Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter Página do 

Programa João Carlos Amaral Entrevista Canal no youtube Clique e 

envie-nos seu e-mail Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter
___________________________


___________________________
Clique para conhecer
___________________________


__________________________


__________________________

__________________________


______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer
______________________________

Sinapro MG
______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer



+ Categorias

  • Todos (16300)
  • POLTICA (5929)
  • GERAL (2057)
  • ARTIGOS (285)
  • ENTREVISTAS (36)
  • ECONOMIA (3754)
  • GENTE (1210)
  • TURISMO (842)

  • + Links
    + Arquivos

    Fevereiro, 2006
    Maro, 2006
    Abril, 2006
    Maio, 2006
    Junho, 2006
    Setembro, 2006
    Julho, 2006
    Agosto, 2006
    Novembro, 2006
    Outubro, 2006
    Janeiro, 2007
    Dezembro, 2006
    Fevereiro, 2007
    Maro, 2007
    Abril, 2007
    Maio, 2007
    Outubro, 2007
    Junho, 2007
    Julho, 2007
    Agosto, 2007
    Setembro, 2007
    Dezembro, 2007
    Novembro, 2007
    Janeiro, 2008
    Maio, 2008
    Fevereiro, 2008
    Maro, 2008
    Julho, 2008
    Abril, 2008
    Junho, 2008
    Setembro, 2008
    Agosto, 2008
    Outubro, 2008
    Novembro, 2008
    Dezembro, 2008
    Janeiro, 2009
    Fevereiro, 2009
    Maro, 2009
    Abril, 2009
    Maio, 2009
    Junho, 2009
    Julho, 2009
    Agosto, 2009
    Setembro, 2009
    Outubro, 2009
    Novembro, 2009
    Dezembro, 2009
    Novembro, 2012
    Janeiro, 2010
    Fevereiro, 2010
    Maro, 2010
    Abril, 2010
    Maio, 2010
    Junho, 2010
    Julho, 2010
    Agosto, 2010
    Setembro, 2010
    Outubro, 2010
    Novembro, 2010
    Fevereiro, 2011
    Maro, 2011
    Abril, 2011
    Maio, 2011
    Junho, 2011
    Julho, 2011
    Agosto, 2011
    Setembro, 2011
    Outubro, 2011
    Novembro, 2011
    Dezembro, 2011
    Janeiro, 2012
    Fevereiro, 2012
    Maro, 2012
    Abril, 2012
    Maio, 2012
    Junho, 2012
    Julho, 2012
    Agosto, 2012
    Setembro, 2012
    Outubro, 2012
    Dezembro, 2012
    Agosto, 2015
    Janeiro, 2013
    Fevereiro, 2013
    Maro, 2013
    Abril, 2013
    Maio, 2013
    Setembro, 2015
    Junho, 2013
    Julho, 2013
    Agosto, 2013
    Setembro, 2013
    Julho, 2016
    Outubro, 2013
    Novembro, 2013
    Dezembro, 2013
    Janeiro, 2014
    Fevereiro, 2014
    Maro, 2014
    Abril, 2014
    Maio, 2014
    Junho, 2014
    Julho, 2014
    Agosto, 2014
    Setembro, 2014
    Outubro, 2014
    Novembro, 2014
    Dezembro, 2014
    Janeiro, 2015
    Fevereiro, 2015
    Maro, 2015
    Abril, 2015
    Maio, 2015
    Junho, 2015
    Julho, 2015
    Outubro, 2015
    Novembro, 2015
    Dezembro, 2015
    Janeiro, 2016
    Fevereiro, 2016
    Maro, 2016
    Abril, 2016
    Maio, 2016
    Junho, 2016
    Agosto, 2016
    Setembro, 2016
    Outubro, 2016
    Novembro, 2016
    Dezembro, 2016
    Janeiro, 2017
    Fevereiro, 2017
    Maro, 2017
    Abril, 2017
    Maio, 2017
    Junho, 2017
    Julho, 2017
    Agosto, 2017
    Setembro, 2017
    Outubro, 2017
    Novembro, 2017
    Dezembro, 2017
    Janeiro, 2018
    Fevereiro, 2018
    Maro, 2018
    Abril, 2018
    Maio, 2018
    Junho, 2018
    Julho, 2018
    Agosto, 2018
    Setembro, 2018
    Outubro, 2018
    Novembro, 2018
    Dezembro, 2018
    Janeiro, 2019
    Fevereiro, 2019
    Maro, 2019
    Abril, 2019
    Maio, 2019
    Junho, 2019
    Julho, 2019




    .

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 30, 2011

    Recomendo!!!

    Descubra Minas em BH

    Um ambiente acolhedor, com o corao de Minas mostra

    Conhea o Clube Mineiro da Cachaa Botequim, em Santa Tereza, com mais de 1.200 marcas de cachaa, de todas as regies do Estado, cerveja sempre gelada e um cardpio de dar gua na boca.

    Confira : toda quarta-feira a caipirinha com cachaa de qualidade custa apenas R$ 4,00 e a poro de frios sai a R$ 8,00. No d pr perder !

    Funcionamento de segunda a sbado a partir das 18 horas.

    Venha comemorar seu aniversrio e as festas de fim de ano conosco.

    Espao exclusivo para comemoraes para at 120 convidados.

    CONSULTE-NOS

    CLUBE MINEIRO DA CACHACA
    Rua Mrmore, 373 Bairro Santa Tereza BH MG

    RESERVAS : TEL: (31) 9102-9405

    clubemineirodacachaca@gmail.com



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 30, 2011

    Votao HISTRICA no senado da Repblica, em Braslia. Foi aprovado Projeto de Lei Complementar do senador Jos Pimentel do PT do Cear - que garante 2% das receitas lquidas dos Estados para as Defensorias de todo o pas. Mais de meia centena de defensores(as) foram dos Estados acompanhar a votao e trabalharam no convencimento dos senadores, que aprovaram o PLC 225 por 57 votos a favor e apenas quatro contra, dos Estados que ainda no tm defensorias. O DESTAQUE da tarde/noite de votao - eu estava l registrei - foi quando o senador Acio Neves do PSDB mineiro declarou seu voto a favor das defensorias e dedicou o voto categoria atravs da Defensora Pblica Geral de seu Estado, ANDRA TONET. Os pais da dr. Andra ( o sr. Evaldo Garzon - leitor assduo de nosso BLOG e sra. Ana Lcia) podem - com certeza - se orgulhar com o carisma, a competncia e a liderana carismtica da filha.

    O Senado Federal acaba de aprovar por maioria 57 a favor e apenas quarto contra o PLS 225/11, de autoria do Senador Jos Pimentel, que garante s Defensorias Pblicas percentual determinado na lei de responsabilidade fiscal. Agora o projeto ser encaminhado Cmara Federal para apreciao dos deputados federais.


    O projeto altera a Lei de Responsabilidade Fiscal, adequando-a s autonomias administrativa, financeira e oramentria asseguradas s Defensorias Pblicas pela EC-45 e fixa, gradativamente, o limite de 2% da receita corrente lquida do Estado para gasto com pessoal, independente do limite do Poder Executivo.


    Em seu discurso, o senador agradeceu a participao dos demais senadores na aprovao da matria e enfatizou a importncia do trabalho das Defensorias Pblicas no pas. Ele elogiou os empenhos da Defensora Pblica-Geral de Minas Gerais e presidente do Conselho  Nacional de Defensores Pblicos-Gerais, Andra  Abritta Garzon Tonet  e do presidente da Anadep, Andr Castro em trabalhar em prol da aprovao da proposta.


    Representantes de Defensorias Pblicas de vrios estados do pas estiveram presentes durante a votao. Por Minas Gerais, alm da Defensora Geral, Andra Tonet, estiveram presentes tambm o assessor para Assuntos Interinstitucionais da DPMG, Eduardo Generoso, o presidente da Adep-MG, Felipe Soledade,  o diretor jurdico, Fernando Campelo Martelleto e a diretora de Asssuntos Institucionais, Therezinha Aparecida de Souza.


       andrea_clesio

    Andra Tonet e senador Clsio Andrade

    senado

    Presidente da Anadep, Andr Castro, Defensora Pblica-Geral, Andra Tonet, senador Acio Neves, senadora Marta Suplicy, vice presidente da Anadep, Antnio Jos Maffezoli Leite, presidente da Adep-MG, Andr Castro e representantes da classe

    brasilia1senado



    Representantes de Defensorias Pblicas de diversos estados, aps a votao da PLS 225/2011


    brasilia2senado


    Defensoras Pblicas Gerais, da Bahia, Maria Clia Padilha; do Piau, Norma Brando; de So Paulo Daniela Sollberger Cembranelli e de Minas Gerais Andra Tonet



    brasilia3senado

    Defensora Geral ,Andra Tonet , senador Jos Pimentel, presidente da Anadep, Andr Castro e diretor jurdico da AdepMG, Fernando Martelleto



    brasilia4senado
    Assessor para Assuntos Interinstitucionais, Eduardo Generoso, Defensor Geral do Mato grosso do Sul, Paulo Andr Defante; presidente do Condege, Andra Tonet e presidente da Anadep, Andr Castro





    brasilia 6senado

    Defensor do Distrito Federal, Alexandre Gianni;  diretor jurdico da AdepMG, Fernando Martelleto,  diretora de Assuntos Institucionais da AdepMG, Therezinha Aparecida de Souza, deputado federal Domingos Svio;  presidente da AdepMG, Felipe Soledade; presidente do Condege, Andra Tonet e Defensor de Minas, Eduardo Generoso

    Fonte: Ascom/DPMG (29/11/2001)


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 29, 2011

    Artigo Especial

    Falta de investimento
    coloca estradas em risco

    Clsio Andrade

    De janeiro a setembro, s 1% das obras de transportes que fazem parte do PAC2 foi concludo. o prprio governo que admite a lentido na execuo de obras fundamentais para o crescimento o pas, conforme o ltimo balano do Programa de Acelerao do Crescimento.

    O Ministrio dos Transportes informou que das 42 licitaes iniciadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), 14 foram revogadas e 27 suspensas, restando apenas uma em andamento.

    Nos primeiros nove meses deste ano, foram executados R$ 80,2 bilhes em obras do PAC, mas apenas R$ 1,6 bilho em rodovias, portos e aeroportos 1,99% do executado. preocupante falta de investimentos em transportes, que so a logstica de desenvolvimento de qualquer nao.

    Comparativamente, tanto a dotao de recursos como a velocidade de aplicao no setor de transporte so sensivelmente menores que nas demais reas. A de habitao recebeu R$ 55,21 bilhes para financiamento a pessoas fsicas; R$ 41,4 bilhes foram aplicados pelas estatais e R$ 25,6 bilhes pelo setor privado, em obras integradas ao PAC.

    H um ano, o Dnit lanou o Programa de Reabilitao de Obras de Arte Especiais (Proarte) para reformar metade das pontes e viadutos (2.500) das rodovias federais, entre 2011 e 2014, a um custo de R$ 5,8 bilhes.

    S neste ano, seriam aplicados R$ 1 bilho para reforma de 500 dessas estruturas, em regime de urgncia, por estarem com ferragem mostra e juntas estruturais danificadas, constituindo-se em risco aos usurios. Em setembro, o programa foi desativado, com execuo de 0%.

    Com o incio das chuvas, o que sempre degrada a malha viria, principalmente aquelas vias j deficientes, com problemas de escoamento, trincadas por excesso de peso ou estruturalmente fragilizadas por inconsistncia de construo, no sero surpresa os desmoronamentos e buracos. Risco para os usurios, para veculos e cargas.

    Os nmeros falam por si. Quando no se investe oportunamente e no volume adequado na preservao desse patrimnio que se deteriora, o prejuzo de toda a sociedade. A situao no diferente no que diz respeito a portos e aeroportos, ferrovias e hidrovias.

    Senador por Minas e presidente da Confederao Nacional do Transporte (CNT)


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 29, 2011

    ltimos dias para inscrio no Prmio Minas de Comunicao do Simapro

    Ateno!
    Faltam poucos dias para as inscries acabarem

    O Sindicato das Agncias de Propaganda do Estado de Minas Gerais - Sinapro-MG informaque as inscries para oPrmio Minas de Comunicao 2011, para empresas e profissionais no filiados entidade, sero aceitas at o dia 02/12/2011 (sexta-feira),tero ovalor deR$ 242,00 (Peas isoladas), Peas seqenciais ou que necessitem de teaser (mnimo 2 e no mximo 5) R$ 220,00 (por pea) eCampanha integrada: mnimo 3 e no mximo 5 peas, sendo que obrigatrio pelo menos 3 (trs) peas de meios de comunicao diferentes tero o valor de R$ 660,00 (a campanha).

    Para empresas e profissionais filiados entidade, as inscries para oPrmio Minas de Comunicao 2011, sero aceitas at o dia 02/12/2011 (sexta-feira). Tero ovalor deR$ 198,00 (Peas isoladas), Peas seqenciais ou que necessitem de teaser (mnimo 2 e no mximo 5) R$ 176,00 (por pea) eCampanha integrada: mnimo 3 e no mximo 5 peas, sendo que obrigatrio pelo menos 3 (trs) peas de meios de comunicao diferentes tero o valor de R$ 594,00 (a campanha).

    OBS: O horrio para a entrega das peas/campanhas das 13h s 18horas, na sede do Sinapro-MG, Rua Domingos Vieira, 587 - Sala: 912.

    A participao da suaempresa fundamental para o sucesso do PrmioMinas de Comunicao. No deixe de fazer a sua inscrio!

    OPrmioMinas de Comunicao importantepara a valorizao da sua empresa e o crescimento do mercado. Participe! Garanta j asua inscrio.

    Para outras informaes, acesse o site:
    www.sinapromg.com.br
    ou pelotelefone: (31) 3241-8107.

    Adolpho Resende Netto
    Presidente do Sinapro-MG


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 29, 2011

    CIEMG: Soltando a criatividade

    Criatividade para inovar na empresa

    Ciemg e IETEC realizam, no dia 1/12,
    workshop Criatividade aplicada inovao


    O Ciemg e o Instituto de Educao Tecnolgica (IETEC) realizam nesta quinta-feira (1/12) o workshop Criatividade aplicada inovao. O treinamento dividido em duas etapas: apresentao de tcnicas e ferramentas especficas para a liberao da criatividade e debate de questes relacionadas inovao no ambiente profissional.

    Na primeira parte, sero explicados assuntos como a descoberta do pensamento criativo, ampliao da percepo de mundo e a prtica da criatividade em seu dia a dia, entre outros. J a segunda, vai apresentar e debater conceito e tipos de inovao e de que forma a criatividade se insere nesse processo.

    O workshop ser dado por Jos Henrique Diniz e Terezinha Arajo. Jos Henrique ps-graduado em Gesto Estratgica de Tecnologia, diretor da Sociedade Mineira de Engenheiros (SME) e presidente da Associao Brasileira de gua e Energia (ABAE). Terezinha Arajo mestre em Criatividade, ps-graduada em Psicologia Social e especialista em Consultoria Organizacional.

    As inscries so gratuitas e podem ser feitas aqui.
    Mais informaes podem ser obtidas pelo telefone (31) 3362-5666
    ou no site www.ciemg.com.br

    Workshop Criatividade aplicada inovao
    Data: 1/12, quinta-feira
    Horrio: 8h30 s 13h
    Inscries: gratuitas
    Local: Ciemg - Avenida Babita Camargos, 766, na Praa da Cemig, em Contagem/MG


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 29, 2011

    Para ler e pensar!!!!

    Ser que estamos nos transformando em Panela de Presso?

    Panela de Presso Significado: Utenslio culinrio, usado normalmente para cozinhar mais rpidamente alguns tipos de alimentos, a exemplo o , pois em seu interior possvel armazenar uma quantidade maior de vapor, que forma uma presso superior a do meio em que se encontra.

    Recentemente li que na funerria, em Compton, Califrnia, os membros de uma famlia podem ver seus parentes mortos em exibio em um caixo aberto atravs de uma vitrine em um drive thru. Isso mesmo, o proprietrio diz que isso a inteno fazer com que o corpo seja visto pelo maior nmero de pessoas e evitar que idosos deixem seus carros para darem o ltimo adeus ao parente falecido. Voc pode vir depois do trabalho, sem se preocupar com estacionamento. Voc pode assinar o livro e a famlia saber que voc prestou seus respeitos. uma caracterstica nica que nos diferencia das outras funerrias, disse o proprietrio.

    Fiquei surpresa com a notcia, ser que esta moda pega por aqui? Ou j existe aqui no Brasil, em Minas Gerais? Belo Horizonte? Nem chorar ao lado do ente querido parece no dar tempo mais.
    Ento a vida moderna est nos transformando em panela de presso, a pressa, a correria do dia a dia, fazem com que armazenemos mais tarefas, mais informaes, mais metas que nosso crebro e corpo dem conta de digerir e manter sem explodir.

    Como fazer para diminuir a presso e no explodir em formas de doenas, angstias, frustraes, infartos e cnceres.
    Tarefa esta que deve ser adotada dia a dia, pacientemente. Assim como a semente que plantamos, regamos e vemos crescer folhinha por folhinha at ter flores, frutos ou mesmo espinhos sem perder a beleza.

     Lista de alguns itens para no transformar em panela de presso, hora de 12 litros, ora de 24 litros ou quem sabe em uma panela industrial.
     Alimentao saudvel (bem variado, colorido, entre frutas, legumes, carnes magras, leguminosas, azeites, gua, fibras, alimentos integrais);
     Cozinhar com os amigos;
     Tomar lquidos ao longo do dia escolha os que mais te agrada (ch de erva doce? de camomila? gua com limo? Use a criatividade;
     Convidar a famlia para almoar sbado, domingo e pedir para ajudar lavar as louas;
     Passear na praa com as crianas, cachorrinhos, com a esposa;
     Passear no mercado central, rever amigos;
     Conversar com as avs (as), eles j passaram por situaes que nem imaginamos;
     Assistir filmes, os antigos so bem divertidos, faz relembrar a infncia;
     Ir ao happy hour, avisar em casa onde est para no preocupar quem est lhe esperando;
     Rezar, orar, ter f no importa a religio;
     Dar bom dia, boa tarde, boa noite, pedir desculpas, evitar constrangimentos com os colega;
     Respeitar o tempo do outro;
     Colocar metas reais para serem cumpridas (ex: no incio do ano diz: vou emagrecer 20 kg e no modifica nada na rotina, chega ao fim do ano e no emagreceu nada, vem frustrao, mas a rotina a mesma) reveja os planos;
     No ter vergonha de reconhecer os seus limites;
     Pedir ajuda nas tarefas mais simples quando tiver cansado;
     Amar e ser amado;
     Ler um bom livro (o bom livro aquele que voc l com prazer);
     Desligar o celular para dormir, este o momento de relaxamento, homens necessitam em torno de 7 horas de sono e mulher de 8 horas;
     Escolha uma das Praas e Movimente-se
    Praa da Liberdade;
    Praa Marlia de Dirceu;
    Praa Ablio Nunes de Figueiredo;
    Praa da Assemblia.


    Eluciana Iris A. Cardoso
    Nutricionista
    elucianairis@yahoo.com.br



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 29, 2011

    Rumo certo

    MOBILIZAO INTERNACIONAL
    PELO FIM DA VIOLNCIA CONTRA A MULHER

    Comeou na sexta-feira (25) e vai at o dia 10 de dezembro, os 16 dias de ativismo pelo fim da violncia contra a mulher. A mobilizao acontece em vrios pases e a Defensoria Pblica de Minas Gerais estar participando de atividades nas comarcas do interior e Capital.

    Dentro das atividades, acontece nos dias 28 e 29 de novembro o VI Seminrio da Rede de Enfrentamento Violncia Domstica contra a Mulher em Minas Gerais - 5 anos da Lei Maria da Penha: Avanos e Desafios. Na abertura, palestra da ministra Iriny Lopes, da Secretaria de Polticas para Mulheres da Presidncia da Repblica.

    O seminrio se realizar na Procuradoria-Geral de Justia de Minas Gerais (av. lvares Cabral, 1.690, 1 andar, Santo Agostinho, Belo Horizonte), a partir das 9 horas. (clique aqui e confira a programao)

    Dia Internacional

    O dia 25 de novembro foi definido como o Dia Internacional da no violncia contra a mulher, durante o 1 Encontro Feminista Latino-Americano e do Caribe, realizado em 1980, em Bogot, na Colmbia. A data foi escolhida para lembrar as irms Mirabel, assassinadas pela ditadura de Lenidas Trujillo em 1960, na Repblica Dominicana.

    As irms foram mortas quando regressavam de uma visita a seus maridos, presos por oposio ao regime de Trujillo. A morte das duas ativistas provocou protestos dentro do pas e na comunidade internacional, intensificando a oposio contra o governo. Trujillo acabou sendo assassinado um ano depois da morte delas.

    Fonte: Ascom/DPMG (28/11/2011)


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 29, 2011

    ALMG debate Dcada Mundial de Segurana no Trnsito

    O perodo de 2011 a 2020, proclamado pela Organizao das Naes Unidas (ONU) como a Dcada Mundial de Ao pela Segurana no Trnsito, ser tema de audincia pblica da Segurana Pblica da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. A reunio ser nesta tera-feira (29/11/11), s 14h30, no Plenarinho I, e foi requerida pela deputada Maria Tereza Lara (PT) e pelos deputados Joo Leite (PSDB), Cssio Soares (PSD) e Sargento Rodrigues (PDT).

    Segundo o site do Departamento Nacional de Trnsito (Denatran), o objetivo da ONU com a iniciativa estimular esforos no mundo para conter e reverter a tendncia crescente de fatalidades e ferimentos graves em acidentes de trnsito no planeta.

    Na resoluo editada pela ONU, decidiu-se que a Organizao Mundial de Sade (OMS) e outros organismos internacionais, tero a misso de unir esforos com o objetivo de reduzir pela metade o nmero de fatalidades no trnsito mundial.Atualmente, segundo o Denatran, registram-se mais de 1 milho e 300 mil mortes por ano e milhes de pessoas feridas, algumas incapacitadas permanentemente. Essas mortes atingem de forma majoritria pessoas entre 15 e 44 anos de idade, que representam a maior parte da parcela produtiva da sociedade.

    Ainda de acordo com o Denatran, as perdas provocadas pela violncia do trnsito so uma das maiores preocupaes da OMS, caracterizando-se como um problema de sade pblica com propores epidmicas. Na avaliao da entidade, ser necessrio desenvolver e reforar as aes de preveno dessa violncia em pelo menos 178 pases, onde os ndices de mortalidade no trnsito esto acima do razovel. O Ministrio da Sade registra que o Brasil tem um ndice de 18.9 fatalidades por grupo de 100 mil habitantes. Pases lderes, alguns europeus e outros asiticos, registram uma taxa de 5 mortes por 100 mil habitantes.

    Dessa forma, avalia o Denatran, necessrio que os governos Federal, estaduais e municipais acatem integralmente a deciso da ONU e as recomendaes da OMS, implementando imediatamente um plano nacional para reforar a segurana de trnsito no Pas. Essa uma exigncia da sociedade brasileira, na qualidade de vtima em potencial dessa violncia, e da comunidade ligada s atividades de trnsito.

    Convidados - Para a audincia pblica, foram convidados o secretrio adjunto de Estado de Defesa Social, Genilson Ribeiro Zeferino; a coordenadora da Gerncia de Educao para o Trnsito do DER, Rosely Fantoni; a diretora de Atendimento e Informao da Bhtrans, Jussara Bellavinha; o secretrio de Obras, Servios Urbanos e Meio Ambiente de Coronel Fabriciano e presidente do Frum Mineiro de Gerenciadores de Transporte e Trnsito, Galba Gomes da Silva; o mdico cirurgio e coordenador do Servio de Cirurgia Geral e do Trauma do Hospital Joo XXIII, Domingos Andr Fernandes Drumond; o presidente da Transbetim e ex-membro da Cmara de Educao do Denatran, Eduardo Lucas de Rezende; e o presidente da Associao Mineira de Medicina do Trfego, Fbio Antnio Rodrigues Nascimento.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 29, 2011

    COPASA faz convnio com Caixa no valor de 252 milhes de reais.


    Renato Cobucci/Secom
    Antonio Anastasia durante reunio para assinatura dos contratos com a Caixa
    Antonio Anastasia durante reunio para assinatura dos contratos com a Caixa



    BELO HORIZONTE (28/11/11) - O Governo de Minas, por intermdio da Copasa, est concretizando quatro novas operaes financeiras junto Caixa Econmica Federal (CEF), de aproximadamente de R$ 252 milhes, que garantiro grandes obras de saneamento no Estado. As assinaturas dos contratos aconteceram, nesta segunda-feira (28), no Palcio Tiradentes, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, durante audincia do governador Antonio Anastasia com o vice-presidente de Atendimento e Distribuio da Caixa, Jos Henrique Marques da Cruz.
    O governador destacou a importncia do financiamento para garantir a execuo de obras de saneamento no Estado. O apoio que a Caixa tem dado a Minas Gerais e esses atos so prova da parceria que tem mostrado bons resultados. So obras importantes e essa parceria com a Caixa fundamental para sua execuo, afirmou.
    Despoluio Pampulha
    Um dos contratos, no valor de R$ 102,5 milhes garantir recursos para obras de despoluio da Lagoa da Pampulha. Sero implantadas redes coletoras e interceptoras de esgoto ao longo dos crregos da Bacia da Pampulha, nos municpios de Contagem e Belo Horizonte, beneficiando cerca de 80 mil pessoas. Nesse contrato, R$ 82 milhes sero oriundos da CEF e o restante, R$ 20,5 milhes, recursos prprios da Copasa.
    Essa obra vai eliminar de vez os esgotamentos que ainda chegam at a Pampulha, afirmou o presidente da Copasa, Ricardo Simes.
    Um segundo contrato, no valor R$ 69,5 milhes, ser para a primeira etapa das obras de implantao da bacia de deteno ao longo do crrego Ferrugem, cujo objetivo evitar enchentes na regio durante o perodo de chuva. Essa obra faz parte do Programa Saneamento para Todos, criado pelo Governo do Estado, beneficiando aproximadamente um milho de pessoas nos municpios de Belo Horizonte e Contagem.
    Foi assinado, ainda, contrato no valor R$ 36,8 milhes, cujos recursos sero destinados s obras de ampliao e melhoria do sistema de esgotamento sanitrio de So Sebastio do Paraso, no Sul de Minas, beneficiando mais de 42 mil pessoas na regio.
    O quarto contrato, no valor de R$ 41,8 milhes, ser para a execuo de obras de ampliao e melhoria do sistema de esgotamento sanitrio de Cataguases, na Zona da Mata, que inclui a construo de uma moderna e completa Estao de Tratamento de Esgoto (ETE), melhorando as condies de sade no municpio e a infraestrutura urbana, bem como contribuindo para a recuperao e preservao da bacia do Rio Paraba do Sul.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Novembro 28, 2011

    Presidente da Associao dos Fotgrafos, Wladez Maranho faz Jantar de Confraternizao.

    Arfoc promove jantar de confraternizao dos profissionais da imagem
    dia 5 de dezembro no restaurante Maria das Tranas

    A Associao dos Reprteres Fotogrficos e Cinematogrficos de Minas Gerais (ARFOC) abre o calendrio de comemoraes de dezembro com um jantar de confraternizao dos profissionais da imagem, dia 5, das 20h s 00h, no restaurante Maria das Tranas (av. Professor Morais, 158, Savassi).

    Com o patrocinio da Universe Imports, quem convida o presidente da Arfoc, Valdez Maranho, e diretoria da entidade. O evento vai reunir os fotgrafos que fazem e acontecem na capital mineira e parceiros. A reunio promete muitos cliques e abraos e encerra com chave de ouro a atuao da entidade esse ano, que muito tem batalhado pela categoria.
    Helga Campos
    Equipe - Regina Perillo Comunicao


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Novembro 28, 2011

    Nosso BLOG atingiu hoje a marca de 8 MIL NOTCIAS - sem interrupo - publicadas desde que estreou na web em fevereiro de 2006. AGRADEO a voc que nos prestigia com seu acesso dirio.

















    Estatsticas relacionadas aos posts e visitas.


    Posts:
    8 mil 001

    Rascunhos:
    28

    Comentrios:
    2mil 147

    Visitas:

    nicas: 1 milho 506 mil 828
    Pageviews: 8 milhes 100 mil e 730


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Novembro 28, 2011

    HOJE noite no plenrio JK da ALMG, com transmisso ao vivo pela TV Assemblia.

    Caixa Ecnomica Federal
    ser homenageada em Plenrio



    Para homenagear os 150 anos da Caixa Econmica Federal, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais far, nesta segunda-feira (28/11/11), Reunio Especial no Plenrio, s 20 horas. A solenidade foi solicitada pelos deputados Andr Quinto (PT) e Adelmo Carneiro Leo (PT).
    A Caixa foi criada em 1861, por Dom Pedro II, com a misso de incentivar a poupana popular no Pas e de conceder emprstimos de forma mais acessvel. Desde ento, ela se tornou uma das instituies financeiras mais presentes na vida do brasileiro e considerada tambm o maior banco pblico da Amrica Latina. Sua base de clientes, atualmente, de mais de 51 milhes de pessoas, entre correntistas e poupadores de todas as faixas de renda.
    A Caixa uma empresa exclusivamente pblica, que atende clientes bancrios e tambm todos os trabalhadores formais do Brasil, por meio do Fundo de Garantia por Tempo de Servio (FGTS), do Programa de Integrao Social (PIS), do seguro desemprego e de programas sociais. Convnios com casas lotricas ampliaram ainda mais o atendimento aos clientes, tornando a Caixa uma das instituies com maior capilaridade no Pas.
    O deputado Adelmo Carneiro Leo ressaltou que a Caixa tem exercido papel fundamental no desenvolvimento brasileiro. Trata-se de uma instituio de fomento ao avano econmico e social, que estabeleceu parcerias em prol da sociedade brasileira, sem distino de qualquer natureza, afirmou.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Novembro 28, 2011

    Recomendo!!!

    Sintonia BandNews FM & Mercure
    quer saber a sua receita para viver de bem com a vida

    Qual a sua receita para viver de bem com a vida? Se voc tem ou quer aprender uma, no pode perder o bate-papo descontrado e cheio de bom humor que a BandNews FM promove na prxima sexta-feira, dia 2 de dezembro, no Hotel Mercure Lourdes a partir das 8h30.

    Os colunistas da rdio Carlos Nunes, da coluna Belo Horizonte que no acaba mais, a publicitria e blogueira, Chris Guerra, da coluna Com que roupa, e a jornalista Roberta Zampetti da coluna Bem Estar daro dicas, sugestes e contaro casos para l de engraados.

    O encontro ser mediado pela ncora e colunista de cultura da rdio, Luciana Vianna. As inscries so gratuitas e as vagas so limitadas. Para participar, envie um email para contatobh@bandnewsfm.com.br com nome completo e telefone de contato, e aguarde a confirmao.

    O Sintonia BandNews FM & Mercure ser no Hotel Mercure Lourdes, na Avenida do Contorno, 7315, das 8h30 s 10h30

    Servio:
    Evento: Sintonia BandNewsFM & Mercure
    Data: 02/12/2011
    Horrio: 8h30 s 10h30
    Local: Mercure Lourdes (Av. do Contorno, no 7315)
    Inscries gratuitaspelo email contatobh@bandnewsfm.com.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Novembro 28, 2011

    Morreu hoje o ex- veredor ANTONIO CARLOS CARONE. Lamento a morde dele. Como reprter da Globo o entrevistei vrias vezes. Primeiro como vereador e depois por um breve perodo como prefeito de BH quando assumiu temporariamente o cargo com a sada de Hlio Garcia. Carone era uma grande figura.

    Faleceu na manh desta segunda-feira (28), aos 60 anos, o ex-vereador Antnio Carlos Flores Carone, que presidiu a CMBH em 1983/84. O corpo ser velado a partir das 19h, no Salo Nobre da Cmara Municipal de Belo Horizonte. O sepultamento ser na tera-feira (29), pela manh, no Cemitrio e Crematrio Parque Renascer, em Contagem.

    Descendente de uma tradio poltica familiar, Antnio Carlos Carone seguiu os passos do pai, Jorge Carone Filho, ex-prefeito de Belo Horizonte, cassado por perseguio poltica aps o golpe militar de 1964 e de sua me, dona Nsia Flores Carone, eleita deputada federal. Outro filho do casal, Jorge Orlando Flores Carone, tambm j falecido, foi vereador na capital e eleito deputado estadual.

    Antnio Carlos Flores Carone foi vereador em Belo Horizonte entre 1977 e 1988. Em 1984, enquanto presidente da Cmara Municipal sucedeu o ento prefeito Hlio Garcia, assumindo o Executivo em carter pro tempore por nove dias.

    O ex-parlamentar deixa a viva Cludia Gonalves Carone, os filhos Antnio Carlos Gonalves Carone e Fabiana Carone Assis, o neto Arthur Carone Assis, e os irmos Marco Aurlio Flores Carone e Nsia Flores Carone.

    Atuao como vereador

    Cerca de 70 leis foram sancionadas a partir de projetos apresentados pelo ex-vereador. Entre elas, a Lei n 3995, de 1985, que cria o Programa Municipal de Regularizao de Favelas (Profavela), determinando aes de regularizao a serem viabilizadas pelo Executivo Municipal. Entre as providncias, estariam o levantamento topogrfico e delimitao das reas a serem regularizadas; a demarcao do sistema virio de forma a permitir a elaborao do respectivo projeto de parcelamento do solo, acompanhado da definio das normas de uso e ocupao que orientassem o desenvolvimento urbano da respectiva rea; a promoo ou acompanhamento da regularizao fundiria, objetivando a titulao da propriedade aos ocupantes dos lotes e a implantao e coordenao de medidas para a melhoria das condies de vida da populao ocupante e sua melhor integrao na vida e nos benefcios da cidade.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Novembro 28, 2011

    Quase 800 detentos mineiros esto fazendo provas do ENEM a partir de desta segunda.


    Comearam nesta segunda-feira (28) as provas do Exame Nacional do Ensino Mdio (ENEM) para o sistema prisional. Em Minas Gerais, 795 detentos de 43 unidades se inscreveram para o exame, com o objetivo de conquistar o certificado de concluso do Ensino Mdio ou se candidatar a vagas em instituies de Ensino Superior. o segundo ano em que as provas acontecem em unidades prisionais de Minas Gerais, que j o 4 estado brasileiro no ranking de inscries. As provas terminam nesta tera-feira (29) .

    Somente na Regio Metropolitana de Belo Horizonte so 227 presos inscritos, sendo 70 deles da Penitenciria Jos Maria Alkimin (PJMA), em Ribeiro das Neves, a unidade com o maior nmero de inscries no Estado.

    Roberto da Silva Pereira, de 28 anos, concluiu o Ensino Mdio na escola da Penitenciria Jos Maria Alkimin e agora, por meio do ENEM, quer tentar uma bolsa para cursar Administrao. "Estudar na unidade mudou meu jeito de ser, meu carter e meu relacionamento com os outros. A nica forma de ter um futuro melhor quando sair daqui continuar estudando", disse.

    Roberto um dos 5500 presos mineiros que estudam enquanto cumprem pena. De acordo com o secretrio de Estado de Defesa Social, Lafayette Andrada, o estudo e o trabalho so pilares da poltica de humanizao do sistema prisional mineiro. "Minas Gerais o Estado que tem, proporcionalmente, o maior nmero de presos trabalhando e estudando enquanto cumprem pena. Temos investido fortemente na ressocializao dessas pessoas", afirmou o secretrio.

    Exemplo
    O detento da PJMA, Frederico Martins Pdua Alves, de 28 anos, fez o ENEM ano passado e conquistou um desconto de 50% para cursar Turismo distncia. Nesse ano, estava novamente ocupando uma cadeira na sala reservada para a realizao da prova, dessa vez para tentar a bolsa integral na Universidade e para continuar se reavaliando. "Essa foi a oportunidade da minha vida. Nunca pensei que fosse entrar na faculdade, no imaginei que eu fosse capaz. Agora meu principal objetivo concluir os estudos", contou.

    Dedicao
    No primeiro dia de prova do ENEM so avaliados os contedos de Cincias Humanas e Cincias da Natureza. J no segundo dia (tera, 29) o contedo ser Linguagens, Cdigos, Matemtica e Redao. Thiago Souza de Brito, de 26 anos, fez as provas no ano passado, mas no conseguiu a pontuao necessria para obter o certificado de concluso do Ensino Mdio. Neste ano, reforou os estudos, mesmo trabalhando em uma construtora fora da unidade. "Foi bem corrido, mas levei os livros e estudei no horrio do almoo. Minha inteno conseguir bolsa para a faculdade de psicologia", afirmou.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Novembro 28, 2011

    Corrida pela Prefeitura de Barbacena

    Deu na coluna do jornalista Csar Romero
    do jornal Tribuna de Minas de Juiz de Fora


    TERCEIRA VIA EM BARBACENA
    No ser surpresa para esta coluna se o jornalista Joo Carlos Amaral for a terceira via na sucesso municipal de Barbacena. Presidente do PRP na Cidade das Rosas, ele poder ter como vice o vereador Amarlio de Andrade (PSC), que j foi 11 vezes presidente da Cmara Municipal.

    Joo Carlos, que formado pela UFJF e tem muitos amigos em Juiz de Fora, est bem credenciado para a vida pblica: conta com a simpatia do governador Antonio Anastasia e do poderoso secretrio de Governo, Danilo de Castro.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Novembro 28, 2011

    FIAT. Coloque na sua agenda: dia 30 - quarta-feira - na sede da FIEMG, aqui em BH. Parabenizo o presidente da FIAT, desejo mais sucesso ainda. Fui convidado, mas infelizmente, estarei no Rio de Janeiro, numa entrevista no Consulado norte-americano para renovar meu visto. APROVEITO para engrossar o coro de ns mineiros - com o deputado Eduardo Azeredo, do PSDB - para que os EUA coloquem um CONSULADO em BH e rpido!!!

    Cledorvino Belini presidente da Fiat-Chrysler e da Anfavea
    o convidado para ltima palestra do ano promovida pela 

    ADCE e FIEMG

                         

                         

                                               Empresrio vai contar um pouco
                                               sobre a sua trajetria
                                               e a virada estratgica
                                               da Fiat no pas

    No dia 30 de novembro, quarta-feira, Associao de Dirigentes Cristos de Empresa (ADCE/MG) realiza a ltima palestra/almoo do ano. O convidado o presidente da Fiat Brasil, da Chrysler Amrica Latina e da Anfavea, Cledorvino Belini, que vai contar sobre a virada estratgica da Fiat no Brasil, que levou a empresa ao 1 lugar no ranking nacional entre os fabricantes de veculos automotores. O encontro uma iniciativa da ADCE/MG e do Conselho de Sustentabilidade e Responsabilidade Social da Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais FIEMG - ser realizado na Av. Contorno, 4456 - 3 andar, s 12h.

    Segundo o presidente da ADCE/Uniapac Brasil, Srgio Cavalieri, este ano foi especialmente positivo para a entidade, que ampliou em 40% o nmero de associados em Minas Gerais.

    "A presena do Belini aps recebermos importantes figuras do cenrio empresarial e poltico do pas, como o Senador Acio Neves, o ex ministro Marclio Marques Moreira, e de realizarmos o lanamento da ISO 26000, comprova o prestgio da associao e como os empresrios esto se engajando no tema da responsabilidade social e da tica nos negcios.

    Estamos entusiasmados e comearemos 2012 embalados e com novos projetos para ajudar a construir um ambiente de negcios mais saudvel e respeitado no pas" completa Cavalieri.


    As vagas para a palestra so limitadas. indispensvel confirmar presena pelos telefones (31) 3281-0710 e (31) 9861-6936. A adeso para no associados da ADCE/MG de R$75,00 - Depsito Caixa Econmica Agncia 1533 C/C.: 1307-8/Op:003

    Servio 
    Evento: Palestra com Cledorvino Belini

    Tema: Virada estratgica da Fiat no Brasil.                                 

