Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter Página do 

Programa João Carlos Amaral Entrevista Canal no youtube Clique e 

envie-nos seu e-mail Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter
___________________________


___________________________
Clique para conhecer
___________________________


__________________________


__________________________

__________________________


______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer
______________________________

Sinapro MG
______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer



+ Categorias

  • Todos (16267)
  • POLTICA (5929)
  • GERAL (2057)
  • ARTIGOS (285)
  • ENTREVISTAS (36)
  • ECONOMIA (3754)
  • GENTE (1210)
  • TURISMO (842)

  • + Links
    + Arquivos

    Fevereiro, 2006
    Maro, 2006
    Abril, 2006
    Maio, 2006
    Junho, 2006
    Setembro, 2006
    Julho, 2006
    Agosto, 2006
    Novembro, 2006
    Outubro, 2006
    Janeiro, 2007
    Dezembro, 2006
    Fevereiro, 2007
    Maro, 2007
    Abril, 2007
    Maio, 2007
    Outubro, 2007
    Junho, 2007
    Julho, 2007
    Agosto, 2007
    Setembro, 2007
    Dezembro, 2007
    Novembro, 2007
    Janeiro, 2008
    Maio, 2008
    Fevereiro, 2008
    Maro, 2008
    Julho, 2008
    Abril, 2008
    Junho, 2008
    Setembro, 2008
    Agosto, 2008
    Outubro, 2008
    Novembro, 2008
    Dezembro, 2008
    Janeiro, 2009
    Fevereiro, 2009
    Maro, 2009
    Abril, 2009
    Maio, 2009
    Junho, 2009
    Julho, 2009
    Agosto, 2009
    Setembro, 2009
    Outubro, 2009
    Novembro, 2009
    Dezembro, 2009
    Novembro, 2012
    Janeiro, 2010
    Fevereiro, 2010
    Maro, 2010
    Abril, 2010
    Maio, 2010
    Junho, 2010
    Julho, 2010
    Agosto, 2010
    Setembro, 2010
    Outubro, 2010
    Novembro, 2010
    Fevereiro, 2011
    Maro, 2011
    Abril, 2011
    Maio, 2011
    Junho, 2011
    Julho, 2011
    Agosto, 2011
    Setembro, 2011
    Outubro, 2011
    Novembro, 2011
    Dezembro, 2011
    Janeiro, 2012
    Fevereiro, 2012
    Maro, 2012
    Abril, 2012
    Maio, 2012
    Junho, 2012
    Julho, 2012
    Agosto, 2012
    Setembro, 2012
    Outubro, 2012
    Dezembro, 2012
    Agosto, 2015
    Janeiro, 2013
    Fevereiro, 2013
    Maro, 2013
    Abril, 2013
    Maio, 2013
    Setembro, 2015
    Junho, 2013
    Julho, 2013
    Agosto, 2013
    Setembro, 2013
    Julho, 2016
    Outubro, 2013
    Novembro, 2013
    Dezembro, 2013
    Janeiro, 2014
    Fevereiro, 2014
    Maro, 2014
    Abril, 2014
    Maio, 2014
    Junho, 2014
    Julho, 2014
    Agosto, 2014
    Setembro, 2014
    Outubro, 2014
    Novembro, 2014
    Dezembro, 2014
    Janeiro, 2015
    Fevereiro, 2015
    Maro, 2015
    Abril, 2015
    Maio, 2015
    Junho, 2015
    Julho, 2015
    Outubro, 2015
    Novembro, 2015
    Dezembro, 2015
    Janeiro, 2016
    Fevereiro, 2016
    Maro, 2016
    Abril, 2016
    Maio, 2016
    Junho, 2016
    Agosto, 2016
    Setembro, 2016
    Outubro, 2016
    Novembro, 2016
    Dezembro, 2016
    Janeiro, 2017
    Fevereiro, 2017
    Maro, 2017
    Abril, 2017
    Maio, 2017
    Junho, 2017
    Julho, 2017
    Agosto, 2017
    Setembro, 2017
    Outubro, 2017
    Novembro, 2017
    Dezembro, 2017
    Janeiro, 2018
    Fevereiro, 2018
    Maro, 2018
    Abril, 2018
    Maio, 2018
    Junho, 2018
    Julho, 2018
    Agosto, 2018
    Setembro, 2018
    Outubro, 2018
    Novembro, 2018
    Dezembro, 2018
    Janeiro, 2019
    Fevereiro, 2019
    Maro, 2019
    Abril, 2019
    Maio, 2019
    Junho, 2019



    _______________________________________________________________
    .

    __________________________________________________________
    Domingo, Setembro 30, 2007

    VIA VERDE. O secretrio de Meio Mabiente, do governo Acio Neves, o ex-ministro Jos Carlos Carvalho, recebeu em audincia o prefeito de Desterro do Melo, Ruy Fernandes e o deputado estadual do PV, Agostinho Patrus Filho. Com eles o presidente da FEAM - Fundao Estadual do Meio Ambiente, Jos Claudio Junqueira. O prefeito mostrou ao secretrio Z Carlos o maior projeto da regio de Desterro do Melo na rea de Turismo - o Projeto Via Verde. O secretrio ouviu que a VIA VERDE tem 14 quilmetros de extenso - comeando na localidade de Estiva e terminando no distrito de Araas. A Via Verde est localizada sobre os penhascos da Serra da Conceio, com altitudes de mais de 1.300 metros, vasta vegetao de pinheiros e cedros, fontes de gua e um visual deslumbrante. No alto da serra, o prefeito pretende construir uma plataforma para vo livre de asa delta e/ou paragleider e incentivar a iniciativa privada a construir pousadas e hotis fazenda. Um j est sendo feito pelo empresrio barbacenense Srgio Miranda. RESULTADO DO ENCONTRO COM O SECRETRIO: ele liberou 10 mil mudas de rvores frutferas que sero plantadas s margenes da VIA VERDE. O secretrio Z Carlos Carvalho, que viu no nosso BLOG DE NOTCIAS ( veja fotos), a cobertura jornalstica da caminhada da vspera da primavera, est agendando para ir VIA VERDE, agora em outubro, para apreciar e usufrir da natureza do local, junto com o presidente da FEAM, Z Claudio Junqueira e do deputado Agostinho Patrus Filho. Fica o registro!












                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Setembro 30, 2007

    Oramento do governo federal foi discutido e recebeu propostas na Assemblia Legislativa de Minas. Presentes os deputados federais mineiros: Nrcio Rodrigues, 1 vice-presidente da Cmara Federal, o senador Jos Maranho, que da Paraba, presidente da Comisso de Oramento do senado, j Morais, Rafael Guerra, relator do Oramento Federal de 2008, Gilmar Macchado, dentre outros. Foi falado que para as estradas federais em Minas - so cerca de 18 mil quilmetros - sero aplicados no ano que vem, cerca de 1 bilho e 200 milhes de reais. Vamos aguardar e cobrar!



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Setembro 30, 2007

    Ufa! Ultrpassamos a casa dos 400 MIL ACESSOS ao nosso BLOG DE NOTCIAS, neste domingo. Os dados so do provedor TERRA. Agradeo sua preferncia, nos acessando diariamente!

























    Posts:
     2.229

    Rascunhos:
     42

    Comentrios:
     9.555
                                                                             

    Pageviews:
     407.965


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Setembro 30, 2007

    O COLRIO deste domingo vem, mais uma vez, da coleo de beldades da coluna do nosso amigo Csar Romero, da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.

                                                          
                                                     Carol Lopes curtindo a noite do Privilge


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 29, 2007

    EM BH, o prefeito de Desterro do Melo - municpio que fica no Caminho do Meio da Estrada Real a 200kms de BH e 32 de Barbacena na Zona da Mata - mostrou no SALO DO TURISMO o maior projeto turstico da Regio - O VIA VERDE. O prefeito Ruy Fernandes anunciou a chega do sinal da TV Minas a Desterro do Melo. Agora trabalha, junto com o deputado Agostinho Patrus Filho, do PV, para colocar a TV Assemblia l.











    PREFEITO LANA VIA VERDE NO 1 SALO MINEIRO DO TURISMO

    FAZENDO BEM FEITO
    Dando continuidade s etapas de desenvolvimento do maior projeto de atividades tursticas da regio - a Via Verde - o prefeito de Desterro do Melo, Ruy Fernandes, esteve presente na solenidade de abertura do 1 Salo Mineiro de Turismo, realizado no Minascentro, na Capital.
    Durante toda a tarde da quarta-feira, 26, o prefeito visitou os stands que traziam informaes sobre os principais roteiros de atrativos naturais e de aventura de Minas, inclusive o Circuito Nascente do Rio Doce, do qual seu Municpio integrante.
    Ruy encontrou-se tambm com agenciadores de turismo e grupos de praticantes de esportes radicais, convidando-os a participar, no prximo ms de outubro (dia a confirmar), da primeira etapa de prtica de esportes radicais na Serra da Conceio - Via Verde.
    Conversando com os aventureiros, o prefeito disse que far da data uma oportunidade para apresentar as infindveis potencialidades do turismo de aventura da Serra para os praticantes do rapel, da escalada e do vo de asa delta e paraglayder.
    Paralelamente ao trabalho de divulgao da Via Verde e das potencialidades tursticas da Serra da Conceio, o prefeito realiza peridicos encontros na busca de parcerias com entidades pertencentes s iniciativas pblica e privada, colocando em prtica o seu plano de desenvolvimento que, atravs do turismo, vai mudar o cenrio econmico de Desterro do Melo, oferecendo trabalho, emprego e renda sua populao.

    FAZENDO BEM FEITO
    FAZENDO BEM FEITO
    FAZENDO BEM FEITO

    FAZENDO BEM FEITO
    FAZENDO BEM FEITO
    FAZENDO BEM FEITO








    REDE MINAS

    FAZENDO BEM FEITO
    Atravs de convnio firmado entre o Governo do Municpio de Desterro do Melo e o Departamento Estadual de Telecomunicaes - Detel MG -, a populao da cidade j est recebendo, desde a manh da sexta-feira, 28, o sinal da Rede Minas, canal 23 VHF.
    A Rede Minas uma TV de carter cultural e educativo, que h 22 anos forma e consolida valores da sociedade, contribuindo ativamente para a construo da cidadania. A emissora est integrada poltica cultural do Estado de Minas Gerais atravs da Secretaria da Cultura.
    Suas aes priorizam a incluso social, cultura, educao, sade, lazer e respeito ao ser humano, proporcionando a todos o direito informao com qualidade. investindo em pessoas e em tecnologia que a Rede Minas cria, a cada dia, condies para que todos os mineiros sejam cidados plenos e possam, assim, crescer, se expressar, experimentar, se emocionar e sonhar.
    Para se informar a respeito da grade de programao diria da emissora, voc deve acessar o site: www.redeminas.mg.gov.br


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 29, 2007

    Casamento elegante em Barbacena. O de Suria e Andr. A cobertura do colunista Idinando Borges do barbacenaonline. Confira!

                                  Suria e Andr no altar de Santo Antnio









    A garota mais descolada, a gata mais antenada e a menina mais desligada em relao moda tm pelo menos um ponto em comum: todas deliram quando decidem se casar. Princesa por um dia? Qual o cenrio? E a msica? Foi o que aconteceu com a meiga, elegante, educada, inteligente e linda Suria de Castro Dani no seu dia "D".

    A filha de Maurcio Dani e Maria das Graas de Castro Dani, alm de todos os predicados, encontrou na tia, Maria da Glria Bittar de Castro Pereira o porto seguro em organizao de eventos para o seu casamento, como uma princesa. O vestido, tomara-que-caia, foi de ris Clemncia, o top na preferncia das noivas. O noivo, Andr Lopes Salazar filho de Alberto Rocha e Brasilina Maria Lopes Salazar. Cenrio deslumbrante da Igreja Matriz de Santo Antnio, onde o sagrado do barroco contrasta com o ouro, numa sntese do belo realado pelas flores de Luz Marina.


    Suria e Andr, alegria contagiante

    O Quarteto Minueto de formao jovem, mas com talento de sobra e nos primeiros acordes, silenciou a igreja para um cortejo de padrinhos, mais do que elegante, felizes e com a certeza do dever cumprido. Pareciam "anjos vivos" as graciosas damas: Maria Paula, Maria Eduarda, Isadora, Vitria e os pagens: Joo Victor e Joo Pedro Laguardia.
    Padre Paulo Simes reverenciou o belo cenrio, mas lembrou do mandamento novo "amai uns aos outros como voz amei" para em seguida abenoar os noivos. Ao som de "Ave Maria" de Gounod, uma composio mais do que apropriada e imbatvel para a cerimnia, alcanou a todos. Um misto de emoo tomou conta da bela Suria e do felizardo Andr, cercado pelos padrinhos, familiares e amigos, dentro os quais, a av, Suria Bittar de Castro, a simbologia de uma matriarca, cuja f crist inabalvel, coadjuvada pelo neto, Rafael de Castro de Ferreira.
    Recepo trs chic na Pousada Brisa da Serra com o Buf Santa Lucia, valorizado pela montagem da mesa de doces de Sandra Baltz. De incio, drinques e muito vai-e-vem entre os ambientes de gente bonita, descolada e alegre. Um lauto jantar e dana at alta madrugada. Fotos de Mrcia Gazola e filmagens de Wagner Tibiri e lua-de-mel no Chile










    Maurcio Pedro e Maria das Graas de Castro Dani

    Brasilina Maira Lopes e Alberto Salazar


    Rafael de Castro Ferreira, Suria Bittar de Castro e Maria ngela de Castro











    Sthefan e Isabella Poubel

    Cristiane Castro Dani e William Picinin Sales


    Ondina Lopes e Suria Bittar de Castro











    Marina Crisolia Oliveira e
    Ana Clara de Castro Pereira

    Marilene e Urias de Castro Filho


    Maria de Ftima de Castro Hadad, Maria das Mercs de Castro Ferreira e Suria Maria de Castro


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 29, 2007

    TELECENTRO em Cataguases na Zona da Mata. Ministro das Comunicaes Hlio Costa inaugurou o Centro.

                                        Populao de Cataguases ganha telecentro comunitrio

    Ministrio das Comunicaes investe R$ 52 mil na compra de equipamentos
     O ministro das Comunicaes, Hlio Costa, inaugurou um telecentro comunitrio na cidade mineira de Cataguases, a 300 km de Belo Horizonte. So 11 computadores - dez para usurios e um servidor, ligados internet banda larga.

    Foram investidos R$ 52 mil para a compra dos equipamentos: uma TV de 29 polegadas, um aparelho de DVD e um datashow, alm dos computadores. Dois professores da Fundao Alberto Geraldo Dias, a qual o ministrio firmou convnio, ficaram durante todo o dia no local para atender a comunidade.

    Antes da inaugurao,  o ministro recebeu o Ttulo de Cidado Honorrio de Cataguases, concedido pela Cmara Municipal. Em seguida fez uma visita Farmcia Popular,  instalada com recursos extra oramentrios no valor de R$ 169 mil, viabilizados por Hlio Costa junto ao Ministrio da Sade. 
    Telecentro

    Trata-se de um ponto onde h computadores disponveis para uso gratuito da comunidade. A conexo internet feita em alta velocidade, o que viabiliza a recepo de programas de TV educacionais e de telemedicina, realizao de cursos profissionalizantes, treinamento de professores, entre outros. O ponto conta tambm com monitores para ajudar as pesquisas dos alunos, e orientar no manuseio dos computadores aos idosos, trabalhadores, e portadores de necessidades especiais.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 29, 2007

    Mais investimentos para Minas.






                              Governo obtm aval da Cofiex para emprstimo junto ao Bird












    Eddie Arrossi
     





    A Cofiex aprovou operao de emprstimo do Governo de Minas Gerais junto ao Bird, no valor de R$ 1,9 bilho. Os recursos sero aplicados em projetos sociais, de saneamento bsico, habitao, segurana pblica e rodovias.

        


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 29, 2007

    Empresrio juizforano - JOVINO CAMPOS do grupo de supermercados BAHAMAS - movimenta sociedade de Juiz de Fora com o aniversrio dele. A cobertura do colunista Csar Romero, da Tribuna de Minas.












     

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 28, 2007

    EM PRIMEIRSSIMA MO. Patrus Ananaias a um passo de ser o candidato do PT sucesso de Fernando Pimentel em BH. A informao foi passava ao nosso BLOG DE NOTCIAS por uma alta fonte com quem conversamos constantemente. Anote a!

                         O raciocnio, segundo essa fonte de alto nvel, a articulao est bem avanada. O ministro Patrus Ananias - como petista de carteirinha - mesmo preferindo ficar no Ministrio da Defesa Social  e Combate Fome - ainda segundo essa nossa fonte bem informada - vai acabar disputando pela segunda vez a Prefeitura de Beag. Alis, tem muito poltico, fora do PT, que considera Patrus o nico candidato do PT imbatvel. 
                         Bem, se eleito Patrus Ananias, prefeito de BH - vamos esperar 2008 - o atual prefeito Fernando Pimentel iria vitorioso ( j que neste cenrio ele teria feito o sucessor), para a pasta ocupada hoje pelo ministro Patrus Ananias. 
                         A estratgia   a seguinte: no Ministrio de Defesa Social e Combate Fome, Pimentel ficaria conhecido em todo oPas e, o fundamental, no interior de Minas se cacifando para concorrer ao Palcio da Liberdade em 2010. E mais, neste caso, Patrus Ananias em se for eleito prefeito de BH, poderia sair candidato a governador, disputando com Pimentel a indicao no PT. Iria quem estivesse melhor nas pesquisas na poca do pleito de 2010.
                          Observao deste blogueiro: como reprter poltico que sou, h mais de vinte e cinco anos, aconselho aos pr-candidatos de outros partidos a ficarem atentos para este cenrio que se esboa nas fileiras petistas. Afinal, "o tempo o senhor da razo". Quem viver ver!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 27, 2007

    Prefeito de Beag, Fernando Pimentel, participou do Frum Hemisfrico de Prefeitos, em Chicago, nos Estados Unidos. Pimentel foi o nico dministrador pblico convidado a participar e apresentou as experincias de gesto desenvolvidas na capital mineira. Confira detalhes que so do site www.pbh.gov.br









                                                Prefeito defende integrao entre os povos
                                                             e fortalecimento da democracia

    A importncia da integrao entre os povos, por meio de projetos de intercmbio e do fortalecimento das instituies democrticas, foi ressaltada nesta quarta-feira, dia 26, pelo prefeito Fernando Pimentel, durante o encerramento do Frum Hemisfrico de Prefeitos, que acontece na cidade de Chicago, nos Estados Unidos. O encontro comeou na ltima segunda -feira e o prefeito foi o nico administrador brasileiro convidado a participar para apresentar as experincias de gesto desenvolvidas na capital mineira.

    Pimentel salientou os esforos que a cidade de Belo Horizonte tem feito para contribuir com a integrao e com a democracia, por meio de aes bilaterais e multilaterais. Como exemplo, citou a recente presena do chefe de governo da cidade de Buenos Aires, Jorge Telerman, em Belo Horizonte para a realizao da Semana de Buenos Aires, alm da participao do municpio no Conselho Executivo da Rede Mercocidades e na coordenao da sesso nacional da Associao Internacional das Cidades Educadoras (Aice).
    O prefeito de Belo Horizonte aproveitou para convidar os participantes para o encontro Metrpoles - Amrica Latina & Caribe, que acontece em Belo Horizonte entre os dias 3 e 5 de dezembro, como parte das celebraes dos 110 anos da cidade, em 12 de dezembro . O evento tem o apoio do Governo federal, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Organizao das Naes Unidas (ONU), alm de vrias redes e associaes internacionais de municpios.
    O encerramento do Frum foi marcado por um debate entre os cerca de 40 prefeitos participantes sobre os temas para o prximo encontro. A deciso consensual foi que a terceira edio do Frum acontecer em Miami, em junho de 2008 , e tratar de questes ligadas ao planejamento urbano e educao. O prefeito de Chicago far gestes junto a Secretaria Geral da ONU para a criao de uma sesso destinada a governos locais formalmente ligada ao organismo.
    A iniciativa de Belo Horizonte foi elogiada pelo prefeito de Miami, Manuel Diaz, um dos organizadores do Frum Hemisfrico e o prximo presidente da US Conference of Mayors, maior associao de governos locais dos Estados Unidos. Para ele, a promoo do encontro fundamental para promover o dilogo entre os continentes. Diaz informou que o encontro Metrpoles - Amrica Latina & Caribe constar da agenda oficial do Frum Hemisfrico de Prefeitos. Tambm o prefeito de Toronto, David Miller, elogiou a gesto democrtica e participativa da Prefeitura e demonstrou interesse em conhecer os programas Vila Viva e Nascentes , de saneamento e recuperao ambiental, apresentados por Pimentel em Chicago.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 27, 2007

    ARTIGO ESPECIAL enviado ao nosso BLOG DE NOTCIAS pelo deputado federal do PSDB mineiro,PAULO ABI-ACLEL, vice-lder da minoria no Congresso Nacional.


    O VELHO CHICO AGONIZA 
     E PEDE SOCORRO!!!

    Em julho de 1994, o ento ministro de Estado da Integrao Social, Aluzio Alves, assinou a Portaria n. 505, que dispe sobre o funcionamento do Grupo de Coordenao de Aes Integradas para o desenvolvimento e superviso do Projeto de Transposio da guas do Rio So Francisco. Desde ento, o assunto vem se transformando em uma das mais polmicas questes nacionais.
    A realidade hdrica brasileira, principalmente no que se refere oferta e ao uso das guas, sempre foi assunto de interesse nos debates sobre as condies de vida da populao no semi-rido brasileiro. Incluem-se a regies sofridas do Norte mineiro. Contudo, com a crise no abastecimento, a gua passou a ser considerada "O ouro lquido do 3 milnio".
    nesse contexto que se discute a transposio do Rio So Francisco. Atualmente, existem dois cenrios bem definidos em relao ao tema. O primeiro o do imediatismo, caracterizado pela nsia de fazer aflorar gua, nos terrenos castigados pela constante seca que assola aquela regio to penalizada do pas. Tal cenrio esboa interesses polticos que devem, no entanto, ser repensados, visando analisar com responsabilidade as conseqncias impostas ao meio ambiente. Um dos problemas apontados pelos especialistas que as autoridades insistem em encarar o So Francisco como rio supridor de matria-prima, sendo que, segundo os tcnicos, ele atua apenas como condutor.
    O segundo o cenrio da ponderao, caracterizado por preocupaes tcnico-cientficas com relao s limitaes das fontes hdricas na conduo do processo de transposio. Talvez, o ideal seria conjugar uma parcela de cada um, visando alcanar um denominador comum, capaz de atender as expectativas da populao, sem, contudo, alterar o ecossistema local.
    A bacia do rio So Francisco tem rea aproximada de 640 mil km, onde se localizam 420 municpios. Nos 97 que esto em suas margens, residem cerca de 14 milhes de pessoas. Dos seus 168 afluentes, 99 so perenes e, desses, 12 correm em territrio mineiro, entre eles o rio das Velhas e o Paraopeba que recebem boa parte dos esgotos da Regio Metropolitana de Belo Horizonte. Cerca de 30% dos rejeitos dessas cidades e de outras 400 contribuem para poluir o Velho Chico com coliformes fecais, ferro, mangans, fenis, leos, graxas e at arsnico e mercrio, subprodutos da extrao do ouro e outros minerais.
    Outro problema enfrentado pelo So Francisco diz respeito aos desmatamentos. As siderrgicas mineiras consomem, anualmente, cerca de 6 milhes de toneladas de carvo vegetal, dos quais 40% so provenientes das derrubadas de matas nativas. Com isso, estima-se que foram destrudas, aproximadamente, 75% da vegetao regional e 95% das matas ciliares dos rios no seu alto curso.
    Em Minas Gerais, nos ltimos 30 anos, 50% da vegetao dos cerrados foram transformados em carvo. Nas regies onde so plantados soja e caf irrigados, a expanso das lavouras tem contribudo para o aumento dos desmatamentos, principalmente os efetuados prximos as nascentes.
    De acordo com a Declarao Universal dos Direitos da gua, esse recurso natural "faz parte do patrimnio do planeta. Cada continente, cada povo, cada nao, cada regio, cada cidade, cada cidado plenamente responsvel aos olhos de todos". Contudo, na prtica, a situao tem sido bem diferente.
    Com o crescimento acelerado dos ncleos urbanos, o recurso hdrico vem sendo utilizado de forma no sustentvel. Alm da ameaa de esgotamento da quantidade disponvel, a qualidade da gua est cada vez mais comprometida, devido poluio de origem domstica e industrial. bem evidente que o recurso hdrico est se tornando um dos bens mais disputados do planeta, e, como tal, deve ser respeitado.
         Paulo Abi-Ackel
             Deputado Federal (PSDB)
              


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 27, 2007

    FETAEMG faz Feira em BH, aberta pelo vice-governador, Anatnio Anastasia.









                                           Anastasia destaca polticas para a agricultura familiar

     









       

    Omar Freire/Imprensa MG

    O governador em exerccio de Minas Gerais, Antonio Anastasia, participou nesta quinta-feira (27), na Serraria Souza Pinto, em Belo Horizonte, da abertura da segunda edio da Feira da Agricultura Familiar (Agriminas), realizada pela Federao dos Trabalhadores na Agricultura no Estado de Minas Gerais (Fetaemg), em parceria com o Governo de Minas e o governo federal. Anastasia destacou a importncia da agricultura familiar, responsvel por 40% da produo, e detalhou as polticas do Governo de Minas para garantir infra-estrutura no campo.
    Esse um evento muito importante porque mostra a pujana, a riqueza do interior de Minas Gerais realizada por centenas de milhares de mineiros que, de maneira annima, trabalham dia e noite para se manterem, manterem suas famlias e conseguirem realizar no s a sua subsistncia, mas vender os seus produtos que nos sustentam. As estatsticas mostram que o leite, ovos, mandioca, arroz, feijo so produzidos em larga escala pela agricultura familiar, detalhou Anastasia.
    Em seu discurso, o governador em exerccio destacou que os estabelecimentos rurais com at 100 hectares representam 84% do total das propriedades rurais do Estado e que a agricultura familiar responsvel pela maior parte da produo dos alimentos bsicos, como feijo (67%), milho (49%), leite (35%), mandioca (84%), aves e ovos (40%). Alm disso, 2/3 dos empregos rurais so da agricultura familiar.
    Infra-estrutura e programas sociais
    Anastasia explicou que o Governo de Minas desenvolve polticas para garantir a permanncia das pessoas no campo, estimulando a produo agrcola e oferecendo acesso educao, sade, transporte e segurana.
    responsabilidade dos governos levar a infra-estrutura ao campo tambm. As pessoas do campo devem efetivamente ter condies de trabalho, condies de dar educao aos seus filhos, ter acesso sade, ter segurana e ter transporte, ou seja, tm direito tambm s comodidades da vida moderna. Essa uma obsesso do governador Acio Neves, disse Anastasia.
    O governador em exerccio anunciou que, entre as medidas tomadas pelo Governo de Minas para incentivar o trabalho no campo, est o pagamento de 25% do valor do seguro rural, a partir da prxima safra. O governo federal j subvenciona 50% do valor do prmio do seguro rural e, com a participao do Governo de Minas, os agricultores ficaro responsveis apenas pelo pagamento de 25% do prmio.
    Anastasia lembrou que as negociaes do governador Acio Neves, em Washington, com o Banco Mundial iro proporcionar a recuperao das estradas vicinais e, com isso, facilitar o escoamento da produo agrcola e o transporte escolar. Ele tambm lembrou que a recuperao de pontes, anunciada em um pacote de obras pelo governador Acio Neves na ltima tera-feira (25), tambm vai facilitar o transporte no campo. Anastasia destacou ainda a criao da Copanor, subsidiria da Copasa, que vai fornecer servios de abastecimento de gua e esgoto no nos vales do Jequitinhonha e Mucuri.
    Presenas
    Participaram da abertura da Agriminas os secretrios de Estado da Agricultura, Gilman Viana; do Meio Ambiente, Jos Carlos Carvalho; da Reforma Agrria, Manoel Costa; e do Desenvolvimento Regional e Poltica Urbana, Dilzon Melo.
    Durante a abertura da Agriminas, foi assinado entre a Fetaemg e o Governo de Minas um termo de parceria para o uso de recursos hdricos. A feira funciona at domingo e aberta ao pblico. Nos estandes, esto expostos produtos agrcolas e artesanais produzidos em vrias regies do Estado.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 27, 2007

    A FORA das Rdios Comunitrias. Elas esto instaladas em 48,6% dos mais de 5.600 municpios do Pas.

     

    Pesquisa do IBGE revela que rdios
    comunitrias superam as comerciais

    Aes do Ministrio das Comunicaes foram determinantes
    para o resultado. Hlio Costa afirma que novas medidas vo
    ampliar ainda mais o nmero de emissoras comunitrias.

    De acordo com a pesquisa, divulgada neste ms, 48,6% dos municpios possuem rdios comunitrias. As emissoras comerciais FM aparecem em 34,3% das localidades, enquanto as AM chegam a apenas 21,2%. Essa a primeira vez em que a presena das rdios comunitrias entra no suplemento do IBGE. 
    De acordo com o ltimo levantamento do Ministrio das Comunicaes, realizado em 19/09, existem 2.916 entidades autorizadas a executar o Servio de Radiodifuso Comunitria em todo o Brasil.  Para ampliar ainda mais sua abrangncia e incluir os pequenos e mdios radiodifusores na transio para o sistema digital, o ministro Hlio Costa defende que as rdios comunitrias tenham acesso a linhas de crdito especiais por meio do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econmico e Social).
    "O incentivo e a ampliao das rdios comunitrias legais uma das principais bandeiras do ministrio. Essas emissoras so ferramentas importantssimas para promover melhoria nas condies de vida da populao, por meio da informao, cultura, entretenimento e lazer. essencial que elas sejam includas em todo o processo de digitalizao, afirma Hlio Costa.
    Nos ltimos dois anos, j foram publicados quatro avisos de habilitao, que o expediente pelo qual o Ministrio das Comunicaes disponibiliza os canais e chama os interessados a entrarem com seus processos. Foram dois avisos em 2006 e dois em 2007, incluindo a grande So Paulo. Entidades sociais em quase mil localidades no Brasil tiveram a oportunidade de inscrever-se para operar o servio de radiodifuso comunitria.
    Munic 2006
    A pesquisa foi realizada no segundo semestre de 2006, por meio de questionrios enviados s prefeituras. O objetivo era mapear a diversidade cultural dos 5.564 municpios brasileiros, envolvendo aspectos como atividades culturais e artsticas existentes, infra-estrutura dos rgos gestores e recursos financeiros destinados ao setor.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 27, 2007

    Congresso recolhe sugestes para o Oramento da Unio de 2007. O Seminrio comeou agora, aqui no plenrio JK da Assemblia Legislativa. Neste momento fala o senador Jos Maranho, da Paraba. Ele o relator do Oramento no senado federal. LIGUE agora na TV Assemblia, canal 11 a cabo em BH. Interior UHF e asssita o importante Seminrio.

                                               ALMG sedia seminrio sobre oramento federal

    O Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais vai sediar, na prxima quinta-feira (27/9/07), o Seminrio Regio Sudeste, promovido pela Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao do Congresso Nacional. O evento comea s 14 horas e tem o objetivo de discutir o Plano Plurianual (PPA) 2008/2011 e a Proposta Oramentria da Unio para 2008.
    Alm de conhecer as propostas e obter esclarecimentos sobre os principais tpicos do Oramento e do Plano Plurianual, os participantes tero a oportunidade de apresentar sugestes de emendas. Elas sero repassadas s comisses tcnicas do Senado e da Cmara e aos parlamentares coordenadores de bancadas estaduais. As emendas aceitas sero incorporadas aos projetos pelas comisses ou pelas prprias bancadas estaduais. As sugestes de emendas podem ser encaminhadas Comisso Mista durante o evento ou pelo e-mail cmo@camara.gov.br.
    A Comisso Mista ir realizar nove seminrios regionais at o fim do ano nos seguintes Estados: Rondnia, Par, Mato Grosso, Minas Gerais, Cear, Bahia, Paraba, Santa Catarina e Distrito Federal. A iniciativa, segundo o relator-geral da Proposta Oramentria para 2008, deputado federal Jos Pimentel, vai permitir que as sugestes apresentadas pela sociedade cheguem Comisso de Oramento.
    Para o deputado Andr Quinto (PT), presidente da Comisso de Participao Popular da ALMG, fundamental que a sociedade conhea as prioridades federais, pois assim pode definir prioridades estaduais compatveis. Ao mesmo tempo, trata-se de uma grande oportunidade para que a populao apresente sugestes de emendas ao Oramento da Unio, avalia. Quinto informou que o presidente da Casa, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), transformou o que inicialmente seria uma audincia da Comisso em um evento institucional, dada a importncia do assunto.
    O deputado Z Maia (PSDB), que preside da Comisso de Fiscalizao Financeira e Oramentria da Assemblia, v com entusiasmo o encontro com a Comisso Mista do Congresso. Segundo ele, ser uma troca de experincias importante que vai proporcionar muito aprendizado para ambos os lados.
    A programao completa do evento a seguinte:
    14 horas - Abertura
    O deputado Z Maia, do PSDB, abriu o Seminrio.

    Senador Jos Maranho - presidente da Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao do Congresso Nacional
    Deputado Andr Quinto (PT) - presidente da Comisso de Participao Popular da ALMG
    14h30 - Apresentao do Plano Plurianual para o perodo 2008/2011 e da Proposta Oramentria da Unio para 2008
    Deputado federal Clucio Vignatti -
    membro da Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao do Congresso Nacional e relator do Projeto de Lei do Plano Plurianual 2008/2011
    Deputado federal Jos Pimentel - membro da Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao do Congresso Nacional e relator-geral da Proposta Oramentria para 2008
    Consultores de Oramento da Cmara dos Deputados e do Senado Federal
    Debate
    Coordenador: senador Jos Maranho -
    presidente da Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao do Congresso Nacional
    16 horas - Esclarecimento sobre os grandes nmeros do Oramento e sobre o Plano Plurianual para o perodo 2008/2011
    Consultores de Oramento da Cmara dos Deputados e do Senado Federal
    presidente da Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao do Congresso Nacional
    Deputado Andr Quinto (PT) - presidente da Comisso de Participao Popular da ALMG
    14h30 - Apresentao do Plano Plurianual para o perodo 2008/2011 e da Proposta Oramentria da Unio para 2008
    Deputado federal Clucio Vignatti -
    membro da Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao do Congresso Nacional e relator do Projeto de Lei do Plano Plurianual 2008/2011
    Deputado federal Jos Pimentel - membro da Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao do Congresso Nacional e relator-geral da Proposta Oramentria para 2008
    Consultores de Oramento da Cmara dos Deputados e do Senado Federal
    Debate
    Coordenador: senador Jos Maranho -
    presidente da Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao do Congresso Nacional
    16 horas - Esclarecimento sobre os grandes nmeros do Oramento e sobre o Plano Plurianual para o perodo 2008/2011
    Consultores de Oramento da Cmara dos Deputados e do Senado Federal

    Senador Jos Maranho - presidente da Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao do Congresso Nacional
    Deputado Andr Quinto (PT) - presidente da Comisso de Participao Popular da ALMG
    14h30 - Apresentao do Plano Plurianual para o perodo 2008/2011 e da Proposta Oramentria da Unio para 2008
    Deputado federal Clucio Vignatti -
    membro da Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao do Congresso Nacional e relator do Projeto de Lei do Plano Plurianual 2008/2011
    Deputado federal Jos Pimentel - membro da Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao do Congresso Nacional e relator-geral da Proposta Oramentria para 2008
    Consultores de Oramento da Cmara dos Deputados e do Senado Federal
    Debate
    Coordenador: senador Jos Maranho -
    presidente da Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao do Congresso Nacional
    16 horas - Esclarecimento sobre os grandes nmeros do Oramento e sobre o Plano Plurianual para o perodo 2008/2011
    Consultores de Oramento da Cmara dos Deputados e do Senado Federal
    presidente da Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao do Congresso Nacional
    Deputado Andr Quinto (PT) - presidente da Comisso de Participao Popular da ALMG
    14h30 - Apresentao do Plano Plurianual para o perodo 2008/2011 e da Proposta Oramentria da Unio para 2008
    Deputado federal Clucio Vignatti -
    membro da Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao do Congresso Nacional e relator do Projeto de Lei do Plano Plurianual 2008/2011
    Deputado federal Jos Pimentel - membro da Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao do Congresso Nacional e relator-geral da Proposta Oramentria para 2008
    Consultores de Oramento da Cmara dos Deputados e do Senado Federal
    Debate
    Coordenador: senador Jos Maranho -
    presidente da Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao do Congresso Nacional
    16 horas - Esclarecimento sobre os grandes nmeros do Oramento e sobre o Plano Plurianual para o perodo 2008/2011
    Consultores de Oramento da Cmara dos Deputados e do Senado Federal




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 26, 2007

    O Colrio de hoje vem do site barbacenaonline. As garotas que concorrem RAINHA DAS ROSAS em Barbacena. Confira!

                                                                   14 lindas jovens concorrem.





    As 14 candidatas e a atual Rainha das Rosas, Katiusci Saiury Takahashi, foram apresentadas ao pblico durante a solenidade de lanamento da 40 edio da Festa das Rosas, na ltima sexta-feira (21). Elas desfilaram no BQ Shopping com vestidos ornamentados com flores da regio. A patronesse deste ano, Mariane Pacheco, eleita primeira Rainha das Rosas, em 1968, acompanhou o desfile.
    Conhea as 14 garotas que concorrem ao ttulo de Rainha das Rosas:
                                                                          























































    Foto Disney



    Alessandra Maria da Silva

    Ana Alice Viana Dias



    Ana Paula Campos Castro

    Carina Guimares Caetano



    Jennifer de Azevedo Protasio

    Jessica Carolina Freitas dos Reis



    Joseana Guilherme de Arajo

    Mara Candian de Paula Dutra



    Mariana Guimares Baumgratz

    Marlia Costa Miranda



    Nathalia Flores Pinto

    Roberta Bertolin Costa Sad



    Sarah Raquel Rodrigues de Faria

    Teicielen do Nascimento Oliveira



    A Rainha 2006, Katiusci Saiury Takahashi

    A patronesse, Mariane Pacheco


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 26, 2007

    Ministro Hlio Costa vai no sbado terra natal dele - Barbacena - Cidade das Rosas.

     

     Ministro Hlio Costa lana selos comemorativos em Barbacena  



    Bloco Rosas ser lanado no prximo dia 29

     



    Bloco Rosas ser lanado no prximo dia 29


    Conhecida como a cidade das rosas pelo clima favorvel ao cultivo dessa espcie de flor, Barbacena, a 173 km de Belo Horizonte, foi escolhida para o lanamento oficial de trs selos comemorativos que formam a emisso especial Rosas. O evento ocorre no prximo sbado (29), s 17 horas, no Hotel Master Plaza e contar com as presenas do ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa, o presidente dos Correios, Carlos Henrique Custdio, e o diretor da empresa em Minas, Fernando Miranda. Esto previstos lanamentos tambm  nas cidades de Holambra, em So Paulo, e So Benedito, no Cear.

    Bloco Rosas

    O bloco apresenta em cada selo trs bulbos de rosa, nas diferentes fases do desabrochar da flor. Esto estampadas as rosas High & Magic (amarela), Caballero (vermelha) e Avalanche (branca). Compondo a imagem do bloco, as rosas se misturam, formando um ramalhete. Ao fundo, as folhas, na tonalidade verde escuro, completam a beleza do conjunto. Foi utilizada tcnica mista: fotografia, desenho e manipulao grfica.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 26, 2007

    Incentivo s Microdestilarias em Minas. Assunto est na pauta da Comisso de Agropecuria da Assemblia. A Reunio est marcada para s 10 da manh, desta quinta-feira, dia 27. Confira!

    A necessidade de regulamentao da Lei 15.456, de 2005, que instituiu a Poltica Estadual de Incentivo s Microdestilarias de lcool, o tema de audincia pblica programada pela Comisso de Poltica Agropecuria e Agroindustrial da Assemblia Legislativa de Minas Gerais para esta quinta-feira (27/9/07), s 10 horas, no Plenarinho II. O requerimento para realizao do evento do deputado Padre Joo (PT), para quem a Lei 15.456 ainda no possibilita o desenvolvimento desses sistemas de produo em vrias regies do Estado.
    Na justificativa apresentada para a realizao da reunio, Padre Joo defende as microdestilarias como um modelo alternativo de produo de energia a baixo custo, com gerao de muitos empregos. As microdestilarias so pequenas unidades, ligadas a agricultura familiar, de produo de lcool combustvel e outros derivados da cana-de-acar, como acar mascavo, aguardente, melao, rapadura, com capacidade de at 5 mil litros. "Com fcil adaptao de um alambique tradicional, pode-se comear a produo de lcool combustvel hidratado de at 96 GL, com poucos investimentos", argumentou o parlamentar.
    Gado - Uma das grandes vantagens da implantao de microdestilarias, segundo o deputado, proporcionar a sustentabilidade dos estabelecimentos rurais, ao se criar um sistema integrado que vai desde a produo at a comercializao, aliado criao de gado e agricultura. O bagao de cana utilizado como alimento principal para o gado durante parte do ano, melhorando a produo de leite. Padre Joo ressalva que a produo em microdestilarias encontra alguns entraves relacionados principalmente com os incentivos na montagem dos sistemas de produo, o padro de qualidade do lcool produzido e o processo de comercializao, que atualmente beneficia somente grandes produtores de lcool.
    Esto convidados a participar da audincia o secretrio de Produo e Agroenergia do Ministrio da Agricultura, Pecuria e Abastecimento, Manoel Vicente Fernandes Bertone; o diretor do Departamento de Combustveis Renovveis do Ministrio de Minas e Energia, Ricardo Dorneles de Gusmo; o coordenador de Desenvolvimento de Tecnologias Setoriais do Cetec, do Ministrio de Cincia e Tecnologia, Eduardo Soriano; o secretrio de Estado de Agricultura, Pecuria e Abastecimento, Gilman Viana Rodrigues; o secretrio de Estado Extraordinrio para Assuntos de Reforma Agrria, Manoel Costa; e o secretrio de Estado de Desenvolvimento Regional e Poltica Urbana, Dilzon Melo.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 26, 2007

    Aberto hoje em BH, pela secretria rica Drumond, a ministra Marta Suplicy e o vice-governador de Minas Antnio Anastasia - e governador em exerccio devido viagem do governador Acio Neves aos EUA - o 1 SALO MINEIRO DE TURISMO. O Salo est sendo realizado no Minascentro com a presena de mais de 250 prefeitos mineiros.

    A Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais, em parceria com o Sebrae MG e o Ministrio do Turismo, realiza o I Salo Mineiro de Turismo dias 26 e 27 de setembro, no Minascentro, em Belo Horizonte. A ministra do Turismo, Marta Suplicy, participou da abertura oficial do evento,  s 13h30. Em seguida, o secretrio nacional de Polticas de Turismo, Airton Pereira, far uma apresentao do Plano Nacional de Turismo (PNT) para os mais de 250 prefeitos mineiros confirmados para o evento.
    O Primeiro Salo Mineiro de Turismo ir reunir cerca de 10 mil pessoas, entre prefeitos, operadores e agentes de viagens, estudantes e empreendedores do segmento. A realizao da primeira edio do salo, que termina nesta quinta-feira, dia 27, representa uma preparao para a participao do estado no Salo do Turismo Roteiros do Brasil, uma estratgia de promoo do Programa de Regionalizao do Ministrio do Turismo.
    De acordo com a secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais, rica Drumond, o evento pretende dar maior visibilidade oferta de produtos e servios existentes no estado e, ainda, ampliar a possibilidade de apresentar novos roteiros tursticos aos mercados nacional e internacional. "Tivemos a preocupao de envolver diversos parceiros para que pudssemos realizar um debate amplo sobre as perspectivas para o setor no Estado, alm de promover a comercializao do destino Minas Gerais para as operadoras de turismo de todo o Brasil e do exterior", afirma a secretria.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 26, 2007

    Iniciativa nota 1.000. A IMBALLAGGIO, do dinmico e criativo, Antnio Eduardo Baggio investe na recuperao de presos da Penitenciria de Neves. Cinquenta presos sero contratadas pela Imballaggio em convnio com a Secretaria de Estado de Defesa Social. Comea dia 1 de outubro. Confira os detalhes da iniciativa do empresrio Antnio Baggio, modelo a ser seguido!

                               
    Comea a vigorar a partir de 01 de Outubro o convnio entre a Secretaria de Estado de
     
      Defesa Social - Subsecretaria de Administrao Prisional e a Imballaggio Ltda, para

      formao e ocupao de mo-de-obra de apenados lotados na Penitenciria Jos

      Maria Alkmim em Ribeiro das Neves-MG.

      Com investimentos s suas expensas em instalaes, equipamentos, utenslios  e

      expertise na administrao de produo a Imballaggio ir propiciar a reincluso social

      de 50 apenados, resgatando sua dignidade enquanto presos, proporcionando meio de

      obteno de renda para ajudar no sustento de suas famlias e preparando-os para

      quando em liberdade, serem reinseridos no mercado de trabalho.

      Nem bem o convnio comeou a funcionar e um dos detentos que prestava servios

      como pedreiro na construo das instalaes da Imballaggio, teve cumprida a sua

      pena e foi libertado e imediatamente contratado pela empresa para continuar a prestar

      seus servios agora como um homem livre  e redimido pronto para se juntar sociedade.

