MG), o jornalista Paulo Csar de Oliveira, diretor da Revista Encontro, o presidente da Copasa, Mrcio Nunes.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 15, 2008

    O empresrio MAURLIO BIAGI FILHO vai receber, amanh, o "MRITO INDUSTRIAL". A solenidade do Dia da Indstrial, ser na Serraria Souiza Pinto, aqui em BH. Maurlio Biagie Filho conselheiro da Associao das Indstrias de Acar e lcool e dirigente das Usinas Frutal e Itapagipe, que fica no Tringulo Mineiro.


    SETOR DE ACAR E LCOOL
    HOMENAGEADO
    NO DIA DA INDSTRIA
    EM MINAS GERAIS


    O Conselheiro da Associao das Indstrias de Acar e lcool (AIAA) e dirigente das Usinas Frutal e Itapagipe (localizadas no Tringulo Mineiro), Maurlio Biagi Filho, ser o homenageado do Setor Sucroalcooleiro no Dia da Indstria 2008, com o "Mrito Industrial".
    A solenidade promovida pela Federao das Indstrias de Minas Gerais (Fiemg) e ocorre amanh (16/05) a partir das 20 horas, na Serraria Souza Pinto (
    avenida Assis Chateaubriand, 809), em Belo Horizonte.
    O empresrio Maurilio Biagi Filho paulista do Grupo Maubisa e iniciou as atividades em Minas Gerais no ano de 2006, com a inaugurao da Usina Itapagipe (na cidade de mesmo nome) e moagem em torno de 800 mil toneladas, no ano passado j moeu em cerca de 1,4 milho de tonelada de cana.
    A Usina Frutal (na cidade de mesmo nome) foi inaugurada no ano passado com uma moagem em torno de 400 mil toneladas. As duas unidades produzem acar e lcool.
    O Dia da Indstria 2008 presta homenagem s pessoas que se destacaram em 2008 com o
    ttulo de "Industrial do Ano", "Construtor do Progresso" e "Mrito Industrial".
    "Mrito Industrial".
    A solenidade promovida pela Federao das Indstrias de Minas Gerais (Fiemg) e ocorre amanh (16/05) a partir das 20 horas, na Serraria Souza Pinto (
    avenida Assis Chateaubriand, 809), em Belo Horizonte.
    O empresrio Maurilio Biagi Filho paulista do Grupo Maubisa e iniciou as atividades em Minas Gerais no ano de 2006, com a inaugurao da Usina Itapagipe (na cidade de mesmo nome) e moagem em torno de 800 mil toneladas, no ano passado j moeu em cerca de 1,4 milho de tonelada de cana.
    A Usina Frutal (na cidade de mesmo nome) foi inaugurada no ano passado com uma moagem em torno de 400 mil toneladas. As duas unidades produzem acar e lcool.
    O Dia da Indstria 2008 presta homenagem s pessoas que se destacaram em 2008 com o
    ttulo de "Industrial do Ano", "Construtor do Progresso" e "Mrito Industrial".

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 15, 2008

    Vice Z Alencar vai FESTA NACIONAL do MILHO em Patos de Minas no Alto Paranaba. De 22 de maio a 01 de junho.












                             PDF Imprimir E-mail




    O Vice-presidente da Repblica, Jos Alencar, confirmou presena na Festa Nacional do Milho (Fenamilho) durante visita convite do Deputado Federal Paulo Piau (PMDB-MG) e da comitiva da festa, composta pelo prefeito de Patos de Minas, Antnio do Valle Ramos; do presidente do Sindicato Rural de Patos, Evaristo Jos Caixeta; sua esposa Cludia e a rainha Nacional do Milho de 2007, Amanda Thas de Oliveira.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 15, 2008

    Vem a o Instituto Brasileiro de Museus. Iniciativa do deputado federal Z Fernando, do PV. Ele presidente da Frente Parlamentar da Cultura.

                                                               
                                                A criao do Instituto Brasileiro de Museus
                                                         foi reivindicada por Jos Fernando
                                                em audincia pblica na Cmara hoje em Braslia.

     
    Em comemorao ao dia Internacional e 6 Semana de Museus, a Comisso de Educao e Cultura (CEC) realizou hoje (15), pela manh, audincia pblica para apresentar os 24 premiados do Edital "Mais Museus" e homenagear os agraciados pelo Prmio Darcy Ribeiro. O Deputado Federal e Presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Cultura, Jos Fernando Aparecido de Oliveira, comps a mesa do evento. Esta uma das realizaes do Ano Ibero-Americano de Museus.
    Na oportunidade, Jos Fernando destacou a atuao do Ministrio como uma poltica "vitoriosa" para a rea, porm , ressaltou a importncia da aprovao do projeto que cria o Instituto Brasileiro de Museus, lembrando o papel do Governo Executivo no momento: - " preciso enviar esta proposta ao Ministrio do Planejamento para apreciao rpida, para que seja implementada urgentemente", disse o deputado, que foi aplaudido em sua fala.
    Segundo o parlamentar, a Frente da Cultura trabalha pela criao do Instituto, tendo uma srie de reunies agendadas para tratar do tema com ministros e parlamentares.
    O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) -um dos componentes da mesa, juntamente aos representantes do Ministrio da Cultura, do Departamento de Museus do Instituto de Patrimnio Histrico e Artstico Nacional (Iphan) e da Unesco- afirmou que trabalhar pelo parecer favorvel ao tema no Senado.
    O Edital visa apoiar a criao de museus em cidades com at 50 mil habitantes, que no possuem instituio museolgica. O Prmio Darcy Ribeiro prestigia as melhores prticas de educao em Museus.

    Minas Gerais em cena
    As prefeituras das cidades mineiras de Machacalis, Santana do Manhuau e Pains foram contempladas pelo programa "Mais Museus". J o Museu Ablio Barreto, de Belo Horizonte, recebeu o 1 lugar do Prmio que tambm destinou Meno Honrosa ao Instituto Cultural Inhotim e a Casa de Cultura Nair Mendes Moreira, de Contagem.
    Fonte: Assessoria de Imprensa em Braslia

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 15, 2008

    Sugesto de hotel fazenda para descanso. Hotel Fazenda Caminho Novo. Fica 200 kms de BH e 36 kms de Barbacena. A sugesto foi enviada ao nosso BLOG DE NOTCIAS pelo colunista Idinando Borges do barbacenaonline. Vale conferir!


    "Na paz total como a vida deve ser." 
    a promoo
     do Hotel Fazenda Caminho Novo

    Para quem gosta de sossego, paz e a natureza como cenrio e a tradicional comida mineira produtos da prpria fazenda, no Hotel Fazenda Caminho Novo. Na promoo do feriado de Corpus Christi de 21 a 25 de maio, o novo gerente Divino de Oliveira mostra talento e desenvoltura.

    Situado a 200 quilmetros de Belo Horizonte, 116 de Juiz de Fora e 36 de Barbacena, o Hotel Estncia Caminho Novo recebe seus hospedes com muito carinho e descontrao em suas 18 sutes, lazer campestre e a boa comida mineira. A promoo Corpus Christi com entrada no dia 21 de maio a partir das 16 horas e vai at dia 25 s 14 horas. No pacote est includo: trs refeies (caf da manh, almoo, um caldo e uma massa noite), passeios por trilhas naturais e cachoeiras, cavalgadas e passeio com charrete, passeios ecolgicos, de barco, canoa ou pedalinho, leite ao p da vaca e lago para pesca. A previso do tempo de sol claro durante o dia e noite o frio da montanha, bem caracterstico da regio. Criana at 05 anos cortesia do hotel. Maiores informaes pelo telefone (32) 3799.3279. Conhea mais pelo site www.hotelfazeacaminhonovo.com.br



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 15, 2008

    Deu na Tribuna de Minas de Juiz de Fora. Vale conferir. O ex-presidente Itamar Franco deixa o governo do Estado. Ele era presidente do Conselho de Administrao do BDMG.

                                       Imagem:ItamarFranco.jpg                                         
    Um dia aps o governador Acio Neves (PSDB) anunciar a instalao de um entreposto aduaneiro da Zona Franca de Manaus em Uberlndia, o ex-presidente Itamar Franco (sem partido) decidiu deixar a presidncia do Conselho de Administrao do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).
    Em telegrama enviado ao governador na manh de ontem, Itamar citou o "grande desconforto pela perda de Juiz de Fora de entreposto aduaneiro" e alegou que, "nossa comunidade, mais uma vez, se ressentir" (veja grfico). A mensagem termina com o pedido de afastamento do BDMG. "Tambm com muito respeito, peo V.Exa (Acio) indicar at 30 de junho minha substituio na presidncia do Conselho do BDMG".
    Em nota divulgada no incio da noite, o governador disse que ainda no conhecia o teor do telegrama e renovou a considerao e estima pelo ex-presidente. "As informaes que eu tenho at agora so apenas por meio da imprensa. E quero reiterar meu apreo pelo presidente Itamar Franco".
    Em seu afastamento do Governo de Minas, o ex-presidente no escondeu o desprestgio do municpio na atual gesto Acio. Na ltima tera-feira, em conversa com a Tribuna, Itamar havia reclamado da postura do governador em relao a Juiz de Fora. " preciso deixar claro, at para o governador, que Juiz de Fora no um pontinho no mapa".
    Na ocasio, ele tambm lamentou a ausncia de lideranas locais nos cenrios nacional e estadual. "Juiz de Fora perdeu a voz e j no mais ouvida". Para os ex-presidente, o descaso com o Aeroporto Regional da Zona da Mata o principal sintoma do desprestgio local.
    "Estou cansado de lutar pelo aeroporto. J joguei a toalha".
    A deciso de Itamar causou novo alvoroo no quadro poltico local. A movimentao do ex-presidente vista pelas lideranas locais como um distanciamento do ninho tucano, o que o deixaria vontade para apoiar candidaturas no ligadas ao Palcio da Liberdade.
    No PSDB, a quarta-feira foi de intensa inquietao. Caciques do partido revelaram que o prprio Acio tentaria contornar a situao. Os tucanos tambm buscaram antecipar o impacto da deciso no contexto sucessrio municipal.
    O receio maior era de que Itamar retomasse a proximidade com o PMDB, ou seja, com o ex-prefeito Tarcsio Delgado (PMDB). No final do dia, a nica certeza era de que, se ningum sabia para onde o ex-presidente caminharia, possivelmente no seria mais ao lado do PSDB.
    Busca por alternativa
    A perda do entreposto tambm lamentada pela Regional Zona da Mata da Fiemg, que batalhava h um ano e meio pelo projeto, ao lado de Itamar Franco.
    Segundo o presidente da entidade, Francisco Campolina, a criao do entreposto e a viabilizao das operaes no Aeroporto Regional da Zona da Mata garantiriam o desenvolvimento da regio, em funo da movimentao dos setores de transporte, hotis, restaurantes e do recolhimento de impostos.
    "Perdemos isso, mas foi somente uma batalha. Ainda vamos chegar l." O presidente da Associao Comercial, Alosio Vasconcellos, considerou como lamentvel a deciso do Governo de Minas. "A indignao muito grande ao saber que fomos preteridos mais um vez pelo Governo".
    Hoje, Campolina entregar ao secretrio de estado de Desenvolvimento Econmico, Mrcio Lacerda, seu projeto para implementao de um Parceria Pblico Privada (PPP) no aeroporto.
    A proposta que o estado ceda a administrao do local ao grupo Multiterminais Alfandegrios do Brasil, que hoje gere, entre outros, o Porto Seco de Juiz de Fora. Pelo projeto, a Infraero deixa o Regional, e a Multiterminais se comprometeria a colocar o aeroporto em funcionamento, para transporte de cargas, em 90 dias.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 15, 2008

    GRUPO LDER DE MURIA faz 50 anos e recebe homeangem do Parlamento Mineiro. O presidente da Assemblia de Minas, Alberto Pinto Coelho e Dalmo Ribeiro Silva ( autor da homenagem ), entregaram placa comeorativa aos diretores da LDER, o empresrio Jos Braz, prefeito de Muria, na Zona da Mata, a ao seu filho, o tambm empresrio e deputado estadual do PTB, Braulio Braz. Parabns ao nosso amigo Braulio e toda a diretoria e funcionrios da Lder. A empresa, que faz 50 anos tem em BH as concessionrias RECREIO da Volks e a Lder da Chevrolet. Fica o registo e as fotos da Reunio Especial no plenrio da ALMG, QUE VALEM POR MIL PALAVRAS.

     





    :
     





    :
      



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 15, 2008

    Apelo do governo Acio Neves populao mineira. Disque Direitos Humanos 0800-31-1119.











    Governo lana campanha
    Proteja Nossas Crianas

     











    Osvaldo Afonso/Secom MG
     

    O Governo de Minas apresentou, nesta quarta-feira (14), os filmes que sero veiculados pelas emissoras de televiso em todo o Estado, a partir desta quinta-feira (15), convocando a sociedade a denunciar casos de violncia domstica e explorao sexual de crianas e adolescentes. Os filmes integram a campanha Proteja Nossas Crianas que, em parceria com os principais veculos de comunicao do Estado, pretende mobilizar a populao mineira a denunciar casos de violncia por meio do Disque Direitos Humanos (0800-31-1119).
     A campanha a maior iniciativa j realizada no pas de combate violncia e explorao sexual de crianas e adolescentes. Desenvolvida pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedese) em parceria com o Servio Voluntrio de Assistncia Social (Servas) e o Conselho Estadual dos Direitos da Criana e do Adolescente (CEDCA), ocorrer em parceria com as polcias Civil e Militar, Polcia Rodoviria Federal, Ministrio Pblico, Juizados da Infncia e Conselho Tutelares Municipais. Entre as principais aes da campanha est o envolvimento dos donos dos postos de gasolina, hotis e motis situados ao longo das rodovias federais e estaduais onde esto maior quantidade de pontos vulnerveis explorao sexual de crianas e adolescentes no pas.
     O objetivo mobilizar a sociedade para conscientizarmos sobre a gravidade desse problema e para que cada cidado nos ajude, informando ao Disque Direitos Humanos da ocorrncia de violncia e de explorao sexual de crianas e adolescentes. Alm da campanha, vamos colocar placas nas estradas conscientizando as pessoas a denunciar todas as formas de explorao sexual. Vamos divulgar tambm, atravs de panfletos, o telefone do Disque Recursos Humanos e, mais uma vez, estimular a participao nessa luta que tem que ser coletiva, que tem que ser de toda a sociedade, afirmou o secretrio de Estado de Desenvolvimento Social, Custdio Mattos, em entrevista.
    O governador Acio Neves far o lanamento oficial da campanha Proteja Nossas Crianas, nesta quinta-feira, s 10h, no Posto Chefo, localizado s margens da BR-040, prximo a Belo Horizonte. A campanha ter a parceria de cerca de 20 entidades civis que assinaro a Carta de Minas comprometendo-se a unir esforos na luta contra o abuso e a explorao sexual de crianas e adolescentes. 
    Pela primeira vez, sero afixadas placas ao longo de rodovias federais no Estado informando o nmero do telefone para denncias. garantido o sigilo para o denunciante que receber um nmero de identificao do registro para acompanhar o andamento da investigao do caso. O horrio de funcionamento do Disque Direitos Humanos ser de 8h s 22h. As polcias Civil e Militar, Ministrio Pblico e Conselhos Tutelares sero acionados imediatamente ao telefonema. 
     Vamos comunicar o Ministrio Pblico e a autoridade policial para imediatamente fazer a represso sendo que fica muito difcil para ns, como poder pblico isoladamente, tomarmos conhecimento de tudo o que ocorre em um estado nas dimenses de Minas Gerais. H um sistema automtico no escritrio do Disque Direitos Humanos todo informatizado e automaticamente ele comunica ao Ministrio Pblico, autoridade policial e ao conselho tutelar a ocorrncia do problema. Ns vamos fazer uma rede em relao a isso para que a polcia intervenha imediatamente e que todas as aes repreensivas e punitivas depois sejam tomadas tambm pelo Ministrio Pblico, disse o secretrio.
    Minas Gerais apontado como o estado com maior quantidade de pontos considerados vulnerveis explorao sexual de crianas e adolescentes nas estradas federais, de acordo com o levantamento da Policia Rodoviria Federal e da Organizao Internacional do Trabalho (OIT), em razo de ser o Estado com maior quilometragem da malha federal (14.158 km). 
     Se comparados o nmero de pontos vulnerveis malha de rodovias federais, o Distrito Federal lidera com um ponto a cada 5 Km de rodovia federal, seguido Rio Grande do Norte, com um ponto a cada 12 Km; So Paulo, com um ponto a cada 15 Km;  Paraba, com um ponto a cada 25 Km; Mato Grosso do Sul, com um ponto a cada 28 Km; Rio Grande do Sul, com um ponto a cada 30 Km; Gois, com um ponto a cada 31 Km; Rio de Janeiro, com um ponto a cada 32 Km; Esprito Santo, com um ponto a cada 35 Km; e Paran, com um ponto a cada 43 Km. Minas Gerais est em 12 posio no ranking nacional. 
    Existem 91 mil km de rodovias federais no pas, com registro de 1.891 pontos crticos identificados, sendo 290 deles localizados nos trechos de rodovias (BRs) que cortam o Estado. Minas apresenta um ponto vulnervel a cada 49 km de rodovia.
    Socorro
    A campanha de mobilizao ser dividida em duas etapas. A primeira, voltada para o combate explorao sexual, incluir um filme para veiculao pelas emissoras de TV mostrando crianas em situaes de explorao sexual. Em todas elas, as vtimas deixam um pedido de socorro, escrevendo o nmero do telefone para denncia. A trilha sonora do filme um ponto forte. Interpretada por uma menina de nove anos, a cano Socorro, dos compositores Arnaldo Antunes e Alice Ruiz, emociona e chama ateno para a explorao sexual de crianas e adolescentes em boates, bares ou nas rodovias. Os filmes para TV so assinados pelo diretor Feliciano Coelho com direo de fotografia de Srgio Mastrocola. 
     A segunda fase da campanha, veiculada 30 dias aps iniciada a primeira, tratar da violncia domstica. No filme, so mostrados adultos com cicatrizes no corpo adquiridas na infncia, reveladas por meio de palavras fortes como dor, violncia e abuso. O objetivo mobilizar a populao para atuar denunciando atos de violncia contra crianas no apenas nas ruas, mas tambm praticados no ambiente familiar.
     Alm da veiculao dos filmes nas TVs e de spots pelas emissoras de rdio, a campanha ganhar as ruas por meio de cartazes e panfletos que sero distribudos em blitzen por todo o Estado. Os cartazes sero afixados nos conselhos tutelares e nos locais que compem a Rede de Solidariedade.

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 15, 2008

    Vice-governador, professor ANASTASIA, recebeu hoje, s 11 da manh no 9 andar do BDMG, a Comisso de Segurana da Assemblia de Minas. Objetivo: discutir medidas a favor dos Servidores Administrativos da rea de SEGURANA.


    A requerimento dos deputados Sargento Rodrigues (PDT), Paulo Cesar (PDT) e Dlio Malheiros (PV), a Comisso de Segurana Pblica da Assemblia Legislativa de Minas Gerais visita, nesta quinta-feira (15/5/08), s 11 horas, o vice-governador do Estado, Antnio Anastasia.
    O objetivo do encontro, que ser na rua da Bahia, 1600, 9 andar, na Capital, discutir medidas visando ao atendimento das reivindicaes dos servidores administrativos da rea de segurana do Estado, sem reajuste salarial h 15 anos. A proposta da visita surgiu em reunio realizada no Plenrio, em abril, quando esses funcionrios e sindicalistas expuseram aos deputados da comisso e a representantes do Governo do Estado as dificuldades enfrentadas pela categoria.
    O presidente da comisso, deputado Sargento Rodrigues, disse que " mais do que justa a reivindicao desses servidores". Segundo ele, desde 99, os policiais militares e civis, os integrantes do Corpo de Bombeiros e da Subsecretaria de Administrao Penitenciria (Suapi) vem tendo reajustes sucessivos, enquanto que o pessoal administrativo das reas de Defesa Social ficou de fora. Os reajustes ocorreram nos anos 2000 (cerca de 62%, parcelados), 2004 (de 33%, tambm pagos em parcelas) e 2007 (tambm de 33% em parcelas). "Os servidores administrativos, que hoje no chegam a 3 mil, entre ativos e inativos, ficaram abandonados", acrescentou Rodrigues. Ele acredita que Anastasia a pessoa mais indicada no Governo para tratar do assunto, uma vez que o vice-governador quem toca toda a rea administrativa do Estado.
    Na reunio com os servidores em abril, at mesmo os representantes do Governo reconheceram a defasagem salarial e as difceis condies de trabalho dos servidores. Mas disseram que seria necessrio algum tempo para buscar solues legais e tcnicas para o problema. Tambm na reunio, o presidente do Sindicato dos Servidores da Polcia Civil (Sindpol), Antnio Marcos Pereira, disse que se no houvesse um resultado concreto da audincia com o vice-governador, a categoria iria discutir uma paralisao.
    Nessa mesma ocasio, o deputado Paulo Cesar disse que o pequeno nmero de servidores administrativos da segurana tornaria mais vivel e urgente o atendimento de suas reivindicaes. E o deputado Dlio Malheiros ressaltou as condies precrias que esses servidores enfrentam em delegacias e estabelecimentos prisionais sucateados.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 15, 2008

    BR-040...buracos...buracos...

    BURACOS...BURACOS...BURACOS... na BR-040 ( trecho de BH a Lafayette), levam deputados a se indignarem. Confira: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS.

     
     
     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 15, 2008

    O coordenador do MOVIMENTO S.O.S BR-040, o administrador de empresas Jos Aparecido Ribeiro nos enviou - e s autoridades - um E-mal indignado com a buraqueira entre BH/Lafaiette. Afirma que ser feita uma interrupo do trfego na BR-040 por meia hora. Ser dia 21 de maio s 11 da manh na subida logo aps a CURVA DO RIBEIRO DO EIXO, km 590 - entre BH e Lafaiette. Confira!


     Participamos de uma audincia pblica na Assemblia Legislativa sobre a situao precria da BR 040 no trecho entre BH e Conselheiro Lafaiete. Alguns detalhes nos chamaram a ateno.
    Primeiro que o Deputados Joo Leite, Fbio Avelar, Padre Joo e Juninho Arajo esto realmente engajados neste caso, demonstraram indignao ao exibir um filme com imagens da Rodovia e ao que parece, levaro o assunto at as ltimas conseqncias, o que merece o nosso reconhecimento e aplausos, pois o que se espera de um Homem pblico exatamente isto.
    Antes os Homens pblicos planejavam suas aes e pensavam o Pas para os prximos 50 anos, hoje os Homens pblicos tapam buracos em todos os sentidos das duas palavras...
    Segundo, ficou ntido que o DNIT, responsvel pela manuteno da Rodovia no possui um planejamento mnimo que permita ao rgo saber quando termina um contrato de manuteno de uma Rodovia sob a sua responsabilidade, o que um absurdo e inaceitvel.
    Pasmem, mas o responsvel pelo rgo no soube responder mais da metade das perguntas feitas pelos Deputados e Populares que al estavam. Apesar da sua sinceridade e transparncia, conseguiu denunciar a total falta de comprometimento do rgo com resultados e sobretudo com a vida das pessoas que transitam na BR 040.
    Perguntado sobre as razes que levaram a Rodovia a ficar nos estado lastimvel que se encontra, o mesmo respondeu apenas, e numa tranqilade tibetana, que por falta de contrato de manuteno h mais de 12 meses, como se os responsveis por isto morassem em outro planeta.
    Acredite, ele respondeu tambm que no existe nenhum projeto para duplicao da Rodovia e menos ainda projeto para um recapiamento definitivo, ativao das balanas etc, o que significa que os paliativos iro continuar e pessoas continuaro perdendo sua vidas ali.
    A situao da Rodovia, para quem no tem o hbito de passar por l, chega a ser inacreditvel.
    Fica uma pergunta: Como possvel uma Rodovia desta importncia ficar sem contrato de manuteno por mais de hum ano e nada acontece com os responsveis. 
    Na iniciativa privada, quando vc no cumpre metas e no planeja adequadamente, vc demitido sumariamente, no h justificativas para executivos que no cumprem metas e no conseguem planejar...
    Na vida social quando causamos danos por negligncia ou omisso, estamos correndo riscos de ser processados. E no exerccio da coisa pblica, o que acontece?
    Ser que algum Promotor de Justia, Juiz ou Desembargador poderia nos ajudar a enquadrar os responsveis pelo DNIT de Minas Gerais nas leis a que estamos submetidos como mortais? Antes que nos esqueamos, inclua neste pacote tambm o enquadramento das Mineradoras que destroem as nossas vias e levam o nosso Minrio a preo de ouro, deixando aqui mseros 1,7 bilhes, enquanto que o Petrleo deixa somente para o Estado do RJ, 54 bilhes de dlares...
    A coisa pblica nas mos de pessoas despreparadas e descomprometidas tem causado muitos danos a populao Brasileira. A pergunta , at quando?
    Nesta audincia pblica foi criada uma comisso que ir acompanhar os Deputados em todas as suas aes para a recuperao e duplicao da BR 040.
    Esta comisso, denominada "MOVIMENTO SOS BR 040" diante de tantos absurdos ouvidos e vistos ontem,  esta convocando toda a populao das cidades que se servem da Rodovia, para interromper POR MEIA HORA na subida aps a CURVA DO RIBEIRO DO EIXO, Km 590 s 11H de quarta feira dia 21/05/08.
    Sero duas carreatas, uma saindo de Congonhas s 10H, com concentrao no trevo da entrada da Cidade e outra saindo no mesmo horrio da porta do Super Mercado Extra em frente ao BH Shopping. Ambas iro se encontrar no Ribeiro do Eixo s 11H.
    Contamos com a sua presena e pedimos que divulguem este e-mail para o maior nmero de pessoas.
    Atenciosamente
    Jos Aparecido Ribeiro                                                           Juliana Renault Vaz                                               Anderson Cabido                                                 



    Movimento "SOS BR 040"                                                            APHAA-BV                                                    Prefeito de Congonhas



    31-9953-7945                                                                             31-9132-7515                                                        31-3731-1300



    ABIH/MG 



                                                                                COMENTRIO

    O que mais me deixa indignado a miopia de todos a respeito da BR-040.
    Gente, se tem uma coisa que mineiro gosta de praia e, o carioca de montanha e do jeito do mineiro ser.
    Pois ento! Entreguem a BR-040 na mo da iniciativa privada; no dupliquem, mas quadrupliquem a BR-040; construam uma auto estrada que no Brasil ns nem sabemos o que . Sabe o que vai acontecer?!
    O trajeto entre Belo Horizonte e Rio de Janeiro se far em menos de trs horas. O que acontecer? o Rio ficar pequeno pra tanto mineiro e Minas Gerais idem pra tanto carioca... Em menos de dez anos essa auto estrada se pagar s com o turismo interno. Pelo amor de Deus, Minas Gerais uma Frana dentro do Brasil...
    A BR-040 parece que liga duas cidadezinhas do interior, nem parece que liga as duas mais importantes capitais do Brasil. (Vocs estranharam que eu esqueci de So Paulo? Foi de propsito! Se depender de l, a BR-040 continuar a ser essa estradinha vicinal...)
    E por favor, quem tem acesso, mande cpia desse e-mail para o Presidente da Repblica, ministros, senadores, prefeitos, a turma da CUT, do MST pra ver se eles ajudam a bloquear a estrada, governadores, deputados,
    para o Herodoto Barbeiro que nunca responde os meus e-mails, para toda a rede hoteleira, para a imprensa escrita, falada, televisionada, "interneteada" (opa! Olha uma palavra nova a no pedao...), para os intelectuais, e por falar neles, por onde eles tm andado desde que o Lula assumiu o poder... e para quem mais vocs acham que pode salvar a nossa BR-040...
    Abaixo a MIOPIA! Parabns aos organizadores pela iniciativa para recuperar a BR-040.