    Data: 30 de novembro (quarta-feira), s 12h
    Local: FIEMG (Av. Contorno, 4456 - 3 andar)

    Informaes: (31) 3281-0710 9861-6936



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Novembro 27, 2011

    Artigo Especial

                                         

                                                                               RIO +20
                                                                      Olavo Machado Jr
                                                                    presidente da FIEMG

    O Brasil se transformar, em junho do ano que vem, na capital mundial do desenvolvimento sustentvel com a realizao, no Rio de Janeiro, da Conferncia das Naes Unidas sobre Desenvolvimento Sustentvel, a Rio + 20. Chefes de Estado de mais de 190 pases estaro presentes para discutir o tema que, desde a histrica conferncia de Estocolmo, em 1972, mobiliza a ateno e a preocupao mundial na busca do desenvolvimento econmico e social. Foi para falar sobre a Rio + 20 que a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, participou, nesta tera-feira, da reunio conjunta dos Conselhos de Poltica Econmica e de Meio Ambiente da Fiemg.

    Quatro dcadas aps Estocolmo e duas dcadas aps a Rio 92, fica cada vez mais claro que o grande desafio a ser enfrentado clarear o conceito de desenvolvimento sustentvel, que no e nem pode ser entendido como questo exclusivamente de preservao ambiental, em oposio, visceral e sectria, ao crescimento econmico. Este , com certeza, um falso dilema que s leva ao confronto e nada constri. A partir desta premissa, pode-se avanar na conceituao do desenvolvimento sustentvel que deve, necessariamente, incluir a dimenso social o ser humano.

    Os desafios propostos pela Rio + 20 baseiam-se, portanto, na definio de modelos para o desenvolvimento global em favor da economia verde, da erradicao da pobreza e da adoo de prticas sustentveis, com o estabelecimento de um novo rumo visando o desenvolvimento e a evoluo da economia de baixo carbono em um novo cenrio que o sculo XXI comea a definir, marcado pela crise econmica internacional e toda problemtica socioambiental. Com este olhar, a economia verde se apresenta como uma proposta de desenvolvimento que busca instituir novos vetores de crescimento econmico, novas fontes de empregabilidade e solues consistentes para a melhoria da qualidade ambiental.

    Como organizador da Rio + 20, o Brasil deve definir como principal resultado a ser alcanado a incorporao definitiva da erradicao da pobreza como elemento indispensvel concretizao do desenvolvimento sustentvel, acentuando sua dimenso humana. Vale dizer: a Rio + 20 um evento internacional sobre desenvolvimento sustentvel e no apenas sobre o falso confronto entre meio ambiente e produo. Est claro, para toda a sociedade, que o desafio da sustentabilidade constitui oportunidade valiosa para a mudana de um modelo de crescimento econmico que deve incluir plenamente as dimenses econmica, ambiental e, obrigatoriamente, a dimenso social.

    assim que estamos procurando trabalhar em Minas, com a criao do Programa Minas Sustentvel, uma iniciativa com foco na sustentabilidade econmica, social e ambiental, envolvendo as empresas, a sociedade e o poder pblico. Implantado como projeto piloto em Contagem, h pouco mais de um ano, o Programa j est presente em quase 700 empresas das mais diversas cadeias produtivas. Em Betim, onde foi lanado em maro deste ano, o Programa j diagnosticou 173 indstrias. Esta, entendemos, a forma de trabalhar e fazer desenvolvimento sustentvel com aes objetivas e abertura para o dilogo com entidades ambientalistas, governos e com a sociedade.

    Na verdade, retirar do desenvolvimento sustentvel a sua dimenso social pode comprometer iniciativas relevantes, como o Projeto Mina do Apolo, cuja implantao se discute neste momento, em Minas Gerais, nos municpios de Caet, Raposos, Rio Acima e Santa Brbara - todos em situao desfavorvel em relao ao IFDM ndice Firjan de Desenvolvimento Municipal, que mede o estgio dos municpios nos indicadores de educao, sade, emprego e renda. Aqui, o falso dilema decidir entre o Projeto Apolo e a implantao do Parque Nacional da Serra do Gandarela.

    Os nmeros falam por si. A rea prevista para o Parque de 40 mil hectares a do Projeto Apolo, de apenas 1800 hectares, menos de 5% da rea total. A Vale, empresa responsvel pelo empreendimento e respeitada pelo seu compromisso com a sustentabilidade, assume o compromisso de participar da implantao da Unidade de Conservao do Gandarela, de forma harmnica com a atividade econmica. Ademais, com a implantao do Parque alguns dos municpios perderiam parcelas significativas de seus territrios: Raposos (51%), Rio Acima (28,7%), Santa Brbara (24,4%), Baro de Cocais (6,3%), Caet (6%), Itabirito (5,3%), Nova Lima (2%) e Ouro Preto (1,8%). Com isso, tambm perderiam arrecadao de tributos e sofreriam os nus econmicos e sociais decorrentes da expulso das famlias para as reas urbanas.
     
    Neste cenrio, o bom senso recomenda o entendimento e o equilbrio. O Estado poderia utilizar as indstrias da regio como parceiras na proteo da rea, contribuindo para a preservao ambiental; a implantao do Projeto Apolo contribuiria para a gerao de emprego e renda, melhorando a qualidade de vida da populao local. uma iniciativa na qual todos ganham, especialmente o desenvolvimento sustentvel, que v contempladas as suas trs dimenses fundamentais - ambiental, econmica e social.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Novembro 27, 2011

    Festival de CINEMA e DOCUMENTRIO DE BH...








    Forumdoc.bh rene atraes mundiais do cinema documentrio na capital
    Publicado em 25/11/2011 17:59:43





    O Forumdoc.bh, tradicional festival de cinema documentrio e etnogrfico de Belo Horizonte tem vrias atraes em sua 15 edio, que comeou na tera, dia 22, e vai at domingo, dia 4. O frum tem atividades gratuitas espalhadas por trs lugares, no Cine Humberto Mauro, que fica no Palcio das Artes (avenida Afonso Pena, 1.537, Centro), no Centro Cultural da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) (avenida Santos Dumont, 147, Centro) e no Campus Pampulha da universidade (entrada pela avenida Antnio Carlos, 6.627).

    Trabalhos de diferentes cineastas, antroplogos e pesquisadores, profissionais reconhecidos internacionalmente por sua importncia na cena documental, tm espao reservado nesta edio do festival, que rene 100 filmes de diferentes nacionalidades, contedos e estticas. O Forumdoc.bh, referncia nacional na exibio do cinema de no fico, um espao para a discusso de trabalhos que debatem a vida social e a diversidade cultural. A ideia contribuir para a formao de um pblico interessado neste gnero especfico de cinema, alm de mapear, informar e fomentar a produo recente.

    A programao, tradicionalmente gratuita, contempla mostras retrospectivas de movimentos emblemticos para o cinema documental, selees competitivas nacionais e estrangeiras, frum de debates, o curso Dilemas da Observao, conduzido pelo cineasta Eduardo Escorel, sesses comentadas e, pela primeira vez no festival, o Encontro de Realizadores. A programao completa, com detalhes, pode ser conferida no site www.forumdoc.org.br.

    Mostras

    Alm das mostras competitivas, trs mostras retrospectivas, fazem parte da programao. A Cmera e o Animal, formada por 23 filmes, tem a curadoria do professor e etnlogo Paulo Maia, e vai apresentar alguns dos filmes que marcaram o percurso do festival, todos ligados relao entre homem, animal e natureza.

    J a mostra Cinema dos Povos Originrios coloca em pauta a experincia de dois pases, Bolvia e Mxico. Segundo suas curadoras, Junia Torres, Carolina Canguu e Milene Migliano, so filmes feitos a partir do interior de comunidades indgenas, discutidos e construdos coletivamente.

    A ltima retrospectiva presta um tributo ao cineasta, escritor e artista plstico Fernando Coni Campos, conhecido pelo elo entre o cinema novo e o marginal e que ter, pela primeira vez em Belo Horizonte, uma mostra dedicada ao conjunto de sua obra. A curadoria do professor Ewerton Belico.

    As Mostras Competitivas Nacional e Internacional renem obras premiadas em diversos festivais e dirigidas por nomes em ascenso na cena documental contempornea como Cao Guimares, Srgio Borges e Ariel Ortega, do Vdeo nas Aldeias. Trabalhos de pases como Rssia, ndia, Espanha, Frana, China, Polnia, Argentina e Canad esto presentes na seleo estrangeira, que exibe 13 ttulos, enquanto a nacional est presente com 19 produes.

    Encontro de realizadores

    Realizado pela primeira vez no Forumdoc.bh, o Encontro de Realizadores rene os cineastas dos filmes selecionados para a Mostra Competitiva Nacional. O objetivo levantar uma discusso sobre o panorama da produo recente de documentrios no Brasil, rumos e temas em destaque nos filmes. O encontro ocorre nos dias 28 e 30, segunda e quarta, s 10h30, no Cine Humberto Mauro.

    Mesa redonda

    Encerrando o frum de debates, ser realizada na quarta-feira, dia 30, s 21h, tambm no Cine Humberto Mauro, a mesa redonda Coletivos Audiovisuais Indgenas: formao de realizadores e constituio de redes de comunicao na Bolvia. O debate conta com a participao do coordenador do Cefrec/Caib Ivan Sanjins, do realizador mexicano Carlos Prez Rojas, do indigenista e cineasta Vincent Carelli e do professor e cineasta Ruben Caixeta.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Novembro 27, 2011

    Nesta segunda na PUC na cidade do Serro.

    Entrega da Comenda Tefilo Otoni
    ser nesta segunda (28)

                         
    Trinta homenageados vo receber, nesta segunda-feira (28/11/11), a Comenda Tefilo Otoni, concedida pelo governo de Minas Gerais. Entre eles, est o deputado Bonifcio Mouro (PSDB), que ser o orador oficial do evento. A solenidade de agraciamento ser no auditrio da unidade da PUC Minas, na cidade do Serro (Alto Jequitinhonha), s 11 horas.

    Esto confirmadas as presenas
    do presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais,
    deputado Dinis Pinheiro (PSDB),
    e do vice-governador, Alberto Pinto Coelho,
    que vai presidir a solenidade.

    O objetivo da comenda homenagear pessoas e instituies que contriburam para o desenvolvimento poltico, cultural, econmico e social das regies dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri, Norte e Nordeste de Minas Gerais. Ela foi criada em 2007, por meio da Lei 16.920, originria de um projeto de lei dos deputados Alberto Pinto Coelho e Getlio Neiva. A lei prev que a entrega da medalha seja feita anualmente, em cerimnia realizada no ms de novembro, alternadamente nos municpios do Serro e de Tefilo Otoni.
    Histria - Tefilo Benedito Otoni nasceu em 1807 na Vila do Prncipe, sede da Comarca do Serro Frio, a maior comarca entre as cinco do estado poca. Foi deputado provincial por Minas Gerais, deputado-geral e senador. Liderou a revoluo liberal em Minas (1842) e, aps ser derrotado, ficou preso em Ouro Preto. Em 1844, foi anistiado e reeleito deputado.
    Em 1850, fundou a Companhia do Mucuri, de comrcio e colonizao da regio. Com a empresa, promoveu a navegao do rio, construiu a rodovia de Santa Clara, catequizou ndios e incentivou a instalao de imigrantes europeus no Mucuri. Fundou a vila de Filadlfia, embrio da cidade de Tefilo Otoni. Muito doente, com maleita, morreu no Rio de Janeiro, em 1869, vtima de intoxicao adquirida no Mucuri.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Novembro 27, 2011

    Deu na coluna do jornalista Csar Romero do jornal Tribuna de Minas de Juiz de Fora

    TERCEIRA VIA EM BARBACENA
    No ser surpresa para esta coluna se o jornalista Joo Carlos Amaral for a terceira via na sucesso municipal de Barbacena. Presidente do PRP na Cidade das Rosas, ele poder ter como vice o vereador Amarlio de Andrade (PSC), que j foi 11 vezes presidente da Cmara Municipal.

    Joo Carlos, que formado pela UFJF e tem muitos amigos em Juiz de Fora, est bem credenciado para a vida pblica: conta com a simpatia do governador Antonio Anastasia e do poderoso secretrio de Governo, Danilo de Castro.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Novembro 26, 2011

    Combate pobreza rural



    Divulgao/Sedvan
    Secretrio Gil Pereira liberou recursos do PCPR para o Vale do Mucuri
    Secretrio Gil Pereira liberou recursos do PCPR para o Vale do Mucuri



    TEFILO OTONI (25/11/11) - O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri e do Norte de Minas (Sedvan), autorizou, nesta sexta-feira (25), em Tefilo Otoni, no Vale do Mucuri, a liberao de R$ 2 milhes para subprojetos comunitrios do Projeto de Combate Pobreza Rural do Estado de Minas Gerais (PCPR/MG).
    Os recursos sero destinados a 58 convnios, que vo beneficiar 2,5 mil famlias, de 33 municpios da regio (guas Formosas, Atalia, Bertpolis, Campanrio, Carlos Chagas, Catuji, Central de Minas, Crislita, Franciscpolis, Itabirinha, Itambacuri, Itap, Ladainha, Machacalis, Malacacheta, Mantena, Mendes Pimentel, Nanuque, Nova Belm, Nova Mdica, Novo Cruzeiro, Novo Oriente de Minas, Ouro Verde de Minas, Pavo, Pot, Santa Helena de Minas, So Feliz de Minas, So Joo do Manteninha, So Jos do Divino, Serra dos Aimors, Setubinha, Tefilo Otoni e Umburatiba).
    Com as assinaturas de convnios desta sexta-feira, o Governo do Estado, por meio da Sedvan, totaliza a liberao de R$ 16 milhes para execuo de 535 subprojetos destinados ao atendimento de 26,8 mil famlias dos vales do Jequitinhonha e Mucuri e do Norte de Minas em 2011.
    Empenho
    Em seu pronunciamento, o secretrio Gil Pereira ressaltou a importncia do PCPR no combate a pobreza. Estou trazendo uma palavra amiga do nosso governador, Antonio Anastasia, que reafirma o empenho do Estado em acabar com a extrema pobreza nos vales do Jequitinhonha e Mucuri e no Norte de Minas. Com os recursos do PCPR, pretendemos melhorar os indicadores de pobreza extrema, que levam em considerao o valor da renda per capita domiciliar de um quarto do salrio mnimo. inadmissvel que uma pessoa consiga viver com R$ 70,00. Isso muito triste, porque o homem do campo trabalhador, disse o secretrio.
    Em maio deste ano, lembrou o secretrio, o governador Antonio Anastasia criou a Agenda Social, estabelecendo que todas as secretarias e rgos estaduais priorizem cinco aes anuais para implantao nas regies sob abrangncia da Sedvan. No ltimo dia 15 de julho, em Montes Claros, ele anunciou a criao da chamada Sudene Mineira. Trata-se de um pacote de incentivos financeiros (juros) e fiscais do Governo do Estado, cuja votao est sendo conduzida pela ALMG, para que os 188 municpios da Sedvan se tornem mais atrativos a novos investimentos empresariais, ressaltou o secretrio.
    Gil Pereira comentou ainda a emenda do senador Acio Neves que incluiu municpios do Vale do Mucuri e Norte de Minas que integram a rea Mineira da Sudene na Medida Provisria (MP) 540, do governo federal, que assegura incentivos fiscais a empresas e indstrias na regio. So 38 municpios no total, sendo 35 deles pertencentes ao Vale do Mucuri. A medida ser fundamental no esforo do Governo de Minas para reverter o atual quadro de baixo ndice de Desenvolvimento Humano (IDH) e as conhecidas dificuldades socioeconmicas nesses municpios, geogrfica e historicamente determinadas, declarou.
    Com participao de aproximadamente 350 pessoas, entre lideranas regionais, parlamentares e tcnicos, o evento contou com a presena de 18 prefeitos, alm de um vice-prefeito e quatro vereadores representantes dos seus respectivos municpios. Estiveram presentes o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Dinis Pinheiro; o secretrio-adjunto da Sedvan, Ronaldo Lage Magalhes; o vice-diretor geral do Idene, Roberto Grapiuna; e a diretora regional do Idene de Tefilo Otoni, Patrcia Rocha.
    Gerao de emprego e renda
    Os projetos desenvolvidos por associaes e entidades, com apoio dos conselhos municipais de Desenvolvimento Rural Sustentvel (CMDRS) e das prefeituras municipais, visam gerao de emprego e renda e melhoria das condies de vida da populao das regies Norte e Nordeste de Minas.
    Em Novo Cruzeiro, cidade com cerca de 31 mil habitantes, o Conselho Comunitrio de Desenvolvimento Rural Sustentvel do Riacho adquiriu com recursos do PCPR (R$ 99.992,40) mecanizao agrcola, que beneficiar 194 famlias.
    "Nossa regio muito sofrida. E a agricultura familiar um grande desafio para o nosso povo. As aes do Governo de Minas Gerais esto proporcionando o desenvolvimento econmico sustentvel. Temos muito a agradecer, ressalta o presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural do Riacho, Edmilson Teixeira Ramalho.
    No municpio de Nova Belm, com 3,7 mil habitantes, o Conselho de Desenvolvimento Comunitrio de Guilherme Amaro, da comunidade de Santo Antnio, adquiriu com recursos do PCPR (R$ 21.764,00) implementos agrcolas que beneficiaro 23 famlias.
    Reinaldo de Souza Mendes, presidente do Conselho Comunitrio Guilherme Amaro, elogiou o evento. A assinatura para liberao desses recursos importante para as comunidades rurais. A Sedvan, por meio do Idene, tem ajudado bastante o povo carente. O Governo de Minas est oferecendo condies para melhorar a renda na zona rural, aumentando a qualidade de vida no Mucuri.
    PCPR/MG
    O objetivo do projeto a reduo da pobreza e a melhoria da renda e da qualidade de vida da populao rural, por meio do financiamento de subprojetos comunitrios, no reembolsveis, de natureza produtiva, social e de infraestrutura bsica, observados os critrios tcnicos e econmicos de sustentabilidade e de preservao ambiental.
    O projeto contempla toda a rea de atuao do sistema formado pela Sedvan e pelo seu rgo vinculado, o Idene. Ou seja, os 188 municpios mineiros situados no Norte de Minas e nos vales do Jequitinhonha, Mucuri e So Mateus, alm de parte da Regio Central. Essa rea corresponde regio mais carente do Estado, caracterizada por um PIB per capita correspondente metade do estadual, por elevadas taxas de analfabetismo, por infraestrutura bsica e produtiva precrias, pela concentrao da estrutura fundiria, alm de irregularidade das precipitaes pluviomtricas e xodo rural.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Novembro 26, 2011

    Novo investimento na economia mineira

    Inaugurao das novas instalaes da Ambev
    em Sete Lagoas
    Ver galeria de fotos
    SETE LAGOAS (25/11/11) - O governador Antonio Anastasia participou, nesta sexta-feira (25), da inaugurao das novas instalaes da Ambev, em Sete Lagoas, regio Central do Estado. Foram investidos R$ 250 milhes nas obras. Essa a quarta expanso da unidade desde 2008, quando foi inaugurada, totalizando R$ 540 milhes. Sero gerados cerca de 120 novos empregos diretos, alm das 1.500 vagas criadas durante o perodo das obras civis e de montagem.

    Acompanhado da secretria de Estado de Desenvolvimento Econmico, Dorothea Werneck, Antonio Anastasia foi recebido pelo prefeito de Sete Lagoas, Mrio Mrcio Campolina Paiva (Maroca), e pelos diretores da Ambev Marcel Telles (presidente do Conselho Administrativo), Victorio De Marchi (co-presidente do Conselho de Administrao) e Joo Castro Neves (presidente da empresa).

    Produo

    Para o governador de Minas, a expanso da unidade em menos de dois anos de sua operao, iniciada em maro de 2010, uma prova de que a Ambev acredita fortemente no Estado. A Ambev uma das empresas ncora do desenvolvimento de nosso Estado e do Brasil. um orgulho para o Brasil, na medida em que a empresa apresenta a outros pases do mundo, o que demonstra o empreendedorismo e ousadia no s de seus dirigentes, mas tambm de todos aqueles que so colaboradores da empresa, afirmou Antonio Anastasia, em entrevista imprensa.

    A nova rea implantada destina-se produo de cerveja e ir dobrar a capacidade da fbrica, passando de 470 milhes de litros para 930 milhes litros por ano. Foram instaladas duas novas linhas de envase, sendo uma de garrafas, com capacidade para 60 mil garrafas por hora, e outra de latas, com capacidade de 120 mil latas por hora. Com a quarta expanso, o objetivo ampliar em 10% sua capacidade total de produo no pas.

    O presidente da Ambev, Joo Carlos Neves, destacou em seu pronunciamento o estilo de gesto do Governo de Minas. Temos uma grande admirao pelo estilo de gesto do Governo de Estado, encarando problemas como oportunidades e, mais do que isso, sonhando grande e alcanando esses sonhos, muitos deles vistos por competidores ou por outros estados como impossveis de serem realizados. Por isso, estamos investindo em inovaes, mercado e no aumento de nossa capacidade, afirmou Neves.

    Investimentos em Minas Gerais

    Joo Carlos Neves destacou ainda a importncia estratgica de Minas Gerais para os negcios da multinacional. A Ambev possui oito unidades de negcio em Minas Gerais, sendo trs fbricas (Juatuba, Contagem e Sete Lagoas) e cinco centros de distribuio direta (Uberlndia, Uberaba, Santa Luzia, Contagem e Belo Horizonte).

    Minas Gerais tem papel de destaque em nossas estratgias. Todas as unidades da companhia no Estado esto recebendo investimentos para modernizao de fbricas, assim como para o aumento da capacidade de distribuio e vendas, disse Joo Carlos Neves. Segundo ele, o investimento da Ambev em Minas Gerais chegar a R$ 262 milhes em 2011.

    Atualmente a companhia emprega 2.265 funcionrios diretos em todo o Estado e gera na cadeia mais de 80 mil empregos. Em 2010, a Ambev gerou R$ 1,4 bilho entre impostos federais e estaduais em Minas Gerais, 11,9% a mais que em 2009. Segundo pesquisa recente da Fundao Getlio Vargas (FGV), a indstria cervejeira gera no Estado mais de R$ 3,1 bilhes em valor adicionado (PIB).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Novembro 26, 2011

    Recursos paras as Defensorias Pblicas de todo o pas. Momento decisivo no plenrio do senado.








    PROJETO QUE ALTERA A LRF SER VOTADO NA PRXIMA TERA-FEIRA (29)  
     




    Um acordo de lderes firmado na Sesso Plenria desta quarta-feira (23), definiu que o PLS 225/11, de autoria do Senador Jos Pimentel (PT/CE), ser votado no Senado na prxima tera-feira, dia 29 de novembro.



    O projeto altera a Lei de Responsabilidade Fiscal, adequando-a s autonomias administrativa, financeira e oramentria asseguradas s Defensorias Pblicas pela EC-45 e fixa, gradativamente, o limite de 2% da receita corrente lquida do Estado para gasto com pessoal, independente do limite do Poder Executivo.


    Na sesso do Senado do dia 23 foi aprovado, por unanimidade, o requerimento de urgncia para dar preferncia votao do PLS. Durante a sesso, vrios senadores de diversos partidos tentaram colocar o projeto em votao, mas um acordo de lderes assegurou que a votao ocorrer na prxima tera-feira, quando o projeto ser um dos primeiros itens da pauta.

    andrea_clesio

    Andra Tonet e senador Clsio Andrade

    senado

    Presidente da Anadep, Andr Castro, Defensora Pblica-Geral, Andra Tonet, senador Acio Neves, senadora Marta Suplicy, vice presidente da Anadep, Antnio Jos Maffezoli Leite, presidente da Adep-MG, Andr Castro e representantes da classe



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Novembro 26, 2011

    "Vale do Silcio MIneiro"...


    Omar Freire/Imprensa MG
    Inaugurao oficial da nova sede da Incubadora Municipal de Empresas
    Inaugurao oficial da nova sede da Incubadora Municipal de Empresas


    BELO HORIZONTE (25/11/11) - O governador Antonio Anastasia participou, nesta sexta-feira (25), em Santa Rita do Sapuca, no Sul de Minas, da solenidade de comemorao dos 25 anos do Vale da Eletrnica. Durante o evento, o governador assinou ordem de servio para incio de obras pluviais no municpio. Anastasia tambm participou de duas inauguraes na cidade: da usina de beneficiamento de leite da Cooperativa Regional Agropecuria de Santa Rita do Sapuca (CooperRita) e da nova sede da Incubadora Municipal de Empresas Sinh Moreira.


    Para Anastasia, o incio da construo das galerias pluviais no municpio ser um grande passo para que os efeitos das cheias do Rio Sapuca provocadas pelas chuvas sejam reduzidos. O Governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG), vai investir R$ 3 milhes nas obras.
    "Estou muito satisfeito porque pude resgatar aqui um compromisso que fiz no incio deste ano. Agora, com o incio das obras, que, espero, minimizem  o efeito das chuvas que Santa Rita sempre sofreu no centro da sua cidade pela falta das galerias", comemorou o governador.


    Vale da Eletrnica
    Na chegada ao Inatel (Instituto Nacional de Telecomunicaes), onde foi realizada a cerimnia comemorativa dos 25 anos do Vale da Eletrnica, o governador destacou a importncia das empresas ali instaladas para o desenvolvimento da economia mineira.


    "O Vale da Eletrnica uma realidade muito positiva da economia no s de Minas Gerais, mas do Brasil. Hoje, o Brasil avana a passos largos para o desenvolvimento econmico muito mais integrado e, claro, que os produtos de valor agregado vo ter um papel de destaque. Minas Gerais, felizmente, vem apresentando uma resposta muito positiva nesse quesito e conta com instituies de grande prestgio. Estamos, neste momento em um deles, no Inatel aqui, em Santa Rita do Sapuca, na comemorao dos 25 anos do Vale, e do esforo de geraes que fazem daqui um celeiro no s de ideias, conhecimento, experincia, mas tambm de empreendedorismo", afirmou Anastasia.


    O governador recebeu do prefeito Paulo Cndido da Silva e do presidente da Cmara Municipal, vereador Domsio Roque, o ttulo de cidado honorrio de Santa Rita do Sapuca. Ele foi agraciado, tambm, com a Comenda Sinh Moreira, instituda este ano pelo Sindicato das Indstrias de Aparelhos Eltricos, Eletrnicos e Similares do Vale da Eletrnica (Sindvel) para homenagear pessoas e empresas que contribuem para o desenvolvimento do Vale da Eletrnica.


    A secretria de Desenvolvimento da Produo do Ministrio do Desenvolvimento, Indstria e Comrcio, Helosa Menezes, apontou as empresas de Santa Rita do Sapuca como importantes atores dentro do cenrio econmico nacional.


    "Trabalhamos sempre para o aumento da competitividade de nossas empresas e o incremento da produo de contedo local, que aqui temos exemplos dos mais brilhantes, um ponto que temos incentivado e insistido muito", explicou ela.
    Antonio Anastasia entregou medalhas de reconhecimento do Sindvel a oito empresas, grandes compradoras regulares das indstrias do Vale da Eletrnica.


    O presidente do Sindvel, Roberto de Souza Pinto, destacou a presena de instituies de ensino na evoluo do Vale e citou dados que comprovam a pujana e desenvolvimento da regio.
    "Tivemos a sorte de Sinh Moreira implantar em Santa Rita do Sapuca o ensino da eletrnica que foi o primeiro da Amrica Latina.

    Gradativamente aconteceu o nascimento de demais escolas e faculdades, permitindo a formao e transformao de pessoas. A partir do empreendedorismo, nasceram as indstrias. Hoje, temos 147 fbricas, que geram 9,6 mil postos de trabalho, 13,7 mil produtos no mercado e temos uma representao de R$ 1,5 bilho de faturamento no mercado. Se o Vale da Eletrnica est como est hoje porque temos muitas mos que ajudaram e investiram aqui", agradeceu ele.


    Incubadora
    Anastasia inaugurou oficialmente e visitou as instalaes da nova sede da Incubadora Municipal de Empresas (IME). A obra teve investimento de R$ 2,3 milhes do Governo do Estado e est em funcionamento, desde agosto ltimo, no Condomnio Municipal de Empresas "Ruy Brando" (CME). A incubadora abriga 17 pequenas e micro empresas que geram 490 empregos diretos e faturaram cerca de R$ 42 milhes no primeiro semestre deste ano.


    A IME foi criada em 1998, por meio da Lei Municipal 3.043, que criou tambm o Programa Municipal de Incubao Avanada de Empresas de Base Tecnolgica (Prointec), para estimular o crescimento social de Santa Rita do Sapuca e regio, com o fortalecimento dos processos de gerao, desenvolvimento e atrao de empreendimentos de base tecnolgica. At setembro de 2011, o faturamento das empresas incubadas da Prointec foi de R$ 2,7 milhes. Foram graduadas 32 empresas de base tecnolgica e mais de 30 novos produtos foram lanados no mercado.


    O governador Antonio Anastasia garantiu que o empenho do Governo de Minas no sentido de apoiar ainda mais o desenvolvimento da regio no cessar.
    "O nosso objetivo aqui conceder benefcios atravs de financiamento, criar estmulos fiscais da forma que a lei autoriza. A incubadora que est sendo criada aqui um exemplo disso, porque sabemos que esse tipo de atividade que se baseia na inteligncia, no conhecimento, o grande capital do sculo XXI", disse o governador.


    CooperRita
    Na solenidade de inaugurao da usina de beneficiamento da CooperRita, cooperativa que atua nas reas de leite, caf, milho, produo de raes, indstria de lcteos, com mais de mil associados, o governador tambm citou a agregao de valor aos produtos mineiros, uma das metas principais de seu governo, para saudar a iniciativa da cooperativa.


    "Com essa nova unidade, a CooperRita est realizando algo que o sonho de ns mineiros e obsesso de meu governo, que agregar valor ao que produzido em Minas Gerais. Esto pegando o leite in natura e transformando em um produto de valor muito maior, que o leite longa vida", disse o governador.


    A nova usina contou com investimentos de R$ 9 milhes, captados com o auxlio do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), e tem capacidade para beneficiar 200 mil litros de leite por dia. Com a inaugurao, a CooperRita cumpre protocolo de intenes assinado com o Governo Estadual em 2008, no qual se comprometia a industrializar pelo menos 50% do leite recolhido antes de comercializ-lo.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Novembro 26, 2011

    Homenagem

     



    Sindiextra ser homenageado
    por seus 20 anos de fundao



    Os 20 anos de fundao do Sindicato da Indstria Mineral do Estado de Minas Gerais (Sindiextra) ser lembrado em Reunio Especial do Plenrio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais nesta quinta-feira (1/12/11). A reunio, marcada para as 20 horas, foi solicitada pelo deputado Doutor Viana (DEM).

    O Sindiextra foi fundado em 22 de agosto de 1991. De acordo com o site oficial do sindicato, a entidade tem o objetivo de representar e defender a indstria mineral, contribuindo efetivamente para sua competitividade, seu desenvolvimento sustentado e das comunidades em que estejam inseridas, exercendo um importante papel na defesa intransigentemente dos interesses de seus associados e da indstria mineira.

    A solenidade ter a participao da Corporao Musical Municipal Padre Felisberto, da cidade de Dom Silvrio.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 25, 2011

    Emenda Parlamentar


    Comisso de Agricultura
    aprova requerimento do deputado Z Silva
    para Emenda de R$ 150 milhes para as Emateres

    Com a aprovao de requerimento do deputado Z Silva pela Comisso de Agricultura, Pecuria e Abastecimento da Cmara Federal, as Emateres de todo o Pas tero no prximo ano recursos de R$ 150 milhes das chamadas Emendas de Comisso. Cada Comisso da Cmara tem direito proposio de quatro Emendas no Oramento Geral da Unio, e esta a primeira vez que as entidades estaduais de assistncia tcnica e extenso rural tero acesso a essas Emendas. Os recursos sero alocados no Ministrio do Desenvolvimento Agrrio, e o deputado Z Silva o interlocutor entre este rgo e as entidades estaduais de Extenso Rural, designado pela Comisso de Agricultura, da qual o deputado mineiro membro titular.

    ?Estamos satisfeitos com a aprovao de nosso requerimento para Emendas da Comisso de Agricultura, destinando esses recursos para os servios da extenso rural pblica brasileira. um reconhecimento a mais demonstrado aos servios dessas entidades, essenciais para o desenvolvimento rural sustentvel, para o alcance da justia social, promoo da segurana alimentar e reduo de desigualdades entre regies de nosso Pas?, disse Z Silva, que extensionista rural de carreira da Emater-MG, empresa que presidiu de 2003 a 2010.

    A Emenda para o Oramento Geral da Unio ter aplicao no prximo ano, e a expectativa do deputado de que contribua efetivamente para o fortalecimento das entidades pblicas de assistncia tcnica e extenso, sustentando cada vez mais seus desempenhos operacional e de gesto: ?Essas conquistas so frutos de uma luta intensa dos ltimos anos, e a extenso rural hoje pauta importante e reconhecida no Congresso Nacional, ratificada mais uma vez com a aprovao dessa Emenda de R$ 150 milhes paras as Emateres do nosso Pas?, concluiu Z Silva


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 25, 2011

    Coloque na agenda para dezembro


    18 Exposio do Atelier Miostis:
    nunca antes na histria dessa cidade

    Nos dias 09 e 10 de dezembro, de9h s 20h,acontece, em Belo Horizonte, a 18 Exposio do Atelier Miostis.
    Um evento recordista em nmero de acontecimentos consecutivos dentro da cidade, pois muito difcil - no de conhecimento pblico - uma exposio ultrapassar tantas edies na capital mineira, o que pode serregistrado no livro de recordes mundiais.

    A professora desse atelier, Rosana Mariquito, desenvolve durante vrios anos um curso que finaliza com essa exposio, que tem, alm dos prpriostrabalhos em tecidos, toalhas, arranjose, claramente, quadros,a artedos alunos, que na sua maioria so mulheres, muitas na melhor idade e diversas histrias emocionantes para contar de suas vidas atravs da terapia que conseguirampela pintura.

    O curso acontece de segunda a sbado, todos os dias, e sempre tem um momento de confraternizao entre as alunas. Como foi dito, muitas histrias, muitas piadas, muitas risadas: muita vida. Algumas alunas j no esto mais presentes, mas o carinho da amizade sempre a fora da caminhada e da esperana.

    Rosana uma menina de 48 anos, tem dois filhos artistas do designer, e tambm desenvolve diversos trabalhos sociais, dentre eles para a Fundao Dom Bosco, no bairro Floresta, ondeem parceria com mes e funcionrios, realizam todo ano um bazar beneficente.Alm desse em BH, participa, todo ano, do tradicional Bazar da Amizade na cidade de Betim, onde ao lado de outras grandes mulheres, realiza um trabalho social. Muitos alunos e alunas se tornaram renomadosprofessores no mercado, mas sempre esto presente no Atelier. No Atelier tambm tem no corpo de artistas alguns alunos carentes. Para ilustrar, podemos citar um gari que esta professora conheceu e acolheu no atelier para aperfeioar o talento dele.

    Rosana Mariquito j pintou diversas personalidades, tem um acervo especial,e j participou de diversos programas de televiso pintando ao vivo. Segundo Mariquito,a arte de se expressar atravs dapintura uma das formas de escrever a histria de umavida.
    Ela tambm completa a reflexo da arte da pintura com as palavras deLeonardo da Vinci: "As mais lindas palavras de amor so ditas no silncio de um olhar."

    Mais informaes: professora Rosana Mariquito
    (31) 3224-5810 ou www.mariquito.com.br
    Endereo do Atelier
    Av. Augusto de Lima, 263 - Centro - Belo Horizonte/MG


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 25, 2011

    ARTIGO ESPECIAL

    DIREITO SEM PAPEL

    STF consolida canal nico
    de peticionamento eletrnico

    Por Alexandre Atheniense

    Entrou em vigor na ltima semana a nova verso do peticionamento eletrnico do Supremo Tribunal Federal, o Pet V2. Esta agora a nica opo para o ajuizamento de aes, protocolo de peties e interposio de recursos por meio eletrnico na Corte. Anteriormente, as duas verses (nova e antiga) funcionavam juntas a fim de que os usurios conhecessem o novo sistema e sugerissem mudanas para eventuais ajustes.

    A nova verso Pet V2 foi apresentada em agosto e usurios internos e externos colaboraram com sugestes e crticas para um melhor desenvolvimento da plataforma. Este processo colaborativo foi importantssimo para coletar sugestes e aprimorar o sistema de transmisso de peas por meio eletrnico.

    As mudanas no sistema de transmisso de peas sero comuns para que o usurio possa ter mais facilidades de uso das ferramentas desenvolvidas para as prticas processuais por meio eletrnico. Isto demandar a capacitao contnua dos usurios para saber operar estas alteraes para que no fique margem das vantagens implementadas.

    Informaes detalhadas, perguntas e respostas sobre o peticionamento eletrnico no STF podem ser conferidas neste link: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verTexto.asp?servico=processoPeticaoEletronica Capacitao de advogados para atuar com processo eletrnico

    O Tribunal Superior do Trabalho (TST) e a Associao dos Advogados de So Paulo (Aasp) assinaram esta semana convnio para capacitao sobre o sistema de Processo Judicial Eletrnico (PJ-e) e certificao digital.

    De acordo com TST e Aasp, o objetivo capacitar juzes, advogados e servidores para a operao do processo eletrnico, difundir o uso da certificao e compartilhar o banco de dados de jurisprudncia da associao. Este convnio deveria ser replicado entre outros tribunais e outras entidades de classe. Tais iniciativas visam reduzir as resistncias dos atores processuais diante das mudanas tecnolgicas, incentivando o aprendizado da prtica processual eletrnica, cuja disciplina, em regra, est com o contedo programtico defasado e pouco contextualizado com as mudanas da Justia brasileira. Internet facilita a prestao de servios ao cidado

    O Tribunal de Justia de Pernambuco inaugurou o servio gratuito de emisso e validao de certides negativas de antecedentes criminais pela internet. Com esta ferramenta, pessoas fsicas ou jurdicas passaro a solicitar, exclusivamente pelo site do TJ-PE, certides cujo resultado seja "nada consta" (em que no exista pendncia processual criminal). Assim como o TJ-PE, outros tribunais estaduais e federais j adotam esta prtica. Este um servio que facilita muito a vida dos usurios que necessitam das certides negativas.

    No entanto, em muitos tribunais do pas, para emitir este tipo de certido ainda paga-se uma taxa e aguarda-se pelos trmites burocrticos. A economia do custo papel nos tribunais deveria gerar servios semelhantes aos criados pelo TJ-PE Infojud promove o fim do envio de ofcio Receita Federal Atualmente existem mais 1,8 milho de casos pendentes de execuo no 1 grau da Justia Trabalhista.

    Ou seja, milhes de processos "emperrados", espera de bens para pagamento ao credor, que teve direitos reconhecidos e recorreu ao Estado para receber os valores devidos. Este foi o nmero apontado pelo ltimo relatrio "Justia em Nmeros" do CNJ. Para dar mais celeridade nessa fase processual, o CNJ adota agora o Sistema de Informaes ao Judicirio (Infojud) que um programa eletrnico de comunicao instantnea entre os rgos do Poder Judicirio e a Receita Federal do Brasil. Com esta iniciativa, no ser mais utilizado o ofcio encaminhado s delegacias da Receita Federal para a obteno de declarao de bens e dados cadastrais dos executados (pessoas fsicas e jurdicas).

    As informaes, que antes levavam meses para chegar aos tribunais, agora so enviadas automaticamente, por meio de uma caixa postal eletrnica. De acordo com CNJ, necessrio que cada um dos tribunais estaduais e regionais cadastre-se junto ao fisco. Por meio de um termo de adeso, qualquer rgo do Poder Judicirio pode utilizar o sistema. importante frisar que a lei do processo eletrnico deu validade aos chamados extratos digitais, que so informaes advindas de bancos de dados como o Infojus que compreende um banco de dados com a declarao de bens e dados cadastrais dos cidados.