      Esta ao entre outras da empresa se insere no trip do conceito do

      IRSA- Instituto de Responsabilidade Scio-Ambiental cujo selo de distino foi concedido

       Imballaggio Ltda como atestado que a distingue entre as empresas do seu ramo de

      atividades que, cuidando da produo de embalagens de papel de forma ambientalmente

      correta, mantm o foco no resgate e na promoo social de seus colaboradores,

      visando seu crescimento pessoal e profissional colhendo os frutos da produo de

      embalagens de forma sustentada  e scio-ambientalmente responsvel e correta.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 26, 2007

    POLMICA. Comisses de Fiscalizao Financeira e Assuntos Municipais de OLHO no contrato entre o governo do Estado e o Banco Ita.

    Possveis irregularidades na renovao do contrato entre o governo do Estado e o Banco Ita, para gesto dos recursos relativos a arrecadao e folha de pagamento dos servidores estaduais, devem ser debatidas conjuntamente pelas Comisses de Fiscalizao Financeira e Oramentria (FFO) e Assuntos Municipais e Regionalizao da Assemblia Legislativa de Minas Gerais. O requerimento pela realizao da audincia pblica, de autoria do deputado Weliton Prado (PT), foi aprovado na reunio da FFO desta quarta-feira (26/9/07).
    De acordo com o parlamentar, a renovao contratual, realizada em 2002, teria ocorrido sem licitao e clusulas contratuais no estariam sendo cumpridas por aquela instituio financeira - em especial, o fechamento de agncias pioneiras localizadas em pequenos municpios mineiros, mas essenciais para o atendimento dos cidados e principalmente dos servidores pblicos. Tendo em vista a tramitao na ALMG do Requerimento 1.178/07, dos deputados Durval ngelo (PT) e Weliton Prado, que pede informaes ao Ministrio Pblico e Tribunal de Contas sobre o contrato, a comisso entendeu que a audincia s deve ser agendada aps o envio de tais informaes por ambos os rgos.
    Crdito tributrio - Foi aprovado tambm parecer de 1o turno favorvel ao Projeto de Lei (PL) 1.446/07, do governador do Estado, que revoga o artigo 22, da Lei 14.669, de 2003, que dispe sobre formas de extino e garantias do crdito tributrio. O relator, deputado Lafayette de Andrada (PSDB), opinou pela aprovao do projeto na forma original, que revoga o dispositivo referente exigncia de depsito prvio para a interposio de recurso junto ao Conselho de Contribuintes do Estado de Minas Gerais. Para ele, a proposio protege o direito da livre defesa, que vinha sendo lesado pela referida lei. "No faz sentido obrigar um contribuinte a pagar uma dvida sobre a qual ainda no tenha sido condenado", disse. Os deputados Antnio Jlio (PMDB) e Jayro Lessa (DEM) lembraram que o assunto vem sendo defendido por ambos h alguns anos. "Essa injustia est sendo corrigida pelo Estado, felizmente", reforou Antnio Jlio. O projeto, agora, ser enviado para a apreciao do Plenrio da ALMG, ainda em 1o turno.
    A comisso aprovou ainda o parecer de 1o turno favorvel ao PL 965/07, do deputado Dlio Malheiros (PV), que obriga a exposio de cartaz de advertncia sobre acidentes pelos estabelecimentos que comercializarem lcool lquido. O relator, deputado Jayro Lessa, opinou pela aprovao da proposio, na forma das emendas 1 e 2, apresentadas pela Comisso de Constituio e Justia (CCJ), que tratam das penalidades em caso de no cumprimento da norma e dos prazos para a regulamentao da lei. Assim como no caso do projeto anterior, a proposio ser apreciada, agora, pelo Plenrio, em 1o turno.
    Outros projetos - Foram aprovados pareceres de 2o turno favorveis a projetos que autorizam o Poder Executivo a doar (PLs 1.356/07 e 1.357/07) e permutar (PL 1.415/07) imveis a municpios do Estado; acatados pedidos de prazo regimental para emisso de pareceres de 1o turno ao PL 1.120/07; e de 2o turno ao PL 1.182/07; e foram retirados de pauta o PL 15/07, em 1o turno, e o PLC 27/07, em 2o turno.
    Presenas - Deputados Z Maia (PSDB), presidente; Jayro Lessa (DEM), vice; Agostinho Patrs Filho (PV); Antnio Jlio (PMDB); Lafayette de Andrada (PSDB); Rmolo Aloise (PSDB); e Carlin Moura (PCdoB).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 25, 2007

    ESTA voc S vai Ler amanh, nos jornais da grande mdia: confira aqui. Governador Acio Neves libera 190 MILHES de reais em OBRAS para 187 municpios. E nesta quarta-feira, o governador viaja para os Estados Unidos em viagem de trabalho para assinar emprstimo do BID, em Washington, para a Cemig.








                              Dinheiro dos cofres de Minas para 300 obras, dentre elas 200 pontes...
     









       

    Omar Freire/Imprensa MG

    O governador Acio Neves autorizou, nesta tera-feira (25), no Palcio da Liberdade, a liberao de R$ 190 milhes para a realizao de conjunto de obras de infra-estrutura em 187 municpios mineiros. Sero cerca de 300 obras, entre elas pavimentao de estradas e vias urbanas, implantao de avenidas sanitrias, construo de policlnicas, ginsios e 200 pontes em municpios com situao de calamidade declarada pela Defesa Civil do Estado. Com o repasse desses recursos, originados do Tesouro do Estado, o Governo de Minas regularizar as obras realizadas pela Secretaria de Transportes e Obras Pblicas (Setop), algumas delas paralisadas h at duas dcadas.
    "Fizemos um levantamento de todas as obras inacabadas em Minas, algumas delas iniciadas h 15 ou 20 anos, em que foram investidos recursos das pessoas, recursos pblicos e passada uma eleio ou mesmo por falta de planejamento, essas obras foram paralisadas. Vamos terminar todos aqueles investimentos que j foram em parte feitos, mas que ficaram no meio do caminho sem gerar qualquer benefcio populao", afirmou o governador, em entrevista.
    Acio Neves assinou convnios com prefeitos (foto) e assegurou que todas as obras iniciadas tm recursos assegurados para a sua concluso. Segundo ele, a maioria das obras ser concluda at o ms de janeiro de 2008.
    "Todas as obras aqui anunciadas j tm os recursos assegurados, no apenas para a sua retomada, mas tambm para sua concluso. Alm do benefcio que essas obras levaro a cada uma das regies onde elas esto, esse projeto tem uma lgica nova, que espero seja definitiva em Minas: obra iniciada obra para ser acabada. Todas elas estaro prontas at o prximo ms de janeiro. Algumas, obviamente de maior dimenso, continuaro at a sua concluso", disse.
    Estradas
    Os recursos anunciados pelo governador tambm contemplaro a recuperao de 29 trechos de rodovias, totalizando 317,1 km, dentro do programa Pro-MG, criado em 2003. O Governo do Estado j investiu R$ 610 milhes na recuperao de 8.500 quilmetros das rodovias estaduais, incluindo obras de restaurao da pista, sinalizao e servios de drenagem. Em 2007, sero R$ 228 milhes para recuperar 1.968 quilmetros na malha estadual.
    Desde 2003, o Governo de Minas j investiu R$ 2,2 bilhes em infra-estrutura de transporte, sendo R$ 650 milhes em asfaltamento de estradas por meio do Programa Pavimentao de Acessos Rodovirios (Proacesso); R$ 720 milhes na recuperao de rodovias por meio do Programa de Recuperao e Manuteno Rodoviria (Pro-MG); e mais R$ 841 milhes por meio do programa Minas Avana, realizado em parceria com os municpios, e convnios com prefeituras.
    Chuvas
    O secretrio de Estado de Transportes e Obras Pblicas, Fuad Noman, destacou a importncia das obras para os municpios atingidos pelas chuvas do incio deste ano. Segundo ele, o Governo do Estado ir atender a totalidade das cidades que tiveram pontes destrudas e que estejam em situao regular com o Estado.
    "A Defesa Civil, depois de um intenso e rduo trabalho, identificou um conjunto de municpios que tinham pontes destrudas. Pela primeira vez, estaremos atendendo 100% dos municpios em situao de calamidade. Sero mais de 100 municpios atendidos com a construo de mais de 200 pontes", disse.
    Aps o anncio do repasse de recursos, a Setop orientou os prefeitos beneficiados para a assinatura dos convnios necessrios realizao das obras e sobre novas tcnicas de construo de pontes. A Setop tambm ofereceu aos prefeitos informaes sobre as simplificaes que sero implantadas pelo Governo do Estado na prestao de contas com as prefeituras. "Nosso objetivo melhor atender aos municpios para que possamos iniciar e concluir com rapidez as obras que a sociedade tanto proclama", disse.
    Aps o anncio do repasse de recursos, a Setop orientou os prefeitos beneficiados para a assinatura dos convnios necessrios realizao das obras e sobre novas tcnicas de construo de pontes. A Setop tambm ofereceu aos prefeitos informaes sobre as simplificaes que sero implantadas pelo Governo do Estado na prestao de contas com as prefeituras. "Nosso objetivo melhor atender aos municpios para que possamos iniciar e concluir com rapidez as obras que a sociedade tanto proclama", disse.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 25, 2007

    Deputados da Comisso de Defesa do Consumidor DE OLHO nos produtores de CIMENTO em Minas. Preo subiu 50% no sltimos trs meses. Confira informaes do site www.almg.gov.br

                           Comisso vai apurar existncia de cartel do cimento no Estado
    A Comisso de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Assemblia Legislativa de Minas Gerais vai apurar a possvel existncia de um cartel do cimento no Estado. A deciso foi tomada durante a reunio desta tera-feira (25/9/07), que discutiu o aumento de 50% no preo do cimento, nos ltimos trs meses. A comisso aprovou requerimentos de autoria de todos os integrantes presentes, solicitando que seja enviado um ofcio ao Conselho Administrativo de Defesa Econmica (Cade) e outro ao Ministrio Pblico para investigar se a indstria e o comrcio de cimento formaram um cartel ou se esto cometendo prticas abusivas..
    A comisso aprovou ainda outros trs requerimentos. Um deles para que seja comunicada Secretaria de Transporte e Obras Pblicas (Setop) as suspeitas sobre a formao de cartel pelas cimenteiras. Outro, para que o Instituto de Pesquisas Econmicas, Administrativas e Contbeis de Minas Gerais (Ipead) faa um levantamento da variao do preo do cimento e de seus componentes - calcrio, argila, minrio de ferro e gesso - no perodo de 2003 a 2004. E por fim, tambm foi aprovado requerimento solicitando que a Cemig esclarea porque optou pela utilizao do poste de madeira ao invs do poste de cimento no programa "Luz para Todos".
    Aumento de 50% considerado abusivo
    O autor do requerimento que solicitou a reunio, deputado Dlio Malheiros (PV), disse que no v motivos para o aumento do preo do cimento. "Ou as empresas esto trabalhando no vermelho e querem retirar alguma concorrente do mercado, ou esto querendo ganhar lucros exorbitantes", afirmou. Na opinio dele, o reajuste do valor do produto aumenta o ndice da inflao, prejudica o programa do governo federal destinado construo civil, onerando assim o consumidor final.
    O diretor executivo do Mercado Mineiro, Feliciano Abreu, considera este aumento abusivo. Na opinio dele, o mercado deveria ser mais competitivo para no prejudicar o pequeno consumidor, o chamado "formiguinha, aquele que compra um ou dois sacos de cimento". J o representante do Procon Assemblia, Alexandre Werneck, disse que pesquisa verificou que a distribuio do produto uniforme, e que est havendo diminuio na oferta por parte das distribuidoras. Werneck informou que o Procon far uma nova pesquisa a cada ms, inclusive por regies, para ter um diagnstico melhor.
    Apago do cimento no descartado
    O presidente da Associao do Comrcio de Materiais de Construo de Minas Gerais (Acomac), Ricardo Geovani Fortuna Caus, disse que em 2003 o saco do cimento era vendido a R$ 16 reais, caindo para R$ 8 em 2007. De acordo com ele, o cimento j est faltando no mercado, seu consumo aumentou e as revendedoras tem tido dificuldades para entregar a mercadoria. A Acomac tem atualmente cerca de trs mil associados, e trabalha com 12 fornecedores de grande porte no Brasil.
    J o presidente do Sindicato das Indstrias de Produtos de Cimento de Minas Gerais, Antnio Carlos Pena Pereira, lembrou que a queda no preo do cimento comeou em 2004, at alcanar o valor atual. Na opinio dele, isso aconteceu porque as indstrias estavam produzindo mais e vendendo menos. Com o Programa de Acelerao de Crescimento (PAC) do Governo Federal, a procura pelo produto aumentou ainda mais. Antnio Carlos acredita que vai faltar cimento para atender s cerca de 2.550 empresas do Estado que utilizam o material.
    O deputado Clio Moreira (PSDB) disse que est preocupado com a possibilidade de acontecer um "apago do cimento". Ele afirmou que no est entendendo o motivo do aumento de 50% em apenas trs meses, j que o dlar est caindo. "Antes, as empresas alegavam que a alta do dlar era o motivo do aumento do preo do cimento", comentou. J o deputado Antnio Jlio (PMDB) lamentou a ausncia dos produtores de cimento na reunio. Para ele, o PAC uma desculpa para justificar a elevao no preo, e o que existe na verdade um "cartel e uma mfia do cimento, controlado por um pequeno grupo" .
    Presenas - Deputados Dlio Malheiros (PV), presidente; Antnio Jlio (PMDB); e Clio Moreira (PSDB).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 25, 2007

    ARTIGO ESPECIAL enviado ao nosso BLOG DE NOTCIAS por Fbio Caldeira, secretrio muncipal da Regional Oeste de Belo Horizonte. Confira!


    PROPOSTA PARA A REFORMA POLTICA
    Fbio Caldeira Castro Silva
    Advogado, diplomado em polticas pblicas para o desenvolvimento pelo BID, em Washington, mestre em cincia poltica, doutor em direito pela UFMG, professor universitrio, secretrio municipal da Regional Oeste em Belo Horizonte

    No obstante a reforma poltica praticamente ter ido para as calendas gregas, a OAB fez sua parte. Sempre presente nos momentos de crise, que trazem reflexos ordem pblica e ao sistema democrtico, a entidade apresentou ao Congresso Nacional sugestes para alterar o ordenamento poltico-eleitoral nacional. Segundo o seu presidente, Cezar Britto, "a reforma poltica fundamental para a nao como o ar que ns respiramos; ela tida como a rainha de todas as reformas, porque quem traa a vida da cidadania".
    Trs pontos merecem destaque, a saber: fidelidade partidria, financiamento pblico de campanha e sistemas proporcionais de votao. O instituto da fidelidade partidria est intimamente ligado ao fortalecimento dos partidos polticos e da democracia. Nosso sistema eleitoral no contm nenhuma medida que proba os detentores de mandato de mudarem de partido.
    Tambm no h vinculao da ao parlamentar dos deputados s questes programticas do partido. Deve ser ressaltado que no h nas democracias mais avanadas do mundo normas especficas de fidelidade partidria. O que h so, alm de aspectos culturais, regras inibidoras de migraes partidrias, como o voto distrital ou o sistema de listas fechadas.
    Nos Estados Unidos, o poder est dividido entre dois partidos, o democrata e o republicano, sendo que as bancadas regionais tm grande fora. Em alguns casos, os democratas do Sul votam com os republicanos em matrias sobre organizao social, enquanto estes, em alguns momentos, votam com aqueles em temas econmicos.
    Deve ser ressaltado que no h punio aos respectivos parlamentares. A troca de partidos entre os polticos quase nula, em decorrncia da longa tradio de democratas e republicanos. Em relao Alemanha, a questo da fidelidade partidria remetida ao estatuto partidrio. H um profundo comprometimento dos polticos com a legenda qual fazem parte. Portanto, na Alemanha, partidos slidos e sistema eleitoral (voto distrital misto) favorecem a estabilidade e intimidam a infidelidade partidria.
    de fcil percepo que o sistema brasileiro conduz a uma personificao eleitoral, em detrimento dos partidos polticos. O voto nominal em lista aberta dificulta a solidificao partidria. Alm disso, promove-se uma competio poltica desagregadora entre candidatos de um mesmo partido, fragilizando-o ainda mais.
    No sistema de lista fechada, o eleitor s pode votar no partido, na ordem determinada por este em conveno, no podendo manifestar sua preferncia por determinado candidato da lista. inegvel seu carter benfico ao fortalecimento dos partidos polticos. Sua adoo deve ser seguida de algumas regras, para evitar a chamada ditadura das direes partidrias.
    Como aspectos culturais e fraca institucionalizao do sistema brasileiro no recomendam a implementao de processo semelhante, uma boa e simptica alternativa seria a adoo do chamado "distrito", ou seja, eleies parlamentares pelo sistema majoritrio, em que seriam abolidos os fatdicos e medocres clculos do quociente eleitoral partidrio, sendo, no caso de Minas Gerais, eleitos os 53 deputados federais e os 77 deputados estaduais mais votados, independentemente do partido.
    J a relao entre dinheiro e eleio polmica e relevante em todas as democracias. No atual sistema ptrio, a Lei n 9.504/97 permite o financiamento privado, limitado, no caso de pessoa fsica, a 10% dos rendimentos brutos auferidos no ano anterior ao da eleio. Em relao pessoa jurdica, a lei fixou o limite de doaes em 2% do faturamento bruto do ano anterior eleio. J h um financiamento pblico das campanhas eleitorais, que a propaganda eleitoral gratuita no rdio e na TV, em que as emissoras abatem dos impostos a pagar o tempo disponibilizado aos partidos e coligaes.
    Uma proposta bem interessante seria a de introduo de um sistema de financiamento misto, em que a doao de recursos por pessoas fsicas e jurdicas ficaria permitida apenas a um fundo do TSE, que seria dividido entre os partidos, conforme a respectiva bancada federal escolhida por voto na eleio anterior. Ficariam proibidas, portanto, doaes feitas diretamente aos partidos e aos candidatos. Isso facilitaria a fiscalizao e a prestao de contas, alm, claro, de evitar o comprometimento de recursos federais para fins eleitorais, que poderiam ser aplicados em sade e educao.
    Disse Tancredo Neves, em 1981, referindo-se a mudanas na legislao eleitoral: "A hora grave. As decises tm que ser tomadas com grandeza, pensando no futuro do Brasil, ou ento, estaremos deixando escapar a grande oportunidade de lhe darmos os meios adequados de se estabilizar, legitimando o poder". Lamentavelmente, essas mesmas palavras ditas em perodo ditatorial servem para o momento atual. E mais uma oportunidade se foi.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 25, 2007

    Os 85 anos do Rdio no Pas comemorados no Plenrio da Assemblia de Minas. A homenagem foi feita pelo deputado Alberto Pinto Coelho, presidente da Assemblia AMIRT - Associao Mineira de Rdio e Televiso. Nas fotos abaixo da solenidade e na ltima do site www.almg.gov.br ( esto, da esquerda para a direita: o deputado Alberto Pinto Coelho; o presidente da Amirt, Milton Lucca de Paula, recebendo placa comemorativa dos 85 anos do Rdio e o ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa.

      
      
      
      
      


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 25, 2007

    " O Rdio o mais democrtico sw todos os meios de comunicao". Foi o que disse o ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa, durante discurso durante a Reunio Esepcial que comemorou os 85 anos do Rdio no Brasil. As informaes vieram do site www.almg.gov.br

                     Ministro afirma que criar fora-tarefa contra a pirataria radiofnica
    A comemorao dos 85 anos de radiodifuso no Brasil lotou o Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, nesta segunda-feira (24/9/07) noite. A Reunio Especial aconteceu a requerimento do presidente da Casa, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), e o principal homenageado foi o presidente da Associao Mineira de Rdio e Televiso (Amirt), Milton Lucca de Paula, que recebeu uma placa alusiva comemorao. Um dos convidados que compuseram a mesa da solenidade foi o ministro das Comunicaes, Hlio Costa, que mostrou-se um profundo conhecedor das rdios mineiras, onde chegou a trabalhar, e admirador do veculo que chamou de "o mais democrtico de todos os meios de comunicao". O instrumentista Waldir Silva apresentou-se durante a solenidade.
    Alberto Pinto Coelho, em seu discurso, lembrou que "o rdio foi o primeiro veculo de comunicao com interatividade e com altssima capilaridade, alm de ter a melhor relao custo-benefcio", comentou. "Nada mais justo que a Assemblia reconhecer o trabalho da radiodifuso sonora no pas, que est completando 85 anos." O presidente da ALMG fez um histrico do rdio brasileiro, desde a primeira transmisso, em 7 de setembro de 1922, at os desafios dos dias atuais. "Num pas de dimenses continentais, o rdio d sua enorme contribuio para o sentimento de nacionalidade do brasileiro", reforou.
    O ministro fez um discurso repleto de informaes sobre os sistemas de rdio e televiso brasileiros. "O mercado de comunicao no pas movimenta R$ 130 bilhes por ano, sendo que R$ 120 bilhes ficam com as companhias telefnicas. Recebo crticas por defender o rdio e a televiso, mas algum tem que defender", disse ele, que lembrou as constantes mudanas tecnolgicas vividas pelo rdio. "A ameaa atual de uma convergncia inevitvel. Dentro de quatro a cinco anos, tudo ser em um s terminal de acesso, tv, rdio, internet, e tudo ser comandado pelas empresas de telecomunicaes. Esse um novo momento de renovao", afirmou. Ele lembrou pesquisa que colocou o rdio como a "instituio" mais respeitada do pas, s perdendo para os Correios. "S no tem reconhecimento da publicidade, que d a ele somente 4% do bolo publicitrio."
    A rdio digital vai aumentar nmero de empregos na rea, garante ministro
    Hlio Costa explicou sobre os testes que vm sendo feitos para escolher o novo sistema de rdio digital a ser utilizado no pas. "Hoje, no temos condio de saber qual ser esse modelo. A certeza apenas de que ele s vir se, junto, tivermos acesso transferncia de tecnologia. Queremos fbricas de rdio, no s de montagem, voltando a funcionar. O rdio digital no vai causar desemprego, pelo contrrio!", frisou. Perguntado sobre o problema das rdios piratas, o ministro declarou que a competncia para fechar as rdios ilegais da Anatel e que, provocado, o Ministrio tambm pode atuar. "Vou sim, criar uma fora-tarefa, mas preciso do apoio de vocs, radiodifusores, do Ministrio Pblico e da sociedade em geral", argumentou.
    O tema apareceu no discurso do homenageado, Milton Lucca. " hora de somarmos esforos para vencermos e superarmos os desafios, condenarmos a marginalidade eletrnica, que pode at editar um novo acidente areo, devido s interferncias nas ondas de rdio", comentou. Lucca agradeceu todos os parceiros que contribuem com a luta por melhores condies das rdios mineiras e brasileiras. "O rdio nos deu nossos primeiros dolos, j nos fez viver revolues, protestos e grandes alegrias. Estamos aqui em sinal de respeito e gratido", afirmou.
    Primeira transmisso foi no centenrio da Independncia
    A Amirt registra a histria da radiodifuso no Brasil, que teve seu incio em um perodo de grande efervescncia cultural. Em 1922, a empresa americana Westinghouse Eletric International desembarcou no Rio de Janeiro, ento capital federal, para demonstrar o funcionamento de uma emissora radiofnica. Foi instalada uma estao de 500 watts no alto do Corcovado e, no dia 7 de setembro, durante as comemoraes do centenrio da Independncia, o discurso do ento presidente da Repblica, Epitcio Pessoa, chegou ao pblico por intermdio de um sistema de "telefone alto-falante". Suas palavras tambm foram ouvidas em So Paulo, Petrpolis e Niteri, graas instalao de uma potente "estao transmissora".
    No final das comemoraes, a rdio saiu do ar e s em abril de 1923, quase um ano depois, surge a Sociedade Rdio do Rio de Janeiro, por iniciativa do antroplogo Edgard Roquette-Pinto, em sociedade com o diretor do Observatrio Astronmico, Henrique Morize. A rdio, com programas educativos e culturais, influenciou o surgimento de vrias emissoras no Pas.
    Em Minas Gerais - A primeira emissora implantada em Minas, e tambm uma das primeiras do Pas, foi a Rdio Sociedade de Juiz de Fora. Em 1936, surgiram as rdios Guarani e Inconfidncia, em Belo Horizonte e, em 1952, a Rdio Itatiaia, seguida da Rdio Jornal de Minas, hoje Rdio Amrica. Em 1974, foram criadas as rdios Pampulha, atual Rdio Capital, e Tiradentes, hoje CBN. A primeira FM mineira foi a Rdio Del Rei, de 1970. Nesses 80 anos, o rdio passou por vrias mudanas. Em 1968, surgiram as emissoras de freqncia modulada - as FMs, voltadas para a programao musical; enquanto as tradicionais AMs dedicam cada vez mais espao ao radiojornalismo e s transmisses esportivas.
    Presenas - Alm das presenas citadas acima, compuseram a mesa o diretor-geral da Associao Brasileira das Emissoras de Rdio e Televiso (Abert), Flvio Cavalcanti Jnior; o diretor-geral da Rdio Amrica, padre Jos Cndido da Silva; e o Coronel da Polcia Militar de Minas Gerais, Luiz Carlos Dias Martins.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 25, 2007

    ICMS SOLIDRIO. O deputado Dinis Pinheiro, PSDB, autor do projeto percorre o Estado mostrando a proposta e, ouvindo democraticamente todas as correntes. Na foto abaixo o deputado fala no Encontro de Manhua na Zona da Mata.

      


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 25, 2007

    Proposta de oramento do governo Acio Neves, para 2008, entregue ao presidente da Assemblia, deputado Alberto Pinto Coelho de R$ 35 milhes e 590 mil reais. 16% maior que o de 2007.









                           Governo encaminha ALMG Plano de Ao e Oramento 2008

     









    Ricardo Barbosa/ALMG

    O governador Acio Neves encaminhou nesta segunda-feira (24), Assemblia Legislativa de Minas (ALMG), os projetos de Lei do Plano Plurianual de Ao Governamental para o perodo 2008-2011 e da proposta oramentria para 2008. A secretria de Estado de Planejamento e Gesto, Renata Vilhena, que representou o governador na entrega dos projetos de Lei ao presidente da Assemblia, deputado Alberto Pinto Coelho, informou que a receita foi estimada e a despesa fixada em R$ 35,59 bilhes, o representa um crescimento de 16% sobre o oramento proposto para 2007.

    A secretria destacou ainda os valores previstos de investimentos do Tesouro Estadual e suas empresas nos projetos estruturadores para o prximo quadrinio aproximadamente R$ 24 bilhes, dos quais R$ 5,4 bilhes j esto previstos no oramento proposto para 2008. A alocao destes recursos, segundo Renata Vilhena, foi motivada pelo Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado 2008/2023, recentemente transformado em Lei. A secretria de Planejamento e Gesto assegurou que a proposta oramentria para 2008 cumpre todos os indicadores de responsabilidade fiscal, notadamente o de comprometimento de pessoal, bem como as demais determinaes constitucionais de aplicao mnima na educao, sade e Fapemig.
    Outro destaque a alocao de recursos do Tesouro do Estado nos projetos estruturadores em 2008 R$ 4,1 bilhes do total de R$ 5,4 bilhes programados ao considerar os investimentos das empresas o que representa 35% de crescimento (ou R$ 1,1 bilho) em relao a 2007. Segundo Renata Vilhena, o equilbrio fiscal alcanado em 2004 possibilitou a expanso dos investimentos nas diversas reas. Em 2004, foram destinados cerca de R$ 700 milhes para os projetos estruturadores.
    Receita
    As receitas correntes correspondem a 91,5% e os 8,5% s receitas de capital da previso de arrecadao do Estado. Entre as receitas corrente, a receita tributria participa com 72,6% da sua estimativa e entre as receitas de capital a maior participao refere-se s receitas de operao de crdito com 39,1%. Em relao ao oramento para 2007, as receitas tributrias apresentam crescimento de 11,7%.
    O Imposto sobre Circulao de Mercadorias e sobre Prestaes de Servios de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicao (ICMS) tem receita estimada em R$ 19,8 bilhes, representando 83,7% da receita tributria e crescimento de 11,5% em relao ao oramento de 2007. As Receitas de Capital esto estimadas em R$ 3,02 bilhes, sendo que as receitas provenientes de operaes de crdito, transferncias de convnios e alienao de bens so os principais componentes deste item, respondendo por 80,7% do total de recursos.
    Despesa
    Cerca de 84% das despesas do Estado esto classificadas como despesas correntes, 14,7% so despesas de capital e 1,0% destinado Reserva de Contingncia. As despesas de pessoal e encargos sociais correspondem a 41,4% do total da despesa fiscal e 49,2% das despesas correntes. Em relao ao oramento para 2007, estas despesas apresentam crescimento de 13,5%, refletindo aumentos concedidos a algumas categorias, especialmente os profissionais da defesa social e educao.
    As outras despesas correntes e as transferncias constitucionais aos municpios tm participao de 22,4% e 20,3% na despesa corrente, respectivamente, e esto estimadas em R$ 6,07 bilhes, so decorrentes de determinao constitucional, e so constitudas de parcelas do ICMS, do IPVA, do IPI, da Cide e da Dvida Ativa e Multas e Juros de Mora do ICMS e IPVA.
    Os Investimentos e as Inverses Financeiras, no montante de R$ 4,81 bilhes, representam 91,9% das Despesas de Capital, e destinam-se, basicamente, aos setores de transporte, sade, segurana pblica, agricultura e educao. O crescimento destes dois grupos de despesas, em relao ao oramento de 2007, de 30,5%.
    A Amortizao da Dvida est orada em R$ 425,4 milhes e representa 8,1% das Despesas de Capital.
    Empresas controladas
    O Governo do Estado de Minas Gerais realizar, por meio de suas empresas controladas, investimentos de R$ 4,29 bilhes a serem financiados basicamente com recursos de arrecadao prpria (75,9%) e com recursos de operaes de crdito (20,5%).
    Os maiores investimentos em 2008 sero realizados pelas companhias Energtica de Minas Gerais (Cemig), de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e de Desenvolvimento Econmico de Minas Gerais (Codemig), pela Cemig Distribuio S/A e Cemig Gerao e Transmisso S/A. Juntas elas so responsveis por 97,8% dos investimentos das empresas controladas pelo Estado.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 25, 2007

    TOP MAN

    Em Juiz de Fora uma homenagem Internacional ao nosso amigo, o colunista Csar Romero da Tribuna de Minas. frente o empresrio Ibrahim Kalil El Khoury, que fez a entrega de uma placa enviada pelo tio dele o general Chahid El Khoury, de Beirute, para o Cabelin. O colunista conheceu o general em uma de suas vindas ao Brasil e o entrevistou para a TVE e TV Viso. O general manteve a tradio libanesa e retribuiu. Solenidade foi na Confraria do Sheik em Juiz de Fora. Parabns!

     



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 25, 2007

    Projeto ICMS SOLIDRIO do deputado Dinis Pinheiro, do PSDB, foi discutido em Divinpolis. Confira as sugestes colhidas l.

                   ALMG recebe sugestes de alterao do ICMS Solidrio em Divinpolis
    Aumento dos percentuais destinados ao ICMS ambiental e cultural, distribuio do imposto referente ao patrimnio cultural entre todos os municpios que investem nessa rea, criao do ICMS turstico, aumento de repasse para cidades que tm distritos e ainda uma regra de transio para os municpios que tero perda de receita. Essas foram as principais sugestes colhidas pela Assemblia Legislativa de Minas Gerais no encontro regional do Frum Tcnico ICMS Solidrio, nesta segunda-feira (24/9/07), em Divinpolis, no Centro-Oeste de Minas, com a presena de 14 prefeitos.
    A reunio encerrou a etapa de interiorizao das discusses sobre o Projeto de Lei (PL) 637/07, do deputado Dinis Pinheiro (PSDB), que altera a Lei 13.803, de 2000, conhecida por Lei Robin Hood, modificando os critrios de repasse do ICMS destinado aos municpios. A etapa final do frum ser no dia 2 de outubro, em Belo Horizonte.
    Em tramitao na ALMG, a proposio divide esses critrios em trs grupos: critrios econmicos; sociais solidrios; e de compensao solidria. O objetivo redistribuir uma parte do imposto (4,68%) pelo critrio de populao, beneficiando municpios que estejam em situao desfavorvel em relao mdia per capita de ICMS do Estado. De acordo com a proposta original, dos 853 municpios mineiros, 762 sero beneficiados com o aumento de recursos, enquanto 91 perderiam parte da receita com o imposto.
    Durante o encontro na Cmara Municipal de Divinpolis, o deputado Dinis Pinheiro adiantou que uma sugesto de emenda do deputado Sebastio Costa (PPS) amplia o nmero de municpios beneficiados para 792, acentuando algumas perdas ou reduzindo os ganhos de outros municpios. A reunio foi coordenada pelo deputado Neider Moreira (PPS), que enfatizou o interesse geral do assunto. "A maioria dos municpios vive de repasses, sem arrecadao prpria. E muitos ficam sem recursos at para pagar funcionrios", lembrou. Por isso mesmo, de acordo com o parlamentar, a deciso da ALMG de buscar a participao da sociedade mineira para aprimorar o PL 637/07 foi acertada.
    Deputados reconhecem necessidade de aprimorar o projeto
    O deputado Domingos Svio (PSDB) defendeu uma reforma tributria completa e criticou as regras de distribuio dos recursos pblicos, que acabam concentrados na Unio. "Est cada dia mais difcil para o municpio, chamado a assumir novas reas como educao e sade", afirmou. Por outro lado, o parlamentar props uma reflexo prudente sobre o PL 637/07 para que alguns municpios como So Sebastio do Oeste, na microrregio de Divinpolis, no sejam prejudicados com a perda de receita, no caso, de 24,78%. "Tirar de So Sebastio do Oeste para dar a Divinpolis, por exemplo, no sensato", analisou. De acordo com os critrios do projeto, Divinpolis teria seu repasse ampliado em 2,55%.
    J o deputado Doutor Rinaldo (PSB) salientou a necessidade de um consenso em torno da proposta e tambm se manifestou contra a perda de recursos em Itatiaiuu, na Regio Central, cujo repasse seria reduzido em 15,88%. "Uma cidade grande perder recursos uma coisa. Para a cidade pequena, isso complica", afirmou, reiterando que preciso trabalhar para tirar as injustias do projeto. O deputado Paulo Csar (PDT) tambm citou o caso de So Sebastio do Oeste, mas lembrou que a emenda de Sebastio Costa corrigiu essa distoro. "O municpio tem enfrentado dificuldade e no seria justo que perdesse recursos", salientou.
    Na defesa do PL 637/07, o deputado Dinis Pinheiro afirmou que Minas Gerais o nico dos grandes estados brasileiros que ainda no tem uma distribuio mais justa do ICMS. "Sou a favor de rever o pacto federativo e o sistema desumano de distribuio de impostos entre Unio, estados e municpios. Mas tambm temos que fazer o dever de casa. Vimos nesse PL uma forma de reduzir as gritantes diferenas sociais entre os mineiros", afirmou. O parlamentar enfatizou tambm que, mesmo com as modificaes propostas, os mais ricos continuaro mais ricos e os mais pobres permanecero nessa condio.
    O prefeito de Perdigo e presidente da Associao dos Municpios da Microrregio do Vale do Itapecerica, Gilmar Teodoro, pediu agilidade na tramitao do PL 637/07 e afirmou que, ao personalizar o ICMS, o projeto foca o cidado e no o desenvolvimento econmico do municpio. J o prefeito de Itatiaiuu e presidente da Associao dos Municpios do Mdio Centro-Oeste, Wagner Mendona Chaves, classificou a proposta como um "canibalismo tributrio", na medida em que "retira recursos dos que no tm nada para dar aos que nada tm". Para o prefeito, a luta municipalista tem que ser pela diviso de recursos hoje concentrados na Unio.
    Chaves frisou que os municpios que ampliam sua atividade econmica tm tambm maiores gastos com trnsito, migrao e meio ambiente, problemas esses que no podem ser transferidos juntos com os recursos. No caso de Itatiaiuu, de acordo com o prefeito, a perda de recursos com o PL 637/07 inviabilizaria aes de carter continuado. Mesmo com a emenda do deputado Sebastio Costa, Itatiaiuu continua com perdas, porm, reduzidas de 15,88% para 1,08%. Tcnicos justificam necessidade de reviso da Robin Hood
    Durante o encontro em Divinpolis, a coordenadora tcnica da Lei Robin Hood da Fundao Joo Pinheiro, Isabella Virgnia Freire Biondini, apresentou a evoluo dos critrios de repasse de ICMS em Minas e afirmou que a estagnao de alguns critrios, como de educao e de patrimnio histrico, justificam a necessidade de reviso da lei. No caso do patrimnio, segundo ela, h necessidade de se pontuar municpios que investem, por exemplo, em bens imateriais. O critrio usado hoje, porm, engessa os repasses.
    Tambm o gerente de Economia e Finanas, Transportes, Comunicao e Obras Pblicas da ALMG, Hlio Ferreira dos Santos, defendeu a alterao da lei como forma de incentivar as polticas pblicas nos municpios. Para ele, a desigualdade um dos principais fatores que retardam o desenvolvimento.
    Presenas - Deputados Neider Moreira (PPS); Domingos Svio (PSDB); Doutor Rinaldo (PSDB); Paulo Cesar (PDT) e Dinis Pinheiro (PSDB). Participaram ainda da mesa o presidente da Cmara Municipal de Divinpolis, Milton Donizete da Silva; o diretor de arrecadao da Secretaria da Fazenda de Divinpolis, Antnio Dias, que representou o prefeito Demetrius Arantes Pereira; e o presidente da Associao das Cmaras Municipais do Centro-Oeste de Minas, Wladimir Azevedo.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 24, 2007

    Os 85 anos da Radiodifuso no Brasil. Reunio Especial est sendo realizada agora noite no plenrio da Assemblia Legislativa de Minas. O autor da homenagem o presidente da Assemblia, Alberto Pinto Coelho. A presena ilustre do ministro das Comunicaes, o senador Hlio Costa. UM DETALHE: ele comeou sua carreira de jornalista na Rdio Barbacena. A Reunio Especial est sendo transmitida ao vivo pela TV Assemblia. Em BH pelo canal a cabo 11. Interior pelo UHF.

                               
    Os 85 anos da radiodifuso no Brasil foram lembrados em Reunio Especial do Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, realizada  s 20 horas, por iniciativa do presidente Alberto Pinto Coelho (PP). Oficialmente, o incio da histria do rdio no Pas data de 7 de setembro de 1922, quando foi realizada uma transmisso de acordo com os padres da poca, embora haja registros de experincias anteriores.
    A Assemblia Legislativa vai homenageou o presidente da Associao Mineira de Rdio e Televiso (Amirt), Milton Lucca de Paula, que recebeu uma placa alusiva comemorao. Tambm participou da homenagem o instrumentista Waldir Silva.
    Primeira transmisso foi no centenrio da Independncia
    A Amirt registra a histria da radiodifuso no Brasil, que teve seu incio em um perodo de grande efervescncia cultural. Em 1922, a empresa americana Westinghouse Eletric International desembarcou no Rio de Janeiro, ento capital federal, para demonstrar o funcionamento de uma emissora radiofnica. Foi instalada uma estao de 500 watts, no alto do Corcovado e, no dia 7 de setembro, durante as comemoraes do centenrio da Independncia, o discurso do ento presidente da Repblica, Epitcio Pessoa, chegou ao pblico por intermdio de um sistema de "telefone alto-falante". Suas palavras tambm foram ouvidas em So Paulo, Petrpolis e Niteri, graas instalao de uma potente "estao transmissora".
    No final das comemoraes, a rdio saiu do ar e s em abril de 1923, quase um ano depois, surge a Sociedade Rdio do Rio de Janeiro, por iniciativa do antroplogo Edgard Roquette-Pinto, em sociedade com o diretor do Observatrio Astronmico, Henrique Morize. A rdio, com programas educativos e culturais, influenciou o surgimento de vrias emissoras no Pas.
    Radiodifuso em Minas - A primeira emissora implantada em Minas, e tambm uma das primeiras do Pas, foi a Rdio Sociedade de Juiz de Fora. Em 1936, surgiram as rdios Guarani e Inconfidncia, em Belo Horizonte e, em 1952, a Rdio Itatiaia, seguida da Rdio Jornal de Minas, hoje Rdio Amrica. Em 1974, foram criadas as rdios Pampulha, atual Rdio Capital, e Tiradentes, hoje CBN. A primeira FM mineira foi a Rdio Del Rei, de 1970. Nesses 80 anos, o rdio passou por vrias mudanas. Em 1968, surgiram as emissoras de freqncia modulada - as FMs, voltadas para a programao musical; enquanto as tradicionais AMs dedicam, cada vez mais, espao ao radiojornalismo e s transmisses esportivas.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 24, 2007

    VITRIA! Nosso BLOG DE NOTCIAS a caminho de MEIO MILHO de acessos. Ultrapassamos hoje a barreira dos 400 MIL ACESSOS. Os dados so provedor TERRA. Obrigado a voc que nos prestigia diariamente!

























    Posts:
     2.198

    Rascunhos:
     42

    Comentrios:
     5.475
                                                                            

    Pageviews:
     400.746


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 24, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. O presidente da FEAM, Jos Claudio Junqueira, admira o cenrio exuberante que se descortina do alto da Serra da Conceio no municpio de Desterro do Melo, durante a Caminhada Ecolgica, que inagurou o projeto VIA VERDE. Hoje, daqui a pouco, s 10 da manh, o presidente da FEAM, vai acompanhar o prefeito de Desterro do Melo, Ruy Fernandes, o deputado estadual Agostinho Patrus Filho e este Blogueiro, na audincia marcada com o secretrio Estadual de Meio Ambiente, Jos Carlos Carvalho na sede da Secretaria, que fica na rua esprito Santo, entre Afonso Pena e Amazonas, centro de BH. Na pauta: a buisca de apoio do secretrio para o projeto VIA VERDE.

                                                  

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 24, 2007

    EM BUSCA de novos financiamentos para a Cemig. Governador vai amanh para os Estados Unidos.









                              Acio viaja para assinar memorando de intenes com o BID

     

    O governador Acio Neves viaja aos Estados Unidos, nesta tera-feira (25), onde participar de assinatura de memorando de intenes que marca a retomada de novos financiamentos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a Companhia Energtica de Minas Gerais (Cemig). A solenidade acontecer em Washington, nesta quarta-feira (26), com a presena do presidente do BID, Luis Alberto Moreno, e diretores da estatal mineira.
    Dentro desse compromisso de retomada de relaes, a Cemig est avaliando a possibilidade de contratar junto ao BID uma linha de crdito j oferecida estatal mineira, no valor de at US$ 400 milhes, com prazo de amortizao de at 14 anos e condies financeiras atraentes.
    As novas aes com o BID celebram o retorno das agncias multilaterais, e do BID, em particular, ao cenrio dos investimentos no setor eltrico brasileiro, importante passo para promover a retomada do desenvolvimento econmico do pas.
    Expanso
    O relacionamento entre a Cemig e o banco teve incio em 1962, com o financiamento da expanso do sistema de transmisso em Minas Gerais. A partir de ento, os aportes do BID contriburam decisivamente para a expanso da infra-estrutura de energia eltrica do Estado.
    As principais aes conjuntas foram a expanso e ampliao dos sistemas de transmisso e de distribuio da Cemig e a construo da usina hidreltrica de Emborcao, no Tringulo Mineiro, na dcada 80, somando um volume de aproximadamente US$ 295 milhes em recursos financeiros.
    Durante a visita do governador Acio Neves aos Estados Unidos tambm est previsto encontro com a vice-presidente do Banco Mundial (Bird), Pamela Cox, tambm em Washington.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 24, 2007

    VIA VERDE. A Caminhada Ecolgica que inaugurou o projeto VIA VERDE foi um SUCESSO. A VIA VERDE foi criada pelo prefeito de Desterro do Melo, advogado Ruy Fernandes, e - para nossa satisfao ele nos escolheu como patrono. Uma personalidade do governo Acio Neves, o presidente da FEAM - Fundao Estadual do Meio Ambiente - Jos Cludio Junqueira - ao lado do prefeito Ruy Fernandes, empresrios( como Srgio Miranda, que est construindo um Hotel Fazenda na Estiva e vai ampli-lo por causa do projeto VIA VERDE), vereadores, ecologistas, decoradoras( como Edwiges Cavalieri e Cida Amaral), estudantes e professores de Desterro do Melo e ecologistas de Barbacena( como Srgio Grossi, da Fundao Rio Limpo) - percorreu e se encantou com a natureza exuberante ao longo dos 14 kms da VIA VERDE, que est no cume dos penhascos da Serra da Conceio a mais de 1200 metros em seus pontos mais altos. Outra coisa: durante a caminhada ecolgica a Copasa forneceu 400 litros de gua gelada aos cerca de 200 caminhantes ( confira nas fotos). EM TEMPO: o municpio de DESTERRO DO MELO - fica a 200 kms de Belo Horizonte, 32 kms de Barbacena, no Caminho do Meio da Estrada Real na Zona da Mata - e seu prefeito, Ruy Fernandes, est apostando todas as fichas no projeto turstico VIA VERDE, que comea na localidade de Estiva e vai at o povoado de Aras, num percurso para ser feito p, de moto, cavalo ou treieiros, em meio natureza aonde se destacam rvores de Araucria ( l chamamos de Pinheiros) e gandes rvores de Cedro. CONFIRA as fotos da Caminhada Ecolgica que fizemnos no ltimo sbado, vspera da Primavera pala VIA VERDE. UM ESPETCULO! Ateno: CLICK na FOTO para AMPLI-LA.






























