Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter Página do 

Programa João Carlos Amaral Entrevista Canal no youtube Clique e 

envie-nos seu e-mail Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter
___________________________


___________________________
Clique para conhecer
___________________________


__________________________


__________________________

__________________________


______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer
______________________________

Sinapro MG
______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer



+ Categorias

  • Todos (16300)
  • POLTICA (5929)
  • GERAL (2057)
  • ARTIGOS (285)
  • ENTREVISTAS (36)
  • ECONOMIA (3754)
  • GENTE (1210)
  • TURISMO (842)

  • + Links
    + Arquivos

    Fevereiro, 2006
    Maro, 2006
    Abril, 2006
    Maio, 2006
    Junho, 2006
    Setembro, 2006
    Julho, 2006
    Agosto, 2006
    Novembro, 2006
    Outubro, 2006
    Janeiro, 2007
    Dezembro, 2006
    Fevereiro, 2007
    Maro, 2007
    Abril, 2007
    Maio, 2007
    Outubro, 2007
    Junho, 2007
    Julho, 2007
    Agosto, 2007
    Setembro, 2007
    Dezembro, 2007
    Novembro, 2007
    Janeiro, 2008
    Maio, 2008
    Fevereiro, 2008
    Maro, 2008
    Julho, 2008
    Abril, 2008
    Junho, 2008
    Setembro, 2008
    Agosto, 2008
    Outubro, 2008
    Novembro, 2008
    Dezembro, 2008
    Janeiro, 2009
    Fevereiro, 2009
    Maro, 2009
    Abril, 2009
    Maio, 2009
    Junho, 2009
    Julho, 2009
    Agosto, 2009
    Setembro, 2009
    Outubro, 2009
    Novembro, 2009
    Dezembro, 2009
    Novembro, 2012
    Janeiro, 2010
    Fevereiro, 2010
    Maro, 2010
    Abril, 2010
    Maio, 2010
    Junho, 2010
    Julho, 2010
    Agosto, 2010
    Setembro, 2010
    Outubro, 2010
    Novembro, 2010
    Fevereiro, 2011
    Maro, 2011
    Abril, 2011
    Maio, 2011
    Junho, 2011
    Julho, 2011
    Agosto, 2011
    Setembro, 2011
    Outubro, 2011
    Novembro, 2011
    Dezembro, 2011
    Janeiro, 2012
    Fevereiro, 2012
    Maro, 2012
    Abril, 2012
    Maio, 2012
    Junho, 2012
    Julho, 2012
    Agosto, 2012
    Setembro, 2012
    Outubro, 2012
    Dezembro, 2012
    Agosto, 2015
    Janeiro, 2013
    Fevereiro, 2013
    Maro, 2013
    Abril, 2013
    Maio, 2013
    Setembro, 2015
    Junho, 2013
    Julho, 2013
    Agosto, 2013
    Setembro, 2013
    Julho, 2016
    Outubro, 2013
    Novembro, 2013
    Dezembro, 2013
    Janeiro, 2014
    Fevereiro, 2014
    Maro, 2014
    Abril, 2014
    Maio, 2014
    Junho, 2014
    Julho, 2014
    Agosto, 2014
    Setembro, 2014
    Outubro, 2014
    Novembro, 2014
    Dezembro, 2014
    Janeiro, 2015
    Fevereiro, 2015
    Maro, 2015
    Abril, 2015
    Maio, 2015
    Junho, 2015
    Julho, 2015
    Outubro, 2015
    Novembro, 2015
    Dezembro, 2015
    Janeiro, 2016
    Fevereiro, 2016
    Maro, 2016
    Abril, 2016
    Maio, 2016
    Junho, 2016
    Agosto, 2016
    Setembro, 2016
    Outubro, 2016
    Novembro, 2016
    Dezembro, 2016
    Janeiro, 2017
    Fevereiro, 2017
    Maro, 2017
    Abril, 2017
    Maio, 2017
    Junho, 2017
    Julho, 2017
    Agosto, 2017
    Setembro, 2017
    Outubro, 2017
    Novembro, 2017
    Dezembro, 2017
    Janeiro, 2018
    Fevereiro, 2018
    Maro, 2018
    Abril, 2018
    Maio, 2018
    Junho, 2018
    Julho, 2018
    Agosto, 2018
    Setembro, 2018
    Outubro, 2018
    Novembro, 2018
    Dezembro, 2018
    Janeiro, 2019
    Fevereiro, 2019
    Maro, 2019
    Abril, 2019
    Maio, 2019
    Junho, 2019
    Julho, 2019




    .

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 29, 2006

    Da srie: uma foto vale por mil palavras - A Serra da Conceio, tendo aos seus ps um frtil vale - um dos Parasos Ecolgico de Desterro do Mello - que fica a 200 kms de BH e 32 de Barbacena, no caminho do meio da Estrada Real. Mais detalhes acesse o site www.nossochao.com.br








    Belezas da nossa serra
     Uma parada na caminhada...
    A magnfica vista de todo o vale nos estimula a prosseguir e, a cada passo, uma certeza:
    a natureza nos presentou com o que ela tem de mais belo.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 29, 2006

    Estou em Barbacena a caminho de Tiradentes. Ser um sbado de tima gastronomia e cultura histrica. Mas antes de chegar Cidade das Rosas no resist - parei na ROSELANCHE.

                         Acabo de chegar em Barbacena. Parei na ROSELANCHE. L no chamado Parlamento, que fica no canto direito do balco, encontrei-me com o Adilson Tonholo, um dos donos, junto com seu irmo Almedir da lanchonete mais frequentada do eixo BH-Rio. Pastel imperdvel, tudo o mais idem, idem. Conversa boa, boa cachaa. Tem at a do vice-presidente Z Alencar, a " Maria da Cruz". Fazia um friozinho mdio para  uma Barbacena sempre gelada.
     
                         De repente chega o noivo, que vai casar amanh com a filha do Aldemir Tonholo, a Marcella Tonholo, l na gostosa e misteriosa Tiradentes, que fica a pouco mais de 40 kms de Barbacena, perto de So Joo Del Rey. Quem d festa, arruma a casa - ditado sempre presente e vlido para o caso em cena. O noivo, o empresrio Jos Renato, distribuidor de timas cervejas, entre elas, a LOKAL, fabricada em Terespolis, tinha acabado de chegar de Tiradentes, onde deu os ltimos retoques no cenrio do casrio que vai receber meio mundo de Barbacena e regio, amanh s 8 e meia da noite, na igreja Nossa Senhora do Rosrio e a recepo em alto nvel na  Pousada Pequena Tiradentes.

                         Bem, na ROSELANCHE no se consegue ficar menos que uma hora de papo animado com os amigos e conterrneos. Conversamos com o meu ex-professor de Ingls, good teacher, o boa praa Eduardo Santos Souza, mineiro de Alto Rio Doce, que fica a 23 kms de Desterro do Mello. Como o asfalto chegou primeiro a Desterro do Mello, o Eduardo nos contou  - a este bloqueiro, minha mulhar a decoradora CIDA AMARAL, ex-aluna, como eu, do professor Eduardo no velho Colgio Crispim e  meu filho mais velho, o Engenheiro de Sofware, Jlio Csar;- uma brincadeira que circula l no Mello e no RIO DOCE, inventada pelo Clio Amaral, de que o prefeito do Mello, o meu primo o advogado Ruy Barbosa Amaral Fernandes, mandou construir um local na entrada da cidade, para o pessoal do RIDOCE lavar os ps cheios de poeira ou barro, para no sujar o asfalto novinho em folha, feito entre Barbacena e Desterro do Mello, pela turma do dono da Constutora Cadar, o meu amigo EMIR CADAR e seu irmo, o Lycio Cadar. Rimos muito!

                         J o CHICO, um simptico aposentado, que adora pescaria nos contou bons causos de suas andanas pelas bandas da cidade de Cceres, no Mato Grosso, aonde vai sempre com os amigos, entre eles meus irmos, o CHIQUINHO e o DANIEL AMARAL.

                          O engenheiro Marcelo Oggero, com sua ampla experincia no metier de fazer estradas por este Brasil afora, nos contou sobre a situao social precria que encontrou em vrias regies onde trabalhou abrindo estradas. No norte e nordeste ele, certa vez, viu que um dos trabalhadores comeu parte do almoo e guardou o restante da marmita numa fontezinha de gua fresca, que ficava prximo do trecho de obras. Preocupado ele perguntou ao encarregado: ele no gostou da comida? Gostou sim senhor, s que guardou a outra metade para levar para a mulher e os cerca de 8 filhos tem esto em casa esperando comida! Em tempo: o engenheiro Marcelo Oggero o engenheiro que cuida do asfaltamento  da estrada entre Barbecena e Desterro do Mello. Ele trabalha na Cadar Engenharia.

                           Ainda l na ROSELANCHE fiquei surpreso e ao mesmo tempo muito feliz de saber que tenho um leitor assduo, dirio, do nosso BLOG em Barbacena. O empresrio RICARDO MIRANDA, um dos donos da Empresa PAVEL, especializada em asfalto e terraplenagem.  Ricardo nos disse que nosso BLOG est nos seus favoritos - acesso rpido - citou vrios comentrios e notcias que demos aqui nos ltimos meses e nos sugeriu colocar mais notas sobre as cidades da regio de Barbacena, alm de Desterro do Mello, que dou sempre. Lembrou-me e bem, do Festival de Morangos de Alfredo Vasconcelos e eventos em Antnio Carlos, Alto RioDoce...
    Sugesto aceita de pronto. Ped que ele nos envie notcias, que daremos com todo o prazer. Agradeo a voc Ricardo Miranda, que est lendo neste momento nosso BLOG, o incentivo e a leitura diria de nosso trabalho jornalstico do terceito milnio - o BLOG DO JOO CARLOS AMARAL. Um abrao.

                         LTIMA COISA: neste sbado estaremos em Tiradentes, como disse, participando do casrio da Marcela, filha do nosso amigo Aldemir Jacob Tonholo, com o empresrio Jos Renato. Vamos ficar hospedados na Pousada Pequena Tiradentes. L estaro conosco o empresrio Luiz Paulo Rodrigues Amaral ( o meu irmo Neca) e sua mulher Helena, o advogado Z Artur Filardi e sua mulher Patrcia. Ele chefe de gabinete do Minsitro das Comunicaes Hlio Costa. Os demais nomes darei na prxima edio do BLOG. Vamos publicar ainda as fotos do casrio. Aguardem!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 29, 2006

    De Barbacena para o Mundo. Escritor Marcus Tafuri lana em Moambique seu livro "O DIA NO EST PARA BRUXA". Desejo sucesso!

    O escritor e jornalista (e tambm colaborador deste blog) Marcus Tafuri lana, em Moambique, uma nova edio do seu livro premiado O Dia No Est Para Bruxa (no Brasil, o livro foi editado pela editora Dimenso, de BH). Nesta nova edio, o livro traz tambm trs contos do escritor moambicano Pedro Muiambo e tem como objetivo promover o intercmbio de dois pases que falam a mesma lngua mas, infelizmente, esto ainda muito distantes um do outro. Em tempo: o livro sair pela Texto Editores. Com escritrios em Moambique, Angola, Cabo Verde, Espanha (e agora tambm no Brasil), a Texto Editores uma das maiores casas editoriais de Portugal.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 28, 2006

    Notcia de interesse do EMPRESARIADO. Confira no MINUTO TRIBUTRIO do Escritrio Dcio Freire & Associados.









     














    RECONHECIMENTO PELO STF DA INCONSTITUCIONALIDADE DA INCLUSO DO ICMS NA BASE DE CLCULO DA COFINS


    Prezados Clientes,

    Em razo do considervel nmero de Empresas que tm nos procurado para se inteirarem acerca da mais recente discusso tributria, qual seja, inconstitucionalidade da incluso do ICMS na base de clculo da COFINS, preparamos este Minuto Tributrio Especial.

    A ansiedade dos contribuintes justificvel, j que a questo encontra-se atualmente sob anlise do rgo Mximo do Judicirio SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, tendenciosamente favorvel aos contribuintes, o que representa uma grande oportunidade para todas as Empresas que contribuem, concomitantemente, para ambos os tributos em destaque.

    Melhor elucidando, o SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, no julgamento do Recurso Extraordinrio n 240.785-2 (ainda no concludo), est considerando, acertadamente, inconstitucional a incidncia da COFINS sobre o ICMS contido no preo de bens e servios vendidos pelas empresas.

    A discusso se fundamenta na patente divergncia entre o conceito de faturamento (legtima base de clculo da COFINS) e o ICMS inserido no preo das mercadorias e servios dos contribuintes.

    de clareza solar que o ICMS assinalado no compe o faturamento das empresas, pelo contrrio, trata-se de receita da Fazenda Nacional, pelo que injusta a incidncia da COFINS sobre seu valor.

    Mas, apesar da divergncia entre os conceitos em referncia (faturamento x ICMS), o art. 2 da LC n 70/91 (lei que instituiu a COFINS) se esquivou de excluir da base de clculo da contribuio em apreo o ICMS, indo em confronto com o disposto no art. 195, inciso I, alnea "b", da CF/88, que estabelece que as contribuies sociais (tal como a COFINS) incidiro, entre outras bases de clculo, sobre o faturamento das empresas.

    O ilustre Ministro Marco Aurlio, quando da redao de seu voto ao julgar o Recurso Extraordinrio acima citado, explica bem que o faturamento "decorre, em si, de um negcio jurdico, de uma operao, importando, por tal motivo, o que percebido por aquele que a realiza, considerada a venda de mercadoria ou mesmo a prestao de servios. A base de clculo da Cofins no pode extravasar, desse modo, sob o ngulo do faturamento, o valor do negcio, ou seja, a parcela percebida com a operao mercantil ou similar. O conceito de faturamento diz com riqueza prpria, quantia que tem ingresso nos cofres de quem procede venda de mercadorias ou prestao dos servios, implicando, por isso mesmo, o envolvimento de noes prprias ao que se entende como receita bruta." E conclui com brilhantismo: "Descabe assentar que os contribuintes da Cofins, faturam, em si, o ICMS".

    Est claro que manter a incidncia da COFINS sobre o ICMS, como se permitiu durante todos estes anos (a COFINS foi instituda em 1991), uma total desconsiderao do comando da Constituio Federal.

    Vale elucidar que, por outro lado, o mencionado art. 2, pragrafo nico, alnea "a", da LC n 70/91, foi claro ao excluir da base de clculo da COFINS o IPI, agindo em total respeito dico constitucional. Por que ento ser omisso quanto ao ICMS?

    exatamente por preceituar de forma omissa quanto a este imposto, mantendo-o, assim, na incidncia da COFINS, que seu comando inconstitucional. Repita-se: de acordo com a Constituio Federal, a base de clculo da COFINS o faturamento das empresas. O ICMS inserido nos preos de mercadorias de forma alguma figura faturamento!

    Todavia, apesar da patente ilegitimidade da tributao da forma como a LC n 70/91 permite (mantendo o ICMS na incidncia da COFINS), o Judicirio se posicionava de forma desfavorvel ao contribuinte, entendendo pela legalidade desse clculo.

    No entanto, o SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL nunca havia, at agora, se manifestado acerca do tema, que era analisado, em ltima Instncia, pelo SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIA.

    Mas, diante da nova composio da Corte, o SUPREMO chamou para si o julgamento da questo e seis votos, dos onze possveis, j foram prolatados pelos Ministros a favor do contribuinte.

    Est sendo um marco dentre as teses tributrias debatidas naquele Tribunal. A oportunidade est presente!

    Os contribuintes que pretendem ter reconhecido o direito de no recolherem a COFINS sobre o ICMS que incluem nos preos dos bens ou servios que alienam podem distribuir medidas judiciais, em busca, inclusive, da restituio dos valores recolhidos a maior a tal ttulo.

    E examente o que est acontecendo, pois os contribuintes, se sentindo lesados por pagar a COFINS num valor maior que o devido, e interessados na recuperao do montante erroneamente recolhido, tm agilizado a propositura de aes, no intuito de no continuarem a ser lesionados.

    E esto certssimos, pois com o passar dos meses perdem o direito de restituir importncias que foram indevidamente recolhidas, j que diante do atual entendimento do SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIA, o contribuinte tem um prazo de cinco anos para ajuizar ao que vise recuperao de valores ilegitimamente quitados.

    Com base no acima exposto, o Escritrio Dcio Freire & Associados coloca-se disposio de seus clientes para buscar o reconhecimento da inconstitucionalidade de mais essa aberrao legislativa junto ao Judicirio, mediante a distribuio de medidas que visem recuperao dos valores pagos indevidamente a maior, bem como o afastamento de futuros recolhimentos sobre base de clculo ilegitimamente excedente (qual seja, sobre o ICMS).


    Atenciosamente;

     DCIO FREIRE & ASSOCIADOS
           
      Gerncia Tributria



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 28, 2006

    Minas perdeu um grande homem! O nosso amigo o desembargador ARTON MAIA, um mineiro de Juiz de Fora, amigo de Colgio do ex-presidente Itamar Franco, e com quem convivemos e entrevistamos quando estvamos na Rede Globo e depois na TV Assemblia, aqui em BH, nos ltimos mais de 20 anos. Conhec o dr. Aitron Maia como presidente do TRE. Lamento profundamente sua morte. Nossos psames viva do dr. Airton Maia, dona Laura e a seus filhos, o meu amigo dr. Francisco Maia Neto e sua irm, a desembargadora dra. Claudia Maia. E recomendo ler este texto do padre WAGNER PORTUGAL, colunista do site do meu amigo, o jornalista barbacenense Mrcio Bertola. www.marciobertola.com.br

     Na foto o padre Wagner Portugal, autor do artigo.


    No dia dezesseis de setembro prximo passado, na Igreja Bom Pastor, por comisso especial do Exmo. e Revmo. Sr. DOM EURICO DOS SANTOS VELOSO, digno e culto Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, presidi a Solene Missa do Stimo dia pelo sufrgio da alma do saudoso DESEMBARGADOR AIRTON MAIA, ilustre filho de Juiz de Fora. Concelebrou comigo a Santa Missa o Vigrio Paroquial da Parquia Bom Pastor, o carssimo irmo Padre Ellio de Matos Filho.

    O meu corao se encheu de saudade e de gratido a Deus pela delicadeza do Senhor Arcebispo, pelo seu gesto to dedicado e generoso, de me conceder to nobre misso, de prestar as mais vivas homenagens de gratido da Igreja Particular de Juiz de Fora figura maiscula do homem pblico e do Magistrado inigualvel que foi o DESEMBARGADOR AIRTON MAIA.

    Dizia, ao final da Missa, me dirigindo a viva, Da. Laura, aos filhos, Dr. Francisco Maia Neto(com quem mantenho os mais vivos laos de amizade pessoal desde os tempos universitrios em Belo Horizonte) e a ilustre Desembargadora Claudia Maia, aos demais irmos, parentes e amigos, destacando-se a significativa presena do Presidente Itamar Franco, de quem o extinto Magistrado foi um dos interlocutores freqentes e poltico do primeiro time de seu Governo Estadual; ressaltei que tanto na Magistratura quanto na vida da Igreja a renncia aos ofcios chega em idade um pouco "jovem" para os parmetros da "jovialidade" que se alcana nos dias atuais: aos setenta anos para um Magistrado e aos setenta e cinco anos para um Bispo.

    Logo no auge de seu servio laboral ou ministerial, tanto o Magistrado como o Bispo, experimentados e prontos para darem mais de si tanto para o Estado e para a Igreja so convidados para se retirarem para aquilo que se chama de "merecida" aposentadoria. Sou dos juristas que penso que este dispositivo deveria ser revisto. Para os Magistrados a aposentadoria deveria ser aumentada para setenta e cinco anos e para os Bispos para os oitenta anos, ou seguindo o melhor sistema dos Estados Unidos da Amrica do Norte, no sistema da Suprema Corte, o Juiz, tendo sanidade e disposio morre no ofcio. Isso um tributo tenacidade e um reconhecimento a tudo o que o Estado e a Igreja receberam da dedicao de seus Magistrados e Pastores.

    Airton Maia foi um homem assim. Viveu a sua vida para a Magistratura. Era um Juiz completo. Em seu tempo de Magistrado em todos os ofcios que ocupou na Magistratura do Estado de Minas Gerais deixou a sua marca de altivez, de competncia, de ilimitado conhecimento jurdico e de liderana nata. Um lorde que sabia cativar pela sua presena, pela sua liderana vencedora, de um homem que se impunha no pela arrogncia das notas sociais, mas pela competncia do conhecimento acumulado nos anos de estudo, de trabalho, de dedicao ao ofcio abrao nos albores de sua juventude.
     
    Aposentado por fora constitucional foi convocado pelo Governador Itamar Franco, homem de liderana absoluta em nosso Pas, para gerir a Auditoria Geral do Estado, numa antiviso do que seria o choque de gesto hoje aplicado com competncia pelo nosso Governador Acio Neves e pelo Secretrio Antnio Augusto Anastasia. Tudo isso graas ao trabalho abnegado e silencioso de nosso grande homem pblico que no ter a sua memria jamais apagada dos anais da vida pblica de Minas e do Brasil.

    Homens como Airton Maia no morrem. Do cu continuam como luzeiros a iluminar a histria da Magistratura e da vida pblica de Minas e do Brasil.
    A Igreja de Juiz de Fora e de Minas Gerais muito devem aos pareceres e ao trabalho silencioso de homens da tmpera do Desembargador Airton Maia que junto ao seu inseparvel companheiro Desembargador Lcio Urbano Silva Martins escrevem pginas de ouro que s Deus um dia na comunho dos santos poder descrever.
    Como bem escreveu Dom Joo Bosco Oliver de Faria, Bispo de Patos de Minas acerca de Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida: Dom Luciano foi um livro maravilhoso. Quem leu...leu. Demos graas a Deus. Airton Maia foi um livro maravilhoso. Quem leu...leu. Demos graas a Deus!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 28, 2006

    Newton Cardoso no jogou a toalha e coloca um "verdadeiro batalho de choque" nos municpios do interior para tentar chegar na frente de Eliseu Resende. Confira a nota em PRIMEIRA MO!

                          Foi assim. Encontrei-me com um fiel escudeiro do ex-governador Newton Cardoso em um dos elevadores da Assemblia Legislativa.
                         - E a, quem est na frente?
                         - Olha, o Newton mandou fazer uma pesquisa e deu o Eliseu Resende na frente com trs pontos.
                         - E agora?
                         -  Agora, como a diferena muito pequena o Newton colocou um grupo fiel ele - que rene 200 homens - nos 101 maiores muncpios de Minas para buscar, palmo a palmo, os votos para o senado. briga para "cachorro grande". Voc, se referindo a mim, vai ver os nmeros na cobertura sua l no TRE, pela TV Assemblia. s esperar!
                         - Falou! Respond.
                         Ele foi para um lado e eu corr para escrever esta nota, em primeira mo, para nosso BLOG.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 28, 2006

    Em tempo de Pesquisas Eleitorais. Veja os nmeros do Ibope e do Datafolha. Os dois Institutos dizem que Lula vence no 1 turno.

                           Duas pesquisas divulgadas no Jornal Nacional apontam que o presidente e candidato reeleio, Luiz Incio Lula da Silva (PT), deve vencer as eleies no primeiro turno. De acordo com o Ibope, Lula tem 48% dos votos, e Geraldo Alckmin, 32%. J a pesquisa Datafolha mostra variaes dos candidatos dentro da margem de erro, de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. As intenes de voto no candidato  Lula se mantiveram em 49%, enquanto o tucano variou de 31% para 33%, uma oscilao positiva no limite da margem de erro.
     
                        Nota deste BLOGUEIRO:
                        Alm dos nmeros, o que se pode ler trs dias antes das eleies?
                        Como sempre digo: pesquisa como o velho BOMBRIL: tem 1001 utilidades. A primeira leitura a confirmao de que as classes sociais de menor renda, fechadas em copas com a figura do Presidente Lula e os benefcios vindos nos ltimos quatro anos de governo dele, se negam a acompanhar a classe mdia. Ns mesmos, formados pela mdia, por quem ganha melhor, tem acesso internet, l este nosso BLOG.
                        Os chamados mais carentes j tm uma opinio formada, cristalizada, que nenhum dossi consegue quebrar. Os chamados pobres, quase 50 milhes que vivem com a ajuda da bolsa famlia, e que h quatro anos levaram os mais ricos a votar no candidato Lula, cansados que j estavam do governo de 8 anos de FHC, vo decidir essas eleies, se tomarmos como base os nmeros ainda quentes do Ibope e do Datafolha, divulgados pelo Jornal Nacional, na quarta-feira. E aqui deixo uma idia do polmico jornalista Paulo Francis, bem  antes dele ser comentarista da Globo:
                        Paulo Francis escreveu e eu l trs livros da trologia dele sobre o Brasil  dos tempos dele: antes, durante e depois da Ditadura Militar - Cabea de Papel, Cabea de Ngo e  O Afeto que se Encerra. No Cabea de Ngo, Paulo Francis define assim a Classe Mdia Brasileira: 
                         " A classe mdia como uma barata tonta. Confunde espao com Liberdade. Corre desorientada de um lado para outro e acaba sempre debaixo do chinelo alheio".   para pensar na cama, que lugar quente, no mesmo?
               