    Em outras palavras as informaes constantes neste acervo digitais e os documentos digitalizados e juntados aos autos pelos rgos da Justia e seus auxiliares, pelo Ministrio Pblico e seus auxiliares, pelas procuradorias, pelas autoridades policiais, pelas reparties pblicas em geral e por advogados pblicos e privados tm a mesma fora probante dos originais, ressalvada a alegao motivada e fundamentada de adulterao antes ou durante o processo de digitalizao.

    Alexandre Atheniense  advogado especialista em Direito de Tecnologia da Informao, scio de Aristteles Atheniense Advogados, coordenador da ps-graduao em Direito de Informtica da ESA OAB-SP e editor do blog DNT Direito e Novas Tecnologias. Revista Consultor Jurdico, 24 de novembro de 2011


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 25, 2011

    Benemrito. O comandante da EPCAR de Barbacena, brigadeiro-do-Ar, Carlos Eurico Peclat dos Santos recebe hoje, 19:30 na Cmara Municipal de Barbacena - Palcio da Revoluo Liberal - o ttulo de Cidado Benemrito. O autor da homenagem o vereador Amarlio Augusto de Andrade do PSC. IMPORTANTE: o vereador nos disse que esteve h poucos dias em audincia com o comandante da EPCAR para tratar de dois assuntos importantes para Barbacena. Primeiro: pediu que a Epcar abra o Aeroporto da Base Area - que tem quase 1.800 metros de extenso - aviao civil, com autorizao para escala comercial. Segundo o vereador, o brigadeiro Carlos Peclat atendeu ao pedido dele. SEGUNDO: o brigadeiro tambm colocou disposio as dependncias da EPCAR para receber uma seleo da COPA de 2014, colocando Barbnacena entre as 14 cidades que j se candidataram a receber as selees nos treinamentos para a Copa. AQUI em Belo Horizonte, eu acertei a ida a Barbacena do Secretrio Extraordinrio da Copa, Srgio Barroso (nascido em Cipotnea) para visitar a Epcar e o Aeroporto da Base Area, agilizando as providncias junto ao comandante da Epcar. Na mesma ocasio: possivelmente dia 16 de dezembro(a confirmar oficialmente), tambm vai conosco a Barbacena, o secretrio de Turismo, Agostinho Patrus Filho - que vai receber solicitao para incluir monumentos histricos de Barbacena nos roteiros tursticos de Minas.

     

     
    O comandante da EPCAR, Brigadeiro-do-Ar,
    Carlos Eurico Peclat dos Santos,
    e o vereador Amarlio Andrade,PSC,
    autor do ttulo de Cidado Benemrito de Barbacena,
    que ser entregue hoje noite ao brigadeiro.



    E dia 16 de dezembro:
    homenagem ao coronel Martins,
    Chefe do Gabinete Militar do governador Anastasia.
    O coronel vai receber o Ttulo de Cidado Honorrio de Barbacena
    das mos do vereador Amarlio de Andrade, s 19:30.
     
                                             [coronel_luis_carlos_dias_martins_microfone[3].jpg]


    Bacharel em Direito pela Pontifcia Universidade Catlica (PUC/MG), Luis Carlos Dias Martins ingressou na Polcia Militar de Minas Gerais em 1982, aps concluir o Curso de Formao de Oficiais.
    Em sua trajetria profissional, integrou o Gabinete Militar do Governador Hlio Garcia; foi assessor no Ministrio do Trabalho e do Planejamento e Oramento, em Braslia; chefiou importantes assessorias da Polcia Militar de Minas; foi subcomandante do 22 Batalho da PM de Belo Horizonte, alm de comandar a Assessoria Militar da Secretaria de Estado de Defesa Social e da vice-Governadoria do Estado.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 25, 2011

    Defensora Pblica Geral de Minas, ANDRA TONET foi a Braslia esta semana, aonde esteve com o senador Acio Neves no plenrio do senado. Pediu apoio na votao da PLC 225, de autoria do senador Jos Pimentel, do PT do Cear, que est em tramitao no plenrio em regime de urgncia.

    Senador Acio Neves, PSDB Minas, a Defensora Pblica-Geral do Estado,
    Andra Tonet e o Assessor de Assuntos Interintitucionais,
    defensor pblico Eduardo Generoso em Braslia.
    A defensora pediu apoio na votao do projeto do senador Jos Pimentel, do PT,
    que destina 2% das receitas pblicas dos Estados para as defensorias pblicas
    - num prazo de cinco anos.
    Se aprovado o PLC, a Defensoria de Minas,
    teria os recursos necessrios
    para atender o maior nmero de pessoas carentes
    espalhadas pelos 853 municpios do Estado. 

                                 Foto arquivo do blog:

     
    Andra Tonet, Acio Neves e Eduardo Generoso.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 25, 2011

    Turma ministro "Slvio de Figueiredo Teixeira" faz 40 anos de formatura neste sbado com jantar no Vila rabe. Entre os formados personalidades ilustres como o ministro da Corte Internacional de Haya, Antnio Augusto Canado Trindade, o presidente da ILA(International Law Association), Eduardo Grebler, o prefeito de Ouro Preto, ngelo Osvaldo, o ex-prefeito de Desterro do Mello, Ruy Fernandes, os jornalistas Luiz Carlos Bernardes, Lindolfo Paoliello e Durval Guimares... Parabns e vida longa: o que desejo a todos(as).

    A turma ministro Slvio de Figueiredo Teixeira
    da Faculdade de Direito da UFMG,
    comemora seus 40 anos de formatura
    amanh, sbado, dia 26,
    com um jantar danante
    no resaturante Vila rabe,
    aqui na capital mineira.
    frente da organizao,
    o magistrado aposentado
    e advogado Expedito Euzbio da Silva.



    TNEL DO TEMPO

    Confira como foi uma das festas
    da turma ministro Slvio de Figueiredo Teixeira
    aqui em BH em 2008:

    FESTA EM ALTO NVEL no Restaurante Santa F,
    aqui em BH. Foi o almoo da Turma ministro
    Slvio de Figueiredo Teixeira,
    formada pela Faculdade de Direito da UFMG, de 1971.
     
    E nesse ano de 2008 a comemorao foi ESPECIAL
    com presena do ministro da Corte Internacional de Justia de Haia,
    ANTNIO AUGUSTO CANADO TRINDADE.

    Presente tambm outra personalidade de destaque
    no mundo jurdico internacional, o advogado Eduardo Grebler,
    que acaba de assumir a presidncia da ILA
    Internacional Law Association, com sede em Londres.
    Confira as fotos da Festa de Confraterniza
    o - coordenada pelo advogado Expedito Euzbio da Silva. 


                         ATENO:
                         Para AMPLIAR a foto s clicar nela!!!













































                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 25, 2011

    Nova regulamentao

    Defensora Pblica-Geral do Estado
    recebida pelo presidente



    Uma nova regulamentao da Defensoria Pblica deve ser discutida em Minas Gerais a partir do primeiro semestre de 2012. Em encontro realizado na manh desta quinta-feira (24/11/11), a defensora pblica-geral do Estado, Andra Abritta Tonet, informou ao presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Dinis Pinheiro (PSDB), que uma proposta de regulamentao est sendo finalizada e ser encaminhada ao Executivo no incio do ano que vem. Cabe ao governador Antonio Anastasia encaminhar o projeto de lei Assembleia.
    A nova regulamentao necessria para adequar a Lei Complementar Estadual 65, de 2003, que organiza a Defensoria Pblica de Minas, legislao federal mais recente. A Lei Complementar Federal 132, de 2009, ampliou o papel da Defensoria em todo o Pas.
    Durante o encontro com Dinis Pinheiro, Andra Tonet tambm parabenizou o presidente pelo sucesso do Seminrio Legislativo Pobreza e Desigualdade, que reuniu propostas para combater esses problemas em Minas Gerais. A Defensoria Pblica foi um dos parceiros na realizao do seminrio, que resultou em 84 propostas de polticas pblicas destinadas a erradicar a pobreza no Estado.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 23, 2011

    Aberta pelo governador Anastasia a Conferncia Metropolitana



    Omar Freire/Imprensa MG
    Anastasia participa da abertura da 3 Conferncia Metropolitana da RMBH
    Anastasia participa da abertura da 3 Conferncia Metropolitana da RMBH



    BELO HORIZONTE (23/11/11) - O governador Antonio Anastasia participou, nesta quarta-feira (23), no Auditrio JK, da abertura da III Conferncia Metropolitana da RMBH, promovida pelo Governo de Minas e pela Agncia de Desenvolvimento da Regio Metropolitana de Belo Horizonte.


    Este ano, a prioridade a discusso do Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado da RMBH (PDDI), cujo objetivo encontrar novas e melhores alternativas para o futuro da terceira maior regio metropolitana do pas nas reas de governana, planejamento metropolitano, mobilidade e gesto de resduos slidos.


    O governador destacou a necessidade do planejamento, da integrao e da participao na elaborao de polticas pblicas em prol do desenvolvimento da nossa regio metropolitana.
    "Tivemos a entrega recente do Plano Diretor do Desenvolvimento Integrado da Regio Metropolitana, que nos oferece as vitrines para a regio.


    Temos que ser criativos e empreendedores, porque cada vez mais a ausncia de planejamento, a dificuldade da integrao e mesmo a omisso na participao levam a problemas que temos que superar no dia a dia. Devemos colocar o dia a dia nos grandes centros urbanos dentro de um nvel de qualidade de vida adequado para conseguirmos trabalhar e ter uma vida urbana saudvel", disse Anastasia em seu pronunciamento.


    Com o tema "Planejamento, Integrao e Participao novos caminhos e solues para o desenvolvimento da Regio Metropolitana de Belo Horizonte", a conferncia, realizada a cada dois anos, um frum de debate e integrao entre o poder pblico e a sociedade em torno das polticas pblicas de interesse comum aos municpios da RMBH. Participam representantes do Governo de Minas, dos municpios envolvidos, acadmicos e empresrios dos setores imobilirio, de transporte, saneamento e meio ambiente.


    "Podemos registrar e comemorar muitos avanos na governana, nos estudos, projetos e planos para a nossa regio, mas certamente o desafio que temos pela frente muito grande. Eu resumiria esse desafio colocando um indicador que est presente no Planejamento de 2030 de Belo Horizonte: reduzir de forma significativa a diferena entre o maior e o menor IDH de uma cidade da regio metropolitana, ou seja, reduzir as desigualdades que compem nossa regio. E isso s ser possvel com o planejamento integrado. Tenho certeza que estamos em um bom caminho", ressaltou o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda.


    De acordo com o secretrio extraordinrio de Gesto Metropolitana, Alexandre Silveira, o Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado (PDDI) um documento fundamental e norteador das polticas pblicas da RMBH e, por meio dele, j foram definidas as prioridades de trabalho para o desenvolvimento da regio metropolitana.


    "Consolidamos o arranjo metropolitano de Belo Horizonte, entregamos o Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado, fruto do debate com a sociedade civil organizada sobre questes de interesse comum: mobilidade, saneamento, transporte, segurana, sade. J extramos desse plano trs grandes prioridades: a questo da mobilidade, com incio do estudo para utilizao da malha ferroviria da RMBH; dos resduos slidos, que a necessidade de enfrentar a situao dos lixes, que agride o meio ambiente e a sociedade; e do ordenamento territorial e do planejamento urbanstico, sendo um dos maiores problemas o super adensamento", explicou o secretrio.


    A conferncia se estender at quinta-feira (24), com a eleio e posse dos novos representantes da sociedade e dos municpios da RMBH para o Conselho Deliberativo de Desenvolvimento Metropolitano da RMBH para o binio de 2011/2013.


    Gesto das regies metropolitanas
    O desenvolvimento sustentvel da RMBH e a implementao gesto na Regio Metropolitana do Vale do Ao (RMVA) so prioridades do Governo de Minas na rea de gesto urbana. Com o objetivo de consolidar esses objetivos, foi criada a Secretaria de Estado Extraordinria de Gesto Metropolitana, em 2010.


    "A institucionalidade da questo metropolitana est consolidada entre ns. H alguns anos tnhamos, ainda de maneira muito precria, a questo da estrutura formal da regio metropolitana. No tnhamos o regulamento das instituies. Isso coisa do passado. A participao ativa dos municpios, das cmaras municipais e da sociedade civil organizada muito importante. Significa que h um reconhecimento e que o modelo funciona", disse Antonio Anastasia.


    A secretaria atua nos 34 municpios da RMBH e nos 14 municpios que formam o colar metropolitano, assim como nos quatro municpios da RMVA (Regio Metropolitana do Vale do Ao), formulando planos e programas e apoiando aes voltadas para o desenvolvimento socioeconmico dessas regies.


    Tambm participaram da abertura da Conferncia os secretrios de Estado Carlos Melles (Transportes e Obras Pblicas), Wander Borges (Desenvolvimento Social), Ana Lcia Gazolla (Educao), Maria Coeli Simes Pires (Casa Civil e Relaes Institucionais) e Adriano Magalhes (Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel); os prefeitos de Lagoa Santa, Rogrio Avelar (que preside a Grambel) e de Florestal, Derci Alves (presidente da Assembleia Metropolitana); alm de diversos outros prefeitos da RMBH, representantes da sociedade civil e do meio acadmico.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 23, 2011

    T chegando a hora.

    Adequao da Lei de Responsabilidade Fiscal
    pode ser votada na prxima quinta-feira (24/11)


    O plenrio do Senado Federal aprovou, nesta tera-feira (22), por unanimidade, o requerimento de  urgncia para votao do PLS 225/2011, que adqua a Lei de Responsabilidade Fiscal autonomia da Defensoria Pblica.


    A Defensora Pblica-Geral e presidente do Condege, Andra Tonet, esteve presente, durante todo o dia, trabalhando para a aprovao do requerimento. Com a aprovao da urgncia, o projeto est pronto para ser votado na prxima quinta-feira (24/11).


    Relembre


    Na ltima sexta-feira, dia 18 de novembro, durante o X Congresso Nacional de Defensores Pblicos, o Senador Jos Pimentel autor do projeto anunciou a possibilidade da votao ocorrer ainda nesta semana e elogiou o trabalho que vem sendo desenvolvido pela ANADEP no Senado Federal. O projeto tambm conta com o apoio do Ministro da Justia, Jos Eduardo Cardozo, que proferiu a conferncia de encerramento do X Congresso Nacional.


    De acordo com o Senador Jos Pimentel (PT-CE), "o projeto muda a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) para reduzir de 49% para 47% da Receita Lquida Corrente (RLC) as despesas do Poder Executivo de cada estado com pessoal. A diferena de 2% passaria a ser o limte prprio da Defensoria Pblica de cada estado para pagamento de pessoal. Assim, esses rgos deixariam de ter "impedimentos" ao exerccio de sua autonomia, e passariam a ser sujeitos s regras de responsabilidade fiscal."


    Fonte: Anadep (23/11/2011)


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 23, 2011

    Presidente do CONDEGE, defensora pblica geral de Minas, Andra Tonet, participou da mesa dos trabalhos de encerramento do X Congresso Nacional dos Defensores Pblicos em Natal. Quem fez a conferncia de encerramento foi o ministro da Justia, Jos Eduardo Cardoso.

    Encerrou-se nesta sexta-feira, 18 de novembro, no Centro de Convenes de Natal, o X Congresso Nacional de Defensores Pblicos. A solenidade foi presidida pela Defensora Pblica-Geral e presidente do Condege, Andra Tonet e pelo presidente da Anadep, Andr Castro. Em sua fala Andra convocou os Defensores de todo o pas a estarem presentes no dia 23 de novembro em Braslia para acompanhar a votao do projeto de Lei 225/11, que prope separar o oramento destinado ao pagamento de pessoal das Defensorias Pblicas do pas, das despesas do Poder Executivo estadual.


    O ministro da Justia, Jos Eduardo Cardoso e o senador Jos Pimentel encerraram o evento que comeou no dia 15 de novembro e contou com a participao de Defensores Pblicos de todo o pas. Em sua fala Jos Eduardo Cardoso afirmou o comprometimento do Governo Federal, em especial de sua Pasta, em defender uma Defensoria Pblica forte.


    Antecedendo a solenidade final, os participantes conferiram a palestra "Lei de Responsabilidade Fiscal e Defensoria Pblica", do senador Jos Pimentel, autor do projeto de Lei 225/11. Aprovado pela Comisso de Constituio e Justia, o projeto de Lei 225/11 deve entrar em pauta de votao no dia 23 de novembro.  Jos Pimentel tambm convocou os Defensores a procurarem os senadores de seus Estados para convenc-los votao favorvel do projeto.


    O XI Congresso Nacional de Defensores Pblicos ser realizado em 2013, no Esprito Santo. Em 2012, Fortaleza/CE ir sediar o V Congresso da Associao Interamericana de Defensorias Pblicas (AIDEF), que reunir Defensores Pblicos de todo o continente americano.



    congressofinalrn1



    Defensora Pblica-Geral e presidente do Condege discursa durante o encerramento do X Congresso de Defensores Pblicos





    congressofinalrn2



    Andra Tonet, entre o senador Jos Pimentel, autor do projeto de Lei 225/11 e o ministro da Justia, Jos Eduardo Cardoso





    congressofinalrn



    Defensores Pblicos de Minas Gerais juntamente com o senador Jos Pimentel





    mosaico coquetel1



    mosaico coquetel2



    Defensores Pblicos durante coquetel de encerramento do X Congresso Nacional de Defensores Pblicos

    Fonte: DPMG/ADEPMG/ANADEP (23/11/2011)


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 23, 2011

    Embaer em Minas



    Governador Antonio Anastasia
    durante assinatura de protocolo com a Embraer
    Ver galeria de fotos

    BELO HORIZONTE (22/11/11) - O governador Antonio Anastasia e o vice-presidente de Engenharia e Tecnologia da Embraer, Mauro Kern Jnior, assinaram nesta tera-feira (22), no Palcio Tiradentes, protocolo de Intenes para a implantao de um escritrio de engenharia e desenvolvimento aeronutico em Minas Gerais. O objetivo viabilizar o incremento pela Embraer de atividades econmicas, de capacitao, pesquisa e tecnologia da indstria aeronutica no Estado. Ao se estabelecer em Minas Gerais, a Embraer se une a diversas outras empresas do setor que tm buscado no Estado novos caminhos competitividade global, como a Gol, a Trip e a Helibras.

    A Embraer, nesse momento, d um passo muito importante, do qual nos orgulhamos muito, de instalar em Minas a sua primeira unidade fora do Estado de So Paulo, comeando por esse escritrio de projetos de engenharia aqui na capital e que vai se instalar no nosso grande polo aeronutico. Sabemos que Minas Gerais precisa alterar muito o perfil da sua economia. Essa a nossa obsesso. um esforo de nosso governo porque temos de ter agora uma nova economia mais robusta no Estado de matriz tecnolgica, afirmou o governador.

    O escritrio da Embraer dever empregar cerca de 100 engenheiros at o final de 2012, que sero contratados localmente. Esses profissionais se agregaro expressiva fora de engenharia existente na Companhia, e trabalharo em atividades relacionadas ao desenvolvimento de projetos, produtos e servios para o setor aeronutico, defesa e segurana.

    Para o governador Anastasia, a instalao de um escritrio de engenharia da Embraer, uma das mais importantes marcas da indstria nacional, fortalecer o Polo de Aviao Civil de Minas Gerais, parte relevante do Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI). A questo aeronutica foi identificada h alguns anos, desde o planejamento que para ns tambm um parmetro forte de nossa administrao, como uma mola propulsora fundamental para termos uma nova economia no Estado, agregando valor e conhecimento e tendo um ponto positivo de uma economia mais competitiva e menos dependente das commodities, das quais, digo sempre, ns no nos envergonhamos mas temos de ter sempre alternativas sua existncia. No h dvida alguma que a indstria aeronutica, pelos seus diversos componentes, atende plenamente, at com sobra digamos assim, a esse perfil, ressaltou Anastasia.

    Inicialmente instalado em Belo Horizonte, o escritrio dever se transferir, em 2013, para o complexo do Centro de Capacitao e Tecnologia Aeroespacial de Minas Gerais (CCAE), um terreno de um milho de metros quadrados, em Lagoa Santa. Anunciado no inicio de 2010, o objetivo do CCAE ser um centro de capacitao e desenvolvimento tecnolgico para o setor aeroespacial nacional.

    O vice-presidente executivo da Embraer, Mauro Kern Junior, destacou o potencial de Minas Gerais para o desenvolvimento do setor aeronutico. Ficamos muitssimo bem impressionados com a viso de longo prazo, com a viso estratgica do Estado de Minas Gerais, o plano de desenvolvimento para os prximos 20 anos e, em particular, na montagem de um polo aeronutico aqui em Minas Gerais. A Embraer tem que estar presente nisso e muito bom estar dando esse primeiro passo. Vamos iniciar uma jornada de muito sucesso aqui em parceria com o Estado de Minas Gerais, disse.

    Embraer

    A Embraer S.A. uma empresa lder na fabricao de jatos comerciais de at 120 assentos e uma das maiores exportadoras brasileiras. Com sede em So Jos dos Campos, no estado de So Paulo, mantm escritrios, instalaes industriais e oficinas de servios ao cliente no Brasil, China, Estados Unidos, Frana, Portugal e Singapura. Fundada em 1969, a Embraer projeta, desenvolve, fabrica e vende aeronaves e sistemas para os segmentos de aviao comercial, aviao executiva e defesa e segurana. A Empresa tambm fornece suporte e servios de ps-vendas a clientes em todo o mundo.

    Em 30 de setembro de 2011, a Embraer contava com 17.204 empregados nmero que no inclui funcionrios das subsidirias no integrais e possua uma carteira de pedidos firmes a entregar de US$ 16 bilhes. Em 2010, a empresa registrou lucro lquido de R$ 574 milhes, com a entrega de 246 aeronaves.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 22, 2011

    Novidade para o professorado mineiro. Governador Anastasia manda mensagem com novo projeto para a Assemblia de Minas nesta tera-feira, dia 22.


    Trecho entrevista coletiva do governador Antonio Anastasia -
    Remunerao unificada para professores

    O Governo de Minas encaminha Assembleia Legislativa de Minas Gerais, nesta tera-feira (22), nova proposta com diversas melhorias para a remunerao e para a carreira dos profissionais da Educao. As mudanas garantem que todos os professores e especialistas da Educao ganharo acima de R$ 1.122,00, para uma jornada de 24 horas semanais, ou seja, 57% proporcionalmente a mais do que o piso estabelecido pelo MEC, que de R$ 1.187,00 para uma jornada de 40 horas semanais. Os professores e especialistas da Educao com licenciatura ganharo pelo menos R$ 1.320,00, ou 85% proporcionalmente a mais do que o piso nacional.

    A nova proposta significar um impacto de R$ 2,1 bilhes na folha de pagamentos dos servidores da Educao. Alm disso,a partir de 2012 comear a implantao do sistema de um tero da jornada semanal dos professores dedicada atividades extraclasse.

    Essa propostademonstra, mais uma vez, a disposio do Governo de Minaspara encontrar formas de valorizar e melhorar a remunerao e a carreira dos profissionais da educao. Alm disso,reafirma o compromisso com a qualidade da Educao no Estado e o respeito aos alunos, aos pais, aosprofessores e atoda a comunidade escolar, afirma o governador Antonio Anastasia.

    Conhea abaixo os detalhesda nova proposta que oGoverno enviar Assembleia Legislativa:



    A proposta do Governo de Minas prev a criao de uma tabela de transio com aplicao proporcional do piso nacional no vencimento bsico, levando em considerao os mesmos interstcios vigentes na tabela do subsdio (10% na vertical/escolaridade e 2,5% na horizontal/tempo de servio).

    As vantagens pessoais de professores e especialistas da Educao --como quinqunios e binios --sero calculadas com base na tabela de transio e, imediatamente, incorporadas remunerao nica. Todos os servidores sero posicionados na tabela unificada. Os aumentos sero escalonados, em percentuais anuais, at 2015, observada a situao individual de cada servidor.

    Valorizao do professor

    Nos ltimos anos, o Governo de Minas adotou medidas que valorizaram os professores e profissionais da Educao.O quadro abaixo, que detalha os gastos com pessoal da Educao, ilustra esse esforo:



    A nova proposta do Governo de Minas mais um passo na valorizao do trabalho dos profissionais da Educao.O impacto financeiro, at 2015, na folha de pagamentos do Estado ser de R$ 9,8 bilhes, considerando os aumentos escalonados ano a ano. Isso significa um aumento de 58% da folha em relao a dezembro de 2010 e de quase 200% em relao a 2003. o mximo que o Governo pode autorizar, considerando a Lei de Responsabilidade Fiscal e as disponibilidades oramentrias do Tesouro Estadual.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 22, 2011

    Muito justo!!!




    Assistncia Social , Sade Pblica
    ALMG HOMENAGEIA ENTIDADE QUE MANTM HOSPITAL MADRE TEREZA

    O Instituto das Pequenas Missionrias de Maria Imaculada (Ipmmi), que este ms completa 75 anos de fundao, foi homenageado na noite desta segunda-feira, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. A instituio religiosa fundada em 1936 mantenedora do hospital Madre Tereza, em Belo Horizonte, e de mais sete hospitais espalhados pelo pas, alm de abrigos, creches e pensionatos e do trabalho que tambm est presente em Portugal, Itlia e Moambique.

    A reunio especial de Plenrio em homenagem ao Ipmmi foi proposta pelo deputado Doutor Viana (DEM). Em seu pronunciamento, o parlamentar destacou a trajetria a fundadora do instituto, a jovem professora Dulce Rodrigues dos Santos, que logo depois de consagrada irm de caridade passou a se chamar madre Maria Tereza de Jesus Eucarstico, e tambm a histria do hospital que hoje referncia mdico-hospitalar na capital mineira. O hospital Madre Tereza um dos mais belos frutos desse trabalho de doao, de abnegao, de dedicao ao prximo, disse Doutor Viana.

    Na solenidade, o presidente da Assembleia, deputado Dinis Pinheiro (PSDB) foi representado pelo 1-secretrio, deputado Dilzon Melo (PTB), que fez questo de lembrar o perodo de dois anos que passou no hospital acompanhando a sogra enferma. Ainda que aquela vida no se salve, mas quem passa pelo hospital leva a certeza de que tudo o que era possvel foi feito ali pela sade e bem estar do paciente, enfatizou.

    Gratido - A madre superiora do Instituto das Pequenas Missionrias de Maria Imaculada, Maria Tereza Isabel, recebeu a placa de homenagem aos 75 anos da instituio, e agradeceu com um discurso de gratido a Deus e aos colaboradores. Ela afirmou que a semente de amor plantada pela fundadora permanece dentro do hospital. O amor ao que sofre, o desejo de curar e aliviar a dor continua presente em todas as nossas missionrias, afirmou.

    Fundadora sofreu com tuberculose
    A histria do Instituto das Pequenas Missionrias comeou em So Jos dos Campos, So Paulo, quando a jovem Dulce Rodrigues dos Santos chegou a um dos sanatrios da cidade, vtima de tuberculose. J com vocao para o trabalho religioso, ali, ela se comoveu com o sofrimento dos outros doentes e com as condies precrias do local. Esqueceu-se da prpria dor e passou a se dedicar aos outros tuberculosos.

    Dentro de pouco tempo, sua dedicao chamou a ateno do bispo de Taubat, Dom Epaminondas Nunes, que a convidou para fundar a congregao, que mais tarde se tornaria o instituto com sede naquela mesma cidade. A criao da instituio foi assinada pelo Papa Pio XI, em novembro de 1936.

    Belo Horizonte - Em 1949, o que hoje o hospital Madre Tereza era o Sanatrio Morro das Pedras. Como o trabalho do Ipmmi j era conhecido em todo o pas, o arcebispo de Belo Horizonte poca, Dom Antnio Cabral, pediu madre Tereza de Jesus que assumisse sua administrao. 62 anos depois, o local passou de sanatrio precrio a hospital moderno e bem equipado, que se destaca pela excelncia dos servios prestados populao, conforme destacou o deputado Doutor Viana.

    Autoridades - A homenagem ao Instituto das Pequenas Missionrias de Maria Imaculada contou com a presena de centenas de convidados, entre as irms de caridade que dirigem o hospital, mdicos, enfermeiros e funcionrios. Tambm estiveram presentes o deputado federal Leonardo Quinto; o desembargador Federal do Trabalho, Caio Luiz de Almeida Vieira de Melo; o presidente da Associao Mdica de Minas Gerais, Lincoln Lopes Ferreira; o ex-prefeito de Ipatinga Sebastio Quinto; e a prefeita de Carmpolis de Minas, Maria do Carmo



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Novembro 21, 2011

    Artigo Especial

    Onde mora e sonha cada brasileiro



    Clsio Andrade



    O Senado Federal encerrou, na ltima sexta-feira (18), mais uma edio da excelente iniciativa Programa Senado Jovem Brasileiro. Faz parte do evento um concurso nacional de redao para jovens dos dois ltimos anos do ensino mdio de escolas pblicas de todo o pas, do qual saiu orgulhosamente vencedor um jovem mineiro, Matheus Oliveira Faria, aluno do Colgio Tiradentes da Polcia Militar, de Passos.

    O tema da redao sempre um convite reflexo sobre o processo democrtico e o exerccio da cidadania. O deste ano foi O Brasil que a gente quer a gente quem faz, para estimular o engajamento e a participao de todos na soluo dos problemas brasileiros.

    Para o ano que vem, quinto ano do concurso, o tema vencedor foi: Meu municpio, meu pas. O objetivo destacar a formao dos municpios e valorizar o processo eleitoral nas eleies municipais de 2012.

    Excelente tema para reflexo de nossos jovens, na expectativa de que eles consigam, com conhecimento e conscincia, engajamento e sentimento democrtico, mudar, no tempo do possvel, a terrvel concentrao de recursos no controle da Unio, o que impede o desenvolvimento dos municpios e sufoca os estados.

    Essa concentrao antidemocrtica. Pe os municpios de joelhos para receber recursos federais e estaduais e, assim executar as polticas pblicas de sade, educao, saneamento e outras que lhes cabem.

    Do total de impostos, taxas e contribuies, nada menos que 70% ficam com a Unio, 25% com os estados e apenas 5% vo para os 5.565 municpios brasileiros. Isso corrompe a essncia do processo democrtico, ao submeter os municpios chantagem poltica. Ou os polticos locais aderem ao governo, ou ficam secos os cofres das prefeituras.

    Para alterar essa distoro, ainda que de forma insuficiente, apresentei Proposta de Emenda Constitucional (PEC 33) para aumentar os repasses da Unio ao Fundo de Participao dos Municpios FPM, instrumento de redistribuio da arrecadao tributria e no tributria entre Unio, estados e municpios. Tambm propus lei para que os royalties da minerao passem de 2% para 4%, em benefcio dos municpios mineradores.

    Neste ano, participaram do Concurso de Redao do Senado 19.800 escolas de todos os estados e Distrito Federal. Espera-se mais de 20 mil em 2012. Nossa esperana que escolas de todos os municpios produzam redaes que ajudem a aflorar a conscincia de que ali que vive, mora e sonha cada brasileiro. E que essa realidade precisa mudar.

    Senador Clsio Andrade, presidente da Confederao Nacional do Transporte (CNT


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Novembro 21, 2011

    Presidente da Assemblia, Dinis Pinheiro, recebe nesta segunda-feira no Othon Palace Hotel, aqui em BH, os representantes da mdia de todo o interior de Minas. Ser s 13 horas no espao de eventos do terceiro andar do Othon. uma iniciativa pioneira e indita de valorizar quem faz a mdia fora das fronteiras da capital mineira. Nota 1000.

    Semana na ALMG
    tem debate pblico
    e 15 audincias


    Os dez anos do Movimento Lixo e Cidadania e os avanos na organizao dos catadores de materiais reciclveis e o apoio das entidades da sociedade civil ao setor marcam o incio da semana de 21 a 25/11/11 na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. As comisses fazem 15 audincias pblicas, sendo cinco no interior do Estado, e, no Plenrio, ocorre a abertura da V Conferncia Estadual sobre Drogas.

    Alm disso, ser lanada a edio 2012 do Expresso Cidadania, que tem o objetivo de estimular a participao poltica dos jovens, por meio do cadastramento eleitoral, e o exerccio consciente do voto, incluindo aes na Capital e no interior do Estado. Outro evento previsto para esta semana o Seminrio "O poder da mdia no interior".

    Os avanos na organizao de catadores de materiais reciclveis sero tema de debate pblico que a Comisso de Participao Popular realiza na segunda (21), s 9h30, no Plenrio. O debate foi solicitado pelo presidente da comisso, deputado Andr Quinto (PT). Est prevista a participao de deputados e representantes do movimento de catadores e de entidades que defendem o desenvolvimento sustentvel.

    Caf - Antes do debate pblico, s 9 horas, no Salo Nobre, est prevista a realizao de um caf da manh com a presena do presidente da ALMG, deputado Dinis Pinheiro (PSDB), que ir recepcionar cerca de 250 catadores de material reciclvel. noite, eles participaro de uma cerimnia de sano do Projeto de Lei Bolsa Reciclagem, de autoria de Dinis Pinheiro. A sano, feita pelo governador do Estado, acontece no Centro de Referncia em Resduos (Avenida Belm, 40, Bairro Esplanada), s 19h30. 

                                         
                                           Deputado Dinis Pinheiro,
                                           presidente da Assemblia de Minas

    Mdia no interior Tambm na segunda, a partir de 13 horas, no Othon Palace Hotel, a ALMG promove o evento "O poder da mdia no interior". Jornalistas, radialistas e empresrios de veculos de comunicao de Minas vo participar de palestras e discutir sobre o financiamento dos jornais e das emissoras de rdio do interior.

    Entre quarta (23) e sexta (25), sero realizadas as atividades de lanamento do Expresso Cidadania 2012. Estudantes da Capital e de Ribeiro das Neves e Santa Luzia (Regio Metropolitana de Belo Horizonte - RMBH) participam de palestras e de oficinas de som, imagem, palavra e expresso corporal. Alm disso, eles podero fazer o cadastro eleitoral para emisso de ttulo. As aes acontecem durante a manh (8h30 s 10 horas); tarde (14 horas s 15h30) e noite (19h30 s 21 horas), no Hall das Bandeiras.

    Tambm na quarta, s 10 horas, ser aberta a V Conferncia Estadual sobre Drogas, no Plenrio. O evento, promovido pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), tem o objetivo de alinhar a poltica estadual sobre drogas e propor diretrizes para articular as redes sociais de diferentes setores para prevenir o uso de entorpecentes, entre outros pontos. A programao segue at sexta, no Hotel Tau, em Caet (RMBH), com palestras e grupos de trabalho.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Novembro 21, 2011

    Escolha das obras que a Prefeitura de BH vai fazer...








    Votao do Oramento Participativo  Digital
    mobiliza moradores da capital



    A escolha das obras que sero contempladas pelo Oramento Participativo Digital 2011 (OP Digital), lanado pelo prefeito Marcio Lacerda no dia 11 deste ms, comea na segunda-feira, dia 21, quando ser aberta a votao para a populao. Neste ano, foram selecionados 36 empreendimentos para que os cidados possam selecionar nove intervenes, uma em cada regio da capital, e de reas variadas, como infraestrutura, segurana e equipamentos pblicos diversos. Recursos de R$ 50 milhes sero investidos na realizao das intervenes. Mais de 300 mil pessoas j participaram do processo de votao do OP Digital, que existe desde 2006. Para obter mais informaes sobre o OP Digital e votar nos empreendimentos selecionados, basta acessar o site www.pbh.gov.br/opdigital.

    A Prefeitura de Belo Horizonte vai disponibilizar para os cidados que no possuem acesso internet mais de 400 pontos pblicos de votao apoiados por monitores nos Telecentros, escolas municipais e demais rgos da PBH. Alm dos pontos j existentes, sero instaladas quatro tendas de votao na capital, duas na Praa Sete, uma no Parque Municipal e outra na Praa Francisco de Assis, na Pampulha. A unidade mvel da Prodabel tambm ficar disponvel para a populao, passando por trs regies durante o perodo de votao, que ser encerrado no dia 11 de dezembro. At o dia 27 deste ms, a unidade mvel ficar em frente PUC Barreiro (avenida Afonso Vaz de Melo, 1.200) e, do dia 28 ao dia 4 de dezembro, a regio de Venda Nova recebe a unidade, em frente ao Shopping Norte (avenida Vilarinho, 1.300). De 5 a 11 de dezembro, a populao pode utilizar a unidade mvel na Estao BHBus So Gabriel (avenida Cristiano Machado, 5.600).



    Para votar nas obras do OP Digital, preciso ser maior de 16 anos, eleitor de Belo Horizonte, informar nmero do ttulo de eleitor e do CPF, alm de um e-mail para receber a confirmao do voto. Caso a pessoa no tenha um endereo eletrnico, a Prefeitura disponibilizar no site do OP Digital o link para o cadastro do e-mail. O cidado tambm deve informar gnero e faixa etria e pode votar em at nove empreendimentos, sendo um por regio. Cada computador poder registrar a participao de at 50 eleitores. Quem quiser liberar seu micro para servir de ponto pblico de votao dever se cadastrar no site.

    Telecentros e Postos de Internet Municipal

    Os Telecentros so espaos pblicos e gratuitos de incluso digital, que possuem de 10 a 20 microcomputadores conectados internet banda larga. Os Telecentros funcionam por meio de parcerias, em que a Prefeitura responsvel pelos equipamentos, pela estrutura e pela manuteno, enquanto a comunidade oferece o espao e o pessoal para realizar o trabalho.

    J os Pontos de Internet Municipal possuem de trs a quatro microcomputadores disponveis para acesso gratuito internet. So implantados nos rgos pblicos da Prefeitura, como bibliotecas, Ncleos de Apoio Famlia (NAFs), ncleos do programa BH Cidadania, no Centro de Cultura Belo Horizonte e tambm em organizaes no-governamentais, entre outros espaos.

    Empreendimentos selecionados

    Regio Barreiro:
    Alargamento da rua Jlio Mesquita
    Construo de ponte no bairro Jatob IV
    Revitalizao da rua Antnio Eustquio Piazza
    Revitalizao do Centro Comercial do Barreiro

    Regio Centro-Sul:
    Instalao de cmeras de videomonitoramento
    Reforma de caladas do hipercentro
    Requalificao da Praa do Papa
    Restaurao e requalificao do Viaduto Santa Teresa

    Regio Leste:
    Complexo de drenagem na rua Minduri
    Instalao de cmeras de videomonitoramento
    Requalificao da pista de cooper na avenida dos Andradas
    Requalificao do Centro Comercial da Avenida Silviano Brando

    Regio Nordeste:
    Construo da Praa da Juventude
    Construo de centro cultural
    Instalao de cmeras de videomonitoramento
    Revitalizao dos parques da avenida Jos Cndido da Silveira

    Regio Noroeste:
    Instalao de cmeras de videomonitoramento
    Requalificao da avenida Ablio Machado
    Requalificao do Complexo da Lagoinha
    Tratamento de fundo de vale da avenida Sanitria

    Regio Norte:
    Instalao de cmeras de videomonitoramento
    Requalificao da avenida Waldomiro Lobo
    Revitalizao do campo do Tupinense
    Tratamento de fundo de vale da avenida Baslio da Gama

    Regio Oeste:
    Drenagem e obras complementares da bacia da rua Platina
    Instalao de cmeras de videomonitoramento
    Ponte sobre o crrego Cercadinho
    Revitalizao da rua rsula Paulino

    Regio Pampulha:
    Construo de rotatria
    Implantao do Parque Vila Barroquinha
    Instalao de cmeras de videomonitoramento
    Urbanizao da avenida Francisco Negro de Lima

    Regio de Venda Nova:
    Construo de espao cnico
    Recuperao dos corredores de transporte coletivo
    Revitalizao da avenida Vilarinho
    Revitalizao do Centro Comercial de Venda Nova


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Novembro 20, 2011

    Governador inaugurou o aeroporto de Goian - construdo pelo ex-presidente Itamar franco a 30 kms de Juiz de Fora.