    Comentrios

    #1. Jose Aparecido Ribeiro - (jaribeirobh@gmail.com)
    Joao

    As imagens ficaram execelentes, despertaram o desejo de conhecer a Via Verde. Espero, quando retornar para nossa querida BH - estou esta semana nos Estados Unidos - combinar com voc uma ida ate l.. As montanhas ao fundo mostram a riqueza e a beleza da regio e a julgar pela alegria dos membros que participaram da caminhada, no vamos querer voltar  de l!

    Um abrao
    Jos Aparecido Ribeiro,
    ex-presidente da ABIH-MG
    e atual membro do conselho da entidade de hotelaria.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 21, 2007

    P NA ESTRADA na Vspera da Primavera, em Desterro do Melo - cidade que fica a 200 kms de Belo Horizonte, 32 kms de Barbacena - no Caminho do Meio da Estrada Real.

    VIA VERDE. CAMINHADA MARCADA PARA AMANH, sbado. QUEM FOR, VAI SAIR de nibus de Desterro do Melo - fica a 200 kms de BH e 32 de Barbacena, no Caminho do Meio da Estrada Real. Este Blogueiro , para minha honra, o Patrono da VIA VERDE.






    O Governo do Municpio de Desterro do Melo convida voc para participar da 1 Caminha Ecolgica, a ser realizada na "Via Verde".
    A sada ser no Parqiue do Xopot, s 08h do dia 22 de setembro, vspera da primavera.
    Participe!





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 21, 2007

    ECOTURISMO EM ALTA. Amanh, sbado, - vspera da PRIMAVERA - vamos participar da CAMINHADA ECOLGICA sobre a Serra da Conceio, promovida pelo prefeito de Desterro do Melo, advogado Ruy Fernandes.

    VIA VERDE. Prefeito de DESTERRO DO MELO - fica no Caminho do Meio da Estrada Real na Zona da Mata - advogado Ruy Fernandes pede ajuda para projeto de Turismo Ecolgico Secretria ricka Drumond, em audincia em Beag. Secretria agenda ida Caminhada Ecolgica,dia 22. Confira detalhes do projeto Via Verde e do encontro na Secretaria Estadual de Turismo na Praa da Liberdade, no prdio histrico onde funcionou a Secretaria de Obras.

    A CAMINHADA ECOLGICA ser na exuberante Serra da Conceio. Secretria Estadual de Turismo recebeu prefeito de Desterro do Melo - cidade que fica a 200 kms de BH e 32 kms de Barbacena, no caminho do meio da Estrada Real na Zona da Mata. O prefeito Ruy Fernandes estava acompanhado do deputado Agostinho Patrus Filho (Partido Verde) e deste blogueiro. A secretria ricka Drumond recebeu o convite junto com uma camiseta verde musgo, ingresso para quem vai fazer a Caminhada Ecolgica, marcada para dia 22, um sbado, vspera da Primavera. Sempre atenta e simptica a secretria de Turismo, ricka Drumond prometeu agendar a ida dela ao evento que vai marcar o incio de um processo de atrao de turistas para a regio gerando emprego e renda para o municpio de Desterro do Melo.

















    VIA VERDE

    FAZENDO BEM FEITO

    Seguem intensos os trabalhos do Governo Municipal para a efetivao da Via Verde, a estrada turstica que corta o alto dos rochedos da Serra da Conceio - um caminho que, muito em breve, se transformar no maior produto turstico da regio.
    Na tarde da sexta-feira, 05, o prefeito recebeu a equipe de consultoria em turismo da Capital que, acompanhada do empresrio Srgio (que est instalando uma pousada s margens da Via), realizaram uma visita pela regio com o intuito de desenvolver um plano de ao para o desenvolvimento do projeto turstico.
    Alm de uma grande variedade de belezas naturais, a Via Verde ainda guarda uma srie de atividades ligadas ao turismo rural (passeio cavalo, charrete, contato com animais e o dia -a -dia do campo) e de aventura (escalada e rapel pelos rochedos da Serra, caminhada e vo de asa delta).
    No prximo dia 22 de setembro, vspera da primavera, ser realizada a 1 caminha ecolgica pela Via, oportunidade em que o caminho ser descortinado para os visitantes.
    Em Belo Horizonte, na prxima segunda-feira, 09, o prefeito Ruy Fernandes se reunir com a Secretria de Estado de Turismo, rica Campos Drumond e com o Secretrio de Estado de Meio Ambiente, Jos Carlos Carvalho. Os encontros serviro para a concretizao de investimentos das autarquias do Governo do Estado neste grande projeto turstico desenvolvido pelo Municpio de Desterro do Melo.
    FAZENDO BEM FEITO

    FAZENDO BEM FEITO

    FAZENDO BEM FEITO


    FAZENDO BEM FEITO

    FAZENDO BEM FEITO

    FAZENDO BEM FEITO













    ESTRADA RECEBE MELHORIAS

    FAZENDO BEM FEITO

    Pensando na criao de empregos e na gerao de renda, o prefeito Ruy Fernandes est colocando em prtica o desenvolvimento de programas que esto alavancando o projeto Via Verde.
    Durante a ltima semana, funcionrios e maquinrio da Administrao Municipal trabalharam na colocao de 06 mata-burros pela estrada turstica, substituindo as porteiras - obras realizadas em parceria com a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Pblicas - Setop.
    Em seguida, o prefeito anunciou que ser iniciado o projeto de paisagismo da via, com o plantio de rvores nativas e frutferas.





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 21, 2007

    GIRO PELO INETRIOR. Em Barbacena lanado o livro biogrfico "O MENINO DA VENTAROLA" sobre a vida e obra do ex-prefeito, o farmacutico VICENTE ARAJO. O livro foi escrito pelo jornalista Marcus Tafuri. Acompanhe a cobertura do evento no Automvel Clube de Barbacena, feita pelo colunista Idinando Borges. Parabns ao Vicente Arajo, amigo de minha famlia. Sucesso!








                                             Uma noite de lua, msica e Vicente Arajo


    Edson Brando, Olga Campos Arajo Klein e Vicente Arajo

    Foi uma noite inesquecvel no Automvel Clube, decorado com reminiscncias de fazenda por Luiza Bertolla para a noite de autgrafos do livro "O Menino da Ventarola" de Vicente Arajo. Uma narrativa sobre os causos e a histria do farmacutico e poltico, considerado um fenmeno na poltica partidria da cidade.











    O conselheiro Antnio Carlos e
    Paula Andrada com o anfitrio

    O prefeito Martim Andrada e
    Jos Gabriel Guimares

    Uma organizao impecvel de Glria Produo e Eventos, que mais uma vez soube marcar com brasa o selo de qualidade. Os filhos: Olga, Grcia, Vicentinho e Marcus receberam os convidados porta do clube ao som da Banda de Msica Correa de Almeida, Ao som de "Love History" Vicente adentrou o salo acompanhado de Margarida Campos Arajo com uma saraivada de flashes e a saudao eloqente das palmas dos 700 convidados. Foi o coroamento da vida de um homem que sempre usou como filosofia uma prola popular "quem no vive para servir, no serve para viver".










    Margarida Campos Arajo e
    Marina Lafayette de Andrada Ibrahim

    Grcia Arajo Gomes com Agostinho e
    Raquel Valente

    Um cerimonial irrepreensvel foi conduzido por Cristvam Abranches, sem discursos, moda da fazenda, com conversa ao p do ouvido.Teve um nico autgrafo, para o neto Gabriel, simbolicamente! Seguiu-se a interpretao de um "causo" do livro, por Toninho, o "Contador de Causos" e a apresentao de um vdeo com a trajetria de Vicente Arajo.










    Catarina Saliba, Marcus e
    Rosana Arajo com Gabriel

    O anfitrio, Geraldo Barroso e
    Grcia Arajo Gomes

    O mais expressivo da poltica se fez representar: O prefeito Martim Andrada, os deputados Lafayette Andrada e Agostinho Valente, o Conselheiro Antnio Carlos Andrada, Danuza e Cndido Bias Fortes, os ex-prefeitos Jos Eugnio Dutra Cmara e Clio Mazzoni, quase totalidade dos secretrios da Prefeitura, os vereadores Amarlio Andrade e Flvio Maluf, os ex-vereadores, Ronaldo Braga, Ndio Vieira e Walter Borges e ainda o poltico Jos Gabriel Guimes.
















    Jamil e Ambrosina Abrao e
    Luciana Pires Amaral

    O prefeito Andrada com
    Vicentinho Arajo e Mariana



    Cristvam Abranches, Edson Brando,
    Srgio Ayres e Renato Vidal.

    Marcelo e Simone com Edson Paolucci

    O Mrito creditado a Olga Campos Arajo Klein, que desde a idealizao, h mais de dois anos, dedicou e engrandeceu o trabalho; incentivando, aparando arestas, abdicando at mesmo da vida pessoal, para fazer da obra, a essncia do homem, que alm de todas as conquistas tambm pai e av. Da idealizao do multimdia passando pela decorao ao repertrio musical do evento, abrilhantado por familiares, tudo teve o dedo de Olga. Ela congregou os familiares da Ventarola s razes de Prados irmanados em Barbacena, com sintonia e sensibilidade. O evento foi notcia at mesmo em Anna Ramalho do JB, o que valoriza ainda mais "O Menino da Ventarola" O livro est sendo comercializado na Livraria Bernadete Rua Doutor Theobaldo Tollendal, no centro.





































    Vicente e o neto jornalista, Eduardo Arajo Klein.

    Clio Mazzoni e Cndido Bias Fortes



    O deputado Lafayette Andrada e Marina Lafayette de Andrada Ibrahim

    Carla Mota e Luciana Andrada



    Carolina Espanhol e Leandro Faria e o Secretrio Jos Augusto Penna Naves

    Vicente, Mrio Raimundo, Frederico Jardim de Oliveira e Flvio Dani Franco.



    Detalhe da decorao de Luiza Bertolla

    Grcia e Camila Arajo Gomes



    Rodolfo Arajo Gomes

    Henrique Arajo Klein e Gabriel Arajo


    Joo Luiz R Gomes Neusa Maria Lopes, Olga Arajo Klein e Jorge Nascimento


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 21, 2007

    TV DIGITAL.

     Ministro Hlio Costa faz palestra, nesta sexta-feira, na Universidade FUMEC, aqui em BH.

                                  TV Digital


       
    Ministro Hlio Costa fala sobre as possibilidades da nova tecnologia para a educao distncia

     O ministro das Comunicaes, Hlio Costa, far a palestra magna do Frum sobre a TV Digital, realizado pela Universidade FUMEC (Fundao Mineira de Educao e Cultura) e a Associao Brasileira de Educao a Distncia de Belo Horizonte (ABED-BH), nesta sexta-feira (21/09).

    O objetivo do evento debater sobre o impacto da insero da TV Digital nos modelos e processos educacionais, na modalidade distncia, considerando a urgncia e pertinncia desse tema na atualidade.

    A inteno , durante a programao, entender sobre as possibilidades oferecidas pela TV Digital para a educao distncia. O evento destinado a profissionais envolvidos na educao de ensino continuado nas comunidades acadmica, corporativa, comunicao e EaD; reitores e gestores de instituies de ensino superior; profissionais de empresas de tecnologias educacionais; autoridades do governo federal, estadual e municipal, ligadas educao e comunicao.

    Ao final da palestra, o ministro dar entrevista coletiva imprensa.

    Data: 21/09

    Horrio: 08h30 s 18h30

    Local: Auditrio Espao Phoenix - Faculdade de Cincias Humanas

    Inscrio: Evento restrito a convidados




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 21, 2007

    Troca de experincia entre o passado e o presente. Presidente do Sindacar, Luiz Custdio diz em relao aos cubanos: " para ns mineiros, que hoje podemos mostrar aos cubanos - que j foram os maiores produtores de acar do mundo - que hoje tambm podemos mostrar aos cubanos nossa alta tecnologia empregada na produo de acar".

    PRODUTORES DE ACAR MINEIROS

    TROCAM EXPERINCIA COM CUBANOS


    Uma parceria que envolve a troca de experincias na produo de acar de Minas Gerais com Cuba traz a Belo Horizonte, amanh (21/9), trs executivos cubanos, que visitaro usinas mineiras, no perodo de 45 dias. J na poca de entressafra da cana-de-acar no estado, ser a vez de trs executivos mineiros viajarem a Cuba, para conhecer a produo daquele pas.  A parceria envolve o Sindicato da Indstria do Acar e do lcool de Minas Gerais (Siamig/Sindacar-MG) e o Ministrio do Acar de Cuba.


    O intercmbio existe h vrios anos, mas foi intensificado nas ltimas trs safras de cana-de-acar. Dessa vez, as usinas mineiras: Jatiboca (Ponte Nova), Campo Florido (Campo Florido) e Alvorada Acar e lcool (Arapor) recebero os executivos que mais se destacaram na ltima safra cubana: Adrian J. Fernndez (diretor geral na Provncia Cienfuegos); Tomaz Z. Rodrigues (diretor Central Rabi, provncia de Matanzas) e Jos Francisco F. Collado (diretor Servicios Tcnicos da provncia de Sancti Spiritus). Eles visitaro amanh o Siamig/Sindacar-MG, a partir das 11 horas, e, tarde seguiro, inicialmente, para a usina Jatiboca.


    De acordo com o presidente do Siamig/Sindacar-MG, Luiz Custdio Cotta Martins, Cuba j chegou a ser um dos maiores produtores de acar do mundo, na dcada de 70, e rene um vasto conhecimento neste sentido, alm de ter desenvolvido pesquisas cientficas profundas quanto ao aproveitamento dos subprodutos. "Por isso a importncia da troca de experincia para ns mineiros, que hoje tambm podemos mostrar aos cubanos nossa alta tecnologia empregada na produo de acar", afirma.






                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 20, 2007

    LICITAO para construir a "Brasilinha Mineira". Confira quais as empreiteiras esto na disputa.









                               Centro Administrativo: 16 empresas participam da licitao

     











    Divulgao
     

    Dezesseis empresas, agrupadas em seis consrcios, esto participando do processo de licitao para a construo do Centro Administrativo do Estado de Minas Gerais em uma rea de 804 mil metros quadrados, no antigo Hipdromo Serra Verde, na Regio Norte de Belo Horizonte. Os envelopes com as propostas foram entregues nesta quinta-feira (20). Na primeira etapa, a Comisso de Licitao da Companhia de Desenvolvimento Econmico de Minas Gerais (Codemig), responsvel pela obra, vai avaliar os documentos de natureza jurdica, fiscal, financeira e tcnica. As propostas de preos sero conhecidas na fase seguinte, aps a definio das empresas habilitadas.

    "Procuramos fazer o mximo para garantir a ampla participao das empresas. O prazo dado foi suficiente para que elas fizessem os levantamentos de custos com a maior preciso possvel. Acreditamos que o processo vai correr com tranqilidade", afirmou o presidente da Codemig, Oswaldo Borges da Costa Filho.

    O projeto foi divido em trs lotes. O primeiro inclui o Palcio do Governo, a praa cvica e um auditrio com capacidade para 540 lugares, alm das obras de infra-estrutura (terraplenagem, drenagem superficial, irrigao, pavimentao etc).

    O segundo lote engloba um dos prdios em que vo funcionar as 17 secretarias de Estado e outros rgos do Governo. No ltimo lote esto includos o outro prdio de secretarias e a edificao que vai abrigar agncias bancrias, lanchonetes, restaurantes e servios voltados para o atendimento dos 16 mil funcionrios e 10 mil pessoas que circularo pelo Centro Administrativo diariamente. 

    Do ponto de vista tcnico, o projeto tem alto grau de detalhamento, o que ajuda a determinar com maior nvel de certeza, os custos e prazo da obra. Outro ponto que foi alvo de ateno dos projetistas a preservao ambiental da regio. "Os edifcios sero ecologicamente corretos, com recursos para diminuir o consumo de gua e energia eltrica. Alm disso, a rea ser cercada por grande rea verde que servir de local de lazer para a populao", afirma o presidente da Codemig. O prazo de execuo das obras de 27 meses.

    O Centro Administrativo passa a fazer parte da lista de obras de Oscar Niemeyer na capital mineira, juntando-se ao Colgio Milton Campos, ao conjunto arquitetnico da Pampulha e aos edifcios Niemeyer e da Biblioteca Estadual "Professor Luiz de Bessa", ambos na Praa da Liberdade. 

    Lotes: 1, 2 e 3
    Via Engenharia S/A
    Construtora Andrade Gutierrez S/A
    Construtora Barbosa Mello S/A

     Lotes: 1, 2 e 3
    Construtora Norberto Odebrecht S/A
    Construtora OAS LTDA
    Construtora Queiroz Galvo S/A

     Lotes: 1, 2 e 3
    Construcap CCPS Engenharia e Comrcio S/A
    Construtora Ferreira Guedes S/A
    Convap Engenharia e Construes LTDA

     Lotes: 1, 2 e 3
    Constran Construes e Comrcio S/A
    Schahin Engenharia S/A

     Lotes: 1, 2 e 3
    Santa Brbara Engenharia S/A
    Mendes Jnior Trading e Engenharia S/A
    Construes e Comrcio Camargo Correa S/A

     Lotes: 2 e 3
    Estacom Engenharia S/A
    Blokos Engenharia LTDA



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 20, 2007

    Governo Acio Neves perde Assessor para Assuntos de Segurana. O professor LUIZ FLVIO SAPORI nos enviou nota comunicando que deixou o governo estadual. Volta a dar aulas no Curso de Cincias Sociais da PUC Minas. Confira!


    Gostaria de comunicar a todos os amigos da imprensa mineira, e populao de maneira geral, que no ocupo mais a posio de Assessor do Governador de Minas Gerais para assuntos de segurana pblica.
    Enviei ao governador Acio Neves uma carta contendo minha deciso nesse sentido na ltima quarta-feira, dia 19 de setembro. A partir de agora passo a me dedicar s atividades docentes no curso de cincias sociais da PUC Minas.
    Aproveito a oportunidade para agradecer a todos aqueles que direta ou indiretamente me apoiaram durante minha participao na gesto da segurana pblica de Minas Gerais.
    Menciono, em especial, os jornalistas dos diversos meios de comunicao que tm realizado trabalho de qualidade admirvel no que tange cobertura do tema da segurana pblica em nosso estado.
    No poderia deixar de lembrar a competncia e a amizade do corpo tcnico da Secretaria de Estado de Defesa Social, que, nos ltimos quatro anos, demonstrou um esprito republicano exemplar.
    Guardo lembranas saudosas dos inmeros prefeitos, vereadores e deputados que conheci ao longo deste perodo, e que reforaram em mim a convico de que temos polticos srios e conscientes da gravidade do problema da violncia na sociedade mineira.
    Destaco tambm meus agradecimentos Polcia Civil e Polcia Militar de Minas Gerais pelo respeito e confiana que depositaram em minha pessoa.
    E, por fim, menciono o Governador Acio Neves, manifestando publicamente minha admirao pelo Governador que teve a audcia de construir e executar uma poltica de segurana pblica que se tornou referncia nacional, em seu primeiro mandato.
    Sinto-me orgulhoso de ter participado desse projeto.
    Luis Flavio Sapori
    Professor e Coordenador do Curso de Cincias Sociais da PUC Minas


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 20, 2007

    RENOVAO CARISMTICA. Reunio Especial na Assemblia Legislativa, nesta sexta-feira, com transmisso ao VIVO pela TV Assemblia. Canal 11, a cabo, em BH. UHF no interior de Minas.

                       ALMG comemora os 40 anos da Renovao Carismtica no Brasil
    A Assemblia Legislativa de Minas Gerais vai comemorar nesta sexta-feira (21/9/07), s 14 horas, em Reunio Especial no Plenrio, os 40 anos da Renovao Carismtica Catlica (RCC). O Estado tem atualmente mais de 4 mil grupos de orao divididos nas 28 dioceses existentes. Os deputados Eros Biondini (PHS) e Clio Moreira (PSDB) foram os autores do requerimento que solicitou a reunio.

    De acordo com o deputado Eros Biondini, a RCC o movimento da igreja que mais cresce e mobiliza os fiis no mundo. Ele destacou que o nmero 40 tem um forte significado, pois acompanha o povo de Deus na histria da Igreja: Jesus passou 40 dias no deserto, em orao, antes de comear sua obra missionria, e o povo viveu 40 anos no deserto at tomar posse da terra prometida. "A Renovao Carismtica no mundo proporcionou um novo e grande avivamento da f catlica, foi um grande sopro do Esprito Santo para renovar a Igreja", observou.

    A RCC surgiu nos Estados Unidos, quando um grupo de universitrios e professores reuniram-se para um retiro de fim de semana. Ela chegou ao Brasil pela obra dos padres norte-americanos Eduardo Dougherty e Haroldo Rahn. De acordo com a coordenadora estadual da RCC, Pollyanna Milanezi, a Renovao Carismtica Cattica atualmente o maior movimento eclesial no mundo. "Temos lutado para a manuteno da unidade no Estado sem negar a diversidade das regies. Sabemos que o esprito um s mas h diversidade de carismas", observou.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 20, 2007

    GIRO PELO INTERIOR. Foto e texto de nosso amigo, o colunista Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora. O presidente Regional de Juiz de Fora, Francisco Campolina, que fez palestra no Ciclo de Debates da ADESG.

                                                          
                                                            O presidente da Fiemg Regional,
                                                           Francisco Campolina, ladeado pelo
                           coronel Carlos Alfredo Silva de Queiroz e Beatriz Barra, aps falar no ciclo
                                                                  de palestras da Adesg.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 20, 2007

    PURA POESIA ! Pausa para meditao: como somos nfimos diante do cosmo. Olhe bem a foto liberada pela NASA - nos Estados Unidos.

                               





                                                 Nasa funde diferentes imagens da constelao de Corona Australis captadas pelos telescpios Spitzer e Shandra


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 20, 2007

    "MAIS CORREIOS". Diretor-regional dos Correios em Minas, Fernando Miranda, vai amanh aos municpios de Periquito e Cuparaque inaugurar Banco Postal. Confira detalhes!

     

    Cidades do Vale do Rio Doce ganham infra-estrutura de servios dos Correios









    Inauguraes de agncias em Periquito e Cuparaque acontecem nesta sexta-feira (21) 


    A partir da prxima sexta-feira (21) mais duas cidades mineiras, Periquito e Cuparaque, localizadas na regio do Vale do Rio Doce, tero acesso a todos os servios oferecidos pelos Correios. Nesses municpios sero inauguradas novas agncias, que integram o programa regional Mais Correios, de melhoria da qualidade e de expanso da rede de distribuio e atendimento. O diretor dos Correios em Minas Gerais, Fernando Miranda, estar presente nas solenidades, que contaro tambm com aparticipaes de autoridades locais. Em Periquito, a inaugurao est marcada para as 11 horas (Rua Paran, 190, Centro) e em Cuparaque, o evento ser s 16 horas (Rua Rodrigues, 614, Centro).



     

    As populaes de Periquito e Cuparaque passam a contar tambm com o Banco Postal. Voltado para clientes com mdia salarial de R$ 500,00, esse servio foi a soluo encontrada pelo Ministrio das Comunicaes e pela Empresa Brasileira de Correios e Telgrafos (ECT), em parceria com o Bradesco, para possibilitar a incluso de importante camada da populao ao sistema financeiro nacional. Com as inauguraes, a empresa passa a operar o servio em 784 agncias no Estado e em mais de 5.500 em todo Brasil, sendo 1.114 em municpios onde no existe nenhuma outra agncia bancria, como o caso dos municpios contemplados.



     

    Atualmente, o Banco Postal atende a quase 6 milhes de brasileiros e realiza cerca de 30 milhes de transaes por ms. A rede Correios de atendimento composta por 5.913 agncias prprias (784 em Minas) e 1.446 agncias franqueadas (195 em MG), alm de outros 4.768 (845 em MG) pontos de atendimento. Ainda em 2007, esto previstas inauguraes de novas unidades no Vale do Rio Doce, nas cidades de Alvarenga, Goiabeira, Entre Folhas e Fernandes Tourinho.



     

    Instalaes das agncias 

    Em Periquito, situada a 280 quilmetros de Belo Horizonte, a agncia ir funcionar em uma rea de quase 120 metros quadrados. J em Cuparaque, a 478 quilmetros da capital, a agncia ir ocupar uma rea de aproximadamente 100 metros quadrados. Os prdios passaram por intervenes para se adequarem rede de agncias da regio, incluindo adaptaes de ergonomia e acessibilidade.

    Programa "Mais Correios"

    O Programa Regional Mais Correios um ambicioso conjunto de projetos que visam tornar os servios postais cada vez mais presentes em todas as regies do Estado, por meio da expanso da rede Correios e da melhoria da qualidade dos servios prestados. Para 2007 esto previstos investimentos da ordem de R$ 100 milhes, abrangendo a criao de 60 novas agncias com Banco Postal, implantao de 10 novos centros de distribuio, aprimoramento da frota de veculos com a renovao de 260 unidades e aquisio de mais 180 e execuo de obras de engenharia para recuperao e novas instalaes, com destaque para a sede administrativa da Empresa e do Centro de Educao Corporativa, ambos em Belo Horizonte e de unidades operacionais em Uberaba, Ipatinga, Poos de Caldas, Patos de Minas, Alfenas, Trs Coraes, Trs Pontas, Lavras e Itana, dentre as principais.


    A partir da prxima sexta-feira (21) mais duas cidades mineiras, Periquito e Cuparaque, localizadas na regio do Vale do Rio Doce, tero acesso a todos os servios oferecidos pelos Correios. Nesses municpios sero inauguradas novas agncias, que integram o programa regional Mais Correios, de melhoria da qualidade e de expanso da rede de distribuio e atendimento. O diretor dos Correios em Minas Gerais, Fernando Miranda, estar presente nas solenidades, que contaro tambm com aparticipaes de autoridades locais. Em Periquito, a inaugurao est marcada para as 11 horas (Rua Paran, 190, Centro) e em Cuparaque, o evento ser s 16 horas (Rua Rodrigues, 614, Centro).



     

    As populaes de Periquito e Cuparaque passam a contar tambm com o Banco Postal. Voltado para clientes com mdia salarial de R$ 500,00, esse servio foi a soluo encontrada pelo Ministrio das Comunicaes e pela Empresa Brasileira de Correios e Telgrafos (ECT), em parceria com o Bradesco, para possibilitar a incluso de importante camada da populao ao sistema financeiro nacional. Com as inauguraes, a empresa passa a operar o servio em 784 agncias no Estado e em mais de 5.500 em todo Brasil, sendo 1.114 em municpios onde no existe nenhuma outra agncia bancria, como o caso dos municpios contemplados.



     

    Atualmente, o Banco Postal atende a quase 6 milhes de brasileiros e realiza cerca de 30 milhes de transaes por ms. A rede Correios de atendimento composta por 5.913 agncias prprias (784 em Minas) e 1.446 agncias franqueadas (195 em MG), alm de outros 4.768 (845 em MG) pontos de atendimento. Ainda em 2007, esto previstas inauguraes de novas unidades no Vale do Rio Doce, nas cidades de Alvarenga, Goiabeira, Entre Folhas e Fernandes Tourinho.



     

    Instalaes das agncias 

    Em Periquito, situada a 280 quilmetros de Belo Horizonte, a agncia ir funcionar em uma rea de quase 120 metros quadrados. J em Cuparaque, a 478 quilmetros da capital, a agncia ir ocupar uma rea de aproximadamente 100 metros quadrados. Os prdios passaram por intervenes para se adequarem rede de agncias da regio, incluindo adaptaes de ergonomia e acessibilidade.

    Programa "Mais Correios"

    O Programa Regional Mais Correios um ambicioso conjunto de projetos que visam tornar os servios postais cada vez mais presentes em todas as regies do Estado, por meio da expanso da rede Correios e da melhoria da qualidade dos servios prestados. Para 2007 esto previstos investimentos da ordem de R$ 100 milhes, abrangendo a criao de 60 novas agncias com Banco Postal, implantao de 10 novos centros de distribuio, aprimoramento da frota de veculos com a renovao de 260 unidades e aquisio de mais 180 e execuo de obras de engenharia para recuperao e novas instalaes, com destaque para a sede administrativa da Empresa e do Centro de Educao Corporativa, ambos em Belo Horizonte e de unidades operacionais em Uberaba, Ipatinga, Poos de Caldas, Patos de Minas, Alfenas, Trs Coraes, Trs Pontas, Lavras e Itana, dentre as principais.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 20, 2007

    Lions Marlia de Dirceu ajuda pessoas que precisam fazer cirurgia de catarata e no tem recursos.

    HOJE, o BAILE DA AMIZADE do Lions Clube Marlia de Dirceu. Ser no Buffet Catarina na a partir das 21 horas. Devero participar 600 pessoas.
                         O jantar beneficente - com a renda para quem precisa de cirurgia de catarata - foi organizado pela eficiente equipe do presidente do Lions Marlia de Dirceu, Jos Wilson, marcando sua primeira - e j vitoriosa ao - na presidncia do clube de servios. As mesas podem ser adquiridas pelo telefone  99842093. O convite individual custa 100 reais, com direiro a manobristas na porta do Buffet Catarina, jantar requintado, sorteiro de brindes e baile que vai varar a madrugada. Recomendo!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 20, 2007

    No Tribunal de Contas, dia 26, palestra sobre "Os Relacionamentos Familiares". O palestrante ser o doutor em Direito Civil, Rodrigo da Cunha Pereira. A informao foi enviada ao nosso BLOG DE NOTCIAS pelos assessor de comunicao do Tribunal de Contas, nosso amigo dos tempos de Rede Globo, Ricardo Carlini.

    Esto abertas as inscries para a palestra "Os Relacionamentos Familiares" que a Diretoria Mdico-Odontolgica do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais realiza quarta-feira prxima (dia 26 de setembro), s 11 e s 17 horas, no Auditrio Vivaldi Moreira, Av. Raja Gabaglia, 1315, Luxemburgo.
    O palestrante convidado o doutor em Direito Civil pela UFPR e presidente nacional do Instituto Brasileiro de Direito da Famlia, Rodrigo da Cunha Pereira, e o debatedor o mdico, psicanalista, doutor em Psicologia pela UFRJ e professor de Psicopatologia da PucMinas, Wagner Siqueira Bernardes.
    Sob coordenao do psiquiatra, psicanalista e professor da PucMinas, Stlio Lage Alves, a palestra faz parte do ciclo intitulado "O enigma dos relacionamentos", que o TCEMG vem promovendo com objetivo de atender ao interesse dos servidores e da sociedade em geral pela discusso e aprofundamento em tema to afetado pelas mudanas e transformaes ocorridas nos ltimos tempos.

    Os interessados podem obter maiores informaes pelo telefone (31)3348-2381 e fazer suas inscries na Escola de Contas e Capacitao "Prof. Pedro Aleixo", no 5 andar do edifcio do TCEMG, ou por e-mail:
    palestras.dmo@tce.mg.gov.br.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 20, 2007

    DE OLHO NO GOVERNO LULA. Sai Pesquisa CNI/Ibope, feita de 13 a 18 deste ms. Aprovao do governo Lula cai de 50% para 48%. Foram ouvidas 2002 pessoas em 142 municpios do Pas. A marfgem de erro de 2%.Detalhe: a aprovao pessoal do presidente Lula caiu pouco: de 61% para 60%.

    A pesquisa aponta que 48% dos brasileiros consideram o governo Lula timo ou bom, o que representa uma queda em relao ao levantamento anterior, quando esse percentual era de 50%.
    O nmero dos que consideram o governo ruim ou pssimo tambm aumentou, passando de 16% em junho para 18% agora.
    Outros 32% consideram o governo regular. As duas variaes ficaram dentro da margem de erro da pesquisa, de 2 pontos percentuais.
    Essa a primeira reduo na avaliao do governo desde o incio do ano.
    Questionados sobre que nota dariam ao governo de Lula, os entrevistados apontaram uma mdia de 6,6 (numa escala de 0 a 10). No levantamento passado, a nota foi 6,7.
    Segundo a pesquisa, 63% dos entrevistados aprovam a maneira de o presidente Lula governar. Outros 33% desaprovam. Em junho, 66% aprovavam e 30% desaprovavam.
    A pesquisa foi realizada entre os dias 13 e 18 de setembro. Foram feitas 2.002 entrevistas em 142 municpios. A margem de erro de 2 pontos percentuais.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 19, 2007

    Almoo da ABRAJET - Associao Brasileira dos Jornalistas Especializados em Turismo. Foi hoje no elegante hotel Sol Meli BH na rua da Bahia, centro da capital. O presidente da Abrajet MG, jornalista e vereador de Paraopeba, Srgio Moreira e os membros da entidade, foram recebidos pela gerente Comercial, a simptica Susana Diniz e sua equipe. Outra presena ilustre no Almoo da Abrajet, foi o vice-prefeito de BH, Ronaldo Vasconcelos " Amigo Incondicional da Abrajet-MG".

                         Foi um almoo business. O presidente da Abrajet em Minas, Srgio Moreira, falou sobre o Congresso Nacional da entidade, marcado para outubro no Rio de Janeiro. Disse que os associados, que forem ao Congresso ficaram hospedados, principalmente, no Hotel Leme Palace. E podero ficar l para o Congresso Nacional da Abav, que ser realizado tambm no Rio de Janeiro na mesma semana. O vice-prefeito de BH - candidatssimo sucesso do prefeito Fernando Pimentel - tambm  almoou no Sol Meli com a diretoria e associados da Abrajet.
                         A associada, jornalista Ktia Lage defendeu a unio dos abrajetianos na sucesso do atual presidente, Srgio Moreira. O jornalista Chico Maia lanou o nome de Paulo Queiroga, que a convite do atual presidente assumiu a Tesouraria da Abrajet-MG, antes ocupada pelo atual vice-presidente executivo, Ernane de Castro.Em tempo: Paulo Queiroga viaja amnh para a Rssia, aonde vai fazer uma ampla cobertura turstica para suas colunas - uma delas na Revista Mercado Comum e outra no jornal O Tempo. 
                         Presena no Almoo da Abrajet no Hotel Sol Meli, dentre outros: o jornalista Paulo Pedrosa, colunista do jornal Edio do Brasil e presidente do SINDHORB; Eujcio Silva, diretor do Edio do Brasil; a jonalista Ktia Lage (que adora o Rio de Janeiro); os fotgrafos Valdez Maranho e Joozinho Episcpo; o simptico Talma, que trabalhou com o saudoso Fernando Sasso na Ademg; Ernane de Castro, vice-presidente da Abrajet; Srgio Neves, um dos fundadores da Abrajet e ex-presidente da entidade, o colunista do Hoje em Minas, Gustavo Mendicino, lanado pelo saudoso Marcos Souza Lima, o jornalista Chico Maia, Paulo Queiroga...


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 19, 2007

    Nosso BLOG DE NOTCIAS se aproxima dos 400 MIL ACESSOS, segundo dados fornecidos pelo provedor TERRA. Confira!

























    Posts:
     2.178

    Rascunhos:
     41

    Comentrios:
     743
                                                                              

    Pageviews:
     393.376


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 19, 2007

    MUTIRO de TESTES DE PATERNIDADE em Minas. Deputado e mdico Fahim Sawan, do PSDB de Uberaba, defende emenda ao Plano Plurianual de Ao Governamental que chega Assemblia Legislativa este ms. Assunto foi ddiscutido hoje na Comisso de Sade.

                         Parlamentares querem regularizar testes de paternidade no Estado

    A realizao de um mutiro, com os laboratrios credenciados pelo Governo Estadual para a realizao de testes de paternidade, foi a soluo encontrada pelos deputados da Comisso de Sade da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, para regularizar a situao dos 10 mil exames autorizados judicialmente no Estado, mas que ainda no foram concludos. A proposta foi feita, por meio de requerimento de autoria da comisso, durante a reunio desta quarta-feira (19/9/07), solicitada pelo deputado Fahim Sawan (PSDB), para debater questes relativas ao tema.
    Segundo Sawan, os recursos necessrios podem ser obtidos, por meio de emenda ao Plano Plurianual de Ao Governamental (PPAG), que chega ALMG este ms. Para ele, a ao tem carter preventivo e evitar gastos desnecessrios tanto ao Executivo, quanto ao Judicirio. "Existem laboratrios capazes para a realizao adequada dos exames, portanto acho que daremos um passo frente se zerarmos essa fila de espera que j tem milhares de exames. A soluo financeira, a Assemblia vai encontrar", afirmou. Os deputados Carlos Mosconi (PSDB), presidente da comisso, e Hely Tarqnio (PV) tambm reforaram a necessidade de a comisso atuar pela emenda no PPAG.
    O representante da Secretaria de Estado da Sade, Jos Maria Borges, lembrou, no entanto, que, para que o mutiro d resultados, preciso que haja pontos de coleta adequados, assim como a capacitao dos profissionais para identificao e transporte de material. "Vamos precisar de tempo e de recursos, mas considero a soluo boa e vivel", destacou. Borges confirmou ainda que h mesmo carncia no atendimento aos exames autorizados judicialmente. De acordo com ele, so realizados 300 testes por ms, mas a demanda chega a 380.
    O deputado Ruy Muniz (DEM) teve dois requerimentos aprovados sobre o tema: ele pediu envio de ofcio ao secretrio de Estado da Sade, Marcus Pestana, para que o rgo descentralize o credenciamento dos laboratrios, de acordo com as necessidades tcnicas de coleta, identificao e transporte de material. Mais que isso, pede que haja proporcionalidade na realizao dos exames na Capital e no interior. O segundo requerimento solicita moo de aplauso ao trabalho realizado pela coordenadora da Promotoria Declaratria de Paternidade do Estado, Beatriz Lourdes de Souza.
    O deputado Fahim Sawan teve ainda requerimento aprovado pedindo a realizao de audincia pblica conjunta com a Comisso de Direitos Humanos, para ampliar a discusso sobre o tema, com a participao da sociedade.
                                       Exame d 99,9% de garantia, segundo defensor
    O representante da Defensoria Pblica de Minas Gerais, Bruno Lombardi, lembrou a credibilidade do exame, assim como a sua necessidade para a me e a criana. Segundo ele, preciso dar mais celeridade fila de espera, uma vez que um tero das crianas no Brasil so registradas sem pai, atualmente. A coordenadora da Promotoria Declaratria de Paternidade do Estado, Beatriz Lourdes de Souza, reforou a fala de Lombardi ao dizer que, alm de eficaz, o exame gratuito. "O teste presta assistncia s mes, por isso, temos que garantir o acesso de toda a populao esse benefcio, alm de fazer com que os resultados sejam concludos o mais rpido possvel", disse.
    O deputado Sebastio Helvcio (PDT) tambm reforou a idia de que a comisso atue no sentido de viabilizar o aporte financeiro para a realizao do mutiro. Segundo ele, possvel conseguir at R$ 2,5 milhes em recursos. "Precisamos implementar na ALMG uma poltica pblica que regularize a realizao dos testes de paternidade em Minas Gerais", concluiu.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 19, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Antes da entrega do Ttulo de Cidado Honorrio de Minas, ao presidente do grupo FIAT, Cledorvino Belini, a foto histrica feita no gabinete do autor do requerimento, deputado Alberto Pinto Coelho, presidente da Assemblia Legislativa. Na foto, da esquerda para a direita: o deputado Agostinho Patrus Filho, o pai dele, o ex-presidente da Assemblia, Agostinho Patrus; o deputado e empresrio Braulio Braz; o mais novo cidado mineiro, Cledorvino Belini; o deputado Alberto Pinto Coelho e o secretrio de Desenvolvimento Econmico de Minas, Mrcio Lacerda.

      

      
      
      
      


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 19, 2007

    CLEDORVINO BELINI, presidente do Grupo FIAT, o mais novo cidado mineiro.

                      Primeiro brasileiro a presidir empresa Fiat torna-se cidado mineiro

    Um reconhecimento de Minas Gerais pelo trabalho do primeiro brasileiro a presidir a empresa Fiat Automveis na Amrica Latina, cargo que ocupa h trs anos. Trata-se do paulista Cledorvino Belini, que recebeu o ttulo de cidado honorrio do Estado, em Reunio Especial de Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, na noite desta segunda-feira (17/9/07). O ttulo concedido pelo governador do Estado e foi requerido pelo presidente da ALMG, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), que presidiu a reunio e entregou o ttulo ao homenageado.

    Na reunio, o deputado Agostinho Patrs Filho (PV) representou todos os parlamentares. Em seu discurso, o deputado lembrou que Belini apaixonado por carros desde jovem, tendo trabalhado em empresas de qualidade, at a instalao da Fiat Automveis em Betim, durante o governo Rondon Pacheco. "H quase 25 anos, Belini tem dedicado seu trabalho, fora e determinao ao crescimento e desenvolvimento da indstria automobilstica em Minas. E incorpora qualidades mineiras", afirmou.

    Em fevereiro de 2004, Cledorvino Belini passou a diretor-superintendente da Fiat Automveis para a Amrica Latina e, a partir de fevereiro de 2005, assumiu tambm a presidncia do Grupo Fiat no Brasil. "A honraria que Minas Gerais me concede, por iniciativa desta Assemblia, muito me sensibiliza, porque agora torna de direito um vnculo que em mim j existia de fato", agradeceu Belini. O homenageado lembrou que a fbrica de Betim, que foi a primeira indstria automobilstica fora do ABC paulista, hoje se projeta como lder na produo brasileira do setor. "Um em cada quatro carros vendidos no Pas tem a marca Fiat, made in Minas", destacou Belini, agradecendo tambm a todos que esto envolvidos no cotidiano da fbrica de Betim e do seu entorno.

    Presidente destaca parque industrial

    Para o presidente Alberto Pinto Coelho, com a entrega dessa cidadania honorria, Minas refora a indiscutvel contribuio de Belini e do Grupo Fiat para o desenvolvimento do Estado. Alberto Pinto Coelho falou sobre a trajetria do homenageado desde seu primeiro perodo na Fiat, como diretor de compras, at a presidncia da empresa, comandando o processo de atrao de empresas fornecedoras de autopeas e componentes no entorno da fbrica. "Respondendo por todas as operaes latino-americanas da Fiat, nosso mais novo cidado mineiro tem-se mostrado, ainda to jovem, no apenas um executivo talentoso e dinmico como, principalmente, algum que sabe valorizar os recursos humanos do nosso Estado", disse.

    Segundo o presidente, com a presena da fbrica em Betim, o parque industrial mineiro tem- se diversificado a cada dia, gerando mais tributos para beneficiar as polticas sociais. "A Fiat motivo de orgulho para os mineiros, no s por sua liderana no mercado de produo de automveis como pelo constante aprimoramento de processos tecnolgicos", concluiu o presidente da ALMG.

    Presenas - Deputados Alberto Pinto Coelho (PP), presidente da ALMG, e Agostinho Patrs Filho (PV); secretrio de Estado de Desenvolvimento Econmico, Mrcio Arajo de Lacerda, representando o governador Acio Neves; prefeito de Betim, Carlaile Pedrosa; vice-presidente da Fiemg, Cludio Lambertucci; e vice-presidente da Associao Comercial de Minas Gerais, Roberto Luciano Fagundes; e ex-deputado Agostinho Patrs, entre outros.Deputados Alberto Pinto Coelho (PP), presidente da ALMG, e Agostinho Patrs Filho (PV); secretrio de Estado de Desenvolvimento Econmico, Mrcio Arajo de Lacerda, representando o governador Acio Neves; prefeito de Betim, Carlaile Pedrosa; vice-presidente da Fiemg, Cludio Lambertucci; e vice-presidente da Associao Comercial de Minas Gerais, Roberto Luciano Fagundes; e ex-deputado Agostinho Patrs, entre outros.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 18, 2007

    O empresrio Z Maria da Mota chega aos 90 anos em plena forma. O aniversrio foi comemorado, com churrasco e muita msica, em grande estilo num belo stio no bairro Aeroporto, em Juiz de Fora. Primeiro foi celebrada missa em Ao de Graas pelo padre Jos Vicente Milagres, amigo do aniversariante. Um vdeo preparado pela neta dele, Adriana Mota, que trabalha na UFJF, emocionou a todos. Arrancou lgrimas do aniversariante de 90 anos. Mostrou a trajetria de um empreendedor admirvel, que investiu no ramo de transportes e de txis. Nasceu em Ibitipoca, morou em Desterro do Melo e, h 50 anos morador da rua Joo Pinheiro no tradicional bairro Jardim Glria, em Juiz de Fora. Z Maria da Mota conheceu o presidente JK, de quem f. Trabalhou com seu caminho na construo de Braslia. Desejamos felicidades ao s Z Maria, um grande papo, uma simpatia. Que venham os 100 anos!



















                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 18, 2007

    Acaba de ser aprovado(20h32m) Projeto do governador Acio Neves conedendo 5% de aumento para os professores estaduais, retroativo a 1 de setembro. A votao foi em 2 turno.