    Gilson Brando Cheble
    Top Training Center
    (31) 3281-4888
    www.toptc.com.br



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 14, 2008

    Exclusiva! SOS BR-040 - trecho de BH a Conselheiro Lafaiette - mobiliza o senador e ministro das Comunicaes, Hlio Costa em Braslia. Ele foi ao ministros dos Transportes, Alfredo Nascimento, cobrar medidas imediatas.








    O Ministro das Comunicaes, Senador Hlio Costa, reuniu-se com o Ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, para pedir uma soluo rpida para a crtica situao do asfalto da BR-040 no trecho entre Belo Horizonte e Conselheiro Lafaiete.

    Em deciso considerada de emergncia, o Ministro dos Transportes autorizou o recapeamento dos 90 quilmetros entre as duas cidades e pediu uma anlise da proposta apresentada pelo Senador Hlio Costa de construo de uma estrada dedicada ao transporte de minrio custeada pelas empresas mineradoras da regio.







    Comentrios

    #1. Jos Aparecido Ribeiro - (jaribeirobh@gmail.com)
    Joo

    O que estou lendo aqui e agora o que podemos chamar de COPETENCIA TRIPLA. Primeiro o fato da Assemblia de Minas ter discutido esse assunto ontem e hoje o Ministro da Comunicaes Hlio Costa ter comprado a briga no dia seguinte. PURA SINERGIA, acima de interesses partidrios.
    Segundo o fato do Ministro te informar em primeira mo e prestigiar o seu BLOG de notcias. Para quem no sabe ainda, BLOG o veculo de comunicao que mais cresce no mundo. S na Amrica Latina, 70 milhes de pessoas acessam blogs diariamente, destes, 35 milhes esto no Brasil. TECNOLOGIA E MUDANA DE COMPORTAMENTO.
    Terceiro e muito importante que estamos lendo aqui e agora, o que os Jornais divulgaro amanh. O QUE PROVA QUE BLOG UM MEIO INSTANTNEO DE DAR E RECEBER NOTCIAS.
    Aproveitando, como um dos lderes do "MOVIMENTO SOS BR 040", Comunico que quarta feira, s 11H, faremos uma paralizao atravs de um ato de protesto no KM 590 da BR 040 depois da curva do Ribeiro do Eixo, pedindo a duplicao definitiva da Rodovia.
    Espero que o nosso Ministro Hlio Costa veja esta notcia, atravs do seu BLOG e nos d a honra da presena.
    Sairo dois grupos em carreata, simultaneamente de BH e de Congonhas, acompanhados pelos Deputados da Frente Parlamentar da Assemblia, e ambos encontraro no local, escoltados pelos batedores da Polcia Rodoviria Federal.

    Um abrao
    Jos Aparecido Ribeiro
    "MOVIMENTO SOS BR 040"



     



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 14, 2008

    Sugesto para o prximo prefeito de BH. Ficaria muito bem l na Savassi - desafogando o trnsito na confluncia da av. do Controno com a av. Nossa Senhora do Carmo. DETALHE: a ponte abaixo - inaugurada recentemente - liga a Marginal Pinheiros av. Roberto Marinho, em So Paulo.

    Ponte Estaiada  inaugurada com 3 anos de atraso








      Comentrios

    #1. Jose Aparecido Ribeiro - (jaribeirobh@gmail.com)
    Joo

    No sei se vc acompanhou a inaugurao desta obra pela Globo e pelas demais emissoras. A Globo deu praticamente uma parte inteira do Jornal Nacional para este evento, em que o destaque foi o Governador Jos Serra. "Ser por que?"
    Espero sinceramente que ela d o mesmo espao para o nosso Governador na inaugurao da Lonha Verde em edio nacional no sbado, como fez com Jos Serra.
    Os polticos comearam a entender que JK foi o que foi por um nico e espeial motivo:
    ELE ERA UM OBREIRO.
    Sabe onde comeou a saga de sucesso dele? Claro que vc sabe, o nosso Governador tambm sabe e todos sabem, aqui em BH. Nossa cidade nunca precisou de tantas obras como agora e este o momento de Acio Neves trilhar o caminho dele rumo ao planalto via Belo Horizonte, como ele vem fazendo desde a deciso acertada da Linha Verde, do Aerporto e tantas outras. Como vc bem sabe, sem ser um trocadilho, sabemos quais so as 29 obras prioritrias que a Cidade precisa URGENTEMENTE, antes das 148 que a Prefeitura detectou, e que ns j haviamos detectadio h 10 anos atrs. E no estamos falando de Metr, estamos falando de obras estruturais de pequeno e mdio porte que permitiro fluidez no transito irritante que enfrentamos todos os dias...
    Muitas vezes o bvio mais dificil de ser visto.

    Um abrao
    Jos Aparecido Ribeiro
    Administrador/Consultor
    Estudioso dos Assuntos da Cidade


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 14, 2008

    Hospital Felcio Rocho, em BH, tem 60 dias para retomar TRANSPLANTES de rins e pncreas. A determinao da Secretaria de Estado da Sade. Confira detalhes!

    A Secretaria Municipal de Sade estabeleceu o prazo de 60 dias para que o Hospital Felcio Rocho atenda s determinaes apontadas pela auditoria realizada pelo rgo para retomar os transplantes renais e de pncreas na instituio.
    O anncio foi feito pela representante da secretaria, Alzira Jorge, durante a audincia pblica da Comisso de Sade da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, realizada na manh desta quarta-feira (14/5/08), que debateu a suspenso dos transplantes no hospital, desde junho do ano passado. A reunio aconteceu a requerimento dos deputados Hely Tarqnio (PV), Neider Moreira (PPS) e Antnio Carlos Arantes (PSC).
    Segundo Alzira Jorge, a paralisao dos servios se deu pelo alto ndice de bitos registrados nos transplantes de rim e pncreas realizados pela instituio no incio de 2007. Ela contou que, em conformidade com a direo do Felcio Rocho, as atividades foram suspensas at que uma auditoria esclarecesse as razes para os maus resultados registrados no perodo.
    A interveno, finalizada em fevereiro deste ano, apontou, ento, para a necessidade de reavaliao da situao dos pacientes, assim como dos protocolos e pronturios mdicos. "A regularizao e retomada dos transplantes est, agora, nas mos do hospital. Nossa inteno que isso acontea o mais rpido possvel", disse.
    O representante do MG Transplantes, Omar Canado Jr. tambm se disse empenhado em fazer com que a situao seja regularizada, mas acredita que fundamental que o quadro dos pacientes seja reavaliado.
    "H desperdcio de rgos no Estado e os pacientes esto sendo prejudicados, mas importante que o trabalho seja feito adequadamente para que no se percam ainda mais vidas", ponderou.

                                                                    Hospital critica burocracia
                                                                            do poder pblico

    O mdico e representante do Hospital Felcio Rocho, Jos Maria Grossi, disse que a prpria instituio teve a maturidade de assumir que era preciso suspender os trabalhos e reavaliar os procedimentos de transplante, mas aponta que houve morosidade na atuao da Secretaria Municipal.
    De acordo com ele, a auditoria demorou mais de seis meses para enviar a lista de adequaes ao hospital, apesar da tentativa da instituio em agilizar o processo. "No tivemos apoio da secretaria no momento em que a procuramos. As adequaes so possveis e sero feitas no prazo, mas a responsabilidade pelo longo perodo de paralisao da burocracia dos rgos competentes", reforou.
    Em sua fala, Grossi questionou as crticas feitas pela secretaria de que o ndice de bitos alto, assim como das falhas no processo de acompanhamento posterior ao transplante. Segundo ele, as mortes registradas no Felcio Rocho esto bem abaixo das estatsticas norte-americanas e a satisfao dos paciente ps-transplantados com a instituio muito boa.
    O presidente da Associao dos Transplantados de Minas Gerais, Tlio Costa, tambm cobrou mais agilidade da secretaria no que se refere regularizao do servio. Ele reforou o problema do desperdcio de rgos para transplante e da falta de credenciamento dos hospitais de Belo Horizonte para atendimento pelo Sistema nico de Sade (SUS).
    "Infelizmente o MG Transplantes tem sido omisso ao problema e os pacientes esto pagando um preo alto pela burocracia e pela falta de entendimento entre os hospitais e os governos municipal e estadual", criticou.
    Para o deputado Carlos Mosconi (PSDB), presidente da Comisso de Sade, a morosidade uma inimiga do sistema de sade. Ele acredita que a soluo existe e possvel, mas que nem sempre a vontade dos gestores suficiente para que o processo ocorra de forma mais gil. "A sade no Brasil parece um cartrio, tamanha a burocracia no sistema. preciso que o paciente seja priorizado, ao contrrio do que acontece hoje", alertou.

                                                                              Aes necessrias
     
    - Os deputados Neider Moreira, Hely Tarqnio e Antnio Carlos Arantes, que foram designados pela comisso para acompanhar as negociaes, chamaram ateno para a necessidade de uma maior sincronia entre hospitais e poder pblico. Para eles, preciso que o protocolo e avaliao de pacientes seja o mesmo adotado pelo MG Transplantes, a Secretaria Municipal de Sade e o Felcio Rocho. "Afinal, a burocracia no pode ser mais importante que a vida", afirmou Arantes.
    O deputado Doutor Rinaldo (PSB) lembrou ainda que h falta vontade poltica por parte do Governo Federal para que regulamente a Emenda 29, que proporcionar mais recursos para a sade nos estados. "A questo financeira. No adianta resolver o problema administrativo se no h recursos suficientes", cobrou.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 14, 2008

    BOMBEIROS de Minas recebem 64 novas viaturas. O investimento - segundo o governo do estado - foi de 23 milhes e 680 mil reais. Dinheiro arrecadado com a taxa de incndio.











    Acio Neves
    entrega novas viaturas
    para o Corpo de Bombeiros

     









       

    Omar Freire/Imprensa MG

    O governador Acio Neves entregou, nesta quarta-feira (14), no Comando Geral do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, 64 novas viaturas para a corporao e dois helicpteros. Os novos equipamentos vo permitir maior agilidade no trabalho da corporao no resgate e atendimento a vtimas de incndios e acidentes em 27 municpios mineiros. O investimento do Governo de Minas foi de R$ 23,68 milhes, recursos oriundos dos repasses da Taxa de Incndio.


    Todos os recursos arrecadados com a taxa de incndio so integralmente investidos na corporao, com equipamentos que so demandados pela corporao. Acredito que hoje a sociedade mineira reconhece a correo desse tributo pela transparncia da sua utilizao. Fica aqui a minha alegria de ver esses equipamentos que chegam, no apenas a Belo Horizonte porque boa parte estar se deslocando nos prximos dias ao interior do Estado, afirmou o governador, em seu discurso.
    Entre as viaturas entregues esto cinco caminhes de Salvamento Pesado, usados no resgate de pessoas em condies adversas. Alm do equipamento completo de salvamento, eles foram equipados com um tanque com capacidade para 2.000 litros de gua.
    Outros cinco veculos entregues so os caminhes de Auto Produtos Perigosos. O comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Jos Honorato Ameno, explicou que os veculos entregues so mais modernos do que os utilizados anteriormente pela Corporao.
    Eles so mais especializados porque tm um local prprio para a descontaminao. Temos condies agora de receber as vtimas e os bombeiros envolvidos no trabalho e isol-los, evitando contaminao, detalhou.
    Atendimento mais rpido
    Para a Regio Metropolitana de Belo Horizonte, a maior novidade so as motos que passam a ser utilizadas no primeiro atendimento a vtimas de acidentes e incndios. Estamos fazendo o projeto piloto pelas dificuldades de deslocamento na Regio Metropolitana de Belo Horizonte e a partir da vamos avaliar a extenso para outros locais, destacou o comandante.
    A partir de uma chamada no telefone 193, ser deslocada uma moto para o local do acidente ou do incndio para prestar os primeiros socorros, garantindo que as vtimas fiquem estabilizadas at a chegada da viatura. As motos so equipadas com todos os itens de primeiros socorros e com um desfibrilador. Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros, atualmente o tempo mdio de chegada de uma equipe da corporao ao local da ocorrncia, em Belo Horizonte, de dez minutos e as motos possibilitaro uma queda pela metade neste tempo.
    O Corpo de Bombeiros recebeu ainda dois helicpteros que sero usados no resgate de vtimas de acidentes, na busca de pessoas perdidas em florestas e no combate a incndios florestais, j que os equipamentos tm capacidade para transportar 2.000 litros de gua.
    Os municpios beneficiados com os novos equipamentos so Araguari, Belo Horizonte, Coronel Fabriciano, Contagem, Curvelo, Divinpolis, Governador Valadares, Ipatinga, Itana, Ituiutaba, Juiz de Fora, Montes Claros, Muria, Nova Serrana, Passos, Patos de Minas, Patrocnio, Pirapora, Poos de Caldas, So Sebastio do Paraso, So Joo del-Rei, Sete Lagoas, Tefilo Otoni, Ub, Uberaba, Uberlndia e Vespasiano.
    Investimentos                                                  


    Desde 2003, o Corpo de Bombeiros recebeu 428 viaturas e conta atualmente com uma frota de 911 veculos. At o final deste ano, o Corpo de Bombeiros receber outras 28 viaturas, com investimento de R$ 6,55 milhes.
    De 2004 a 2007, as unidades do Corpo de Bombeiros de Belo Horizonte em todo o Estado receberam R$ 38 milhes para aquisio de viaturas e mais R$ 10 milhes para compra de equipamentos diversos como desencarceradores, moto-serras, motores de barco, entre outros.
    Taxa de incndio
    De 2004 a fevereiro deste ano, o Estado j investiu R$ 116 milhes de recursos arrecadados com a taxa de incndio em melhorias para o Corpo de Bombeiros. A cobrana da taxa de incndio foi iniciada em 2004 com o objetivo de auxiliar no reequipamento da corporao, beneficiando diretamente os municpios onde a receita foi gerada.
    A taxa cobrada em estabelecimentos comerciais ou industriais em 64 cidades mineiras onde o Corpo de Bombeiros mantm uma unidade operacional de execuo e nos municpios integrantes da Regio Metropolitana de Belo Horizonte e Vale do Ao.
    Homenagem
    Durante a cerimnia de entrega das viaturas, o governador Acio Neves recebeu dos ex-comandantes do Corpo de Bombeiros Osmar Duarte Marcelino e Jos Maria Gomes uma placa comemorativa em reconhecimento pelos investimentos feitos pelo Governo de Minas na corporao nos ltimos anos.
    O comandante Jos Honorato Ameno lembrou que os investimentos possibilitaram renovao da frota, melhoria das condies fsicas dos quartis, aumento de efetivo e compra de equipamentos. Aps a entrega das viaturas, o governador conheceu de perto alguns dos veculos.

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 14, 2008

    Em primeira mo. O ex-governador Newton Cardoso acaba de comprar um dos mais tradicionais restaurantes da capital mineira - O CHEZ BASTIO - que foi durante muitas dcadas a MECA DOS POLTICOS mineiros. L era considerado o restaurante da turma do Hlio - do ex-governador Hlio Garcia - que marcava presena l para um bom scotch. O dono era amigo timo de Garcia, o empresrio Tuca Rabelo. *****O novo CHEZ BASTIO, j batizado pela bancada estadual do PMDB de CHEZ NEWTO ser inaugurado em junho, em alto estilo, com um requintado jantar francesa - nos garantiu o ex-governador. O "CHEZ NEWTO" fica na esquina da rua Alagoas com Claudio Manoel na Savassi. Newton Cardoso comprou tambm a Churrascaria Raja Grill. Pretende fazer l um Grande Centro Empresarial.


    O ex-governador Newton Cardoso almoou com quase toda a bancada estadual do PMDB no restaurante Vecchio Sogno, que fica debaixo da Assemblia de Minas.Anotei as presenas dos deputados Svio Souza Cruz; Adalclever Lopes; Gilberto Abramo, lder da bancada do PMDB na Assemblia; Ivair Nogueira e Leia Nogueira; Getlio Neiva; Vanderlei Miranda, o vereador de BH, Geraldo Fllix com seu famoso chapu-marca registrada dele; o ex-deputado Armando Costa; Iran Barbosa, pr-candidato a vereador em BH. 
    Eu estava l e conversei com o ex-governador, que conheo desde os tempos em que ele era governador de Minas e eu reprter poltico da Rede Globo.
    Sobre a compra do Chez Bastio, Newton Cardoso disse que est investindo na preservao da tradio "restauranteur" de BH. E o CHEZ foi inaugurado em 1965 - l tem uma placa escrita Sice 1965.
    Durante dcadas o ex-governador Hlio Garcia, tinha l uma mesa cativa, aonde ele frequentava com sua turma - o ex-deputado Z Ferraz, ex-presidente da Assemblia de Minas; Iei Batista de Oliveira, Joo Bosco Murta Lages; Gileno Novais; Ruy Lage, ex-prefeito de BH e muitos outros de uma gerao poderosa na poltica de Minas.
    Outro frequentaador era o nosso vice-presidente da Repblica, Z Alencar, que, segundo Newton Cardoso, dise pr ele que foi uma grande ao na preservao da nossa tradio gastronmica.
    O novo restaurante "CHEZ BASTIO" ser de 1 Mundo, com louas espanholas, talheres de prata e vai servir o rarto caviar BOLOUU, originrio do mar Cspio - um luxo.A reforma, segundo um parlamentar amigo nossovai custar 1 milho de reais.
    E quem vai comandar o novo CHEZ ser o uruguaio Tomazzo, que dono da Parrilha do Mercado do Cruzeiro, em BH.
    Detalhe: Tomazzo sogro do filho do ex-governador Newton Cardoso - o Newtinho. Na inaugurao do novo CHEZ BASTIO - em junho - sero homenageados os 25 clientes mais assduos e mais ilustres da casa. Fica o registro!

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 13, 2008

    RESULTADO da movimentada Audincia Pblica que discutiu hoje na Assemblia de Minas a situao precria da BR-040 no trecho entre BH e Lafayette.

    Um dia depois da visita de fiscalizao que realizou nos trechos mais crticos da BR-040 (trecho BH-Lafaiete), a Comisso de Transporte, Comunicao e Obras Pblicas lotou o Teatro da Assemblia Legislativa de Minas Gerais nesta tera-feira (13/5/08) com uma audincia pblica, requerida pelo deputado Padre Joo (PT), destinada a debater solues para a situao daquela rodovia. O deputado Juninho Arajo (PRTB) presidiu a reunio, da qual participaram outros oito deputados, inclusive o autor do requerimento.
    Dentre as autoridades convidadas, os principais esclarecimentos partiram de Edson Aires dos Anjos, superintendente regional substituto do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit). Ele anunciou que o Regional de Minas acaba de receber delegao superior para licitar o projeto do Rodoanel Metropolitano e para a duplicao da BR-381 at Governador Valadares, a um custo de R$ 1,6 bilho. Disse que a BR-040 no trecho crtico est sem contrato de manuteno desde o final do ano passado, e que no h nenhuma balana nem radar em funcionamento "por questes administrativas".
    Respondendo a questionamentos dos deputados Juninho Arajo e Fbio Avelar (PSC), Anjos informou que no h inteno do Dnit de duplicar aquele trecho e tampouco privatiz-lo. Ao deputado Joo Leite (PSDB), respondeu que "no h tendncia" no Dnit de dar conservao ao trecho do antigo Viaduto das Almas, j que o viaduto novo fica pronto entre janeiro e fevereiro prximo e o acesso completo ser entregue ao trfego ainda no 1 semestre de 2009.
    O vice-presidente da Fiemg, representante do Sindiextra e das mineradoras CSN e Vale, Jos Fernando Coura, denunciou aos deputados que a Fundao Estadual do Meio Ambiente (Feam) demora a liberar a licena ambiental para a construo da Rodovia do Minrio: "Trata-se de uma rodovia privada, a ser construda ao custo de US$ 18 milhes, para retirar 80% do trfego de caminhes de minrio no trecho da BR-040 entre o trevo de Belo Vale e o Ptio do Pires.
    Entramos com o pedido de licenciamento ambiental na Feam no dia 8 de janeiro, e at hoje no h nenhuma notcia", queixou-se o representante empresarial. O deputado Juninho Arajo (PRTB) comentou que hoje aquele trecho da BR-040 parece ser quase uma estrada particular das mineradoras.

                                                                Deputados cobram fiscalizao
                                                                       da Polcia Rodoviria

    Deputados e autoridades cobraram uma atitude fiscalizadora mais rgida por parte da Polcia Rodoviria Federal (PRF), embora reconhecendo que faltam homens, viaturas e equipamentos. O vdeo exibido durante a audincia mostrava imprudncia de caminhoneiros para acessar e cruzar a rodovia. O superintendente regional da PRF, Waltair Vasconcelos Sobrinho, no entanto, trouxe outra viso do problema.
    "O motorista comissionado o maior problema neste trecho. obrigado a excesso de jornada, a cumprir um nmero abusivo de viagens por dia e coagido a cometer excesso de velocidade ou de peso para cumprir seu contrato. preciso que o Ministrio do Trabalho fiscalize o cumprimento dos direitos dos motoristas das mineradoras, para que possam trabalhar numa jornada mais humana e ter tempo de dar manuteno no caminho.
    O motorista tem que entrar na planilha de custos do minrio", disse ele para o dirigente do Sindiextra. Para o inspetor, o ideal que nenhuma empresa receba carga com excesso de peso, como a que os deputados comprovaram diante dos portes da Gerdau Aominas.
    O prefeito de Congonhas, Anderson Costa Cabido, disse que os municpios mineradores precisam receber uma alquota mais justa sobre os royalties do minrio para enfrentarem os efeitos perversos da minerao. Criticou o representante do Dnit por mostrar "desleixo e pouco caso" com as vidas humanas que se perdem diariamente no trecho.
    "As empresas de minerao esto em grande expanso, lucrando extraordinariamente. Precisam ser parceiras das prefeituras e das comunidades para soluo dos problemas que criam." Mais adiante, classificou de "absurdo" que as balanas no estejam funcionando e que o Dnit no d prioridade ao contrato de conservao da rodovia.
    O deputado Joo Leite colocou sobre a mesa diversos "pellets" de ferro que recolheu no leito da rodovia durante a visita desta segunda-feira. "No sei a quem pertencem, mas gostaria de devolv-los", disse ao dirigente do Sindiextra. Essas peas de ferro concentrado so acusadas de quebrar parabrisas de automveis na BR-040.
    Joo Leite quer que o DNIT faa emergencialmente sinalizao reduzindo a velocidade em dois trechos: no muro atirantado do km 591, e tambm na curva do km 587, local chamado de Ribeiro do Eixo. "As carretas no conseguem fazer aquela curva. Determinei a minha assessoria jurdica que prepare uma ao civil pblica para obrigar o DNIT a agir imediatamente".
    Fbio Avelar (PSC) pediu esclarecimentos sobre o tempo em que o contrato de conservao do trecho BH-Lafaiete expirou e quais providncias esto sendo tomadas para renov-lo. Pediu tambm proteo "new jersey" para o viaduto da Mutuca, na sada de Belo Horizonte. "Estranhamos muito, na visita de ontem, que nenhum caminho levava documentos. Estranhamos mais ainda que a Gerdau, essa grande empresa, deixe entrar um caminho que veio de Sete Lagoas com a prpria nota fiscal atestando a irregularidade do excesso de carga", denunciou.
    O deputado Gil Pereira (PP) se queixou de buracos na BR-135, inclusive sobre a ponte do Rio Jequita, que h meses funciona em apenas uma pista. Dinis Pinheiro (PSDB) apelou para que o Governo "acabe com essa novela e com o matadouro que esse trecho da BR-040. Que cada um cumpra sua misso e sua responsabilidade, doa a quem doer. O estado da rodovia uma heresia, uma falta de vergonha, uma mentira do Governo Federal".
     