    Inaugurao oficial aconteceu neste sbado

    GOIAN (19/11/11) - O governador Antonio Anastasia inaugurou oficialmente neste sbado (19), o Aeroporto Presidente Itamar Augusto Cautieiro Franco, na Zona da Mata mineira. O funcionamento do aeroporto um sonho antigo da populao da regio e vai ajudar a alavancar ainda mais o desenvolvimento de Minas Gerais. Localizado na divisa entre os municpios de Goian e Rio Novo, a 30 quilmetros de Juiz de Fora, o novo aeroporto faz parte das aes do Governo de Minas para a adequao, ampliao e melhoria da malha aeroporturia do Estado. Durante seu discurso, o governador destacou o esforo do Estado para o funcionamento do empreendimento e a importncia do aeroporto para o desenvolvimento regional em Minas Gerais.

    Alguns pases se desenvolveram s por causa do aeroporto. Posso citar Cingapura e Dubai. So naes que avanaram muito pela presena porturia e aeroporturia. Minas Gerais, em razo na nossa histria e geografia, no banhado pelo mar. Por isso temos que investir em bons aeroportos,que tenham capacidade de exportao e importao de carga. E essetem essa vocao. J temos hoje uma poltica fiscal que competitiva. A prpria cidade de Juiz de Fora felizmente, nos ltimos dois anos, tem recebido muitos investimentos e tenho certeza que estamos entrando agora em um crculo virtuoso de desenvolvimento. E esse aeroporto uma ncora, uma das bases dessa infraestrutura, afirmou Anastasia.

    Foram investidos R$ 92,7 milhes na construo e implantao do aeroporto. O terminal, que tem a segunda maior pista para pouso de Minas Gerais, com 2.530 metros, j est operando com linha regular de vos realizados pela empresa Azul Linhas Areas. Um aeroporto o portal de entrada de bons negcios, de novas empresas, de investimentos, de empregos, de prosperidade e de desenvolvimento. O aeroporto, na realidade, se torna cada dia mais importante porque liga Minas ao Brasil e a todo mundo, ressaltou o governador.

    O prefeito de Juiz de Fora, Custdio Mattos, destacou a qualidade e a capacidade do aeroporto que o governo do Estado entrega aos mineiros. O xito desse aeroporto pode ser medido de imediato: mais de 12 mil passageiros transportados em trs meses iniciais, taxa de ocupao mdia de 80% nos vos. E isso, para um aeroporto concebido principalmente para carga e logstica. Ningum tenha dvida que esse aeroporto mudar a face econmica de nossa regio. No apenas pela sua importncia prpria, mas porque sua inaugurao parte de uma poltica regional do Governo de Minas, afirmou.

    Participaram do evento de inaugurao do aeroporto, a filha de Itamar Franco, Fabiana Franco, representando os familiares e amigos do ex-presidente; os secretrios de Estado de Transporte e Obras Pblicas, Carlos Melles e de Defesa Social, Lafayette Andrada; o chefe do Gabinete Militar do Governador, coronel Luis Carlos Martins; o presidente da Cemig, Djalma Morais; o reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Henrique Duque; os prefeitos de Goian, Geraldo Coutinho, e de Rio Novo, Antnio de Moura, deputados federais e estaduais, alm de cerca de 30 outros prefeitos da regio.

    Melhoria de acesso

    Durante a cerimnia, o governador anunciou ainda que a rodovia MG-353, que liga o Aeroporto Regional Presidente Itamar Franco BR-040, receber melhorias do Governo de Minas, por meio do programa Caminhos de Minas. O programa voltado para pavimentao das estradas que interligam os municpios mineiros. O trecho tem 25,2 km de extenso e dever passar por intervenes de recuperao e pavimentao a partir do prximo ano. J foi realizada licitao para elaborao do projeto, atualmente em andamento.

    Ns vamos licitar a obra da estrada, j recebemos a autorizao para levantar os recursos, o projeto j foi feito, as questes ambientais j foram levantadas, ento, agora, preparar a licitao e, se Deus quiser, no ano que vem, comear a obra, afirmou Anastasia.

    Funcionamento

    Desde agosto, o aeroporto regional est sob concesso da Multiterminais Alfandegados do Brasil, contratada para a realizao dos servios de apoio logstico, atrao e distribuio de cargas, administrao, conservao e operao. Por meio da empresa, foram realizadas obras de adequao civil e adquiridos equipamentos para o funcionamento do aeroporto. Alm disso, j foram contratados e treinados 30 profissionais para atuar no local.

    A Multiterminais atua h 20 anos na rea de logstica, sendo responsvel pela administrao do porto seco de Juiz de Fora. A empresa tambm a principal operadora logstica da Mercedes Benz na regio. A homologao do aeroporto pela Agncia Nacional de Aviao Civil (Anac) para vos diurnos aconteceu em 2007. Em setembro deste ano, a Anac concedeu a homologao tambm para vos noturnos por instrumento.

    To logo seja internacionalizado, o que com certeza ocorrer brevemente, completaremos a multimodalidade da logstica regional, que j conta com malha rodoviria e ferroviria. Com isso, Juiz de Fora e a regio da Zona da Mata de Minas Gerais tornaro disponvel a quem quiser aqui se instalar uma completa logstica multimodal. A parceria neste aeroporto concretizada entre o Governo de Minas Gerais e a Multiterminais exemplo de como o poder pblico e a iniciativa privada podem caminhar lado a lado, produzindo benefcios para a economia nacional e, particularmente, para as comunidades locais, afirmou o presidente da Multiterminais, Ricardo Vegas.

    Por meio do Programa Aeroporturio de Minas Gerais (Proaero) j foram investidos R$ 290 milhes na construo e/ou reforma de 23 aeroportos em Minas Gerais. So Joo Del Rei, Diamantina, Iturama, Ituiutaba, Manhuau, Poos de Caldas, Frutal, Guanhes, Arax, Oliveira, Governador Valadares, Guaxup, Curvelo, Ouro Fino, Divinpolis, Capelinha, Passos, Piumhi, Lavras, Cludio, Ub e Viosa tambm forambeneficiadas com os recursos.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Novembro 19, 2011

    De olho no queijo mineiro

    Mosconi defende mudana na
    fiscalizao do queijo minas artesanal

    Deputados mineiros e especialistas do setor agropecurio se reuniram nessa quarta-feira (16-11) para debater mudanas na legislao sobre a comercializao e produo do queijo minas artesanal. A portaria federal 146/1996 impede o comrcio do queijo artesanal mineiro alm das fronteiras do Estado. O assunto foi discutido em audincia pblica na ALMG.

    O deputado Carlos Mosconi (PSDB) faz um contraponto entre o rigor exigido para o queijo mineiro e a utilizao de agrotxicos em lavouras que no to bem fiscalizada no pas. A poltica de controle e fiscalizao de agrotxicos no Brasil no feita adequadamente. Somos o pas que mais utiliza o produto qumico em lavouras no mundo. O uso excessivo do agrotxico pode causar diversas doenas. Mas no h rigor sobre isso. Agora, o queijo minas artesanal fiscalizado rigorosamente pelo governo federal, disse o deputado.

    O zootecnista e especialista na produo de queijo, Mrio Augusto Passos, defendeu a fiscalizao sanitria no rebanho que fornece o leite para a produo do queijo. Se for apurada alguma contaminao no queijo, o problema no do produto, do rebanho. Em todo o mundo, as regras sanitrias esto centradas na qualidade do leite, sendo a comercializao livre. S aqui diferente, informou Passos.

    Patrimnio. O queijo artesanal feito de leite cru. A lei exige um processo de maturao de 60 dias do produto ou a pasteurizao do leite. Caso isso seja feito, o queijo minas, considerado patrimnio imaterial cultural do pas, perderia seu sabor e caractersticas tradicionais, segundo o zootecnista.

    Em Minas Gerais, so cerca de 30 mil produtores de queijo que no podem expandir sua produo por causa da restrio legislativa. Na cidade de Caldas, no sul de Minas, cerca de 300 famlias trabalham, direta ou indiretamente, na fabricao do queijo. Muitas dessas produes passaram de pai para filho. No podemos permitir que isso acabe, concluiu Mosconi.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Novembro 19, 2011

    Festurismo em Gramado terminou neste sbado

    Festival do Turismo fecha com balano positivo

    Diretora do evento
    anuncia a criao
    do Salo da Acessibilidade

    Na coletiva de imprensa dos diretores do Festival do Turismo de Gramado, Eduardo Zorzanello, Marta Rossi e Marcus Vincius, foram expostos os nmeros do evento em 2011. O Festuris neste ano teve um aumento de 14,37% no nmero de visitantes e 12,85% na metragem comercializada, onde estavam expostos mais de 360 stands, com um nmero superior a 1,8 mil marcas. Marta Rossi anunciou, para a 24 edio, a criao do Salo da Acessibilidade, que trar as novas tecnologias ao Festuris, alm de novos destinos internacionais na feira.
    Logo no incio da coletiva, houve muita emoo com o cortejo de Nossa Senhora de Nazar, que abriu a atividade e foi carregada pela diretora Marta Rossi, para dar uma bno final ao evento. Entre as autoridades presentes, estava o presidente da Cmara de Vereadores de Gramado, Giovani Colrio, que elogiou o festival e falou sobre a entrega do Trofu Silvia Zorzanello. Esta premiao foi criada para homenagear uma das maiores personalidades da cidade, e ser destinada todos os anos para as pessoas ligadas ao turismo da regio, ressaltou o presidente.
    A secretria de Turismo de Gramado, Rosa Helena Volk, se disse honrada pela amizade com os diretores do festival, que tanto acrescentam cidade. A minha real sensao com este evento honra, pois, o municpio s tem a agradecer ao Festuris pelas portas que a feira abriu para o Brasil e o mundo todo. Atravs do festival, os olhos de todos esto voltados para Gramado, disse Rosa Helena.

    Renovao

    O primeiro diretor a fazer sua explanao aos jornalistas foi Eduardo Zorzanello, que reiterou a nova filosofia do evento, agora sem sua me, Silvia, com a entrada dele e do Marcus Vincius. Chegamos ao final desta feira com a sensao de alma lavada, com a certeza de que fizemos o nosso melhor, e que conseguimos unir as novas ideias da juventude, da tecnologia, experincia da Marta e da Silvia, que sempre nos foi passada. Ele ainda lembrou que apesar do crescimento em visitao e metragem, o que realmente vale a qualidade do evento, o que, para os diretores, est impecvel.

    Logo aps, o diretor Marcus Vincius passou os nmeros finais do evento, e mostrou total satisfao com o resultado encontrado. A internacionalizao da feira e o crescimento de visitao e stands mostram o sucesso do evento, e aps vrias conversas com amigos e parceiros, percebemos que, apesar da eficincia nos servios, o que faz tudo dar to certo o tratamento dado a cada um da feira, com carinho e amizade. Este clima faz com que todos fiquem mais tranquilos e, com isso, os negcios e aes podem fluir com mais desenvoltura.

    Marta Rossi disse que o festival continuar apostando em novos projetos e ideias. Neste ano ser divulgado o levantamento mdio de negcios realizados na feira, algo indito em relao aos outros anos. Ela confirmou que a organizao obteve lucro com o evento, acompanhado pela prpria demanda. Mas o que mais nos realiza a qualidade do festival e os elogios que recebemos. Ainda temos muito para crescer, e a internacionalizao da feira mostra isso, ressaltou a diretora e uma das fundadoras do Festival do Turismo de Gramado, juntamente com Silvia Zorzanello.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Novembro 19, 2011

    Direto de Natal. "vamos todos a Braslia, dia 23, acompanhar a votao do projeto do senador Jos Pimentel ". Foi a convocao deita pela presidente do Condege, ANDRA TONET, defensora geral de MG, ao falar no encerramento do X Congresso Nacional de Defensores - que foi realizado na capital do Rio Grande do Norte durante toda a semana. A presidente do Condege - que rene os defensores gerais de todo o pas - participou da solenidade de encerramento ao lado do senador Jos Pimentel e do ministro da Justia Jos Eduardo Cardoso - os dois foram aplaudidos de p. Na mesa estavam tambm o presidente da Anadep, Andr Castro e Ivo da Mata Corra - que orienta a presidenta Dilma na rea jurdica. OUTRO DETALHE: o projeto do senador Pimentel prev o repasse de 2% das receitas lquidas dos Estados para as defensorias num perodo de cinco, a contar da aprovao do projeto, que estar na pauta a partir do dia 23. Confira detalhes!!!

    Senador Pimentel afirma
    que PL 225 est pronto entrar em votao

    O Senador pelo Estado do Cear, Jos Pimentel (PT), disse nesta sexta-feira, 17, em palestra no X Congresso Nacional de Defensores Pblicos, que acontece em Natal (RN), que o Projeto de Lei 225/11 de sua autoria est pronto para ser votado pelo Plenrio do Senado. A matria j foi aprovada pelas comisses de Constituio e Justia e tambm pela de Assuntos Econmicos. O prazo regimental para entrada da matria em votao encerra-se dia 21.

    Pimentel conclamou as centenas de Defensores Pblicos presentes no evento a articularem junto aos senadores de seus respectivos Estados, para que votem pela aprovao da matria. Peo para os Defensores pedirem votos para os senadores de seus Estados, pois esse voto por aqueles que fazem a defesa dos mais pobres, ou seja, a grande maioria da populao brasileira, disse o Senador.

    Segundo o autor da matria, o PL 225/11 visa garantir Defensoria Pblica as mesmas condies de atuao do Ministrio Pblico ao destinar 2% da Receita Corrente Lquida dos Estados para a Defensoria Pblica, da mesma forma como j ocorre com o MP. preciso que a Defensoria Pblica tenha o mesmo tratamento do MP, ser um equilbrio entre o Estado acusador e o Estado defensor, afirmou.

    Pimentel ressaltou ainda que a proposta no acarretar acrscimo de despesas para os Estados, uma vez que o PL 225/11 visa alterar a Lei de Responsabilidade Fiscal, modificando o limite de gastos com pessoal do Poder Executivo de 49 para 47% da Receita Corrente Lquida.

    A proposta
    O senador Jos Pimentel explicou ainda que a implantao no novo teto de 2% de repasse oramentrio para a Defensoria Pblica no seria implantado de imediato. Segundo o Parlamentar, os Estados teriam um ano para comear a se adequarem nova Legislao aps sua sano e at cinco anos para implantarem o novo teto.

    O Senador afirmou que 20 Estados destinam atualmente menos de 0,5% da Receita Corrente Lquida para a Defensoria Pblica. Caso seja aprovada, e aps ser sancionada, os Estados teriam um ano para adotarem o percentual de 0,5% da RCL para a DPE. Da mesma forma para os Estados que repassam menos de 1%, pois aps a sano da Lei, ser necessrio atingir este percentual em at um ano. Os Estados que direcionam menos de 1,5% da RCL tero tambm o mesmo perodo dos alcanarem este percentual. Em cada nvel de repasses os Estados tero que acrescer 1/5 (um quinto) a cada ano at atingir, em 5 anos, o teto de 2% proposto pelo PL 225/11.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Novembro 19, 2011

    Pequena Central Eltrica foi financiada pelo BDMG

    Apoio do BDMG
    permite a gerao de mais 3,8 MW de energia em Minas

    A PCH Cristina comea a operar comercialmente hoje

    Foi publicado nesta sexta-feira,18, no Dirio Oficial da Unio, o despacho da ANEEL liberando a PCH Cristina, pequena central hidreltrica financiada pelo BDMG, para operar comercialmente a partir desta data. As obras foram concludas no ms de outubro e em seguida foram feitos os testes das duas unidades geradoras. A usina interligada ao Sistema Integrado Nacional (SIN) com toda a energia gerada disponibilizada em rede nacional. Os 3,8 MW gerados foram adquiridos pela Vale que tem contrato com a SPE Cristina Energia S.A., sociedade annima de capital fechado, constituda em 2007 para implantar e administrar PCH Cristina que est localizada no Rio Lambari, no municpio de Cristina, sul de Minas.

    Virginia Campos, diretora da empresa, disse que os setores de infraestrutura econmica, como o caso de energia,exigem intensos aportes de recursos na fase deplanejamento e construoe longoperodo para amortizao, condies difceis de conseguir tendo em vista a falta de tradio das instituies financeiras privadas brasileiras na concesso de crditos de longo prazo. E completa: Para investimento em infraestrutura so imprescindveis recursos dos bancos de desenvolvimento e das agncias multilaterais de fomento. A PCH Cristina obteve junto ao BDMG o suporte finance iro necessrio para sua viabilizao.

    A energia produzida pela PCH Cristina suficiente para abastecer uma cidade de 2.400 habitantes. Segundo Virginia Campos, a empresa se preocupa em produzir uma energia ambientalmente sustentvel e socialmente correta como recomendado nos principais fruns internacionais para polticas de conservao e controle das emisses atmosfricas. O investimento total da empresa foi de R$ 29,48 milhes, com cerca de um tero financiado pelo BDMG.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 18, 2011

    Novos rumos na sucesso em BH. O nome cotado o do ex-ministro Hlio Costa

    Uma nova estratgia surge
    para impedir a repetio da aliana feita em 2008
    em torno do prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda (PSB).

    PMDB e o PT da capital se unem ao senador Clsio Andrade para tentar criar uma alternativa forte reeleio de Lacerda. O nome escolhido pelo grupo para entrar na disputa, o ex-senador e ex-ministro Hlio Costa (PMDB) apontado como o nome mais vivel para cumprir a misso.

    Derrotado em 2010 na disputa pelo governo do Estado e sem cargos no governo Dilma Rousseff, o cacique do PMDB j teria admitido a hiptese da candidatura, desde que seja para ajudar a base da presidente Dilma Rousseff. A costura envolveria Clsio Andrade, que j anunciou sua sada do PR para se filiar ao PMDB. Nessa quinta, Hlio Costa ofereceu um jantar em sua casa para dar boas vindas ao futuro correligionrio.

    O evento reuniu a cpula do PMDB. O jantar uma reunio de amigos na casa do Hlio. Agora, sobre a sucesso, se ele quiser ser candidato, ter o meu apoio, disse Clsio.

    Segundo um fonte ligada ao PT de Belo Horizonte que no quis se identificar, os dois esto escalados para ajudar. O Clsio vai mesmo para o PMDB, e o Hlio Costa est pronto para o que for preciso.

    Roberto Carvalho j teria conversado com Clsio e Hlio. Segundo o presidente do PMDB de Minas, deputado Antnio Andrade, a filiao de Clsio ser em janeiro. Desde ento, estamos conversando muito sobre a chegada dele ao PMDB.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 18, 2011

    Palestra no Ciemg em Contagem

    Palestra Lucro Real x Lucro Presumido

    Vantagens e desvantagens
    de cada regime de tributao para empresas

    O Ciemg, em parceria com a Pactum Consultoria Empresarial, oferece, na prxima tera-feira (22/11), a palestra Lucro Real x Lucro Presumido. Sero explicadas as particularidades e caractersticas que favorecem o uso de cada um dos regimes de tributao para as empresas, bem como suas vantagens e desvantagens.

    A palestra ser dada pelo advogado, contador e scio da Pactum-MG, Yuri Cayuela. O investimento de R$ 80 para associados ao Ciemg e sindicatos filiados Fiemg e de R$ 120 para no associados. As inscries podem ser feitas aqui. No perca essa oportunidade! As vagas so limitadas!

    Palestra Lucro Real x Lucro Presumido
    Data: 22/11
    Horrio: 8h30 s 11h30
    Local: Ciemg Av. Babita Camargos, 766, Cidade Industrial Contagem
    Informaes: (31) 3362-5666 ou ciemg@fiemg.com.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 18, 2011

    Iniciativa pioneira. frente o presidente da Assemblia de Minas, deputado estadual Dinis Pinheiro, PSDB, o mais votado nas ltimas eleies. O seminrio d vez e voz mdia o Interior. Bela iniciativa!!!

    SEMINRIO VAI DISCUTIR
    O PAPEL DA IMPRENSA DO INTERIOR

    Assembleia vai debater os desafios da imprensa no interior

    A Assembleia Legislativa de Minas Gerais e a Associao Brasileira de Imprensa (ABI) promovem,a partir das 13 horas dasegunda-feira (21/11/11), o seminrio "O Poder da Mdia no Interior". O evento tem o objetivo de discutir a importncia da imprensa do interior para a democracia e a cidadania e ser realizado no Auditrio Tiradentes doHotel Belo Horizonte Othon Palace (- Avenida Afonso Pena, 1.050, 3 andar - Centro).

    O seminrio, que ir reunir empresrios e jornalistas do interior do Estado, vai abordar os caminhos para os veculos de comunicao adquirirem independncia econmica e de opinio. Os caminhos para a profissionalizao da mdia interiorana e para a autonomia frente a presses polticas e econmicas locais tambm sero discutidos.

    A abertura do evento ser feita pelo presidente da ALMG, deputado Dinis Pinheiro (PSDB), e pelo presidente da ABI-MG, Jos Eustquio Oliveira e Souza. Em seguida haver uma palestra com o reprter especial da Rede Globo Domingos Meirelles. Tambm haver uma sesso tcnica sobre as possibilidades de financiamento para os veculos de comunicao do interior, com tcnicos do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e do Servio de Apoio s Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 18, 2011

    Dinheiro do BDMG

    Comit Tcnico de Inovao enquadra mais 14 projetos

    So mais de 32 milhes em financiamento para inovao

    Em reunio realizada na ltima quarta-feira, 16, o Comit Tcnico de Inovao enquadrou mais 14 projetos que contribuem para o lanamento de novos produtos ou servios inovadores no mercado. Desde o lanamento dos produtos em meados deste ano pelo BDMG, em parceria com a Fundao de Amparo Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), foram enquadrados no Pr-Inovao e no Proptec, 38 projetos, totalizando R$ 34,38 milhes em pedidos de financiamento.

    No Pr-Inovao, que financia investimentos fixos, intangveis e capital de giro associado para projetos de desenvolvimento ou, ainda, a implantao de inovaes em produtos e servios das empresas mineiras, foram enquadrados 33 projetos totalizando R$ 32,16 milhes em financiamentos, dos quais R$ 3,48 milhes foram liberados ou esto em fase de liberao. Grande parte dos projetos est nos setores industriais, tecnologia da informao, consultoria e pesquisa e servios, e so originrios de vrias regies como Central, Sul de Minas, Tringulo e Zona da Mata.

    Um dos representantes do BDMG no Comit Tcnico, o gerente Carlos Fernando Vianna, est satisfeito com a qualidade dos projetos apresentados e informa que apenas uma pequena porcentagem no foi aceita. Ele acredita que tais projetos vo trazer maior competitividade para as empresas que podero oferecer melhores produtos e servios a seus clientes. Informou, ainda, que o BDMG est sendo gil na liberao dos recursos aps a entrega da documentao pela empresa interessada. Por determinao da diretoria do BDMG, que acredita que a inovao a chave do desenvolvimento econmico, estamos dando respostas rpidas para que boas ideias no fiquem apenas no papel disse.

    No Proptec, que apoia a implantao de empresas inovadoras em parques tecnolgicos, foram enquadrados cinco projetos que contemplam a telefonia mvel, softwares e programas para engenharia, sistema de medio, inspeo e qualidade, sistema de gesto empresarial e consultoria ambiental e mercado de carbono. O Pr- Inovao e o Proptec oferecem juros diferenciados, 8 e 9% respectivamente, e aceitam aval do scio da empresa. Este o incentivo que o Governo de Minas, que por intermdio do BDMG e da Fapemig, coloca disposio dos empresrios para investirem em inovao.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Novembro 17, 2011

    Direto do X Congresso Nacional dos Defensores Pblicos, em Natal - Rio Grande do Norte








    PRESIDENTE DO CONDEGE
    EMOCIONA PLATIA
    EM DISCURSO DE ABERTURA
    DO CONGRESSO EM NATAL
     
     




    A Defensoria Pblica de Minas Gerais esta participando ativamente do X Congresso Nacional dos Defensores Pblicos, em Natal (RS). Na comitiva de Minas cerca de quarenta defensores prestigiam o evento. No dia 15 de novembro, durante a solenidade de abertura, a Defensora Pblica-Geral e presidente do Condege, Andra Tonet, disse que a Defensoria Pblica faz as vezes de quem no tem a voz respeitada.

    Pois a pobreza a forma mais execrvel de excluso social, e essa excluso dificulta o acesso do carente Justia. A Defensoria Pblica a porta de entrada deste cidado para que ele tenha direito Justia e possa participar do pleno estado de Direito, afirmou, sendo aplaudida efusivamente pelos participantes.



    aberturanatal1





    aberturanatal





    aberturanatalmosaico


    Considerado ponto alto do evento, o Concurso de Prticas Exitosas reuniu 23 projetos de vrias regies do pas. A Defensoria Pblica de Minas Gerais participou com sete projetos inscritos, sendo eles: Defensoria Pblica pelo direito a ter pai, Defensora Barbara Silveira Machado Bissochi; Defensoria Especializada da Sade, Bruno Barcala Reis; Defensoria distribuindo cidadania, Hellen Caires Teixeira; Atuao extrajudicial e interinstitucional para aprimoramento de poltica pblica habitacional, Marcelo Ribeiro Nicoliello;

    Conte com a Defensoria Pblica, Miriam Aguiar Almada; Sada legal: conscientizao pela ressocializao, Rafael Von Held Boechat; Defensoria Pblica e o terceiro setor, uma parceria vivel, Rodrigo Audebert Andrade Delage.



    tesesnatalmosaico



    Defensores Pblicos de Minas Gerais que apresentaram Prticas Exitosas


    O X Congresso Nacional dos Defensores Pblicos, acontece em Natal, no Rio Grande do Norte, entre os dias 15 e 18 de novembro.  A cerimnia de encerramento acontece na sexta-feira a partir das 16 horas, com a presena do ministro da Justia, Jos Eduardo Cardozo. A Defensor Pblica-Geral e presidente do Condege, Andra Tonet preside, juntamente com o presidente da Anadep, Andr Castro, a solenidade.


    Fonte: Ascom/DPMG (17/11/2011)


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Novembro 17, 2011

    Direto de Natal

    Vice-presidente da ADEP Minas, Flvio Lells, 
    participa como debatedor de painel
    no X Congresso Nacional de Defensores Pblicos em Natal

                                           
                                            Defensor Pblico Flvio Lells

    Um dos painis no X Congresso Nacional dos Defensores Pblicos, em Natal no Rio Grande do Norte teve como tema "Drogas: Poltica Criminal e Democracia". O presidente da Mesa de debates foi Antnio Csar Bauermeister de Arajo e o palestra foi o Juiz de Direito, Marcelo Semer, de So Paulo. Um dos debatedores foi o desfrensor pblico, Flvio Lells, vice-presidente da ADEP de Minas Gerais.

    Fazendo uma avaliao da importncia do tema discutido Drogas: Poltica Criminal e Democracia, o defensor pblico disse que importante comear a discutir esse assunto, porque afinal existe um pudor em falar sobre drogas. preciso que discutamos a criminalizao do uso e do trfico de drogas. E a instncia que tem condies de fazer este debate importante para a sociedade brasileira justamente a Defensoria Pblica. Portanto o painel proporcionou um debate proveitoso sobre o assunto.

    Flvio Lells destacou que essa discusso que comea agora no importante Congresso dos Defensores de todo o pas, teve incio com o ex-presidente da Repblica Fernando Henrique Cardoso, um dos defensores dessa idia de debater o problema das drogas e encontrar um modelo adequado na busca de uma soluo para o problema.

    Segundo Flvio Lells, em Minas Gerais, ainda no h um forum para discutir o assunto. Com isso, cabe prpria Defensoria Pblica fomentar com a sociedade o debate: o que estamos tendo de avano combatendo as drogas do jeito como fazemos atualmente? Hoje, disse Lells, tem cada vez mais pessoas usando drogas, o que demonstra que a atual abordagem desse assunto no est sendo eficiente, no resolve.

    Destacou que h 50 anos comeou no mundo essa poltica de combate s drogas e de l para c s piorou. A soluo de punir no se mostrou capaz de resolver a situao. Citou o caso de Portugal como uma experincia alternativa: l o nmero de drogados no caso de polcia e sim de sade pblica. Concluindo: no Brasil temos que encontrar uma soluo alternativa ao atual modelo, baseado na punio.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Novembro 17, 2011

    Assunto do momento

    A Comisso Especial da Cmara dos Deputados incumbida de dar parecer na Proposta de Emenda Constitucional n 443 de 2009 reuniu-se em Minas Gerais nesta quarta-feira, 16, sob a presidncia do deputado federal Jos Mentor, para discutir as propostas de alteraes ao projeto. A Defensora Pblica-Geral e presidente do Condege, Andra Tonet, participou do evento, ocorrido na sede da OAB. Estavam presentes tambm o presidente da ADEP, Felipe Soledade e diversos Defensores Pblicos, alm de representantes das outras carreiras jurdicas interessadas.


    A PEC 443/09 foi proposta originalmente pelo deputado federal Bonifcio Andrada e visa estabelecer como teto para os vencimentos dos advogados pblicos percentual dos subsdios dos ministros do Supremo Tribunal Federal. Para debater a proposta, esto sendo realizadas audincias pblicas em diversos estados, com a participao de representantes de vrias categorias interessadas na matria.

    Em apenso tramita a PEC 465/2010, de autoria do deputado federal Wilson Santiago, que dispe sobre o subsdio da advocacia pblica e dos defensores pblicos.


    Para a Defensora Pblica-Geral, este o momento de se discutir, de forma ampla, franca e profunda, o equilbrio entre as carreiras jurdicas para a total afirmao do Estado Democrtico de Direito. Para ela necessrio que se estruture os demais rgos jurdicos, pois no se pode mais pensar em crescimento de uma instituio, sem pensar  nos vencimentos de seus agentes. "Todas as carreiras merecem ter reconhecido o seu valor. No podemos mais suportar carreiras to bem estruturadas e outras, como a de Defensor Pblico, relegada sempre ao segundo plano", enfatizou.


    Andra Tonet ressaltou o papel da Defensoria Pblica enquanto funo essencial Justia, j que a pobreza a forma mais execrvel de excluso social e dificultadora do acesso Justia. " nesse contexto que a Defensoria Pblica aparece amparada na Constituio Federal, pois ela que garante que este indivduo tenha acesso Justia", enfatizou.  "De um lado temos o Estado acusao continuou Andra fortalecido, potente, e de outro o Estado defesa desestruturado,  desinteressante profissionalmente.  dever do Estado apaziguar esta balana", concluiu.


    Realidade


    Para o presidente da ADEP, Felipe Soledade a incluso dos Defensores Pblicos na PEC 443/09 no representa um ganho s para a carreira, mas tambm, para aqueles que sofrem com a ausncia do servio. O Estado possui atualmente cerca de 600 Defensores Pblicos, ou seja, metade do previsto em Lei.  Aproximadamente dois teros dos municpios no possuem representao da Instituio.


    Felipe Soledade apresentou dados que revelam uma significativa sada de profissionais em busca de melhores salrios, inclusive dentro da iniciativa pblica. Segundo dados, a mdia de evaso na Instituio nos ltimos 12 anos foi de um Defensor Pblico a cada 12 dias.  Alm disso, a remunerao em Minas Gerais a metade, se comparada defensorias de outros Estados, representando despesa de 0,4% da receita corrente lquida.



    Fotos: Rodrigo Lima/ ADEP-MG

    pec1





    pec2





    pec3






                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Novembro 17, 2011

    Direto do X Congresso Nacional dos Defensores Pblicos em Natal - Rio Grande do Norte.

    Ex-morador de rua faz palestra
    e emociona defensores
    no X Congresso Nacional da cateria em Natal
    no Rio Grande do Norte.

    No painel sobre Erradicao da Pobreza e Cidadania no X Congresso Nacional dos Defensores Pblicos em Natal, uma das personalidades que se destacaram pela contundncia e clarez sobre o tema foi o palestrante Anderson Lopes Miranda. Paulisa, 35 anos de idade, ex-morador de rua durante 15 anos, ele coordena o Movimento Nacional da Populao de Rua de Rua, desde 2004.

    Segundo Anderson, que falou para uma platia de defensores e defensoras pblicas de todo o pas - que o aplaudiu de p - a populao de rua calculada hoje em 1 milho de pessoas carentes no pas, sendo 13.666 em So Paulo. J o Movimento Nacional da Populao de Rua est ciado em seis estatos e no distrito feral: So Paulo, Minas, Bahia, Rio Grande do Sul, Paran, Cear e Braslia.

    Anderson Miranda disse na sua palestra que sem os defensores,as polticas pblicas em favor dos moradores de rua no teriam sido implantadas. O defensor atua para os direitos sejam garantidos junto ao poder pblico. Ele falou ainda que alguns avaos precisam ser garantidos: que o governo federal olhe mais para as polticas pblicas destinadas aos moradores de rua, de uma maneira cidad e no como asistencialismo; melhorar o atendimento aos moradores de rua para possam ter acesso efetivo polticas pblicas e grantindo os direitos populares.

    Para 2012, Anderson Miranda, uma das principais conquitas do Movimento ser a incluso pelo IBGE dos moradores de rua em seu censo. Ele concluiu dizendo: s vai haver erradicao da pobreza se houver atendimento jurdico atravs das Defensorias Pblicas. preciso pressionar mais o governo para que apopulao de rua tenha um tramento justo e humanitrio. Afinal, disse ele, governo " como feijo s funciona na presso".

    Repercusso

    Duas defensoras Pblicas mineiras, que estavam na platia, ficam emocionadas com a palestra do coordenador do Movimento Popular de Rua, Anderson Miranda, que levou para o pblico a realidade vivida por quem j morou nas ruas de So Paulo durante 14 anos.

    A defensora pblica Maria Aparecida da Defensoria Pblica de Juiz de Fora na zonda da mata, disse: "foi uma palestra muito contundente no que tange a atuao da Defensoria Pblica. um ex-morador de rua, que trouxe para ns um retrato de sua realidade. Acredito que hora da Defensoria Pblica olhar de uma forma mais amide para esta populao de rua que sem voz e sem vez".

    "Achei incrvel a palestra" - disse a defensora Samantha Villarinho Mello Alves da Defensoria Criminal de Varginha no sul de Minas. Afinal - diise ela -  a Defensoria Pblica nasceu para trabalhar em conjunto com os movimentos sociais. O fato dele ter sido apaludido de p mostra a importncia da aprovao da Defesnoria Pblica como verdadeira destinatria da prestao de servios pblico aos mais carentes, como os moradoresd e rua.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Novembro 17, 2011

    Poltica salarial dos professores em Minas. Confira entrevista que a secretria de Planejamento deu ao jornal Estado de Minas. Pinei a entrevista do twitter da secretria. Vale conferir!!!

    "O Sind-UTE faz poltica", afirma secretria do governo de MinasSecretria de Planejamento diz cumprir acordo e acusa sindicato de mentir para professores, pais e alunos

    A negociao entre o governo de Minas e professores da rede pblica estadual de ensino aponta para uma falta de acordo, diante da postura do Sindicato nico dos Trabalhadores em Educao de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) de sugerir nova paralisao antes mesmo do comeo do ano letivo de 2012.

    A avaliao da secretria de Estado do Planejamento e Gesto, Renata Vilhena, para quem o sindicato pe questes polticas acima das negociaes em andamento, indiferente aos prejuzos ao sistema de educao do estado. Minha leitura, diante da campanha que a direo do Sind-UTE vem fazendo no sentido de desacreditar o governo, mentindo sobre o cumprimento de acordos, de que qualquer proposta que for apresentada no ser acatada pelos sindicalistas, disse a secretria, que voltou a garantir que o governo paga o piso inicial de R$ 1.320 para 24 horas semanais de trabalho, respeitando a proporcionalidade prevista na legislao federal.

    O vencimento dos professores mineiros est em acordo com a lei do piso nacional da educao?
    inverdade dizer que Minas Gerais no cumpre o que determina a Lei Federal 11738/2008, que estabelece o piso salarial profissional da educao. Em Minas, paga-se R$ 1.320 para 24 horas semanais, como piso inicial para professores com nvel superior, respeitando a proporcionalidade prevista na lei, aos cerca de 70% dos servidores que optaram pela nova poltica de remunerao. Isso representa 85% a mais que o piso nacional. E esse mesmo piso que est sendo oferecido no prximo concurso pblico para a carreira bsica da educao para professores com nvel superior.

    O governo enviou ainda Assembleia Legislativa o projeto de lei que, em seu artigo 13, estabelece que o vencimento do servidor que optou pela poltica de remunerao bsica no poder ser inferior ao piso salarial profissional nacional a que se refere a legislao federal. Nenhum professor que optou por permanecer no antigo modelo de remunerao recebe menos do que R$ 935.

    H alguma intransigncia dificultando o processo de negociao entre governo e professores?
    Por parte do Sindicato nico dos Trabalhadores em Educao de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) h uma questo poltica. Em relao ao governo, o compromisso assumido ser cumprido dentro da possibilidade financeira. Temos apresentado propostas que trazem melhorias para a categoria.

    A poltica de remunerao do subsdio aperfeioa a frmula de pagamento dos vencimentos e representou um aporte anual adicional de R$ 1,4 bilho na folha da educao. Tnhamos uma reunio prevista para hoje (ontem) para finalizar uma proposta, mas adiamos para analisar os impactos financeiros, considerando as limitaes oramentrias impostas pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Minha leitura, diante da campanha que a direo do Sind-UTE vem fazendo no sentido de desacreditar o governo, mentindo sobre o cumprimento de acordos, de que qualquer proposta que for apresentada no ser acatada pelos sindicalistas.

    Como voc avalia a postura do sindicato na negociao?
    Enquanto o sindicato finge negociar, professores ligados entidade fazem campanhas, como a tentativa de boicote contra o Sistema Mineiro de Avaliao da Educao Pblica (Simave), que um importante instrumento que mensura os resultados e permite o aprimoramento da educao no estado. Os resultados do Simave permitem melhorias do sistema de educao, com a qualificao de professores e alunos.

    O ataque contra a poltica de educao adotada pelo governo pontual, vem de 10% da categoria, afeta 150 dos 4 mil estabelecimentos de ensino da rede pblica estadual e est focado na Regio Metropolitana de Belo Horizonte. No h um prejuzo maior, devido aos esforos do governo, como no caso das aulas de reforo para os alunos que fizeram as provas do Exame Nacional do Ensino Mdio (Enem).

    Voc considera temeroso esse caminho adotado pelo sindicato?
    O sindicato, que diz defender questes salariais e melhoria do sistema de educao adota uma campanha mentirosa, que cria pnico na categoria, alunos e pais. Como podem ento dizer que buscam a melhoria da qualidade da educao? Em vez de negociao, j falam em nova greve no comeo do prximo ano. Deturpam os termos do acordo com o governo para justificar uma no reposio de aulas.

    Apresentam contracheques em parte, para sugerir uma quebra de compromisso que no houve. Todo o sistema de educao fica fragilizado, pois no envolve apenas a categoria, mas alunos e seus pais. O governo tem adotado medidas para minimizar os impactos e busca a negociao constante. Mas a cada dia o sindicato busca um fato novo para emperrar um acordo.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Novembro 17, 2011

    Comea hoje o FESTURISMO de Gramado no Rio Grande do Sul. Por ironia, estou no outro extremo - no Rio Grande do Norte - cobrindo o Congresso das defensorias pblicas. Agenda cheia, mas agradeo o convite feito pela empresria Marta Rossi. Eu como presidente da Abrajet Minas ped que nosso vice Antnio Claret represente nossa entidade em Gramado. Desejo sucesso!!!

    A partir da noite de hoje (17), o turismo do Rio Grande do Sul estar voltado para a Serra gacha, onde ocorre a 23 edio do Festival do Turismo de Gramado. At o prximo sbado (19), estaro participando do evento destinos tursticos, Estados, entidades representativas do trade turstico e convidados internacionais de mais de 30 pases.

    A Setur contar com um estande para divulgar e promover os atrativos do Estado e a secretria do Turismo, Abgail Pereira, cumprir extensa agenda durante o festival.

    Amanh (18), s 14h, logo aps abertura da feira de negcios, no Serra Park, Abgail e Ney Weissheimer Junior, coordenador do projeto Turismo 100% do Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade (IBQP), firmam uma parceria que visa Certificao de estabelecimentos de Meios de Hospedagem e de Turismo de Aventura, alm, da certificao por competncia de profissionais nas diversas ocupaes existentes no setor turstico nacional.