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 27, 2006

    Confira quem e quem no candidato Assemblia Legislativa de Minas. Dos 77 deputados e deputadas, 13 so candidatos Cmara Federal e 4 no esto disputando nenhum mandato. Mais detalhes www.almg.gov.br

                          O clculo da renovao no Parlamento mineiro varia de 20 a 30% dos 60 que esto disputando a reeleio. Somando-se os 17 que ou so candidato a deputado federal ou no esto concorrendo a renovao, segundo os entendidos, com quem conversamos, poder variar de cerca de 40 a 45%.  aguardar o veredito das urnas, acompanhando pela TV Assemblia voto a voto. Ns estaremos no TRE ao vivo de 8 da noite de domingo, at s 6 da manh de segunda-feira, dando todos os nmeros: de presidente da Repblica, governador, deputado estadual e federal. Ser a mais completa cobertura das Eleies em Minas. Pode conferir! 

    Para as eleies do prximo domingo (1/10/06), dos 77 deputados estaduais da 15a Legislatura (2003/07) da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, 60 so candidatos reeleio, 13 concorrem a uma vaga na Cmara dos Deputados e quatro no vo concorrer. So eles:

    Candidatos reeleio (60):

    - Adalclever Lopes (PMDB)

    - Adelmo Carneiro Leo (PT)

    - Alberto Pinto Coelho (PP)

    - Alencar da Silveira Jr (PDT)

    - Ana Maria Resende (PSDB)

    - Andr Quinto (PT)

    - Antnio Genaro (PSC)

    - Antnio Jlio (PMDB)

    - Arlen Santiago (PTB)

    - Biel Rocha (PT)

    - Carlos Gomes (PT)

    - Carlos Pimenta (PDT)

    - Ceclia Ferramenta (PT)

    - Clio Moreira (PSDB)

    - Dalmo Ribeiro Silva (PSDB)

    - Dilzon Melo (PTB)

    - Dimas Fabiano (PP)

    - Dinis Pinheiro (PSDB)

    - Djalma Diniz (PPS)

    - Domingos Svio (PSDB)

    - Doutor Ronaldo (PDT)

    - Doutor Viana (PFL)

    - Durval ngelo (PT)

    - Edson Rezende (PT)

    - Elbe Brando (PSDB)

    - Elisa Costa (PT)

    - Elmiro Nascimento (PFL)

    - Fbio Avelar (PSC)

    - Fahim Sawan (PSDB)

    - Gil Pereira (PP)

    - Gilberto Abramo (PMDB)

    - Gustavo Corra (PFL)

    - Gustavo Valadares (PFL)

    - Irani Barbosa (PSDB)

    - Ivair Nogueira (PMDB)

    - Jayro Lessa (PFL)

    - Joo Leite (PSDB)

    - Jos Henrique (PMDB)

    - Laudelino Augusto (PT)

    - Leonardo Moreira (PFL)

    - Leondio Bouas (PSC)

    - Lcia Pacfico (PSDB)

    - Luiz Humberto Carneiro (PSDB)

    - Maria Tereza Lara (PT)

    - Marlos Fernandes (PPS)

    - Mauri Torres (PSDB)

    - Neider Moreira (PPS)

    - Padre Joo (PT)

    - Paulo Cesar (PDT)

    - Pinduca Ferreira (PP)

    - Rmolo Aloise (PSDB)

    - Ricardo Duarte (PT)

    - Roberto Carvalho (PT)

    - Roberto Ramos (PSDB)

    - Sargento Rodrigues (PDT)

    - Svio Souza Cruz (PMDB)

    - Sebastio Costa (PPS)

    - Sebastio Helvcio (PDT)

    - Weliton Prado (PT)

    - Z Maia (PSDB)


    Candidatos a deputado federal (13):

    - Antnio Andrade (PMDB)

    - Bilac Pinto (PL)

    - George Hilton (PP)

    - Jsus Lima (PT)

    - J Moraes (PCdoB)

    - Joo Bittar (PFL)

    - Jos Milton (PSDB)

    - Leonardo Quinto (PMDB)

    - Luiz Fernando Faria (PP)

    - Mrcio Passos (PL)

    - Miguel Martini (PHS)

    - Paulo Piau (PPS)

    - Rogrio Correia (PT)


    No vo concorrer (4):

    - Agostinho Patrs (PFL)

    - Chico Rafael (PMDB)

    - Maria Olvia (PSDB)

    - Vanessa

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 26, 2006

    Destaque para a Empresa Mineira EMBRAPA MILHO E SORGO - que ganhou o 1 lugar no Prmio FINEP de Inovao Tecnolgica, Regional Sudeste. Mais informaes www.fiemg.com.br

     A Empresa mineira Embrapa Milho e Sorgo foi a ganhadora do 1. lugar do Prmio FINEP de Inovao Tecnolgica 2006, Regional Sudeste, na categoria Inovao Social. A Embrapa concorrer, em sua categoria, com as empresas ganhadoras das demais regionais do pas, na premiao nacional, que ser no dia 30 de novembro, no Palcio do Planalto, em Braslia - DF.

    Alm da Embrapa, tambm se destacaram as empresas mineiras Usiminas e Leucotron Equipamentos, alm das Instituies UFMG, CTIT e CETEC, que se classificaram entre os trs primeiros lugares nas categorias Processo, Mdia/Grande Empresa, Instituio de C&T e Inovao Social, respectivamente.

    A regio sudeste foi a recordista brasileira de inscries para o Prmio FINEP 2006 com 257 propostas, sendo que So Paulo contou com 10 projetos entre os finalistas, Minas Gerais com 5 e Rio de Janeiro com 3.  As categorias mais procuradas foram: Produto com 125 inscries, Inovao Social com 69 e Processo com 34.  Abaixo, o quadro geral dos vencedores da regio Sudeste:

    Processo

    1 - Motorola SP

    2 - Usiminas MG

    3 - Iesa SP


    Produto

    1 - Mdulo Security Solutions RJ

    2 Ach Laboratrios Farmacuticos SP

    3 - Magneti Marelli SP


    Pequena Empresa

    1 - Prodigy 3D SP

    2 - Tech 4B SP

    3 - Wings Telecom RJ


    Mdia/Grande Empresa

    1 - Mectron SP

    2- Leucotron Equipamentos-MG

    3 - Siemens SP


    Instituio de C&T

    1 - Agncia de Inovao Inova Unicamp SP

    2 - UFMG CTIT MG

    3 - Embrapa CNPIA SP


    Inovao Social

    1 -Embrapa Milho e Sorgo MG

    2 - Dinamicoop RJ

    3 - Cetec MG

    * Notcia enviada pelo IEL-Minas


     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 26, 2006

    De olho no MINASCON 2006, que vai de hoje at sexta-feira, no Expominas, aqui em BH. Quem pilota o evento o emprersrio Teodomiro Diniz Camargos, presidente da Cmara da Indstria da Construo da FIEMG.

    Empresrios da construo civil
    tm encontro em Minas.


    Lojistas, engenheiros, arquitetos, fabricantes de produtos e prestadores de servios da construo civil tm encontro marcado no MinasCon 2006 - III Evento Unificado da Indstria da Construo. O evento comea hoje e vai at sexta-feira, dia 29, no Expominas.   Promovido pela Cmara da Indstria da Construo (CIC) com a parceria do Sebrae em Minas, o MinasCon tambm oferecer clnicas tecnolgicas com temas ligados gesto e a aspectos tcnicos como a fabricao de produtos em cimento e o gerenciamento de resduos slidos no estande do Sebrae no evento.
    Importncia do setor
    De acordo com Teodomiro Diniz Camargos, presidente da CIC-Fiemg, em Minas Gerais, o macrossetor da construlo civil participa com 25,9% do PIB, considerando todos os seus efeitos (diretos, indiretos e induzidos) e responsvel por 1,34 milhes de empregos, gerando renda e tributos, movimentando toda a economia.

    O evento ser aberto com um desfile de moda do estilista Ronaldo Fraga, que apresentar uma coleo de roupas e acessrios desenvolvida por costureiras e artess da comunidade da cidade de Barroso.  

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 26, 2006

    Os impactos da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. O assunto ser discutido quinta-feira, dia 28, em Audincia Pblica na Assemblia de Minas. Confira www.almg.gov.br

     Audincia debate impactos da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa

    Os impactos da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa e sua importncia para a economia de Minas sero debatidos em audincia da Comisso de Turismo, Indstria, Comrcio e Cooperativismo da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, nesta quinta-feira (28/9/06), s 15 horas. O encontro, que ser realizado no Auditrio da ALMG, atende requerimento do deputado Carlos Gomes (PT), vice-presidente da comisso.

    O projeto do Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (EPP) foi aprovado recentemente na Cmara dos Deputados e est na pauta de votao do Senado. Ele prev tratamento diferenciado e favorecido para as micro e pequenas empresas, no mbito das trs esferas de governo, no tocante a impostos, obrigaes trabalhistas e acesso ao crdito. O objetivo reduzir a burocracia para a abertura de empresas e aumentar a formalidade nesse segmento.

    Segundo o deputado Carlos Gomes, a lei importante para criar um ambiente favorvel para as micro e pequenas empresas, com tratamento simplificado que trar impactos sociais, na gerao de emprego e renda. "Em todo o Pas, temos mais de 10 milhes de pessoas na informalidade, que poderiam se organizar. E os que j esto organizados tambm no conseguem se manter e duram pouco", argumenta. De acordo com o parlamentar, a lei ter impactos ainda sobre as normas estaduais.

    Foram convidados para a reunio o presidente do Sebrae-MG, Luiz Carlos Dias Oliveira; o presidente da Unio dos Varejistas do Estado de Minas Gerais, Lzaro Pontes; o presidente do Conselho de Micro e Pequenas Empresas da Associao Comercial de Minas, Olival Gonzaga Resende; o vice-presidente da Associao Comercial do Barro Preto (Ascobap), Fausto Sebastio Izac; o presidente do Sindicato dos Escritrios de Contabilidade de Minas Gerais (Sinescontbil), Eduardo Heleno; e o presidente da Cmara Brasil Seguros, Adelmo da Silva Leo.

    Interior - Durante a elaborao do projeto da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, ao longo de 2005, a ALMG realizou uma srie de audincias no interior de Minas, para discutir o tema e colher sugestes do empresariado mineiro. Os encontros, feitos em cidades-plo do Estado, foram requeridos tambm pelo deputado Carlos Gomes, presidente da Frente Estadual em Defesa da Micro e Pequena Empresa. quela poca, levantamento do Sebrae apontava que 99% dos empreendimentos do Pas so representados por micro e pequenas empresas, que contribuem com 20% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. - Durante a elaborao do projeto da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, ao longo de 2005, a ALMG realizou uma srie de audincias no interior de Minas, para discutir o tema e colher sugestes do empresariado mineiro. Os encontros, feitos em cidades-plo do Estado, foram requeridos tambm pelo deputado Carlos Gomes, presidente da Frente Estadual em Defesa da Micro e Pequena Empresa. quela poca, levantamento do Sebrae apontava que 99% dos empreendimentos do Pas so representados por micro e pequenas empresas, que contribuem com 20% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional.

    Interior - Durante a elaborao do projeto da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, ao longo de 2005, a ALMG realizou uma srie de audincias no interior de Minas, para discutir o tema e colher sugestes do empresariado mineiro. Os encontros, feitos em cidades-plo do Estado, foram requeridos tambm pelo deputado Carlos Gomes, presidente da Frente Estadual em Defesa da Micro e Pequena Empresa. quela poca, levantamento do Sebrae apontava que 99% dos empreendimentos do Pas so representados por micro e pequenas empresas, que contribuem com 20% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. - Durante a elaborao do projeto da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, ao longo de 2005, a ALMG realizou uma srie de audincias no interior de Minas, para discutir o tema e colher sugestes do empresariado mineiro. Os encontros, feitos em cidades-plo do Estado, foram requeridos tambm pelo deputado Carlos Gomes, presidente da Frente Estadual em Defesa da Micro e Pequena Empresa. quela poca, levantamento do Sebrae apontava que 99% dos empreendimentos do Pas so representados por micro e pequenas empresas, que contribuem com 20% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 25, 2006

    A Assemblia Legislativa est homenageando agora noite (so 21h03m), numa Reunio Especial. A homenagem pelos 70 anos da Rdio Inconfidncia foi atravs de requerimento dos deputados Mauri Torres, presidente da ALMG e Domingos Svio, ambos do PSDB.

     A Assemblia Legislativa de Minas Gerais realiza, nesta segunda-feira (25/9/06), Reunio Especial no Plenrio para homenagear os 70 anos da Rdio Inconfidncia. A solenidade ser realizada s 20 horas e foi requerida pelo presidente da ALMG, deputado Mauri Torres (PSDB), e pelo deputado Domingos Svio (PSDB).

    A Rdio Inconfidncia foi inaugurada no dia 3 de setembro de 1936 e opera nos canais AM, FM e Ondas Curtas (OC), alm de estar disponvel para audio pela internet. O presidente Mauri Torres afirmou que, ao longo da sua histria, a Rdio Inconfidncia teve um papel importante na difuso da cultura mineira e brasileira. J o deputado Domingos Svio considerou que a Inconfidncia uma das mais tradicionais e respeitadas emissoras do Pas e sempre teve uma programao pautada pela tica, pela qualidade e pela emoo.

    Segundo informaes do site da emissora, os canais AM e OC possuem uma programao popular que procura tratar de temas como esportes, jornalismo, prestao de servios e entretenimento. Entre os principais programas, esto "A hora do fazendeiro", no ar h 70 anos, e o "Trem caipira", que j existe h 15 anos. A rdio possui acordo de troca de contedos com a Rdio Frana Internacional e com a BBC de Londres.

    J o canal FM, conhecido como "A brasileirssima", foi criado em 1978 com a proposta de tocar apenas msica brasileira, diante do domnio que a msica estrangeira exercia no mercado fonogrfico nacional. A programao do canal procura destinar espaos para artistas iniciantes ou alternativos, atravs de programas como o "Conexo de Minas" que apresenta 20 artistas novos a cada ms. Outro programa de destaque o "Bazar maravilha", que est no ar h quase 20 anos.





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 25, 2006

    De OLHO NA TV ASSEMBLIA. Vale conferir o Programa MUNDO POlTICO, de Hoje s 22h30m. E amanh, tera-feira, s 8 da manh e 12h30m. No deixe de conferir!




    :: Assista hoje









    Mundo Poltico

    No programa de hoje (25), o jornalista Carlo Menezes entrevista o presidente do Instituto de Estudos dos Direitos do Contribuinte, dison Freitas de Siqueira (foto). Ele fala sobre a poltica fiscal brasileira. Outro convidado o historiador Joo Furtado, que analisa o impacto dos escndalos polticos na governabilidade. O Mundo Poltico vai ao ar s 22h30, com reapresentao nesta tera, s 8h e s 12h30.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 25, 2006

    Destacamos a Edio do jornal SUB-JUDICE VIP do Escritrio DCIO FREIRE & ASSOCIADOS. Confira!










    Perodo de 17 a 23 de setembro de 2006.














    Jornal HOJE EM DIA, Mrcio Fagundes | Belo Horizonte, 12 de setembro de 2006.

    O Presidente do Instituto dos Magistrados do Brasil, desembargador Jorge Ucha, e o advogado Dcio Freire, agraciado com a Medalha do Mrito Cultural da Magistratura Brasileira, no Rio de Janeiro.










    Ministro arquiva ADI que contesta artigo da lei de falncias

    O ministro Ricardo Lewandowski determinou o arquivamento da Ao Direta de Inconstitucionalidade (ADI), proposta pelo Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Sade de So Jos dos Campos e Regio, contra norma estabelecida pela nova Lei de Falncias (Lei 11.101/05). O dispositivo questionado o inciso I do artigo 83 da referida lei e limita o pagamento dos crditos derivados da legislao do trabalho a 150 salrios mnimos por credor, e dos decorrentes de acidentes de trabalho. Ou seja, no caso de falncia a empresa ficaria obrigada a pagar apenas o mximo de 150 salrios mnimo por credores, mesmo que devesse mais do que esse valor. Ao negar seguimento ao, o ministro Lewandowski argumentou que "a entidade sindical no indica as normas supostamente violadas, nem desenvolve nenhum tipo de fundamentao de suas razes, limitando-se, apenas, a formular pedido genrico de invalidao jurdico-constitucional da norma impugnada".

    O ministro Ricardo Lewandowski determinou o arquivamento da Ao Direta de Inconstitucionalidade (ADI), proposta pelo Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Sade de So Jos dos Campos e Regio, contra norma estabelecida pela nova Lei de Falncias (Lei 11.101/05). O dispositivo questionado o inciso I do artigo 83 da referida lei e limita o pagamento dos crditos derivados da legislao do trabalho a 150 salrios mnimos por credor, e dos decorrentes de acidentes de trabalho. Ou seja, no caso de falncia a empresa ficaria obrigada a pagar apenas o mximo de 150 salrios mnimo por credores, mesmo que devesse mais do que esse valor. Ao negar seguimento ao, o ministro Lewandowski argumentou que "a entidade sindical no indica as normas supostamente violadas, nem desenvolve nenhum tipo de fundamentao de suas razes, limitando-se, apenas, a formular pedido genrico de invalidao jurdico-constitucional da norma impugnada".





    CNJ quer a integrao do Judicirio

    A integrao do Judicirio internamente e com o conjunto das instituies pblicas foi a principal necessidade apontada no encerramento do Congresso de Informtica Pblica (Conip) Judicirio, no final do dia 19/9. O evento foi promovido pelo Instituto Conip, com apoio do Conselho Nacional de Justia e do Supremo Tribunal Federal. Durante dois dias, especialistas discutiram, em Braslia, as inovaes tecnolgicas no Poder Judicirio. O conselheiro Douglas Rodrigues e o secretrio geral do CNJ, Juiz Srgio Tejada, participaram da mesa de encerramento do evento, juntamente com outros dirigentes de conselhos e de tribunais superiores. "Ns do Judicirio temos que entender que no podemos viver isolados e que precisamos acompanhar as mudanas do mundo", disse Tejada. "Nosso grande desafio agora a integrao entre os tribunais. Precisamos criar o portal da Justia e implementar o sistema de processo virtual em todos os tribunais. Temos, enfim, uma longa agenda de integrao, que o Conselho Nacional de Justia est pronto para levar adiante", afirmou o secretrio.

    A integrao do Judicirio internamente e com o conjunto das instituies pblicas foi a principal necessidade apontada no encerramento do Congresso de Informtica Pblica (Conip) Judicirio, no final do dia 19/9. O evento foi promovido pelo Instituto Conip, com apoio do Conselho Nacional de Justia e do Supremo Tribunal Federal. Durante dois dias, especialistas discutiram, em Braslia, as inovaes tecnolgicas no Poder Judicirio. O conselheiro Douglas Rodrigues e o secretrio geral do CNJ, Juiz Srgio Tejada, participaram da mesa de encerramento do evento, juntamente com outros dirigentes de conselhos e de tribunais superiores. "Ns do Judicirio temos que entender que no podemos viver isolados e que precisamos acompanhar as mudanas do mundo", disse Tejada. "Nosso grande desafio agora a integrao entre os tribunais. Precisamos criar o portal da Justia e implementar o sistema de processo virtual em todos os tribunais. Temos, enfim, uma longa agenda de integrao, que o Conselho Nacional de Justia est pronto para levar adiante", afirmou o secretrio.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 25, 2006

    O Consrcio Capim Branco Energia, presidido pelo economista Celso Castilho, nos enviou hoje as fotos da imploso da PONTE VELHA sobre o rio Araguar na BR-050, que demos aqui no BLOG ontem. Confira as fotos e o texto da jornalista Leilamar Costa da Assessoria de Comunicao do CCBE no Tringulo Mineiro.

          

                                             Imploso durou pouco mais de trs segundos



     

    Quatrocentos e cinqenta quilos de explosivos e pouco mais de trs segundos foram o suficiente para trazer abaixo a antiga ponte sobre o rio Araguari, localizada no km 54 da BR-050. A imploso aconteceu na segunda tentativa, aps o religamento do cordo detonante que havia se rompido na primeira tentativa, fato considerado normal pelos tcnicos.

    Nos prximos dias a empresa TNT, responsvel pela imploso, vai realizar o rompimento dos escombros que, com a formao do reservatrio, ficaro submersos em profundidade recomendada para assegurar a navegao futura.

    Para o desmonte da antiga ponte, a BR-050 foi interditada no trecho compreendido entre os km 50 e 60, no perodo entre as 15:00 e as 16:15 horas. Para garantir a segurana houve isolamento de uma rea compreendida dentro de um raio de 3 km, inclusive no leito do rio Araguari. A operao foi executada em conjunto pelas Polcias Rodoviria Federal, Militar e Militar Ambiental, com o apoio do Corpo de Bombeiros, de equipe CCBE alm das Prefeituras Municipais de Araguari e Uberlndia que disponibilizaram ambulncias no local.  Mais de 70 pessoas estiveram envolvidas.

    A nova ponte construda pelo CCBE, em atendimento ao programa de Recomposio de Infra-estrutura, est sendo usada para trfego desde o dia 4 deste ms.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 25, 2006

    EM PRIMEIRA MO: acabamos de conversar com o presidente do Consrcio Capim Branco Energia, economista Celso Castilho sobre o rtmo das obras da Usina Hidreltrica de Capim Branco II, com previso de ser concluda no primeiro trimestre de 2007, gerando 210 mergawatts e que est sendo construda no rio Araguar, entre Araguar e Uberlndia no Tringulo Mineiro. Como antecipamos, aqui no BLOG, veja o incio do enchimento do reservatrio, cenas inditas para voc que nos prestigia acessando o BLOG do Joo Carlos Amaral. Obrigado!

    Iniciado o Enchimento do Reservatrio de Capim Branco II


          Momento em que a segunda comporta desce e fecha de vez o tnel de desvio.

                          Comeou neste domingo, 24, o enchimento do reservatrio da futura Usina Hidreltrica Capim Branco II, localizada na regio de Barra Alegre (Araguari) e Martinsia (Uberlndia). O processo de enchimento foi iniciado com o fechamento do tnel de  400 metros, construdo em fevereiro de 2005 para desviar o Rio Araguari e assim erguer a barragem. Nas primeiras 32 horas o reservatrio subiu 9,20 metros.

    Duas comportas de 56 toneladas cada, acionadas por guindaste especial, foram usadas para fechar o tnel. A descida da primeira comporta aconteceu s 05:30 horas e a segunda, s 06:30 horas, como previsto pelos tcnicos. "Nossa avaliao positiva. Tudo transcorreu conforme o programado", afirmou Tlio de Souza Machado, coordenador do enchimento.  

    O processo de formao do reservatrio deve durar 45 dias.

    Nos primeiros dez dias a gua subir sem controle at atingir a soleira do vertedouro. Neste perodo o nvel do reservatrio deve subir aproximadamente 26 metros. A partir de ento o enchimento passa a ser regulado atravs das comportas do vertedouro e ocorrer na proporo de 1 metro durante o dia. No perodo noturno no haver enchimento, uma vez que noite impossvel fazer o resgate de animais na rea do reservatrio.

    O enchimento foi iniciado na cota de 519,20 metros de altitude (acima do nvel do mar) e ser concludo quando atingir a cota de 565 metros. A gerao de energia de Capim Branco II est prevista para iniciar em dezembro quando entra em operao a primeira unidade geradora.


     
    Das aes desenvolvidas


     
    Segurana e Alerta


     
        Nenhum incidente ou acidente foi registrado at agora. O Programa de Segurana e Alerta desenvolvido com xito pelo CCBE com o apoio da Polcia Militar e Polcia Militar Ambiental que fazem o patrulhamento nos acessos do entorno. Trs patrulhas esto sendo utilizadas. Quatro Vigias motorizados e contratados pelo CCBE tambm atuam no patrulhamento. O Corpo de Bombeiros, em lancha rpida, d suporte s equipes do Resgate de Fauna e tambm auxiliam no monitoramento quanto presena de pessoas na regio do reservatrio. Outra guarnio do Corpo de Bombeiro, lotada em uma ambulncia-UTI , se mantm na regio do canteiro no perodo diurno. Tambm presente na mesma regio est uma ambulncia da prefeitura de Uberlndia. Um barco com equipe do CCBE tambm atua no reservatrio, dando suporte s equipes de montante. Um cavaleiro percorre a regio monitorando a presena do gado na rea de inundao. Todos os envolvidos na operao repassam aos moradores, usurios e curiosos orientaes e informaes sobre o processo de enchimento e sobre os riscos de acidentes, inclusive com a distribuio de folhetos explicativos.   Nenhum incidente ou transtorno foi registrado at agora .


     

      Equipe do Corpo de Bombeiro atua em lancha rpida


     
    Resgate e salvamento.


     

      O resgate de animais a montante, tendo as ilhas como foco principal, transcorre dentro da normalidade. Nove equipes atuam embarcadas fazendo o resgate dos animais e outra equipe se mantm atuante no Centro de Triagem.   


     

      Por causa da reduo da vazo de gua, provocada pelo fechamento do tnel, uma empresa contratada pelo CCBE realiza o salvamento de peixes em pequeno trecho a jusante (abaixo da barragem). O trabalho, executado por auxiliares e bilogos, consiste em retirar de entre as pedras e das poas formadas, os peixes aprisionados e reconduzi-los ao leito do rio Araguari.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 25, 2006

    "DIA D" no Tribunal de Justia de Minas. Ser hoje a eleio. Disputa ser intensa escolher o novo presidente.

                         A eleio no Tribunal de Justia est polarizada entre dois candidatos, pela ordem alfabtica, desembargadores Orlando Ado e Reynaldo Ximenes. Segundo os entendidos em Tribubal de Justia a deciso ser por uma margem pequena de votos. A votao est marcada para hoje, segunda-feira, s 5 da tarde no Tribunal, aqui em Belo Horizonte.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 25, 2006

    De olho no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins. Marcando o incio da nova fase - Aeroporto Industrial - a Clamper, do meu amigo Ailton Ricaldoni, j deu incio na fabricao das primeiras 500 peas do VCR Slim. A CLAMPER fabricante de dispositivos de proteo contra oscilao de corrente eltrica, usados em quadro eltrico de EMPRESAS e residncias. Confira!