                                                                   Deputados buscam solues
                                                                    atravs de requerimentos

    Para solucionar os problemas apresentados, os deputados presentes apresentaram diversos requerimentos, que devero ser aprovados na prxima reunio da comisso.
    Um dos requerimentos prope que seja feito apelo ao presidente Lula, ao vice Jos Alencar, aos ministros de Transportes, Minas e Energia, Casa Civil e Planejamento para que promovam, em carter de urgncia. a duplicao da BR-040, no trecho entre Belo Horizonte e Conselheiro Lafaiete.
    O apelo dever ser estendido tambm bancada mineira na Cmara dos Deputados, no sentido de que aloque recursos do Oramento da Unio para essa obra.
    Outro requerimento pede reunio com o governador Acio para tambm tratar da situao dessa rodovia. Um terceiro requerimento solicita visita Vale, para verificar o carregamento dos caminhes de minrio da empresa (segundo Jos Fernando Coura, esse trabalho feito de modo exemplar na Vale e pode servir de referncia para outras empresas).
    Outra proposta encaminhada a de solicitar ao deputado federal Jaime Martins (PMDB-MG) que altere, no projeto de lei de sua autoria, o nome do viaduto que substitui o das Almas, de Dona Risoleta Neves para Dom Luciano Mendes de Almeida. Foi sugerido tambm que seja feito apelo Feam, para que agilize a liberao da licena ambiental para a construo da Rodovia do Minrio.
    Debates - Na fase de debates, diversos representantes de entidades situadas em municpios por onde passa a 040 foram ao microfone e fizeram crticas fortes ao atual estado da BR. Muitos deles condenaram a atuao do Dnit na rodovia, criticando a atual direo do rgo e seus funcionrios.
    Em resposta, Edson Aires dos Anjos, do Dnit, disse que as obras previstas para aquele trecho problemtico da BR-040 eram a operao tapa-buracos e a restaurao do pavimento, previstas no oramento.
    E acrescentou que, para conseguir a duplicao pretendida, s com muito mobilizao, para obter a alocao de recursos para a obra no oramento federal dos prximos anos.
    Quanto aos apelos de duplicao rpida da rodovia, ele respondeu: "isso no existe. Esse processo lento e depende de deciso de governo, do presidente e ministros". Ele exemplificou com a duplicao da BR-381, que s foi consolidada aps muita mobilizao dos moradores e autoridades da regio.
    Presenas - Deputados Juninho Arajo (PRTB), que presidiu a reunio; Gil Pereira (PP), Paulo Guedes (PT), Padre Joo (PT), Fbio Avelar (PSC), Walter Tosta (PMN), Luiz Humberto Carneiro (PSDB), Joo Leite (PSDB) e Dinis Pinheiro (PSDB).







                            Comentrios

    #1. Jose Aparecido Ribeiro - (jaribeirobh@gmail.com)
    Joo
    Estive l e perceb todos os deputados preocupados com a situao. L foi retirada uma comisso denominada "MOVIMENTO SOS BR 040" que acompanhar os deputados e far uma paralizao na Rodovia na prxima semana. Parabns aos Deputados pela iniciativa e pela seriedade com que esto tratando o problema.
    O Movimento, que estamos articulando, ter a misso de chamar a ateo da opinio pblica sobre o assunto. Sairo dois grupo, um de BH e outro de Congonhas ao mesmo tempo e ambos se encontraro na curva do Ribeiro do Eixo. A Rodovia ficar fechada por 2 horas.
    Depois te dou mais detalhes para que a notcia seja em primeira mo por vc.

    Um abrao
    Jos Aparecido









                            Comentrios

    #1. Jose Aparecido Ribeiro - (jaribeirobh@gmail.com)
    Joo
    Estive l e perceb todos os deputados preocupados com a situao. L foi retirada uma comisso denominada "MOVIMENTO SOS BR 040" que acompanhar os deputados e far uma paralizao na Rodovia na prxima semana. Parabns aos Deputados pela iniciativa e pela seriedade com que esto tratando o problema.
    O Movimento, que estamos articulando, ter a misso de chamar a ateo da opinio pblica sobre o assunto. Sairo dois grupo, um de BH e outro de Congonhas ao mesmo tempo e ambos se encontraro na curva do Ribeiro do Eixo. A Rodovia ficar fechada por 2 horas.
    Depois te dou mais detalhes para que a notcia seja em primeira mo por vc.

    Um abrao
    Jos Aparecido




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 13, 2008

    Dica para OS AMANTES - como eu - do VINHO! Informao vem da CASA do PORTO, aqui de BH. Confira!

    A Casa do Porto acaba de receber uma pequena remessa dos vinhos Clos de la Coule de Serrant e Clos de la Bergerie, produzidos pelo genial enlogo Nicolas Joly no Vale do Loire- Frana.


                                                         COULE DE SERRANT


    O mais famoso de todos os Savennires o Coule de Serrant  considerado um dos melhores vinhos brancos do mundo. 
    produzido em uma nica propriedade tambm chamada Coule de Serrant. Esses elogiados vinhedos so de propriedade da famlia Joly (Nicolas), que os planta obedecendo a princpios da biodinmica.
    Com apenas 17 acres plantados com a uva Chenin Blanc, o Coule de Serrant to especial que possui a prpria denominao. (Na Frana, apenas duas outras denominaes so constitudas de uma nica propriedade: Romane Conti na Borgonha e Chateau-Grillet, no Rdano).




    Em anos excelentes este vinho parece vir de outra galxia. Pode estar to imbudo de sabores de maa e caramelo que a pessoa se sente como se estivesse dentro de uma tarte Tatin. O requinte, os matizes, o foco incisivo e os sabores vivos mesclam-se num corpo acetinado e melado - tudo aquilo que um apaixonado por vinhos precisa est ali. (Karen MacNeil - autora de A Bblia do Vinho).

    Um produtor excepcional. Nicolas Joly o padrinho de Savennires. Os conhecedores h muito apreciam a legendria longevidade e a qualidade de seu vinhedo Coule de Serrant. (Robert Parker - The Wine Advocate).

    Nicolas Joly faz um dos vinho brancos de maior qualidade, mais individuais e de maior longevidade em La Coule de Serrant. (Joana Simon - Revista Wine).

    -COULE DE SERRANT 2.004 R$ 582,00 (Wine Spectator 92 pontos)

    -COULE DE SERRANT 2.005 R$ 582,00 (Wine Spectator 92 pontos)


                                                            OUTRO VINHO PRODUZIDO
                                                           EM LA COULE DE SERRANT
                                                                 POR NICOLAS JOLY:


    -CLOS DE LA BERGERIE 2.004 R$ 235,00 (Wine Spectator 91 pontos)


    -CLOS DE LA BERGERIE 2.005 R$ 250,00 (Wine Spectator 91 pontos)


    Aproveite a oportunidade para adquirir um dos vinhos brancos mais cultuados do mundo!!



    Garantimos a procedncia e qualidade dos vinhos oferecidos, importados diretamente da vincola e transportados em container climatizado.

    Faa sua compra por telefone ou e-mail, entregamos em sua residncia e despachamos para todo o Brasil.

    Qualquer dvida estou disposio:








    TEL: 31-3286-7077

    CEL: 31-9768-2644

    FAX: 31-3286-1990


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 13, 2008

    EM PRIMEIRA MO. Resultado do encontro hoje, em Braslia, do governador Acio Neves e o presidente Lula - 130 milhes de reais para a rea de educao nas regies mais pobres de Minas. E mais...









    Acio Neves e Lula
    discutem proposta de PPP
    para metr de BH

     









       

    Ricardo Stuckert/PR

    O governador Acio Neves acertou, nesta tera-feira (13), em Braslia, com o presidente da Repblica, Luiz Incio Lula da Silva, a assinatura de convnio entre o Governo de Minas e o Ministrio da Educao para investimentos de R$ 130 milhes em programa para aprimorar a qualidade da educao nas regies mais pobres de Minas Gerais. O governador tambm apresentou ao presidente Lula a proposta de adoo de uma Parceria Pblico-Privada (PPP) para concluso e gesto do metr de Belo Horizonte.

     "O presidente aprovou a proposta para a educao e pediu ao ministro (Fernando Haddad) que efetivasse essa parceria. A idia levar para o Jequitinhonha, Norte de Minas, Mucuri e Rio Doce novos investimentos ainda no projetados no nosso oramento para que haja uma diminuio da diferena de indicadores da qualidade da educao entre as regies mais ricas do estado e as regies de IDH menor", disse o governador, em entrevista, aps a reunio com o presidente Lula, no Palcio do Planalto.
    A proposta apresentada por Acio Neves prev a implantao de programas, em parceria entre Estado, Unio e municpios, que incentivem o acesso e a fixao das crianas e dos jovens na escola.
    Entre as metas estipuladas esto a acelerao da aprendizagem dos alunos, visando a regularizao do fluxo escolar e a melhoria do desempenho. O projeto tambm pretende promover a construo, ampliao e reforma dos prdios escolares e a aquisio de material.

    Metr de BH.
    Com relao PPP para o metr, o governador explicou que uma proposta indita e que tem a aprovao da Prefeitura de Belo Horizonte. A idia acelerar a expanso do metr na capital com a participao da iniciativa privada.
    "O projeto do metr de Belo Horizonte est extremamente atrasado. O grande gargalo que temos hoje na nossa capital a questo da trafegabilidade, e trouxemos uma proposta ao governo para que ele participe conosco e com a iniciativa privada de uma nova modelagem que permita, num prazo de trs anos, termos um metr, que hoje atende a cerca de 200 mil passageiros por dia, atendendo a mais de 1 milho de passageiros/dia", detalhou o governador.
    Segundo ele, atualmente, o governo federal, por meio da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), enfrenta um dficit de R$ 40 milhes/ano com o metr de Belo Horizonte. Para Acio Neves, a proposta de PPP uma sada para a falta recorrente de recursos para operacionalizar o metr da capital mineira.
     "Estamos, ao longo dos anos, sempre lutando por um recurso absolutamente insuficiente, sem nenhuma mudana radical no processo em andamento em relao ao metr da capital, e o prximo caminho seria Governo Federal, Governo do Estado e a Prefeitura de Belo Horizonte assinarem convnio para fazermos a modelagem dessa PPP.
    Isso dever ocorrer em Belo Horizonte, proximamente, com a participao de boa parte do empresariado nacional", disse o governador.

    Trechos
    O projeto em estudos para a PPP do metr inclui a construo de um trecho subterrneo da Savassi at o incio da Avenida Antnio Carlos, no bairro Lagoinha, o ramal Calafate-Barreiro, alm da multiplicao da capacidade de transporte da linha existente.
    O projeto tambm contempla a construo de um novo ramal, a partir da Estao Vilarinho at o futuro Centro Administrativo do Estado, no bairro Serra Verde, na Regio Norte da Capital.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 13, 2008

    Suspenso temporariamente o servio telefnico dos Correios: 0800 570 0100 - da Central de Atendimento aos Clientes (CAC). At julho a opo oferecida pelos CORREIOS o site www.correios.com.br

    Comunicado dos Correios

    A Empresa Brasileira de Correios e Telgrafos informa que esto temporariamente suspensos os atendimentos telefnicos do servio 0800 570 0100, da Central de Atendimento aos Clientes (CAC). O nmero volta a funcionar em meados de julho, quando os Correios inauguram uma central prpria de atendimento. Nesse perodo, os servios at ento prestados passaro a ser desempenhados prioritariamente pelo site, no endereo www.correios.com.br, e tambm pelas agncias. Para mais informaes o cliente poder procurar a unidade de Correios mais prxima.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 13, 2008

    SUSPENSO de transplante de rins no Hospital Felcio Rocho, em BH, ser discutida pela Comisso de Sade da Assemblia de Minas. A reunio comea s 9h15m, de amanh, tera-feira, dia 14.

    A suspenso dos transplantes de rins pelo Hospital Felcio Rocho e o impacto da medida na vida dos pacientes que aguardam pela cirurgia sero debatidos em audincia pblica da Comisso de Sade da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, nesta quarta-feira (14/5/08). A reunio, que ser realizada s 9h15, no Plenarinho I, atende a requerimento dos deputados Hely Tarqnio (PV), Neider Moreira (PPS) e Antnio Carlos Arantes (PSC).
    De acordo com informaes do presidente da Associao dos Transplantados, Tlio Srgio Gambogi Costa, os transplantes foram paralisados em julho do ano passado para verificao da causa das mortes de quatro pacientes que sofreram transplante duplo (rins e pncreas). A Secretaria Municipal de Sade de Belo Horizonte realizou uma auditoria no hospital, que terminou em 18 de dezembro. Ao final dos trabalhos, o auditor Jorge Camponizzi concluiu que os bitos no decorreram de impercia ou negligncia do hospital ou dos cirurgies e recomendou o retorno dos transplantes o que, at o momento, no ocorreu.

                                                                  Quatro hospitais de BH
                                                                   foram descredenciados
                                                                  para realizar tranplantes

    Em maro, as associaes dos transplantados comearam a pressionar pela retomada dos transplantes e a Secretaria de Sade alegou que precisavam ser feitas adaptaes, sem informar quais seriam elas. Na mesma poca, houve o descredenciamento dos hospitais da capital, Felcio Rocho, Santa Casa, Hospital das Clnicas e So Francisco para qualquer tipo de transplante, o que agravou ainda mais a situao. Segundo Tlio Costa, a Secretaria de Sade explicou que o descredenciamento foi determinado pelo Ministrio da Sade em funo de atraso na apresentao de documentos.
    "Os pacientes que esperam pelo transplante no querem ser operados em outro hospital", afirmou o presidente da Associao dos Transplantados. " uma cirurgia de alto risco e as pessoas querem fazer a cirurgia com o mdico de sua confiana", acrescentou.
    Tlio Costa disse que a fila de espera por transplantes de rins em Minas Gerais de cerca de 3.500 pacientes. Aproximadamente 120 necessitam do transplante duplo. O deputado Hely Tarqnio, que tambm mdico, v com preocupao as dificuldades que os usurios do SUS vm encontrando para a realizao de transplantes de rins. "Espero que, do debate, possam surgir sugestes para melhorar o atual sistema", afirmou.
    O deputado Antnio Carlos Arantes disse que apresentou o requerimento para a realizao da reunio aps ter sido procurado pela equipe mdica do Hospital Felcio Rocho. Segundo eles, os profissionais da instituio alegam que dificuldades burocrticas estariam impedindo a realizao dos transplantes. "Eles dizem que o hospital tem estrutura e uma equipe preparada para atender s demandas por transplantes", afirmou o deputado, que espera que a audincia sirva para esclarecer o assunto.
    Segundo o deputado Neider Moreira, a audincia servir para esclarecer situao gerada entre a Comisso Municipal de Nefrologia e o Setor de Transplantes de Rim e Pncreas do hospital. "Tais esclarecimentos visam a impedir que os pacientes fiquem prejudicados diante da estrutura altamente qualificada do hospital, enquanto o nmero de transplantes cai assustadoramente", afirma.
    Convidados - Alm de Tlio Costa, foram convidados para a reunio o secretrio de Estado de Sade, Marcus Pestana; o secretrio municipal de Sade de Belo Horizonte, Helvcio Miranda Magalhes Jnior; o diretor-geral da Central de Notificao, Captao e Distribuio de rgos e Tecidos de Minas Gerais do MG Transplantes, Charles Simo Filho; o cirurgio da equipe de transplantes do Hospital Felcio Rocho, Jos Maria Grossi Figueir; o presidente da Associao Nacional de Pacientes Doadores e Transplantados Renais; Jos Menezes Loureno; e o transplantado Paulo Hiplito.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 13, 2008

    RDIOS COMUNITRIAS. Um novo universo se abre com as aes do ministro Hlio Costa.

     

    Quase 100% dos municpios brasileiros
    esto instalando rdios comunitrias

    Ministrio das Comunicaes
    abriu sete avisos de habilitao
    em menos de trs anos.
    Cerca de trs mil emissoras
     j esto no ar em todo o Brasil

    Levar o servio de radiodifuso comunitria a todo o pas uma das prioridades do Ministrio das Comunicaes na gesto de Hlio Costa. At hoje j foram abertas as inscries para rdios comunitrias em 99,86% dos municpios brasileiros. S no foram abertas, ainda, nos municpios recm criados e algumas cidadescom problemas de espectro.
    As rdios comunitrias so de grande importncia para o pas, especialmente por seu impacto junto s comunidades. Por meio da discusso e do debate, elas permitem a valorizao e o desenvolvimento social, afirma ministro Hlio Costa.
    O crescente interesse da populao pelo servio motivo de orgulho para o ministro Hlio Costa. Desde que assumiu a pasta, j foram publicados sete avisos de habilitao, sendo dois em 2006, quatro em 2007 e um este ano.  Atualmente, 3.202 entidades esto habilitadas a montar uma rdio comunitria 2.379 delas com a licena definitiva.
    A conquista no s quantitativa. Em 2006, o Ministrio das Comunicaes publicou um aviso exclusivo para a cidade de So Paulo. Antes, nunca o MC tinha aberto um aviso na capital paulistana. Em 2007, foi lanado um aviso exclusivo para aldeias indgenas, quilombos, assentamentos e comunidades isoladas, numa parceria com o Programa Luz para Todos, do Ministrio das Minas e Energia.
    O desafio era levar o servio de radiodifuso comunitria s populaes que no tinham acesso nem energia eltrica.
    O servio
    A rdio comunitria uma pequena estao de rdio criada para ser um canal de comunicao da comunidade onde est sediada.
    um espao aberto para os moradores discutirem suas dificuldades, divulgarem servios e montarem sua prpria programao, fortalecendo a identidade local.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 13, 2008

    Seminrio, em BH, discutiu o tema LCOOL E TRNSITO.

     

    Pimentel abre Frum Municipal
    de Polticas Pblicas
    sobre lcool e Trnsito



    Fernando Pimentel participou da abertura do 1 Frum Municipal de Polticas Pblicas sobre lcool e Trnsito. A iniciativa visa subsidiar a comisso nomeada pela Prefeitura para a elaborao de polticas pblicas que reduzam os danos causados pela mistura de lcool e direo. 
     

    Pimentel afirmou que essas aes devem ser apoiadas pela sociedade da forma compartilhada que marca da atual administrao. "Deve ser criada uma lei exeqvel, que possa ser operacional, com o apoio da sociedade civil organizada, da opinio pblica, dos setores econmicos e com as reas responsveis pela segurana pblica", disse.
     

    Secretrios municipais, representantes de vrios setores econmicos, da segurana pblica, e do Ministrio da Sade discutiram, durante o frum, temas como a Poltica Nacional do lcool, elaborada pelo Governo Federal, programas de reduo de acidentes de trnsito, melhorias na fiscalizao, restrio venda de bebidas alcolicas e assistiram apresentao de pesquisas sobre o consumo de lcool e suas conseqncias.
    No encontro, foi abordada tambm a questo da venda de bebidas em postos de convenincia.


     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 13, 2008

    POLTICA. Vem a o PC - no o Partido Comunista - e sim o PARTIDO CRISTO. Iniciativa de um publicitrio paulista de Americana, interior daquele Estado.

    O presidente nacional e criador do PC Ronaldo Moreno, que lana o partido, hoje, aqui em BH.
    Ser s 19:00 no Auditrio do CREA, perto da Assemblia Legislativa de Minas no bairro Santo Agostinho.
    O PC vai trabalhar na defesa dos valores da famlia.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 13, 2008

    COLUNA VERDE!!! Recebemos do vice-prefeito de BH, Ronaldo Vasconcellos, a coluna dele, que publicamos para voc conferir!








































    Engenheiro eletricista (1973), professor universitrio,
    vice-prefeito de B.H. Fale com o Ronaldo: ambito@terra.com.br




    Verdade inconveniente brasileira.
    Hoje a pesca est difcil, antes era mais fcil viver do rio. Mas eu no fico parada no, porque a boca no espera e barco parado no ganha frete. Dona Antnia, Barra dos Pindabas, Bacia do Rio So Francisco.



    Estaes de piscicultura.
    As estaes de piscicultura da Cemig so destinadas ao estudo de tcnicas de reproduo induzida de espcies nativas, estudos da limnologia - qualidade de gua- e da biologia pesqueira, a fim de investigar as alteraes causadas na comunidade aqutica com a implantao de uma usina hidreltrica. A Cemig possui as seguintes estaes de piscicultura: Volta Grande, Itutinga, Trs Marias e Machado Mineiro.


    Educao ambiental.
    Ns, professores, orientamos: No jogue lixo na mata. O mutum, morador, implora: Ajude a garantir a minha sobrevivncia.

    Saudade pessoal e ecolgica.
    Do cantor, compositor, bomio, ex vereador de B.H., Rmulo Paes: Como pode um peixe vivo viver fora da gua fria?


    Ecologia e cidadania esta semana.
    O programa Ecologia e Cidadania ser transmitido pela TV Horizonte (canais19 UHF, 22 NET e 24 WAY), na quarta-feira (14 de maio), s 20:15 horas. O entrevistado o zootecnista pela UFV Universidade Federal de Viosa- Alisson Coutinho, superintendente do IBAMA em MG. Assuntos na boa e informativa entrevista: IBAMA, IBAMA/MG, Instituto Chico Mendes, trfico de animais silvestres, multas e por a. Vale a pena assistir.


    Comit I.
    A nona reunio do Comit Municipal de Mudanas Climticas e Ecoeficincia (cmmce@pbh.gov.br) foi realizada na quinta-feira passada (8 de maio), no plenrio JK, da Cmara Municipal de B.H.. Boas e efetivas presenas polticas: vereadores Anselmo Domingos (PTC), Luzia Ferreira (PPS), Ronaldo Gontijo (PPS), Tarcsio Caixeta (PT), Tot Teixeira (PR) e do vice-prefeito de Belo Horizonte, Ronaldo Vasconcellos (PV).


    Comit II.
    O Comit foi criado pelo Decreto Municipal 12.362, de 3 de maio de 2006, presta assessoria, consultoria e articula polticas ambientais j existentes em cada rgo da Prefeitura de B.H.. Um dos grupos de trabalho, em funcionamento no Comit, o das guas Pluviais que prope o gerenciamento eficaz dos recursos hdricos, por meio de aes como reaproveitamento da gua de chuva para uso domstico, industrial e agrcola. Esse grupo est promovendo estudos visando a captao e utilizao racional das guas pluviais para uso no potvel.


    Comit III.
    O prximo trabalho do Comit Municipal de Mudanas Climticas e Ecoeficincia da PBH organizar/ compilar/ aglutinar informaes sobre essas duas questes e apresentar sociedade bolorizontina, em junho desse ano, um documento pr-determinado de Diretrizes Municipais de Mudanas Climticas. Fao um convite aos envolvidos/ interessados / estudiosos do assunto que enviem sugestes para o Comit: cmmce@pbh.gov.br. Belo Horizonte e o Meio Ambiente agradecem. Bola Verde!


    Operao oxignio.
    A prefeitura de B.H vai endurecer o jogo contra a poluio veicular. Ela est se preparando para utilizar opacmetros, equipamentos que medem a emisso de poluentes. O alvo inicial so os nibus, mas motos, caminhes e carros tambm esto na mira. A conferir.


    Combustveis verdes : o que e quais so?
    So aqueles cuja emisso de CO2 durante o processo de produo ou no cano de descarga dos carros menor que a proveniente do diesel e da gasolina. Os mais viveis so o etanol e o biodiesel.

     

    Coluna Verde
    Divulgue esta idia. Envie a coluna para os seus contatos.
    Fale com a mbito Consultoria Ambiental Ltda.
    e-mail: ambito@terra.com.br
    site: www.ambitoconsultoria.com.br



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 13, 2008

    DE OLHO nas aes do governo Acio Neves.









    Governo de Minas
    quer auto-sustentao
    em carvo vegetal at 2015

     









    Jos Carlos Paiva/Secom MG

    Minas Gerais perde anualmente cerca de R$ 200 milhes, s em tributos, por causa do dficit na produo de carvo vegetal, que obriga a indstria siderrgica mineira a buscar o produto em outros Estados e pases. A informao foi transmitida nesta segunda-feira (12) pelo secretrio da Agricultura, Gilman Viana Rodrigues, durante a primeira reunio da Cmara Tcnica de Desenvolvimento Florestal, realizada no Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).