    O Projeto Turismo 100% tem como objetivo mobilizar os rgos oficiais de turismo estadual e municipal, alm de empresrios, instituies de ensino e profissionais para a importncia da certificao.

    Na sequencia, s 16h, a secretria se rene com o diretor comercial da Gol, Eduardo Bernardes Neto, e o gerente regional da empresa, Roberto Wagner, para tratar do Salo do Turismo da Amrica do Sul que a Setur dever organizar no primeiro semestre de 2012. Depois de visitar os estandes da ADVB e do Sindetur, Abgail participa do coquetel de lanamento do Roteiro dos Vinhos dos Altos Montes, na rea Destinos em Destaque.

    J s 18h30min, ser a vez da Setur ser a anfitri em um coquetel de confraternizao para convidados e o trade turstico do Rio Grande do Sul. noite, a secretria estar prestigiando a entrega do Trofu Infinito 2011.
    No sbado (19), Abgail estar no painel Turismo Sade Cluster Aliana entre o Pblico e o Privado, que ter como painelista o secretrio de Turismo de Porto Alegre, Luiz Fernando Moraes, e como moderador o secretrio de Turismo da Bahia e presidente do Frum Nacional dos Secretrios e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur), Domingos Leonelli.

    tarde, a titular da Pasta acompanhar o lanamento Bento Gonalves 2012 Apresentao de Novidades e Portflio de Produtos Tursticos com a secretria de Turismo de Bento Gonalves, Ivane Fvero.
    Alm da Setur, vrias regies do Estado tero estandes no Festuris, como as Misses, a Costa Doce, e a Central, entre outras.

    Sobre o Festival de Turismo de Gramado
    Considerada a feira de negcios de resultados mais efetivos para o trade brasileiro e sul-americano, o Festival do Turismo de Gramado rene significativa amostra do setor no sul do Brasil. Em dois dias de atividade, o Festuris propicia a concretizao de negcios e parcerias que geram slidos resultados durante todo o ano.

    voltado exclusivamente a profissionais do trade turstico, recebendo empresas, delegaes oficiais e profissionais com poder de deciso de mais de 30 pases. Por seus corredores, circulam mais de 13 mil profissionais. Vitrine privilegiada para cerca de duas mil marcas, a feira realizada no Serra Park, um dos mais modernos centros de eventos do Brasil, localizado a um quilmetro do centro de Gramado.

    Assessoria de Imprensa - Setur RS
    Secretaria de Turismo do Estado do Rio Grande do Sul
    Contato: (51) 3288- 5425
    Acesse : www.turismo.rs.gov.br
    @turismo_gaucho


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 16, 2011

    Direto do X Congresso Nacional dos Defensores Pblicos em Natal - Rio Grande do Norte - aonde cubro o evento desde segunda-feira. O Congresso termina nesta sexta tarde.


    Defensores de Minas
    avaliam o concurso
    de Prticas Exitosas


    Um dos primeiros a apresentar seu trabalho, Bruno Barcala fez uma avaliao positiva do evento, lembrando que, o concurso tanto permite que os colegas de outras regies conheam suas atividades, como lhe oferece a oportunidade de ter acesso s boas praticas dos colegas de outros estados. "As realidades so muito parecidas, os problemas so praticamente os mesmos", refletiu. Bruno tambm disse considerar o concurso um dos momentos mais proveitosos do congresso. " Nos traz situaes de vivncia, reflete o dia a dia do defensor", refletiu.


    Para Rafael Boechat, a participao no concurso insere a Defensoria Pblica de Minas no cenrio nacional e ao mesmo tempo permite compartilhar com os colegas as prticas de seu estado. "A grande proposta justamente essa, pensar local e atuar globalmente", avaliou.


    Na opinio de Marcelo Ribeiro Nicoliello, a presena expressiva de defensores de Minas no evento demonstra o amadurecimento da instituio, vocao e muita criatividade dos defensores mineiros na busca de prticas de fcil aplicao e bons resultados. "O que est acontecendo em Minas est acontecendo em outros estados ,se tivermos alguma prtica exitosa que possa ser replicada pelos colegas, e deles para ns, j ser bastante proveitoso", considerou.


    Para Rodrigo Delage o concurso uma oportunidade de estabelecer contato com diversas prticas. "Interessante que a maioria delas de natureza extrajudicial. A  meu ver, a forma de atuao da Defensoria Pblica com maior capacidade de transformao social pela possibilidade de trazer essas prticas no mbito de cada Defensoria Pblica". Delage tambm observa a vantagem dessa praticas em razo do custo razoavelmente baixo. "Muitas delas no envolvem repasse de recursos oramentrios e so idias que podem ser trazidas para o nosso mbito de atuao".


    A defensora Miriam Aguiar se disse honrada em ter participado. Ela  enalteceu o carter didtico e a oportunidade de divulgao do trabalho do defensor pblico. "Fui abordada por vrios colegas pedindo o envio de material e mais orientao para a implantao do projeto em suas comarcas de atuao", contou a defensora lembrando que independente de vencer, importante participar.
     




    Defensores mineiros
    apresentam experincias exitosas
    no X Congresso


    Dezenas de defensores mineiros tomaram assento na Sala Morton III, do Centro de Convenes de Natal (RN) na manh desta quarta-feira, 16 de novembro, para acompanhar as apresentaes dos projetos inscritos no Concurso de Prticas Exitosas, do X Congresso Nacional de Defensores Pblicos.


    Considerado pela maioria, o ponto alto do evento, o concurso reuniu este ano 23 projetos de vrias regies do Brasil.
     
    Pela Defensoria Pblica de Minas Gerais inscreveram-se os defensores Barbara Silveira Machado Bissochi (Defensoria Pblica pelo direito a ter pai), Bruno Barcala Reis (Defensoria Especializada da Sade) Hellen Caires Teixeira (Defensoria distribuindo cidadania), Marcelo Ribeiro Nicoliello (Atuao extrajudicial e interinstitucional para aprimoramento de poltica pblica habitacional), Miriam Aguiar Almada (Conte com a Defensoria Pblica ) , Rafael Von Held Boechat (Sada legal: conscientizao pela ressocializao), Rodrigo Audebert Andrade Delage (Defensoria Pblica e o terceiro setor, uma parceria vivel) .
    Fonte: Ascon ADEP/MG




















                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 16, 2011

    Comenda LIBERDADE


    Wellington Pedro/Imprensa MG
    Alberto Pinto Coelho recebe Comenda da Liberdade e Cidadania
    Alberto Pinto Coelho recebe Comenda da Liberdade e Cidadania


    RITPOLIS (13/11/11) - O governador em exerccio Alberto Pinto Coelho recebeu, neste domingo (13), na Fazenda do Pombal, em Ritpolis, regio do Campos das Vertentes, a Comenda da Liberdade e Cidadania. Instituda por meio de decreto conjunto (de 06/09/2011) dos prefeitos de Ritpolis, So Joo del-Rei e Tiradentes, a comenda foi entregue pela primeira vez a 150 personalidades do mundo poltico, cultural, ambiental e econmico, em comemorao ao nascimento, em 12 de novembro de 1746, de Joaquim Jos da Silva Xavier, o "Tiradentes".

    "Esta uma regio histrica que, como bem sabemos, o bero de polticos que trazem em sua gnese o mais elevado esprito republicano, como na vida e obra do ex-presidente Tancredo de Almeida Neves. E que aprenderam, ao escalar essas montanhas, a defender a dignidade e a consagrar a liberdade como compromisso", enfatizou Alberto Pinto Coelho.

    O chanceler da Comenda da Liberdade e Cidadania Eugnio Ferraz destacou que a comenda une, em um nico e grandioso propsito, trs importantes cidades de Minas Gerais, representando os ideais de Tiradentes, e da Inconfidncia Mineira.

    "Ritpolis, So Joo del-Rei e Tiradentes passam a cultuar o nascimento de Joaquim Jos da Silva Xavier. O objetivo maior de nossa sugesto para esta comenda conjunta propiciar a merecida divulgao e mxima visibilidade histrica regio do Rio das Mortes", afirmou.

    Tambm foram agraciados com a medalha a secretria de Estado da Casa Civil e Relaes Institucionais, Maria Coeli; o secretrio de Estado de Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha,  Mucuri e Norte de Minas, Gil Pereira; o secretrio-geral do governador Antonio Anastasia, Gustavo Magalhes; presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado estadual Dinis Pinheiro; deputados federais e estaduais; alm de prefeitos, autoridades, empresrios e artistas da regio.

    Decreto

    De acordo com o artigo 1 do decreto conjunto, a comenda destina-se a condecorar cidados mineiros, brasileiros e estrangeiros que se destacaram em prol do incentivo, apoio e divulgao das atividades relacionadas liberdade, cidadania, responsabilidade social, cultura, preservao ecolgica e ambiental, histria e ao civismo; ou seja, que contriburam com o desenvolvimento socioeconmico, turstico e cultural da "Regio do Rio das Mortes em Minas Gerais, engrandecendo e dignificando os Municpios ora signatrios, o Estado de Minas e o Pas".

    Memorial da Liberdade

    Um projeto elaborado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, cuja captao de recursos est em andamento, pretende transformar a Fazenda do Pombal, tombada pelo Instituto do Patrimnio Histrico e Artstico Nacional (Iphan), em Memorial da Liberdade, onde podero ser realizadas diversas atividades de carter cultural e artstico

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 16, 2011

    Artigo Especial

                                                           Flvio Llles
                                                           Flvio Lells, defensor pblico
                                                           vice-presidente
                                                           da ADEP de Minas
                                                                  
                                                           Tema:
                                                           O juiz e o auto de priso em flagrante




    Passados quatro meses da entrada em vigor da Lei 12.403/11, que alterou diversos dispositivos legais e que no Ttulo IX do Cdigo Processual Penal (CPP) tratou da priso, das medidas cautelares e da liberdade provisria, comeam a surgir alguns questionamentos acerca de sua exegese. Um deles, que nos parece bastante interessante, diz respeito ao que pode e deve fazer o juiz ao receber o auto de priso em flagrante delito (APF).

    A nova redao dada ao artigo 310 do CPP estabelece que ele dever fundamentadamente:
    I relaxar a priso ilegal; ou
    II converter a priso em flagrante em preventiva, quando presentes os requisitos constantes do artigo 312 do CPP, e se revelarem inadequadas ou insuficientes as medidas cautelares diversas da priso; ou
    III conceder liberdade provisria, com ou sem fiana.

    Inicialmente, nenhum questionamento pode existir quanto necessidade de o juiz imediatamente relaxar a priso em flagrante que for ilegal, pois isso , ao mesmo tempo, garantido e exigido pela Constituio da Repblica de 1988 em seu artigo 5, inciso LXV.

    No obstante, a partir da comeam as controvrsias.

    A primeira delas acerca da possibilidade de o juiz converter, de ofcio, e sem antes ouvir a defesa, a priso em flagrante em priso preventiva.

    Em nossa opinio, converter a priso em flagrante em priso preventiva aplicar uma medida cautelar e o prprio inciso II do artigo 310 do CPP diz isso com todas as letras quando utiliza a expresso 'medidas cautelares diversas da priso', ou seja, a priso uma medida cautelar.

    Partindo-se dessa premissa, de que a converso da priso em flagrante em priso preventiva implica aplicao de uma medida cautelar, cumpre observar as disposies constantes do artigo 282 do CPP.

    E, no ponto, o 2 do artigo 282 estabelece que, durante a investigao, a aplicao de medidas cautelares somente pode ocorrer se houver representao do delegado de polcia ou requerimento do Ministrio Pblico, no se admitindo a atuao, de ofcio, do juiz nessa fase investigativa. Lembre-se: com a priso em flagrante de algum se est apenas no incio da investigao.

    Ademais, converter priso em flagrante em priso preventiva, alm de configurar a aplicao de uma medida cautelar, , na verdade, decretar a priso preventiva e, sendo assim, tambm o disposto no artigo 311 do CPP veda que tal medida seja adotada, de ofcio, pelo juiz durante a investigao policial.

    De outro lado, o 3 do mencionado artigo 282 do CPP estabeleceu, como regra, a necessidade de contraditrio prvio aplicao de qualquer medida cautelar, salvo quando existir urgncia ou quando a oitiva da parte contrria (leia-se a defesa), colocar em risco a aludida aplicao.

    Desse modo, parece-nos inequvoco que o juiz no pode converter, de ofcio, e sem antes ouvir a defesa, a priso em flagrante em priso preventiva durante a investigao criminal. O que deve fazer ento o juiz ao receber o APF?

    Primeiro, deve verificar a legalidade da priso em flagrante e, no caso de no encontrar qualquer ilegalidade, deve dar vista do APF ao Ministrio Pblico e, este sim, se entender que o caso de converter a priso em flagrante em priso preventiva, dever fazer tal requerimento, demonstrando a presena dos requisitos exigidos pelo artigo 312 do CPP, bem como que as outras medidas cautelares diversas da priso so inadequadas ou insuficientes para o caso.

    Depois da vista do APF ao Ministrio Pblico e, se houver o requerimento de aplicao de qualquer medida cautelar, o juiz deve ouvir a defesa do preso, o advogado cujo nome ele informou no APF ou a Defensoria Pblica, quando no foi informado nome de advogado, nos termos do que estabelece o 1 do artigo 306, c/c 3 do artigo 282, pois, como j acentuado, a regra agora o contraditrio prvio aplicao da medida cautelar, salvo (exceo) se houver urgncia na aplicao da medida cautelar ou se existir perigo de que a mesma se torne ineficaz com a oitiva da defesa.

    No caso, no nos esqueamos de que a pessoa est presa em flagrante, o que demonstra que no h qualquer urgncia na converso em priso preventiva, bem como que a oitiva da defesa no trar qualquer perigo para a eficcia de eventual aplicao da medida cautelar da priso preventiva, eis que, reitere-se, a pessoa j est presa. Ressalte-se, no entanto, que h urgncia sim, mas para que se defina a situao da pessoa presa em flagrante, ou seja, se ser solta ou se continuar presa.

    Todavia, se aberta vista do APF ao Ministrio Pblico e esse nada requerer, ou, depois de ouvida a defesa, o juiz no concordar com eventual requerimento de converso da priso em flagrante em priso preventiva, o magistrado dever assegurar ao preso em flagrante o direito liberdade provisria, com ou sem fiana, conforme o caso, inclusive com a possibilidade de sua cumulao com outras medidas cautelares.

    O que no nos parece possvel a converso, de ofcio, e sem a oitiva prvia da defesa, da priso em flagrante em priso preventiva, com violao do sistema constitucional acusatrio, preconizado pelo inciso I do artigo 129 da Carta Poltica de 1988, da garantia do contraditrio e do prprio texto da lei, artigo 282, 2 e 3, e artigo 311, ambos do CPP, com a redao dada pela Lei 12.403/11.

    Flvio Rodrigues Llles -
    Defensor pblico com atuao
    no 1 Tribunal do Jri de Belo Horizonte,
    vice-presidente da Associao de Defensores Pblicos
    de Minas Gerais (Adep/MG)
    e professor de direito processual penal



    Artigo publicado no caderno Direito & Justica,
    do Jornal O Estado de Minas,
    edio do dia 14/11/2011



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 16, 2011

    Direto de Natal no Rio Grande do Norte: III Encontro de Assessores de Comunicao das Defensorias Pblicas de todo o pas.

    ANADEP
    abre III Encontro Nacional
    de Assessores


    Veculo: ANADEP
    Estado: DF

           





    O Doutor em Comunicao Social e Diretor do Ncleo de Comunicao Pblica da Secretaria de Comunicao Social da Presidncia da Repblica, Jorge Duarte, apresenta neste momento, em Natal, a palestra "A Gesto da Comunicao no Servio Pblico" para cerca de 25 jornalistas que integram as assessorias de comunicao social das Defensorias Pblicas Estaduais e Associaes de Defensores Pblicos e demais convidados da imprensa local.

    O III Encontro Nacional de Assessores de Comunicao Social d continuidade ao processo de implantao de uma poltica nacional de comunicao para a Defensoria Pblica, alm de propor a organizao e funcionamento de estruturas de comunicao em todas as defensorias estaduais e associaes com diretrizes, princpios, conceitos e normas tcnicas necessrias integrao.

    A abertura do evento contou com a presena do Presidente da Associao Nacional dos Defensores Pblicos, Andr Castro, e do Presidente da Associao dos Defensores Pblicos do Estado do Rio Grande do Norte, Jos Wilde Matoso.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 16, 2011

    Artigo Especial


                                                      
                                                      Clsio prev recursos
                                                      para tribunal federal em Minas  


    O senador Clsio Andrade (PR-MG) apresenta na quarta-feira emenda ao Plano Plurianual de Investimentos (PPA) 2012-2015, no valor de R$ 60 milhes, para viabilizar a instalao do Tribunal Regional Federal com jurisdio sobre Minas Gerais e sede em Belo Horizonte.   

    A emenda constitucional que cria novas regies da Justia Federal, segundo Clsio Andrade, deve ser aprovada no incio do prximo ano. "Mas preciso ter previso oramentria para que haja recursos para implantar o novo tribunal. Minas tem tudo para sair na frente e, o Tribunal Regional Federal da 7 Regio poder entrar em funcionamento no incio de 2013" afirmou o senador mineiro.  

    O PPA 2012-2015 prev gastos superiores a R$ 5,4 trilhes e o seu relator, senador Walter Pinheiro j se comprometeu a incluir em seu relatrio a emenda para equipar e mobiliar o TRF de Minas, que dever funcionar em um dos prdios desocupados por secretarias de Estado devido transferncia para a Cidade Administrativa.  

    Na justificativa da emenda, Clsio cita levantamento feito pela Associao dos Juzes Federais de Minas Gerais Ajufemg, com base no Relatrio da Justia em Nmeros, indicando que, enquanto o prazo de julgamento de um processo junto Justia Trabalhista, em 2009, foi de 119 dias, na Justia comum, tendo como referncia o Tribunal de Justia de Minas Gerais, esse prazo foi de 120 dias e, na Justia Federal, trs anos.  

    Os juzes apontam como causa da demora a inexistncia de uma estrutura judicial suficiente para atender s demandas da sociedade e a excessiva concentrao de processos no TRF da 1 Regio, com sede em Braslia e que abrange todos os casos da Justia Federal em 13 estados (Minas, Acre, Amap, Amazonas, Bahia, Gois, Maranho, Mato Grosso, Par, Piau, Rondnia, Roraima e Tocantins) mais o Distrito Federal.  

    Com a aprovao da PEC 544, que est pronta para ser votada na Cmara desde 2003, sero criadas quatro novas regies. A 6 ter sede no Paran e abranger Mato Grosso do Sul e Santa Catarina; a 7 ter jurisdio exclusiva sobre Minas Gerais, que hoje j responde por 43% dos processos do TRF-1; a 8 Regio, com sede na Bahia e jurisdio tambm sobre Sergipe; a 9 Regio, com sede Manaus, para atender o Amazonas, Acre, Roraima e Rondnia.  

    Para apressar o processo, as bancadas de senadores e deputados dos estados beneficiados acordaram em aprovar uma a PEC 544 com uma emenda supressiva, que a remeter de volta ao Senado, aonde j foi aprovada e voltaria a passar pelos dois turnos de votao, com chances de ser promulgada ainda no primeiro semestre de 2012.   

    "A instalao do TRF-7 ser de suma importncia para o fortalecimento institucional de Minas e atendimento aos seus 20 milhes de habitantes distribudos em 853 municpios, nos quais esto instaladas mais de 120 mil empresas industriais e 650 mil empresas comerciais de bens, servios e turismo", afirmou Clsio Andrade.  

    "Com isso disse Clsio os processos referentes ao direito previdencirio, tributrio, administrativo, ambiental, penal, internacional e comercial, e outros que envolvam entes federais que venham a chegar em grau de recurso, no precisaro mais ir para Braslia,  ao TRF1, podendo ser resolvidos em Belo Horizonte. economia para cidados e empresas, facilidade para todos". www.clesioandrade.com.br    


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 16, 2011

    Defensora Pblica Geral de Minas e presidente do Conselho Nacional das Defensorias Pblicas, ANDRA TONET, foi muito aplaudida pelo pronunciamento que fez na abertura do X Congresso Nacional da categoria que foi aberto nesta tera no Centro de Convenes. Confira detalhes, direto de Natal no Rio Grande do Norte.














    Comeou no dia 15 de novembro, no Centro de Convenes de Natal/RN, o X Congresso Nacional de Defensores Pblicos. Com o tema "Erradicao da pobreza na atuao da Defensoria Pblica: As vrias dimenses do acesso Justia", o evento rene cerca de 1200 Defensores Pblicos brasileiros e de diversos pases da Amrica Latina.


    A solenidade de abertura contou com a presena da Defensora Pblica-Geral e presidente do Condege, Andra Tonet, da governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, da ministra da Secretaria de Polticas de Promoo da Igualdade Racial, Luiza Bairros; do ministro da Previdncia Social, Garibaldi Alves Filho; do senador Jos Agripino Maia, alm de diversas autoridades locais.


    Ao abrir oficialmente o evento, o presidente da Associao dos Defensores Pblicos do Estado do Rio Grande do Norte, Jos Wilde Mattoso, destacou a atual situao da Defensoria Pblica do Estado, suas vitrias e principais dificuldades.


    A Defensora Pblica Geral do Rio Grande do Norte, Cludia Carvalho Queiroz, lembrou o fato de a instituio estadual ter sido criada 18 anos aps a promulgao da Constituio Federal de 1988. E destacou as vitrias alcanadas pela Defensoria nos ltimos anos.


    Para a presidente do Condege, Andrea Abritta Garzon Tonet, "a Defensoria Pblica a voz de quem muitas vezes no tem a voz respeitada. a porta de entrada do Estado Democrtico de Direito para todas as pessoas hipossuficientes", enfatizou.


    Em seguida, a ministra da Secretaria de Polticas de Promoo da Igualdade Racial, Luiza Helena de Bairros, lembrou a importncia do trabalho da Defensoria Pblica  na busca da igualdade social.


    O ministro da Previdncia Social, Garibaldi Alves Filho, ressaltou a parceria da Previdncia Social com a Defensoria Pblica na defesa dos carentes. "Que ns possamos ter na defensoria um parceiro que nos d condies de dizer que esse pas um pas justo e para todos".


    Na ocasio, tambm foi realizada uma seo de homenagens aos trs norteriograndenses que se destacaram por sua atuao poltica em prol do engrandecimento e da consolidao da funo, da garantia e sobretudo da liberdade de ao da atividade do Defensor Pblico no Estado do Rio Grande do Norte: .a governadora Rosalba Ciarlini, o ministro Garibaldi Alves Filho e o senador Jos Agripino Maia.


    Em nome dos homenageados, o senador Jos Agripino Maia relembrou a contribuio de cada um deles para a consolidao da Defensoria Pblica no Rio Grande do Norte e a sua expectativa no crescimento e fortalecimento da instituio.


    Em nome da Associao Nacional dos Defensores Pblicos (ANADEP), o Presidente Andr Castro enumerou as principais conquistas da Defensoria Pblica no Brasil e a imperiosa necessidade de ampliar o nmero de defensores para que os servios da Defensoria Pblica possam chegar em 100% das cidades brasileiras. Castro tambm lembrou os dados do ltimo Diagnstico da Defensoria Pblica no Brasil, desenvolvido pelo Ministrio da Justia em parceria com o PNUD, e a importncia da Resoluo 2656, da Organizao dos Estados Americanos, que trata das "Garantias para o acesso Justia".


    Para encerrar os pronunciamentos, a governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarline, relembrou as principais aes de seu governo em prol da Defensoria Pblica e elogiou o trabalho da Defensora Pblica Geral do Estado, Cludia Queiroz; Rosalba tambm assumiu o compromisso de envidar todos os esforos para que seja realizado um novo concurso pblico.


    Ao final da solenidade, os Defensores Pblicos e demais autoridades presentes assistiram o show "Estrada de Luz", de Hilklia e Luciane antunes. Ao estabelecer um dilogo com o tema do congresso: erradicao da pobreza, as canes levaram os convidados a refletir sobre o conceito de pobreza como "misria humana", "um conceito que vai alm das questes materiais, como o termo pobreza muitas vezes encarado".



    abertura congress2





    abertura congresso





    abertura congresso3



    Fonte: Anadep (16/11/2011)
     
     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 16, 2011

    Conselho Superior - rgo mximo da Defensoria Pblica de Minas - tem nova diretoria eleita para o binio 2011/2013. O mais votado, com 70% do colegio eleitoral, foi o defensor SRGIO RIANI, da defensoria de Ub na zona da mata. A posse ser dia 30 na sede da Defensoria Pblica em BH.



    Foto arquivo
    O defensor pblico, Srgio Riani
    (mineiro nascido em Juiz de Fora)
    que atua em Ub, foi o mais votado.
    Ele tem tradio familiar em disputar votos.



    O av dele o ex-deputado estadual mineiro
     e ex-sindicalista, o lendrio Clodismith Riani,
    hoje com 92 anos de idade.

    Mrito:
    A eleio de Srgio Riani foi por mrito:
    se destaca pela eficincia, seriedade e formao tcnica
    no difcil, mas gratificante, trabalho de defensor pblico.

    A eleio para os seis cargos
     do Conselho Superior foi
    no dia 10 de novembro.
     
    Foram eleitos:
        1.Srgio Riani: 368 votos
    (70%) dos votantes
     2. Rodrigo Murad: 283
      3. Galeno Siqueira: 266
     4. Gilmara Santos: 260
    5. Vincius Lopes: 242
      6 Werner Trindade: 229



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 16, 2011

    Comea amanh e vai at sexta no Imperador em BH o maior evento gastronmico de hotelaria de Minas. frente o empresrio e homem de hotelaria Marcos Valrio Rocha.

    6 ENCONTRO DA HOTELARIA MINEIRA  

                                                    
                                                                    Marcos Valrio Rocha

    Em comemorao ao Dia Nacional do Hoteleiro (09/11), Marcos Valrio Rocha, promover o 6 Encontro da Hotelaria Mineira, principal evento gastronmico da hotelaria do Estado.   O evento reunir os chefs de cozinha dos principais hotis da capital e do interior de MG e acontecer dias 17 e 18 de novembro, no Imperador Eventos.  

    Dias 17 e 18, das 14 s 19 horas, tero minicursos, oficinas e palestras gratuitas ministrados por profissionais de reconhecida capacidade. As inscries so limitadas e podem ser feitas pelo site (WWW.mensagemimagem.com.br).  

    O auge do 6 Encontro da Hotelaria Mineira ser dia 18, a partir das 19 horas, em noite s para convidados, na qual 11 chefs de restaurantes de hotis serviro suas especialidades em forma de menu degustao!  

    PALESTRAS GRATUITAS Dia 17 quinta-feira 14 horas: Como montar mesas de caf da manh, com Maicon Rodrigues, do Senac.
    15h15: Como Encantar seus hospedes com Cafs Especiais, com Ruimar Oliveira, do Caf Kahla. 15h15: Excelncia no Atendimento em Hospedagem e Alimentao, com Maicon Rodrigues, do Senac.
    16 horas: Transformando carne de 2 em carne nobre, com Peninha, do Senac e Sebrae. 17 horas: Os Desafios da Profisso de Camareira na Atualidade, com Elcy de Paula
    18 horas: Transforme a sua cozinha em um Negcio de Sucesso, com Felipe Leroy, da Embar.
    19 horas: Cervejas Especiais & Gastronomia, com Marco Falcone, do Sindbebidas.  

    Dia 18 sexta-feira 14 horas: Gastronomia Mineira sob nova roupagem, com Adair Candeias, do Senac.
    15h15: Receitas Natalinas: Tcnicas de Preparo, com Adair Candeias, do Senac.
    16h30: Bacalhau - saiba tudo sobre o nobre pescado e aprenda a receita premiada no concurso Les Chefs, com Rosilene Campolina, do Portal Chef a Chef.
    17h45: Bate papo com sabor, com Carlos Pita.   JANTAR PARA CONVIDADOS As estelas da noite so: Hlio Santos, do Ouro Minas; Geraldo Brito, do Mercure Lourdes; Vitor Pacheco, do Caesar Business; Jos Roberto, do San Diego Suites; Fbio Jlio, do Max Savassi; Jorge Dutra, do Actuall Hotel (Contagem); Henrique Michel, do Cip Veraneio Hotel  (Serra do Cip); Edson Puiatti, do Hotel  Senac Grogot (Barbacena); Paul Johnson, do Ramada Airport (Lagoa Santa) e Vandeca, da Pousada do Garimpo (Diamantina).  

    O evento tem como objetivo divulgar e resgatar o glamour de se freqentar os restaurantes dos hotis, que possuem ambientes qualificados, excelente gastronomia e preos acessveis.  
    O 6 Encontro da Hotelaria Mineira realizado pela Mensagem e Imagem Consultoria e Eventos, e tem o apoio institucional da Associao Brasileira da Indstria de Hotis (ABIH/MG), do Sindicato de Hotis, Restaurantes, Bares e Similares de BH e Regio Metropolitana (SINDHORB), da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), da Empresa Municipal de Turismo de BH (Belotur), e da Federao Brasileira de Hospedagem e Alimentao (FBHA).    

    SERVIO 6 Encontro da Hotelaria Mineira
    Local: Imperador Eventos Av. do Contorno 8.657, Gutierrez, BH.
    Informaes: www.mensagemimagem.com.br   
    CURSOS, OFICINAS E PALESTRAS
    Data: 17 e 18 Horrio: 14 s 19h  
    FESTIVAL Data: 18 Horrio: 19 as 23h  


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 16, 2011

    Direto de Natal. A defensora pblica geral de Minas, Andra Tonet, paeticipou da solenidade de abertura do Congresso Nacional de Defensores em Natal. Ela fez pronunciamento, muito aplaudido pela cerca de 900 pessoas que lotaram o auditrio, quando defendeu uma poltica pblica focada em ajudar os mais carentes, na luta contra a desigualdade e a pobreza.



    Defensores Pblicos de todo o superlotaram o Centro de Convenes de Natal,
    no Rio Grande do Norte, para a abertura do X Congresso Nacional de Defensores Pblicos.

    Com a presena da Governadora do Estado Rosalba Ciarlini; da Ministra da Secretaria de Polticas de Promoo da Igualdade Racial, Luiza Bairros;do Ministro da Previdncia Social, Garibaldi Alves Filho; e do Senador da Repblica Jos Agripino Maia, alm de diversas autoridades da esfera federal e local, o Congresso reafirma o compromisso da Defensoria Pblica com a erradicao da pobreza.

    Ao abrir oficialmente o evento, o Presidente da Associao dos Defensores Pblicos do Estado do Rio Grande do Norte, Jos Wilde Mattoso, destacou a atual situao da Defensoria Pblica do Estado, suas vitrias e principais dificuldades.

    A Defensora Pblica Geral do Rio Grande do Norte, Cludia Carvalho Queiroz, lembrou o fato de a instituio estadual ter sido criada 18 anos aps a promulgao da Constituio Federal de 1988. E destacou as vitrias alcanadas pela Defensoria nos ltimos anos.

    Para a Presidente do Conselho Nacional dos Defensores Pblicos Gerais (CONDEGE), Andrea Abritta Garzon Tonet, a Defensoria Pblica a voz de quem muitas vezes no tem a voz respeitada. a porta de entrada do Estado Democrtico de Direito para todas as pessoas hipossuficientes, enfatizou.

    Em seguida, a Ministra da Secretaria de Polticas de Promoo da Igualdade Racial, Luiza Helena de Bairros, lembrou a importncia do trabalho da Defensoria Pblica na busca da igualdade social.

    O Ministro da Previdncia Social, Garibaldi Alves Filho, ressaltou a parceria da Previdncia Social com a Defensoria Pblica na defesa dos carentes. Que ns possamos ter na defensoria um parceiro que nos d condies de dizer que esse pas um pas justo e para todos.

    Na ocasio, tambm foi realizada uma seo de homenagens aos trs norteriograndenses que se destacaram por sua atuao poltica em prol do engrandecimento e da consolidao da funo, da garantia e sobretudo da liberdade de ao da atividade do Defensor Pblico no Estado do Rio Grande do Norte: .a Governadora Rosalba Ciarlini, o Ministro Garibaldi Alves Filho e o Senador Jos Agripino Maia.

    Em nome dos homenageados, o Senador da Repblica Jos Agripino Maia relembrou a contribuio de cada um deles para a consolidao da Defensoria Pblica no Rio Grande do Norte e a sua expectativa no crescimento e fortalecimento da instituio.

    Em nome da Associao Nacional dos Defensores Pblicos (ANADEP), o Presidente Andr Castro enumerou as principais conquistas da Defensoria Pblica no Brasile a imperiosa necessidade de ampliar o nmero de defensores para que os servios da Defensoria Pblica possam chegar em 100% das cidades brasileiras. Castro tambm lembrou os dados do ltimo Diagnstico da Defensoria Pblica no Brasil, desenvolvido pelo Ministrio da Justia em parceria com o PNUD, e a importncia da Resoluo 2656, da Organizao dos Estados Americanos, que trata das "Garantias para o acesso Justia".

    Para encerrar os pronunciamentos, a Governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarline, relembrou as principais aoes de seu governo em prol da Defensoria Pblica e elogiou o trabalho da Defensora Pblica Geral do Estado, Cludia Queiroz; Rosalba tambmassumiu o compromisso de envidar todos os esforos para que seja realizado um novo concurso pblico.

    Ao final da solenidade, os Defensores Pblicos e demais autoridades presentes assistiram o show Estrada de Luz, de hilklia e luciane antunes. Ao estabelecer um dilogo com o tema do congresso: erradicao da pobreza, as canes levaram os convidados a refletir sobre o conceito de pobreza como misria humana, "um conceito que vai alm das questes materiais, como o termo pobreza muitas vezes encarado".





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 15, 2011

    Direto de Natal - aonde fico durante a semana cobrindo o Congresso Nacional dos Defensores Pblicos de todo o pas.

    Defensores Pblicos
    se mobilizam pela Erradicao da Pobreza
    Raio X da Defensoria Pblica no Brasil

    Com o tema "Erradicao da pobreza na atuao da Defensoria Pblica: As vrias dimenses do acesso Justia", cerca de 1200 Defensores Pblicos brasileiros e de diversos pases da Amrica Latina vo se reunir em Natal/RN, durante o X Congresso Nacional de Defensores Pblicos, no perodo de 15 a 18 de novembro.

    De acordo com o Presidente da Associao Nacional dos Defensores Pblicos (ANADEP), Andr Castro, "os debates e conferncias tero como foco a erradicao da pobreza como uma das finalidades primordiais da Defensoria Pblica. Ressaltando que o termo pobreza ser tratado na sua acepo genrica, como: inferioridade; misria; penria; necessidade, pois a justia brasileira somente ser uma res publica atravs da Defensoria Pblica, rgo necessrio ao Estado Democrtico de Direito".

    Para o Presidente da Associao dos Defensores Pblicos do Rio Grande do Norte (ADPERN), Jos Wilde Matoso, "o tema extreamente importante, pois j foi confirmado por meio de pesquisas realizadas pelo Ministrio da Justia que nos locais que contam com a atuao de Defensores Pblicos registrada uma melhora no ndice de Desenvolvimento Humano (IDH). Portanto, quanto pior o IDH de um estado, mais importante se torna a presena da Defensoria Pblica.

    A solenidade de abertura do X CNDP, que ser realizada no dia 15 de novembro, s 19h, no Centro de Convenes de Natal, vai contar com a presena da Governadora do Estado do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, diversas autoridades locais, alm da Ministra da Secretaria de Polticas de Promoo da Igualdade Racial, Luiza Bairros, e do Ministro da Previdncia Social, Garibaldi Alves Filho.

    Promovido pela ANADEP e ADPERN, com o apoio da Defensoria Pblica do Estado, o evento vai reunir aproximadamente 50 palestrantes-convidados que representam a essncia do pensamento jurdico nacional e internacional. Clique aqui e confira a programao completa.

    Raio X da Defensoria Pblica no Brasil
    A Constituio Federal de 1988 determinou que o Estado tem o dever de prestar assistncia jurdica integral e gratuita a todos os cidados que no tm dinheiro para pagar um advogado particular e as custas de um processo judicial. E determinou que essa assistncia jurdica fosse feita pela Defensoria Pblica.

    O III Diagnstico da Defensoria Pblica (Ministrio da Justia/PNUD) indica que, em 2009, a instituio atendeu 10 milhes de pessoas em todo o pas. O estudo tambm revela que apenas 42% das 2.600 cidades brasileiras contam com os servios da Defensoria Pblica e que para prestar atendimento integral e gratuito a dois teros da populao brasileira - potencial usuria da Defensoria Pblica - o Brasil conta com 5.200 Defensores Pblicos. A mdia nacional de um defensor para cada 32 mil usurios potenciais.

    Estudos realizados pela ANADEP indicam que o ideal que essa relao seja de um defensor para cada 10 mil pessoas que fazem parte do pblico alvo da Defensoria Pblica, tendo como pblico alvo as pessoas maiores de 10 anos de idade que ganham at trs salrios mnimos.

    A ANADEP reivindica que todas as comarcas brasileiras e juzos da Justia da Unio sejam atendidas por Defensores Pblicos, para cumprir o direito constitucional da populao assistncia jurdica integral e gratuita prestada pelo Estado.

    Evaso
    A Constituio Federal tambm estabelece tratamento simtrico para as carreiras que integram, em p de igualdade, as funes essenciais Justia. No entanto, a remunerao paga aos profissionais dessas carreiras jurdicas, em termos nacionais, est longe de respeitar o princpio da isonomia.

    No Estado de Pernambuco, por exemplo, os Defensores Pblicos percebem a remunerao mais baixa do pas. Por mais que se realizem concursos e sejam nomeados mais Defensores Pblicos, o quadro nunca est completo e, conforme dados divulgados pela Associao dos Defensores Pblicos de Pernambuco, dos 220 defensores que ingressaram na carreira nos ltimos quatro anos, apenas 80 ainda permanecem no quadro da Defensoria Pblica.

    Defensoria Pblica no pode ser carreira de passagem
    As diferenas remuneratrias entre as carreiras jurdicas de Estado, alm de no terem fundamento poltico ou jurdico, resultam na evaso dos profissionais de uma carreira para outra, o que significa inegvel prejuzo para os usurios da Defensoria Pblica.

    23 anos de descumprimento
    Santa Catarina a nica unidade da federao que continua a descumprir a Constituio, negando ao cidado pobre catarinense o direito efetivo de ter acesso Justia.

    Por no ter criado a Defensoria Pblica, um convnio muito pouco transparente entre o Governo do Estado e a seccional catarinense da Ordem dos Advogados do Brasil faz com que a entidade retenha 10% do dinheiro repassado a ttulo de taxa de administrao. O modelo conhecido como advocacia dativa, por meio do qual o advogado nomeado pelo Estado para fazer a defesa de um cidado pobre.

    Lei Orgnica
    Um estudo desenvolvido pela ANADEP para analisar a aplicabilidade e executoriedade da Lei Complementar n 132/2009, que reformou a Lei Orgnica da Defensoria Pblica, apontou que na maioria dos estados foi efetivada a democratizao do Conselho Superior, com nova composio e atribuies; a participao do presidente da associao nas sesses do Conselho, com direito a voz e igualdade de condies com os conselheiros; e as eleies para Defensor Pblico Geral atravs de lista trplice.

    A Lei Complementar 132/09 regulamenta a autonomia da Defensoria Pblica e prev novas atribuies dos Defensores Pblicos, como convocar audincias pblicas e estimular a promoo da educao em direitos, entre outras inovaes. De acordo com Andr Castro, hoje estamos em melhores condies para continuarmos lutando por uma estrutura melhor de trabalho e pelo tratamento isonmico entre as funes essenciais Justia.

    Oramento
    O III Diagnstico da Defensoria Pblica no Brasil registrou o percentual oramentrio recebido pelo Poder Judicirio, Ministrio Pblico e Defensoria Pblica nos estados. De acordo com o estudo, em mdia o Poder Judicirio dos Estados absorve 5,34% dos gastos totais do estado, enquanto que o oramento do Ministrio Pblico em mdia de 2,02% do oramento do estado e o da Defensoria Pblica em mdia de 0,40% do total de gastos.