                     O Aeroporto de Confins comea, nesta semana, a operar  a fase piloto do projeto Aeroporto Industrial.   Criado em 2002, em trabalho conjunto entre a Infraero, a Camex e a Receita Federal, o Aeroporto Industrial o Regime Especial de Entreposto Aduaneiro que tem como objetivo estimular as exportaes por meio de incentivos e facilidades logsticas s indstrias, tornando-as mais competitivas no mercado internacional. 
                     Instalado em uma rea de 15 milhes de metros quadrados, o Aeroporto Industrial de Minas Gerais possui espao e infra-estrutura suficientes para implantao de grandes empreendimentos industriais.
    As indstrias ali instaladas podero realizar, entre outros servios, montagens, fabricao, reviso, recondicionamento, reparo e embalagens de produtos voltados para o mercado externo. 
                     O processo de produo de produtos industrializados no aeroporto deu incio na segunda-feira, com a fabricao das primeiras 500 peas do VCR Slim, da Clamper, fabricante de dispositivos de proteo contra oscilao de corrente eltrica, utilizados em quadro eltrico de empresas e residncias.
    Com esse projeto piloto, que tem durao de um ano, prorrogvel por mais outro, a Infraero j arrecadou 13,8 mil reais com a concesso de reas e a entrepostagem dos insumos e produtos destinados exportao. 
                      Na avaliao de Ednaldo Santos, gerente de Gesto e Relaes com o Mercado, a implantao do Aeroporto Industrial ir mudar o perfil do Tancredo Neves e dos aeroportos brasileiros.
    "O projeto contribuir com o aumento da oferta de vos para cargas e a reduo de custos de produo com a industrializao de bens em zona primria. Alm disso, ser uma oportunidade para aumentar a oferta de empregos mais especializados na regio dos aeroportos, pois as empresas instaladas trabalharo com produtos de alto valor agregado, que contribuiro para a gerao de renda, emprego e o desenvolvimento tecnolgico dos aeroportos brasileiros", disse.

                      O Aeroporto Tancredo Neves fechou o ms de agosto com sua maior arrecadao, registrando uma receita de 1,7 milhes no ms. um sinal positivo de que com este importante e indito projeto, a Infraero, o Governo de Minas Gerais e a Clamper iniciam uma nova modalidade para o desenvolvimento industrial brasileiro.

    Fonte: Jornal O Tempo.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 25, 2006

    CIA. VALE DO RIO DOCE de olho na mineradora canadense INCO. Confira!

    O conselho de administrao da mineradora canadense Inco anunciou neste domingo que recomenda aos acionistas da empresa a oferta de compra da empresa pela brasileira Companhia Vale do Rio Doce, abrindo caminho para a formao de uma gigante mundial da minerao. Segundo comunicado divulgado pela Inco imprensa, a mineradora canadense de nquel apia a oferta de compra feita pela Vale no valor de 86 dlares canadenses em dinheiro por ao. "Estamos satisfeitos de que a oferta da Vale de 86 dlares canadenses por ao representa um valor atraente para nossos acionistas", disse o chairman e presidente-executivo da Inco, Scott Hand. "A Vale a terceira companhia que fez uma oferta pela Inco e essas empresas anunciaram um total de seis propostas desde o incio de maio. Acreditamos que este processo gerou um resultado muito positivo para os acionistas da Inco e ns recomendamos a aceitao da oferta da Vale", acrescentou o executivo.A deciso do conselho da Inco representa uma mudana de posio da direo da companhia, que no final de agosto tinha rejeitado a oferta da Vale e recomendado a seus acionistas a aceitao de proposta de aquisio amigvel feita pela norte-americana Phelps Dodge, que em setembro abandonou a disputa. A posio de rejeio vinha se mantendo, apesar da manifestao de apoio dos acionistas oferta da Vale. "Temos grande respeito pela qualidade da equipe de administrao deles (Vale) e pelo o que eles conseguiram realizar como companhia", disse Hand no comunicado. A aceitao da proposta por parte do conselho da Inco acontece alguns dias antes da expirao da oferta da Vale, marcada para 28 de setembro. Representantes da Vale, maior companhia de minrio de ferro do mundo, no puderam ser imediatamente contatados para comentar o assunto. Na poca do anncio da oferta da mineradora brasileira, 11 de agosto, a Vale informou que a transao levaria a empresa ao segundo lugar na indstria mundial de minerao em termos de valor de mercado, superando Anglo American e Rio Tinto e ficando atrs apenas da BHP Billiton. Atualmente a Vale est na quinta posio do ranking mundial.

    Fonte: Reuters.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 25, 2006

    Da Srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. O presidente do SINPAPEL, Antnio Eduardo Baggio recebeu o ex-presidente da FIESP, Horcio Piva, presidente da Associao de Papel e Celulose e Membro do Conselho da KLABIN. Piva fez palestra, na FIEMG em BH, para a diretoria e filiados do SINPAPEL, que est fazendo 63 anos de fundao.

     

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 23, 2006

    UM BOM EXEMPLO dado pelo administrao do prefeito de Desterro do Mello, Ruy Fernandes. PONTES METLICAS. Desterro do Mello, fica a 200 kms de Belo Horioznte no caminho do meio da Estrada Real. E est integrado Rede Mundial de Computao: www.nossochao.com.br












     PONTES METLICAS

    FAZENDO BEM FEITO
    Mais uma ponte metlica est sendo construda pelo Governo Municipal. Desta vez a regio beneficiada com as obras a da Buracada, localidade prxima divisa com o municpio de Senhora dos Remdios.
    Desde o incio deste ano, funcionrios da prefeitura esto trabalhando em todas as regies do Municpio, substituindo pontes de madeira por passagens em concreto e ao, como a que se pode ver em construo - foto.
    Neste perodo, 14 precrias pontes de madeira foram substitudas por tubules de ao. De acordo com os funcionrios que trabalham nas obras, restam apenas 02 pontes em todo o Municpio para serem substitudas e, ainda segundo eles, ao findar o ms de novembro Desterro do Melo no ter nenhuma ponte de madeira; todas sero seguras, em concreto e ao.


    ELEITORES TERO TRANSPORTE GRATUITO

    FAZENDO BEM FEITO
    Os eleitores que residem na zona rural do municpio de Desterro do Melo tero transporte gratuito para comparecerem s urnas, no prximo dia 01 de outubro.
    A Justia Eleitoral garante, em toda a federao, o direito de transporte para o exerccio do voto a todos os cidados que tm suas residncias rurais distantes dos locais de votao em um espao superior a 02 quilmetros.
    "Todos os veculos que integram a frota do Governo Municipal ( Kombis, uno, gol , nibus, micro-nibus e ambulncias ) estaro trabalhando no dia 01 de outubro, a partir das 07 horas" - nos informou o Coordenador Municipal de Obras e Transporte, Ricardo Mota Arajo.
    Ainda, de acordo com o coordenador, os veculos prestadores de servio - terceirizados pela prefeitura para atender ao transporte escolar - tambm sero colocados disposio da Justia Eleitoral no dia da votao.
    A legislao do Tribunal Superior Eleitoral - TSE - rigorosa quando se trata de transporte gratuito em eleies. Ela restringe este benefcio a eleitores que residem exclusivamente na zona rural, como citamos anteriormente. A Lei ainda probe que candidatos ou partidos polticos faam "boca de urna" no interior dos veculos e/ou transportem pessoas no permetro urbano. Para aqueles que forem flagrados fazendo o transporte irregular, a Lei Eleitoral determina priso, por um perodo que pode variar de 04 a 06 anos, alm do pagamento de multa.


    HORRIO DE ATENDIMENTO ESTENDIDO

    FAZENDO BEM FEITO
    Desde a ltima segunda-feira, 18, o Banco Postal Bradesco - que funciona em parceria com a agncia dos Correios - ampliou o seu horrio de funcionamento, antes restrito somente ao perodo da manh.
    Por ser a nica instituio financeira da cidade, grandes filas se formavam por aqueles que demandavam os seus servios, causando grande desconforto aos usurios.
    Com o horrio de funcionamento estendido ao perodo da tarde, de segunda a sexta-feira, os clientes da cidade tero melhor e maior acesso aos servios bancrios ofertados.
    Para maiores informaoes: 32 3336 1110.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 23, 2006

    Da terra das Rosas, na regio do Campo das Vertentes de Minas, para Manhua.

    Barbacena:Deu no jornal O Tempo
                   A produo de rosas no municpio mineiro de Barbacena tradicional, j existe h vrias dcadas. A experincia acumulada pelos agricultores, que j atravessaram graves perodos de crise, agora deve ajudar os floricultores da cidade de Manhuau, na regio leste de Minas Gerais.
    L, as exticas flores tropicais do os tons das plantaes que comearam a surgir h apenas trs anos e ainda precisam crescer em organizao e conhecimento tcnico.
    Nas duas cidades so desenvolvidos projetos de Gesto Estratgica Orientada para Resultados (Geor), liderados pelo Sebrae para o desenvolvimento da atividade. Em Barbacena a iniciativa tem um ano e meio e j conquistou resultados importantes.
    No leste de Minas, o projeto tem apenas seis meses. "Levamos uma misso Tecnoflor para que os produtores pudessem conhecer os roseirais e participar das palestras", conta a tcnica do Sebrae estadual em Manhuau Ereni Constantino.
    A presidente da Associao dos Produtores de Plantas Ornamentais e Exticas de Manhuau e Regio (Appoex) Ieda Hannas se encantou com os roseirais de Barbacena. "As tcnicas so simples, mas tudo muito organizado", diz.

    Os contatos feitos na cidade tambm j vo render vantagens para os dois lados. "Conhecemos um produtor interessado em trazer uma variedade mais rara de folhagem do Rio Grande do Sul. Vamos fazer isso de forma conjunta, diminuindo os custos", conta Ieda

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 23, 2006

    ACADEMIA DE IDIAS - Confira os cursos de OUTUBRO. Vale a pena!









































    Tel. 3281-7750





    CURSOS EM OUTUBRO




    4 ENCONTROS SOBRE MINAS GERAIS
    F1 POR REGINALDO LEME
    CLARICE LISPECTOR: LEITURAS
    ALCACHOFRA, A FLOR E SEUS SEGREDOS
    CERVEJA: HISTRIA, SABORES E AROMAS






    4 ENCONTROS SOBRE MINAS GERAIS
    O curso reunir quatro importantes figuras do meio cultural de Minas Gerias, abordar a cultura, histria, os patrimnios materiais e imateriais, memrias, religiosidade e crenas do Estado.


    Segundas - feiras, das 19h15 s 21h30












    16/10 Jequitinhonha, reza e canto - Frei Xico 30/10 Patrimnio Cultural, Economia e Turismo - Otvio Elsio
    23/10 Patrimnio Cultural, abrangendo os aspectos materiais, imateriais e religiosos - ngelo Oswaldo 06/11 So Francisco Rio Abaixo: relato de trs viagens pelo rio, sua riqueza cultural, a mitologia cabocla, suas crenas e valores - Olavo Romano






    F1 POR REGINALDO LEME
    Um encontro nico ou um nico encontro com Reginaldo Leme que, com sua experincia e conhecimento de mais de 30 anos de cobertura jornalstica do esporte debater a saga dos brasileiros, a paixo pelo esporte, os bastidores e a relao do pas com o esporte e seus dolos.





    Tera-feira, das 19h15 s 21h30







    09/10 Reginaldo Leme    






    CLARICE LISPECTOR: LEITURAS
    O curso ser uma introduo obra de Clarice Lispector, a partir de seus contos, textos jornalsticos, correspondncia e leitura comentada de um romance.

    Professora
    Ruth Silviano Brando
    - Professora de literatura da UFMG, mestre em Literatura Brasileira e doutora em Literatura Comparada pela UFMG, com Ps-Doutorado pela Universidade de Paris VIII. Escritora e tradutora, com vrios livros: romance, conto, poesia e ensaios - entre esses: Mulher ao p da letra (ed. UFMG), Literatura e psicanlise (Ed. UfGS), A vida escrita (7Letras) e vrios artigos em jornais e revistas especializadas.





    Teras-feiras, das19h15 s 21h30












    10/10 Leitura comentada de contos do livro Laos de Famlia 24/10 Leituras de artigos escritos para jornal e de algumas cartas de Clarice
    17/10 Continuao da aula anterior 31/10 Leitura do romance A paixo Segundo GH






    ALCACHOFRA, A FLOR E SEUS SEGREDOS
    A aula com a chefe e escritora siciliana abordar, atravs de uma viagem cultura e tradio italiana, a arte, os cuidados e a sofisticao da alcachofra e o seu uso na culinria. Contar com degustao de receitas com alcachofras criadas por ela.


    Professora
    Maria Montanarini
    - A chef Maria Montanarini siciliana e reside em So Paulo. Responsvel pela valorizao da cultura da alcachofra na gastronomia nacional, conhecida pela sua dedicao a culinria italiana e pelos festivais de alcachofra que realiza em So Paulo e em Punta de Leste (Fasano, Gero e outras). Ex-proprietria do Il Garofano Rosso e da Casa Europa, SP, autora de 3 livros sobre cozinha italiana; tem diversas receitas premiadas e far o lanamento de seu quarto livro.





    Quarta feira - 19h15 s 21h30







    25/10 Aula prtica e terica    






    CERVEJA: HISTRIA, SABORES E AROMAS
    A cerveja uma das mais antigas bebidas da humanidade. Dos Sumrios, h mais de 5000 anos, at os atuais Craftbrewers espalhados por todo o mundo, milhares de frmulas combinando os mais diversos ingredientes, formaram uma diversidade de cores, sabores e aromas sem igual no universo das bebidas. Neste curso faremos uma visita virtual pelos lugares, histria e os estilos tradicionais em diversas partes do mundo, conhecendo um pouco mais sobre as matrias-primas e a arte da sua fabricao.

    Professor
    Paulo Schiaveto
    - Engenheiro de Produo - USP, Mestre Cervejeiro pela UCL - Universit Catholique de Louvain - Blgica. Trabalhou na Brahma depois Ambev por 10 anos, principalmente na rea de qualidade e estabilidade organolptica de cervejas. Hoje consultor na rea de processos cervejeiros.





    Quintas feiras - 19h15 s 21h30







    19/10 Um pouco de Histria. Ingredientes da cerveja. Sabores e aromas do malte.
    A fabricao do mosto. Degustao 1
    26/10 O lpulo. Sabores e aromas da fermentao. Cervejas de trigo. O universo das cervejas especiais. Degustao 2










    Rua Repblica Argentina, 755, Sion I Tel. 3281-7750
    academiadeideias.com I ai@academiadeideias.com









                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 22, 2006

    Notcias IMPORTANTES para empresas e pessoas fsicas, enviadas pelo Escritrio DCIO FREIRE & ASSOCIADOS. Confira!













    Memorando Tributrio N 79

    Sexta-feira, 22 de setembro de 2006.


    1 - EMITIDA PRIMEIRA NOTA FISCAL ELETRNICA DO BRASIL

    A DIMED, distribuidora de medicamentos, emitiu a primeira Nota Fiscal Eletrnica (NF-e) do Brasil, em ambiente operacional, e foi autorizada pela Secretaria Executiva da Fazenda do Estado do Rio Grande do Sul (Sefaz/RS).

    A NF-e j pode ser consultada, na Internet,  por meio do site da Sefaz/AL, o link :

    http://www.sefaz.al.gov.br/nfe


    (Fonte: Sefaz AL - Data: 15/9/2006)



     2 - RECEITA LIBERA CONSULTA MALHA FINA DO IMPOSTO DE RENDA A PARTIR DE 2002



     2 - RECEITA LIBERA CONSULTA MALHA FINA DO IMPOSTO DE RENDA A PARTIR DE 2002

    J est liberada, pela Receita Federal, a consulta a trs lotes da malha fina do Imposto de Renda para os contribuintes que tiveram as declaraes retidas nos anos de 2002, 2004 e 2005. As informaes esto disponveis no site da Receita Federal ou atravs do telefone 0300-78-0300.

    O pagamento da restituio sai amanh, no dia 22 de setembro e ser corrigido em 76,86% referentes taxa Selic acumulada no perodo. Nos trs lotes, a Receita vai pagar a restituio para 51.207 contribuintes, que somam R$ 109,4 milhes. Os recursos e as declaraes liberadas somam mais que o dobro dos dois lotes liberados no ms passado, que restituram 18.567 contribuintes no total de R$ 40 milhes.

    Quem no informou a conta corrente para crdito pode procurar qualquer agncia do Banco do Brasil.

    (Fonte: O Fluminense -  Data: 18/9/2006)



     3 - EMPRESAS TM AT FINAL DO MS PARA REGULARIZAR DVIDAS DO FGTS




     3 - EMPRESAS TM AT FINAL DO MS PARA REGULARIZAR DVIDAS DO FGTS

    Termina em 29 de setembro o prazo para as empresas que tm dbitos com o Fundo de Garantia do Tempo de Servio (FGTS) solicitarem parcelamento com prazo em condies especiais. Desde abril de 2005, a Caixa Econmica Federal oferece prazos mais extensos e facilidades adicionais para que as empresas regularizem seus dbitos junto ao Fundo. A regularizao das dvidas beneficia os trabalhadores e o prprio empregador, que passa a poder participar de licitaes pblicas.

    A ao visa garantir os direitos dos trabalhadores e regularizar a situao de inadimplncia dos empregadores. At o final do julho deste ano o montante dos dbitos do FGTS negociados durante todo esse perodo j alcanava a marca de R$ 1,373 bilho. Somente neste ano, a CAIXA j conseguiu recuperar R$ 563 milhes, o que representa um incremento de 30% em relao ao mesmo perodo de 2005.

    O prazo normal de parcelamento igual quantidade de meses de contribuies em atraso, observados os prazos regulares, conforme situao dos dbitos. O prazo pode chegar a 180 meses, de acordo com a situao econmico-financeira da empresa.

    Os empregadores que podem usar dessas condies esto enquadrados nas seguintes modalidades de dbito: notificados pela Fiscalizao do Trabalho, relativos aos recolhimentos mensais; parcelados junto CAIXA; confessados espontaneamente; diferenas apuradas em recolhimentos efetuados e inscritos em Dvida Ativa, ajuizados ou no.


    (Fonte: Sebrae PR - Data: 19/9/2006)



     4 - INCIO DE AO PENAL POR SONEGAO INADMISSVEL ANTES DE LANAMENTO DO TRIBUTO

    inadmissvel a persecuo criminal contra acusado de sonegao fiscal antes de lanamento definitivo do tributo. A observao foi feita pelo ministro Paulo Medina, da Sexta Turma, ao votar pela concesso de habeas-corpus para trancar ao penal contra o empresrio Marinaldo Rosendo de Albuquerque, preso durante a denominada "Operao Cevada", da Polcia Federal.

    Da deciso unnime da Turma consta ainda que, enquanto o tributo no se tornar exigvel, tambm no ter curso a prescrio.

    Proprietrio das empresas Disbetil, Dicel e PR Distribuidora de Bebidas e Alimentos Ltda., do Rio de Janeiro, ele acusado de ser uma espcie de "lder" na unio de empresrios com o objetivo de sonegao de impostos atribuda ao "Grupo Schincariol", que j teria causado prejuzo de aproximadamente meio bilho de reais aos cofres pblicos.


    (Fonte: STJ |  Data: 18/9/2006)



     5 - GASTO COM CURSO PREPARATRIO PODER SER DEDUZIDO DO IR

    O Projeto de Lei 7153/06, do deputado Cezar Silvestri (PPS-PR), muda a legislao tributria para permitir que os contribuintes deduzam, do Imposto de Renda da Pessoa Fsica, as despesas com cursos preparatrios para concursos e vestibulares e tambm os gastos com o aprendizado de idiomas. "A legislao atual bastante restritiva quanto aos limites de deduo das despesas com instruo e aperfeioamento profissional", diz Silvestri.

    (Fonte: Agncia Cmara |  Data: 15/9/2006)



     6 - PARCELAMENTO REQUERIDO POR 205 MIL CONTRIBUINTES

    Balano parcial divulgado em 15.09.06, pela Receita Federal indicava que o Parcelamento Excepcional - segundo programa de refinanciamento de dbitos com a Unio lanado pelo governo Luiz Incio Lula da Silva - ultrapassou em nmero de inscritos o Refis, adotado durante a gesto anterior, de Fernando Henrique Cardoso.


    Balano parcial divulgado em 15.09.06, pela Receita Federal indicava que o Parcelamento Excepcional - segundo programa de refinanciamento de dbitos com a Unio lanado pelo governo Luiz Incio Lula da Silva - ultrapassou em nmero de inscritos o Refis, adotado durante a gesto anterior, de Fernando Henrique Cardoso.

    At o incio da tarde do dia 15.09.06, foram registrados 205 mil pedidos, contra os 129 mil do Refis, de novembro de 2001.

    A adeso ao Paex terminou sexta passada e o nmero parcial se aproximava dos 280 mil do Paes (Parcelamento Especial), criado aps trs meses da gesto petista na Presidncia, em 2003.

    Ao entrar nos programas, pessoas fsicas e jurdicas poderiam renegociar prazos e ganhar reduo de juros e de multas nas dvidas com a Receita Federal, a Previdncia Social e a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional.

    Quem participava do Refis ou do Paes poderia desistir e aproveitar as condies do Paex -prazo de at 130 meses e desconto de at 80% das multas e 30% dos juros, dependendo da poca da inadimplncia.

    Alvo de grande procura, e crticas, os programas tambm prevem a excluso em caso de no-pagamento.

    Do Refis, que parcelou dvidas em at 500 anos, foram retiradas mais de 70% das empresas que se inscreveram. At o final do ms passado, chegava a 48,4% o nmero de pessoas jurdicas excludas do Paes pelo no-pagamento de trs parcelas consecutivas.


    (Fonte: Folha de S. Paulo -  Data: 16/9/2006)



     7 - PROJETO D INCENTIVO FISCAL PARA DOAO S SANTAS CASAS

    O Projeto de Lei 7144/06, do deputado Andr Zacharow (PMDB-PR), permite que as doaes feitas s santas casas e hospitais filantrpicos sejam deduzidas do Imposto de Renda da Pessoa Fsica.

    O parlamentar lembra que as santas casas e hospitais filantrpicos do Pas, que respondem por metade dos leitos hospitalares, passam por uma grave crise financeira, decorrente em parte da queda das doaes. O benefcio fiscal previsto no PL 7144/06 tem como objetivo incentivar o retorno dessas contribuies voluntrias.


    A proposta tambm estabelece que a soma das doaes (s santas casas e hospitais filantrpicos; aos fundos mantidos pelos conselhos municipais, estaduais e nacional dos direitos da criana e do adolescente; aos projetos culturais financiados pelos Programa Nacional de Apoio Cultura; e s atividades audivisuais) ficar limitada a 6% do imposto devido pela pessoa fsica.


    (Fonte: Agncia Cmara - Data: 15/9/2006)



     8 - RECEITA PENHORA R$ 37 MI

    A Receita Federal fez uma penhora no rosto dos autos do patrimnio da empresa falida Avestruz Master no valor de R$ 37 milhes. Na prtica, no h apreenso nem confisco de bens, mas o procedimento uma espcie de aviso que a dvida com a Receita existe e ser cobrada. Os autos do processo esto sob a responsabilidade do juiz Carlos Magno Rocha da Silva, da 11 Vara Cvel de Goinia, que decretou a falncia do grupo no dia 27 de julho deste ano.

    De acordo com o magistrado, esse um procedimento comum e j esperado, pois a Fazenda Pblica no est sujeita penhora de bens, apenas crditos. No entanto, ele afirma que a dvida com a Receita bem maior que a declarada pelo ex-scio e ex-majoritrio da empresa, Jerson Maciel, de R$ 26 milhes.


    (Fonte: Dirio da Manh - Data: 15/9/2006)




     9- IMPOSTOS: ARRECADAO DE IPI DAS FBRICAS DE REFRIGERANTES DEVE SUBIR

    Assim como aconteceu com o setor de cervejas, a instalao de medidores de vazo em cada linha de produo das fbricas de refrigerantes se tornar obrigatria, o que deve aumentar a arrecadao do Imposto sobre Produto Industrilizado (IPI). Para as empresas que produzem mais de 200 milhes de litros por ano, o prazo para a colocao do dispositivo vai at o dia 30 deste ms. IMPOSTOS: ARRECADAO DE IPI DAS FBRICAS DE REFRIGERANTES DEVE SUBIR

    Assim como aconteceu com o setor de cervejas, a instalao de medidores de vazo em cada linha de produo das fbricas de refrigerantes se tornar obrigatria, o que deve aumentar a arrecadao do Imposto sobre Produto Industrilizado (IPI). Para as empresas que produzem mais de 200 milhes de litros por ano, o prazo para a colocao do dispositivo vai at o dia 30 deste ms.refrigerantes se tornar obrigatria, o que deve aumentar a arrecadao do Imposto sobre Produto Industrilizado (IPI). Para as empresas que produzem mais de 200 milhes de litros por ano, o prazo para a colocao do dispositivo vai at o dia 30 deste ms.

    Segundo informaes do Dirio do Comrcio, peridico da Associao Comercial de So Paulo, as fbricas que produzem de 30 a 200 milhes de litros de refrigerante por ano tero at o dia 31 de maio de 2007 para instalar os medidores. Para as que fabricam de 5 a 30 milhes de litros anuais, o limite dia 31 de dezembro de 2007.