                         Alm do reajuste de 5%, foi aprovado o piso remuneratrio de 850 reais, a partir de 1 de janeiro de 2008 para professor e especialista em educao com carga de trabalho de 24 horas semanais. Mais detalhes? www.almg.gov.br

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 18, 2007

    Entrega do Colar do Mrito ministro Jos Maria Alkmin do Tribunal de Contas de Minas. Na foto ( feita por Marcelo Metzker), da esquerda para a direita: Andria Neves, presidente do SERVAS; a desembargadora Federal, Assusete Dumont Reis; o conselheiro Elmo Brs, presidente do Tribunal de Conta do Estado; o deputado estadual Dinis Pinheiro, primeiro secretrio da Assemblia de Minas e o deputado federal Jos Santana de Vasconcelos.

      


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 18, 2007

    EM PRIMEIRA MO: acaba de chegar Assemblia Legislativa de Minas mensagem do governador Acio Neves propondo reduo da carga tributria de vrios produtos. Em relao ao lcool combustvel a proposta de reduzir de 25% para 12% a alquota na venda do produto entre as Usinas de lcool e as Distribuidoras. REPERCUSSO: falei a pouco com o empresrio LUIZ CUSTDIO COTTA MARTINS, presidente do SIAMIG/Sindacar, que est em viagem a So Paulo. Ele disse que a reduo no vai beneficiar o consumidor que tem carro a lcool. Porisso " vamos continuar nossa luta junto ao governo de Minas , para reduzir o ICMS de 25% para 12% e repassar a reduo para o preo final nas bombas de combustvel. Para ele, o envio da mensagem do governador Assemblia um ponto positivo, um avano, j que sem dvidas as distribuidoras vo dar preferncia s usinas de Minas na compra do lcool combustvel. Elas, com alquota de 12%, vo poder recolher o ICMS s na venda nos postos, ao contrrio caso comprarem em So Paulo, teriam que pagar na hora o imposto e o frete ficaria mais caro. O presidente do Sindacar, Luiz Custdio concluiu: " vamos continuar nossas negociaes com o Estado para reduzir o ICMS que as usinas pagam em Minas, de 25% para 12%".

















    Omar Freire/Imprensa MG
     

    O governador Acio Neves encaminhou, nesta tera-feira (18), Assemblia Legislativa de Minas Gerais, projeto de lei que prope um conjunto de 30 medidas que alteram a legislao tributria do Estado, contemplando diversos setores da economia com a reduo de impostos e eliminao de taxas em alguns segmentos. Segundo Acio Neves, a proposta seguiu um planejamento detalhado da rea econmica do governo, visando garantir competitividade e expandir o crescimento da economia mineira.

    "Essas medidas e a forma como foram trabalhadas pelo governo, demonstram uma crena que temos de que, quanto maior a competitividade, maior o crescimento da nossa economia e ganhos para todos. Isso s est sendo possvel porque fizemos o que precisava ser feito. No canso de repetir que apenas um estado que equilibra suas contas, s um estado que retoma o processo de investimentos pode ter capacidade de fazer o planejamento que estamos fazendo hoje, at mesmo abdicando de receitas garantidas que teramos no crescimento da economia mineira", disse o governador, em seu pronunciamento.

    A reduo das alquotas do Imposto sobre Circulao de Mercadorias e Servios (ICMS) a principal alterao proposta pelo Governo de Minas. Em alguns casos, o ICMS ser reduzido em at 60% (materiais de construo e escritrio, pedras ornamentais, derivados de leite, cachaa e prestao de servios de passageiros), podendo chegar a 0%, sendo o caso das transaes de produtos artesanais entre cooperados e cooperativas.

    "Todas as medidas que esto sendo anunciadas e encaminhadas para discusso e aprovao pela Assemblia Legislativa do Estado tm a mesma lgica: garantir maior competitividade economia mineira, a ampliao de determinados setores dessa economia e promover um ajustamento que se fazia necessrio. Estamos corrigindo distores entre nossas alquotas e de outros estados, que dificultavam a nossa competitividade", disse o governador.
    lcool
    Atendendo a uma antiga reivindicao do setor produtivo, o ICMS aplicado sobre o lcool combustvel na operao entre a usina e o distribuidor ser reduzido de 25% para 12%. A indstria da cachaa e aguardente de cana ser beneficiada pela reduo de 18% para 12% na alquota do imposto.

    "Grande parte dessas demandas nos foi encaminhada pelas entidades de classe, que foram discutidas e grande parte delas acatadas. Queremos que, logo aps a aprovao dessa proposta na Assemblia, as mudanas comecem a ser implementadas, o que esperamos que acontea ainda este ano", disse Acio Neves.
    Justia fiscal
    Se o projeto de lei for aprovado pelos deputados mineiros, os pequenos e mdios produtores rurais, em torno de 800 mil, passaro a ter um tratamento tributrio simplificado e as empresas inscritas no Simples Nacional ficaro isentas de taxas, como acontecia no Simples Minas. Nos servios prestados via Internet, pela Secretaria de Estado da Fazenda, o cidado ser beneficiado com a reduo ou iseno de taxas. A Certido Negativa de Dbito (CND), por exemplo, que hoje taxada em R$ 25,62, poder ser emitida pela internet sem nenhum custo.
    "Com as medidas propostas, Minas Gerais ajusta sua legislao, aumenta a competitividade da indstria, equipara com o tratamento tributrio de outros Estados e promove justia fiscal. Todas as alquotas que estamos reduzindo para gerar competio entre as nossas indstrias e as indstrias de fora. Esse um desejo de vrias associaes e entidades, e que dentro do espao que podamos fazer, ns o fizemos", afirmou o secretrio de Estado de Fazenda, Simo Cirineu.
    Maior rigor
    Somado aos benefcios, o Estado quer tambm maior rigor com aqueles que no cumprem regularmente com suas obrigaes fiscais. Nesta linha, est propondo melhor definio do que so documentos falsos e inidneos, alm de esclarecimento para as hipteses de cancelamento ou suspenso de inscrio estadual.
    Essa situao poder ser aplicada para todas as empresas que fizerem a identificao incorreta, falta ou recusa de identificao dos controladores ou beneficirios de empresas de investimento sediadas no exterior, que figurem no quadro societrio de empresa envolvida em ilcitos fiscais, ou que indicarem dados cadastrais falsos.
    No caso dos postos de combustveis e visando garantir aos consumidores finais produtos de qualidade, o Estado prope o cancelamento ou suspenso de inscrio estadual se o estabelecimento violar o lacre das bombas, fora do disposto na legislao, e se reincidir na aquisio, distribuio, transporte, estocagem ou revenda de combustvel adulterado ou fora dos padres legais.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 18, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Solenidade de entrega da Medalha JK, em Diamantina. Na foto, da esquerda para a direita os deputados estaduais: Ademir Luca, Andr Quinto, Alencar da Silveira, Dinis Pinheiro, Djalma Diniz e Domingos Svio.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 18, 2007

    GIRO PELO INTERIOR DE MINAS. O destaque vem da coluna de ric Terzi do barbacenaonline. o TRIO musical "Ldica Msica" que se apresentou no restaurante Ginos IL Candelabrado. O Ldica Msica estar no programa SOM BRASIL da Rede GLobo, sexta-feira dia 21. Recomendo conferir!


    Stella Lima, Gutti Mendes, Rosana Brito, Regina Morais Silveira e Isabela Ladeira.
    Ldica Msica
    Bossa Nova e Som Brasil
    O Ldica Msica em formato trio se apresentou na noite da ltima sexta-feira no Gino's Il Candelabro com o show Tributo a Bossa Nova, movimentando musical que est completando 50 anos e colocou o Brasil no patamar dos grandes na msica mundial. A noite teve produo executiva da dupla de poderosas, Stella Lima/Regina Morais Silveira, e o Ldica foi aplaudido de p e bisou com Corazn Partio numa releitura impecvel. No prximo dia 21, o Ldica Msica estar no programa Som Brasil da TV Globo (atualmente a mais importante vitrine para os novos talentos da msica no pas) interpretando trs canes de Ivan Lins, artista homenageado nesta edio da atrao e padrinho do grupo.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 18, 2007

    Sucesso Prefeitura de BH. PSC poder ter candidato a prefeito. O nome? O deputado Fbio Avelar, que est no seu segundo mandato.

                     A informao nos foi dada, com exclusividade, pelo presidente nacional do PSC, o advogado Vctor Nsseis. Para ele o nome que se encaixa no atual quadro sucessrio da capital, em seu partido, o do deputado Fbio Avelar. O parlamentar tem grande atuao em BH, foi diretor da Copasa no governo Hlio Garcia e Eduardo Azeredo e como engenheiro conhece bem os problemas da capital mineira. 
                     Agora a pouco, falei com o deputado Fbio Avelar sobre a pr-candidatura dele. O deputado deu um sorriso e, mineiramente brincou: " vai falando, vai falando"...                 


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 18, 2007

    Corpo de ex-presidente da Assemblia de Minas, deputado Gensio Bernardino, foi velado no Salo Nobre. Ele morreu aos 82 anos. O enterro foi nesta segunda-feira. Lamentamos a morte do ilustre parlamentar e enviamos psames famlia. O que Gensio Barnardino representou para a histria poltica de Minas est num programa especial " MDIA e PODER" gravado pela TV Assemblia h uns dois anos e que foi ao ar ontem, como forma de homenagear a memria do grande parlamentar mineiro. Fica o registro.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 18, 2007

    Gesto do FUNTTEL. Ministro Hlio Costa, das Comunicaes, participa agora pela manh no Congresso Nacional do Painel " A Nova Poltica para as Comunicaes" em Conferncia Nacional, que comeou ontem e vai at quarta-feira, em Braslia.


                                        
    A poltica pblica de gesto do espectro como bem pblico, as mudanas na regulamentao da radiodifuso brasileira e a viso estratgica e evoluo na gesto do Funttel so alguns dos destaques do Ministrio das Comunicaes na Conferncia Nacional preparatria de Comunicaes, que acontece de 17 a 19 de setembro, no Congresso Nacional.
     
    O ministro das Comunicaes, Hlio Costa, fez a abertura do evento, s 19h30 de ontem dia 17, e participar do painel sobre a nova poltica para as comunicaes brasileiras, s 8h30 do dia 18.
     
    A Conferncia realizada pelo Ministrio das Comunicaes e a Comisso de Cincia e Tecnologia, Comunicao e Informtica da Cmara dos Deputados e do Senado Federal.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 18, 2007

    Presidente do grupo FIAT, o paulista Cledorvino Belini o mais novo Cidado de Minas. O Ttulo foi entregue pelo deputado Alberto Pinto Coelho - presidente do Parlamento Mineiro - e autor do requerimento; o deputado Agostinho Patrus Filho, acompanhado de seu pai, o ex-deputado e ex-presidente da Assemblia de Minas, Agostinho Patrus. A Reunio Especial foi transmitida AO VIVO pela TV Assemblia.

                           O ttulo foi concedido ao alto executivo da Fiat Automveis, Cledorvino Belini, pelo governador Acio Neves, atravs de requerimento do deputado Alberto Pinto Coelho, presidente da Assemblia Legislativa de Minas.
                          QUEM CLEDORVINO BELINI?
                         O executivo Belini o primeiro brasileiro a comandar uma unidade da Fiat na Amrica Latina e ter contribudo decisivamente para lev-la liderana entre as montadoras nacionais. Belini tem 57 anos e assumiu a presidncia da Fiat Automveis. Ele formado em Administrao Finaceira pela USP e Advanced MBA pelo ENCEAD/FDC, em Fontainebeau na Franas. Belini paulista, nasceu na capital. 

                                     Fiat supera recordes e amplia a liderana de vendas 
                                                          site www.fiat.com.br
    Com o emplacamento de 60.208 veculos em agosto mais de 10.000 unidades acima do segundo colocado a Fiat mais uma vez amplia a sua liderana no mercado brasileiro de automveis e veculos comerciais leves. No ms, a participao da marca foi de 26,9% do total de emplacamentos, segundo dados do Registro Nacional de Veculos Automotores (Renavam) divulgados hoje (06/09) pela Anfavea.
    No acumulado de janeiro a agosto deste ano, os emplacamentos da Fiat atingiram 380.396 unidades, ou 26,1% do total de automveis e veculos comerciais leves registrados no pas. A diferena para a segunda colocada no ranking de vendas agora de 43.650 unidades. A Fiat consolida, assim, a liderana no mercado pelo terceiro ano consecutivo, depois de ter sido a marca lder na preferncia do consumidor brasileiro tambm nos anos de 2001 a 2003. No histrico de vendas acumuladas nos ltimos sete anos, a Fiat a marca que mais emplacou automveis e veculos comerciais leves no pas.
    Outro destaque da Fiat no perodo foi o desempenho do Fiat Palio. Em agosto, foram emplacadas 22.357 unidades do modelo, que foi o mais vendido do mercado brasileiro. No acumulado do ano, j foram emplacados 142.056 unidades do Palio, um crescimento de 48,4% frente ao mesmo perodo de 2006.
    Tambm o Fiat Siena vem tendo um desempenho muito acima do mercado. Este ano, j foram vendidas 55.712 unidades do modelo, ou 87,8% acima do registrado de janeiro a agosto do ano passado. No ms, foram vendidos 9.331 Fiat Siena, dos quais a verso Tetrafuel foi um dos destaques, com 1.042 unidades emplacadas, bem acima da previso inicial.
    Tambm a picape Fiat Strada repete o bom desempenho que vem tendo ao longo dos anos como veculo comercial leve mais vendido do Brasil. No acumulado do ano, foram emplacadas 39.551 Fiat Strada, 48,8% acima do volume dos oito primeiros meses de 2006.
    Recordes
    Os resultados de vendas em agosto e no acumulado do ano so recordes na histria da Fiat, em 31 anos de operaes no Brasil. Os volumes de produo tambm superam as marcas histricas, que haviam sido registradas no ms anterior, julho. Em agosto, a Fiat produziu 69.787 veculos, elevando o total acumulado no ano para 466.850 unidades. O crescimento da produo foi de 30,9% no ms e de 26,5% no ano, em relao aos mesmos perodos de 2006.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 18, 2007

    Dinossauros no Tringulo Mineiro. Destaque para o "Uberabasuchus Terrificus"!

                                    Uberaba poder ter parque dos dinossauros
    A construo de um parque dos dinossauros no bairro de Peirpolis, em Uberaba, Tringulo Mineiro, voltado para o turismo cientfico e ambiental e com o potencial para receber mais de 100 mil turistas anualmente foi discutida pela Comisso de Turismo, Indstria, Comrcio e Cooperativismo da Assemblia Legislativa de Minas Gerais. A audincia pblica que debateu a viabilizao do Projeto "Uberaba - Terra dos Dinossauros" realizada, nesta segunda-feira (17/9/07), em Uberaba, contou com a presena de representantes do poder pblico e da comunidade local e foi requerida pelo deputado Fahim Sawan (PSDB).
    Os deputados tiveram a oportunidade de conhecer os locais em que esto sendo feitas as escavaes dos fsseis e o Museu dos Dinossauros. O diretor do museu, Luiz Carlos Borges Ribeiro, explicou que a rea de Peirpolis considerada um stio paleontolgico de grande importncia, onde j foram encontrados fsseis de relevncia cientfica. "Apesar de sermos a nica equipe permanente de escavaes hoje no Brasil, a maior parte do stio paleontolgico ainda no foi explorada", afirmou.
    O diretor do museu explicou que o projeto tem como objetivo potencializar o aproveitamento do turismo cientfico na regio e prev, por exemplo, a construo de um novo museu, de uma ferrovia que ir levar os visitantes at a rea onde so feitas as escavaes e de um jardim reproduzindo a vegetao do perodo dos dinossauros. "Queremos fazer de toda rea um parque, com informaes e estrutura para atender aos turistas", afirmou.
    Segundo Luiz Carlos Ribeiro, atualmente o Museu dos Dinossauros j recebe mais de 70 mil turistas durante o ano. "Acredito que se o parque for construdo poderemos aumentar esse nmero para pelo menos 100 mil turistas anualmente", afirmou. O diretor do museu disse que os clculos indicam que a construo do parque dever custar cerca de R$ 7 milhes e que para tanto necessria a participao do poder pblico, da iniciativa privada e da comunidade.
    Fsseis - Durante a visita, Luiz Carlos Ribeiro contou para os deputados e convidados a histria do stio paleontolgico de Peirpolis. De acordo com ele, os fsseis de dinossauros que j foram encontrados viveram na regio no perodo de 72 a 65 milhes de anos atrs. Atualmente, o museu j conta com um acervo de mais de 1.500 peas.
    O grande destaque do museu o fssil de um dinossauro, conhecido como uberabasuchus terrificus. Ele foi encontrado praticamente intacto em Peirpolis e o nico exemplar conhecido. "A descoberta desse fssil ajudou os cientistas a comprovar a teoria de que durante determinado perodo a Amrica do Sul esteve unida ao continente africano", afirmou Luiz Carlos Ribeiro. Segundo ele, isso aconteceu porque somente na frica foi encontrado um fssil semelhante.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 17, 2007

    No Mundo Poltico da TV Assemblia hoje, 22h30m, o deputado federal, Rodrigo de Castro, PSDB mineiro, fala sobre a CPMF.











    Mundo Poltico


    O assunto do programa desta segunda-feira (17) a votao pelo Congresso da proposta de emenda constituio que prorroga a CPMF. Os convidados so os deputados federais Rodrigo de Castro (PSDB/MG), membro da Comisso Especial que analisa a proposta, e Reginaldo Lopes (PT/MG), da Comisso de Desenvolvimento Econmico da Cmara dos Deputados. O Mundo Poltico vai ao ar s 22h30, com reapresentao na tera, s 8h e 13h.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 17, 2007

    Vem a o BAILE DA AMIZADE do Lions Clube Marlia de Dirceu. Ser no Buffet Catarina na quinta-feira, dia 20.

                         O jantar beneficente - com a renda para quem precisa de cirurgia de catarata - foi organizado pela eficiente equipe do presidente do Lions Marlia de Dirceu, Jos Wilson, marcando sua primeira - e j vitoriosa ao - na presidncia do clube de servios. As mesas podem ser adquiridas pelo telefone  99842093. O convite individual custa 100 reais, com direiro a manobristas na porta do Buffet Catarina, jantar requintado, sorteiro de brindes e baile que vai varar a madrugada. Recomendo!

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 17, 2007

    Presidente da FIAT, Cledorvino Belini, recebe agora ( 20h30m), o Ttulo de Cidado Honorrio de Minas. Acompanhe ao VIVO pela TV Assemblia. Em BH, s ligar no canal 11 a cabo. No Interior de Minas: UHF.

                         O ttulo foi dado ao alto executivo da Fiat Automveis, Cledorvino Belini, pelo governador Acio Neves, atravs de requerimento do deputado Alberto Pinto Coelho,PP, presidente do Parlamento Mineiro. O parlamentar diise que o ttulo a Bellini deve-se identificao de seu trabalho empresarial com os relevantes e superiores interesses de Minas.
                          QUEM CLEDORVINO BELINI?
                         O executivo Belini o primeiro brasileiro a comandar uma unidade da Fiat na Amrica Latina e ter contribudo decisivamente para lev-la liderana entre as montadoras nacionais. Belini tem 57 anos e assumiu a presidncia da Fiat Automveis. Ele formado em Administrao Finaceira pela USP e Advanced MBA pelo ENCEAD/FDC, em Fontainebeau na Franas. Belini paulista, nasceu na capital.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 17, 2007

    Casas Populares.









                                         Governo do Estado inaugura casas populares na RMBH

     









       

    Divulgao/Cohab

    O Governo de Minas est construindo 1.170 moradias populares destinadas a famlias de baixa renda em sete municpios da Regio Metropolitana de Belo Horizonte. Nesta tera-feira (18), s 17h, a Companhia de Habitao do Estado de Minas Gerais (Cohab-MG), que desenvolve a poltica habitacional do Governo mineiro, ir completar a entrega das 104 moradias construdas em dois conjuntos habitacionais em Itatiaiuu.

    Parte destas moradias j foi inaugurada e integra o conjunto habitacional Bairro Higino Fonseca, com 77 casas. Agora, sero entregues as 27 chaves do Conjunto do Bairro Pinheiro (foto), localizado s margens da BR 381, totalizando as 104 que o Programa Lares Geraes Habitao Popular destinou ao municpio.

    O programa, entretanto, mais abrangente e atinge todas as regies do Estado onde est concluindo a entrega de chaves de 12.857 unidades habitacionais em 139 cidades, beneficiando cerca de 55 mil mineiros. Ainda nesta tera-feira, a Cohab inaugura, s 18h, o Conjunto Habitacional Ascendino de Paiva, com 28 casas, em Sem Peixe, na regio da Zona da Mata Mineira. 

    O programa Lares Geraes representa para Minas Gerais e, no caso, para Itatiaiuu, a possibilidade da aquisio de uma moradia digna pela populao com custo reduzido devido s aes conjuntas da prefeitura e governo estadual. O Lares Geraes um meio de se promover a justia social. Em Itatiaiuu, onde, devido s caractersticas econmicas do municpio, os alugueis so relativamente altos, a prestao de uma moradia do programa representa, pelo menos, um tero do valor de um aluguel de uma casa modesta, afirmou o prefeito do municpio, Wagner Mendona Chaves.

    O prefeito de Sem Peixe, Domingos Svio de Miranda Paiva, avana nesse raciocnio e assegura que a facilitao ao acesso casa prpria a famlias carentes a principal obra que um administrador pode fazer para a sua populao. Este investimento traz benefcios de valores imensurveis. A casa prpria significa, alm de abrigo de promoo da elevao da auto-estima e dignidade de toda uma famlia, acrescentou.

    Na Regio Metropolitana de Belo Horizonte, a ao do Lares Geraes atendeu aos seguintes municpios: Betim, Esmeraldas, Itatiaiuu, Juatuba, Mateus Leme, Nova Lima e So Joaquim de Bicas. Na segunda etapa do programa, que j est em plena execuo, o Governo mineiro vai construir no perodo de 2007/2010, mais 40 mil novas moradias em todo o Estado.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 17, 2007

    Deputados da Comisso de Assuntos Municipais de olho no Shopping i, localizado no centro de Belo Horizonte.












                          Parlamentares querem desapropriao de prdio do Shopping Oi

    Os deputados da Comisso de Assuntos Municipais e Regionalizao da Assemblia Legislativa de Minas Gerais vo sugerir Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), por meio de um requerimento, a desapropriao do edifcio do Shopping Oiapoque (Oi), localizado no centro da Capital. A deciso foi tomada durante a reunio desta segunda-feira (17/9/07), que debateu com representantes dos lojistas, da PBH e da JAL Resende Costa Empreendimentos - proprietria do edifcio -, o aumento do valor dos aluguis no shopping e a iminente resciso unilateral dos contratos de locao das lojas e boxes. A audincia aconteceu a pedido dos deputados Wander Borges (PSB), Weliton Prado (PT) e Ronaldo Magalhes (PSDB) e da deputada Ceclia Ferramenta (PT). O requerimento que pede a desapropriao do imvel dever ser votado nas prximas reunies da comisso.

    De acordo com o deputado Wander Borges, de 2003, quando o shopping foi inaugurado, at hoje, os valores dos aluguis aumentaram de R$ 100 para R$ 300, e o empreendedor estaria pedindo um reajuste que elevaria os preos para at R$ 1,5 mil. Isto geraria um aumento de 1.400% no valor, no perodo. Segundo ele, nem no shopping Ptio Savassi os preos so to elevados, uma vez que, pelo mesmo espao, naquele empreendimento, so cobrados aproximadamente R$ 700. "A PBH, que coordenou a ida dos ento camels para o shopping co-responsvel pela situao e parece estar sendo omissa ao que vem acontecendo. O imvel privado, mas o interesse claramente pblico", afirmou o parlamentar.

    O deputado Weliton Prado, presidente da Comisso de Assuntos Municipais, tambm se indignou com a proposta de aumento de preos. Para ele, as reclamaes dos lojistas so pertinentes e o reajuste invivel. "Foge ao bom senso e no tem embasamento nem na inflao, nem no ndice Geral de Preos, que poderiam servir de parmetro", reforou.

    A presidente da Associao de Economia Informal do Canteiro, Rose Mary da Silva, lembrou que a negociao para a ida dos camels para o Shopping Oi foi conduzida pela PBH, que teria praticamente os obrigado a se instalarem no local. "Ns queramos outro local para trabalhar, mas no tivemos opo: ou entrvamos ou ficaramos ilegais. No somos locatrios comuns, fomos colocados ali pela Prefeitura, e agora estamos correndo o risco de ser despejados. Se a situao no for resolvida, voltaremos a trabalhar na rua", enfatizou.

    Contrato - O representante da Associao Brasileira dos Advogados do Mercado Imobilirio, Knio Pereira, disse que o contrato firmado entre a JAL e os lojistas os induziu ao erro, uma vez que d a entender que o prdio pblico e no privado. Ele disse ainda que, segundo pesquisa realizada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o valor do metro quadrado no centro da cidade custa R$ 12, mas o cobrado no shopping Oi chega a R$ 60. "O preo j alto e o direito de propriedade que condiciona a posse sua funo social est sendo violado. A PBH deve e pode desapropriar o imvel e dar a preferncia da compra aos inquilinos, que so os lojistas", afirmou. Ele lembra ainda que a JAL pede um aumento de 400%, s esse ano, mas a inflao gira em torno de 4%. "A reviso dos preos, conforme a lei do inquilinato, s poder ser feita em 2009, j que o ltimo reajuste foi feito em 2006", concluiu.O representante da Associao Brasileira dos Advogados do Mercado Imobilirio, Knio Pereira, disse que o contrato firmado entre a JAL e os lojistas os induziu ao erro, uma vez que d a entender que o prdio pblico e no privado. Ele disse ainda que, segundo pesquisa realizada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o valor do metro quadrado no centro da cidade custa R$ 12, mas o cobrado no shopping Oi chega a R$ 60. "O preo j alto e o direito de propriedade que condiciona a posse sua funo social est sendo violado. A PBH deve e pode desapropriar o imvel e dar a preferncia da compra aos inquilinos, que so os lojistas", afirmou. Ele lembra ainda que a JAL pede um aumento de 400%, s esse ano, mas a inflao gira em torno de 4%. "A reviso dos preos, conforme a lei do inquilinato, s poder ser feita em 2009, j que o ltimo reajuste foi feito em 2006", concluiu.

    Empreendedor considera reajuste abaixo do valor de mercado

    O proprietrio da JAL Empreendimentos, dona do imvel, Mrio Valadares Resende Costa, disse que o Shopping Oi no se caracteriza como shopping popular, uma vez que nunca recebeu sequer um centavo do poder pblico. Ele afirma que investiu sozinho na compra do edifcio e sempre teve uma postura paternalista com os lojistas. Durante a reunio, ele relatou como foi feito o acordo com os ento camels para a instalao do centro comercial. "Eles gastavam R$ 300 para se manterem nas ruas e o primeiro contrato de aluguel foi de R$ 100. A administrao do empreendimento foi passada a eles, e hoje, as condies financeiras dos lojistas so muito superiores s daquele perodo," disse.

    Valadares afirmou ainda que os reajustes foram acordados com os proprietrios de lojas no shopping para proporcionar melhorias no edifcio e que, se o valor sugerido de aluguel no centro de R$ 12, o valor de mercado, cobrado na prtica, outro. "Estamos pedindo um valor inferior a 7% da arrecadao mensal dos lojistas, conforme feito com os demais shoppings da cidade. Somos um empreendimento 100% privado e nossa postura sempre foi flexvel e at paternalista", disse.

    Os representantes dos proprietrios de lojas no local acusam a JAL de arbitrariedade, uma vez que foram distribudos documentos que condicionam a permanncia no shopping ao pagamento do novo valor de aluguel. "H pessoas que ainda no sabem onde e como vo trabalhar. Alguma coisa deve ser feita, mas falta vontade poltica", disse o lojista Hlio Muniz.

    PBH nega omisso

    O gerente Regional de Centros de Comrcio Populares da PBH, Welton Malta, disse que o rgo coordenou com transparncia a ida dos camels para o Shopping Oi, de acordo com o Cdigo de Posturas, mas que sem a parceria pblico-privada com a JAL talvez o local no fosse to bem-sucedido. "Uma soluo para ambas as partes tem que ser encontrada, mas acredito que o confronto no seja o melhor caminho. Espero que o shopping seja legalizado, regularizado e profissionalizado. Todos os envolvidos podem contar com a Prefeitura nesse processo", prometeu.

    Ao final da reunio, a Comisso de Assuntos Municipais aprovou requerimento, de autoria dos deputados Weliton Prado, Ronaldo Magalhes e Wander Borges, para a realizao de uma visita ao Ministrio Pblico Estadual, para verificar o contedo e situao dos contratos relacionados aos shoppings populares em Belo Horizonte.

    Presenas - Deputados Weliton Prado (PT), presidente; Ronaldo Magalhes (PSDB), vice; e Wander Borges (PSB).Deputados Weliton Prado (PT), presidente; Ronaldo Magalhes (PSDB), vice; e Wander Borges (PSB).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Setembro 16, 2007

    Coloque na sua agenda da semana. Em Venda Nova comea amanh e vai at quarta-feira Conferncia promovida pela Assembla Legislativa e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional e Poltica Urbana.

                            3 Conferncia das Cidades comea nesta segunda-feira (17)

    A 3 Conferncia das Cidades de Minas Gerais, organizada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional e Poltica Urbana e pela Assemblia Legislativa de Minas Gerais, deve reunir 1.200 pessoas no Sesc Venda Nova entre os dias 17 de 19 de setembro. O evento vai reunir representantes de 305 municpios mineiros e de 180 movimentos populares, alm de empresrios, administradores pblicos, entidades de pesquisa, sindicatos e organizaes no-governamentais ligadas ao desenvolvimento urbano. Ser uma etapa preparatria para a 3 Conferncia Nacional das Cidades, marcada para novembro deste ano.

    O objetivo da conferncia, que tem como lema "Desenvolvimento urbano com participao popular e justia social", identificar os principais problemas enfrentados pelos municpios ou microrregies, nas reas de habitao, saneamento, meio ambiente, transporte e trnsito. Esse diagnstico, que ser encaminhado ao Governo do Estado, fundamentar a definio de novas diretrizes para o desenvolvimento regional e posteriormente ser remetido ao Governo Federal para subsidiar a Poltica Nacional de Desenvolvimento Urbano.

    Na ocasio, alm da eleio dos 122 delegados que representaro Minas Gerais na conferncia nacional, haver a eleio dos integrantes do Conselho Estadual de Desenvolvimento Regional e Poltica Urbana. Tambm ser a oportunidade para a avaliao dos resultados das deliberaes da 1 e 2 Conferncias das Cidades de Minas Gerais

    A Conferncia das Cidades foi instituda em 2003 por lei federal, devendo ser realizada a cada dois anos em nveis municipal, estadual e nacional. A programao completa da 3 Conferncia das Cidades de Minas Gerais pode ser acessada no hot site do evento, na pgina da Assemblia: www.almg.gov.br.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Setembro 16, 2007

    Colocar lcool no tanque fica mais em conta em Minas. As informaes foram enviados ao nosso BLOG DE NOTCIAS pla assessoria de Comunicao do Siamig/Sindacar, presidido pelo empresrio Luiz Custdio Cotta Martins.

    LCOOL MAIS VANTAJOSO EM MINAS GERAIS

     

    A Agncia Estado, jornais HOJE EM DIA e DIRIO DO COMRCIO e BAND NEWS (12/9) divulgaram  que abastecer com lcool est mais vantajosos do que a gasolina. O aumento da oferta de cana-de-acar em Minas Gerais na safra 2007/08 tem contribudo para uma reduo na relao de preos entre lcool combustvel e a gasolina nas bombas.

     Dados divulgados pela ANP Agncia Nacional do Petrleo, indicam que na primeira semana de setembro (entre os dias 2 a 8), o valor medido do litro do lcool R$ 1,48 representava 64% do preo da gasolina de R$ 2,32 o litro na regio Metropolitana de Belo Horizonte. a menor relao dos ltimos quatro anos.

    No mesmo perodo, a mdia de preos para o litro do lcool hidratado no estado atingiu R$ 1,51, enquanto que a gasolina chegou a R$ 2,35, diferena de 64,2%. De acordo com Assessor Econmico do Siamig/Sindacar-MG, Mrio Campos, quando a relao de preos entre os dois combustveis fica abaixo de 70% (diviso do preo do lcool pelo da gasolina), o consumo de lcool se torna vivel para o consumidor.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Setembro 16, 2007

    Cresce produo da cana-de-acar em Minas. Confira os nmeros do Siamig/Sindacar.

     A Assessoria Econmica do Siamig/Sindacar-MG informa que, at 31 de agosto, a produo de cana-de-acar em Minas Gerais situou em 22,7 milhes de toneladas, alta de 23,7% sobre os 18,3 milhes de toneladas da safra passada. O volume representa cerca de 62% da previso da safra mineira 2007/08 de  36,5 milhes de toneladas. A produo de acar est em 1,35 milho de tonelada, alta de 6,8% do volume da safra passada de 1,26 milho, no mesmo perodo. A produo de lcool est em 1,03 bilho de litros, alta de 32,4% frente aos 780 milhes de litros do mesmo perodo da safra passada. O mix de produo est em 44,4% da cana destinada para acar e 55,6% para lcool.

                .As exportaes totalizam 168 milhes de litros, aumento de 45% frente ao mesmo perodo do ano passado de 115 milhes de litros.

                . O destaque fica com o grande volume de produo na quinzena (15-31) de agosto, que atingiu 2,094 milhes de toneladas de cana, provavelmente, o pico da safra.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 15, 2007

    VIA VERDE. CAMINHADA MARCADA PARA DIA 22. QUEM FOR, VAI SAIR DE nibus de Desterro do Melo - fica a 200 kms de BH e 32 de Barbacena, no Caminho do Meio da Estrada Real. Este Blogueiro , para minha honra, o Patrono da VIA VERDE.





    O Governo do Municpio de Desterro do Melo convida voc para participar da 1 Caminha Ecolgica, a ser realizada na "Via Verde".
    A sada ser no Parqiue do Xopot, s 08h do dia 22 de setembro, vspera da primavera.
    Participe!




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 15, 2007

    Comercializao de Aves Vivas -a polmica - no programa AssembliA Debate que ancoramos, HOJE, s 22h30m na TV Assemblia. Assista! : no cabo no acanal 11 e no UHF ( Intrior de Minas).











    Assemblia Debate

    Os impactos das novas regras para comercializao de aves vivas dentro de Minas Gerais o assunto desta semana. Participam da discusso o diretor tcnico do Instituto Mineiro de Agropecuria, Pedro Hartung, e os deputados Vanderley Jangrossi (PP), Padre Joo (PT) e Antnio Carlos Arantes (PSC). O Assemblia Debate vai ao ar hoje, sbado, s 22h30, domingo, s 13h e segunda, s 23h.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 15, 2007

    Estamos a caminho dos 400 MIL acessos ao nosso BLOG DE NOTCIAS. Os nmeros so do provedor TERRA. Obrigado a voc que nos prestigia!



























    Posts:
     2.153

    Rascunhos:
     41

    Comentrios:
     51.988

    Visitas nicas:
     377.156

    Pageviews:
     385.249
     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 15, 2007

    Hlio Costa e Patrus foram a Barbacena na sexta-feira participa do II Encontro Regional de Produtores da Agricultura Familiar. As informaes so do barbacenaonline.








         Em visita oficial, Ministros de Lula vm a Barbacena







                                                                                      J. REINALDO











    Os ministros Patrus Ananias, do Desenvolvimento Social e Combate Fome, e Hlio Costa, das Comunicaes, visitaram Barbacena oficialmente na manh desta sexta-feira, 14. Juntos, eles trouxeram a mensagem do presidente Lula reafirmando o compromisso do Governo Federal com os investimentos na agricultura familiar, em especial no programa de aquisio de alimentos que j beneficia cerca de seiscentos agricultores e setenta mil pessoas carentes em toda regio.

    J. Reinaldo













    Patrus Ananias e Hlio Costa, estiveram em Barbacena nesta sexta-feira, 14
     







    Logo pela manh, s 8 horas, ao lado do Terminal Rodovirio, teve inicio a concentrao de caminhes carregados com produtos hortifrutigranjeiros que seguiram em carreata, passando pelas principais ruas da cidade em direo a Escola Agrotcnica Federal de Barbacena, onde aconteceu o II Encontro Regional de Produtores da Agricultura Familiar.

    Em seu pronunciamento, Hlio Costa destacou o sucesso do projeto e disse que de 2002 a 2007, no comando de Patrus Ananias, a regio de Barbacena passou de 200 para 2 mil operaes, ou seja, foi de R$600 mil para R$ 2 milhes de reais investidos, beneficiando mais de 70 mil pessoas. "Estamos em boas mos. Estar nas mos de Patrus estar na mo do Presidente Lula. Eu sei que os dois so abenoados por Deus", completou.

    J o Ministro Patrus Ananias, disse que veio para ficar, pois o PAA tornou-se agora uma prioridade. "Estive em uma reunio com ministros da rea social, onde Lula fez os mais rasgados elogios ao Programa de Aquisio de Alimentos, tambm conhecido por Programa da compra Direta", assinalou. Segundo ele, o programa garante a renda e a gerao de empregos, permitindo que agricultores e familiares permaneam no campo, produzindo alimentos e preservando seus valores.

    Estiveram presentes prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, lideranas polticas e comunitrias, presidentes e diretores de entidades de Barbacena e dos 38 municpios da regio, numa grande participao popular contando ainda com representantes de outros programas e projetos sociais desenvolvidos pelo Governo Federal, como, por exemplo, o Consrcio Social da Juventude que participou do programa de aquisio de alimentos.

    Em uma sala reservada, foi entregue o documento com o projeto de expanso das Associaes e Cooperativas da Agricultura Familiar, CRSAN Vertentes I e lideranas ligadas ao PAA (Programa de Aquisio de Alimentos), para o Ministro Patrus Ananias, alm da fala de alguns produtores. Em tempo, no ginsio da EAFB, foram feitas doaes de vrios hortifrutigranjeiros s entidades beneficiadas pelo projeto.

    Em seguida, por volta das 11h30, a comitiva seguiu rumo Pastoral da Criana, onde foi recebida pelo Padre Jos Antnio. Logo, partiram para uma visita Sociedade So Miguel Arcanjo.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 15, 2007

    Minisitro Hlio Costa hoje em BH prestigia carteiros atletas.

    Corrida dos Carteiros vai reunir cerca de 2 mil corredores em Belo Horizonte



    Competio promovida pelos Correios h 12 anos atrai atletas brasileiros e estrangeiros

     O ministro das Comunicaes, Hlio Costa, ir assistir a largada do XI Circuito Nacional de Corrida do Carteiro - Etapa Regional Minas Gerais. A corrida, com percurso de 10km, acontece neste sbado (15/09), na capital mineira.

     A premiao ser dividida por quatro categorias: geral, por faixa etria, portadores de deficincia fsica e funcionrios dos Correios. Todos os atletas que conclurem a prova recebero medalha de participao.

     O evento j uma tradio nos 24 estados onde realizado, mobilizando milhares de atletas em todo o pas. Em 2005 participaram 32 mil pessoas e espera-se um novo recorde neste ano. 

     Mais informaes podem ser obtidas no endereo eletrnico www.corridadocarteiro.com.br.

    Data: Dia 15 de Setembro de 2007 Horrio: 16h
    Local: Em frente ao prdio dos Correios(Av. Afonso Pena, 1270 / Centro - BH)


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 15, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS.






                         Acio condecora Procurador-Geral da Repblica e Ministro do TSE












    Omar Freire/Imprensa MG
     




    Acio Neves condecorou o Procurador-Geral da Repblica, Antnio Fernando de Souza, com a Grande Medalha da Inconfidncia e o Ministro do TSE, Jos Gerardo Grossi, com a Grande Medalha Presidente Juscelino Kubitschek



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 14, 2007

    Casamento elegante em Barbacena. O de Ana Cristina Shaw com Marco Aurlio de Melo. O colunista Idinando Borges, nosso velho amigo do portal barbacenaonline documentou para nosso BLOG DE NOTCIAS. Vale conferir!








                                   Sim ao pr-do-sol


    Fred Furtado e Marco Aurlio Melo e Rebeca Veloso Shaw Compromisso!

    A arquitetura do Garden Party para a celebrao da unio de Rebecca Veloso Shaw e Marco Aurlio de Melo foi idealizada pela prpria noiva com a participao da talentosa Ana Cristina Pequeno Veloso e no convite, a antecipao do que seria uma tarde de encantamento. Foi no stio Chalezinho, residncia de Mark William Wentworth Shaw, o elegante ingls que veio trazer tecnologia para Barbacena e aqui ficou, naturalmente sem esquecer as razes da terra de Elizabeth, a rainha.


    Portrait sob rosas: Mark Shaw, Marco Aurlio Melo, Ana Cristina Veloso e Rebecca Shaw e
    detalhe da mesa de caf com foto de Edson Incio

    Alm da beleza natural do lugar, o verde contrastando com as bougainville e o gazebo a cu aberto, estrategicamente no centro do jardim, permitiu talentosa Maria do Carmo Guimares da "Decoraes Catarine" usar rosas em tons degrad e criar um clima de sonho para uma grande data. O cerimonial foi conduzido por Graziela Braga com competncia. A msica, originalssima, foi com o quinteto de sopro da nossa Epcar.

















    O noivo e a me, Maria Melo

    Jos Francisco de Melo



    Mark Shaw e Lucy Berenguer

    Ana Cristina Pequeno Veloso e
    Csar Sales Borges

    O Vesturio foi em estilo ingls, do noivo e respectivos pais: Jos Francisco de Melo e Mark Shaw; fraque e cartola e as mes: Ana Cristina Pequeno Veloso e Margarida Melo com chapus. A noiva, que estilista, usou renda, estilo princesa, sapatos e fita bord. Oficializou a cerimnia, o homem de teatro, Fred Furtado que em tom fraterno, disse o que todos sabem: o amor sublime e est alm das convenes.
















    Flvio e Antonieta Kilson Borges

    Adelaide Marra e Natlia Shaw



    William Resende Shaw

    Neida Resende Shaw

    Em uma enorme tenda, montada com mveis rsticos da Star Decoraes, mesas de doze lugares, arranjos florais com rosas, rosas colombianas em tons degrad e lustres de cristais ficou cinematograficamente bela e onde a talentosa Ana Paula Laguardia mostrou: competncia, talento e beleza. Iguarias mltiplas, finas e saborosas e bem decoradas. Os doces, captulo parte, arte em ptissier de Ivone Machado e ainda o impecvel servio, comandado pelo matre Flvio Augusto Gomes do Hotel Grogot. O Champanhe procedeu ao verdadeiro ch ingls, numa recepo nunca vista em Barbacena. Atraes circenses para as crianas e DJ com sons atualizados para os adultos. E para a alegria dos convidados, os mimos: caixinhas personalizadas com fotos e bombons e o mini-bolo nupcial - coisa-de-cinema!
















    Grcia Arajo Gomes e Adelaide Marra

    Lgia e Wladimir Pequeno Veloso



    Joo Luiz Ribeiro Gomes e Grcia Arajo Gomes

    Csar ladeado por
    Cel Baslio Dias e Maria Clara Pamplona Dias

    No dia seguinte, embarcaram rumo cidade de Manchester, onde a av de Rebecca, Jane Shaw proporcionou mais homenagens ao jovem casal. Parabns! Fotografia de Edson Incio e Juliana Soares, ele com um histrico mais que bacana que veio de So Paulo para as Minas Gerais-Barbacena. Salve!


    Jefferson de Oliveira, Flvia Veloso e os filhos, Matheus e Maria Izabel Veloso Oliveira



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 14, 2007

    COLRIO, em dose dupla, desta sexta-feira, mais uma vez, vem da coleo de gatas da coluna do nosso amigo Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.

                                                         
                                                    Ana Paula Quinto e Christiane Valente
                                                    embaladas pelo ritmo do Dj Roger Lira,
                                                                          no Privilge


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 14, 2007

    Hoje, s 9h30m, em Barbacena - Campo das Vertentes - os ministros Hlio Costa das Comunicaes e Patrus Ananias, de Desenvolvimento Social e Combate Fome, participam na Escola Agrotcnica Federal da Segunda Edio do Encontro Regional de Produtores da Agricultura Familiar.

    Populao de Barbacena ganha novo galpo para distribuir alimentos

    Toda semana cerca de 20 mil pessoas recebem alimentos doados pelos agricultores familiares

        

     A segunda edio do Encontro Regional de Produtores da Agricultura Familiar, em Barbacena (MG), contar com a presena dos ministros das Comunicaes, Hlio Costa, e do Desenvolvimento Social e Combate Fome, Patrus Ananias. A abertura do evento ser nesta sexta-feira (14/09), s 9h30, Escola Agrotcnica Federal.

    Na ocasio, ser realizada solenidade que comemora a instalao do novo galpo para distribuio de alimentos do Programa de Aquisio de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA) na escola.  A distribuio semanal dos 30 mil quilos de alimentos, antes feita na estao ferroviria de Barbacena, agora ter um espao mais organizado e de mais fcil acesso, tanto para os agricultores familiares responsveis pela produo, quanto para as pessoas que se beneficiam do alimento.

    Alm dos ministros, o evento contar com a presena de representantes dos produtores rurais, das entidades beneficirias, prefeitos e lideranas sociais da regio. Est prevista uma visita Pastoral da Criana de Barbacena e Sociedade So Miguel Arcanjo, entidades beneficirias do PAA.