    O secretrio explicou que, para comear a mudar o quadro de dependncia mineira em relao ao carvo, que j est cotado em cerca de US$ 100 dlares o metro cbico, uma das medidas necessrias aumentar a rea de floresta plantada no Estado de cerca de 1,2 milho de hectares para 2 milhes de hectares. "O segmento de produo de floresta, em Minas, gera atualmente cerca de 800 mil empregos diretos e indiretos e esse volume dever crescer na proporo do aumento de plantio", acrescentou.
    "Defendemos a desburocratizao dos controles sobre o setor de florestas plantadas para possibilitar o avano do segmento at alcanar a auto-sustentao por volta de 2015", enfatizou o secretrio.
    Gilman Rodrigues preside a cmara, que conta com a participao dos seguintes secretrios: Alberto Duque Portugal, Cincia, Tecnologia e Ensino Superior; Jos Carlos Carvalho, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel; Fazenda, Simo Cirineu Dias;
    Planejamento e Gesto, Renata Vilhena; e Marcio de Lacerda, Desenvolvimento Econmico. A Cmara Tcnica de Desenvolvimento Florestal conta tambm com representantes dos segmentos industrial e de silvicultura, alm de entidades dos produtores rurais, cooperativas e universidades.
    Conforme explicou o secretrio, a proposta da cmara tcnica para o desenvolvimento de aes pblicas e estas dependem, entre outros fatores, de reformas no comando e controle das florestas.
    A cmara aprovou a formao de um grupo de trabalho para propor normas complementares ao trabalho da Secretaria da Agricultura como gestora das florestas plantadas pela Lei Delegada n 114. Para incluir a participao da sociedade nessa reforma, a cmara dever sugerir a realizao de uma audincia pblica na Assemblia Legislativa de Minas Gerais.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 13, 2008

    NOVIDADE! Quem for eleito governador de Minas, em 2010, poder ter direito a criar uma COMISSO DE TRANSIO que ter acessoa informaes sobre a contas pblicas... o que prev projeto do deputado Rmulo Veneroso, do PV de Betim. O projeto j passou pela comisso de Constituio e Justia e vai agora para a de Administrao Pblica. Confira detalhes do projeto!

    O candidato eleito para o cargo de governador do Estado ter o direito de instituir uma comisso de transio que ter pleno acesso a informaes sobre contas pblicas, programas e projetos governamentais e poder ser indicada at dez dias aps o resultado das eleies. Essa novidade est detalhada no Projeto de Lei (PL) 2.139/08, do deputado Rmulo Veneroso (PV), que comeou a tramitar na Assemblia Legislativa de Minas Gerais. Ele passou pela Comisso de Constituio e Justia (CCJ) nesta tera-feira (13/5/08), e agora j pode ser analisado pela Comisso de Administrao Pblica, em 1 turno. Os integrantes da comisso no sero remunerados.
    De acordo com o projeto, a comisso de transio tem como objetivo conhecer o funcionamento dos rgos e entidades da administrao pblica e preparar os atos de iniciativa do novo governador, a serem editados imediatamente aps a posse. Segundo o autor do projeto, o objetivo proporcionar ao candidato eleito acesso s informaes necessrias implementao de seu programa de governo. Ele lembra que j existe norma federal sobre o assunto, a Lei 10.609, de 2002, aplicada exclusivamente Unio.
    O relator na CCJ, deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), que preside a comisso, apresentou duas emendas. A primeira retira o trecho que estabelece que a comisso ser composta por dez membros indicados pelo candidato eleito (d ao pargrafo 1 do artigo 1 nova redao), mas mantm a determinao de que ela ter um coordenador, a quem competir requisitar as informaes dos rgos e entidades da administrao pblica estadual. A emenda n 2 acrescenta a expresso "na forma do regulamento" ao artigo 3, que determina que os titulares dos rgos e das entidades so obrigados a fornecer as informaes solicitadas e prestar o apoio tcnico e administrativo necessrio.
    No parecer, o relator destaca que a formao de equipe ou comisso de transio importante para a transferncia de governo em virtude da complexidade da mquina administrativa, mas pondera que no faz sentido definir o nmero de integrantes. Com relao emenda n 2, alega que preciso anlise mais cuidadosa sobre o "apoio tcnico e administrativo necessrio", e que caber ao Executivo definir sua extenso. O relator lembra que se poderia indagar se essa regra envolve a organizao da administrao pblica, o que diz respeito privativamente ao Executivo.

                                                                        Conselho de Educao
                                                               poder ganhar seis novos integrantes

    A comisso aprovou parecer pela constitucionalidade do PL 2.317/08, do governador, que amplia a composio do Conselho Estadual de Educao de 24 para 30 integrantes (altera o caput do artigo 3 da Lei Delegada 31, de 1985, que reorganiza o conselho). O conselho um rgo autnomo que tem, entre outras atribuies, as de baixar normas disciplinadoras do sistema estadual de educao, interpretar a legislao de ensino, autorizar e supervisionar o funcionamento do ensino particular e avaliar-lhe a qualidade.
    O relator, deputado Dalmo Ribeiro Silva, apresentou a emenda n 1, que d ao artigo 2 nova redao, determinando que, na primeira investidura dos seis membros acrescidos ao conselho, trs tero mandato at 31 de dezembro de 2009 e os outros trs at 31 de dezembro de 2011, a critrio do governador. Segundo o projeto original, trs dos seis novos conselheiros tero mandato de dois anos na primeira investidura, aplicando-se nas investiduras subseqentes as regras do artigo 4 da lei delegada. De acordo com esse artigo, o mandato de quatro anos, com trmino em 31 de dezembro dos anos mpares, permitida uma reconduo.
    Explicao - No parecer, o relator explica que o artigo 2 estabelece uma regra de natureza transitria para ajustar o mandato dos novos conselheiros regra de mandatos em vigor. Pondera, no entanto, que, na forma como est redigido, prejudicar a aplicao do artigo 4 da lei delegada. Ele cita um exemplo: supondo-se que os novos conselheiros tomem posse em agosto de 2008 e que o mandato de trs deles se encerre em julho de 2010, aqueles que os sucederem no tero mandato de quatro anos, pois a regra diz que os mandatos se encerram em dezembro dos anos mpares.
    Declarao de bens de polticos
    Outro projeto apreciado na reunio foi o PL 1.181/07, do deputado Durval ngelo (PT), que regulamenta o artigo 258 da Constituio do Estado, que obriga todo agente poltico ou agente pblico a declarar seus bens, sob pena de nulidade do ato de posse. O parecer do deputado Sebastio Costa (PPS) foi rejeitado pelos parlamentares, tendo sido nomeado relator o deputado Sargento Rodrigues (PDT) para emitir novo parecer. Pela proposio, ficam obrigados a fazer a declarao dos bens que compem o seu patrimnio privado o governador, o vice-governador e os secretrios de Estado, os membros da Assemblia Legislativa, do Tribunal de Contas, da magistratura e do Ministrio Pblico, os agentes pblicos ocupantes de cargos de qualquer categoria ou natureza, alm dos dirigentes de entidades da administrao indireta.
    No parecer rejeitado pela comisso, o deputado Sebastio Costa opinava pela aprovao do projeto na forma do substitutivo n 1. O texto do substitutivo modificava a proposio original, disciplinando apenas a apresentao de declarao de bens pelos agentes pblicos, e visava adequar a legislao estadual Lei de Improbidade Administrativa (Lei Federal 8.429, de 1992).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 13, 2008

    INCLUSO DIGITAL. Ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa foi a Governador Valadares, aonde assinou liberao de Telecentos para cerca de 80 municpios.


    O ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa, assinou o convnio com cerca de 80 municpios dos Vales do Rio Doce, Mucuri e Jequitinhonha. Cada um vai receber um kit com 10 computadores e uma impressora e linha de banda larga para acesso internet.
    A solenidade no Auditrio da Univale em Governador Valadares, reuniu os deputados Leonardo Quinto, Mauro Lopes e a deputada Elisa Costa.
    Tambm presente o empresrio Venildo Lima, lder poltico de Nanuque, cidade que tambm vai receber do Ministrio das Comunicaes, um completo Telecentro, que vai incluir o municpio na era digital. 

    Licitao do Programa de Incluso Digital
    economiza mais de R$ 6 milhes mensais

    Ministrio das Comunicaes amplia abrangncia
    para 12 mil pontos de conexo banda larga

    Com a nova licitao, o Programa Gesac (Governo Eletrnico Servio de Atendimento ao Cidado) tem um crescimento de mais de 200% . A conexo internet ser de alta velocidade e chegar a  todo o Brasil, sendo que um lote foi exclusivo para o Nordeste. A Embratel a potencial vencedora para prestar os servios de conectividade. O prego, realizado no fim de abril, teve como alvo a conexo de quase 12 mil pontos.
    O edital foi dividido em dois lotes: o do Nordeste, com 5.917 pontos, e outro para as demais regies, com 6.002 pontos. A Embratel apresentou a melhor proposta pra o primeiro, com um lance final de R$ 1,49 milho - cerca de 70% a menos do que o mximo estimado no edital, que era de R$ 5,01 milhes mensais.  No segundo lote, o preo final tambm ficou muito abaixo do estimado: o menor lance foi de R$ 1,8 milho, sendo que o mximo estabelecido era de R$ 5,13 milhes.
    "A licitao ultrapassou todas as expectativas do ministrio. Os resultados dos lances apontam para uma economia de mais de R$ 6 milhes por ms em relao estimativa inicial", comemora o diretor de Incluso Digital do Ministrio das Comunicaes, Heliomar Medeiros. A expectativa de investimento do MC na implementao dos 12 mil pontos de R$ 158 milhes nos prximos quatro anos. De acordo com o edital, os primeiros 1.200 pontos devero ser instalados  at 120 dias aps a assinatura do contrato.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 13, 2008

    BURACOS...BURACOS...BURACOS... na BR-040 ( trecho de BH a Lafayette), levam deputados a se indignarem. Confira: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS.

     
     
     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 13, 2008

    BR-040 . BURACOS... BURACOS...BURACOS!!! Deputados estaduais da Comisso de Transportes ficaram INDIGNADOS com a situao da BR-040 no trecho de BH a Conselheiro Lafayette. Visita foi feita ontem. E HOJE, s 14h30m na Assemblia Legislativa, os BURACOS da BR-040, sero as estrelas de uma Audincia Pblica.

    Asfalto em pssimas condies, veculos de carga trafegando com velocidade e peso acima do permitido, muitos acidentes e risco permanente para os motoristas. Este o resumo da situao encontrada pela Comisso de Transporte, Comunicao e Obras Pblicas da Assemblia Legislativa de Minas Gerais na BR-040, no trecho entre Belo Horizonte e Conselheiro Lafaiete. O vice-presidente da comisso, deputado Juninho Arajo (PRTB), os deputados Joo Leite (PSDB), Fbio Avelar (PSC), Padre Joo (PT) e a deputada Maria Lcia Mendona (DEM) percorreram o trecho nesta segunda-feira (12/5/08).
    Acompanhados pelo superintendente da Polcia Rodoviria Federal em Minas, Waltair Vasconcelos, eles constataram o estado precrio da rodovia e prometeram cobrar aes emergencias do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit). A visita serviu para obter mais dados, que sero levados audincia pblica que a comisso realiza nesta tera-feira (13). Os deputados vo para a audincia munidos de imagens dos problemas considerados mais graves nesse trecho da BR. O vice-presidente da comisso, deputado Juninho Arajo (PRTB), ressaltou a importncia da visita: "No somos Poder Executivo, no podemos fazer obras. Nosso papel este: fiscalizar, propor aes. Se preciso, vamos acionar o Ministrio Pblico". Prefeitos e vereadores da regio tambm acompanharam a comisso.
    Logo na sada de Belo Horizonte, o estado do viaduto da Mutuca chamou a ateno dos deputados. Alm dos buracos na pista, as juntas de metal para dilatao do asfalto esto todas danificadas. Alguns pedaos foram retirados e no foram substitudos. Segundo os deputados, o vo de mais de um metro entre as duas pistas tambm no deveria existir. "J houve um entendimento com o Dnit, que prometeu fechar esse espao, mas at hoje isso no foi feito", disse o deputado Joo Leite. A deputada Maria Lcia Mendona afirmou que j enviou ofcio ao rgo pedindo providncias. A resposta teria sido que o nmero de mortes no local no considerado preocupante, para espanto da parlamentar.
    " inconcebvel que uma rodovia desse porte esteja em condies to ruins", afirmou o deputado Fbio Avelar. Ele recebeu recentemente denncia do Movimento pela Vida, de Conselheiro Lafaiete, alertando para a no realizao da operao tapa-buracos, apesar de j ter sido concludo o processo de licitao para as obras.

                                                          Empresas usam duas notas fiscais
                                                              para ocultar excesso de peso

    A situao da BR-040 fica pior no trecho entre Congonhas e Belo Vale, especialmente no chamado "Viaduto da Ferteco". L, onde os buracos so maiores e a pista est constantemente cheia de fragmentos de minrio deixados pelas transportadoras, a Polcia Rodoviria parou trs caminhes para comprovar o que j era sabido: a maioria deles trafega sem o ticket de pesagem da carga e sem nota fiscal do produto. Dos trs, o nico que estava com a nota fiscal tinha 5,9 toneladas a mais do que o permitido pelo fabricante do veculo. O caminho, que levava minrio para a Gerdau-Aominas em Ouro Branco, foi multado e levado para um posto policial prximo.
    J na viagem de volta, na altura do Km 575, no municpio de Itabirito, os deputados fizeram a ltima parada no posto da Receita Federal, onde h uma das poucas balanas de pesagem da regio. Na opinio do auditor fiscal da Receita Estadual, Marcelo Impelizzieri de Moura, que trabalha no posto, as mineradoras so as grandes destruidoras das estradas. "No temos condies de pesar todos os caminhes, mas se fizssemos isso, certamente veramos que quase 100% trafega com sobrepeso", afirmou.
    Segundo Impelizzieri, comum as empresas - as que tiram nota - emitirem duas notas fiscais para a mesma carga; uma com o peso permitido e outra indicando o peso real. Para os fiscais da Receita, apresentam a nota com o peso real da carga; para os patrulheiros da Polcia Rodoviria, que na maioria das vezes conseguem identificar o excesso de carga mesmo sem o ticket de pesagem, mostram a nota onde est registrado apenas o peso permitido.
    O deputado Padre Joo (PT), autor do requerimento pela audincia que ser realizada nesta tera-feira (13), tambm acredita que o transporte de minrio o maior responsvel pela deteriorao da via. "Os buracos se acentuam no local onde passam as carretas, fcil ver isso", observou. O deputado afirmou que, na audincia, sero cobrados os desdobramentos de uma outra reunio, realizada em setembro de 2007, na qual representantes do sindicato das empresas extrativas, o Sindiextra, prometeram construir uma rodovia paralela para transportar minrio.
    Presenas
    - Deputado Juninho Arajo (PRTB), vice presidente da comisso; deputados Joo Leite (PSDB), Padre Joo (PT), Fbio Avelar (PSC) e deputada Maria Lcia Mendona (DEM)







                            Comentrios

    #1. Jose Aparecido Ribeiro - (jaribeirobh@gmail.com)
    Joo
    Parabns para os Deputados da Comisso de Transporte e Obras Pblicas. O que o povo espera de um Deputado EXATAMENTE isto. Na verdade ele espera de todo homem pblico, que deve estar onde os problemas acontecem, nas ruas, nas estradas, nos aeroportos, nos hospitais, nas filas de bancos, na noites, dentro dos nibus... O Vereador, Deputado, Senador e Presidente que perceber isto conseguir mostrar ao povo a que veio, j que o poder emana do povo, infelizmente...Antes que me reprimam eu explico: Em uma Pas com tantas desigualdades, com tanta falta de educao em todos o sentidos da palavra, o que se pode esperar do "povo"? Democracia pre supoe um mnimo de equidade intelectual. Enquanto o voto no for facultativo, a excesso desses que vc colocou na materia e outros que conhecemos e admiramos, Vereadores, Deputados, Senadores e Presidentes s encontraro com o povo durante o perdodo de eleies.
    Nosso modelo permite que qualquer um possa ser Poltico, mas sabemos que no qualquer um que deve ser Poltico. O Individuo para exercer a coisa pblica no pode s ser bom, ele precisa ser TIMO e pertencer a RAA DE OURO... Para quem no sabe o que significa Raa de Ouro, sugerimos a leitura de Plato. Pr requisito que deveria constar na admisso para o cargo de Homem Pblico...








                    Comentrios

    #1. Jose Aparecido Ribeiro - (jaribeirobh@gmail.com)
    Joo
    Parabns para os Deputados da Comisso de Transporte e Obras Pblicas. O que o povo espera de um Deputado EXATAMENTE isto. Na verdade ele espera de todo homem pblico, que deve estar onde os problemas acontecem, nas ruas, nas estradas, nos aeroportos, nos hospitais, nas filas de bancos, na noites, dentro dos nibus... O Vereador, Deputado, Senador e Presidente que perceber isto conseguir mostrar ao povo a que veio, j que o poder emana do povo, infelizmente...Antes que me reprimam eu explico: Em uma Pas com tantas desigualdades, com tanta falta de educao em todos o sentidos da palavra, o que se pode esperar do "povo"? Democracia pre supoe um mnimo de equidade intelectual. Enquanto o voto no for facultativo, a excesso desses que vc colocou na materia e outros que conhecemos e admiramos, Vereadores, Deputados, Senadores e Presidentes s encontraro com o povo durante o perdodo de eleies.
    Nosso modelo permite que qualquer um possa ser Poltico, mas sabemos que no qualquer um que deve ser Poltico. O Individuo para exercer a coisa pblica no pode s ser bom, ele precisa ser TIMO e pertencer a RAA DE OURO... Para quem no sabe o que significa Raa de Ouro, sugerimos a leitura de Plato. Pr requisito que deveria constar na admisso para o cargo de Homem Pblico...








                    Comentrios

    #1. Jose Aparecido Ribeiro - (jaribeirobh@gmail.com)
    Joo
    Parabns para os Deputados da Comisso de Transporte e Obras Pblicas. O que o povo espera de um Deputado EXATAMENTE isto. Na verdade ele espera de todo homem pblico, que deve estar onde os problemas acontecem, nas ruas, nas estradas, nos aeroportos, nos hospitais, nas filas de bancos, na noites, dentro dos nibus... O Vereador, Deputado, Senador e Presidente que perceber isto conseguir mostrar ao povo a que veio, j que o poder emana do povo, infelizmente...Antes que me reprimam eu explico: Em uma Pas com tantas desigualdades, com tanta falta de educao em todos o sentidos da palavra, o que se pode esperar do "povo"? Democracia pre supoe um mnimo de equidade intelectual. Enquanto o voto no for facultativo, a excesso desses que vc colocou na materia e outros que conhecemos e admiramos, Vereadores, Deputados, Senadores e Presidentes s encontraro com o povo durante o perdodo de eleies.
    Nosso modelo permite que qualquer um possa ser Poltico, mas sabemos que no qualquer um que deve ser Poltico. O Individuo para exercer a coisa pblica no pode s ser bom, ele precisa ser TIMO e pertencer a RAA DE OURO... Para quem no sabe o que significa Raa de Ouro, sugerimos a leitura de Plato. Pr requisito que deveria constar na admisso para o cargo de Homem Pblico...








                    Comentrios

    #1. Jose Aparecido Ribeiro - (jaribeirobh@gmail.com)
    Joo
    Parabns para os Deputados da Comisso de Transporte e Obras Pblicas. O que o povo espera de um Deputado EXATAMENTE isto. Na verdade ele espera de todo homem pblico, que deve estar onde os problemas acontecem, nas ruas, nas estradas, nos aeroportos, nos hospitais, nas filas de bancos, na noites, dentro dos nibus... O Vereador, Deputado, Senador e Presidente que perceber isto conseguir mostrar ao povo a que veio, j que o poder emana do povo, infelizmente...Antes que me reprimam eu explico: Em uma Pas com tantas desigualdades, com tanta falta de educao em todos o sentidos da palavra, o que se pode esperar do "povo"? Democracia pre supoe um mnimo de equidade intelectual. Enquanto o voto no for facultativo, a excesso desses que vc colocou na materia e outros que conhecemos e admiramos, Vereadores, Deputados, Senadores e Presidentes s encontraro com o povo durante o perdodo de eleies.
    Nosso modelo permite que qualquer um possa ser Poltico, mas sabemos que no qualquer um que deve ser Poltico. O Individuo para exercer a coisa pblica no pode s ser bom, ele precisa ser TIMO e pertencer a RAA DE OURO... Para quem no sabe o que significa Raa de Ouro, sugerimos a leitura de Plato. Pr requisito que deveria constar na admisso para o cargo de Homem Pblico...


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 13, 2008

    Leilo de gado Jersey movimenta mais de 200 mil reais. Informao foi enviada aonosso BLOG DE NOTCIAS pelo jornalista Ricardo Carlini do Programa "Campo & Criao".

    O 6 Leilo Marcas de Sucesso movimentou mais de R$ 213 mil na
    comercializao de 50 lotes, atingindo mdia de R$ 4.269,60 mil por
    animal. Os animais da Fazenda do Pilo, de propriedade do mdico Sebastio
    Cabral, e da Fazenda do Padre, de Anselmo Vasconcelos, tambm presidente
    da Associao Mineira dos Criadores do Gado Jersey, foram muito
    disputados. Eles esto entre os mais cobiados no pas, uma vez que a
    fmea jersey a que produz leite com mais protena, atingindo maior
    remunerao junto aos laticnios.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 12, 2008

    GIRO PELO MUNDO.


    ( Foto arquivo).
    Da esquerda para a direita: dra. Ktia,
    o advogado Carlos Alberto Penna e
     o juiz aposentado e advogado empresarial,
    Expedito Euzbio da Silva.

    O casal Ktia/Expedito Euzbio
    est num giro pelos Estados Unidos.

    J o advogado Carlos Alberto Penna est na Europa.
    Ele enviou-me um carto postal de vora, Portugal.
     Uma bela foto do histrico Templo de Diana.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 12, 2008

    RIACHO DOCE eleita a segunda PRAIA DESERTA mais bonita do Brasil. Parabns ao povo de Conceio da Barra,j que Riacho Doce fica no municpio, cerca de 20 kms de Dunas de Itanas, distrito da Barra. Riacho uma praia maravilhosa. Sempre vou l no vero e no ms de julho com minha famlia. Interessante que Riacho Doce separa o Esprito Santo - do Estado da Bahia. Voc atravessa com a gua at a barriga para a Bahia e volta antes da cheia, al por volta das 6 datarde, tambm atravessando a p o Riacho Doce. Sugiro conferir! MARAVILHOSO!!!








































    Lado esquerdo Conceio da Barra ES, lado direito do riacho, Bahia.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 12, 2008

    O governador do Esprito Santo Paulo Hartung inaugura rodovia Adolpho Serra e anuncia recursos para fazer as obras da Bugia e a Orla de Conceio da Barra. O balnerio fica no norte do Esprito Santo, a 630kms de BH, e frequentado por milhares de mineiros no vero e nas frias de julho. O prefeito da Barra, o popular Manoel P de Boi, disse que as obras so fundamentais para o turismo na regio. Os primeiros 6 milhes e 200 mil reais para recuperar a Bugia e a orla - invadidas em parte pelo mar, vieram de emendas dos capixabas. E agora que o governador Hartung assuniu o compromisso pblico de faz-las, a Barra ter um novo salto de qualidade turstica e econmica. No municpio, a 25 kms do centro de Conceio da Barra, fica a inigualvel reserva estadual do Parque de DUNAS DE ITANAS, aonde ser realizado em julho o famoso FORR P DE SERRA, que atrai turistas de todo o pas. Fica o registro para voc que frequenta a regio, como eu, que tenho casa de vero l na Barra.











    Prefeito Municipal
    agradece ao governador
    pelo presente Conceio da Barra

     












    Severino Vieira de Paula
    O Prefeito agradeceu ao governador (C), pelo momento importante que Conceio da Barra vive

    Conceio da Barra Com palavras simples e sem rodeios, o Prefeito Municipal de Conceio da Barra, agradeceu ao governador Paulo Hartung e ao vice Ricardo Ferrao pelo momento importante que viveu na manh do dia 5 de abril, com a inaugurao da Rodovia Adolpho Serra, e a expectativa que foi gerada na populao acerca dos investimentos que sero disponibilizados para o municpio, especialmente o fato do governador Paulo Hartung assumir publicamente a obra da Bugia e da orla de Conceio da Barra:

    "Eu vou querer sempre o melhor para o nosso povo. Se o melhor o Estado assumir as obras, ento que seja feita da forma que se resolva definitivamente o problema que se arrasta h tanto tempo em nosso municpio", revelou o prefeito.

    Anunciando as obras que iria inaugurar ainda no dia 5, como: as reformas e ampliao na Escola Atrogildo Carneiro Setbal, no bairro Santo Amaro, que passa a contar com mais trs salas de aula e a cobertura da quadra de esportes; uma praa no bairro Marcilio Dias II e outra na Vila dos Pescadores, alm da reforma geral feita no cais do rio Cricar, o Prefeito Municipal, garantiu a todos os presentes que o calamento de um quilmetro de rua no bairro Novo Horizonte, j comea esta semana, bem como, o calamento de uma extensa avenida nos bairros perifricos da Sede do municpio, iniciando no bairro Cohab I, passando pelo bairro Floresta, So Jos, Santo Amaro e finalizando na Vila dos Pescadores:

    "Houve alguns problemas e tivemos que parar a produo de bloquetes, mas j resolvemos e estamos produzindo a quantidade necessria para calar todo este trecho que acabei de mencionar", declarou o prefeito.