    De acordo com a Secretaria da Receita Federal (SRF), com a medida, esperado um incremento significativo na arrecadao do IPI pago pelas fbricas de refrigerantes do Pas.

    Isso porque, depois da instalao dos medidores nas fbricas de cerveja, houve alta de 15% na arrecadao do IPI. E quem no cumprir a obrigao ter que pagar multa de at 50% do valor comercial da mercadoria produzida, desde que no seja inferior a R$ 10 mil.

    (Fonte: InfoMoney -  Data: 20/9/2006)  

     







    UNIDADES:
    Belo Horizonte - Braslia - Rio de Janeiro - So Paulo -
    Vitria - Recife - Salvador
    Juiz de Fora - Uberlndia - Varginha - Governador Valadares
    Washington DC






                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 22, 2006

    De olho na rea de Informtica. Confira!

    Novidade no mercado de informtica.

    De acordo com o ministro da Cincia e Tecnologia, Srgio Resende, o governo federal pretende lanar um programa de subveno no  qual empresas de informtica podero desenvolver inovaes tecnolgicas encomendadas e pagas pelo Governo Federal. Apesar de ser comum em pases desenvolvidos, esse tipo de programa no era permitido no Brasil at a entrada em vigor, no ano passado, da Lei da Inovao.

    R$ 500 milhes

    A idia lanar trs editais totalizando R$ 500 milhes. Um para convocar empresas a apresentarem projetos de pesquisa e desenvolvimento, um outro edital sobre liberao de verbas para as empresas poderem contratar mestres e doutores, e um terceiro edital de apoio s pequenas empresas de APLs. As empresas recebero recursos federais e se comprometero a desenvolver uma determinada tecnologia para uso do Governo. Segundo o Ministrio, trata-se de um investimento de doao por contrato. Os recursos para o programa so do Fundo Nacional de Desenvolvimento Cientfico e Tecnolgico que possui um oramento de R$ 1,3 bilho para este ano.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 22, 2006

    PROTESTO PACFICO das Empresas de OUTDOOR de Minas. Confira nota do colunista Csar Romero do jornal Tribuna de Minas de Juiz de Fora.

                          ANTENADO
    A Associao das Empresas de Outdoor do Interior de Minas Gerais (Asdoor) iniciou uma campanha publicitria com a veiculao de mensagens, em protesto pacfico, contra a proibio do uso de outdoor em campanhas eleitorais.
    Com abrangncia em todo o estado, a campanha est sendo exibida em mais de 500 tabuletas.
    A Asdoor, que tem sede em Belo Horizonte, rene 100 associados e detm cerca de 10 mil pontos publicitrios, gerando empregos e recolhimento de impostos, da o descontentamento com a lei eleitoral.
    Em Juiz de Fora, trs empresas - Satlite Painis, Classidicas e Street Propaganda, que integram a Asdoor - aderiram a campanha com 20 tabuletas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 21, 2006

    Vale destacar o comentrio enviado pelo presidente do Consrcio Capim Branco Energia,Celso Castilho, nosso assduo leitor deste BLOG, l em Araguar e Uberlndia no Tringulo Mineiro. Relembrando que o CCBE investe mais de 840 milhes de reais na construo de duas Usinas Hidreltricas no rio Araguar. A primeira, a Usina Capim Branco 1, j est pronta e gerando 240 megawatts. A segunda, a Capim Branco 2, fica pronta no primeiro trimestre de 2007 e vai gerar 210 megawatts.







    Comentrios

    #1. Celso - (celsocastilho@ccbe.com.br)
    Prezado Joo.
    Mais uma vez voc noticia de forma correta os eventos de Capim Branco. Obrigado por passar atravs do seu Blog informaes de interesse pblico. Continuo assduo leitor de suas notcias.
    Celso Castilho, pres.CCBE.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 21, 2006

    De olho nas NOVIDADES do Ministrio das Comunicaes.

    Incluso digital faz computador servir como telefone no interior do Pas.

    Software que permite trfego da voz pela rede mundial de computadores chega aos pontos de presena do Gesac.
     

                        O Ministrio das Comunicaes planeja interligar at o final deste ano, por meio do servio de transmisso de voz pela internet, o VoIP, 3,2 mil pontos de presena do Programa Governo Eletrnico Servio de Atendimento ao Cidado (Gesac) distribudos por aproximadamente 2 mil municpios.O objetivo do Ministrio com a ao oferecer uma alternativa de comunicao s famlias que no dispem de linha telefnica em casa e tambm fortalecer a comunicao entre os usurios do Gesac e deles com o Ministrio. Esse recurso dever, ainda, facilitar o acompanhamento do programa. O stio eletrnico do Gesac, o www.idbrasil.org.br, coloca disposio o programa Softphone. A iniciativa prev tambm a distribuio de telefones IP, aparelhos com interface ethernet com a rede Gesac, e adaptadores de telefone analgico (ATA). S em agosto foram entregues 525 desses aparelhos."Com a convergncia digital, tudo vai virar IP, e a voz sobre o protocolo de internet j realidade no Gesac", comemora o consultor para incluso digital do Ministrio das Comunicaes, Benedito Medeiros.


                       
    Consultas: Em Pernambuco, menos da metade das residncias possuem telefone, revela a Pesquisa Nacional por Amostra de Domiclios (Pnad) de 2004. Bo distrito de Bonana, municpio de Moreno (PE), a realidade semelhante.  E o VoIP est em uso na escola Maria do Cu Bandeira, onde funciona ponto de presena do Gesac. Uma professora do prprio centro de ensino em novembro de 2005 a responsvel pela instalao do software nos terminais que ficam na escola. Eliane Francisca de Lima, que ensina matemtica, fez a instalao do Softphone seguindo as orientaes disponveis na pgina eletrnica www.idbrasil.org.br.


     
                      "O VoIP tem estimulado os meninos a passarem mais tempo na escola", ressalta a professora. Eliane acrescenta que a ferramenta tem facilitado a vida dos moradores do distrito. "Como muitos no tm telefone em casa, usam a estrutura Gesac para se comunicarem com familiares que moram em outros locais e, inclusive, para o agendamento de consultas mdicas".O administrador do cemitrio da cidade, Lus Coelho, usou o VoIP no ponto de presena e aprova. "Apesar de estarmos s a 35km de Recife, no temos muito acesso comunicao e, com esse recurso, podemos intensificar nossos contatos com rgos importantes como a Secretaria de Educao de Moreno", diz.  O programa Gesac, coordenado pelo Ministrio das Comunicaes, tem como objetivo principal promover a incluso social por meio da incluso digital. O programa conta com mais de 3,2 mil pontos de presena e oferta s populaes dessas comunidades equipamentos, conexo internet e a oportunidade do aprendizado da informtica.


     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 21, 2006

    BIOBRASIL 2006. Congresso de Biotecnologia em BH, vai movimentar o setor nos dia 17 e 18 de outubro no Hotel Mercury. Sobre este assunto ns entrevistamos no Programa Economia e Negcios da FIEMG, na Rede Minas, o professor Roberto Machado Silva, expert no assunto BIOTECNOLOGIA.

    Belo Horizonte, reconhecida como plo de biotecnologia, recebe, nos dias 17 e 18 de outubro, no Mercury Hotel,  especialistas para discutir temas ligados ao agronegcio, meio ambiente, sade humana, animal e vegetal. O congresso, que bienal, o Bio Brasil, pretende trazer discusso a biotecnologia como  um segmento fundamental no desenvolvimento do pas. Das 75 empresas de biotecnologia, instaladas em Minas Gerais, 25 esto na Regio Metropolitana de BH, o que possibilitou a implantao do Arranjo Produtivo Local (APL) de Biotecnologia.

    Faturamento

    Segundo estudos feitos em 2004, as empresas do APL registraram um faturamento de  R$ 550 milhes destas empresas, que chegam a empregar trs mil pessoas. A meta das empresas do APL aumentar o faturamento em 20% at o final de 2007.

    Temas

    Temas como os impactos da gripe aviria na sade humana e na economia, fitoterapia, reproduo animal, biocombustveis, alimentos transgnicos, novas abordagens no tratamento do cncer e clulas tronco tambm sero tratados por especialistas nacionais e internacionais no Congresso.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 21, 2006

    Deu na coluna do jornalista barbacenense, meu amigo Mrcio Bertola. Vale conferir a pgina dele www.marciobertola.com.br









    O prefeito Martim Andrada tomando cafezinho com o professor Antnio Anastasia, segunda ltima, na praa dos Andradas. No centro da foto o professor Jos Augusto Penna Naves


     O Tempo
    Grato ao jornal O Tempo que por intermdio da coluna assinada por Elder Martinho apontou este reprter como o Melhor do Ano nesta regio, nos contemplando com o Trofu Nicolau Neto, que ser entregue em noite festiva no Salo Portinari do Iate Tnis Clube, , dia 21 prximo. Divido a premiao com todos os coleguinhas da imprensa de Barbacena. A festa tem o sugestivo nome de O Luxo Somos Ns.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 21, 2006

    Novo reitor da Universidade Federal de Juiz de Fora, meu amigo, professor Henrique Duque implanta ECONOMIA DE GUERRA. A notcia veio do jornal Tribuna de Minas de Juiz de Fora.Confira!

                              UFJF
                         Reitor anuncia 'economia de
                              guerra' para reduzir dficit

    Suspenso de obras, corte em cargos comissionados e negociao de verba extra em Braslia. A estratgia, chamada de "economia de guerra", foi anunciada pelo reitor Henrique Duque para manter o funcionamento da UFJF, com dficit de R$ 2,55 milhes no oramento de 2006.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 20, 2006

    O Consrcio Capim Branco Energia, tendo frente seu presidente, economista Celso Castilho, concluiu mais uma etapa na abertura dos caminhos para o Progresso no Tringulo Mineiro. Agora a pouco, v no MGTV da Rede Globo, aqui em BH, a imploso da velha ponte sobre o rio Araguar na BR-O50, que liga Uberlndia a Araguar. Confira mais detalhes!

                        O presidente do Consrcio Capim Branco, Celso Castilho, nos disse que a imploso da antiga ponte marca uma nova era para a regio, onde o consrcio est construindo duas Usinas Hidreltricas sobre no Rio Araguar. Alis a primeira usina, a Capim  Branco 1, j est em operao gerando 240 megawatts. A segunda, a Capim Branco 2, com capacidade de gerar 210 megawatts, fica pronta no primeiro trimestre de 2007. O investimento total do CCBE mais de 840 milhes de reais, gerando recursos para os cofres dos municpios de Araguar, Indianpolis e Uberlndia e mais, garantindo energia eltrica,  fundamental para o denvolvimento de Minas e do pas.

                         Conversamos, pelo celular com o presidente do CCBE, Celso Castilho, quando ele estava no Aeroporto de Uberlndia, s 19h30 esperando o vo para BH, onde ele ter importamnte reunio, nessa quinta-feira, na rea do meio ambiente, aqui na capital mineira. Ele nos disse que a imploso da antiga ponte sobre a BR-050 faz parte de mais uma etapa  da condicionante ambiental do processo de licenciamento assinado pelo CCBE com o governo de Minas. Primeiro o Consrcio construiu uma nova ponte, moderna e de acordo com as necessidades de trgego do trecho que liga no s Uberlndia a Araguar, bem como a Braslia. A nova ponte entregue pelo Consrcio dia 4 de setembro (como noticiamos em primeira mo, aqui neste BLOG, arquivo dia 5), e agora imploso da velha ponte, representaram um investimento total do CCBE de 7 milhes e meio de reais.

                          Celso Castilho afirmou: que como presidente do Consrcio Capim Branco Energia, est satisfeito com a conluso destas duas importantes etapas, j que a nova ponte resolve o gargalo histrico naquele trecho movimentadssimo da BR-050 e era uma antiga reivindicao da regio, atendida pelo nosso Consrcio. E no cado da imploso da velha ponte, fica resolvido o problema de navegao naquele trecho do rio Araguar, que d acesso aos reservatrios formados pelas Hidreltricas Capim Branco 1 e Capim Branco 2 - concluiu o presidente do CCBE, economista Celso Castilho.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 20, 2006

    Notcia enviada pelo Escritrio de advocacia Dcio Freire & Associados. Confira!

    POSTOS DE COMBUSTVEIS PODERO TER REGRAS DE CONTROLE AMBIENTAL MAIS RGIDAS

    Tramita na Cmara dos Deputados o Projeto de Lei n 7.186/06, que estabelece normas para instalao de empreendimentos destinados comercializao de combustveis. Para o autor, preciso que uma lei - e no apenas uma Resoluo do Conselho Nacional do Meio Ambiente - CONAMA, como ocorre hoje estabelea as medidas de controle ambiental dos postos revendedores e preveno contra danos.
    O Projeto - que toma como base a Resoluo 273/00 do CONAMA - estabelece que a localizao, construo, instalao, modificao, ampliao e operao de postos revendedores e de abastecimento, de instalaes de sistemas retalhistas e de postos flutuantes de combustveis dependero de prvio licenciamento do rgo ambiental competente. O texto tambm determina que todos os projetos de construo, modificao e ampliao desses empreendimentos devero, obrigatoriamente, ser realizados segundo normas expedidas pela ABNT e diretrizes estabelecidas pelo CONAM ou pelo rgo ambiental competente.

    No caso de desativao, os estabelecimentos ficam obrigados a apresentar um plano de encerramento de atividades a ser aprovado pelo rgo ambiental competente; este tambm dever ser comunicado sobre qualquer alterao na titularidade dos empreendimentos ou em seus equipamentos e sistemas, para atualizao dessa informao na licena ambiental.
    O no-cumprimento da lei sujeitar os infratores a responsabilizao civil alm das sanes penais e administrativas para condutas e atividades lesivas ao meio ambiente.

    A proposta, que tramita em carter conclusivo, ser analisada pelas comisses de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel; e de Constituio e Justia e de Cidadania.Fonte: Agncia Cmara.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 20, 2006

    Frei Leonardo Boff fala em Barbacena sobre tica, Direitos Humanos, Movimentos Populares e Conjuntura Poltica. Ser no Auditrio da Escola Preparatria de Cadetes do Ar (EPCAR). Confira!

                                O telogo Leonardo Boff estar em Barbacena, na sexta-feira, dia 22 de setembro, a convite da Comisso de Direitos Humanos e tica (CODHE) para proferir uma palestra, no auditrio da EPCAR, s 19 horas, abordando os temas tica, Direitos Humanos, Movimentos Populares e Conjuntura Poltica. "O professor Leonardo Boff considerado pelo meio intelectual um dos maiores pensadores da atualidade. A CODHE quer aproveitar sua capacidade intelectual, aliada sua sensibilidade social, para nos proporcionar informaes mais atualizadas sobre os direitos humanos, fazer uma reflexo sobre a conjuntura poltica e a forma como os movimentos populares vm reagindo s transformaes sociais locais e globais", justifica a presidente da Comisso, Eliana Teixeira Dias.

                                A entrada para a palestra franca e no h necessidade de inscrio prvia. O auditrio da EPCAR tem capacidade para 1,5 mil pessoas. " nosso objetivo atingir um pblico variado, com pessoas de todos os grupos sociais, mas que tm em comum a preocupao com o prximo, com todos aqueles excludos diante de um modelo econmico fundamentalista, gerador de mais desigualdade", explica Eliana.

                                Segundo a presidente da CODHE, a palestra do telogo faz parte das atividades da Comisso que tem procurado atuar em vrias frentes e desenvolve o projeto Ciclo de Palestras do qual faz parte a vinda de Boff Cidade das Rosas. "Este projeto visa debater com a sociedade temas atuais que nos levem reflexo sobre os problemas e perspectivas vividos pelas prprias pessoas individualmente ou enquanto membros da coletividade", esclarece. inteno da Comisso, tambm, trabalhar com segmentos especficos da sociedade. " o caso, por exemplo, da rea jurdica, quando pretendemos discutir temas como o Direito Penal Humanitrio. Esta a primeira de uma srie que esperamos realizar", lembra Eliana.


    Biografia do palestrante

    Leonardo Boff, 67, catarinense de Concrdia. Cursou Filosofia em Curitiba-PR e Teologia em Petrpolis-RJ. Doutorou-se em Teologia e Filosofia na Universidade de Munique-Alemanha, em 1970. Ingressou na Ordem dos Frades Menores, franciscanos, em 1959. Durante 22 anos, foi professor de Teologia Sistemtica e Ecumnica em Petrpolis, no Instituto Teolgico Franciscano. Professor de Teologia e Espiritualidade em vrios centros de estudo e universidades no Brasil e no exterior, alm de professor-visitante nas universidades de Lisboa (Portugal), Salamanca (Espanha), Harvard (EUA), Basel (Sua) e Heidelberg (Alemanha). doutor honoris causa em Poltica pela universidade de Turim (Itlia) e em Teologia pela universidade de Lund (Sucia), tendo ainda sido agraciado com vrios prmios no Brasil e no exterior, por causa de sua luta em favor dos fracos, dos oprimidos e marginalizados e dos Direitos Humanos.
                                 De 1970 a 1985, participou do conselho editorial da Editora Vozes. Neste perodo, fez parte da coordenao da publicao da coleo "Teologia e Libertao" e da edio das obras completas de C. G. Jung. Foi redator da Revista Eclesistica Brasileira (1970-1984), da Revista de Cultura Vozes (1984-1992) e da Revista Internacional Concilium (1970-1995).Em 1992, renunciou s suas atividades de padre e se auto-promoveu ao estado leigo. Continua como telogo da libertao, escritor, professor e conferencista nos mais diferentes auditrios do Brasil e dos estrangeiros, assessor de movimentos sociais de cunho popular libertador, como o Movimento dos Sem Terra e as comunidades eclesiais de base (CEB's), entre outros. Morando atualmente em Petrpolis, Boff autor de mais de 60 livros nas reas de Teologia, Espiritualidade, Filosofia, Antropologia e Mstica. A maioria de sua obra est traduzida nos principais idiomas modernos 


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 19, 2006

    DE olho na ECOLATINA, que est sendo realizada em BH at dia 21, quinta-Feira. Recomendo ao EMPRESARIADO, ler a notcia enviada pela Assessoria de Comunicao da empresa de higienizao de uniformes, a ATMOSFERA, de So Paulo, pilotada em Minas pelo competente executivo Adolpho Fluhmann, com quem conversei agora pouco pelo celular. Adolpho est agora tarde participando com um stand da ATMOSFERA na 6 Conferncia Latino-Amarericana sobre Meio Ambiente e Responsabilidade Social - a ECOLATINA - no Expominas, aqui na capital mineira.

    POSSVEL HIGIENIZAR UNIFORMES,
    SEM DESRESPEITAR O MEIO AMBIENTE

    Para a Atmosfera, sua atuao socioambiental responsvel
    contribui para garantir a sustentabilidade de nosso planeta

    A Atmosfera, maior empresa de gesto e higienizao txtil do Brasil, participa da feira de tecnologias, produtos e servios, que ocorre em simultneo 6 Conferncia Latino-Americana sobre Meio Ambiente e Responsabilidade Social (Ecolatina), desta segunda (18) at a prxima sexta (21), em Belo Horizonte (MG). O tema central desta conferncia, o mais completo evento socioambiental brasileiro, a energia, o meio ambiente e os prximos desafios, com abordagens sociais, econmicas e ambientais.

    Durante a Ecolatina, a Atmosfera apresenta seus servios de fornecimento de uniformes e manuteno de equipamentos de proteo individual - EPIs, alm de sua forma de atuao responsvel para a construo de uma sociedade sustentvel. "Vamos demonstrar como funciona a logstica da empresa para o atendimento personalizado, gil e de qualidade s indstrias, hospitais e hotis, alm de sua atuao respeitosa com seus diversos pblicos e o meio ambiente", destaca o gerente da unidade mineira, Adolpho Fluhmann Filho.

    Sistema Inteligente de Uniformizao

    A Atmosfera especializada em higienizao de uniformes, EPIs e controle de sujidades industriais, oferecendo solues completas, com servios agregados e facilidades, para empresas de todos os segmentos. A empresa limpa e recupera luvas, aventais, mangotes, perneiras, carneiras de capacete, entre outros EPIs, o que evita o descarte sem reutilizao, promovendo ao mesmo tempo a reduo de resduos e a reduo de custos na indstria. Fornece ainda, sob locao, roupas protetoras especiais para baixas ou altas temperaturas, repelente a chamas, ambiente controlado, aluminizadas, refletivas e antiestticas.

    "A recuperao dos EPIs gera uma economia de at 50%, se comparada compra e descarte sem reutilizao", garante Fluhmann. Ele acrescenta que a companhia tem um servio especial chamado de Sistema Inteligente de Uniformizao que inclui a gesto de roupas profissionais elaboradas para cada atividade. As peas so personalizadas com a logomarca da empresa, identificadas com cdigos de barra, colocadas em armrios com gavetas individuais lacradas, acompanhadas de toalhas de banho.

    O servio abrange a higienizao peridica dos uniformes dos funcionrios, que no tm de se preocupar em lavar, consertar e, principalmente levar resduos que podem contaminar a famlia. A inspeo de cada pea garante respaldo tcnico em casos de vistorias e auditorias externas, consertos, reparos, eventuais substituies de uniformes desgastados pelo uso e gera relatrios detalhados que possibilitam o controle e a garantia da troca de roupa.

    A Atmosfera tem tambm ampla experincia na locao de toalhas industriais tanto para salas limpas ou ambientes controlados quanto para ambientes com muita sujidade. Elas so a melhor opo para a limpeza de mquinas e equipamentos e substituem trapos e estopas com eficincia e economia. H toalhas de algodo, que so utilizadas para absorver, arrastar e polir equipamentos com sujeira pesada, como graxa, leo, tintas, vernizes, solventes e outros produtos qumicos. E h toalhas sintticas utilizadas na limpeza tcnica de peas, produtos e equipamentos, especialmente em salas limpas e ambientes controlados.

    Conscientizao ambiental

    "Todos os servios oferecidos pela Atmosfera so realizados com respeito social e ambiental, contribuindo para a reduo de resduos na indstria e do uso de recursos naturais", observa Fluhmann. Essa a posio da Atmosfera, que desde sua formao vem realizando aes para conscientizar sua equipe de funcionrios sobre a necessidade de se preservar o meio ambiente. Alm dos funcionrios, esse trabalho de conscincia ambiental inclui familiares, comunidades, fornecedores e prestadores de servios, que passam por uma criteriosa avaliao antes da contratao. "Entendemos que toda empresa socialmente responsvel respeita seus recursos humanos e seus diversos pblicos, mantm programas de responsabilidade social e adotam medidas necessrias para preservar o meio ambiente", lembrou o gerente de Meio Ambiente da Atmosfera, Vanderlei Marujo Prado.

    O executivo explica que a questo ambiental e o desenvolvimento sustentvel das empresas esto definitivamente incorporados aos modelos de gesto empresarial no Brasil. As organizaes que tm uma gesto empresarial competente e se desenvolvem de uma forma sustentvel tratam as questes ambientais e sociais com respeito e responsabilidade. A Atmosfera possui Sistemas de Gesto Ambiental e de Qualidade certificados. Entre outras aes, a empresa especializou-se no reprocessamento de uniformes e materiais reciclveis contaminados com sujidades tpicas da indstria (graxa, leo, produtos qumicos), assumindo a responsabilidade pela destinao final dos resduos perigosos.

    Fluhmann destaca que a sociedade est ficando cada vez mais consciente da necessidade de se atuar com responsabilidade ambiental. "A crescente preocupao dos agentes pblicos em criar leis e regulamentos que reduzem os riscos ambientais resultou na aprovao de duas leis estaduais de So Paulo e Minas Gerais, que obrigam a lavagem de uniformes pela empresa", exemplificou o executivo. Essas leis so voltadas ao mesmo tempo para a preservao do meio ambiente e para a sade dos trabalhadores, que atuam em empresas que trabalham com produtos nocivos.

    No primeiro semestre deste ano, a Atmosfera recebeu o prmio "Empresa Sustentvel", promovido pela revista Meio Ambiente Industrial, por sua atuao socioambiental responsvel na rea industrial.

    A empresa atua nos segmentos de lavanderia industrial e de fornecimento de uniformes, toalhas industriais reciclveis, absorventes reutilizveis, mats (tapetes para reteno de sujidade) e manuteno de EPIs entre outros produtos para a rea industrial. Com oito unidades, cinco em So Paulo, uma no Rio de Janeiro, uma em Minas Gerais e uma em Santa Catarina, a Atmosfera oferece higienizao especializada de materiais txteis utilizados em indstrias, hospitais, clnicas, hotis, restaurantes, spas e academias. So 2 mil funcionrios que atendem a 3 mil clientes em 526 cidades brasileiras.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 19, 2006

    No programa Mundo Poltico na TV Assemblia o entrevistado o ex-governador de Minas, Newton Cardoso.








                                                       Mundo Poltico


    Dando prosseguimento srie de entrevistas com os candidatos ao senado por Minas, Carlo Menezes conversa  com o candidato Newton Cardoso, apoiado pela coligao "A Fora do Povo". O Mundo Poltico vai ao ar,hoje tera-feira s 8h e s 12h30.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 19, 2006

    Os prazeres do VINHO. A dica de hoje deste blogueiro, amante do vinho, vem da Expand, aqui em BH. Confira e tim,tim...

                     Convidamos voc para uma imperdvel degustao, onde estaremos diante dos vinhos de um produtor que desde o sculo XVI referncia no mundo vitivincola: o ALLEGRINI.Esta a nica vincola do Vneto a receber "uma estrela"  do guia Gambero Rosso, smbolo que indica que determinado produtor j recebeu no mnimo dez vezes os " Tre Bicchieri", pontuao mxima do guia. No perca!