    Data: 14 de setembro
    Horrio: 9h30
    Local: Escola Agrotcnica Federal - rua Monsenhor Jos Augusto, 204 bairro So Jos Barbacena



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 14, 2007

    MEDO DE DESEMPREGO ronda 2 mil bancrios em Minas.

                     Bancrios pedem ajuda a deputados contra ameaa de desemprego

    A venda do Banco Real-ABN para um consrcio liderado pelo Banco Santander, se concretizada, pode deixar 19 mil bancrios desempregados no Pas, cerca de 2 mil em Minas. Essa denncia, feita pelo presidente do Sindicato dos Bancrios de Minas Gerais, Fernando Neiva, foi o assunto dominante na reunio da Comisso de Participao Popular da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, realizada na tarde desta quinta-feira (13/9/07).

    Respondendo a questionamento do deputado Eros Biondini (PHS), Fernando Neiva informou que o Real ABN j fruto de uma fuso do Real com o holands ABN, que teria demitido os bancrios mais velhos sem considerar sua experincia e sem respeitar os acordos coletivos. Tambm o Santander, ao adquirir o Banespa, "mostrou que no tem pena do bancrio", segundo ele. "Desde que comearam as fuses e as privatizaes, a classe bancria brasileira se viu reduzida de um milho para 400 mil pessoas", informou o dirigente, acrescentando que o lucro do banco no semestre foi de R$ 1,26 bilho, seus ativos somam R$ 155 bilhes, e que o consrcio liderado pelo Santander estaria disposto a desembolsar R$ 70 bilhes para adquiri-lo.

    O presidente da comisso, deputado Andr Quinto (PT), criticou a venda do Bemge ao Banco Ita, com preos e condies extremamente desfavorveis para o Estado, e afirmou que preciso discutir a exclusividade sobre as contas bancrias da administrao pblica estadual que foi obtida pelo Ita. Quinto relatou a lei municipal, de sua autoria quando vereador na Capital, que estabelecia prazo mximo para atendimento nas filas de bancos.

    "Essa lei foi elaborada com a participao da Federao Brasileira de Bancos (Febraban) e sancionada pelo ento prefeito Clio de Castro. Estabelecia prazos mximos e disciplinava as multas e as queixas ao Procon. Quando a primeira multa foi aplicada, os bancos entraram na Justia. Mas isso no importa. H leis que, mesmo embargadas na Justia, geram cidadania, geram conscincia de direitos", avaliou o deputado

    O manifesto dos bancrios recebeu a solidariedade tambm do deputado Eros Biondini. Segundo ele, "a Assemblia Legislativa deve abrir, ou melhor, escancarar as portas para manifestaes desse tipo". O debate abordou tambm as normas do Ministrio da Fazenda e do Banco Central que beneficiariam exclusivamente os banqueiros. Entre elas, foi citada a permisso de transferir servios bancrios para agncias lotricas.

    Requerimento - A comisso aprovou requerimento de seu presidente, deputado Andr Quinto, de realizao de audincia pblica conjunta com a Comisso de Fiscalizao Financeira e Oramentria para debater o Plano Plurianual de Ao do Governo Federal para 2008/11, como atividade integrante do calendrio de audincias pblicas regionais organizado pela Comisso Mista de Oramento da Cmara Federal. - A comisso aprovou requerimento de seu presidente, deputado Andr Quinto, de realizao de audincia pblica conjunta com a Comisso de Fiscalizao Financeira e Oramentria para debater o Plano Plurianual de Ao do Governo Federal para 2008/11, como atividade integrante do calendrio de audincias pblicas regionais organizado pela Comisso Mista de Oramento da Cmara Federal.

    Presenas - Deputados Andr Quinto (PT), presidente; Eros Biondini (PHS), vice-presidente; Gustavo Valadares (DEM) e Carlin Moura (PCdoB). - Deputados Andr Quinto (PT), presidente; Eros Biondini (PHS), vice-presidente; Gustavo Valadares (DEM) e Carlin Moura (PCdoB).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 14, 2007

    Minas Olmpica vai beneficiar mais de 31 mil alunos em 243 municpios de Minas.









                       Governo do Estado lana etapa do Minas Olmpica Nova Gerao

     









       

    Wellington Pedro/Imprensa MG

    O governador Acio Neves lanou, nesta quinta-feira (13), no Palcio da Liberdade, nova etapa do programa Minas Olmpica Nova Gerao. A edio 2007/2008 do programa atender 31.280 alunos com idade entre 10 e 15 anos, matriculados em escolas estaduais e municipais de 243 cidades mineiras. Por meio do programa, os estudantes tero apoio e infra-estrutura para a prtica esportiva em horrio alternativo s aulas.

    Segundo o governador, o Minas Olmpica importante em razo do seu grande alcance social, j que atende alunos de baixa renda que estejam freqentando as aulas regularmente. A grande parte dos atendidos pelo programa vive em situao de risco e, atravs da prtica do esporte, tm a chance de maior socializao e integrao com a comunidade.

    um programa de altssimo alcance social que atende s crianas. Alm da prtica do esporte, que a base, cria a oportunidade de um convvio social, de aprendizado pedaggico que essas crianas no tinham porque ele foca exatamente as comunidades mais carentes do Estado e nas grandes cidades, as zonas de maior risco social, disse Acio Neves, em entrevista. 

    Os estudantes atendidos pelo Minas Olmpica Nova Gerao tambm recebem complementao alimentar, participam de atividades culturais e tm aula de reforo escolar. Todas as atividades so desenvolvidas nos 256 ncleos do programa em horrio alternativo s aulas.

    A prtica esportiva realizada na prpria escola ou em ginsios poliesportivos, quadras cobertas, praas esportivas e campos de futebol que tenham instalaes de vestirios e bebedouros adequados. Todos esses espaos devem possuir locais cobertos e apropriados para palestras, atividades pedaggicas, artsticas e culturais.

    Parcerias

    O Governo de Minas investir R$ 5 milhes na etapa 2007/2008 do Minas Olmpica. Os recursos so destinados compra de material esportivo e contratao de pessoal. As prefeituras, parceiras do programa, entram com complementao alimentar para os alunos e ficam responsveis pela operacionalizao do programa.

    O Minas Olmpica Nova Gerao um programa generoso e de grande impacto social. Programa simples, eficaz, de baixo custo e alto rendimento. Alm disso, por ser realizado em parceria com os municpios, permite ao Governo beneficiar crianas e jovens de todas as regies desta imensa Minas Gerais, afirmou Acio Neves, em seu pronunciamento.

    O governador destacou que o Minas Olmpica faz parte dos 50 projetos estruturadores do Governo de Minas e uma poltica eficaz no atendimento social s crianas e jovens do Estado.

    Estamos levando em frente e ampliando o programa em 150%, porque atendia 100 municpios no passado e hoje atende a 243. Na verdade, ele entra nos programas estruturadores do governo, na rea de atendimento juventude. Portanto, um novo programa, com o mesmo foco, agora ampliado, mas agora um programa de responsabilidade exclusiva do Governo do Estado, disse o governador.

    Como participar

    O municpio interessado em participar do Minas Olmpica Nova Gerao deve se certificar de que possui condies para instalao de um ncleo, como a disponibilidade de um ginsio coberto para a prtica esportiva e professores qualificados. O municpio precisa tambm elaborar um ofcio para a Secretaria de Estado de Esportes e Juventude, solicitando a incluso do municpio no programa. O modelo do ofcio e outras informaes esto disponveis no site www.esportes.mg.gov.br.

    Estiveram presentes na solenidade os secretrios de Estado de Esporte e da Juventude, Gustavo Corra; de Governo, Danilo de Castro; o subsecretrio de Esportes, Rogrio Romero; o presidente da Associao dos Municpios Mineiros (AMM) e prefeito de Mariana, Celso Cotta, alm dos prefeitos dos municpios parceiros do programa.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 13, 2007

    Comisso de Segurana Pblica, presidida pelo deputado sargento Rodrigues,do PDT, de olho no massacre de presos em Ponte Nova na Zona da Mata - 25 morreram queimados num conflito de presos. Confira as informaes pinadas do site www.almg.gov.br

                                 Delegados relatam massacre de presos em Ponte Nova

    " uma cena que jamais vou esquecer, em 22 anos de polcia". Essa frase foi dita pelo delegado regional de Polcia Civil de Ponte Nova, Luiz Carlos Chartouni, ao relatar, com detalhes, aos deputados da Comisso de Segurana Pblica da Assemblia de Minas Gerais, os acontecimentos da chacina que matou 25 presos da cadeia pblica da cidade, ocorrida no ms passado. Durante a reunio desta quinta-feira (13/9/07), solicitada pelos deputados Paulo Cesar (PDT) e Luiz Tadeu Leite (PMDB), os parlamentares ouviram ainda o diretor responsvel pela cadeia, Wanderley Jos Miranda, e a assessora da Polcia Civil na Secretaria de Estado de Defesa Social, Cristiane Lima.

    Segundo Chartouni, o massacre aos detentos da cadeia, que contava com apenas um policial civil e dois militares na viglia dos 186 presos, ocorreu por volta da 1 hora da manh do dia 23 de agosto. Ele conta que acordou com estampidos semelhantes a tiros e que quando chegou deteno, o fogo j consumia a cela 8, onde estavam os presos. A partir desse momento, em que foram recebidos a tiros pelos detentos, ele tomou uma srie de providncias, tais como convocar peritos e recolher os corpos, assim como fazer a identificao dos mortos e encaminh-los para a Santa Casa local para facilitar o trabalho dos mdicos legistas.

    "Conseguimos negociar com os presos e, aps uma hora do incio do conflito, a situao j estava controlada. Encaminhamos os corpos para o Instituto Mdico Legal (IML) de Belo Horizonte e contamos com o apoio da Secretaria de Defesa Social para o atendimento imprensa e aos familiares", disse. Agora, de acordo com ele, todo o processo ficou cargo da Corregedoria da Polcia. "Por uma questo tica, no tive acesso aos laudos periciais e nem sei o que j foi decidido", disse. Perguntado pelo deputado Sargento Rodrigues (PDT) sobre como a arma que efetuou os disparos contra os presos e, mais tarde, contra os carcereiros, havia entrado na cadeia, Chartouni disse que ela teria sido levada por presos em regime semi-aberto ou por detentos que auxiliam na faxina do local.

    Delegado aponta condies precrias de trabalho na cadeia

    O diretor responsvel pela cadeia pblica de Ponte Nova, Wanderley Jos Miranda, chamou ateno para as condies subumanas de trabalho dos policiais da carceragem. Segundo ele, j foram feitos diversos pedidos de transferncias de presos ao Poder Judicirio e Ministrio Pblico, mas a resposta sempre a de que no h vagas. "So pouqussimos agentes para muitos presos. Fizemos tudo o que foi possvel para evitar essa situao, mas o problema no ocorre somente em Ponte Nova, mas em todo o Brasil".

    Sobre essa declarao, o deputado Sargento Rodrigues lembrou preciso cuidado para no culpar alguns poucos policiais que estavam trabalhando naquela noite pela falta de polticas de segurana pblica para as cadeias do Estado. " preciso que encontremos os responsveis pelo massacre, mas aps a devida investigao. O problema maior a falta de projetos do Governo do Estado para o sistema prisional de Minas", alertou. Os deputados Paulo Cesar, Antnio Jlio (PMDB), Dlio Malheiros (PV) e Durval ngelo (PT) fizeram coro s palavras do presidente da comisso. " preciso que os servidores saiam de trs de suas mesas e conheam as cadeias pblicas do Estado. Acredito que somente assim as autoridades responsveis tomem alguma atitude", afirmou Antnio Jlio.

    Chartouni lembrou ainda que, desde que assumiu a Delegacia Regional, conseguiu transferir 40 presos condenados, mas que preciso que o Judicirio e o Ministrio Pblico tenham mais sensibilidade pelo caso de Ponte Nova. "Mais que isso, o Governo do Estado deve construir mais penitencirias para acolher os presos que j existem e os que j esto sofrendo processos por crimes cometidos. O pior que, infelizmente, esse nmero deve crescer cada vez mais", concluiu.

    Deputados questionam atuao de assessora da Polcia

    Os deputados Sargento Rodrigues e Paulo Cesar questionaram ainda a assessora da Polcia Civil na Secretaria de Defesa Social, Cristiane Lima, sobre sua atuao no dia da chacina. De acordo com eles, assim que chegaram ao local, verificaram que ela estava frente da operao e tomando providncias para a transferncia dos presos e dos corpos ao IML de Belo Horizonte. Na audincia, eles quiseram saber quem a havia designado para tomar as citadas providncias.

    Em sua defesa, a assessora disse que estava no local cumprindo uma determinao do secretrio de Defesa Social, Maurcio Campos Jnior, e que tinha apenas a funo de informar seus superiores dos acontecimentos na cadeia. "Fui chamada para receber os deputados e fazer a interlocuo entre a Polcia e a Secretaria. Sou uma delegada de nvel 2 e, por isso, no tenho autonomia para tomar qualquer providncia nesses casos. Os parlamentares questionaram as afirmaes da assessora e afirmaram que foram mal recebidos na cadeia. "O trabalho ao qual ela foi designada foi mal feito e ela estava tomando providncias sobre transferncias de presos e corpos", reforou o deputado Paulo Cesar.

    Ao final da reunio, o deputado Luiz Tadeu Leite pediu aos deputados e autoridades que no deixem a questo esfriar e se perder na morosidade da Justia. "A sociedade no agenta mais a impunidade. Precisamos nos solidarizar tanto com os familiares dos presos mortos, quanto dos servidores das polcias que enfrentam tantas dificuldades em seu cotidiano de trabalho", pediu. Os deputados Durval ngelo e Antnio Jlio tambm pediram providncias, mas recomendaram cuidado com os resultados da investigaes. "No podemos ser levianos na concluso do caso. Afinal, por trs de tudo isso est o velho problema do sistema prisional", disse Durval ngelo.

    Sobre as investigaes, o deputado Sargento Rodrigues disse que j est agendada para o dia 19 de setembro uma reunio com os chefes das Polcias Civil e Militar e com o secretrio de Defesa Social para tratar da chacina, assim como das condies do sistema prisional do Estado.

    Requerimentos - A comisso aprovou ainda dois requerimentos de moo de aplauso ao presidente do Tribunal de Justia de Minas Gerais (TJMG), desembargador Orlando Ado de Carvalho, extensivo ao juiz da comarca de Taiobeiras, Evandro Kangussu, e ao delegado Marco de Souza Pimenta, sobre a conduo do caso que culminou na priso do ex-prefeito daquele municpio, Joel da Cruz. Moo tambm para o chefe da Polcia Civil, Marco Antnio Monteiro, extensivo aos demais policiais da cidade, sobre o mesmo caso.A comisso aprovou ainda dois requerimentos de moo de aplauso ao presidente do Tribunal de Justia de Minas Gerais (TJMG), desembargador Orlando Ado de Carvalho, extensivo ao juiz da comarca de Taiobeiras, Evandro Kangussu, e ao delegado Marco de Souza Pimenta, sobre a conduo do caso que culminou na priso do ex-prefeito daquele municpio, Joel da Cruz. Moo tambm para o chefe da Polcia Civil, Marco Antnio Monteiro, extensivo aos demais policiais da cidade, sobre o mesmo caso.

    Presenas - Deputados Sargento Rodrigues (PDT), presidente; Paulo Cesar (PDT), vice; Dlio Malheiros (PV), Luiz Tadeu Leite (PMDB), Antnio Jlio (PMDB), Durval ngelo (PT), Weliton Prado (PT) e Padre Joo (PT).Deputados Sargento Rodrigues (PDT), presidente; Paulo Cesar (PDT), vice; Dlio Malheiros (PV), Luiz Tadeu Leite (PMDB), Antnio Jlio (PMDB), Durval ngelo (PT), Weliton Prado (PT) e Padre Joo (PT).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 13, 2007

    Um dos mais competentes executivos da rea de telefonia, o mineiro de Belo Horizonte (mas Cidado do Mundo), Fbio Antnio de Carvalho, nos enviou E-mail para comunicar sua sada da direo regional da Embratel em busca de novos desafios no mercado. Afinal, renovar desafios e crescer, so a essncia do profissional moderno, conectado com a nova economia do sculo XXI. Desejo ao Fbio Carvalho sucesso em seu novo universo profissional. Agradeo o E-mail que nos mandou e o compartilho com nossos leitores do BLOG DE NOTCIAS. Um bom "case" dos tempos em vivemos, onde a regra bsica: sair da rea de conforto, bsucar novas ferramentas e ajudar a mudar o mundo em que vivemos.







    Enviado por fabiocar41@gmail.com  








    Caros amigos,
    os que mais me conhecem sabem que no gosto muito de despedidas, porque
    acredito  verdadeiramente na beleza e crescimento que os momentos dos
    encontros nos possibilitam e portanto neste momento divido com vocs mais
    um destes encontros .
    Estou iniciando hoje uma nova e feliz fase em minha vida, complementar
    que tive a imensa oportunidade de desfrutar at ento. Estou no caminho de
    um novo desafio pessoal e neste instante de sada da Embratel,  levo todos
    vocs carinhosamente em minha mente e corao.
    Agradeo a todos pela confiana construida e alegria de compartilhar sua

    convivncia e amizade,  certo de que esta ultima intocvel.
    Seguem abaixo, meus telefones e e-mails para que no percamos o contato .
    Como devo ter deixado fora da lista algum e-mail amigo, peo-lhes que
    retransmitam estes dados abaixo.
    E-mail :
    fabiocar41@gmail.com   e fabiocar41@yahoo.com.br
    Tel .: (021 31 32263132 ) e  Cel .: (021 31 8416 0444)
    Um grande e forte abrao!!
    Fbio Antnio de Carvalho


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 13, 2007

    Lanamento, dia 19, no Restaurante Ginos Il Candelabro em Barbacena, do libro " CIPOTNEA: FALA-FEIO, FALA-BONITO do escritore pesquisador Jos Gerlado Heleno, membro da Academia Barbacenense de Letras. O autor, de Cipotnea - cidade que fica a cerca de 270 kms de BH na Zona da Mata, morou muitos anos em Beag. As informaes compeletas vm do site barbaceonline.













    Depois de Caf Carinho (1996) e de O Santurio (1996), o escritor Jos Geraldo Heleno, membro da Academia Barbacenense de Letras, vai lanar o seu terceiro livro: Cipotnea: fala-feio, fala-bonito. O livro, com 232 pginas, que foi publicado pela Maza Editora, de Belo Horizonte, ter sua noite de autgrafos no Ginos, dia 19 de setembro, uma quarta-feira. JGHeleno, como mais conhecido, professor de literatura, residiu muitos anos em Belo Horizonte, tendo concludo recentemente, na USP, a sua tese de doutorado: Hrcules no Eta: uma tragdia estica de Sneca.

    Divulgao









    Escritor e pesquisador, Jos Geraldo, lana livro com histrias da pitoresca cidade no dia 19 no Ginos





    Cipotnea: fala-feio, fala-bonito uma histria da cidade de Cipotnea e regio, escrita com base em informaes colhidas em 105 entrevistas, realizadas entre os anos de 1992 e 1998. O contedo constitui-se especialmente dos episdios ocorridos na regio durante o sculo XX. O livro pode ser definido como uma tentativa de encontrar, nos atos da comunidade, um sentido social e histrico, a partir de fatos aparentemente dispersos e desconexos, ocorridos entre os anos de 1900 e 2000, disse Heleno. O relato, segundo ele, pretende ser a histria de uma comunidade e no a histria de algumas pessoas. Os nomes dessas pessoas aparecem, entretanto, porque a histria no se faz por si mesma. O autor procura, no entanto, minimizar esses indivduos enquanto vontades individuais, para acentuar seus papis enquanto atores representativos das foras e da vontade da prpria comunidade.
    Outra preocupao do autor foi inverter o sentido das foras polticas que atuaram na comunidade cipotanense no perodo enfocado. Enquanto a tradio histrica v as pequenas comunidades, como a de Cipotnea, apenas como satlites que caminham a reboque dos grandes centros, que lhes impem os valores e as tendncias polticas, o autor aqui procura ver o movimento poltico da comunidade como algo positivo. Ele procura enxergar esses movimentos, como resultantes de foras que partem da comunidade e vo aos grandes centros buscar subsdios para as questes e ansiedades que so originalmente suas.
    Episdios curiosos, como os que envolveram o roubo de cavalos na regio, a Emancipao, Cristo nas escolas, as semanas do fazendeiro, os times de futebol, o crime do Z Chiquinha, entre outros, so relatados nessa histria. O autor, no entanto, se recusa a trat-los como coisa extica ou pitoresca, para inseri-los no vai-e-vem do jogo das foras acobertadas pelos nomes fala-feio e fala-bonito. Os cidados da raa negra recebem uma ateno especial. H muitas notcias sobre suas famlias e suas comunidades. Alm disso, o autor v no Cnego Jos Pinto Carneiro um exemplo de perspiccia e um lder de sua raa.
    No final, sob a forma de apndices, so citados nominalmente todos os entrevistados que contriburam com suas informaes para a feitura do livro. E o autor tenta, ainda, organizar em famlias todos os nomes referidos pelos entrevistados. No se pode negar que o livro um empreendimento original. Para mim, uma satisfao fazer o lanamento do livro primeiramente em Barbacena, disse o autor, ressaltando que outros lanamentos devem ocorrer ainda neste final de ano nas cidades de Belo Horizonte, Juiz de Fora, Cipotnea e Alto Rio Doce. Em Barbacena, o lanamento tem o apoio da Academia Barbacenense de Letras e da Fundao Municipal de Cultura Professor Agenor Soares de Moura.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 13, 2007

    ICMS SOLIDRIO, projeto do deputado Dinis Pinheiro,do PSDB. Debate chega amanh Uberlndia no Tringulo Mineiro. Confira detalhes!

    Na reta final dos 12 encontros regionais do Frum Tcnico ICMS Solidrio, lideranas do Tringulo Mineiro se renem com deputados estaduais nesta sexta-feira (14/9/07), em Uberlndia, para debater o Projeto de Lei (PL) 637/07, do deputado Dinis Pinheiro (PSDB), que altera a Lei 13.803, de 2000, conhecida por Lei Robin Hood, modificando os critrios de repasse do ICMS para os municpios. O encontro comea s 8h30, no auditrio da Prefeitura, na Avenida Anselmo Alves dos Santos, 600, Bairro Santa Mnica. Faltam ainda as reunies de Manhuau (21/9) e Divinpolis (24/9), antes da etapa final do Frum, em Belo Horizonte, nos dias 2 e 3 de outubro.
    Em tramitao na ALMG, o PL 637/07 divide os critrios que hoje determinam a distribuio do ICMS em trs grupos: critrios econmicos; sociais solidrios; e de compensao solidria. O objetivo redistribuir uma parte do imposto (4,68%), beneficiando municpios que estejam em situao desfavorvel em relao mdia per capita de ICMS do Estado. Durante o Frum Tcnico, a ALMG est justamente colhendo sugestes para aprimorar o projeto.
    "A proposta busca uma distribuio de recursos mais justa, mais humana e mais crist. O exerccio da vida pblica s tem significado se for voltado para as pessoas mais carentes. Esse projeto beneficia mais de 15 milhes de pessoas, um grande instrumento de transformao social", argumenta Dinis Pinheiro. Em todo o Estado, 762 municpios seriam beneficiados com as novas regras propostas pelo PL 637/07, enquanto 91 perderiam recursos.
    Tringulo concentra perdas
    Conforme simulao feita pela Consultoria da ALMG, com base nos valores de ICMS de abril deste ano, dos 35 municpios que integram o Tringulo Mineiro, 27 tero perdas de arrecadao caso o PL 637/07 seja aprovado em sua forma original. A maior queda percentual, de 33,31%, ocorreria em Comendador Gomes. Essa a terceira maior perda de todo o Estado, atrs apenas de Pedra Dourada, na Zona da Mata, com 47,26%, e Vargem Bonita, no Centro-Oeste, com reduo de 42,74%. Por outro lado, os ganhos no Tringulo teriam variao de 1,51%, em Ituiutaba, a 4,78% em Cascalho Rico.
    J a menor queda percentual de arrecadao de todo o Estado ocorreria justamente em Uberlndia, municpio que teria seu repasse reduzido em 7,20%. Com isso, o ICMS per capita da cidade cairia de R$ 21,99 para R$ 20,41, ainda considerando valores de abril. Para efeito de comparao, Ribeiro das Neves, na Regio Metropolitana de Belo Horizonte, mesmo com o ganho de 35,14% com as regras do PL 637/07, teria o ICMS per capita elevado de R$ 2,88 para R$ 3,88.
    A simulao revela ainda que as quatro microrregies do Tringulo teriam perdas com a nova sistemtica de repasses. Na microrregio de Ituiutaba, a variao percentual mdia seria negativa em 7,70%; na de Uberlndia, chegaria a -6,82%; na de Frutal, -9,16%. E na microrregio de Uberaba, todos os municpios teriam perdas, com resultado mdio de -10,17%.
    O encontro em Uberlndia inclui exposies tcnicas sobre a Lei Robin Hood e sobre o projeto, alm de pronunciamentos e debates. Solicita-se que as sugestes para aprimoramento do PL 637/07 sejam apresentadas por escrito e, se possvel, em disquete ou CD, com o nome do proponente, telefone, endereo eletrnico e nome da instituio que representa. Todas as propostas sero consolidadas na etapa final do Frum, em Belo Horizonte. A programao completa do Frum est disponvel no hotsite do evento, na pgina da Assemblia: www.almg.gov.br.
    Previso legal - De acordo com a Constituio Federal, de todo o ICMS arrecadado no Estado, 25% destinam-se aos municpios. Desse montante, pelo menos 75% devem ser distribudos de acordo com o Valor Adicionado Fiscal (VAF), que retrata o movimento econmico do municpio. E at 25% conforme determinar a lei estadual.
    Atualmente, o ICMS em Minas distribudo de acordo com os seguintes critrios e percentuais dos recursos destinados aos municpios: VAF (79,68%); rea geogrfica (1%); populao (2,71%); populao dos 50 municpios mais populosos (2%); educao (2%); produo de alimentos (1%); patrimnio cultural (1%); meio ambiente (1%); sade (2%); receita prpria (2%); cota mnima (5,5%); e municpios mineradores (0,11%). O clculo da parcela de cada municpio uma mdia aritmtica que leva em conta o desempenho do municpio e o peso de cada critrio.
    O que prev o PL 637/07 - A proposta original do PL 637/07 distribuir, pelo critrio do VAF, o mnimo determinado pela Constituio Federal, que 75% - e no os 79,68% atuais. Assim, os 4,68% restantes sero redistribudos a partir de um novo critrio, chamado ICMS solidrio. J os demais critrios no tero o ndice alterado, mas sero separados em dois grupos, um relativo a critrios econmicos e outro relativo a critrios sociais.
    Os critrios econmicos so o VAF (75% dos recursos), produo de alimentos (1%), meio ambiente (1%), receita prpria (2%) e municpios mineradores (0,11%). Os critrios sociais so rea (1%), populao (2,71%), populao dos 50 mais populosos (2%), educao (2%), patrimnio cultural (1%), sade (2%) e a cota mnima (5,5%).
    A diviso dos recursos ser feita em trs etapas. Todos os municpios participam da primeira fase, relativa aos critrios econmicos. Aqueles que apresentarem ndice de ICMS per capita igual ou superior mdia do Estado acrescida de 40% no participam da diviso de recursos do segundo grupo, de critrios sociais solidrios. Realizada essa nova distribuio, cada municpio alcana um novo valor per capita, que confrontado com o novo valor mdio do Estado. Apenas os municpios que ficarem abaixo da mdia do Estado acrescida de 40% seguem para a diviso de recursos do ICMS solidrio. Essa parcela, instituda pelo PL 637/07, distribuda conforme a populao de cada municpio participante.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 12, 2007

    Presidente em exerccio, o mineiro Jos Alencar e o ministro Hlio Costa, junto hoje noite em Governador Valadares. Vo lanar Selo Comemorativo dos 40 anos da UNIVALE.

    Ministro Hlio Costa integra comitiva do Presidente da Repblica em exerccio

     O ministro das Comunicaes, Hlio Costa, participa na noite desta quarta-feira, (12/09), do lanamento do selo personalizado e do carimbo comemorativo aos 40 anos da Universidade Vale do Rio Doce (Univale). A cerimnia ocorrer durante a 10 Expoleste 2007, em Governador Valadares (MG).
    A Mostra Empresarial do Leste Mineiro (Expoleste), realizada h dez anos pela Associao Comercial de Governador Valadares, vai contar tambm com a participao do Presidente da Repblica em exerccio, Jos de Alencar, do Prefeito de Governador Valadares, Jos Bonifcio Mouro, e a Reitora da Univale, Ana Anglica Gonalves Leo Coelho. 
    Data: 12 de setembro de 2007.
    Hora: 20h00. Local: EXPOLESTE 2007. Unicentro ( Centro de Feiras e Eventos Vicente Guabiroba)    Rua Israel Pinheiro 2000 Bairro Universitrio, em Valadares.

                



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 12, 2007

    Vem a o Primeiro Salo Mineiro de Turismo. Ser no Minascentro, aqui em BH, nos dias 26 e 27 de setembro.






                                                          
    Da esquerda para direita: o prefeito de Desterro do Melo, advogado Ruy Fernandes, a secretria rica Drumond e o deputado estadual Agostinho Patrus Filho, do PV. Durante essa audincia na Secretaria de Tursimo a secretria os convidou a participar do Salo de Turismo no Minascentro.
    A secretria de Estado de Turismo de Minas Gerais, rica Drumond, anunciou, no dia 11 de julho, durante a abertura do VI Encontro de presidentes e gestores dos Circuitos Tursticos, em Cachoeira do Campo, a realizao do Primeiro Salo Mineiro de Turismo, entre os dias 26 e 27 de setembro, no Minascentro, em Belo Horizonte.
    O evento ser realizado pela Secretaria de Estado de Turismo, em parceria com o Sebrae-MG e contar com Feira de Produtos Mineiros, onde todos os Circuitos Tursticos apresentaro o potencial turstico de suas regies para as agncias e operadoras nacionais, alm da imprensa especializada no segmento de todo o Brasil. Alm disso, o Salo contar com uma Praa Gastronmica, com mostra do "Festival Comida di Buteco"; Rodada de Negcios, onde as operadoras e agentes de turismo podero comercializar o destino Minas Gerais; Praa Cultural, com a apresentao dos produtos associados ao turismo, como artesanato e outros itens de origem agropecuria ou industrial e Espao do Conhecimento, com palestras, workshops, debates e encontros sobre o desenvolvimento do turismo em Minas Gerais.
    De acordo com a secretria rica Drumond, o evento ser uma grande oportunidade para Minas Gerais apresentar, de forma profissional, suas riquezas para os operadores e agentes de viagens. Para ela, a cadeia do turismo se inicia quando o consumidor comea a planejar a sua viagem. "Nossa meta colocar Minas Gerais nas prateleiras das principais operadoras do turismo nacional e internacional. Para isso, o propsito da Setur, neste evento, ser orientar e motivar os agentes a mostrarem os nossos roteiros e atrarem mais turistas para o nosso Estado", ressalta. Mais Informaes
    Secretaria de Estado de Turismo
    Assessoria de Comunicao
    (31) 3272-8557 / 3272-8551


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 12, 2007

    Enterrado hoje em BH o corpo do ex-deputado estadual Jsus Trindade Barreto. O vice-governador Antonio Anastasia compareceu ao velrio na Assemblia Legislativa e lamentou a morte do ex-deputado. Anastasia disse "sou grande admirador dele. Tive a oportunidade de acompanh-lo na trajetria parlamentar, de acompanh-lo na Assemblia Constituinte.Era muito dedicado e trabalhador". Atravs do nosso BLOG DE NOTCIAS eviamos nossos psames famlia do ex-deputado Jsus Trindade Barreto com quem conviv como reprter poltico , quando atuei por 16 anos na Rede Globo.

    Faleceu em Belo Horizonte, na madrugada desta quarta-feira (12/9/07), o ex-deputado estadual Jsus Trindade Barreto. O velrio realizou-se na tarde de quarta-feira, no Salo Nobre da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, e o sepultamento foi s 17 horas, no Cemitrio do Bonfim, em Belo Horizonte. Ele morreu em casa, de parada cardiorrespiratria. Deixa viva Maria Vera Fagundes Barreto, trs filhos - entre eles o delegado de polcia Jsus Trindade Barreto Jnior - e uma neta.
    O vice-governador Antnio Augusto Anastasia compareceu ao velrio e lamentou a morte do ex-deputado. "Sou grande admirador. Tive a oportunidade de acompanh-lo na trajetria parlamentar, de acompanh-lo na Assemblia Constituinte, muito dedicado e trabalhador, e mais do que isso, exemplo de moral e retido. Deixou esse exemplo a seu filho, doutor Jsus Trindade Jnior, um dos mais eminentes delegados de nossa Polcia Civil", afirmou o vice-governador.
    Poltico, advogado, funcionrio pblico, delegado de carreira da Polcia Civil, magistrado e professor, Jsus Trindade Barreto nasceu no dia 13 de maio de 1926, em Barra Longa, antigo Distrito de Mariana e, na poca, de Ponte Nova. Em 1955, graduou-se no curso de Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Minas Gerais. Fez ps-graduao em Administrao Pblica pela Wayne State University, de Detroit, EUA.
    Iniciou sua vida poltica como vereador na Cmara Municipal de Belo Horizonte, no perodo de 1963 a 1964. Foi deputado estadual na ALMG da 7 10 Legislaturas (1971-1986), tendo exercido os cargos de vice-lder do governo e da Arena (1975); presidente das Comisses de Segurana (1972-1975), de Educao e Cultura (1979-1982) e de Proteo e Defesa do Consumidor (1981-1984); vice-presidente da Comisso de Servio Pblico Civil (1971-1974) e membro das Comisses de Segurana Pblica (1971; 1980-1982) e de Leis Complementares Constituio (1973-1974). Na Assemblia, antes de ser deputado, foi oficial-de-gabinete do ento presidente Bonifcio Andrada, em 1966. Pertenceu UDN; Arena, PDS e PFL. No governo Itamar Franco, foi secretrio-adjunto de Justia.
    Funcionrio do Departamento Estadual de Trnsito, Jsus Trindade foi delegado de Polcia do Estado, onde ocupou vrios postos de chefia. Foi diretor da Penitenciria Agrcola de Neves (1965-1966), delegado distrital em Belo Horizonte (1967), delegado de Vigilncia Geral (1968) e delegado de Falsificaes e Defraudaes (1970).
    Foi ainda professor da Academia de Polcia Rafael Magalhes e membro da Academia Marianense de Letras, da Academia de Letras do Sul de Minas e da Academia Municipalista de Letras de Minas Gerais. Publicou dezenas de livros e tambm artigos e ensaios em revistas e jornais, alm de trabalhos parlamentares.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 12, 2007

    MEDALHA JK foi entregue hoje em Diamantina. O vice-governador Antnio Augusto Anastasia foi quem preisidiu a solenidade. Confira os detalhes.















    Wellington Pedro/Imprensa MG

    O vice-governador Antonio Anastasia participou, nesta quarta-feira (12), em Diamantina, no Vale do Jequitinhonha, da solenidade de entrega da Medalha Presidente Juscelino Kubitschek. Em seu discurso, Anastasia destacou o exemplo do ex-presidente na administrao pblica e cobrou a descentralizao dos recursos arrecadados no pas, alm de pedir maior planejamento nas aes do governo federal.


    Sabemos todos que a concentrao excessiva de recursos e de poder no mbito do Governo Central, em detrimento dos demais entes pblicos federados, constitui-se, hoje, no maior obstculo ao crescimento econmico e ao desenvolvimento social, destacou o vice-governador. Anastasia destacou que o Brasil precisa de planejamento e eficincia no modelo de gesto pblica, para garantir aes concretas para a populao. No apenas o assistencialismo como sada pobreza, mas a liberdade, a autoconfiana e a garantia de acesso sade, educao, cultura e ao trabalho, como fundamentos da verdadeira dignidade do cidado, da verdadeira incluso social, afirmou.
    Segundo o vice-governador, o Brasil continua gastando mais com o aparato governamental do que investindo na populao. preciso rever profundamente as prticas, os mtodos e os processos de gesto que hoje produzem excesso de gastos e escassez de resultados. Precisamos retirar planos e projetos do papel, afirmou.
    Para garantir eficincia na gesto pblica, Anastasia cobrou que seja realizada a reforma tributria, a recuperao das rodovias, a modernizao das ferrovias e dos portos, com maior eficcia nos gastos pblicos.
    Ciclo de desenvolvimento
    O vice-governador ressaltou que, em Minas Gerais, os grandes problemas foram enfrentados. No fizemos tudo. Mas fizemos e fazemos o que precisava ser feito para superarmos mltiplas crises e retomarmos o caminho dos avanos. Agora, ouso dizer: estamos prontos para um novo ciclo de desenvolvimento, destacou.
    Anastasia lembrou o trabalho realizado em Minas nos ltimos anos e ressaltou a importncia das parcerias firmadas com as prefeituras para garantir maior eficcia ao gasto pblico. Identificamos as demandas, recuperamos as finanas e a credibilidade internacional do Estado, traamos programas e executamos as obras que as comunidades julgam prioritrias. Nenhum outro Estado elevou tanto os seus investimentos em grandes obras de infra-estrutura e na melhoria da educao, da sade e da segurana. Modernizamos o nosso parque industrial, e temos hoje produtos que disputam espao no mercado mundial com os pases mais ricos do planeta. No plano administrativo, Minas se tornou um modelo de excelncia, repetido por diversos Estados da federao, afirmou.
    Cerimnia
    A solenidade de entrega da Medalha Presidente Juscelino Kubitschek comeou s 10h, com a chegada do vice-governador Praa JK, no centro de Diamantina. Ele foi recebido com honras militares, passou em revista a Guarda de Honra, e foi recepcionado por algumas das autoridades presentes, como o presidente da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, Alberto Pinto Coelho, presidente do Tribunal de Justia de Minas Gerais, Orlando Ado de Carvalho, o procurador geral de Justia de Minas Gerais, Jarbas Soares, e o vice-presidente da Cmara dos Deputados, Nrcio Rodrigues.
    Ao lado da filha do presidente Juscelino Kubitschek, Maristela Kubitschek Lopes, e do prefeito de Diamantina, Gustavo Botelho, Anastasia depositou flores no monumento JK e hasteou a bandeira do Brasil.
    A medalha Presidente JK foi instituda por decreto em 1995 e, desde 1996, entregue a personalidades que prestam ou tenham prestado servios relevantes sociedade. Entre os mais de 200 agraciados deste ano, estavam o ex-governador do Piau Hugo Napoleo do Rego Neto, o empresrio Jos Lcio Costa, os secretrios de Estado de Planejamento, Renata Vilhena, de Esportes e Juventude, Gustavo Corra, de Desenvolvimento Econmico, Mrcio Lacerda, e de Turismo, rica Drummond.
    O orador oficial da cerimnia foi o reitor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Ronaldo Tadeu Pena, que destacou a importncia de Juscelino na histria do Brasil. Seu exemplo continua a iluminar a vida nacional. Da vida de JK, brota civismo e coragem, destacou, lembrando que o ex-presidente foi aluno do curso de Medicina da UFMG. O caminho que desembocou em Braslia comea em Diamantina. Aqui Braslia foi sonhada e um novo Brasil comeou a ser sonhado.
    O prefeito de Diamantina, Gustavo Botelho, tambm falou da trajetria de Juscelino. Com o slogan 50 anos em 5, ele renovou o conceito de administrador pblico e at hoje lembrado com saudade pelo que fez pelo pas e pelo povo. Da mesma maneira, Anastasia ressaltou o exemplo do ex-presidente. Jamais ele esteve to vivo, como modelo de lder poltico, governante, estadista e homem pblico visionrio.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 12, 2007

    Duas notcias culturais, que vieram da coluna de Csar Romero da Tribuna de Minas, de Juiz de Fora, merecem ser conferidas.

    Etreas em BH
    Em Belo Horizonte, o artista plstico Petrillo inaugura a exposio Etreas - selecionada pela 16 Concorrncia de Talentos - na Galeria de Arte da Cemig.
    Inspirada nas montanhas de Minas e do Vale do Paraba, uma extenso da mostra, homnima, realizada em 2005, no Museu de Arte Moderna de Resende, que passou ainda pela Bienal de So Paulo e CCBM. Em novembro, a exposio estar no Centro Cultural da Justia Federal, no Rio.

    Painel de Portinari
    Hoje, s 18h, no Edifcio Clube Juiz de Fora, ser reinaugurado o painel As Quatro Estaes, do mestre Cndido Portinari.
    A obra foi restaurada atravs de parceria da Funalfa e a TIM, que tomou a iniciativa aps uma nota desta coluna sugerindo a preservao do importante patrimnio.
    Depois da cerimnia, o prefeito Alberto Bejani e o diretor da operadora em Minas, Luiz Gonzaga Leal recebem para coq no anfiteatro Joo Carrio, com apresentao do Coral Pr Arteducao.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 12, 2007

    Vem a o reajuste de 5 por cento para o professorado mineiro.

                     Projeto do reajuste para educao j pode ir a Plenrio em 2 turno
    -
    O Projeto de Lei (PL) 1.324/07, do governador do Estado, que reajusta em 5% as tabelas de vencimento das carreiras dos profissionais de educao bsica do Estado, j est pronto para ser analisado em 2 turno pelo Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais. Nesta quarta-feira (12/9/07), o projeto recebeu parecer de 2 turno da Comisso de Administrao Pblica. O relator, deputado Incio Franco (PV), opinou pela aprovao do projeto na forma do vencido no 1 turno (sem alteraes em relao ao que foi aprovado). Na reunio, tambm foi analisado o PL 392/07.

    O PL 1.324/07 concede reajuste de 5%, a partir de 1 de setembro de 2007, sobre o vencimento bsico das carreiras de professor, especialista, analista, assistente tcnico, assistente, auxiliar de servios e dos cargos de provimento em comisso de diretor e secretrio de escola. Garante, tambm, piso remuneratrio no valor de R$ 850, a partir de 1 de janeiro de 2008, para professor e especialista com carga de trabalho de 24 horas semanais. Se a remunerao for inferior ao piso fixado, para atingi-lo, o servidor receber como abono a Parcela de Complementao Remuneratria do Magistrio (PCRM), varivel e diferenciada, calculada aps a soma das vantagens pecunirias com o vencimento do servidor - ressalvados valores acrescidos por extenso de jornada. O projeto equipara, a partir da mesma data, as tabelas de vencimento bsico das carreiras de analista educacional e assistente tcnico educacional, observados os nveis de escolaridade, e de agente governamental e de gestor governamental, do quadro da Secretaria de Planejamento e Gesto. Muda, tambm, a estrutura da carreira de assistente tcnico educacional, com formao inicial de nvel mdio, acrescentando-se ao seu final o nvel V de escolaridade e os respectivos graus, para o servidor com ps-graduao "lato sensu" ou "stricto sensu".
    Projeto trata de ingresso em cargo pblico
    A comisso tambm analisou, em 1 turno, o PL 393/07, do deputado Antnio Jlio (PMDB). O projeto exige comprovao do registro no conselho de fiscalizao profissional para investidura em cargo, emprego ou funo na administrao pblica direta, indireta, autrquica ou fundacional dos Poderes Executivo e Legislativo do Estado, alm da nomeao para cargos em comisso de livre provimento, para os quais exigida habilitao profissional de nvel superior. O relator, deputado Chico Uejo (PSB), opinou pela aprovao do projeto com duas emendas, que apresentou para facilitar a execuo da norma.
    No parecer, o relator afirma que dever do poder pblico exigir que os servidores exibem seu registro profissional, para certificar que esto legalmente habilitados para trabalhar. "Afinal, se existem normas para regular o exerccio de determinadas profisses, porque se deve exerc-las segundo padres tcnicos que resguardem a populao dos riscos oferecidos por trabalhadores despreparados", concluiu.
    A emenda n 1 muda o pargrafo 1 do artigo 1, remetendo para o regulamento da lei a fixao de prazo para a comprovao da habilitao profissional. Na forma original, o projeto prev que isso seja feito em 90 dias. A n 2 suprime o pargrafo 3 do artigo 1, que determina que os Poderes enviem anualmente aos respectivos conselhos regionais a relao dos ocupantes dos cargos, empregos e funes referidos no projeto. O objetivo, segundo o relator, evitar transtornos burocrticos do Estado.
    PLC 27 - O Projeto de Lei Complementar (PLC) 27/07, do governador, foi retirado de pauta por falta de pressupostos regimentais.
    Ao final da reunio, o deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSDB) informou que o PLC 26/07, que trata da diviso judiciria, deve ser analisado nos prximos dias pela Comisso de Constituio e Justia, que preside. Segundo ele, a preocupao tem sido buscar um entendimento sobre as emendas apresentadas ao texto. O deputado Weliton Prado (PT) disse que apresentou requerimento para que o PLC seja analisado pela Comisso de Assuntos Municipais, que preside. Presenas - Deputados Elmiro Nascimento (DEM), presidente; Chico Uejo (PSB), Incio Franco (PV), Mauri Torres (PSDB), Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), Weliton Prado (PT) e Agostinho Patrus Filho (PV).