    Organizao dos Estados Americanos
    A 41 Assembleia Geral da Organizao dos Estados Americanos (OEA), realizada no perodo de 5 a 7 de junho de 2011, em El Salvador, aprovou, por unanimidade, a Resoluo AG/RES. 2656 (XLI-0/11), que trata das "Garantias para o acesso Justia". O documento o primeiro ato normativo aprovado pela OEA que aborda o tema do acesso Justia como um direito autnomo, que permite exercer e proteger outros direitos, alm de impulsionar o papel da Defensoria Pblica como ferramenta eficaz para garantir o acesso Justia das pessoas em condio de vulnerabilidade.

    A Resoluo reconheceu que o acesso Justia como direito humano fundamental e que esse direito no se esgota com o ingresso na instncia judicial, se estendendo ao longo de todo o processo, que deve ser instrudo segundo os princpios que sustentam o Estado de Direito, como o julgamento justo, e se prolonga at a execuo da sentena.

    O X Congresso Nacional de Defensores Pblicos patrocinado pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Banco do Nordeste, Petrobras, Secretaria de Reforma do Judicirio do Ministrio da Justia e Governo Federal.

    Servio:
    X Congresso Nacional de Defensores Pblicos
    Data: 15 a 18 de novembro de 2011
    Local: Centro de Convenes de Natal


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 15, 2011

    Em Natal foi aberto o Terceiro Encontro dos Assessores de Comunicao das Defensorias Pblicas. Evento que faz parte do Congresso Nacional das Defensoria. A palestra que abriu o encontro foi feita pelo professor Jorge Duarte. DESTAQUE: a defensora iblica geral de Minas, Andra Tonet e os assessores Eduardo Generoso e Glauco David esto em Natal paericipando do Congresso. Dr.Andra Tonwt presidente do Condege liderando reunio da entidade que formada pelos defensores pblicos de todo o pas.



    ODoutor em Comunicao Social e Diretor do Ncleo de Comunicao Pblica da Secretaria de Comunicao Social da Presidncia da Repblica, Jorge Duarte, apresenta neste momento, em Natal,a palestra A Gesto da Comunicao no Servio Pblico para cerca de 25 jornalistas que integram as assessorias de comunicao social das Defensorias Pblicas Estaduais e Associaes de Defensores Pblicos e demais convidados da imprensa local.

    O III Encontro Nacional de Assessores de Comunicao Social d continuidade ao processo de implantao de uma poltica nacional de comunicao para a Defensoria Pblica, alm de propor a organizao e funcionamento de estruturas de comunicao em todas as defensorias estaduais e associaes com diretrizes, princpios, conceitos e normas tcnicas necessrias integrao.

    A abertura do evento contou com a presena do Presidente da Associao Nacional dos Defensores Pblicos, Andr Castro, e do Presidente da Associao dos Defensores Pblicos do Estado do Rio Grande do Norte, Jos Wilde Matoso.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Novembro 14, 2011

    Curso de Especializao em Jornalismo Ambiental

    SMMA E SJPMG
    PLANEJAM CURSO DE JORNALISMO AMBIENTAL
    PARA JORNALISTAS

    Quando assumiu a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), Srgio Lima-Braga, fez questo de ressaltar que a sua preocupao essencial era com a questo da Educao Ambiental. Para isto, o Secretrio afirmou que se a populao no participar e no for conquistada no h como trabalhar na defesa do meio ambiente. Para tanto, o apoio e a participao da mdia seria fundamental, concluiu Srio Braga.

    Esta preocupao, e a aes neste sentido, comeam a tomar realidade com a assinatura de um Termo de Compromisso entre a SMMA e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais (SJPMG) de um oficializando o projeto e criando uma comisso que dever elaborar a criao do Curso de Especializao em Jornalismo Ambiental. O curso ser coordenado pela Secretaria e o Sindicato, com a participao de uma das principais entidades de Ensino Superior de Minas.

    Ser voltado especificamente para os profissionais sindicalizados que, pela importncia da questo ambiental se vem cada dia mais envolvidos com a cobertura da rea.

    O Termo de Compromisso para elaborao do curso ser assinado pelo Secretrio e a Presidente do SJPMG, jornalista Eneida Costa, aproveitando a realizao da Reunio Ordinria do Conselho Municipal de Meio Ambiente (COMAM), que, extraordinariamente, acontece nesta quarta-feira (16/11), na Sede do Programa de Recuperao da Bacia da Pampulha (PROPAM), situada na Rua Radialista Ubaldo Ferreira, n 501, bairro Castelo.

    A assinatura do Tremo de Compromisso esta marcada para as 17 horas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Novembro 14, 2011

    Assessores de Comunicao das Defensorias Pblicas de todo o pas esto reunidos em Natal, capital do Eio Grande do Norte. Confira os detalhes

    Os jornalistas que integram as assessorias de comunicao social das Defensorias Pblicas Estaduais e Associaes de Defensores Pblicos vose reunir em Natal/RN a partir desta segunda-feira, dia14 de novembro, durante o III Encontro Nacional de Assessores de Comunicao Social.

    O evento d continuidade ao processo de implantao de uma poltica nacional de comunicao para a Defensoria Pblica, alm de propor a organizao e funcionamento de estruturas de comunicao em todas as defensorias estaduais e associaes com diretrizes, princpios, conceitos e normas tcnicas necessrias integrao.

    Com durao de dois dias,o Encontro vai contar com a palestra do Doutor em Comunicao Social e Diretor do Ncleo de Comunicao Pblica da Secretaria de Comunicao Social da Presidncia da Repblica, Jorge Duarte, que vai falar sobre A Gesto da Comunicao no Servio Pblico.

    A palestra aberta a todos os jornalistas e editores que integram os principais veculos de comunicao da cidade de Natal, mediante inscrio gratuita enviada para imprensa@anadep.org.br(Conhea o convite oficial da palestra).

    Servio:
    III Encontro Nacional de Assessores de Comunicao Social
    Data: 14 e 15 de novembro de 2011
    Local: Sala Algarve do Pestana Natal Hotel - Av. Senador Dinarte deMedeiros Mariz 5525 - Parque das Dunas - Natal/RN


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Novembro 14, 2011

    Direto de Natal - Rio Grande do Norte. Estou no Congresso Nacional das Defensorias Pblica. Daqui a pouco asilsisto palestra do jornalista Jorge Duarte, siretor do Ncleo de Comunicao Pblica da Secretaria de Comunicao Social da Prssidncia da Repblica.

    Neste momento - 13:40 - aqui em Natal uma hora a menos que em Minas, almoo no Hotel Pestana. A vista belssima. De frente para o oceano Atlntico- verdinho. O Hotel Pestana de investidores portugueses. Um dos mais requintados de Natal. Fica ao lado de uma avenida com dunas, atrao para ns turistas - e para quem vem ao Rio Grande do Norte a trabalho como eu.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Novembro 13, 2011

    Viajo nesta segunda para NATAL no Rio Grande do Norte. Vou cobrir o Congresso Nacional dos Defensores Pblicos. S retorno a BH no sbado, dia 19


    Comea nesta segunda-feira (14) at a sexta-feira (18), o X Congresso Nacional dos Defensores Pblicos, em Natal/RN. Promovido pela Anadep e Associao dos Defensores Pblicos do Rio Grande do Norte (ADPERN) - com o apoio da Defensoria Pblica do Estado -, o evento, que tem como tema central "Erradicao da Pobreza na Atuao da Defensoria Pblica: As Vrias Dimenses do Acesso Justia", vai reunir cerca de 60 palestrantes-convidados que representam a essncia do pensamento jurdico nacional e internacional.

    III Encontro Nacional de Assessores de Comunicao

    Os Assessores de Comunicao Social de Associaes de Defensores Pblicos e Defensorias Pblicas de todo o pas tambm vo se reunir em Natal.

    Nos dias 14 e 15 de novembro, o III Encontro Nacional de Assessores de Comunicao Social d continuidade ao processo de implantao de uma poltica nacional de comunicao para a Defensoria Pblica.

    Clique aqui para mais informaes


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Novembro 13, 2011

    Semana Global do Empreendedorismo

    Minas Gerais se mobiliza
    para estimular e fortalecer aes empreendedoras


    BELO HORIZONTE (11/11/11) - Para celebrar a Semana Global do Empreendedorismo, que acontece entre 14 e 20 de novembro, cerca de 400 atividades vo acontecer em Minas Gerais. Os trabalhos tm o objetivo de estimular e fortalecer aes empreendedoras nos municpios mineiros, seguindo uma tendncia contempornea mundial.


    A Secretaria de Estado de Cincia, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), aps parceria firmada com o Endeavor, instituto responsvel pela coordenao da Semana no Brasil, tem trabalhado nos ltimos meses para conseguir mobilizar os 84 Centros Vocacionais Tecnolgicos (CVTs) distribudos no Estado. Com participao indita no evento, essas unidades atuaro por meio dos seus Ncleos de Apoio ao Empreendedor (NAEs) oferecendo palestras, cursos, competies, gincanas e oficinas, de forma a mobilizar a populao sobre a importncia do empreendedorismo para o desenvolvimento econmico e social.


    Em Itabira, o CVT promover nos dias 16 e 17 de novembro Talk Show, oficinas e palestras no auditrio do i.tec, onde jovens empreendedores vo debater o tema. J no municpio de Carmo do Rio Claro, o CVT vai realizar a Gincana Empreendedora, envolvendo alunos do ensino mdio do municpio.
    Encontre no link http://www.inclusaodigital.mg.gov.br/novo_portal/unidades/ a unidade de CVT mais prxima e saiba quais atividades esto sendo oferecidas.


    Parceria com aUFMG

    Com o objetivo de reforar o trabalho dos CVTs, a Superintendncia de Inovao Social (SIS) da Sectes estabeleceu acordo com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para transmitir, por videoconferncia, as palestras sobre empreendedorismo que a instituio promover durante a Semana. A ideia levar o maior nmero possvel de moradores aos CVTs para assistirem s apresentaes de especialistas na rea, informa a superintendente de Inovao Social, Llia Teixeira.


    A Semana Global do Empreendedorismo na UFMG est sendo organizada pela Incubadora de Empresas Inova, em parceria com a Incubadora de Empresas de Design da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg). De 16 a 18 de novembro, estudantes, pesquisadores, professores e pessoas que atuam na rea de empreendedorismo podero participar de palestras, mesas-redondas e conhecer casos de empreendimentos de sucesso.


    O secretrio de Estado de Cincia, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, far a abertura das atividades no dia 16, s 14h, no auditrio principal da Escola de Engenharia da UFMG. Aps a cerimnia, o professor da Fundao Dom Cabral e especialista em empreendedorismo, Fernando Dolabella, ir proferir a palestra O Segredo do Empreendedor. Em seguida, o ator e empreendedor Wellington Nogueira far a apresentao dos Doutores da Alegria, com o objetivo de mostrar que possvel desenvolver empreendedorismo social de sucesso.


    Mais informaes sobre as apresentaes no endereo http://www.inova.ufmg.br/portal/modules/wfchannel/index.php?pagenum=544

    Semana Global do Empreendedorismo

    Criada no ano de 2008, a Semana representa um movimento internacional de organizaes e parceiros espalhados em 104 pases que acreditam na possibilidade de transformar o mundo por meio do empreendedorismo. As atividades acontecem todos os anos no ms de novembro. O Brasil aderiu ao movimento em 2008, e desde ento realiza a maior Semana Global entre os pases participantes. Ano passado, 594 parceiros realizaram 3.243 atividades em todo o pas, impactando 2,6 milhes de participantes.

    Para mais informaes sobre a Semana em Minas no http: www.semanaglobal.org.br/lista-atividades


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Novembro 13, 2011

    Vice recebeu medalha Tiradentes em Ritpolis


    RITPOLIS (13/11/11) - O governador em exerccio Alberto Pinto Coelho recebeu, neste domingo (13), a Comenda da Liberdade e Cidadania, em comemorao ao nascimento de Joaquim Jos da Silva Xavier, Tiradentes. A solenidade aconteceu na Fazenda do Pombal, no municpio de Ritpolis.

    Foram tambm agraciados com a medalha a secretria de Estado daCasa Civil e RelaesInstitucionais, Maria Coeli; o secretrio de Estado de Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha,Mucuri e Norte de Minas, Gil Pereira; o secretrio-geral do governador Antonio Anastasia, Gustavo Magalhes; presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado estadual Dinis Pinheiro; deputados federais e estaduais; alm de prefeitos, autoridades, empresrios e artistas da regio.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Novembro 12, 2011

    Nova fbrica para Montes Claros. Indormao vem da assessoria de comunicao da Prefeitura


    Diretores da multinacional Acqualimp, indstria produtora de reservatrios de gua, estiveram reunidos na tarde desta tera-feira, 8, com o prefeito Luiz Tadeu Leite, quando anunciaram a instalao de uma unidade da empresa no municpio.

    O objetivo atender a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do So Francisco e do Parnaba (Codevasf) com o fornecimento de 60 mil cisternas, que sero distribudas pela companhia em cidades do semirido nordestino e da regio norte-mineira, dentro do programa gua para Todos, do Governo Federal. O direito foi adquirido aps vencer licitao. Para viabilizar a prestao do servio, tambm esto sendo levadas fbricas para Petrolina/PE, Teresina/PI e Penedo/AL.

    A instalao da unidade local ser imediata, em imvel alugado, com funcionamento previsto j para o prximo ms de dezembro. A produo inicial ser de 150 peas/dia, gerando cerca de 50 empregos diretos, informou Fabiano Gonalves, gerente nacional de vendas da Acqualimp. Nossa proposta contribuir com a melhora do quadro social nas localidades onde vamos produzir. A fbrica de Montes Claros vai gerar receita aqui, valorizando a regio que receber nossos produtos, ressalta. Ele antecipa que empresa tem interesse de atender tambm o varejo, fora do programa a ser executado pela Codevasf, j que alta a demanda no Norte de Minas.

    O prefeito Luiz Tadeu Leite deu boas vindas ao grupo e afirmou que o Executivo est disposio para colaborar na agilizao dos trmites legais para a rpida instalao da fbrica em Montes Claros. Destacou a localizao privilegiada do municpio, que levou outras indstrias a optarem pela cidade, a exemplo da Alpargatas, fabricante das sandlias Havaianas, que tambm montar centro de distribuio nacional aqui. Montes Claros est no meio do caminho no mapa do Brasil. a cidade de porte mdio do Sudeste mais prxima do Nordeste. Tadeu ainda lembrou o bom momento econmico que vive o municpio, ocupando atualmente a terceira posio no ranking dos maiores empregadores de Minas Gerais, atrs apenas de Belo Horizonte e Uberlndia.

    Participaram da reunio os secretrios municipais Edgar Santos Filho (Desenvolvimento Econmico, Turismo e Tecnologia), Marcos Fbio (Planejamento) e Aramis Mameluque (Meio Ambiente), alm dos executivos mexicanos da empresa Carlos Rojas e Rubn Coello.
    A Acqualimp tem sede no Mxico e atua h 10 anos no Brasil, produzindo filtros, tanques, caixas dgua e cisternas base de polietileno.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 11, 2011

    Independncia quase no ponto!!!



    Osvaldo Afonso/Secom MG
    Secretrios Sergio Barroso e Carlos Melles visitam o Independncia
    Secretrios Sergio Barroso e Carlos Melles visitam o Independncia



    BELO HORIZONTE (11/11/11) - Os secretrios de Estado da Copa do Mundo, Sergio Barroso, e de Transportes e Obras Pblicas, Carlos Melles, visitaram o Estdio Raimundo Sampaio, o Independncia, nesta sexta-feira (11) e confirmaram a fase final das obras de modernizao. A novidade o gramado, que j cobre todo o campo. Alm disso, o estdio j est recebendo a cobertura, que j est com 100% da estrutura metlica concluda.
    O Independncia ter capacidade para 25 mil pessoas e est sendo construdo dentro de padres internacionais. Alm do Mineiro, Belo Horizonte ter outro estdio para receber qualquer seleo do mundo. Tanto que ser reinaugurado com um jogo da Seleo Brasileira em fevereiro de 2012, confirmou Sergio Barroso. O adversrio ainda est sendo definido, mas a promessa ter uma forte seleo para enfrentar o Brasil.
    De acordo com Carlos Melles, as obras sero concludas em dezembro deste ano. Ento, prepararemos o Independncia para ser operacionalizado e inaugurado em fevereiro de 2012, explicou. O secretrio tambm comentou que estudos para a mobilidade urbana no entorno do estdio esto em andamento. Temos a estao de metr do Horto, que fica a menos de um quilmetro do Independncia. Vamos incentivar a utilizao do transporte pblico para que o torcedor tenha mais conforto durante o acesso ao estdio, relatou.
    Gramado
    A grama plantada do tipo Bermuda Celebration, com Certificao de Pureza Gentica registrada no Ministrio da Agricultura. Uma empresa especializada foi contratada para acompanhar o desenvolvimento e crescimento da grama, controlar a irrigao, adubao, controle de pragas e doenas e replantio.
    A irrigao ser feita por um sistema automatizado. Alm de racionalizar o uso da gua, a rega pode ser feita noite, o que mais saudvel para a grama, pois a temperatura menor e, por conseqncia, menor evaporao de gua.
    Para Sergio Barroso, o Independncia ter um dos melhores gramados do pas. Vamos ter o Neymar jogando na estreia do campo. Ento, temos que caprichar, brincou Barroso.
    Andamento da obra
    J esto concludas a fundao e conteno dos prdios de servio e arquibancadas, estrutura pr-moldada das arquibancadas, instalao de estruturas metlicas para as coberturas, sistema de drenagem do campo e plantio do gramado. A construo do estacionamento, que ter 422 vagas, j foi iniciada, assim como a construo dos vestirios. Para a instalao das novas cadeiras, que tem incio ainda em novembro, furos esto sendo feitos nas arquibancadas.
    O novo Independncia ter capacidade para 25 mil pessoas, duas torres de servios que abrigaro bares, centro de comando, Polcia Militar e Corpo de Bombeiros. A nova iluminao melhorar a transmisso de jogos noturnos pela televiso. Sero 32 bares e lanchonetes espalhados pelos setores do estdio, alm de duas lojas. Para a imprensa, 18 cabines de rdio e TV e 72 postos de trabalho para redao. Os camarotes e reas VIP tero capacidade para 2.225 pessoas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 11, 2011

    Prefeitos:fiquem de olho!!!



    Municpios podem apresentar emendas ao Oramento da Unio

    A aprovao da chamada Emenda Popular, possibilitando aos municpios com at 50 mil habitantes apresentarem emenda ao Oramento da Unio, j valendo para 2012, foi um excepcional avano nas relaes institucionais brasileiras. Esta foi a avaliao feita pelo deputado Z Silva, que desde h algum tempo, prevendo a aprovao da matria, vem alertando as lideranas pblicas e comunitrias dos municpios mineiros sobre essa inovadora possibilidade para o desenvolvimento municipal.

    A proposta (PLN 28/11) foi aprovada nesta semana, e prev que os recursos das Emendas Municipais sero de acordo com o nmero de habitantes, variando da seguinte forma: Municpios com at 5 mil habitantes: R$ 300 mil; de 5 at 10 mil habitantes: R$ 400 mil; de 10 at 20 mil habitantes: R$ 500 mil; e de 20 at 50 mil habitantes: R$ 600 mil.

    So as seguintes as reas definidas para aplicao das Emendas: estruturao da Rede de Servios de Ateno Bsica de Sade; Implantao de Melhoria Sanitrias Domiciliares para Preveno e Controle de Agravos; Implantao e Melhoria de Sistemas Pblicos de Abastecimento de gua em municpios de at 50 mil habitantes, exclusive de regies metropolitanas ou regies integradas de desenvolvimento econmico (RIDE); Implantao e Melhoria de Sistemas Pblicos de Esgotamento Sanitrio em municpios de at 50 mil habitantes, exclusive de regies metropolitanas ou regies integradas de desenvolvimento econmico (RIDE); Implantao e Melhoria de manejo de resduos slidos em municpios de at 50 mil habitantes, exclusive de regies metropolitanas ou regies integradas de desenvolvimento econmico (RIDE); Servio de ateno s Urgncias e Emergncias na Rede Hospitalar.

    As Emendas Municipais devem ser construdas em Audincia Pblica promovida conjuntamente pela Prefeitura e Cmara de Vereadores, com ampla participao social (Conselhos, entidades sociais e outras organizaes). Cabe ao Prefeito enviar Comisso de Oramento da Cmara a Ata da Audincia e o formulrio a ser disponibilizado, devidamente preenchido, por meio de SEDEX, at o dia 02 de dezembro de 2011.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Novembro 10, 2011

    Governador defende novo pacto federativo...


    Caco Argemi/Palcio Piratini RS
    Antonio Anastasia durante visita a Tarso Genro no Palcio Piratini
    Antonio Anastasia durante visita a Tarso Genro no Palcio Piratini



    A necessidade de um novo pacto federativo, reforma tributria e gesto pblica eficiente foram temas defendidos pelo governador Antonio Anastasia, nesta quarta-feira (9), durante evento promovido pela Federao das Associaes Comerciais e de Servios do Rio Grande do Sul (Federasul), em Porto Alegre. A uma plateia formada por empresrios e lideranas polticas, o governador de Minas afirmou que o Brasil precisa mudar o seu perfil federativo, com o fortalecimento dos estados e municpios.

    O tema Federao passa a nos preocupar de maneira muito mais grave porque chegamos percepo e ao reconhecimento de que o Brasil precisa mudar o seu perfil federativo, dando Federao a sua natureza verdadeira. sentimento de todos os governadores, independente de partidos, da necessidade da reviso do pacto federativo, o que engloba no s uma questo tributria, mas tambm competncias das diversas reas de polticas pblicas, afirmou Anastasia.

    A adoo de um novo pacto federativo o caminho, segundo o governador, para a utilizao mais eficiente dos recursos pblicos e, assim, reduzir as desigualdades no pas.

    H uma hipertrofia do poder central no Brasil. Isso acontece h dcadas. Quanto mais concentrado o poder na Unio, mais difcil a execuo das obras, das polticas pblicas como um todo. Ento, quanto mais descentralizarmos e levarmos para prximo do cidado a esfera competente, o municpio e o estado, claro, que vamos ter mais agilidade. Estou dizendo uma coisa que acontece no mundo inteiro. o modelo australiano, o modelo canadense, o modelo norte-americano, o modelo alemo, explicou o governador mineiro.
    Reforma tributria

    Em visita ao governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, no Palcio Piratini, antes da palestra da Federasul, o Antonio Anastasia afirmou que a guerra fiscal causa prejuzos a estados e municpios.

    "A guerra fiscal extremamente nociva populao e economia do Brasil, mas uma realidade que foi instalada no pas em razo das distores de nosso sistema tributrio. H, lamentavelmente, ausncia de uma verdadeira poltica nacional no Brasil. Ns fizemos, os governadores como um todo, manifestaes junto ao governo federal, especialmente ao ministro da Fazenda, de que gostaramos muito de termos, de fato, a guerra fiscal encerrada. Isso se daria atravs de uma reforma tributria que estabelecesse alquotas uniformes de ICMS, desde que os estados no tenham perda de receita. Nenhum estado tem hoje condio ou gordura suficiente para abrir mo de receita, disse Anastasia.

    O governador de Minas ressaltou que medidas isoladas tm sido adotadas no decorrer dos ltimos 20 anos, mas em detrimento dos estados e municpios.

    A reforma tributria acaba que foi sendo feita, na realidade, por pequenas parcelas. A reforma tributria, na realidade, est sendo feita h 20 anos, s que ela est sendo feita em fatias pequenas e, normalmente, essas fatias ocorrem em detrimento dos estados e municpios. S ns observarmos o que aconteceu em relao s contribuies, que quando criadas correspondiam a cerca de 10% do montante de tributos, e hoje equivalem a mais de 100% dos impostos, especialmente Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) e Imposto de Renda, afirmou Anastasia. 
    Gesto eficiente

    Durante a palestra na Federasul, o governador destacou que o modelo de gesto implementado pelo Governo de Minas, a partir de 2003, gerou importantes avanos na economia do Estado e na melhoria da qualidade de vida da populao. Ele ressaltou a importncia da gesto pblica eficiente para a sade econmica de municpios, estados e pases.

    Estamos vendo hoje na Europa, inclusive no caso italiano, a proposta de se votar uma espcie de lei de responsabilidade, austeridade fiscal, coisa que o Brasil j fez durante o governo do presidente Fernando Henrique, no nosso PSDB, j na dcada de 90, antevendo gastos no condizentes com a realidade financeira no poder pblico. Essa uma situao universal e, portanto, a gesto pblica cada dia mais desafia os governantes, disse Anastasia.



    O modelo mineiro de gesto baseado no equilbrio financeiro e fiscal, na otimizao da aplicao dos recursos e na definio de metas que devem ser cumpridas pelo conjunto de servidores estaduais e por todas as secretarias e rgos estatais, garantindo servios pblicos de alta qualidade.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 9, 2011

    O jornalista juizforano Csar Romero - Cabelim - recebe amanh em BH a Medalha do Mrito Legislativo em solenidade de gala da Assemblia de Minas, s 10 da manh no Expominas. O nome de Cablim, que vice-presidente regional zona da mata da Abrajet, foi indicado pelo deputado juizforano Bruno Siqueira, do PMDB. Estarei no Expominas para prestigiar meu vice-presidente Csar Romero - renomado colunista do jornal Tribuna de Minas de Juiz de Fora

    Ttulo Hildegard Angel 03 12 2010 014001 Ah, Juiz de Fora, cidade fidalga!
    Csar Romero

    A solenidade anual
     vai condecorar personalidades e empresas
    que trabalham pela divulgao
     e o progresso de nosso Estado
     de variados segmentos.

    Medalha do Mrito Legislativo
    ser entregue nesta quinta (10)


    A Assembleia Legislativa de Minas Gerais realiza nesta quinta-feira (10/11/11) s 10 horas, no Expominas de Belo Horizonte - Arena Multiuso (Avenida Amazonas, 6.030 - Gameleira), a cerimnia de entrega da Medalha da Ordem do Mrito Legislativo 2011. O objetivo homenagear pessoas fsicas ou jurdicas, nacionais ou estrangeiras, que tenham se destacado por servios prestados ou mritos excepcionais.

    A solenidade ter como tema os 300 anos do Ciclo do Ouro em Minas Gerais e a fundao das cidades de Ouro Preto, Mariana e Sabar, para destacar a identidade mineira, o dinamismo da histria e o cidado como ator participante. Neste ano, 10 pessoas sero agraciadas com a Medalha Grande Mrito; 36 com o grau Mrito Especial; e 182, com o grau Mrito.

    O orador oficial do evento ser o vice-governador do Estado, Alberto Pinto Coelho, e haver apresentao musical com o cantor Chico Lobo.

    Entre os homenageados esto o ministro dos Transportes, Paulo Srgio Oliveira Passos; o cardeal arcebispo de Aparecida e presidente da Conferncia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Raymundo Damasceno Assis; e o presidente da Fiemg, Olavo Machado Jnior.

    Tambm sero agraciados os presidentes das Assembleias Legislativas dos estados do Maranho, do Mato Grosso do Sul e de So Paulo, deputados estaduais Antnio Arnaldo Alves de Melo, Jerson Domingos e Jos Antnio Barros Munhoz, respectivamente, entre outros polticos, empresrios, professores e profissionais liberais. Tambm sero condecorados sete deputados estaduais mineiros, entre eles, o presidente da ALMG, deputado Dinis Pinheiro (PSDB), que ir receber a promoo para o Grau Grande Mrito. O evento ser transmitido ao vivo pela TV

    Assembleia
    .
    Origem As medalhas so concedidas mediante proposta do Conselho da Ordem, que dirigido pelo presidente da ALMG e formado pelos membros da Mesa, pelas lideranas da Maioria e da Minoria e pelos ex-presidentes da ALMG que estejam no efetivo exerccio do mandato de deputado estadual. Alm da medalha, os agraciados recebem diplomas assinados pelo deputado Dinis Pinheiro e pelo 1-secretrio da ALMG, deputado Dilzon Melo (PTB), que secretrio do Conselho da Ordem.

    A Ordem do Mrito Legislativo foi criada pela Resoluo 2.778, de 1982. concedida nos graus Grande Mrito, Mrito Especial e Mrito:
    * Grande Mrito: destinado a soberanos, chefes de Estado, chefes de governo e seus sucessores imediatos; governadores; vice-governadores; presidente da Assembleia Legislativa do Estado; presidente do Supremo Tribunal Federal; presidente do Tribunal de Justia do Estado; presidente da Cmara dos Deputados; presidente do Senado Federal; ministros de Estado e outras personalidades de hierarquia equivalente.

    * Mrito Especial: destinado aos membros da Mesa e a deputados estaduais; secretrios de Estado; senadores; deputados federais; ministros de Tribunais Superiores; presidentes de Tribunais; desembargadores; generais; embaixadores; enviados extraordinrios; ministros; reitores; cientistas e hierarquia equivalente;
    * Mrito: destinado a cnsules; magistrados; membros do Ministrio Pblico; militares; professores; escritores; funcionrios pblicos; desportistas e hierarquia equivalente.
    Veja a relao dos agraciados


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 9, 2011

    Furo, direto de Braslia

    Clsio Andrade acredita que Minas
    ter tribunal federal em 2013

    A criao do Tribunal Regional Federal (TRF) de Minas Gerais constar entre as prioridades no Plano Plurianual de investimento (PPA) de 2012 a 2015, segundo compromisso assumido nesta quarta-feira pelo relator do PPA, senador Valter Pinheiro (PT-BA), durante reunio coordenada pelo senador Clsio Andrade (PR-MG) com as bancadas de deputados e senadores de Minas, Paran, Bahia e Amazonas, representantes do meio jurdico e empresrios dos estados que sero contemplados com os TRFs.

    Lderes e coordenadores de bancadas dos quatro estados decidiram que a melhor estratgia para a criao dos tribunais ser a aprovao da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 544, de autoria do ex-senador Arlindo Porto, que cria os TRF das 6, 7,8 e 9 regies. A PEC 544 j conta com o apoio do presidente da Cmara dos Deputados, Marco Maiae da Casa Civil


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 9, 2011

    TV BAND Minas ganha reforo...

                                                            Leo Soltz





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 9, 2011

    Convention Bureau de Juiz de Fora tem nova presidente: ANDRIA ROCHA

    Leia-se Victory Hotel
    A diretora executiva do Victory Hotel
    Andria Rocha foi eleita
     presidente do JF Convention Bureau
                                                        
    Hoteleira Andra Rocha assume Presidncia do JFRC&VB Em disputada eleio na noite desta tera-feira,  8 de novembro, no Hotel Green Hill, em Juiz de Fora, a chapa "Todos por Juiz de Fora", liderada pela hoteleira Andra Rocha, foi eleita para a gesto executiva do Juiz de Fora & Regio Convention And Visitors Bureau (JFRC&VB), com 31 votos contra 23 da chapa adversria.

    O JFRC&VB estava h oito anos sob a gesto de um mesmo grupo e a vitria da nova diretoria representa uma grande oportunidade para dinamizar novas aes no trade turstico, aproveitando o importante momento de crescimento econmico da Regio. A hoteleira Andra Rocha, Diretoria Executiva do Victory Business Hotel, 36 anos, natural do Rio de Janeiro, sendo radicada em Juiz de Fora desde a sua infncia. Andra Rocha bacharel em Direito pela Faculdade Vianna Junior (JF) e especialista em Hotelaria pela Faculdade Estcio de S (RJ).

    A nova diretoria do JFRC&VB, consenso da hotelaria local, ainda composta por Vinicius Coelho, Diretor Geral do Ritz Plaza Hotel; Eliseu Valle, scio-proprietrio do Grande Hotel Renascena, alm de outras importantes lideranas do segmento.

    Andra Rocha destaca que aceitou o desafio de integrar a presidncia do JFRC&VB por entender que o momento oportuno para investir no trade turstico, que tem pela frente vrios eventos que vo possibilitar grandes avanos para o segmento.

    "Percebi que o momento de mudanas e tambm de dar visibilidade a outros mantenedores que clamavam por essa renovao", afirmou. A nova diretoria do JFRC&VB se reuniu ontem a noite no Bacco Bar & Restaurante, que funciona em anexo ao Victory Business Hotel, para comemorar a eleio. Hoje a tarde, a diretoria se rene oficialmente para dar incio imediato aos trabalhos.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 9, 2011

    Incentivando o turismo no interior de Minas

    SETUR MG REALIZA ENDURO ESCOLA
    EM SANTANA DO RIACHO

    Projeto desperta conscincia ambiental e turstica em estudantes

    A Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais realiza, nesta quinta-feira (10), a quarta etapa do projeto Enduro Escola, no municpio de Santana do Riacho, no Circuito Turstico Parque Nacional da Serra do Cip. Esta etapa do projeto conta com a participao dos alunos do ensino mdio da Escolas Estaduais Deputado Emlio Vasconcelos e Dona Francisca Josina.

    A quarta etapa do Enduro Escola conta com o apoio do Circuito Turstico Parque Nacional da Serra do Cip, Prefeitura Municipal de Santana do Riacho, Instituto Chico Mendes de Conservao da Biodiversidade e escolas estaduais participantes.

    No prximo dia 23 acontecer, em Ipatinga, no Circuito Turstico Mata Atlntica de Minas, a quinta e ltima etapa do Enduro Escola 2011.

    Enduro Escola

    O Enduro Escola um projeto de recreao esportiva, turismo e educao ambiental idealizado e executado pelo Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Turismo e busca a sensibilizao de adolescentes atravs da prtica do trekking ecolgico(caminhada), alm de incentivar o conhecimento histrico, cultural e ambiental da regio.

    Este ano, a Setur MG realizou as primeiras etapas do Enduro Escola em Brumadinho, Juiz de Fora e So Joo del Rei.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 9, 2011

    Ufa!!!

    Bancada mineira no Congresso decide prioridades de obras
    Deputados federais mineiros discutiram as emendas que vo ser apresentadas ao Projeto de Lei do Plano Plurianual 2012-2015. Ampliao do metr e Rodoanel de BH esto na lista

    A bancada mineira no Congresso Nacional definiu nessa tera-feira as cinco emendas que sero apresentadas ao Projeto de Lei do Plano Plurianual 2012-2015. As propostas incluem a criao da linha do metr de Betim ao Bairro Eldorado, em Contagem, na Regio Metropolitana de Belo Horizonte; a implantao do Rodoanel Norte e Sul para diminuir a intensidade do trnsito no Anel Rodovirio de BH; a ampliao do Aeroporto Internacional Tancredo Neves; a construo de hospitais para atender as macrorregies do estado e a implantao de parques tecnolgicos nas 19 instituies federais e estaduais.

    O Projeto de Lei do Plano Plurianual prev um gasto total de R$ 5,4 trilhes at 2015, 38% superior ao PPA 2008-2011, j com recursos extraoramentrios. Estou convicto de que a presidente Dilma Rousseff (PT) vai resolver todos os gargalos de Minas, ressaltou o presidente do PT, deputado federal Reginaldo Lopes. A bancada mineira se reuniu ontem em Braslia para definir as emendas que sero apresentadas at sexta-feira. Os parlamentares tambm vo dar sugestes ao PPA.

    Base de Dilma define prioridades para obras em Minas
    Dilma anuncia R$ 30 bilhes em obras de transporte urbano

    Entre elas est a pavimentao da BR-367, que atravessa os vales do Jequitinhonha e Mucuri, a duplicao da BR-381 at Governador Valadares e a criao da 6 Regio do Tribunal Regional Federal (TRF), com sede na capital. Alm de incluir algumas prioridades do estado ao PPA, a bancada mineira quer deixar claros alguns pontos do plano, por isso, pretende fazer algumas correes no texto. Queremos, por exemplo, deixar claro que o PPA vai contemplar a requalificao da BR-040 at Juiz de Fora, acrescentou Reginaldo Lopes.

    Apesar de o PPA j contemplar o metr, a linha Betim-Eldorado s recebeu recursos de R$ 15 milhes para o projeto executivo. Os parlamentares mineiros querem o acrscimo de R$ 1 bilho para a execuo da obra. O plano garante recursos para as linhas CalafateBarreiro e LagoinhaSavassi. Outra emenda da bancada de Minas acrescenta R$ 1 bilho para a construo do Rodoanel. importante fazer alas para desafogar o trnsito no Anel Rodovirio, disse o deputado petista. Mais R$ 380 mil seriam reservados construo dos parques tecnolgicos. E R$ 1bilho seria para a ampliao do Aeroporto Internacional Tancredo Neves.

    Prioridades

    Na semana passada, a base da presidente Dilma Rousseff (PT) divulgou a lista de obras e projetos que considera prioritrios para o estado. A lista foi mostrada depois de entidades empresariais reclamarem da falta de coordenao da bancada parlamentar de Minas. O documento apresentado j inclua a duplicao da BR-381, no sentido Vitria, reforma do Anel Rodovirio de Belo Horizonte, duplicao da BR-040 no trecho entre o trevo de Ouro Preto e Ressaquinha e a criao da 6 Regio do Tribunal Regional Federal (TRF) com sede na capital.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 9, 2011

    Foi dado o primeiro passo para que as Defensorias Pblicas de todo o pas possam ter mais recursos . O teto mximo de at 2% das receitas lquidas dos Estados doi aprovado em comisso e vai agora - a partir do dia 22 para votao no plenrio do Senado Federal. Estamos em Braslia cobrindo para nosso blog.

    APROVADA AUTONOMIA ORAMENTRIA PARA DEFENSORIAS PBLICAS

    A Comisso de Assuntos Econmicos (CAE) aprovou, na primeira parte de sua reunio desta tera-feira (8), projeto que visa possibilitar a autonomia das defensorias pblicas estaduais. A proposio (PLS 225/11 - Complementar) tem como finalidade separar o oramento, destinado ao pagamento de pessoal das defensorias, em relao s despesas do Poder Executivo estadual. As defensorias prestam assistncia jurdica gratuita a pessoas sem recursos.

    O projeto muda a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) para reduzir de 49% para 47% da Receita Lquida Corrente (RLC) as despesas do Poder Executivo de cada estado com pessoal. A diferena de 2% passaria a ser o teto da defensoria pblica de cada estado para pagamento de pessoal. Assim, esses rgos deixariam de ter "impedimentos" ao exerccio de sua autonomia, e passariam a ser sujeitos s regras de responsabilidade fiscal, conforme o autor do projeto, senador Jos Pimentel (PT-CE).

    Os Defensores Pblicos, Glauco David de Sousa, assessor para Assuntos Institucionais e Eduardo Generoso, assessor para Assuntos Interinstitucionais e o presidente da Adep/MG, Felipe Soledade esto em Braslia acompanhando a votao do projeto.

    O senador Jos Pimentel, autor do projeto de lei que destiona 2% dos oramentos estaduais para as defensorias pblicas

    Fonte: Agncia Senado (08/11/2011)


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 9, 2011

    Na pauta de hoje: dinheiro do BDMG para a sade

    Comisso de Sade debate financiamento para hospitais

    A Comisso de Sade da ALMG realiza, nesta quarta-feira (09/11), uma audincia pblica para discutir com o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) a abertura de uma linha de financiamento subsidiado para as instituies de Sade do Estado. A reunio ocorre s 9h30, na ALMG, no Plenarinho IV.
    De acordo com o presidente da Comisso de Sade, deputado Carlos Mosconi (PSDB), os hospitais mineiros precisam de uma nova linha de crdito com condies adequadas para refinanciar suas dvidas e desenvolver mais as instituies.
    O problema financeiro o principal desafio dos hospitais de Minas Gerais. Essas entidades precisam de recursos para viabilizar o funcionamento adequado, principalmente no que se refere ao tratamento pelo Sistema nico de Sade (SUS). Os hospitais precisam de juros baixos e maior prazo para quitar o financiamento, disse o deputado Mosconi.
    Convidados. Para debater o assunto foram convidados o secretrio de Estado de Sade, Antnio Jorge Marques; a secretria de Estado de Planejamento e Gesto, Renata Vilhena; o diretor-superintendente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Saulo Marques Cerqueira; e o presidente da Federao das Santas Casas e Hospitais Filantrpicos de Minas Gerais (Federassantas), Saulo Converso Lara.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 8, 2011

    Investindo nos jovens

    Correios e SESI firmam parceria para insero profissional de jovens

    Os Correios e o Conselho Nacional do SESI assinaram, nesta tera-feira (8), um termo de cooperao tcnica de mbito nacional para promover a insero profissional de jovens em situao de vulnerabilidade social, alunos do programa ViraVida, nos quadros de jovens aprendizes e estagirios de nvel mdio da ECT.
    O termo foi assinado na sede dos Correios, em Braslia, pelo presidente da ECT, Wagner Pinheiro de Oliveira, pelo vice-presidente de Gesto de Pessoas dos Correios, Larry Manoel Medeiros de Almeida, e pelo presidente do SESI/CN e idealizador do ViraVida, Jair Meneguelli.