    Seguem abaixo os vinhos que sero apresentados: * Valpolicella Classico D.O.C. 2005  (RP87) *  Palazzo Della Torre I.G.T. 2001  (RP89/WS90)*  La Grola I.G.T. Veronese 2001  (RP90/WS89) *  Amarone della Valpolicella Classico D.O.C. 2001  (WS93) *  La Poja I.G.T. Veronese 2001  (WS92) * Villa Giona Rosso I.G.T. 2000  (RP91/ WS90/DUE*****)

    Data: 28/09/2006 s 19:30hs. Preo p/p: R$270,00

    Local: Expand Store Minas (R. Alagoas 735) Reservas: 31 3261 2444 - falar com Jane ou Sidney ** Vagas limitadas (apenas 16 lugares).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 19, 2006

    A memria do genial educador Paulo Freire, que faria 85 anos hoje, recebe homenagem do Parlamento Mineiro. Ser numa Reunio Especial, marcada pas as 14 horas. Mais detalhes no www.almg.gov.br







                         ALMG homenageia Paulo Freire com Reunio Especial nesta tera

    Como parte das comemoraes da Semana Paulo Freire, a Assemblia promove, nesta tera-feira (19), s 14 horas, uma Reunio Especial de Plenrio em homenagem ao educador, que completaria 85 anos nesta data. Tambm na ALMG est em cartaz, at sexta-feira (22), a exposio itinerante "Paulo Freire - Educar para Transformar", promovida pela Fundao Banco do Brasil e pelo Instituto Paulo Freire.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 19, 2006

    De olho no MINUTO TRIBUTRIO. Notcia boa para as Empresas. Veio do Escritrio do meu amigo, o influente advogado Dcio Freire. Confira!


















    EM BUSCA DA RESTITUIO DOS VALORES RECOLHIDOS A TTULO DE COFINS SOBRE O ICMS INCLUDO NO PREO DE SERVIOS E MERCADORIAS

    A incluso do ICMS na base de clculo da COFINS estava definida em favor do Fisco desde o incio dos anos 90, quando o Superior Tribunal de Justia - STJ editou smulas sobre o tema, considerando legtima esta incluso.

    No entanto, atualmente, diante da nova composio da Corte, o Supremo Tribunal Federal STF resolveu revolver novamente a discusso ao Plenrio, estando pendente de julgamento o Recurso Extraordinrio n 240.785-2/MG, interposto por Contribuinte destes tributos. Busca-se neste recurso a reforma do acrdo do Tribunal Regional Federal da 3 Regio, que considerou constitucional a incidncia da COFINS sobre o ICMS includo no preo de bens e servios.

    Referido julgamento encontra-se suspenso pelo pedido de vista do Ministro Gilmar Mendes, mas j foram proferidos 6 votos (dos 11 votos possveis) dando provimento ao apelo para declarar inconstitucional a incidncia da COFINS sobre o valor do ICMS em apreo.

    Cumpre esclarecer que o ICMS contido no preo de bens e servios no compe o faturamento da empresa, e portanto sua incluso na base de clculo da COFINS viola a redao original do art. 195, I, "b" da Constituio Federal, que permitia a incidncia de contribuio social sobre o "faturamento" das empresas.

    Diante desta inconstitucionalidade, os contribuintes que ainda no ajuizaram aes sobre o tema podero distribuir medida judicial pleiteando o reconhecimento da ilegitimidade da tributao em apreo e a compensao da COFINS recolhida sobre os valores relativos ao ICMS nos ltimos 5 anos.

    No entanto, vale destacar que ainda no houve prolao de deciso pelo STF, mas tudo indica que os votos dos ministros que j julgaram pelo provimento do recurso no iro mudar e que prevalecer a posio hoje majoritria.

    com base nessas premissas que colocamo-nos disposio de V.Sas. para executarmos as medidas necessrias que visem declarao da inconstitucionalidade da incidncia da COFINS sobre o ICMS inserido no preo de bens e servios, bem como a restituio dos valores pagos a este ttulo nos ltimos cinco anos.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 19, 2006

    Em Barbacena um olhar sobre a IMIGRAO ITALIANA em Minas. 20, 21 e 22 de setembro. Confira!

                     A Casa d`Italia de Barbacena, a Associao Ponte entre Culturas e o Comit da Imigrao Italiana em Minas, Tocantins e Gois realizam o segundo Seminrio sobre Imigrao Italiana em Minas Gerais, em Barbacena, nos dias 20, 21 e 22 de setembro.
                     Desde que a escravido no Brasil foi abolida e a mo-de-obra escrava trocada pela forca de trabalho livre, muitos foram os imigrantes italianos que se aventuraram mar adentro em busca de novas oportunidades de vida.                 Entre 1870 e 1900 saram da Itlia cerca de 5.250.000 emigrantes, dos quais cerca de 820.000 vieram para o Brasil. Em 1927 este numero j tinha aumentado para 1.840.000. Em Minas Gerais calcula-se que o numero de oriundi de 1,5 milhes.

    Superados os primeiros traumas do choque entre as duas culturas, este povo trabalhador comeou a solidificar as bases de uma nova maneira de se construir o Brasil.Seja na poltica, nas artes, na indstria, no campo, a contribuio destes imigrados foi significativa e fundamental para a consolidao do Estado Brasileiro.

    Dando prosseguimento aos primeiros estudos apresentados em ocasio do I Seminrio sobre a Imigrao Italiana em Minas Gerais, realizado em Belo Horizonte em setembro de 2005, ser realizado em Barbacena o "II Seminrio sobre a Imigrao Italiana em Minas Gerais".

                     Na cidade de Barbacena residem hoje milhares de descendentes daqueles imigrantes italianos que, na ento provncia de Minas Gerais, constituram o primeiro ncleo oficial de imigrantes , a chamada Colnia Rodrigo Silva.Em funo de sua posio geogrfica estratgica (prxima a Belo Horizonte, Juiz de Fora, So Joo Del Rei, Zona da Mata, etc.) as entidades organizadoras do evento esperam contar com a participao de familiares e descendentes de imigrantes italianos de vrios municpios da regio, bem como de pesquisadores, de estudantes e de todas as pessoas interessadas no assunto.

    So objetivos do Seminrio:

    - Estimular o interesse de talo-descendentes e talo-brasileiros sobre as origens de sua formao cultural;
    - Divulgar trabalhos de pesquisa, publicaes, depoimentos e relatos sobre a presena italiana em Minas Gerais;
    - Incentivar a pesquisa histrica e fornecer dados para um estudo mais aprofundado sobre a imigrao italiana no Brasil, especificamente em Minas Gerais;
    - Valorizar a importncia histrica dos imigrantes na formao da identidade scio-poltico-cultural do Estado de Minas Gerais.

                     PROGRAMAO

    A programao inclui palestras, apresentaes artsticas, lanamento e apresentao de livros e de vdeos.

    Pesquisadores convidados:

    Emilio Franzina (Universidade de Verona- Itlia)
    Antoninho Stefani ( UNIPAC, Barbacena -MG)
    Jos da Paz Lopes (UNIPAC, Barbacena - MG)
    Jos Maurcio de Carvalho (UFSJ, So Joo del Rey)
    M. Lcia Monteiro Guimarres e Betnia M.Monteiro Guimarres (UFSJ, Casa d'Italia de So Joo del Rey)
    Dauro Buzatti ( So Joo del Rey)
    Nelma Costa e der Aguiar (Belo Horizonte -MG)
    Valeria Ferenzini (UFJF)
    Heliane Casarin e Enrique Mancini (Juiz de Fora - MG)
    Julio Csar Vanni ( Pequeri - MG)
    Maria Luiza Fazolo ( Itueta - MG)
    Nilza Cantoni e Jos Luiz Machado Rodrigues (Leopoldina - MG)
    Bruna Peyrot (Torino - Itlia)


                     Apresentaes artsticas:

    CONCERTO DO DUO SANTORO:
    Paulo Santoro - violoncelo / Ricardo Santoro - violoncelo

    A histria musical da famlia Santoro comea com um jovem italiano, Sandrino Santoro, que aos 13 anos de idade emigrou para o Brasil com a sua famlia.
    Ainda na Itlia, Sandrino recebeu suas primeiras instrues de msica, e aos 17 anos, j no Brasil, iniciou seu estudo de contrabaixo. Dentro de algum tempo, tornou-se uma das maiores autoridades do contrabaixo no Brasil e um dos principais responsveis pela propagao deste instrumento no pas. Seus filhos Paulo, Ricardo e Svio, por influncia do pai, tambm optaram por seguir este ofcio. Paulo e Ricardo, gmeos violoncelistas formados pela UFRJ com dignidade "Magna Cum Laude", tm intensa atividade com o "Duo Santoro", apresentando uma agenda quase incessante de concertos por todo o Brasil, na Europa e Estados Unidos. Ambos so msicos da Orquestra Sinfnica Brasileira e da UFRJ.
    LEITURAS E NARRAO DE CONTOS
    por Luiz Giffoni

    Lus Giffoni, escritor de origem italiana, reside em Belo Horizonte. Tem 18 filhos, dos quais 15 so livros, dentre eles: A Verdade Tem Olhos Verdes, Adgio para o Silncio, O Poeta e o Quasar, Os chinelos de raposa polar. Estes lhe renderam numerosos prmios, como da APCA, Bienal Nestl de Literatura, Prmio Nacional de Romance Cidade de Belo Horizonte, Prmio Minas de Cultura e indicaes para o Jabuti de Romance.
    Espetculo "NAS NUVENS" do grupo de teatro de rua italiano
    GIULLARI DEL DIAVOLO

    Em meados de 1993, seguindo os passos de bobos da corte, menestris, saltimbancos e charlates medievais, nasceu o grupo italiano " Giullari del Diavolo" ao qual, em 2000, se integrou a brasileira Rose Zambezzi , adicionando a dana e a feminilidade s apresentaes.

    "Nas nuvens" um espetculo hilariante que retrata o confronto entre o anjo Gabriel, um malabarista perfeccionista, e sua ajudante Querubina, uma danarina sambista. Situaes cmicas, tcnica sofisticada de malabarismo, "contact", "cristal balls" e fogo: so alguns dos elementos que ilustram a experincia e a garra dos atores Rose Zambezzi e Stefano Catarinelli. que se esmeram numa interao plena com o pblico.

    PROJEO DE DOCUMENTRIOS E DE VIDEOS:
    Confidencias do Rio das Mortes - direo Pascoal Samora
    Brasil dos Ofcios Gerais - O Homem Corao E Mo

    LANAMENTOS E APRESENTAO DE LIVROS:
    "A grande Emigrao": autor Emilio Franzina, editora UNICAMP
    "Adgio para o Silncio": autor Luiz Giffoni, editora
    "Arte e ofcio da marmoraria nos primrdios de Belo Horizonte"
    autores: Marlette Menezes, Svio Grossi
    "Memrias da merica", autora: Maria Luiza Fazolo

    O SEMINRIO CONTA COM O APOIO DOS SEGUINTES PARCEIROS:

    - Embaixada da Itlia
    - Consulado da Itlia em Minas Gerais, Gois e Tocantins
    - Governo do Estado de Minas Gerais
    - Prefeitura Municipal de Barbacena
    - Fundao Municipal de Cultura - FUNDAC
    - Empresa Municipal de Turismo - CENATUR
    - Escola Agrotcnica Federal de Barbacena - EAFB
    - Universidade Presidente Antonio Carlos - UNIPAC

    Para informaes e inscries:
    pontentreculturas@terra.com.br
    tel. (31) 3227.9963 / cel.(31) 97811938

    casaditalia@barbacena.com.br
    tel.(32) 3333.2298

    comites@comitesbh.org.br
    tel.(31) 3226.3088



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 16, 2006

    De olho na OAB-Regional de Juiz de Fora. L, o tarimbado advogado JOS LCIO FERNANDES encabea chapa de oposio, que tem como objetivo dar UM CHOQUE DE GESTO na entidade que tem hoje quase 4.500 filiados. a chapa "TRABALHO E RESULTADO."

                         A chapa de oposio,  TRABALHO E RESULTADO, alm do candidato a presidente Jos Lcio Fernandes, tem como vice o advogado Rodrigo Infante Magalhes, secretrio-geral Luciano Galil, secretria-adjunta Ana Gilda Denys e diretor-tesoureiro Carlos Alexandre Weiss. A chapa foi a primeira a ser registrada para a eleio marcada para 18 de novembro.
                         O advogado Jos Lcio, que disputa pela 4 vez a presidncia da OAB Regional de Juiz de Fora, nos disse que candidato " porque no olho o mundo pelo retrovisor. Andar para frente. E recomear a cada dia a lei que move a humanidade em busca de um futuro melhor com trabalho e resultado. Sou candidato porque estou atendendo o desejo dos advogados e advogadas que querem mudanas na OAB Regional, de Juiz de Fora. Porque acredito que para dar um choque de gesto na entidade preciso querer mudar e assumir os riscos. Ousar!
                        
    Sou candidato porque minha candidatura um ato de vontade que no me pertence, vem daqueles que querem mudar a forma de agir e interagir de nossa categoria na sociedade. E preciso ter a coragem de defender as prerrogativas da classe junto ao poder judicirio. Sou candidato porque acredito no poder do voto como manifestao de vontade soberana de mudar o mundo, que comea quando cada um ns muda nossa prpria postura diante dos fatos, da prpria vida. Estamos prontos para luta" - concluiu o advogado Jos Lcio Fernandes.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 15, 2006

    A HORA E A VEZ DA MULHER graas viso pioneira e revolucionria do jornalista barbacenense Mrcio Bertola. Confira a notcia que ele deu em seu site www.marciobertola.com.br Leia tambm a COLUNA DE ESTRIA da jornalista Paula de Oliveira Andrada.

                                   Jornalista estria em "Colunas"






    Formada em jornalismo pela PUC-MG, Paula de Oliveira Andrada a primeira mulher a ocupar espao neste site. A partir de hoje vocs podem acess-la clicando em "Colunas" onde est sua participao com uma crnica que fala sobre o cotidiano da grande cidade e suas observaes pessoais. Para a jornalista o espao eletrnico " em um mundo globalizado e permeado por novas tecnologias um instrumento fundamental de comunicao. Embora seja inerente sociedade usufruir dessa informao, acredito que uma percepo de qualidade e seleo seja igualmente necessria". A articulista confessa que seu ingresso na mdia eletrnica lhe desperta grande atrao: "acredito que um meio de expresso com valor inestimvel, embora seja tambm uma experincia nova. O compromisso com o leitor ser fundamental para que haja uma troca, um feed back. A cada quinzena estarei aqui com um novo artigo, procurando dar ritmo ao trabalho e estabelecer um contato mais freqente com o leitor. Gosto de desafios e penetrar neste meio ciberntico algo que me instiga. Ainda no um espao que eu tenho domnio, mas acredito que com o tempo e a experincia vou conhec-lo melhor e descobrir como se desenrola o contato com o leitor, quem ele, enfim, desvendar este universo aos poucos". Perguntada se a mulher mais visada ao expor seu pensamento, a jornalista Paula de Oliveira Andrada disse entender que esta atitude "est superada". Ela salientou que espera confirmar isso com a prtica e finalizou: "A construo deste universo feminino um trabalho dirio, que se d diferentemente em cada sociedade. Da mesma maneira que temos lugares onde as mulheres tm grandes espaos e credibilidade, temos ainda locais onde isso ainda no acontece". Casada com o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Antnio Carlos Andrada, com quem tem dois filhos, a jornalista Paula de Oliveira Andrada pode ser acessada em "Colunas" onde est hospedado seu artigo de estria: "Cavalos Urbanos". Na foto de Cludio Campos, a nossa nova articulista, a quem desejamos boas vindas e muito sucesso.

                                            CRNICA DE ESTRIA

                                                Cavalos urbanos.

                       Uma cena no meio do caos urbano me marcou dias atrs. Dois cavalos, de porte mdio, vasculhavam sacos de lixo em uma esquina de uma movimentada avenida da capital mineira. Fotografei esta cena na minha memria e, por dias, ela me retornava, como algo que quisesse me incomodar. E realmente aquilo me incomodou, me fez refletir sobre as muitas faces de uma vida urbana confusa e atormentada.

                       Me perguntei sobre o verdadeiro 'lugar' das coisas...

                              Ver aqueles dois pobres animais soltos no asfalto, rodeados por carros, trfego intenso, prdios e construes contrariou todo o meu repertrio particular. At ento, para mim, cavalos eram animais que remetem a uma natureza campestre, viril, limpa e orgnica. Lembrei-me das vezes em que freqentava a fazenda de um tio meu em uma pequenina cidade do interior de Minas e adorava andar a cavalo. Galopava correndo pelos campos verdes da fazenda, ouvindo os barulhinhos tpicos do lugar, onde tempo e espao ainda no fazem grande diferena. Atravessava pequenos riachos e seguia por estradas longas e terrosas, sem ter meta nenhuma a atingir, a no ser o simples prazer de viver a natureza.

                        E depois de anos, como eu poderia no me sentir incomodada ao ver aquela cena agressiva no meio da cidade onde moro? Aquilo expressou para mim o avesso para o qual a humanidade caminha. At as coisas mais simples esto se transformando, ganhando outros significados e a idia de que talvez daqui a alguns anos seja comum ver cavalos comendo lixo nas ruas das cidades continua a me incomodar. inegvel a existncia de um caos urbano praticamente solidificado em nossos tempos. Convivemos constantemente com cenas de violncia, seja na televiso ou nas ruas da cidade; somos obrigados a enfrentar quilmetros de engarrafamentos para nos locomovermos de um lugar ao outro; excessos de rudos e de informaes visuais j se incorporaram rotina do cidado, que no tem escolha no meio desse sistema imposto por agentes econmicos fortes e determinantes. O crescimento desorganizado da populao e as desigualdades econmicas fazem presente em nosso cenrio centenas de metros quadrados dominados por favelas e tomados pela misria. E embora eu saiba que este configurado 'caos urbano' foi e tem sido constantemente pesquisado e analisado por especialistas do ramo, aquela cena dos cavalos se imps com dados novos, trouxe questionamentos at ento por mim inimaginados.

                        O socilogo Zygmunt Bauman, em seu livro Globalizao As Conseqncias Humanas, define bem esta situao ao relatar que hoje em dia estamos, fatalmente, todos em movimento. Esse 'movimento' ao qual ele se refere no existe apenas quando nos movemos de um lugar para o outro, mas mesmo se estivermos fisicamente parados quando, como hbito, estamos grudados na poltrona e passando na tela os canais de TV via satlite ou a cabo, falando repentinamente nos celulares, acessando sites, blogs e e-mails, enfim, saltando para dentro e para fora de espaos estrangeiros com, segundo Bauman, "velocidade muito superior dos jatos supersnicos e foguetes interplanetrios, sem ficar em lugar algum tempo suficiente para ser mais do que visitantes, para nos sentirmos em casa".

                       Agora fica mais claro que a mobilidade se torna, neste mundo globalizado e alimentado pelas novas tecnologias, o elemento de destaque e a mola gestora de todo um processo de adaptao das pessoas a um novo estilo de vida que se coloca para ns. "No se pode ficar parado em areia movedia", diz Bauman. E esta mobilidade adquire novo conceito alm de simples movimento, transformando muitas vezes um certo 'fluxo natural' das coisas diante da nova dinmica que se imprime sobretudo na rotina e no comportamento das pessoas.

                       E assim, ao ver os cavalos urbanos visualizei literalmente este movimento, como sinnimo de uma transformao distorcida das coisas. Foi inevitvel imaginar o movimento fsico daqueles animais, que de alguma forma migraram do campo para a cidade. Mas foi mais inevitvel ainda comprovar a existncia de um outro 'movimento', um movimento subjetivo, constatado pela inverso de uma certa ordem, pela abolio de um "estado de repouso", pela certeza das alteraes constantes e das diversidades tpicas de uma sociedade ps moderna.

                      Como conforto, continuo em movimento, imaginando e especulando que novo mundo este que est por vir... Paula de Olveira Andrada - jornalista do site www.marciobertola.com.br



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 15, 2006

    Prefeito de Juiz de Fora decreta: hoje Dia Municipal da No Violncia Mulher. Notcia vem da coluna do meu amigo Csar Romero do jornal Tribuna de Minas.

                          No-violncia
    Hoje o Dia Municipal da No-Violncia Mulher, data instituda pelo prefeito Alberto Bejani.
    Uma homenagem jovem Aline Aparecida da Silva Salgueiro, assassinada pelo ex-companheiro no dia 15 de setembro do ano passado. s 16h, na Igreja So Sebastio, ser celebrada uma missa.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 15, 2006

    De olho no 7 Leilo Virtual Colonial dia 19 de setembro. O leilo ser transmitido pelo CANAL DO BOI tambm da Churrascaria GABARITOS aqui em BH. Confira notcia enviada pelo meu amigo Ricardo Carlini.


                            A pedido de Dr Gabriel Donato de Andrade encaminho convite para o Leilo da Fazenda Colonial. Forte abrao, jornalista Ricardo Carlini do Programa " CAMPO & CRIAO".
                  Colonial Agropecuria
    Tem o prazer de convidar V.S para o 7 Leilo Virtual Colonial, 19 de Setembro s 20:30 hs pelo Canal do Boi,DIRECTV Canal 641, TVA-SP Canal 17 e retransmisso online via Internetpelo site www.ipcanal.net


                  O Leilo ser transmitido pelo Canal do Boi tambm da Churrascaria Gabaritos em BH, na Avenida Raja Gabaglia esquina com Baro Homem de Melo onde Dr Gabriel Donato de Andrade ter prazer em receb-lo.

                   42 Lotes: 11 Prenhses das Melhores Doadoras Colonial, 20 Matrizes Nelore PO Elite e 11 Novilhas Nelore PO Elite, em 14 Parcelas sem Juros.

                  INFORMAES:
    Colonial: (38) 3821-1214 / (38) 9988-1214 - Cadastro e Lances no Canal do Boi www.canaldoboi.com: (67) 3321-9098
    Clientes da grande BH e convidados, reservas de mesas para a Churrascaria Gabaritos pelo (31)3234-8900 na ALL Agro & Negcios.

    Assessoria: Gustavo Machado Planejamento (31) 8727 9747 ou 9294 9102
    Catlogo completo no site: www.colonialagropecuaria.com.br
    Destaques do Leilo estaro no Programa Grandes Criatrios do Canal do Boi diariamente e nos dias 14, 15, 18 e 19 no Programa Bureau do Canal Rural a partir das 19:55 hs.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 15, 2006

    Palestra na Estcio de S, campus do Prado em BH. Tema: A mdia e o Poltico.

                          Hoje, s 7 da noite no campus da Faculdade Estcio de S, no bairro Prado, o ex-prefeito de Sabar, Vander Borges e este BLOGUEIRO ( Joo Carlos Amaral), estaro falando como o poltico v o trabalho e a convivncia com os jornalistas e como os jornalistas lidam com os polticos e a poltica. O convite, aceito por ns, foi feito pelos alunos e alunas do 8 perodo do cruso de Jornalismo. Partiu da estudante Carmen, chefe de reportagem da TV Assemblia, onde somos ncora. Agradeo a oportunidade para falar na Faculdade, dirigida pelo meu amigo, o economista Carlos Alberto Teixeira de Oliveira, meu entrevistado dos tempos que ele era presidente do extinto Banco de Crdito Real e depois presidente do atual BDMG no governo Newton Cardoso e ns ramos reprter da Rede Globo, aqui em BH.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 14, 2006

    De olho em Barbacena, que fica a 165 kms de Belo Horizonte. Confira!

    Pra quem morre de saudade de Barbacena

    O site Barbacena On Line (www.barbacenaonline.com.br ), dirigido pelo nosso amigo Ricardo Salim, acaba de lanar o e-book Barbacenense de Corao. O projeto continuidade da Sesso Barbacena Eu Me Lembro, j comentado nesse Blog. uma de srie de histrias de Barbacena, contados por internautas com um nico objetivo: matar a saudade dos bons tempos de Barbacena. Confira abaixo, a introduo do E-BooK:

    APRESENTAO

    Barbacenense de Corao

    No ano de 2004 compreendemos a verdadeira funo do Portal de Notcias e Contedo Barbacena On Line. Alm de trazer as notcias da cidade diariamente, contando a histria deste povo, suas realizaes e seus anseios, o Barbacena On Line tinha um compromisso com o passado deste povo. Assim, desenvolvemos diversos projetos para resgatar a histria, como digitalizar o todo o Museu Municipal.

    Naquela poca o portal recebia cerca de 1,2 mil acessos por dia (hoje ultrapassamos h muito a marca de 5 mil acessos/dia) e percebamos que mais de um tero das pessoas que liam o site moravam fora de Barbacena, mas tinham familiares na cidade. Numa forma de homenage-los, criamos o "Barbacenense de Corao". Era destinado quelas pessoas que passaram bons momentos de sua vida - infncia, adolescncia ou mesmo a fase adulta - em Barbacena e tinham uma histria para dividir com os outros leitores.

    A idia foi um sucesso absoluto e mostrou mais uma vez que o caminho trilhado pelo Barbacena On Line foi extremamente feliz. Felicidade que agora compartilho com todos, apresentando no aniversrio de cinco anos deste portal, o e-book "Barbacenense de Corao".

    Vale emocionar-se com as histrias. Vale parar um pouco, fechar os olhos e ver que a vida passa num instante. Vale chorar. Vale ser feliz.