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 11, 2007

    Os 50 anos da Construtora CAPARA. A empresa ganhou o reconhecimento do Parlamento Mineiro numa Reunio Especial transmitida AO VIVO pela TV Assemblia. O presidente da Capara, Ney Moreira Bruzzi definiu em seu discurso a filosofia da construtora nos ltimos 50 anos: " para ele, a Capara soube envolver-se por compelto em sua filosofia de que em TUDO O QUE FAZEMOS, NADA POR ESTAR PRONTO AT QUE SEJA NICO E EXCELENTE". Confira os detalhes das informaes que vm do site www.almg.gov.br

    No intuito de homenagear o cinqentenrio da Construtora Capara S.A., a Assemblia Legislativa de Minas Gerais, promoveu uma Reunio Especial, nesta segunda-feira (10/9/07), no Plenrio, que recebeu deputados e autoridades do ramo da construo civil do Estado. O autor do requerimento, deputado Fbio Avelar (PSC), justificou a realizao do evento, considerando a empresa uma unidade de excelncia na construo, em Minas e no Brasil.

    Em seu discurso, o deputado destacou a trajetria da companhia, fundada por seu ainda presidente, Ney Moreira Bruzzi, que tem entre suas realizaes, as construes dos prdios da Central Telefnica da Telemig (hoje Telemar), Telebrs, Embratel, Banco do Brasil, INPS (atual INSS), Banco do Nordeste, UFMG, entre outros, com atuao tambm nos estados do Rio de Janeiro, So Paulo, Pernambuco e Bahia.

    Ainda de acordo com Fbio Avelar, a empresa foi construda sobre slidos pilares de valores morais e princpios de inovao, seriedade, pontualidade, confiana, exclusividade e parceria. "E, acima de tudo, h de se exaltar a nfase nos valores humanos, no reconhecimento do mrito, dedicao e competncia de sua equipe de funcionrios em todos os nveis, proporcionando treinamento e formas de constante aperfeioamento de suas habilidades e experincias, da a importncia de seu timo ambiente de trabalho, que exerce enorme influncia na satisfao e no desempenho", afirmou.

    Motivo de orgulho - Em sua fala, o presidente da Construtora Capara, Ney Moreira Bruzzi, se disse orgulhoso dos 50 anos de sua empresa. Para ele, a Capara soube envolver-se por completo em sua filosofia de que "em tudo que fazemos, nada pode estar pronto at que seja nico e excelente". Ele tambm destacou a trajetria de grandes empreendimentos realizados pela empresa, que rompeu as divisas de Minas Gerais.Em sua fala, o presidente da Construtora Capara, Ney Moreira Bruzzi, se disse orgulhoso dos 50 anos de sua empresa. Para ele, a Capara soube envolver-se por completo em sua filosofia de que "em tudo que fazemos, nada pode estar pronto at que seja nico e excelente". Ele tambm destacou a trajetria de grandes empreendimentos realizados pela empresa, que rompeu as divisas de Minas Gerais.

    Motivo de orgulho - Em sua fala, o presidente da Construtora Capara, Ney Moreira Bruzzi, se disse orgulhoso dos 50 anos de sua empresa. Para ele, a Capara soube envolver-se por completo em sua filosofia de que "em tudo que fazemos, nada pode estar pronto at que seja nico e excelente". Ele tambm destacou a trajetria de grandes empreendimentos realizados pela empresa, que rompeu as divisas de Minas Gerais.Em sua fala, o presidente da Construtora Capara, Ney Moreira Bruzzi, se disse orgulhoso dos 50 anos de sua empresa. Para ele, a Capara soube envolver-se por completo em sua filosofia de que "em tudo que fazemos, nada pode estar pronto at que seja nico e excelente". Ele tambm destacou a trajetria de grandes empreendimentos realizados pela empresa, que rompeu as divisas de Minas Gerais.

    O deputado Doutor Viana (DEM), que presidiu a reunio, reforou a iniciativa da ALMG na homenagem. "Nada mais justo que este Parlamento reconhea a importncia de uma empresa do porte da Construtora Capara junto aos diversos segmentos da populao do Estado. Minas Gerais orgulha-se desta construtora cinqentenria, que tem ajudado a erguer, com muito brio, prestgio e confiana, a nossa prpria modernidade, a nossa prpria histria", concluiu.

    Durante a reunio, Doutor Viana, representando o presidente da Assemblia, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), entregou placa alusiva homenagem a Ney Moreira Bruzzi.

    Presenas - Deputados Doutor Viana (DEM), 1o Vice-presidente da ALMG, e Fbio Avelar (PSC); Teodomiro Diniz Camargos, vice-presidente da Fiemg e da Construtora Capara; e os diretores da empresa, Luiz Antnio Senna de Lima, Tcnico; Walid Saab, Administrativo e Comercial; Isabela Gontijo Bruzzi Berqu, Financeira; Maria Cristina Oliveira Moura Valle, de Projetos e Planejamento, alm do presidente da empresa, citado na matria.Deputados Doutor Viana (DEM), 1o Vice-presidente da ALMG, e Fbio Avelar (PSC); Teodomiro Diniz Camargos, vice-presidente da Fiemg e da Construtora Capara; e os diretores da empresa, Luiz Antnio Senna de Lima, Tcnico; Walid Saab, Administrativo e Comercial; Isabela Gontijo Bruzzi Berqu, Financeira; Maria Cristina Oliveira Moura Valle, de Projetos e Planejamento, alm do presidente da empresa, citado na matria.

    Presenas - Deputados Doutor Viana (DEM), 1o Vice-presidente da ALMG, e Fbio Avelar (PSC); Teodomiro Diniz Camargos, vice-presidente da Fiemg e da Construtora Capara; e os diretores da empresa, Luiz Antnio Senna de Lima, Tcnico; Walid Saab, Administrativo e Comercial; Isabela Gontijo Bruzzi Berqu, Financeira; Maria Cristina Oliveira Moura Valle, de Projetos e Planejamento, alm do presidente da empresa, citado na matria.Deputados Doutor Viana (DEM), 1o Vice-presidente da ALMG, e Fbio Avelar (PSC); Teodomiro Diniz Camargos, vice-presidente da Fiemg e da Construtora Capara; e os diretores da empresa, Luiz Antnio Senna de Lima, Tcnico; Walid Saab, Administrativo e Comercial; Isabela Gontijo Bruzzi Berqu, Financeira; Maria Cristina Oliveira Moura Valle, de Projetos e Planejamento, alm do presidente da empresa, citado na matria.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 11, 2007

    VIA VERDE. Prefeito de DESTERRO DO MELO - fica no Caminho do Meio da Estrada Real na Zona da Mata - advogado Ruy Fernandes pede ajuda para projeto de Turismo Ecolgico Secretria ricka Drumond, em audincia em Beag. Secretria agenda ida Caminhada Ecolgica,dia 22. Confira detalhes do projeto Via Verde e do encontro na Secretaria Estadual de Turismo na Praa da Liberdade, no prdio histrico onde funcionou a Secretaria de Obras.

    A CAMINHADA ECOLGICA ser na exuberante Serra da Conceio. Secretria Estadual de Turismo recebe prefeito de Desterro do Melo - cidade que fica a 200 kms de BH e 32 kms de Barbacena, no caminho do meio da Estrada Real na Zona da Mata. O prefeito Ruy Fernandes estava acompanhado do deputado Agostinho Patrus Filho (Partido Verde) e deste blogueiro. A secretria ricka Drumond recebeu o convite junto com uma camiseta verde musgo, ingresso para quem vai fazer a Caminhada Ecolgica, marcada para dia 22, um sbado, vspera da Primavera. Sempre atenta e simptica a secretria de Turismo, ricka Drumond prometeu agendar a ida dela ao evento que vai marcar o incio de um processo de atrao de turistas para a regio gerando emprego e renda para o municpio de Desterro do Melo.
















    VIA VERDE

    FAZENDO BEM FEITO
    Seguem intensos os trabalhos do Governo Municipal para a efetivao da Via Verde, a estrada turstica que corta o alto dos rochedos da Serra da Conceio - um caminho que, muito em breve, se transformar no maior produto turstico da regio.
    Na tarde da sexta-feira, 05, o prefeito recebeu a equipe de consultoria em turismo da Capital que, acompanhada do empresrio Srgio (que est instalando uma pousada s margens da Via), realizaram uma visita pela regio com o intuito de desenvolver um plano de ao para o desenvolvimento do projeto turstico.
    Alm de uma grande variedade de belezas naturais, a Via Verde ainda guarda uma srie de atividades ligadas ao turismo rural (passeio cavalo, charrete, contato com animais e o dia -a -dia do campo) e de aventura (escalada e rapel pelos rochedos da Serra, caminhada e vo de asa delta).
    No prximo dia 22 de setembro, vspera da primavera, ser realizada a 1 caminha ecolgica pela Via, oportunidade em que o caminho ser descortinado para os visitantes.
    Em Belo Horizonte, na prxima segunda-feira, 09, o prefeito Ruy Fernandes se reunir com a Secretria de Estado de Turismo, rica Campos Drumond e com o Secretrio de Estado de Meio Ambiente, Jos Carlos Carvalho. Os encontros serviro para a concretizao de investimentos das autarquias do Governo do Estado neste grande projeto turstico desenvolvido pelo Municpio de Desterro do Melo.
    FAZENDO BEM FEITO
    FAZENDO BEM FEITO
    FAZENDO BEM FEITO

    FAZENDO BEM FEITO
    FAZENDO BEM FEITO
    FAZENDO BEM FEITO








    ESTRADA RECEBE MELHORIAS

    FAZENDO BEM FEITO
    Pensando na criao de empregos e na gerao de renda, o prefeito Ruy Fernandes est colocando em prtica o desenvolvimento de programas que esto alavancando o projeto Via Verde.
    Durante a ltima semana, funcionrios e maquinrio da Administrao Municipal trabalharam na colocao de 06 mata-burros pela estrada turstica, substituindo as porteiras - obras realizadas em parceria com a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Pblicas - Setop.
    Em seguida, o prefeito anunciou que ser iniciado o projeto de paisagismo da via, com o plantio de rvores nativas e frutferas.






    Comentrios

    #1. Jos Aparecido Ribeiro - (jaribeirobh@gmail.com)
    Joo

    Tenho notcias de pessoas que conhecem a regio e se trata de um belissimo local. A idia da via verde fantstica e certo est o Prefeito Ruy ao investir no turismo, pois ele a maior indstrial mundial sem chamin e aquela regio abenoada por Deus. Conheo as aes da Secretaria Erica Drumond e posso garantir que ela comprar a idia, pois alm de competente, uma amante da natureza e est se revelando tambm uma excelente poltica. No se surpreenda se em breve a mesma esteja em Braslia, ocupando o Ministrio do Turismo, pois ela sabe tudo do assunto e tem uma equipe nota 1000 na sua secretaria.

    Um abrao
    Jos Aparecido Ribeiro
    Presidente do Conselho Consultivo
    ABIH/MG



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 11, 2007

    CHOQUE DE GESTO na Educao. Governador Acio Neves assinou no Palcio da Liberdade, documento que cede 100 hectares, no municpio de Couto de Magalhes de Minas, para a Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucur. Confira detalhes!

















    Omar Freire/Imprensa MG
     

    O governador Acio Neves assinou convnio, nesta segunda-feira (10), no Palcio da Liberdade, com o reitor da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), Pedro ngelo Almeida Abreu, formalizando a cesso UFVJM de 100 hectares do terreno onde est instalada a Escola Estadual Jernimo Pontello, no municpio de Couto de Magalhes de Minas, no Vale do Jequitinhonha.
    No terreno cedido pelo Governo de Minas a UFVJM construir uma fazenda experimental para as aulas prticas dos estudantes da Faculdade de Cincias Agrrias. Em contrapartida, a universidade ser parceira do Estado na implantao do curso tcnico em Agropecuria, de nvel mdio, que a escola estadual passar a oferecer. A UFVJM est sediada em Diamantina, distante apenas 30 quilmetros de Couto de Magalhes de Minas.
    Segundo o governador, a implantao da fazenda experimental e a criao do curso tcnico agrcola iro impulsionar o desenvolvimento econmico e social dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, contribuindo para reduzir as diferenas regionais no Estado.
    Os mais baixos IDH de Minas esto nos vales do Jequitinhonha e Mucuri e o objetivo que estamos cumprindo o de estabelecer aes que permitam populao dessas regies crescer e construir seu prprio futuro, afirmou Acio Neves.
    Parceria
    De acordo com a secretria de Estado de Educao, Vanessa Guimares, a Escola Estadual Jernimo Pontello hoje funciona no sistema de internato. Ela explicou que o internato ser desativado com a criao da escola tcnica. Estamos desativando o internato nessa escola e vamos ter tempo integral com curso tcnico agrcola, disse a secretria, em entrevista.
    Segundo Vanessa Guimares, a universidade ser uma importante aliada na implantao do curso agrcola de nvel mdio. O Estado est doando 100 hectares para a universidade. A escola estadual ainda ficar com 200 hectares para fazer ali a sua escola tcnica. A universidade vai colaborar conosco no desenvolvimento desse projeto da escola tcnica, na elaborao de currculos, na superviso das prticas especficas de interesse do curso, ressaltou.
    Cursos profissionalizantes
    Em 2008, o Governo de Minas investir R$ 50 milhes de recursos prprios na implantao de cursos profissionalizantes para atender 30 mil alunos do ensino mdio matriculados na rede estadual de ensino. At 2010, 80 mil estudantes em 135 municpios mineiros sero beneficiados com a ampliao do nmero de escolas tcnicas estaduais. A prioridade ser para municpios com mais de 30 mil habitantes, cidades mais importantes de determinada regio ou com arranjos produtivos especficos que necessitem de mo-de-obra especializada.
    O Governo de Minas tambm investir na implantao de Escolas de Ensino Normal em todas as regies do Estado, com o objetivo de oferecer formao qualificada de professores de educao infantil. Sero criados tambm cursos como o de Montagem e Manuteno de Computadores e outros para atender as demandas regionais do mercado de trabalho.
    Nova sede
    O governador Acio Neves tambm autorizou Secretaria de Estado de Educao a iniciar os procedimentos para que a Superintendncia Regional de Ensino de Diamantina ganhe uma nova sede.
    Tambm participaram da solenidade a secretria extraordinria de Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri e Norte de Minas, Elbe Brando; o presidente da Assemblia Legislativa, deputado Alberto Pinto Coelho; o prefeito de Couto de Magalhes de Minas, Marcos David Freitas Ferreira e o diretor da Escola Estadual Jernimo Pontello, Geraldo Roberto Alves Pereira.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 11, 2007

    ICMS SOLIDRIO, projeto do deputado Dinis Pinheiro (PSDB) ser debatido hoje em Patos de Minas no Alto Paranaba. Presidente da Assemblia, deputado Alberto Pinto Coelho (PP) abre o Frum, daqui a pouco s 8h30m da manh.

    O 9 encontro regional do Frum Tcnico ICMS Solidrio, promovido pela Assemblia Legislativa de Minas Gerais, ser realizado na prxima tera-feira (11/9/07) em Patos de Minas, no Alto Paranaba. O evento vai reunir lideranas da regio e deputados estaduais no anfietatro do Centro Universitrio Patos de Minas (Unipam), a partir das 8h30.
    O Frum Tcnico visa coletar sugestes para o Projeto de Lei (PL) 637/07, do deputado Dinis Pinheiro (PSDB), que altera a Lei 13.803, de 2000, conhecida por Lei Robin Hood. Em tramitao na ALMG, o PL 637/07 divide os critrios que hoje determinam a distribuio do ICMS em trs grupos: critrios econmicos; sociais solidrios; e de compensao solidria. O objetivo redistribuir uma parte do imposto, beneficiando municpios que estejam em situao desfavorvel em relao mdia per capita de ICMS do Estado.
    O PL 637/07 resultado de ampla discusso realizada na ALMG em 2001, pela Comisso Especial da Lei Robin Hood, que concluiu ser necessrio alterar a forma de distribuio do ICMS. Aps seguidas tentativas de aprovao da matria, sem sucesso, a proposta foi desarquivada agora pelo relator daquela comisso, deputado Dinis Pinheiro. "A proposta busca uma distribuio de recursos mais justa, mais humana e mais crist. O exerccio da vida pblica s tem significado se for voltado para as pessoas mais carentes. Esse projeto beneficia mais de 15 milhes de pessoas, um grande instrumento de transformao social", argumenta o autor do projeto.
    Caso o projeto seja aprovado, 19 dos 31 municpios do Alto Paranaba tero ganho de arrecadao per capita, segundo uma simulao feita pela Consultoria da ALMG, com base nos valores de ICMS de abril deste ano. As cidades que seriam mais beneficiadas so Grupiara (12,67%), Cruzeiro da Fortaleza (12,2%) e Santa Rosa da Serra (11,55%). O municpio-sede do Encontro Regional, Patos de Minas, teria um ganho estimado em 5,46%.
    Por outro lado, Pedrinpolis (-29,44%), Romaria (-23,03%) e Estrela do Sul (-20,3%) seriam os municpios com a maior perda na arrecadao. A regio do Alto Paranaba teria em mdia uma reduo de 5,49% em sua fatia de repasse. Por microrregio, as mudanas seriam as seguintes: Patrocnio: -0,67%; Patos de Minas: 3,17%; Arax: -12,19%. Em todo o Estado, 762 municpios seriam beneficiados com as novas regras propostas pelo PL 637/07, enquanto 91 perderiam recursos.
    A programao do encontro em Patos de Minas inclui exposies tcnicas sobre a Lei Robin Hood e sobre o projeto, alm de pronunciamentos e debates. Solicita-se que as sugestes para aprimoramento do PL 637/07 sejam apresentadas por escrito e, se possvel, em disquete ou CD, com o nome do proponente, telefone, endereo eletrnico e nome da instituio que representa. Todas as propostas sero consolidadas na etapa final do Frum, em Belo Horizonte, no dia 2/10/07. A programao completa do Frum est disponvel no hotsite do evento, na pgina da Assemblia: www.almg.gov.br.
    Previso legal - De acordo com a Constituio Federal, de todo o ICMS arrecadado no Estado, 25% destinam-se aos municpios. Desse montante, pelo menos 75% devem ser distribudos de acordo com o Valor Adicionado Fiscal (VAF), que retrata o movimento econmico do municpio. E at 25% conforme determinar a lei estadual.
    Atualmente, o ICMS em Minas distribudo de acordo com os seguintes critrios e percentuais dos recursos destinados aos municpios: VAF (79,68%); rea geogrfica (1%); populao (2,71%); populao dos 50 municpios mais populosos (2%); educao (2%); produo de alimentos (1%); patrimnio cultural (1%); meio ambiente (1%); sade (2%); receita prpria (2%); cota mnima (5,5%); e municpios mineradores (0,11%). O clculo da parcela de cada municpio uma mdia aritmtica que leva em conta o desempenho do municpio e o peso de cada critrio.
    O que prev o PL 637/07 - A proposta original do PL 637/07 distribuir, pelo critrio do VAF, o mnimo determinado pela Constituio Federal, que 75% - e no os 79,68% atuais. Assim, os 4,68% restantes sero redistribudos a partir de um novo critrio, chamado ICMS solidrio. J os demais critrios no tero o ndice alterado, mas sero separados em dois grupos, um relativo a critrios econmicos e outro relativo a critrios sociais.
    Os critrios econmicos so o VAF (75% dos recursos), produo de alimentos (1%), meio ambiente (1%), receita prpria (2%) e municpios mineradores (0,11%). Os critrios sociais so rea (1%), populao (2,71%), populao dos 50 mais populosos (2%), educao (2%), patrimnio cultural (1%), sade (2%) e a cota mnima (5,5%).
    A diviso dos recursos ser feita em trs etapas. Todos os municpios participam da primeira fase, relativa aos critrios econmicos. Aqueles que apresentarem ndice de ICMS per capita igual ou superior mdia do Estado acrescida de 40% no participam da diviso de recursos do segundo grupo, de critrios sociais solidrios. Realizada essa nova distribuio, cada municpio alcana um novo valor per capita, que confrontado com o novo valor mdio do Estado. Apenas os municpios que ficarem abaixo da mdia do Estado acrescida de 40% seguem para a diviso de recursos do ICMS solidrio. Essa parcela, instituda pelo PL 637/07, distribuda conforme a populao de cada municpio participante.





                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 11, 2007

    Pimentel no Seminrio Gesto das Cidades em VITRIA, capital capixaba. Prefeito de Beag diz que " no h outro caminho para avanar no desenvolvimento das cidades que no seja por meio da gesto compartilhada. preciso enfrentar as dificuldades com as armas que temos. O BOM GESTOR AQUELE que POUPA, RECICLA, CONSERVA E PREVINE" - completou o prefeito de BH. Confira os detalhes na matria do portal www.pbh.gov.br







      Prefeito apresenta programas-modelo para gestores municipais do Esprito Santo

    O prefeito Fernando Pimentel foi o convidado de honra na palestra de abertura da 3 edio do Seminrio Gesto das Cidades, promovida pelo Governo do Estado do Esprito Santo . Ministrando a palestra "A gesto das cidades e o desenvolvimento sustentvel" , o prefeito abriu o evento, que termina hoje, dia 11, em Vitria. O objetivo discutir temas como distribuio do ICMS, aquecimento global, polticas sociais, sade, segurana e educao.
    "No h outro caminho para avanar no desenvolvimento das cidades que no seja por meio da gesto compartilhada, que significa usar at onde for possvel os instrumentos da democracia tradicional e, alm disso, da democracia participativa , ouvindo os conselhos municipais, associaes de moradores, lideranas comunitrias . Com isso, possvel compartilhar diagnsticos, solues, e fazer com que gestores de diferentes esferas trabalhem em harmonia", afirmou o prefeito.
    Com o objetivo de trocar experincias de sucesso que geram o desenvolvimento das cidades, Pimentel apresentou aos prefeitos, secretrios e demais gestores dois programas que esto sendo desenvolvidos em Belo Horizonte: o Vila Viva e o Escola Integrada . "No basta ter dinheiro e projeto, temos que compartilhar os problemas e as solues com a comunidade. No programa Vila Viva, por exemplo, os moradores quem esto escolhendo onde e como ficaro as benfeitorias. Tudo est sendo consultado , gerando um nvel de integrao muito grande. Alm disso, 80% da mo-de-obra da construo da prpria favela", contou.
    Pimentel completou lembrando que a gesto compartilhada precisa vir acompanhada de muita maturidade. " preciso enfrentar as dificuldades com as armas que temos . O bom gestor aquele que poupa, recicla, conserva e previne", lembrou.
    Durante o seminrio, os participantes debatem um conjunto de temas atuais e importantes , tendo como perspectiva a idia de que iniciativas locais devem estar inseridas na construo de polticas integradas, tecendo uma vigorosa rede de cidades.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 10, 2007

    PSICOPATAS - a reportagem de capa da edio( do ms de setembro) da Revista ENCONTRO do jornalista Paulo Csar de Oliveira. Mais uma vez, uma edio primorosa na forma e no contedo do material jornalstico. Vale conferir nas melhores bancas de BH, Rio, Braslia e So Paulo.


























      Psicopatas  
      REPORTAGEM DA CAPA  






     





      Estudos apontam: executivos, polticos e at seu vizinho podem ser um deles  
     






      EDITORIAL PCO: LULA FALA DEMAIS  











      BELEZA









      Emagrecer
    Saiba como
     






       BRASIL









      Para alguns
    O crime compensa

     











       ENTREVISTA









      Jos Afonso Assumpo
    Fala do apago areo
     






        ESPECIAL









      Amigo terapeuta
    Amigo ouvinte, amigo
    conselheiro
     











       LIVRO









      Tcito Naves
    A alma poeta do executivo do sistema financeiro
     






        REPORTAGEM









      ME DESAPOSENTEI
    Eles se aposentaram, mas voltaram a trabalhar
     
















                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 10, 2007

    Empresrio Csar Silveira da Rede Supermais, investe 3 milhes de reais e entrega Barbacena o mais moderno supermercado da cidade. Nota vem da coluna de nosso amigo JAL, do portal barbacenaonline. Confira!









    A famlia proprietria do Silveira Supermercados com o prefeito Martim Andrada, o vice-prefeito Jairo Toledo e o assessor de Fomento Econmico, Flvio Franco. Foto: Jlio Batista

    Silveira
    Com um custo de 3 milhes de reais, a famlia Silveira - Luiza, os filhos Andr e Roberta, com a direo geral do empresrio Csar Silveira - entregou populao de Barbacena no dia 1 de setembro o mais moderno prdio de supermercado da cidade - o Silveira Supermercado com a rede Super Mais - na rua Jos Bonifcio. As solenidades foram constitudas de beno e coquetel. Estiveram presentes o prefeito Martim Andrada, o vice Jairo Toledo, os juizes de direito Jos Carlos dos Santos e Alamir Hauck Rabeca, secretrios municipais,

    homens da imprensa e muitos convidados. A coluna cumprimenta Csar Silveira e sua famlia por mais estes empreendimento que proporciona aos barbacenenses centenas de empregos.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 10, 2007

    Comea hoje em BH, o Congresso Internacional de Legstica. Ser aberto pelo vice-governador Antnio Anastasia e o presidente da Assemblia Legislativa, deputado Alberto Pinto Coelho (anfitrio do evento), no Espao Luminis, s 19 horas, aqui em BH. Confira detalhes no www.almg.gov.br

    Servidores de Assemblias de 16 estados e de dezenas de Cmaras Municipais, alm de deputados mineiros e de outras unidades da federao, desembargadores do Tribunal de Justia e funcionrios do Executivo participam, a partir desta segunda-feira (10/9/07), do Congresso Internacional de Legstica - Qualidade da lei e desenvolvimento. Promovido pela Assemblia Legislativa de Minas Gerais at o dia 12, o evento vai reunir acadmicos, tcnicos e agentes polticos para discutir como produzir uma lei de qualidade. No congresso, sero lanadas novas edies dos Cadernos da Escola do Legislativo e do Manual de Redao Parlamentar (leia abaixo). O local o Espao Luminis (R. Tom de Souza, 273 - Funcionrios, em Belo Horizonte). Todas as 500 vagas foram preenchidas.

    Anastasia e Karpen - O evento pretende difundir o conhecimento sobre tcnicas para a formulao de normas simples, claras, possveis de serem implementadas e avaliadas, eficazes e resultantes de um processo democrtico de elaborao. As perspectivas da Legstica - rea do conhecimento que comeou a se desenvolver h trs dcadas na Europa e no Canad -; os dilogos e conflitos no processo de elaborar leis; e os mecanismos de avaliao das normas sero alguns temas abordados. Est confirmada, na abertura, a presena do presidente da ALMG, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), e a do vice-governador, Antnio Augusto Anastasia. O ex-presidente e fundador da Associao Europia de Legislao, Ulrich Karpen, professor da Universidade de Hamburgo, tambm falar na abertura, marcada para as 19 horas (leia programao abaixo). O evento pretende difundir o conhecimento sobre tcnicas para a formulao de normas simples, claras, possveis de serem implementadas e avaliadas, eficazes e resultantes de um processo democrtico de elaborao. As perspectivas da Legstica - rea do conhecimento que comeou a se desenvolver h trs dcadas na Europa e no Canad -; os dilogos e conflitos no processo de elaborar leis; e os mecanismos de avaliao das normas sero alguns temas abordados. Est confirmada, na abertura, a presena do presidente da ALMG, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), e a do vice-governador, Antnio Augusto Anastasia. O ex-presidente e fundador da Associao Europia de Legislao, Ulrich Karpen, professor da Universidade de Hamburgo, tambm falar na abertura, marcada para as 19 horas (leia programao abaixo). O evento pretende difundir o conhecimento sobre tcnicas para a formulao de normas simples, claras, possveis de serem implementadas e avaliadas, eficazes e resultantes de um processo democrtico de elaborao. As perspectivas da Legstica - rea do conhecimento que comeou a se desenvolver h trs dcadas na Europa e no Canad -; os dilogos e conflitos no processo de elaborar leis; e os mecanismos de avaliao das normas sero alguns temas abordados. Est confirmada, na abertura, a presena do presidente da ALMG, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), e a do vice-governador, Antnio Augusto Anastasia. O ex-presidente e fundador da Associao Europia de Legislao, Ulrich Karpen, professor da Universidade de Hamburgo, tambm falar na abertura, marcada para as 19 horas (leia programao abaixo).

    O presidente Alberto Pinto Coelho (PP) ressalta que o congresso uma oportunidade nica para reflexo conjunta de legisladores, especialistas e cidados sobre a adoo de prticas mais modernas, democrticas e eficazes de produzir as normas. Ele destaca que a legislao mais bem elaborada e com estratgia eficiente de comunicao evita a insegurana jurdica e prejuzos para cidado, governo e negcios. Outros deputados que participam do evento - e sero coordenadores dos debates - so os presidentes das comisses de Constituio e Justia, Dalmo Ribeiro Silva (PSDB); de Participao Popular, Andr Quinto (PT); de Redao, Lafayette de Andrada (PSDB); de Cultura, Glucia Brando (PPS); e de Administrao Pblica, Elmiro Nascimento (DEM), alm do deputado Jos Henrique (PMDB), que far o encerramento do congresso.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 10, 2007

    Governo Acio Neves vai investir 38 milhes de reais - recursos dos cofres estaduais - na construo de dois novos presdios. Um em So Joaquim de Bicas, na regio metropolitana de Belo Horizonte. O outro em Ponte Nova na Zona da Mata, onde em agosto morreram queimados 25 presos num conflito de presidirios.

    O Governo de Minas definiu, a construo em carter emergencial de dois novos presdios regionais, com 600 vagas cada um. As unidades prisionais sero construdas em So Joaquim de Bicas, na Regio Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), e em Ponte Nova, na Zona da Mata. O investimento ser de R$ 38 milhes com recursos prprios do Estado.
    O novo presdio de So Joaquim de Bicas abrigar detentos das carceragens da RMBH, acelerando o processo de transferncia de presos sob a guarda da Polcia Civil para a Subsecretaria de Administrao Prisional (Suapi). O Presdio de Ponte Nova ser construdo em terreno doado pela prefeitura municipal ao Estado e vai reforar o atendimento s demandas regionais da Zona da Mata. Os presdios devem ser inaugurados no incio do prximo ano.
    Com as unidades, sobe para 12.305 o nmero de novas vagas abertas pelo Governo do Estado desde 2003. Minas contava com apenas 4.900 vagas prisionais at o final de 2002, passando agora sua capacidade prisional para 17.205.
    De 2004 a 2006, o Governo do Estado investiu R$ 175,1 milhes na construo de 11 novas penitencirias e 12 novos presdios. Atualmente, o Estado dispe de 46 unidades prisionais entre penitencirias, presdios, Centros de Remanejamento de Presos, casas de albergado e hospitais.
    O nmero to significativo que um estudo realizado pela Fundao Joo Pinheiro (Anurio de Informaes Criminais 2004) mostrou que nos 50 anos anteriores foram criadas apenas 3.559 vagas no Estado.
    Esses investimentos permitiram ao Estado transferir para o sistema prisional presos que antes ficavam sob a guarda e escolta das polcias Civil e Militar. Pela primeira vez na histria do Estado, o sistema prisional tem mais presos sob a sua custdia (18 mil) que sob o controle da Polcia Civil (16 mil).
    Os investimentos do Governo de Minas em segurana pblica registraram crescimento de 1.879,2% se comparados os recursos executados em 2003 e os realizados nos anos de 2004, 2005, 2006 e 2007. Os volumes de investimentos na melhoria dos servios de segurana pblica constam no Siafi-MG e no incluem as despesas referentes a pagamento de pessoal e custeio da rea.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 10, 2007

    Avaliao do Programa BH DIGITAL. Ministro das Comunicaes, Hlio Costa, tem encontro hoje, s 16:30, com o prefeito de BH, Fernando Pimentel, aqui em BH. Confira detalhes da parceria.

                                   
    O Ministrio das Comunicaes liberou mais R$ 3,5 milhes para o projeto BH Digital, realizado em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte. O projeto de incluso digital teve incio em 2005 e tem como objetivo cobrir 95% da rea da cidade com internet sem fio de alta velocidade, deixando de fora apenas as reas de preservao ambiental. O custo total est estimado em cerca de R$ 4,3 milhes, com a participao de 81% do ministrio e o restante da prefeitura.
     As tecnologias usadas, como a Wimax, so as mais modernas sem fio atualmente. O projeto realizado em Belo Horizonte por causa do relevo da cidade. Sero conectadas Internet em banda larga todas as escolas pblicas do municpio, delegacias, associaes de bairros, ONGs (organizaes no-governamentais), rgos pblicos, entre outros. Nos telecentros e nas escolas, a idia ministrar virtualmente cursos de informtica, reforo escolar e formao profissional.
    "Este um projeto pioneiro que ser implantado em todas as capitais do Brasil. A prioridade a conexo nas escolas, e depois os postos de sade e rgos de segurana pblica", afirmou o ministro das Comunicaes, Hlio Costa. A proposta levar tambm a internet para todos os bairros carentes, democratizando o acesso informao. Por isso, o atendimento atingir 256 pontos de incluso digital, at abril de 2008.  Ainda haver redes sem fio em seis parques e jardins para visitantes e turistas.


     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 10, 2007

    PERSONALIDADES JF 2007. Parabns ao colunista Csar Romero do jornal Tribuna de Minas e ao Pr-Reitor da UFJF, Romrio Geraldo - duia das 30 personalidades de Juiz de Fora, escolhidas numa pesquisa pela internet, feita por iniciativa do comunicador Lo Peixoto. CONFIRA!



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 7, 2007

    Famlia MOTA em FESTA neste sbado em Juiz de Fora. O patriarca, Jos Maria Mota , de ROUPA BRANCA, ao lado dos filhos e filhas, faz 90 ANOS.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 7, 2007

    Da srie:UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Ao entro da foto, o aniversariante deste sbado, em Juiz de Fora, Jos Maria Mota, que faz 90 ANOS. Este Blogueiro e a decoradora Cida Amaral estaremos l para comemorar com a famlia Mota.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Setembro 7, 2007

    OS 90 ANOS DE Z Maria Mota. A comemorao ser amanh em Juiz de Fora, com um big churrasco num stio no bairro Aeroporto, perto do restaurante Bertus. L estaremos - eu e minha mulher a decoradora Cida Amaral. sobrinha do aniversariante e de minha sogra, dona Incia Mota, que fez este ano 80 anos. UM DETALHE: a longevidade na famlia muito grande. O pai de Z Maria e dona Incia, o s Joo Virglio morreu com 96 anos, lcido. Parabns!

    A Festa de 90 anos de idade de Jos Maria Mota, em Juiz de Fora. Ser um momento de muita comemorao e CELEBRAO DA VIDA para a famlia Mota. Seu patriarca, chega com sade de ferro e muito bom humor aos 90 anos. Um dos segredos dele manter a mente sempre ocupada. L compulsivamente, principalmente, biografias de personalidades dos tempos dele, como Getlio Vargas e JK. Parabns ao Z Maria, um jovem de 90 anos de idade. Sonho de todos ns - chegar, no Brasil, aos 90 anos lcido e com sade!  Confira as fotos da festa do ano passado quando ele fez 89 anos! CLICK nelas para AMPLIAR!

















                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 6, 2007

    Casamento movimenta Vivenda do Sol em Brabacena no Campo das Vertentes. O registro para nosso BLOG DE NOTCIAS vem da coluna de Idinando Borges do barbacenaonline.






                                                                                           Encontros da vida


    Milton Campelo e Cristina Paolucci no altar

    A bem nascida Cristina Alves Paolucci sempre foi alegre, fraterna e amiga dos amigos.Ainda jovenzinha, ganhou dois presentes da vida, os filhos: Guilherme e Carolina, criados com carinho e na trilha de uma famlia que sempre referncia-Paolucci! Os anos passaram e Cristina, sempre atenta evoluo da vida, continuou sua trajetria, dedicando aos filhos, mas tambm cuidando de sua vida, passeando, conhecendo gente e curtindo os amigos, sempre com o sorriso de menina. E, nos encontros da vida, conheceu o jovem vivo, Milton de Azevedo Campelo. Amor primeira vista? Possivelmente sim, mas com experincia, vivncia e a ternura de aceitar o outro, nos desafios e nas realizaes. Ele, com duas lindas filhas, ela com seus dois filhos, famlia pronta!











    Guilherme e Carolina Paolucci Arajo Pinto

    Olga Paolucci e Valria Paolucci Weyers


    A cerimnia, organizada por Glria Eventos foi na Vivenda do Sol, como o nome j diz, al o sol vive e vive intensamente. O cenrio deslumbrante ganhou flores de Catarine Decoraes e contriburam para alto astral da famlia Paolucci, que quando rene, transborda alegria. Cristina chegou ao altar na tenda central, acompanhada dos filhos. O noivo, mesmo experiente, demonstrou emoo sob o olhar atento da me Lcia de Melo Azevedo e das filhas: Luciana e Tatiana Monteiro Campelo. O capelo da Epcar, Paulo Simes procedeu a beno e falou de dedicao para o casal que ganhou dos presentes uma salva de palmas, a mais antiga manifestao de apreo. Impossvel citar todos os presentes, que alegres sentiram o que um evento organizado por Glria Eventos, tudo perfeito! O buf foi da conceituada Marlia Bianchetti com uma equipe de garons incansveis na distribuio de deliciosos quitutes, regados pelo bom scoth. Um lauto almoo, muita descontrao e dana na celebrao de mais um encontro da vida.












    Carlos e Sylvia Thomaz
    Navarro e Maria Paula

    Gabriel, Tetina e
    Gustavo Arajo Pino

    Lcia de Melo Azevedo


    Foi mais que bonito, foi nobre ver o entusiasmo dos tios da noiva: Itamar Campos e Elizabeth Picinin Paolucci e seus filhos, genros e noras. Edson Paolucci com seus filhos e noras e genros e sua Terezinha Borato, e tambm as sempre distintas Hilda, Helena La e Olga. Belas e elegantes, as irms; Carmem Lcia e Tetina Arajo Pinto com os filhos Gabriel e Gustavo, deram o tom de modernidade, por serem ex-cunhadas da noiva. Chic!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 6, 2007

    COMISSO DE TICA da Assemblia Legislativa tem novo presidente: o deputado Sebastio Costa, do PPS. O deputado ex-prefeito de Divino na Zona da Mata Mineira e ex-diretor do Sebrae_MG.

    Os deputados Sebastio Costa (PPS) e Sebastio Helvcio (PDT) foram eleitos nesta quinta-feira (6/9/07), respectivamente, presidente e vice da Comisso de tica e Decoro Parlamentar da Assemblia Legislativa de Minas Gerais. A comisso foi criada em 2002, pela Resoluo 5.207 e oficialmente instalada em 11 de junho de 2003 com a funo de auxiliar o presidente da ALMG na manuteno do decoro, da ordem e da disciplina.
    Aps a eleio da nova presidncia, o deputado Padre Joo (PT) sugeriu que a comisso tenha uma agenda positiva, com discusses sobre tica na poltica. "Cresce o preconceito quanto poltica como um todo e isso danoso para a democracia", afirmou. Para ele, o trabalho da comisso seria mais proveitoso se ela no se reunisse apenas quando houvesse alguma questo negativa para ser tratada.
    A sugesto do deputado Padre Joo foi apoiada pelos demais participantes da reunio. Na opinio do deputado Sebastio Costa, a proposta de aes educativas voltadas para a sociedade contribuiria para o fortalecimento das instituies. O deputado Sebastio Helvcio ressaltou a responsabilidade que os parlamentares carregam por representarem o povo mineiro e acrescentou que, ao contrrio do que se noticia, as ltimas eleies demonstraram um crescimento dos votos nominais para os cargos proporcionais maior que o crescimento da populao. Os deputados Antnio Jlio (PMDB) e Vanderlei Jangrossi (PP) tambm ressaltaram a importncia da comisso para mostrar os valores ticos do Legislativo.
    Presenas - Deputados Sebastio Helvcio (PDT), que presidiu a reunio; Sebastio Costa (PPS); Antnio Jlio (PMDB); Padre Joo (PT) e Vanderlei Jangrossi (PP).




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 6, 2007

    Convnio Copasa com a Prefeitura de Barbacena no Campo das Vertentes. Comisso de Assuntos Municipais foi cidade ouvir sobre a situao. Confira os dados da matria do www.almg.gov.br ( reproduzida aqui no nosso BLOG DE NOTCIAS).

    Cerca de 250 pessoas lotaram o Salo dos Vicentinos, em Barbacena, na regio Central do Estado, para participar da audincia pblica promovida na cidade pela Comisso de Assuntos Municipais e Regionalizao da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, nesta quarta-feira (5/9/07). Sete deputados participaram da reunio, que dividiu a populao local, que compareceu com faixas e cartazes com dizeres contrrios e favorveis ao possvel convnio que deve ser assinado entre o Estado, a Prefeitura de Barbacena e a Copasa. Este convnio, chamado de contrato-programa possibilita o fornecimento parcial de gua e tratamento de esgoto na cidade, que tem atualmente 170 mil habitantes.
    Com as nimos exaltados das pessoas que compareceram audincia pblica, o autor do requerimento para o debate, deputado Padre Joo (PT), lembrou que este um momento importante para a cidade, que est iniciando um processo de transio do fornecimento de gua, e que a comunidade tem a oportunidade de discutir para decidir o que melhor para cada um. "A audincia pblica para esclarecer a comunidade sobre quais so as vantagens e desvantagens do possvel fornecimento de gua pela Copasa porque, depois, quem vai pagar a conta o consumidor", alertou Padre Joo.
    O parlamentar questionou ainda a votao secreta do Projeto de Lei municipal 48/07, que autoriza a Prefeitura de Barbacena a delegar ao Estado parte da gesto do servio de fornecimento de gua e de tratamento de esgoto. Neste sentido, ser assinado ainda um contrato entre os entes federados e a Copasa. O presidente da Cmara Municipal de Barbacena, Jos Higino Ferreira, defendeu a aprovao do projeto e disse que algumas pessoas tentaram impedir a sesso de votao do projeto, que a Cmara aprovou com votos favorveis de seis vereadores e cinco contrrios. J o vereador Pedro do Vale questionou a necessidade do projeto: "No falta gua em nenhum bairro de Barbacena". Atualmente, o fornecimento de gua e tratamento de esgoto feito pelo Departamento Municipal de Meio Ambiente e Saneamenteo de Barbacena (Demasa).
    O deputado Lafayette de Andrada (PSDB) disse que a Copasa vai promover uma audincia para discutir com a populao os termos do convnio. Segundo ele, ningum ser prejudicado e que a presena da Copasa trar mais desenvolvimento ao municpio. De acordo com o prefeito de Barbacena, Martim Francisco Borges de Andrada, 20 bairros contaro com o servio e que ningum da Demasa ser demitido. Afirmou ainda que o dinheiro investido pela Copasa, na ordem de R$ 28 milhes, trar desenvolvimento para a cidade.
    Servio ficar a cargo do municpio e da Copasa
    O chefe do departamento da Copasa, Rodrigo Moura, destacou que o convnio com a Copasa vai trazer desenvolvimento para o municpio com investimentos de R$ 28 milhes para cuidar do fornecimento de gua e esgoto da regio Norte de Barbacena. Ele explicou as ltimas aes da empresa no Estado por meio de um vdeo institucional.
    O representante do Demasa, Frederico Ozanan de Melo Souza, defendeu que as administraes do rgo foram srias e no houve desvio financeiro. Ele leu uma longa carta do ex-diretor do Departamento de gua e Esgoto (Demae), atual Demasa, Valdir Damasceno, defendendo-se das acusaes de que a autarquia deficitria so falsas e existe um relatrio do Ministrio das Cidades para comprovar que a Demasa tem capacidade para fornecer gua de qualidade em Barbacena.
    Sobre este relatrio, o consultor do Ministrio das Cidades, Joo Batista Peixoto, explicou que este estudo no foi feito visando esta discusso, de contrapor alternativas. Mas sim para fazer um diagnstico da situao da cidade e os possveis investimentos no setor. Segundo ele, os resultados do estudo mostram que existe viabilidade tcnica e econmica para que o fornecimento de gua seja prestado diretamente pelo municpio, mas, para isto, ressaltou que "precisa ter uma boa organizao e gesto. preciso que o Demasa seja administrado com competncia tcnica e capacidade de gesto". Lembrou tambm que o fornecimento de gua deve ser tratado como servio pblico essencial e no como um negcio. Explicou ainda que o papel do Ministrio se restringe a apoiar os entes de federao para melhorar a gesto e contribuir financeiramente com o setor e que a instituio no presta o servio diretamente.
    Um dos coordenadores do Movimento Popular de Luta contra o Convnio da Copasa, Ronaldo Braga, destacou que importante ouvir cada explanao. "Chegamos at aqui com seriedade, compromisso e determinao, porque todos tm direito de lutar por aquilo que acreditam". Tambm participante do movimento, Edson Rezende lembrou que o departamento de saneamento municipal tem 34 anos e que sua imagem foi denegrida para que a populao aposte que a Copasa a nica soluo. Lembrou que a arrecadao da Demasa, na ordem de R$ 20 milhes anuais, fica para Barbacena.
    O presidente da comisso, deputado Weliton Prado (PT), lembrou que todos sero ouvidos e que a audincia espao para reflexo. Lembrou que as divergncias devem ser respeitadas. O deputado Fbio Avelar (PSC) destacou a importncia de cada um explanar seu ponto de vista e afirmou: "A Copasa uma das empresas mais competentes do Brasil". Disse que veio a cidade para colaborar e contribuir com o debate. "Procurem conhecer a Copasa. a melhor empresa de saneamento do Brasil que vai receber o problema de 40 mil pessoas", afirmou. O deputado Wander Borges (PSB) lembrou que o princpio da democracia respeitar o contraditrio: "Quero sair daqui com o juzo formado a respeito da situao em Barbacena".
    Presenas - Deputados Weliton Prado (PT), presidente; Padre Joo (PT), Lafayette de Andrada (PSDB), Fbio Avelar (PSC), Antnio Jlio (PMDB), Wander Borges (PSB) e Joo Leite (PSDB). Alm das autoridades citadas, participaram da reunio o Prefeito de Barbacena, Martim Francisco Borges de Andrada e diversos vereadores da cidade.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 6, 2007

    ALVIO PARA O BOLSO. Leia a BOA NOTCIA enviada pela assessoria de comunicao do Siamig/Sindacar - presidido pelo empresrio Luiz Custdio Cotta Martins.