    O Prefeito falou de sua expectativa em torno do incio das obras da orla, agora definitivamente assumida pelo Estado, e que far conforme foi acertado com o governador, com relao a compra das pedras para o incio de execuo do projeto, utilizando os recursos conquistados pelas emendas da bancada federal, um montante que totalizar R$ 6,2 milhes.

    Finalizando, o prefeito agradeceu a todos pela presena, em especial o governador Paulo Hartung e o vice Ricardo Ferrao, bem como toda a comitiva que participou de um dos dias mais importantes na histria de Conceio da Barra.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 12, 2008

    "Osvaldo e a Saga do Araguaia". O livro ser lanado hoje, dia 13, s 19 horas, l no Auditrio da Assemblia Legislativa de Minas. O convite foi enviado ao nosso BLOG DE NOTCIAS pela deputada federal J Morais, doPC do B.

    Voc o nosso convidado para o lanamento do livro "Osvaldo e a Saga do Araguaia", que acontecer na prxima segunda-feira, dia 12, s 19 horas, no auditrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, no bairro Santo Agostinho.
    O livro, de autoria do jornalista Bernardo Joffily, ser lanado em Audincia Pblica da Comisso de Direitos Humanos da Assemblia Legislativa. Na ocasio, alm de conversar com o autor, ser debatido o caso dos desaparecidos na Guerrilha do Araguaia.
    J esto confirmadas as presenas da sobrinha de Osvaldo, Maria Elisa Orlando; da professora da Unicamp e colega do guerrilheiro na Universidade de Praga, Sandra Brisolla; da deputada federal J Moraes e dos deputados estaduais Carlin Moura e Durval ngelo.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 12, 2008

    Empresrio barbacenense - MRCIO RIVELLI - vai receber a Comenda Mrito Industrial da FIEMG, sexta-feira, na Serraria Souza Pinto, aqui em BH.








    O empresrio barbacenense, Mrcio Rivelli, da Nogueira Rivelli Irmos Ltda, receber a comenda Mrito Industrial. A solenidade acontece em Belo Horizonte, na Serraria Souza Pinto, no prximo dia 16, a partir das 20h.
    A Federao das Indstrias de Minas Gerais (FIEMG) concede o Mrito Industrial a empresrios que se destacaram nas atividades que desenvolvem e tiveram relevante participao em suas comunidades. Mrcio foi indicado pelo Sindicato Intermunicipal das Indstrias Metalrgicas, Mecnicas e de Material Eltrico de Barbacena e Sindicato Intermunicipal das Indstrias da Construo Civil e do Mobilirio de Barbacena.
    A empresa Rivelli foi oficialmente constituda em 1985 por Mrcio e seu irmo Carlos Rivelli, perto da Igreja do Divino, nos fundos da casa de seus pais. J no ano seguinte foram construdos os primeiros galpes para criao de frangos, na Fazenda Joo Rivelli, em Ressaquinha.





    Alguns anos mais tarde, em 1992, os irmos Mrcio e Carlos inauguraram a unidade de abate, s margens da BR-040, seguindo as normas ambientais e os padres do Servio de Inspeo Federal. Atualmente as empresas do grupo geram cerca de 1.300 empregos diretos, nas diversas cidades onde atua, e outros 4 mil indiretos.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 12, 2008

    GRUPO LDER de Muria -leia-se o deputado Braulio Braz - recebe hoje noite ( 20:00 ) homenagem da Assemblia de Minas. O Grupo est fazendo 50 anos. Reunio Especial ser transmitida AO VIVO pela TVA.

    O Grupo Lder de Muria, conglomerado de empresas que atuam nos setores do comrcio, indstria e servios, ser homenageado pela Assemblia Legislativa de Minas Gerais hoje segunda-feira (12/5/08) por seus 50 anos de fundao. A Reunio Especial, que atende a requerimento do deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), ser realizada no Plenrio, s 20 horas. "O Grupo Lder comemora o seu jubileu de ouro, com saldo muito positivo de xitos e glrias mas, sobretudo, de superao de todos os obstculos", afirmou o deputado.
    A primeira empresa do grupo, o Rodovirio Lder, foi fundada pelo seu presidente, Jos Braz, em 1957, em Muria, na Zona da Mata. Inicialmente, a empresa era focada no transporte de leite "in natura" e cargas frigorificadas. Dez anos mais tarde, foi incorporado ao grupo a primeira empresa de revenda de automveis, da marca Chevrolet, adquirida em 1967. No decorrer dos 30 anos seguintes, o grupo se expandiu para outras cidades de Minas e tambm pelos estados do Rio de Janeiro e Esprito Santo. Hoje, o grupo tem 4 mil funcionrios, distribudos em 84 empresas.
    O centro estratgico de operaes do Grupo Lder est em Muria. O Rodovirio Lder atende a clientes de grande porte, em quase todo o territrio nacional, nos segmentos de produtos siderrgicos, alimentcios, papel e celulose, leite e seus derivados, dentre outros. Com o crescimento do mercado, passou a desenvolver projetos especficos e dedicados para cada cliente, alm da locao de veculos, mquinas, carregamento e transporte de madeiras, no campo
    De acordo com o autor do requerimento, o progresso do Grupo Lder, ao longo de sua histria, se confunde com a evoluo tecnolgica e com a modernizao na administrao. "Apostando na valorizao de seu recurso humano e na slida formao tcnico-profissional de seus funcionrios, como forma de aquisio de competncia, consolidou uma organizao profissionalmente responsvel, que conta com a dedicao e o engajamento voluntrio de seus colaboradores", concluiu.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 12, 2008

    Hoje,23 horas, na TVAssemblia. A situao dos minerios que sairam pra trabalhar nos Estados Unidos e que agora - com a crise do mercado imobilirioe o dlar em baixa - esto retornando ao pas.










                                             Assemblia Debate


    Os impactos com o fluxo migratrio de mineiros para o exterior o assunto em discusso esta semana. Participam os deputados Carlos Mosconi, do PSDB, e a deputada Elisa Costa, do PT. Tambm foram convidados o pesquisador da PUC Minas, Duval Fernandes, e o Coordenador do Centro de Informao e Assistncia Tcnica, Antnio Carlos Linhares Borges. O Assemblia Debate vai ao ar, nesta segunda, s 23h.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 12, 2008

    DIA DO ZOOTECNISTA ser comemorado amanh, dia 13.

    O Conselho Regional de Medicina Veterinria de Minas Gerais realiza, na
    prxima tera-feira, 13 de maio, a solenidade de comemorao do Dia do
    Zootecnista. A data um marco na histria da profisso, quando foi
    realizada a aula inaugural do curso superior no pas, em 1966. A homenagem
    prestada aos profissionais j tradio no conselho mineiro.
    Durante o evento, sero homenageados os profissionais que se destacaram no
    exerccio da atividade. Nosso objetivo valorizar os profissionais que
    trabalham arduamente em prol do reconhecimento e o respeito que a
    profisso merece, afirma o Presidente do Conselho Regional, Fernando
    Laender.

    O zootecnista o profissional responsvel pelo estudo e controle da
    reproduo, aprimoramento gentico e nutrio dos animais criados com fins
    comerciais. O principal foco do trabalho buscar o aumento da produo,
    melhorando a qualidade dos produtos de origem animal. Muitas vezes
    confundido com o veterinrio, o zootecnista , na verdade, o profissional
    que cuida da criao de animais para abate, como bovinos, sunos,
    avestruzes e frangos, aplicando tcnicas de criao, melhoramento
    gentico, e alimentao e nutrio animal, que so as principais reas de
    atuao do profissional.

    Minas Gerais conta, atualmente, com 1.584 profissionais registrados no
    Conselho. Desse total, 1.053 esto em atuao. Para receber as homenagens,
    foram escolhidos zootecnistas que atuam em diversas reas: ensino,
    pesquisa, iniciativa privada, rgos pblicos e entidades de classe. Todos
    com mais de dez anos de atuao profissional.

    Recebero as homenagens do CRMV-MG Adilson de Paula Almeida Aguiar
    (Faculdade de Agronomia e Zootecnia de Uberaba); Antnia de Maria Filha
    Ribeiro (Faculdade de Educao de Uberaba); Crisantino Almeida Borm Filho
    (Sociedade Rural de Montes Claros); Idalmo Garcia Ribeiro (Universidade
    Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri); Joo Ricardo Albanez
    (Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuria e Abastecimento); Juan
    Carlos Lebron Casamada (Brasil Certificao); Leonardo de Oliveira
    Fernandes (Epamig); Luciana Castro Geraseev (UFMG): Paulo Henrique de
    Andrade (Gerente de Fazenda) e Paulo Svio Lopes (Universidade Federal de
    Viosa).
    Servio
    Solenidade de Comemorao do Dia do Zootecnista
    Data: 13/05/2008 19:30 horas
    Local: CRMV-MG - Rua Platina, 189 Bairro Prado Belo Horizonte


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Maio 12, 2008

    Hoje, segunda-feira, a Comisso de Transportes da Assemblia de Minas, visita a BR-040 - trecho entre BH e Conselheiro Lafayette. E amanh,f az Audincia Pblica no Auditrio da ALMG, em BH.

    A Comisso de Transporte, Comunicao e Obras Pblicas da Assemblia Legislativa de Minas Gerais quer avaliar as condies da BR-040 no trecho entre Belo Horizonte e Conselheiro Lafaiete e ouvir autoridades sobre a construo de via paralela para o transporte de minrio. Para isso, vai fazer uma visita a esse trecho, nesta segunda-feira (12/5/08), a partir das 9h30; e promover uma audincia pblica nesta tera (13), s 14h30, no Teatro. No debate de tera, estaro tambm em pauta assuntos como a recuperao do pavimento da rodovia entre as duas cidades, a privatizao da estrada e a concluso das obras de viaduto alternativo ao Vila Rica, o "Viaduto das Almas".
    O presidente da comisso e autor do requerimento da visita, deputado Gustavo Valadares (DEM), quer averiguar as condies de trfego na rodovia, cuja pavimentao classificada como precria. O parlamentar cita matria veiculada no jornal Estado de Minas do ltimo dia 5 de maio mostrando que at o superintendente regional dos patrulheiros da Polcia Rodoviria Federal tem ajudado motoristas na troca de pneus danificados pelos buracos da pista.
    J o deputado Padre Joo (PT), autor do requerimento da reunio de tera, informa que, em 2007, foi promovida audincia para discutir o transporte de minrio na BR-040, em particular no trecho que vai de Congonhas a Belo Vale. Como resultado, o deputado lembra que o Sindiextra, sindicato da indstria de minerao, e o Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transporte (Dnit) se comprometeram a tomar providncias. Entre elas, a construo de uma via paralela para o transporte do minrio e a finalizao das obras de viaduto alternativo ao Vila Rica. O objetivo do parlamentar saber quais providncias foram tomadas nesse perodo.
    Convidados - Para a reunio, foram convidados o ministro dos Transportes, Alfredo Pereira do Nascimento; o superintendente do Dnit, Fernando Guimares Rodrigues; o superintendente regional do Departamento de Polcia Rodoviria Federal, Waltair Vasconcelos Sobrinho; o prefeito de Congonhas, Anderson Costa Cabido, e o vereador Evandro Alves de Almeida; o gerente-geral do Complexo de Itabirito da Vale, Alexandre de Paula Campanha; e o diretor da Nacional Minrio, Rogrio Caporali.
    Duas comisses discutiram o assunto em 2007
    Duas comisses discutiram os problemas da BR-040 em 2007, com o objetivo de intermediar a busca de solues. Uma delas foi a de Meio Ambiente e Recursos Naturais, em outubro. Nesta data, o Sindiextra apresentou a proposta de construo de uma estrada para acabar com o problema de transporte de minrio de ferro na rodovia entre o bairro Belvedere, em BH, e Conselheiro Lafaiete. O deputado Fbio Avelar (PSC), vice-presidente, solicitou a reunio alegando que o transporte de minrio estava causando transtorno para os motoristas e os moradores da regio.
    Nesse debate, a presidncia do Sindiextra disse que 90% do trnsito da BR-040 seria transferido para a nova estrada. O trecho seria construdo no terreno Companhia Siderrgica Nacional (CSN), que investiria US$10 milhes. Um terminal ferrovirio tambm seria construdo, com uma verba de US$ 8 milhes. O projeto ainda no havia sido implementado por falta de licenciamento ambiental e autorizao do Dnit, mas a expectativa era de que as obras comeassem em janeiro deste ano e fossem concludas em agosto. A presidncia do sindicato destacou, no debate de outubro, os procedimentos determinados pela Fiemg: lavao, pesagem e passagem, por plataforma de lonamento, de todos os caminhes que transportassem minrio. O Sindiextra explicou, ainda, que a rodovia era usada somente para transportar pequenas quantidades de ferro gusa.
    Antes disso, em junho, a Comisso de Transporte havia realizado audincia a requerimento do deputado Padre Joo - que destacou que inmeros acidentes ocorriam devido lama formada a partir do minrio. poca, um grupo de mineradoras que usam a BR-040 anunciou programa emergencial para reduzir os acidentes; e o Dnit estipulou que as obras do viaduto alternativo ao Vila Rica estariam concludas em um ano. Esse debate lotou o Auditrio com representantes da comunidade de Congonhas e parentes de vtimas de acidentes. Vrias crticas foram feitas s mineradoras.
    O deputado Padre Joo descreveu, na audincia, as pssimas condies de segurana da rodovia e traou um panorama ainda mais sombrio, j que a atual fase de expanso da explorao de minrio deve triplicar o trfego num futuro prximo. "Durante a seca, a poeira reduz a visibilidade dos motoristas. Na chuva, o p de minrio se transforma numa lama que cobre o pra-brisa, acarretando perda total da visibilidade e causando srios acidentes", disse ele, na reunio de junho.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 9, 2008

    Sexta no PARRILHA DO MERCADO do bairro Cruzeiro em BH.

    Almoamos com Nereu, gerente do Banco do Brasil - agncia Praa ABC na av.Afonso Pena aqui em Beag - e Ceclia Cavalcante, gerente de relacionamento.
    Conosco mesa, o administrador de empresa, Jos Aparecido Ribeiro, ex-presidente da ABIH.
    Ns degustamos um correto bife ancho, vinho chileno cabernet Sauvygnon, batata assada com recheio de queijo e arroz com brcolis. J o Z Aparecido degustou um bom peixe assado.
    Conversa boa. Nereu, um mineiro de Par de Minas, mas que trabalhou no BB em Uberada, antes de vir, aqui para BH, nos mostrou que um executivo moderno, globalizado, em sintonia com o cliente.Um novo perfil de executivo, que quebra aquele velho marasmo de que Banco Estatal burocrtico. 
    Ele gostou quando observei, que cobra que no arrasta, no engole sapo. que o conhec ontem, no coquetel do SONDHORB, l na Assemblia Legislativa. E hoje j estvamos almoando e estreitando a famosa network.

    EM OUTRA MESA, almoava com um scio, o empresrio Marcus Nasser, que atua com sucesso na comercializao de computadores. Marcus, meu amigo de muitos anos, grande corao. Vai inaugurar em breve - merecidamente - uma belisima, moderna e confortvel casa no elegante Alphaville.

    Tambm almoando na Parilha do Mercado, os publicitrios Chico Castilho da Agncia Philadlfia e Lcio Melo da agncia ASA.
    Anotamos tambm a presena do renomado advogado Edson Simo.
    Noutra mesa com duas amigas, a sra. urea Oliveira, mulher do nosso amigo, o editor jurdico, Arnaldo Oliveira, proprietrio da Editora Del Rey. 




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 9, 2008

    BOA notcia para ns mineiros! Em CONCEIO DA BARRA - balnerio que fica no norte do Esprito Santo, a 630 kms de BH - o prefeito Manoel P de Boi conseguiu licena para inciar a primeira etapa das obras de construo da BARREIRA de conteno da eroso e fixao da Foz do Rio Cricar. Segundo o prefeito esse o primeiro passo de recuperao de toda a ORLA da Barra. Gostei da notcia. Conheo bem a Barra, que frequento nos veres, desde 1994, levado pelo empresrio Venildo Lima, mineiro de Nanuque e que tem casa l na Barra, como eu.











    IEMA autoriza inicio
    da primeira etapa de
    obras da Bugia

     











    O Instituto Estadual de Meio Ambiente (IEMA), atravs do Protocolo de n 15.364/07, concedeu a Licena Prvia para a primeira etapa das obras de construo da barreira de conteno da Eroso e fixao da Foz do Rio Cricar (rio So Mateus) em Conceio da Barra.
    Esse o incio de um processo de recuperao de toda a orla, que a administrao municipal vem buscando soluo desde que assumiu a Prefeitura em janeiro de 2005. O anncio da liberao da licena prvia foi feito no meio da tarde desta tera-feira (29 de abril) e vem confirmar uma informao passada populao de Conceio da Barra pelo governador Paulo Hartung.
    Quando da inaugurao do trecho de 18 quilmetros de restaurao da rodovia Adolpho Serra, dia cinco de abril, o governador anunciou de pblico que ainda neste primeiro semestre de 2008 estaria promovendo a licitao da obra. E a licena concedida pelo IEMA o primeiro passo desta etapa.
    Projeto
    O diretor do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Eduardo Antnio Manatto Gimenes apresentou comunidade de Conceio da Barra, durante uma audincia no auditrio do Frum de Conceio da Barra dia 10 de agosto de 2007, o projeto de recuperao da orla e do bairro Bugia, elaborado pelo Instituto Nacional de Pesquisa Hidroviria (INPH).

    O projeto consiste na implantao de um espigo e quatro promotrios, tambm conhecidos como quebra mar para impedir o avano do mar, como acontece toda vez de mar alta. Com a execuo da obra, segundo o engenheiro, pelos prximos 100 anos no haver risco de destruio da orla. "Vamos recuperar 50 metros de praia numa extenso de 1.700 metros de praia", explicou o engenheiro na poca.

    Afirmou ainda que os tcnicos do INPH definiram que sero necessrios 180 mil metros cbicos de pedra para a construo dos promotrios e o espigo, bem como a reposio de 1,2 milhes de metros cbicos de areia para a recuperao total da praia. "Depois que esse trabalho estiver pronto, vai ser possvel at implantar uma quadra de futebol de areia na orla de Conceio da Barra", avisou Manatto.

    O municpio j possui garantidos R$ 6 milhes, resultado de emenda da bancada em Braslia. Com esse dinheiro a administrao vai ficar encarregada de comprar as pedras enquanto que o restante do custo da obra ser de responsabilidade do Governo do Estado conforme adiantou o governador Paulo Hartung.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 9, 2008

    Degustao de um BOM VINHO comea com escolha de uma BOA TAA de cristal. L na Expand Minas tem taa com preo adequado!




    Cada apreciador tem uma opinio ao eleger o melhor vinho do mundo. H quem defenda os clssicos Bordeaux e Borgonha, ou mesmo os tradicionais toscanos. Mas todos concordam em um s aspecto: a melhor taa para degustar seu vinho preferido a Riedel.
    A famlia RIEDEL est envolvida com o mundo dos cristais h mais de 250 anos. Ao longo de 11 geraes eles construiram a melhor e mais famosa grife de taas no mundo.
    Reforando a idia de que o prazer de um grande vinho comea na escolha de uma boa taa, a Expand Wine Store Minas oferece a voc uma promoo imperdvel.
    Ouverture - Magnum Tinto (alt. 20,1 cm)
    De R$ 44,85 por R$ 24,00
    Criada em 1989, a Linha Ouverture verstil e ideal para consumidores que buscam uma taa para uso no dia-a-dia. Sua altura menor aumenta consideravelmente a resistncia, que fundamentel no uso dirio, e ao mesmo tempo preserva o tamanho de bojo, para proprocionar o mximo de qualidade na degustao do vinho.
    "As melhores taas para uso tcnico e amador, so as produzidas pela Riedel. O efeito que estas taas produzem nos vinhos profundo. Eu no consigo enfatizar suficientemente a diferena que eles fazem."
    (Robert M.Parker, Jr. The Wine Advocate)
    Venha conferir esta e outras promoes em nossa loja, ou se preferir, ligue agora e faa seu pedido.
    Promoo vlida at 31/05/08 ou trmino do estoque.
    ANA CLIA
    Expand Wine Store Minas
    (31) 3261-2444
    (31) 3262-0762 (Fax)



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 9, 2008

    De olho nas aes da PBH. Pro grama Nascentes investe quase 6 milhes. Parceria entre a PBH e o BID.







    Prefeito inaugura parque
    que smbolo de recuperao ambiental



    O prefeito Fernando Pimentel entregou aos moradores da regio Norte, o Parque Primeiro de Maio , localizado rua Rua Joana D'Arc, 190, no bairro de mesmo nome. A obra faz parte do Programa de Recuperao Ambiental de Belo Horizonte, chamado Nascentes, e beneficiar diretamente trs mil habitantes. Os investimentos da parceria entre a Prefeitura e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) somam R$ 5,9 milhes, divididos entre as intervenes, a desapropriao de terrenos e a remoo de famlias.

    Considerado o smbolo do programa Nascentes, o parque evidencia a transformao de um local poludo em uma rea de preservao ambiental. A Bacia do Crrego Primeiro de Maio, de 48 hectares, foi revitalizada. Foram implantadas redes de esgotamento e interceptores , bacia de deteno com barragem e iluminao. O terreno baldio, com esgoto a cu aberto, deu lugar a um espao de lazer ambientalmente preservado, com pista de caminhada , quadra poliesportiva, mesa de jogos, brinquedos infantis, equipamentos de ginstica e sanitrios pblicos. Por fim, as ruas Juscelino Ferreira Diniz e Angelina Ferreira Diniz tambm passaram por processo de urbanizao.

    A rea verde do parque recebeu uma complementao de 650 mudas do programa "Uma Vida, Uma rvore" , lanado em janeiro pela Prefeitura, que prev o plantio de um exemplar para cada criana registrada na capital. At o final de 2008, devero ser plantadas mais de 30 mil mudas nos parques da cidade.

    O prefeito destacou a importncia da rea para a comunidade alm do ponto de vista do entretenimento e da preservao ecolgica . "Esse tambm mais um equipamento pblico para o nosso programa Escola Integrada . As escolas da regio vo utiliz-lo a fim de desenvolver atividades no horrio alternativo s aulas", assinalou. Pimentel ressaltou, ainda, o compromisso da capital com o meio ambiente. "Em Belo Horizonte, a unio do trabalho, da preocupao com o meio ambiente e do compromisso dos cidados est fazendo a cidade melhorar".

    O secretrio municipal de Polticas Urbanas, Murilo Valadares, recomendou aos moradores que cuidem bem do parque. "Vamos tomar conta desse espao, proteger as minas. Esse um parque que tem gua", assinalou. Valadares pontuou ainda que o Nascentes um programa criado pela cidade de Belo Horizonte. "O prefeito nos cobrava muito a execuo dessas obras o mais rpido possvel e ns, quando fizemos esse projeto, no conseguimos copiar de lugar nenhum do mundo, porque no tem. Ns o criamos. Estamos entregando uma obra para que outras cidades possam vir aqui olhar" .

    A representante da Comisso Comunitria Nascentes do Primeiro de Maio, Ione Caetano, agradeceu pela transformao do terreno e disse ter sido uma conquista merecida da comunidade. Morador do bairro, Roberto Santos de Oliveira aprovou a obra. "Ficou excelente. Agora j temos um lugar para passear com nossos filhos aos domingos e feriados", avaliou.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 9, 2008

    P NA ESTRADA. Deputados estaduais de Minas vo ver de perto como est a BR-040 - entre BH e Conselheiro Lafayette. Ser segunda-feira, dia 13.Na tera, no Teatro da Assemblia, Audincia Pblica para discutir o assunto.

    A Comisso de Transporte, Comunicao e Obras Pblicas da Assemblia Legislativa de Minas Gerais quer avaliar as condies da BR-040 no trecho entre Belo Horizonte e Conselheiro Lafaiete e ouvir autoridades sobre a construo de via paralela para o transporte de minrio. Para isso, vai fazer uma visita a esse trecho, nesta segunda-feira (12/5/08), a partir das 9h30. 
    E promover uma audincia pblica nesta tera (13), s 14h30, no Teatro. No debate de tera, estaro tambm em pauta assuntos como a recuperao do pavimento da rodovia entre as duas cidades, a privatizao da estrada e a concluso das obras de viaduto alternativo ao Vila Rica, o "Viaduto das Almas".
    O presidente da comisso e autor do requerimento da visita, deputado Gustavo Valadares (DEM), quer averiguar as condies de trfego na rodovia, cuja pavimentao classificada como precria. O parlamentar cita matria veiculada no jornal Estado de Minas do ltimo dia 5 de maio mostrando que at o superintendente regional dos patrulheiros da Polcia Rodoviria Federal tem ajudado motoristas na troca de pneus danificados pelos buracos da pista.
    J o deputado Padre Joo (PT), autor do requerimento da reunio de tera, informa que, em 2007, foi promovida audincia para discutir o transporte de minrio na BR-040, em particular no trecho que vai de Congonhas a Belo Vale. Como resultado, o deputado lembra que o Sindiextra, sindicato da indstria de minerao, e o Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transporte (Dnit) se comprometeram a tomar providncias. Entre elas, a construo de uma via paralela para o transporte do minrio e a finalizao das obras de viaduto alternativo ao Vila Rica. O objetivo do parlamentar saber quais providncias foram tomadas nesse perodo.
    Convidados - Para a reunio, foram convidados o ministro dos Transportes, Alfredo Pereira do Nascimento; o superintendente do Dnit, Fernando Guimares Rodrigues; o superintendente regional do Departamento de Polcia Rodoviria Federal, Waltair Vasconcelos Sobrinho; o prefeito de Congonhas, Anderson Costa Cabido, e o vereador Evandro Alves de Almeida; o gerente-geral do Complexo de Itabirito da Vale, Alexandre de Paula Campanha; e o diretor da Nacional Minrio, Rogrio Caporali.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 9, 2008

    NO H ESCASSEZ de lcool Combustvel - afirma O SIAMIG em nota imprensa. Confira!