    Criao Web
    www.barbacenaonline.com.br
    Editor:
    Ricardo Salim
    Webmaster:
    J. Reinaldo

    contato@barbacenaonline.com.br

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 14, 2006

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. A visita da ex-primeira dama de So Paulo, L Alkmin e da me do governador Acio Neves, Inz Maria, AURA - Associao Unificada de Recuperao e Apoio - s crianas com cncer, em BH. L Alkmin, que vestiu a camisa da AURA, ficou emocionada com o que viu e elogiou o trabalho assistencial prestado pela entidade. Conversou com as mes das crianas, com a diretoria da AURA e conheceu o projeto voluntrio que atende atualmente 560 crianas carentes com cncer na capital de Minas. Confira!

     






                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 14, 2006

    Deu na coluna do meu amigo,o influente colunista IDINANDO BORGES do site www.barbacenaonline.com br

                                                       Sucesso!






    Doutor Tlio Vidigal e sua Simone (foto), associados Cabana da Mantiqueira, carto de visita de Barbacena e a Rede Sales de Supermercados, promoveram com sucesso absoluto o V Festival de Queijos e Vinhos. Ruthe Esteves, registrou com fotos a concorrida noite.


    Vicente Arajo, Raul Arajo Campos e Jos Eugnio Dutra Cmara
    Dupla Comemorao
    Foi no Stio Velho Guerreiro, o lauto almoo para comemorar o aniversrio de dois homens distintos, rotarianos, e ex-prefeitos da cidade: Vicente de Paulo Arajo e Jos Eugnio Dutra Cmara. A bela propriedade dos Campos Arajo foi toda decorada em estilo rstico: toalhas em tom verde-florido, folhas de bananeiras, estrelitzia e frutos tropicais por Ana Maria Campos que no economizou talento. O menu ficou a cargo de Laudinei Tadeu do Carmo e os doces, da nmero um, Maria Trad Allevato. O conjunto musical de Hlio Baslio deu um show . E a alegria foi geral, j que a famlia Lima e Campos so amantes de msica. frente do coral, Cesarina Lima regeu um coral de vozes, que a cada instante foi aumentando e vibrando com as homenagens. Lembranas, andanas, alegrias e o girar da vida, cada um com sua histria, entrelaados por acontecimentos. Alm dos aniversariantes, dona Ondina Vargas de Arajo foi homenageada para a alegria de seus filhos: Luiz Carlos, Jos Roberto, Juvenal, Delfo, Ronaldo, Marilda e Marisa e seus 18 netos. Catlicos praticantes fizeram a introduo da imagem de Sagrado Corao de Jesus nos alicerces da Capela, que est sendo construda na propriedade e, em breve, vai abrigar celebraes. A organizao foi dos filhos: Marcus Vincius, Olga Maria, Grcia e Vicentinho Campos Arajo, coadjuvados pelos genros Emerson Klein e Joo Luiz Ribeiro Gomes para a alegria da distinta Margarida Maria Campos Arajo.










    Lucinha Lima e Olga Klein
    Marcus Arajo e Cesarina Lima




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 14, 2006

    No programa Mundo Poltico da TV Assemblia o vice-presidente nacional da OAB, Arsittles Atheniense. Confira s 8 da manh e as 12h30m desta quinta-feira.








                          Mundo Poltico


    Carlo Menezes entrevista no programa desta quinta-feira, o vice-presidente nacional da OAB. Ele fala sobre o frum da cidadania para reforma poltica. O Mundo Poltico vai ao ar s 8h e s 12h30.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 14, 2006

    Deu na coluna do meu amigo Csar Romero do jornal Tribuna de Minas de Juiz de Fora. Confira!

                          Empresrios e polticos.
    A convite das entidades do comrcio e da indstria, o presidente da CDL, Vandir Domingos da Silva, e o presidente do Centro Industrial, Francisco Campolina, estaro recebendo hoje, s 17h, no salo do Ftima Buffet, a visita do candidato Geraldo Alckmin, do governador Acio Neves, do deputado Eliseu Resende e do ex-presidente Itamar Franco.
    Na pauta, um debate com os empresrios sobre a atualidade poltica em Minas e no Brasil.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 14, 2006

    De olho na campanha dos tucanos Presidncia da Repblica. Confira mais detalhes no site www.tribunademinas.com br

                          VISITA DE TUCANOS A Juiz de Fora, na Zona da Mata de Minas.
    Itamar aconselha Alckmin a
    no baixar tom na reta final

    O ex-presidente Itamar Franco (sem partido), principal anfitrio do presidencivel Geraldo Alckmin (PSDB), do governador Acio Neves (PSDB) e do candidato ao Senado, Eliseu Resende (PFL) - que hoje visitam a cidade - vai marcar seu discurso, no comcio noite, com dois recados. O primeiro "conselho" ser para Alckmin: que, na reta final, "no agrida nem xingue o adversrio. Apenas mostre com clareza os fatos".


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 13, 2006

    Os rumos da corrida para a Presidncia da Repblica a pouco mais de 15 dias para a eleio de 1 de outubro.

                                Eu no gostaria de estar na pele dos marqueteiros do candidato a presidente da Repblica, o tucano Geraldo Alkmin. O candidato cresceu sim, mas foi na faixa de renda de quem ganha mais de 3.500 reais. Ou seja, o volume de votos no d ainda para alavancar a candidatura, evitando que o presidente Lula, candidato reeleio, vena j no primeiro turno. Da a angstia dos tucanos a  18 dias das eleies. claro que preciso persistncia e at quem sabe muita reza para que um fato indito puxe para baixo a linha do grfico de preferncia do eleitorado de baixa renda por Lula. Um eleitorado, que antes acompanhava a classe mdia e que agora, teimosamente, insiste em manter sua posio independente do que os mais abastados pensam. Um fenmeno que vai exigir muito estudo dos cientistas polticos, dos historiadores, dos marqueterios de planto. Um fenmeno que no ser explicado sem muito estudo e vontade de acertar.

                                Enquanto isso os nmeros, e sempre eles, implacveis insistem em apontar a preferncia dos eleitores,um dado nos chama a ateno nas pesquisas. O eleitor j cristalizou seu voto? Os de Lula, cerca de 78% dos que querem a reeleio do atual presidente, dizem que no mudam de candidato de jeito nenhum. No caso do candidato Geraldo Alkmin, so 68%, que j se definiram e no mudam mais. J do eleitorado da senadora Heloisa Helena, 48%, podem mudar de canadidato, ou melhor, j comearam a mudar, fazendo oscilar o percentual dele entre 11% a 10%, 9%. O pior para os tucanos, que a
    estava a esperana de que a votao da senadora candidata Presidncia da Repblica acabasse por levar a eleio para o segundo turno, j que para vencer no primeiro turno o presidente Lula precisar obter metade mais um voto na soma dos votos conseguidos pelos outros candidatos ao Palcio do Planalto.

                                Bem, a esta altura da campanha a corrida de resistncia. No se pode olhar para trs. definir um rumo, ficar atento aos fatos em torno e tentar achar o ponto fraco do adversrio e atravs dele sensibilizar o eleitorado para seu lado. verdade que j ocorreu "um terremoto na eleite", como comenta hoje o colunista on line do jornal Folha de So Paulo, Kennedy Alencar. Mas, na nosaa avaliao, o epicentro, que rene o eleitorado de ganha mais de 10 salrios mnimos, ainda no chegou ao "povo", que segundo todas as ltimas pesquisas continua firme com o nome do candidato Lula reeleio. O n da questo que ns humanos somos regulados pelo espao e tempo e a areia da ampulheta continua a cair. O dia fatal, onde todos os nmeros dos Institutos de Pesquisas do lugar aos implacveis e definitivos nmeros das urnas, est chegando, faa chuva ou faa sol. A nica certeza vai aparecer cristalina no dia 1 de outubro. a beleza da democracia, que tem no voto sua essncia!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 13, 2006

    Tendncia do jornalismo se voltar para sua aldeia. Afinal, moramos primeiro na rua, depois no municpio, no Estado, no Pas, no Planeta, no sistema solar, no Universo...

                                Um dos exemplos, aqui em BH, o surgimento de forma slida de jornais de bairro. Eles publicam matrias de interesse daquela comunidade, numa linha direta com os anseios de cada bairro. Cito aqui o caso do Jornal do Camargos, em BH, criado por Elizabeth Tavares, presidente da Associao Comunitria do Bairro Camargos. O Jornal do Bairro Camargos, tem 4 mil exemplares de tiragem mensal e est na sua 3 edio. O redator-chefe Elinio Mota Cardoso, diretor da ACBM e o jornalista responsvel, Thales Alves da Silva, registro profissional: Reg.MG 06957.
                                Parabns a Elizabeth Tavares, que nos trouxe a edio de Agosto com o seguinte editorial, assinado por ela, que prersidente da Associao Comunitria do Bairro Camargos.

                                EDITORIAL:
                                " O Jornal do Camargos entrevistou Paulo Maia, morador da rua Maria Jos de Jesus, que ratificou nossa opinio de que quem reivindica ser sempre atendido. Sempre possvel conseguir que os rgos pblicos faam o que deve ser feito se forem informados e cobrados. Sempre ser necessrio persistncia e ateno para escapar dos dribles que tentam dar, com respostas bvias. 
                                No entanto, o bom relacionamento com os detentores do poder pblico e administradores do errio de importncia vital. preciso entender suas limitaes, pois no tm condies de atender a todos e, claro, atendem queles que mais reclamam.  A atual poltica da Prefeitura de Belo Horizonte direciona mais recursos para os bairros mais carentes, assim, os bairros de IQVU supostamente alto precisam comprovar que tambm necessitam de obras pblicas; por isso necessrio que a comunidade entenda a sistemtica do Oramento Participativo para que o bairro como o Camargos venha a conseguir obras caras, como um Posto de Sade, um Parque Ecolgico, por exemplo".
    Assinado Elizabeth Tavares, presidente da Associao Comunitria do Bairro Camargos. 


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 13, 2006

    Ex-primeira dama do Estado de So Paulo, L Alkmin, visita AURA em BH, nesta quarta-feira, dia 13.

                                A ex-primeira dama de So Paulo, L Alkmin, visita agora tarde, na Savassi, aqui em BH, a AURA - Associao Unificada de Recuperao e Apoio, que d assistncia a 560 crianas com cncer. O projeto chamou a ateno dela pelo carter humanitrio. L Alkmin vai conversar com as mes das crianas e com os responsveis pelo projeto. O jornalista Marcus Tafuri, colaborador deste BLOG, est na AURA acompanhando a visita da mulher do candidato do PSDB presidncia da Repblica, Geraldo Alkmin, L Alkmin. Para conhecer a AURA e fazer uma doao  s entrar no site www.aura.org.br

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 12, 2006

    Um dedo de prosa com o ex-prefeito de BH, Pimenta da Veiga. Foi esta manh no Caf Trs Coraes na Savassi.

                                De repente olho para mesa minha direita. L estava o ex-prefeito de BH, Pimenta da Veiga, acompanhado de dois amigos. Voltei no tempo. Ele prefeito candidato a prefeito de BH. Eu reprter poltico da Rede Globo, comandada em Minas pelo jornalista e descobridor de talentos no jornalismo de TV, Lauro Diniz. Governador de Minas, Newton Cardoso. O atual deputado federal Virglio Guimares candidato a prefeito pelo PT. Pimenta, uma promessa poltica em potencial venceu por pouco mais de 40 mil votos pela sigla que tinha acabado de ganhar um smbolo, um mascote - O TUCANO - criado pelo publicitrio Chico Bastos. Companheiro de chapa de Pimenta, um jovem tmido e bom em informtica, mas que tinha no sangue, latente, o gosto pela poltica - Eduardo Azeredo, que entrou na chapa de ltima hora, porque o professor Cisalpino, ex-reitor da UFMG no teve apetite para o duro banquete da poltica, onde o prato principal um produto arisco chamado VOTO.
                  
                                Primeira medida de Pimenta da Veiga na Prefeitura. Fez um apelo populao para quitar vista o IPTU. Sem isto ele comearia mal a administrao. Faltavam recursos. Deu certo, para desgosto de seu principal adversrio poca, o ex-governador Newton Cardoso. A, me lembro muito bem, Pimenta da Veiga comeou a fazer a chamada Administrao Participativa nos bairros da capital. Uma delas foi no populoso Barreiro. Levou todo o secretariado. A mdia foi em peso. Eu pela Rede Globo. Foi muito interessante e indito. A populao entregava o pedido de obra para a regio. Quinze dias depois o prefeito Pimenta da Veiga voltava, mais uma vez, com o secretariado a tira colo com a soluo. Falavam: olha, vocs querem uma ponte, um centro comunitrio e o calamento de ruas. Temos recursos para uma deles.Qual a vocs querem? Batido o martelo, a prefeitura comeava a fazer a obra definida pela maioria da populao. Deu to certo, que Pimenta da Veiga comeou a ser tentado a concorrer ao Palcio da Liberdade, da a dois anos.
     
                                 Tentao, que acabou virando certeza. E l foi o Pimenta deixando a Prefeiura de BH nas mos do vice Eduardo Azeredo, filho de um dos maiores caciques polticos do PSD, amigo e companheiro de partido de Tancredo Neves. Resultado da eleio: Pimenta da Veiga acabou no passando para o 2 turno, que ficou com Hlio Garcia e o estreante poca Hlio Costa, ex-reprter do Fantstico. Deu Hlio Garcia,  para governador de Minas, com uma diferena que no chegou a 160 mil votos. Pimenta da Veiga, acabou, sem querer, sendo o centro de um mito poltico, um fantasma que assombra at hoje a classe poltica: " o povo no perdoa, quem se elege para um mandato e sai no meio do caminho para se candidatar ao Palcio da Liberdade". Isto aqui em Minas, at agora, claro. Vamos ver l em So Paulo, onde o prefeito Jos Serra saiu da Prefeitura da maior capital do Pas e lidera as pesquisas para o governo do Estado. bom pensar nisso!

                                  Bem, depois deste longo passeio pelos labirintos do tempo, voltamos ao personagem, Pimenta da Veiga, que encontramos, por um feliz acaso no Caf Trs Coraes, na Savassi. Hoje ele um vitorioso advogado em Braslia, depois de ter sido ministro das Comunicaes no governo Fernando Henrique Cardoso. Pimenta, sempre afvel e simptico, embora no tendo mandato, no escapa do vrus da poltica. A, ele perguntou: e ento como que voc est vendo a disputa? Como reprter vivido que somos, devolvemos a pergunta. E ouvidos atentos, acompanhamos o raciocnio dele. "Olha, disse Pimenta da Veiga, o Alkimin est crescendo em Minas. Acredito que ele tem espao para crescer uns cinco pontos em todo o Pas e na soma dele com os outros concorrentes, jogue a eleio para o segundo turno. Acredito que trabalhar nas crticas ineficincia administrativa do governo federal est no caminho certo. E, como no final da campanha, cresce a audincia do horrio do eleitoral no rdio e na TV, o momento certo de adensar o discurso neste ponto, que citei", disse Pimenta da Veiga.

                                  Ele se mostrou muito interessado na diputa pelo senado, entre Eliseu Resende e Newton Cardoso. Uma briga boa, digo eu, j que os tucanos dizem que o deputado Eliseu Resende j ultrapassou o ex-governador Newton Cardoso.
    Newton, por sua vez, acredita que mantm a dianteira. Uma coisa certa: o governador Acio Neves, que lidera a disputa, segundo os Institutos de Pesquisa, est se desdobrando no apoio ao candidato Eliseu Resende, tentando transferir votos. Tem duas semanas para emplacar o seu candidato. Tambm est se mexendo, o ex-presidente Itamar Franco, que sexta-feira passada fez reunio em Juiz de Fora com vrias lideranas para procurar uma forma de ajudar seu ex-ministro Eliseu Resende.
    Enquanto isso, o ex-governador Newton Cardoso continua com o p na estrada pelo interior de Minas - comentei com Pimenta da Veiga.
     
                                 Quem ganha? Eliseu ou Newton? Este BLOGUEIRO no sabe! Mas uma coisa certa: em Minas as atenes esto mesmo voltadas para a disputa pelo senado. Coisas da Poltica!
                                 Recomendo acompanhar, milimetricamente, a disputa entre os dois principais candidatos, que segundo as pesquisas, esto polarizando a eleio para a nica vaga de senador por Minas nestas eleies. E calma, porque a palavra final ser mesmo das urnas no dia 1 de outubro, quando todas as iluses no resistiro ao choque com a dura realidade. E bota dureza nisso!
     
                                Em tempo: ped ao ex-prfeito Pimenta da Veiga, no final do dedo de prosa, que envie artigos sobre poltica para o nosso BLOG. Ele prometeu avaliar! E nos parabenizou por ter ousado: ser o primeiro jornalista de pltica e economia,em BH, a ter um BLOG, que como o prprio nome diz um dirio, que precisa ser atualizado, sem cessar! s!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 12, 2006

    Tem coisa que ouvimos uma vez. E passamos o resto da vida pensando no que se ouviu. o caso da pergunta: como deve ser o crebro do intelectual? Confira!

                                O jornalista e escritor barbacenense, radicado em BH, Marcus Tafuri comentou com este blogueiro, que o nosso cantor e compositor, Caetano Veloso, foi acusado de ser um intelectual de crebro mole. Ca no deixou por menos: " melhor ser intelectual de crebro mole, que de crebro duro". Pensemos nisso!

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 12, 2006

    De olho na entrega da MEDALHA JK, hoje em Diamantina.

                          O governador Acio Neves preside nesta tera-feira, s 11 horas, em Diamantina, a solenidade de entrega da Medalha JK a mais de 200 personalidades e entidades que contriburam para o crescimento de instituies polticas e o desenvolvimento do Brasil.
    Entre os homenageados esto o cirurgio plstico, mineiro de BH, Ivo Pitanguy, os atores Denis Carvalho, Jos de Abreu, Regina Duarte, Ion Magalhes, alm dos jornalistas Renato Machado, Hildegard Angel, Paula Saldanha ( dos meus tempos da Rede Globo)  e a dramaturga Maria Adelaide Amaral. 
                          Entre os empresrios mineiros, que estaro hoje em Diamantina para serem condecorados com a emblemtica Medalha JK, o mais novo Cidado Honorrio de Minas, Henrique Bertholino, do grupo HB. As fotos, publicaremos, aqui nosso BLOG. Aguarde!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 12, 2006

    A Festa de 89 anos de idade de Jos Maria Mota, em Juiz de Fora. Foi um momento de muita comemorao e CELEBRAO DA VIDA para a famlia Mota. Seu patriarca, chega com sade de ferro e muito bom humor perto dos 90 anos. Um dos segredos dele manter a mente sempre ocupada. L compulsivamente, principalmente, biografias de personalidades dos tempos dele, como Getlio Vargas e JK. Este BLOGUEIRO e minha mulher, a decoradora Cida Amaral, sobrinha de Z Maria demos ele de presente o livro A Histria da Rede Globo. Ele gostou e muito: " me lembro de quando a GLOBO foi criada pelo dr. Roberto Marinho, que como eu viveu bem, quase chegou aos 100! - disse ele satisfeito e contando casos daqueles idos de 1965. Parabns ao Z Maria, um jovem de 89 anos de idade. Sonho de todos ns: chegar, no Brasil, a quase 90 anos lcido e com sade! E um detalhe: ele j nos convidou para a Festa dos 90, dia 17 de setembro de 2007. Confira as fotos da festa! CLICK nelas para AMPLIAR!















                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 12, 2006

    AURA recebe amanh, quarta-feira, visita da sra. L Alkmin, mulher do ex-governador de So Paulo, Geraldo Alkmin, candidato do PSDB ao Palcio do Planalto. Ela se interessou pelo projeto e vai conhecer o que est sendo feito em favor da Criana com Cncer, aqui em BH.

                         Ser nessa quarta-feira,(13 de setembro), s 3 da tarde na sede da AURA- Associao Unificada de Recuperao e Apoio -  CASA DE APOIO  CRIANA COM CNCER. Fica na avenida do Contorno, 4910, no bairro Funcionrios, aqui em BH. A Casa de Amparo atende 560 crianas carentes com cncer. Durante 60 minutos L Alkmin vai conhecer o projeto que tem frente um grupo de pessoas preocupadas em ajudar as crianas, que sofrem de cncer e no tm como se tratar. A  ex-primeira dama de So Paulo vai conversar com as mes das crianas e conhcer um dos mais importantes projetos de asssitncia e apoio na rea do cncer de Minas e que vive da doao de pessoas fsicas e empresas.
                          Conhea a AURA pelo site www.aura.org.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 12, 2006

    Telogo Leonardo Boff, em Barbacena, dia 22. Confira no E-mail enviado por Eliana Teixeira Dias, presidente da Comisso de Direitos Humanos e tica, de Barbacena. Palestra no Teatro da EPCAR - Escola Prepatria de Cadetes do Ar.

    Sou Eliana, da ONG Estrada de Terra, lembra? Resposta deste BLOGUEIRO: Sim, me lembro!
    Hoje, residindo em Barbacena, assumni a Presidncia da Comisso de Direitos Humanos e tica - CODHE.
                          No dia 22 de setembro, s 19hs, no teatro da EPCAR, estaremos realizando uma Palestra com o telogo e professor Leonardo Boff, que abordar o Tema: tica, Direitos Humanos, Movimentos Populares e Conjuntura Poltica. Se achar conveniente, e puder, estenda o convite, por favor.
    Abraos.
    Eliana Teixeira Dias
    Contatro: (32)3331-9421
    TELEFONE: Eliana Teixeira Dias


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 11, 2006

    A Festa de 80 anos do ex-deputado Joo Navarro, ex-presidente da Assemblia, em BH, na tica de nosso amigo, o competente jornalista de Barbacena, Mrcio Bertola, com quem estivemos no restaurante A Favorita, depois da Festa de Joo Navarro. Bertola estava acompanhado do casal, conselheiro do Tribuna de Contas do Estado, ex-deputado Toninho Andrada e Paula Oliveira Andrada. Confira o texto e as fotos de Mrcio Bertola, que tem uma excelente pgina na internet. www.marciobertola.com.br











































    O prestgio de Joo Navarro
    Uma festa alinhadssima na Casa Bernardi, em Bel, reuniu cerca de 300 amigos e os familiares de Joo Navarro, que firme e forte, comemorou seus 80 anos cercado pelo carinho de seus admiradores. Ex-ministros de Estado, ex-secretrios de Estado, dezenas de ex-deputados, polticos, gente da imprensa e da sociedade circulando pelos jardins da majestosa manso, ao som da msica do barbacenense Zuza, entre uma iluminao sensacional e tonis de vinho, champagne e o velho scotch. Mais tarde um jantar supimpa foi servido e por fim cascatas de bombons, os licores e o caf.

    Medalha de Ouro
    Paulo Navarro gravou um programa para a Band em homenagem ao pai querido e ouviu depoimentos das personalidades, de Chrispim Jacques Bias Fortes a Carlos Eloy, passando por Murilo Badar, Paulino Ccero, Jos Bonifcio Tamm de Andrada, Leopoldo Bessone, Joo Marques de Vasconcelos, Antnio Carlos Andrada, Nelson Lombardi, o prefeito de Barbacena, Martim Andrada e at este simplrio reprter.

    Peixe Vivo
    Feliz, em seu estilo to prprio marcado pela elegncia e simplicidade, Joo Navarro falou, agradecendo a todos e lembrando momentos antolgicos de sua vida, desde quando circulava no Palcio do Catete, no Rio, onde foi assessor da Casa Civil do presidente Juscelino Kubitscheck at seu primeiro mandato a deputado estadual pelo PTB. Contou de sua fidelidade aos Bias Fortes e de sua vida parlamentar: 28 anos seguidos como deputado, ocupando todos os cargos da Mesa da Assemblia Legislativa mineira, inclusive a presidncia. Passou depois pela diretoria do Incra e pelo Conselho Administrativo da Light, no Rio de Janeiro. Foi aplaudido de p.

    P de valsa
    Joo correu os sales danando ao lado da namorada Divalene, pura alegria e felicidade. Via a cena de longe pensando em bons tempos, vendo Joo Navarro danando com a conscincia to tranqila e a cabea erguida, aos 80 anos, ele passou cerca de 50 anos na vida pblica e tem uma biografia exemplar, sequer uma linha que tenha colocado em dvida sua conduta correta. Percebia, vendo Joo e Divalene danando, a simbologia de uma gerao poltica de homens de grande formao humana e moral. O farol continua aceso, e a nova safra at que poderia ser iluminada por esta luz do bem. Hoje, acho que no necessrio dizer nada. Vocs sabem como ...
    As fotos de Cludio Campos mostram momentos da festa. Impossvel, por falta de espao, publicar todas, so 180 fotos destes 80 anos de Joo Navarro. Outras fotos no site www.marciobertola.com.br












    Joo Navarro e a sua Divalene Carvalho Mata












    Fbio Augusto e Ktia de Arajo Lima












    Antnio Carlos Andrada, Joo Bosco Martins Sales e Leopoldo Bessone












    Joo Navarro Filho e Duda Vidigal Paulucci












    Paulo Navarro, Martim Andrada, Joo Navarro e Chrispim Jacques Bias Fortes












    Paulo Navarro entrevistando Jos Bonifcio Andrada












    Murilo Badar, Cludio Campos e Carlos Eloy












    Paulino Ccero de Vasconcellos, Paula de Oliveira Andrada e Carlos Navarro












    Luis Tito, Virgnia Pastos e Walter Navarro












    Marta Navarro, Sylvia e Carlos Navarro












    Joo Navarro entre Martim e Ondina Andrada












    Lauro de Figueiredo Abranches e Antnio Carlos Andrada












    Narclio Mendes e Paulino Ccero












    Lincoln Continentino e Paulo Ferraz












    Divalene Carvalho, Joo Navarro e Glucia Navarro












    Joo Navarro Filho com o filho Joo Luis e a irm Cristina












    Paulo Navarro, Chrispim Jacques e Danuza Bias Fortes












    Monteiro e Barros e Nelson Lombardi









                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 11, 2006

    De olho no prestigiado jantar do Sinpapel, em BH. O empresrio Antonio Eduardo Baggio, foi reconduzido na presidncia da entidade at 2009. Confira as fotos!