    O programa ViraVida uma iniciativa do Conselho Nacional do SESI que capacita profissionalmente jovens de 16 a 21 anos e busca promover a elevao de sua auto-estima e sua escolaridade. Com a assinatura do acordo, os alunos participaro das selees dos programas de estgio de Ensino Mdio e Jovem Aprendiz dos Correios a partir do prximo ano.

    O Jovem Aprendiz atende mais de trs mil jovens, de 15 a 21 anos, aprovados em seleo pblica. Eles atuam em reas administrativas e nas agncias dos Correios, alm de participar de aulas no SENAI.
    Para Jair Meneguelli, a assinatura do termo tcnico representa um grande avano na empregabilidade do programa, pois sero ofertadas vagas nas 16 cidades onde o ViraVida est implantado. O Sistema S est comemorando mais esta parceria que dar uma oportunidade nica a esses jovens de trabalharem nesta grande instituio, afirma.

    Os Correios se orgulham muito de atuar nesse programa. Como empresa pblica, estamos a servio da populao brasileira, apoiando iniciativas como essa, que contribuem para a construo de uma sociedade justa e inclusiva, o que tem sido o grande objetivo do governo federal nos ltimos nove anos, disse o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro de Oliveira.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 8, 2011

    Mais leitos hospitalares em BH

    Santa Casa de BH inaugura mais 40 leitos de UTI

    A Santa Casa de Belo Horizonte inaugurou, nesta tera-feira (08/11), a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Jenny de Andrade Faria. A nova UTI possui 40 leitos com equipamentos avanados para o tratamento de ps-operatrio. Ao todo, a instituio passa a contar com 130 leitos de terapia intensiva destinados aos pacientes do Sistema nico de Sade (SUS)

    Para o presidente da Frente Parlamentar de Apoio s Santas Casas de Misericrdia, Hospitais e Entidades Filantrpicas na rea da Sade de MG, deputado estadual Carlos Mosconi (PSDB), a nova unidade intensiva representa mais um compromisso que a Santa Casa de Belo Horizonte tem com a populao.

    Com a grande demanda por atendimento de alta complexidade no Estado, a Santa Casa de BH est oferecendo mais condies para que o paciente se recupere em um leito com adequao tecnolgica e com mais humanizao, explicou Mosconi, que tambm presidente da Comisso de Sade da ALMG.
    De acordo com o superintendente-geral do hospital, Dr. Porfrio Andrade, as obras vo continuar. A nossa meta chegar a 170 leitos de CTI at abril de 2012. Seremos uma das maiores instituies com tratamento intensivo da Amrica Latina, garante Andrade.

    Doao. A nova UTI custou cerca de R$ 8 milhes e foi viabilizada com recursos da instituio e com uma doao do Dr. Aloysio Faria, que proporcionou a aquisio dos modernos equipamentos. O nome da UTI uma homenagem me do mdico benfeitor.

    Os novos 40 leitos consolidam o projeto da Santa Casa, iniciado em dezembro de 2009, o Mil leitos SUS. Hoje, o hospital trabalha com 1.045 leitos. Entre vrias autoridades, participaram do evento o secretrio municipal de Sade, Marcelo Teixeira; o provedor da Santa Casa de BH, Saulo Coelho; e o presidente da Federassantas, Saulo Lara.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 8, 2011

    Perfil Propaganda de BH finalista do Prmio Internacional El Ojo

    A Perfil 252 est entre os finalistas do 14 Festival Internacional El Ojo de Iberoamerica, que rene os melhores profissionais do mundo do marketing, da comunicao e do entretenimento. No total, 199 trabalhos provenientes de agncias e empresas brasileiras chegam disputa final por trofus, contra 175 da Argentina, segundo pas com mais peas finalistas.

    Na edio de 2011, a Perfil252 concorre nas categorias Design, Press e Produo Grfica / Melhor Direo de Arte com as peas Street Dance, "Fale por Ela" e Qu Tienes En La Cabeza, respectivamente. Na categoria Design, tambm concorrem s agncias mineiras Greco Design e Estao Primeira de Design.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 8, 2011

    Na poltica, tsunami vista...

    Sinal de alerta

    bom que a classe poltica se ajoelhe
    e encoste os ouvidos no cho para escutar
    os rudos e rumores que vm das ruas.
    Por enquanto um emaranhado de pequenas ondas,
    mas que podem se tornar verdadeiro tsunami...

    Texto: Wagner Gomes
    Envie seu comentrio


    Foi dado o pontap inicial na onda de protestos no Brasil. A massa humana que saiu s ruas, notadamente em Braslia, nos dias 12 e 15 de outubro, foi significativa, o suficiente, para servir de alerta quanto ao fato de que a populao no est nada contente com a pecha de corrupo associada grande parte de nossa classe poltica. Na campanha presidencial de 1960 essa mesma vassoura que, empunhada pela massa, hoje assombra o poder dominante representado pelo governo e pela oposio , tambm foi emblemtica na escalada irresistvel de Jnio Quadros, que, ao us-la como smbolo de sua campanha, impulsionada pelo jingle Varre, varre, vassourinha, incendiou o pas.

    Aditivado pelas redes sociais, revelia de todos os polticos e margem dos meios de divulgao, esse movimento acompanha uma tendncia mundial vide primavera rabe e occupy Wall Street de protestos e comea a ganhar corpo por aqui. bom que a classe poltica se ajoelhe e encoste os ouvidos no cho para escutar os rudos e rumores que vm das ruas. Por enquanto apenas um emaranhado de pequenas ondas (uma marolinha?), mas que podem se tornar em verdadeiro tsunami, tamanha a indignao, por tudo o que hoje ocorre, sem o menor pudor ou disfarce. A corrupo desenfreada, uma reforma poltica que s enxerga o interesse dos partidos, sem ouvir a populao; uma briga sem sentido pelos royalties do petrleo, que pertencem a toda a nao, eis que sua extrao se realiza a centenas de quilmetros da costa, em reas federais, sem qualquer investimento estadual, so fatores que irritam a todos ns, sem falar de uma reforma tributria que atenue uma das mais injustas e altas incidncias de impostos sobre o assalariado no mundo globalizado.

    Tudo, hoje, gerado no mundo poltico, por ele manipulado em benefcio prprio, de tal sorte que a impunidade que se alastra encontra, at mesmo na prpria legislao, pasmem, brechas que protegem uns poucos privilegiados de responder por seus atos, amparados em desvirtuada imunidade parlamentar. Esses protestos, embora, ainda, no atinjam as dimenses dos movimentos Diretas J e Fora Collor, que reuniram grandes multides em seus pices, j fazem com que a maioria da classe poltica se d conta de que muitas posies que est a patrocinar mostram-se indefensveis, moralmente, aos olhos dos eleitores.

    Os participantes dos protestos iniciados no 7 de setembro evoluram para um contingente maior nos dias 12 e 15 de outubro na capital do pas e se alastraram para alm de Braslia, atingindo diversas capitais, para pedir o fim, dentre tantas mazelas, do voto secreto no congresso e a aplicao da Ficha Limpa. A multido est empunhando nova bandeira, ostentando a verdadeira liberdade, sem tutelas. O povo, ao no permitir a presena de polticos nessas manifestaes, traz tona uma nova forma de sarcasmo, intrinsecamente presente no movimento, atravs do desprezo a eles devotado. como se o brasileiro, de repente, resolvesse exercitar aquilo que Paulo Freire, um dia, denominou como pedagogia da indignao. Ainda no se sabe, nem se pode prever, que dimenso tudo isso ir assumir, mas, seguramente, algo de novo est acontecendo e sendo gerado no ventre fecundo da sociedade brasileira.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 8, 2011

    Na agenda


    NOVIDADES DO SETOR DE METAL-MECNICA
    PODERO SER CONFERIDAS NA MEC MINAS 2011
    Feira reunir mais de 20 mil pessoas e deve gerar R$ 200 milhes em negcios

    De hoje a sexta-feira, dia 11/11), de 15 as 21 horas, no Expominas, ser realizada a 9 MecMinas Feira de Indstria Mecnica de Minas Gerais considerada uma das maiores feiras do seguimento.

    Centenas de expositores nacionais e internacionais iro compor a feira, apresentando equipamentos, produtos, servios, inovaes e tecnologias para a indstria mecnica, como: Aos Vic, Arotec, Astro Tecnologia, Atual Ferramentas, Bener, Braffemam, Calfran, Centro Soldas, CurvaTub, DebMaq, Fobrasa, Hidrauluc, Megga, e Panasonic.

    Segundo Marco Antnio Cunha, organizador do evento: A MecMinas d oportunidade para que fornecedores se encontrem e apresentem seus portiflios e lanamentos tanto para exportao como para importao.

    A Minasplan investiu R$ 900 mil na realizao da feira, que tem o patrocnio da Totvs, e conta com apoio do Governo de Minas Gerais, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econmico e Social (BNDES), do Ministrio do Desenvolvimento, Indstria e Comrcio Exterior, etc.

    Cenrio
    Minas Gerais apresenta uma indstria mecnica eficiente e lucrativa, sendo um dos estados que mais se destaca nesse setor da economia brasileira. Pela 4 vez consecutiva Minas apresentou um crescimento maior que a mdia nacional, reflexo da alta na exportao de minrio de ferro, dos setores de celulose e papel e de veculos automotores.
    Dados da Confederao Nacional da Indstria (CNI) apontam crescimento real do setor de produtos de metal de 24,6% entre agosto de 2010 e 2011.

    O evento ser realizado simultaneamente ao 1 Frum Nacional de Logstica.
    Servio:
    MecMinas Feira de Indstria Mecnica Brasileira
    Data: 08 a 11 de novembro de 2011
    Local: Expominas: Av. Amazonas, 6030, Gameleira.
    Horrio: 15 s 21 horas
    Informaes: (31) 3371-3377
    Site: www.mecminas2011.com.br/

    1 FRUM NACIONAL DE LOGSTICA SER EM BH

    Nas prximas quarta e quinta-feira (09 e 10/11), a capital mineira ser palco do 1 Frum Nacional de Logstica, a partir das 14 horas, no Expominas. O evento pretende debater com todos os agentes da Supply Chain, os aspectos importantes, os fatores prioritrios, os gargalos e as oportunidades para o estabelecimento de uma logstica eficaz.

    O frum contar com a presena de doze especialistas do setor logstico nacional, e o principal foco das palestras a discusso de temas de interesse dos setores pblico e privado, no que tange s condies empresariais da logstica e que influenciaro na competitividade e no desenvolvimento do pas e do estado de Minas Gerais nos prximos anos.

    A abertura ser feita por Carlos Meles, Secretrio de Transportes e Obras Pblicas de Minas Gerais, as 15h30, e em seguida comearo as palestras.


    Palestras
    Dia 9 quarta-feira
    15h45: Crescimento ou retrao econmica, com Alexandre Oliveira, diretor da CEBRALOG.
    16 horas: Plataforma Logstica Multimodal de Transportes da RMBH, com Paula ANDRADE, Diretora de Logstica e Modais da SEDE.
    17h45: A Copa do mundo em Minas Gerais: desafios e oportunidades, com Eder S Alves Campos, Gerente Adjunto do Projeto Estruturador Copa 2014.
    18h15: Logstica Reserva e Sustentabilidade: uma Equao Vivel, com Adalberto Penzan, Presidente da ADS Micrologstica e do Projeto Participe & Recicle.
    19h45: Projeto Aeroporto Indstria, com Danilo Colares, Superintendente da SEDE.
    20h30: Riscos e Responsabilidades nos Procedimentos Aduaneiros, com Frederico Pace, Presidente do Conselho de Logstica e Portos da ACMinas.


    Dia 10 quinta-feira:
    15h15: Sistema Integrado de Monitoramento e Registro Automtico de Veculos - SIMBRAV, com Wanderley Sigali, da GRISTEC.
    16 horas: Sustentabilidade: oportunidades e tendncias, com Ricardo Fogos, Chefe do Departamento Comercial de Encomendas dos Correios.
    17h15: RFID Aplicada a Logstica, com Mac Nelson, do Instituto de Desenvolvimento Logstico IDEL.
    18 horas: V Encontro da Logstica CRA/MG Case Martins, com Genivaldo Tavares, Gerente de Logstica da Martins.
    19h30: Novo Perfil da Frota Brasileira de Caminhes, com Alex Barbosa, da Petrobrs.

    O Frum uma realizao da Minasplan, empresa que atua na rea de eventos h 25 anos.

    O evento ser realizado simultaneamente MECMINAS - Feira da Indstria Mecnica.

    Servio:
    1 Frum Nacional de Logstica
    Data: 09 e 10 de novembro de 2011
    Local: Expominas: Av. Amazonas, 6030, Gameleira.
    Horrio: 14 s 21 horas
    Inscries: R$ 450,00
    Informaes: (31) 3371-3377
    Site: www.forumlogistico.com.br

    Primeiro Plano Comunicao ( (31) 3234-0714


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Novembro 7, 2011

    Hoje noite posse do CEPO no plenrio da Assemblia de Minas

    POSSE do CEPO, hoje segunda-feira, dia 7 de novembro,
    20:00 no plenrio da Assemblia Legislativa de Minas.
    O governador Antnio Anastasia confirmou presena.


    O CEPO foi recebido pelo governador Anastasia
    e o vice Alberto Pinto Coelho no Palcio Tiradentes,
    em maro deste ano - quando foi feito e aceito o convite
    para a posse da nova diretoria.

                                                                  Confira as fotos.
     


    Governador Anastasia
    que confirmou presena dia 7
    na posse da nova diretoria
    e o presidente do CEPO,
    Carlos Lindemberg


        
       

       
       

       

       

       

        
    Diretoria Ceppo




    Presidente: Carlos Lindenberg
    Vice-Presidente Administrativo e Financeiro: Mrcio Doti
    Vice-Presidente de Comunicao e Eventos: Manoel Fagundes Murta
    Primeiro Secretrio: Eduardo de vila
    Segundo Secretrio: Maurcio Campos Wanderley Reis
    Primeiro Tesoureiro: Acir Anto
    Segundo Tesoureiro: Srgio Moreira
    Diretor de Expanso: Joo Carlos Amaral
    Diretor Social: Jadir Barroso
    Primeiro Suplente: Fbio Reis
    Segundo Suplente: Eujcio Silva
    Terceiro Suplente: Luiz Carlos Bernardes

    Conselho Fiscal

    Flvio Pena
    Sueli Cotta
    Chico Brant

    Primeiro Suplente do Conselho Fiscal: Valria de Arajo Rodrigues
    Segundo Suplente do Conselho Fiscal: Orion Teixeira
    Terceiro Suplente do Conselho Fiscal: Lcio Braga 

    Representante do CEPO junto Cmara Municipal de BH, Walter Freitas.
      
     



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Novembro 7, 2011

    Artigo Especial




    Jornalista precisa de diploma

    Clsio Andrade*



    O jornalismo tem sido chamado, ao longo do tempo, como o quarto poder e inegvel que a liberdade de imprensa um dos pilares bsicos de qualquer regime democrtico. Nada mais coerente, portanto, que se exija formao adequada dos jornalistas para que exeram esse poder e que a imprensa livre, tica e responsvel assegure a democracia.

    isso que pretende a Proposta de Emenda Constitucional n 33, prestes a ser votada pelo Senado Federal, tornando privativa de portador de diploma especfico a profisso de jornalista. A emenda tende a ser aprovada por unanimidade, tal o consenso que se percebe entre os senadores.

    De administrador a zootecnista, so 63 as profisses regulamentadas no Brasil, entre as quais as de artista, atleta de futebol, massagista, peo de boiadeiro, pescador, repentista, motoboy, guardador de veculo, garimpeiro. A de jornalista, porm, deixou de s-lo a partir de uma deciso do Supremo Tribunal Federal, em uma demanda entre a representao classista das empresas de comunicao e a dos jornalistas.

    O Supremo, na realidade, entendeu que a Constituio de 1968 no recepcionou o Decreto Lei 972, editado em 1969 pela Junta Militar que governava o Brasil, sob a gide do Ato Institucional n 5. At esse pecado de origem, ter sido editado em um regime ditatorial, foi utilizado para eliminar a exigncia do diploma para o profissional do jornalismo.

    As principais razes que embasaram a deciso do Supremo, porm, foram a de que as garantias de liberdade de expresso e pensamento inscritas na atual Constituio conflitam com a existncia de condicionantes para que se exera a profisso de jornalista.

    Acontece que o jornalista no um mero escritor de opinies. Ele , preponderantemente, um profissional dotado de conhecimento e tcnica para apurao e anlise dos fatos, sobre como exp-los e com capacidade para avaliar as conseqncias do que escreve e como escreve. Para isso mesmo que obrigatoriamente as escolas de jornalismo ministram a matria tica e Legislao dos Meios de Comunicao.

    Com a aprovao da PEC 33, o Congresso Nacional estar servindo a sociedade garantindo-lhe mais qualidade e iseno na informao. E, ainda, dando segurana jurdica para os milhares de estudantes de jornalismo que freqentam as mais de 500 escolas de Comunicao espalhadas por todo o Brasil e que se frustraram com o fim da regulamentao da profisso que pretendem abraar.

    A elevao da profisso de jornalista ao status constitucional uma homenagem liberdade de imprensa e de expresso, ao tempo em que evita a precarizao das relaes trabalhistas e resgata a dignidade dos profissionais do jornalismo.

    *Senador Clsio Andrade, presidente da Confederao Nacional do Transporte (CNT)







                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Novembro 7, 2011

    Montes Claros vai ter Teatro e Estdio - o Moco...

    O Prefeito Luiz Tadeu Leite concedeu entrevista
    para representantes da imprensa de Montes Claros.

    Dentre os temas abordados, os de maior destaque foram a construo do Estdio do Moco e o Teatro Municipal dentro de um mesmo projeto. A proposta consiste em conceder um tero do terreno da Praa de Esportes a empresrios para construo de empreendimento privado, cuja contrapartida ser construir o Moco, no Bairro Delfino Magalhes, com capacidade para quinze mil pessoas, um Teatro Municipal em local a definir para 400 a 500 pessoas e revitalizao total do restante da Praa, compreendendo as piscinas, quadras e o ginsio Darcy Ribeiro.

    O prefeito afirmou com o empreendimento, o Moco e o Teatro devem ficar prontos at agosto de 2012. O projeto possibilita ainda que a cidade possua mais vagas de estacionamento no Centro e um terminal rodovirio urbano. Como o espao arborizado, foi explicado que tudo seguir de acordo com a legislao ambiental vigente e com possveis transplantes de rvores e sacrifcio somente sero feitos em ltimo caso e com a devida liberao dos rgos ambientais.

    Obras em andamento - miniginsio do Cristo Rei; Alameda Ibituruna; padronizao de caladas no centro da cidade; Unidades Bsicas de Sade da Vila Campos e Bairro Tancredo Neves; Parque Guimares Rosa, que ser transformado em Jardim botnico; Parque dos Canelas como rea de preservao ambiental; Estdio no bairro Joo Botelho, que ser chamado de Nilson Espoleto, com capacidade para 3.000 pessoas; Cemitrio Norte em andamento em regime de urgncia; e concesso de uso da praa central do cemitrio Jardim da Esperana para construo de crematrio e prdio com verticalizao de tmulos de at vinte andares.

    Aterro Sanitrio Foi informado aos jornalistas que a empresa Revita dever construir Aterro Sanitrio dentro das normas ambientais em Montes Claros, j que hoje comporta-se como Aterro Controlado.
    Terreno da Alpargatas As questes que envolviam a concesso do terreno para implantao da indstria j esto solucionadas e o presidente do grupo tem pretenso de concluir as obras em meados de 2012, no mximo.
    Segurana - Foram liberados pelo Ministrio da Justia R$178 mil (cento e setenta e oito mil reais) para aquisio de quatro motocicletas, dois automveis e aparelhos de comunicao para melhorar o trabalho da Guarda Municipal, sob a coordenao da Secretaria de Defesa Social

    Destaque na economia - Montes Claros foi mencionada como a cidade que permanece, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) em terceiro lugar como empregadora no estado de Minas Gerais, atrs somente de Belo Horizonte e Juiz de fora. A cidade foi citada em revista de circulao nacional como uma das economias pulsantes no interior do Brasil. Isto tudo s demonstra o grande momento econmico que estamos vivendo. Gerao de emprego e renda sempre foi um dos pilares desta administrao, afirmou o chefe do executivo.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Novembro 6, 2011

    Na hora certa!!! Nesta segunda-feira, 10 da manh no Salo Nobre da Assemblia de Minas.





                        Caf parlamentar
                        discute renegociao
                        da dvida com a Unio

                       

                       Deputado Dinis Pinheiro (PSDB),
                       presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. 
                       Foto Guilherme Bergamini/ALMG

    A instalao de uma Comisso Extraordinria para estudo das propostas de renegociao da dvida pblica de Minas Gerais tema de debate na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, na segunda-feira (7/11/11), s 10 horas. O presidente da Assembleia, deputado Dinis Pinheiro (PSDB), receber autoridades e representantes da sociedade civil para um caf parlamentar no Salo Nobre. Para o presidente, necessrio unir o Estado em torno de uma proposta que evite o estrangulamento das finanas de Minas e a inviabilizao do investimentos estaduais.

    mais um passo da Assembleia na luta pela reviso do acordo da dvida, que est hoje em R$ 64 bilhes. Desde 2009, o montante da dvida j cresceu 14,75%, apesar de Minas pagar R$ 4 bilhes anuais ao Governo Federal, apenas em juros. O crescimento vertiginoso deve-se, entre outros fatores, ao ndice adotado para correo monetria, o IGP-DI. Somado aos juros fixados em contrato, de 7,5% ao ano, o ndice de correo chegou a quase 20% em 2010. O que se pretende substituir o IGP-DI pelo IPCA, o que poderia proporcionar uma economia de R$ 42 bilhes at 2028, mantidas as condies econmicas vigentes at 2010.

    Para o presidente da Assembleia, absurdo que os Estados sejam obrigados, atualmente, a destinar um volume to grande de recursos para o pagamento dos juros da dvida com a Unio. "Isso sufoca os oramentos dos estados, ao mesmo tempo que ajuda a Unio a apresentar folgados saldos em suas contas, custa da prtica de verdadeira agiotagem em relao aos governos estaduais", afirma Dinis Pinheiro. Para o deputado, o recurso deveria ser destinado a um fundo de combate pobreza, proposta que apresentou em encontro do Colegiado de Presidentes de Assembleias Legislativas, em junho.

    Em agosto de 2011, um outro passo da Assembleia nessa luta foi a instalao da Frente Parlamentar em Defesa da Renegociao da Dvida Pblica, coordenada pelos deputados Adelmo Carneiro Leo (PT) e Carlin Moura (PCdoB). A Frente mostrou a unidade e o empenho dos deputados na defesa dos interesses do Estado, independente de posies individuais ou partidrias.
    Agora, o presidente da Assembleia convida representantes do Congresso Nacional, do Governo do Estado, sindicatos e universidades para apresentarem suas propostas, que sero avaliadas pela Comisso Extraordinria a ser instalada pelo Parlamento mineiro. O empenho de Minas e de outros estados para que se evite uma demora ainda maior nessa renegociao e sua vinculao discusso da reforma tributria. "Os estados e a sociedade no podem esperar mais por essa reviso", afirmou o presidente.

    Participam do caf parlamentar, entre outros, a secretria de Estado de Planejamento e Gesto, Renata Vilhena; o presidente do Tribunal de Justia, desembargador Cludio Costa; o presidente da Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Olavo Machado; o presidente da Associao Mineira de Municpios (AMM), ngelo Roncalli; o presidente da Federao do Comrcio de Bens, Servios e Turismo do Estado de Minas Gerais, Lzaro Gonzaga; o deputado federal Gabriel Guimares (PT-MG); o conselheiro do Tribunal de Contas de Minas Gerais Sebastio Helvcio; e o presidente da CUT Minas, Marco Antnio de Jesus.







                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Novembro 6, 2011

    Nmeros da FIEMG

    Indstria perde fora
    e empresrios ficam menos otimistas




    Produo, emprego e utilizao da capacidade instalada esto em queda na indstria mineira, segundo aponta a Sondagem Industrial da Fiemg referente ao ms de setembro, divulgada hoje. A produo caiu 7,9 pontos, passando de 54 para 46,1 pontos. J o emprego caiu de 50,5 pontos, em agosto, para 48,9, enquanto a utilizao da capacidade instalada despencou de 47 para 41,4 pontos (valores abaixo de 50 pontos indicam evoluo negativa da varivel).

    O resultado ainda mais desanimador entre as grandes empresas, que sentem com mais intensidade os efeitos do quadro econmico atual. Nelas, a utilizao da capacidade caiu de 47,4 para em 32,9 pontos, e a produo desabou de 55,3 para 35,7 pontos. "So as grandes empresas que possuem uma grande parte de seu faturamento e de sua produo voltada para o mercado externo", explicou o gerente de Economia da Fiemg, Guilherme Leo. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica (IBGE) j mostraram que as exportaes caram em setembro em relao a agosto.

    Com as vendas caindo, as empresas terminaram o ms de setembro com os estoques acima do planejado. O indicador atingiu 53,9 pontos, contra em 52,7 em agosto.

    Em um balano geral do terceiro trimestre, os empresrios esto insatisfeitos com a margem de lucro, que diminuiu de 44,9 para 43,9 pontos, e com a situao financeira (a satisfao passou de 51,7 para 47,8 pontos). E continuam reclamando da carga



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Novembro 6, 2011

    Deputados estaduais foram ver como esto as obras do Mineiro para a Copa 2014



    Osvaldo Afonso/Secom MG
    Agostinho Patrus Filho, Clio Moreira e Sergio Barroso
    Agostinho Patrus Filho, Clio Moreira e Sergio Barroso


    BELO HORIZONTE (04/11/11) - O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado Extraordinria da Copa, e o consrcio Minas Arena receberam, na nesta sexta-feira (4), no Mineiro, representantes da Comisso de Transporte, Comunicao e Obras Pblicas da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. O objetivo foi conhecer o trabalho in loco uma vez que essa foi a primeira visita da comisso s obras do estdio e obter informaes sobre cronograma, etapas e concluso.



    Atualmente, cerca de 1,5 mil empregados trabalham para erguer o novo Mineiro. De acordo com o secretrio de Estado Extraordinrio da Copa, Sergio Barroso, as obras se encontram 100% em dia e o Mineiro estar pronto para a prtica de esportes em dezembro de 2012. "Fizemos um planejamento eficiente que considera no s as obras, mas a operacionalidade do estdio. So duas frentes diferentes, que aqui esto sendo planejadas e executadas para que a bola role, efetivamente, assim que o Mineiro for entregue", relatou Barroso.



    O secretrio de Estado de Turismo, Agostinho Patrus, tambm esteve presente durante a visita. Para ele, o novo Mineiro ser mais um atrativo turstico da capital mineira. "Alm de ser o principal palco do cenrio esportivo mineiro, o novo Mineiro servir tambm como uma arena multiuso para shows e espetculos de diversas modalidades e tambm ser um dos principais pontos tursticos da capital mineira. Juntamente com o conjunto da Pampulha arquitetado por Oscar Niemeyer, ser um local de destaque para todo o turista nacional e internacional", afirmou o secretrio.



    Os deputados Clio Moreira, autor do requerimento, e Adalclever Lopes, presidente da comisso, puderam ver o estgio atual das obras, com o avano nos trabalhos internos e externos de fundao e a instalao de pr-moldados no setor Norte da esplanada. "Estou muito satisfeito com o que vi, tanto em relao ao andamento das obras, que se encontram em dia, assim como as questes de sustentabilidade, como o aproveitamento da gua de chuva, a captao de energia solar pela nova cobertura", comentou Clio Moreira, que preside a Comisso de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.



    Para o deputado Adalclever Lopes, a visita gerou uma "surpresa positiva". "Os trabalhos esto realmente adiantados e ns vamos continuar acompanhando as obras no Mineiro, assim como as obras do entorno do estdio. O nosso objetivo oferecer a melhor recepo para os turistas durante as Copas da Confederaes da Fifa 2013 e Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014", disse Lopes.



    Uma obra em trs etapas
    A modernizao do Mineiro foi planejada em trs etapas. Na primeira, de 25 de janeiro a junho de 2010, foram feitos reparos estruturais das vigas de sustentao do estdio. O custo foi de R$ 8,2 milhes, investidos pelo Governo de Minas. Na segunda etapa, de 26 de junho a 20 de dezembro de 2010, foi realizada a demolio de parte da arquibancada inferior e da geral, alm de rebaixamento do gramado em 3,4 metros, com recursos de R$ 3,5 milhes, tambm do Governo de Minas.



    Atualmente, as obras se encontram na terceira e ltima etapa, considerada a mais complexa. Com o custo de R$ 654,6 milhes, com recursos da empresa Minas Arena, constituda pelas construtoras Construcap S.A. Indstria e Comrcio, Egesa Engenharia S.A. e Hap Engenharia Ltda, esta etapa consiste em adequar o estdio ao mais alto padro de qualidade estabelecido pela Fifa. A etapa teve incio em 21 de dezembro de 2010 e tem fim em 21 de dezembro de 2012.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Novembro 6, 2011

    Oportunidade!!!

    Cemig abre 379 vagas para estgio
    Inscries comeam nesta segunda e h oportunidades para nveis superior e tcnico

    A partir desta segunda (7/11) comeam as inscries para o Programa de Estgio Cemig 2012. H 379 vagas (219 para nvel superior e 160 para nvel tcnico). No total, 28 cidades participaro da seleo. O processo seletivo ser conduzido pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL)

    As inscries e as provas sero realizadas apenas pela internet, no site www.estagioiel.com.br, que pode ser acessado a partir desta segunda-feira. Os estudantes que forem aprovados no teste on-line tero o histrico acadmico avaliado. Aps estas etapas, sero encaminhados trs candidatos por vaga para entrevista na Cemig.

    Para o estgio de nvel superior, o candidato deve ter previso de formatura entre dezembro de 2012 e dezembro de 2013. O valor da bolsa neste caso ser de 1,4 salrio mnimo. O de nvel tcnico deve ter previso de formatura para dezembro de 2012 ou j ter terminado o curso e precisar de estgio obrigatrio. O valor da bolsa ser de 1,1 salrio mnimo.

    Tanto para estgio de nvel superior quanto para o de nvel tcnico, a carga horria ser de quatro horas dirias (de segunda a sexta) e o contrato ter durao de 10 meses. O candidato deve morar na cidade onde o estgio ser realizado, exceto se residir dentro Regio Metropolitana de Belo Horizonte. Em ambos os casos ser oferecido vale transporte. Os aprovados comeam o estgio em fevereiro do ano que vem.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 4, 2011

    EM SAMPA. Casamento em alto estilo no elegante bairro do Morumb em So Paulo. luz de velas RIKA e RICARDO tiveram uma bela cerimnia no sofisticado Espao Contemporneo da capital paulista. Os pais da noiva Valria Regina SantAnna Di Lello e o diretor de energia da Andrade Gutierrez, Henrique Di Lello e do noivo ( o casal Vnia Aparecida Contesini Francisco e Airton Antonio Francisco) reuniram familiares e amigos(as) num espao com arquitetura moderna, clean e aconchegante - o Espao Contemporneo,que fica na avenida Morumb 8.076 - pelo caminho a espetacular ponte estaiada, um dos novos smbolos da pujana da engenharia pauliusta, prximo sede da Rede Globo. A noite de lua, clima friozinho para paulista nenhum botar defeito, o casrio foi um evento de bom gosto, sofisticao e de muita emoo pairando no ar. Espao ocupado por mais de 400 convidados distribudos confortavelmente pelos lofts, sales e rea arborizada com p direito de 4 metros de altura. Canaps deliciosos, champgne e usque circularam em profuso. Tudo arrematado por um jantar base de massas, carnes e peixes. Sobremesa de alto nvel - atendimento dem. E para fechar com chave de ouro, s quase cinco da manh, o carismtico cantor SIDNEY MAGAL fez a delcia dos convidados de todas as idades. Show surpresa, nota 1000. O nosso amigo, Henrique Di Lello, discreto, se divertia ao ver e sentir a alegria geral que tomou conta do salo. Parecia uma cena saida de uma obra de Gabriel Garcia Marques - de quem o Henrique e eu, claro, somos fs incondicionais. O show pode ser definido como uma momento de "realismo fantstico". Bem, abaixo algumas fotos que fiz na recepodo casrio. Um pequeno presente que eu e minha mulher, a decoradora Cida Amaral oferecemos ao novo casal rika e Ricardo. ATENO: nos prximos dias darei fotos oficiiais do casamento, que esto na sesso de capricho da equipe que cobriu o belo evento nupcial. *CLIQUE nas fotos menores para ampli-las.














    O cantor Sidney Magal
    fechou em grande estilo
    a memorvel noite de festa
     do casamento de rika e Ricardo
    em Sampa























                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 4, 2011

    Prazo longo. Juro baixo

    Circuito BDMG de Inovao chega a Belo Horizonte
    Banco divulga linhas de financiamento para inovao com prazos longos e juros baixos


    Com o objetivo de divulgar novas linhas de financiamento, o Circuito BDMG de Inovao chega a Belo Horizonte na prxima segunda-feira (7/11). Fruto de uma parceria entre o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais e o Fundao de Amparo Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig), o Circuito apoia projetos de desenvolvimento ou implementao de inovao de produtos e servios.

    A equipe do BDMG j esteve em Santa Rita do Sapuca, Itajub, Viosa e Juiz de Fora, e estar, ainda, em Uberlndia, Uberaba e na capital mineira. Nessas cidades, foram oferecidas linhas de financiamento com juros baixos e prazos longos a empresas de personalidade inovadora. Desta forma, contribui-se para o fortalecimento das empresas mineiras na busca da competitividade e sustentabilidade da economia do estado.

    Todos os projetos so submetidos a um comit tcnico, constitudo por representantes do BDMG, da Fapemig e convidados, que vai julgar se eles contribuem para o lanamento de novos produtos ou servios inovadores de alto valor no mercado. Podem ser financiados obras civis, mquinas e equipamentos, mveis e utenslios, veculos, instalao e montagem, informatizao, desenvolvimento tecnolgico, pesquisa e desenvolvimento, licenciamento ambiental e capital de giro associado. O Pr-Inovao tambm financia investimentos intangveis, tais como consultoria, marketing, design, tecnologia, certificaes, treinamentos, entre outros.

    At agora foram analisados pelo comit tcnico 48 projetos e, destes, 22 foram aprovados, o que significa R$ 19,7 milhes em financiamentos. Deste valor j foi desembolsado R$ 2.744.829,52 para quatro empresas.

    O Circuito BDMG de Inovao ser realizado nesta segunda-feira (7/11), a partir das 8h30, na antiga sede da Fiemg (Avenida do Contorno 4520, auditrio do 1 andar, Funcionrios, Belo Horizonte). A inscrio gratuita e deve ser feita pelos telefones 3263-4775 / 4390 / 4391 ou pelo e-mail financiamento@fiemg.com.br.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 4, 2011

    De olho nas obras do Mineiro para a Copa de 2014





    Deputados verificam andamento
    da reforma do Mineiro



    Deputados da Comisso de Transporte, Comunicao e Obras Pblicas da Assemblia Legislativa de Minas Gerais fizeram, nesta sexta-feira (4/11/11), nova visita s obras do estdio Mineiro, em Belo Horizonte. Requerida pelo deputado Clio Moreira (PSDB), o objetivo da visita foi conferir o andamento dos trabalhos e receber mais informaes da direo da sociedade de empresas responsvel pela reforma, o Consrcio Minas Arena.

    Os parlamentares presentes se disseram satisfeitos com o fato de o cronograma estar sendo cumprido rigorosamente. Atualmente 1,5 mil operrios trabalham diretamente no canteiro de obras, mas esse nmero, de acordo com o presidente do Minas Arena, Ricardo Barros, vai subir para 2,2 mil em maro de 2012. Ao todo, sero investidos R$ 654 milhes na reforma do estdio. O Minas Arena ter o direito de explorar o Mineiro por 25 anos, com a venda de camarotes, espaos publicitrios, aluguel de lojas e outras fontes de renda.

    Tambm presente visita, o secretrio de Estado extraordinrio da Copa do Mundo, Srgio Barroso, ponderou que a expectativa de sediar a abertura da Copa foi compensada pela possibilidade de realizao de dois jogos do Brasil no Mineiro.

    Caso avance na competio, a seleo brasileira far no estdio um jogo pelas oitavas de final e outro pela semifinal. Ele destacou que o Mineiro ser palco no apenas para jogos de futebol, mas ter estrutura para receber shows musicais e eventos religiosos. Ele mencionou tambm uma nova atrao turstica para a cidade, que ser o Museu do Futebol, um espao na rea externa do Mineiro que vai conter objetos, fotos e material audiovisual contando a histria do futebol mineiro e brasileiro.

    Sustentabilidade - Como presidente da Comisso de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel, Clio Moreira buscou informaes tambm sobre os aspectos ligados preservao ambiental. Ele foi informado, por exemplo, de que as rvores cortadas no antigo estacionamento do estdio no viraram carvo: foram doadas a artesos mineiros que transformaro a madeira em obras de arte.

    Moreira tambm destacou o fato de o Mineiro utilizar a energia solar em parte de seu consumo e o sistema de captao de gua da chuva, que vai ajudar na irrigao do gramado.
    J o presidente da comisso, deputado Adalclever Lopes (PMDB), alertou para a importncia de que a rede hoteleira nas proximidades do estdio tambm esteja pronta para receber os turistas que viro a Belo Horizonte tanto para a Copa do Mundo quanto para a Copa das Confederaes, em 2013. Ele lembrou a carncia de leitos na Capital mineira e disse que vai tentar agendar uma reunio com as construtoras que esto tocando essas obras, para se informar sobre os cronogramas de entrega dos empreendimentos.

    A visita da comisso foi acompanhada tambm pelo secretrio de Estado de Turismo, Agostinho Patrus Filho; pelo gerente de Projetos da Copa, Eder Campos; e pelo diretor-geral do Departamento Estadual de Obras Pblicas (Deop), Gerson Carvalho.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 4, 2011

    Turismo



    SECRETRIO DE ESTADO DE TURISMO
    QUER INCENTIVAR A INDSTRIA CRIATIVA
    NO TURISMO MINEIRO

    O secretrio de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, afirmou, na manh desta quinta-feira (03), durante abertura do seminrio Belo Horizonte de portas abertas para o mundo, que a partir do prximo ano, o Minas Criativaser um dos projetos estratgicos do Governo de Minas. O projeto tem como foco integrar os setores criativos emergentes, buscando a formao de um sistema capaz de conferir maior valor econmico aos servios e bens culturais e tursticos e produzidos em Minas.

    O secretrio ressaltou que, cada vez mais, o turista procura um destino autntico, verdadeiro, com possibilidade de trocas culturais e interao, e destacou a vocao do Estado para o turismo vivencial. Minas Gerais, por seus modos de produo, pelos seus saberes fazer materializados no artesanato, nas artes plsticas, na produo gastronmica e, acima de tudo, sob a influncia da tpica hospitalidade e cordialidade do mineiro, apresenta imensa atratividade para esta vertente do turismo atual, disse.