    NOTA PARA IMPRENSA


    O Sindicato da Indstria do Acar e do lcool de Minas Gerais (SIAMIG/SINDACAR-MG) esclarece que so infundadas as informaes sobre escassez de lcool combustvel na produo e dificuldade de retirada do produto na Usina.
    A regio Centro-Sul, da qual faz parte Minas Gerais, tem estoques da safra passada de 850 milhes de litros, que do para abastecer tranquilamente o mercado nos prximos 15 dias, alm da entrada da safra de cana-de-acar neste ms de maio e da operao de mais de 70% das usinas da regio.
    A produo diria de lcool na regio Centro-Sul supera o consumo dirio do produto na ponta e so infundadas as informaes de dificuldade de retirada do produto da Usina, pois as reas de tancagem so asfaltadas e no impedem que a distribuidora se abastea do produto.
    O SIAMIG/SINDACAR-MG informa que se est havendo problema de abastecimento de lcool combustvel no mercado ele est concentrado na distribuio e no na produo.
    O SIAMIG/SINDACAR-MG se coloca disposio para que se possa verificar a produo e estocagem de lcool nas Usinas, com garantia da normalidade da produo.
    A regio Centro-Sul colher uma safra recorde de cana este ano, com previso da produo de 24 bilhes de litros de lcool. Minas Gerais ter uma produo de mais de 2 bilhes de litros de lcool para um consumo interno estimado em 1,3 bilho de litros



    O Sindicato da Indstria do Acar e do lcool de Minas Gerais (SIAMIG/SINDACAR-MG) esclarece que so infundadas as informaes sobre escassez de lcool combustvel na produo e dificuldade de retirada do produto na Usina.
    A regio Centro-Sul, da qual faz parte Minas Gerais, tem estoques da safra passada de 850 milhes de litros, que do para abastecer tranquilamente o mercado nos prximos 15 dias, alm da entrada da safra de cana-de-acar neste ms de maio e da operao de mais de 70% das usinas da regio.
    A produo diria de lcool na regio Centro-Sul supera o consumo dirio do produto na ponta e so infundadas as informaes de dificuldade de retirada do produto da Usina, pois as reas de tancagem so asfaltadas e no impedem que a distribuidora se abastea do produto.
    O SIAMIG/SINDACAR-MG informa que se est havendo problema de abastecimento de lcool combustvel no mercado ele est concentrado na distribuio e no na produo.
    O SIAMIG/SINDACAR-MG se coloca disposio para que se possa verificar a produo e estocagem de lcool nas Usinas, com garantia da normalidade da produo.
    A regio Centro-Sul colher uma safra recorde de cana este ano, com previso da produo de 24 bilhes de litros de lcool. Minas Gerais ter uma produo de mais de 2 bilhes de litros de lcool para um consumo interno estimado em 1,3 bilho de litros







                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 8, 2008

    Reunio Especial, agora s 20 hopras, no plenrio da Assemblia de Minas, homenageia o SINHORB, pelos seus 75 anos de fundao. Requerimento do deputado Neider Moreira.

    Os 75 anos do Sindicato de Hotis, Bares e Similares de Belo Horizonte e Regio Metropolitana (Sindhorb) sero lembrados em Reunio Especial do Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais na quinta-feira (8/5/08). A homenagem, marcada para as 20 horas, atende a requerimento do deputado Neider Moreira (PPS). "O Sindhorb vem prestando relevantes servios aos seus associados na luta por melhorias na qualidade dos servios prestados populao, em especial por Belo Horizonte ser hoje uma cidade referncia para a turismo de Minas Gerais", afirmou o deputado.
    Fundado em 2 de maio de 1933, o sindicato rene hoje 18 mil sindicalizados e representa 178 municpios, onde existem aproximadamente 50 mil empresas do ramo. Essas empresas geram 200 mil empregos diretos. Entre as conquistas mais recentes do Sindhorb, segundo informaes colhidas no site da entidade, esto a retirada do selo dos maos de cigarros, a liberao dos preos das cervejas, refrigerantes e chopes, e ainda a reduo do ICMS para o setor de alimentao preparada, pelo Governo do Estado.
    O sindicato oferece cursos e assessoria jurdica aos seus associados e, ainda, diversos convnios nas reas mdica, psicolgica e educacional.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 8, 2008

    Associao de Professores de Minas Gerais assina convnio com a Caixa Econmica Federal. Sero financiados computadores para os professores da ativa e emprstimos a juros mais baixos. Mais detalhes www.appmg.org.br


    Joana Gontijo, presidente da APPMG e o ex-deputado Carlos Gomes,
    vice-presidente da CEF.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 8, 2008

    Enquanto isso no coq da BIG Grandes Idias...


    Ricardo Fantoni, um dos scios da BIG;
     a jornalista Raquel Faria - colunista do jornal O TEMPO
    e o deputado federal, Saraiva Felipe, do PMDB,
    ex-ministro da Sade.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 8, 2008

    POLMICA vista! Deputado Welinton Prado, do PT, inicia luta contra DPVAT. Seu colega de parlamento, o deputado Dlio Malheiros, do PV, apoia integralmente a luta contra a forma como cobrado e como devolvido ao contribuinte...






    :
      


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 8, 2008

    Dias das Mes em BH.






    Dia das Mes
    estimula procura
    pelo Mercado das Flores

    As vendas no Mercado das Flores da Central de Abastecimento Municipal foram aquecidas pela proximidade do Dia das Mes, que ser comemorado, este ano, no prximo domingo, dia 11.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 8, 2008

    Comisso de Defesa do Consumidor e do Contribuinte DE OLHO nos SUPERMERCADOS.

    A Comisso de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Assemblia Legislativa de Minas Gerais vai continuar a investigar denncia da cobrana de valores, pelos supermercados, para que fornecedores possam expor seus produtos nas gndolas. Em audincia nesta quinta-feira (8/5/08), a Associao Mineira de Supermercados (Amis) disse desconhecer as negociaes feitas pelas empresas individualmente, mas assegurou que elas ocorrem "nos trmites legais".
    O presidente da comisso e autor do requerimento da reunio, deputado Dlio Malheiros (PV), quer comprovar se feita a cobrana, de que forma o dinheiro contabilizado e se a concorrncia fica prejudicada com essa prtica. Em entrevista, informou que encaminhar as notas taquigrficas ao Ministrio Pblico.
    O deputado lembrou que essa especulao antiga e que, a partir da audincia, podero surgir casos concretos, com coleta de provas e remessa ao Ministrio Pblico. "O condenvel se apurarmos que o estabelecimento est restringindo o nmero de fornecedores para expor os produtos venda. Assim, estaria violada a concorrncia. Alm disso, se o supermercado cobra um valor do fornecedor, deve explicar a que ttulo e contabiliz-lo. Mas no tivemos comprovao de que essa prtica existe, portanto vamos continuar investigando", disse na entrevista. No incio da reunio, foi exibida reportagem da Rdio Itatiaia com denncias da cobrana de "luvas"; doao de dinheiro para inauguraes; patrocnio em material publicitrio e de "desconto financeiro" sobre o valor do pedido que poderia variar de 1% a 5%.
    O superintendente da Amis, Adilson Rodrigues, disse no saber se h cobrana de dinheiro, mas que h negociaes para viabilizar, por exemplo, publicidade na forma de desconto em produtos. "Isso normal e necessrio, pois no justo o supermercado colocar o produto do fornecedor no melhor lugar, a preo de custo, imprimir no sei quantos mil panfletos, levar de casa em casa e ainda bancar sozinho esse nus.
    O consumidor o maior beneficirio, pois o supermercado est, assim, baixando os preos", disse em entrevista. Na reunio, informou que a Amis no interfere na negociao supermercado/indstria, classificada como complexa. Enfatizou que o supermercado sempre apontado como vilo e que h "muito folclore" sobre o tema.
    Assessores da Amis e da Federao do Comrcio de Minas Gerais (Fecomrcio) ratificaram as palavras de Adilson Rodrigues. A gerente jurdica da Amis, Andra Gilbert de Lima, afirmou que h uma seleo natural dos fornecedores e que, nos Estados Unidos e na Europa, h negociao entre parceiros, com confirmao da legalidade da prtica. Em resposta a Malheiros, informou que nunca foi consultada pelos associados sobre o assunto. O consultor jurdico Conrado di Mambro Oliveira, da Fecomrcio, acrescentou que cada empresa tem liberdade e autonomia para contratar e negociar.
    Veio tambm do diretor executivo do site Mercado Mineiro, Feliciano Lopes de Abreu, o relato de denncias da cobrana de "luvas" e de pagamento informal, pelo fornecedor, a gerente do supermercado para colocar o produto em pontos da gndola. Ele afirmou que h um ano e meio no faz pesquisa de preo no Super Nosso, em Belo Horizonte, porque o supermercado quis dinheiro para permitir a coleta das informaes. A pesquisa de preos do site feita em 11 supermercados da Regio Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).
    O presidente do Conselho Regional dos Representantes Comerciais do Estado de Minas Gerais (Coreminas), Maurcio Ludgero Siqueira, afirmou que j recebeu questionamentos de alguns representantes sobre dificuldade nas negociaes quando visitam, por exemplo, uma grande rede de supermercados que enumera uma lista de exigncias a ser repassada indstria. J o deputado Ronaldo Magalhes (PSDB) comentou sobre concorrncia e abertura do mercado.
    Requerimentos aprovados sobre Copasa, agrotxicos e Dpvat
    * Do deputado Dlio Malheiros (PV): solicitando do Departamento Nacional de Trnsito (Denatran) informaes sobre a destinao de recursos do Dpvat, que devem ser aplicados em projetos de melhorias no trnsito; e audincia pblica para discutir a convenincia da venda de aes da Copasa na Bolsa de Valores de So Paulo, com a participao da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econmico, da Prefeitura de Belo Horizonte, da Copasa e da Codemig.
    * Das comisses de Sade, de Defesa do Consumidor e do Contribuinte e de Poltica Agropecuria e Agroindustrial para discutir, em audincia pblica, o uso indevido de agrotxicos em alimentos. O uso indiscriminado de agrotxicos, atestado por anlise de alimentos, tambm dever ser objeto de audincia pblica, solicitada em requerimento dos deputados Dlio Malheiros (PV) e Vanderlei Jangrossi (PP).
    Presenas - Participaram da reunio os deputados Dlio Malheiros (PV), Ronaldo Magalhes (PSDB), Carlos Pimenta (PDT) e Carlos Mosconi (PSDB). Tambm participaram Giovani Peres e Carlos Jos Correa, das reas de comunicao da Amis e da Fecomrcio.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 8, 2008

    DE OLHO NO GOVERNO ACIO NEVES. Injeo do governo do Estado nos municpios, este ano, ser de mais 613 milhes de reais.







    Governador anuncia aumento
    de repasse aos municpios mineiros













    Omar Freire/Imprensa MG
     




    Acio Neves anunciou que o repasse de recursos oramentrios do Governo de Minas aos municpios aumentar em R$ 613 milhes neste ano. Acrscimo nas transferncias ser possvel graas eficincia na gesto em Minas


    O repasse de recursos oramentrios do Governo de Minas aos municpios aumentar em R$ 613 milhes neste ano de 2008. O anncio foi feito pelo governador Acio Neves, nesta quarta-feira, no Expominas, durante o 25 Congresso Mineiro de Municpios, promovido pela Associao Mineira de Municpios (AMM). Segundo Acio Neves, esses recursos sero acrescentados proposta oramentria para este ano e distribudos para todos os municpios mineiros.
    "Esses R$ 613 milhes so recursos que adentraro no caixa dos municpios, o que uma demonstrao do ajuste que fizemos, da eficincia na gesto pblica, que se transformam em mais recursos para que os municpios atendam, com a viso que tm, com o discernimento que possam ter, as suas necessidades", disse Acio Neves.
    As estimativas mais recentes para a arrecadao do Estado apontam aumento na arrecadao do ICMS e aumento nas Transferncias Federais para o ressarcimento de perdas com a desonerao das exportaes (Lei Kandir), indicando elevao nas transferncias para os municpios da ordem de R$ 613 milhes, em comparao com os recursos previstos na Lei Oramentria do Estado de Minas Gerais.
    ICMS
    Desse total, R$ 341 milhes sero decorrentes do aumento da arrecadao do Imposto sobre Circulao de Mercadorias e Servios (ICMS), de R$ 1,4 bilho em relao ao valor previsto na Lei Oramentria Anual, que por sua vez resultado da melhoria dos indicadores econmicos do pas e do crescimento da economia mineira.
    "Esta boa notcia demonstra que a gesto de qualidade, o acompanhamento dos projetos, pode efetivamente se transformar em enorme benefcio social. Ns no estamos fazendo discurso, mas comprovando de forma clara, com resultados na prtica, que a gesto eficiente o caminho mais curto para que as pessoas melhorem a sua qualidade de vida.", afirmou o governador.
    Pacote tributrio
    Acio Neves explicou que Regime Especial de Parcelamento, uma das 30 medidas do pacote que altera a legislao tributria, anunciado pelo Governo de Minas em setembro do ano passado, dever permitir um aumento de arrecadao de R$ 784 milhes em 2008, cabendo aos municpios o montante de R$ 196 milhes.
    Outra parte dos R$ 613 milhes vir das negociaes efetuadas no mbito do Conselho Nacional de Poltica Fazendria (Confaz), que permitiram ao Estado de Minas Gerais aumentar a sua participao no Auxlio Financeiro para ressarcimento de perdas com a desonerao de seus exportaes, ocasionando elevao do repasse aos municpios de R$ 41 milhes.
    Estava previsto no Oramento da Unio de 2007 que, se houvesse arrecadao federal superior prevista, seria transferido aos estados o valor adicional de R$ 1.300 milhes. Como houve excesso de arrecadao federal, os estados solicitaram a transferncia ao Governo Federal que decidiu por enviar Medida Provisria ao Congresso Nacional para efetivar o repasse. A parcela a ser destinada aos municpios mineiros ser de R$ 35 milhes, completando, assim, os R$ 613 milhes.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 8, 2008

    A est O COLRIO desta quinta-feira. Vem da coluna do Csar Romero, da Tribuna de Minas de Juiz de Fora. Cabelin - como conhecido - est com tudo pronto para a FEIJOADA DO CABELIN, dia 7 de junho no Espeo La Rocca.










    Juliana Outemuro no La Rocca







                Comentrios

    #1. Jos Aparecido Ribeiro - (jaribeirobh@gmail.com)
    Joo
    Quero fazer uma reclamao: O nosso amigo Cesar Romero poderia dar uma trgua e permitir que possamos respirar. Sempre que abrimos o "colrio da semana", perdemos o flego... Os sentidos se misturam. Mais uma vez abusando de estilos naturais, envolventes e charmosos, ele clica a Bela Juliana Outemuro... Qualquer comentrio diferente de BELA, feminina, leve, doe, instigante e MARAVILHOSA, ficaria pouco original. Parabns Cesar Romero e congratulations Juliana pelos detalhes que te fazem ser A Mulher... A Mulher diferente e Bela.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 7, 2008

    Deu no BLOG do nosso amigo e colega blogueiro de Uberlndia, Hugueney Bisneto. Vale conferir!


    MINAS TREND PREVIEW

    O HBlog estava presente - com exclusividade para o Tringulo Mineiro - na estria da badalada semana de moda mineira que apresentou as colees primavera-vero 2008-2009 no Minas Trend Preview - evento que saiu na frente das fashion-weeks do Rio e de So Paulo.

    Nesta foto, a presena do sr. e sra. Paulo Csar Oliveira na platia do Teatro Grande Otelo, no bonito Palcio das Artes, na clebre Afonso pena.

    O respeitado jornalista poltico e social/diretor da revista "Encontro" e colunista-correspondente de vrios jornais pelo Pas - PCO, e sua elegante sra. - foi conferir os desfiles dos estilistas mineiros acompanhados por msicos de renome nacional


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 7, 2008

    LICITAO para Incluso Digital.

                                  
                                              Senador Hlio Costa, ministro das Comunicaes.

    Licitao do Programa de Incluso Digital economiza mais de R$ 6 milhes mensais

    Ministrio das Comunicaes amplia abrangncia para 12 mil pontos de conexo banda larga

    Com a nova licitao, o Programa Gesac (Governo Eletrnico Servio de Atendimento ao Cidado) tem um crescimento de mais de 200% . A conexo internet ser de alta velocidade e chegar a  todo o Brasil, sendo que um lote foi exclusivo para o Nordeste. A Embratel a potencial vencedora para prestar os servios de conectividade. O prego, realizado no fim de abril, teve como alvo a conexo de quase 12 mil pontos.

    O edital foi dividido em dois lotes: o do Nordeste, com 5.917 pontos, e outro para as demais regies, com 6.002 pontos. A Embratel apresentou a melhor proposta pra o primeiro, com um lance final de R$ 1,49 milho - cerca de 70% a menos do que o mximo estimado no edital, que era de R$ 5,01 milhes mensais.  No segundo lote, o preo final tambm ficou muito abaixo do estimado: o menor lance foi de R$ 1,8 milho, sendo que o mximo estabelecido era de R$ 5,13 milhes.

    "A licitao ultrapassou todas as expectativas do ministrio. Os resultados dos lances apontam para uma economia de mais de R$ 6 milhes por ms em relao estimativa inicial", comemora o diretor de Incluso Digital do Ministrio das Comunicaes, Heliomar Medeiros. A expectativa de investimento do MC na implementao dos 12 mil pontos de R$ 158 milhes nos prximos quatro anos. De acordo com o edital, os primeiros 1.200 pontos devero ser instalados  at 120 dias aps a assinatura do contrato.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 7, 2008

    PUBLICIDADE. Os cinco homens de ouro da BIG so o retrato da confiana na potencialidade do mercado mineiro. A agncia - que tem entre suas contas a da Prefeitura de BH - est de portiflio novo. Por sinal,um belssimo trabalho grfico, criativo. A BIG aposta nos valores mais profundos de Minas. No portiflio a alma de Minas est encarnada pelas nossas maiores expresses. Na poltica, JK.Na literatura, Guimares Rosa.Na arquietetura - nossas igrejas barrocas e o nosso casario colonial. Aposta certa. Parabns para as brilhantes cabeas que comandam a BIG.


    Ricardo, Waguinho, Mrio Ribeiro, Paulo e Bastianeto.
    Os homens que comandam a BIG.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 7, 2008

    Comrcio. CDL de BH assina convnio para criar novo Banco de Dados.











    O presidente da CDL-BH, Roberto Alfeu, esteve na sede da CMI/Secovi na ltima segunda-feira, quando participou da Reunio Plenria e assinou um convnio com a entidade. Com a parceria, CMI/Secovi e CDL-BH iro desenvolver um novo banco de dados que, segundo Alfeu, "trar benefcios s duas partes".

    Em um breve discurso, ele lembrou a importncia de as entidades se unirem em prol do desenvolvimento da cidade. "Hoje temos uma Belo Horizonte melhor por conta do trabalho conjunto. E a CDL deseja que toda a cadeia produtiva v bem, pois, quando isso acontece, o comrcio tambm se desenvolve", disse.

    De acordo com o presidente da CDL-BH, o convnio com a CMI/Secovi um "sonho que est sendo realizado" e que tem tudo para dar certo, j que existe grande "sinergia entre os bancos de dados" das entidades.

    Outro ponto alto da Plenria foi a apresentao da arquiteta Maria Caldas, secretria adjunta da Secretaria de Polticas Pblicas da PBH, que retirou vrias dvidas existentes sobre o assunto. Em sua explanao, ela falou sobre o Cdigo de Obras de Belo Horizonte, que est tramitando na Cmara Municipal depois de j haver passado por uma primeira votao. A secretria adjunta falou tambm sobre o Plano Diretor, que passar por mudanas. "O modelo que vnhamos construindo para as cidades acabou mostrando-se invivel. Era evidente que estvamos caminhando para a degradao, pois o adensamento de alguns bairros no seria suportado pela infra-estrutura instalada", disse Maria Caldas ao explicar o motivo das alteraes sugeridas.

    Entre as propostas est a adequao do Plano Diretor Lei do Hipercentro, contemplando a expanso de atividades institucionais, que eram, at ento, impedidas pelo Plano Diretor. H ainda revises pontuais no zoneamento. O Buritis, por exemplo, passa de Zona de Adensamento Preferencial (ZAP) a Zona Adensada (ZA).

    No Cdigo de Obras, a mudana grande porque nosso cdigo de 1940 e, assim, suas normas esto desatualizadas. "O novo cdigo tem 1/4 do nmero de artigos do atual e est bem mais objetivo". Uma das boas mudanas refere-se ao alvar de construo, cujo processo de licenciamento ser simplificado.

    O pblico ainda tomou conhecimento dos benefcios da adoo da arbitragem em contratos de locao e compra e venda. Em sua palestra, o advogado e vice-presidente da CMI/Secovi Knio Pereira apresentou diversas vantagens trazidas pelo convnio estabelecido entre a CMI/Secovi e a Caminas. "As taxas cobradas pela Caminas - administrao de procedimentos e honorrios dos rbitros - so rigorosamente inferiores s custas e despesas despendidas no processamento perante a justia comum. Alm disso, a arbitragem emprega tcnica gil e dinmica; se no for estipulado pelas partes outro prazo, a apresentao da sentena d-se em, no mximo, 180 dias. E contra a sentena no h recursos; ela definitiva", esclareceu o advogado. Presente Plenria, o coordenador adjunto da Caminas na CMI/Secovi, Paulo Viana Cunha (foto), retirou dvidas dos empresrios em relao ao funcionamento da arbitragem.

    Tambm fez parte da Plenria a apresentao de Magda de Miranda Ladeira, da Gerncia de Controle de Zoonoses da Secretaria Municipal de Sade de BH. Ela levou aos empresrios do segmento imobilirio informaes recentes sobre o avano da dengue na capital mineira. Apesar de no ser considerado uma epidemia, o quadro preocupante. "Estamos em um momento delicado. J tivemos 3.535 casos confirmados at 30 de abril, sendo que a regio Nordeste concentra 60% das ocorrncias", disse.

    Magda explicou que, hoje, h predominncia do tipo 3 do vrus em Belo Horizonte, embora existam tambm os tipos 1 e 2 na metrpole. Alm disso, no houve interrupo da transmisso em 2007, o mesmo devendo acontecer este ano. "A PBH no consegue controlar isso sozinha. Precisamos contar com vocs em relao aos imveis fechados cujas chaves esto nas imobilirias para venda ou locao. Em alguns casos, precisaremos arrombar e a prefeitura pretende iniciar o processo de abertura desses imveis para evitar que vivamos uma epidemia de dengue".



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 7, 2008

    O PBF - Partido do Brasil Forte - ter candidato prprio presidncia da Repblica na sucesso de Lula em 2010. Ser uma mulher: a advogada mineira de Carangola - zona da mata - Lvia Maria.

    Ela est hoje em BH - so 16h42 m - onde veio se encontrar com a presidente do PBF em Minas, a advogada Lcia Lins Ziller. No encontro ficou definida a ampliao das assinaturtas de apoio e expanso dos diretrios municipais em Minas. A meta criar diretrios em 30% dos 853 municpios do Estado, at agosto deste ano.
    O PBF j est criado em 17 Estados. E j tem 200 mil assinaturas de apoio ao registro do PBF junto ao Tribunal Superior Eleitoral em Braslia.
    Segundo a presidente nacional do PBF, em entrevista exclusiva ao nosso BLOG DE NOTCIAS - elea foi a primeira mulher na histria do Brasil, a se candidatar presidncia da Repblica, nas eleies de 1989. Ela obteve 220 mil votos, numa disputar, segundo dura. Afinal eram 23 candidatos.
    E uma curiosidade: ela obteve a maior votao para presidente fora do Brasil.Foi no Japo, aonde os brasileiros e brasileiras que moram deram a ela 1.500 votos. A perspectiva para 2010, quando ela, novamente ser candidata Presidenta., ser melhor. Isto porque segundo Lvia Maria, o pas est mudando e o PBF est em plena ao de conscietizao do eleitorado em todo o pas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 7, 2008

    PDT tem novo presidente em Minas.









    Paulo Cesar (PDT)
    Paulo Cezar de Freitas
    Vice-Lder do Governo
    Data de Nascimento: 09/03/1952
    Naturalidade:
    Nova Serrana - MG
    e-mail:
    dep.paulo.cesar@almg.gov.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 7, 2008

    EM PRIMEIRA MO! Assemblia de Minas d SINAL VERDE para governador Acio Neves fazer emprstimo de 50 milhes de dlares para o MINAS COMUNICA - projeto que leva telefonia celular a todo o interior do Estado.