    O jantar do Sinpapel foi um grande sucesso. Mais de cem pessoas participaram deste evento representando um crescimento de 30 % em relao ao comparecimento do ano passado. Estes dados vem comprovar o que todos tem percebido: os assossiados tem demonstrado um grau de interesse pelo sindicato como nunca antes foi observado.

    A Diretoria resolveu por adeso, indicar o atual Presidente, Sr. Antnio Eduardo Baggio, para continuar frente do sindicato no prximo trinio (2007, 2008, 2009), por perceber os avanos extraordinrios que o Sinpapel vem alcanando, se tornando uma referncia em Minas Gerais, em seus planos de expanso e atendimento s necessisdades dos associados.

    Outra marca da atual Diretoria a excelncia na organizao de eventos, sejam eles jantares, reunies, palestras ou viagens. Tem sido uma constante os elogios qualidade dos encontros promovidos pelo Sinpapel.








                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 11, 2006

    Incluso Digital. De olho no Ministrio das Comunicaes. Esta notcia veio da Assessoria de Comunicao do ministro Hlio Costa, que tem como chefe de gabinete, nosso amigo o advogado barbacenense, Jos Artur Filardi


     
    Professores e estudantes de escolas pblicas de Gois recebero, em Paranaiguara orientaes para difundir acesso a novas tecnologia.
     

                        O Programa Governo Eletrnico Servio de Atendimento ao Cidado (Gesac), do Ministrio das Comunicaes, promover, a partir desta segunda-feira e at o dia 15 de setembro, oficina de capacitao em incluso digital em Paranaiguara, no sul de Gois.


                       
    Os participantes sero 20 alunos e professores de seis escolas da rede pblica de ensino onde funcionam pontos de presena do Gesac. A iniciativa conta com o apoio da Secretaria Estadual de Educao e ser no Colgio Belmiro Soares, primeiro ponto Gesac a funcionar no Pas, desde 2003.Incluso digital e social, tecnologias da informao e da comunicao (TICs), software livre e comunicao comunitria so temas na pauta da oficina. A capacitao, alm de permitir a qualificao de multiplicadores sociais, deve servir para avaliar os resultados da atuao do Gesac na comunidade.
     

                        O programa O Gesac tem como objetivo promover a incluso social por meio da incluso digital. O programa conta com pontos de presena em mais de 3 mil comunidades, fornecendo a suas populaes equipamentos, conexo internet e tambm oportunidades de aprenderem informtica e de se profissionalizarem na rea.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 11, 2006

    Congrreso Brasileiro de Embalagem. Em So Paulo. De 20 a 21 deste ms. Detalhes www.abre.org.br. Confira!


    'Reinventando a embalagem com novas tecnologias o tema do   12 Congresso Brasileiro de Embalagem

    Maior e mais importante evento internacional do setor discute as tendncias das embalagens no Brasil e no mundo


    A ABRE  - Associao Brasileira de Embalagem realiza nos dias 20 e 21 de setembro no Centro Fecomercio de Eventos, em So Paulo, o 12 Congresso Brasileiro de Embalagem . Considerado o maior acontecimento internacional do setor realizado no pas, o Congresso realizado a cada dois anos e rene cerca de 400 profissionais, em cada um de seus dias, de toda a cadeia produtiva de embalagem.

    Com o tema "Reinventando a Embalagem com Novas Tecnologias" sero discutidos estratgias, inteligncia de mercado, tendncias, tecnologia, informao e relacionamento para o mercado de embalagem , alm de cases
    de importantes empresas que investiram na atualizao tecnolgica obtendo como resultados aumento de share e maior reconhecimento da sua marca.

    Profissionais de importantes companhias mostram atravs do tema central, como a inovao tecnolgica tem ajudado grandes corporaes a atingir cada vez mais o objetivo primordial das empresas: satisfazer as necessidades e desejos de seus clientes, antecipando-se a   eles e assim surpreendendo-os.

    Alm das palestras, o Congresso ter um espao exclusivo, denominado Espao de Inovao e Networking, onde as empresas mostraro inovaes e tendncias do mercado e onde ser possvel conhecer o que h de mais moderno em termos de tecnologia de embalagem no Brasil e no mundo.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 11, 2006

    O afinado e criativo e potico TRIO AMADEUS uma dica tima para seus olhos e ouvidos, nessa sexta-feira, dai 15. Confira!!!

    Show do Trio Amadeus nesta prxima sexta 15 de Setembro.


    Hora: 20:30 horas

    Local: Teatro da Biblioteca Pblica Estadual Luiz de Bessa

               - Praa da  Liberdade, 21 - Funcionrios BH.


    Ingresso:  R$15,00 antecipada. R$10,00 meia 
    Adquira nestes telefones: 8774-8036 / 3335-8036


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 11, 2006

    De olho no Tribubal de Contas. Nesta tera-feira, 5 da tarde, Colar do Mrito Ministro Jos Maria de Alkmin ser entregue a 38 personalidades. Confira!

                         O Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais TCEMG vai homenagear 38 personalidades brasileiras com o Colar do Mrito da Corte de Contas "Ministro Jos Maria de Alkmim". A cerimnia acontece hoje, segunda-feira, 11 de setembro, s 17 horas, no auditrio Vivaldi Moreira, Av. Raja Gabaglia, 1315, e ser presidida pelo Presidente do TCEMG, Conselheiro Eduardo Carone Costa.

                         O Colar do Mrito da Corte de Contas "Ministro Jos Maria de Alkmim", conferido anualmente a pessoas e instituies que prestaram relevantes servios ao Pas e a Minas Gerais. Desde sua criao em 1995, 215 personalidades j foram agraciadas com o diploma e o Colar que homenageia o primeiro presidente do TCEMG, Ministro Jos Maria de Alkmim.

    Agraciados

                         O orador representante dos homenageados ser o Ministro do Tribunal de Contas da Unio, Lincoln Magalhes da Rocha. Entre os agraciados deste ano esto trs conselheiros de tribunais de contas estaduais: Joo Luiz dos Santos Vargas, vice-presidente do TCE do Rio Grande do Sul; Jos Carlos Pacheco, vice-presidente do TCE de Santa Catarina; e Jos Maurcio de Lima Nolasco, do TCE do Rio de Janeiro, e personalidades que exercem atividades pblicas em Minas Gerais como o deputado federal Danilo de Castro e os deputados estaduais Marlos Florncio Fernandes e Sebastio Costa.

                         Tambm sero agraciados o Comandante Geral da Polcia Militar do Estado de Minas Gerais, coronel PM Hlio dos Santos Jnior; o Comandante da 4 Regio Militar e 4 Diviso de Exrcito, General de Diviso Joo Roberto de Oliveira; o presidente do Tribunal de Justia Militar do Estado de Minas Gerais, coronel PM Paulo Duarte Pereira; o chefe da Polcia Civil do Estado de Minas Gerais, Otto Teixeira Filho; a advogada dra. Misabel de Abreu Machado Derzi; o Delegado Federal Aglio Monteiro Filho; o presidente do Instituto de Previdncia dos Servidores do Estado de Minas Gerais, Antnio Abraho Caram Filho.

                        E ainda: o Desembargador Carlos Olavo Pacheco de Medeiros, vice-presidente do Tribunal Regional Federal da 1 Regio; o Desembargador Delmival de Almeida Campos, do Tribunal de Justia do Estado de Minas Gerais; o Desembargador Jos Edgard Penna Amorim Pereira, do Tribunal de Justia do Estado de Minas Gerais; o advogado Jos Maria de Alkmim Filho; o jornalista Aristteles Luiz Menezes Vasconcellos Drummond; a psicloga Berenice Neide Brando Andrade; o mdico Domingos Andr Fernandes Drumond; o consultor tcnico da Advocacia Geral do Estado, Efignio Esperendeus Meira; o analista de controle externo da Secretaria Adjunta de Contas do Tribunal de Contas da Unio no Estado de Minas Gerais, lsio Jeov dos Santos; o mdico Francisco Bretas.
                          Completam a relao de agraciados: o advogado Gamaliel Herval; o assessor especial da Assemblia Legislativa do Estado de Minas Gerais, Jos Geraldo de Oliveira Prado; o engenheiro Jos Soares Diniz Neto; o subsecretrio do Tesouro Estadual da Secretaria de Estado da Fazenda, Leonardo Maurcio Colombini Lima; o empresrio Lcio Marcos Bemquerer; o advogado Marcos Afonso de Souza; a secretria geral de controle externo do TCU em Minas Gerais, Neusa Coutinho Affonso; o mdico Octvio Maia Saliba; o padre Alexandre Fernandes de Oliveira; o presidente da Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais Gerais, Robson Braga de Andrade; o presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, Romeu Scarioli; o advogado Slvio de Andrade Abreu Jnior; o consultor tcnico legislativo da Advocacia Geral do Estado, Waldir Mendes Morato de Andrade; e o professor Wille Duarte Costa.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 8, 2006

    "Cobra que no se arrasta, no engole sapo, morre de fome!" Este dito popular para reforar nossa ida a Juiz de Fora, hoje sexta-feira, para um jantar business. que temos uma empresa de consultoria em comunicao, imagem e marketing poltico, a Stand-up. Em Juiz de Fora vamos buscar ampliar nosso trabalho. Da a viagem, que tem, alm do aspecto comercial um ngulo amoroso. Foi l que iniciei minha carreira profissional de jornalista. Primeiro nos Dirios Associados, depois na Rede Globo.

                          Na nossa agenda em Juiz de Fora, um jantar business, nesta sexta-feira, s 8 da noite, no mais novo e sofisticado hotel da cidade, o Hotel Constantino, que fica na rua Santo Antonio, centro.  E ateno: sobre esse personagem do jantar Business, depois darei detalhes!

                          Outro assunto: Amanh vamos conversar com o novo reitor da UFJF, o odontlogo Henrique Duque. Ele, como professor da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Juiz Fora, onde fomos monitor de Filosofia e onde nos formamos em Comunicao Social, em 1978, nos atendeu, quando ramos estagirio de jornalismo nos Dirios Associados - Dirio Mercantil, jornal j extinto. O hoje magnfico reitor fez um belo trabalho nos meus dentes e, 0800. Porisso, sou grato ele, pela vida toda. Este um trao, que s os mais prximos conhecem, da personalidade de Henrique Duque, o novo reitor da UFJF, eleito pelo voto direto, numa eleio disputadssima, com dois turnos.                      

                            Em tempo: vamos tentar ainda uma vaga na apertada agenda do nosso amigo Csar Romero, o simptico e competente colunista do jornal Tribuna de Minas e agora entrevistador do Canal Viso, de meu amigo PAPAULO, ex-cinegrafista da Rede Globo de JF, com quem trabalhei como reprter poltico durante muito tempo.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 8, 2006

    Tudo pronto para que a TV Assemblia tenha uma geradora. Ser em Juatuba, atingindo BH e todo s 853 municpios de Minas.

                          A informao nos foi passada pelo advogado, Jos Artur Filardi, chefe de gabinete do ministro das Comunicaes, Hlio Costa. Z Artur, que passa o final de semana, em Barbacena, sua terra natal, espera apenas o acerto de agenda do ministro com a direo da Assemblia Legislativa para levar a portaria para o ministro assinar, cumprindo a promessa feita por ele de garantir um canal gerador, que ser em Juatuba, na regio metropolitana de BH. Lembramos que hoje a TV Assemblia atinge quase 250 municpios mineiros pelo sistema UHF e cabo.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 8, 2006

    Sugesto de livro para seu final de semana.

                          11minutos, de Paulo Coelho, uma verdadeira paulada na conscincia. Potico, filosfico, atual. o Dirio de uma prostituta que vai para a Suia... Estou acabando de ler.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 8, 2006

    Comandante do 9 Batalho da PM, com sede em Barbacena, faz visita a Desterro do Mello.


    FAZENDO BEM FEITO

     O novo comandante titular do 9 Batalho de Polcia de Barbacena, Tenente Coronel Jos Eduardo Silva fez uma visita de cortesia ao Destacamento Policial de Desterro do Melo e s autoridades locais.
    Em companhia de seus subordinados, o comandante foi recebido na sede da Cmara Municipal pelo vereador vice-presidente Helvcio Ferreira Martins - Tito, onde, em nome dos demais saudou a autoridade militar, abrindo as portas dos poderes Legislativo e Executivo s necessidades do novo comandante.
    Atuando no comando da Polcia Militar em Belo Horizonte por vrios anos, o Tenente Coronel Jos Eduardo pretender buscar parcerias com rgos pblicos para combater com maior rigor - nos municpios de pequeno porte - o consumo e o trfico de drogas, roubos, prostituio infantil e a utilizao de bebidas alcolicas por menores.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 8, 2006

    De olho na estrada de cho de Desterro do Mello pra Alto Rio Doce, que fica 255 kms de BH e 55 de Barbacena. Vem a a ordem de servio - sai dia 22. FIQUE ATENTO!


    FAZENDO BEM FEITO

    Atravs de comunicado enviado pelo Secretrio de Estado, Chefe da Casa Civil, Deputado Federal Danilo de Castro, o prefeito Ruy Fernandes foi informado que o Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais - DER/MG, atravs do Programa de Melhoria de Acessibilidade de Municpios de Pequeno Porte - Proacesso - repassar oficialmente a Ordem de Servio, no prximo dia 22 de setembro, em sua sede, na capital, empresa vencedora do processo licitatrio para pavimentao dos 21,50 quilmetros de estrada de terra que interligam os municpios de Desterro do Melo e Alto Rio Doce.
    Custeadas com recursos provenientes do Banco Interamericano de Desenvolvimento e do Tesouro Estadual, as obras esto oradas em R$ 6. 800. 506, 01.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 6, 2006

    ARTIGO ESPECIAL, "Momento de Profunda Reflexo", escrito pelo presidente do SINPAPEL, Antnio Eduardo Baggio. Confira. Vale a pena!



        Momento de profunda reflexo

       Mais um semestre se encerra e com ele as esperanas de um ano de crescimento expressivo do mercado de celulose, papel, papelo ondulado e seus artefatos se v seriamente comprometido.A perversa poltica econmica em vigncia no pas, que mantm uma elevadataxa de juros, pagando um tributo escorchante e dissimulado banca internacional, a razo basilar dentre outras tantas, da nossa expectativa de crescimento pfio para este ano de 2006.

       Com o forte afluxo de dlares - via mercados especulativos como o da bolsa de valores - na nossa economia, contaminando os crditos em dlares duramente conquistados via produo industrial e agrcola, a indstria e o agronegcio deste pas se vem compelidos a ter que transformar estes crditos dentro de prazos fixados pelo Banco Central, para pagarmos nossos impostos, salrios e matrias-primas em reais, cada vez mais artificialmente valorizados, propiciando s autoridades monetrias a delcia do proselitismo arrostado do resgate dos ttulos cambiais s custas do trabalho das empresas Brasileiras.

       A economia do pas se beneficia de supervits na balana comercial s custas de contratos que os empresrios tem que honrar, de investimentos irreversveis maturados em anos de implantao, de cotaes de commodities favorveis episodicamente e da exportao de petrleo pesado.

       O mundo real no qual se inserem as indstrias siderrgicas, txteis, caladistas, automobilsticas e de auto-peas e as de base agrcola e muitas outras grandes empregadoras intensivas de mo-de-obra, tem que se contentar com o mercado interno. A cotao artificial do dlar - s custas do crescente endividamento via ttulos pblicos que so remunerados com as maiores taxas de juros do mundo no permite s empresas destes e de tantos outros setores, manter seus clientes duramente conquistados no exterior e por via de conseqncia acaba inibindo os investimentos e a criao de novos postos de trabalho dentro do pas, fazendo jorrar no mercado interno uma sobre-oferta de produtos que deprime os preos alm do necessrio, fazendo subsidiariamente a delcia dos ndices consolidados nos indicadores de inflao.

       esta produo excedente - com a cotao do dlar em nveis reais que deveria estar sendo carreada para o exterior, gerando mais divisas e postos de trabalho, num crculo virtuoso.Entretanto temos assistido nos ltimos tempos aos escrnios dos poderesconstitudos da nao que trata a indstria e a sociedade como alheios, ignorantes e impotentes ao perpetrarem verdadeiros assaltos aos cofres pblicos e s conscincias das cabeas iluminadas que deveriam ter o descortino, o dever tico e moral de defender a sociedade Brasileira.

       Reformas longamente ansiadas pela sociedade como as reformas das legislaes eleitoral, trabalhista, tributria e fiscal, com probidade administrativa e menor gasto pblico so somente miragens brandidas pelos polticos em poca de eleies.Enquanto remunerarmos os aplicadores nacionais e internacionais com as maiores taxas de juros do planeta, no haver ningum, em nenhum segmento da sociedade que conseguir mudar o atual status quo.E nossos filhos e netos continuaro pagando pelas nossas fraquezas, conluios e omisses.No devemos perder a capacidade de nos indignarmos sempre.

       Somente ns, enquanto eleitores, poderemos reunir foras para infringir-lhes a perda dos seus privilgios, indicando a todos o rumo da moralidade, tica, justia, competncia e respeito aos valores ansiados pela sociedade Brasileira.Por isso cidados e empresrios, devemos exercer o nosso direito sagrado do voto e no nos esquecermos nunca em quem votamos, para podermos acompanhar o seu desempenho e cobrar-lhe atitudes dignas de representante do povo.

       A verdadeira democracia impregna os atos de respeito s coisas diversas, como tem nos demonstrado um jovem Governador, e esse respeito antecedea moralidade, a tica e a probidade.Os prximos anos da nossa democracia sero de fundamental importncia para moldar o carter do povo Brasileiro e forjar uma verdadeira nao, e sua participao e seu voto consciente tem muito a ver com tudo isto com ou semreforma da atual e canhestra legislao eleitoral.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 6, 2006

    Vem a a entrega da Medalha JK. Ser dia 12, em Diamantina,`as 11 da manh. O governador Acio Neves vai presidir a solenidade e entregar a Medalha presidente Juscelino Kubitschek a 212 personalidades. Entre os agraciados esto parlamentares, empresrios, promotores, prefeitos e procuradores de Justia. Vo receber a Medalha JK tambm os escritores Autran Dourado e Hlio Jaguaribe; os atores Denis Carvalho,Jos de Abreu e Regina Duarte, "a mdica" da novela Rede Globo Pginas da Vida; Ion Magalhes; os jornalistas Hildegard Angel, Paula Saldanha, Renato Machado, Roberto D'Avila, a mdica Zilda Arns, o cirurgio plstico Ivo Pitanguy, o maestro Isaac Karabtchevsky; o procurador-geral de Justia, Antonio Fernando Barros Souza; a cantora ngela Maria e a dramaturga Maria Adelaide Amaral.Entre os empresrios mineiros que vo receber a Medalha JK destacamos Henrique Bertholino do Grupo HB. Confira!

                                Na dcima edio da criao da Medalha Juscelino Kubitschek, 212 pessoas, entre elas cinco deputados estaduais, vo ser agraciadas este ano, em solenidade marcada para as 11 horas desta tera-feira (12/9/06), em Diamantina, data de nascimento do ex-presidente. Pela Assemblia Legislativa de Minas Gerais, sero agraciados os deputados Antnio Genaro (PSC); Gilberto Abramo (PMDB); Dilzon Melo (PTB); Fahim Sawan (PSDB) e Ricardo Duarte (PT).

                                Neste ano, esto sendo relembrados os 50 anos do governo JK e os 30 anos de morte do ex-presidente. Noventa e duas pessoas vo receber a Grande Medalha e 120 a Medalha de Honra, em solenidade presidida pelo governador Acio Neves. Conferida nos graus de Grande Medalha e Medalha de Honra, foi criada em 1995 para homenagear as personalidades e entidades que tenham contribudo para o crescimento de instituies polticas e para o desenvolvimento do municpio, do Estado e do Pas.

                                 A solenidade acontece na praa que leva o nome do ex-presidente, e na noite anterior acontece a tradicional Vesperata, apresentao de grupos seresteiros promovida pela prefeitura municipal. Entre os agraciados esto: os escritores Autran Dourado e Hlio Jaguaribe; os atores Denis Carvalho, Jos de Abreu, Regina Duarte, Ion Magalhes; os jornalistas Hildegard Angel, Paula Saldanha, Renato Machado, Roberto D'vila; a mdica Zilda Arns, o cirurgio plstico Ivo Pitanguy; o maestro Isaac Karabtchevsky; o procurador-geral da Repblica, Antnio Fernando Barros Souza; a cantora ngela Maria e a dramaturga Maria Adelaide Amaral.

                                Alm dos deputados estaduais, vo receber a medalha, pela Assemblia, 22 pessoas, entre parlamentares, empresrios, promotores. Prefeitos: de Porto Firme, Renato Santana Saraiva; So Geraldo, Walmir Rocha Lopes; Iapu, Jos Carlos de Barros; So Miguel do Anta, Jos Eugnio Paceli Lopes; Ferros, Raimundo Menezes de Carvalho Filho; Alto Rio Doce, Wilson Teixeira Gonalves Filho; Crucilndia, Ilaerson Ferreira de Souza; e Rio Paranaba, Silval Boaventura. Demais cidados: advogado, Roberto Moreira Rodrigues; empresrio, Iran Silva Couri; comerciante e empresrio, Lus Jos de Arruda Alves; empresrio, Grimaldo de Oliveira Bicalho; reitora da Universidade do Estado de Minas Gerais, Janete Gomes Barreto Paiva; promotor de Justia, Edson Ribeiro Baeta; procurador de Justia, Denilson Feitoza Pacheco; empresrio Henrique Bertholino Mendes dos Santos; e padre Fbio de Melo Silva.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 6, 2006

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. O presidente do SINPAPEL, Antonio Eduardo Baggio recebeu a Medalha Israel Pinheiro em solenidade no Instituto Histrico e Geogrfico, aqui em BH, que teve a presena do governador Acio Neves, que tambm recebeu a comenda gov. Israel Pinheiro.




     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 6, 2006

    UNIPAC-Universidade Presidente Antnio Carlos - de Barbacena, est fazendo 40 anos. Est em 180 cidades de Minas e com cerca de 45 mil alunos. Confira!

                    Tudo comeou em 1963, quando o deputado Bonifcio Andrada,o Andradinha, atravs de projeto de lei, deu criou a Fundao Universitria da Mantiqueira, com sede em Barbacena. Pouco tempo depois, a instituio passaria a se chamar Fundao Presidente Antonio Carlos (FUPAC). Em 1996, em reconhecimento qualidade do ensino oferecido, a Fundao Presidente Antnio Carlos transforma-se em Universidade Presidente Antnio Carlos (UNIPAC). Hoje, a Universidade est presente em 180 cidades mineiras e com cerca de 45 mil alunos.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 5, 2006

    Homenagem Especial.Dom Luciano Mendes de Almeida a figura central do Programa MEMRIA E PODER da TV Assemblia. O depoimento histrico, de d.Luciano, que morreu no final da semana passada aos 75 anos de idade um documento da maior importncia para se ter um idia do papel dele na igreja e na sociedade brasileira nas ltimas seis, sete dcadas. Confira!












    A TV Assemblia presta uma homenagem a dom Luciano Mendes de Almeida e reprisa o programa que traz seu depoimento de vida. Dom Luciano faleceu no dia 27 de agosto de 2006, aos 75 anos de idade. Natural da cidade do Rio de Janeiro, foi o primeiro jesuta a tornar-se bispo no Brasil e chegou a ser secretrio-geral e presidente da CNBB. Essas e outras histrias voc acompanha no Memria e Poder nesta tera, s 23h.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 5, 2006

    Consrcio Capim Branco Energia, presidido pelo economista Celso Castilho, cumpre compromisso em Araguar no Tringulo Mineiro. Confira!

                         COMEAM TRABALHOS PARA RECUPERAR A PONTE ANTIGA 
                      
    . Depois de conclurem as obras de construo da nova ponte sobre o rio Araguari, no Km 54 da BR-050, os trabalhadores se dedicam agora s obras de recuperao do acesso antiga ponte.  Assim como a construo da ponte nova, liberada para trnsito na tarde de ontem, A recuperao faz parte do Programa de Recomposio de Infra-estrutura Afetada pelo (futuro) reservatrio da futura Usina Hidreltrica Capim Branco II. O Programa desenvolvido pelo CCBE-Consrcio Capim Branco Energia e atende ao Plano de Controle Ambiental aprovado pelo COPAM Conselho de Poltica Ambiental do Estado de Minas Gerais.    

    De acordo com Julio Cesar Minelli, diretor de implantao do CCBE, as obras de recuperao devem se estender at o final de setembro. Paralelamente, tcnicos da empresa contratada iniciam os trabalhos preparatrios para demolir a antiga ponte. A demolio deve ocorrer ainda este ms, em data a ser definida.   


     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 5, 2006

    Nver hoje do Procurador Geral de Justia de Minas, Jarbas Soares.Junior.

                                A comemorao, encabeada pelos amigos de Jarbas Soares Junior, entre os quais nos inclumos, ser hoje no KRUGG BIER, que fica ao lado BH Shopping. O procurador, que nasceu em So Francisco, no Vale do Jequitinhonha, uma figura humana da melhor qualidade e um grande articulador, bem ao estilo mineiro - sabe ouvir, ponderar, dialogar e decidir. Um  estilo de administrar que tem trazido frutos positivos para Instituio, que ele preside e principalmente para a sociedade, razo  primordial da existncia  do Ministrio Pblico.