    PREO DE PAUTA DO LCOOL REDUZ PARA R$ 1,6681

     O Conselho Nacional de Poltica Fazendria (CONFAZ) publicou no dia 23 de agosto de 2007 no Dirio Oficial da Unio (DOU) o Ato Cotepe/PMPF 16, reduzindo o preo de pauta do lcool combustvel em Minas Gerais de R$ 1,9730 para R$ 1,6681. J o preo de pauta da gasolina C tambm havia sido reduzido para R$ 2,5430, porm foi corrigido no dia 28 de agosto e passou para R$ 2,6134.  

     O jornal HOJE EM DIA (5/9) informou que devido a reduo na base do clculo do ICMS cobrado sobre o lcool, o combustvel poder ter uma reduo de at R$ 0,07 por litro para o consumidor final nos prximos dias, segundo o Sindicato dos Postos de Combustveis de Minas Gerais (Minaspestro). A reduo resultado do perodo de safra da cana-de-acar e consequente queda nos preos praticados no mercado para o consumidor final. O repasse da reduo do imposto, no entanto, depende da poltica de cada distribuidora e do posto e da estabilidade do preo do litro na usina.

     O jornal DIRIO DO COMRCIO (5/9) destacou que depois de quase um ano a Secretaria de Estado da Fazenda (SEF) decidiu reduzir o PMPF referente ao lcool hidratado. Com a reduo, o PMPF passou a ser de R$ 1,6681 e o valor do ICMS incidido sobre cada litro que era de R$ 0,4925 reduziu para R$ 0,4170.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 6, 2007

    Conhea os lderes empresariais mineiros de ponta. Hoje a vez do presidente do Siamig/Sindacar. Confira!

    PERFIL EMPRESARIAL desta quinta-feira: LUIZ CUSTDIO COTTA MARTINS, presidente do Siamig/sindacar. Um lder de peso na luta do setor Sucro-alcooleiro de Minas. Sempre atento globalizao de um setor estratgico na Economia do Planeta. Ele acaba de retornar do Recife, onde foi o mediador do FORUM NORDESTE 2007.


    - Luiz Custdio Cotta Martins nasceu em Ponte Nova (Zona da Mata Mineira). engenheiro-agrnomo, formado na Primeira Turma da Faculdade de Agronomia de Botucatu, em So Paulo, e presidente do Sindicato da Indstria do Acar e do lcool de Minas Gerais (Siamig/Sindacar-MG), com 32 associados.

    - Originrio de uma famlia de produtores de acar e lcool, seus bisavs foram os fundadores, em 1883, da primeira usina de acar em Minas Gerais, Ana Florncia, em Ponte Nova. J no ano de 1925, seu av fundou a Usina Jatiboca, em Urucnia, tambm na Zona da Mata, at hoje em funcionamento.

    - Depois de formado em agronomia, assumiu vrios postos de trabalho nas usinas da famlia, nos anos 70 e 80 como Gerente Industrial e Diretor da Usina Jatiboca e Usina Ana Florncia. Foi tambm diretor das empresas: Cia Aucareira Vieira Martins, Pontal Agrcola Ltda, Jatiboca Construes Ltda e Japielma Ltda. Sendo diretor da Associao de Usineiros de Minas Gerais no perodo de 1982 a 1988.

    - Foi, tambm, membro do Conselho Deliberativo do Instituto do Acar e do lcool (IAA), no perodo de 1984 a 1989 e  Secretrio-Executivo do Grupo de Pases Latino Americanos e do Caribe Exportadores de Acar (GEPLACEA), no Mxico, onde ficou por um ano. Tinha a responsabilidade de divulgar o acar e a nova tecnologia brasileira, o lcool combustvel, para a regio e outros pases.

    - Atualmente, Luiz Custdio , tambm, vice-presidente da Federao das Indstrias de Minas Gerais (Fiemg) para a Regio Metropolitana de Belo Horizonte, j no segundo mandato.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 6, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Hoje vem da coluna do Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.

                                                         
                            Beatriz Barra, o deputado Sebastio Helvcio e Neusa Bernardes na visita
                                                               dos estagirios da Adesg  
                                                                  Assemblia Legislativa


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 6, 2007

    Vem a o dinheiro do FUST - Fundo de Universalizao dos Servios de Telecomunicaes. Para o ministro Hlio Costa o programa vai beneficiar milhares de pessoas que no podiam sequer falar com a famlia, porque no havia orelhes no local.















           Mais de oito mil vilarejos vo ganhar telefones pblicos



    Projeto do Ministrio das Comunicaes vai beneficiar localidades com menos
    de 100 habitantes com recursos do Fust

    O Ministrio das Comunicaes vai destinar recursos do Fust (Fundo de Universalizao dos Servios de Telecomunicaes) para instalar orelhes em 8.760 localidades com menos de 100 habitantes, que no so atendidas pelo Plano Geral de Metas de Universalizao. O programa, elaborado especialmente para locais que no tinham nenhum telefone pblico, representa um importante avano na democratizao do servio.

     O ministrio recebia muitas cartas dessas pequenas localidades, solicitando o acesso coletivo telefonia. O programa tem uma funo social importantssima. Com ele, vamos beneficiar milhares de pessoas que no podiam sequer falar com a famlia, porque no havia orelhes no local, diz o ministro Hlio Costa.

    Cada localidade receber pelo menos um terminal de uso pblico. A expectativa que os orelhes sejam instalados, nos prximos trs anos, ao redor de locais de maior movimento, como escolas e postos de sade. O investimento previsto para a instalao dos terminais de aproximadamente R$ 285 milhes. Alm disso, o Ministrio das Comunicaes vai destinar cerca de R$ 7,5 milhes, anualmente, para despesas operacionais.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Setembro 6, 2007

    De olho no Programa Indito lanado h pouco tempo pelo governador de Minas, Acio Neves.









                                Poupana Jovem recebe 99,9% de adeso em Neves

     

    O programa Poupana Jovem, coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), encerrou a etapa de adeso dos participantes e registrou a inscrio de 3.498 alunos, o que significa 99,9% dos estudantes freqentes do municpio. Apenas quatro jovens das 25 escolas estaduais de Ribeiro das Neves no assinaram o termo que habilita a insero no programa que garantir, ao final do ensino mdio, R$ 3 mil aos que cumprirem todas as regras previstas no termo de adeso.
    Espontnea e sem burocracia, a adeso consistiu na assinatura de documentos por parte dos alunos e de seus responsveis, em suas respectivas escolas. A campanha para divulgao do acordo entre os estudantes e o Estado de Minas Gerais aconteceu no perodo de volta s aulas, no ms de agosto. Segundo a coordenadora do programa, Emlia Paiva, a participao foi considerada excelente e todos esto muito motivados com as propostas apresentadas pelo Poupana Jovem. Alunos, pais, professores e todos os funcionrios das instituies de ensino esto muito engajados na programao das prximas etapas. Eles esto motivados e essa ajuda muito necessria para que o programa atinja seus objetivos, afirma Emlia.
    Com o encerramento da adeso, as escolas j comearam as atividades complementares divididas em mdulos. A primeira etapa, denominada Giro Jovem, vai durar cinco semanas e os alunos sero estimulados a discutir temas relativos educao, tica e cidadania, juventude, sexualidade e afetividade. Os debates sero conduzidos por psiclogos, pedagogos, assistentes sociais, filsofos e socilogos, capacitados pelo Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentvel (Cieds).
    De acordo com Wanderson Lima de Oliveira, coordenador-geral de projetos do Cieds e responsvel pela organizao da capacitao, os educadores sociais foram contratados especialmente para essa fase do programa. Eles aprenderam mtodos eficazes e maneiras adequadas de abordar temas importantes para a vida cotidiana dos jovens e vo levar informaes para as salas de aula, explica Wanderson.
    Depois das cinco semanas do Giro Jovem, voltadas para as dinmicas que tratam do protagonismo juvenil, os alunos vo redigir a Carta dos Sonhos, uma espcie de registro onde o jovem faz projees para o seu futuro. Com base nessas informaes, vamos montar a programao de atividades esportivas, culturais, aulas de ingls, informtica e qualificao profissional. Tudo o que for revelado na carta ser base para os trabalhos posteriores, diz Emlia. Essa carta ser revista pelos alunos semestralmente, a fim de que possam avaliar o andamento de seus projetos, traar novas metas e adequar as aspiraes. um voto de confiana na capacidade de o jovem ser autor do seu prprio futuro, afirma a coordenadora do Poupana Jovem.
    Poupana Jovem
    Programa indito no pas, o Poupana Jovem se destina a estudantes do ensino mdio da rede pblica estadual e busca atender a 50 mil jovens mineiros at 2010. Os jovens contaro com acompanhamento do rendimento escolar, atividades extracurriculares e cursos profissionalizantes. Em contrapartida, o Governo de Minas vai oferecer uma poupana no valor de R$ 3 mil a ser sacada aps a concluso do ensino mdio.
    O primeiro mdulo atender os jovens matriculados no ensino mdio no municpio de Ribeiro da Neves, cidade com menor ndice de Desenvolvimento Humano (IDH) na Regio Metropolitana de Belo Horizonte e com altos ndices de violncia e evaso escolar. Para manter-se no programa, o aluno dever ter freqncia escolar, participao nas atividades complementares e em projetos comunitrios.
    Considerado um dos projetos estruturadores do Estado, o Poupana Jovem conta com um investimento de recursos estaduais de cerca de R$ 50 milhes. A previso do Governo de Minas levar o Poupana Jovem a outras regies do Estado. Os municpios sero escolhidos com base no baixo ndice de Desenvolvimento Humano, taxa de evaso escolar e ndices de criminalidade.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 5, 2007

    POR ONDE ANDA? Recentemente o ex-deputado Joo Navarro, ex-presidente da Assemblia Legislativa, voltou ao bons tempos em sua cidade Barbacena. Ele foi o orador oficial na solenidade da solenidade de entrega da Medalha deputado Jos Bonifcio Lafayette de Andrada - o Zezinho Bonifcio - a vrias personalidades do mundo poltico e emprearial de Barbacena. A solenidade, presidida pelo prefeito Martin Andrada,PSDB, neto de Zezinho Bonifcio, foi no Solar de Conde Prados, Museu Municipal. Deixo aqui meu abrao ao ex-deputado Joo Carlos Ribeiro de Andrada e o parabenizo pela justa homenagem que ele recebeu como reconhecimento pelos relevantes servios, que como homem pblico ele prestou sua Barbacena. A foto do site www.barbacenaonline.com.br



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 5, 2007

    TV DIGITAL - a primeira fbrica BRASILEIRA de software j est funcionando em Joo Pessoa ( Pernambuco) e Natal (RIo Grande do Norte). "Este o caminho para o Brasil crescer verdadeiramente - desenvolver tecnologia nacional de ponta que tenha condies de competir no mercado internacional" - disse o ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa.

                                        

    Software da TV Digital ganha
    fbrica especializada no Brasil

    Pesquisa que deu origem ao Ginga
    contou com recursos do Funttel

    Os investimentos de R$ 5,7 milhes do Funttel (Fundo para o Desenvolvimento Tecnolgico das Telecomunicaes) no desenvolvimento genuinamente nacional do Ginga, software responsvel pela interatividade do Sistema Brasileiro de TV Digital (SBTVD), comeam a dar seus primeiros frutos. A primeira fbrica brasileira especializada na produo do programa j est em funcionamento em Joo Pessoa (PB) e Natal (RN). 

    O programa considerado um dos melhores do mundo j tem encomendas para o mundo inteiro. "Este o caminho para o Brasil crescer verdadeiramente - desenvolver tecnologia nacional de ponta que tenha condies de competir no mercado internacional. Ns do Ministrio das Comunicaes estamos muito felizes em ter apoiado este projeto por meio do Funttel", afirmou o ministro das Comunicaes, Hlio Costa.   

    A empresa tambm dever desenvolver verses do Ginga para diversas plataformas, como IPTV, cabo e satlite. "A continuidade do desenvolvimento tecnolgico do software uma prioridade do Funttel", afirma o diretor de Indstria, Cincia e Tecnologia do ministrio, Igor Vilas Boas. 

    O pedido de registro do nome fantasia Mopa, que significa "sucesso" entre os pesquisadores foi feito nesta semana. A empresa j tem dois clientes (CCE e Aiko) e vender implementaes Ginga para fabricantes de conversores. Quarenta engenheiros que participaram da fase de pesquisa fazem parte do quadro. Os prottipos do Ginga foram desenvolvidos pela Universidade Federal da Paraba (UFPB) e Pontifcia Universidade Catlica do Rio de Janeiro (PUC-RJ).

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 5, 2007

    AUDITORIA AMBIENTAL. Aprovado projeto, do deputado dr. Viana, que reduz prazo de trs para dois anoso intervalo das auditorias ambientais em Empresas e/ou atividades de elevado potencial poluidor.

    O Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais aprovou, na Reunio Extraordinria desta tera-feira (04/09/07), o Projeto de Lei (PL) 347/07, do deputado Doutor Viana (DEM), que reduz de trs para dois anos o intervalo das auditorias ambientais em empresas ou atividades de elevado potencial poluidor. Para isso, o PL, aprovado em 2 turno, altera o artigo 4 da Lei 10.627, de 1992, que trata da realizao de auditorias ambientais. O Projeto obriga ainda as empresas a enviar relatrio das auditorias Fundao Estadual do Meio Ambiente (Feam) e prev punies em caso de infrao, de acordo com a legislao ambiental em vigor atualmente no Estado.
    Educao - Na reunio desta tera, os deputados discutiram o PL 1.324/07, do governador, que reajusta em 5% o vencimento bsico dos servidores da educao e estabelece o piso de R$ 850 para o professor com carga horria de 24 horas semanais. Foram apresentadas 18 emendas, sendo uma da deputada Maria Lcia Mendona (DEM); cinco da deputada Ana Maria Resende (PSDB); uma do deputado Deir Marra (PR); quatro do deputado Weliton Prado (PT), uma da deputada Elisa Costa (PT) e seis do deputado Carlin Moura (PcdoB). O projeto agora ser enviado Comisso de Administrao Pblica para que seja emitido parecer.
    Entre as emendas apresentadas em Plenrio, est a que institui vale-refeio no valor de R$ 120 aos servidores. Outra proposta aumenta o ndice de reajuste dos vencimentos para 30% em trs anos, conforme foi concedido aos servidores da segurana pblica. H ainda emendas ampliando o nmero de cargos contemplados com a Complementao Remuneratria do Magistrio (PCRM).
    Crticas - Os deputados de oposio fizeram duras crticas ao PL 1.324/07. A deputada Elisa Costa (PT) considerou uma "vergonha" o fato de Minas Gerais ser o 18 estado do pas no ranking salarial dos professores. Ela lamentou o pequeno nmero de servidores beneficiados pela iniciativa do governo. "O projeto s beneficia 25% dos educadores", afirmou.
    O deputado Padre Joo (PT) pediu mais abertura do Executivo para que os parlamentares possam intervir na melhoria da proposio. Ele reclamou ainda do piso de pouco mais de R$ 300 pagos aos professores atualmente. Para o deputado Andr Quinto (PT), a atual proposta "fere a lgica do plano de carreira do magistrio" e um "retrocesso na luta dos profissionais por melhores salrios".
    Weliton Prado (PT), Paulo Guedes (PT) e Carlin Moura (PcdoB) tambm se mostraram contrrios ao projeto. Weliton lamentou a falta de equiparao com os servidores da segurana, e Paulo Guedes lembrou que a os promotores ganharam recentemente um abono de R$ 3 mil.
    Defesa - O deputado Lafayette de Andrada (PSDB) discordou das crticas da oposio e lembrou dos feitos do governo estadual na rea de educao. "Minas mostra sua cara. No se esconde. Distribuiu mais de 2 milhes de livros didticos, investiu mais de R$ 30 milhes em reformas e construes de novas escolas, o primeiro e nico Estado do pas a introduzir o ensino fundamental de nove anos e seus alunos tiveram excelente desempenho nas avaliaes feitas pelo prprio governo federal", enumerou.
    O parlamentar negou que os nmeros em relao ao projeto no estejam claros. "O impacto financeiro foi mostrado aqui por tcnicos do Executivo: so R$ 360 milhes, no h nada a esconder", disse.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Setembro 5, 2007

    Cafeicultores Mineiros endividados!









                      Cafeicultores pedem apoio a projeto que ser levado ao Congresso

     









    Wellington Pedro/Imprensa MG

    O governador Acio Neves recebeu, nesta tera-feira (4), no Palcio da Liberdade, cafeitultores do Sul de Minas, acompanhados pelo presidente do Conselho Nacional do Caf, Gilson Ximenes; pelo presidente da Federao da Agricultura de Minas Gerais (Faemg), Roberto Simes; e pelo secretrio de Estado de Agricultura, Gilman Viana. O grupo apresentou um relatrio sobre a situao do setor no Estado e no pas, apontando as perdas de renda dos cafeicultores, e pediu ao governador apoio na articulao junto ao Congresso e ao governo federal para aprovao de medidas que aliviem o setor, entre elas negociao da dvida dos produtores e expanso de linhas de crdito. "Foi feito um retrato da crise do caf, do empobrecimento do cafeicultor, que sofre com custos elevados na produo, com um preo abaixo do custo e, sobretudo, sacrificado com o cmbio. O governador recebeu um documento consistente, bem colocado, pedindo a sua presena no mbito federal para articular medidas que tratem da reestruturao da dvida e medidas que permitam a atividade econmica com renda", disse em entrevista o secretrio Gilman Viana, aps o encontro com o governador.
    Segundo o secretrio, as maiores preocupaes so a reestruturao da dvida dos produtores e liberao de crdito. "O segundo item na pauta de reivindicaes a liberao de crdito para antecipao de estoque e de colheita, j prevendo regras de comercializao, inclusive contratos de opo para que a desova de produo no seja apressada para pagar compromissos velhos com venda futura antecipada, que fica disposio do intermedirio", explicou Gilman Viana.
    Projeto de lei
    As reivindicaes dos cafeicultores fazem parte de um projeto de lei que ser apresentado na prxima semana ao Congresso, que estabelece uma srie de medidas de apoio agricultura.
    "Esse projeto dever acertar definitivamente o endividamento crnico da agricultura brasileira, que vem se agravando ao longo dos anos. Por isso, viemos pedir o apoio do governador para trabalhar conosco, em Braslia, nesse sentido. Em Minas, 700 municpios so produtores de caf, da a importncia do assunto para o Estado", disse o presidente do Conselho Nacional do Caf, Gilson Ximenes.Segundo ele, a dvida dos produtores agrcolas brasileiros somam hoje cerca de R$ 130 bilhes. Em Minas, o montante dessa dvida estimada entre R$ 11 bilhes e R$ 12 bilhes.
    Safra
    Minas Gerais o maior produtor brasileiro de caf, responsvel por quase 50% da produo nacional e por 15% de toda a produo mundial. Na safra de 2006, a produo foi de 22 milhes de sacas. A estimativa de produo para a safra estadual, que ser colhida em 2007, de 14,8 milhes de sacas, equivalente a 45,3% da produo nacional.
    Segundo levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado em agosto passado, o resultado da safra deste ano deve ficar 33% abaixo do esperado. Esse percentual maior do que acontece naturalmente, em funo da caracterstica bianual da cultura do caf. A estiagem ocorrida no perodo da florao, no ano passado, e o excesso de chuvas entre dezembro e janeiro deste ano, facilitaram o ataque de pragas e doenas. A estimativa para a produo nacional de 32,6 milhes de sacas, 23,3% menor que a safra passada, de 42,5 milhes de sacas.
    Cadeia produtiva
    Toda a cadeia produtiva do caf emprega direta e indiretamente cerca de 3,5 milhes de pessoas em Minas. A atividade est presente em 150 mil propriedades, em 700 municpios, a maioria conduzida por pequenos produtores.
    O caf o segundo produto na pauta de exportaes de Minas Gerais, atrs apenas do minrio de ferro. No primeiro semestre do ano, as vendas para o exterior foram de US$ 1,2 bilho, crescimento de 32%. Em volume, os embarques de caf foram de 551 mil toneladas, com aumento de 21% em relao ao primeiro semestre do ano passado. Em todo o ano de 2006, as vendas para o exterior  totalizaram US$ 2,1 bilhes, um crescimento de 13% em relao ao ano de 2005.
    Plo de Excelncia
    Em junho deste ano, o governador criou o Plo de Excelncia do Caf com o objetivo de fortalecer o Estado como referncia nacional e internacional em cincia, tecnologia e inovao do caf. O Plo de Excelncia do Caf ser instalado no campus da Universidade Federal de Lavras (Ufla) e vai consolidar a experincia de Minas no setor cafeeiro, reunindo instituies geradoras de conhecimento, de capacitao de recursos humanos e prestao de servios tcnicos especializados no agronegcio do caf e entidades atuantes nos vrios segmentos da cadeia produo, industrializao e comercializao.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 4, 2007

    PINGA FOGO no Plenrio JK da Assemblia Legislativa de Minas.

                       Ferrovia Bahia-Minas e Congresso do PT so abordados no Plenrio
    Ao ocupar a tribuna do Plenrio, na Reunio Ordinria desta tera-feira (4/9/07), o deputado Getlio Neiva (PMDB) defendeu a reconstruo da ferrovia Bahia-Minas, que ligava Araua a Caravelas (BA) e desde 1966 foi abandonada. De acordo com o parlamentar, essa seria a soluo definitiva para acabar com a misria que assola as regies Norte, Nordeste e Noroeste do Estado, onde, segundo ele, 1,2 milho de pessoas vivem em grande pobreza. Neiva afirmou que o Acio Neves o governador que mais ateno dispensou regio, mas o provocou a ser mais ousado e determinar a retomada da ferrovia. "Tudo mais que fizerem no vai resolver o problema da nossa economia, do emprego e da fome", advertiu, ao ressaltar que a estrada de ferro pode incrementar o desenvolvimento das cidades.

    J a deputada Elisa Costa (PT) direcionou seu discurso para relatar o 3 Congresso Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), realizado no ltimo final de semana. Na avaliao da parlamentar, o congresso resgatou a principal marca da legenda durante a transio democrtica: o debate poltico. Elisa Costa disse que foram reconhecidos os erros cometidos por integrantes do partido, mas, tambm, reafirmado o compromisso com a tica, com os pobres e com polticas pblicas destinadas a reduzir a desigualdade social. "Podemos seguir em frente, com o olhar na dignidade". Ao final, Elisa Costa homenageou o sindicalista Lcio Guterres, presidente da Central nica dos Trabalhadores (CUT) em Minas Gerais, que morreu no domingo. Ele lutava h um ano e meio contra um cncer e sofreu um acidente de carro dia 30 de agosto.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 4, 2007

    Prefeito Fernando Pimentel abre, hoje noite, no Prdio da Prefeitura de Beag a "Mostra Niemeyer 100 anos - Lembrana de Belo Horizonte". A informao so do site www.pbh.gov.br

    O prefeito Fernando Pimentel abre s 19h desta tera-feira, dia 4, no Espao Municipal do Prdio da Prefeitura (av.Afonso Pena, 1.212), a mostra Niemeyer 100 Anos - Lembrana de Belo Horizonte, em homenagem ao centenrio do arquiteto.
    Alm da exposio no Espao Municipal, a Prefeitura tambm instalou marcos em cada uma das dez obras do arquiteto na cidade - Casa do Baile, Igreja de So Francisco, Museu de Arte da Pampulha , Casa JK e Iate Clube, na Pampulha, Edifcio Niemeyer e Biblioteca Pblica, na Praa da Liberdade, Edifcio JK, na Rua Timbiras, ex-prdio do Bemge, na Praa Sete , e Escola Estadual Governador Milton Campos (Estadual Central), no Bairro Santo Antnio . Os marcos reproduzem um homem e um olho, traos presentes em todos os croquis do arquiteto.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 4, 2007

    Assunto polmico: os investimentos que as prefeituras de Pairapora e Buritizeiro tm feito na preservao da Ponte Marechal Hermes, tombada pelo Estado. Entenda o caso.

    Uma vista que tinha o objetivo inicial de solicitar recursos para a reforma da Ponte Marechal Hermes, que liga as cidades de Pirapora e Buritizeiro, no Norte do Estado, acabou criando dvidas quanto ao investimento que as duas cidades tm feito para a preservao da ponte, tombada pelo Estado. A Comisso de Assuntos Municipais e Regionalizao da Assemblia Legislativa de Minas Gerais se reuniu, na manh desta tera-feira (4/9/07), no Instituto do Patrimnio Histrico e Artstico do Estado (Iepha/MG), com o presidente em exerccio, Renato Csar de Souza. Enquanto vereadores e representante da sociedade de Buritizeiro, que tambm participaram do encontro, solicitaram recursos para investimento na ponte, o presidente do Iepha lembrou que as cidades que possuem monumentos tombados, so beneficiadas pela Lei Robin Hood, recebendo maior parcela de ICMS.
    O deputado Weliton Prado (PT), presidente da comisso, esclareceu que a comisso est pedindo a liberao de recursos, em carter emergencial, j que os moradores da regio reclamam da situao precria em que se encontra a ponte. Ela foi interditada, no final do ano passado, por determinao judicial, e reaberta em abril deste ano somente para motos e pedestres. A deputada Ana Maria Resende (PSDB), uma dos autoras do requerimento que solicitou a reunio, lembrou que os pedestres so os grandes prejudicados pois a ponte virou "lugar de marginalidade". Ela destacou que a Ponte Marechal Hermes s recebeu iluminao recentemente, e mesmo assim em carter provisrio.
    Renato Csar explicou que j existe um projeto de reforma, que prev um gasto de R$ 2,6 milhes. Os recursos podem ser captados por meio de lei federal, estadual, ou por meio de parceria com alguma entidade privada. O presidente do Iepha garantiu que ainda neste ms de setembro vai enviar uma equipe tcnica ao local para fazer uma avaliao da ponte. Com relao do ICMS, Renato explicou que a legislao no exige que as cidades que recebem esse benefcio sejam obrigadas a investi-lo na preservao do patrimnio. Disse ainda, que a prestao de contas feita anualmente, atravs de relatrio enviado ao Iepha.
    Segundo ele, Buritizeiro recebeu no ms de junho cerca de R$ 4,6 mil, enquanto Pirapora teve um repasse de aproximadamente R$ 10,9 mil. Ele garante que a verba chega aos cofres da prefeitura mas como enviado para um caixa nico, "pode ser utilizada de qualquer maneira". A deputada Ana Maria Resende solicitou um balano dos recursos investidos na preservao do patrimnio histrico e cultural em Buritizeiro e em Pirapora. Ela afirmou ainda que a comisso dever acompanhar os tcnicos do Iepha na visita que ser feita ao local.
    Presenas - Deputado Weliton Prado (PT), presidente; deputada Ana Maria Resende (PSDB).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 4, 2007

    Sucesso Prefeitura de Beag o pano de fundo de uma outra - a corrida pelo Palcio da Liberdade e, h quem diga, que tambm sucesso do presidente Lula. O certo : todos se movimentam nos bastidores. E luz do dia, tambm!

    Comecemos pela Prefeitura de BH, aonde o PT est instalado h mais de doze anos. O prefeito Fernando Pimentel costura os entendimentos com dois personagens polticos de peso. O primeiro, o governador Acio Neves, que est a postos para disputar o governo federal e/ou o senado - Minas ter duas vagas disponveis em 2010.
    O segundo, o senador Hlio Costa, cotado para ser candidato a Prefeitura da Capital, se for necessrio aos entendimentos do PT com os partidos aliados - mas o senador quer mesmo e se articula para concorrer pela terceira vez ao Palcio da Liberdade. Aposta na visibilidade nacional que tem hoje como Ministro das Comunicaes,os cerca de 3 milhes e e meio de votos que conseguiu nas duas disputas ao Palcio da Liberdade e na ltima eleio para o senado, a proximidade com o presidente Lula e, principalmente com o prefeito Pimentel. bom lembrar que o senador Hlio Costa apoiou e subiu nos palanques do prefeito Pimentel na corrida pela reeleio. poca, o partido dele, o PMDB, tinha candidata - a ex-deputada federal Maria Elvira.
    Resultado: Pimentel e Hlio Costa se entendem nos bastidores e em pblico, quem sabe, numa dobradinha em 2010. Nos meios polticos todos reconhecem que uma chapa Hlio Costa para governador de Minas e Pimentel para vice teria uma densidade eleitoral respeitvel. O difcil, mas no impossvel, acertar a dobradinha. Vai exigir viso poltica e muito entendimento, que passa pelo presidente Lula e a cpula do PMDB. Quem viver ver!
    Mas outros personagens polticos esto em ao nos bastidores. Um deles? O vice-prefeito Ronaldo Vasconcelos, hoje no PV, j esteve com o prefeito Pimentel e colocou sua pretenso de concorrer Prefeitura, agora para o cargo mximo de prefeito da capital. Ronaldo conhecido como ferrinho de dentista e est costurando possveis apoios. Costura na poltica, como fazem os especialistas em confeco de bolas de futebol: costuram a bola de dentro para fora. No final, com a costura firme, queos gomos da bola so virados de dentro para fora para que se faa o arremate.
    Bem esta anlise muito frgil ainda e fica mesmo dentro do PT - onde estamos sentindo que o partido ter que se dobrar realidade - o lulismo se mostra bem mais forte que o petismo. E no ser surpresa para este BLOGUEIRO se o candidato a prefeito de BH, ao Palcio da Liberdade e ao Planalato no sair do PT e sim, dos partidos aliados ao governo Lula. Vamos aguardar que o tempo e os fatos confirmem ou desmintam, de vez, esta avaliao.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 4, 2007

    Banco Postal, dos Correios, em Pedra de Maria da Cruz. Inaugurao na quinta-feira, dia 6. Confira detalhes do Programa Regional "Mais Correios",pilotado em Minas pelo diretor regional dos Correios, Fernando Miranda.

     

    Correios inaugura agncia no Norte de Minas

    Clientes vo contar tambm com mais um ponto de atendimento do Banco Postal


     

    Ser inaugurada em Pedras de Maria da Cruz, no norte do Estado, a nova unidade dos Correios no municpio, no prximo dia 6 de setembro, s 11h30 (Avenida Montes Claros, 360, Centro). A inaugurao faz parte do programa regional "Mais Correios", de melhoria da qualidade e de expanso da rede de distribuio e atendimento. O diretor dos Correios em Minas Gerais, Fernando Miranda, estar presente na solenidade, que contar tambm com a participao de autoridades locais.


    Com a nova agncia, a cidade de Pedras de Maria da Cruz ter acesso a todos os servios oferecidos pelos Correios, incluindo o Banco Postal.  Voltado para clientes com mdia salarial de R$ 500,00, o Banco Postal foi a soluo encontrada pelo Ministrio das Comunicaes e pela Empresa Brasileira de Correios e Telgrafos (ECT), em parceria com o Bradesco, para possibilitar a incluso de importante camada da populao ao sistema financeiro nacional. Com mais essa inaugurao, a empresa passa a operar o servio em 781 agncias no Estado e em mais de 5.500 em todo Brasil, sendo 1.111 em municpios onde no existe nenhuma outra agncia bancria, como o caso de Pedras de Maria da Cruz.


     

    Atualmente, o Banco Postal atende a quase 6 milhes de brasileiros e realiza cerca de 30 milhes de transaes por ms. A rede Correios de atendimento composta por 5.911 agncias prprias (781 em Minas) e 1.446 agncias franqueadas (195 em MG), alm de outros 4.768 (845 em MG) pontos de atendimento.


     

     

    Com a nova agncia, a cidade de Pedras de Maria da Cruz ter acesso a todos os servios oferecidos pelos Correios, incluindo o Banco Postal.  Voltado para clientes com mdia salarial de R$ 500,00, o Banco Postal foi a soluo encontrada pelo Ministrio das Comunicaes e pela Empresa Brasileira de Correios e Telgrafos (ECT), em parceria com o Bradesco, para possibilitar a incluso de importante camada da populao ao sistema financeiro nacional. Com mais essa inaugurao, a empresa passa a operar o servio em 781 agncias no Estado e em mais de 5.500 em todo Brasil, sendo 1.111 em municpios onde no existe nenhuma outra agncia bancria, como o caso de Pedras de Maria da Cruz.


     

    Atualmente, o Banco Postal atende a quase 6 milhes de brasileiros e realiza cerca de 30 milhes de transaes por ms. A rede Correios de atendimento composta por 5.911 agncias prprias (781 em Minas) e 1.446 agncias franqueadas (195 em MG), alm de outros 4.768 (845 em MG) pontos de atendimento.


     

     

                Instalaes da agncia


     

                A agncia ir funcionar em uma rea de 86 metros quadrados. O prdio sofreu intervenes para se adequar rede de agncias da regio, incluindo adaptaes de ergonomia e acessibilidade.


     

    Mais informaes: (31) 3222-8337 / (31) 8674 3969


     

    SERVIO


     

    Evento: Inaugurao das novas instalaes da ACC1 Pedras de Maria da Cruz

    Data: 06/09/2007

    Horrio: 11h30

    Local: Avenida Montes Claros, 360, Centro Pedras de Maria da Cruz/MG


     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 4, 2007

    O DIA DO MDICO VETERINRIO ser comemorado na quina-feira, dia 6, na sede do Conselho Regional de Medicina Veterinria, rua Platina, 189, no bairro Prado. Sero homenageados 20 mdicos veterinrios. Confira as informaes enviadas ao nosso BLOG DE NOTCIAS pelo jornalista Ricardo Carlini, nosso amigo dos tempos de Rede Globo.

    O Conselho Regional de Medicina Veterinria de Minas Gerais realiza nesta
    quinta-feira, dia 6, s 19h30, a solenidade em comemorao ao dia do
    Mdico Veterinrio. O evento contar com a presena do Secretrio de
    Agricultura, Pecuria e Abastecimento Gilman Viana Rodrigues. Sero
    homenageados 20 profissionais que se destacam na profisso. Minas Gerais
    conta com 9.243 veterinrios registrados no Conselho Regional, sendo que
    6.500 esto em atividade.
    Sero homenageados Ademir de Moraes Ferreira; Antnio Cndido Martins
    Borges; Audomar Minas Novas Marx; Ariane Machado Siqueira; Clvis Eduardo
    Sidnei Correa; Dalila Maria Ribeiro de Andrade; Eduardo Paulino da Costa;
    Elmer Ferreira Luiz de Almeida; Evandro de Abreu Fernandes; Gilberto
    Rodrigues Coelho; Heloza Helena Baliza Pereira; Henrique Casella; Homem
    Israel Ferreira; Jonas Carlos Campos Pereira; Miguel Allonso Gouveia
    Valle; Paulo Afonso da Silveira Ferreira; Paulo Roberto Figueiredo
    Braccini; Pedro Moacyr Pinto Coelho Mota; Rachel dos Mares Guia Dias e
    Vtor Mrcio Ribeiro.
    Tradicionalmente conhecido por cuidar dos animais, o mdico veterinrio
    vem desempenhando um papel social mais amplo e abrangente. Uma das
    atividades do profissional o controle das zoonoses, que so as doenas
    de animais transmissveis ao homem. Atualmente, so reconhecidas mais de
    cem zoonoses e inmeras outras doenas infecto-contagiosas dos animais.
    Essas enfermidades constituem um importante fator de morbidade e pobreza,
    pelas infeces agudas e crnicas que causam aos seres humanos e pelas
    perdas econmicas na produo animal. Neste contexto, a atuao do mdico
    veterinrio considerada um trabalho de sade pblica, realizado para
    reduzir ao mnimo possvel o risco de contaminao, garantindo a sade do
    ser humano.
    Comemorada tradicionalmente no dia 9 de setembro, a data marca a primeira
    normatizao para a atuao do mdico veterinrio e para o ensino da
    profisso, regulamentados por meio de Decreto do ento Presidente Getlio
    Vargas, em 1933. Durante a solenidade de celebrao do Dia do Mdico
    Veterinrio, nesta quinta-feira, o Conselho Regional vai homenagear os
    profissionais que se destacaram no exerccio da atividade.
    Servio
    Solenidade de Comemorao do Dia do Mdico Veterinrio
    Data: 06/09/2007 19h30
    Local: CRMV-MG - Rua Platina, 189 Bairro Prado Belo Horizonte
    Mais informaes: Mrcia Frana de Azevedo mfrancadeazevedo@hotmail.com


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 4, 2007

    COPASA em Barbacena. Convnio com a prefeitura ser discutido amanh, dia 5, s 16 horas, em Barbacena. L estar a Comisso de Assuntos Municipais e Regionalizao da Assemblia Legislativa. Requerimento do deputado Padre Joo, do PT.

    Um convnio assinado entre a prefeitura de Barbacena, na regio Campo das Vertentes, e a Copasa ser o tema de uma audincia pblica da Comisso de Assuntos Municipais e Regionalizao da Assemblia Legislativa de Minas Gerais naquela cidade, marcada para esta quarta-feira (5/9/07), s 16 horas. A reunio acontece no Salo dos Vicentinos (rua Olinto Magalhes, 52), e atende a requerimento do deputado Padre Joo (PT).
    O convnio concede a gesto de um tero do sistema de gua e esgoto do municpio para a Copasa, pelo perodo de 30 anos, prorrogveis. A previso de investimento chega a R$ 28 milhes. Segundo informaes do gabinete do deputado, h irregularidades no processo de aprovao do convnio pela Cmara Municipal de Barbacena. A concesso prevista pelo Projeto de Lei municipal 48/07, do prefeito Martin Francisco Borges de Andrada.
    De acordo com o requerimento apresentado pelo parlamentar, h um movimento da sociedade civil contrrio ao convnio entre a Copasa e o municpio, alegando que a soluo para os problemas de saneamento de Barbacena poderiam ser resolvidos pelo Departamento Municipal de Meio Ambiente e Saneamento (Demasa), cujo faturamento anual chega a R$ 20 milhes. Esse movimento social denuncia, via internet, que ultimamente o abastecimento em diversos bairros atendidos pela Demasa tem sido sabotado, com o objetivo de fazer com que a populao acredite que o convnio com a Copasa a soluo para o problema.
    Convidados - Foram convidados o prefeito de Barbacena, Martim Francisco Borges de Andrada; o presidente da Cmara Municipal, vereador Jos Higino Ferreira; o presidente da Copasa, Mrcio Augusto Vasconcelos Nunes; a 1 promotora de Justia de Barbacena, Elissa Maria do Carmo Loureno Xavier; o diretor-geral do Departamento Municipal de Meio Ambiente e Saneamento de Barbacena, Jos Carlos de Menezes Pinheiro; o representante dos funcionrios pblicos do Departamento Municipal de Meio Ambiente e Saneamento de Barbacena, Valdir Damasceno; o vigrio episcopal da Regio Mariana Sul, padre Jos Antnio de Oliveira; e o coordenador do Movimento Popular de Luta contra Convnio da Copasa, Edson Rezende.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Setembro 4, 2007

    RODOANEL, contorno norte, obra federal que vai ligar a rodovia Ferno Dias, em Betim, BR-381 norte. Comisso de Direitos Humanos da Assemblia de Minas discute hoje, s 15 hs, as desapropriaes. Audincia ser na Cmara Municipal de Contagem.

    O critrio das desapropriaes para realizao das obras do projeto Contorno Norte do Rodoanel, obra do governo federal que ligar a rodovia Ferno Dias, em Betim, BR-381 norte, no distrito de Ravena, sero discutidos nesta tera-feira (4/9/07) pela Comisso de Direitos Humanos da Assemblia Legislativa de Minas Gerais. A audincia pblica, solicitada pelo presidente da comisso, deputado Durval ngelo (PT), ser s 15 horas, na Cmara Municipal de Contagem, situada rua So Gonalo, 18 - Centro.
    Segundo informaes do gabinete do parlamentar, moradores da comunidade Nova Boa Vista ocuparam, h cerca de 25 anos, uma rea do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transporte (Dnit), em Contagem (BR-040 Km 533,7 - prximo ao Ceasa). Agora, 79 famlias esto recebendo notificao da Justia informando que os imveis sero demolidos, mas o moradores reclamam da falta de informao em relao ao prazo para desocupar a rea e a ao indenizatria. No local vivem cerca de 500 famlias.
    Foram convidados para a reunio o procurador-chefe da Unio, Hilton de Castro Coelho; os defensores pblicos da Unio, Gustavo Zorta da Silva e Estevo Ferreira Couto; o secretrio de Estado de Transportes e Obras Pblicas, Fuad Jorge Noman Filho; a prefeita de Contagem, Marlia Campos e o secretrio de Governo de Contagem, Paulo Csar Funghi.
    Projeto j foi tema de debate na ALMG
    O projeto do Rodoanel j foi tema de debate na Comisso de Transporte, Comunicao e Obras Pblicas no ltimo 18 de abril, quando representantes dos municpios da Regio Metropolitana de Belo Horizonte se queixaram da falta de participao das prefeituras na implantao do projeto.
    O Contorno Norte do Rodoanel ter 64,3 quilmetros de extenso. O custo, sem o cumprimento das condicionantes ambientais e desapropriaes, est orado em R$ 583 milhes. A estimativa de R$ 700 milhes incluiria essas providncias. O traado passa por Betim, Contagem, Ribeiro das Neves, Vespasiano, Pedro Leopoldo, Confins, Santa Luzia e Sabar.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 3, 2007

    Sucesso do presidente Lula. A eleio ser em 2010, mas as especulaes j comearam e com muita fora. No PT so citados quatro nomes: da ministra Marta Suplicy; do prefeito de BH, Fernando Pimentel; do governador da Bahia, Jacques Wagner e o do ministro do Desenvolvimento Social e Combate Fome, Patrus Ananias, ex-prefeito de Beag. Mineiramente, Patrus vem trabalhando no combate fome e citado como uma opo dentro PT, que segundo alguns analistas polticos, precisa encampar o lulismo. E a aparece Patrus Ananias, da pasta que cuida de mais de 50 milhes de pessoas carentes com os programas sociais. Como em poltica, dizemos aqui em Minas, "que atrs de morro, vem morro. E nada como um dia depois do outro!" bom ficar de olho no ministro Patrus, que apontado TAMBM, como a melhor opo para o PT na disputa pela Prefeitura de BH, em 2008. EM TEMPO:na foto abaixo o ministro Patrus d entrevista a Carlo Menezes apresentador do Programa Mundo Poltico da TV Assemblia, aqui em BH. Fica o registro!



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 3, 2007

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS.

    O economista CELSO CASTILHO - que l nosso BLOG DE NOTCIAS diariamente e manda-nos E-mails constantemente comentando as notcias - fez aniversrio  Na sexta-feira, dia 31 de agosto. Como dizem os americanos e eu disse ele pelo celular: "Celso, meu amigo, voc ficou um ANO MELHOR". Parabns, muitos anos de vida, sade e muito dinheiro no bolso!
    No centro da foto, O ANIVERSARIANTE do dia 31 de agosto ( sexta-feira),  o Secretrio-Executivo do Comit de Desenvolvimento Sustentvel da Baa de Ilha Grande, e economista Celso Castilho - presidente do Consrcio Capim Branco Energia - ladeado esquerda pelo ex-ministro de Minas e Energia Paulino Ccero, e pela direita, pelo diretor de Meio Ambiente da Anglogold Ashanti, Willer Ps. 

    O economista mineiro Celso Castilho est no eixo Rio de Janeiro Angra dos Reis atuando como secretrio-executivo. O objetivo principal do Comit de Desenvolvimento Sustentvel da baa de Ilha Grande, segundo o secretrio-executivo, Celso Castilho, criar uma governana ambiental atravs de uma parceria do setor pblico, setor produtivo e a sociedade civil. 

                             NOTA DESSE BLOGUEIRO:
                             Aqui, dizemos ns -  bom destacar - que Celso Castilho tem ampla experincia de colocar a mo na massa, como ocorreu durante os quatros anos de construo das Usinas Hidreltricas Capim Branco 1 e 2 em Araguar na divida com Uberlndia e Indianpolis. Celso foi diretor de Meio Ambiente do Consrcio Capim Branco Energia e continua  PRESIDENTE das duas Usinas inauguradas no Triangulo Mineiro ( em Araguar e na divisa de Araguar com o municpio de Uberlndia).             
    Atuando afinado com o presidente do Consrcio poca, o engenheiro Henrique Di Lello Filho ( hoje gerente-geral de Energia da Vale do Rio Doce), Celso Castilho usou todo seu amplo relacionamento e conhecimento tcnico, que foram fundamentais para o sucesso do empreendimento que investiu cerca de 1 bilho de reais na construo das Usinas - a Capim Branco 1, gerando 240 megawatts e Capim Branco 2, com capacidade para 210 megawatts. E em termos de meio ambiente, o trabalho de preservao da fauna e flora virou matria jornalstica, nada mais nada menos, que no Jornal Nacional da Rede Globo.
                             bom registrar ainda, que o trabalho de Henrique Di Lello e Celso Castilho foi to importante, que os dois esto hoje como altos executivos da Vale do Rio Doce - Henrique Di lello como gerente-geral de Energia e Celso Castilho secretrio-executivo do Comit de Desenvolvimento Sustentvel da baa de Ilha Grande. E a pedido do presidente da Vale, Roger Agnelli, Celso Castilho permanece como presidente das Usinas Capim Branco. 
     Exemplo a ser seguido por ns outros! 