    O Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais aprovou, na Reunio Extraordinria da manh desta quarta-feira (7/5/08), o Projeto de Lei (PL) 2.096/08, do governador, que autoriza o Executivo a contratar operao de crdito com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) at o limite de US$ 50 milhes, para o financiamento do Programa de Universalizao do Acesso a Servios de Telecomunicaes em Minas Gerais (Minas Comunica). O projeto foi aprovado em 1 turno na forma original, tendo sido rejeitada a emenda n 1, do deputado Paulo Guedes (PT), que destinava parte dos recursos para a implantao de sistema de telefonia rural.
    De acordo com o projeto, os recursos decorrentes da operao de crdito sero depositados em instituies financeiras que centralizem a receita do Estado. O Poder Executivo poder oferecer, como contragarantia garantia prestada pela Unio, as cotas de repartio tributria e de suas receitas tributrias. Alm disso, o Oramento do Estado consignar, anualmente, os recursos necessrios ao cumprimento da contrapartida financeira do Estado em projeto integrante do Minas Comunica e das despesas relativas a amortizao, pagamento de juros e demais encargos. Conforme consta no Plano Plurianual de Ao Governamental (PPAG) 2008-2011, o Minas Comunica tem como objetivos disponibilizar, at 31 de dezembro de 2008, o acesso aos servios de telecomunicaes, especialmente ao servio mvel com capacidade de prover telefonia e transmisso de dados; proporcionar infra-estrutura para acesso aos servios governamentais por meio eletrnico em todos os municpios do Estado; e permitir aos cidados mineiros o acesso ao servio mvel, com capacidade de prover telefonia e transmisso de dados, de forma universal, em igualdade de condies. A Lei 16.306, de 2006, que estabeleceu o Fundo de Universalizao do Acesso a Servios de Telecomunicao em Minas Gerais (Fundomic) com o objetivo de dar suporte financeiro ao Minas Comunica, previu a possibilidade de seus recursos serem provenientes de operaes de crdito externo.
    Doao de imveis - Na reunio foram ainda aprovados, em 2 turno, cinco projetos de lei do governador que tratam de doao de imveis. O PL 1.673/07 autoriza o Executivo a doar ao municpio de Taiobeiras dois imveis com rea de mil m cada um, para instalao da sede administrativa da prefeitura. O PL 1.674/07 autoriza o Executivo a doar ao municpio de Carangola imvel com rea de 2.741,23 m para a construo de garagem e estacionamento do Departamento de gua e Esgoto do municpio. Esses dois projetos foram aprovados na forma do vencido em 1 turno.
    O PL 1.675/07 autoriza o Executivo a doar ao municpio de Braslia de Minas seis terrenos com 2.500 m2 de rea para a construo de escolas municipais. O PL 1.806/07 autoriza o Executivo a doar ao municpio de Varginha imvel com rea de 826,73 m para o funcionamento de uma escola municipal. J o PL 1.806/07 autoriza o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-MG) a doar ao Estado imvel com rea de 5.040 m, localizado no lugar denominado Avenida Parque, no municpio de Conselheiro Lafaiete. De acordo com a proposio, o imvel ser utilizado para a construo do prdio que abrigar o frum daquela comarca. Os trs ltimos projetos foram aprovados na forma original.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Maio 7, 2008

    Nas asas da TRIP.









    Trip Linhas Areas
    amplia presena em Minas
    e anuncia investimentos

     









    Omar Freire/Imprensa MG

    A Trip Linhas Areas, maior empresa de aviao regional do pas, ter em Belo Horizonte a sua principal base operacional, com a instalao de um centro de treinamento de aeronaves e transferncia do centro de manuteno de aeronaves nas proximidades do Aeroporto da Pampulha. A empresa tambm est ampliando rotas em Minas e investindo R$ 214,2 milhes na aquisio de sete aeronaves ATR-72-500. Esses investimentos esto previstos no protocolo de intenes assinado nesta tera-feira (6), pelo governador Acio Neves e o presidente da Trip, Joo Mrio Caprioli, em solenidade no Palcio da Liberdade.
    "Hoje um dia extremamente importante para ns, porque no estamos falando apenas de novas perspectivas, mas estamos colhendo os resultados do que foi feito a partir do ano de 2003. Minas est, de alguma forma, inaugurando algo novo no Brasil, que o relacionamento profissional entre o Estado e o setor privado. Em Minas, buscamos ajudar e compartilhar da estratgia de cada empresa, induzindo, criando condies de segurana para estimular aquele que queira empreender", disse Acio Neves, em pronunciamento, durante a cerimnia.
    Novas rotas
    O protocolo de intenes prev a incluso de mais oito cidades mineiras na rota da Trip. At 2009, a empresa ter vos para Almenara, Nanuque, Paracatu, Pirapora, Varginha, Poos de Caldas, Manhuau e Juiz de Fora. Hoje a companhia j voa para Belo Horizonte, Montes Claros, Diamantina, Governador Valadares, Ipatinga, Arax, So Joo del-Rei, Patos de Minas, Uberaba e Uberlndia.
    "Vi com muita alegria que algumas das novas rotas propostas atendem exatamente regies que estamos buscando desenvolver, com um esforo mais coordenado como o Norte do Estado, os vales do Jequitinhonha e Mucuri, alm de regies que j crescem com o vigor muito grande como o Sul de Minas, o Tringulo Mineiro e o Alto Paranaba.Registro, tambm, a importncia da transferncia para Belo Horizonte do centro de capacitao de pessoal do setor. Isso um marco importante do setor com outras derivaes que sero benficas para o Estado de Minas Gerais", afirmou o governador.
    O presidente da Trip, Joo Mrio Caprioli, anunciou que o centro de capacitao de mo-de-obra da companhia ser implantado num prazo de um ano. A transferncia do Centro de Manuteno de Aeronaves, de Campinas para a Pampulha, que j est sendo feita, representar a criao de 150 empregos. O centro para formao de tripulao preencher uma lacuna no continente sul-americano. Atualmente os pilotos tm de ser treinados no centro de manuteno da ATR, localizado em Toulouse, no sul da Frana. O novo centro poder atender a formao de pilotos para o Brasil, Amrica do Sul, Caribe e frica.
    "Temos um trabalho que mostra tudo que Belo Horizonte e Minas Gerais tm em termos de conhecimento e de infra-estrutura tcnica na rea aeronutica. impressionante. Tem vrios cursos de engenharia aeronutica em Belo Horizonte, no Tringulo, tem vrios cursos de nvel mdio, mas essa uma rea que vamos ter que investir mais nessa formao. A prpria Fiemg e o Senai esto analisando essa perspectiva", disse o secretrio de Estado de Desenvolvimento Econmico, Marcio de Lacerda, em entrevista.
    Apoio
    O Governo de Minas, atravs da Secretaria de Desenvolvimento Econmico e do INDI, prestar apoio e assistncia Trip durante as fases de implantao e operao do projeto, em especial no que se refere ao acompanhamento dos financiamentos e licenciamentos necessrios.
    A Trip se compromete manter e aumentar a oferta de empregos existentes aps a operao de incorporao da Total e promover o treinamento e a capacitao de mo-de-obra, prioritariamente local. A empresa tambm ir realizar esforos para transferir para Minas Gerais a sede social da empresa, num prazo de dois anos.
    O setor em Minas
    Os investimentos da Trip ampliam o esforo que o Governo de Minas tem feito para colocar o Estado em posio de destaque na aviao nacional. Em 2006, a Gol Linhas Areas inaugurou o seu centro de manuteno de aeronaves no terminal de cargas do Aeroporto Tancredo Neves, em Confins.
    A companhia area investiu R$ 30,5 milhes no centro de manuteno, que atende a frota de aeronaves da prpria Gol, que deixou de terceirizar esses servios, e tambm prestar atendimento a outras empresas areas. O projeto gerou a criao de 240 empregos diretos. At ento, uma parte da manuteno da frota da Gol era realizada no Rio de Janeiro e outra num hangar provisrio do aeroporto de Confins. Do total investido pela Gol na construo do centro, R$ 14 milhes foram financiados pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).
    A transferncia de quase 150 vos do Aeroporto da Pampulha para o Aeroporto Internacional Tancredo Neves (AITN), em 2005, possibilitou o desenvolvimento das operaes com mais segurana, conforto e rapidez para os passageiros, alm da conectividade com as principais cidades do pas.
    O AITN est prximo de atingir 5 milhes de passageiros/ano e a Pampulha de 800 mil passageiros/ano. O incremento das rotas vai facilitar o transporte de pessoas e de bens de modo a acelerar o desenvolvimento econmico e social nas diferentes regies.
    Trip e Gol so empresas-ncora que podem impulsionar o desenvolvimento da cadeia produtiva do setor aeronutico em Minas.
    Proaero
    Por meio do Proaero, o Estado est investindo na ampliao, modernizao e revitalizao dos 151 aeroportos pblicos de Minas, sendo 45 com pistas pavimentadas e balizamento diurno, 25 com pistas pavimentadas e de uso noturno e 81 sem pista pavimentada. O Proaero um dos sub-programas do projeto estruturador do Estado "Insero Competiviva das Empresas no Mercado Internacional".
    At 2010 esto previstos investimentos de R$ 240 milhes, a serem aplicados na construo, recuperao e manuteno de aeroportos. Esto programadas obras em 25 aeroportos, entre eles, os de Ub, Itabira, Baro de Cocais e Ponte Nova.
    A meta do governo de Minas revitalizar os 151 aeroportos e construir mais 12 aeroportos, at 2010. Com a concluso do programa, a Rede Aeroporturia Estadual ser composta por 163 aeroportos, sendo 35 pavimentados operando visuais diurnos, 72 pavimentados com balizamento noturno operando 24 horas e 56 no pavimentados operando diurno.
    Incorporao
    A Trip Linhas Areas hoje a maior empresa de aviao regional no Brasil, operando uma frota de 17 aeronaves (1 Embraer e 16 ATR) turbo-hlice pressurizadas. Essa frota dever ser ampliada para 39 aeronaves, pois 22 esto em processo de compra. Com a incorporao da Total, a nova Trip passou a atender 62 cidades, sendo 10 em Minas Gerais.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 6, 2008

    BIG

    BIG GRANDES IDIAS.
    Festa de lanamento do requintado portiflio movimentou o mercado.
    Empresrios, polticos, clientes, profissionais liberais, publicitrios, lotaram o lounge do Krug Bier no sofiscado e cosmopolita Belvedere,
    onde fica a sede da BIG.
    AS FOTOS VALEM POR MIL PALAVRAS. Confira!


          
     
     

     
     
     
     
     
     
     
     

     
     
     
      
     
     
     
     
     
     
     
     



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 6, 2008

    Deputados estaduais mineiros DE OLHO na BR-040 - trecho entre BH e Conselheiro Lafayette.

    A Comisso de Transporte, Comunicao e Obras Pblicas da Assemblia Legislativa de Minas Gerais visitar a BR-040, no trecho entre Belo Horizonte e Conselheiro Lafaiete, na prxima segunda-feira (12/5/08), s 9h30. A finalidade da visita conhecer as condies de trafegabilidade na rodovia. O autor do requerimento, deputado Gustavo Valadares (DEM), atribui a necessidade da visita precariedade da pavimentao da via.
    De acordo com a assessoria de imprensa do parlamentar, a averiguao mostrou-se necessria a partir de informao, veiculada no jornal Estado de Minas de ontem (5/5) de que at o superintendente regional dos patrulheiros da Polcia Rodoviria Federal tem ajudado motoristas na troca de pneus danificados pelas crateras na pista.
    Tapa-buracos - Em reunio realizada na tarde de hoje (6), a comisso aprovou trs requerimentos que dispensam a apreciao do Plenrio. Entre eles, est o do deputado Walter Tosta (PMN), para que seja formulado apelo Secretaria de Transporte e Obras Pblicas solicitando a realizao da operao tapa-buracos, no trecho da BR-040 que vai de Conselheiro Lafaiete ao trevo de Ouro Preto.
    Os outros dois requerimentos aprovados referem-se a manifestaes de aplauso aos jornais Folha Regional, por seus 18 anos, e Curvelo Notcias, pelos 49 anos.
    Presenas - Deputados Gustavo Valadares (DEM), presidente; Incio Franco (PV) e Neider Moreira (PPS).








                       Comentrios

    #1. Warley - (warley@internacionalnet.com.br)
    Boa tarde Joo Carlos,

    Meu comentrio vai para o requerimento de autoria do Deputado Gustavo Valadares, com relao a BR 040, gostaria que colocassem em pauta tambm, sobre a construo de um viaduto para sada do municipio de Congonhas, que uma obra necessria devido ao grande fluxo de veculos naquele trecho.
    Fica minha, nossa reeinvindao.
    Obrigado.
    Warley Marcelino Simes
    Gegrafo


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 6, 2008

    ARTIGO ESPECIAL enviado ao nosso BLOG DE NOTCIAS pelo secretrio geral do Tribunal de Contas de Minas, Marconi Braga. Ateno prefeitos!!!

    LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL:
    AVALIAO DOS OITO ANOS DE VIGNCIA
    EM MINAS GERAIS

    Marconi Augusto F. de C. Braga,
    Secretrio Geral do TCEMG,
    Mestre em Administrao Pblica, Advogado,
    Economista e Prof. de Direito Financeiro.

    A Lei Complementar n. 101, de 04.05.2000 Lei de Responsabilidade Fiscal, est completando oito anos de vigncia. A leitura de sua ementa mostra que, do ponto de vista do contedo, h o estabelecimento de normas de finanas pblicas voltadas para a responsabilidade na gesto fiscal. Est consolidado na doutrina relativa ao Direito Financeiro o entendimento no sentido de que por gesto fiscal deve ser compreendida a relao entre receitas e despesas pblicas. Em poucas palavras, a gesto fiscal responsvel a que mantm o equilbrio dessa relao, ou seja, o equilbrio das contas pblicas.

    Estruturada em dez captulos com setenta e cinco artigos, essa Lei contem orientaes principiolgicas que se encontram num nvel de hierarquia mais elevado, bem como aquelas de menor importncia, que so meramente procedimentais. Verifica-se que, mediante uma leitura atenta e cuidadosa anlise, somando-se os artigos, pargrafos, incisos, alneas e itens, na LRF h mais de 400 (quatrocentos) normas, que vo desde princpios que definem grandes enunciados e diretrizes gerais at procedimentos minuciosos de execuo contbil, financeira e administrativa, que proporcionam muitas dificuldades na sua interpretao e aplicabilidade, principalmente para os quinhentos e dezoito municpios mineiros com populao abaixo de dez mil habitantes.

    Observa-se que a Lei de Responsabilidade Fiscal, alm de reforar institutos e procedimentos de elaborao, execuo e controle oramentrio, introduz na ordem jurdica, novos mecanismos de planejamento, transparncia, controle e responsabilidade. Na doutrina, esses mecanismos so rotulados como fundamentos, pilares de sustentao, pontos bsicos ou eixos de apoio da Lei.

    Como uma das condicionalidades legais estabelecidas para a responsabilidade na gesto fiscal, a transparncia destaca-se como uma das principais novidades criadas pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Nota-se um crescimento nas repercusses provocadas pela atividade financeira estatal, no intuito de provocar estmulos participao e ao controle social sobre os atos do gestor pblico, notadamente aqueles referentes estruturao do processo oramentrio.

    Desde 2000, com o advento da Lei de Responsabilidade Fiscal esses estmulos foram viabilizados mediante a institucionalizao dos instrumentos de transparncia: Relatrio de Gesto Fiscal (publicao e disponibilizao quadrimestral ou semestral) e Relatrio Resumido da Execuo Oramentria (publicao e disponiblizao bimestral).

    Para cumprimento da determinao legal de fiscalizao da gesto fiscal, o Tribunal de Contas de MG recebe, no decorrer do exerccio financeiro, os referidos relatrios com dados e informaes fiscais dos municpios mineiros e do Estado.

    Conforme decises publicadas no Dirio Oficial do Estado, tem-se que no mbito do Executivo Estadual a regra de envio peridico dos relatrios vem sendo cumprida, nesses oito anos de vigncia da Lei de Responsabilidade Fiscal. E mais, o exame do contedo desses instrumentos de transparncia na gesto fiscal mostra que o ambiente de restrio oramentria criado pela Lei e muito bem aplicado pelo atual Governo, permitiu eliminar a ocorrncia de sucessivos dficits oramentrios, que provocavam, tambm, a elevao da dvida pblica. Vale destacar que, em 2006, o supervit oramentrio aferido foi da ordem de R$ 81,1 milhes. A Dvida Consolidada perfazia um total de R$ 48,083 bilhes, representando um aumento de 5,06% em comparao com o exerccio anterior. de conhecimento pblico, principalmente pelos profissionais que atuam no campo das finanas pblicas, que o aumento significativo da Dvida Pblica e do Servio da Dvida tem como causa precpua as bases do acordo firmado entre a Unio e o Estado de Minas Gerais, no qual o Servio da Dvida est limitado a 13% da Receita Lquida Real e a parte que no foi paga incorporada principal e corrigida pelo IGP-DI, indicador de preos que apresenta um crescimento maior que os outros na economia brasileira.

    A pergunta que o leitor lana, nesse contexto, a seguinte: por que o Governo Estadual se endividou e quais as razes e causas desse endividamento? Do ponto de vista macroeconmico, tem-se que o endividamento pblico representa um instrumento de gesto administrativa e financeira. O Governo Estadual se endividou, nas ltimas dcadas, para fazer face aos gastos pblicos com suas atividades econmicas e financeiras. As razes para isso so os motivos e fins que o levaram a buscar os emprstimos. As causas do endividamento dizem respeito aos meios, instrumentos e aes governamentais adotados e que proporcionaram o endividamento, estando relacionados ao carter poltico, administrativo, financeiro ou cultural, especfico de cada Governo, naquela poca.

    A Lei de Responsabilidade Fiscal, infelizmente, foi editada com pelo menos uma dcada de atraso. Se tivesse sido aprovada no final de dcada de oitenta, provavelmente a Dvida Pblica de Minas Gerais no estaria to elevada. Mas, o que importa que vindo cedo ou tarde ela est em pleno vigor. E, principalmente, na sua essncia d o norte para uma boa gesto dos recursos pblicos, com base nos conceitos de accountability (necessidade de avaliaes posteriores das aes governamentais, pelos cidados) e responsiveness (respeito vontade manifestada pelos governados).

    Quanto disponibilizao do Relatrio de Gesto Fiscal (RGF) e do Relatrio Resumido da Execuo Oramentria (RREO) e sua remessa, via INTERNET, na data-base 31.12, ao Tribunal de Contas de MG pelos 853 municpios mineiros, verificou-se que:


    • Em 2003, sessenta e seis Chefes do Poder Executivo no enviaram o RGF;


    • Em 2003, sessenta e trs Chefes do Poder Executivo no enviaram o RREO;


    • Em 2003, noventa e um Chefes do Poder Legislativo no enviaram o RGF;


    • Em 2003, trs municpios extrapolaram o limite da Dvida Consolidada Lquida


    • Em 2006, apenas trs Chefes de Poder Executivo no enviaram o RGF;


    • Em 2006, apenas trs Chefes de Poder Executivo no enviaram o RGF;


    • Em 2006, todos os Chefes de Poder Legislativo enviaram o RGF;


    • Em 2006, um municpio extrapolou o limite da Dvida Consolidada Lquida.

    A situao apresentada acima mostra que no decorrer desse tempo de existncia da Lei de Responsabilidade, quase todos municpios mineiros esto observando o princpio da transparncia e disponibilizando os referidos relatrios ao TCEMG, para que este possa cumprir a sua misso de controle da gesto fiscal.

    Em sntese, o acesso aos dados da gesto fiscal desses entes federados, municpios e Estado, permite a criao de informao e de conhecimento, que so elementos essenciais transparncia, cidadania e democracia.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Maio 6, 2008

    Estrada asfaltada pelo Pr-acesso do governo Acio Neves, ganha nome de lder poltico de Desterro do Mello- municpio que fica a 200 kms de BH e 32 de Barbacena - no CAMINHO DO MEIO DA ESTRADA REAL, na Zona da Mata. A estrada recebeu o nome do primeiro chefe poltico do municpio, o patriarca da famlia Amaral, RANDOLPHO MARTINS DO AMARAL. A denominao foi aprovada na Comisso de Constituio e Justia da Assemblia Legislativa de Minas, por iniciativa do presidente da Comisso, deputado Dalmo Ribeiro Silva, do PSDB, a pedido desse blogueiro, bisneto do patriarca. MOTIVO HISTRICO: foi o ento presidente da Cmara Distrital e Juiz de Paz de Desterro do Mello, Randolpho Amaral, que foi aberta a primeira estrada de terra entre Barbacena e Desterro do Mello no comeo do sculo passado. Era governador de Minas, Bias Fortes. Fica o registro e o nosso agradecimento - meu e do prefeito de Desterro do Mello, Ruy Barbosa Amaral Fernandes, tambm - como eu - bisneto do patriarca - ao deputado Dalmo Ribeiro Silva, que de Ouro Fino no sul do Estado, mas que que foi fundamental na apresentao do projeto - sancionado pelo governador Acio Neves - dando o nome de Randolpho Amaral rodovia, hoje totalmente asfaltada.Fica o registro!

     







       Comentrios

    #1. onofre ferreira do prado - (of.prado@bol.com.br)
    Caro Joo Carlos,
    Li com muita alegria seu registro sobre a justa homenagem a seu bisav Randolpho Martins do Amaral, pelos relevantes servios prestados cidade de Desterro do Mello, pertinho de Barbacena.
    Com este abrao amigo, Onofre Ferreia do Prado, de Braslia


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Maio 4, 2008

    Terminou hoje tarde na Lagoa dos Ingleses - prximo a BH - o mega evento Minas Trend Preview. Confira todos os detalhes na cobertura donossoamigo e agora parceiro de BLOGOSFERA, Hugueney Bisneto, de Uberlndia.

                                        2 EDIO DO MINAS TREND PREVIEW
                                     SUPERA EXPECTATIVAS DE EXPOSITORES



    Apresentando as novidades para Primavera/Vero 2008/09, o Minas Trend Preview recebeu cinco mil pessoas e obteve um aumento de 40% nos negcios realizados


    A edio primavera/vero 2008/09 do Minas Trend Preview que terminou hoje, 04 de maio, em Alphaville Lagoa dos Ingleses, em Belo Horizonte, foi um sucesso segundo os organizadores e expositores. Para o presidente da Fiemg Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais, Robson Braga de Andrade, essa edio, que apresentou as tendncias para a prxima estao, superou as expectativas. Alm de um receber aproximadamente cinco mil visitantes entre imprensa e compradores nacionais e internacionais.

    Ainda segundo o presidente da Fiemg, Robson Andrade, "o reconhecimento dos sindicatos ligados Cmara da Indstria da Moda, pblico e imprensa nos d a certeza que fizemos a opo certa ao criarmos o evento".

    Orado em R$ 3,5 milhes, essa edio do Minas Trend Preview, ocupou uma rea de oito mil metros. Entre as atraes duas exposies, palestras, sala para desfiles com capacidade de 500 lugares e 110 grifes dos principais estados brasileiros. Outra novidade incorporada nessa edio foi o desfile feito em parceria com a operadora Oi, realizado no Palcio das Artes. O Oi Fashion Music, evento criado e organizado pela Dupla e que pretende ressaltar a moda como parte da cultura e do lazer cultural. Pioneiro no formato que mistura moda e msica ao vivo, os desfiles tiveram a participao das marcas Alphorria Cult, Alessa, Brbara Bela, C&A, Drosfila, Graa Ottoni, Patachou Victor Dzenk, Vivaz, Walter Rodrigues e uma homenagem especial ao Grupo de Moda Mineiro, que sero embalados por msicos como Pedro Camargo Mariano, Leoni, Alcione, Isabela Taviani, Lula Queiroga, Carlos Malta, Jorge Vercilo, Thalma de Freitas, Luiza Possi, Paula Toller e L Borges.

    Para Eloysa Simo da Dupla Assessoria, que tambm produz o Fashion Rio e Fashion Business, alm de reposicionar o estado como um dos principais plos de moda dos pais, o Minas Trend Preview segue um modelo que mundial, pois nos principais mercados de moda internacional, a coleo de transio muito mais do que uma simples tendncia, mas realidade. Para ela, o sucesso do Minas Trend Preview reflete o amadurecimento do Brasil neste sentido.

    Para vrios expositores o sucesso dessa edio de primavera/vero 2008/09, deve-se ao profissionalismo com que foi montado o evento, o que resultou em um crescimento na ordem de 30% de participantes no salo de negcios. Para Rozane Maria do Sindicato do Vesturio de Valadares, presente no evento com trs grifes, houve um crescimento significativo e durante os cinco dias, foram registrados 40 pedidos em mdia por cada marca representada pela entidade, que pretende ampliar o nmero de grifes da cidade no prximo Minas Trend Preview.