                                Conhecemos o Jarbas Soares, desde os tempos, que ns como reprter poltico da Rede Globo, cobramos o TRE, onde ele iniciava sua carreira como promotor eleitoral. Sempre simptico, solcito nas entrevistas e firme nas posies, ou seja, na nossa linguagem jornalstica uma boa fonte. Quer dizer: dava informaes corretas, confiveis, que proporcionavam um reportagem  de substncia sobre os fatos eleitorais.
                                Parabns pelo aniversrio. Felicidades! E como dizem os americanos: o sr. est ficando um ano melhor, dr. Jarbas Soares!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 5, 2006

    Nosso BLOG ultrapasa 17 mil acessos. Aumenta nossa responsabilidade em ampliar o noticirio. Contamos agora com a colaborao do jornalista Marcus Tafuri.






















    Posts:
     473

    Rascunhos:
     1

    Comentrios:
     1039

    Visitas nicas:
     17261

    Pageviews:
     18872
     









    TheBlog v2.0 - 2004 - 2006



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 5, 2006

    TV ASSEMBLIA na cobertura das Eleies 2006, tem novidades. Vai ficar 40 horas no ar. Cobertura ter a parceria com TV Cmara e TV Senado.Confira. Mais detalhes www.almg.gov.br

                                Na cobertura das eleies deste ano, a TV Assemblia ir incluir em sua programao, pela primeira vez, noticirio produzido em parceria com outras emissoras legislativas, como a TV Senado e a TV Cmara. Essa uma das novidades de uma programao especial iniciada no dia 1 de julho, totalmente voltada para a campanha eleitoral. Toda a grade de programas da TV Assemblia foi modificada com o objetivo de ajudar o eleitor a preparar-se para definir seu voto.
                                O gerente-geral de Rdio e Televiso da Assemblia, Rodrigo Lucena, considera que a parceria entre as TVs legislativas resultado do trabalho da Associao das TVs e Rdios Legislativas (Astral), organizada recentemente. Alm das TVs federais, tambm esto adiantados os entendimentos com outras TVs legislativas estaduais, que devero participar do "pool" no dia da eleio: Rio Grande do Sul, Esprito Santo, Santa Catarina, Mato Grosso, Sergipe, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Amazonas, Pernambuco, Paraba e So Paulo. "A experincia desse pool na eleio o embrio para se construir um noticirio nacional das TVs legislativas, no futuro", afirmou Rodrigo Lucena, que tambm preside a Astral.
                               No dia 1 de outubro, s 8, 11 e 17 horas. O noticirio ser abastecido com material produzido pelas emissoras estaduais. A programao j comea a mudar na vspera da eleio, 30 de setembro. A partir das 12 horas, comeam a ser exibidos flashes ao vivo do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), alm de edies ao vivo dos programas "Mundo Poltico" e "Reprter Assemblia".
                              TV Assemblia permanecer 40 horas ao vivo
    No dia da eleio, a TV Assemblia ir iniciar uma maratona de aproximadamente 40 horas de programao contnua, ao vivo, acompanhando a votao e o processo de apurao. A transmisso ao vivo comea s 7 horas do domingo, e continua at a noite de segunda. Durante o dia, sero organizadas trs tribunas livres com jornalistas e outros especialistas que iro avaliar a campanha eleitoral. s 17 horas, divulgada a pesquisa de boca-de-urna. 
                             A partir das 21 horas, comeam a ser divulgados boletins parciais do resultado da eleio proporcional. Os boletins oferecem uma simulao de como ficaria a composio da Assemblia a cada momento da apurao, utilizando um programa desenvolvido pela equipe de informtica do Legislativo Mineiro. O programa utiliza dados provenientes do TRE e TSE, por meio de uma parceria que torna a Assemblia uma provedora de dados para a Justia Eleitoral. Isso garante a agilidade da apurao e divulgao dos dados pela TV legislativa.
                            A Rdio Assemblia, no dia da eleio, receber boletins de emissoras de todo o Estado, mostrando como foram as votaes em cada municpio. Por sua vez, a emissora da Assemblia ir gerar notcias para a Rdio Cmara, que tambm ir disponibilizar os boletins radiofnicos em sua pgina na internet.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 5, 2006

    Livro MULHERES EM PEDAOS da defensora Pblica UMBELINA LOPES mostra a cruel realidade das mulheres agredidas por seus maridos e companheiros.Confira o texto da autora, publicada na orelha do livro!

           "Este livro nosso dedo em riste apontando o crime que existirem tantos homens impunes. So aqueles que batem em suas mulheres, agridem sua dignidade e ferem seu corpo. E mesmo assim, s 2 % deles chegam a ser condenados. um nmero alarmante, como alarmante este outro dado: de cada trs mulheres brasileiras, pelo menos uma j sofreu violncias em casa.

    H vinte anos a primeira Delegacia de Mulheres de Minas Gerais funciona e a celebraco disto s auspiciosa porque, a partir da, cada dia mais, h novas mulheres tendo a coragem de denunciar.

    Nem festa a chegada de Mulheres em Pedaos aos leitores brasileiros. Simplesmente porque este livro o trgico desfile que a misria humana vem fazendo, diariamente, nas salas e corredores da Delegacia.

    Nas machucadas pginas de Mulheres em Pedaos, a Defensora Pblica Umbelina Lopes revive, pela voz das dodas vtimas, as agresses, afrontas e humilhaes que o relacionamento homem-mulher estabeleceu, desde os tempos de Eva. Especialmente, afronta mais cruel, pesada e duradoura: o no reconhecimento pela maioria dos homens de que um maravilhoso privilgio ser mulher. Nenhum homem deixou at hoje de nascer de uma mulher. 
          Ler este livro preciso. E se voc tambm tem de erguer o dedo em riste, ligue para o l80. o telefone que pode salvar uma mulher  ofendida" - diz a defensora pblica Umbelina Lopes na orelha de seu livro. Recomendo! 
          O livro Mulheres em Pedaos pode ser adquirido na ADEP - Associao dos Defensores Pblicos - telefone 3295 0520 - falar com Patrcia.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 5, 2006

    Internet sem fio a prxima atrao que ser oferecida pelo mais novo templo da gastronomia em BH - " O DDIVA" - no elegante bairro de Lourdes.

                         Quem nos deu a informao, em primeira mo, sobre mais este servio (acesso INTERNET wireless),  para os executivos e executivas, foi um dos proprietrios do restaurante, o jovem Alysson Lessa. Ele estava mesa coletiva, onde foram colocados na parede monitores de plasma, reproduzindo belos clipes. Alysson Lessa, estava junto com seus pais, o deputado estadual Jairo Lessa e sua mulher a elegante e inteligente Francisca Lessa, alm  do candidato a deputado federal, Fabinho Ramalho, ex-prefeito de Malacacheta.
                       Paramos para um dedo de prosa. O deputado Jairo Lessa falou sobre a campanha poltica, que exige a presena constante dele no interior. E o malalabrismo que conciliar as viagens, com suas atividades parlamentares, empresariais e sociais. Na sexta-feira, por exemplo, ele e a esposa Francisca vo a Juiz de Fora, para um a festa de uma parente de Francisca. J Fabinho Ramalho passou a maior parte do tempo ao telefone celular falando com as bases no interior, seus apoiadores de campanha. Coisas da Poltica, digo eu!
                       Em tempo: Alysson Lessa comentou tambm, que est quase pronta a pgina de O DDIVA na internet, para facilitar a vida dos clientes. Alis, Quem Quem do mundo poltico, empresarial, jornalstico e social est transformando o restaurante num dos points mais badalados da capital mineira. Todos recebidos em alto estilo pelo simptico e eficiente maitre Maurcio. Vale conferir!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 5, 2006

    Na noite do sofisticado e gostoso restaurante " O DDIVA", aqui em BH, mesa os prazeres do paladar e da boa conversa, regados pelo belo texto de Paulo Coelho em seu ONZE MINUTOS. Confira!

                        Foi uma noite memorvel.  mesa, regada por um delicioso vinho argentino, uva Malbec, para Baco nenhum botar defeito, estavam o mdico Eduardo Pinho Tavares, papa dos segredos de se ter uma vida longa e saudvel; o filsofo Jos Aparecido Ribeiro, executivo da Arco Engenharia  na pilotagem dos excelentes hotis do grupo - o San Diego de Ipatinga no Vale do Ao e o San Diego de Maca no litoral fluminense- o acadmico de Comunicao Social e empresrio que entende tudo de imveis, Knio Pereira e esse Blogueiro.
                        Conversamos sobre a vida - a relao homem mulher, o amor, a beleza que estar vivendo nessa poca de enormes avanos em todos o campos de atividades humanas, principlamnte na tecnologia da informao, que encurta a curva do espao e tempo, nos dando a sensao de que estamos viajando na imensido do espao na velocidade da luz.
                        Aproveitei para compartilhar com os amigos a maravilha potica e filosfica que o livro Onze Minutos de Paulo Coelho. Ele fala de verdades eternas na relao do homem e da mulher movidos pela fora do amor, da paixo. E, principalmente, vai fundo na questo de como ns, homens e mulheres, lidamos com  a sexualidade. O livro " baseado na histria real de uma prostituta brasileira que trabalha na Suia... Recomendo a obra!
                        Ah, o Z Aparecido vai compr-la no Aeroporto, na manh desta tera-feira, a caminho de Maca. Boa leitura!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 5, 2006

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. A coluna do meu amigo, IDINANDO BORGES na coluna dele no site www.barbacenaonline.com.br. VALE A PENA CONFERIR!





    Pompa e Circunstncia









    A noiva, Andra Mendes Novais uma requisitada arquiteta, mesmo sendo descendente de famlias tradicionais no Estado de Minas Gerais. O pai: Carlos Roberto Vasconcelos Novais dos Vasconcelos de Ponte Nova. A me: Anabela Lanna Mendes Novais dos Lanna de Rio Casca com empreendimentos vitoriosos na capital, entre os quais o Buf Pechita Lanna. O noivo, Martim Francisco de Andrada Ibrahim Bernardara economista e executivo da Itamb, filho de Maria de Ftima Lafayette de Andrada Ibrahim de Barbacena e de ngelo Bernardara, cujos pais nasceram na Itlia.
    Martim e Andra  


    Naquela poca verdadeiros artistas andavam pelas ruas, oferecendo seus servios.
    Tirada a foto em preto e branco, depois de aprovada pela famlia da vitima, o lambe-lambe, como eram chamados aqueles fotgrafos, pintavam-nas com tintas especiais que garantiam o charme do colorido quase natural.








    Carlos Roberto e
    Anabela Lanna Vasconcelos Novais

    Gustavo Valadares e
    Ftima Andrada Ibrahim


    Raimundo, Lorenza e ngelo Bernardara
    A cerimnia religiosa aconteceu no santurio de Nossa Senhora de Lurdes s 20 horas do dia 25. O belo templo foi enfeitado com verde e branco, como manda a tradio. Um coral musical cuidou do repertrio, apropriado e de bom gosto. O celebrante foi padre Alexandre do Belvedere o padre dos jovens, como conhecido! Entre os padrinhos: os tios da noiva: Ronaldo Vasconcelos vice-Prefeito de Belo Horizonte, o ex-deputado Alosio Vasconcelos e os deputados Ricardo Vasconcelos e Gustavo Valadares que arrancou suspiros! E tambm, os tios do noivo: Jos Bonifcio e Martim Francisco Lafayette de Andrada Ibrahim. A dama de honra foi a prima: Gabriela Discacciati Sad de Andrada Ibrahim. De Barbacena, o Prefeito Martim Francisco Borges e Ondina Couto Andrada com seus irmos.














    Marina Andrada Ibrahim e Anabela Lanna Novais

    Simone Andrada Ibrahim

    Liliane e Luciana
    Andrada Ibrahim










    Camila Doche Debrot e
    Denise Ibrahim Doche

    Martim Francisco, Gabriela e
    Lcia Helena Sad Andrada Ibrahim


    E a noiva? Linda, como todas as noivas! E, em tom elegante e discreto: Anabela Lanna Mendes Novais e Maria de Ftima Lafayette de Andrada Ibrahim. A av do noivo: Marina Andrada Ibrahim roubou a cena, com o vestido em tom rosa-pssego e suas prolas.
    Aps a cerimnia, o frisson foi geral! Recepo no Minas Tnis Clube II, no alto da Serra, transformado pela Recanto Verde em uma praa florida com muito verde, vidros, luz branca leve, velas e rosas lindas e em profuso, na cor branca, coadjuvadas por pequenos ramos brancos de crisntemo. Mais de 600 convidados foram cumprimentar os noivos ao som da Orquestra Eduardo Aun-Dupic. O servio, impecvel, foi do Pechita Lanna Buffet. A festa rolou at o dia amanhecer, com direito ao belo visual da cidade. Viagem de npcias em Paris. Veja tambm no Barbacenaonline e no City 10.








    Jos Carlos, Beatriz e
    Isabela Doche Soares

    Martim Francisco Ibrahim, Lafayette Andrada e Jos Bonifcio Lafayette de Andrada
    Ibrahim


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 4, 2006

    SITE www.nossochao.com.br, de Desterro do Mello( cidade que fica no Caminho do Meio da Estrada Real, a 200 kms de Belo Horizonte e 32 de Barbacena), completa 1 ano na Rede Mundial de Comunicao. Iniciativa moderna e pioneira dentre as cidades do interior mineiro.O site tem frente o competente jornalista melense Victor Hugo e apoio do prefeito Ruy Fernandes. PARABNS!!!













    Victor Hugo Amaral  Victor Hugo Amaral


    CHEGAMOS AO PRIMEIRO ANO

                         Enfim, o site oficial de Desterro do Melo comemorou o seu primeiro ano de vida.
    Enfim, a ousada proposta de revelar as belezas, os costumes e o dia-a-dia de uma pacata cidadezinha brasileira rompeu os limites impostos pelos imensos rochedos da Serra da Conceio e hoje ganhou o mundo.
    Muitos foram os erros - e olha que teve gente que no perdeu a oportunidade de nos relembrar cada um deles. Mas, muitos tambm foram os acertos que, temendo cometer a injustia de no citar o menos importante, comemoramos o sucesso de todo o trabalho.
    Vrios setores da iniciativa privada fundiram parcerias conosco, vrios melenses divulgaram o nosso endereo e com este "jeitinho mineiro" fomos caminhando e crescendo a cada dia. Este primeiro ano no deve ser comemorado apenas por ns, editores deste portal, este primeiro ano dedicado a voc, nosso visitante.
    Pelo carinho, pelos acessos e pela colaborao, obrigado leitores, vocs so parte do nosso cho!!!

                        P.S - Deixo aqui um abrao especial ao amigo e jornalista Joo Carlos Amaral, pelo gentil espao que sempre d s notcias desta terra- que tambm sua - em seu Blog.

    Ao Hlcio Tafuri, a gratido pelos divertidssimos causos.

                        Minha Tia Dora, os cumprimentos pelo sucesso das receitas e por ser a sua coluna, uma das mais visitadas deste portal.

                        Ao prefeito Ruy Fernandes, a certeza da pacincia, da confiana e do apoio. s vezes prefeito, trabalhar na rede mundial muito complicado!!!!!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 4, 2006

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Deu na coluna do meu amigo, o influente e gabaritado reprter de Barbacena, JOS ANTNIO LOPES - o JAL - no site que recomendo: www.barbacenaonline.com.br O ex-ministro Nilmrio Miranda, candidato da coligao PT-PMDB ao Palcio da Liberdade e o famoso restauranter Gino Calvi. Na outra foto, ainda no Il Candelabro, Nilmrio e sua equipe com o reprter e colunista poltico Jos Antnio Lopes, com quem tive o prazer de comear minha carreira de jornalista na Rdio Barbacena.









                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 4, 2006

    Da srie: Uma foto vale por mil palavras. Deu na coluna de Csar Romero do jornal Tribuna de Minas de Juiz de Fora. No primeiro flash este blogueiro e o Gov. Acio Neves que eu entrevisto como reprter poltico desde os tempos na Rede Globo. No segundo flash o colunista Csar Romero, Acio e Andria Neves Pres. do SERVAS





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 4, 2006

    Para pensar! O texto de Madre Teresa de Calcut foi enviada pelo Relaes Pblicas Empresarial Luiz Paschoalino.

     

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 4, 2006

    Em tempo Pesquisas Eleitorais: confira a ltima da Vox Populi. E para pensar na cama: pesquisa como bombril, 1001 utilidades. SIRVA-SE!






                           A ltima pesquisa Vox Populi divulgada pelo Jornal da Band aponta que, se as eleies fossem hoje, o presidente e candidato reeleio Luiz Incio Lula da Silva (PT) venceria o pleito no 1 turno, com 50%. Geraldo Alckmin (PSDB) atingiu 25%, seguido de Helosa Helena (Psol), com 9%, e Cristovam Buarque (PDT), com 2%. Jos Maria Eymael (PSDC), Luciano Bivar (PSL) e Rui Pimenta (PCO) no pontuaram. Brancos e nulos somam 5% e 9% no souberam ou no opinaram.
                           A vantagem de Lula sobre a soma dos adversrios passou de 8 pontos percentuais para 14 pontos. Na ltima pesquisa do instituto, divulgada no dia 10 de agosto, Lula alcanou 45% das intenes de votos, seguido de Alckmin, com 24%. 
                           A pesquisa, encomendada pela Rede Bandeirantes e pela revista Carta Capital, ouviu 2 mil eleitores entre os dias 26 e 27 de agosto. A margem de erro de 2,2 pontos percentuais. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o nmero 14782/2006.





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 2, 2006

    Na noite do A Favorita, em BH, encontramos com nosso amigo, de Barbacena, o jornalista Mrcio Bertola e o casal, conselheiro do Tribunal de Contas, Antonio Carlos Andrada e Paula de Oliveira Andrada. Com eles conversamos um pouco e ficamos sabendo que Paula Andrada, jornalista que , vai ser pioneira no site www.marciobertola.com.br Confira na nota de Mrcio Bertola!










    Paula de Oliveira Andrada: jornalista estria em breve

    A pioneira
    A verdade que este site no conta com uma nica mulher entre seus redatores, colunistas e articulistas. A falha est reparada e a primeira mulher a escrever nesta revista eletrnica foi convidada e para nossa alegria aceitou o desafio.
    Muito em breve a jornalista Paula de Oliveira Andrada estar ocupando um espao aqui, abordando temas mltiplos. um presente para os visitantes quando atingimos o segundo ano de nossa existncia. Aguardem.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 1, 2006

    Dica para os AMANTES do vinho, como eu. Fique de olho na Casa do Porto, em BH. Confira!

                                       Almaviva 2003


    Por apenas R$ 299,00 na compra antecipada!

    Na compra de 06 garrafas dividimos em 30, 60 e 90 dias no boleto bancrio ou cheque!

    *Entrega no final do ms de Outubro.


     


     

    FRUTO DA UNIO DE DOIS ICONES DA VINICULTURA MUNDIAL, A TRADICIONAL FRANCESA BARON PHILIPPE DE ROTHISCHILD E A GIGANTE CONCHA Y TORO CHILENA, O VINHO ALMAVIVA O RESULTADO DA SELEO DE 40 EQUITARES DAS MELHORES VINHAS DE CONCHA Y TORO, DO TRABALHO DE PATRICK LEON E PASCAL MARTY CONHECIDOS E RESPEITADOS POR SEUS TRABALHOS NO CHATEAU MOUTON ROTHSCHILD E NO PROJETO OPUS ONE "PARCERIA ENTRE MOUTON ROTHSCHILD E ROBET MONDAVI NA CALIFORNIA". 


     


                            A CHANCE DE VOC ADQUIRIR O MELHOR VINHO CHILENO COM PREO E GARANTIA DE PROCEDNCIA QUE "SO QUEM TRAZ DIRETO DA VINICOLA" PODE OFERECER!                     Nelson Turibio

    *************************************************************************
    Casa do Porto Vinhos Finos Ltda.
    Av. Nossa Senhora do Carmo, 1650 Lj 03 - Sion
    Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil - CEP: 30.330-000
    Tel.: 55 (31) 3286 7077  -  Fax: 55 (31) 3286 1990


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 1, 2006

    Tributo a um homem pblico da melhor qualidade. Reproduzo aqui neste espao texto do jornalista Mrio Bertola, meu amigo de Barbacena, editor-chefe do site poltico www.marciobertola.com.br So os 80 anos do ex-deputado estadual, dobradinha a vida inteira de Chrispim Jacques Bias Fortes, o BIAZINHO, l em Barbacena. Parabns ao Joo Carlos Ribeiro de Navarro, ou simplesmente JOO NAVARRO.

                           JOO NAVARRO GANHA FESTA DE 80 ANOS






    Nomes expressivos da vida poltica, social, os amigos e familiares de Joo Navarro se encontram nesta sexta feira em uma renomada casa de festas de Belo Horizonte para as comemoraes dos 80 anos deste barbacenense que se destacou no cenrio poltico de Minas Gerais.

    Joo Carlos Ribeiro de Navarro ou simplesmente Joo Navarro como sempre chamado, advogado e ingressou na vida pblica como assessor do Gabinete da Casa Civil da Presidncia da Repblica, a convite do ento presidente Juscelino Kubitschek e do vice-presidente Joo Goulart.

    Em l958, como filiado do Partido Trabalhista Brasileiro, o PTB, disputou e se elegeu para seu primeiro mandato como deputado estadual.

    Em Barbacena, sua primeira ao poltica foi ainda como assessor do Gabinete Civil da Presidncia da Repblica, quando entregou ao saudoso padre Hilrio da Motta Barros e ao ento Arcebisbo de Mariana, D. Helvcio, a valiosa doao de Um Milho de Cruzeiros, verba destinada s obras da Baslica de So Jos.

    Aps o movimento militar de 1964, passou a atuar ao lado do ento deputado federal Chrispim Jacques Bias Fortes formando uma chapa que por muitos anos foi vitoriosa e majoritria em Barbacena e em vrias cidades da regio.

    Na Assemblia Legislativa o deputado Joo Navarro conquistou amigos, de todos os partidos. Ocupou todos os cargos da Mesa e foi presidente da Casa. Anos depois ele revelou que quando seu grande adversrio, deputado Bonifcio Andrada concorreu presidncia da Assemblia, ele deu seu voto a Andradinha, mas em uma conversa pessoal alertou o adversrio: "Eu vou votar em voc Andradinha, voto certo, mas em Barbacena voc diz que eu votei contra".

    Ontem, falando a este site, seu companheiro e tambm adversrio na Assemblia Legislativa, Jos Bonifcio Tamm de Andrada o Z Bodeco foi objetivo em seu depoimento: "O deputado Joo Navarro, meu sempre adversrio poltico em Barbacena foi tambm um dos maiores amigos que eu tive. Sexta feira estarei em Belo Horizonte para abra-lo nesta justa homenagem que ele recebe de sua famlia e de todos os seus amigos". Neste universo poltico decadente em que vivemos, Joo Navarro uma sntese da boa escola de Barbacena. Ao lado dos Bias Fortes e dos Andradas, simboliza a verdadeira razo do poltico, de servir, de ser correto, leal aos seus princpios partidrios e um exemplo de dignidade moral. Esteve no Palcio do Catete, no Rio, ocupando alto cargo na Presidncia da Repblica. Passou 28 anos ininterruptos como deputado estadual, foi diretor do Incra em Minas Gerais, conselheiro da Light no Rio de Janeiro e sua biografia cristalinamente limpa, no existe uma nica denncia, um nico rumor sobre sua postura. E mais, seu patrimnio rigorosamente compatvel com sua receita. Barbacena, toda ela, est feliz com seu filho querido, um colecionador de amigos, um gentleman que marcado por sua simplicidade e carisma. Assim Joo Navarro, um raro mineiro da melhor estirpe, um homem que empregou mais de cinco mil pessoas ao longo sua vida pblica. O prefeito municipal de Barbacena, Martim Andrada, prestou o seguinte depoimento a este reprter: "Conheci o Joo Navarro desde criana e tivemos um relacionamento pessoal prximo, mesmo sendo adversrios polticos. Sempre tive pelo deputado um grande respeito, por sua liderana e seu trabalho como grande poltico que deixou exemplos positivos. Mais tarde, iniciando minha vida pblica, Joo Navarro j havia se afastado da poltica, mas sempre encontrei nele grande incentivo e apoio. Hoje, como prefeito de Barbacena, o tenho como um conselheiro e posso observar melhor como ele participou ativamente a favor do desenvolvimento da cidade. Continuo tendo por ele grande amizade e at mais, pois agora posso desfrutar de seus ensinamentos. Joo Navarro uma das ltimas "raposas" da poltica mineira, j est inserido em nossa histria, em nosso folclore poltico. Em meu nome pessoal e como prefeito municipal de Barbacena, agora em nome dos seus conterrneos, cumprimentamos o exemplar homem pblico quando so comemorados os seus 80 anos. Que ele permanea muitos anos ao nosso lado, nos ensinando e nos iluminando com seu exemplo de homem pblico e de ser humano admirvel". Na foto, os adversrios polticos e amigos pessoais: Joo Navarro recebendo Jos Bonifcio Tamm de Andrada em sua casa, em Belo Horizonte foi o primeiro registro pblico entre eles feito pela imprensa. A foto foi assinada por este reprter.(Mrcio Bertola).

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________




    ___________________________


    Clique para conhecer

    ___________________________


    Clique para conhecer

    ______________________________

    Clique para conhecer

    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________

         
     
    Clique e envie-nos 

seu e-mail