    Agostinho Patrus Filho lembrou ainda que o projeto um trabalho de conjunto de articulao entre as pastas do Governo. O Minas Criativa prope uma gesto pautada pela cooperao entre governo, empreendedores, organizaes pblicas e privadas, instituies acadmicas e participao popular. Queremos, juntos, fortalecer a identidade de Minas Gerais, trabalhando com uma linha de produtos que tenha identificao com o Estado, completou.

    O seminrio

    O seminrio Belo Horizonte de portas abertas para o mundo, que acontece de hoje at o prximo dia 05, traz em sua programao debates que envolvem o poder pblico, sociedade civil, empresas e especialistas em gesto cultural e turismo. O objetivo apresentar um programa para o desenvolvimento local na cidade, envolvendo os temas Cultura e Juventude, com vistas a Copa do Mundo de 2014.

    O evento uma realizao da Prefeitura de Belo Horizonte e ONG Contato e tem o apoio do Governo de Minas, Ministrio da Cultura, Ministrio do Desenvolvimento, Indstria e Comrcio Exterior e Fundao Banco do Brasil. O seminrio conta tambm com a participao da Secretaria Geral Ibero Americana, que apia o incremento das relaes multilaterais entre pases por meio da cultura e da juventude.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 4, 2011

    Belotur apresenta um bom programa no domingo, de 8 s 14 horas nas escadarias da Prefeitura

    Circuito Turstico dos Diamantes no Escadaria em BH

    Uma viagem na histria gloriosa, lapidada no apogeu da explorao do diamante no Brasil, e muita msica sertaneja com o quarteto Caboclos de Minas.

    O Espao de Intercmbio Turstico e Cultural Escadaria de Belo Horizonte mostra neste domingo, 06 de novembro, de 8h s 14h, o Circuito Turstico dos Diamantes, que conta com os municpios de Diamantina, Datas, Gouveia, Presidente Kubitscheck, Senador Modestino Gonalves, Couto de Magalhes de Minas, Monjolos, Felcio dos Santos, Santo Antnio do Itamb e So Gonalo do Rio Preto.

    O Circuito dos Diamantes leva o visitante a se deliciar nas fontes das guas termais, trechos da Estrada Real ainda recoberto pela Mata Atlntica, possibilidade da prtica de Ecoturismo e turismo de Aventura. possivel tambm conhecer um pouco da histria de seu povo e sua recepo calorosa, alm de suas reservas naturais repletas de cachoeiras, autnticas manifestaes folclricas e um rico artesanato.

    Mais informaes do Circuito:
    Associao do Circuito Turstico dos Diamantes
    www.circuitodosdiamantes.com.br
    contato@circuitodosdiamantes.com.br ou (38) 3531-8994

    Espao de Intercambio Turstico e Cultural Escadaria de BH
    O Escadaria uma iniciativa da Belotur, em parceria com a Federao das Associaes dos Circuitos Tursticos do Estado de Minas Gerais (Fecitur), foi lanado em dezembro de 2009 e ganhou, em 2010, o prmio Melhores Prticas, na categoria Cooperao Regional, oferecido pelo Ministrio do Turismo s aes dos 65 Destinos Indutores do Desenvolvimento Turstico Regional no Brasil.

    O local integra a rea da Feira de Artesanato da Avenida Afonso Pena e permite que seus cerca de 80 mil visitantes, entre moradores e turistas, conheam mais das riquezas de Minas Gerais

    //
    Servio:
    Espao de Intercambio Turstico e Cultural Escadaria de BH
    Exposio do Circuito Turstico dos Diamantes

    Dia: 06 de novembro de 2011, domingo, de 8h s 14h

    Local: Escadaria de acesso Prefeitura Municipal de Belo Horizonte;
    Avenida Afonso Pena, 1212 Centro - BH.
    Informaes: Departamento de Comunicao da Belotur:


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 4, 2011

    Posse nesta sexta-feira, 20 horas no Liberty Hotel na Savassi, aqui em BH do novo presidente da ABAV MG, o empresrio ANTNIO DA MATTA e sua diretoria. Fomos convidados e aceitamos atuar como mestre de cerimnias do evento.

    O diretor da agncia B&LUnion Travel, Antnio da Matta, foi eleito presidente da entidade para o binio 2011/213.

    frente da diretoria da ABAV-MG desde o final de 2007, Jos Maurcio de Miranda Gomes se diz satisfeito com a eleio do colega ao cargo de presidente. " com muita satisfao que passo o cargo de presidente ao amigo Antnio, pois sei que ele far o melhor pela ABAV", afirma Jos Maurcio. Antnio da Matta foi eleito pela chapa "ABAV Sempre Unida", que contou com o apoio de diretores, associados e representantes do trade turstico.

    "No podemos mudar aquilo que est dando certo", diz Antnio da Mata. Segundo ele, o objetivo da nova gesto dar continuidade aos cursos, palestras e eventos que valorizem ainda mais o agente de viagens.

                                      
    Z Maurcio, o presidente que sai,( foi eleito vice)
    a assessora de marketing da massas Vilma, Cristiane Nobre
    e o presidente eleito da ABAV MINAS,
    Antnio da Matta. Mandato de dois anos.

    Nova Diretoria

    Antonio Felizardo da Matta B & L Union Travel Presidente

    Jos Maurcio de Miranda Gomes  - ABC Turismo -Vice-Presidente Financeiro

    Maria Regina S.C. Casale -Ytur Turismo - Vice-Presidente Administrativo

    Reinaldo Fleming Reinaldo Fleming Consultoria -Vice-Presidente Relaes Institucionais

    Fernando Meira Dias -Master Turismo  - Vice-Presidente Patrimonio

    M.Perpetuo Socorro Brasil -Duomo Turismo-Vice-Presidente Capacitao e Certificao

    Jane Saldanha Costa - Bora Tours -Vice-Presidente Marketing e Eventos

    Conselho Deliberativo

    Jos Menezes Loureno OS & M  Consultoria Empresarial

    Marina Gomes - Mundi Travel

    Enio Costa -Roteiro Turismo e Viagens

    Roberto Mrcio de Lima Costa Lavion Viagens e Turismo

    Carlos Pinto Corra Jnior Guaicui Turismo

    Alberto Antonini Neto Porto Velho Turismo

    Frederico Mendes Ribeiro-Unitour Turismo Universal

    Mariella Miranda -Zenithe Viagens

    Stefano Couri Carvalho- Leste Turismo

    Paulo Velloso - Atrium Viagens e Turismo

    Conselho Fiscal

    Francisco Luiz Teixeira Categoria Turismo e Viagens

    Maria Cristina Tannus Magnus  Agncia de Viagens

    Silvana Pardini Fonseca Saliba - So Jos Viagens

    Suplente do Conselho Fiscal

    Marcos Akio Uaqui Agncia de  Viagens Trans Aquio Turismo

    Conselho de tica, Conciliao e Arbitragem

    Maria Cristina Camarano Condotti Turismo

    Renata Azevedo Speedy System Turismo

    Lcio Ribeiro - Futura Viagens e Turismo

    Suplente

    Daniel Souza Costa Ferreira Stdio Empr. Brasil. Turismo

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 4, 2011

    Copa 2014




    Comisso quer verificar o andamento das obras no Mineiro



    Uma visita ao estdio Mineiro, de Belo Horizonte, ser feita pela Comisso de Transporte, Comunicao e Obras Pblicas da Assembleia Legislativa de Minas Gerais nesta sexta-feira (04/11/11), s 9 horas. O objetivo verificar a execuo de obras no local.
    O Mineiro (Estdio Governador Magalhes Pinto) ser um dos estdios usados para a Copa do Mundo de 2014. Ele foi fechado em junho de 2010, para reformas exigidas pela Federao Internacional de Futebol (Fifa).
    Segundo o autor do requerimento, deputado Clio Moreira (PSDB), presidente da Comisso de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel, as finalidades da visita so, tambm, examinar o andamento das intervenes e discutir, com as instituies envolvidas, eventuais mudanas ou reparos para o incio dos jogos.
    Convidados Foram convidados para o encontro o secretrio de Estado de Transportes e Obras Pblicas, Carlos Melles; o secretrio de Esportes e da Juventude, Braulio Braz; o secretrio de Turismo, Agostinho Patrus Filho; o secretrio de Estado Extraordinrio da Copa do Mundo, Srgio Alair Barroso; e o gerente do Projeto Estruturador da Copa de 2014, Eder S Alves Campos.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Novembro 4, 2011

    Fala governador!!!



    GOVERNO DE MINAS
    PRIORIZA GERAO DE EMPREGOS
    E EDUCAO PROFISSIONAL.

    O pai ou a me de famlia, uma vez empregado, melhora a sua sade, a educao dos seus filhos, a sua habitao, h uma melhoria na segurana. Ento, essa deve ser a primeira prioridade dos governos: gerar empregos.
    Governador, uma pesquisa divulgada recentemente pela Fundao Joo Pinheiro mostrou uma queda do desemprego na Regio Metropolitana de Belo Horizonte. O ndice de 6,4% o menor desde a srie histrica iniciada em 1996. Uma promessa da sua campanha era a gerao de empregos. Como o senhor analisa esse resultado?
    Antonio Anastasia: Com muita alegria porque, na realidade, desde a campanha no ano passado, h mais de um ano, eu tenho dito que o meu governo vai se caracterizar e vai se esforar para ser um governo que oferea oportunidades de empregos aos mineiros.
    Porque o pai ou a me de famlia, uma vez empregado, consegue mais alternativas de desenvolvimento na sua famlia. Ele melhora a sua sade, a educao dos seus filhos, a sua habitao, h uma melhoria na segurana. Ento, essa deve ser a primeira prioridade dos governos, e do nosso em especial, qual seja: gerar empregos e permitir empregos para as famlias mineiras.

    E, por isso mesmo, quando ns temos um ndice como esse, que demonstra que a Regio Metropolitana de Belo Horizonte tem o menor ndice de desemprego da srie histrica e a menor do Brasil, isso significa, de fato, que estamos indo no caminho certo. Sabemos que a Regio Metropolitana, no o Estado inteiro, mas aqui temos 25% da populao e um ndice econmico muito expressivo. E claro que vamos continuar trabalhando para que toda Minas receba investimentos de maneira equilibrada para que esses empregos ocorram em todo o nosso territrio.
    Uma das principais aes do Governo de Minas nessa rea o Programa de Educao Profissional, o PEP, que disponibiliza vagas para cursos tcnicos em mais de 100 cidades do Estado. Qual a importncia desse programa, governador?
    Antonio Anastasia: Em primeiro lugar bom lembrar que ns temos hoje oferta, muitas vezes, de novos empregos, de vagas, e para nossa tristeza ns temos as pessoas que precisam do emprego, mas essas pessoas no tm a qualificao tcnica necessria para exercer aquela funo, ocupar aquela vaga. Ento, acaba que essa vaga ocupada por pessoas que vm de fora.

    Por isso obrigao do governo gerar cursos de qualificao profissional de nvel mdio, nvel tcnico, para permitir aos mineiros que tenham a qualificao necessria para ocuparem os empregos de qualidade que esto vindo para o Estado nessa nossa expanso econmica. Por isso, foi concebido, a partir de 2007, esse novo programa, o PEP, Programa de Educao Profissional, no mbito da Secretaria de Estado da Educao, com nmeros j muito expressivos, como foi dito, mas com objetivo fundamental exatamente de atender a demanda dos novos empregos.

    importante observar que ele se faz em parceria com o setor privado e com as instituies filantrpicas comprando vagas. E, em todo o Estado, atendem as determinadas vocaes regionais. Temos tambm parcerias importantes, nesse caso como com a companhia Vale, que fao questo de registrar.  E temos a convico que os nossos alunos do ensino mdio pblico estadual que acompanham e completam o seu Programa de Educao Profissional ficam mais aptos a conseguirem os empregos que a nova economia mineira vem conseguindo gerar.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Novembro 3, 2011

    Decidido!!!

    PREFEITURA RETIRA PL 1692/11

    A Prefeitura de Belo Horizonte comunica a retirada de tramitao do Projeto de Lei n 1.692/11 que teve como finalidade a alterao da Lei n 9.952, de 5 de julho de 2010, que instituiu a Operao Urbana de Estmulo ao Desenvolvimento da Infraestrutura de Sade, de Turismo Cultural e de Negcios, voltada para a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014, em razo de que apresenta os seguintes esclarecimentos.

    A Lei n 9.952, sancionada em 5 de julho de 2010, criou um incentivo instalao de hotis, hospitais e equipamentos culturais no Municpio, permitindo que esses empreendimentos fossem edificados com rea de construo superior ao que era autorizado pela legislao at ento em vigor.

    A medida teve expressivo sucesso na atrao de novos hotis para Belo Horizonte, o que no ocorreu em relao aos hospitais. Diante disso, a Prefeitura decidiu encaminhar Cmara Municipal um Projeto de Lei cujo objetivo bsico era possibilitar a ampliao dos estabelecimentos de sade existentes em Belo Horizonte. A prefeitura criou nos ltimos dois anos mais 603 novos leitos hospitalares. Mas preciso mais.

    Contudo, a discusso desse Projeto de Lei na Cmara adquiriu propores que superaram as expectativas iniciais, levando-se em considerao que a matria, ao juzo da Administrao, apresentava contedo de relevante interesse pblico e que colocava em perfeita salvaguarda as reas de interesse ambiental do Municpio, bem como outras que possuem diretrizes restritivas de ocupao urbana.

    O prolongamento do debate e o vulto de emendas e subemendas apresentadas ao Projeto de Lei (mais de duzentas) resultaram na perda do objeto do mesmo, j que sua aprovao e converso em Lei no ocorreriam em tempo hbil para que os projetos de ampliao de hospitais fossem apresentados e aprovados pela Prefeitura. Alm disso, a concluso das obras dificilmente ocorreria nos prazos previstos na Lei, que tinha em vista a Copa do Mundo de 2014.

    Sendo assim, e considerando que a necessidade de Belo Horizonte de expanso das redes pblica e privada de sade vai alm do horizonte da Copa do Mundo, o Executivo optou pela retirada do Projeto de Lei n 1.692/11, em nome da construo de uma nova proposta que possibilite a ampliao da infraestrutura da sade no Municpio sem o limitador de tempo da Copa, j que a pertinncia da medida no se vincula a qualquer evento a ser realizado na cidade.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Novembro 3, 2011

    Representantes de vrios hospitais de BH se reuniram com o prefeito Mrcio Lacerda levando uma radiografia do setor na capital. Leia o manifeto entregue.

    MANIFESTO DO SETOR SADE DO MUNICPIO DE BELO HORIZONTE
    Novembro 2011

    Ao
    Excelentssimo Senhor Mrcio Lacerda, Prefeito de Belo Horizonte.

    Excelentssimo Senhor Prefeito,
    Considerando o dficit de leitos hospitalares no Municpio de Belo Horizonte, no s no Sistema nico de Sade SUS, como tambm na rede assistencial complementar;
    Considerando o fato de ter ocorrido o fechamento de vrios hospitais no municpio de Belo Horizonte nos ltimos anos e a ocupao de quase 50% dos leitos existentes por pacientes oriundos de vrias regies do estado;
    Considerando que se faz urgente a adoo de medidas e aes para o atendimento assistencial sade dos muncipes no s para o evento da Copa do Mundo de 2014 ;

    Considerando que o setor sade hoje o dos segmentos que mais gera emprego no municpio de Belo Horizonte;
    Considerando que hoje a maioria dos hospitais existentes na capital encontra-se em situaes de obsolescncia, improvisao e dificuldade de atualizao espacial e melhoria de suas instalaes, causadas, entre outros motivos, pela falta de planejamento da rea fsica em consequncia da limitao dos parmetros urbanos da Lei Municipal de Ocupao e do Uso do Solo e a falta de reas urbanas disponveis anexas a eles;

    Considerando que a Operao Urbana 9952/10 de incentivo a construo e ampliao de hotis, hospitais e centros culturais para a Copa do Mundo de 2014, caso fosse contemplada a possibilidade de ampliao da estrutura dos hospitais j existentes por altimetria, poderia garantir e permitir que fosse solucionado o problema relacionado ao dficit de leitos no Municpio de Belo Horizonte, garantindo assim qualidade e melhoria do atendimento assistencial aos cidados do municpio, Regio Metropolitana de Belo Horizonte - RMBH e do Estado de Minas Gerais;

    Considerando que o Projeto de Lei, PL 1692/11, atualmente em tramitao na Cmara Municipal de Belo Horizonte - CMBH apesar se propor a garantir a ampliao dos hospitais existentes, acaba por restringir a adoo de alguns parmetros urbansticos aos estabelecimentos de sade instalados em reas de Diretrizes Especiais ADEs e reas de interesse ambiental e cultural, principalmente ao relativo altimetria que o nico parmetro diretamente relacionado ampliao do Coeficiente de Aproveitamento CA de 5,0 vezes, tendo em vista as limitaes de terreno das edificaes existentes;

    Considerando que a mdia de idade das edificaes dos hospitais em operao na capital de 45 anos e 48% destes esto instalados nas regies mais centrais da capital e que somente aps a edio da Lei Municipal N 7.166/96 de Uso e Ocupao do Solo, estas reas passaram a ser consideradas como de diretrizes especiais, ADEs;
    Considerando que no texto desta Lei as ADEs exigem a implementao de polticas especficas permanentes ou no,;
    Considerando que por fora da Lei Municipal os hospitais do municpio de Belo Horizonte so empreendimentos de impacto e por isso j se submetem ao processo de Licenciamento Ambiental, mitigando ou compensando os impactos causados pela atividade e mantendo o monitoramento destes impactos periodicamente e a estes processos condicionados seus alvars de funcionamento e sanitrios;

    Considerando que a morosidade da aprovao do Projeto Lei 1692/11 com a insero da possibilidade de ampliao pelos hospitais junto CMBH, vem comprometendo os prazos para a elaborao, aprovao e execuo dos projetos de ampliao dos estabelecimentos de sade, tendo em vista os prazos fixados pela FIFA para que as cidades-sede realizem as obras de infraestrutura necessrias para sediar a Copa do Mundo de 2014;
    Considerando que funo do Estado garantir o acesso a todos, aos meios de recuperao de sade, pois nos dizeres da Constituio Federal brasileira, a sade direito de todos e dever do Estado, garantido mediante polticas sociais e econmicas que visem reduo do risco de doena e de outros agravos ao acesso universal igualitrio s aes e servios para sua promoo;

    Considerando que a Lei Orgnica do Municpio define em seu Art. 3, a priorizao ao atendimento das demandas da sociedade civil sade e a preservao da identidade do municpio, adequando as exigncias do desenvolvimento preservao de sua memria, tradio e peculiaridades;

    Considerando que a rede assistencial complementar cumpre hoje, de forma significativa o papel do Estado no atendimento sade do Municpio de Belo Horizonte e do Estado de Minas Gerais;
    Serve o presente manifesto para requerer que o poder executivo municipal, atravs de V. Exa. se digne a adotar as medidas e os esforos necessrios para que os hospitais possam ser contemplados no Projeto de Lei 1692/11 com o direito de poderem realizar obras de expanso, utilizando o potencial de 5,0, sem restries quanto altimetria e que seja agilizada a aprovao do referido Projeto de Lei.

    Na certeza de sermos atendidos, encaminhamos esse documento em quatro folhas numeradas e assinadas pelos representantes do Setor Sade de Belo Horizonte.
    Belo Horizonte, 02 de novembro de 2011.

    Associao dos Hospitais de Minas Gerais AHMG
    Reginaldo T. F. Arajo - Presidente


    Instituto Brasileiro para o Estudo e o Desenvolvimento do Setor Sade IBEDESS
    Virglio B. Carneiro - Presidente


    Sindicato dos Mdicos de Minas Gerais SINMED
    Cristiano Gonzaga da Mata Machado - Presidente


    Associao Mdica de Minas Gerais AMMG
    Lincoln L. Ferreira Presidente
    Gabriel de Almeida Silva Vice Presidente


    Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais CRMMG
    Manuel Maurcio Gonalves - Presidente



    Fundao Mineira para o Desenvolvimento Hospitalar
    Carlos Eduardo Ferreira - Presidente


    Sindicato dos Hospitais Clnicas e Casa de Sade do Estado de Minas Gerais SINDHOMG
    Castinaldo Bastos dos Santos - Presidente


    Hospital Belo Horizonte
    Augusto da Rocha Cunha Diretor Presidente
    Rodrigo Sales Martins Diretor Tcnico


    Hospital Origen
    Marcos Sampaio Diretor Presidente


    Hospital Vera Cruz
    Fbio Botelho Diretor Tcnico


    UNIMED BH
    Helton Freitas - Diretor Presidente


    Instituto Mrio Penna (Hospital Luxemburgo e Hospital Mrio Penna)
    Osmnio Pereira Presidente do Conselho Curador


    Hospital Semper
    Kleber Elias Tavares Diretor Presidente


    Hospital Felcio Rocho
    Jose Carlos Nitzsche Diretor Presidente


    Oncomed
    Amndio J. Fernandes Jr. Diretor Financeiro


    Hospital Belvedere
    Aurentino de Souza Colen Representante legal


    Hospital Ortocenter
    Ivan Mendona Representante Legal


    Hospital PHD Pace
    Bernardo Pace Diretor Tnico




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 2, 2011

    Lamento o falecimento...

    Morre, aos 50 anos, o jornalista Marcelo Castilho Avellar
    Intelectual influente, Marcelo era crtico do jornal Estado de Minas.

    Marcelo Castilho Avellar
    era professor de teatro da PUC-Minas.

    Por Pedro Paulo Cava

    Foi assim, de repente, durante o sono, que Marcelo Castilho Avellar nos deixou nesta tera-feira, o primeiro dia de novembro. Amigo de incontveis horas e dezenas de lutas desde o incio dos anos 80, quando foi nosso aluno na Oficina de Teatro.

    Sabia que no seria ator porque era pssimo em cena. Mas dos cursos de Crtica Teatral ministrados por Yan Michalsky, Edlcio Mostao, Timochenco Wehbi, dos cursos de Direo com Fernando Peixoto e do Curso de Cinema com Ricardo Gomes Leite, extraiu a base do seu trabalho futuro. Era um apaixonado pelas artes: teatro, dana, cinema, msica e um sofrvel tocador de um violino que raras vezes vimos.

    Das salas da Oficina pulou para as pginas do jornal Estado de Minas, junto com Clara Arreguy, a convite de Mauro Werkema. E mais que crtico, sua capacidade de discorrer sobre qualquer tema, transformou-o numa das melhores escritas do jornalismo mineiro.

    Tornou-se amigo inseparvel, companheiro de lutas inglrias como a defesa do Cine Metrpole, causa perdida porque j era certo que seria entregue a um banco como promessa de campanha de Tancredo Neves. Depois, quando a polcia quis impedir a exibio do filme Je vous salue Marie, organizamos juntos uma noite lotada no DCE da UFMG (hoje cine Belas Artes), abortada pela ao policial que chegou de surpresa em meio ao filme.

    Mestre da erudio, ganhou de Andria Garavello o carinhoso apelido de Barsa Careca. Perguntem ao Marcelo que ele sabe, dizia ela, tem uma enciclopdia dentro da cabea.

    Quando as discusses ficavam muito acaloradas ele vinha com seu bordo de desarmar espritos em p de guerra: vocs seres humanos so muito complicados e emendava uma soluo para qualquer crise que parecia bvia porque ele era o nico a no se envolver nas contendas com emoo. De fora observava e depois vinha com a frmula certa para resolver impasses e confrontos.

    Com ele ao lado, fiz vrios espetculos nos anos 80: Lua de Cetim, Rasga Corao, Galileu Galilei, Morango com Chantily, Bella Ciao, Frank Quinto. As vezes atuava como assistente de direo e em outras apenas com meu alterego, criticando, pontuando, inquietando.

    Ao contrrio do que pensavam, era um tmido e bem humorado cidado. Parceiro de noitadas de buraco comandadas por Clayde Gosling nas madrugadas do Cozinha de Minas ou na casa de um ou de outro, varando a noite entre risadas e fumaa de cigarro. Fartava-se de rir com uma boa piada. Era um gozador nato e passou a vida se divertindo muito com os pobres seres humanos e suas preocupaes menores. Em 1999 levei-o comigo para a PUC-Minas com a misso de assumir a cadeira de Histria do Teatro da nova Oficina de Teatro que se criava ali. Em sala de aula era um mestre que provocava os alunos com questes filosficas que iam muito alm dos temas propostos.

    Era amado e odiado pelos aprendizes de teatro que viam naquela figura estranha e aparentemente fechada e petulante, um provocador de reaes inesperadas dentro de uma sala de aula. E ria muito depois de cada aula das peripcias e grilos que deixava zunindo na cabea dos alunos. Transgressor por natureza, indignado por vocao, seu texto irretocvel impresso nas pginas do Estado de Minas, quase sempre era intransigente e demolidor contra qualquer tipo de arbtrio, autoritarismo e preconceito em relao s artes, em especial ao teatro.

    Era um confidente e ouvinte atento e pontual. Amigo de primeira hora nas aflies dos que com ele privavam de confiana e fraternidade. H alguns meses atrs disse-me estar deprimido quando nos encontramos na porta do jornal. Posso ajudar?, perguntei. E ele disse que no dia seguinte estaria melhor.

    Na estria de Morte e Vida Severina, sentou-se solitrio na ltima fila e dois dias depois publicou talvez uma de suas ltimas crticas. Foi-se a noite passada durante os sonhos, quando seu corao inquieto simplesmente parou de bater e travou seu HD, levando armazenadas consigo milhes de informaes e abrindo um vazio na inteligncia mineira que ser difcil de ser preenchido.

    Em algum lugar ele e Clayde j devem estar armando uma rodada de buraco na eternidade, em meio a fumaa dos cigarros inseparveis e devem estar morrendo de rir de todos ns, pobres seres humanos complicados.

    Adeus Marcelo, as artes agradecem pelo tempo que passou conosco.
    NOTA: O velrio do jornalista Marcelo Castilho Avellar ser realizado nesta tera-feira (dia 02/11), das 15h s 18h30, no Teatro Alterosa (Av. Assis Chateaubriand, 499, Floresta), seguindo para o Velrio 3 do Cemitrio do Bonfim, onde o corpo ser enterrado amanh (dia 03/11, quinta-feira), s 9h.

    Pedro Paulo Cava diretor de teatro. Seu espetculo mais recente, Morte e Vida Severina, est em cartaz no Teatro da Cidade.
    Comentrios
    Escreva seu comentrio
    Marco Lacerda | 02/11/2011 12:17
    Marcelo Castilho Avellar, mais que um jornalista, sempre foi, desde jovem, uma referncia na cultura brasileira. Como j disse o diretor de teatro Pedro Paulo Cava, a Arte agradece pelo tempo que voc passou conosco


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Novembro 2, 2011

    Apostando na inovao

    Pactum realiza palestra
    sobre Inovao Tecnolgica como Diferencial Competitivo

    Evento acontece na sede do Ibef
    no prximo dia 8 de novembro

    A Pactum Consultoria Empresarial, em parceria com o captulo mineiro da Cmara Portuguesa de Comrcio no Brasil, realiza no prximo dia 8 de novembro, no horrio de 8h30 s 11h30, na sede do Ibef Instituto Brasileiro de Executivos de Finanas de Minas Gerais (Rua Sergipe, 1167 Conjunto 1503 Funcionrios), em Belo Horizonte, a palestra A Inovao Tecnolgica como Diferencial Competitivo. Inscries e informaes pelo telefone (31) 3213-1557 ou pelo email: secretaria@camarabrasilportugal.com.br. A iniciativa conta com o apoio da Eurocmara Minas Gerais, formada pelas Cmaras de Comrcio da Itlia, Frana, Alemanha e Portugal.

    A palestra ser proferida pelo advogado tributarista, Contador e scio da Pactum, Yuri Guimares Cayuela, bacharel em Direito e Cincias Contbeis, ps-graduado em Gesto Tributria pela Fecap/SP e em Gesto de Tributos pela Fundao Escola de Comrcio lvares Penteado FECAP-SP, com experincia de mais de 10 anos em consultoria tributria, adquiridos em trabalhos realizados em Big Four e junto a grandes empresas dos mais variados setores econmicos.

    Durante a palestra, que tem como objetivo apresentar e discutir as vantagens e oportunidades para reduo de custos e ampliao de investimentos para conquista de novos mercados, sero abordados temas como definio de inovao tecnolgica; definio de pesquisador contratado; os benefcios da inovao tecnolgica para as empresas que j usufruram dos incentivos fiscais; PDTI e PDTA a migrao para o regime de lei n 11.196/2005; os incentivos fiscais inovao tecnolgica em relao ao PIB; a utilizao dos incentivos fiscais inovao pela indstria de transformao no Brasil; subvenes e desonerao das subvenes; os critrios para envio das informaes ao Ministrio da Cincia e Tecnologia; exerccios de simulao sobre o aproveitamento dos incentivos; as condies para deduo; limitaes infra legais e penalidades, entre outros assuntos de interesse.

    MULTITEXTO COMUNICAO EMPRESARIAL
    Jornalista responsvel: Schubert Arajo


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 1, 2011

    Meio Ambiente:coloque na agenda

    Construo Participativa do Plano de
    Coleta Seletiva de Belo Horizonte

    Nos dias 03 e 04 de novembro, como parte das aes do programa Agua Brasil, a WWF-Brasil, em parceria com a PBH, atravs da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), realizam a 1 Oficina para a construo participava do Plano de Coleta Seletiva e Consumo Responsvel de Belo Horizonte. Depois de j ter conhecido todos os galpes e a rotina de trabalho dos catadores de BH, a WWF ir apresentar a primeira minuta do Diagnstico Preliminar de Belo Horizonte. O evento acontece no Centro Mineiro de Referncia em Resduos das 08:00 s 18:00 horas.

    Alm da prpria PBH e de todas as associaes de catadores, a oficina contar com a participao de vrios atores que lidam com a questo dos resduos slidos, como SINDUSCON, SICEPOT, UFMG, CREA, e ONGs ligadas a esta temtica. Dentro da oficina diversos temas sero destacados, atravs de filmes, palestras e debates, como a Poltica Nacional de Resduos Slidos, a gesto e gerenciamento destes resduos, bem como a atuao da Fundao Banco do Brasil, uma das parceiras do programa, na cadeia de reciclagem.


    O projeto

    Um grande drama econmico e ecolgico: segundo nmeros da prpria Secretaria de Recursos Hdricos do Ministrio do Meio Ambiente, o Brasil perde cerca de R$ 8 bilhes anualmente por no reciclar grande parte do seu lixo.

    Belo Horizonte uma das poucas cidades brasileiras que vem manifestando preocupao e desenvolvendo programas e parcerias neste campo. Por isto mesmo, visando reduzir ainda mais este grave problema, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) participa desde o inicio do ano desta importante parceria de cinco anos, prorrogveis por mais cinco, com o WWF-Brasil, maior organizao no governamental independente do mundo com respeitada atuao na conservao e preservao do meio ambiente e a Fundao Banco do Brasil. O objetivo a elaborao de um amplo diagnstico da situao da coleta seletiva, bem como do processo de incluso social dos catadores. Apenas cinco cidades brasileiras foram escolhidas para a primeira experincia deste importante projeto: Caxias do Sul (RS), Pirenpolis (GO), Natal (RN), Rio Branco (AC) e Belo Horizonte.

    Durante seu desenvolvimento, o programa procurar avaliar os processos de coleta seletiva destas cidades e as condies dos catadores de papel, plstico e vidro, visando estimular mudana de comportamento e valores em relao produo e destino dos resduos slidos urbanos nas cinco cidades, uma por regio do pas.

    Os critrios para a seleo das cidades foram experincia com aes relacionadas gesto de resduos slidos (cooperativas, centros de reciclagem, etc.), capital investido e as relaes sociais existentes, polticas pblicas e compromisso do poder municipal com a questo dos resduos slidos, escalas de produo de lixo; relevncia do tema gua para o municpio, alm de questes como atraes tursticas (cidades histricas, por exemplo), gerao de emprego e recursos econmicos.

    Segundo a Gerente de Recursos Hdricos da SMMA, Snia Knauer, que participou do grupo de trabalho, na fase inicial de diagnstico foram definidos os parmetros de produtividade, custos dos servios de triagem e coleta. S ento, prossegue a gerente, foram levantados os custos da assessoria na gesto dos servios. Os resultados revelam dados interessantes e devem ser de grande valia para a melhora e ampliao tanto do processo de coleta coletiva quanto da poltica de incluso social aclopada no processo que vem sendo desenvolvido em Belo Horizonte afirma Snia.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 1, 2011

    Questo de juzo

    Minas defende aumento de investimentos federais
    para o desenvolvimento do Estado

    Anastasia se reuniu com empresrios
    e parlamentares federais


    BELO HORIZONTE (31/10/11) - O governador Antonio Anastasia, acompanhado do vice-governador Alberto Pinto Coelho, se reuniu nesta segunda-feira (31) com parlamentares federais por Minas e empresrios mineiros, na sede da Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), para discutir o desenvolvimento econmico do Estado.


    Durante o encontro, o governador, empresrios e parlamentares expuseram as necessidades de melhorar a infraestrutura e garantir mais investimentos federais para possibilitar um desenvolvimento econmico maior do Estado. Para isso, representantes do governo mineiro, da bancada de parlamentares federais e do empresariado vo se reunir nas prximas semanas para produzir um documento sobre as necessidades de Minas Gerais e dividir as responsabilidades entre o governo estadual, federal e o empresariado. Depois de pronto, a inteno propor uma reunio com a presidenta Dilma Rousseff para garantir a participao e a responsabilidade do governo federal no processo.


    Foram discutidos vrios temas, especialmente os de interesse de Minas Gerais em relao esfera federal, mas tambm outros no que se refere ao Governo do Estado, ao prprio empresariado, sociedade civil como um todo. Acordamos que vamos redigir, de maneira suprapartidria e harmnica, um documento que ser encaminhado senhora presidenta pelo Governo do Estado, pelos empresrios e pela bancada federal, com aqueles pontos que consideramos fundamentais em relao a Minas Gerais para os prximos anos. O documento vai se desdobrar tanto na rea de infraestruturaquanto de questes de segurana, de patrimnio histrico, diversas reas, para demonstrar, de fato, as necessidades que o Estado tem. Minas Gerais precisa ter uma posio cada vez mais de destaque na Federao, fazendo jus sua posio populacional, econmica e, mais do que tudo, a sua importncia poltica, afirmou o governador, em entrevista coletiva aps evento.


    O discurso dos presentes reunio mostrou a inteno de deixar as questes partidrias de lado e ter como foco os interesses maiores de Minas Gerais. O importante nessa altura termos uma ao de planejamento extremamente bem feita, juntando tambm com os empresrios, para termos a possibilidade de atrair empresas que agreguem valor aos produtos mineiros. Ns temos de diversificar a economia mineira, agregando valor aos nossos produtos. Ento, teremos empregos de maior qualidade. Hoje, os grandes gargalos da infraestrutura logstica do Estado se referem a temas de responsabilidade do governo federal, mas, a essa altura, no vamos falar o que federal, o que estadual, o que municipal, o que dos empresrios. O importante fazer um documento em comum, com a distribuio dessas responsabilidades, destacou Anastasia.


    O presidente da Fiemg, Olavo Machado, considerou positiva a reunio e ressaltou a importncia dos esforos de todos para trabalhar pelo desenvolvimento do Estado. O que ns queremos que Minas Gerais seja mais considerada, que tenha efetivamente oportunidade de ocupar o espao que ela merece. Fomos muito bem interpretados e apoiados pelos deputados que estiveram aqui, pelo senador Clsio Andrade e pelo governador, que ficou com a misso de fazer essa coordenao para que a gente possa ter uma proposta com base e segura para a presidente Dilma, mostrando as necessidades reais que Minas Gerais precisa, disse.


    At agora, s este ano, Minas Gerais, por meio de aes do Governo do Estado, j conseguiu assinar 131 protocolos de intenes, que vo garantir mais empresas, mais desenvolvimento econmico, emprego e renda para os mineiros. Juntos, os investimentos atingiro um total de R$ 26,8 bilhes e sero responsveis pela gerao de cerca de 120 mil empregos diretos e indiretos.


    Lula

    Questionado no final do encontro, o governador Antonio Anastasia disse que torce pela pronta recuperao do ex-presidente Luiz Incio Lula da Silva, que foi diagnosticado com cncer na laringe no ltimo final de semana. Fiquei entristecido com a notcia, solidrio, mas confiante, porque tenho certeza que ele vai ser tratado e vai se cuidar. Eu tenho certeza que todo o povo mineiro, como o povo brasileiro, deseja o seu restabelecimento, a sua cura o mais rpido possvel e Deus queira que isso ocorra logo, afirmou.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Novembro 1, 2011

    Fui reprter e comentarista poltico da Globo durante 15 anos. Sei como difcil lidar com malucos e mal intencionados nas trnasmisses ao vivo. Estou solidrio com a reprter Monalisa Perrone de So Paulo. Desejo merda para o grupo MERD que agrediu a nossa colega. Confira a estria.

    Reprteres da Globo so atrapalhados em links ao vivo

    Grupo conhecido como "Merd TV"
    vem intervindo em transmisses dos principais veculos de comunicao do pas

    Do Portal HD - 31/10/2011 - 18:51

    Um grupo conhecido Merd TV vem atrapalhando links ao vivo dos principais veculos de comunicao durante telejornais e programas de variedades. Eles inviabilizam a continuidade da matria, seja com gritos ou at mesmo agresso fsica. Mas, ao que parece, a Rede Globo uma das vtimas favoritas, sofrendo duas intervenes nos ltimos trs dias.

    Aproveitando a internao do ex-presidente Lula, os Merds atrapalharam uma passagem do reprter global Jos Roberto Burnier. Durante o link ao vivo, um dos membros gritou de passagem "Cala a boca, Globo", seguido do nome do grupo
    J nesta segunda-feira (30), a jornalista Monalisa Perrone falava ao vivo da porta do Srio-Libans, local em que o ex-presidente est internado para combater o cncer. O que ela no esperava que uma suposta briga iria atrapalhar sua passagem. A jornalista chegou a ser agredida durante a transmisso.

    Logo aps o ocorrido, a reprter, visivelmente abalada, pediu desculpas aos telespectadores pelo fato no mnimo constrangedor e, em seguida, passou o microfone para Burnier, que completou a reportagem.

    Conforme informou a Central Globo de Comunicao (CGCom), a emissora estuda medidas legais a tomar contra esses ataques. "Trata-se de pessoas cujo propsito aparecer. No a primeira vez. Como houve agresso, a TV Globo estuda que medidas legais tomar".

    A Associao Brasileira de Imprensa (ABI) divulgou uma nota, em que se diz "estarrecida com o ato de vandalismo".

    Confira nota da ABI:

    "A ABI (Associao Brasileira de Imprensa) de So Paulo, estarrecida com o ato de vandalismo contra a jornalista Monalisa Perrone durante sua participao ao vivo no Jornal Hoje, vem prestar solidariedade jornalista e direo de jornalismo da Globo, num momento to delicado onde vndalos agridem a liberdade de imprensa e o trabalho do jornalista.

    Jamais, em tempo algum, ato de agresso fsica aceito por qualquer motivo que seja. Debates e diferenas de ideias devem ser mostradas em discusses civilizadas e com o mnimo de dignidade.

    O ato de agredir publicamente um jornalista no desempenho de sua profisso e no desempenho da informao livre ao povo o mais baixo de todos os atos, que deve ser punido como tortura contra a pessoa, que foi o que realmente aconteceu, alm de ameaa direta e pblica contra o povo livre.

    A ABI j viveu momentos de defesa da liberdade de imprensa contra as torturas e ameaas de violncia contra a liberdade de ideias nos momentos mais triste do Brasil.

    Exatamente por isto no podemos deixar de passar este momento de agresso mdia e imprensa sem prestarmos solidariedade Rede Globo e repulsa a todos aqueles que agridem moral e fisicamente a liberdade.

    Rodolfo Konder e James Akel"




    5


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________




    ___________________________


    Clique para conhecer

    ___________________________


    Clique para conhecer

    ______________________________

    Clique para conhecer

    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________

         
     
    Clique e envie-nos 

seu e-mail