    Para Getlio Guimares, presidente do Sindicato das Indstrias de Bolsas de Minas Gerais, para o setor o crescimento foi ainda mais significativo, ainda no finalizado, poder ficar entre 40 e 50%. S a sua grife de bolsas, que leva seu nome, negociou em torno de cinco mil peas, ou dois meses de produo. Para Alexia Campos, Gestora de marca da grife Squadro, "o evento foi excelente, superou minhas expectativas e ainda abrimos 15 novos clientes". Ela ainda comenta, "os nmeros podero variar, pois temos que considerar que no vero vendemos mais que no inverno, mas mesmo assim estamos muito satisfeitos com a exposio proporcionada pelo evento". Para Graa Otoni, outra forte marca presente desde a primeira edio, "houve vrias aberturas de novos clientes e nossas vendas superaram em 100%, as efetuadas em novembro de 2007". Outro depoimento vem da designer e proprietria do Calidoscpio, expositora de bijuterias, "participar de uma feira de negcios que mescla vesturio, acessrios e bijuterias, j um grande diferencial, ns da Calidoscpio, alm de atender nossos clientes, conseguimos com a participao no Minas Trend Preview, abrir aproximadamente mais de 30 novos clientes, que nos leva a j confirmar presena na prxima edio".

    Alias, por falar em prxima edio, o Minas Trend Preview de Outono/Inverno 2009, j tem data marcada, ser realizado entre os dias 11 e 15 de novembro.

    Minas Trend Preview Primavera / Vero 2008/09, de 29/04 a 04/05, em Minas Gerais, uma realizao da Fiemg Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais, tendo a Oi como patrocinadora mster e patrocnio da CNI/Senai e Sebrae.

    Informaes do setor da moda em Minas Gerais

    Fbricas: Cerca de sete mil empresas espalhadas pelo estado (Vesturio, calados e acessrios)
    Mo de obra especializada: 180 mil empregos diretos
    Tamanho: 90% so micro ou pequenas empresas, com at 40 funcionrios.
    Principal meta: profissionalizao, investimento em tecnologia, ampliao de mercado
    Principais obstculos: altos impostos, cmbio, concorrncia desleal chinesa
    Bolsas: 350 empresas filiadas ao Sindibolsas, a maioria na grande BH
    Calados: 1.235 empresas, que geram 9.415 empregos diretos

    Realizao: Sistema Fiemg
    Organizao: Dupla Assessoria
    Patrocnio master: Oi
    Patrocnio: Oi pago, Sebrae, CNI/Senai
    Apoio: Abit, Texbrasil, ApexBrasil, Abicalados, Inpar.

    CARLOS HUGUENEY BISNETO.







                             Comentrios

    #1. Jose Aparecido Ribeiro - (jaribeirobh@gmail.com)
    Joo

    Nosso amigo Hugueney Bisneto um expert no seu ofcio e a parceria que vcs dois iniciam importante para ampliar este fenomeno de comunicao chamado BLOGOSFERA e que poucas pessoas conseguem perceber, ainda. Ainda bem que ainda, pois o acesso a blogs cresce em rtmo acelerado e torna-se um fenomeno aqui e l fora. Apenas para se ter uma idia, s na Amrica latina 70 milhes de pessoas acessam blogs diariamente. Destes, 70% esto no Brasil. Parabns aos dois brilhantes jornalista por esta unio.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Maio 4, 2008

    CRUZEIRO Campeo Mineiro.

     







           Comentrio

    #1. Ivan C. Mottta - (ivan.c.m@uol.com.br)
    Oi Joo!
    Achei seu blog meio que por acaso,clicando aqui e ali a gente acaba encontrando o que menos se espera!
    A internet nos propicia coisas interessantes e uma delas certamente a possibilidade de termos ao alcanse de um clique assuntos de interessantes e inteligentes como os vistos em seu blog. Parabens, pena que pelo visto vc cruzeirense!
    Passarei sempre que puder,
    Abraos de um conterraneo.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Maio 4, 2008

    Partido Verde faz encontro,amanh, dia 5, em BH. Na pauta o voto do jovem.

    Com a proximidade da data limite para a emisso do ttulo de eleitor, marcada para o prximo dia sete de maio, o PV promove nessa segunda-feira (05/05) um grande encontro visando orientar os jovens com mais de 16 anos. O objetivo incentivar e explicar a importncia de exercer o direito de voto e participar da deciso dos destinos de Belo Horizonte. 

             O encontro acontece na sede do Partido Verde, na rua Padre Marinho, 293, das 16 s 19 horas, e vai contar com a presena das principais lideranas do PV de Minas, como o seu presidente Jos Fernando Aparecido, o vice-prefeito Ronaldo Vasconcellos e todos os Vereadores, Deputados estaduais e Federais do partido.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Maio 4, 2008

    O colunista e blogueiro de Uberlndia, Hugueney Bisneto est em BH, desde tera-feira. Veio a convite cobrir o mega evento MINAS TREND PREVIEW na Lagoa dos Ingleses. Tivemos o prazer de reencontr-lo ontem noite - que varou boa parte da madrugada - na sofisticada Pizzaria 68. Estava com o adminsitrador de empresas Jos Aparecido Ribeiro, estudioso dos problemas de BH e ex-presidente da ABIH. Foi uma longa e proveitosa conversa sobre poltica, economia, sociedade, moda e BLOGOSFERA.




    A foto a ao lado foi feita
     e postada agora a pouco pelo (www.hugueneybisneto.blogspot.com)
    - o mais infleunte BLOG de Uberlndia no Tringulo Mineiro.

    Na foto est a simptica Ins Maria, me do governador Acio Neves, no stand que a Oi montou na Lagoa dos Ingleses.

    Detalhe:
    Hugueney Bisneto nos revelou que Minas saiu na frente na moda, lanando o Minas Trend, evento apoiado pela poderosa FIEMG - que investiu 4 milhes de reais - e da Oi, que investiu 6 milhes, segundo o colunista Hugueney. Ele est encantado com o que est vendo l na Lagoa dos Ingleses- beleza, cultura, glamour e muito, muito business, mesmo!


    RPIDO & RASTEIRO by HB from BH - last day

    * Quem est aqui Maria Ceclia mendona e sua filha Karine da Freixenet; Denise Afonso da Greta Cau e Fabiana Milazzo.

    * Enqanto Ana Carolina e Angela Ro ro caminham pelas veredas da heterossexualidade, gossip-people daqui comenta que o namoro de Claudia Gimenez com Rodrigo Pavanello para ocultar o affair dele com aquele ator-bonito que namorou a Gabi. Ser verdade ?

    * Ontem jantei com o jornalista Joo Carlos Amaral/da TV Assemblia + dr. Eduardo Pinho Tavares/geriatra respeitado na cap mineira e com o amigo Jos Aparecido Ribeiro/da Associao Brasileira de Hotis. O local foi o charmoso bar e restaurante "68" no bairro de Lourdes. Aguardem novas parcerias e novidades para o HBlog.

    * Marielle Vilela recebe convidados para lanamento de sua Lela Luxo nos dias 6 e 7 de maio em um restaurante de ber Land.

    * Conheci um fantstico bar+restaurante+ lounge que se chama "The Arts from Mars". Gente bonita, servio impecvel, decorao ambiente muito chic, msica muito legal - enfim, um super point da galera descolada da cap mineira e com um detalhe - no se paga absolutamente NADA para entrar. Paga-se apenas o consumo. Diferente de alguns lugares.

    * Segunda-feira foi inaugurado o Museu Inim de Paula, na rua da Bahia, com projeto arquitetnico do uberlandense Saul Vilela. O museu teve investimento do prprio bolso do empresrio e mecenas Mauro Tunes Jr. - foram gastos R$ 4 milhes sem incentivos fiscais. Mauro Tunes bem que podia doar mais R$ 4 milhes para ajudar a finalizar o nosso Teatro Municipal.

    * Por aqui ningum ainda achou o padre-balonista e nem viu sombra alguma da priso do casal-assassino Nardoni & Jatob.

    * Ontem almocei com a bonita miss Belo Horizonte 2008 - Luciana Reis - que ficou em quarto lugar no miss Minas Gerais.

    * Muitas pessoas andam comentando da atitude extremamente preconceituosa da TIM em ter rompido o contrato com o jogador Ronaldo. Era s a TIM ter aproveitado o episdio e ter saido na frente com slogans tipo: "Pra vc que no est a pra opo sexual dos outros; pra vc que no se interessa com a individualidade dos outros e nem com a vida das celebridades - use TIM - a operadora telefnica SEM preconceito". E dava um tapa com luva de pelica.

    * Calma gente: vcs vero tudo e todos a partir de amanh aqui no bombado HBlog e ainda na revista CULT e no Jornal A Gazeta. Aguardem.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Maio 4, 2008

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Uma mineira e um mineiro comandam as poderosas empresas de telefonia CLARO e EMBRATEL em Minas. A executiva Cristiana Kumaira, diretora da Claro e Altivo Oliveira, diretor regional da Embratel, esto afinados rumo ao sucesso. EM TEMPO: Altivo fechou no final de semana contrato com o colunista Csar Romero e ser um dos patrocinadores da FEIJOADA DO CABELIN, marcada dia 7 de junho no Espao La Rocca, em Juiz de Fora. Um evento que rene QUEM QUEM l em JF em torno da festa do Cabelin. Parabns ao Altivo pela viso de marketing fechando uma cota para a festa do colunista.

     
    Conversa de BIG BOSS.
    Cristiana Kumaira, diretora Claro em Minas
    e Altivo Oliveira, que comanda a Embratel no Estado.
    Dois jovens executivos mineiros, que conhecem nossa cultura,
     nossos valores profundamente.
    A Telmex do poderoso grupo mexicano de Carlos Slim,
    acertou em cheio, colocando talentos da nossa Minas Gerais,
    em cargos estratgicos.

    UM EXEMPLO
    a ser seguido
    por outros grupos empresariais
    que atuam em Minas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Maio 4, 2008

    O Oramento Participativo faz 15 anos. Quem comeou o processo, aqui na capital mineira, foi o ex-prefeito Patrus Ananias. Os demais prefeitos - Clio de Castro e Fernando Pimentel - deram sequncia aprimorando o mtodo de ouvir a populao. Amanh, ser aberta aprimeira rodada do ORAMENTO PARTICIPATIVO 2009/2010. Confira aprogramao!







    Regionais do incio
    s assemblias
    do Oramento Participativo




    Tudo comeou com Patrus h 15 anos...


     
    Ministro Patrus Ananias. Ex-prefeito de BH. (Arquivo do Blog).



    Pimentel e Clio aprimoraram...
    o Oramento Participativo da PBH.


    Prefeito de BH, Fernando Pimentel. (Arquivo do Blog).

    Comeam nesta segunda-feira, dia 5, s 19h, as aberturas da primeira rodada do Oramento Participativo 2009/2010 nas regionais. Nestas assemblias, a Prefeitura explica a metodologia do Oramento Participativo e entrega um formulrio para o levantamento das reivindicaes de empreendimentos para as lideranas de bairro.

    Uma grande confraternizao marcou a abertura do OP 2009/2010 no dia 28 de abril no Minascentro . Mais de duas mil pessoas, entre lideranas comunitrias e representantes da Comisso de Acompanhamento e Fiscalizao da Execuo do Oramento Participativo (Comfora ), estiveram presentes no evento.

    Iniciado em 1993 o Oramento Participativo uma conquista de toda a populao de Belo Horizonte e tem como objetivo ampliar e fortalecer a participao popular ativa na escolha das obras, no acompanhamento e na fiscalizao. Este ano, a Prefeitura vai investir R$ 80 milhes na execuo das obras escolhidas pela populao por meio do OP.

    Informaes para a imprensa pelo telefone 3277-4423.

                                    Confira abaixo as datas e os locais das aberturas regionais:

    - Barreiro - 5/5 s 19h - Auditrio do Colgio So Paulo da Cruz
    avenida Sinfrnio Brochado, 1281, Barreiro

    - Venda Nova - 6/5 s 19h - E . M. Geraldo Teixeira da Costa
    rua Mrcio Lima Paixo, 8, Rio Branco

    - Nordeste - 7/5 s 19h - CAC So Paulo
    rua Manoel Alexandrino, 600, So Paulo

    - Noroeste - 8/5 s 19h ASPE - Centro Cultural Colgio Pe. Eustquio
    rua Padre Eustquio , 2.415, Padre. Eustquio

    - Leste - 12/5 s 19h - E. M. Santos Dumont
    avenida Mem de S, 600, Sta. Efignia

    - Norte - 13/5 s 19h - E . M. Tristo da Cunha
    rua Dr. Jos Ferola, 80, Bairro Planalto.

    - Oeste - 14/05 s 19h - Cefet
    avenida Amazonas, 5253, Gameleira

    - Pampulha - 15/5 s 19h - Regional Pampulha
    avenida Antnio Carlos, 7596, So Lus

    - Centro-Sul - 16/5 s 19h - Antigo Colgio Imaco
    avenida Afonso Pena , s/n - Centro (Parque Municipal )



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Maio 4, 2008

    Destaque. MEDALHA DO MRITO LEGISLATIVO. Cmara Municipal de Juiz de Fora faz 155 anos e homenageia personalidades polticas, empresariais, militares, jornalistas e profissionais liberais. Dentre os homenageados o colunista,meu amigo, Csar Romero da Tribuna de Minas.








     



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Maio 3, 2008

    RECOMENDO! *J nas bancas a excelente revista ENCONTRO - agora quinzenal - editada pelo jornalista Paulo Csar de Oliveira. Asssuntos interessantes, boas colunas, reportagens sobre assuntos atuais. Na capa um exemplo de empreendendor - o empresrio Ricardo Nunes - aquele da Ricardo Eletro. Vale conferir!




















      Ele quer a
    liderana
     
      REPORTAGEM DA CAPA  






     





      Ricardo Nunes comeou vendendo mexerica no trnsito e hoje trabalha para superar as Casas Bahia e se tornar o maior do Brasil  
     





      Ricardo Nunes, dono da Ricardo Eletro: prximo passo invadir a cidade do Rio de Janeiro com 50 novas lojas e, em breve, ser o nmero um do setor no pas


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Maio 3, 2008

    Lutando pelo meio ambiente.


    Da esquerda para a direita: o deputado Agostinho Patrus Filho, do PV,
    o prefeito de Desterro do Mello, advogado Ruy Fernandes;
    o secretrio de Estado de Meio Ambiente de Minas,
    Jos Carlos de Carvalho
    e Jos Claudio Junqueira, presidente da Feam.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Maio 3, 2008

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. A advogada Julyane Rodrigues da Silva - ela formada pela UNIPAC de Barbacena e j fez e foi aprovada - de primeira - no temido exame da OAB - e o engenheiro de software, Jlio Csar, em Belo Horizonte.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Maio 3, 2008

    Minas se prepara para dar sugestes na falada Reforma Triturria do governo Lula. O deputado Sebastio Helvcio, PDT de Juiz de Fora, est frente da Comisso Especial que colhe idias para a reforma. Minas no vai dormir, deixando o trem passar. Quem garante o deputado, um estudioso do assunto.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Maio 3, 2008

    Os 30 anos da Universidade Federal de Uberlndia. Diretor Regional dos Correios em Minas, Fernando Miranda, vai l lanar o Selo Comemorativo dos 30 anos da UFU. Ser segunda-feira, dia 5.

    O Diretor dos Correios em Minas Gerais, Fernando Miranda, visita Uberlndia na prxima segunda-feira (05) quando participa de vrios eventos.
    Na parte da manh, realiza encontro com clientes da regio e s 19h30, lana o selo em comemorao aos 30 anos de federalizao da Universidade Federal de Uberlndia (UFU) durante a abertura oficial das festividades que acontece no Campus Santa Mnica.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 2, 2008

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Desde que assumiu o cargo de Diretor Regional da EMBRATEL em Minas, o executivo Altivo Oliveira vem conquistando a simpatia do mercado mineiro, por onde passa. Na foto abaixo, Altivo Oliveira e o vereador Fred Costa, do PHS, no coquetel oferecido pelo presidente da CLARO, Joo Cox, depois de receber o Ttulo de Cidado Honorrio de Belo Horizonte.


    Altivo Oliveira, diretor regional da Embratel em Minas
    e o vereador Fred Costa, do PHS, na Cmara de Belo Horizonte.

    Detalhe: Altivo Oliveira,
    est hoje em Juiz de Fora, a trabalho.
    Tenho uma tima surpresa.
    Depois eu conto!!!

    Altivo passa o fim de semana no Rio de Janeiro,
    onde tem reunio marcada na Embratel, segunda-feira.
     No final da tarde retorna a BH.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 2, 2008

    OS 15 ANOS DO ORAMENTO PARTICIPATIVO. O deputado petista Andr Quinto destacou os 15 anos da implantao do Oramento Participativo pelo ex-prefeito Patrus Ananias, na administrao da Prefeitura de BH. Segundo Quinto, nestes 15 anos foram investidos cerca de 950 milhes de reais em obras, escolhidas pela populao da capital mineira.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 2, 2008

    BIG GRANDES IDIAS movimentou o mercado mineiro com seu portiflio requintado e criativo! Cad as fotos? Darei em breve, aguarde!!!


    "Pense bem. Pense BIG. Se grandes idias revolucionam o mundo, imagine o que elas podem fazer por voc.
    " Esse  o conceito passado pela agncia BIG Grandes Idias em seu novo portflio, lanado esta semana em Belo Horizonte.
    A inteno  valorizar a publicidade de Minas a partir de uma homenagem s grandes idias e ao trabalho de mineiros famosos, mostrando que a atividade passa por uma fase de renascimento.
    Para reforar que Minas  um Estado de grandes idias, Tiradentes, Aleijadinho, Santos Dumont, Guimres Rosa e Clube da Esquina o alguns dos talentos citados no portflio.
    "E se Minas tem grande importncia no cenrio histrico, cultural e poltico do pas, com a publicidade o poderia ser diferente.
    A BIG uma agncia que busca a inovao e apresenta idias que realmente fazem a diferena uma empresa jovem, mas que soma mais de 40 anos de experincia de duas grandes agncias de Minas", ressalta Paulo lvares, um dos diretores da BIG.
    As 52 pginas do portflio, com fotos raras e textos que explicam por que "grandes idias revolucionam o mundo", renem os valores e as aes que a agncia tem desenvolvido para os seus clientes.
    "Como publicitrios, valorizamos o simples sem abrir mo de certo requinte na elaborao de nossas idias. A BIG foi a primeira agncia de Minas a disponibilizar para os clientes informaes sobre o mercado, adquiridas por meio de pesquisas qualitativas desenvolvidas na prpria empresa.
    O nosso Banco de Dados possui mais de 300 qualitativas disponveis. Somos uma agncia de Minas para o Brasil", orgulha-se Mrio Ribeiro, um dos diretores da BIG.
    O evento de lanamento do portflio aconteceu no lounge da Krug Bier e foi prestigiado por 300 pessoas, entre representantes da grande mdia, publicitrios, jornalistas, polticos, empresrios e clientes da agncia.
    Os msicos Flvio Henrique, Mariana Nunes e Pedro Morais fizeram um show com muita MPB e msica mineira. Para sintetizar o esprito da BIG e mostrar seus objetivos, um vdeo foi exibido.

                         PRESENAS na FESTA DA BIG
    Estivemos na belssima festa que a BIG GRANDES IDIAS fez para lanar seu portiflio, que ficou um primor de forma e de contedo.
    O ambiente do lounde do Kug Bier no Belvedere, aqui em BH, reuniu personalidades do mundo poltico, empresarial, artstico, executivo. Msica mineira, da melhor qualidade, - um buffet farto e delicioso. Os scios da BIG - agncia que atende a Prefeitura da capital - receberam os convidados em alto estilo.
    Anotamos as presenas do casal Nereide Beiro/Marco Antnio, ela assessora-chefe de Comunicao da PBH; o deputado Welinton Prado,do PT;
    o diretor comercial da Rede Globo Minas, Edson Sabino; Wagner Espanha, gerente de publicidade do jornal Estado de Minas; deputado federal Saraiva Felipe, ex-ministro da Sade; Carlos Don da Rede Itatiaia de rdio; Lcio Portela, da Rede TV;
    o delegado de Crime de Informtica, Osrio Trtius acompanhado pela bela Regiane Nascimento, executiva do Centro Internacional de Comrcio da FIEMG e colaboradora do nosso BLOG DE NOTCIAS; o casal Fernanda/Adolpho Flusmann, diretor regional da empresa de higienizao industrial e hospitalar, ATMOSFERA; o jornalista Humberto Alves Pereira do Jornal da Cidade;
    Ricardo Castilho, homem forte da VALE em Minas, responsvel pelas relaes intitucionais da empresa com o mercado e com a Assemblia Legislativa.. 
    Altivo Oliveira, diretor regional da EMRATEL; Jos Aparecido Ribeiro, Administrador de Empresas e estudioso dos problemas de BH; o artista plstico e arquiteto, Srgio de Paula; o mdico cardiologista, Eduardo Bastianeto, mdico do ex-ministro Jos Israel Vargas, Ivan Caiafa, diretor da TVC.
    Bem, as fotos publicarei em breve...
    Aguarde!





















                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 2, 2008

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Nosso amigo, ex-deputado Kemil Kumaira, ex-presidente da Assemblia de Minas, est feliz da vida. A filha dele, Cristiana Kumaira, merecidamente, a nova diretora regional da CLARO. Na foto abaixo, ele est orgulho, entre a filha e a mulher, Celeste Kumaira no Salo Nobre da Cmara de BH,onde o presidente da Claro, Joo Cox, recebeu o ttulo de Cidado de BH, concedido atravs de requerimento do vereador Fred Costa, do PHS.


    PEDRO PAULO M. DE SOUZA/DIVULGAO

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 2, 2008

    Parceria que deu certo. EXPRESSO CIDADANIA - projeto da Assemblia de Minas - percorreu o interior de Minas, levando conscientizao poltica para mais de 15 mil jovens. Na foto, aqui em BH, na chegada do Expresso Cidadania, o deputado Alberto Pinto Coelho, presidente do Parlamento Mineiro, destaca o trabalho fundamental do ator global Marcos Frota, o garoto-propaganda do Expresso Cidadania. Parabns, nota 10!




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 2, 2008

    Vem a alteraes na LEI ESTADUAL DE INCENTIVO CULTURA.

    Est pronto para ser apreciado pelo Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, em 1 turno, projeto da deputada Elisa Costa (PT) que altera a Lei de Incentivo Cultura para estimular a realizao de projetos nessa rea. o Projeto de Lei (PL) 1.022/07, que passou, nesta quarta-feira (30/4/08), pela Comisso de Fiscalizao Financeira e Oramentria (FFO). J o PL 1.973/07, do governador, que reajusta o vencimento bsico das carreiras do Grupo de Atividades de Sade e altera regras da jornada de trabalho, teve a anlise adiada pela comisso. Isto porque a deputada Elisa Costa pediu vista do parecer, ou seja, mais prazo para analis-lo.
    O PL 1.022 cria um escalonamento de 3% a 10% de deduo do ICMS devido, no caso do contribuinte que apoiar financeiramente projeto cultural. O escalonamento vai variar conforme a renda bruta anual da empresa. Tambm inova ao organizar, em cmaras setoriais, a comisso tcnica encarregada da anlise do projeto cultural e ao criar um mecanismo de descentralizao da aplicao dos recursos, para fomentar a participao do interior. A lei atual estabelece que o contribuinte do ICMS que apoiar financeiramente projeto cultural poder deduzir, em at 3% do valor do imposto devido, os recursos aplicados. O relator foi o deputado Jayro Lessa (DEM).
    A deputada Elisa Costa destacou o processo democrtico e participativo que culminou na elaborao do texto cujo parecer foi aprovado nesta quarta (30). Segundo ela, foram trs anos de discusses, entre audincias pblicas da Comisso de Cultura e reunies com a participao de parlamentares como a deputada Glucia Brando (PPS) e o deputado Domingos Svio (PSDB), da Secretaria de Estado de Cultura e de entidades e profissionais do setor.
    "Com a aprovao do projeto, estaremos dando um 'sim' cultura em Minas", opinou a autora, que destacou a importncia da reviso da lei de incentivo uma vez que a norma - Lei 12.733, de dezembro de 1997 - j completou dez anos. Segundo ela, os recursos provenientes da lei so de R$ 40 milhes/ano.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 2, 2008

    DICA DE SITE. (www.fernandopimentel.com.br)

    Vale acessar diariamente o site do prefeito de BH, Fernando Pimentelna internet.
    L d se ter uma idia sobre o que ele pensa sobre vqios assuntos.
    E como ele lida com a prpria auto-imagem poltica. Confira!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Maio 2, 2008

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Prefeito Fernando Pimentel recebeu a prefeita de Contagem Marlia Campos, do PT.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Maio 1, 2008

    O COLRIO deste feriado do Dia do Trabalhador vem da coluna do meu amigo Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.


    Marcela Tinti, a bela modelo juizforana,
    destaque em oito pginas da revista
    "Um (Universo Masculino)", que acaba
    de chegar s bancas







         Comentrios

    #1. Jose Aparecido Ribeiro - (jaribeirobh@gmail.com)
    Joo

    Nosso amigo Cesar Romero se supera a cada dia. Quando a gente acha que impossvel apresentar uma bela Mulher, ele vem e nos mostra a marcela. Tenho a impresso que as Mulheres mais belas do Brasil e do mundo esto em Juiz de Fora. At que me provem o contrrio, Juiz de Fora ser para mim a capital mundial das mais belas mulheres... Delicadeza, feminidade, sensualidade, leveza, formosura so pequenos detalhes que a marcela Tinti revela nesta belisma foto. parabns para ela e para que a clicou.

    Um abrao
    Z


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________




    ___________________________


    Clique para conhecer

    ___________________________


    Clique para conhecer

    ______________________________

    Clique para conhecer

    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________

         
     
    Clique e envie-nos 

seu e-mail