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 3, 2007

    GIRO PELO INTERIOR. Poos de Caldas ganhou trincheira que leva o nome do av do governador Acio, o presidente Tancredo Neves. O investimento do governo de Minas com a prefeitura de Poos de Caldas - o prefeito Sebastio Navarro Vieira - foi de 6 milhes e 340 mil reais.











                                Acio inaugura obra do Minas Avana em Poos de Caldas

     









       

    Wellington Pedro/Imprensa MG

    O governador Acio Neves inaugurou, nesta segunda-feira (3), em Poos de Caldas, no Sul de Minas, mais uma obra do Minas Avana, programa estadual criado para melhorar a infra-estrutura das cidades-plo mineiras. A trincheira da Rua Corra Neto, no Centro da cidade, construda com investimentos de R$ 6,34 milhes, em parceria com o municpio, faz parte de um conjunto de 56 obras de grande importncia para o desenvolvimento desses municpios. Em todo o Estado, o Governo de Minas j investiu no programa R$ 181 milhes, recursos do Tesouro Estadual, sendo que 26 delas j foram concludas.
    O governador afirmou que as obras do Minas Avana esto mudando a realidade do Estado. Segundo ele, os investimentos em infra-estrutura fazem parte de um esforo do Governo em melhorar a qualidade de vida da populao, alm de gerar emprego e renda.
    "Essas obras esto transformando a realidade de Minas. A trincheira extremamente importante para melhorar o trfego da cidade e foi decidida em parceria com o prefeito. O Estado faz hoje um esforo em vrias reas de forma planejada e harmoniosa, com investimentos em infra-estrutura, melhorias na qualidade do atendimento na sade. H um grande projeto para fazer que Minas seja, pelos prximos dez anos, o Estado brasileiro que mais emprego vai gerar e que mais vai crescer dentre todos", afirmou o governador.
    Equilbrio das contas
    Acio Neves destacou que os investimentos do Minas Avana s foram possveis em funo do equilbrio das contas do Estado que, em menos de dois anos, saiu de um dficit anual de R$ 2,4 bilhes em 2003 para um supervit de R$ 283 milhes, em 2005.
    "Minas fez o que precisava ser feito, equilibramos o Estado e estamos empregando mais do que a economia de So Paulo no ltimo ano, era algo inimaginvel para Minas, o que mostra que estamos preparados para dar um grande salto. O Brasil vem crescendo timidamente e Minas cresce quase que o triplo da mdia nacional ao longo dos ltimos trs anos e isso vai continuar daqui para frente", disse.
    Infra-estrutura urbana
    O programa Minas Avana atende aos municpios com obras nas reas de educao, sade, transporte, saneamento bsico e segurana. As obras incluem pavimentao de vias, implantao de avenidas, canalizao de crregos, construo de escola, ampliao e reformas de hospitais so antigos anseios da populao. At o momento, a contrapartida dos municpios foi de R$ 23 milhes e investimento do Estado de R$ 79 milhes. O programa beneficiar diretamente 6,2 milhes de pessoas.
    No Sul de Minas, o programa beneficiou outros cinco municpios com importantes obras, como a construo do Centro Administrativo de Itajub (R$ 4,36 milhes ); Terminal Rodovirio de Passos (R$ 4,39 milhes); drenagem e pavimentao de vias em Guaxup (R$ 948 mil). Tambm esto em andamento a Avenida Perimetral em Pouso Alegre (R$ 5,34 milhes) e o Anel Virio Presidente Tancredo Neves em Lavras (R$ 2,34 milhes).
    Melhoria no trnsito
    A obra viria de Poos de Caldas aguardada h cerca de 30 anos. Com 160 metros de comprimento e 9,4 metros de largura, a trincheira, que leva o nome de Tancredo Neves, resolveu um grande problema virio da cidade. Ela permite a ligao do trnsito, inclusive de veculos pesados, nas ruas Prefeito Chagas e So Paulo. A obra, iniciada em maro de 2006, incluiu construo de rampa menor, reformulao de passeios laterais e melhorias nas vias para facilitar o trnsito de pedestres. Do total do recurso investido, R$ 5,09 milhes so do Governo do Estado e R$ 1,25 milho do municpio.
    O prefeito de Poos de Caldas, Sebastio Navarro Filho, afirmou que o Minas Avana ajudou o municpio a resolver um dos principais problemas de trfego, que recebe centenas de turistas durante todo o ano, alm de realizar um sonho da populao.
    "A obra esperada desde a dcada de 70 e est no nosso plano diretor desde 1992, mas o municpio no teve recursos para faz-la. A trincheira vai ligar a Zona Sul Zona Leste, sem desviar o trfego pesado para o Centro", disse o prefeito
    Investimentos em sade
    Durante a inaugurao da obra viria em Poos de Caldas, Acio Neves foi recebido por centenas de pessoas na trincheira da Rua Corra Neto. Ele descerrou a placa de inaugurao da obra e cumprimentou crianas e moradores que o aguardavam. Em seu discurso, ele ressaltou ainda os investimentos j realizados na cidade na sade, como a implantao de uma unidade do Hemominas e a ampliao da policlnica. As duas obras esto em processo de licitao, nas quais sero investidos cerca de R$ 3,5 milhes, do Tesouro do Estado.
    "Os recursos j esto assegurados para a construo do Hemominas e depende apenas do processo licitatrio, que est autorizado. Este governo tem uma caracterstica: todos os investimentos e as obras que so anunciados j tm o recurso garantido no seu oramento para sua concluso. No anunciamos nenhuma obra no Estado, em qualquer rea, sem que haja o recurso garantido para que essa obra fique pronta, porque no h mais desperdcio de dinheiro pblico do que voc no planejar, iniciar uma srie de coisas e no conclu-las", afirmou Acio Neves.
    Em Poos de Caldas, o governador ainda se encontrou com 18 prefeitos do Sul de Minas.
    Visita a Alcoa
    Aps a inaugurao da trincheira, o governador Acio Neves visitou as instalaes da Alcoa Alumnio, empresa que est investindo R$ 150 milhes no municpio. Toda a produo da empresa - a maior do municpio - comercializada nos mercados nacional e internacional, com exportaes especialmente para o Mercosul, sia e Norte da frica, Japo, Europa, Estados Unidos.
    Com 825 funcionrios diretos, a Alcoa tem realizado investimentos em Poos de Caldas focados no desenvolvimento sustentvel, com a instalao de equipamentos de controle ambiental, reaproveitamento de materiais para economia de combustvel fssil, reutilizao da gua utilizada na fbrica e reabilitao das reas mineradas. Em 1993, inaugurou o Parque Ambiental AlcoaPoos com 207,5 hectares e grande biodiversidade.
    Alm de Poos de Caldas, a Alcoa tem unidades, no Brasil, em So Paulo, onde tambm est o escritrio central, Itajub, Itapissuma (PE), So Luis, Sorocaba e Tubaro (SC).
     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 3, 2007

    ECONOMIA. Rodada de Negcios em Nova Serrana - a capital mundial do tnis - gera quase 20 milhes em negcios e supera expectativas do Sindinova.

    A segunda Rodada de Negcios de Nova Serrana terminou com saldo positivo e deixou a perspectiva de muitos negcios para o setor nos prximos meses. Lojistas de vrios Estados e 80 empresrios da regio participaram de 704 reunies na sede do Sindicato Intermunicipal da Indstria do Calado de Nova Serrana (Sindinova) entre os dias 28 e 30 de agosto. A Rodada gerou expectativa de negcios de R$ 19,8 milhes, valor que equivale a aproximadamente 2 milhes de pares de calados. O evento foi promovido pelo Sebrae em parceria com o Sindinova e a Fiemg.
    A lojista da Flamboyan, Mirna Sampaio, veio de Mato Grosso para negociar em Nova Serrana. Ela se mostrou satisfeita com os resultados e revelou que comprou 20 mil pares de calados. Estamos com a possibilidade de fechar a compra de mais 25 mil pares at novembro. Nossa empresa busca produtos na regio h vrios anos e temos ampliado o vnculo comercial. O evento foi muito produtivo.
     A qualidade dos calados apresentada na Rodada foi fator de destaque entre os lojistas, que elogiaram os lanamentos e os novos designs. A qualidade dos calados muito boa. Participamos pela segunda vez da Rodada de Negcios e este ano est ainda melhor, disse Agostinho Pereira, da Nacional Calados, de Gois. A empresa comprou 3,4 mil pares de tnis masculinos e femininos, equivalente a um valor de R$ 75 mil. Estes pares vo para quatro das nossas 26 lojas. Nosso interesse ampliar ainda mais este nmero e abastecer as outras 22 lojas, localizadas no Par, Tocantins, Bahia e Gois. Gostamos dos produtos e j pensamos em negociar mais no futuro.
    O saldo do evento tambm foi positivo para os empresrios da regio. Tiago Marinho, da Dry Foot, concretizou vendas e reforou sua marca entre os lojistas. Apresentamos nossos produtos aos lojistas e fechamos bons negcios. Estamos com expectativa de novas vendas nos prximos meses.
    Apostando em novidades para o pblico infantil, a exemplo da sandlia da linha Nanatinha e a papete masculina da linha Carros, o empresrio Gilberto Donizete da Silva, da Rapha Calados,  atingiu o nmero de 2,4 mil pares vendidos. A Rodada uma ao muito importante para o empresariado da regio. Aqui temos a possibilidade de ampliar o leque de clientes e vender diretamente para eles. bom para o lojista e para o empresrio.
    A Rodada de Negcios acontece anualmente no plo de Nova Serrana e rene os grandes lojistas do pas. O evento possibilita aos empresrios da regio a oportunidade de criar novos contatos comerciais, trocar informaes e fechar negcios.  

    Assessoria de comunicao do Sindinova

    Jornalista responsvel: Breno Vieira

    (31) 9654-2294

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 3, 2007

    Deputados estaduais estaro, daqui a pouco, s 14 horas, visitando as instalaes do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins. Entre os parlamentares estar o deputado federal Miguel Martini da CPI da Crise Area da Cmara dos Deputados, em Braslia.

    A Comisso de Turismo, Indstria, Comrcio e Cooperativismo visita hoje (3), a partir das 14 horas, as instalaes do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins. O objetivo da visita, solicitada em requerimento de autoria conjunta dos membros da comisso, verificar as condies do maior complexo aeroporturio de Minas.
    Eles sero acompanhados pela secretria de Estado de Turismo, rica Drumond, e pelo deputado federal Miguel Martini (PHS-MG), membro da Comisso Interparlamentar de Inqurito (CPI) da Crise Area da Cmara dos Deputados.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 3, 2007

    O BOOM DO LCOOL muda a vida dos mineiros. Usina CURURIPE vai investir 130 milhes de reais na construo de um Usina de lcool no municpio de CARNEIRINHOS no Tringulo Mineiro. A informao foi enviada ao nosso BLOG DE NOTCIAS pela assessora de comunicao do SIAMIG/Sindacar, Mnica Santos. Confira detalhes.

    O jornal VALOR (8/8) trouxe uma grande matria sobre o investimento do Grupo Trcio Wanderley (Coruripe) no Tringulo Mineiro, que prev a inaugurao de mais uma usina em 2008, na cidade de Carneirinho, com investimentos da ordem de R$ 130 milhes. Com o incio da construo da usina, a rotina da cidade no mais a mesma.
    O nico hotel foi ampliado, a cidade ganhou um novo supermercado e a nica construtora do local j comea a construir casas para vender, saindo de seu foco de obras pblicas. A unidade de Carneirinho vai gerar 190 empregos na parte industrial e mais 15 na rea administrativa na primeira fase, alm de 1,2 mil na rea agrcola. Na fase final do projeto prev 350 postos na rea administrativa e industrial, com 2,5 mil na rea agrcola. Ser a maior empregadora da cidade, desbancando a prefeitura (200 funcionrios).

    O grupo Coruripe est na regio desde 1994, quando adquiriu a usina Iturama, e possui mais duas outras usinas em operao na regio em Campo Florido e Limeira do Oeste, cidades que ficam a menos de 50 quilmetros uma da outra. Todo o planejamento do grupo construir unidades prximas, como o projeto de Carneirinho e Unio de Minas, prevista para 2010. No ser diferente, tambm, com a outra unidade prevista para 2011 no Prata.
    O grupo emprega nas trs unidades em operao no Tringulo Mineiro cerca de 1 mil trabalhadores na parte industrial e outros oito mil trabalhadores da rea agrcola, incluindo empregos indiretos. O salrio mdio da parte industrial gira em torno de R$ 1.200,00 e o mnimo est na faixa de 
     R$ 700,00.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 3, 2007

    Presidente da Fiemg, Robson Andrade, entregou ao governador Acio Neves sugesto de reduo do ICMS do lcool combustvel. A informao vem do Boletim Eletrnico enviado ao nosso BLOG DE NOTCIAS pela assessoria de comunicao do Siamig/Sindacar, presidido pelo dinmico e atento empresrio Luiz Custdio Cotta Martins.

    O presidente da Federao das Indstrias de Minas Gerais (Fiemg), Robson Andrade, entregou ao governador do estado, Acio Neves, o documento "Propostas das entidades de classe empresariais de Minas Gerais", com a sugesto de reduo do ICMS do lcool combustvel.
    No tema "Tributao e Desenvolvimento" uma das propostas diz respeito a essa questo: "evoluir na reduo da carga tributria do ICMS, visando neutralidade do tributo frente concorrncia de outros estados.
    Neste contexto, destacam-se o lcool combustvel e o material de construo, cujas alquotas j so reduzidas em outros estados". Na ocasio, Robson Andrade disse que o governador informou que, no ms de outubro, ir anunciar a reduo do ICMS de vrios produtos em Minas Gerais.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 3, 2007

    Vale conferir a cobertura que nosso amigo, o jornalista Jos Antonio Lopes, o JAL, fez da soleniodade no Solar de Conde de Prados - agora Museu Municipal de Barbacena - da entrega da Comenda Jos Bonifcio a vrias personalidades de destaque no municpio, entre eles o prprio Z Antonio. Parabns a todos e principalmente ao JAL, nosso ex-companheiro da Rdio Barbacena, aonde comeei minha carreira de jornalista nos anos 73. Confira as fotos e o texto da coluna do Jal no (www.barbacenaonline.com.br).




                             Comenda deputado Jos Bonifcio Lafayette de Andrada.
    Foi no domingo, 26, s 11 horas da manh na praa Conde de Prados, a solenidade de entrega da Comenda de Mrito Barbacenense Jos Bonifcio Lafayete de Andrada, presidida pelo prefeito Martim Andrada, homenageando figuras importantes de nossa sociedade que j prestaram e continuam prestando servios cidade. Particularmente, agradeo aos nossos poderes municipais pelo reconhecimento que tiveram comigo na outorga desta Medalha. O orador oficial foi o ex-deputado Joo Navarro, ex-presidente da Assemblia Legislativa de Minas Gerais. Foram homenageados junto comigo, pela ordem alfabtica: Antnio Augusto Mendes, Antnio Marujeiro, Antnio Pinheiro da Cunha, Ary Lopes, Benjamim Fullin, Carlos Augusto de Paula, Darcy Gomes da Rocha, Eloy Dutra Cmara, Geraldo Barroso de Carvalho, Irany Sales de Almeida, Joo Bartolomeu Rosa (Post Mortem), Joo Carlos Ribeiro de Navarro, Joo Carlos Viol, Jorge Arnaldo do Nascimento, Pe. Jos Eudes de Carvalho Arajo, Pastor Jos Martins, La Paulucci Cascapera, Lourival Barroso Vargas, Luiz Gava, Manuel Carvalho Caldas, Marco Antnio de Lima Arajo, Maria Aparecida de Arauo Vaselcio, Maria Leite de C. Coutinho (Totoca), Neyde Maria Dias da Cruz Gonalves, Ozrio Viol, Pedro Antnio de Barros, Regina Bertola, Simo Almeida, Suria Bittar de Castro, Tadeu Jos Gomes, Tnia Falco, Vera Lcia Cabral de vila Andrade, Waldir Turchetti e Welissa Gonzaga Brito.

    Primeira Vez
    Esta foi a primeira vez que a Comenda Deputado Jos Bonifcio foi entregue a barbacenenses. Ela foi criada pela lei municipal 3.147 de 1995, e regulamentada pelo decreto 5.863 de 2006. Publicamos abaixo algumas fotos de personagens que foram homenageados na solenidade do ltimo domingo, com a participao do prefeito Martim Andrada.





















    Mdico Eloy Henrique Dutra Cmara

    Mdico Geraldo Barroso de Carvalho



    Pe. Jos Eudes de Carvalho Arajo

    Advogado Marco Antnio de Lima Arajo



    Empresria Suria Bittar de Castro

    Deputado Joo Navarro discursando em nome dos homenageados


    Discursos
    Discursando em nome dos homenageados, nas comemoraes finais dos 216 anos de Barbacena, o ex-deputado Joo Navarro falou da vida pblica do deputado Zezinho Bonifcio e de seu relacionamento com o patrono da comenda.
    O prefeito Martim Andrada disse, entre outras palavras, que o local escolhido - a praa Conde de Prados - no foi por mera escolha, e, sim, por ser uma praa tradicional onde esto o Forum Mendes Pimentel, o Museu Municipal, a Esttua da Liberdade e a Biblioteca Municipal, e teceu elogios aos homenageados.
    Nossa coluna esta semana presta esta homenagem a todos aqueles com contriburam em suas diversas atividades com o progresso de nossa Barbacena. Em meu nome, o meu muito obrigado.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 3, 2007

    Hoje, 14 horas, na Assemblia de Minas. Comisso discute a proibio do comrcio de AVES VIVAS.

    A proibio do comrcio de aves vivas no Estado ser tema da audincia pblica desta segunda-feira (3/9/07), da Comisso de Poltica Agropecuria e Agroindustrial da Assemblia Legislativa de Minas Gerais. Os deputados Vanderlei Jangrossi (PP) e Padre Joo (PT), Antnio Carlos Arantes (PSC) e a deputada Rosngela Reis (PV) querem discutir esta proibio face implantao do Programa de Regionalizao Agrcola, dentro do Plano Nacional de Sanidade Avcola (PNSA), implantado pelo Instituto Mineiro de Agropecuria (IMA). A reunio est marcada para as 14 horas, no Plenarinho II.
    De acordo com informaes contidas na internet, na pgina do Ministrio da Agricultura, Pecuria e Abastecimento, o PNSA foi institudo por meio da Portaria Ministerial 193, de 19 de setembro de 1994, e est pautado nas atividades de vigilncia epidemiolgica e sanitria das principais doenas avirias em todos as unidades da Federao. Em Minas Gerais, a proibio do comrcio de aves vivas ficou a cargo da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuria e Abastecimento, por meio do IMA. "Atendendo determinao do PNSA, a partir de 30 de julho estar proibido, no territrio mineiro, o comrcio de aves vivas para revendedores ou diretamente para o consumidor, e isso inclui as chamadas aves de descarte (galinhas que j no botam ovos), que tambm tero de ser encaminhadas para um abatedouro industrial", explicou o gerente de Defesa Sanitria Animal do IMA, Srgio Luiz Lima Monteiro, em notcia publicada na internet, na pgina do Instituto, no dia 28 de junho de 2007.
    O cumprimento dessa norma pr-requisito para a obteno do certificado do Programa de Regionalizao Agrcola. Segundo Srgio Luiz Monteiro, com este programa, Minas Gerais ter autonomia para definir sua poltica de sanidade em ligao direta com mercado internacional, conforme acordos que podero ser feitos com os pases compradores, com aval do governo federal. Isso quer dizer que, integrado s normas nacionais, o Estado ficar isento de qualquer barreira s exportaes caso ocorram problemas sanitrios em outra regio ou estados do Brasil.
    Para a reunio na ALMG, foram convidados o secretrio de Estado de Agricultura, Pecuria e Abastecimento de Minas Gerais, Gilman Viana Rodrigues; a superintendente federal de Agricultura no Estado de Minas Gerais, Denise de Magalhes Viegas; o presidente do Instituto Mineiro de Agropecuria (IMA), Altino Rodrigues Neto; e o presidente da Associao dos Avicultores de Minas Gerais (Avimig), Tarcsio Franco do Amaral.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Setembro 3, 2007

    De olho na convergncia na rea de comunicao. Conferncia sobre o assunto j est marcada em Braslia. Ser dias 17 e 18 deste ms na Cmara Federal e dia 19 no Senado.

     

    Ministrio das Comunicaes e
    Congresso realizam Conferncia Nacional

    Sero discutidos nova poltica de
    convergncia e o futuro das comunicaes

    O ministro das Comunicaes, Hlio Costa, participa da Conferncia Nacional Preparatria de Comunicaes. O evento ser realizado nos dias 17 e 18 de setembro no auditrio Nereu Ramos Cmara dos Deputados, e no dia 19 no auditrio Petrnio Portela Senado Federal.
     
    Na manh do dia 18, o ministro Hlio Costa vai falar sobre as mudanas legais necessrias a uma nova poltica para as comunicaes brasileiras.
     
    A conferncia tem como objetivo estudar profundamente os diversos temas que envolvem as tecnologias e a convergncia, seus impactos nos servios e as modificaes necessrias na legislao e na regulamentao das comunicaes.
     
    O evento realizado pelo Ministrio das Comunicaes em parceria com a Comisso de Cincia e Tecnologia, Comunicao e Informtica da Cmara dos Deputados e do Senado Federal. A participao no evento gratuita e as inscries j podem ser feitas na pgina da Cmara, na internet, ou pelo telefone 0800 619 619 at o dia do evento.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Setembro 2, 2007

    SEMANA DO COMRCIO de Juiz de Fora o destaque econmico do nosso BLOG DE NOTCIAS. Cobertura do nosso amigo, Csar Romero da Tribuna de Minas. Confira!



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Setembro 2, 2007

    FORUM METROPOLITANO movimentou Cmara Municipa de BH. O vice-governador de Minas, professor Antnio Anastasia fez palestra. Confira!









                               Vice-governador fala sobre planejamento e gesto da RMBH

     









    Jos Carlos Paiva/Imprensa MG

    O vice-governador Antonio Augusto Anastasia participou da abertura do Frum Metropolitano, na Cmara Municipal de Belo Horizonte, nesta sexta-feira (31). O Frum tem como tema A questo metropolitana: problemas comuns, solues compartilhadas. Anastasia fez uma palestra no plenrio da Casa sobre Os Legislativos Municipais e o Processo de Planejamento e Gesto da Regio Metropolitana de Belo Horizonte.

    As polticas pblicas devem ter planejamento e gesto para terem xito nas esferas governamentais. A Regio Metropolitana s ter sucesso com coordenao. O resultado da falta de coordenao desperdcio de recursos e m qualidade fiscal. Nosso maior desafio coordenao, disse o vice-governador. Ao destacar a complexidade que envolve a administrao de uma regio metropolitana to integrada quanto a de Belo Horizonte, o vice-governador citou como exemplo cidados que moram em um municpio, trabalham em outro, estudam em uma terceira cidade, recebem atendimento mdico em outra e visitam amigos em mais um municpio. O cidado metropolitano no distingue as fronteiras do lugar onde vive, pois h uma comunho de interesses.
    De acordo com o vice-governador, os municpios devem reconhecer a existncia do interesse metropolitano para compatibiliz-lo com os seus prprios. Os interesses no devero ser sacrificados, e sim compartilhados com outros municpios. Essa soluo inovadora adotada em Minas Gerais necessita de coordenao, no s governamental, mas tambm da sociedade civil organizada. Nosso modelo pressupe inteligncia, coragem e inovao. O esprito de colaborao imprescindvel para o funcionamento das polticas pblicas.
    O papel do Legislativo municipal no modelo de Regio Metropolitana, segundo Anastasia, de titular dos interesses municipais. Quando a Cmara Municipal no se articular bem com o prefeito, a cidade sofrer, ficar aparte e ainda prejudicar as outras. O Legislativo municipal deve ento manter sua independncia e articular-se com as diretrizes do interesse metropolitano, buscando ainda seus prprios interesses. um modo mais solidrio e compartilhado de Governo, com desenvolvimento coletivo.
    Assemblia Metropolitana
    Nos dias 20 e 21 de agosto foi instalada a Assemblia Metropolitana de Belo Horizonte em solenidade na Assemblia Legislativa. Durante a 1 Conferncia da RMBH, tomaram posse os 16 integrantes do Conselho Deliberativo. Este Conselho vai orientar, planejar, coordenar e controlar a execuo de funes pblicas de interesse comum e definir diretrizes e prioridades da Regio Metropolitana, bem como acompanhar a elaborao e execuo do Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado. O Governo do Estado encaminhou ao Legislativo projeto de lei para criao da Agncia Metropolitana, rgo tcnico e executivo que ser responsvel pelo Plano Diretor. Tambm foi assinado o decreto de regulamentao do Fundo Desenvolvimento Metropolitano, destinado ao financiamento de programas e projetos estruturadores.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Setembro 2, 2007

    O COLRIO, em dose dupla, deste domingo de sol, vem mais uma vez, da coluna do nosso amigo Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.

                                                         
                                                            Camila Matheus e Flvia Pinna, 
                                                       clicadas na Ilha de Cunhambeb Mirim,
                                                               na baa de Angra dos Reis,
                                                    onde est sendo montado o novo Privilge.
                                             Elas vo estar na capa da prxima edio da Mag,
                                                          a revista da badalada casa noturna.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Setembro 2, 2007

    Amanh, dia 3, deputados estaduais da Comisso de Turismo, Indstria e Comrcio vo ao Aeroporto Internacional, presidente Tancredo Neves em Confins. Objetivo do governo Lula : transferir de Congonhas para Confins 160 vos em conexo para o nordeste e centro-oeste do Pas. S faltam os 7 milhes de reais necessrios para dotar o Aeroporto Tancredo Neves de todas as condies para este aumento de demanda area.

    Deputados da Comisso de Turismo, Indstria, Comrcio e Cooperativismo da Assemblia Legislativa de Minas Gerais visitam nesta segunda-feira (3/9/07), a partir das 14 horas, as instalaes do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins. O objetivo da visita, solicitada em requerimento de autoria conjunta dos membros da comisso, verificar as condies do maior complexo aeroporturio de Minas Gerais.
    Os parlamentares vo percorrer o ptio das aeronaves, a pista, o terminal de passageiros, o estacionamento e os balces de check-in. Eles sero acompanhados pela secretria de Estado de Turismo, rica Drumond, e pelo deputado federal Miguel Martini (PHS-MG), membro da Comisso Interparlamentar de Inqurito (CPI) da Crise Area da Cmara dos Deputados.
    Na ltima segunda-feira (27), os integrantes dessa CPI vistoriaram Confins e defenderam que o aeroporto receba parte do trfego areo do Aeroporto de Congonhas (SP). No final de julho, o Conselho Nacional de Aviao Civil determinou que Congonhas opere apenas vos diretos e sem escalas. Segundo a Agncia Cmara, deputados mineiros j encaminharam Presidncia da Repblica um projeto para transferir de Congonhas para Confins 160 conexes para as regies Nordeste e Centro-Oeste. Para essa transferncia ser efetivada, no entanto, seriam necessrios investimentos da ordem de R$ 7 milhes.
    O aeroporto teria capacidade para receber at 5 milhes de passageiros por ano, mas recebeu 3,7 milhes no ano passado. At o final de julho deste ano, haviam passado por Confins 2,3 milhes de pessoas, o que coloca o aeroporto na oitava posio entre os mais movimentados do Pas, de acordo com informaes da Infraero.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Setembro 2, 2007

    MEDALHA Zezinho Bonifcio - Jos Bonifcio Lafayette de Andrada, que foi lder do governo Geisel na Cmara dos Deputados em Braslia - movimentou o mundo poltico, social, econmico e intelectual de Barbacena. As informaes e a foto so do nosso amigo, o colunista Idinando Borges (do portal www.barbacenaonline.com.br).


    Suria Bittar de Castro, homenageada com a Medalha Jos Bonifcio Lafayette de Andrada
    com Marco Aurlio Ferreira e seus amores: Fernanda e Maria Amlia de Castro Ferreira

    A Medalha do Mrito Jos Bonifcio Lafayette de Andrada, foi entregue a diversas personalidades da vida social de Barbacena na antiga praa da Liberdade, hoje Conde de Prados. O orador foi o ex-deputado Joo Navarro, que, com emoo, lembrou da figura de Zezinho Bonifcio. O prefeito Martim Andrada falou com eloqncia do simbolismo do espao, tendo frente o Frum Mendes Pimentel, ao lado o Museu de Barbacena e ao fundo a Casa da Cultura, onde funciona a Biblioteca.Entre muitas emoes: a presena de: Marina Lafayette de Andrada Ibrahim, a msica de Nino Rota executada em tom adequado, e o belo selo comemorativo, lanado pelo diretor dos Correios, Francisco Antnio de Carvalho. A arte grfica do selo do talentoso Leandro Faria, que foi notcia no site 10. urea Vasconcellos e Jorge Arnaldo Nascimento, receberam os convidados com fidalguia, entre os quais, Jos Bonifcio Tamm de Andrada, o Z Bodeco. Atuante e como se fosse um diplomata, o Secretrio de Governo, Jos Augusto Penna Naves, homem culto e preparado para desafios. Merecem elogios: o trabalho de bastidores do setor de comunicaes, a Guarda Municipal e o cerimonial conduzido por Cristvam Abranches e Isadora Sabino.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 1, 2007

    Da srie : UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. O presidente da Assemblia de Minas, deputado Alberto Pinto Coelho recebeu no Salo Nobre do Palcio da Inconfidncia de Minas, o Mister MG 2007, Tiago Testoni, o jornalista Elder Martinho do jornal O TEMPO e Miss Minas Gerais 2007, a belssima Rafaela Vartuli. A foto de Marcelo Metzker da ALMG.

      


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 1, 2007

    PARTIDO VERDE faz Encontro Regional neste sbado no Vale do Ao. Confira!

    Dando prosseguimento ao intenso trabalho de organizao em todo o estado, o Partido Verde (PV/MG) realiza neste sbado (01/09) o Encontro Regional do Vale do Ao. O objetivo o de fortalecer o Partido na regio do Leste Mineiro e o evento acontece, a partir das nove horas da manh, no plenrio da Cmara Municipal de Ipatinga.

              Coordenado pela deputada estadual Rosngela Reis, o Encontro deve contar com a presena de toda a bancada estadual e federal do PV/MG, do Presidente Nacional do Partido, Jos Luiz Frana Penna e do presidente do PV em Minas, Deputado Federal Jos Fernando Aparecido de Oliveira, alm do Vice-Prefeito de Belo Horizonte, Ronaldo Vasconcellos, que ir proferir a palestra "A Relao do Partido Verde e o Meio Ambiente, Aquecimento Global e Desenvolvimento Sustentvel".

               Durante o Encontro, a Deputada Rosngela Reis (PV/MG), dever ser confirmada como coordenadora do Partido na regio.


     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 1, 2007

    EM BARBACENA comea FESTA DE NOSSA SENHORA DA PIEDADE - padroeira de Barbacena e, muita gente no sabe, de Minas Gerais. So quase 3 sculos de histria. Confira nas informaes que esto no portal www.barbacenaonline.com.br










    Comeou neste sbado, 1 de setembro, o Jubileu de Nossa Senhora da Piedade, comemorando 282 anos de histria e homenageando a Padroeira da parquia que leva seu nome, do Municpio de Barbacena e do Estado de Minas Gerais.
    Neste ano, o tema do Jubileu ser "Nosso compromisso dizer sim vida", onde ser refletido o "sim" de Maria Vida, Palavra de Deus.

    J. Reinaldo









    Igreja de Nossa Senhora da Piedade






    Abaixo, a programao da festa:
    1 de setembro sbado
    15h Missa no Santurio da Piedade, em memria da Serva de Deus Isabel Cristina Mrad Campos.
    5 de setembro - quarta-feira
    Jubileu da Criana e do Menor
    Sim ao amor fraterno; no ao egosmo e ao isolamento!
    7h Missa
    15h Missa e coroao pelas crianas da Pastoral da Criana e do Menor
    19h Missa e novena
    Coordenao da missa das 19h Comunidade N. Sra. das Graas
    Participao especial: Pastoral da Criana e do Menor, Dimenso Bblico-catequtica.
    6 de setembro - quinta-feira
    Jubileu dos fiis leigos e leigas
    Sim liberdade; no s drogas!
    7h Missa
    15h Missa e coroao pelos alunos da Escola Estadual Pio XI
    19h Missa e novena
    Coordenao da missa das 19h Comunidade Santa Efignia
    Participao especial: Irmandade de N. Sra. da Piedade e Irmandade do Santssimo Sacramento.
    7 de setembro - sexta-feira
    Jubileu das Comunidades
    Sim ao dilogo; no intolerncia!
    7h Missa
    13h Confisses
    15h Missa
    16h30 Te Deun Laudamus (convidamos a comunidade em geral e autoridades constitudas)
    19h Missa e novena
    Coordenao da missa das 19h toda a parquia
    Participao especial Ministrios Leigos, Pastoral do Dzimo e Agentes Pastorais;
    Aps a celebrao, haver confraternizao.
    8 de setembro sbado
    Jubileu da Vida Religiosa
    Sim vida; no ao aborto!
    7h Missa
    15h Missa e coroao pelos alunos do Espao Infantil Pituchinha
    19h Missa e novena
    Coordenao da missa das 19h Comunidade N. Sra. do Rosrio
    Participao especial Conferncia dos Religiosos do Brasil CRB
    9 de setembro domingo
    Jubileu da Juventude
    Sim ao compromisso; no omisso!
    8h Missa
    10h Missa com participao especial das crianas
    15h Missa e coroao pelas crianas da Parquia N. Sra. de Ftima
    18h Missa
    19h30 Missa e novena
    Coordenao da missa das 19h30 Comunidade N. Sra. Aparecida
    Participao especial Pastoral da Crisma, Grupos de Jovens e a juventude em geral.
    10 de setembro - segunda-feira
    Jubileu da Terceira Idade
    Sim ao cuidado; no eutansia!
    7h Missa
    15h Missa e coroao pelas crianas da APAE
    19h Missa e novena
    Coordenao da missa das 19h Comunidade So Geraldo
    Participao especial Pastoral da Terceira Idade, Clubes da Terceira Idade e Apostolado da Orao.
    11 de setembro - tera-feira
    Jubileu das Pessoas com Deficincia
    Sim fora curativa do amor; no violncia!
    7h Missa
    15h Missa e coroao pelas crianas do Colgio So Jos
    19h Missa e novena
    Coordenao da missa das 19h Comunidade Santa Ceclia
    Participao especial Pessoas com deficincia, APAE, Escolas Especiais, ASDEF, Casas Teraputicas.
    12 de setembro - quarta-feira
    Jubileu dos Enfermos
    Sim graa; no ao pecado!
    7h Missa
    15h Missa com Uno dos Enfermos. Coroao pelas crianas do Jardim de Infncia Menino Jesus.
    19h Missa e novena
    Coordenao da missa das 19h Servio de Animao Vocacional e Serra Clube.
    Participao especial Pastoral da Sade, Pastoral do Batismo, Legio de Maria e Associao Santa Zita.
    13 de setembro quinta-feira
    Jubileu da Famlia
    Sim ao respeito; no injustia!
    7h Missa
    15h Missa e coroao pelos alunos da Escola Estadual Bias Fortes
    19h Missa e novena
    Coordenao da missa das 19h Comunidade So Cristvo
    Participao especial Pastoral Familiar, MFC, MCC, ECC, ENS, RCC, Oficina de Orao.
    14 de setembro - sexta-feira
    Jubileu do Bom Jesus e dos Encarcerados
    Sim caridade; no vaidade!
    7h Missa
    15h Missa e coroao pelos alunos da E. E. Adelaide Bias Fortes
    19h Missa e procisso do Senhor do Bom Jesus
    Coordenao da missa das 19h Santurio.
    Participao especial Pastoral Carcerria, Sociedade de So Vicente de Paulo e Irmandade dos Passos.
    15 de setembro sbado
    Solene Dia da Padroeira
    E se Maria tivesse dito 'no'?
    8h Missa
    10h Solene Missa Concelebrada participao de Dom Geraldo Lyrio Rocha e das Parquias
    14h30 Consagrao das crianas, do Estado de Minas Gerais e do Municpio Padroeira
    15h Missa
    16h Solene procisso de Nossa Senhora da Piedade
    chegada, coroao da imagem de Nossa Senhora da Piedade, aos acordes do "Regina Coeli", acompanhado pela Corporao Musical do 9 BPM e entoado por todos os presentes.
    Em seguida, Missa Festiva de encerramento.
    Mais informaes:
    Secretaria da Parquia Nossa Senhora da Piedade (32) 3331 6530



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 1, 2007

    Casamento HOJE da jornalista RENATA MARQUES da TV Assemblia com o oficial da PM Elton Romualdo. Estaremos l na Igreja de Santa Teresa para a cerimnia religiosa. Depois daremos aqui no nosso BLOG DE NOTCIAS as fotos do casrio. Aguardem!

    O casamento de nossa colega da TV Assemblia e Elton vai movimentar o mundo poltico, militar e jornalstico aqui da capital mineira, neste sbado noite. Renata Marques uma competente reprter da TV Assemblia que atinge hoje cerca de 300 municpios de Minas.
    Ela e Elton - que oficial da PM, prestando servios no gabinete da presidncia da Assemblia Legislativa - se conheceram - amor primeira vista - e agora depois de poucos mais de quatros anos de namoro se casam e histrica Igreja de Santa Teresa no tradicional bairro de Santa Teresa, aqui na capital.
    A recepo ser nos sales do elegante PIC CIDADE, que fica a poucos metros da Praa da Liberdade.
    Parabns a Renata e ao Elton. Desejamos ao casal toda a felicidade do mundo!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 1, 2007

    PIT STOP do SINDIREPA no estacionamento 1 do Mineiro, aqui em BH, movimentou motoristas ontem e hoje. Estive l, com minha mulher, a decoradora Cida Amaral e minha filha Natlia, estudante de engenharia ambiental na Fumec. Fizemos o check-up do carro dela e do meu. Fomos muito bem atendidos e ficamos muito satisfeitos com a checagem dos equipamentos e sistemas de freios, amortecedores e de eletricidade dos nossos carros. O presidente do Sindirepa, Claudio Lambertuci, estava satisfeito mais uma vez com a demanda pelo Pit Stop. Disse que ficou impressionado com a repercusso da entrevista que nos deu ao " Economia & Negcios - um Programa FIEMG", que ancoramos na quinta-feria, s 13 horas na Rede Minas. ATENO: para assistir o Programa sobre o PIT STOP s clicar no cone da Fiemg, a logo final da notcia. CLICK!

    Ontem, sexta-feira, dia 31, e hoje, sbado, dia 1, o estacionamento 1 do Mineiro teve um pblico diferente. que o Sindicato das Indstrias de Reparao de Veculos (Sindirepa) promove a terceira edio do seu "Pit Stop", programa de inspeo veicular gratuito e preventivo. "Nosso objetivo levar os mais modernos equipamentos de avaliao mecnica, assim como nossos melhores tcnicos, para uma manuteno preventiva gratuita nos carros de Belo Horizonte. E o motivo simples: fazer uma manuteno preventiva sai muito mais barato que uma manuteno corretiva", afirma o presidente do Sindirepara, Cludio Lambertucci.
    A conscientizao da sociedade da necessidade de uma manuteno peridica nos veculos pode reduzir o nmero de acidentes no trnsito. Segundo o Sindirepa, s no ms de julho foram 1.681 acidentes com 120 mortos nas rodovias estaduais mineiras. "Este nmero poderia ser menor se houvesse menos falhas mecnicas", alertou Lamberucci.
    Para o Pit Stop esto sendo levados quatro elevadores trifsicos, linhas de suspenso (Magneti Marelli Cofap), analisadores de freios, de gs, alm de setores de funilaria, retfica e pintura. Tambm haver distribuio de brindes.

    Clique aqui e assista aos dois ltimos programas que foram ao ar. Apresentao Joo Carlos Amaral
    Clique e assista a entrevista que o presidente do Sindirepa,
    Claudio Lambertuci deu ao Programa "Economia & Negcios" da Fiemg na Rede Minas.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 1, 2007

    GIRO PELO INTERIOR: governador vai a Poos de Caldas segunda-feira. Vai inaugurar, s 11 da manh, obra viria de importncia econmica para a importante Estncia hidromineral do sul de Minas, administrada pelo competente prefeito Sebastio Navarro Vieira.

    O governador Acio Neves inaugura, nesta segunda-feira (3), em Poos de Caldas, Sul de Minas, s 11h, obra viria construda pelo Governo do Estado, por meio do programa estadual de melhoria de infra-estrutura, Minas Avana. A trincheira da Rua Corra Neto, no Centro, recebeu investimento de R$ 6,34 milhes, sendo R$ 5,09 milhes do Governo do Estado e R$ 1,25 milho do municpio. Aps a inaugurao da trincheira, o governador visita a fbrica de alumnio da Alcoa.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Setembro 1, 2007

    Os 100 anos do Instituto Histrico e Geogrfico de Minas Ge.rais foram comemorados pleo Poder Legislativo com Reunio Especial trnasmitida ao vivo pela TV Assemblia para quase 300 municpios.


    A importncia do Instituto Histrico Geogrfico de Minas Gerais ficou bem estabelecida pelos oradores da solenidade realizada no Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, em comemorao ao seu centenrio, na noite desta quinta-feira (30/8/07). O presidente do Instituto, Fernando Antnio Xavier Brando, falou sobre a misso da entidade, sobre a marca deixada pelos membros que escreveram livros que se destacam no acervo de 30 mil obras, e colocou os servios do Instituto disposio da ALMG. A solenidade foi presidida pelo deputado Joo Leite (PSDB).
    O autor do requerimento da reunio especial, deputado Lafayette de Andrada (PSDB), esclareceu que atendia a pedido da deputada Elbe Brando, licenciada para atuar no secretariado do governador Acio Neves, mas confessou que se sentia inquieto na busca das palavras que pudessem honrar o mrito dessa entidade. "Meu bisav, o embaixador Jos Bonifcio de Andrada e Silva, orgulhava-se do ttulo de membro do Instituto Histrico e Geogrfico, fundado em 1907 pelo presidente de Minas, Joo Pinheiro", afirmou.
    "Joo Pinheiro associou-se a um grupo de luminares da nossa cultura e dedicou-se a coligir documentos da nossa Histria e da nossa Geografia, formando um dos maiores acervos culturais do nosso Estado, aberto ao pblico", disse o deputado, destacando obras em campos diversos, como Arqueologia, Antropologia, Herldica e Estatstica. Acrescentou que os membros do Instituto so mdicos, engenheiros, advogados, professores, juristas e empresrios que no se dedicam a "debater temas bizantinos sobre empoeirados alfarrbios", mas a formular estudos atuais teis para a sociedade, como os do trajeto da Estrada Real, e dignos da inteligncia e da intelectualidade mineira.
    O orador oficial do Instituto, Raimundo Nonato Fernandes, utilizou achados retricos para destacar a importncia de Minas no cenrio nacional, e fez paralelos entre a Histria do Brasil e a da Europa nos ltimos trs sculos. Lembrou que os portugueses que vieram colonizar Minas Gerais saram em sua maioria da regio do Minho, que teria ficado praticamente desabitada. Segundo ele, a famlia Vargas embarcava seus filhos nos pampas gachos para contornar o rio da Prata, desembarcar no Rio de Janeiro e vir estudar no Colgio Mineiro, em Ouro Preto. "Assim como eles, o Brasil sempre subiu as montanhas de Minas em busca de sabedoria, como os gregos subiam ao Orculo de Delfos", comparou.
    Fernandes afirmou que o IHG a mais antiga casa de cultura do Estado, e a principal guardi da nossa Histria. "Da maneira como se conserva o passado se abrem caminhos para o futuro", e "quem no sabe de onde vem no sabe para onde vai", foram duas de suas frases para justificar a misso do Instituto.
    No encerramento da solenidade, o deputado Joo Leite lembrou o tempo que passou no Minho e em Braga. "Comi do po saloio. Fui minhoto por algum tempo", disse ele. O deputado disse que Joo Pinheiro, ao fundar o Instituto, quis dar a Minas uma entidade similar ao Instituto Geogrfico Brasileiro, que foi fundado pelo imperador Pedro II, o qual chegou a presidir pessoalmente quinhentas sesses. Leite evidenciou o papel do Instituto para subsidiar estudos sobre a singularidade da nossa formao, e saudou a abertura de mais um sculo de profcuas atividades do Instituto Histrico e Geogrfico de Minas Gerais.
    Durante a solenidade, a Orquestra de Cmara da PMMG tocou o Hino Nacional e o Minueto de Beethoven.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________




    ___________________________


    Clique para conhecer

    ___________________________


    Clique para conhecer

    ______________________________

    Clique para conhecer

    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________

         
     
    Clique e envie-nos 

seu e-mail